DEFESA DO CONSUMIDOR. formativo. Editorial. Tributo à sã loucura

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEFESA DO CONSUMIDOR. formativo. Editorial. Tributo à sã loucura"

Transcrição

1 26 anos ao serviço dos consumidores da Região Autónoma dos Açores 1 Tributo à sã loucura DEFESA DO CONSUMIDOR Editorial Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura. Friedrich Nietzsche N.º out-dez/2014 formativo boletim informativo da acra

2 SEGUNDA PÁGINA 2 SUMÁRIO A ACRA EM AÇÃO: VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS: Disponibilizados no mercado por altura do Natal São Miguel Terceira Faial e Pico CABAZ DE NATAL: Comparação de preços Açores São Miguel Terceira Faial e Pico À ATENÇÃO DO CONSUMIDOR: EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO: Desbloqueamento e rescisão de contratos Painel de Avaliação dos Mercados de Consumo: União Europeia, Seguros à distância: Por telefone ou Internet Vendas agressivas: de equipamentos ortopédicos e massajadores para os pés...33 Infarmed decide retirar 20 genéricos do mercado Hora do lanche...37 Tem chá de beldroegas?...37 A PALAVRA AOS TÉCNICOS: HACCP - O que significa? ÚLTIMA PÁGINA Brincar com o inimigo

3 EDITORIAL 3 O MURRO NO ESTÔMAGO DE TODOS NÓS, não tem comparação com o horror dos que estavam lá mas saíram incólumes, nem com a dor dos que amaram os que morreram, nem com os sofrimentos dos que foram alvejados e sobreviveram, muito menos com a terrível morte dos que sucumbiram ao sacrifício da irracionalidade. Por isso, dizer: Eu sou Charlie pode significar apenas e só que ao morrer um cartoonista do Charlie, ao ser posto o Charlie sob ameaça, ao ser excomungado o Charlie, aconteça o que acontecer ao Charlie eu sinto-o no corpo e na alma. Não porque concorde com tudo o que o Charlie escreve e publica. Mas porque preciso de tudo o que o Charlie escreve e publica. Porque só sendo assim, sem patrão e sem padrão, o Charlie continua farol da absoluta liberdade. De resto, muitos antes de nós souberam já dizer tudo o que havia de ser dito acerca desta barbárie. Quanto a nós, preocupados com a liberdade de imprensa e de expressão, fica-nos um travo amargo quando vemos de forma tão irrefletida cadeias de televisão, jornais, rádios, grupos de comunicação, apresentarem-se tão imaculados na frente da defesa dessas liberdades como se eles fossem delas um baluarte. E é aí, muitas vezes, que se vilipendiam de forma mais grave os ditos direitos. Porque existe um patrão, porque existe uma ideologia, porque existe um credo. Nada contra as publicações confessionais, sindicais, partidárias e associativas. Neste contexto, cada um sabe ao que vai. Refiro-me sim aos chamados mass media, aos órgãos de comunicação social de massas. Qual a liberdade destes em relação ao poder político ou económico? Soubemos que há alguns anos aconteceu mais que uma vez e sob governos de distintas cores políticas um determinado jornal da Região sentiu ameaçada a canalização de publicidade oficial para o mesmo por causa das suas tomadas de posição. E qual foi o resultado? Caiu o governo? Não. Viveram-se inicialmente períodos difíceis, sem publicidade oficial. Depois, foi calado um cronista, mudou de rumo uma coluna de opinião. E o jornal manteve-se. Eu sou Charlie? Todos somos Charlie? Quem dera, mas falta ainda muito. Durante um ano, o BI da ACRA reservará um espaço para memória deste enorme movimento de liberdade. HOUVE NECESSIDADE DE REUNIR EM tiragem única três números do Boletim Informativo, que sai agora e completa as edições de Motivos de vária ordem levaram-nos a tomar esta atitude, entre os quais alguma dificuldade em pôr em dia a saída do boletim de acordo com o seu mês de edição. O próximo número, referente ao mês de janeiro de 2015 terá uma roupagem nova e um novo design, conceção e execução do nosso Serviço de Informação. NESTE NÚMERO, PARA ALÉM DA comparação de preço do cabaz de Natal em diversas ilhas dos Açores, também nos debruçamos sobre uma praga de nossos dias e que tem que ver com a proteção e defesa das nossas crianças. Existe legislação rigorosa que define parâmetros básicos a serem respeitados pelos fabricantes e comerciantes dos brinquedos de modo a que todo e qualquer brinquedo nunca possa vir a tornar-se instrumento de sofrimento ou mesmo de morte de nenhuma criança. Na última página artigo do Diretor da DECO-PROTESTE faz o enquadramento desta matéria no contexto da Europa.

4 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL 4 SÃO MIGUEL Os brinquedos não são acessórios supérfluos. Hoje em dia, os brinquedos ocupam um lugar considerável na vida da criança. São objetos com múltiplas funções que contribuem para o desenvolvimento dos diferentes aspetos da sua personalidade. Assim, tomar as melhores decisões sobre o que oferecer às crianças na época de Natal é um grande desafio. As publicidades a brinquedos, típicas da época, e as decorações de Natal estimulam os desejos das crianças e dos pais, e os estabelecimentos comerciais oferecem muitas alternativas, o que pode tornar a escolha bastante difícil. É, por isso, imprescindível prestar particular atenção na escolha de brinquedos e artigos de Natal mais seguros, minimizando os riscos de acidente, uma vez que alguns desses riscos são conhecidos e facilmente identificáveis. NOS DIAS 10, 11, 12, 16 e 17 de dezembro de 2014, o Gabinete de Higiene e Segurança Alimentar da ACRA Associação dos Consumidores da Região Açores percorreu algumas das superfícies comerciais de Ponta Delgada, Lagoa, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo com o intuito de analisar a conformidade dos brinquedos disponibilizados. O âmbito deste estudo incidiu na visualização dos brinquedos e na sua rotulagem. O documento de referência utilizado foi o Decreto-Lei n.º 43/2011 de 24 de Março, que estabelece as regras de segurança dos brinquedos disponibilizados no mercado, e transpõe a Diretiva n.º 2009/48/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 18 de Junho, relativa à segurança dos brinquedos, que visa melhorar e atualizar as regras nesta matéria. ESTABELECIMENTOS VISITADOS Sol-Mar Vila Franca do Campo Visita efetuada no dia 10/12/2014 às 11:30 Continente Ribeira Grande Visita efetuada no dia 11/12/2014 às 10:40 Manteiga Brinquedos Visita efetuada no dia 11/12/2014 às 13:30 Continente Fajã de Baixo Visita efetuada no dia 11/12/2014 às 17:00 Continente Parque Atlântico Visita efetuada no dia 11/12/2014 às 16:00 Sol-Mar Ribeira Grande Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 9:45 DeBorla Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 10:55 Continente Lagoa Visita no dia 16/12/2014 às 11:30 Sol-Mar S. Gonçalo Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 14:40 Sol-Mar Valados Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 15:45 Papelaria Lusitânia Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 17:15 Casa China Visita efetuada no dia 17/12/2014 às 11:45 China Town Visita efetuada no dia 17/12/2014 às 12:15

5 5 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL SÃO MIGUEL Sol-Mar Vila Franca do Campo Visita efetuada no dia 10/12/2014 às 11:30 Os brinquedos não possuem nome e endereço do fabricante Boneco 7Mult Caras 288/24. Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Avisos, menções e instruções escritos sem tradução para língua portuguesa. Disney Baby Minnie Projector ; Nenuco Baby Famosa ; Famosa Babyland ; Peluche Burro com baloiço ; Brinquedos Animais Domésticos 32cm. Boneco 7Mult Caras 288/24. Continente Ribeira Grande Visita efetuada no dia 11/12/2014 às 10:40 Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Peluches sortidos Soft Toys 20cm. RELATÓRIO Manteiga Brinquedos Visita efetuada no dia 11/12/2014 às 13:30 Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Peluche Disney Doc McStuffins ; Peluches variados; Peluches Love Minnie ; Peluche Angry Birds. Continente Fajã de Baixo Visita efetuada no dia 11/12/2014 às 17:00 Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Peluche Popota Canta e Dança ; Peluche Mickey/Minnie Dorminhoco ; Peluche Pluto Divertido Ladra e Caminha ; Peluche Ursinho 20cm ; Boneco Titucho Gémeos ; Boneco Nenuco Soft.

6 6 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL SÃO MIGUEL Continente Parque Atlântico Visita efetuada no dia 11/12/2014 às 16:00 Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Sol-Mar Ribeira Grande Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 9:45 Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Peluche Minnie Conta Contos ; Peluche Lyria Mia+Me ; Peluche Popota com Roupão ; Peluche Popota Canta e Dança ; Peluche Mickey Conta Contos ; Peluche Happy Bear Pirâmide Amigos ; Peluche Bola Amigos Happy Bear ; Peluche Ursinho 20cm/27cm Happy Bear. Peluche Cão Fantasia 35cm. RELATÓRIO DeBorla Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 10:55 Símbolo gráfico de idade ausente. Continente Lagoa Visita no dia 16/12/2014 às 11:30 Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Peluches diversos ; Carro baloiço de madeira. Peluche Pluto Divertido Ladra e Caminha ; Peluche Mickey Dorminhoco ; Boneco Gémeos Titucha. Sol-Mar S. Gonçalo Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 14:40 Sem não conformidades detetadas. Sol-Mar Valados Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 15:45 Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Peluche Sofia the First ; Peluche Dra Doc McStuffins.

7 7 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL SÃO MIGUEL Papelaria Lusitânia Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 17:15 Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos fora de embalagens. Casa China Visita efetuada no dia 17/12/2014 às 11:45 Os brinquedos não tinham qualquer marcação «CE» marca, etiqueta, n.º lote, avisos nem indicação de idade. Avisos, menções e instruções escritos sem tradução para língua portuguesa. China Town Visita efetuada no dia 17/12/2014 às 12:15 Famosa Babyland. Peluches/Animais a pilhas; Animais do zoológico de plástico. Peluches/Animais a pilhas; Animais do zoológico de plástico. RELATÓRIO Sem não conformidades detetadas. todos os brinquedos expostos estavam destinados a crianças com mais de 3 anos, incluindo brinquedos claramente destinados a bebés. CONCLUSÃO Um ano após a anterior visita aos estabelecimentos referidos anteriormente, é notória a evolução dos mesmos no que respeita à aplicação do Decreto-Lei n.º43/2011 de 24 de Março, que estabelece as regras de segurança dos brinquedos disponibilizados no mercado. A irregularidade que mais vezes foi detetada refere-se a brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos que se encontravam fora de embalagens. Apesar de não constituir uma não aplicação do Decreto-Lei n.º43/2011 de 24 de Março, a ACRA defende que os peluches ou brinquedos com peças de vestuário destinadas a crianças com menos de 3 anos deverão estar protegidas por embalagens que as protejam da exposição ao meio ambiente, porquanto a sua exposição, sem qualquer proteção, pode pôr em risco a saúde destas crianças, tendo em conta o perigo de contaminação por bactérias e/ou de fatores alergénicos (pó, pólen, ácaros, etc.). Foi com grande satisfação que verificamos que algumas lojas resolveram muitas das situações que já se repetiam há alguns anos, relativas à divulgação da informação obrigatória no rótulo e da obrigatoriedade da informação estar em língua portuguesa, esperando que o mesmo aconteça para as restantes irregularidades. Por outro lado, e curiosamente, nos estabelecimentos Casa China e China Town, verificou-se que todos os brinquedos, à exceção dos que não tinham qualquer rotulagem, estavam destinados a crianças com mais de 3 anos, incluindo aqueles que claramente eram destinados a idades inferiores (exemplo: nenucos, tapetes de atividades, jogos de peças com cores, etc.). Nestes estabelecimentos, houve uma clara evolução no que respeita aos rótulos, que estavam todos em conformidade e em língua portuguesa. Deste modo, é importante alertar os responsáveis dos estabelecimentos para que estes retifiquem o que não está correto, tendo em vista a proteção da saúde e segurança dos consumidores menores de 14 anos. Constata-se que os estabelecimentos possuem as condições necessárias para garantir a segurança dos brinquedos que comercializam, mas estes problemas terão que ser corrigidos.

8 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL 8 TERCEIRA O GABINETE DE HIGIENE E SEGURANÇA ALIMENTAR DA ACRA Associação dos Consumidores da Região Açores, nomeadamente do Secretariado de Angra do Heroísmo, percorreu alguns dos maiores estabelecimentos comerciais da ilha Terceira nos dias 15 e 16 de dezembro de O objetivo destas visitas técnicas foi analisar a conformidade dos brinquedos disponibilizados no mercado. O âmbito consistiu na visualização de brinquedos, bem como na sua rotulagem e embalagem. O documento de referência utilizado foi o Decreto-Lei n.º 43/2011 de 24 de Março, o qual transpõe a Directiva n.º 2009/48/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 18 de Junho, relativa à segurança dos brinquedos disponibilizados no mercado. ESTABELECIMENTOS VISITADOS Continente - Angra do Heroísmo Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 11:20 Guarita - Angra do Heroísmo Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 15:00 Guarita - Terra do Pão Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 16:05 DeBORLA Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 12:45 Chinaçor - Zona Industrial Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 13:05 Guarita - Praia da Vitória Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 11:45 Continente - Praia da Vitória Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 12:30 Guarita Porto Judeu Visita no dia 16/12/2014 às 13:45

9 9 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL TERCEIRA Continente - Angra do Heroísmo Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 11:20 O fabricante deve apor os avisos de modo bem visível e facilmente legível, compreensível e preciso no brinquedo, num rótulo nele aposto ou na embalagem ( ). Os brinquedos devem ser projetados e fabricados de modo a satisfazer os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. Os brinquedos e respectivos componentes não devem apresentar qualquer risco de asfixia resultante da interrupção do fluxo de ar, devido a obstrução externa das vias respiratórias, na boca ou no nariz;. ( ) Estes avisos devem ser completados por uma indicação concisa, que pode igualmente constar das instruções de utilização, dos riscos específicos que justificam tal contraindicação. RELATÓRIO Detetou-se alguns brinquedos da Lego, com avisos e outras informações apostos de um modo dificilmente legível. Encontrou-se um brinquedo peluches sem plástico a envolver, em mau estado de conservação. Observou-se alguns brinquedos ( Yogurtinus, Sort Mascotes, alguns brinquedos Pinypon) com peças pequenas, sem ostentar avisos referentes a riscos de asfixia. Guarita - Angra do Heroísmo Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 15:00 Os brinquedos e respectivos componentes não devem apresentar qualquer risco de asfixia resultante da interrupção do fluxo de ar, devido a obstrução externa das vias respiratórias, na boca ou no nariz;. ( ) Estes avisos devem ser completados por uma indicação concisa, que pode igualmente constar das instruções de utilização, dos riscos específicos que justificam tal contraindicação. Os avisos que determinem a decisão de compra, como os que especifiquem as idades mínimas e máximas dos utilizadores ( ). Os brinquedos devem ser projetados e fabricados de modo a satisfazer os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. DeBORLA Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 12:45 Todos os avisos, menções e instruções são obrigatoriamente redigidos em língua portuguesa. Observou-se alguns brinquedos ( missangas, berlindes, alguns brinquedos Pinypon) com peças pequenas, sem ostentar avisos referentes a riscos de asfixia. Constatou-se que dois brinquedos ( missangas e berlindes ) não continham o símbolo gráfico de idade, não especificando, deste modo, a idade dos utilizadores. Encontrou-se um brinquedo ( Fairy House e Babyland ) em mau estado de higiene e conservação, sem embalagem. 1. Detetou-se a tradução mal feita, nomeadamente Secador de cabelo com acessórios.

10 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL 10 TERCEIRA Chinaçor - Zona Industrial Visita efetuada no dia 15/12/2014 às 13:05 Os avisos devem ser precedidos do termo «Atenção» ou «Avisos». Todos os avisos, menções e instruções são obrigatoriamente redigidos em língua portuguesa. Os brinquedos devem ser projetados e fabricados de modo a satisfazer os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. Os avisos que determinem a decisão de compra, como os que especifiquem as idades mínimas e máximas dos utilizadores ( ). O fabricante deve apor os avisos de modo bem visível e facilmente legível, compreensível e preciso no brinquedo, num rótulo nele aposto ou na embalagem ( ). Declaração «CE» de conformidade ( ). 2 - Nome e endereço do fabricante ou do respectivo mandatário Os brinquedos e respectivos componentes não devem apresentar qualquer risco de asfixia resultante da interrupção do fluxo de ar, devido a obstrução externa das vias respiratórias, na boca ou no nariz;. ( ) Estes avisos devem ser completados por uma indicação concisa, que pode igualmente constar das instruções de utilização, dos riscos específicos que justificam tal contra- indicação. RELATÓRIO Verificou-se a ausência destes termos na rotulagem de diversos brinquedos, tais como: missangas, gato inteligente, peluches com olhos salientes; legos, embalagens de plásticos dentro das plasticinas. Detetou-se a falta de avisos escritos em língua portuguesa em alguns brinquedos, nomeadamente missangas, gato inteligente, peluches com olhos salientes; legos, plasticina. Encontrou-se um brinquedo peluches sem plástico a envolver, em mau estado de conservação. Constatou-se que alguns brinquedos não continham o símbolo gráfico de idade, não especificando, deste modo, a idade dos utilizadores (plasticinas e missangas). Detetou-se vários avisos, bem como outras informações apostos de um modo dificilmente legíveis. Detetou-se alguns brinquedos Jingjing sem conter informações do nome e fabricante. Observou-se alguns brinquedos ( Yogurtinus, Sort Mascotes, Pinypon) com peças pequenas, sem ostentar avisos referentes a riscos de asfixia. Continente - Praia da Vitória Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 12:30 O fabricante deve apor os avisos de modo bem visível e facilmente legível, compreensível e preciso no brinquedo, num rótulo nele aposto ou na embalagem ( ). Os avisos que determinem a decisão de compra, como os que especifiquem as idades mínimas e máximas dos utilizadores ( ). Todos os avisos, menções e instruções são obrigatoriamente redigidos em língua portuguesa. Detetou-se alguns brinquedos ( Baby Style, Dianey Doc McStuffins ) com avisos e outras informações apostos de um modo dificilmente legível, rotulagem em chines a tapar a rotulagem em português. Detetou-se a ausência de avisos escritos em língua portuguesa em alguns brinquedos da Pollypocket.

11 11 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL TERCEIRA Guarita - Praia da Vitória Visita efetuada no dia 16/12/2014 às 11:45 Os avisos devem ser precedidos do termo «Atenção» ou «Avisos». Todos os avisos, menções e instruções são obrigatoriamente redigidos em língua portuguesa. Os brinquedos e respectivos componentes não devem apresentar qualquer risco de asfixia resultante da interrupção do fluxo de ar, devido aobstrução externa das vias respiratórias, na boca ou no nariz;. ( ) Estes avisos devem ser completados por uma indicação concisa, que pode igualmente constar das instruções de utilização, dos riscos específicos que justificam tal contraindicação. RELATÓRIO Verificou-se a ausência destes termos na rotulagem de diversos brinquedos, tais como: snooker, pinypon. Detetou-se a falta de avisos escritos em língua portuguesa em alguns brinquedos da marca Pinypon. Observou-se alguns brinquedos ( missangas, berlindes. Alguns brinquedos marca pinypon ) com peças pequenas, sem ostentar avisos referentes a riscos de asfixia. Guarita Porto Judeu Visita no dia 16/12/2014 às 13:45 Todos os avisos, menções e instruções são obrigatoriamente redigidos em língua portuguesa. Detetou-se a falta de avisos escritos em língua portuguesa em alguns brinquedos da marca Super speed carrinhos. Os brinquedos devem ser projetados e fabricados de modo a satisfazer os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. Os brinquedos e respectivos componentes não devem apresentar qualquer risco de asfixia resultante da interrupção do fluxo de ar, devido a obstrução externa das vias respiratórias, na boca ou no nariz;. ( ) Estes avisos devem ser completados por uma indicação concisa, que pode igualmente constar das instruções de utilização, dos riscos específicos que justificam tal contraindicação. Encontrou-se um brinquedo da marca Babyland, com a embalagem deteriorada e suja. Observou-se alguns brinquedos ( missangas, berlindes. Alguns brinquedos marca pinypon ) com peças pequenas, sem ostentar avisos referentes a riscos de asfixia.

12 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL 12 TERCEIRA OPORTUNIDADES DE MELHORIA CONCLUSÕES Embrulhar os brinquedos, especialmente os peluches destinados a crianças com menos de 36 meses, de modo a evitar possíveis intoxicações, visto que estes brinquedos estão dispostos a substâncias presentes nos estabelecimentos ou absorvidas através do contato das mãos de pessoas; Ter atenção na colocação da faixa etária a que os brinquedos se destinam, de modo a não existir disparidades; Verificar, periodicamente, o estado das embalagens, de forma a não causar mau aspecto aos consumidores. RECOMENDAÇÕES GERAIS Destinadas aos Pais das Crianças: Ter atenção à rotulagem dos brinquedos; Reter em ponderação a recomendação da idade e respeitá-la, sendo críticos se esta levantar dúvidas, especialmente em brinquedos que se destinam a crianças com menos de 36 meses, visto que podem originar riscos sérios de sufocação, estrangulamento, entre outros; Ler todas as instruções, avisos e identificação do fabricante antes de comprar. Caso estas não existam ou não estejam redigidas em língua portuguesa deve-se denunciar a ocorrência e optar por outro brinquedo; Evitar brinquedos com cordas ou fios compridos, de modo a não causar lesões; Disciplinar as crianças a arrumar os brinquedos nas respetivas caixas, pois os brinquedos deixados no chão podem provocar quedas. Destinadas aos Fabricantes dos brinquedos: Embrulhar os brinquedos, especialmente os peluches destinados a crianças com menos de 36 meses; Toda a informação e avisos devem estar na língua materna do país onde o brinquedo é comercializado, em português no caso dos estabelecimentos visitados; Evitar um excesso de embalagem, ou seja, as embalagens não devem ser demasiado grandes para o tamanho do brinquedo; Pedir a uma terceira entidade que analise a segurança dos produtos. Destinadas ao comércio: Verificar se os brinquedos e rotulagem estão de acordo com a legislação em vigor, durante a receção dos mesmos; Exigir evidências do cumprimento das normas de segurança aos respetivos fornecedores, e não aceitar apenas declarações de fabricantes; Conferir, periodicamente, se os brinquedos estão organizados nos expositores e em bom estado de higiene, de modo a facilitar a sua compra, por parte dos consumidores.

13 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL 13 FAIAL E PICO DURANTE O MÊS DE DEZEMBRO PASSADO, e à semelhança de anos anteriores, a ACRA - Secretariado da Horta, visitou os estabelecimentos comerciais com maior expressão na venda de brinquedos nas ilhas do Faial e Pico. Os brinquedos à venda nos estabelecimentos visitados foram alvo de observação de conformidade, tendo como base o Decreto-Lei n.º 43/2011 de 24 de Março, que estabelece as regras de segurança dos brinquedo disponibilizados no mercado, e transpõe a Diretiva n.º 2009/48/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 18 de Junho, relativa à segurança dos brinquedos. A verificação foi efetuada e registada numa check list disponibilizada pelo gabinete Técnico da ACRA. ESTABELECIMENTOS VISITADOS Híper Cais São Roque do Pico às 14:40h Sol Mar Madalena do Pico às 16:30h Âncora Parque Lajes do Pico às 11:15h Compre Bem Madalena do Pico às 14:00h Continente/modelo Horta às 14:08h Fayal Kompra Horta às 11:45h

14 14 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL FAIAL E PICO Híper Cais São Roque do Pico Visita efetuada a às 14:40h Os brinquedos não satisfazem os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. Todos os avisos, menções e instruções não estão redigidos em língua portuguesa. OBS: Vários brinquedos apresentavam selo de segurança IN METRO. RELATÓRIO Peluches Disney (sem embalagem); Bonecas Rick Rock em embalagem parcial/aberta; Caixa de bonecas Rick Rock avulso, sem embalagem unitária; Caixa de bonecas Doc MacStufins avulso, sem embalagem unitária. Cachorro de peluche a pilhas; Boneca Rick-Rock. Âncora Parque Lajes do Pico Visita efetuada a às 11:15h Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos encontram se fora das embalagens. Conjunto Builder truck. Os avisos não são precedidos do termo Atenção ou Aviso. Boneca Angel Girl Os brinquedos não satisfazem os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. Obs: Vários brinquedos com selo de controle de segurança IN METRO ; Vários peluches expostos sem embalagens Tractores Builder com embalagem aberta/parcial; Carros Monster Truck. Compre Bem Madalena do Pico Visita efetuada a às 14:00h Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos encontram-se fora das embalagens. Os brinquedos não satisfazem os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. Bonecos Nenuco Bonecos Babyland Bonecos Disney Bonecos Nenuco, bonecos Babyland e bonecos Disney, em caixa aberta/ parcial. Obs: Vários brinquedos com selos de controle de segurança ADC e INIT. Observadas 94 variedades de brinquedos.

15 15 A ACRA EM AÇÃO VERIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE DOS BRINQUEDOS DISPONIBILIZADOS NO MERCADO POR ALTURA DO NATAL FAIAL E PICO Sol Mar Madalena do Pico Visita efetuada a às 16:30h Símbolo gráfico de idade ausente ou não visível. Carros Super Speed Os brinquedos não satisfazem os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. Os brinquedos destinados a serem usados por crianças com idade inferior a 36 meses não estão projetados e fabricados de forma a poderem ser limpos. RELATÓRIO Vários peluches expostos sem embalagem; Bonecos Disney e Bimar em embalagem aberta/parcial; Caixa de bonecas Funy Face avulso sem embalagem unitária; Bonecos Nenuco e Sofia em embalagem aberta/parcial. Caracol Musical OBS: Grande variedade de brinquedos com selo de contole de segurança IN METRO. Verificados 238 variedades de brinquedos. Continente/Modelo Horta Visita efetuada a às 14:08h Brinquedos destinados a crianças com menos de 3 anos encontram-se em embalagens. Boneca de peluche sem embalagem. Os brinquedos satisfazem os requisitos de higiene e limpeza necessários para evitar quaisquer riscos de infeção, doença ou contaminação. Os brinquedos destinados a serem usados por crianças com idade inferior a 36 meses são projectados e fabricados de forma a poderem ser limpos. Para o efeito, os brinquedos de tecido devem ser laváveis. Bonecas de peluche Popota a pilhas em embalagem aberta/ parcial; Bonecos abelha maia, National geographic. Boneco Spider Man Paluches NatGeo Fayal Kompra Horta Visita efetuada a às 11:45h Os avisos não se encontram bem visíveis e facilmente legíveis, compreensível e precisos no brinquedo, num rótulo nele apostam ou na embalagem Jogo de damas sem rótulos em português.

16 A ACRA EM AÇÃO CABAZ DE NATAL COMPARAÇÃO DE PREÇOS AÇORES A ACRA DEFINIU UM CABAZ DE NATAL COM 29 PRODUTOS, que iam desde os frutos secos e bolo-rei até às carnes e peixe, passando pelos legumes e frutas. Divididos em 8 categorias, importava aferir as diferenças e semelhanças nos preços aos consumidores das propostas das diversas marcas e, para além disto, constatar se existiam ou não variações consideráveis entre as diversas ilhas consideradas. Foram poucas as superfícies que não disponibilizavam a totalidade dos produtos que compunham o cabaz-tipo. Nesses casos, foi estabelecido um preço convencionado igual à média de preços apresentados por todas as outras superfícies dentro da mesma ilha Cabaz de Natal - Conjunto dos Açores Valores médios por ilhas Faial Pico São Miguel Terceira Cabaz de Natal - Conjunto dos Açores Peso relativo das diversas categorias de produtos 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Faial Pico São Miguel Terceira Aperitivos e Salgados Peixes e Carnes Legumes e Fruta Frutos Secos Bebidas Charcutaria Outros P. Alimentares Gorduras e Óleos

17 17 A ACRA EM AÇÃO CABAZ DE NATAL COMPARAÇÃO DE PREÇOS AÇORES AO CONSIDERAR O CONJUNTO DAS QUATRO ILHAS EM ANÁLISE não deparamos com surpresas: de facto, o custo médio do cabaz cresce na medida em que decresce o número de habitantes por ilha. Mas, ao compararmos marcas, As que apresentam melhor desempenho (Compre Bem, Lajes Shopping e Híper Cais) não têm lojas nas ilhas maiores. Em relação àquilo que é o peso relativo das diferentes categorias, nem a análise por ilhas nem por marcas mostram aspectos dignos de nota, à exceção do maior custo que no Faial e Pico têm os aperitivos e as bebidas. No conjunto, se quiséssemos destacar algo, ficaria o belíssimo desempenho do Compre Bem do Pico que, enquanto marca, é a que detém o melhor preço de cabaz Cabaz de Natal - Conjunto dos Açores Médias por marcas Hiper Cais LajeShoping Compre Bem FayalKompra Guarita Manteiga Solmar Continente Cabaz de Natal - Conjunto dos Açores Peso relativo das diversas categorias de produtos por marcas 100% 80% 60% 40% 20% 0% Aperitivos e Salgados Peixes e Carnes Legumes e Fruta Frutos Secos Bebidas Charcutaria Outros P. Alimentares Gorduras e Óleos

Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos

Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos Para assegurar os direitos dos consumidores relativos à informação dos produtos e identidade do vendedor, as empresas têm de cumprir regras sobre

Leia mais

mhtml:file://c:\users\pm760120\appdata\local\microsoft\windows\inetcache\con...

mhtml:file://c:\users\pm760120\appdata\local\microsoft\windows\inetcache\con... Página 1 de 5 Problemas na visualização deste email? Clique aqui #14 Junho 2015 Neste boletim Governo dos Açores disponibiliza sistema eletrónico de consulta de reclamações ou denúncias à IRAE Melhor treino

Leia mais

São serviços de comunicações eletrónicas os serviços oferecidos mediante

São serviços de comunicações eletrónicas os serviços oferecidos mediante O que são serviços de comunicações eletrónicas? São serviços de comunicações eletrónicas os serviços oferecidos mediante remuneração e que consistem no envio de sinais através de redes de comunicações

Leia mais

COMÉRCIO ELECTRÓNICO ELECTRÓNICO

COMÉRCIO ELECTRÓNICO ELECTRÓNICO Ficha Informativa 1 Janeiro 2015 Ordem dos Advogados Largo São Domingos 14-1º, 1169-060 Lisboa Tel.: 218823550 Fax: 218862403 odc@cg.oa.pt www.oa.pt/odc COMÉRCIO ELECTRÓNICO ELECTRÓNICO Compras na Internet:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO AVISO AO UTILIZADOR Leia cuidadosamente este contrato. O acesso e uso desta plataforma implica, da sua parte uma aceitação expressa e sem reservas de todos os termos

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

2. Posso aderir aos serviços da Nacacomunik se residir nos Açores ou na Madeira? Sim.

2. Posso aderir aos serviços da Nacacomunik se residir nos Açores ou na Madeira? Sim. Nacacomunik e pré-seleção de operador 1. Porque é que a ACN se chama Nacacomunik Serviços de Telecomunicações, Lda. em Portugal? Como em Portugal já existiam duas empresas com o nome ACN, registámos a

Leia mais

DIREITOS DOS CONSUMIDORES. de energia europeus. O que cada consumidor de energia ganha com a legislação europeia. Energia

DIREITOS DOS CONSUMIDORES. de energia europeus. O que cada consumidor de energia ganha com a legislação europeia. Energia DIREITOS DOS CONSUMIDORES de energia europeus O que cada consumidor de energia ganha com a legislação europeia Energia Europe Direct é um serviço que responde às suas perguntas sobre a União Europeia Linha

Leia mais

Perguntas e respostas frequentes. Extinção das Tarifas Reguladas Eletricidade e Gás Natural

Perguntas e respostas frequentes. Extinção das Tarifas Reguladas Eletricidade e Gás Natural Perguntas e respostas frequentes Extinção das Tarifas Reguladas Eletricidade e Gás Natural 1. O que significa a extinção das tarifas reguladas? A extinção de tarifas reguladas significa que os preços de

Leia mais

Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços.

Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços. Antes da compra, defina a marca, o modelo e faça uma pesquisa de preços. Considere também a qualidade do produto e as reais necessidades da pessoa que será presenteada. Nem sempre aparelhos mais sofisticados

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições)

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições) CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM Artigo 1.º (Âmbito e Definições) 1 As presentes condições gerais regulam a venda, incluindo o registo e a encomenda, de produtos através da página/sítio

Leia mais

ORIENTAÇÕES NO ÂMBITO DA ELABORAÇÃO DA DECLARAÇÃO AMBIENTAL E RESPETIVAS

ORIENTAÇÕES NO ÂMBITO DA ELABORAÇÃO DA DECLARAÇÃO AMBIENTAL E RESPETIVAS ORIENTAÇÕES NO ÂMBITO DA ELABORAÇÃO DA DECLARAÇÃO AMBIENTAL E RESPETIVAS I. Objetivo ATUALIZAÇÕES As Declarações Ambientais (DA) elaboradas no âmbito do Sistema Comunitário de Ecogestão e Auditoria, devem

Leia mais

A ERSE e a liberalização do mercado de eletricidade. 26 de Outubro de 2012

A ERSE e a liberalização do mercado de eletricidade. 26 de Outubro de 2012 A ERSE e a liberalização do mercado de eletricidade 26 de Outubro de 2012 A ERSE e a liberalização do mercado de eletricidade 1. A ERSE na proteção dos consumidores e na promoção da concorrência Missão

Leia mais

1) São atividades próprias das agências de viagem e turismo: e) A recepção, transferência e assistência a turistas.

1) São atividades próprias das agências de viagem e turismo: e) A recepção, transferência e assistência a turistas. O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL CAE 79110 AGÊNCIAS DE VIAGENS ÂMBITO: São agências

Leia mais

Garantir os mais altos níveis de protecção para as crianças. Comissão Europeia Empresas e Indústria

Garantir os mais altos níveis de protecção para as crianças. Comissão Europeia Empresas e Indústria SEGURANÇA DOS BRINQUEDOS Garantir os mais altos níveis de protecção para as crianças Comissão Europeia Empresas e Indústria Fotolia Orange Tuesday Existem cerca de 80 milhões de crianças menores de 14

Leia mais

EM QUE CONSISTE? QUAL A LEGISLAÇÃO APLICÁVEL?

EM QUE CONSISTE? QUAL A LEGISLAÇÃO APLICÁVEL? EM QUE CONSISTE? As entidades devedoras de pensões, com exceção das de alimentos, são obrigadas a reter o Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) no momento do seu pagamento ou colocação

Leia mais

Promover a Saúde Pública Produtos Cosméticos

Promover a Saúde Pública Produtos Cosméticos Produtos Cosméticos O que é um Produto Cosmético? É qualquer substância ou mistura, destinada a ser posta em contato com as diversas partes superficiais do corpo humano (pele, cabelo, unhas, lábios, etc.)

Leia mais

Mercado liberalizado da eletricidade e do gás natural. Guia Prático: perguntas com respostas

Mercado liberalizado da eletricidade e do gás natural. Guia Prático: perguntas com respostas Mercado liberalizado da eletricidade e do gás natural Guia Prático: perguntas com respostas Nota introdutória A liberalização dos mercados de eletricidade e do gás natural e a sequente extinção das tarifas

Leia mais

INCENTIVO FISCAL AO ABATE DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA. Condições de acesso ao incentivo

INCENTIVO FISCAL AO ABATE DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA. Condições de acesso ao incentivo INCENTIVO FISCAL AO ABATE DE VEÍCULOS EM FIM DE VIDA Condições de acesso ao incentivo Pela Lei nº 82-D/2014, de 31 de dezembro (Lei da Fiscalidade Verde ), foi criado um regime excecional de atribuição

Leia mais

O que é o Contrato de Seguro?

O que é o Contrato de Seguro? O que é o Contrato de Seguro? O contrato de seguro é um acordo através do qual o segurador assume a cobertura de determinados riscos, comprometendo-se a satisfazer as indemnizações ou a pagar o capital

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA As presentes Condições Gerais de Venda particularizadas abaixo (aqui designadas "condições gerais") determinam exclusivamente as relações contratuais entre todo cliente utilizador

Leia mais

Os Direitos do Consumidor:

Os Direitos do Consumidor: DIREITOS E DEVERES Segundo a legislação, consumidores são todas as pessoas que compram bens para uso pessoal, a alguém que faça da venda a sua profissão. A Lei n.º 24/96, de 31 de Julho estabelece os direitos

Leia mais

Autoridade Bancária e de Pagamentos de Timor-Leste

Autoridade Bancária e de Pagamentos de Timor-Leste Autoridade Bancária e de Pagamentos de Timor-Leste Banking and Payments Authority of Timor-Leste Av a Bispo Medeiros, PO Box 59, Dili, Timor-Leste Tel. (670) 3 313 718, Fax. (670) 3 313 716 RESOLUÇÃO DO

Leia mais

DIREÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE. Campanha de supervisão de Produtos Cosméticos para Proteção Solar - Relatório Final -

DIREÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE. Campanha de supervisão de Produtos Cosméticos para Proteção Solar - Relatório Final - DIREÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE Campanha de supervisão de Produtos Cosméticos para Proteção Solar - Relatório Final - Lisboa, 04 de janeiro de 2012 ENQUADRAMENTO O INFARMED, I.P., enquanto Autoridade Competente

Leia mais

DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR

DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR O PROCON MUNICIPAL tem como principal tarefa a proteção e defesa do consumidor, por isso desenvolveu este guia para melhor transparência e respeito, para você, consumidor.

Leia mais

DOSSIER SERVIÇOS PÚBLICOS ESSENCIAIS

DOSSIER SERVIÇOS PÚBLICOS ESSENCIAIS DOSSIER SERVIÇOS PÚBLICOS ESSENCIAIS APOIO AOS CONSUMIDORES DE SERVIÇOS PUBLICOS ESSENCIAIS Conheça os seus direitos Peça ajuda Aprenda a reclamar PROTEÇÃO DOS CONSUMIDORES Os consumidores gozam de mecanismos

Leia mais

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL CADERNO DE ENCARGOS PROCESSO Nº 3 RH-2015 Apoio Técnico na área de Gestão de Recursos Humanos - Prestação de Serviços Ajuste Direto 1 de 10 ÍNDICE CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 Cláusula 1.ª - Objecto...

Leia mais

LEI N.º 23/96, DE 26 DE JULHO, ALTERADA PELA LEI N. O 12/2008, DE 26 DE FEVEREIRO, E PELA LEI N. O 24/2008, DE 2 DE JUNHO Serviços públicos essenciais

LEI N.º 23/96, DE 26 DE JULHO, ALTERADA PELA LEI N. O 12/2008, DE 26 DE FEVEREIRO, E PELA LEI N. O 24/2008, DE 2 DE JUNHO Serviços públicos essenciais LEI N.º 23/96, DE 26 DE JULHO, ALTERADA PELA LEI N. O 12/2008, DE 26 DE FEVEREIRO, E PELA LEI N. O 24/2008, DE 2 DE JUNHO Serviços públicos essenciais Artigo 1.º Objecto e âmbito 1 A presente lei consagra

Leia mais

Defesa do Consumidor na União Europeia

Defesa do Consumidor na União Europeia PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 27 DE MAIO DE 2013 POR JM Defesa do Consumidor na União Europeia O direito comunitário também protege os consumidores em caso de encomendas por via postal, pela

Leia mais

GUIA DO CONSUMIDOR DE ÁGUA

GUIA DO CONSUMIDOR DE ÁGUA Infomail GUIA DO CONSUMIDOR DE ÁGUA Índice Prestação do serviço de abastecimento de água Está sujeita a regras especiais? É obrigatória? O que é necessário? Como se processa a ligação à rede pública? Quem

Leia mais

FAQ s. Destinam-se a complementar as instruções constantes nas Circulares Informativas Conjuntas n.º 01/INFARMED/ACSS e n.

FAQ s. Destinam-se a complementar as instruções constantes nas Circulares Informativas Conjuntas n.º 01/INFARMED/ACSS e n. FAQ s Destinam-se a complementar as instruções constantes nas Circulares Informativas Conjuntas n.º 01/INFARMED/ACSS e n.º 02/INFARMED/ACSS Versão Versão Data FAQ s Introduzidas FAQ s Retificadas 1.0 2012-06-01

Leia mais

directamente o estabelecimento e o funcionamento do mercado interno; Considerando que é pois necessário criar um certificado complementar de

directamente o estabelecimento e o funcionamento do mercado interno; Considerando que é pois necessário criar um certificado complementar de Regulamento (CEE) nº 1768/92 do Conselho, de 18 de Junho de 1992, relativo à criação de um certificado complementar de protecção para os medicamentos Jornal Oficial nº L 182 de 02/07/1992 p. 0001-0005

Leia mais

(Atos não legislativos) REGULAMENTOS

(Atos não legislativos) REGULAMENTOS L 115/12 Jornal Oficial da União Europeia 27.4.2012 II (Atos não legislativos) REGULAMENTOS REGULAMENTO DELEGADO (UE) N. o 363/2012 DA COMISSÃO de 23 de fevereiro de 2012 respeitante às normas processuais

Leia mais

DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO 10.12.2013 Jornal Oficial da União Europeia L 329/5 DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 20 de novembro de 2013 que altera a Diretiva 2006/66/CE do Parlamento Europeu e do Conselho

Leia mais

anexo ao pedido de portabilidade e rescisão do contrato

anexo ao pedido de portabilidade e rescisão do contrato pedido de portabilidade e rescisão do contrato ORIGINAL (tmn) 2. INFORMAÇÃO DE CONTACTO Telemóvel contacto 3. DADOS DE PORTABILIDADE MÓVEL E-mail Informamos que, por motivos de portabilidade, pretendemos

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º /X SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º /X SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA. Exposição de motivos Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º /X SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA Exposição de motivos O enorme atraso na democratização do acesso à internet é um motivo de preocupação para

Leia mais

Direito à informação ao consumo seguro. Entidades que supervisionam as empresas/instituições

Direito à informação ao consumo seguro. Entidades que supervisionam as empresas/instituições Direito à informação ao consumo seguro Entidades que supervisionam as empresas/instituições Escola B+S Ângelo Augusto da Silva Projeto de Educação Financeira Banco de Portugal Bancos O Banco de Portugal

Leia mais

Açores precisam de mudança de políticas. Senhora e Senhores Membros do Governo,

Açores precisam de mudança de políticas. Senhora e Senhores Membros do Governo, Açores precisam de mudança de políticas 18 de Junho de 2015 Isto está que não se aguenta disse recentemente, na ilha Terceira, o presidente da Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo. E assim juntou a

Leia mais

Ordem dos Advogados Largo São Domingos 14-1º, 1169-060 Lisboa Tel.: 218823550 Fax: 218862403 odc@cg.oa.pt www.oa.pt/odc

Ordem dos Advogados Largo São Domingos 14-1º, 1169-060 Lisboa Tel.: 218823550 Fax: 218862403 odc@cg.oa.pt www.oa.pt/odc Ficha Informativa 3 Março 2015 Ordem dos Advogados Largo São Domingos 14-1º, 1169-060 Lisboa Tel.: 218823550 Fax: 218862403 odc@cg.oa.pt www.oa.pt/odc SERVIÇOS PÚBLICOS ESSENCIAIS Quais são os serviços

Leia mais

Saber mais sobre o Serviço Público Essencial da Eletricidade

Saber mais sobre o Serviço Público Essencial da Eletricidade Saber mais sobre o Serviço Público Essencial da Eletricidade A liberalização do mercado da energia exige aos consumidores maior atenção e conhecimento das novas regras e condições da prestação do serviço

Leia mais

Tudo o que precisa de saber

Tudo o que precisa de saber Pág. 1 de 10 Com a publicação, no passado mês de Agosto, dos Decretos-Lei n. os 197/2012 e 198/2012, várias e (bastante) substanciais foram as alterações introduzidas em matéria de regras a observar ao

Leia mais

Nota de Informação Preçários das instituições de crédito passam a ter novas regras

Nota de Informação Preçários das instituições de crédito passam a ter novas regras Nota de Informação Preçários das instituições de crédito passam a ter novas regras O Banco de Portugal acaba de publicar novas regras para os Preçários, que vêm reforçar e harmonizar a informação sobre

Leia mais

VENDAS Á DISTÂNCIA. Decreto-Lei n.º 7/2004 de 07 01: Comércio Electrónico. Decreto-Lei n.º 24/2014 de 14-02: Vendas à Distância

VENDAS Á DISTÂNCIA. Decreto-Lei n.º 7/2004 de 07 01: Comércio Electrónico. Decreto-Lei n.º 24/2014 de 14-02: Vendas à Distância VENDAS Á DISTÂNCIA Enquadramento Legal Decreto-Lei n.º 7/2004 de 07 01: Comércio Electrónico Decreto-Lei n.º 24/2014 de 14-02: Vendas à Distância No que respeita à forma da contratação electrónica, estipula

Leia mais

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Economia A 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 712/2.ª Fase 15 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância:

Leia mais

ROTEIRO DE ENCERRAMENTO DE CONTAS CORRENTES

ROTEIRO DE ENCERRAMENTO DE CONTAS CORRENTES Como resultado de uma série de reuniões técnicas envolvendo representantes da Febraban, do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor e do Banco Central do Brasil, no sentido de aprimorar ainda mais os procedimentos

Leia mais

Condições gerais de venda

Condições gerais de venda Condições gerais de venda As presentes CONDIÇÕES GERAIS E PARTICULARES DE VENDA ON-LINE são acordadas livremente e de boa-fé entre Bonecas Namorar Portugal da marca Pó de Arroz e representadas pela empresa

Leia mais

10 medidas vantajosas para 500 milhões. de consumidores. Consumidores

10 medidas vantajosas para 500 milhões. de consumidores. Consumidores 10 medidas vantajosas para 500 milhões de consumidores Consumidores «Fiz uma compra na Internet e estou com um problema.» 1 A partir de janeiro de 2016, estará disponível em toda a Europa um serviço destinado

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS DA CEG 1.º PARTES a) CEG: COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE

Leia mais

Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) Perguntas Frequentes - COPE

Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) Perguntas Frequentes - COPE Perguntas Frequentes - COPE Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) Departamento de Estatística Banco de Portugal +351 707 201 409 ddebp.reporte@bportugal.pt Versão Maio de 2013 Comunicação de Operações

Leia mais

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil.

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil. Compras de Final de Ano Veja as vantagens e como é prático comprar pela internet: Você não sai de casa para comprar; Recebe o produto no conforto do seu lar; Filas? Esqueça; Não precisa bater perna atrás

Leia mais

EUROPEIA SOBRE A VENDA DE TÍTULOS A DESCOBERTO

EUROPEIA SOBRE A VENDA DE TÍTULOS A DESCOBERTO INFORMAÇÃO PADRÃO EUROPEIA SOBRE A VENDA DE TÍTULOS A DESCOBERTO 1 IDENTIDADE E DADOS DE CONTATO DA ENTIDADE FORNECEDORA DO CRÉDITO Entidade fornecedora do crédito: DEGIRO B.V. Endereço: Rembrandt Tower

Leia mais

CONVERT DE ENTRADA. Decreto-lei 24/96 (artº.9º.ponto 4) Portaria n.º 215/2011 (art.º 15.º n.º 1.º e 2.º).

CONVERT DE ENTRADA. Decreto-lei 24/96 (artº.9º.ponto 4) Portaria n.º 215/2011 (art.º 15.º n.º 1.º e 2.º). Selecionamos as dúvidas sobre os direitos dos consumidores da Restauração, Bares e Discotecas quando frequentam esses estabelecimentos. Será que tenho de pagar o Convert de Entrada? Tenho de dar gorjeta?

