Water consumption management system at SABESP Sistema de Gestão do Consumo de Água na SABESP Ricardo Reis Chahin & Fabricio Mardegan

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Water consumption management system at SABESP Sistema de Gestão do Consumo de Água na SABESP Ricardo Reis Chahin & Fabricio Mardegan"

Transcrição

1 Water consumption management system at SABESP Sistema de Gestão do Consumo de Água na SABESP Ricardo Reis Chahin & Fabricio Mardegan

2 Water consumption management system at SABESP Ricardo Reis Chahin, SABESP, Brazil Fabricio Mardegan, Sensus Metering Systems, Brazil Considered as one of the best sanitation companies in the world, Sabesp spares no effort to maintain the high quality service if offers to its clients. The primary water utility in Sao Paulo and one of the largest in the world is Sabesp with over 5.3m water services. As one can imagine, it takes a lot of infrastructure to distribute water to over 25 million people in the City of Sao Paulo and surrounding area. In addition to providing potable water service, the utility has the responsibility to provide extra services which support the wise use of this natural resource. One of these services is water conservation programs. To have an effective conservation program, there must be incentives to those using the product and a way to monitor and provide feedback as to how well the conservation program is working. The incentive portion deals with not only being a good steward of a natural resource such as water, but also to save dollars and sense to only use what is needed for the task of using the water. The feedback is needed to provide the water use information that indicates that an actual conservation program is indeed taking effect and that less of the resource is being consumed and/or wasted. As part of a program to provide water conservation, Sabesp worked with some building owners to install water metering points in certain areas of a building s plumbing where key intersections of water pipe were in place. The meters were connected with a communications system that transported the meter data back to a local data collection point in the building. From the building collection unit, the data was transferred via telephone communications to a central data host location where the meter reading information could be saved and analyzed. While the system is running well today, there were some items that needed to be addressed during the initial phases of the project. While the meters operated to specification, the communications infrastructure did not handle all of the data provided by the reading system as well as expected. The utility used the CDMA ONE technology which was not the best for telecom data services. However, shortly after the project began, GSM/GPRS technology was introduced. With this new communications technology available, Sabesp changed the modem at the local building site to a GPRS modem. Because the type of technology is better able to handle data traffic, the system operated more efficiently. And besides more efficiency, the telecom service was less expensive. The utility is now requesting upgrades to the meter data collection software and even better ways to collect the meter data. As a result of the conservation program, Sabesp saw a % reduction of water use for this building. This equates to approximately $$XX savings for the building owner and tenants.

3 Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo Programa de Uso Racional da Água PURA Sistema de Gestão do Consumo de Água na SABESP Autores: Engº Ricardo Reis Chahin Engº Fabrício Mardegan Distribuição da água no Planeta ¾ do Planeta = Água Salgada: 97,3% Doce: 2,7% Polos, geleiras e icebergs: 2,34 Lagos e pântanos:0,35% Rios: 0,01%

4 Disponibilidade Hídrica no Brasil O Brasil é possuidor de 12 a 14 % da água da terra Mais de 70 % das águas brasileiras estão nos rios da Amazônia 1,6% dessas águas estão no Estado de São Paulo, que abriga cerca de 22% da população brasileira Disponibilidade Hídrica per capta m 3 /hab/ano CLASSIFICAÇÃO ONU ABUNDANTE > m³/hab.ano CORRETA > m³/hab.ano POBRE < m³/hab.ano CRÍTICA < m³/hab.ano

5 Disponibilidade Hídrica nos Estados Valores em m³/hab.ano BRASIL ESTADO DO MARANHÃO ESTADO DE MINAS GERAIS ESTADO DO PIAUÍ ESTADO DA BAHIA ESTADO DE SÃO PAULO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DISTRITO FEDERAL ESTADO DE PERNAMBUCO Programa do Uso Racional da Água PURA Objetivo Atuar na demanda, incentivando o Uso Racional através de ações tecnológicas e medidas de conscientização dos clientes, visando enfrentar a escassez de recursos hídricos. Foco principal Bacias hidrográficas com condições críticas de disponibilidade hídrica. Prioridade: Bacia do Alto Tietê

6 Estrutura do Programa do Uso Racional da Água TECNOLÓGICOS EDUCACIONAIS / CULTURAIS ATUAR NA DEMANDA LEIS / NORMAS Estrutura do Programa do Uso Racional da Água LEIS / NORMAS Participação na elaboração de Normas Técnicas da ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas. Subsídio para elaboração de Decretos e Leis Estaduais. EDUCACIONAIS / CULTURAIS Palestras e Cursos; Campanhas Institucionais contemplando: Vídeos; panfletos; materiais para TV; jornais; rádios; revistas; etc. Teatro de fantoches; feiras e convenções; etc. TECNOLÓGICOS Alavancagem do mercado de fabricantes para desenvolvimento de novas tecnologias para equipamentos economizadores de água. Implantação de planos, programas e projetos para economia de água nos clientes

7 Intervenções Serviços Oferecidos Pelo PURA Levantamento do perfil de consumo; Diagnóstico preliminar das instalações hidráulicas; Caracterização de hábitos e vícios de desperdício; Cadastro da rede de água; Pesquisa e correção de vazamentos em rede, reservatórios e pontos de consumo; Estudo econômico e/ou substituição de equipamentos hidráulicos convencionais por equipamentos economizadores de água; Sistema de gerenciamento de consumo de água setorizado utilizando hidrômetros eletrônicos; Estudo de alternativas para reaproveitamento de água de processo Educação Sanitária: programa específico para cozinhas industriais, hotelaria, lanchonetes; Controle sanitário das águas (reservatórios/pontos de consumo). Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos Data logger M bus DL20 Repeater PW 60

