Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14 Pagamento de taxa

15

16 Restituição de taxa

17

18

19

20

Simulação Losango. Valor de 500,00 ate 1.000,00 no carne na tabela de 14.99% para clientes novos e clientes que já possuem cadastro losango...

Simulação Losango. Valor de 500,00 ate 1.000,00 no carne na tabela de 14.99% para clientes novos e clientes que já possuem cadastro losango... Simulação Losango Índice Índice de simulação de credito pessoal Simulação no carne e cheque para cliente novos e clientes que já possuem cadastro na losango Valor de 500,00 ate 1.000,00 no carne na tabela

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO NOVO DAE ONLINE

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO NOVO DAE ONLINE Sumário 1. Criar Novo DAE com Capa de Processo... 2 1.1. Seleção de Ato e Natureza Jurídica... 2 1.2. Seleção de Eventos... 3 1.3. Informações Adicionais... 4 1.4. Emissão do DAE e da CAPA... 5 2. Alterar

Leia mais

Controle de Ações de Clientes 14/11/2007

Controle de Ações de Clientes 14/11/2007 Página 1/5 16.714,00 51.589,16 JANEIRO 68.303,16 103.156,57 34.853,41 4.371,14-9,64 17.378,33 FEVEREIRO 21.749,47-9,64 34.853,41 13.103,94 9,64 Página 2/5 18.110,37-40,66-108.116,75 MARÇO -90.006,38-40,66

Leia mais

Estado de Pernambuco Demonstracao da Divida Flutuante Folha: 1 Prefeitura Municipal de Salgueiro Exercicio de 2011 - Anexo 17, da Lei 4.

Estado de Pernambuco Demonstracao da Divida Flutuante Folha: 1 Prefeitura Municipal de Salgueiro Exercicio de 2011 - Anexo 17, da Lei 4. Estado de Pernambuco Demonstracao da Divida Flutuante Folha: 1 Unidade Gestora : Prefeitura Municipal Restos a Pagar RESTOS A PAGAR 2000 35.779,87 35.779,87 RESTOS A PAGAR 2001 81.263,05 81.263,05 Total

Leia mais

O. E. 2 0 1 3 : A L T E R A Ç Õ E S F I S C A I S

O. E. 2 0 1 3 : A L T E R A Ç Õ E S F I S C A I S i I N F O R M A Ç Ã O F I S C A L N º 1 J a n e i r o 2 0 1 3 O. E. 2 0 1 3 : A L T E R A Ç Õ E S F I S C A I S Í N D I C E I. I N T R O D U Ç Ã O............................. 2 I I. I M P O S T O S O

Leia mais

CLIPPING. Curso sobre Análise Financeira em Óleo e Gás

CLIPPING. Curso sobre Análise Financeira em Óleo e Gás CLIPPING Curso sobre Análise Financeira em Óleo e Gás 17/02/2013 compartilhar Calendário Analise Financeira em Oleo e Gas 26.02 e 28.02 Amcham Rio De 26 a 28 de fevereiro de 2013-09h00 às 18h00 Câmara

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 05

INSTRUÇÃO NORMATIVA 05 INSTRUÇÃO NORMATIVA 05 A Diretora Geral, no uso das atribuições regimentais, ouvido o Conselho Superior, RESOLVE: Regulamentar a realização do Exame de Suficiência de Estudos da Faculdades SPEI. I DA CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS BIMESTRAIS 2015

CALENDÁRIO DE PROVAS BIMESTRAIS 2015 6º ANO A 4º BIMESTRE A data da prova substitutiva será no dia 27/11 no horário normal de aula. 05/12 Reunião de Pais (Turno da manhã das 9h00 às 10h00/ Turno da tarde 08 a 12/12 Recuperação final 16/12

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 008/2010

RESOLUÇÃO N. 008/2010 RESOLUÇÃO N. 008/2010 Regulamenta as taxas de juros cobradas nos contratos de empréstimos de acordo com as condições de garantias oferecidas pelo sócio e dá outras providências. O Conselho de Administração

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 001/2012

RESOLUÇÃO N. 001/2012 RESOLUÇÃO N. 001/2012 Altera a Resolução 008/2010 no art. 2º (taxa consignado e renovação garantia I e II e consignado e renovação garantia I UEPB) e art.6º (taxas garantia real de patrimônio) de acordo

Leia mais

RECEBÍVEIS LIMITE DE ATÉ 80% DO CRÉDITO RECEBÍVEL. Cooperar-se; Abrir a conta corrente; Portabilidade salarial, nos casos de 13º e Férias.

RECEBÍVEIS LIMITE DE ATÉ 80% DO CRÉDITO RECEBÍVEL. Cooperar-se; Abrir a conta corrente; Portabilidade salarial, nos casos de 13º e Férias. REQUISITOS Abrir a conta corrente. Abrir a conta corrente; Portabilidade salarial, nos casos de 13º e Férias. Abrir a conta corrente. Abrir a conta corrente; Portabilidade Salarial. Negociação comercial

Leia mais

Manual de Informações Curso Inglês para Negócios

Manual de Informações Curso Inglês para Negócios Manual de Informações Curso Inglês para Negócios Um curso de Inglês para negócios será oferecido aos alunos do curso de Engenharia de Produção regularmente matriculados na Universidade Federal de Itajubá.

