O Sol nasce em pontos diferentes ao longo do ano. Nascer do Sol. Leste é o ponto onde o Sol nasce. (?!?)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Sol nasce em pontos diferentes ao longo do ano. Nascer do Sol. Leste é o ponto onde o Sol nasce. (?!?)"

Transcrição

1 Relógios de Sol

2 O Sol nasce em pontos diferentes ao longo do ano. Nascer do Sol Leste é o ponto onde o Sol nasce. (?!?)

3 Ao longo de um dia, a sombra é máxima no nascer e no ocaso do Sol, e é mínima ao meio-dia. Ao longo de um ano, a sombra é máxima no solstício de inverno, e mínima no solstício de verão. A bissetriz marca o tamanho da sombra nos equinócios. Foi observando a variação do tamanho da sombra do gnômom ao longo do ano que os antigos determinaram o comprimento do ano das estações, ou ano tropical.

4 Sol Gnômon ( Relógio de Sol ) Gnômon Chão Sombra

5 Determinação do meridiano ( Sombra mínima ) Nascente Meridiano Linha do Meio-dia Ocaso

6 Gnômon com mostrador horizontal A B C A B C 9

7 Gnômon com mostrador horizontal

8 Gnômon com mostrador horizontal

9 As Fases da Lua

10 Desde a antiguidade a humanidade usa a Lua como instrumento de medição do tempo. Nova Quarto Crescente Cheia Quarto Minguante Nova Crescente Minguante Lunação 29, dias ~ 29 d 12 h 44 m 03 s

11

12 Lua Nova: A face iluminada não pode ser vista da Terra. A Lua está na mesma direção do Sol, e portanto está no céu durante o dia. A Lua nasce 6h e se põe 18h. Lua Quarto-Crescente: Metade do disco iluminado pode ser visto da Terra. Vista do hemisfério sul da Terra, a forma da Lua lembra a letra C (vista do hemisfério norte lembra a letra D). Lua e Sol, vistos da Terra, estão separados de 90. A Lua está a leste do Sol, que portanto ilumina seu lado oeste A Lua nasce meio-dia e se põe meia-noite Lua Cheia Todo a face iluminada da Lua está voltada para a Terra. A Lua está no céu durante toda a noite, com a forma de um disco. Lua e Sol, vistos da terra, estão em direções opostas, separados de 180, ou 12h. A Lua nasce 18h e se põe 6h do dia seguinte. Lua Quarto-Minguante Metade do disco iluminado pode ser visto da Terra, como em Quarto-Crescente. Vista do hemisfério sul da Terra, a forma da Lua lembra a letra D (vista do hemisfério norte lembra a letra C) A Lua está a oeste do Sol, que ilumina seu lado leste A Lua nasce meia-noite e se põe meio-dia

13 Visão da Lua Hemisfério Sul Lua Quarto Crescente Hemisfério Norte

14 Ressonância spin-órbita: o período de rotação da Lua é igual ao período de translação da Lua em torno da Terra.

15 .umbra: região da sombra que não recebe luz de nenhum ponto da fonte..penumbra: região da sombra que recebe luz de alguns pontos da fonte.

16 Sombra de Um Corpo Extenso

17 O plano da órbita da Lua em torno da Terra não é o mesmo plano que o da órbita da Terra em torno do Sol. O plano da órbita da Lua está inclinado 5,2 em relação ao plano da órbita da Terra. Portanto só ocorrem eclipses quando a Lua está na fase de Lua Cheia ou Nova, e quando o Sol está sobre a linha dos nodos, que é a linha de intersecção do plano da órbita da Terra em torno do Sol com o plano da órbita da Lua em torno da Terra.

18

19 Uma eclipse solar total requer que a umbra da sombra da Lua toque a superfície da Terra. Devido ao tamanho relativo da Lua e do Sol e suas distâncias relativas à Terra, a região de eclipse total é muito estreita (centenas de quilômetros de largura).

20

21 Estações do Ano

22 Mas, Porque ocorrem as estações do ano? Quanto mais ao Sul, mais frio faz. No equador Equador todas as estações são muito parecidas: todos os dias do ano o Sol fica 12 horas acima do horizonte e 12 horas abaixo do horizonte. A única diferença é a altura do Sol: em aproximadamente o Sol cruza o meridiano 23º,27 ao norte do Zênite, em aproximadamente o Sol cruza o meridiano 23º,27 ao sul do Zênite, e no resto do ano ele cruza o meridiano entre esses dois pontos

23

24

25

26 Obliqüidade dos Planetas

27 Constelações São agrupamentos aparentes de estrelas os quais os astrônomos da antiguidade imaginaram formar figuras de pessoas, animais ou objetos.

28

29 Posição aparente das estrelas Em 1929 a União Astronômica Internacional adotou 88 constelações oficiais, de modo que cada estrela do céu faz parte de uma constelação.

30 O caminho do Sol na esfera celeste

31 As constelações que formam o Zodíaco (círculo dos animais), uma faixa de 18 graus em volta da eclíptica, definida por Aristóteles, são: Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes.

32 Forças Diferenciais

33 A força gravitacional diferencial é a diferença entre as forças gravitacionais exercidas em duas partículas vizinhas por um terceiro corpo, mais distante. A figura abaixo ilustra a força diferencial entre as partículas m1 e m2 devido à atração gravitacional do corpo M. A força diferencial tende a separar as duas partículas m1 e m2 pois, em relação ao centro de massa, as duas se afastam. Se as duas partículas são parte do mesmo corpo, a força diferencial tende a alongá-lo ou mesmo rompê-lo.