8 Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos Medidor com HRI Medidor Multi jato HRI Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos Registros anteriores do consumo da EEE3

9 Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos Período: de 05 a 17/08/04 Etapa 1 MPQ/A identifica consumo elevado na refrigeração da EEE3 (~16m³/hora) Etapa 3 MTMO elimina falha no processo (consumo cai de 16 para 10 m³/hora) Etapa 4 MP/MC identificam vazamento, consumo cai para 4,5m³/hora Etapa 2 MTMO realiza parada para manutenção (neste momento, o consumo deveria ser próximo de zero) Falha na medição devido a queda de energia Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos

10 Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos PERÍODO SEM VAZAMENTO PERÍODO COM VAZAMENTO Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos

11 Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos Diretoria Metropolitana Superintendência de Planejamento e apoio da Distribuição Departamento de Suporte Operacional e Qualidade Célula do Programa de Uso Racional da Água para RMSP

12 Sistema de gerenciamento do consumo de água utilizando hidrômetros eletrônicos LOCAL DO VAZAMENTO: alimentação dos reservatórios de contingência da EEE3 Vazamento em tubulação de 4 que escoava por galerias de águas pluviais Tubulação após reparo Solapamento do solo e rachadura na estrutura devido ao vazamento Pesquisa de vazamento em reservatório Vazamento encontrado na alimentação de um reservatório no CEAGESP

13 Pesquisa de vazamento em rede Detalhe de Vazamento, em tubulação de 4, localizado na entrada do reservatório R02 no Hospital do Servidor Público Estadual IAMSPE. Vazão Estimada em L/hora Curso Virtual Módulo I: Disponibilidade Hídrica. Módulo II:. Programa do Uso Racional da Água PURA. Módulo III: Equipamentos Economizadores de Água. Curso para gestores via Internet Desenvolvimento do Curso à Distância, em parceria com a Universidade Empresarial SABESP. Contratação da empresa Livronline, para formatação pedagógica dos 06 módulos: Módulo IV: Dicas de Economia de Água Módulo V: Procedimentos de Controle de Consumo Módulo VI: Legislação e Fechamento.

14 Biography Speaker: Position: Company: Country: Ricardo Reis Chahin Water Conservation Program Coordenator São Paulo State Sanitation Company (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) SABESP Brazil Ricardo is Environmental Engineer of SABESP. After graduating from E.E. Mauá with degree in Environmental Engineering in 1993, Chahin was admissed at SABESP trough a public contest. He started working at SABESP with environmental projects in August/1994. After that, in January 1995 started developing water conservation programs for RMSP. He is responsible to assist the customers in specific conservation programs envolving leak detection and repair, on line meter monitoring and other actions to provide water consumption reduction.

15 Biography Speaker: Position: Company: Country: Fabricio Mardegan Engineer Sensus Metering Systems do Brasil Ltda Brazil Fabricio Mardegan is Engineer of Sensus Metering Systems do Brasil Ltda. After graduating from Unisal University with degree in Electronic Engineer in 1999, Mardegan worked as na Engineer for telecomunications at Ericsson from Brazil. He started working at Sensus in November/2002 developing telemetering systems for water meter (AMR). He is responsible to adapt solutions of telemetering to assist the customers need.

Gestão da Demanda de Água Através de Convênios e Parcerias com o Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da Cidade de São Paulo SABESP

Gestão da Demanda de Água Através de Convênios e Parcerias com o Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da Cidade de São Paulo SABESP Gestão da Demanda de Água Através de Convênios e Parcerias com o Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da Cidade de São Paulo SABESP R. R. Chahin a a. Companhia de Saneamento Básico do Estado de

Leia mais

Sustentabilidade Programa de Uso Racional da Água - PURA

Sustentabilidade Programa de Uso Racional da Água - PURA Sustentabilidade Programa de Uso Racional da Água - PURA 27/05/2008 Distribuição da Água no Planeta ¼ do Planeta = Terra ¾ do Planeta = Água algada: 97,3% Doce: 2,7% Calotas Polares: 68,9% Água subterrânea

Leia mais

Sistemas produtores capacidades

Sistemas produtores capacidades Sistemas produtores capacidades CAPACIDADES DE PRODUÇÃO ATUAIS SISTEMA INTEGRADO SISTEMA PRODUTOR Nominal Máxima (m³/s) (m³/s) Cantareira 33,0 35,0 Guarapiranga 14,0 15,0 Alto Tietê 10,0 12,0 Rio Claro

Leia mais

Programa de Uso Racional da Água: Sabesp Soluções Ambientais

Programa de Uso Racional da Água: Sabesp Soluções Ambientais Programa de Uso Racional da Água: Sabesp Soluções Ambientais Pontos Principais... Provocar mudanças de hábitos e eliminar vícios de desperdício Conscientizar os usuários quanto à correta utilização dos

Leia mais

Neam Sul - Núcleo de Educação Ambiental Sul

Neam Sul - Núcleo de Educação Ambiental Sul Seminário Socioambiental Água Fonte de Vida PURA Programa de Uso Racional da Água Unidade de Negócio Sul Sabesp Neam Sul - Núcleo de Educação Ambiental Sul Panorama Mundial - Escassez A SOBREVIVÊNCIA DA

Leia mais

Cenário atual da disponibilidade hídrica na RMSP e contribuições para inovação e uso racional da água.