Leia mais

TABELA DE RETRIBUIÇÕES DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO INPI (valores em Reais)

TABELA DE RETRIBUIÇÕES DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO INPI (valores em Reais) TABELA DE RETRIBUIÇÕES DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO INPI (valores em Reais) Anexo da Resolução INPI/PR Nº 129, de 10 de março de 2014. Código Descrição do serviço SERVIÇOS RELATIVOS A MARCAS Diretoria de

Leia mais

De acordo com os dados, o rendimento real da moeda (descontada a inflação medida pelo IPCA, de 286,59% no período) ficou negativo em 57,81%.

De acordo com os dados, o rendimento real da moeda (descontada a inflação medida pelo IPCA, de 286,59% no período) ficou negativo em 57,81%. Veículo: Info Money investimento) e possuir taxas de juros bastante elevadas também contribui bastante para atrair Com isso, a moeda norteamericana tende a se desvalorizar. E eu enxergo que a queda do

Leia mais

EDITAL PI PCQ Nº002/2012 PR PPGI/IFAM PROGRAMA DE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO CIENTIFICA QUALIFICADA

EDITAL PI PCQ Nº002/2012 PR PPGI/IFAM PROGRAMA DE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO CIENTIFICA QUALIFICADA EDITAL PI PCQ Nº002/2012 PR PPGI/IFAM PROGRAMA DE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO CIENTIFICA QUALIFICADA JUNHO - 2012 PROGRAMA DE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO CIENTIFICA QUALIFICADA- PIPCQ I - APRESENTAÇÃO A Pro-Reitoria

Leia mais

EXCLUSÃO DA TAXA DE ADMINSTRAÇÃO DE CARTÃO DA BASE DE CÁLCULO DO PIS/COFINS

EXCLUSÃO DA TAXA DE ADMINSTRAÇÃO DE CARTÃO DA BASE DE CÁLCULO DO PIS/COFINS EXCLUSÃO DA TAXA DE ADMINSTRAÇÃO DE CARTÃO DA BASE DE CÁLCULO DO PIS/COFINS PIS Programa de Integração Social criado pela Lei Complementar n. 7/70 Contribuintes: PJ de direito privado exceções (simples);

Leia mais

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MUTUO

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MUTUO COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MUTUO UO DOS FUNCIONARIOS DO SISTEMA FIERGS- CRESUL Travessa Francisco de Leonardo Truda, 40 sala 143 14 andar Porto Alegre-RS CEP 90010-050 Fone (0**51) 3224-3280 Fax:

Leia mais

CARTILHA DO CONTRIBUINTE

CARTILHA DO CONTRIBUINTE CARTILHA DO CONTRIBUINTE GUIA DE RECOLHIMENTO DA UNIÃO - GRU 1. OBJETIVO Esta cartilha está estruturada na forma de perguntas e respostas que visam orientar o contribuinte quanto à obtenção das informações

Leia mais

Acordo Quadro para Transacções Financeiras

Acordo Quadro para Transacções Financeiras Acordo Quadro para Transacções Financeiras Anexo de Manutenção de Margem para Transacções de Reporte e Empréstimos de Valores Mobiliários Edição de Janeiro de 2001 Este Anexo complementa as Condições Gerais

Leia mais

Calendário de provas 2015 Fundamental I

Calendário de provas 2015 Fundamental I 2º ano A e 2º ano B 27/03 Sexta-feira Ciências 31/03 Terça-feira Matemática 01/04 Geografia Calendário de provas 2015 Fundamental I 28/05 Quinta-feira Língua Portuguesa 17/06 Ciências pagamento da taxa

Leia mais

PLANILHAS DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS ANEXO II

PLANILHAS DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS ANEXO II PLANILHAS DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS ANEXO II PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA O SERVIÇO TELEFÔNICO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL, MEC ITEM 1 - ENTRONCAMENTO DIGITAL 08:00 2.802.562 2,83-1,55 461.928

Leia mais

Deliberação. I. Enquadramento

Deliberação. I. Enquadramento http://www.anacom.pt/template31.jsp?categoryid=252062 Deliberação de 29.8.2007 Deliberação I. Enquadramento 1. Em 21.06.2005, a Optimus requereu, ao abrigo do artigo 78.º da Lei Geral Tributária (LGT),

Leia mais

Previdência Privada Instrumento de Planejamento Pessoal

Previdência Privada Instrumento de Planejamento Pessoal PGBL PLANO GERADOR DE BENEFÍCIOS LIVRES Ideal para quem faz a declaração completa do IRPF, permite a dedução das contribuições efetuadas até o limite de 12% da renda bruta anual, reduzindo o valor a ser

Leia mais

200 180 Indice (abr/2004=100) 160 140 120 100 80 dez/97 jun/98 dez/98 jun/99 dez/99 jun/00 dez/00 jun/01 dez/01 jun/02 dez/02 jun/03 dez/03 jun/04 dez/04 jun/05 dez/05 jun/06 dez/06 jun/07 dez/07 Faturamento

Leia mais

Observações Gerais: 1- Preços por pessoa em Reais, à vista com validade dentro do período especificado acima. 2- Para feriados e eventos especiais,

Observações Gerais: 1- Preços por pessoa em Reais, à vista com validade dentro do período especificado acima. 2- Para feriados e eventos especiais, 3- Não inclui taxas de embarque, de quarto, ambientais, ecológicas e de visitação a museus, igrejas etc 4- Preços exclusivos para mercado nacional, calculados de acordo com os contratos e tarifas atuais,

