Presidente Gleisson Cardoso Rubin. Diretora de Comunicação e Pesquisa Marizaura Reis de Souza Camões

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Presidente Gleisson Cardoso Rubin. Diretora de Comunicação e Pesquisa Marizaura Reis de Souza Camões"

Transcrição

1

2 Presidente Gleisson Cardoso Rubin Diretora de Comunicação e Pesquisa Marizaura Reis de Souza Camões Diretora de Formação Profissional Maria Stela Reis Diretor de Desenvolvimento Gerencial Paulo Marques Diretor de Gestão Interna Cassiano de Souza Alves Coordenação do Concurso Coordenação-Geral de Pesquisa Coordenador-Geral de Pesquisa Pedro Lucas de Moura Palotti Assessoria Alessandro Freire Cláudia Conde Flávio Schettini Joselene Lemos Márcia Knop Samantha Amorim Estagiários Artur Santiago Brant Campos Victor Lucas do Nascimento Editoração Maria Marta da Rocha Vasconcelos 1

3 Índice I Apresentação... 3 II Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal... 4 III Processo de inscrição... 9 IV Instruções para o preenchimento da ficha de inscrição V Roteiro para elaboração do relato da iniciativa VI Processo de seleção VII Premiação VIII Divulgação dos premiados

4 I Apresentação Este é o Manual do Candidato do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal, de leitura obrigatória antes do preenchimento da ficha de inscrição eletrônica que estará disponível no endereço entre 3 de julho a 17 de agosto de Todos os campos da ficha de inscrição deverão ser devidamente preenchidos, de acordo com as instruções contidas neste manual e no regulamento, sob pena de eliminação do Concurso. Após a leitura do manual e a elaboração de seu relato, preencha a ficha de inscrição na página e clique no ícone Salvar e Enviar localizado ao final da aba Relato da Iniciativa. Uma mensagem de confirmação deverá ser enviada para o responsável pelo preenchimento da ficha de inscrição, bem como para o responsável pela inciativa e seu superior imediato. Concurso Inovação na Gestão Pública Federal O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal é uma iniciativa da Enap e, para as premiações, conta com o apoio de embaixadas e organizações internacionais envolvidas com questões afetas à gestão pública. Desde 1996, o Concurso premia práticas inovadoras que promovem a melhoria da gestão pública em benefício dos cidadãos. 3

5 II Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal A Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap) torna público o regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal. O Concurso será regido de acordo com as disposições seguintes: Capítulo I Do Concurso 1) O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal é uma iniciativa da Enap e, para as premiações, conta com o apoio de embaixadas e organizações internacionais envolvidas com questões afetas à gestão pública. Capítulo II Dos objetivos 2) O Concurso utiliza como conceito de inovação: mudanças em práticas anteriores, por meio da incorporação de novos elementos da gestão pública ou de uma nova combinação dos mecanismos de gestão existentes, que produzam resultados positivos para o serviço público e para a sociedade. 3) O Concurso tem como objetivos: a. Incentivar a implementação de iniciativas inovadoras de gestão em organizações do Governo Federal, que contribuam para a melhoria dos serviços públicos. b. Disseminar soluções inovadoras que sirvam de inspiração ou de referência para outras iniciativas e colaborem para o avanço da capacidade de governo. c. Valorizar servidores públicos que atuam de forma criativa e proativa em suas atividades, em benefício do interesse público. Capítulo III Das inscrições 4) Somente poderão ser inscritas iniciativas desenvolvidas nos órgãos e entidades do Poder Executivo federal (ministérios, agências, autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista) e em organizações sociais (qualificadas pelo Poder Executivo federal, atendendo às diretrizes da Lei nº 9.637/1998), excetuando-se iniciativas promovidas pela própria Enap. 5) As práticas inovadoras podem envolver desde equipes de servidores, atuando em unidades administrativas específicas, até setores ou coordenações engajados em processos de mudança. 6) A iniciativa inscrita deverá apresentar as seguintes características: a. estar em vigência e contar com, no mínimo, um ano de implementação efetiva das ações, até a data de início do período de inscrição; 4

