Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Vigilância à Saúde Vigilância Sanitária LICENCIAMENTO DE DROGARIAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Vigilância à Saúde Vigilância Sanitária LICENCIAMENTO DE DROGARIAS"

Transcrição

1 LICENCIAMENTO DE DROGARIAS Dispositivo legal: Lei Federal 6360/76, Lei Federal 5991/73, Lei Federal 13021/2014, Resolução RDC 17/2013 ANVISA/MS, Resolução SES/MG 307/99 e Resolução SES/MG 462/2004, Resolução RDC 44/2009. Conceito legal: Lei Federal 5991/73 - Drogaria - estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais. Lei Federal 13021/2014 I - farmácia sem manipulação ou drogaria: estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais; I. DOCUMENTOS PARA ABERTURA DE PROCESSO DE OBTENÇÃO DO ALVARÁ DE VIGILÂNCIA Á SAÚDE INICIAL PARA DROGARIAS 1. Formulário de Requerimento do representante legal da empresa com termo de responsabilidade técnica dirigida à, devidamente preenchido e assinado pelo responsável legal e técnico, solicitando o Alvará de Vigilância à Saúde (documento fornecido pela VISA municipal, modelo Anexo I); 2. Formulário de dados cadastrais da empresa devidamente preenchido (documento fornecido pela VISA municipal, modelo Anexo II); 3. Formulário das atividades realizadas no estabelecimento assinado pelo responsável legal e técnico (documento fornecido pela VISA municipal, modelo Anexo III); 4. Cópia da cédula de identidade profissional do Responsável Técnico (RT) ou cópia da carteira profissional (carteira marrom) emitidas pelo CRF/MG; OBS.: No caso de inscrição provisória do farmacêutico no Conselho Regional de Farmácia poderá ser apresentado o comprovante de inscrição provisória, uma vez que o numero de inscrição já é o definitivo; 5. Cópia do contrato social da empresa, acompanhado da última alteração contratual quando houver, ou declaração de firma individual devidamente registrado na Junta Comercial de Minas Gerais (JUCEMG); 6. Prova de relação contratual entre o RT e a empresa, podendo ser: 6.1. Cópia da carteira de trabalho do farmacêutico responsável técnico no caso do farmacêutico ser funcionário, constando as páginas: com a foto do farmacêutico, sua identificação e contrato de trabalho ou, 6.2. Cópia do contrato social que conste o nome do farmacêutico no caso deste ser proprietário; 7. Cópia gráfica de projeto básico de arquitetura completo, com layout, cortes verticais, situação, memorial descritivo e especificações técnicas, em duas vias, para análise, parecer e aprovação pelo Setor de Engenharia da municipal, conforme anexos GIEF- Gerência de Infra Estrutura Física SES/MG n 1, 16 e 23. Observação: Uma via (projeto e parecer técnico) será devolvida ao estabelecimento para que o mesmo mantenha-a arquivada in loco, devendo estar disponível para fins de inspeção; 8. Cópia do Alvará de Localização atualizado expedido pela Prefeitura Municipal de Betim; 9. Cópia da Licença Ambiental Simplificada (LAS) ou protocolo que a substitua; 10. Cópia do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), CAT ou protocolo de solicitação que os substituam, ou parecer da Defesa Civil;

2 11. Cópia do CNPJ; 12. Cópia da Inscrição Estadual; Secretaria Municipal de Saúde Atenção - Manter no estabelecimento: Manual de Boas Práticas Farmacêuticas e os respectivos Procedimentos Operacionais Padronizados (POP s) conforme Resolução RDC 44/2009 da ANVISA; Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) conforme Resolução RDC 306/2004 ANVISA/MS; Projeto Arquitetônico aprovado e parecer técnico emitido pelo setor de Análise de Projetos da (VISA). OBSERVAÇÕES: - Somente será aberto o processo com a documentação completa; - O andamento do processo na VISA fica condicionado ao protocolo da cópia (frente/verso) da Certidão de Regularidade Técnica (CRT) do estabelecimento, emitida pelo Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais, para complementar o processo de alvará de vigilância à saúde. A certidão original deverá ser apresentada para fins de conferência junto à recepção da VISA Betim; - Somente após a conferência de todos os documentos relacionados o processo será encaminhado para o setor de análise de projetos para avaliação; - O Projeto Arquitetônico deverá ser confeccionado pela empresa de acordo com as determinações dos respectivos anexos do GIEF: ANEXO 01 - Requisitos básicos observados em projetos de construção, adequação e ampliação de área física de estabelecimentos de interesse da saúde, encaminhados à GIEF Gerência de Infra-Estrutura Física para análise e parecer; ANEXO 16 - Requisitos observados em projetos de construção, adequação e ampliação de área física de drogarias, encaminhados à GIEF para análise e parecer; ANEXO 23 - Especificação dos materiais de acabamento e acessórios de projetos físicos de estabelecimentos de interesse da saúde, baseada na RDC 50/02, de e em orientações complementares da ANVISA entre outras. - O projeto arquitetônico deverá ser aprovado pelo setor de Análise de Projetos da Vigilância Sanitária (VISA) com emissão de Parecer Técnico (PT) aprovando as instalações. - Somente após a aprovação e execução do projeto arquitetônico pelo estabelecimento será realizada a inspeção para avaliação das Boas Práticas; - O objeto social, o ramo de atividade do CNPJ e o ramo de atividade do Alvará de Localização da empresa devem incluir obrigatoriamente a atividade para qual está sendo requerido o Alvará de Vigilância à Saúde. Manter atenção especial para os estabelecimentos que exerçam atividade de Drugstore; - Qualquer alteração de área física ou de fluxo deverá ser submetida à nova aprovação pelo setor de engenharia da VISA municipal e nova inspeção; - Após a inspeção, se o estabelecimento estiver de acordo com as normas sanitárias, a VISA emitirá um Relatório Técnico conclusivo, que deverá ser utilizado pela empresa para peticionar a Autorização de Funcionamento de Empresa (AFE) junto à Anvisa; - Após a publicação da AFE no Diário Oficial da União (DOU) a empresa deverá protocolar cópia desta junto ao processo de Alvará de Vigilância a Saúde inicial para emissão do respectivo alvará. Nota: A cópia da AFE publicada no DOU deve conter o número da Resolução com o texto inicial de liberação de AFE e a cópia da página onde se encontra o nome da empresa. - No momento de abertura do processo a do Município emitirá a Guia de Arrecadação da Taxa de Fiscalização. A apresentação da cópia desta taxa com o comprovante de pagamento é imprescindível para receber o Alvará de Vigilância a Saúde.