Leia mais

Profa. Lérida Malagueta. Unidade IV SISTEMÁTICA DE

Profa. Lérida Malagueta. Unidade IV SISTEMÁTICA DE Profa. Lérida Malagueta Unidade IV SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO Importação Importar consiste em uma operação de compra de produtos no mercado exterior e sua respectiva entrada em um país Necessidade

Leia mais

WORKSHOP - MAT PILATES CURITIBA. manual do candidato

WORKSHOP - MAT PILATES CURITIBA. manual do candidato WORKSHOP - MAT PILATES CURITIBA manual do candidato LOCAL DO EVENTO Academia SWIMEX Av. Cândido Hartmann, 1285 Bairro Mercês CEP 80710-570 imagem meramente ilustrativa Aeroporto Internacional Afonso Pena

Leia mais

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP. Perfil: Solicitante de Passagem

Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP. Perfil: Solicitante de Passagem Manual Operacional do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP Perfil: Solicitante de Passagem Novembro - 2014 1 Sumário Introdução...3 Etapa de Reserva de Passagem...4 1 Reserva de Passagem...4

Leia mais

306 Cota-Parte do Imposto sobre Exportação de Produtos Industrializados Devida aos Municípios - exerc ant

306 Cota-Parte do Imposto sobre Exportação de Produtos Industrializados Devida aos Municípios - exerc ant ANEXO II - A CLASSIFICAÇÃO DAS S DE RECURSOS (ordenada Siplan) 00 (1) 100 (1) Recursos Ordinários não Vinculados do Tesouro 300 (1) Recursos Ordinários não Vinculados do Tesouro - exerc ant 01 (1) 100

Leia mais

Leandro Soriano Marcolino. Moisés Lisboa Rodrigues. Raquel Lara dos Santos

Leandro Soriano Marcolino. Moisés Lisboa Rodrigues. Raquel Lara dos Santos UmEstudoComparativodeSoluçõesparao ReconhecimentodeFaces Grupo: LeandroSorianoMarcolino MoisésLisboaRodrigues RaquelLaradosSantos VisãoComputacional DCC UFMG ProfessorMárioCampos.1/2008. Objetivo Avaliaralgoritmosdereconhecimentofacial,comparandotaxa

Leia mais

Legislação. Publicação: Diário da República n.º 7/2015, Série II, 1º Suplemento, de 12/01, Páginas 754-(2) a 754-(5). MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

Legislação. Publicação: Diário da República n.º 7/2015, Série II, 1º Suplemento, de 12/01, Páginas 754-(2) a 754-(5). MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Classificação: 0 6 0. 0 1. 0 1 Segurança: P ú b l i c a Processo: Direção de Serviços de Comunicação e Apoio ao Contribuinte Legislação Diploma Despacho n.º 309-A/2015, de 12 de janeiro Estado: vigente

Leia mais

LAUDO PERICIAL REVISIONAL VINCULADO A CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE VEÍCULO SISTEMA RECALCULADO

LAUDO PERICIAL REVISIONAL VINCULADO A CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE VEÍCULO SISTEMA RECALCULADO Tipo de Contrato: Número do Contrato: LAUDO PERICIAL REVISIONAL VINCULADO A CONTRATO DE FINANCIAMENTO PARA AQUISIÇÃO DE VEÍCULO Financiado: Agente Financeiro: Curitiba, 16/10/013 xxxxx xxxxxx Cédula de

Leia mais

10,00 9,00 8,00 7,00 6,00 5,00 4,00 3,00 2,00 1,00 0,00

10,00 9,00 8,00 7,00 6,00 5,00 4,00 3,00 2,00 1,00 0,00 SÉRIE TEMPORAL DAS TAXAS DE MORTALIDADE, BRUTAS E AJUSTADAS POR IDADE PELAS POPULAÇÕES MUNDIAL E BRASILEIRA, PARA TOPOGRAFIAS SELECIONADAS, ENTRE E SANTA CATARINA Taxas de mortalidade por câncer do estômago,

Leia mais

DSE3006 Plano de Apoio Financeiro a Sítios Electrónicos de Pequenas e Médias Empresas (CSRAEM) : pmese.info@economia.gov.

DSE3006 Plano de Apoio Financeiro a Sítios Electrónicos de Pequenas e Médias Empresas (CSRAEM) : pmese.info@economia.gov. Número dos serviços Designação dos serviços Entidade responsável Local de atendimento Horário de funcionamento (DSE) Horário de funcionamento (CSRAEM) DSE3006 Plano de Apoio Financeiro a Sítios Electrónicos

Leia mais

b) custeio geral da administração e das atividades públicas. Em regra, sem vinculações a órgão, fundo ou despesa

b) custeio geral da administração e das atividades públicas. Em regra, sem vinculações a órgão, fundo ou despesa UNIDADE VII 1. IMPOSTOS a) definição legal (tributo não-vinculado) b) custeio geral da administração e das atividades públicas. Em regra, sem vinculações a órgão, fundo ou despesa c) pessoalidade, em regra

Leia mais

ALAGOAS ATLAS DE MORTALIDADE POR CÂNCER NO BRASIL 1979-1999

ALAGOAS ATLAS DE MORTALIDADE POR CÂNCER NO BRASIL 1979-1999 SÉRIE TEMPORAL DAS TAXAS DE MORTALIDADE, BRUTAS E AJUSTADAS POR IDADE PELAS POPULAÇÕES MUNDIAL E BRASILEIRA, PARA TOPOGRAFIAS SELECIONADAS, ENTRE E ALAGOAS Taxas de mortalidade por câncer do estômago,

Leia mais

COFINS IMPORTAÇÃO. RECUPERAÇÃO (ADICIONAL DE 1% a 1,5%) TAX - SALT Indirect Tax & Customs. São Paulo, Setembro / 2016

COFINS IMPORTAÇÃO. RECUPERAÇÃO (ADICIONAL DE 1% a 1,5%) TAX - SALT Indirect Tax & Customs. São Paulo, Setembro / 2016 COFINS IMPORTAÇÃO RECUPERAÇÃO (ADICIONAL DE 1% a 1,5%) TAX - SALT Indirect Tax & Customs São Paulo, Setembro / 2016 1 O trabalho consiste na apresentação da possibilidade de recuperação de parte do adicional

Leia mais

REGISTRO DE ATIVIDADES DO PROCESSO - RAP

REGISTRO DE ATIVIDADES DO PROCESSO - RAP UNIDADE 2.6.15.1 Atender cliente Atender o cliente e analisar a solicitação para identificar se é restituição por pagamento indevido (erro de leitura, erro de cadastro, faturamento indevido), pagamento

Leia mais

Página 1 de 5. Mês: 02 / 2016. Prefeitura Municipal de Pouso Alegre Balanço Financeiro

Página 1 de 5. Mês: 02 / 2016. Prefeitura Municipal de Pouso Alegre Balanço Financeiro Página 1 de 5 RECEITA ORÇAMENTÁRIA 79.263.036,18 Receitas Correntes - Prefeitura Municipal de Pouso Alegre 73.671.002,02 Receita Tributária 6.218.854,06 Receitas de Contribuições 1.404.076,02 Receita Patrimonial

Leia mais

Sumário. Separata 00 000 21 Janeiro 2011

Sumário. Separata 00 000 21 Janeiro 2011 Separata 00 000 21 Janeiro 2011 Sumário EDITAL 11/2011 - SUBDELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS DO DIRECTOR MUNICIPAL DA GESTÃO FINANCEIRA E PATRIMONIAL NO DIRECTOR DE DEPARTAMENTO DE GESTÃO FINANCEIRA (DGF), NA

Leia mais

TABELA DE VENDAS - UNIDADES DE COBERTURA DUPLEX E JARDINO - PLANO DE 180 MESES

TABELA DE VENDAS - UNIDADES DE COBERTURA DUPLEX E JARDINO - PLANO DE 180 MESES TABELA DE VENDAS - UNIDADES DE COBERTURA DUPLEX E JARDINO - PLANO DE 1 APTO 001 1 APTO 003 1 APTO 005 2 APTO 003 2 APTO 005 2 APTO 007 3 APTO 001 3 APTO 003 3 APTO 005 4 APTO 003 4 APTO 005 5 APTO 001

Leia mais

Pessoas abrangidas pelo Seguro Social Voluntário. 1. Quem é abrangido pelo Regime do Seguro Social Voluntário

Pessoas abrangidas pelo Seguro Social Voluntário. 1. Quem é abrangido pelo Regime do Seguro Social Voluntário Pessoas abrangidas pelo Seguro Social Voluntário 1. Quem é abrangido pelo Regime do Seguro Social Voluntário Cidadãos nacionais, e cidadãos estrangeiros ou apátridas residentes em Portugal há mais de um

Leia mais

Passo-a-passo. para doação de 3% do IR de Pessoas Físicas aos Fundos para a Infância e Adolescência (FIA).

Passo-a-passo. para doação de 3% do IR de Pessoas Físicas aos Fundos para a Infância e Adolescência (FIA). Passo-a-passo para doação de 3% do IR de Pessoas Físicas aos Fundos para a Infância e Adolescência (FIA). É simples contribuir para a promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente

Leia mais

(a) Retribuição por meio eletrônico (*) Retribuição

(a) Retribuição por meio eletrônico (*) Retribuição TABELA DE RETRIBUIÇÕES PELOS SERVIÇOS DO INPI (valores em Reais) Anexo da Resolução INPI/PR Nº 280, de 30 de dezembro de 2011 Código SERVIÇOS DA DIRETORIA DE PATENTES DIRPA INVENÇÃO, CERTIFICADO DE ADIÇÃO

Leia mais

Página 2 de 5. Mês: 03 / 2016. Prefeitura Municipal de Pouso Alegre Balanço Financeiro

Página 2 de 5. Mês: 03 / 2016. Prefeitura Municipal de Pouso Alegre Balanço Financeiro Página 1 de 5 RECEITA ORÇAMENTÁRIA 109.356.406,49 Receitas Correntes - Prefeitura Municipal de Pouso Alegre 105.503.653,56 Receita Tributária 8.521.623,49 Receitas de Contribuições 2.007.126,92 Receita

Leia mais

TABELA DE RETRIBUIÇÕES DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO INPI (valores em Reais)

TABELA DE RETRIBUIÇÕES DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO INPI (valores em Reais) TABELA DE RETRIBUIÇÕES DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO INPI (valores em Reais) Anexo da Resolução INPI/PR Nº 129, de 10 de março de 2014. Código 200 201 Descrição do serviço Pedido nacional de invenção; Pedido

Leia mais

PASSO A PASSO DOAÇÃO AO PROJETO AABB ESPORTES E REGISTRO DA DOAÇÃO NA DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA

PASSO A PASSO DOAÇÃO AO PROJETO AABB ESPORTES E REGISTRO DA DOAÇÃO NA DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA PASSO A PASSO DOAÇÃO AO PROJETO AABB ESPORTES E REGISTRO DA DOAÇÃO NA DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA É simples contribuir para a promoção do esporte dentro do Sistema AABB, com o Projeto AABB Esportes.