6 b. apresentar e comprovar resultados mensurados; c. não ter sido premiada em edições anteriores deste Concurso. 7) O não cumprimento de algum dos três itens descritos no item 6 poderá resultar na exclusão da iniciativa do Concurso. 8) A ficha de inscrição eletrônica, disponibilizada no endereço enap.gov.br, deverá ser preenchida pelo candidato durante o período de 3 de julho a 17 de agosto de ) Todos os campos da ficha de inscrição deverão ser devidamente preenchidos, de acordo com as instruções constantes no Manual do Candidato, sob pena de eliminação do Concurso. O Manual do Candidato, de leitura obrigatória, estará disponível no endereço eletrônico 10) O preenchimento dos nomes dos integrantes da equipe e do responsável pela iniciativa deverá ser feito com a máxima atenção, uma vez que, após a divulgação do resultado, não será permitida, em hipótese alguma, a inclusão, a substituição ou a exclusão de nomes para fins de recebimento do certificado, destinação dos prêmios e autoria no livro. 11) O candidato poderá apresentar um vídeo de que ilustre sua iniciativa. Para isso, deverá hospedar o vídeo em site acessível via internet e informar o link de acesso em campo destinado a esse fim na ficha de inscrição eletrônica. A apresentação de vídeo não é obrigatória e fica a critério da equipe concorrente. 12) O responsável pela iniciativa é quem responde pela coordenação do projeto. O Concurso Inovação não solicita os dados de quem está fazendo a inscrição, mas sim os dados do responsável pela iniciativa inscrita, que se responsabiliza por todas as informações prestadas. Capítulo IV Das áreas temáticas 13) Ao efetuar a inscrição, o candidato selecionará uma área temática para enquadrar sua iniciativa, cuja descrição consta do Manual do Candidato. Cada iniciativa deverá ser classificada em somente uma área temática, para que seja possível realizar o acompanhamento das práticas inscritas. As áreas temáticas são: a) arranjos institucionais para coordenação ou implementação de políticas públicas; b) atendimento ao cidadão; c) avaliação e monitoramento de políticas públicas; d) gestão da informação; e) gestão e desenvolvimento de pessoas; f) melhoria dos processos de trabalho; g) planejamento, orçamento, gestão e desempenho institucional. 5

7 Capítulo V Dos critérios de avaliação 14) O 20º Concurso Inovação divulgará e premiará até 10 práticas inovadoras, que serão avaliadas com base nos resultados qualitativos e quantitativos, descritos no relato da iniciativa, de acordo com os seguintes critérios: a) introdução de inovação em relação a práticas anteriores; b) resultados positivos comprovados quanto à contribuição para a resolução da situação-problema ou atendimento à demanda do público-alvo ou aos direitos dos cidadãos; c) participação dos servidores da organização na mudança; d) integração com outras iniciativas internas ou externas, ou existência de parceria; e) utilização eficiente de todos os recursos; f) promoção de mecanismo de transparência, participação ou controle social; e g) grau de sustentabilidade na implementação das ações e obtenção dos resultados da iniciativa. 15) Os critérios a) introdução de inovação em relação a práticas anteriores e b) resultados positivos comprovados quanto à contribuição para a resolução da situaçãoproblema ou atendimento à demanda do público-alvo ou aos direitos dos cidadãos têm peso 2. Os demais, peso 1. Capítulo VI Do processo de seleção das iniciativas 16) O processo de seleção será realizado em sete etapas: Etapa Inscrições Triagem interna Avaliação preliminar Visitas técnicas Análise dos relatórios técnicos Avaliação do grau de sustentabilidade Avaliação final Atividade A Coordenação do Concurso Inovação poderá solicitar ajustes no relato da iniciativa durante o período de inscrições. O não atendimento às solicitações dentro do prazo máximo de sete dias corridos, a contar da notificação, poderá incorrer na desclassificação da iniciativa. Serão observados os requisitos básicos para inscrição, estabelecidos neste regulamento nos itens 4, 5 e 6. O Comitê Julgador selecionará 20 propostas finalistas a serem visitadas. Cada equipe finalista receberá visita in loco do Comitê Técnico, com vistas ao aprofundamento e averiguação das informações enviadas. O Comitê Julgador analisará os relatórios das visitas do Comitê Técnico. O Comitê Julgador selecionará a iniciativa destaque em sustentabilidade a ser premiada dentre as 20 iniciativas finalistas. O Comitê Julgador selecionará e classificará até 10 iniciativas inovadoras a serem premiadas dentre as 20 iniciativas finalistas. 6