34

35

Introdução. Aula 3: Movimento Anual do Sol e Estações do Ano

Introdução. Aula 3: Movimento Anual do Sol e Estações do Ano Aula 3: Movimento Anual do Sol e Estações do Ano Maria de Fátima Oliveira Saraiva, Kepler de Souza Oliveira Filho &Alexei Machado Müller Devido ao movimento orbital da Terra, o Sol parece mover-se entre

Leia mais

O movimento aparente do Sol e as estações do ano. Roberto Ortiz EACH/USP Roberto Bockzo IAG/USP

O movimento aparente do Sol e as estações do ano. Roberto Ortiz EACH/USP Roberto Bockzo IAG/USP O movimento aparente do Sol e as estações do ano Roberto Ortiz EACH/USP Roberto Bockzo IAG/USP Determinação do meridiano local (Método da sombra mínima ) Nascente Meridiano Linha do Meio dia Ocaso Determinação

Leia mais

Movimento Anual Aparente do Sol

Movimento Anual Aparente do Sol Movimentos aparentes dos Astros: Movimento Anual Aparente do Sol 15 09 2011 Prof. J. Meléndez, baseado no Prof. R. Boczko IAG - USP Movimentos aparentes Movimento diurno aparente do Sol Movimento anual

Leia mais

Coordenadas Horizontais O sistema horizontal é mais intuitivo porque é baseado no horizonte local. Por esta razão,

Coordenadas Horizontais O sistema horizontal é mais intuitivo porque é baseado no horizonte local. Por esta razão, Coordenadas Horizontais O sistema horizontal é mais intuitivo porque é baseado no horizonte local. Por esta razão, as coordenadas horizontais variam com a posiçã ção o do observador. Azimute (A):( abertura

Leia mais

Introdução. Aula 3 - Movimento anual do Sol: estações do ano.

Introdução. Aula 3 - Movimento anual do Sol: estações do ano. Aula 3 - Movimento anual do Sol: estações do ano. Área 1, Aula 3 Alexei Machado Müller, Maria de Fátima Oliveira Saraiva & Kepler de Souza Oliveira Filho Ilustração dos movimentos diurnos do Sol, visto

Leia mais

Cartografia: formas e movimentos da Terra.

Cartografia: formas e movimentos da Terra. Cartografia: formas e movimentos da Terra. 1) (UFPel RS/2009) O movimento de translação é a órbita que a Terra percorre ao redor do Sol. Essa trajetória é realizada em 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 48

Leia mais

O Céu. Introdução à Astronomia Enos Picazzio IAGUSP / Fev.2006

O Céu. Introdução à Astronomia Enos Picazzio IAGUSP / Fev.2006 O Céu Introdução à Astronomia Enos Picazzio IAGUSP / Fev.2006 O céu nos parece como uma esfera. Por que? ILUSÃO Devido à infinitude, tudo parece estar à mesma distância. O horizonte encontra-se com o céu.

Leia mais

Movimento da Lua e eclipses

Movimento da Lua e eclipses A Lua vista da Terra Fases da Lua Órbita da Lua Eclipses Marés Movimento da Lua e eclipses Vera Jatenco IAG/USP Agradecimento aos Profs. Gastão Lima Neto e Roberto Boczko AGA 210 2 semestre/2010 Movimento

Leia mais

Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO 2: ILUMINAÇÃO NATURAL

Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO 2: ILUMINAÇÃO NATURAL Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO : INSOLAÇÃO MÓDULO : ILUMINAÇÃO NATURAL MÓDULO : ILUMINAÇÃO DE INTERIORES Docente: Claudete Gebara J. Callegaro

Leia mais

22-11-2015. No outono e inverno: Na primavera e no verão: As estações do ano (Pp. 95 a 101) Estações do ano. Manual

22-11-2015. No outono e inverno: Na primavera e no verão: As estações do ano (Pp. 95 a 101) Estações do ano. Manual As estações (Pp. 95 a 101) Estações Inclinação do eixo de rotação Solstício de inverno Solstício de verão Equinócio da primavera Equinócio do outono Inclinação dos raios solares Atenção às Páginas do MANUAL

Leia mais

3.1. Terra e Sistema Solar (2)

3.1. Terra e Sistema Solar (2) 1 Ciências Físico-químicas - 7º ano de escolaridade Unidade 3 PLANETA TERRA (2) Sucessão dos dias e das noites Estações do ano Ciências Físico- Químicas 7º Ano de Escolaridade Docente: Marília Silva Soares

Leia mais

Geocentrismo e Heliocentrismo

Geocentrismo e Heliocentrismo Geocentrismo e Heliocentrismo O interesse sobre a ordenação do Sistema Solar proporcionou muitos anos de observações, estudos e debates. Ao longo da história, as duas teorias mais conhecidas são: a do

Leia mais

Departamento de Astronomia - Instituto de Física - UFRGS

Departamento de Astronomia - Instituto de Física - UFRGS Departamento de Astronomia - Instituto de Física - UFRGS FIS02010 - FUNDAMENOS DE ASRONOMIA E ASROFÍSICA 1a. PROVA 2012/1 - URMA C - Profa. Maria de Fátima Saraiva NOME: Atenção: odas as questões que exigem

Leia mais

Quantos movimentos tem a Terra? Quem sabe???

Quantos movimentos tem a Terra? Quem sabe??? Quantos movimentos tem a Terra? Quem sabe??? Rotação Movimento em torno de seu próprio eixo; Sentido: Oeste para Leste; Duração: 23horas e 56 minutos; Velocidade: 1 674 km/h. Consequência: sucessão dos

Leia mais

Ficha de Avaliação Sumativa 3

Ficha de Avaliação Sumativa 3 Ficha de Avaliação Sumativa 3 DISCIPLINA: Física e Química 7 ºAno de escolaridade 2015/2016 Data: Nome: Turma: N.º Classificação: (%) A Docente: E. E: As respostas às questões deste enunciado devem ser

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 6º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 6º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 6º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ Prova elaborada

Leia mais

SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA - SAB VI Olimpíada Brasileira de Astronomia VI OBA 2003 GABARITO da prova do nível II (para alunos da 5ª à 8ª série)

SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA - SAB VI Olimpíada Brasileira de Astronomia VI OBA 2003 GABARITO da prova do nível II (para alunos da 5ª à 8ª série) SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA - SAB VI Olimpíada Brasileira de Astronomia VI OBA 2003 GABARITO da prova do nível II (para alunos da 5ª à 8ª série) Questão 1) (1 ponto) O céu visto aqui da Terra, durante