Cenário atual da disponibilidade hídrica na RMSP e contribuições para inovação e uso racional da água. 28 de maio de 2014 Cenário atual da disponibilidade hídrica na RMSP e contribuições para inovação e uso racional da água. Edson Geraldo V. Souza - SABESP AGENDA SABESP ÁGUA NO PLANETA ADMINISTRAÇÃO DA

Leia mais

Gestão de Recursos Hídricos no Complexo da Penitenciária Feminina de Santana

Gestão de Recursos Hídricos no Complexo da Penitenciária Feminina de Santana Gestão de Recursos Hídricos no Complexo da Penitenciária Feminina de Santana Autor Edson Geraldo Vitorino de Souza SABESP Superintendência de Gestão de Empreendimentos da Metropolitana Disponibilidade

Leia mais

SABESP - Unidade de Negócio Leste - ML

SABESP - Unidade de Negócio Leste - ML SABESP - Unidade de Negócio Leste - ML Sabesp a Partir de 1995 Reestruturação dos processos críticos para reduzir: Satisfação do cliente e qualidade de vida Aumento da qualidade dos serviços Custo Tempo

Leia mais

ÁGUA: Petróleo do Século XXI?

ÁGUA: Petróleo do Século XXI? Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - Sabesp Diretoria de Sistemas Regionais R Sugestão opcional para título ÁGUA: Petróleo do Século XXI? Disponibilidade Hídrica no Brasil O Brasil

Leia mais

Perspectivas do Setor de Saneamento em relação à Cobrança

Perspectivas do Setor de Saneamento em relação à Cobrança Seminário Cobrança pelo Uso dos Recursos Hídricos Urbanos e Industriais Comitê da Bacia Hidrográfica Sorocaba e Médio Tietê Perspectivas do Setor de Saneamento em relação à Cobrança Sorocaba, 10 de setembro

Leia mais

PROPOSTA DE PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO DE ÁGUA EM EMPRESA DE TRANSPORTES NO NORTE DO PARANÁ - BRASIL

PROPOSTA DE PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO DE ÁGUA EM EMPRESA DE TRANSPORTES NO NORTE DO PARANÁ - BRASIL PROPOSTA DE PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO DE ÁGUA EM EMPRESA DE TRANSPORTES NO NORTE DO PARANÁ - BRASIL Shaiany Corrêa Ferreira Nogas 1 ; Stella Maris da Cruz Bezerra 2 ; Celimar Azambuja Teixeira 3 ; Bruna

Leia mais

AJUDE a salvar O PLANETA. Feche a TORNEIRA do desperdício.

AJUDE a salvar O PLANETA. Feche a TORNEIRA do desperdício. AJUDE a salvar O PLANETA. Feche a TORNEIRA do desperdício. O que é a água? A água é um elemento essencial para a existência de vida no planeta, com papel fundamental nas funções biológicas de animais e

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Laércio Oliveira)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Laércio Oliveira) PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Laércio Oliveira) Institui o Programa Nacional de Conservação, Uso Racional e Reaproveitamento das Águas. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º A presente lei tem por

Leia mais

ANÁLISE DO ESTÁGIO DA GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS EM BACIAS DE ESPECIAL INTERESSE

ANÁLISE DO ESTÁGIO DA GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS EM BACIAS DE ESPECIAL INTERESSE ANÁLISE DO ESTÁGIO DA GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS EM BACIAS DE ESPECIAL INTERESSE Andrade, L. A. Z. 1 de & Teixeira, A. L. de F. 2 * & Brasil, M. A. 3 Dubois, G. S. J. 4 & Ayrimoraes Soares, S. R. 5 Resumo

Leia mais

Ricardo Teixeira Sales Engineer ITRON BRAZIL

Ricardo Teixeira Sales Engineer ITRON BRAZIL Ricardo Teixeira Sales Engineer ITRON BRAZIL 28 a 30 de Setembro de 2010 Centro de Convenções Frei Caneca São Paulo BRASIL AMR AMI nas distribuidoras de água Objetivos da Medição Criação dos dados Melhora

Leia mais

IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems

IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems OFFICIAL SESSION n FT 5-13 March, 21 st 2005-16 H 30-18 H 30 BANAMEX CENTER ROOM ITURBIDE N 3 Mr. Oscar Cordeiro NETTO

Leia mais

Sistema de Monitoramento de Poços Tubulares

Sistema de Monitoramento de Poços Tubulares Sistema de Monitoramento de Poços Tubulares Pedro Antonio Roehe Reginato 1, Marcos Imério Leão 1, Fernando Pons da Silva 2, Carlos Alvin Heine 3 1 DHH/IPH/UFRGS (imerio@iph.ufrgs.br; pedro.reginato@ufrgs.br)

Leia mais

ESTUDO DE VAZÕES E COTAS EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA, CEARÁ, BRASIL

ESTUDO DE VAZÕES E COTAS EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA, CEARÁ, BRASIL ESTUDO DE VAZÕES E COTAS EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA, CEARÁ, BRASIL B. P. H. G. Cardoso 1 ; F. F de. Araújo 2 RESUMO: Este trabalho objetivou possibilitar um levantamento estatístico das vazões e cotas de

Leia mais

Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco

Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco Antonio Donatelli Desenvolvendo relacionamento com clientes

Leia mais

Camila Rosani Beal², Reginaldo Ferreira Santos²

Camila Rosani Beal², Reginaldo Ferreira Santos² Revista Brasileira de Energias Renováveis Estudo sobre o consumo de água em restaurantes na cidade de Cascavel - PR¹ Camila Rosani Beal², Reginaldo Ferreira Santos² ¹ Aceito para publicação em 1 de outubro

Leia mais

Redes de águas inteligentes e a gestão de perdas. Glauco Montagna Gerente de Contas Estratégicas - Saneamento

Redes de águas inteligentes e a gestão de perdas. Glauco Montagna Gerente de Contas Estratégicas - Saneamento Redes de águas inteligentes e a gestão de perdas Glauco Montagna Gerente de Contas Estratégicas - Saneamento ABIMAQ / SINDESAM ABIMAQ Fundada em 1937, com 4.500 empresas representadas em 26 Câmaras Setoriais.