8 17) Os instrumentos utilizados na avaliação das iniciativas são: a ficha de inscrição com o relato da iniciativa e eventuais anexos (vídeos e figuras) e os relatórios do Comitê Técnico. 18) O Comitê Julgador, responsável pelo julgamento das iniciativas inscritas, será composto por especialistas em gestão, servidores públicos e professores com atuação reconhecida. 19) O Comitê Técnico terá a função de averiguar as informações prestadas no relato da iniciativa e será composto por pesquisadores e profissionais com experiência e conhecimento técnico em gestão pública. 20) Durante todo o período, que vai do início das inscrições até a data da premiação, a Coordenação do Concurso reserva-se o direito de averiguar a veracidade e a consistência das informações apresentadas, podendo solicitar dados complementares e documentação comprobatória à equipe responsável pela iniciativa. Em caso de não atendimento a essa solicitação, a inscrição poderá ser desclassificada em qualquer etapa do Concurso. Capítulo VII Da premiação 21) Ao final da análise dos relatórios técnicos, o Comitê Julgador selecionará e classificará até 10 iniciativas vencedoras e a iniciativa destaque em sustentabilidade. A atribuição dos prêmios seguirá os seguintes critérios: 1º ao 10º lugar As iniciativas classificadas até o 10º lugar poderão receber, conforme disponibilização pelos parceiros 1, visitas técnicas internacionais oferecidas pelas instituições apoiadoras do Concurso. Destaque Sustentabilidade A iniciativa mais bem avaliada no critério sustentabilidade receberá uma menção honrosa sob a forma de troféu. 22) A atribuição dos prêmios será definida após a classificação das iniciativas premiadas por um comitê composto por representantes da Enap, do Comitê Julgador e das instituições internacionais apoiadoras, com vistas a garantir maior aproximação entre as iniciativas premiadas e as áreas abordadas nos acordos de cooperação técnica que apoiam a premiação. 23) Os prêmios serão destinados, exclusivamente, ao responsável pela iniciativa ou a outro membro da equipe premiada, conforme informado na ficha de inscrição, e deverão ser usufruídos no ano corrente da premiação (2016). Caso alguma equipe premiada não possa ou não queira usufruir o prêmio, esse será destinado à equipe classificada imediatamente após essa que não o usufruiu. 24) O número de visitas internacionais atribuídas aos primeiros colocados poderá sofrer alteração em função de modificações promovidas pelas instituições apoiadoras. 1 Em virtude da diferença entre o calendário fiscal nacional e os calendários fiscais estrangeiros, os destinos das visitas técnicas só poderão ser confirmados a partir do segundo semestre de

9 25) As visitas técnicas internacionais são oferecidas pelas instituições apoiadoras, de forma que a Enap se isenta de qualquer responsabilidade quanto ao oferecimento, organização e realização da visita técnica. 26) Além desses prêmios, todas as iniciativas vencedoras receberão: assinatura, com validade de um ano, da Revista do Serviço Público (RSP); seleção de publicações da Enap; certificados para os integrantes das equipes; livro publicado pela Enap com os relatos das iniciativas; divulgação no Banco de Soluções, disponível no endereço inovacao.enap.gov.br, e no Repositório Institucional da Enap, disponível no endereço e Selo Inovação imagem que só pode ser utilizada pelas próprias iniciativas premiadas em seus materiais de divulgação impressa ou eletrônica. 27) A entrega dos prêmios será promovida durante evento público em 2016, com apresentação da prática inovadora pelo seu responsável ou por integrante da equipe. A Enap não custeará quaisquer despesas com transporte, alimentação e hospedagem de premiados e participantes. Capítulo VIII Dos prazos do Concurso 28) Calendário previsto para o 20º Concurso Inovação: inscrição e envio dos relatos: de 3 de julho a 17 de agosto de 2015; divulgação das 20 iniciativas selecionadas pelo Comitê Julgador que receberão a visita do Comitê Técnico, prevista no item 16 deste regulamento: outubro de 2015; divulgação das iniciativas vencedoras: dezembro de 2015; evento de premiação e anúncio da classificação das iniciativas vencedoras: março de Capítulo IX Disposições gerais 29) Os vencedores do Concurso autorizam, automaticamente, a Enap, sem ônus, a editar, publicar, reproduzir e divulgar, por meio de jornais, revistas, livros, televisão, rádio, internet e vídeo (ou outro recurso multimídia), suas imagens e vozes e o conteúdo dos trabalhos premiados, total ou parcialmente. 30) Os casos e fatos omissos serão dirimidos pela Coordenação do Concurso e pela Presidência da Enap. Brasília, 3 de julho de

10 III Processo de inscrição Informações gerais Antes de iniciar o processo de inscrição no 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal, leia as instruções apresentadas neste manual para elaborar seu relato e preencher a ficha de inscrição eletrônica. O relato deve ser preenchido com atenção, de acordo com as instruções da seção V deste manual, e deverá oferecer as principais informações para o julgamento da iniciativa. Em seguida, acesse a página clique no menu 20º Concurso, seção Inscrições, preencha todos os campos da ficha de inscrição eletrônica até o fim da aba Relato da Iniciativa. Por fim, clique em Salvar e Enviar para cadastrar a sua iniciativa. A ficha de inscrição ficará disponível durante o período de 3 de julho a 17 de agosto de A confirmação da inscrição será comunicada pela Enap por ao responsável pelo preenchimento da ficha de inscrição, bem como ao responsável pela iniciativa e ao seu superior imediato, nos endereços eletrônicos informados durante o próprio processo de inscrição. Na ficha de inscrição deverão ser informados: dados gerais da iniciativa e da instituição; dados da equipe responsável pela iniciativa, incluídos os parceiros externos, se houver; relato detalhado da iniciativa inovadora implementada na instituição. Inscrições com relatos incompletos ou em formato inadequado serão anuladas. A critério da equipe, poderá ser apresentado um vídeo que ilustre a iniciativa relatada. O vídeo deverá ser hospedado em site acessível via internet e o correspondente link de acesso informado em campo destinado a esse fim na ficha de inscrição eletrônica. Preencha com atenção todos os dados solicitados na ficha de inscrição. Esses não poderão ser alterados posteriormente, inclusive no que diz respeito à entrega da premiação e publicação do livro contendo o relato das iniciativas premiadas na 20ª edição do Concurso. Ao escrever siglas, informe o significado por extenso. Não há limite para o número de inscrições por instituição e não há cobrança de taxa de inscrição. Dicas para inscrição Para facilitar o processo de avaliação e julgamento, todas as iniciativas inscritas devem seguir o mesmo modelo de relato. Os relatos das iniciativas premiadas serão publicados em livro, bem como inseridos no Banco de Soluções do Concurso 9

11 e no Repositório Institucional da Enap, para serem disseminados aos servidores da administração pública federal. Elabore o seu relato de forma a transmitir a essência da sua iniciativa inovadora e os seus benefícios mais significativos, com objetividade. Dicas: Contextualize sua iniciativa, tendo em vista a percepção do usuário. Evite repetição de informações ao longo do texto. Consulte seus colegas de trabalho a respeito do texto do relato para garantir que você está se comunicando de forma clara e objetiva. Peça comentários de pessoas não filiadas à iniciativa. Lembre-se de que o público externo deve entender o que é a inovação da sua iniciativa. Evite jargões e termos técnicos. Se o uso for imprescindível, explique o significado. Indicamos a leitura de iniciativas vencedoras em concursos anteriores, como as apontadas a seguir. Além disso, os relatos das iniciativas premiadas em todas as edições do Concurso estão disponíveis no Banco de Soluções do Concurso Inovação (http://inovacao. enap.gov.br) e no Repositório Institucional da Enap (http://repositorio.enap.gov.br). Alguns exemplos de relatos disponíveis no Banco de Soluções e no Repositório Enap Premiadas no 19º Concurso Inovação Veículo de Diagnóstico de Rodovias - Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) Programa de Redução de Litígios e de Aperfeiçoamento da Defesa Judicial da União- Advocacia-Geral da União (AGU) Premiadas no 18º Concurso Inovação Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-sic) -Controladoria- Geral da União (CGU) Enem Da crise em 2009 ao novo modelo de monitoramento do processo de gestão de riscos - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Premiadas no 17º Concurso Inovação Teleassistência em rede para regiões remotas: melhorando o acesso da população à Atenção Especializada em Saúde - Universidade Federal de Minas Gerais MG Projeto Visita Virtual e Videoconferência Judicial - Ministério da Justiça DF 10

12 IV Instruções para o preenchimento da ficha de inscrição Leia atentamente as instruções a seguir antes de iniciar o preenchimento da ficha de inscrição eletrônica. Dados da Iniciativa Dados Gerais Título da iniciativa Informe o título da iniciativa respeitando o limite máximo de 150 caracteres. Data de início da iniciativa Informe dia, mês e ano em que a iniciativa passou a vigorar. A iniciativa deverá estar em vigência e contar com, no mínimo, um ano de implementação efetiva das ações, até a data de início do período de inscrição. Área temática Assinale apenas uma área temática. Cada iniciativa deverá ser classificada em uma única área temática, considerando a que mais se aproxima da natureza da iniciativa. Para maior entendimento dos diversos temas compreendidos nas áreas temáticas, observe as descrições na segunda coluna do quadro a seguir: Área temática Arranjos institucionais para coordenação ou implementação de políticas públicas Atendimento ao cidadão Descrição Formas e processos de articulação de parcerias ou cooperação, envolvendo entes públicos ou privados (entre setores ou organizações do mesmo ministério, entre níveis de governo, com ONGs, entre diferentes órgãos de governo etc.), promovidos pelo órgão responsável pela coordenação de uma política pública. Promoção de redes de políticas públicas. Processos de consulta e participação cidadã em serviços públicos. Processos de simplificação e agilização de procedimentos na entrega dos serviços. Melhoria de acesso e de qualidade dos serviços. Estabelecimento e gerenciamento de padrões de atendimento de serviços. Ouvidoria. 11

13 Avaliação e monitoramento de políticas públicas Gestão da informação Gestão e desenvolvimento de pessoas Melhoria dos processos de trabalho Planejamento, orçamento, gestão e desempenho institucional Experiências na criação e implantação de sistemas ou mecanismos de monitoramento e de avaliação de políticas públicas, de programas ou projetos, como instrumento de apoio à tomada de decisão. Gestão da informação. Informatização da gestão. Redesenho de processos de gestão com aplicação de tecnologia da informação. Uso de tecnologias para abrir canais de comunicação com o cidadão (governo eletrônico). Gestão de pessoas (formas de seleção e recrutamento, gestão por competências, lotação, gestão de carreiras, capacitação, avaliação de desempenho, promoção, melhoria do ambiente de trabalho, etc.). Estabelecimento de parâmetros de qualidade. Análise e implementação de melhoria contínua. Simplificação e agilização de procedimentos. Planejamento estratégico. Gestão estratégica. Gestão orçamentária e financeira. Gerenciamento de custos. Gestão do conhecimento. Construção e aplicação de indicadores de gestão. Avaliação de desempenho e controle de resultados (institucional). Resumo da iniciativa O resumo da iniciativa deve ter, no máximo, caracteres, incluindo espaços. Lembre-se que caso seja premiada, esse resumo será usado para divulgar a sua iniciativa, portanto, ele deve ser claro. O texto deve descrever objetivamente: a) o que é a prática inovadora, b) os objetivos e c) os resultados obtidos. Link do vídeo da iniciativa Caso você opte pelo envio do vídeo, deverá hospedá-lo em site acessível via internet e informar somente o correspondente link de acesso. Endereço para a visita técnica Indique o endereço completo em que a visita técnica deverá ocorrer: estado, município, CEP, bairro, logradouro, número e complemento. Durante essa visita, os integrantes do Comitê Técnico deverão conferir as informações apontadas na ficha de inscrição e no relato das 20 iniciativas selecionadas pelo Comitê Julgador. 12

14 Instituição ATENÇÃO: somente podem ser inscritas iniciativas do Poder Executivo federal. Nome da instituição: Nome da unidade administrativa: Natureza jurídica da instituição: Administração direta: Ministério Secretaria vinculada à Presidência da República Órgão Específico Singular Delegacia regional Núcleo estadual Superintendência Outro Administração indireta: Agência executiva Agência reguladora Autarquia Empresa pública Fundação Sociedade de economia mista Responsável ATENÇÃO: O responsável pela iniciativa é o responsável pela coordenação do projeto. O Concurso Inovação não solicita os dados do responsável pela inscrição no Concurso (pode ser qualquer pessoa), mas, sim, os dados do responsável pelo projeto. Dados Profissionais Nome do responsável: Cargo: Vínculo: Celetista Estatutário Com vínculo efetivo (servidor de carreira, concursado) Sem vínculo efetivo (cargo comissionado apenas/contrato temporário/consultor) 13

15 Endereço Indique o endereço completo do responsável: estado, município, CEP, bairro, logradouro, número e complemento. Dados de Contato Telefone: adicional: Superior do responsável Nome do superior do responsável: Cargo: Vínculo: Celetista Estatutário Com vínculo efetivo (servidor de carreira, concursado) Sem vínculo efetivo (cargo comissionado apenas/contrato temporário/consultor) Endereço Indique o endereço completo do superior imediato do responsável: estado, município, CEP, bairro, logradouro, número e complemento. Dados de Contato Telefone: adicional: Equipe Informe os nomes de todos os integrantes da equipe. Os nomes dos integrantes da equipe e do responsável pela iniciativa deverão ser preenchidos com a máxima atenção, uma vez que não será permitida a inclusão ou a exclusão de nomes, para fins de recebimento do certificado e destinação dos prêmios. Cadastro de Membros Nome: Cargo: Vínculo: Celetista 14

16 Estatutário Com vínculo efetivo (servidor de carreira, concursado) Sem vínculo efetivo (cargo comissionado apenas/contrato temporário/consultor) Parceiros Os parceiros são aqueles entes ou órgãos públicos ou privados com os quais a iniciativa desenvolve algum tipo de cooperação. Cadastro de Parceiros Nome: Instituição: Cargo: Vínculo: Celetista Estatutário Com vínculo efetivo (servidor de carreira, concursado) Sem vínculo efetivo (cargo comissionado apenas/contrato temporário/consultor) 15

17 V Roteiro para elaboração do relato da iniciativa Não será aceita a inscrição de iniciativa cujo relato não seja feito de acordo com as orientações apresentadas nesta seção. O relato da iniciativa deverá descrevê-la da forma mais detalhada possível, respeitando o limite mínimo de e o máximo de caracteres. Os gráficos, quadros, tabelas e figuras (JPEG, GIF, PNG) devem ser inseridos no corpo do texto. Recomenda-se que seja elaborada versão preliminar do relato antes de se iniciar o preenchimento da ficha de inscrição eletrônica. Relato da iniciativa Caracterização da situação anterior e identificação do problema Descreva claramente o problema de gestão que a inovação tentou resolver ou minorar. Qual era o diagnóstico, o contexto e a gravidade do problema? Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de e o máximo de caracteres. Descrição da iniciativa e da inovação Esse é o item que permite verificar qual foi a inovação em relação às práticas de gestão anteriores. A seguir, algumas dicas: Descreva em que consiste sua iniciativa inovadora. Procure enfatizar os aspectos ligados à gestão, ou seja, como fazer, com que métodos, de que modo, com quem etc. Identifique, de forma objetiva, a inovação e como ela ajudou a resolver o problema e a situação anterior. Além disso, nesse item devem ser incluídas: a. as estratégias existentes no que diz respeito a mecanismos de participação, de transparência, formas de controle e acesso à informação; b. uma descrição dos arranjos institucionais da iniciativa: as parcerias realizadas com outras iniciativas internas ou externas, a parceria ou cooperação entre instituições públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativos, e qual o tipo de envolvimento dessas instituições (parceria na implementação, no desenho, em recursos, integração de ações e serviços etc.). Se sua iniciativa serviu de inspiração para outras iniciativas, neste ou em outro órgão, indique quais. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de e o máximo de 16

18 6.000 caracteres. Concepção da inovação e trabalho em equipe Aponte como surgiu a ideia e de que forma a equipe e os superiores foram envolvidos no processo. Informe, também, se para o desenvolvimento da inovação houve inspiração em outras iniciativas. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de e o máximo de caracteres. Objetivos da iniciativa Liste os objetivos principais da inovação por ordem de prioridade. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de 900 e o máximo de caracteres. Público-alvo da iniciativa Indique quem é ou quais são os públicos afetados pela iniciativa direta e indiretamente, nessa ordem. Por exemplo, um sistema de avaliação foi criado e indica uma melhoria do processo de trabalho da equipe X do Ministério Y (que seria o públicoalvo prioritário da iniciativa). A melhoria do processo, por sua vez, também afetou indiretamente os implementadores na localidade e os beneficiários finais da política pública. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de 600 e o máximo de caracteres. Ações e etapas da implementação Descreva as principais etapas e ações da implementação da iniciativa, destacando as atividades de gestão. Apresente-as de forma cronológica (pode-se utilizar um quadro descritivo). Caso tenham ocorrido mudanças, indique quais foram e as razões que levaram às mudanças. Explique como a iniciativa funciona atualmente. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de e o máximo de caracteres. Descrição dos recursos financeiros, humanos, materiais e tecnológicos Identifique todos os recursos utilizados na iniciativa (humanos, financeiros, materiais etc.). Especificar a quantidade, o valor e a origem dos recursos (orçamento próprio, parceria, financiamento etc.). Indique o gasto orçamentário anual, diferenciando os que são das ações de implementação e os gastos de manutenção da iniciativa. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de 900 e o máximo de caracteres. Por que considera que houve utilização eficiente dos recursos na iniciativa? Justifique, argumente, demonstre e comprove como os recursos foram utilizados de forma eficiente. Podem ser usadas informações de diferentes anos do orçamento 17

19 para demonstrar a eficiência na utilização dos recursos existentes. Fica a critério do responsável pela inscrição a inclusão de uma planilha de cálculo. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de 900 e o máximo de caracteres. Monitoramento e avaliação da iniciativa Descreva como é realizado o monitoramento e a avaliação da iniciativa para medir o alcance dos resultados da prática (metodologia e indicadores usados, mecanismo de coleta dos dados etc.). Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de e o máximo de caracteres. Resultados quantitativos e qualitativos concretamente mensurados Apresente de forma objetiva os resultados que demonstram a superação ou a melhoria dos problemas identificados no item Caracterização da situação anterior e identificação do problema. Se possível, apresente a evolução dos resultados ano a ano, a partir dos indicadores descritos no item Monitoramento e avaliação da iniciativa. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de e o máximo de caracteres. Obstáculos encontrados e soluções adotadas Identifique os principais obstáculos enfrentados na implementação da iniciativa, demonstrando como cada um deles foi enfrentado e quais ainda persistem. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de 900 e o máximo de caracteres. Fatores críticos de sucesso Especifique quais as condições, ações ou oportunidades foram fundamentais para o sucesso da iniciativa. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de 900 e o máximo de caracteres. A iniciativa promove a sustentabilidade? De que forma? Especificar de que forma as ações implementadas e os resultados gerados pela iniciativa trazem benefícios para a sociedade, a economia e o meio ambiente. Iniciativas sustentáveis geram impactos positivos que justificam os investimentos demandados em sua geração, garantindo recursos para sua manutenção e continuidade. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de e o máximo de caracteres. 18