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA

PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA Exposição de motivos O acesso à internet assume hoje um papel crucial na nossa sociedade, devendo

Leia mais

Programa de Apoio à Restauração e Hotelaria para a Aquisição de Produtos Regionais

Programa de Apoio à Restauração e Hotelaria para a Aquisição de Produtos Regionais Programa de Apoio à Restauração e Hotelaria para a Aquisição de Produtos Regionais Perguntas Frequentes 1 Qual a legislação que regulamenta o Programa de Apoio à Restauração e Hotelaria para a Aquisição

Leia mais

JORNAL OFICIAL I SÉRIE NÚMERO 60 QUARTA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2014

JORNAL OFICIAL I SÉRIE NÚMERO 60 QUARTA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2014 I SÉRIE NÚMERO 60 QUARTA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2014 ÍNDICE: PRESIDÊNCIA DO GOVERNO Resolução n.º 89/2014: Cria um prémio destinado à integração de ativos no setor primário, designado por AGRICULTURA +.

Leia mais

NORMATIVO SARB 002/2008

NORMATIVO SARB 002/2008 O Conselho de Auto-Regulação Bancária, com base no art. 1 (b), do Código de Auto-Regulação Bancária, sanciona as regras abaixo dispostas, formalizando preceitos comuns a todas as signatárias da auto-regulação

Leia mais

RECOMENDAÇÕES. (Texto relevante para efeitos do EEE) (2013/473/UE)

RECOMENDAÇÕES. (Texto relevante para efeitos do EEE) (2013/473/UE) 25.9.2013 Jornal Oficial da União Europeia L 253/27 RECOMENDAÇÕES RECOMENDAÇÃO DA COMISSÃO de 24 de setembro de 2013 relativa às auditorias e avaliações realizadas por organismos notificados no domínio

Leia mais

DIRECTIVA 2003/94/CE DA COMISSÃO

DIRECTIVA 2003/94/CE DA COMISSÃO L 262/22 DIRECTIVA 2003/94/CE DA COMISSÃO de 8 de Outubro de 2003 que estabelece princípios e directrizes das boas práticas de fabrico de medicamentos para uso humano e de medicamentos experimentais para

Leia mais

LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS

LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS Dossier informativo - Cimentos LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS INTRODUÇÃO Qualquer entidade legalmente estabelecida, nacional ou estrangeira, pode solicitar ao LNEC a certificação

Leia mais

S.R. DA ECONOMIA Portaria n.º 39/2012 de 29 de Março de 2012

S.R. DA ECONOMIA Portaria n.º 39/2012 de 29 de Março de 2012 S.R. DA ECONOMIA Portaria n.º 39/2012 de 29 de Março de 2012 O X Governo dos Açores deliberou introduzir alterações ao regime Sistema de Apoio à Promoção de Produtos Açorianos de forma a potenciar um conjunto

Leia mais

FICHA NEGÓCIOS Vendas OnLine

FICHA NEGÓCIOS Vendas OnLine Vendas OnLine Nesta Ficha Negócios pretende-se reunir um conjunto de informação útil e pertinente para apoio do desenvolvimento desta atividade. GDEE Setembro 2015 Área de Negócio: Vendas On-line Índice

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO

PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO 1 QUANDO É QUE O BCE ASSUMIRÁ A SUPERVISÃO DOS BANCOS? O BCE assumirá

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 822/XII/4.ª

PROJETO DE LEI N.º 822/XII/4.ª Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI N.º 822/XII/4.ª ELIMINA AS COMISSÕES POR REEMBOLSO ANTECIPADO E DE TERMO DO CONTRATO, INSTITUINDO AINDA A OBRIGATORIEDADE E GRATUITIDADE DE EMISSÃO DO DISTRATE E DE DECLARAÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

Existe um catálogo físico ou virtual para ver os produtos?

Existe um catálogo físico ou virtual para ver os produtos? O que é HIPERCASHonline? HIPERCASHonline é uma nova oportunidade de ganhar rendimentos extra, manipulando somente produtos de primeira necessidade, onde podemos obter os mesmos artigos que já estamos habituados

Leia mais

ARTIGO 29.º - Grupo de Protecção de Dados Pessoais

ARTIGO 29.º - Grupo de Protecção de Dados Pessoais ARTIGO 29.º - Grupo de Protecção de Dados Pessoais 12054/02/PT WP 69 Parecer 1/2003 sobre o armazenamento dos dados de tráfego para efeitos de facturação Adoptado em 29 de Janeiro de 2003 O Grupo de Trabalho

Leia mais

REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DE EXECUÇAO DAS APOSTAS DESPORTIVAS À COTA EM QUE OS JOGADORES JOGAM UNS CONTRA OS OUTROS

REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DE EXECUÇAO DAS APOSTAS DESPORTIVAS À COTA EM QUE OS JOGADORES JOGAM UNS CONTRA OS OUTROS REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DE EXECUÇAO DAS APOSTAS DESPORTIVAS À COTA EM QUE OS JOGADORES JOGAM UNS CONTRA OS OUTROS O Regime Jurídico dos Jogos e Apostas online (RJO), aprovado pelo Decreto-Lei

Leia mais

Relatório de evolução da atividade seguradora

Relatório de evolução da atividade seguradora Relatório de evolução da atividade seguradora 1.º Semestre 214 I. Produção e custos com sinistros 1. Análise global 2. Ramo Vida 3. Ramos Não Vida a. Acidentes de Trabalho b. Doença c. Incêndio e Outros

Leia mais

Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 549/X REGRAS RELATIVAS À TRANSPARÊNCIA NA PUBLICIDADE E CONTRATOS DE CRÉDITO. Exposição de Motivos

Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 549/X REGRAS RELATIVAS À TRANSPARÊNCIA NA PUBLICIDADE E CONTRATOS DE CRÉDITO. Exposição de Motivos Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 549/X REGRAS RELATIVAS À TRANSPARÊNCIA NA PUBLICIDADE E CONTRATOS DE CRÉDITO Exposição de Motivos A crise desencadeada pelo mercado imobiliário norte-americano demonstra

Leia mais

TRANSPORTES RODOVIÁRIOS: HARMONIZAÇÃO DAS DISPOSIÇÕES LEGAIS

TRANSPORTES RODOVIÁRIOS: HARMONIZAÇÃO DAS DISPOSIÇÕES LEGAIS TRANSPORTES RODOVIÁRIOS: HARMONIZAÇÃO DAS DISPOSIÇÕES LEGAIS A criação de um mercado único europeu dos transportes rodoviários não é possível sem uma harmonização das disposições legais em vigor nos Estados-Membros.

Leia mais

Eixo Prioritário V Assistência Técnica

Eixo Prioritário V Assistência Técnica Eixo Prioritário V Assistência Técnica Convite Público à Apresentação de Candidatura no Domínio da Assistência Técnica no Âmbito da Delegação de Competências com os Organismos Intermédios na gestão dos

Leia mais

OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO

OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO OS DIREITOS DOS PASSAGEIROS DE TRANSPORTE AÉREO Dia 17 de Fevereiro entrou em vigor o Regulamento (CE) n.º 261/2004, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de Fevereiro de 2004, que estabelece regras

Leia mais

Avis juridique important 31991L0412

Avis juridique important 31991L0412 Avis juridique important 31991L0412 Directiva 91/412/CEE da Comissão, de 23 de Julho de 1991, que estabelece os princípios e directrizes das boas práticas de fabrico de medicamentos veterinários Jornal

Leia mais

Regra geral uma grande parte das pessoas vive dia a dia, sem pensar no futuro, sem construir, sem saber como gerar riqueza.

Regra geral uma grande parte das pessoas vive dia a dia, sem pensar no futuro, sem construir, sem saber como gerar riqueza. 1.ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA A importância da formação financeira para os supervisores financeiros Antiga Igreja de S. Julião Sede do Banco de Portugal Lisboa,

Leia mais

Proposta de alteração do regime jurídico da promoção da segurança e saúde no trabalho Posição da CAP

Proposta de alteração do regime jurídico da promoção da segurança e saúde no trabalho Posição da CAP Proposta de alteração do regime jurídico da promoção da segurança e saúde no trabalho Posição da CAP Em Geral Na sequência da publicação do novo Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12

Leia mais

Resumo do Contrato Cartão Colombo visa

Resumo do Contrato Cartão Colombo visa Resumo do Contrato Cartão Colombo visa Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. SuMÁRIO EXECUTIVO Este resumo apresenta informações essenciais

Leia mais

Frutas e Hortaliças embaladas Aspectos Legais

Frutas e Hortaliças embaladas Aspectos Legais Frutas e Hortaliças embaladas Aspectos Legais A embalagem é instrumento de identificação, proteção, movimentação e exposição das frutas e hortaliças frescas. Ela identifica o produto e o seu responsável.

Leia mais

Recomendações aos Investidores em Instrumentos Financeiros

Recomendações aos Investidores em Instrumentos Financeiros Recomendações aos Investidores em Instrumentos Financeiros Um investimento responsável exige que conheça todas as suas implicações. Certifique-se de que conhece essas implicações e que está disposto a

Leia mais

O MARKETING DIRECTO POR EMAIL

O MARKETING DIRECTO POR EMAIL O MARKETING DIRECTO POR EMAIL 1 AS IMPLICAÇÕES LEGAIS DO EMAIL MARKETING Enquadramento da questão Equilíbrio entre o poder e a eficácia do marketing directo por e-mail no contacto com os consumidores e

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA. Preâmbulo

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA. Preâmbulo CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA Preâmbulo 1.º Estas condições gerais de venda são acordadas entre Betweien, Challenge and Success, Lda., uma sociedade por quotas, com sede no Centro de Escritórios Panoramic,

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! GRANDE CAMPANHA 2015

REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! GRANDE CAMPANHA 2015 REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! GRANDE CAMPANHA 2015 Os seguintes termos e condições destinam-se a regular a campanha promocional Moneygram no Continente/note!

Leia mais

II. Celebração do contrato, as partes contratantes, limitações contratuais de responsabilidade e prescrição

II. Celebração do contrato, as partes contratantes, limitações contratuais de responsabilidade e prescrição Termos e condições gerais I. Âmbito de aplicação 1. Os seguintes termos e condições aplicam-se a qualquer uso de aluguer de quartos de hotel para alojamento, bem como todos os outros serviços e entregas

Leia mais

Política de Privacidade de dados pessoais na Portugal Telecom

Política de Privacidade de dados pessoais na Portugal Telecom Política de Privacidade de dados pessoais na Portugal Telecom Quem Somos? A Portugal Telecom, SGPS, SA. ( PT ) é a holding de um grupo integrado de Empresas (Grupo PT), que atua na área das comunicações

Leia mais

relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões

relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões EBA/GL/2015/01 11.05.2015 Orientações da EBA relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões 1 Obrigações em matéria

Leia mais

Contrato de Intermediação Financeira

Contrato de Intermediação Financeira Contrato de Intermediação Financeira Condições Gerais do Contrato de Intermediação Financeira Entre a Caixa Geral de Depósitos, SA com sede em Lisboa na Av. João XXI n.º 63, com capital social de 5 900

Leia mais

CONHEÇA OS SEUS DIREITOS - GARANTIAS

CONHEÇA OS SEUS DIREITOS - GARANTIAS CONHEÇA OS SEUS DIREITOS - GARANTIAS Acabou de comprar um telemóvel e ele já não funciona? A sua televisão ao fim de um ano, deixou de funcionar? A sua casa apresenta problemas de construção? Saiba como

Leia mais

Comentários da Direção-Geral do Consumidor

Comentários da Direção-Geral do Consumidor Consulta Pública da ANACOM relativa às Opções no âmbito da revisão da deliberação relativa às linhas de orientação sobre o conteúdo mínimo a incluir nos contratos para a prestação dos serviços de comunicações

Leia mais

Proposta de adesão ao Programa de Comparticipação nos Cuidados de Saúde 2012

Proposta de adesão ao Programa de Comparticipação nos Cuidados de Saúde 2012 澳 門 衛 特 別 生 行 政 局 區 政 府 Governo da Região Administrativa de Macau Serviços de Saúde Proposta de adesão ao Programa de Comparticipação nos Cuidados de Saúde 2012 (1.ª Parte) Unidades Privadas de Saúde que

Leia mais

AÇÕES CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012

AÇÕES CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 AÇÕES CMVM Comissão do Mercado de Valores Mobiliários OUTUBRO 2012 Ações O que são ações? Uma ação é um título que representa uma fração do capital social de uma empresa, constituída sob a forma de uma

Leia mais

FAQ FISCALIDADE VERDE CONTRIBUIÇÃO SOBRE OS SACOS DE PLÁSTICO LEVES

FAQ FISCALIDADE VERDE CONTRIBUIÇÃO SOBRE OS SACOS DE PLÁSTICO LEVES FAQ FISCALIDADE VERDE CONTRIBUIÇÃO SOBRE OS SACOS DE PLÁSTICO LEVES 1. Porquê a introdução de uma contribuição sobre os sacos de plástico leves (mais comummente designados por sacos de compras )? Para

Leia mais

GUIA PARA EXPEDIDORES CONHECIDOS 1

GUIA PARA EXPEDIDORES CONHECIDOS 1 GUIA PARA EXPEDIDORES CONHECIDOS 1 O presente guia permitirá às empresas avaliar as medidas de segurança tomadas em cumprimento dos critérios aplicáveis aos expedidores conhecidos, conforme previsto no

Leia mais

I. Em primeiro lugar apresente a queixa à instituição seguradora autorizada

I. Em primeiro lugar apresente a queixa à instituição seguradora autorizada DECLARAÇÃO DE POLÍTICA A PROSSEGUIR NO TRATAMENTO DE QUEIXAS CONTRA SEGURADORAS, MEDIADORES DE SEGUROS E SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE PENSÕES DE DIREITO PRIVADO Introdução 1. Ao abrigo do Estatuto

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! CAMPANHA NOS MUNDO

REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! CAMPANHA NOS MUNDO REGULAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA PROMOCIONAL MONEYGRAM NO CONTINENTE/NOTE! CAMPANHA NOS MUNDO Os seguintes termos e condições destinam-se a regular a campanha promocional Moneygram no Continente/note! Campanha

Leia mais

fui acompanhando pelo site da DHL o estado da encomenda. Como se pode aferir na figura

fui acompanhando pelo site da DHL o estado da encomenda. Como se pode aferir na figura Boa Tarde! Venho pelo presente documento proceder a uma reclamação inerente ao serviço de entrega com a referência 1369403490, expedida no dia 24/12/2016. Assim que a encomenda foi expedida, fui acompanhando

Leia mais

MANUAL DE APOIO. Processos de delimitação e de aprovação de Áreas de Reabilitação Urbana e de Operações de Reabilitação Urbana

MANUAL DE APOIO. Processos de delimitação e de aprovação de Áreas de Reabilitação Urbana e de Operações de Reabilitação Urbana MANUAL DE APOIO Processos de delimitação e de aprovação de Áreas de Reabilitação Urbana e de Operações de Reabilitação Urbana Abril de 2013 MANUAL DE APOIO Processos de delimitação e de aprovação de Áreas

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO

CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO CONTRATO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA UNIDADES DE MICROPRODUÇÃO Entre, com sede em, com o capital social de ( Euros), matriculada na Conservatória do Registo Comercial de, com o número de matrícula e

Leia mais

Feliz Natal... em segurança!

Feliz Natal... em segurança! Feliz Natal... em segurança! A Direção-Geral do Consumidor, à semelhança dos anos anteriores, relembra aos consumidores um conjunto de cuidados que devem ser observados na preparação e nos festejos desta

Leia mais

Condições Gerais de Venda

Condições Gerais de Venda Condições Gerais de Venda Em todas as situações omissas no presente documento assumem-se as Condições Gerais de Venda da CEPAC, a serem disponibilizadas pela Prado - Cartolinas da Lousã, S.A. sempre que

Leia mais

Secretariado de exames. Normas para os Professores Vigilantes

Secretariado de exames. Normas para os Professores Vigilantes Secretariado de exames Normas para os Professores Vigilantes Nota: Nos termos do ponto 5.1 da norma 02/JNE/2013, o serviço de exames, nomeadamente, o exercício de funções no secretariado de exames, vigilância,

Leia mais