Leia mais

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br Institutional Skills Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS Passo a passo 2 2 British Council e Newton Fund O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades

Leia mais

DISTRITOS DE MEDIÇÃO E CONTROLE COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DE PERDAS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA. José do Carmo de Souza Júnior

DISTRITOS DE MEDIÇÃO E CONTROLE COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DE PERDAS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA. José do Carmo de Souza Júnior DISTRITOS DE MEDIÇÃO E CONTROLE COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DE PERDAS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA José do Carmo de Souza Júnior AUTORES José do Carmo de Souza Júnior Companhia de Saneamento Básico do

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Planejamento e Coordenação

Planejamento e Coordenação Planejamento e Coordenação A Direção do órgão se propôs a economizar água e energia em face dos Decretos Federal nº 3.300 e Estadual nº 45.805 (15 de maio de 2001) e SRHSO 31 que determina a redução de

Leia mais

Energy balance: A strategy to reduce losses Balanço energético: uma estratégia para redução de perdas Marcos Aurélio Madureira da Silva & Denis Maia

Energy balance: A strategy to reduce losses Balanço energético: uma estratégia para redução de perdas Marcos Aurélio Madureira da Silva & Denis Maia Energy balance: A strategy to reduce losses Balanço energético: uma estratégia para redução de perdas Marcos Aurélio Madureira da Silva & Denis Maia Balanço energético: uma estratégia para redução de perdas

Leia mais

Os desafios da gestão de recursos hídricos e as ações para redução do potencial de escassez de água

Os desafios da gestão de recursos hídricos e as ações para redução do potencial de escassez de água Os desafios da gestão de recursos hídricos e as ações para redução do potencial de escassez de água Mierzwa, José Carlos Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

POTENCIAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA NA MESORREGIÃO NORDESTE PARAENSE POTENTIAL OF RAIN WATER UTILIZATION IN NORTHEAST MESOREGION PARAENSE

POTENCIAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA NA MESORREGIÃO NORDESTE PARAENSE POTENTIAL OF RAIN WATER UTILIZATION IN NORTHEAST MESOREGION PARAENSE POTENCIAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA NA MESORREGIÃO NORDESTE PARAENSE Larissa Lima Rodrigues 1 ; Ronaldo Lopes Rodrigues Mendes 2 ; Ricardo Angelim da Silva 3 ; Jairo Lima Martins 4 ; Gustavo Neves

Leia mais

Crise da Água em São Paulo Balanço e Propostas contribuição para o debate

Crise da Água em São Paulo Balanço e Propostas contribuição para o debate Crise da Água em São Paulo Balanço e Propostas contribuição para o debate Câmara dos Deputados 14 de Julho de 2015 Comissão Especial da Crise Hídrica O porque do colapso dos sistemas A Pergunta é: Precisávamos

Leia mais

Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres

Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres Naira da Costa Muylaert Lima Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

Water resources management and metering regulation A gestão de recursos hídricos e a regulação da medição de água Gisela Forattini

Water resources management and metering regulation A gestão de recursos hídricos e a regulação da medição de água Gisela Forattini Water resources management and metering regulation A gestão de recursos hídricos e a regulação da medição de água Gisela Forattini A Gestão de Recursos Hídricos H e a Regulação da Medição de Água Situação

Leia mais

ELEnA European Local ENergy Assistance

ELEnA European Local ENergy Assistance ECO.AP Programa de Eficiência Energética na Administração Pública ELEnA European Local ENergy Assistance Lisboa, 6/03/2015 Desafios 1 Conhecimento: a) Edifícios/equipamentos; b) Capacidade técnica; c)

Leia mais

WEB VISUALIZADOR SSD SABESP - MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

WEB VISUALIZADOR SSD SABESP - MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO WEB VISUALIZADOR SSD SABESP - MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Nilzo Renê Fumes 1 ; Carlos Toshio Wada 2 Resumo - O desenvolvimento do visualizador do Sistema de Suporte a Decisões da Sabesp

Leia mais

Núcleo União Pró-Tietê. Água : O ouro azul do planeta

Núcleo União Pró-Tietê. Água : O ouro azul do planeta Núcleo União Pró-Tietê Água : O ouro azul do planeta Água A água é um mineral, elemento químico simples (H 2 O) fundamental para o planeta. Forma oceanos, geleiras, lagos e rios. Cobre ¾ da superfície

Leia mais

Metering concentrators: Key points are flexibility and integration Concentradores de medição: Flexibilidade e integração são a chave do sucesso Célio

Metering concentrators: Key points are flexibility and integration Concentradores de medição: Flexibilidade e integração são a chave do sucesso Célio Metering concentrators: Key points are flexibility and integration Concentradores de medição: Flexibilidade e integração são a chave do sucesso Célio Gonçalves Junior & Paulo Roberto de Souza Pimentel

Leia mais

As Lições da Crise Hídrica na Região Metropolitana de São Paulo João Alberto Viol

As Lições da Crise Hídrica na Região Metropolitana de São Paulo João Alberto Viol As Lições da Crise Hídrica na Região Metropolitana de São Paulo João Alberto Viol Vice Presidente de Gestão e Assuntos Institucionais Resumo Planejamento das atividades de Infraestrutura de Saneamento

Leia mais

A gestão de relacionamento com o cliente é de vital importância para a Sabesp.