3 ANEXO I REQUERIMENTO SENHOR (A) COORDENADOR (A), Eu, representante legal da empresa situada à (rua/av.) nº Bairro, CEP nesta cidade, venho requerer de V.Sª. o Alvará de Vigilância à Saúde para o corrente exercício, para a atividade de, objeto social da empresa acima citada. TERMO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA Eu, residente à (rua, Av.) nº Bairro CEP Cidade, MG, RG nº, CPF, Telefone para contato nº, profissão, declaro assumir a responsabilidade técnica do estabelecimento. Horário de trabalho do Responsável Técnico: às. Betim, de de 20. Representante Legal da Empresa Responsável Técnico CR /MG Nº

4 ANEXO II DADOS CADASTRAIS DA EMPRESA Razão social Nome Fantasia CNPJ Inscrição Estadual Endereço (rua, Av.), nº Bairro CEP Betim/MG. Telefone Fax Horário de funcionamento: Nº de Alvará de Vigilância à Saúde anterior Validade / /20 DADOS DO REPRESENTANTE LEGAL Representante legal CPF RG Estado Civil Profissão Endereço residencial (rua, av.) Nº Bairro CEP Município UF: MG Telefone Fax OBS.: Solicitamos preencher o formulário por completo e de maneira legível.

5 ANEXO III ATIVIDADES REALIZADAS NOS ESTABELECIMENTOS FARMÁCIAS E/OU DROGARIAS Assinale com X as atividades a serem realizadas pelo estabelecimento: ( ) Dispensação de medicamentos não sujeitos a controle especial ( ) Dispensação de medicamentos antimicrobianos da RDC 20/2011 Anvisa ( ) Dispensação de medicamentos termolábeis ( ) Dispensação de medicamentos por meio remoto ( ) Dispensação de medicamentos sujeitos a controle especial da Portaria SVS/MS 344/98 ( ) Fracionamento de medicamentos a partir de embalagens fracionáveis, conforme RDC 80/2006 Anvisa ( ) Comércio de cosméticos, perfumes, produtos de higiene e correlatos ( ) Comércio de alimentos permitidos pela legislação vigente ( ) Comércio de artigos de conveniência (bomboniere, refrigerantes, sorvetes, brinquedos, etc.) e prestação de outros serviços de interesse do consumidor (caixa eletrônico) Drugstore. OBS.: Caso o estabelecimento realize esta atividade deverá ser aberto processo de alvará para atividade de Drugstore. ( ) Prestação de serviços farmacêuticos: ( ) Atenção farmacêutica ( ) Atenção farmacêutica domiciliar ( ) Medição e Monitoramento de pressão arterial ( ) Medição e Monitoramento de temperatura corporal ( ) Medição e Monitoramento de glicemia capilar ( ) Administração de medicamentos (aplicação de injetáveis) ( ) Perfuração de lóbulo auricular para colocação de brincos ( ) Comércio de Plantas Medicinais (*) ( ) Manipulação de medicamentos a partir de insumos/matérias-primas, inclusive de origem vegetal (*) ( ) Manipulação de substâncias de baixo índice terapêutico (*) ( ) Manipulação de medicamentos homeopáticos (*) ( ) Manipulação de (*): ( ) Antibióticos ( ) Hormônios ( ) Citostáticos ( ) Substâncias sujeitas a controle especial da Portaria SVS/MS 344/98 (*) Atividades autorizadas somente para farmácias com manipulação. Responsável Legal: Responsável Técnico:

Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Vigilância à Saúde Vigilância Sanitária LICENCIAMENTO DE DROGARIAS

Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Vigilância à Saúde Vigilância Sanitária LICENCIAMENTO DE DROGARIAS LICENCIAMENTO DE DROGARIAS Dispositivo legal: Lei Federal 6360/76, Lei Federal 5991/73, Lei Federal 13021/2014, Resolução RDC 17/2013 ANVISA/MS, Resolução SES/MG 307/99 e Resolução SES/MG 462/2004, Resolução

Leia mais

Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Vigilância à Saúde Vigilância Sanitária

Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Vigilância à Saúde Vigilância Sanitária LICENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTOS QUE COMERCIALIZAM ARTIGOS DE CONVENIÊNCIA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM FARMÁCIAS E DROGARIAS - "DRUGSTORE" Dispositivo legal: Lei Federal 5991/73 alterada pela Lei 9069/95,

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO/2012

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO/2012 DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO/2012 ESTABELECIMENTOS DE ALIMENTOS: 1ª SOLICITAÇÃO análises físico-químicas e microbiológicas da água); Cópia do Manual de Boas Práticas, conforme

Leia mais

ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União

ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO Nº 1, DE 13 DE JANEIRO DE 2010 Dispõe sobre os critérios

Leia mais

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 28/03/2005

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 28/03/2005 Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 28/03/2005 EMPRESA: GUTERRES & QUEIROZ LTDA CNPJ: 04.567.783/0001-40 PROCESSO: 25025.054244/2003-14

Leia mais

LICENÇA DE OPERAÇÃO - LO

LICENÇA DE OPERAÇÃO - LO LICENÇA DE OPERAÇÃO - LO Autoriza o início da atividade, do empreendimento ou da pesquisa científica, após a verificação do efetivo cumprimento das medidas de controle ambiental e condicionantes determinadas

Leia mais

ROTEIRO PARA INSCRIÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS PROFISSIONAIS LIBERAIS, AMBULANTE, MOTORISTA E AUTÔNOMOS.

ROTEIRO PARA INSCRIÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS PROFISSIONAIS LIBERAIS, AMBULANTE, MOTORISTA E AUTÔNOMOS. ROTEIRO PARA INSCRIÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS PROFISSIONAIS LIBERAIS, AMBULANTE, MOTORISTA E AUTÔNOMOS. 1) Requerimento ao Ilmo. Senhor Prefeito solicitando a Inscrição Municipal; 2) Preenchimento e assinatura

Leia mais

REQUERIMENTOS E DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA A ÁREA DE ALIMENTOS

REQUERIMENTOS E DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA A ÁREA DE ALIMENTOS ABERTURA / ALTERAÇÃO ENDEREÇO / ATIVIDADE / ENCERRAMENTO DE ALVARÁ 1 PASSO SOLICITAÇÃO REALIZADA VIA ONLINE PARA: ABERTURA ALTERAÇÃO ENDEREÇO ATIVIDADE ENCERRAMENTO DE ALVARÁ Endereço eletrônico ( site

Leia mais

EXERCICIOS LEI 5991/73

EXERCICIOS LEI 5991/73 EXERCICIOS LEI 5991/73 1-A Lei Federal no 5991 de 17 de dezembro de 1973: (A) Trata da profissão do Farmacêutico Hospitalar. (B) Trata da ética farmacêutica. (C) Dispõe sobre o controle sanitário do comércio

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO MUNICÍPIO DE BARBOSA FERRAZ - PESSOA JURÍDICA -

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO MUNICÍPIO DE BARBOSA FERRAZ - PESSOA JURÍDICA - ANEXO XIV - NOVO: RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO MUNICÍPIO DE BARBOSA FERRAZ 1. HABILITAÇÃO JURÍDICA - PESSOA JURÍDICA - 1.1 Registro Comercial, no caso de empresa

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE AGÊNCIA ESTADUAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA-AGEVISA/PB

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE AGÊNCIA ESTADUAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA-AGEVISA/PB RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA ABERTURA DE LIVRO DE REGISTRO ESPECÍFICO DE SISTEMA INFORMATIZADO PARA INDÚSTRIA FARMOQUÍMICA, LABORATÓRIOS FARMACÊUTICOS, DISTRIBUIDORAS, DROGARIAS E FARMÁCIAS (PORTARIA 344/98)

Leia mais

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 19/09/2006

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 19/09/2006 Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 19/09/2006 EMPRESA: DROGARIA PORFIRIO & SOUZA LTDA - ME CNPJ: 63.990.519/0001-84 PETIÇÃO: 492877/06-6

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública nº 49, de 02 de agosto de 2012. D.O.U de 03/08/2012.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública nº 49, de 02 de agosto de 2012. D.O.U de 03/08/2012. Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública nº 49, de 02 de agosto de 2012. D.O.U de 03/08/2012. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso

Leia mais

Tratamento Fitossanitário - Fumigação

Tratamento Fitossanitário - Fumigação 1 Objetivo Este documento visa descrever os procedimentos globais para realização das operações fumigação (expurgo). 2 Abrangência O presente documento se aplica às empresas requerentes e prestadoras de

Leia mais

EDITAL DE SOLICITAÇÃO DE APOIO/ALVARÁ PARA EVENTOS CARNAVALESCOS

EDITAL DE SOLICITAÇÃO DE APOIO/ALVARÁ PARA EVENTOS CARNAVALESCOS Juiz de Fora + Carnaval EDITAL DE SOLICITAÇÃO DE APOIO/ALVARÁ PARA EVENTOS CARNAVALESCOS A Prefeitura de Juiz de Fora torna público que receberá solicitação de autorização para realização e pedidos de

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ABERTURA, ALTERAÇÃO E ENCERRAMENTO DA INSCRIÇÃO MUNICIPAL: PESSOA JURÍDICA E PESSOA FÍSICA

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ABERTURA, ALTERAÇÃO E ENCERRAMENTO DA INSCRIÇÃO MUNICIPAL: PESSOA JURÍDICA E PESSOA FÍSICA DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ABERTURA, ALTERAÇÃO E ENCERRAMENTO DA INSCRIÇÃO MUNICIPAL: PESSOA JURÍDICA E PESSOA FÍSICA ABERTURA : PESSOA JURÍDICA REQUERIMENTO PADRÃO (ANEXO III) (PREENCHER NO COMPUTADOR

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI GUAÇU/SP Secretaria da Fazenda - Divisão de Arrecadação Setor de Cadastro Mobiliário CHECKLIST

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI GUAÇU/SP Secretaria da Fazenda - Divisão de Arrecadação Setor de Cadastro Mobiliário CHECKLIST PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI GUAÇU/SP Secretaria da Fazenda - Divisão de Arrecadação Setor de Cadastro Mobiliário CHECKLIST OBSERVAÇÃO: POR PROPOSTA DESTE SETOR SUGERIMOS ANTES DE EFETUAR OS PROCEDIMENTOS

Leia mais

Instruções para o preenchimento do Formulário 13

Instruções para o preenchimento do Formulário 13 Instruções para o preenchimento do Formulário 13 O Formulário 13 tem como finalidade a comunicação de vínculos profissionais do farmacêutico, mas que não sejam como farmacêutico responsável técnico (RT),

Leia mais

Instruções para o preenchimento do Formulário 17

Instruções para o preenchimento do Formulário 17 Instruções para o preenchimento do Formulário 17 O Formulário 17 tem como finalidade o requerimento de dupla ou tripla responsabilidade pelo farmacêutico. Na parte superior do formulário há instruções

Leia mais

- Para padarias, acrescentar o atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros.

- Para padarias, acrescentar o atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros. RENOVAÇÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO - RLO INDÚSTRIA: IMOBILIÁRIOS: ESGOTAMENTO SANITÁRIO: COMERCIAIS E SERVIÇOS: - Para padarias, acrescentar o atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros. POSTO DE COMBUSTÍVEL:

Leia mais

Constituição 1- N do protocolo da SES 2- Tipo do CNPJ 3- Natureza da pessoa. Solicitação

Constituição 1- N do protocolo da SES 2- Tipo do CNPJ 3- Natureza da pessoa. Solicitação 1 Formulário de Solicitação da Vigilância Sanitária Leia as instruções Constituição 1- N do protocolo da SES 2- Tipo do CNPJ 3- Natureza da pessoa 4- Tipo do Estabelecimento 5- Razão Social ( ) Matriz

Leia mais

CONSIDERANDO as diretrizes do Código de Obras do Município de Macaé/RJ aprovadas através da Lei nº 016/1999 e alterações;

CONSIDERANDO as diretrizes do Código de Obras do Município de Macaé/RJ aprovadas através da Lei nº 016/1999 e alterações; DECRETO Nº 139 /2013 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Urbanismo (SEMOB) na condução de processos administrativos que tenham por objeto requerimento

Leia mais

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 22/02/2005

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 22/02/2005 Unidade de Atendimento e Protocolo - UNAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 22/02/2005 EMPRESA: DROGARA MACEDO LTDA CNPJ: 28.575.561/0001-38 PETÇÃO: 069974/05-8 do PROCESSO:

Leia mais

E como se legalizar? Programa Estadual de Agroindústria Familiar. Porque devo legalizar uma agroindústria? Legalização Tributária: 22/01/2014

E como se legalizar? Programa Estadual de Agroindústria Familiar. Porque devo legalizar uma agroindústria? Legalização Tributária: 22/01/2014 Programa Estadual de Agroindústria Familiar Porque devo legalizar uma agroindústria? Eng. Bruna Bresolin Roldan Quando a produção não é destinada ao autoconsumo, mas sim a comercialização, ela passa a

Leia mais

DOCUMENTOS PARA OBTER PRIMEIRO CREDENCIAMENTO; AUTÔNOMO PESSOA FÍSICA: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL:

DOCUMENTOS PARA OBTER PRIMEIRO CREDENCIAMENTO; AUTÔNOMO PESSOA FÍSICA: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL: DOCUMENTOS PARA OBTER PRIMEIRO CREDENCIAMENTO; AUTÔNOMO PESSOA FÍSICA: 1. Requerimento do interessado (acompanhado de cópia do RG ou CNH do mesmo); 2. Carteira Nacional de Habilitação Categoria D ou E

Leia mais

Como registrar uma empresa. Administração farmacêutica Leandro Verçoza, Luiz Batista, Suhelen Comarú

Como registrar uma empresa. Administração farmacêutica Leandro Verçoza, Luiz Batista, Suhelen Comarú Como registrar uma empresa Administração farmacêutica Leandro Verçoza, Luiz Batista, Suhelen Comarú Código civil Departamento Nacional de Registro do Comércio DNRC, determinou que a partir de 11/01/2003,

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST)

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) AQUICULTURA (CARCINICULTURA E PISCICULTURA) CÓDIGO GRUPO/ATIVIDADES AQÜICULTURA (02.00) PPD AGRUPAMENTO NORMATIVO 02.01 Carcinicultura M 02.02 Carcinicultura Laboratórios

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM ESTABELECIMENTOS FARMACÊUTICOS DE COMÉRCIO VAREJISTA (baseado na RDC 44/2009 Boas Práticas Farmacêuticas)

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM ESTABELECIMENTOS FARMACÊUTICOS DE COMÉRCIO VAREJISTA (baseado na RDC 44/2009 Boas Práticas Farmacêuticas) CNPJ: TIPO RAZÃO SOCIAL: ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM ESTABELECIMENTOS FARMACÊUTICOS DE COMÉRCIO VAREJISTA NOME FANTASIA: ESTABELECIMENTO: () FARMÁCIA () DROGARIA (baseado na RDC 44/2009 Boas Práticas Farmacêuticas)

Leia mais

Circular 017/2012 São Paulo, 09 de janeiro de 2012.

Circular 017/2012 São Paulo, 09 de janeiro de 2012. Circular 017/2012 São Paulo, 09 de janeiro de 2012. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) CRITÉRIOS DA AUTORIZAÇÃO ESPECIAL (AE) DOS ESTABELECIMENTOS DE FARMÁCIAS DE MANIPULAÇÃO Diário oficial da União Nº 6 Seção

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE CADASTRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE CADASTRO PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE CADASTRO INSTRUÇÃO PARA CADASTRAMENTO (conforme Lei Federal nº 8.666/93 e Decreto Municipal nº 249/dezembro/2005)

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2011

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2011 Processo nº 23223.000581/2011-21 Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, com o

Leia mais

Havendo dúvidas na juntada dos documentos, ligue 11 3347-5555 ou mande um e-mail para atendimento03@crbm1.gov.br.

Havendo dúvidas na juntada dos documentos, ligue 11 3347-5555 ou mande um e-mail para atendimento03@crbm1.gov.br. INSTRUÇÕES. LEIA ATENTAMENTE. A documentação deve atender rigorosamente as exigências contidas nesta instrução. Não será aceito pedido de inscrição com documentação em desconformidade com esta instrução.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE GABINETE DO SECRETÁRIO ERRATA DE EDITAL 002/2016 SAMU

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE GABINETE DO SECRETÁRIO ERRATA DE EDITAL 002/2016 SAMU ERRATA DE EDITAL 0022016 SAMU EDITAL Nº 0022016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO DO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA SAMU DO MUNICÍPIO

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CENTRAL DE COMPRAS SOLICITAÇÃO DE INSCRIÇÃO E/OU RENOVAÇÃO. À Comissão Permanente de Cadastro de Fornecedores;

DEPARTAMENTO DE CENTRAL DE COMPRAS SOLICITAÇÃO DE INSCRIÇÃO E/OU RENOVAÇÃO. À Comissão Permanente de Cadastro de Fornecedores; SOLICITAÇÃO DE INSCRIÇÃO E/OU RENOVAÇÃO À Comissão Permanente de Cadastro de Fornecedores;, requer sua Inscrição/Renovação no Cadastro Central de Fornecedores do CNPJ nas especialidades abaixo apresentado

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO DE 1º DE MARÇO DE 2016.

DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO DE 1º DE MARÇO DE 2016. DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO DE 1º DE MARÇO DE 2016. DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO Comunicado DH-04, de 04-02-2016 Dispõe sobre os documentos a serem apresentados pelos Centros de Formação

Leia mais

Instruções para o preenchimento do Formulário 5

Instruções para o preenchimento do Formulário 5 Instruções para o preenchimento do Formulário 5 O Formulário 5 é o formulário mais utilizado para procedimentos de Pessoa Jurídica no CRF-SP. Nele são solicitados os procedimentos de Assunção, Renovação

Leia mais

PMESP MENOR DE IDADE FUNC PÚBLICO MILITAR DA ATIVA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETORIA DE PESSOAL DIVISÃO DE SELEÇÃO E ALISTAMENTO

PMESP MENOR DE IDADE FUNC PÚBLICO MILITAR DA ATIVA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETORIA DE PESSOAL DIVISÃO DE SELEÇÃO E ALISTAMENTO NOME RG IDADE PMESP MENOR DE IDADE FUNC PÚBLICO MILITAR DA ATIVA DIRETORIA DE PESSOAL DIVISÃO DE SELEÇÃO E ALISTAMENTO EDITAL: N.º DE INSCRIÇÃO: NOME: ENDEREÇO: Nº BAIRRO: CIDADE: UF CEP: - TEL. CEL. (

Leia mais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO Nº 13, DE 11 DE MAIO DE 2006.

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO Nº 13, DE 11 DE MAIO DE 2006. Edição nº 90, Seção 01, Página 56, de 12/maio/2006 Edição nº 90, Seção 01, Página 56, de 12/maio/2006 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO Nº 13, DE 11 DE MAIO

Leia mais

CENTRAIS GERADORAS EÓLICAS

CENTRAIS GERADORAS EÓLICAS INSTRUÇÕES PARA REQUERIMENTO AO ONS DE PARECER OU DOCUMENTO EQUIVALENTE DE ACESSO AO SISTEMA DE TRANSMISSÃO PARA FINS DE CADASTRAMENTO NA EPE COM VISTAS À HABILITAÇÃO TÉCNICA AO LEILÃO DE ENERGIA DE RESERVA

Leia mais

SIM- SERVIÇO DE INSPEÇÃO MUNICIPAL

SIM- SERVIÇO DE INSPEÇÃO MUNICIPAL NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA RECADASTRAMENTO, REGISTRO E/OU APROVAÇÃO DE PROJETOS DE ESTABELECIMENTOS NO SIM, CONFORME A LEGISLAÇÃO VIGENTE. A) Para recadastrar,aprovar o projeto e/ou alterações : 1- Mandar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO ESTADO DO PARANÁ CNPJ N.º 76.002.641/0001-47

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO ESTADO DO PARANÁ CNPJ N.º 76.002.641/0001-47 EDITAL DE CREDENCIAMENTO - N.º 006/2011 Secretaria Municipal de Saúde A Secretaria Municipal da Saúde de Rio Negro torna público que estará recebendo em sua sede, situada na Travessa Sete de Setembro,

Leia mais

MUNICÍPIO DE ERECHIM EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº _01/2015

MUNICÍPIO DE ERECHIM EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº _01/2015 MUNICÍPIO DE ERECHIM EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº _01/2015 A Prefeitura Municípal de Erechim/RS, no uso de suas atribuições legais, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar

Leia mais

CENTRAIS GERADORAS FOTOVOLTAICAS.

CENTRAIS GERADORAS FOTOVOLTAICAS. INSTRUÇÕES PARA REQUERIMENTO AO ONS DE PARECER OU DOCUMENTO EQUIVALENTE DE ACESSO AO SISTEMA DE TRANSMISSÃO PARA FINS DE CADASTRAMENTO NA EPE COM VISTAS À HABILITAÇÃO TÉCNICA AO 1º LEILÃO DE ENERGIA DE

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, objetivando constituir subcomissão

Leia mais

Governo do Estado da Paraíba Secretaria de Saúde do Estado Agência Estadual de Vigilância Sanitária - AGEVISA-PB

Governo do Estado da Paraíba Secretaria de Saúde do Estado Agência Estadual de Vigilância Sanitária - AGEVISA-PB Governo do Estado da Paraíba Secretaria de Saúde do Estado Agência Estadual de Vigilância Sanitária - AGEVISA-PB Consulta Pública nº 004 de 26 de fevereiro de 2004. A Diretoria Colegiada da Agência Estadual

Leia mais

GUIA DE INFORMAÇÕES PARA REGISTRO DE INDÚSTRIAS DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL

GUIA DE INFORMAÇÕES PARA REGISTRO DE INDÚSTRIAS DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL GUIA DE INFORMAÇÕES PARA REGISTRO DE INDÚSTRIAS DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL REGISTRO, RELACIONAMENTO E TRANSFERÊNCIA: Propriedades e Estabelecimentos sujeitos a registro: - Matadouro-Frigorífico; - Fábrica

Leia mais

VIGILÂNCIA SANITÁRIA ALVARÁ

VIGILÂNCIA SANITÁRIA ALVARÁ VIGILÂNCIA SANITÁRIA ALVARÁ ALVARÁ Nº. 001 EXERCÍCIO DE: 26/01/2012 26/01/2013 A Secretaria Municipal de Saúde de Euclides da Cunha, de acordo com a legislação sanitária, concede licença de funcionamento,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA. PUBLICADO NO DOM N o DE / / DECRETO N o 769

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA. PUBLICADO NO DOM N o DE / / DECRETO N o 769 PUBLICADO NO DOM N o DE / / DECRETO N o 769 Estabelece critérios para simplificação dos procedimentos relativos à Secretaria Municipal do Urbanismo. O PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA, CAPITAL DO ESTADO

Leia mais

ATENÇÃO: OS DIAS E HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO PARA COMPROVAÇÃO DAS BOLSAS DO PROUNI PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 NA FEAD SERÃO:

ATENÇÃO: OS DIAS E HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO PARA COMPROVAÇÃO DAS BOLSAS DO PROUNI PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 NA FEAD SERÃO: ATENÇÃO: OS DIAS E HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO PARA COMPROVAÇÃO DAS BOLSAS DO PROUNI PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 NA FEAD SERÃO: Dia 29-07-2014 De 9 as 18h; Dia 30-07-2014 De 9 as 18h; INFORMAÇÕES, RELAÇÃO

Leia mais

O CONSELHO DE GESTÃO DA AGÊNCIA GOIANA DE REGULAÇÃO, CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS, no uso de suas competências legais e,

O CONSELHO DE GESTÃO DA AGÊNCIA GOIANA DE REGULAÇÃO, CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS, no uso de suas competências legais e, 1 RESOLUÇÃO Nº 205 /2008 - CG Dispõe sobre a inspeção de segurança veicular dos veículos de propriedade das concessionárias que operam no transporte rodoviário intermunicipal de passageiros do Estado de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 546 DE 21 DE JULHO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 546 DE 21 DE JULHO DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 546 DE 21 DE JULHO DE 2011 Ementa: Dispõe sobre a indicação farmacêutica de plantas medicinais e fitoterápicos isentos de prescrição e o seu registro. O Conselho Federal de Farmácia (CFF),

Leia mais

ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO CHECK LIST DOCUMENTAÇÃO PARA RENOVAÇÃO DE CREDENCIAMENTO DE CFC.

ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO CHECK LIST DOCUMENTAÇÃO PARA RENOVAÇÃO DE CREDENCIAMENTO DE CFC. ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO CHECK LIST DOCUMENTAÇÃO PARA RENOVAÇÃO DE CREDENCIAMENTO DE CFC. Item DESCRIÇÃO 01 Requerimento solicitando a renovação assinado

Leia mais

AUTORIZAÇÃO AMBIENTAL PARA TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS

AUTORIZAÇÃO AMBIENTAL PARA TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS AUTORIZAÇÃO AMBIENTAL PARA TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS DOCUMENTAÇÃO: 01. Requerimento padrão SUDEMA; 02. Cadastro padrão SUDEMA; 03. Guia de Recolhimento; 04. Licença ambiental da empresa geradora,

Leia mais

DIAS E HORÁRIO DE ATENDIMENTO PARA A MATRÍCULA: DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA E PARA COMPROVAÇÃO DAS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS

DIAS E HORÁRIO DE ATENDIMENTO PARA A MATRÍCULA: DOCUMENTOS PARA MATRÍCULA E PARA COMPROVAÇÃO DAS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS 2ª chamada de aprovados no SISU 2013/01 DIAS E HORÁRIO DE ATENDIMENTO PARA A MATRÍCULA: Dias 01, 04 e 05 de fevereiro de 2013. Horário: 10 horas às 11 horas e das 14horas às 20 horas. Local: Coordenação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO VELHO/RO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO VELHO/RO SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Item 01 - DROGARIAS, FARMÁCIAS E DISPENSÁRIOS DE MEDICAMENTOS - ABERTURA 4. Cópia do Contrato Social / Ata de Constituição da Empresa registrado na Junta Comercial 5. Cópia do documento de Inscrição no

Leia mais

DECRETO N 001/2014 10 DEJANEIRO DE 2014

DECRETO N 001/2014 10 DEJANEIRO DE 2014 DECRETO N 001/2014 10 DEJANEIRO DE 2014 "REGULAMENTA LEI MUNICIPAL 2.592/2007, CRIA MODELOS DE DOCUMENTOS DE PORTE OBRIGATÓRIO PARA USO DOS PROFISSIONAIS AUTORIZADOS A PRESTAR SERVIÇO DE TRANSPORTE ESCOLAR

Leia mais

INFORMATIVO. O Administrador Geral de Fernando de Noronha, no uso de suas atribuições:

INFORMATIVO. O Administrador Geral de Fernando de Noronha, no uso de suas atribuições: Fernando de Noronha, 19 de outubro de 2015. INFORMATIVO O Administrador Geral de Fernando de Noronha, no uso de suas atribuições: CONSIDERANDO a Lei Estadual Nº 14.133/2010; CONSIDERANDO ser imprescindível

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SAREC Nº 01, de 02 de janeiro de 2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA SAREC Nº 01, de 02 de janeiro de 2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA SAREC Nº 01, de 02 de janeiro de 2014 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados nos processos administrativos relativos à baixa de inscrição. O SECRETÁRIO MUNICIPAL ADJUNTO DA

Leia mais

HOMOLOGAÇÃO DO SIMULADOR

HOMOLOGAÇÃO DO SIMULADOR HOMOLOGAÇÃO DO SIMULADOR a) laudo técnico de avaliação, vistoria e verificação de conformidade do protótipo, expedido por Organismo Certificador de Produto OCP, acreditado pelo INMETRO na área de veículos

Leia mais

Check-List. Cadastro de Instituições. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 5 de novembro de 2007.

Check-List. Cadastro de Instituições. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 5 de novembro de 2007. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária Check-List Cadastro de Instituições Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Gerência de Desenvolvimento de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02

PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02 PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02 SUMÁRIO 1. Da Validade... 4 2. Das Inscrições... 5 3. Do calendário... 5 4. Da Avaliação... 6 5. Da matrícula... 6 6. Do regime escolar e semestralidade... 7

Leia mais

Processo Seletivo Renovação de Bolsa Filantropia

Processo Seletivo Renovação de Bolsa Filantropia REQUERIMENTO PARA A RENOVAÇÃO E CONCESSÃO DE BOLSA FILANTROPIA DA FACULDADE PADRE JOÃO BAGOZZI Nome: Curso: período atual: Telefone residencial: telefone celular: Email: Importante: - Não serão recebidos

Leia mais

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente.

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente. Sistema de Gestão da Qualidade SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO INSTRUÇÃO DE TRABALHO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO RECEITA MUNICIPAL DE SENADOR CANEDO Responsável: Vanderlúcia Cardoso

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO- SEDUC

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO- SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO- SEDUC EDITAL DE CONCURSOS PÚBLICOS N 1/013 DIVULGA O PRAZO E LOCAL DE ENTREGA DOS DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS PARA A PROVA DE TÍTULOS E PRESTA OUTROS ESCLARECIMENTOS O Secretário

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA A ABERTURA DE CONVÊNIOS E ACORDO DE COOPERAÇÃO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA A ABERTURA DE CONVÊNIOS E ACORDO DE COOPERAÇÃO MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA A ABERTURA DE CONVÊNIOS E ACORDO DE COOPERAÇÃO Manaus/março/2014 Apresentação A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais ARII desenvolve atividades nas áreas

Leia mais

RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013

RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013 RDC ANVISA Nº17, DE 28/03/2013 Estabelece os critérios relativos à Autorização de Funcionamento (AFE) e de Autorização Especial (AE) de farmácias e drogarias. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional

Leia mais

Atraso de Bagagem. - Notas Fiscais originais da compra dos itens de primeira necessidade com relação dos itens adquiridos;

Atraso de Bagagem. - Notas Fiscais originais da compra dos itens de primeira necessidade com relação dos itens adquiridos; Atraso de Bagagem - Cópia RG e CPF ou CNH do(s) segurado(s) reclamante(s); - Cópia Comprovante de Residência (Qualquer comprovante atual em nome do(s) segurado(s) reclamante(s). Na ausência deste, enviar

