RELATÓRIO FINANCEIRO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO FINANCEIRO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO"

Transcrição

1 RELATÓRIO FINANCEIRO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO EXERCÍCIO

2 GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA FEVEREIRO/2003 Responsável Técnico Francisco Galiza Engenheiro e Mestre em Economia (FGV), com tese sobre seguro Professor e Conselheiro Editorial da Funenseg (Fundação Escola Nacional de Seguros) Catedrático em Rating e Estatísticas Gerenciais pela ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência) Consultor, é especialista nas áreas de seguros, de previdência privada e de capitalização, sendo autor de diversos estudos sobre estes setores 3

3 GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL Metodologia 6 Resumo Relatório7 1 Institucional 8 2 Evolução 10 3 Rentabilidade Total14 32 Carteira de Seguros Investimentos Despesas Administrativas 19 4 Capitalização e Liquidez 20 5 Produtos 21 5

4 METODOLOGIA O trabalho de classificação de riscos ( rating ) das empresas de seguros é feito há 7 anos e tem por objetivo formar uma opinião sobre o risco e a qualidade das operações deste segmento específico de mercado, dividindo-se em duas etapas: Na primeira delas, a análise é baseada em dados públicos Neste caso, a empresa pode ganhar 5 cores distintas, cada uma representativa da sua condição: AZUL (Muito Boa) VERDE (Boa) AMARELA (Regular) VERMELHA (Deficiente) BRANCA (Sem Opinião) Já a segunda classificação (com avaliação dos dados internos) é mais sofisticada em seu conteúdo e é gerada apenas por solicitação Este é o caso deste relatório Nesta nova situação, as possibilidades são ampliadas para 8 cores as citadas anteriormente, menos a cor BRANCA (Sem Opinião), mais as cores: VERDE (De Boa para Muito Boa) AMARELA (De Regular para Boa) VERMELHA (De Deficiente para Regular) Na tabela abaixo, as classificações: CRITÉRIOS USADOS CLASSIFICAÇÃO DOS RISCOS AZUL (Muito Boa) VERDE (De Boa para Muito Boa) VERDE (Boa) AMARELA (De Regular para Boa) AMARELA (Regular) VERMELHA (De Deficiente para Regular) VERMELHA (Deficiente) BRANCA (Sem Opinião)(ocorre somente na divulgação pública) 6

5 RESUMO A) Evolução do Rating do Grupo Marítima Seguros Cor( Rating ) Qualificação Dezembro / Azul Muito Boa Junho / Verde Boa Dezembro / Azul Muito Boa Junho / Azul Muito Boa Dezembro / Azul Muito Boa B) Cenário Estratégico PONTOS FORTES Com 60 anos no setor, a Seguradora é tradicional no mercado brasileiro, com boa imagem junto aos seus clientes e parceiros, fato comprovado pelas taxas de crescimento e pelas inúmeras premiações que vêm recebendo nos últimos anos A Empresa conta com uma equipe de funcionários competente e experiente, o que permite projetar margens de rentabilidade positivas Por ter uma atuação concentrada regionalmente, a Seguradora acaba obtendo ganhos de escala em seus negócios PONTOS FRACOS As concentrações geográficas e comerciais podem ser elementos de risco adicionais, quando a Seguradora é comparada a outras empresas em situação similar OPORTUNIDADES A Seguradora tem possibilidades de crescer em outras regiões do país, assim como em outros produtos em que não é tradicionalmente especialista, como vida e previdência Ressalte-se que esta oportunidade já vem sendo explorada, através de "joint-venture" com a empresa americana Nationwide AMEAÇAS A eventual entrada de empresas nos mesmos ramos de atuação, com políticas comerciais agressivas, pode afetar as suas margens de rentabilidade futuras 7

6 1 - INSTITUCIONAL Empresas do Grupo: Marítima Seguros S A Marítima Saúde Seguros S A Sede: Rua Coronel Xavier de Toledo, 114 e 137 São Paulo-SP CEP Telefone: (11) Site: wwwmaritimacombr Presidente/Diretores: Marítima Seguros S/A Francisco Caiuby Vidigal Moysés Leme Marivaldo Medeiros Milton Bellizia Filho Francisco C Vidigal Filho Auditores Externos: Ecopal S/C Auditores Independentes Marítima Saúde Seguros S/A Francisco Caiuby Vidigal Moysés Leme Marivaldo Medeiros Milton Bellizia Filho Francisco C Vidigal Filho Murilo Rego Lins O Grupo Marítima Seguros, uma sociedade anônima de capital fechado integralmente nacional, foi fundado em 1943, estando atualmente entre as maiores do setor no país Ele é formado pelas Empresas Marítima Seguros S A e Marítima Saúde Seguros S A Na tabela 1, uma cronologia mais detalhada da história da Companhia 8

7 Tabela 1 Cronologia - Grupo Marítima Seguros Fatos Fundação da Marítima Seguros - ramos: Transporte Marítimo e Incêndio A matriz da Seguradora instala-se na cidade de São Paulo Início das operações no ramo de Acidentes Pessoais Passa a atuar em 14 cidades, operando em Lucros Cessantes, Resp Civil e Transporte Terrestre Início das operações no segmento Automóvel Início das operações no segmento Vida Início das operações do Auto Mensal Marítima Início da descentralização das operações e da vanguarda em tecnologia de processamento de imagens Início das operações no segmento Saúde Incentivo aos Ramos Elementares Eleita a "Seguradora do Ano" pelo Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo Eleita a "Seguradora do Ano" pelo Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo; "Top de Vendas" da ADVB, com o Auto Mensal; uma das marcas mais admiradas do país, pela Revista Carta Capital "TOP de Vendas" da ADVB, com o Seguro Marítima Saúde Empresarial Início dos serviços WAP; eleita a Melhor Seguradora da Região Sul, pela Fenacor; "Top de Vendas" da ADVB, com o Seguro Empresarial Eleita, pelos corretores participantes do Congresso Estadual dos Corretores de Seguros (Conec), a Melhor Seguradora do Brasil e das regiões Sul e Sudeste do País; Melhor Performance do Mercado Segurador Brasileiro, na categoria Seguro Saúde, pela Revista Cobertura Tabela 2 Princípios de Atuação - Grupo Marítima Seguros Princípios Missão do Grupo Valores Filosofia de Atuação Atuação no Sinistro Descrição Proporcionar aos clientes produtos e serviços diferenciados com a finalidade de garantir indenizações e reembolsos com agilidade incomparável em todo o mercado, de acordo com as ocorrências previstas no contrato de seguro Atendimento personalizado aos segurados, em produtos, serviços, informações e orientações, utilizando os mais modernos recursos de tecnologia Garantia aos parceiros (corretores e prestadores) de amplo suporte, lealdade e transparência na condução dos negócios Solidez e inovação são as principais características que marcaram a existência da Marítima no mercado segurador brasileiro Utilização intensiva de tecnologia, visando um atendimento mais rápido, preciso e simples possível Atendimento personalizado Posicionar o corretor de seguros como único canal de distribuição e principal elemento para levar ao mercado os seus diferenciais Agilidade e simplicidade nos processos de indenizações, devido a utilização de pessoal tecnicamente qualificado e de modernos sistemas informatizados, 9

8 Tabela 3 - Características do Grupo Marítima Seguros Características Quantidade de Corretores Distribuição Geográfica Clientes Funcionários Quantidade 12,3 mil cadastrados Opera nas regiões sudeste, sul e nordeste do país, com 70 escritórios, em 57 cidades 731 mil Segurados ativos, com 334 mil veículos, 180 mil vidas em segurosaúde e 217 mil nos demais ramos Empregados, 1240 Terceirizados, 595 A Marítima tem como princípio se distinguir como uma empresa que utiliza moderna tecnologia eletrônica nos seus negócios A seguir, na tabela 4, algumas características Tabela 4 - Algumas Características Tecnológicas - Grupo Marítima Seguros Mainframe Banco de Dados Rede de Comunicações Aplicativos Características Modelo IBM, 2500 bats; MP3000 H50 Db2 e Informix; 100 Gbytes Interna, Tráfego Simultâneo de 14 Mbps; Externa, entre 64 kbps e 2 Mbps Acessos internet, 35 mil/mês; emissão de apólice auto, 13 mil/dia; transmissão eletrônica de propostas, 9 mil/dia 2 - EVOLUÇÃO Desde o Plano Real, o Grupo Marítima Seguros tem aumentado a sua participação no mercado brasileiro, como indica a tabela 5 Por exemplo, em, o seu faturamento foi de R$ 730,6 milhões, 18% maior do que em Atualmente, esta receita é distribuída, aproximadamente, em seguro de automóvel (50% do total), saúde (30%) e Riscos Especiais (20%) No gráfico 1, esta posição é destacada Tabela 5 - Distribuição da Receita Grupo Marítima Seguros - Prêmios Totais - Composição % % Perfil Faturamento Automóvel Saúde Riscos Especiais Total Faturamento (R$ milhões) 55% 60% 51% 29% 26% 31% 16% 14% 18% 100% 100% 100% 614,4 692,9 730,6 10