A gestão de relacionamento com o cliente é de vital importância para a Sabesp. A gestão de relacionamento com o cliente é de vital importância para a Sabesp. Sabesp Água de qualidade não pode faltar pois é um bem essencial. Investimento constante no tratamento dos esgotos. Serviços

Leia mais

Observando os Rios. Programa de Educação Ambiental e Mobilização para Gestão em Recursos Hídricos, desenvolvido pela Fundação SOS Mata Atlântica

Observando os Rios. Programa de Educação Ambiental e Mobilização para Gestão em Recursos Hídricos, desenvolvido pela Fundação SOS Mata Atlântica Observando os Rios Programa de Educação Ambiental e Mobilização para Gestão em Recursos Hídricos, desenvolvido pela Fundação SOS Mata Atlântica OBJETIVO: Capacitar cidadãos, usuários de água, sociedade

Leia mais

A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação

A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação Clarice Stella Porciuncula 1 Analista de Sistemas da PUC-RS Especialista em Sistemas de Informação e Telemática na UFRGS Analista

Leia mais

REDUZIR, REUTILAR E RECICLAR PAPEL

REDUZIR, REUTILAR E RECICLAR PAPEL 1 FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG FÁBIO PROVIN - 200711664 REDUZIR, REUTILAR E RECICLAR PAPEL CASCAVEL - FAG 2009 FACULDADE ASSIS GURGACZ - FAG FÁBIO PROVIN - 200711664 2 REDUZIR, REUTILAR E RECICLAR PAPEL

Leia mais

EVTE Rede Pessoal de Negócios

EVTE Rede Pessoal de Negócios 68 ANAIS DO CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INATEL - INCITEL 2012 EVTE Rede Pessoal de Negócios Rafael Halfeld da Silva halfeld@gee.inatel.br Eduardo César Grizendi egrizendi@inatel.br INATEL Instituto

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS A LOGISTICA REVERSA APLICADA NO ÓLEO LUBRIFICANTE E SEUS RESÍDUOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS A LOGISTICA REVERSA APLICADA NO ÓLEO LUBRIFICANTE E SEUS RESÍDUOS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS A LOGISTICA REVERSA APLICADA NO ÓLEO LUBRIFICANTE E SEUS RESÍDUOS ALINE THAIS MARQUEZIM ELOÁ PLETITSCH FIGUEIREDO JULIÊ GALIPI

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE - DMA/FIESP. Crise Hídrica-Realidade e Reflexos. Setor Industrial. Priscila Rocha Especialista Ambiental- Fiesp

DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE - DMA/FIESP. Crise Hídrica-Realidade e Reflexos. Setor Industrial. Priscila Rocha Especialista Ambiental- Fiesp Crise Hídrica-Realidade e Reflexos Setor Industrial Priscila Rocha Especialista Ambiental- Fiesp O PROBLEMA NA RMSP DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE - DMA/FIESP População RMSP : 20 milhões (50%) População

Leia mais

Following up the Brazilian Smart Grid Roadmap Current D&D Smart Grid Projects in Brazil. Nelson Kagan University of Sao Paulo - Brazil

Following up the Brazilian Smart Grid Roadmap Current D&D Smart Grid Projects in Brazil. Nelson Kagan University of Sao Paulo - Brazil 1 Following up the Brazilian Smart Grid Roadmap Current D&D Smart Grid Projects in Brazil Nelson Kagan University of Sao Paulo - Brazil The Brazilian RoadMap The SG Roadmap was finished in 2012. It consisted

Leia mais

SISTEMA DE TELEMEDIÇÃO SETORIZADO DO CONSUMO DE ÁGUA DENTRO DOS EDIFÍCIOS

SISTEMA DE TELEMEDIÇÃO SETORIZADO DO CONSUMO DE ÁGUA DENTRO DOS EDIFÍCIOS SISTEMA DE TELEMEDIÇÃO SETORIZADO DO CONSUMO DE ÁGUA DENTRO DOS EDIFÍCIOS Sonia Maria Nogueira e Silva (1) Engenheira Civil formada pela Universidade Federal do Pará em 1972. Atualmente Coordenadora do

Leia mais

José Galizia Tundisi tundisi@iie.com.br www.iie.com.br São Paulo, 25 de Março, 2015

José Galizia Tundisi tundisi@iie.com.br www.iie.com.br São Paulo, 25 de Março, 2015 José Galizia Tundisi tundisi@iie.com.br www.iie.com.br São Paulo, 25 de Março, 2015 SEGURANÇA HÍDRICA NÚMEROS GLOBAIS ACESSIBILIDADE UNESCO / JULHO 2014 Extensão de serviço à todos ainda inexistente.

Leia mais

- RJ O Gerenciamento dos Recursos HídricosH nas grandes Cidades. Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp

- RJ O Gerenciamento dos Recursos HídricosH nas grandes Cidades. Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp III Pré-ENCOB - RJ O Gerenciamento dos Recursos HídricosH nas grandes Cidades Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - Sabesp 5ª Maior

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA

PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA A PERDA DE ÁGUA NO ABASTECIMENTO PÚBLICO O índice de perdas é um dos principais indicadores da eficiência da operação dos

Leia mais

USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES USO ESTRATÉGICO DA ÁGUA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES Pontos Principais... A Sabesp tem compromisso com a política pública e com critérios de eficiência de mercado O novo marco regulatório do saneamento encerra

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

PRESENT PERFECT. ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa;

PRESENT PERFECT. ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa; ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa; 2. Associa-se o Present Perfect entre uma ação do passado que tenha uma relação com o presente; My life has changed

Leia mais

Fábio Marques dos Passos Analista de Gestão SABESP Brasil

Fábio Marques dos Passos Analista de Gestão SABESP Brasil Fábio Marques dos Passos Analista de Gestão SABESP Brasil 28 a 30 de Setembro de 2010 Centro de Convenções Frei Caneca São Paulo BRASIL A Sabesp STATUS: PATRIMÔNIO LÍQUIDO: L EMPREGADOS: 15.095 Fundada

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: TSH; Atuação; Espacialização; Região do Alto Curso do Rio Paraíba; Semiarido.