Leia mais

Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses

Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses Hipertexto: http://www.astro.if.ufrgs.br Fundamentos de Astronomia e Astrofísica Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses Rogemar A. Riffel e-mail: rogemar@ufrgs.br http://www.if.ufrgs.br/~rogemar

Leia mais

1. Encontre no caça palavras alguns astros do sistema solar.

1. Encontre no caça palavras alguns astros do sistema solar. 1. Encontre no caça palavras alguns astros do sistema solar. 2. Assinale um X nas afirmações corretas. ( ) Astros são corpos celestes que podem ter luz própria ou não. ( ) Os planetas são astros que não

Leia mais

Movimentos dos Corpos Celestes

Movimentos dos Corpos Celestes NOME: Nº Ensino Médio TURMA: Data: / DISCIPLINA: Física PROF. : Glênon Dutra ASSUNTO: Modelos Planetários e Leis de Kepler VALOR: NOTA: Movimentos dos Corpos Celestes Desde a Antigüidade, o homem observa

Leia mais

1 ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO A) ORIENTAÇÃO

1 ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO A) ORIENTAÇÃO MÓDULO 01 ENEM - ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO 1 ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO A) ORIENTAÇÃO A orientação é um procedimento fundamental na localização dos lugares. Orientar-se é ir à procura do oriente, lugar onde

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nome: N.º: Turma: Professor(a): Ano: 6º Data: / / 2014 2ª LISTA DE RECUPERAÇÃO - GEOGRAFIA 1) Para responder a esta questão, considere os mapas a seguir.

Leia mais

ASTRONOMIA BÁSICA LIÇÃO 01 FUNDAMENTOS DE ASTRONOMIA DE POSIÇÃO

ASTRONOMIA BÁSICA LIÇÃO 01 FUNDAMENTOS DE ASTRONOMIA DE POSIÇÃO 1 ASTRONOMIA BÁSICA LIÇÃO 01 FUNDAMENTOS DE ASTRONOMIA DE POSIÇÃO 1.1 CONCEITO Astronomia de é a parte da astronomia que tem como objetivo o estudo da esfera celeste, visando a determinação do norte verdadeiro

Leia mais

GEOGRAFIA GERAL 2008 Organização: Ricardo Vicente Ferreira

GEOGRAFIA GERAL 2008 Organização: Ricardo Vicente Ferreira GEOGRAFIA GERAL 2008 Organização: Ricardo Vicente Ferreira 1. MOVIMENTOS DA TERRA 1.1 Introdução Sabe-se que a Terra tem dois movimentos principais: rotação e translação (ou revolução). A rotação diz respeito

Leia mais

EXERCÍCIO DE AVALIAÇÃO 2 - A NOME:

EXERCÍCIO DE AVALIAÇÃO 2 - A NOME: EXERCÍCIO DE AVALIAÇÃO 2 - A NOME: 1) Na semana passada (no dia 22 de setembro) ocorreu um eclipse do Sol na região Norte do Brasil. Na cidade de Oiapoque, este eclipse foi um eclipse anular. Escolha qual

Leia mais

4.1 Os movimentos da Terra e suas consequências

4.1 Os movimentos da Terra e suas consequências Movimento de rotação da Terra e a sucessão do dia e da noite O tempo de uma rotação completa da Terra corresponde a um dia, ou seja, 24 h. Como também sabes, durante um dia ocorrem o dia e a noite: Movimento

Leia mais

4.1 Os movimentos da Terra e suas consequências

4.1 Os movimentos da Terra e suas consequências 4.1 Os movimentos da Terra e suas consequências 4.1 Os movimentos da Terra e suas consequências Copiar para o caderno Movimento de rotação da Terra e a sucessão do dia e da noite O tempo de uma rotação

Leia mais

Universidade Federal Fluminense

Universidade Federal Fluminense Universidade Federal Fluminense Curso de Formação continuada em Astronomia Para professores de Educação Básica Prof. Dr. Tibério Borges Vale Projeto de Extensão O uso da Astronomia como elemento didático

Leia mais

* Coordenadas Geográficas Movimento de rotação 6ºANO Cap 2 pg 23

* Coordenadas Geográficas Movimento de rotação 6ºANO Cap 2 pg 23 * Coordenadas Geográficas Movimento de rotação 6ºANO Cap 2 pg 23 Nosso planeta abrange uma área de aproximadamente 510 milhões de quilômetros quadrados. A título de comparação, o Brasil representa apenas

Leia mais

Movimentos e fases da Lua Eclipses. Matheus Francioni Kuhn

Movimentos e fases da Lua Eclipses. Matheus Francioni Kuhn Movimentos e fases da Lua Eclipses Matheus Francioni Kuhn Índice Lua Características Fases Mês lunar e sideral Dia lunar Rotação Eclipses História Sombras Eclipse solar Eclipse lunar Temporadas de eclipses

Leia mais

GEOGRAFIA FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER 6 ANO PROF. WALACE VINENTE

GEOGRAFIA FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER 6 ANO PROF. WALACE VINENTE GEOGRAFIA 6 ANO PROF. WALACE VINENTE FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER REVISÃO DOS CONTEÚDOS Unidade II Comunicação e tecnologia. 2 REVISÃO DOS CONTEÚDOS Aula 12.1 Conteúdos Desvendando o Universo. O Sistema

Leia mais

Movimento nos céus: Estrelas, Sol, Lua e Planetas

Movimento nos céus: Estrelas, Sol, Lua e Planetas Movimento nos céus: Estrelas, Sol, Lua e Planetas Michael Fowler Universidade de Virgínia, Departamento de Física Introdução O propósito deste texto é o de rever os diferentes movimentos dos astros visíveis

Leia mais

Relações Astronômicas Terra-Sol

Relações Astronômicas Terra-Sol Capítulo II Relações Astronômicas Terra-Sol Objetivos: 1. Determinar a distância da Terra em relação ao Sol; 2. Distinguir entre coordenadas geográficas e coordenadas celestes; 3. Analisar o triângulo