Leia mais

DELIBERAÇÃO CVM Nº 731, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2014

DELIBERAÇÃO CVM Nº 731, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2014 Aprova a Interpretação Técnica ICPC 20 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, que trata de limite de ativo de benefício definido, requisitos de custeio (funding) mínimo e sua interação. O PRESIDENTE DA

Leia mais

RESOLUÇÃO DE ORIENTAÇÃO nº 002/2008. Edição em 01 de maio de 2011.

RESOLUÇÃO DE ORIENTAÇÃO nº 002/2008. Edição em 01 de maio de 2011. RESOLUÇÃO DE ORIENTAÇÃO nº 002/2008. Edição em 01 de maio de 2011. Orienta os procedimentos necessários para o pagamento de honorários aos professores dos cursos de Pós-Graduação promovidos pelo IEDUCORP

Leia mais

ONDE SE LÊ: ANEXO C QUADRO DE CÓDIGOS, PROVAS OBJETIVAS E AVALIAÇÃO DOS TÍTULOS. Tabela IX

ONDE SE LÊ: ANEXO C QUADRO DE CÓDIGOS, PROVAS OBJETIVAS E AVALIAÇÃO DOS TÍTULOS. Tabela IX TÉCNICO DE RETIFICAÇÃO Nº 05 EDITAL Nº 01/2011 Concurso Público da Superintendência de Limpeza Urbana de Belo Horizonte SLU. O Superintendente da SLU, no uso de suas atribuições, comunica aos interessados

Leia mais

Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos

Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos O Decreto-Lei nº64/2006, de 21 de Março, regulamenta as provas especialmente adequadas destinadas a avaliar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO fls. 242 Registro: 2015.0000029594 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1033459-16.2013.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante CALGARY INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 14 de janeiro de 2015. Série. Número 8

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 14 de janeiro de 2015. Série. Número 8 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quarta-feira, 14 de janeiro de 2015 Série Sumário SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS Despacho n.º 12/2015 Aprova as tabelas de retenção na fonte em sede de

Leia mais

A partir de que momento devem os docentes contratados ser remunerados?

A partir de que momento devem os docentes contratados ser remunerados? CONTRATAÇÃO A partir de que momento devem os docentes contratados ser remunerados? Conforme decorre do disposto no n.º 11 do artigo 9.º do Decreto lei n.º 132/2012, de 27 de junho, na redação conferida

Leia mais

Passaporte para o Empreendedorismo

Passaporte para o Empreendedorismo Passaporte para o Empreendedorismo Enquadramento O Passaporte para o Empreendedorismo, em consonância com o «Impulso Jovem», visa através de um conjunto de medidas específicas articuladas entre si, apoiar

Leia mais

Preçário FORTIS LEASE PORTUGAL, INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO

Preçário FORTIS LEASE PORTUGAL, INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Preçário FORTIS LEASE PORTUGAL, INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada

Leia mais

PROPOSTAS. (Ponto 2 da Ordem de Trabalhos da Assembleia Geral Anual de 27 de março de 2014)

PROPOSTAS. (Ponto 2 da Ordem de Trabalhos da Assembleia Geral Anual de 27 de março de 2014) PROPOSTAS (Ponto 2 da Ordem de Trabalhos da Assembleia Geral Anual de 27 de março de 2014) Proposta de Recurso aos Excedentes Técnicos e ao Fundo de Reserva Geral para Cobertura dos Saldos Negativos dos

Leia mais

MUNICIPIO DE PENELA CÂMARA MUNICIPAL

MUNICIPIO DE PENELA CÂMARA MUNICIPAL MUNICIPIO DE PENELA CÂMARA MUNICIPAL PLANO DE APOIO AO INVESTIMENTO 2006-2009 Artigo 1º. O Programa para o quadriénio (2006/2009) da Câmara Municipal de Penela, ao Apoio ao Investimento privado e cooperativo

Leia mais

I.Estágios/Passaporte Emprego Portaria n.º 225-A/2012, de 31 de julho.

I.Estágios/Passaporte Emprego Portaria n.º 225-A/2012, de 31 de julho. A Resolução do Conselho de Ministros n.º 51-A/2012, de 14 de junho, veio criar o Plano Estratégico de Iniciativas de Promoção de Empregabilidade Jovem e Apoio às PME s («Impulso Jovem»), que assenta em

Leia mais

Manual. O que é o CISNE Finan? Como funciona o CISNE Finan? Qual a abrangência do crédito? Quais os benefícios do CISNE Finan?

Manual. O que é o CISNE Finan? Como funciona o CISNE Finan? Qual a abrangência do crédito? Quais os benefícios do CISNE Finan? Manual O que é o CISNE Finan? É um crédito rotativo estudantil financiado por verbas orçamentárias próprias da CISNE que possibilita ao aluno regularmente matriculado pagar 50% da mensalidade durante seus

Leia mais

Aeroporto Internacional de Porto Alegre Salgado Filho

Aeroporto Internacional de Porto Alegre Salgado Filho 1ª OPERACIONAL/2015 Aeroporto Internacional de Porto Alegre Salgado Filho 3º Seminário de Autoridades Aeroportuárias Boas Práticas de Gestão nos Aeroportos AGOSTO/2015 EVOLUÇÃO DO MOVIMENTO DE AERONAVES

Leia mais

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos... 13 Guia de leitura da Coleção... 15 Apresentação... 17 Prefácio... 19. Parte I TRIBUTOS EM ESPÉCIE

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos... 13 Guia de leitura da Coleção... 15 Apresentação... 17 Prefácio... 19. Parte I TRIBUTOS EM ESPÉCIE Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 13 Guia de leitura da Coleção... 15 Apresentação... 17 Prefácio... 19 Parte I TRIBUTOS EM ESPÉCIE Capítulo I IMPOSTO... 25 1. Imposto... 27 1.1. Sínteses das

Leia mais

GUIA DE RECOLHIMENTO DA UNIÃO (cartilha para o contribuinte)

GUIA DE RECOLHIMENTO DA UNIÃO (cartilha para o contribuinte) 1. APRESENTAÇÃO M GUIA DE RECOLHIMENTO DA UNIÃO (cartilha para o contribuinte) Com o objetivo de atender o disposto no Art. 98, da Lei nº 10.707, de 30.07.2003 LDO e da Instrução Normativa STN nº 03 de

Leia mais

ATIVO Notas 2009 2008

ATIVO Notas 2009 2008 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO Notas 2009 2008 CIRCULANTE Caixa e bancos 20.723 188.196 Contas a receber 4 903.098 806.697 Outras contas a receber 5 121.908 115.578 Estoques 11.805 7.673

Leia mais

Soluções Tecnológicas da Administração Tributária Brasileira Receita Federal Virtual. Declaração e Pagamento

Soluções Tecnológicas da Administração Tributária Brasileira Receita Federal Virtual. Declaração e Pagamento COMISION ECONOMICA PARA AMERICA LATINA E CARIBE Soluções Tecnológicas da Administração Tributária Brasileira Receita Federal Virtual Declaração e Pagamento Apresentação Brasil Situado na América do Sul

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACIARA-MT

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACIARA-MT 75/000-6 Anexo IV - Programas, Metas e Ações - (PPA Inicial) Lei:.645, Data: 08/2/2 Página de 6 Programa: 00 Metas Indicador Unidade de Medida Ind.Recente Ind.Futuro 2 205 206 207 TAXA DE SATISFAÇÃO DOS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DOS SERVIDORES/2015

PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DOS SERVIDORES/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DOS SERVIDORES/2015 A Secretaria de Gestão de Pessoas comunica a todos os servidores que, a partir de 23/3/2015, serão abertas as inscrições

Leia mais

CÁLCULO CUSTO TRANSPORTE ESCOLAR LINHA 1 - L. PAISSANDU - EMEF OLAVO BILAC - EMEF RIO BRANCO)

CÁLCULO CUSTO TRANSPORTE ESCOLAR LINHA 1 - L. PAISSANDU - EMEF OLAVO BILAC - EMEF RIO BRANCO) LINHA 1 - L. PAISSANDU - EMEF OLAVO BILAC - EMEF RIO BRANCO) R$ Taxa de Utilização do 30,0 30,0 60,0 1.000,00 0,65 24,64 12,59 37,23 IPVA 1,63 32,50 390,00 600,00 Seguro Obrig. 1,29 25,73 308,75 475,00

Leia mais

Página 1 de 5. Mês: 03 / 2015. Prefeitura Municipal de Pouso Alegre Balanço Financeiro

Página 1 de 5. Mês: 03 / 2015. Prefeitura Municipal de Pouso Alegre Balanço Financeiro Página 1 de 5 RECEITA ORÇAMENTÁRIA 95.952.286,12 Receitas Correntes 92.171.316,55 Receita Tributária 10.085.894,06 Receitas de Contribuições 2.299.302,81 Receita Patrimonial 6.729.991,70 Receita de Serviços

Leia mais

PIB do Agronegócio CNA/CEPEA-USP Evolução de 1994 a 2001 A evolução do PIB do Agronegócio no Brasil de 1994 a 2001

PIB do Agronegócio CNA/CEPEA-USP Evolução de 1994 a 2001 A evolução do PIB do Agronegócio no Brasil de 1994 a 2001 A evolução do PIB do Agronegócio no Brasil de 1994 a 2001 A estrutura de participação dos diversos componentes do agronegócio brasileiro, em termos de valores e taxas percentuais, pode ser visualizada

Leia mais

Página 1 de 5. Mês: 04 / 2015. Prefeitura Municipal de Pouso Alegre Balanço Financeiro

Página 1 de 5. Mês: 04 / 2015. Prefeitura Municipal de Pouso Alegre Balanço Financeiro Página 1 de 5 RECEITA ORÇAMENTÁRIA 120.259.376,71 Receitas Correntes 116.117.907,03 Receita Tributária 13.023.134,89 Receitas de Contribuições 3.238.044,14 Receita Patrimonial 7.159.652,94 Receita de Serviços

Leia mais

Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos

Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos FIESP 07/06/11 Alexandre Comin - MDIC PNRS Instituída pela Lei 12.305, de 2 de agosto de 2010, e regulamentada pelo Decreto nº 7404, de 23 de Dezembro

Leia mais

8 DE OUTUBRO EPIC SANA HOTEL

8 DE OUTUBRO EPIC SANA HOTEL 8 DE OUTUBRO EPIC SANA HOTEL Organização: Uma iniciativa: INSTITUTO DO CONHECIMENTO AB Patrocinador oficial: Apoios: I CONGRESSO DE DIREITO DAS EMPRESAS LUANDA 2014 A Faculdade de Direito da Universidade

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 002/2015

RESOLUÇÃO N. 002/2015 RESOLUÇÃO N. 002/2015 Atualiza a Resolução 005/2014 em seu artigo 3º (Taxa de juros do Consignado Estadual e renovação garantias I e II) de acordo com as condições e garantias oferecidas pelo sócio, inalteradas

Leia mais

Colégio Ensitec Ensino Fundamental, Médio e Profissional

Colégio Ensitec Ensino Fundamental, Médio e Profissional EDITAL Nº01/2014 Dispõe sobre o Processo de Matrícula para os Cursos Técnicos concomitantes e subsequentes ao Ensino Médio: Administração Contabilidade Eletrônica Mecânica Mecatrônica Qualidade Segurança

Leia mais

Prestação de Contas Libertas - 2014

Prestação de Contas Libertas - 2014 Prestação de Contas Libertas - 2014 participantes aposentados pensionistas patrocinadoras Na Libertas, é assim. Sumário - Prestação de Contas 2014 Relatório Anual de Informações - RAI 2014 Documentação

Leia mais

ADMINISTRACAO ENGENHARIA DESIGN. VESTIbular 2015. www.maua.br

ADMINISTRACAO ENGENHARIA DESIGN. VESTIbular 2015. www.maua.br ADMINISTRACAO ENGENHARIA DESIGN Manual do Candidato VESTIbular 2015 www.maua.br INTRODUCAO O Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia promove o Vestibular Mauá 2015 de forma unificada. Cursos

Leia mais

TRIBUNAL ARBITRAL DO DESPORTO REGULAMENTO DO SECRETARIADO

TRIBUNAL ARBITRAL DO DESPORTO REGULAMENTO DO SECRETARIADO TRIBUNAL ARBITRAL DO DESPORTO REGULAMENTO DO SECRETARIADO REGULAMENTO DO SECRETARIADO INDICE ARTIGO 1.º - Norma habilitante ARTIGO 2.º - Definição ARTIGO 3.º - Sede ARTIGO 4.º - Direção do secretariado

Leia mais

AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA II

AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA II Indice Fases do Processo de Avaliação Fases do processo de avaliação Fase 1 Fase 2 Fase 3 Fase 4 Fase 5 Fase 6 Negociação dos termos do acordo Recolha de informação sobre o activo Definição dos pressupostos

Leia mais

1. Objectivo do Plano

1. Objectivo do Plano Fundo de Desenvolvimento Industrial e de Comercialização Plano de Apoio Financeiro a Sítios Electrónicos de Pequenas e Médias Empresas Termos e Condições Organização: Departamento de Desenvolvimento de

Leia mais

As opiniões e conclusões externadas nesta apresentação são de minha inteira responsabilidade, não refletindo, necessariamente, o entendimento da

As opiniões e conclusões externadas nesta apresentação são de minha inteira responsabilidade, não refletindo, necessariamente, o entendimento da 1 As opiniões e conclusões externadas nesta apresentação são de minha inteira responsabilidade, não refletindo, necessariamente, o entendimento da Comissão de Valores Mobiliários CVM. 2 Lei nº 6.385/1976

Leia mais

NORMAS DE CONCESSÃO DE SUBSÍDIO PARA CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL

NORMAS DE CONCESSÃO DE SUBSÍDIO PARA CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL NORMAS DE CONCESSÃO DE SUBSÍDIO PARA CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL A Diretoria Executiva da Unimed Vale do Aço, no uso de suas atribuições contidas no Estatuto Social da Cooperativa, vem regulamentar o subsídio

Leia mais

ADMINISTRACAO ENGENHARIA DESIGN MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR 2016. maua.br/vestibular

ADMINISTRACAO ENGENHARIA DESIGN MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR 2016. maua.br/vestibular ADMINISTRACAO ENGENHARIA DESIGN MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR 2016 maua.br/vestibular INTRODUCAO O Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia promove o Vestibular Mauá 2016 de forma unificada.

Leia mais

Fica Prorrogado as inscrições até 26 de Março de 2015. No Anexo I, Página 5 do Edital nº 013/2014, onde se lê: ANEXO I CRONOGRAMA

Fica Prorrogado as inscrições até 26 de Março de 2015. No Anexo I, Página 5 do Edital nº 013/2014, onde se lê: ANEXO I CRONOGRAMA O ORGÃO DE GESTÃO DE MÃO-DE-OBRA DO TRABALHO PORTO ALEGRE OGMO POA, torna público a RETIFICAÇÃO Nº 001/2015 que retifica o EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 001/2014 passando a ser assim definido:

Leia mais

JORNAL OFICIAL I SÉRIE NÚMERO 60 QUARTA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2014

JORNAL OFICIAL I SÉRIE NÚMERO 60 QUARTA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2014 I SÉRIE NÚMERO 60 QUARTA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2014 ÍNDICE: PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução n.º 89/2014: Cria um prémio destinado à integração de ativos no setor primário, designado por AGRICULTURA +.

Leia mais

RESTITUIÇÃO DE RECEITAS ARRECADADAS POR GRU

RESTITUIÇÃO DE RECEITAS ARRECADADAS POR GRU RESTITUIÇÃO DE RECEITAS ARRECADADAS POR GRU O processo de restituição visa atender o contribuinte que, por algum motivo, tenha recolhido receitas a maior ou indevidamente por meio da Guia de Recolhimento

Leia mais

Relatório de acompanhamento trimestral das Ações Regulatórias. 2014-2015 Julho a setembro de 2014

Relatório de acompanhamento trimestral das Ações Regulatórias. 2014-2015 Julho a setembro de 2014 Relatório de acompanhamento trimestral das Ações Regulatórias 2014-2015 Julho a setembro de 2014 Relatório Introdução Esse relatório tem o objetivo de apresentar o acompanhamento das Ações Regulatórias

Leia mais

MENSALIDADES ESCOLARES

MENSALIDADES ESCOLARES MENSALIDADES ESCOLARES O aumento das mensalidades escolares deve obedecer a algum parâmetro legal? O assunto mensalidades escolares é regulado pela Lei 9870, de 23 de novembro de 1999. Esta Lei, dentre

Leia mais

Acordo Quadro para Transacções Financeiras. Anexo de Produto para Empréstimos de Valores Mobiliários Edição de Janeiro de 2001

Acordo Quadro para Transacções Financeiras. Anexo de Produto para Empréstimos de Valores Mobiliários Edição de Janeiro de 2001 Acordo Quadro para Transacções Financeiras Anexo de Produto para Empréstimos de Valores Mobiliários Edição de Janeiro de 2001 Este Anexo complementa as Condições Gerais que fazem parte de qualquer Acordo

Leia mais

I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos

I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos fictícios. 1 Sistema Cumulativo Pessoa Jurídica tributada pelo

Leia mais

EDITAL PROCESSO DE INSCRIÇÃO DE NOVOS ALUNOS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ 2016

EDITAL PROCESSO DE INSCRIÇÃO DE NOVOS ALUNOS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ 2016 EDITAL PROCESSO DE INSCRIÇÃO DE NOVOS ALUNOS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ 2016 EDITAL DO PROCESSO DE INSCRIÇÃO DE NOVOS ALUNOS DO COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ O Diretor do Colégio Agostiniano São José,

Leia mais

EDITAL Nº 30, DE 15 DE AGOSTO DE 2014

EDITAL Nº 30, DE 15 DE AGOSTO DE 2014 EDITAL Nº 30, DE 15 DE AGOSTO DE 2014 A DIRETORA GERAL Pro-tempore DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL (IFRS) -, por intermédio da Coordenação de Extensão, no uso

Leia mais

Políticas. Melhorar a conformidade Conformidade das práticas 75.0. Melhorar o desempenho económico Desempenho global por resposta social 75.

Políticas. Melhorar a conformidade Conformidade das práticas 75.0. Melhorar o desempenho económico Desempenho global por resposta social 75. Melhorar a conformidade Conformidade das práticas 75.0 Conformidade dos registos 75.0 Melhorar o desempenho económico Desempenho global por resposta social 75.0 Satisfazer as necessidades e espectativas

Leia mais

TABELA DE RETRIBUIÇÕES PELOS SERVIÇOS DO INPI (valores em Reais)

TABELA DE RETRIBUIÇÕES PELOS SERVIÇOS DO INPI (valores em Reais) TABELA DE RETRIBUIÇÕES PELOS SERVIÇOS DO INPI (valores em Reais) SERVIÇOS DA DIRETORIA DE MARCAS DIRMA (REGISTRO DE MARCAS) FAIXA Nº 1 FAIXA Nº 2 FAIXA Nº 3 Cód. Sub Cód Descrição do Serviço Desmembramento

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TÉNIS DE MESA ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS EXERCÍCIO 2010

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TÉNIS DE MESA ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS EXERCÍCIO 2010 ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS EXERCÍCIO 2010 Introdução As Notas que se seguem respeitam a numeração definida no Plano Oficial de Contabilidade para as Federações Desportivas, Associações

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis Cria, por meio da Resolução n. 01/06, o regimento interno de seleção, concessão e manutenção de bolsas PROSUP/CAPES para

Leia mais

ASSUNTO: FATURAÇÃO ABUSIVA E USO INDEVIDO DE DÉBITO DIRETO

ASSUNTO: FATURAÇÃO ABUSIVA E USO INDEVIDO DE DÉBITO DIRETO ASSUNTO: FATURAÇÃO ABUSIVA E USO INDEVIDO DE DÉBITO DIRETO Após receção das faturas da EDP GÁS, no dia 18 de Março do corrente ano, em que uma era de 118,65 (cento e dezoito euros e sessenta e cinco cêntimos)

Leia mais

DOAÇÕES ao FIA. TODOS PODEM DOAR, porém...

DOAÇÕES ao FIA. TODOS PODEM DOAR, porém... DOAÇÕES ao FIA TODOS PODEM DOAR, porém... Somente AS DOAÇÕES que atendem ao disposto no artigo 260 do ECRIAD, poderão ser deduzidas na DECLARAÇÃO ANUAL DA PESSOA FÍSICA OU JURÍDICA Art. 260. Os contribuintes

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. Estabelece, altera e consolida as regras e critérios complementares de funcionamento e de operação dos contratos de seguros de automóveis, com inclusão

Leia mais

Fundo de Previdencia Social dos Servidore de Caapiranga

Fundo de Previdencia Social dos Servidore de Caapiranga Page 1 PAGAS ENTRE 01/05/2015 E 31/05/2015 Page 1 127 29/05/2015 29/05/2015 0,00 0,00 2.902,72 Liquidada FOLHA DE PAGAMENTO - INATIVOS ES 1 2.902,72 0,00 11 2.902,72 0,00 000 10200010000 2.902,72 2.902,72

Leia mais