PALAVRAS-CHAVE: TSH; Atuação; Espacialização; Região do Alto Curso do Rio Paraíba; Semiarido. ESPACIALIZAÇÃO DA ATUAÇÃO DE ENTIDADES FINANCIADORAS DAS TECNOLOGIAS SOCIAIS HÍDRICAS NA REGIÃO DO ALTO CURSO DO RIO PARAÍBA Francisco Vilar de Araújo Segundo Neto, 1 Cristhiane Fernandes de Araújo 2,

Leia mais

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

O papel do MBA na carreira do executivo

O papel do MBA na carreira do executivo O papel do MBA na carreira do executivo Renata Fabrini 09.03.2010 CONFERÊNCIA ANAMBA E ENCONTRO REGIONAL LATINO AMERICANO DO EMBA COUNCIL 2010 sobre a Fesa maior empresa consultoria especializada com atuação

Leia mais

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer?

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer? MONEY CHANGER Câmbio I d like to exchange some money. Where can I find a money changer? Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Onde posso encontrar um câmbio? I d like to exchange (I would) Where can

Leia mais

GESTÃO INTEGRADA DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS - PRINCIPAIS DIRETRIZES E DESAFIOS. Flávio Terra Barth 1

GESTÃO INTEGRADA DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS - PRINCIPAIS DIRETRIZES E DESAFIOS. Flávio Terra Barth 1 GESTÃO INTEGRADA DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS - PRINCIPAIS DIRETRIZES E DESAFIOS Flávio Terra Barth 1 Resumo - A Lei Federal 9.433, de 8 de janeiro de 1997 sobre a Política e o Sistema Nacional de Recursos

Leia mais

Programa de Eficiência Energética Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras SP

Programa de Eficiência Energética Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras SP Programa de Eficiência Energética Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras SP Evandro Romanini, Norberto Duarte e Lucas Rafacho Resumo A Elektro dentro do Programa de Eficiência Energética,

Leia mais

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425 CMDB no ITIL v3 Miguel Mira da Silva mms@ist.utl.pt 919.671.425 1 CMDB v2 Configuration Management IT components and the services provided with them are known as CI (Configuration Items) Hardware, software,

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Inglês 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Continuação bienal Prova 0/2.ª Fase Páginas Duração da Prova: 120 minutos.

Leia mais

Encontro Técnico AESABESP - FENASAM 26o. Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente A CRISE DA ÁGUA E SUAS CONSEQUÊNCIAS NO SÉCULO XXI

Encontro Técnico AESABESP - FENASAM 26o. Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente A CRISE DA ÁGUA E SUAS CONSEQUÊNCIAS NO SÉCULO XXI Encontro Técnico AESABESP - FENASAM 26o. Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente A CRISE DA ÁGUA E SUAS CONSEQUÊNCIAS NO SÉCULO XXI MR ÁGUA E ENERGIA: O DESAFIO DA SUSTENTABILIDADE Eduardo Mario

Leia mais

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines basic concepts Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Um produto www.usm.maine.edu

Leia mais

Braskem Máxio. Maio / May 2015

Braskem Máxio. Maio / May 2015 Maio / May 2015 Braskem Máxio Braskem Máxio Braskem Maxio é um selo que identifica resinas de PE, PP ou EVA dentro do portfólio da Braskem com menor impacto ambiental em suas aplicações. Esta exclusiva

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE USO RACIONAL DA ÁGUA NO CAMPUS DO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE 05

IMPLANTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE USO RACIONAL DA ÁGUA NO CAMPUS DO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE 05 IMPLANTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE USO RACIONAL DA ÁGUA NO CAMPUS DO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE 05 Doalcey A. Ramos, Centro de Ciências Tecnológicas, doalcey@joinville.udesc.br

Leia mais

Conservação de Água nos Edifícios. Marina Sangoi de Oliveira Ilha Livre-Docente LEPSIS/FEC/UNICAMP

Conservação de Água nos Edifícios. Marina Sangoi de Oliveira Ilha Livre-Docente LEPSIS/FEC/UNICAMP Conservação de Água nos Edifícios Marina Sangoi de Oliveira Ilha Livre-Docente LEPSIS/FEC/UNICAMP 13% águas superficiais - mundo 34,9% Américas 68 região Norte 6% região Sudeste ~ 9,1 milhões hab. 68%

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

Implantação do programa de uso racional de água PROÁGUA em escritório comercial: avaliação preliminar

Implantação do programa de uso racional de água PROÁGUA em escritório comercial: avaliação preliminar Sistemas Produtivos e Desenvolvimento Profissional: Desafios e Perspectivas Implantação do programa de uso racional de água PROÁGUA em escritório comercial: avaliação preliminar ÁLVARO DIOGO SOBRAL TEIXEIRA

Leia mais

PESQUISA O USO E O CONSUMO DA ÁGUA NO ESTADO DE SÃO PAULO. www.cpdec.com.br

PESQUISA O USO E O CONSUMO DA ÁGUA NO ESTADO DE SÃO PAULO. www.cpdec.com.br PESQUISA O USO E O CONSUMO DA ÁGUA NO ESTADO DE SÃO PAULO Introdução A pesquisa O Uso e o Consumo da Água no Estado de São Paulo foi desenvolvida pelo, em parceria com o NEIT (Núcleo de Economia Industrial

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com UBIQUITOUS COLLABORATION http://www.trprocess.com Our Company TR PROCESS SMART PROCESS EXPERTS A expressão Smart Process Application, como utilizamos hoje, foi definida e utilizada em seus relatórios pelos

Leia mais

FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO SERVIÇO NA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA RENATO AUGUSTO PEDREIRA LEONNI EM SANTO AMARO DA PURIFICAÇÃO-BA.

FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO SERVIÇO NA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA RENATO AUGUSTO PEDREIRA LEONNI EM SANTO AMARO DA PURIFICAÇÃO-BA. UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MBA EXECUTIVO EM SAÚDE- GESTÃO HOSPITALAR KARLA MICHELLINE OLIVEIRA BOAVENTURA FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO

Leia mais

O USO DO GEOPROCESSAMENTO NA IDENTIFICAÇÃO DE PONTOS CRÍTICOS EM SISTEMA CONDOMINIAL DE ESGOTO - MUNICÍPIO DO NATAL/RN

O USO DO GEOPROCESSAMENTO NA IDENTIFICAÇÃO DE PONTOS CRÍTICOS EM SISTEMA CONDOMINIAL DE ESGOTO - MUNICÍPIO DO NATAL/RN p. 001-005 O USO DO GEOPROCESSAMENTO NA IDENTIFICAÇÃO DE PONTOS CRÍTICOS EM SISTEMA CONDOMINIAL DE ESGOTO - MUNICÍPIO DO NATAL/RN ELIEZER MAZZETTI ROSA *Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico

Leia mais

DIRETRIZES PARA A REDUÇÃO DO CONSUMO DE ÁGUA DURANTE A EXECUÇÃO DE REVESTIMENTOS ARGAMASSADOS DE FACHADAS DE EDIFÍCIOS

DIRETRIZES PARA A REDUÇÃO DO CONSUMO DE ÁGUA DURANTE A EXECUÇÃO DE REVESTIMENTOS ARGAMASSADOS DE FACHADAS DE EDIFÍCIOS DIRETRIZES PARA A REDUÇÃO DO CONSUMO DE ÁGUA DURANTE A EXECUÇÃO DE REVESTIMENTOS ARGAMASSADOS DE FACHADAS DE EDIFÍCIOS Marina da Costa Carmo Terra Barth (1) Lúcia Helena de Oliveira (2) (1) Departamento

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Doing Business in Brazil : Pathways to success, Innovation and Access under the Legal Framework

Doing Business in Brazil : Pathways to success, Innovation and Access under the Legal Framework Doing Business in Brazil : Pathways to success, Innovation and Access under the Legal Framework BY FABIANO ANDREATTA L E G A L A F F A I R S M A N A G E R E L I L I L L Y D O B R A S I L L T D A. * A s

Leia mais

Índice de 11,6% é maior do que 11,4% registrado no último dia de fevereiro. Outros 5 sistemas também subiram,mas São Paulo ainda vive crise hídrica.

Índice de 11,6% é maior do que 11,4% registrado no último dia de fevereiro. Outros 5 sistemas também subiram,mas São Paulo ainda vive crise hídrica. PROJETO ATUALIZAR 2015 TEMA SISTEMA CANTAREIRA DATA DE APLICAÇÃO 09 a 13/03/2015 PROFESSORES RESPONSÁVEIS Cristiane e Felipe 1. SUGESTÕES DE PONTOS QUE PODEM SER ABORDADOS 1.1. A importância da água 1.2.

Leia mais

Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom systems

Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom systems Tecnologia de instalações electrónicas Training systems / trainers for electrical wiring/building management systems: Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom

Leia mais

Taxa de ocupação e. no consumo per capita. As cidades representam demandas. Conexão

Taxa de ocupação e. no consumo per capita. As cidades representam demandas. Conexão 46 Hydro Janeiro 2013 Conexão Taxa de ocupação e o consumo per capita O crescimento da população urbana, o aumento do consumo per capita e a perspectiva de redução da oferta de água impõem a necessidade

Leia mais

A Sabesp STATUS: Fundada em 1973 como sociedade de (Governo do Estado de São Paulo, acionistas privados e municípios) ATRIBUIÇÕES:

A Sabesp STATUS: Fundada em 1973 como sociedade de (Governo do Estado de São Paulo, acionistas privados e municípios) ATRIBUIÇÕES: Novembro/2007 A Sabesp STATUS: Fundada em 1973 como sociedade de participação acionária (Governo do Estado de São Paulo, acionistas privados e municípios) ATRIBUIÇÕES: PATRIMÔNIO LÍQUIDO: L EMPREGADOS:

Leia mais

Operação de Instalações Marítimas

Operação de Instalações Marítimas ENIDH, Abril 2011 Sumário 1 Steering Gear 2 Bow Thrust 3 Propeller Servo 1 Steering Gear 2 Bow Thrust 3 Propeller Servo Steering Gear System Comprises two identical hydraulic systems. Each system includes:

Leia mais

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name Subject: The finance source/ new application/ project submission form All questions must be answered in details to receive an informed response. All information & data are to be provided directly by the

Leia mais

Uma visão sistêmica para conservação de água no ambiente construído

Uma visão sistêmica para conservação de água no ambiente construído Uma visão sistêmica para conservação de água no ambiente construído Profa. Dra. Marina S. de Oliveira Ilha FEC/UNICAMP Marina Ilha SBCS08 1 Distribuição da água doce superficial MUNDO CONT. AMERICANO Nordeste

Leia mais

T- 072 FERRAMENTAS PARA DETERMINAÇÃO DO PADRÃO DE CONSUMO RESIDENCIAL DE ÁGUA

T- 072 FERRAMENTAS PARA DETERMINAÇÃO DO PADRÃO DE CONSUMO RESIDENCIAL DE ÁGUA T- 072 FERRAMENTAS PARA DETERMINAÇÃO DO PADRÃO DE CONSUMO RESIDENCIAL DE ÁGUA FERRAMENTAS PARA DETERMINAÇÃO DO PADRÃO DE CONSUMO RESIDENCIAL DE ÁGUA Tema I: Abastecimento de Água Autores: Jennifer Conceição

Leia mais

Carta Regional dos Municípios de Itaguaí, Mangaratiba, Seropédica e Rio de Janeiro.