Leia mais

MOVIMENTOS SOL TERRA LUA

MOVIMENTOS SOL TERRA LUA MOVIMENTOS SOL TERRA LUA CONSIDERAÇÕES INICIAIS Para entender melhor o que você vai estudar, tenha sempre em mente as seguintes ideias: No período de 24h podemos considerar que Sol, Terra e Lua praticamente

Leia mais

d)cheia 10. Existe relação entre umbra,penumbra,eclipse e sombra?

d)cheia 10. Existe relação entre umbra,penumbra,eclipse e sombra? 1ª aula : Questões 1. Por quê não acontece eclipse em todo lugar no Brasil na mesma hora? 2. O que é umbra? 3. O que é penumbra? 4. O que é sombra? 5. O que é eclipse? 6. Qual a diferença entre eclipse

Leia mais

Introdução Astrônomos da Grécia Antiga O futuro. Astronomia Antiga. Marcio Guilherme Bronzato de Avellar IAG-USP 13/03/2007

Introdução Astrônomos da Grécia Antiga O futuro. Astronomia Antiga. Marcio Guilherme Bronzato de Avellar IAG-USP 13/03/2007 Astronomia Antiga Marcio Guilherme Bronzato de Avellar IAG-USP 13/03/2007 Conteúdo Introdução O futuro Introdução De olho no céu Desde os tempos imemoriais o homem olha para o céu. Os registros mais antigos

Leia mais

NOÇÕES ESPACIAIS NOÇÕES DE ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO. ROSA-DOS- VENTOS ou ROSA-DOS- RUMOS

NOÇÕES ESPACIAIS NOÇÕES DE ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO. ROSA-DOS- VENTOS ou ROSA-DOS- RUMOS NOÇÕES ESPACIAIS NOÇÕES DE ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO ROSA-DOS- VENTOS ou ROSA-DOS- RUMOS 1 HEMISFÉRIOS: ( Metade da esfera terrestre) Há QUATRO hemisférios SINÔNIMOS NORTE: SETENTRIONAL ou BOREAL SINÔNIMOS

Leia mais

Espaço A Terra, a Lua e forças gravíticas

Espaço A Terra, a Lua e forças gravíticas Espaço A Terra, a Lua e forças gravíticas Ciências Físico-Químicas 7º Ano Nelson Alves Correia Escola Secundária de Maria Lamas Agrupamento de Escolas Gil Paes Rotação da Terra 4.1 Indicar o período de

Leia mais

FUNDAMENTOS DA NAVEGAÇÃO ASTRONÔMICA TEORIA AUTOR: PROF. DR. FABIO GONÇALVES DOS REIS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS UNICAMP EDIÇÃO REVISADA

FUNDAMENTOS DA NAVEGAÇÃO ASTRONÔMICA TEORIA AUTOR: PROF. DR. FABIO GONÇALVES DOS REIS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS UNICAMP EDIÇÃO REVISADA FUNDAMENTOS DA NAVEGAÇÃO ASTRONÔMICA TEORIA AUTOR: PROF. DR. FABIO GONÇALVES DOS REIS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS UNICAMP 2004 EDIÇÃO REVISADA SUMÁRIO INTRODUÇÃO definição da esfera celeste 01 à

Leia mais

Lua: fases da Lua, marés e eclipses

Lua: fases da Lua, marés e eclipses Lua: fases da Lua, marés e eclipses As Fases da Lua: Á medida que a Lua vai 'viajando' ao redor da Terra ao longo do mês, ela passa por um ciclo de fases. Pelo contrário de que muitos pensam, a Lua não

Leia mais

1. (URCA) Sobre as coordenadas geográficas, assinale o que for CORRETO.

1. (URCA) Sobre as coordenadas geográficas, assinale o que for CORRETO. QUESTÕES DE APROFUNDAMENTO FUSOS HORÁRIOS 1. (URCA) Sobre as coordenadas geográficas, assinale o que for CORRETO. a) A linha do equador sendo o paralelo inicial de 0º, tem o seu oposto em 90, o qual define

Leia mais

GEOGRAFIA - PISM 1 UNIDADE 1 UNIDADE 1: REPRESENTAÇÕES DO ESPAÇO GEOGRÁFICO

GEOGRAFIA - PISM 1 UNIDADE 1 UNIDADE 1: REPRESENTAÇÕES DO ESPAÇO GEOGRÁFICO GEOGRAFIA - PISM 1 UNIDADE 1 UNIDADE 1: REPRESENTAÇÕES DO ESPAÇO GEOGRÁFICO 1. O Sistema de Coordenadas Terrestres Olhe, detalhadamente para um mapa ou um globo terrestre. Onde os lugares se localizam?

Leia mais

Sistema Solar: Terra, Lua e Sol. Emerson Penedo

Sistema Solar: Terra, Lua e Sol. Emerson Penedo Sistema Solar: Terra, Lua e Sol Emerson Penedo emersonpenedo42@gmail.com A Terra é o terceiro planeta mais próximo do Sol, o mais denso e o quinto maior dos oito planetas do Sistema Solar. Forma

Leia mais

O Sistema Solar 20/3/2011. Centro Educacional Adventista do Gama CEAG

O Sistema Solar 20/3/2011. Centro Educacional Adventista do Gama CEAG 20/3/2011 Centro Educacional Adventista do Gama CEAG O nosso sistema solar consiste de uma estrela média, a que chamamos o Sol, os planetas Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno

Leia mais

Material de Aperfeiçoamento de Estudos MAE 5ª série 1º Bimestre Professora MaristelA Borges

Material de Aperfeiçoamento de Estudos MAE 5ª série 1º Bimestre Professora MaristelA Borges Material de Aperfeiçoamento de Estudos MAE 5ª série 1º Bimestre Professora MaristelA Borges Um pouco de história da Astronomia A regularidade dos movimentos do Sol e das outras estrelas, da Lua, o aparecimento

Leia mais

A POSIÇÃO RELATIVA DO SOL: QUEBRANDO PARADIGMAS SOBRE A CINEMÁTICA SOLAR

A POSIÇÃO RELATIVA DO SOL: QUEBRANDO PARADIGMAS SOBRE A CINEMÁTICA SOLAR A POSIÇÃO RELATIVA DO SOL: QUEBRANDO PARADIGMAS SOBRE A CINEMÁTICA SOLAR Autor: André Tato Professor de Física do Colégio Pedro II - campus Realengo II Doutorando do Programa Interunidades em Ensino de

Leia mais

Movimentos aparentes dos Astros. Prof. J. Meléndez, baseado no Prof. R. Boczko IAG - USP

Movimentos aparentes dos Astros. Prof. J. Meléndez, baseado no Prof. R. Boczko IAG - USP Movimentos aparentes dos Astros 15 09 2011 Prof. J. Meléndez, baseado no Prof. R. Boczko IAG - USP Movimentos aparentes Movimento diurno (diário) aparente do Sol Movimento anual aparente do Sol Movimento

Leia mais

Nível 1 2º ano Gentileza

Nível 1 2º ano Gentileza Nível 1 2º ano Gentileza Aída Sophie e Júlia Garcia 2º ano Gentileza O Sistema Solar é um conjunto de cometas, estrela comum, que nós chamamos de Sol, corpos celestes e seus planetas chamados Mercúrio,

Leia mais

O primeiro passo para o domínio das técnicas de orientação é o conhecimento da Rosa dos Ventos.

O primeiro passo para o domínio das técnicas de orientação é o conhecimento da Rosa dos Ventos. ORIENTAÇÃO Todo o Escuteiro deve saber orientar-se no campo. O primeiro passo para o domínio das técnicas de orientação é o conhecimento da Rosa dos Ventos. A Rosa dos Ventos é constituída por 4 Pontos

Leia mais

OS ELEMENTOS D0 CLIMA

OS ELEMENTOS D0 CLIMA OS ELEMENTOS D0 CLIMA Todos os elementos que permitem caracterizar o clima. Precipitação Queda de água no estado líquido l (chuva) ou sólido s (neve e granizo). Temperatura Grau de aquecimento do ar.

Leia mais

Não acontecerá exatamente como imaginamos.

Não acontecerá exatamente como imaginamos. Alinhamento do Solstício de Inverno em 2012 previsto nas Profecias Maias - Entenda o que é Solstício Neste capitulo será esclarecido o famoso Alinhamento do Solstício de Inverno + Sol + o centro da nossa

Leia mais

Edital CDCC 001 /2011 Concurso Público Especialista em Laboratório 14 /08/2011. Nome:

Edital CDCC 001 /2011 Concurso Público Especialista em Laboratório 14 /08/2011. Nome: Nome: R.G. nº: Assinatura: CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Questões de Múltipla Escolha, valendo 0,4 pontos cada 1. Qual o planeta que mais se aproxima em distância da Terra? Qual o que tem tamanho mais próximo

Leia mais

ORIENTAÇÃO NO ESPAÇO GEOGRÁFICO

ORIENTAÇÃO NO ESPAÇO GEOGRÁFICO ORIENTAÇÃO NO ESPAÇO GEOGRÁFICO Onde estamos na Terra: os pontos de orientação Ao nos deslocarmos no espaço, sentimos a necessidade de uma referência que oriente o nosso movimento. No cotidiano, utilizamos

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Introdução à Astronomia. Prof.

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia. Introdução à Astronomia. Prof. Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia Introdução à Astronomia Prof. Rogério Riffel Por que estudamos astronomia? Por que estudamos astronomia? Para entender

Leia mais

CALENDÁRIO DO CÉU EM ABRIL

CALENDÁRIO DO CÉU EM ABRIL CALENDÁRIO DO CÉU EM ABRIL Eventos celestes para Olinda, Recife e Pernambuco Abril: a Lua encontra Vênus (terça-feira, 21/04) 16:00 às 22:00 horas. Aproximação visual ou conjunção é o momento em que dois

Leia mais

Escrito por Administrator Qui, 12 de Junho de 2008 17:29 - Última atualização Qui, 12 de Junho de 2008 17:40

Escrito por Administrator Qui, 12 de Junho de 2008 17:29 - Última atualização Qui, 12 de Junho de 2008 17:40 Capricórnio com Áries Este é o típico relacionamento de aprendizado. Áries fornece o gosto pela vida e Capricórnio traçará as bases para que estes projetos sejam viabilizados. Enquanto Capricórnio procura

Leia mais

Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO 2: ILUMINAÇÃO NATURAL

Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO 2: ILUMINAÇÃO NATURAL Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO : INSOLAÇÃO MÓDULO : ILUMINAÇÃO NATURAL MÓDULO : ILUMINAÇÃO DE INTERIORES Docente: Claudete Gebara J. Callegaro

Leia mais

A V I S O S. 02 DE DEZEMBRO: DIA DO ASTRONOMO (profissionais e amadores)

A V I S O S. 02 DE DEZEMBRO: DIA DO ASTRONOMO (profissionais e amadores) EFEMÉRIDES DO MÊS DE DEZEMBRO DE 2013 (DIA, HORA E MINUTOS PARA OLINDA E GRANDE RECIFE NO HORÁRIO LOCAL -3 HORAS DO TEMPO UNIVERSAL SEM HORÁRIO DE VERÃO)* * Por Alexandre Evangelista da Silva, Professor

Leia mais

1o) constância da inclinação do eixo de rotação da Terra. 2o) movimento de translação da Terra ao redor do Sol.

1o) constância da inclinação do eixo de rotação da Terra. 2o) movimento de translação da Terra ao redor do Sol. Estações do Ano Aluno: Ricardo Augusto Viana de Lacerda Curso de Especialização em Astronomia (2009)-USP_leste Texto adaptado da Oficina de Astronomia do Prof. Dr. João Batista Garcia Canalle. a) A lâmpada

Leia mais

Introdução. Aula 4: Fases da Lua e Eclipses

Introdução. Aula 4: Fases da Lua e Eclipses Aula 4: Fases da Lua e Eclipses Maria de Fátima Oliveira Saraiva, Kepler de Souza Oliveira Filho & Alexei Machado Müller, As duas figuras são fotografias da Lua cheia tiradas em lugares do hemisfério sul

Leia mais

IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1 1 o Semestre de 2011 AP3 de ICF1 e ICF1Q

IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1 1 o Semestre de 2011 AP3 de ICF1 e ICF1Q Instituto de Física UFRJ Gabarito da Terceira Avaliação Presencial de ICF1 e Segunda Avaliação Presencial de ICF1Q AP3 Primeiro Semestre de 2011 PROVA AP31 DE ICF1 Questão 1 (3,5 pontos) A Figura 1 mostra

Leia mais

Introdução. Aula 4: Fases da Lua e Eclipses. Prezados alunos, em nossa quarta aula, vamos tratar da Lua, suas fases e dos eclipses lunares e solares.

Introdução. Aula 4: Fases da Lua e Eclipses. Prezados alunos, em nossa quarta aula, vamos tratar da Lua, suas fases e dos eclipses lunares e solares. Aula 4: Fases da Lua e Eclipses Área 1, Aula 4 Alexei Machado Müller, Maria de Fátima Oliveira Saraiva & Kepler de Souza Oliveira Filho Introdução Foto da Lua durante o eclipes lunar de fevereiro de 2008.

Leia mais

1. Introdução. celeste). As duas vezes que ocorrem durante o ano, os dias e as noites têm exatamente a mesma duração.

1. Introdução. celeste). As duas vezes que ocorrem durante o ano, os dias e as noites têm exatamente a mesma duração. GUIA DO PROFESSOR Título: As crônicas de Kepléria O Mistério dos ciclos Categoria: Física Subcategoria: Estações do Ano Efeito da força de atração gravitacional no Sistema Terra - Lua - Sol 1. Introdução

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Física Departamento de Astronomia Introdução à Astronomia Complemento Forças Gravitacionais Diferenciais Prof. Rogério Riffel Precessão do Eixo da

Leia mais

Óptica Geométrica 9º EF

Óptica Geométrica 9º EF Óptica Geométrica 9º EF Fonte de luz Estrelas Lâmpada acesa Lua Lâmpada apagada Fonte Primária Fonte Secundária Classificação de fontes de luz Quanto a emissão a) Fonte Primária (luminoso): produz a luz

Leia mais

Observe como a Lua muda de aspecto durante o mês: ora ela parece maior, ora menor.

Observe como a Lua muda de aspecto durante o mês: ora ela parece maior, ora menor. Larry Landolfi/Photo Researches, Inc./Latinstock Observe como a Lua muda de aspecto durante o mês: ora ela parece maior, ora menor. O que faz com que a Lua mude de aparência no céu? Por que enquanto é

Leia mais

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA COORDENADAS GEOGRÁFICAS FUSOS HORÁRIOS

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA COORDENADAS GEOGRÁFICAS FUSOS HORÁRIOS CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA COORDENADAS GEOGRÁFICAS FUSOS HORÁRIOS Elaboração e Organização: Profa. Dra. Andréia Medinilha Pancher COORDENADAS GEOGRÁFICAS Elaboração e Organização: Profa. Dra. Andréia Medinilha

Leia mais

Climas. Professor Diego Alves de Oliveira

Climas. Professor Diego Alves de Oliveira Climas Professor Diego Alves de Oliveira Tempo e clima Tempo: estado momentâneo da atmosfera numa área. Pode mudar a qualquer hora. Clima: é o padrão da sucessão dos diferentes tipos de tempo que resultam

Leia mais

CAPiTuLO 2 - POSiÇÃO GEOGRÁFICA DO BRASIL. o Brasil na América do Sul. 1. Rússia 17.075.400 km 2. 3. China 9.536.499 km 2. 5. Brasil 8.514.

CAPiTuLO 2 - POSiÇÃO GEOGRÁFICA DO BRASIL. o Brasil na América do Sul. 1. Rússia 17.075.400 km 2. 3. China 9.536.499 km 2. 5. Brasil 8.514. CAPiTuLO 2 - POSiÇÃO GEOGRÁFICA DO BRASIL Um grande país ocidental o Brasil na América do Sul --- qi!.ador PAcíFICO ARGENTINA -- -- ----li:ójl;co do. --, ~.9..aprrcq:',!i~ --:- o 1;] g. N ~ 11.pp/lhas

Leia mais

QUESTÃO ÚNICA ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM X NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.

QUESTÃO ÚNICA ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM X NOS PARÊNTESES À ESQUERDA. PÁGINA 1 / 9 QUESTÃO ÚNICA ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM X NOS PARÊNTESES À ESQUERDA. 01. Há exatamente 400 anos, Galileu Galilei usou pela primeira vez uma luneta astronômica para

Leia mais

ENSAIO SOBRE AS FASES DA LUA

ENSAIO SOBRE AS FASES DA LUA Introdução ENSAIO SOBRE AS FASES DA LUA Denis E. Peixoto NASE Brasil Compreender e explicar as fases da tem sido um dos maiores obstáculos enfrentados pelos professores de ciências tanto do Ensino Fundamental

Leia mais

A atmofera em movimento: força e vento. Capítulo 9 - Ahrens

A atmofera em movimento: força e vento. Capítulo 9 - Ahrens A atmofera em movimento: força e vento Capítulo 9 - Ahrens Pressão Lembre-se que A pressão é força por unidade de área Pressão do ar é determinada pelo peso do ar das camadas superiores Uma variação da

Leia mais

Gravitação IME 2s/2016. Lista de Exercícios 1

Gravitação IME 2s/2016. Lista de Exercícios 1 Gravitação 4300156 IME 2s/2016 Lista de Exercícios 1 Q1 A figura mostra os comprimentos da sombra de uma barra vertical fincada em Porto Alegre ao longo do dia. Com base nisso, responda e justifique as

Leia mais

austral leste ocidente

austral leste ocidente 1. Complete as lacunas, utilizando os seguintes termos: Eixo da Terra norte austral leste ocidente Rosa dos ventos boreal bússola oeste setentrional Equador longitude oriente latitude Equador sul poente

Leia mais

Dobro da massa do Sol. Mesmo raio do Sol ---

Dobro da massa do Sol. Mesmo raio do Sol --- 1. (Acafe 2016) A NASA vem noticiando a descoberta de novos planetas em nosso sistema solar e, também, fora dele. Independente de estarem mais próximos ou mais afastados de nós, eles devem obedecer às

Leia mais

a) a inclinação do eixo da Terra em 23º.27 e o seu movimento de translação.

a) a inclinação do eixo da Terra em 23º.27 e o seu movimento de translação. Questão 01) As causas responsáveis pela ocorrência das estações do ano (outono, inverno, primavera e verão) sobre a superfície terrestre são: a) a inclinação do eixo da Terra em 23º.27 e o seu movimento

Leia mais

Escrito por Administrator Qua, 11 de Junho de 2008 21:32 - Última atualização Qui, 12 de Junho de 2008 17:43

Escrito por Administrator Qua, 11 de Junho de 2008 21:32 - Última atualização Qui, 12 de Junho de 2008 17:43 Gêmeos com Áries Uma boa parceria para a troca mental e dinamismo dentro da relação. Enquanto Áries fornece o instinto e a intuição, Gêmeos colaborará com o seu raciocínio lógico, curiosidade e novidades,

Leia mais

06-11-2015. Sumário. Da Terra à Lua. Movimentos no espaço 02/11/2015

06-11-2015. Sumário. Da Terra à Lua. Movimentos no espaço 02/11/2015 Sumário UNIDADE TEMÁTICA 1 Movimentos na Terra e no Espaço. Correção do 1º Teste de Avaliação. Movimentos no espaço. Os satélites geoestacionários. - O Movimentos de satélites. - Características e aplicações

Leia mais

Quando um corpo extenso (não pontual) é iluminado por outro corpo extenso definem-se duas regiões de sombra:

Quando um corpo extenso (não pontual) é iluminado por outro corpo extenso definem-se duas regiões de sombra: Eclipses Um eclipse acontece sempre que um corpo entra na sombra de outro. Assim, quando a Lua entra na sombra da Terra, acontece um eclipse lunar. Quando a Terra é atingida pela sombra da Lua, acontece

Leia mais

LOCALIZANDO PONTOS ATRAVÉS DE COORDENADAS GEOGRÁFICAS

LOCALIZANDO PONTOS ATRAVÉS DE COORDENADAS GEOGRÁFICAS CONHECENDO A CARTOGRAFIA E OS MAPAS Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Cartografia é definida como: "A arte do levantamento, construção e edição de mapas e cartas de qualquer natureza..

Leia mais

Tempo de Ciências. SUGESTÃO DE ATIVIDADES EXTRAS Temas 1 e 2

Tempo de Ciências. SUGESTÃO DE ATIVIDADES EXTRAS Temas 1 e 2 Tempo de Ciências 6 SUGESTÃO DE ATIVIDADES EXTRAS Temas 1 e 2 Atividades Ciências da Natureza Tema 1: Nosso lugar no Universo 1. De acordo com o que você estudou sobre os astros, descreva o que são cometas

Leia mais

Introdução à Astronomia Semestre:

Introdução à Astronomia Semestre: Introdução à Astronomia Semestre: 2015.1 Sergio Scarano Jr 22/10/2013 Terra Redonda Fases da Lua associada a disposição relativa entre a Terra, Lua e Sol. Sombra indicavam que a própria Lua não era plana

Leia mais

Grupo de trabalho: INTRODUÇÃO. ao horizonte do lugar, segundo um determinado plano, sequência e hora do dia.

Grupo de trabalho: INTRODUÇÃO. ao horizonte do lugar, segundo um determinado plano, sequência e hora do dia. A CALCULADORA PLANETÁRIA O movimento de translação dos planetas e a sua posição relativa no céu Data: / / Grupo de trabalho: INTRODUÇÃO No seu movimento de translação em torno Sol, os planetas ocupam posições

Leia mais

Kuta. Compatibilidade astrológica Indiana

Kuta. Compatibilidade astrológica Indiana + Kuta Compatibilidade astrológica Indiana + Introdução n Kuta Ashta Kuta = Pilha de Oito n Análise comparatória usando Luas de ambos n Signos e Nakshatras Lunares + Escopo da técnica n Não visa prognóstico;

Leia mais

A unidade de freqüência é chamada hertz e simbolizada por Hz: 1 Hz = 1 / s.

A unidade de freqüência é chamada hertz e simbolizada por Hz: 1 Hz = 1 / s. Movimento Circular Uniforme Um movimento circular uniforme (MCU) pode ser associado, com boa aproximação, ao movimento de um planeta ao redor do Sol, num referencial fixo no Sol, ou ao movimento da Lua

Leia mais

Listão de férias 2016. 6 ano

Listão de férias 2016. 6 ano Listão de férias 2016 6 ano 1) No Sistema Solar, encontramos planetas com características bem diferentes uns dos outros. Porém eles podem ser divididos em dois grandes grupos: os rochosos e os gasosos.