9 Gráfico 1 - Perfil de Receita - Grupo Marítima Seguros - Riscos Especiais 18% Auto 51% Saúde 31% Um outro aspecto importante é quando avaliamos a participação deste Grupo no mercado segurador brasileiro Por exemplo, pela tabela 6, em 1993, ele representava 1,2% do faturamento total; em, este número é 2,4% Comparada a uma amostra de outros grupos relevantes do setor, a Marítima, comprovadamente, apresentou um dos maiores taxas de crescimento relativo, duplicando a sua participação no setor (gráfico 2) Tabela 6 - Evolução da Participação do Ranking - Grupos Seguradores - Prêmios Totais Grupos MARÍTIMA AGF REAL HSBC/CCF VERA CRUZ BRADESCO SUL AMÉRICA PORTO SEGURO ITAÚ UNIBANCO-AIG ,2% 3,2% 1,9% 7,9% 2,2% 16,5% 14,7% 3,6% 6,1% 3,1% 2,7% 2,6% 2,5% 5,4% 1,9% 13,0% 17,0% 5,9% 7,0% 4,6% 2,7% 4,1% 2,6% 3,2% 2,3% 18,9% 18,3% 6,8% 6,4% 3,6% 2,4% 3,6% 2,8% 3,1% 2,7% 24,2% 16,1% 6,6% 8,0% 6,3% 11

10 Gráfico 2 - Seguradoras - Proporção relativa ao faturamento de Participação no Mercado Participação % Anos 1999 MARÍTIMA AGF REAL HSBC/CCF VERA CRUZ BRADESCO SUL AMÉRICA PORTO SEGURO ITAÚ UNIBANCO-AIG Em complemento, na tabela 7, temos a posição ocupada pela Marítima no ranking das Seguradoras e, também, em dois de seus ramos de atuação No mercado como um todo, a Empresa fechou o ano de na 11ª posição Tabela 7 - Posição no Ranking - Marítima Seguros Posição Ranking Automóvel Saúde Grupo Um outro aspecto importante no Grupo foi o crescimento da importância relativa dos Ramos de Riscos Especiais No gráfico 3, apresentamos dois exemplos (Riscos de Engenharia e Planos Conjugados (Residência, Condomínio e Empresa) 12

11 Gráfico 3 - Proporção do Faturamento - Em relação a Proporção(Base 100) Anos Riscos de Engenharia Planos Conjugados Por fim, temos, na tabela 8, o faturamento do Grupo Marítima, em termos geográficos Como os números indicam, a concentração geográfica no Estado de São Paulo é a maior, com mais de 90% da receita advinda desta região Esta tendência vem se mantendo nos últimos anos Tabela 8 - Distribuição Geográfica Grupo Marítima Seguros - Prêmios Totais - Composição % Distribuição Geográfica SP 92% 94% 92% RJ 2% 2% 3% MG 2% 1% 2% RS 2% 2% 2% Demais 2% 1% 1% Total 100% 100% 100% 13

12 3 - RENTABILIDADE 31 - Total As tabelas 9 e 10, dadas a seguir, apresentam alguns números referentes às taxas de rentabilidade total do Grupo Marítima Tabela 9 - Dados Contábeis Grupo Marítima Seguros (Marítima Seguros + Marítima Saúde) - R$ milhões Prêmios Ganhos (PG) 576,3 679,6 642,1 Sinistros Retidos (SR) (367,7) (413,2) (383,9) Desp Comercialização (DC) (103,0) (119,4) (113,2) Desp Administrativas (DA) (109,5) (126,8) (142,1) Out Rec/Desp Operacionais(ORD) (6,1) (10,9) (6,2) Res Investimentos (RI) 19,3 27,1 34,4 Resultado Operacional (RO) 9,3 36,4 31,1 Res Não Operacional (RNO) 0,5 1,4 1,0 Tributos e Participações (T) (4,0) (14,0) (11,6) Lucro Líquido (LL) 5,8 23,8 20,5 Patrimônio Líquido (PL) 71,8 88,7 108,0 Ativo (A) 311,1 346,8 426,4 RO = PG+SR+DC+DA+RI+ORD RI = Financeiro + Patrimonial + Equivalência Patrimonial + Previdência Privada Tabela 10 - Indicadores Econômico-Financeiros de Rentabilidade Grupo Marítima Seguros Indicadores Empresa PG/PG 100,0% 100,0% 100,0% SR/PG -63,8% -60,8% -59,8% DC/PG -17,9% -17,6% -17,6% DA/PG -19,0% -18,7% -22,1% ORD/PG -1,1% -1,6% -1,0% RI/PG 3,3% 4,0% 5,4% RO/PG 1,6% 5,4% 4,8% Indicadores Empresa LL/PL 8,1% 26,8% 19,0% LL/PG 1,0% 3,5% 3,2% RI/A 6,2% 7,8% 8,1% 14

13 Na tabela 11, em cada ano, calculamos os indicadores obtidos a partir da somatória dos dados contábeis das seguradoras atuantes no mercado brasileiro Diminuindo estes números aos da tabela 9, chegamos à tabela 12, que permite situar o Grupo Marítima Seguros diante do setor Tabela 11 - Indicadores Econômico-Financeiros de Rentabilidade Mercado Segurador Brasileiro (Amostra de Seguradoras) Indicadores Mercado e PG/PG 100,0% 100,0% 100,0% SR/PG -67,8% -66,7% -67,3% DC/PG -16,3% -15,5% -15,3% DA/PG -19,0% -18,7% -19,4% ORD/PG -1,7% -2,5% -2,9% RI/PG 14,7% 14,1% 14,8% RO/PG 9,9% 10,7% 9,9% Indicadores Mercado e LL/PL 16,0% 16,3% 13,6% LL/PG 8,4% 9,0% 7,9% RI/A 10,3% 9,3% 9,4% Indicadores obtidos pela somatória de todas as seguradoras Em, valores estimados do semestre para o ano Tabela 12 Diferença dos Indicadores de Rentabilidade do Grupo Marítima Seguros em relação ao Mercado Segurador Brasileiro Diferença e SR/PG 4,0% 5,9% 7,5% DC/PG -1,6% -2,1% -2,3% DA/PG 0,0% 0,0% -2,7% ORD/PG 0,6% 0,9% 1,9% RI/PG -11,4% -10,1% -9,4% RO/PG -8,3% -5,3% -5,1% Diferença e LL/PL -7,9% 10,5% 5,4% LL/PG -7,4% -5,5% -4,7% RI/A -4,1% -1,5% -1,3% e = estimado 15

14 No gráfico 4, como ilustração, um comparativo das taxas de rentabilidade (LL/PL), ano a ano Gráfico 4 - Margens de Rentabilidade (LL/PL) - Comparativo (%) 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% Anos Marítima Mercado Quando analisamos especificamente os indicadores da rentabilidade da Seguradora como um todo, constatamos uma melhora gradual dos números em e, sobretudo naqueles que medem a rentabilidade sobre o patrimônio (Lucro Líquido/Patrimônio Líquido) A diferença deste indicador tem se situado entre 5 e 10 pontos percentuais No entanto, quando avaliamos as margens líquidas (Lucro Líquido/Prêmios Ganhos), a vantagem diminui, embora os números encontrados ainda sejam favoráveis, o que lhe proporciona uma boa rentabilidade final Um dos motivos é o fato de a seguradora trabalhar com um nível de capitalização bastante ajustado, quando comparado ao padrão médio do setor Ou seja, o lucro é gerado em cima de uma menor quantidade de capital próprio, todavia o Grupo Marítima Seguros tem uma boa performance operacional, o que lhe proporciona uma rentabilidade final expressiva Este aspecto será comentado mais detalhadamente a seguir 32 - Carteira de Seguros Na tabela 13, analisamos as taxas de sinistralidade e de comissionamento total do Grupo Marítima Seguros, caso estas, em cada ramo, fossem idênticas às taxas médias do setor Esta metodologia evita as distorções existentes ao se comparar números de carteiras de seguros distintas Assim, comparando-as aos números verdadeiros, em termos proporcionais, encontramos uma diferença favorável para a Marítima, sobretudo na taxa de sinistralidade (vide indicadores de qualidade) Já a tabela 14 detalha também os indicadores dos dois principais ramos operados pela companhia 16