Leia mais

ANEXO I ENDEREÇO (RUA, AV) N.º COMPLEMENTO DADOS DO VEÍCULO

ANEXO I ENDEREÇO (RUA, AV) N.º COMPLEMENTO DADOS DO VEÍCULO ANEXO I AUTORIZATÁRIO ESCOLAR PESSOA NATURAL Solicito ao Presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem/MG- Transcon, o credenciamento como Autorizatário serviço de Escolar como

Leia mais

IN 05 - Averbação de Área de Manutenção Florestal e/ou Compensação Ambiental

IN 05 - Averbação de Área de Manutenção Florestal e/ou Compensação Ambiental IN 05 - Averbação de Área de Manutenção Florestal e/ou Compensação Ambiental 1 Objetivo Definir a documentação necessária para aprovação de áreas de Manutenção Florestal e/ou Compensação Ambiental, em

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO DA FAIXA DE DOMÍNIO REV. 00 Rodovia PR-317 Km 106+200m Maringá PR Tel.: (44) 3033-6000 Fax: (44) 3033-6060 CEP 87065-005 http://www.viapar.com.br Sumário 1. FLUXOGRAMA

Leia mais

PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013

PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013 PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013 Ementa: Dispensação de medicamentos. Função privativa de Farmacêutico. 1. Do

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES SIMPLIFICADO-RCS (MATERIAL/SERVIÇOS)

CADASTRO DE FORNECEDORES SIMPLIFICADO-RCS (MATERIAL/SERVIÇOS) CADASTRO DE FORNECEDORES SIMPLIFICADO-RCS (MATERIAL/SERVIÇOS) ÍNDICE RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA CADASTRO DE FORNECEDORES -SIMPLIFICADO-MATERIAL/SERVIÇOS PÁGINAS 2 e 3 FICHA DE INFORMAÇÕES PARA CADASTRO

Leia mais

CADASTRO PESSOA JURÍDICA

CADASTRO PESSOA JURÍDICA CADASTRO PESSOA JURÍDICA Nº Conta Corrente Elaboração Renovação Alteração 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Identificação da empresa CNPJ Nome fantasia N o de registro Data de constituição Capital social realizado

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA SEPLAG E INTENDÊNCIA DA CIDADE ADMINISTRATIVA Nº. 8545 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO CONJUNTA SEPLAG E INTENDÊNCIA DA CIDADE ADMINISTRATIVA Nº. 8545 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO CONJUNTA SEPLAG E INTENDÊNCIA DA CIDADE ADMINISTRATIVA Nº. 8545 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2011. Dispõe sobre a entrega de refeições prontas na Cidade Administrativa Presidente Tancredo de Almeida

Leia mais

Relação de Documentos Exigidos Para Efetivação de Transferência

Relação de Documentos Exigidos Para Efetivação de Transferência Relação de Documentos Exigidos Para Efetivação de Transferência AS CÓPIAS DOS DOCUMENTOS APRESENTADOS DEVERÃO ESTAR AUTENTICADAS OU ACOMPANHADAS DOS ORIGINAIS. 1. Preencher o requerimento, que deverá ser

Leia mais

As inscrições deverão ser realizadas pelo site http://iep.hospitalsiriolibanes.org.br/web/iep/-/especializacaoem-medicina-intensiva-para-adultos,

As inscrições deverão ser realizadas pelo site http://iep.hospitalsiriolibanes.org.br/web/iep/-/especializacaoem-medicina-intensiva-para-adultos, Edital de Seleção ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA Ano letivo 2016. O Superintendente de Ensino do Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa IEP/HSL, no uso de suas atribuições, faz saber que o

Leia mais

Sistema de Cadastro de Fornecedores SISCAF

Sistema de Cadastro de Fornecedores SISCAF Sistema de Cadastro de Fornecedores SISCAF O que é o SISCAF? O Sistema de Cadastro de Fornecedores de Porto Velho (SISCAF) é uma iniciativa voltada para a implantação de um sistema de registro e acompanhamento

Leia mais

COMUNICADO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02 SUBVENÇÃO SOCIAL/2015

COMUNICADO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02 SUBVENÇÃO SOCIAL/2015 COMUNICADO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02 SUBVENÇÃO SOCIAL/2015 A Comissão Institucional de Credenciamento e Avaliação de Projetos - CICAP da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Ceará,

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA A ART Múltipla que substitui o registro de diversas ARTs específicas, no caso de execução de obras ou prestação de serviços de rotina, deve ser registrada até o

Leia mais

O coordenador de Vigilância Sanitária de Rio Claro, COMUNICA que:

O coordenador de Vigilância Sanitária de Rio Claro, COMUNICA que: O coordenador de Vigilância Sanitária de Rio Claro, COMUNICA que: Razão Social: Pizza Gigante e Turbinada Ramo de Atividade: pizzaria CPF/CNPJ: 10.419.472/0001-37 Endereço: Avenida Felício Castellano 2600,

Leia mais

Documentos do vendedor Pessoa Física. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado;

Documentos do vendedor Pessoa Física. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Documentos do vendedor Pessoa Física Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Nota: caso o proponente for casado(a), enviar também os documentos/certidões

Leia mais

DECRETA: I INSCRIÇÃO PARA PROFISSIONAL LIBERAL ESTABELECIDO

DECRETA: I INSCRIÇÃO PARA PROFISSIONAL LIBERAL ESTABELECIDO DECRETO N.º 296 DE 26 DE NOVEMBRO DE 2014. Dispõe sobre a regulamentação de documentação necessária para abertura de inscrição inicial e outros procedimentos, em cumprimento ao parágrafo único do artigo

Leia mais

Resolução CONSEMA nº 085/2004, de 17 de dezembro de 2004

Resolução CONSEMA nº 085/2004, de 17 de dezembro de 2004 Resolução CONSEMA nº 085/2004, de 17 de dezembro de 2004 O CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE CONSEMA, no uso de atribuições que lhe confere a Lei Estadual n.º 10.330, de 27.12.94, e tendo em vista o disposto

Leia mais

Diário Oficial da União - Seção 01 DOU 27 de outubro de 2008 Páginas [61-62]

Diário Oficial da União - Seção 01 DOU 27 de outubro de 2008 Páginas [61-62] Diário Oficial da União - Seção 01 DOU 27 de outubro de 2008 Páginas [61-62] RESOLUÇÃO-RDC Nº 76, DE 23 DE OUTUBRO DE 2008 Dispõe sobre a alteração da Resolução da Diretoria Colegiada - RDC n.º 222, de

Leia mais

1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação da autuação e defesa da autuação?

1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação da autuação e defesa da autuação? Diante da veiculação e circulação de e-mails falsos, o DER/MG esclarece que não faz uso de correio eletrônico para notificar sobre a existência de multas. 1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação

Leia mais

INSTRUÇÃO AMBIENTAL. Status: Aprovada SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO

INSTRUÇÃO AMBIENTAL. Status: Aprovada SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO 1 de 6 1 OBJETIVO Criar sistemática para as atividades de manutenção, de responsabilidade da DIRENG, para manter a Câmara Municipal de Manaus em conformidade com as legislações vigentes nos órgãos municipais,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CAMPUS SANTA INGRESSO NOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO DO IFES CAMPUS SANTA EDITAL Nº 03 DE 10 DE MARÇO DE 2015 O Diretor-Geral do Campus Santa Teresa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015

Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015 Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015 Procedimentos e Requisitos Necessários para a Solicitação de inclusão no Mecanismo Diferenciado de Pagamento Abatimento do ValorDBO, referente a cobrança

Leia mais

Manual. Cadastro de Instituições. www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008.

Manual. Cadastro de Instituições. www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008. Manual Cadastro de Instituições Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Gerência de Desenvolvimento de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008. SUMÁRIO 1. CADASTRO DE INSTITUIÇÕES...

Leia mais

As inscrições deverão ser realizadas pelo site http://iep.hospitalsiriolibanes.org.br/web/iep/-/especializacaoem-informatica-em-saude,

As inscrições deverão ser realizadas pelo site http://iep.hospitalsiriolibanes.org.br/web/iep/-/especializacaoem-informatica-em-saude, Edital de Seleção ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA EM SAÚDE Ano letivo 2016. O Superintendente de Ensino do Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa IEP/HSL, no uso de suas atribuições, faz saber que

Leia mais

Informações sobre Multas: (31) 3235-1300. NOTIFICAÇÃO DA AUTUAÇÃO e DEFESA DA AUTUAÇÃO

Informações sobre Multas: (31) 3235-1300. NOTIFICAÇÃO DA AUTUAÇÃO e DEFESA DA AUTUAÇÃO Informações sobre Multas: (31) 3235-1300 NOTIFICAÇÃO DA AUTUAÇÃO e DEFESA DA AUTUAÇÃO A Resolução nº 149, de 19 de Setembro de 2003, do Conselho Nacional de Trânsito CONTRAN, dispõe sobre uniformização

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.975/2011 (Publicada no D.O.U. de 29 de julho de 2011, Seção I, p. 336-337) Revogada pela Resolução CFM nº 1979/2011 Fixa os valores das anuidades e taxas

Leia mais

COORDENADORIA DE INSPEÇÃO SANITÁRIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL -.C.I.S.P.O.A.-

COORDENADORIA DE INSPEÇÃO SANITÁRIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL -.C.I.S.P.O.A.- COORDENADORIA DE INSPEÇÃO SANITÁRIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL -.C.I.S.P.O.A.- MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DE ESTABELECIMENTOS QUE MANIPULAM E INDUSTRIALIZAM PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL E SEUS

Leia mais

Governo do Estado de Rondônia Secretaria Estadual de Saúde ANEXO B

Governo do Estado de Rondônia Secretaria Estadual de Saúde ANEXO B ANEXO B SOLICITAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE ESTUDOS DE VIABILIDADE TÉCNICA, LEGAL E AMBIENTAL/URBANÍSTICA DE EMPREENDIMENTO DE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA A ser preenchido pela Unidade Setorial

Leia mais

Secretaria Executiva do Tesouro Departamento de Contabilidade

Secretaria Executiva do Tesouro Departamento de Contabilidade ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 20/2011-GINS Secretaria Executiva do Tesouro Manaus, 02 de maio de 2011 1 - INSTRUÇÃO DE PROCESSOS DE DESPESAS O órgão deverá instruir os processos de despesas com, de acordo com

Leia mais

REQUERIMENTO DE PENSÃO

REQUERIMENTO DE PENSÃO Versão 9 REQUERIMENTO DE PENSÃO SEGURADO (A) Segurado(a): CPF nº: Cargo: Órgão de origem: DATA DO ÓBITO: / / Ativo: ( ) Inativo: ( ) NOME DEPENDENTES PREVIDENCIÁRIOS Data de Nascimento Parentesco Estado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PPG QUALISAÚDE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PPG QUALISAÚDE EDITAL Nº 001/2016 do Mestrado Profissional Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde (PPG QualiSaúde) de 07 de junho de 2016 para Credenciamento de Docentes A Coordenação do Programa de Pós-Graduação Gestão

Leia mais

POP 08 DISPENSAÇÃO DE MEDICAMENTOS

POP 08 DISPENSAÇÃO DE MEDICAMENTOS 1 Objetivos Definir as normas a serem aplicadas na dispensação de medicamentos em Farmácia. 2 Alcance Auxiliares de farmácia que receberam o treinamento. 3 Responsabilidades: Farmacêutico Responsável.

Leia mais

Se você for substituir o seu bem por um USADO, providenciar a vistoria do bem (se for um bem NOVO, passar para o 2º passo)

Se você for substituir o seu bem por um USADO, providenciar a vistoria do bem (se for um bem NOVO, passar para o 2º passo) Orientações para Substituição de Garantia Bens Móveis Nesse documento você encontra todas as orientações para concluir a substituição do bem adquirido no Consórcio, de maneira ágil e fácil. Esse processo

Leia mais

ART Eletrônica. Guia de Utilização - CRBIO-04

ART Eletrônica. Guia de Utilização - CRBIO-04 ART Eletrônica Guia de Utilização - CRBIO-04 Acesso ao CRBio04 Online Caso seja seu primeiro acesso siga as instruções para criar um login Entre com seu login e senha para emitir uma ART Incluir ART Eletrônica

Leia mais