Leia mais

Vestibular Nacional Unicamp 1998. 2 ª Fase - 13 de Janeiro de 1998. Física

Vestibular Nacional Unicamp 1998. 2 ª Fase - 13 de Janeiro de 1998. Física Vestibular Nacional Unicamp 1998 2 ª Fase - 13 de Janeiro de 1998 Física 1 FÍSICA Atenção: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão nos espaços reservados para as mesmas. Adote a aceleração da gravidade

Leia mais

Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO 2: ILUMINAÇÃO NATURAL

Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO 2: ILUMINAÇÃO NATURAL Universidade Ibirapuera Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental: Insolação e Iluminação MÓDULO : INSOLAÇÃO MÓDULO : ILUMINAÇÃO NATURAL MÓDULO : ILUMINAÇÃO DE INTERIORES Docente: Claudete Gebara J. Callegaro

Leia mais

I. Movimento Aparente e o Sistema Solar. 1º Simpósio do Ensino Médio, Etec Vasco Antonio Venchiarutti, Jundiaí-SP, 21-22/07/2010

I. Movimento Aparente e o Sistema Solar. 1º Simpósio do Ensino Médio, Etec Vasco Antonio Venchiarutti, Jundiaí-SP, 21-22/07/2010 I. Movimento Aparente e o Sistema Solar 1º Simpósio do Ensino Médio, Etec Vasco Antonio Venchiarutti, Jundiaí-SP, 21-22/07/2010 Enos Picazzio IAGUSP / Jul.2010 Devido à infinitude, tudo parece estar à

Leia mais

GRAVITAÇÃO 2008 Chico Boca

GRAVITAÇÃO 2008 Chico Boca GRAVITAÇÃO 2008 Chico Boca (UFABC-2008) A descoberta de um planeta semelhante ao nosso, o GL581c, apelidado pelos astrônomos de Superterra, representa um salto espetacular da ciência na busca pela vida

Leia mais

Escrito por Administrator Qui, 12 de Junho de 2008 17:32 - Última atualização Qui, 12 de Junho de 2008 17:40

Escrito por Administrator Qui, 12 de Junho de 2008 17:32 - Última atualização Qui, 12 de Junho de 2008 17:40 Peixes com Áries Se os parceiros souberem lidar com carinho e paciência com o espírito sonhador e romântico de um, unido a ânsia pelo lado prático, direto e objetivo da vida, esta dupla poderá trazer bastante

Leia mais

I Curso Introdução à Astronomia Jan A Terra e a Lua. Daniel R. C. Mello. Observatório do Valongo - UFRJ

I Curso Introdução à Astronomia Jan A Terra e a Lua. Daniel R. C. Mello. Observatório do Valongo - UFRJ I Curso Introdução à Astronomia Jan 2017 A Terra e a Lua Daniel R. C. Mello Observatório do Valongo - UFRJ Nesta aula veremos: O sistema Terra-Lua (dimensões e distâncias) Os Movimentos da Terra, da Lua

Leia mais

Desvendando o Universo

Desvendando o Universo GEOGRAFIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Desvendando o Universo O planeta onde vivemos a Terra, é um dos inúmeros astros do Universo. Espaço geográfico e espaço astronômico. Astronomia: é a ciência que

Leia mais

Climatologia Motivação para Zootecnistas CLIMATOLOGIA. Natureza e campo da Climatologia Motivação Inicial INTRODUÇÃO A

Climatologia Motivação para Zootecnistas CLIMATOLOGIA. Natureza e campo da Climatologia Motivação Inicial INTRODUÇÃO A CL43B CLIMATOLOGIA INTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA PROF. DR. FREDERICO M. C. VIEIRA Natureza e campo da Climatologia Motivação Inicial Climatologia Motivação para Zootecnistas Por que uma raça selecionada para

Leia mais

OS SERES VIVOS DO AMBIENTE PRÓXIMO

OS SERES VIVOS DO AMBIENTE PRÓXIMO OS SERES VIVOS DO AMBIENTE PRÓXIMO Comparo e classifico as plantas segundo alguns critérios. Desde sempre o homem tomou consciência da variedade de plantas que o rodeavam e sentiu necessidade de as reunir

Leia mais

EXERCÍCIO DE AVALIAÇÃO 2 A SOLUÇÃO (para B e C, as ordens dos itens estão trocadas)

EXERCÍCIO DE AVALIAÇÃO 2 A SOLUÇÃO (para B e C, as ordens dos itens estão trocadas) EXERCÍCIO DE AVALIAÇÃO 2 A SOLUÇÃO (para B e C, as ordens dos itens estão trocadas) 1) Na semana passada (no dia 22 de setembro) ocorreu um eclipse do Sol na região Norte do Brasil. Na cidade de Oiapoque,

Leia mais

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA

CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA CARTOGRAFIA SISTEMÁTICA PROJEÇÃO Universal Transversa de Mercator (UTM) COORDENADAS UTM Elaborado por: Andréia Medinilha Pancher e Maria Isabel Castreghini de Freitas SISTEMA DE PROJEÇÃO UNIVERSAL TRANSVERSA

Leia mais

Introdução à astronomia O Sistema Solar

Introdução à astronomia O Sistema Solar Introdução à astronomia O Sistema Solar Introdução a astronomia A Lua A Terra Viver na Terra Introdução a Astronomia Astronomia é a ciência que estuda os astros e os fenômenos celestes. Universo é o conjunto

Leia mais

Seminários de Ensino de Matemática - 23/03/2012 Geometria do Globo terrestre: esferas de Lénárt x esferas de isopor

Seminários de Ensino de Matemática - 23/03/2012 Geometria do Globo terrestre: esferas de Lénárt x esferas de isopor Seminários de Ensino de Matemática - 23/03/2012 Geometria do Globo terrestre: esferas de Lénárt x esferas de isopor Primeira fotografia da Terra enviada do espaço em 26 de agosto de 1966 José Luiz Pastore

Leia mais

Escola Secundária Vitorino Nemésio. Ficha de trabalho número 7: Movimento e Repouso Trajectória Rapidez média Força Massa e peso

Escola Secundária Vitorino Nemésio. Ficha de trabalho número 7: Movimento e Repouso Trajectória Rapidez média Força Massa e peso Escola Secundária Vitorino Nemésio Ciências Físico-Químicas 7ºAno Ano lectivo 2008/2009 Ficha de trabalho número 7: Movimento e Repouso Trajectória Rapidez média Força Massa e peso 1. O João apanhou um

Leia mais