15 Tabela 13 - Taxas de Sinistralidade e de Comissionamento Comparativas - Grupo Marítima Seguros Ramos PG SR/PG mercado Pondera DC/PG mercado Pondera Auto 54,7% -71% -38,8% -20% -10,9% Saúde 31,1% -84% -26,1% -4% -1,2% Riscos Diversos 1,6% -55% -0,9% -24% -0,4% Incêndio 10,2% -58% -5,9% -27% -2,8% DPVAT 1,3% -77% -1,0% 0% 0,0% Transportes 0,3% -43% -0,1% -20% -0,1% Outros 0,8% -68% -0,5% -11% -0,1% TOTAL 100,0% Taxa teórica -73,4% Taxa teórica -15,5% Taxa real -59,8% Taxa real -17,6% Indicador de Qualidade 22,8% Indicador de Qualidade -12,1% Tabela 14 - Taxas de Sinistralidade e Comissionamento Ramos Selecionados - - Grupo Marítima Seguros Sinistralidade Comissionamento Ramos Empresa Mercado Empresa Mercado Automóvel -54% -71% -20% -20% Saúde -70% -84% -8% -4% Apresentamos, no gráfico 5, um comparativo das taxas de sinistralidade Gráfico 5 - Comparativo - Taxas de Sinistralidade (Valores em Módulo) 90% 80% (%) 70% 60% 50% Marítima Mercado 40% Automóvel Saúde Ramos 17

16 Por fim, na tabela 15, observamos que, de fato, a qualidade da carteira de seguros do Grupo Marítima Seguros é um de seus pontos fortes Por exemplo, no ramo Automóvel, o ganho é de 17 pontos percentuais, enquanto que, no ramo saúde, é de 10 pontos Essas diferenças são alguns dos motivos dos bons resultados obtidos pela companhia nos últimos anos Tabela 15 Ganhos das Carteiras dos Ramos - - Grupo Marítima Seguros Ramos Automóvel Saúde Total (Sinistros + Comissões) Empresa Mercado -74% -91% -78% -88% Ganhos 17% 10% 33 - Investimentos Neste item, avaliamos o comportamento do Resultado dos Investimentos da Marítima Seguros, sobretudo de suas aplicações financeiras, as mais relevantes em seu perfil de ativos (53% do Ativo Contábil), conforme demonstrado na tabela 16 Na tabela 17, também os indicadores do mercado, para efeito de comparação Tabela 16 - Investimentos Dados Contábeis Grupo Marítima Seguros - R$ milhões Contas Empresa Imobilizado Resultado Financeiro Aplicações Financeiras Ativo 30,6 19,0 135,9 311,1 24,4 26,8 188,1 346,8 22,1 34,3 227,6 426,4 Tabela 17 - Análise dos Investimentos Indicadores Grupo Marítima Seguros e Mercado Segurador Brasileiro Indicadores Contas Empresa Imobilizado/Ativo Aplicações/Ativo Imobilizado/Aplicações Res Financeiro/Aplicações Mercado Imobilizado/Ativo Aplicações/Ativo Imobilizado/Aplicações Res Financeiro/Aplicações 9,8% 43,7% 22,5% 14,0% 5,4% 43,9% 12,3% 16,8% 7,0% 54,2% 13,0% 14,2% 4,2% 44,7% 9,4% 14,2% 5,2% 53,4% 9,7% 15,1% e 3,8% 44,0% 8,6% 14,9% No mercado, os valores de foram estimados do semestre para ano Indicadores obtidos pelo somatório de todas as seguradoras 18

17 Em relação aos números apresentados, destacam-se os seguintes pontos: a) A Marítima vem acompanhando a tendência atual do setor que tem trabalhado cada vez mais com um menor nível de capitalização b) A Marítima vem também seguindo o padrão no que se refere às suas margens de rentabilidade dos ativos financeiros 34 - Despesas Administrativas As tabelas 18 e 19 apresentam somente as Despesas Administrativas do Grupo Marítima Seguros, comparando-as aos valores praticados pela somatória dos dados das companhias Tabela 18 - Despesas Administrativas - Dados Contábeis Grupo Marítima Seguros - R$ milhões Perfil Despesas Administrativas Pessoal Próprio (PP) (54,0) (55,8) (62,9) Localização e Funcionamento (LF) (28,2) (46,9) (50,4) Serviços de Terceiros e Outros (ST) (27,3) (24,1) (28,8) Despesas Administrativas (DA) (109,5) (126,8) (142,1) Prêmios Ganhos (PG) 576,3 679,6 642,1 DA/PG -19,0% -18,7% -22,1% Em Outros, está incluída a conta Despesas com Tributos Tabela 19 - Indicadores Administrativos - Grupo Marítima Seguros e Mercado Segurador Brasileiro Indicadores Empresa Mercado Diferença PP/PG -10% -9% -1% LF/PG -8% -5% -3% ST/PG -4% -7% 3% DA/PG -22% -21% -1% Indicadores do mercado obtidos pela somatória de todas as seguradoras Pela análise dos números anteriores, constatamos que, de um modo geral, houve um aumento no nível destas despesas no Grupo Marítima Este fato, entretanto, foi compensado pelo ganho registrado em outras contas, não alterando desta maneira os resultados finais 19

18 4 - CAPITALIZAÇÃO E LIQUIDEZ A tabela 20 apresenta diversos dados contábeis do Grupo Marítima Seguros e, a tabela 21, a determinação dos indicadores de capitalização e de liquidez Já, na tabela 22, estes mesmos indicadores médios correspondentes aos do mercado segurador brasileiro Tabela 20 - Dados Contábeis - Grupo Marítima Seguros - R$ milhões Contas Empresa Prêmios Retidos (PR) 599,3 674,5 656,3 Sinistros Retidos (SR) (367,7) (413,2) (383,9) Disponível + Aplicações (DI) 141,9 194,0 237,1 Ativo Circulante (AC) 256,8 300,1 372,3 Ativo Permanente (AP) 36,0 30,3 29,4 Provisões Técnicas (PT) 111,3 103,7 117,9 Provisões Comprometidas (PP) 58,6 62,3 70,6 Passivo Circulante (PC) 89,7 110,6 143,3 Patrimônio Líquido (PL) 71,8 88,7 108,0 Ativo (A) 311,1 346,8 426,4 Tabela 21 - Indicadores de Capitalização e Liquidez - Grupo Marítima Seguros Capitalização Empresa PL/PR 12,0% 13,2% 16,5% PL/SR -19,5% -21,5% -28,1% MNO 103,5% 96,3% 83,1% Liquidez Empresa AC/PC 286,3% 272,9% 259,8% AP/PL 50,1% 34,2% 27,2% DI/PP 231,9% 301,9% 322,4% MNO=PL/(A-PL-PT-PP) Em função dos números apresentados, concluímos que, no que se refere ao nível de capitalização, o Grupo Marítima tem mostrado um excelente grau de recuperação a partir deste último ano (no passado, a companhia trabalhava com valores inferiores ao padrão médio do setor) Observar, por exemplo, os indicadores PL/PR e PL/SR (este último passando, em módulo, de 19,5% para 28,1%, em dois anos) Esta estratégia tem sido obtida, sobretudo, pela implantação de um programa de repasse de riscos (especificamente, de resseguro) Por exemplo, observar a tabela 23 De uma relação de 2,7% (Repasse de Riscos/Prêmios Emitidos) em para quase 10% em 20

19 Tabela 22 - Indicadores de Capitalização e Liquidez - Mercado Segurador Brasileiro Capitalização Mercado e PL/PR 49,7% 54,6% 57,1% PL/SR -76,0% -83,2% -86,2% MNO 182,8% 181,8% 179,8% Liquidez Mercado e AC/PC 244,0% 239,9% 233,3% AP/PL 62,2% 55,9% 58,9% DI/PP 312,2% 308,4% 303,1% Indicadores obtidos pela somatória de todas as seguradoras Em, valores estimados do semestre para o ano Tabela 23 - Repasse de Riscos Indicadores do Grupo Marítima Seguros - Valores em R$ milhões Prêmios Emitidos (PE) 619,9 697,6 730,6 Repasse de Riscos (RR) (17,0) (19,0) (69,8) Prêmios Retidos (PR) 599,3 674,5 656,3 % RR/PE -2,7% -2,7% -9,6% 5 - PRODUTOS Os produtos oferecidos pelo Grupo Marítima Seguros podem ser divididos em 3 tipos, conforme a tabela 24 Ressaltamos que a Seguradora opera com os ramos de vida e previdência privada através da sua associação com a empresa Nationwide Marítima Tabela 24 - Produtos Grupo Marítima Seguros Tipos Automóvel Saúde Riscos Especiais Produtos Auto Mensal/Auto Convencional/Auto Perfil Saúde Empresarial Pequenas e Médias Empresas (PME) Residencial Condomínio Empresarial Náutico Imobiliário Engenharia Garantia Demais Ramos 21

20 No Ramo Automóvel, a Seguradora se qualifica, em termos estratégicos, pelo oferecimento de serviços com alta tecnologia, resultando assim em uma liquidação dos sinistros e uma emissão de apólice eficientes Neste tipo de produto, a companhia foi pioneira no mercado brasileiro na utilização de recursos de processamento de imagem no pagamento das indenizações e no fornecimento de cálculo on-line pela internet A principal característica deste produto é a contratação em 12 vezes sem juros (e sem custo de apólice), com indenização calculada segundo o valor de mercado referenciado, se destinando a proprietários de veículos de passeio ou pick-ups leves, nacionais ou importados Outras características são a renovação automática de apólice e a reposição do veículo como 0km, independente da data de contratação, até 6 meses da data de aquisição As suas coberturas principais são de Roubo, Furto, Incêndio e Colisão Como garantias adicionais possíveis, citamos, por exemplo, Cobertura para acessórios, Assistência 24 horas, Responsabilidade Civil Facultativa, Acidentes Pessoais ao Passageiro e Carro Reserva Além disso, há serviços diferenciados prestados pela Rede Conveniência aos veículos segurados, e também benefícios exclusivos oferecidos aos segurados relacionados com entretenimento, lazer e capacitação pessoal No Seguro Saúde, a maior preocupação é oferecer produtos para o mercado empresarial, proporcionando aos segurados maior comodidade no atendimento através da Central de Atendimento 24 horas, sem ônus e burocracia, e disponibilizando uma ampla e qualificada rede de atendimento (Rede Referenciada) Há também outras vantagens e benefícios como, por exemplo, o reembolso imediato das despesas, no caso de livre escolha de atendimento A Marítima possui produtos totalmente ajustados às necessidades de seus clientes Os produtos agrupados em Riscos Especiais são variados (Residencial, Condomínio, Empresarial, Imobiliária, Construção, Responsabilidade Civil, Garantia, entre outros), e possuem características e coberturas que atendem as necessidades dos segurados, com formas de atuação diferenciadas, como consta na tabela 25 Tabela 25 - Forma de Atuação e Vantagens Comparativas Produtos Riscos Especiais Formas de Atuação e Vantagens Comparativa Apoio total ao corretor Equipe própria de engenheiros e reguladores Cursos e treinamento de produtos Atendimento rápido e personalizado (elaboração de propostas, emissão de apólice, etc) Propostas definidas em conjunto com os corretores e perfeitamente adequadas às necessidades do cliente Preços e condições competitivas, com flexibilidade na contratação Ou seja, a partir da análise dos produtos oferecidos pelo Grupo Marítima, concluímos que estes se comportam, de um modo geral, de acordo com as exigências do mercado, sem a utilização de estratégias arriscadas, visando com isso obter maiores fatias de participação no setor Este aspecto é um ponto positivo, quando analisamos e projetamos os seus resultados futuros 22

21 Endereços Matriz : Rua: Coronel Xavier de Toledo, Centro, São Paulo/SP Tel : ( 011 ) Fax: Filiais (Grande São Paulo): Alphaville : Praça das Rosas, 18 Tel: (11) Fax: Aricanduva : Av Aricanduva, 5555, Loja 117 Tel: (11) Fax: Brasil : Av Brasil, 611 Tel: (11) Fax: Guarulhos : R Dr Diogo de Faria, 95 Tel: (11) Fax: Ipiranga: Av Nazaré, 1902 Tel: (11) Fax: Lapa : R Pio XI, 919 Tel: (11) Fax: Osasco: Av Maria Campos, 698 Tel: (11) Fax: / Paulista : Av Paulista, 37 - Conj81 Tel: (11) Fax: Rebouças : Av Rebouças, 2708 Tel: (11) Fax: Santana : Av Brás Leme, 1700 Tel: (11) Fax: Santo Amaro : Av Santo Amaro, 6428 Tel: (11) Fax: Santo André : Av Dom Pedro II, 1241 Tel: (11) Fax: São Miguel : Av São Miguel, 2515 Tel: (11) Fax: São Bernardo: Av Kennedy, 990 Tel: (11) Fax: Tatuapé : R Padre Adelino, 2074 Tel: (11) Fax: Inspetorias e Sucursais: Interior São Paulo Americana: Av Brasil, 484 Tel: (19) Fax: Araçatuba: R Cristiano Olsen, 1206 Tel: (18) Fax: Araraquara: Av Feijó, 674 Tel: (16) Fax: Avaré: Av Prefeito Paulo Novaes, 870 Tel: (14) Fax: Barretos: Rua 24, 1480 Tel: (17) Fax: Bauru: Rua Antônio Alves, Tel: (14) Fax: Bragança Paulista: Av Antônio Pires Pimentel, 2072 Tel:(11) Fax: Campinas: Av Júlio de Mesquita, 1065 Tel: (19) Fax: Campinas : Filial São Bento: Av Joaquim Vilac, 336 Tel: (019) Fax: Catanduva: Av Dep Orlando Zancaner, 255 Tel: (17) Fax: Franca: R Major Nicácio, 1160 Tel: (16) Fax: Guaratinguetá: R Presidente Vargas, 567 Tel: (12) Fax: Guarujá: R Monte Negro, 59 Tel: (13) Fax: Indaiatuba: Av Presidente Kennedy, 608 Tel: (19) Fax: Jundiaí: Av Jundiaí, 1270 Tel: (11) Fax: Marília: Av Sampaio Vidal, 45a Tel: (14) Fax: Mogi das Cruzes: Av Voluntário Fernando Pinheiro Franco, 488 Tel: (11) Fax: Mogi Guaçú: Av 9 de Abril, 842 Tel: (11) Fax Ourinhos: R Antonio de Almeida Leite, 793 Tel: (14) Fax Piracicaba: Av Carlos Botelho, 491 Tel: (19) Fax: Praia Grande: R São Bernardo 47 Tel: (13) Fax: Presidente Prudente: Av Washington Luiz, 981 Tel: (18) Fax: Registro: Av Clara Gianotti de Souza, 1213 Tel: (13) Fax Ribeirão Preto: R Independência, 2336 Tel: (16) Fax: Rio Claro: Rua 04, 46 - Saúde Tel: (19) Fax: Santos: Av Ana Costa, 236 Tel: (13) Fax: São João da Boa Vista: R Oscar Pirajá Martins, 319 Tel: (19) Fax: São José do Rio Preto: R Jorge Tibiriçá, 3387 Tel: (17) Fax: São José dos Campos: Av São João, 1558 Tel: (12) Fax: Sorocaba: Av Antônio Carlos Comitre, 690 Tel: (15) Fax: Tatuí: Rua São Bento, 507 Tel: (15) Fax: Taubaté: R Dr Emílio Winther, 1430 Tel:(12) 232- Fax: Vinhedo: Av dos Emigrantes, 570 Tel: (19) Fax: Outros Estados Belo Horizonte/MG: R Guajajaras, 40-12º andar Tel: (31) Fax: Caxias de Sul/RS: R Bento Gonçalves, ºandar-Sala 202 Tel:(54) Fax: Curitiba/PR: R Monsenhor Celso, 255-4º andar Tel: (41) Fax: Curitiba/PR - Filial Batel: Rua Cândido Xavier, 647 Tel: (41) Fax: Crisciúma: R Princesa Isabel, 20-5 andar Tel: (48) fax Fortaleza/CE: Av Senador Virgílio Távora 1727, Tel:(85) Fax:(085) Florianópolis/SC: R Dom Jaime Câmara, Centro Tel :(48) Fax: Joinville/SC: Rua Itaiópolis, 206 Tel: (47) Fax: Juiz de Fora/MG: Av Rio Branco, 3890 Tel: (32) Fax: Londrina/PR: R Pernambuco, 906 Tel: (43) Fax: Maringá/PR: Av Tiradentes, 828 Tel: (44) Fax: Niterói/RJ: R São Pedro, 154 sala 1505/1506 Tel: (21) Fax: Novo Hamburgo/RS: R Imperatriz Leopoldina, 122 Tel: (51) Fax: Pelotas/RS: R Felix da Cunha, 705 sala 503 Tel: (53) Fax: Porto Alegre/RS: Av dos Andradas, º andar - cj 1504 /1511 Tel: (51) Fax: Rio de Janeiro/RJ: R da Quitanda, 19-3º andar Tel: (21) Fax: Rio de Janeiro/RJ - Filial Barra da Tijuca: Av das Américas, 555 Loja C Tel: (21) Fax: Santa Cruz do Sul/RS: Rua Venâncio Aires, 05 Tel: (51) Fax: Uberlândia/MG: Av Nicomedes Alves dos Santos, 445 Tel: (34) fax Volta Redonda/RJ: Rua 33, 125 Tel: (24) Fax:

22 A MELHOR SEGURADORA DO BRASIL Pesquisa FENACOR / SINCOR-SP MARÍTIMA SEGUROS Rua Cel Xavier de Toledo, Capital - São Paulo CEP: wwwmaritimacombr

& CLASSIFICAÇÃO DE RISCO

& CLASSIFICAÇÃO DE RISCO RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO GRUPO MARÍTIMA SEGUROS COR AZUL CLASSIFICAÇÃO: MUITO BOA Exercício 2003 GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA RESPONSÁVEL TÉCNICO FranciscoGaliza(email:galiza@gbl.com.br)

Leia mais

GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA

GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA Exercício 2008 RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO Exercício 2008 GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL Relatório 1. Institucional

Leia mais

GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA

GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA GRUPO MARÍTIMA SEGUROS RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA Exercício 2007 RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO Exercício 2007 GRUPO MARÍTIMA SEGUROS

Leia mais

FEDERAL SEGUROS RELATÓRIO. Responsabilidade Técnica: CLASSIFICAÇÃO: COR VERDE De Boa para Muito Boa Março / 2005.

FEDERAL SEGUROS RELATÓRIO. Responsabilidade Técnica: CLASSIFICAÇÃO: COR VERDE De Boa para Muito Boa Março / 2005. FEDERAL SEGUROS RELATÓRIO Análise Econômica CLASSIFICAÇÃO: COR VERDE De Boa para Muito Boa Março / 2005 Responsabilidade Técnica: www.ratingdeseguros.com.br Sócio Principal: Francisco Galiza e-mail: galiza@ratingdeseguros.com.br

Leia mais

RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO. Classificação: Cor Azul Muito Boa

RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO. Classificação: Cor Azul Muito Boa Classificação: Cor Azul Muito Boa Exercício Exercício Grupo Marítima Seguros Classificação: Cor Azul - Muito Boa Relatório 1. Institucional 2. Análises Econômica e Financeira 2.1 Evolução 2.2 Total 2.3

Leia mais

RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO. Classificação: Cor Azul

RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO. Classificação: Cor Azul RELATÓRIO FINANCEIRO & Classificação: Cor Azul Muito Boa Exercício 2012 Exercício 2012 Grupo Marítima Seguros Classificação: Cor Azul - Muito Boa Relatório 1. Institucional 2. Análises Econômica e Financeira

Leia mais

Mairton Machado de Souza Diretor Comercial. Adriana Naves Diretora de Acidentes Pessoais. Ernesto Canedo Diretor de Bens Pessoais

Mairton Machado de Souza Diretor Comercial. Adriana Naves Diretora de Acidentes Pessoais. Ernesto Canedo Diretor de Bens Pessoais ACE SEGURADORA S.A. CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL Muito Boa Março/2006 Mairton Machado de Souza Diretor Comercial Adriana Naves Diretora de Acidentes Pessoais Ernesto Canedo Diretor de Bens Pessoais Gustavo

Leia mais

Critérios: Qualificação:

Critérios: Qualificação: Classificação: COR AZUL MUITO BOA Agosto/2010 Critérios: O objetivo deste estudo é expressar uma opinião sobre os níveis de gerenciamento e de risco desta seguradora, a partir das análises quantitativa

Leia mais

Relatório. Análise Econômica. Cia. Excelsior de Seguros Classificação: Cor Azul. Muito Boa Março/2011

Relatório. Análise Econômica. Cia. Excelsior de Seguros Classificação: Cor Azul. Muito Boa Março/2011 Relatório Análise Econômica Cia. Excelsior de Seguros Classificação: Cor Azul Muito Boa Março/2011 www.ratingdeseguros.com.br Responsável Técnico: Francisco Galiza Email: galiza@ratingdeseguros.com.br

Leia mais

Relatório Anual 2012

Relatório Anual 2012 Relatório Anual 2012 Alfa Seguradora Alfa Previdência e Vida Relatório Anual Exercício 2012 3 Relatório Anual 2012 Rating de Seguros Consultoria www.ratingdeseguros.com.br Responsável Técnico Francisco

Leia mais

Relatório Anual. Exercício 2013

Relatório Anual. Exercício 2013 Relatório Anual Alfa Seguradora Alfa Previdência e Vida Relatório Anual Exercício 2013 Rating de Seguros Consultoria www.ratingdeseguros.com.br Responsável Técnico Francisco Galiza galiza@ratingdeseguros.com.br

Leia mais

Uma fonte inédita de informação

Uma fonte inédita de informação Mensagem do Presidente Uma fonte inédita de informação Este trabalho, patrocinado pelo Sincor-SP, corresponde a uma expectativa do setor quanto aos dados relativos às corretoras de seguros, em um momento

Leia mais

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 I) Critérios www.ratingdeseguros.com.br 1) Os dados usados serão os números de 2007 e do 1º Semestre de 2008. 2) Os prêmios serão dados nas

Leia mais

Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014. PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 3156-1353 CONJUGADO COMPLETO 17 3156-1353

Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014. PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 3156-1353 CONJUGADO COMPLETO 17 3156-1353 Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014 PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 CONJUGADO COMPLETO 17 CONJUGADO AVANÇADO SAÚDE - COMPLETO 27 VIDA 20 10 SAÚDE PME GARANTIA RESIDENCIAL

Leia mais

Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br

Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br Uma análise econômica do seguro-saúde Francisco Galiza Outubro/2005 www.ratingdeseguros.com.br Um dos ramos mais importantes do mercado segurador brasileiro é o de saúde. Surgido sobretudo com uma opção

Leia mais

relatório anual 2014 Relatório Anual

relatório anual 2014 Relatório Anual relatório anual 2014 Relatório Anual Relatório Anual Exercício 2014 Rating de Seguros Consultoria www.ratingdeseguros.com.br Responsável Técnico Francisco Galiza galiza@ratingdeseguros.com.br 3 Relatório

Leia mais

Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada

Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada Novembro/2001 SUMÁRIO: I) Introdução II) Análise Comparada III) Projeções e Conclusões Francisco Galiza Consultor e Mestre

Leia mais

DE SEGUROS UM DOS MAIORES GRUPOS MUNDIAIS

DE SEGUROS UM DOS MAIORES GRUPOS MUNDIAIS UM DOS MAIORES GRUPOS MUNDIAIS DE SEGUROS Mais de 300 anos de atuação Negócios em mais de 140 localidades Operações em 30 países Cerca de 23 mil funcionários Mais de 17 milhões de clientes RSA SEGUROS

Leia mais

Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007

Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007 Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007 1) Introdução Nos últimos dias úteis de 2006, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP)

Leia mais

Release de Resultado 3T08

Release de Resultado 3T08 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$75,0 MILHÕES OU R$0,33 POR AÇÃO NO E R$211,6 MILHÕES OU R$0,92 POR AÇÃO NO 9M08. São Paulo, 7 de Novembro de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os

Leia mais

Release de Resultados do 1T10

Release de Resultados do 1T10 Release de Resultados do 1T10 Fale com R.I Relações com Investidores Tel: (11) 3366-5323 / 3366-5378 www.portoseguro.com.br, gri@portoseguro.com.br Porto Seguro S.A. Alameda Ribeiro da Silva, 275 1º andar

Leia mais

Seguro ACE PME: Plano de Seguro diferenciado com ampla cobertura para pequenas e médias empresas.

Seguro ACE PME: Plano de Seguro diferenciado com ampla cobertura para pequenas e médias empresas. INSURING PROGRESS Seguro ACE PME: Plano de Seguro diferenciado com ampla cobertura para pequenas e médias empresas. 2 Veja por que a parceria com a área de PME da ACE é fácil e lucrativa A ACE Seguradora

Leia mais

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006.

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. São Paulo, 28 de fevereiro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

Leilão do IRB: Considerações Econômicas

Leilão do IRB: Considerações Econômicas Leilão do IRB: Considerações Econômicas Francisco Galiza - Mestre em Economia (FGV) Março/2000 SUMÁRIO: I) Introdução II) Parâmetros Usados III) Estimativas IV) Conclusões 1 I) Introdução O objetivo deste

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

Cadastro das Principais

Cadastro das Principais 46 Cenário Econômico Cadastro das Principais Corretoras de Seguros Primeiras conclusões Francisco Galiza O estudo ESECS (Estudo Socioeconômico das Corretoras de Seguros), divulgado pela Fenacor em 2013,

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2010 CATEGORIA FRANQUEADOR MASTER

PRÊMIO ABF-AFRAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2010 CATEGORIA FRANQUEADOR MASTER PRÊMIO ABF-AFRAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2010 CATEGORIA FRANQUEADOR MASTER Seus Dados Nome empresa Água Doce Data de fundação 1990 Número de funcionários 28 colaboradores Localização (cidade e estado

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 4T11

Reunião Pública dos Analistas 4T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 4T11 Porto Seguro Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Porto Seguro Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados

Leia mais

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011 01/03/2011 às 09:30h Agenda 4T11e 2011 Principais Realizações e Destaques em 2011 Receitas, Lucro Líquido e Retorno sobre Capital Desempenho dos principais

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 1T12

Reunião Pública dos Analistas 1T12 Reunião Pública dos Analistas Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados em 2011 Principais Realizações e

Leia mais

MUDANÇA NO PROCESSO DE TRANSMISSÃO DE PROPOSTA - AUTOMÓVEL

MUDANÇA NO PROCESSO DE TRANSMISSÃO DE PROPOSTA - AUTOMÓVEL 1 Kit de Cálculo 0111K1 Prezado Corretor, Você está recebendo a nova versão do Kit de Cálculo 0111K1, com novidades importantes. Leia atentamente este Informe Técnico para entender o que muda nos seguros

Leia mais

Seguros, Previdência e Capitalização

Seguros, Previdência e Capitalização Seguros, Previdência e Capitalização Análise das contas Patrimoniais e do Resultado Ajustado do Grupo Bradesco de Seguros, Previdência e Capitalização: Balanço Patrimonial Mar10 Dez09 Mar09 Ativo Circulante

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Agenda Dinâmica do Setor Imobiliário Estrutura Societária Modelo de Negócio Diferenciado Diversificação Geográfica e de Mercado Histórico de Resultado Operacional Futuros Projetos

Leia mais

Reunião Pública de Analistas 1T11

Reunião Pública de Analistas 1T11 Reunião Pública de Analistas 1T11 Porto Seguro Inicio das atividades Mudança de Controle Líder nacional em seguro de automóvel Líder nacional em seguro de residência Empregados Diretos Porto S/A Sucursais

Leia mais

DE SEGUROS UM DOS MAIORES GRUPOS MUNDIAIS

DE SEGUROS UM DOS MAIORES GRUPOS MUNDIAIS UM DOS MAIORES GRUPOS MUNDIAIS DE SEGUROS Mais de 300 anos de atuação Negócios em mais de 140 localidades Operações em 30 países Cerca de 23 mil funcionários Mais de 17 milhões de clientes RSA SEGUROS

Leia mais

V CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO

V CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO A Defensoria Pública do Estado de São Paulo comunica que a prova do V CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE DIREITO será aplicada no dia 19/06/2011, das 9:00 às 12:30 horas,

Leia mais

DRS 1 - GRANDE SÃO PAULO Nome Endereço Telefone Município Tipo R. JOSÉ BONIFÁCIO, 1.641 4056.9000 6829.5000 4433.0060

DRS 1 - GRANDE SÃO PAULO Nome Endereço Telefone Município Tipo R. JOSÉ BONIFÁCIO, 1.641 4056.9000 6829.5000 4433.0060 ESTADUAL DE DIADEMA - SERRARIA DRS 1 - GRANDE SÃO PAULO R. JOSÉ 11- DIADEMA BONIFÁCIO, 1.641 4056.9000 DAS CLÍNICAS LUZIA DE PINHO MELO ESTADUAL MÁRIO COVAS DE SANTO ANDRÉ CENTRO AR DO MUNICÍPIO DE SANTO

Leia mais

A Taxa Média de Retorno do Patrimônio Líquido foi equivalente a uma aplicação financeira com remuneração anual de 34,69% contra 24,94%.

A Taxa Média de Retorno do Patrimônio Líquido foi equivalente a uma aplicação financeira com remuneração anual de 34,69% contra 24,94%. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 07/03/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao mês de janeiro 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de dados SES o

Leia mais

Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013

Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013 Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013 BB Seguridade S.A. Resultado do 2º Trimestre de 2013 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas,

Leia mais

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na Visão das Seguradoras: Uma análise da distribuição de seguros no Brasil Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV), membro do Conselho Editorial da FUNENSEG, catedrático pela ANSP e sócio da empresa "Rating

Leia mais

Royal & SunAlliance Seguros

Royal & SunAlliance Seguros Royal Acidentes Pessoais O maior patrimônio de uma empresa são as pessoas. Por isso, o Royal Acidentes Pessoais garante a tranqüilidade dos funcionários e de suas famílias diante de imprevistos ocorridos.

Leia mais

Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09

Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09 Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09 Comentários 2T09 Evolução dos prêmios auferidos no 2T09 em relação ao 2T08; Evolução da frota segurada; Sinistralidade das carteiras de automóvel na Azul Seguros

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS CFESS Nº 2/2015

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS CFESS Nº 2/2015 CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS CFESS Nº 2/2015 Referência: Anexo III Locais de entrega Brasília, 01 de junho de 2015. Prezados/as Senhores/as, 1. A

Leia mais

Um estudo amostral dos seguros de automóveis no Brasil

Um estudo amostral dos seguros de automóveis no Brasil Um estudo amostral dos seguros de automóveis no Brasil Francisco Galiza Autor do livro Economia e Seguro: Uma Introdução, publicado pela Funenseg 1) Introdução: Uma configuração atual do ramo O objetivo

Leia mais

A Corretagem como Negócio

A Corretagem como Negócio A Corretagem como Negócio Robert Bittar, Presidente, FENACOR www.fenacor.com.br XVI Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros Florianópolis, Santa Catarina - Outubro/2009 Mudando o Conceito Corretor

Leia mais

Resultados do 3T08 PSSA3

Resultados do 3T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Porto Seguro Fundação Mudança de controle Líder Segmento Auto no Brasil Grupos Seguradores Funcionários diretos Sucursais e escritórios no Brasil Principais cidades 2 Estrutura Societária

Leia mais

SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS

SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS O objetivo do programa é combinar a sinergia existente entre concessionárias e seguradoras a fim de que, mediante a fidelização dos clientes,

Leia mais

Guia da internet 2013

Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 1 2 Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 3 Região Metropolitana de São Paulo Cajamar Santana de Parnaíba Carapicuíba Presidente Prudente Embu Teodoro

Leia mais

Reunião Pública de Analistas 2T10

Reunião Pública de Analistas 2T10 Reunião Pública de Analistas 2T10 Porto Seguro Inicio das atividades Mudança de Controle Líder nacional em seguro de automóvel Maior seguradora do Brasil Posição Companhia `Principal Produto 1 Bradesco

Leia mais

Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas

Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas Este trabalho desenvolvido pelo pesquisador estatístico José Peres Netto, cria um ranking de criminalidade nos 60 maiores municípios de São Paulo

Leia mais

Apresentação Comercial. Generali Brasil Seguros

Apresentação Comercial. Generali Brasil Seguros Apresentação Comercial Generali Brasil Seguros O GRUPO GENERALI Liderança, a, solidez e presença a global Assicurazioni Generali SPA., fundada em 1831 em Trieste Itália. 85.000 funcionários no mundo e

Leia mais

Projeções econômicas para o setor de seguros Ano 2000 (Trabalho concluído em 21/10/99)

Projeções econômicas para o setor de seguros Ano 2000 (Trabalho concluído em 21/10/99) Projeções econômicas para o setor de seguros Ano 2000 (Trabalho concluído em 21/10/99) Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV), Professor do MBA - Gestão Atuarial e Financeira (USP) e-mail: galiza@gbl.com.br

Leia mais

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 1 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO: O Mercado de títulos de capitalização vem mantendo crescimentos fortes e retornos robustos. Nesse período o volume de vendas atingiu

Leia mais

Balancete Mensal da Unidade - 12/2013

Balancete Mensal da Unidade - 12/2013 Folha 1 1 CIRCULANTE ( 19.061.510,89) 16.041.783,41 17.789.895,37 ( 17.313.398,93) 1.1 DISPONIBILIDADES 1.1.2 DEPOSITOS BANCARIOS 1.1.2.30 DEPOSITOS BANCARIOS DE INST.S/CTA.RESERV 56817 1.1.2.30.00.017

Leia mais

Resultados do 2T08 PSSA3

Resultados do 2T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Perspectivas Perspectivas para o para segundo 2008 semestre de 2008 A Aumento criação de de empregos 31,6% no formais número até de empregos junho foi o formais maior desde em relação

Leia mais

BRADESCO SAÚDE SPG 100 e EMPRESARIAL 200

BRADESCO SAÚDE SPG 100 e EMPRESARIAL 200 NOVO SPG 100 e EMPRESARIAL 200 SPG 100 Empresarial 200 NOVOS PRODUTOS, NOVAS OPORTUNIDADES. Diversas soluções, MUITAS VANTAGENS. Na busca contínua pela melhoria, a Bradesco Saúde é pioneira mais uma vez,

Leia mais

Unidades habilitadas para atendimento em câncer no Estado de São Paulo

Unidades habilitadas para atendimento em câncer no Estado de São Paulo Unidades habilitadas para atendimento em câncer no Estado de São Paulo HOSPITAL ESTADUAL DE DIADEMA - SERRARIA HOSPITAL DAS CLÍNICAS LUZIA DE PINHO MELO Centro Oncológico Mogi das Cruzes S/C. Ltda. HOSPITAL

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 3T11

Reunião Pública dos Analistas 3T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 3T11 Porto Seguro História e Posição A empresa se desenvolveu e atingiu posição de liderança em Auto e Residência, e conta com forte estrutura operacional e de distribuição

Leia mais

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Questões Onde queremos chegar? Como vamos chegar? Onde estamos? Como estamos indo? 2 Mercado Segurador Brasileiro Expanção Geográfica: Oportunidade de Crescimento Queremos

Leia mais

PME BRASIL. ACE Brasil

PME BRASIL. ACE Brasil PME BRASIL Grupo ACE Criada em 1.985 Receita de Prêmio Superior a US$ 20 bilhões em 2010 Classificação AAA+ pela Moody s. Ativos de mais de US$ 78 bilhões Atuação em Seguros e Resseguros Presente em mais

Leia mais

Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE. Núcleo Especializado de. Defesa do Consumidor

Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE. Núcleo Especializado de. Defesa do Consumidor Tire suas dúvidas sobre: PLANOS DE SAÚDE Núcleo Especializado de Defesa do Consumidor O que é Plano de Saúde? EXPEDIENTE Texto Núcleo Especializado de Defesa do Consumidor Revisão Coordenadoria de Comunicação

Leia mais

Porto Seguro S.A. Receitas Totais

Porto Seguro S.A. Receitas Totais Porto Seguro S.A. Porto Seguro S.A. Receitas Totais R$ m ilhões 2006 2005 Variação Receitas Totais 4.548,1 3.849,9 18,1% (R$ milhões) 4.548,1 3.849,9 2.384,6 2.758,5 3.232,4 2002 2003 2004 2005 2006 CAGR

Leia mais

Apresentação. Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome.

Apresentação. Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome. Apresentação Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome. História A empresa foi fundada no ano de 1995 na cidade paulista de São José do Rio Preto e

Leia mais

SEGUROS DIRETOS R$ 15.575.883 43,36% R$ 18.153.604 43,69% 16,55% DPVAT R$ 1.267.600 3,53% R$ 1.436.782 3,46% 13,35%

SEGUROS DIRETOS R$ 15.575.883 43,36% R$ 18.153.604 43,69% 16,55% DPVAT R$ 1.267.600 3,53% R$ 1.436.782 3,46% 13,35% MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS JAN A ABRIL 2011 Tomando por base os números divulgados hoje pela SUSEP através do sistema de informações SES (que tem como fonte os FIPS enviados pelas empresas) o mercado

Leia mais

Relatório de Análise 2012

Relatório de Análise 2012 Relatório de Análise 2012 2 Chubb do Brasil Cia. de Seguros Relatório Anual Exercício 2011 E m p r e s a d e R a t i n g I n t e r n a c i o n a l : Moody s Investors Service A u d i t o r e s E x t e

Leia mais

Porto Seguro S.A. Conference Call 3T06

Porto Seguro S.A. Conference Call 3T06 Porto Seguro S.A Conference Call 3T06 1 Ranking Brasileiro de Seguros Terceira maior Companhia 19,9% 14,9% 8,4% 7,6% 6,9% 5,4% 3,7% Bradesco Sul América Porto Seguro Unibanco Itaú Mapfre Tokio Marine Obs:

Leia mais

Vida Segura Empresarial Bradesco:

Vida Segura Empresarial Bradesco: PRÊMIO ANSP 2005 Vida Segura Empresarial Bradesco: A democratização do acesso ao Seguro de Vida chega às Micro e Pequenas Empresas. 1 SUMÁRIO 1. Sinopse 3 2. Introdução 4 3. O desafio de ser o pioneiro

Leia mais

AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO

AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO Com um médico para 410 habitantes, taxa cresceu 33% em dez anos, revela levantamento do Cremesp realizado em março de 2010 Aconcentração de médicos

Leia mais

N SEGURADO DADOS DO SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000

N SEGURADO DADOS DO SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000 SEGURADO DADOS DO SEGURADO N SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000 CIDADE RIO DE JANEIRO UF RJ DADOS DA E-MAIL RAMO CONTRATO

Leia mais

Panorama da empresa. Estratégia de negócio. Performance e Portfólio de produtos

Panorama da empresa. Estratégia de negócio. Performance e Portfólio de produtos 2014 Panorama da empresa Estratégia de negócio Performance e Portfólio de produtos Panorama da empresa Panorama da empresa Nossa História Criada em 1992 para atuar nos ramos de vida e acidentes pessoais,

Leia mais

Implementação rápida do modelo Balanced Scorecard (BSC) nas empresas de seguros

Implementação rápida do modelo Balanced Scorecard (BSC) nas empresas de seguros Implementação rápida do modelo Balanced Scorecard (BSC) nas empresas de seguros Uma evolução nos sistemas de controle gerencial e de planejamento estratégico Francisco Galiza Roteiro Básico 1 SUMÁRIO:

Leia mais

econômica Metropolitan Life Seguros e Previdência Privada S.A. 2013 PNTS From on-line Peanuts Art Bank be_4a.ai

econômica Metropolitan Life Seguros e Previdência Privada S.A. 2013 PNTS From on-line Peanuts Art Bank be_4a.ai análise 2013 econômica Metropolitan Life Seguros e Previdência Privada S.A. From on-line Peanuts Art Bank be_4a.ai critérios Este estudo tem por objetivo avaliar os níveis de gerenciamento e de risco da