Carta Regional dos Municípios de Itaguaí, Mangaratiba, Seropédica e Rio de Janeiro. Carta Regional dos Municípios de Itaguaí, Mangaratiba, Seropédica e Rio de Janeiro. Nós, membros do poder público, usuários e sociedade civil organizada, estudantes e profissionais da educação, reunidos

Leia mais

ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM

ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM Read Online and Download Ebook ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM DOWNLOAD EBOOK : ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS Click link bellow

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL UTILIZAÇÃO DA ENGENHARIA TERRITORIAL PARA A INDUÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DAS ÁREAS CIRCUNDANTES AOS

Leia mais

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH ÍNDICE PORTUGUÊS 1. Características... 2 2. Conteúdo da Embalagem... 3 3. Como usar o Receptor de TV Digital... 3 4. Tela de Vídeo... 6 5.Requisitos Mínimos... 6 6. Marcas Compatíveis... 8 INDEX ENGLISH

Leia mais

Livro: Água pague menos água Engenheiro Plinio Tomaz pliniotomaz@uol.com.br 11/12/2010. Capítulo 2. Nitro PDF Trial

Livro: Água pague menos água Engenheiro Plinio Tomaz pliniotomaz@uol.com.br 11/12/2010. Capítulo 2. Nitro PDF Trial Capítulo 2 Medição individualizada e Monitoramento do consumo Estima-se que 80% de todas as moléstias e mais de um terço dos óbitos dos países em desenvolvimento sejam causados pelo consumo de águas contaminadas

Leia mais

Marina Costa Cruz Peixoto. Responsabilidade Social e Impacto no Comportamento do Consumidor: Um caso da indústria de refrigerantes

Marina Costa Cruz Peixoto. Responsabilidade Social e Impacto no Comportamento do Consumidor: Um caso da indústria de refrigerantes Marina Costa Cruz Peixoto Responsabilidade Social e Impacto no Comportamento do Consumidor: Um caso da indústria de refrigerantes DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações Livro de actas do XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações 20 e 21 de Maio de 2011 Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO SOFTWARE DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA - HIDROAER

MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO SOFTWARE DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA - HIDROAER MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO SOFTWARE DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA - HIDROAER Alex Lage de Morais 1 ; Wilson Cabral de Sousa Jr. 2 ;Elaine Nolasco Ribeiro 3 RESUMO - Uma parte do projeto

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA SUSTENTABILIDADE NO AMBIENTE CONSTRUÍDO: DESENVOLVIMENTO DE INSTRUMENTOS DIDÁTICOS DO LABORATÓRIO CASA SUSTENTÁVEL/ JARDIM BOTÂNICO UFJF

EDUCAÇÃO PARA SUSTENTABILIDADE NO AMBIENTE CONSTRUÍDO: DESENVOLVIMENTO DE INSTRUMENTOS DIDÁTICOS DO LABORATÓRIO CASA SUSTENTÁVEL/ JARDIM BOTÂNICO UFJF EDUCAÇÃO PARA SUSTENTABILIDADE NO AMBIENTE CONSTRUÍDO: DESENVOLVIMENTO DE INSTRUMENTOS DIDÁTICOS DO LABORATÓRIO CASA SUSTENTÁVEL/ JARDIM BOTÂNICO UFJF Ana Paula F. Luz (1) ; Mariana M. Almeida (2) ; Letícia

Leia mais

Uso sustentável da água na construção. Marina Sangoi de Oliveira Ilha Livre-Docente LEPSIS/FEC/UNICAMP

Uso sustentável da água na construção. Marina Sangoi de Oliveira Ilha Livre-Docente LEPSIS/FEC/UNICAMP Uso sustentável da água na construção Marina Sangoi de Oliveira Ilha Livre-Docente LEPSIS/FEC/UNICAMP Profa. Dra. Marina Ilha, FEC/UNICAMP 13% águas superficiais - mundo 34,9% Américas 68 região Norte

Leia mais

DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO

DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO Mércia Cardoso da Costa Guimarães 1, Henrique Oliveira da Silva 2 1 Instituto Federal de Pernambuco

Leia mais

Competence Skill Knowledge He/She is able to collect data from customers. Ele / Ela é capaz de coletar dados de clientes.

Competence Skill Knowledge He/She is able to collect data from customers. Ele / Ela é capaz de coletar dados de clientes. Automation and process engineer Engenheiro de automação e processo Professional activities/tasks Collecting data for planning A coleta de dados para o planejamento Collecting data from customers Coleta

Leia mais

FLISOL 2015. Criptografia é importante! Aprenda meios simples de proteger arquivos com ferramentas livres.

FLISOL 2015. Criptografia é importante! Aprenda meios simples de proteger arquivos com ferramentas livres. FLISOL 2015 Criptografia é importante! Aprenda meios simples de proteger arquivos com ferramentas livres. Prof. Esp. Paulo Henrique S. Barbosa facebook.com/groups/facimplinux ImperatriX hackerspacema groups.google.com/group/hackerspacema

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais