Anexo I. Caderno de Especificações Técnicas. Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Anexo I. Caderno de Especificações Técnicas. Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador."

Transcrição

1 Anexo I Caderno de Especificações Técnicas Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador Fortaleza/CE 1. Serviços Preliminares Antes do início de quaisquer serviços deverá ser efetuada a locação do abrigo do Grupo Gerador (GMG) e do local onde será efetuado o corte de piso para interligação do GMG ao Quadro Geral de Baixa Tensão (alimentação do prédio), conforme Projetos anexos. Antes do início de quaisquer serviços, esta locação deverá ser aprovada pelo Gerente Operacional Administrativo e Financeiro do Escritório Regional. Os serviços só poderão ser iniciados após a aprovação do local definido em projeto e a apresentação da ART do (s) profissional (is) responsável (is) pela obra. Demolições Os serviços de demolição serão procedidos na área onde será instalado o GMG e nos locais onde houver necessidade de cortes de piso e paredes para realização de instalações, conforme Projetos anexos. Todos os serviços de demolições e remoções necessários observados no local deverão ser contemplados neste item. 2. Abrigo do GMG O GMG será locado em área existente e coberta, devendo ser construída uma parede em alvenaria na lateral esquerda, paralela a existente na lateral direita. A área frontal deverá ser fechada em painel de tela artística até a laje, estruturado e com uma porta dupla para acesso aos equipamentos. As dimensões do abrigo estão definidas em projeto e deverão ser confirmadas quando da locação em campo. Fundações As fundações deverão ser efetuadas em blocos de concreto nas dimensões mínimas de 50 x 50 x 60 cm, armação em ferro diâmetro 6,3 mm (gaiola) e concreto fck 18 MPa. Estes blocos deverão ser locados nos cantos da parede em alvenaria que será elevada, conforme projeto. Após preparadas as formas dos blocos, deve-se proceder a execução do cintamento, para concretagem conjunta com os blocos. O cintamento deverá ser efetuado nivelado, em dimensões de 15 x 30 cm, com o topo no nível final do terreno.

2 Deverá ser feita forma em madeirite liso com desmoldante, com travamento a cada 0,4 m e preparado o fundo com uma camada de brita 2. Deverá ser efetuada armação em ferro, utilizando-se 2 ferros corridos de 10,0 mm na parte inferior e o mesmo na parte superior, ligados entre si por estribos de 4,2 mm colocados a cada 30 cm. Esta armação deverá formar uma seção retangular de 11 x 25 cm externamente e ser colocada no interior da forma afastada desta por meio de calços de concreto. Devem ser deixadas 4 esperas nos cantos do abrigo, com ferro diâmetro 10 mm x 50 cm livres, para os pilares. A concretagem deverá ser feita continuamente, com concreto fck = 18,0 MPa, adensado por processo automático (utilizando-se vibradores). A superfície deve ser desempenada no momento da concretagem de forma a apresentar-se lisa. A desforma deverá ser efetuada após um mínimo de 48 horas do término da concretagem. Após desformado deverão ser corrigidas eventuais falhas de concretagem. Superestrutura A superestrutura compõe-se de um sistema básico de 2 pilares 12 x 30 cm colocados nas laterais da parede a ser executada e ainda da laje de cobertura que deverá ser construída sobre o pergolado em concreto existente de forma a se obter o fechamento completo da garagem da Unidade Móvel UMR. Esta laje poderá ser construída utilizando-se a estrutura existente do pergolado como suporte, devendo ser dado o mesmo acabamento final da estrutura existente. A concretagem deverá ser feita continuamente, com concreto fck = 18,0 MPa, adensado por processo automático (utilizando-se vibradores). A superfície deve ser desempenada no momento da concretagem de forma a apresentar-se lisa. A desforma deverá ser efetuada após um mínimo de 48 horas do término da concretagem. Após desformado deverão ser corrigidas eventuais falhas de concretagem. Vedação A parede lateral do abrigo deverá ser vedada com alvenaria de blocos cerâmicos (expandidos ou furados) de primeira qualidade, seguindo a locação disposta em projeto. Esquadrias Para descarga do ar quente proveniente do GMG, deverá ser instalada esquadria em alumínio, no padrão veneziana móvel, conforme projeto. As dimensões desta deverão se adaptar a descarga do GMG, com medidas aproximadas de 60 x 50 cm. O fechamento frontal do abrigo do GMG deverá ser efetuado integralmente em tela artística, do piso até a laje, dupla galvanização, cor natural. Na posição determinada em projeto deverá ser instalada uma porta dupla 2 x 60 x 210 cm, também em tela artística de mesmo padrão, dispondo de fechadura com duas chaves de resistência, padrão chave tetra e ainda ferrolhos para fixação no piso e na bandeira de tela superior. O acabamento da fechadura deve ser padrão anodizado, com maçaneta tipo alavanca.

3 Revestimentos (piso e paredes) As alvenarias e peças de concreto novas e ainda as afetadas pelos serviços efetuados, deverão ser revestidas interna e externamente com chapisco e reboco (traço 1:5 cimento e areia) desempenado, com adição de Sika 1, na proporção recomendada pelo fabricante para locais sujeitos a ação do tempo. O piso interno do abrigo deverá ser revestido com piso cimentado, com juntas plásticas, e = 6 cm, assentado sobre contrapiso em concreto Fck = 15,0 MPa, e = 6 cm, com adição de Sika 1, na proporção recomendada pelo fabricante para contrapisos. Deve-se observar especial atenção quando da execução dos revestimentos de piso para evitar-se a formação de juntas secas junto às caixas que serão executadas. Todos os demais pisos e paredes que forem abertos para passagem de tubulações ou qualquer outro motivo, deverão ser recompostos no mesmo padrão existente, verificando-se o perfeito acabamento com as regiões circunvizinhas. Elementos Especiais Como elementos especiais temos a base do grupo gerador, as caixas de passagem, o suporte para o tanque de combustível e o sistema de drenagem de águas pluviais. Base do grupo gerador Deverá ser elaborada conforme as dimensões e a locação definidas em projeto, em concreto armado, dimensões de 2,60 x 0,90 x 0,50 m (L x C x H), com acabamento desempenado. Deverá ser totalmente isolado do piso da sala para evitar transmissão de vibração ao prédio, com o uso de colchão de borracha rígido, em toda a extensão e contorno da base, com espessura mínima de 10 mm. O concreto armado deverá possuir fck 20,0 MPa, armação tipo gaiola em ferros de 8,0 mm e adensamento mecânico. Ressalta-se que da altura de 50 cm, apenas 10 cm ficam acima do nível do piso, ficando o restante sob este. Caixas de passagem Deverão ser construídas em alvenaria revestida, com fundo em concreto ou em brita (conforme projeto), com seu topo nivelado na altura do piso. Deverá ser coberta com tampa em ferro fundido com proteção anticorrosiva e acabamento em esmalte sintético, cor preto fosco. As dimensões são conforme projeto. As caixas existentes que estão com tampas provisórias deverão ser recuperadas no mesmo padrão das novas, devendo isto ser considerado neste item. Suporte para tanque de combustível Deverá ser feita uma base tipo box para o tanque de combustível de 300 litros que será implantado. Esta base consiste de uma mureta de alvenaria em todo o contorno, formando um L com a parede, de forma a possibilitar a contenção de quaisquer vazamentos passíveis de ocorrência no tanque. Sobre esta base deverão ser instalados perfis metálicos tipo U, conforme as bitolas e forma de execução definidas em projeto, confeccionados em chapa #12. Todos os perfis metálicos deverão receber acabamento anti-corrosivo. Drenagem de águas pluviais Deverá ser executado sistema de calhas e descidas para remoção da água pluvial incidente sobre a nova laje de cobertura e imediações. Este sistema deve contemplar este escoamento e o lançamento das águas colhidas na rede existente ao nível do piso inferior.

4 Pintura e Impermeabilização As alvenarias deverão receber interna e externamente emassamento em massa acrílica e pintura acrílica fosca, no mesmo padrão existente, inclusive na laje de cobertura que será criada. A laje de cobertura deverá receber tratamento impermeabilizante em sua parte superior, através de pintura com cristalizante ou outro método de comprovada eficiência, devendo ser efetuados testes de 72 horas com lâmina de água de no mínimo 10 cm. 3. Instalações Deverão ser executadas conforme projeto técnico em anexo, sendo de responsabilidade da Contratada os serviços descritos nos itens abaixo. Quadro Geral de Emergência (QGE) Deverá ser fornecido o QGE completo, com a Chave Comutadora e o Disjuntor Trifásico, conforme descrito em projeto. Este quadro deverá ser locado e instalado na posição determinada em projeto e ser interligado conforme descrito abaixo. Interligação entre QGE e QGBT Deverá ser instalada, na saída do QGBT para o QGE, uma eletrocalha com tampa, 400 mm, colocada entre os dois quadros, permitindo a perfeita conexão entre estes. Esta eletrocalha deve ser instalada com acesso para a parte superior dos quadros QGBT (existente) e QGE e nesta serem embutidas todas as interligações entre os dois quadros. A interligação deverá ser efetuada conforme unifilar constante em projeto, devendo ser testado o funcionamento do sistema antes da entrega definitiva. Interligação entre QGE e USCA Deverá ser executada uma rede subterrânea, conforme elementos descritos em projeto, sendo contemplados eletrodutos, cabos e caixas de passagem. Esta rede deve ser envelopada em concreto para proteção de seus elementos, só podendo ser fechada e receber acabamento final de revestimentos após vistoriada pelo Gerente Operacional Administrativo e Financeiro do ER. Demais Interligações Ressalta-se que as interligações dos cabos aos quadros e as interligações internas ao abrigo do GMG serão efetuadas pela empresa responsável pela instalação deste e não devem ser consideradas no escopo da Contratada.

5 4. Recomposições Serão instaladas pela empresa do GMG o sistema de escapamento e o duto de saída de ar quente. Deverá ser previsto pela Contratada o espaço necessário para estas instalações, conforme descrito no projeto. Ressalta-se que quaisquer recomposições causadas por falhas na previsão dos espaços para as instalações previstas em projeto deverão ser recompostas pela Contratada. 5. Tubo do escapamento O tubo do escapamento deverá ser completado da parte de fora do abrigo do GMG até o topo do edifício, na mesma qualidade descrita em projeto, com instalação do chapéu chinês (fornecido pela empresa do GMG). 6. Sistema de aterramento Para conexão de todos os sistemas elétricos existentes no sistema do GMG deverá ser executada uma malha de terra, com 3 hastes Copperweld de 3,0 m x ¾, interligadas com cabo de cobre nú # 50 mm². Este sistema deverá ser conectado a malha existente no edifício. Deverá ser construída e instalada uma caixa de passagem para medição do aterramento ao lado do abrigo do gerador. Esta caixa deve possuir medidas internas de 30 x 30 x 30 cm e fechamento com tampa em ferro fundido T16, pintada na cor preto fosco. 7. Iluminação interna Para iluminação interna do interior do abrigo do GMG deverá ser mantida a instalação existente, sendo apenas ajustada a posição do interruptor para permitir o acionamento da instalação pela parte externa. Esta instalação deve ser revisada e prevista a substituição de lâmpadas e reatores caso necessário. 8. Observações Deverá ser observada especial atenção quando da visita às obras, pois não serão aceitas alegações posteriores de acréscimos de serviços não previstos quando da licitação, excetuados casos de comprovada exclusão e de impossível verificação quando da visita ao local de construção, a critério da Fiscalização da ANATEL. Todos os locais de serviços devem ser mantidos limpos e todos os entulhos devem ser removidos constantemente, não se aceitando acúmulos de materiais de qualquer espécie, que não os utilizados nas obras. Quaisquer dúvidas acerca dos serviços poderão ser dirimidas em contato com a Fiscalização da ANATEL.

6 9. Exclusões Não deverão ser considerados em nenhum item da proposta os seguintes fornecimentos/serviços que fazem parte do escopo da empresa fabricante do Grupo Motor Gerador: GMG - Grupo Motor Gerador; USCA Unidade Supervisora de Corrente Alternada; Chapéu chinês e saída do escapamento até 3 m do GMG; Interligação USCA x GMG; Sistema de saída de ar quente, exceto furo na alvenaria; Tanque de combustível; Mangueiras interligando o tanque de combustível ao GMG; Testes gerais do GMG; Brasilia, Outubro de ADADI/ADAD

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES ANEXO - I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1 - OBJETIVO: Tem este o objetivo de esclarecer e orientar os diversos serviços para a construção de um abrigo para o grupo gerador de 380/220 V, 55 KVA e interligações

Leia mais

Anexo I. Caderno de Especificações Técnicas. Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador

Anexo I. Caderno de Especificações Técnicas. Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador Anexo I Caderno de Especificações Técnicas Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador Porto Alegre/RS 1. Considerações Gerais Antes do início de quaisquer

Leia mais

Adaptação do galpão de aqüicultura do campus Fazenda Experimental e da sala destinada aos técnicos do núcleo de atendimento ao dicente e docente.

Adaptação do galpão de aqüicultura do campus Fazenda Experimental e da sala destinada aos técnicos do núcleo de atendimento ao dicente e docente. PROJETO BÁSICO: Adaptação do galpão de aqüicultura do campus Fazenda Experimental e da sala destinada aos técnicos do núcleo de atendimento ao dicente e docente 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 1.1 Título do

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S SUBGRUPO: 180400 CERCA / MURO FOLHA: SUMÁRIO 1. CERCA COM TELA DE ARAME GALVANIZADO E ESTACAS DE CONCRETO...1 1.1 OBJETIVO E DEFINIÇÕES...1 1.2 MATERIAIS...1 1.3 EQUIPAMENTOS...2 1.4 EXECUÇÃO...2 1.5 CONTROLE...2

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONCEPÇÃO E IMAGENS DO LOCAL

MEMORIAL DESCRITIVO CONCEPÇÃO E IMAGENS DO LOCAL MEMORIAL DESCRITIVO CONCEPÇÃO E IMAGENS DO LOCAL REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA DA MATRIZ, COM A TROCA DO PAVIMENTO, INSTALAÇÃO DE NOVA ILUMINAÇÃO, NOVOS BANCOS E RESTAURAÇÃO DO ENTORNO DA PROTEÇÃO DA ESTATUA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SÃO JOAQUIM - MT MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SÃO JOAQUIM - MT MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO MELHORIAS SANITÁRIAS DOMICILIARES BANHEIROS -(Área = 2,73m 2 ). O memorial descritivo a seguir determina as normas para construção do MÓDULO SANITÁRIO SIMPLIFICADO padrão, de área construída

Leia mais

Memorial Descritivo. 2.0 Transportes 2.1 Deverá ser feita retirada de entulho por conta da contratada;

Memorial Descritivo. 2.0 Transportes 2.1 Deverá ser feita retirada de entulho por conta da contratada; Memorial Descritivo I Introdução A obra objeto deste memorial consiste na descrição dos elementos para CONSTRUÇÃO DE ACADEMIA DA SAUDE, a ser edificada no município de Gaúcha do Norte MT.. II - Descrição

Leia mais

Ofício Circ. n o 14/2002/ADADC-ANATEL. Brasília, 28 de Fevereiro de 2002. Ilmo(a). Senhor(a)

Ofício Circ. n o 14/2002/ADADC-ANATEL. Brasília, 28 de Fevereiro de 2002. Ilmo(a). Senhor(a) Ofício Circ. n o 14/2002/ADADC-ANATEL Brasília, 28 de Fevereiro de 2002 Ilmo(a). Senhor(a) Em resposta a consulta formulada por empresa interessada em participar da licitação de que trata o PREGÃO AMPLO

Leia mais

Painéis de Concreto Armado

Painéis de Concreto Armado CONCEITO É constituído por painéis estruturais pré-moldados maciços de concreto armado e pelas ligações entre eles. Destina-se à construção de paredes de edifícios habitacionais de até 5 pavimentos. A

Leia mais

Referente: Processo nº 80038-2015 Contratação de empresa Especializada em Manutenção Predial Corretiva no Prédio da Secid Município: Cuiabá - MT

Referente: Processo nº 80038-2015 Contratação de empresa Especializada em Manutenção Predial Corretiva no Prédio da Secid Município: Cuiabá - MT Cuiabá, 13 de Abril de 2015. À SUPR Arqtº. Rogério Nogueira Dias Referente: Processo nº 80038-2015 Contratação de empresa Especializada em Manutenção Predial Corretiva no Prédio da Secid Município: Cuiabá

Leia mais

MEMORIAL DE CALCULO - QUANTITATIVOS

MEMORIAL DE CALCULO - QUANTITATIVOS 1 SERVIÇOS PRELIMINARES Preparo do terreno será considerado uma área de : área: 22,76 m² Container escritório com 1 sanitário - mínimo 9,20 m² será utilizado container, no espaço destinado á estacionamento

Leia mais

M E M O R I A L D E S C R I T I V O

M E M O R I A L D E S C R I T I V O M E M O R A L D E S C R T V O N S T A L A Ç Õ E S E L É T R C A S CONSELHO REGONAL DE ENFERMAGEM DE SERGPE-COREN Endereço : Rua Duque de Caxias nº 389, Bairro São José, cidade de Aracaju/SE. Proprietário

Leia mais

DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 DESCRIÇÃO TÉCNICA DOS MATERIAIS EMPREGADOS Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 MATERIAL CÓDIGO PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS PTEN 01_02_03 PISO ELEVADO PARA ÁREAS TEMPORÁRIAS PTEN 01_02_03 Descrição

Leia mais

1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS ANEXO V MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DO CPD UNIUV - UV MEMORIAL DESCRITIVO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Este memorial tem por objetivo descrever e especificar de forma clara os serviços a serem executados para

Leia mais

Memorial de Projeto: Instalações Hidráulicas

Memorial de Projeto: Instalações Hidráulicas Pág. 1 Memorial de Projeto: Instalações Hidráulicas Cliente: Unidade: Assunto: Banco de Brasília - BRB DITEC Reforma das instalações Código do Projeto: 1564-12 Pág. 2 Índice Sumário 1. Memorial Descritivo

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO GRADEAMENTO NO PRÉDIO DO POSTO DE NOVA PRATA

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO GRADEAMENTO NO PRÉDIO DO POSTO DE NOVA PRATA ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO GRADEAMENTO NO PRÉDIO DO POSTO DE NOVA PRATA 1. APRESENTAÇÃO: 1.1. A presente especificação trata da confecção e da instalação de grades, portas / portões e cortinas

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CLIENTE: UNIFACS UNIVERSIDADE SALVADOR DISCIPLINA DE EXPRESSÃO GRÁFICA E PROJETOS ELÉTRICOS

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CLIENTE: UNIFACS UNIVERSIDADE SALVADOR DISCIPLINA DE EXPRESSÃO GRÁFICA E PROJETOS ELÉTRICOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CLIENTE: PROGRAMA: ÁREA: UNIFACS UNIVERSIDADE SALVADOR DISCIPLINA DE EXPRESSÃO GRÁFICA E PROJETOS ELÉTRICOS CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETROTÉCNCIA FOLHA 1 de 5 ÍNDICE DE REVISÕES

Leia mais

02. ENCARGOS: 02.01. Os encargos do construtor são aqueles estipulados no Caderno de Encargos do DERT/SEINFRA, que o empreiteiro declara conhecer.

02. ENCARGOS: 02.01. Os encargos do construtor são aqueles estipulados no Caderno de Encargos do DERT/SEINFRA, que o empreiteiro declara conhecer. OBRA: IMPERMEABILIZAÇÃO DA COBERTA DO AUDITÓRIO; REFORMA DA COBERTA DOS GALPÕES; IMPERMEABILIZAÇÃO DO HALL ESCOLA: EEEP JOSÉ IVANILTON NOCRATO ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 01. OBJETO: 01.01. Estas

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DOS SERVIÇOS DE REFORMA NA 3ª VARA DO TRABALHO DO FORO TRABALHISTA DE CAXIAS DO SUL

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DOS SERVIÇOS DE REFORMA NA 3ª VARA DO TRABALHO DO FORO TRABALHISTA DE CAXIAS DO SUL ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DOS SERVIÇOS DE REFORMA NA 3ª VARA DO TRABALHO DO FORO TRABALHISTA DE CAXIAS DO SUL Revisão 01 - Junho/2011 A presente especificação trata basicamente do redimensionamento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Figura 01: Meio fio de concreto

MEMORIAL DESCRITIVO. Figura 01: Meio fio de concreto MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO: MELHORIAS CALÇADAS QUADRA CENTRO ADMINISTRATIVO PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL SERAFINA CORRÊA-RS LOCALIZAÇÃO: QUADRA COMPREENDIDA ENTRE RUA ORESTES ASSONI, RUA CASTELO

Leia mais

OBJETIVO: APLICAÇÃO:

OBJETIVO: APLICAÇÃO: OBJETIVO: Este manual tem por objetivo sugerir os procedimentos, do ponto de vista técnico, para execução da infra-estrutura interna das unidades usuárias dos serviços em fibra óptica da Copel Telecomunicações.

Leia mais

Todo concreto estrutural deverá ser usinado e dosado em peso, não se aceitando dosagens volumétricas.

Todo concreto estrutural deverá ser usinado e dosado em peso, não se aceitando dosagens volumétricas. 03.00.000 FUNDAÇÕES E ESTRUTURAS DE CONCRETO 03.02.000 ESTRUTURAS DE CONCRETO 03.02.100 CONCRETO ARMADO A estrutura de concreto armado será executada em estrita obediência às disposições do projeto estrutural,

Leia mais

OBRA: CONSTRUÇÃO DE CISTERNA E CAIXA D'ÁGUA ESCOLA: EEM MARIA BERNARDO DE CASTRO ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

OBRA: CONSTRUÇÃO DE CISTERNA E CAIXA D'ÁGUA ESCOLA: EEM MARIA BERNARDO DE CASTRO ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: CONSTRUÇÃO DE CISTERNA E CAIXA D'ÁGUA ESCOLA: EEM MARIA BERNARDO DE CASTRO ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 01. OBJETO: 01.01. Estas especificações dizem respeito à construção de cisterna e estrutura

Leia mais

Aula 5 Projetos elétricos

Aula 5 Projetos elétricos Aula 5 Projetos elétricos Um projeto elétrico é um conjunto de símbolos desenhados sobre uma planta baixa interligados de tal forma para mostrar com deve ser executada a obra. Todo projeto elétrico residencial,

Leia mais

RELATÓRIO 1ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO 1ª MEDIÇÃO RELATÓRIO 1ª MEDIÇÃO OBRA: REFORMA DA SOBRELOJA E GARAGEM DO FÓRUM TRABALHISTA DE CURITIBA. CONTRATADA: TOWERING CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA. Considerando a instituição da Comissão de Recebimento e Fiscalização

Leia mais

Memorial Descritivo Escola Municipal Professor Ismael Silva

Memorial Descritivo Escola Municipal Professor Ismael Silva PREFEITURA MUNICIPAL DE ILICÍNEA Estado de Minas Gerais CNPJ: 18.239.608/0001-39 Praça. Padre João Lourenço Leite, 53 Centro Ilicínea Tel (fax).: (35) 3854 1319 CEP: 37175-000 Memorial Descritivo Escola

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES AQUISIÇÃO/INSTALAÇÃO DE NO-BREAK MICROPROCESSADO E BANCO DE BATERIAS CAPACIDADE 150 KVA

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES AQUISIÇÃO/INSTALAÇÃO DE NO-BREAK MICROPROCESSADO E BANCO DE BATERIAS CAPACIDADE 150 KVA ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES AQUISIÇÃO/INSTALAÇÃO DE NO-BREAK MICROPROCESSADO E BANCO DE BATERIAS CAPACIDADE 150 KVA 1 INTRODUÇÃO Este Caderno de Especificações estabelece as características gerais

Leia mais

Construções e Eletrificação Rural

Construções e Eletrificação Rural Universidade Federal de Goiás Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos Setor de Engenharia Rural Construções e Eletrificação Rural Prof. Dr. Regis de Castro Ferreira rcastro@agro.ufg.br INTRODUÇÃO

Leia mais

Anexo 4.8.1-1 Registro Fotográfico das Obras de Educação em andamento

Anexo 4.8.1-1 Registro Fotográfico das Obras de Educação em andamento 9 RELATÓRIO CONSOLIDADO DE ANDAMENTO DO PBA E DO ATENDIMENTO DE CONDICIONANTES CAPÍTULO 2 ANDAMENTO DO PROJETO BÁSICO AMBIENTAL Anexo 4.8.1-1 Registro Fotográfico das Obras de Educação em andamento ANEXO

Leia mais

PLANILHA DE SERVIÇOS GERAIS DE OBRA

PLANILHA DE SERVIÇOS GERAIS DE OBRA 1 PRELIMINARES 1.1 Instalações do canteiro de obra vb 1,00 2.500,00 2.500,00 81,97 1.2 Placa de obra 2,00m x 3,00m, conforme orietações da administração vb 1,00 550,00 550,00 18,03 SUB TOTAL PRELIMINARES

Leia mais

MEMORIAL DE CÁLCULO. 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m²

MEMORIAL DE CÁLCULO. 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m² MEMORIAL DE CÁLCULO 10201 Demolição de piso cimentado inclusive lastro de concreto 5,58X2,98=16,62 10,73+10,70+19,98=41,41 m² TOTAL=58,03m² 10214 Retirada de portas e janelas de madeira, inclusive batentes

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO COZINHA / REFEITÓRIO PARA FUNCIONÁRIOS DO CENTRO DE EVENTOS

MEMORIAL DESCRITIVO COZINHA / REFEITÓRIO PARA FUNCIONÁRIOS DO CENTRO DE EVENTOS MEMORIAL DESCRITIVO COZINHA / REFEITÓRIO PARA FUNCIONÁRIOS DO CENTRO DE EVENTOS 1. OBJETIVOS: O projeto de cozinha e refeitório no Centro de Eventos de Tramandaí visa atender ao programa de necessidades

Leia mais

PLANILHA AUXILIAR A DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 01. ÁREA TOTAL TERRENO: 352,87m²

PLANILHA AUXILIAR A DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 01. ÁREA TOTAL TERRENO: 352,87m² DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 0 ENDEREÇO: Rua nº 0 - Loteamento Maria Laura - INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas. Unidade:

Leia mais

RELATÓRIO 2ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO 2ª MEDIÇÃO RELATÓRIO 2ª MEDIÇÃO OBRA: EXECUÇÃO DE REFORMA NO FÓRUM TRABALHISTA DE CORNÉLIO PROCÓPIO - IMÓVEL LOCADO. CONTRATADA: NS ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA - EPP. Considerando a instituição da Comissão de Recebimento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Serviços Preliminares

MEMORIAL DESCRITIVO. Serviços Preliminares MEMORIAL DESCRITIVO O presente memorial refere-se aos serviços a serem executados para construção de ponte mista, com longarinas em vigas metálicas perfil I bi-apoiadas, sendo as bases de apoio construídas

Leia mais

Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo

Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo Aula de Laboratório de Materiais de Construção Civil Professora: Larissa Camporez Araújo De acordo com a NBR 12655, o responsável pelo recebimento do concreto é o proprietário da obra ou o responsável

Leia mais

ANEXO II - PLANILHA DE PREÇOS DE MATERIAL E MÃO DE OBRA PARA REFORMA NO PRÉDIO SEDE DA UNIDADE OPERACIONAL DA ANATEL EM PALMAS-TO.

ANEXO II - PLANILHA DE PREÇOS DE MATERIAL E MÃO DE OBRA PARA REFORMA NO PRÉDIO SEDE DA UNIDADE OPERACIONAL DA ANATEL EM PALMAS-TO. ANEXO II - PLANILHA DE PREÇOS DE MATERIAL E MÃO DE OBRA PARA REFORMA NO PRÉDIO SEDE DA UNIDADE OPERACIONAL DA ANATEL EM PALMAS-TO. ITEM DESCRIMINAÇÃO UN QUANT P. UNIT.P. TOTAL 01. SERVIÇOS PRELIMINARES

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO ABRIGO MODELO. O novo abrigo de ligação facilitará a vida de todos.

MANUAL DE INSTALAÇÃO ABRIGO MODELO. O novo abrigo de ligação facilitará a vida de todos. MANUAL DE INSTALAÇÃO ABRIGO MODELO O novo abrigo de ligação facilitará a vida de todos. ÍNDICE O QUE É ABRIGO MODELO? VANTAGENS DO NOVO ABRIGO COMO INSTALAR POSIÇÕES POSSÍVEIS PARA INSTALAÇÃO MATERIAIS

Leia mais

Padrão de entrada para baixa tensão 380/220v

Padrão de entrada para baixa tensão 380/220v Padrão de entrada para baixa tensão 380/220v DESENHO 1: padrão ligação monofásica - instalação na parede com ramal de entrada aéreo, edificação do mesmo lado da rede e na divisa com o passeio público.

Leia mais

NORMAS, OMISSÕES E DIVERGÊNCIAS.

NORMAS, OMISSÕES E DIVERGÊNCIAS. DISPOSIÇÕES GERAIS O presente caderno tem por objetivo estabelecer as normas e encargos que presidirão o desenvolvimento da construção de um em terreno de propriedade do Município de Soledade, no Bairro

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CORTINA DE AR INTERNATIONAL

MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CORTINA DE AR INTERNATIONAL MANUAL DE INSTALAÇÃO DA CORTINA DE AR INTERNATIONAL APRESENTAÇÃO Agradecemos pela preferência na escolha de produtos International Refrigeração. Este documento foi elaborado cuidadosamente para orientar

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 2ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 2ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 2ª MEDIÇÃO OBRA: EXECUÇÃO DE REFORMA DO FÓRUM TRABALHISTA DE COLOMBO CONTRATADA: VENTO NORDESTE CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTO LTDA. Considerando a instituição da Comissão de Recebimento

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO Acessibilidade A solução arquitetônica, exigência do programa e característica do uso da edificação prioriza a acessibilidade. Os banheiros são adaptados ao uso de pessoas

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0001/2012 COMPRASNET. Termo de Referência Mobiliário

COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0001/2012 COMPRASNET. Termo de Referência Mobiliário COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0001/2012 COMPRASNET Termo de Referência Mobiliário Objeto O presente Termo de Referência tem por objetivo a aquisição de mobiliários para atender as demandas decorrentes das novas

Leia mais

MURO DE CONTENÇÃO. As juntas de assentamento serão de aproximadamente 2,5 cm, com traço de 1:3 (cim:areia). Conforme a imagem 01.

MURO DE CONTENÇÃO. As juntas de assentamento serão de aproximadamente 2,5 cm, com traço de 1:3 (cim:areia). Conforme a imagem 01. MURO DE CONTENÇÃO Será executado um muro de alvenaria, com sapatas, pilares e vigas de concreto armado. Terá 50 centímetros (cm) de espessura e 3,00 metros (m) de altura com funcionalidade de retenção

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. APRESENTAÇÃO 1.1. A presente especificação trata dos serviços de reforma a serem executados na unidade judiciária denominada Juízo Auxiliar de Conciliação, acrescido

Leia mais

CONSUMO DE MATERIAIS MADEIRAS E FERROS

CONSUMO DE MATERIAIS MADEIRAS E FERROS CONSUMO DE MATERIAIS MADEIRAS E FERROS ROTEIRO Prof. Marco Pádua É NECESSÁRIO DEFINIR O TIPO DE CONCRETAGEM. A seguir vamos fornecer os passos necessários para planejar a execução das formas e escoramentos,

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS - MOBILIÁRIO

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS - MOBILIÁRIO Anexo I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS - MOBILIÁRIO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES DE MOBILIÁRIO DESTINADO AO ESCRITÓRIO REGIONAL DA ANATEL NA BAHIA ER08, SITUADO NA CIDADE DE SALVADOR/BA. APRESENTAÇÃO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Obra: MUROS CEMITÉRIO MUNICIPAL Localização: RUA MONTEIRO LOBATO, BAIRRO: INDUSTRIAL Cidade: NÃO-ME-TOQUE 1 OBJETIVO O presente memorial tem por objetivo definir os materiais a serem

Leia mais

ANEXO XI - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO XI - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO XI - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: Edifício Intendente José Montaury END. : Rua Siqueira Campos n..1300... REFERÊNCIA Serviços: Impermeabilização dos terraços, reservatório superior; recuperação

Leia mais

1 - MEMORIAL DESCRITIVO

1 - MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE SPDA ESTRUTURAL AMPLIAÇÃO DA TELECOMUNICAÇÕES 1 - MEMORIAL DESCRITIVO 2 MEMORIAL DESCRITIVO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGA ATMOSFÉRICA - SPDA 1.0 - DADOS BÁSICOS:

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 8ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 8ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 8ª MEDIÇÃO OBRA: Execução de obras complementares à construção do Fórum Trabalhista de Londrina CONTRATADA: RAC ENGENHARIA E COMERCIO LTDA Vistorias realizadas entre os dias 10 de

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 1ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 1ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 1ª MEDIÇÃO OBRA: INTERVENÇÕES CORRETIVAS NO EDIFÍCIO RIO BRANCO (anexo casarão) CONTRATADA: N.S. SANTA RITA COSNTRUTORA DE OBRAS EIRELI Considerando a instituição da Comissão de Recebimento

Leia mais

OBRA: REFORMA GERAL DA COBERTA ESCOLA: EEFM DE AQUIRAZ ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

OBRA: REFORMA GERAL DA COBERTA ESCOLA: EEFM DE AQUIRAZ ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: REFORMA GERAL DA COBERTA ESCOLA: EEFM DE AQUIRAZ ASSUNTO: ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 01. OBJETO: 01.01. Estas especificações dizem respeito à reforma geral da coberta da escola EEFM de Aquiraz.. 01.02.

Leia mais

Materiais de Construção Civil. Aula 09 parte 2. Concreto

Materiais de Construção Civil. Aula 09 parte 2. Concreto Materiais de Construção Civil Aula 09 parte 2 Concreto Taciana Nunes Arquiteta e Urbanista Traço do concreto Existem tabelas prontas de traço que dão o valor aproximado da resistência esperada ou pode-se

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA PARA A OBRA DE REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL JULIA MIRANDA

TERMO DE REFERENCIA PARA A OBRA DE REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL JULIA MIRANDA TERMO DE REFERENCIA PARA A OBRA DE REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL JULIA MIRANDA 1. OBJETIVO E ESCLARECIMENTO: A obra em questão tem por finalidade fazer reformas na Escola Municipal Julia Miranda.

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA Item Descriminação dos serviços Unid. Quantidade Unitário Unitário C/ BDI Total % CÓDIGO REFERÊNCIAL 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 Locação de obra - casas M² 0,00 6,08 7,60 0,00 SN-73992/001 Raspagem e Limpeza

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARBONITA PLANILHA ORÇAMENTARIA PARA CONSTRUÇÃO DE REFEITORIO (MÂO DE OBRA) DATA DE REALIZAÇÃO: 26 de Novembro de 2009

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARBONITA PLANILHA ORÇAMENTARIA PARA CONSTRUÇÃO DE REFEITORIO (MÂO DE OBRA) DATA DE REALIZAÇÃO: 26 de Novembro de 2009 (MÂO DE OBRA) 70,96 70,96 M² 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 Limpeza manual do terreno com raspagem superficial m² 1,29 60 77,55 1.2 Locação de obra com gabarito de tábua contínua 15 m² 2,61 60 192,49 cm

Leia mais

1. Considerações Gerais. 1.1. Objetivo

1. Considerações Gerais. 1.1. Objetivo Rua Borba, 698 - Cachoeirinha Manaus/AM CEP: 69.065-030 (92) 621-9430 ANEXO I Caderno de Especificações Técnicas Manutenção Corretiva da Unidade Operacional do Acre UO 11.2 1. Considerações Gerais 1.1.

Leia mais

ÁREA TOTAL TERRENO: 336,00m² ÁREA TOTAL CASA: 50,90m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 67,20m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS

ÁREA TOTAL TERRENO: 336,00m² ÁREA TOTAL CASA: 50,90m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 67,20m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS 1 1.1 INSTALAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas 01520.8.1.1 7,50 1.2 Ligação provisória de água para a obra e

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ASSOCIAÇÃO MATOGROSSENSE DOS MUNICÍPIOS

MEMORIAL DESCRITIVO ASSOCIAÇÃO MATOGROSSENSE DOS MUNICÍPIOS SITE: www.amm.org.br - E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: PRONTO

Leia mais

07/05/2014. Professor

07/05/2014. Professor UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Introdução a Engenharia Civil Área de Construção Civil MSc. Dr. André Luís Gamino Professor Definição

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 2ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 2ª MEDIÇÃO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 2ª MEDIÇÃO OBRA: EXECUÇÃO DE REFORMA NO FÓRUM TRABALHISTA DE FRANCISCO BELTRÃO. CONTRATADA: CONSTRUTORA SUDOESTE LTDA ME. Considerando a instituição da Comissão de Recebimento e Fiscalização

Leia mais

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL (CMEI) DE SANTA LÚCIA Presidente Kennedy, E.S. MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL (CMEI) DE SANTA LÚCIA Presidente Kennedy, E.S. MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL (CMEI) DE SANTA LÚCIA Presidente Kennedy, E.S. MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS O presente memorial integra o projeto arquitetônico do

Leia mais

PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS P.UNIT.S/ P.UNIT.C/ ITEM DISCRIMINAÇÃO UNID QUANT ITEM S/ BDI ITEM C/BDI BDI BDI 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 Terreno 1.1.1 Limpeza do terreno m2 24,99 1.1.2 Locação da obra m2 24,99 1.2 Ligações provisórias

Leia mais

Estudo dos Traços. Prof. Amison de Santana Silva

Estudo dos Traços. Prof. Amison de Santana Silva Estudo dos Traços Prof. Amison de Santana Silva Traços - Definição Relação entre as proporções de cimento e os outros materiais componentes (areia, cal, água, aditivos) = Traço. Pode ser especificado em

Leia mais

ANEXO I ANATEL - AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

ANEXO I ANATEL - AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANEXO I ANATEL - AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES PROJETO DE INSTALAÇÕES DE REDE LOCAL DE COMPUTADORES E DE SPDA (SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS) DO ESCRITÓRIO REGIONAL ER-8 - SALVADOR-BA

Leia mais

Memorial Descritivo de Acabamentos

Memorial Descritivo de Acabamentos Construtora: Victorelli Construções e Incorporações LTDa Imóvel: Condomínio de sobrados Localização: Rua Macapá 884 Vila Tingui Curitiba PR Dados Gerais 01 Preliminares Os projetos serão elaborados de

Leia mais

Câmara Municipal de Céu Azul

Câmara Municipal de Céu Azul Câmara Municipal de Céu Azul Estado do Paraná MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS OBRA: REORMA E AMPLIAÇÃO PARA A INSTALAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CÉU AZUL. (Edificação da antiga biblioteca)

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Prefeitura de Capão da Canoa Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Prefeitura de Capão da Canoa Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento Construção de Playground em Madeira Tratada Memorial Descritivo O presente memorial descritivo tem por finalidade orientar a execução da Construção de 04 conjuntos de Playgrounds em madeira tratada com

Leia mais

SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA

SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA Os espaços estão distribuídos em dois pontos: a) Identificado no Mix Comercial/PDIR, como área nº 017. Localiza-se no primeiro piso, área restrita de desembarque internacional,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA Anexo II.7 Especificações de Garagem PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA ÍNDICE 1 ESPECIFICAÇÕES DE GARAGEM... 2 1.1Instalações... 2 1.2Pátio... 2 1.3Posto de Abastecimento... 2 1.4Lavagem... 3 1.5Inspeção

Leia mais

ESTADO DO PARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAMÁ SECRETARIA MUNCIPAL DE INFRAESTRUTURA E URBANISMO

ESTADO DO PARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAMÁ SECRETARIA MUNCIPAL DE INFRAESTRUTURA E URBANISMO SECRETARIA MUNCIPAL DE INFRAESTRUTURA E URBANISMO MEMORIAL DESCRITIVO PARA A REFORMA E AMPLIAÇÃO DA E. M. E. F. IZAURA DOMINGOS COSTA, LOCALIZADA NA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE SÃO MIGUEL DO GUAMÁ-PA Praça

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE FEIRA COBERTA LOCAL: VILA CASA DE TÁBUA MEMORIAL DESCRITIVO SANTA MARIA DAS BARREIRAS 2015 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa

Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa Estado do Pará Prefeitura Municipal de Primavera Secretaria Municipal de Obras Urbanismo e Transportes ANEXO I MEMORIAL DISCRITIVO Construção de casas populares no Município de Primavera-Pa Paulo José

Leia mais

Anexo 1 Termos de Referência. Contratação de empresa para elaboração de Projeto Elétrico para o Escritório da FAO no Brasil.

Anexo 1 Termos de Referência. Contratação de empresa para elaboração de Projeto Elétrico para o Escritório da FAO no Brasil. Anexo 1 Termos de Referência Contratação de empresa para elaboração de Projeto Elétrico para o Escritório da FAO no Brasil. 1 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. JUSTIFICATIVA... 3 3. OBJETO... 3 4. DESCRIÇÃO

Leia mais

Estaca Escavada Circular

Estaca Escavada Circular Estaca Escavada Circular 1 Definição e Recomendações da Norma NBR 6122 / 96 A Norma NBR 6122 / 96 define estaca escavada como o tipo de fundação profunda executada por escavação mecânica, com uso ou não

Leia mais

3 Barreiras de Fogo - Sistema C-AJ-5030

3 Barreiras de Fogo - Sistema C-AJ-5030 3 Barreiras de Fogo - Sistema C-AJ-5030 Dados Técnicos Junho/02 Substitui: Janeiro/01 Tubos Metálicos Isolados F 1 and 2 horas (veja o item 1) T 0 horas L Temperatura Ambiente 0,30 m³/m² ( 2 CFM/sq ft)

Leia mais

L A U D O T É C N I C O. Segurança estrutural contra incêndio

L A U D O T É C N I C O. Segurança estrutural contra incêndio L A U D O T É C N I C O Segurança estrutural contra incêndio GINASIO POLIESPORTIVO TAPEJARA RS MAIO DE 2015 OBJETIVO: Este laudo tem por objetivo estabelecer as condições mínimas que os materiais existentes

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA BRASILÂNDIA ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 4. DISPOSIÇÕES

Leia mais

OFICINA CULTURAL GLAUCO PINTO DE MORAIS

OFICINA CULTURAL GLAUCO PINTO DE MORAIS SECRETARIA DA CULTURA PROJETO EXECUTIVO MEMORIAL DESCRITIVO DE CÁLCULO ESTRUTURAL OFICINA CULTURAL GLAUCO PINTO DE MORAIS BAURU / SP SETEMBRO/2013 SUMÁRIO 1. PROJETO ESTRUTURAL... 2 1.1. Reforço estrutural...

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº 04

COMUNICADO TÉCNICO Nº 04 Página 1 de 1 COMUNICADO TÉCNICO Nº 04 CAIXA DE MEDIÇÃO INSTALADA NA DIVISA COM O PASSEIO PÚBLICO PARA ATENDIMENTO INDIVIDUAL EM BAIXA TENSÃO ATRAVÉS DA NORMA CEMIG ND- 5.1 1.OBJETIVO Visando a redução

Leia mais

02.01.01.02.001 02.01.02.02.001

02.01.01.02.001 02.01.02.02.001 INFRAERO RJ.06/432.92/2073/00 33/58 02.01.01.02 02.01.02.02 FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE TUBULAÇÕES E ACESSÓRIOS DA CASA DE BOMBAS Descrição: O fornecimento e instalação de tubulações e acessórios da casa

Leia mais

Escola Municipal Caminho para o Futuro. Rua Goiânia 559-S, Lucas do Rio Verde - MT. Elaine Benetti Lovatel

Escola Municipal Caminho para o Futuro. Rua Goiânia 559-S, Lucas do Rio Verde - MT. Elaine Benetti Lovatel DADOS CADASTRAIS CLIENTE PROPRIETÁRIO Pref. Municipal de Lucas do Rio Verde OBRA Escola Municipal Caminho para o Futuro LOCAL DA OBRA Rua Goiânia 559-S, Lucas do Rio Verde - MT SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO MUNICIPAL

Leia mais

Barracão para escritório, depósito, sanitários, refeitório e alojamento, com piso cimentado e cobertura em telha fibrocimento 4mm

Barracão para escritório, depósito, sanitários, refeitório e alojamento, com piso cimentado e cobertura em telha fibrocimento 4mm Obra: - Jardim Maria Inês ITEM CÓDIGO 1.0 1.1 74209/001 SINAPI Serviços Preliminares Placa da obra em chapa de aço galvanizado - padrão Governo Federal m² 4,00 272,10 1.088,40 1.2 73822/001 SINAPI Limpeza

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA PARA REPAROS NA ESCOLA MUNICIPAL MARINHO FERNANDES

TERMO DE REFERENCIA PARA REPAROS NA ESCOLA MUNICIPAL MARINHO FERNANDES TERMO DE REFERENCIA PARA REPAROS NA ESCOLA MUNICIPAL MARINHO FERNANDES 1. OBJETIVO E ESCLARECIMENTO: A obra em questão tem por finalidade fazer reparos na Escola Municipal Marinho Fernandes. A planilha

Leia mais

BIOMBO ESTAÇÃO DE TRABALHO 31.07.11 I.ID

BIOMBO ESTAÇÃO DE TRABALHO 31.07.11 I.ID I.ID ID PD/PD1- PAINEL/ BIOMBO PDB- PAINEL/BIOMBO COM BALCÃO PDJ/PDJ1- PAINEL/BIOMBO COM VIDRO I.ID BIOMBOS ESPECIFICAÇÕES GERAIS 1. TIPOS PD (PAINEL/BIOMBO CEGO COM 02 CALHAS ELETRIFICÁVEIS); PD1(PAINEL/BIOMBO

Leia mais

sistema construtivo Steel Frame

sistema construtivo Steel Frame sistema construtivo Steel Frame A Allmas é uma indústria da construção civil, especializada na fabricação de estruturas e na construção em Steel Frame ou Light Steel Frame (LSF). Atua nos segmentos residenciais,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE GINÁSIO POLIESPORTIVO LOCAL: SEDE DO MUNICÍPIO MEMORIAL DESCRITIVO SANTA MARIA DAS BARREIRAS 2015 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

4.2.5. Vigas baldrame

4.2.5. Vigas baldrame 33 fundação do tipo profunda, sendo a de estaca de concreto armado moldada em loco. Com o trado mecânico foram realizadas escavações que resultaram em forma cilíndrica de 8,50 a 9,00m de altura para chegar

Leia mais

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL VEREDA EDIFÍCIO RECANTTO. Rua Edno Fregonesi, nº 95. Ribeirão Preto - SP

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL VEREDA EDIFÍCIO RECANTTO. Rua Edno Fregonesi, nº 95. Ribeirão Preto - SP ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL VEREDA EDIFÍCIO RECANTTO Rua Edno Fregonesi, nº 95. Ribeirão Preto - SP APARTAMENTO N O... + 02 (duas) vagas indeterminadas de garagem 01 - FUNDAÇÃO 02

Leia mais

INSTALAÇÃO DE PONTOS ELÉTRICOS

INSTALAÇÃO DE PONTOS ELÉTRICOS SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE PONTOS ELÉTRICOS LOTE 2 Versão: 001 Vigência: 01/2016 Última atualização:

Leia mais

Padronização de Marcos Geodésicos: Instrução técnica

Padronização de Marcos Geodésicos: Instrução técnica Padronização de Marcos Geodésicos: Instrução técnica As especificações para construção e implantação de marcos geodésicos em Território Nacional foram estabelecidas através da Norma de Serviço do Diretor

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE POÇO ARTESIANO

MEMORIAL DESCRITIVO DE POÇO ARTESIANO Fone/Fax (44) 3463-1287 / 3463-1149 - E-mail: paranacity@p-paranacity.pr.gov.br Rua Pedro Paulo Venério, 1022 CEP 87660-000 PARANACITY Paraná Site: www.paranacity.pr.gov.br MEMORIAL DESCRITIVO DE POÇO

Leia mais

Resistência mecânica Isolamento térmico e acústico Resistência ao fogo Estanqueidade Durabilidade

Resistência mecânica Isolamento térmico e acústico Resistência ao fogo Estanqueidade Durabilidade APÓS ESTUDAR ESTE CAPÍTULO; VOCÊ DEVERÁ SER CAPAZ DE: Escolher a alvenaria adequada; Orientar a elevação das paredes (primeira fiada, cantos, prumo, nível); Especificar o tipo de argamassa de assentamento;

Leia mais

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL SOLARE EDIFÍCIO LUMINA. Rua Manoel Lopes Velludo, nº 100. Ribeirão Preto - SP

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL SOLARE EDIFÍCIO LUMINA. Rua Manoel Lopes Velludo, nº 100. Ribeirão Preto - SP ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL SOLARE EDIFÍCIO LUMINA Rua Manoel Lopes Velludo, nº 100. Ribeirão Preto - SP APARTAMENTO N O... + 01 (uma) vaga indeterminada de garagem 01 - FUNDAÇÃO

Leia mais

Planilha Orçamentária

Planilha Orçamentária Ministério da Educação Obra: Proinfância - Espaço Educativo Infantil Tipo C BDI adotado Município: Endereço: Planilha Orçamentária ITEM DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. QUANT. PR. UNIT.(R$) VALOR (R$) 1.0

Leia mais

ADEQUAÇÃO DO AUDITÓRIO PARA GABINETE DA SEDE DAS PROMOTORIAS DE RONDONÓPOLIS MT

ADEQUAÇÃO DO AUDITÓRIO PARA GABINETE DA SEDE DAS PROMOTORIAS DE RONDONÓPOLIS MT 1 MEMORIAL DESCRITIVO E CADERNO DE ENCARGOS ADEQUAÇÃO DO AUDITÓRIO PARA GABINETE DA SEDE DAS PROMOTORIAS DE RONDONÓPOLIS MT 2 SUMÁRIO (Arquitetura e Civil) 1 OBJETIVO...3 2 GENERALIDADES...3 SERVIÇOS A

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. 03.01.01 ESCAVAÇÃO MANUAL EM SOLO-PROF. ATE 1,50 m

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. 03.01.01 ESCAVAÇÃO MANUAL EM SOLO-PROF. ATE 1,50 m ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 03.01 MOVIMENTO DE TERRA 03.01.01 ESCAVAÇÃO MANUAL EM SOLO-PROF. ATE 1,50 m A escavação manual das valas será feita de acordo com o projeto estrutural e as necessidades do terreno.

Leia mais

TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários

TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários Universidade Federal do Paraná Engenharia Civil TH 030- Sistemas Prediais Hidráulico Sanitários Aula 17 Instalações de Esgoto Profª Heloise G. Knapik 1 Instalações prediais de esgotamento sanitário Objetivo

Leia mais