Leia mais

Unidades Sesc. Sesc 24 de maio Endereço: rua Dom José de Barros, 178 Centro São Paulo - SP CEP: 01038-000

Unidades Sesc. Sesc 24 de maio Endereço: rua Dom José de Barros, 178 Centro São Paulo - SP CEP: 01038-000 Unidades Sesc Sesc 24 de maio Endereço: rua Dom José de Barros, 178 CEP: 01038-000 Sesc Paulista Endereço: avenida Paulista, 119 Paraíso CEP: 01311-903 Sesc Belenzinho Endereço: rua Padre Adelino, 1.000

Leia mais

ANALISTA ADMINISTRATIVO, SOCIOCULTURAL E AGENTE TÉCNICO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE:

ANALISTA ADMINISTRATIVO, SOCIOCULTURAL E AGENTE TÉCNICO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE: COORDENADORIA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA SESSÃO DE ESCOLHA DE VAGAS ANALISTA SOCIOCULTURAL, ANALISTA ADMINISTRATIVO E AGENTE TÉCNICO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE A Coordenadora da

Leia mais

Balancete Mensal da Unidade - 05/2014

Balancete Mensal da Unidade - 05/2014 Folha 1 1 CIRCULANTE ( 16.882.619,28) 28.265.104,14 28.164.032,89 ( 16.983.690,53) 1.1 DISPONIBILIDADES 1.1.2 DEPOSITOS BANCARIOS 1.1.2.30 DEPOSITOS BANCARIOS DE INST.S/CTA.RESERV 56817 1.1.2.30.00.017

Leia mais

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Brasília, 11 de junho de 2014. SISTEMÁTICA ATUAL Desde 01/01/2010, o INSS direciona os benefícios para o vencedor do Lote, desde que

Leia mais

O objetivo deste estudo é fazer uma análise resumida das. margens de rentabilidade de uma corretora de seguros de pequeno

O objetivo deste estudo é fazer uma análise resumida das. margens de rentabilidade de uma corretora de seguros de pequeno Análise de rentabilidade de uma corretora de Seguros para níveis distintos de comissionamento Dezembro/2009 Francisco Galiza*, Mestre em Economia (FGV) www.ratingdeseguros.com.br * O autor agradece os

Leia mais

Apresentação Corporativa 2015

Apresentação Corporativa 2015 Apresentação Corporativa 2015 Agenda Visão Geral da Indústria de Seguros Evolução do Mercado Segurador Ambiente Competitivo Fatores Chave de Crescimento e Rentabilidade Quem Somos Nossos Negócios Estratégia

Leia mais

ESECS-PJ. Estudo Socioeconômico das

ESECS-PJ. Estudo Socioeconômico das ESECS-PJ Estudo Socioeconômico das Empresas Corretoras de Seguros A G O S T O / 2 0 1 3 O Estudo Socioeconômico das Empresas Corretoras de Seguros Pessoa Jurídica (ESECS-PJ) é fruto de um trabalho de

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES

SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES Ilmos. Srs. Diretores e Acionistas de BVA Seguros S/A Rio de Janeiro - RJ RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES Examinamos as demonstrações financeiras individuais

Leia mais

Página 1 de 8 IPI - Jurisdição - Regiões fiscais 18 de Maio de 2012 Em face da publicação da Portaria MF nº 203/2012 - DOU 1 de 17.05.2012, este procedimento foi atualizado (novas disposições - tópico

Leia mais

Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis tem nova queda

Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis tem nova queda São Paulo, dezembro de 2004 Pesquisa CRECI-SP Imóveis usados/aluguel residencial Estado de São Paulo Outubro de 2004 Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis

Leia mais

Ranking Município P2i - Lead Alto Padrão Médio Padrão Baixo Padrão

Ranking Município P2i - Lead Alto Padrão Médio Padrão Baixo Padrão 1 São Bernardo do Campo -SP 0,8200 Ótimo Ótimo Ótimo 2 Campo Grande -MS 0,7670 Ótimo Ótimo Ótimo 3 Santo André -SP 0,7670 Ótimo Ótimo Ótimo 4 Osasco -SP 0,7460 Ótimo Ótimo Ótimo 5 Natal -RN 0,7390 Ótimo

Leia mais

TABELA 1 Destaques dos seis maiores bancos Brasil - 2013

TABELA 1 Destaques dos seis maiores bancos Brasil - 2013 DESEMPENHO DOS BANCOS EM 2013 Resultados diferenciados e fechamento de postos de trabalho caracterizaram o desempenho do setor bancário em 2013 Em 2013, os seis maiores bancos do país 1 apresentaram resultados

Leia mais

FRANQUIA HOME OFFICE

FRANQUIA HOME OFFICE FRANQUIA HOME OFFICE SUMÁRIO QUEM SOMOS PREMIAÇÕES ONDE ESTAMOS NOSSO NEGÓCIO MULTIMARCAS MULTISERVIÇOS PERFIL DO FRANQUEADO VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE TURISMO DESCRITIVO DO INVESTIMENTO PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo Estado de ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 042/2014 Termo de Referência 1. Objeto A presente licitação tem por objeto a Contratação de Empresa para a Prestação de Serviços de Seguro Patrimonial, com franquia,

Leia mais

É mais que seguro, é proteção e tranquilidade.

É mais que seguro, é proteção e tranquilidade. É mais que seguro, é proteção e tranquilidade. Pioneirismo Fundada em 198. Pioneira no desenvolvimento de programas de seguros diferenciados para o Setor Sucroenergético e Concessões de Rodovias. Constante

Leia mais

SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS

SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS Marco Antonio Rossi Presidente da Fenaprevi Presidente da Bradesco Seguros Agenda Mercado Segurador Nacional Os direitos dos Segurados e Participantes Legislação O Brasil

Leia mais

Gestão de Benefícios

Gestão de Benefícios Gestão de Benefícios 2EASY GESTÃO DE BENEFÍCIOS A 2Easy Benefícios é uma unidade de negócios da 2Easy Solutions, reconhecida pelo seu know how em Soluções para Gestão de Pessoas. A 2Easy Benefícios nasceu

Leia mais

A representação institucional do mercado segurador

A representação institucional do mercado segurador A representação institucional do mercado segurador A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização CNseg é a entidade de representação

Leia mais

Belo Horizonte, 21 de maio de 2013.

Belo Horizonte, 21 de maio de 2013. Belo Horizonte, 21 de maio de 2013. Esta empresa tem bons motivos para oferecer o PASI aos trabalhadores. Segurados, eles trabalham tranquilos e a própria empresa obtém vantagens exclusivas. As Empresas

Leia mais

Indenizações Pagas Quantidades

Indenizações Pagas Quantidades Natureza da Indenização Jan a Dez 2011 % Jan a Dez 2012 % Jan a Dez 2012 x Jan a Dez 2011 Morte 58.134 16% 60.752 12% 5% Invalidez Permanente 239.738 65% 352.495 69% 47% Despesas Médicas (DAMS) 68.484

Leia mais

Bradesco Prime MasterCard International

Bradesco Prime MasterCard International Bradesco Prime MasterCard International Muitos benefícios para você aproveitar. Uma das maiores redes de estabelecimentos à sua disposição em todo o mundo. Perfeito para facilitar o seu dia-a-dia e ajudá-lo

Leia mais

CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO

CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO Evolução do mercado de seguros brasileiro, passou de pouco mais de 1% de representação no PIB para 6% em 15 anos 2 CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e Fundo de Investimento Imobiliário Península Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 3 Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Ativo 2009 2008

Leia mais

Análise do perfil dos empreendedores. Novembro/2013

Análise do perfil dos empreendedores. Novembro/2013 Análise do perfil dos empreendedores Novembro/2013 2 SUMÁRIO Como chegamos nos números? O Estado de São Paulo e as deficiências Perfil do empreendedores com deficiência Como é no meu Escritório Regional

Leia mais

ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF. Período de Referência: Dezembro de 2012

ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF. Período de Referência: Dezembro de 2012 ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF Período de Referência: Dezembro de 2012 Dezembro de 2012 Os dados apresentados foram extraídos da base SUSEP, a qual

Leia mais

Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar.

Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar. Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar. 0 0 Participação da Indústria no PIB - Internacional Prêmios/PIB em % (2004) 1 1 A Indústria de Seguros no Brasil Desde a implantação do Plano Real,

Leia mais