20 Por que a iniciativa pode ser considerada uma inovação em gestão? Identifique qual é a principal inovação na gestão e por que a iniciativa pode ser considerada uma prática inovadora em gestão pública. Faça a comparação entre a situação anterior e a atual. Para a descrição desse item, recomenda-se o limite mínimo de 900 e o máximo de caracteres. Após concluir o preenchimento de todos os campos da ficha de inscrição, clique no ícone Salvar e Enviar localizado no fim da aba Relato da Iniciativa. Você, o responsável pela iniciativa e o superior imediato do responsável deverão receber uma mensagem com a confirmação de envio da iniciativa. A mensagem será encaminhada para os endereços eletrônicos informados durante o processo de inscrição. Em caso de dúvidas adicionais, envie mensagem para o endereço eletrônico 19

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal A Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap) torna público o regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal.

Leia mais

Ideias Criativas em Práticas Inovadoras

Ideias Criativas em Práticas Inovadoras Ideias Criativas em Práticas Inovadoras O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal é promovido anualmente, desde 1996, pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em parceria com o Ministério

Leia mais

Edital SEMA/PMT nº 1/2014. Regulamenta o 1º Concurso SERVIDOR INOVADOR.

Edital SEMA/PMT nº 1/2014. Regulamenta o 1º Concurso SERVIDOR INOVADOR. Edital SEMA/PMT nº 1/2014. Regulamenta o 1º Concurso SERVIDOR INOVADOR. A Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SEMA), torna público o

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS

REGULAMENTO DO CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS REGULAMENTO DO CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS A Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio do Governo de Alagoas torna público o VI CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS NA GESTÃO DO PODER EXECUTIVO

Leia mais

REGULAMENTO 1º CONCURSO INOVAÇÃO NO TCE-PE

REGULAMENTO 1º CONCURSO INOVAÇÃO NO TCE-PE 1 REGULAMENTO 1º CONCURSO INOVAÇÃO NO TCE-PE A Escola de Contas Públicas Professor Barreto Guimarães (ECPBG) torna público o regulamento do 1º Concurso Inovação no TCE-PE, que será regido de acordo com

Leia mais

19 Concurso Inovação na Gestão Pública Federal

19 Concurso Inovação na Gestão Pública Federal ENAP 19 Concurso Inovação na Gestão Pública Federal A sua pequena mudança pode ser uma grande inovaçao inovacao 19 Concurso Inovação na Gestão Pública Federal O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE MONOGRAFIAS PRÊMIO DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO NA AVIAÇÃO CIVIL

REGULAMENTO CONCURSO DE MONOGRAFIAS PRÊMIO DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO NA AVIAÇÃO CIVIL REGULAMENTO CONCURSO DE MONOGRAFIAS PRÊMIO DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO NA AVIAÇÃO CIVIL A Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República SAC/PR torna público o Regulamento do Prêmio de Desenvolvimento

Leia mais

12ª Edição do Prêmio Servidor Cidadão

12ª Edição do Prêmio Servidor Cidadão 12ª Edição do Prêmio Servidor Cidadão REGULAMENTO A Secretaria de Administração do Estado da Bahia torna público o Regulamento da 12ª Edição do Prêmio Servidor Cidadão. O Prêmio será regido de acordo com

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 1.0 DOS OBJETIVOS A 1ª. Edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal será realizada pela FEBRAFITE com o apoio das associações filiadas

Leia mais

REGULAMENTO IX CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA

REGULAMENTO IX CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS REGULAMENTO IX CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas SENAD,

Leia mais

PRÊMIO TALENTO EM SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO 2015

PRÊMIO TALENTO EM SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO 2015 PRÊMIO TALENTO EM SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO 2015 1. O PRÊMIO O Prêmio Talento em Sustentabilidade foi criado para reconhecer o trabalho de empregados, estagiários e terceiros do Grupo Votorantim que

Leia mais

CLIQUE CIDADÃO 2015 CONCURSO FOTOGRÁFICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ REGULAMENTO

CLIQUE CIDADÃO 2015 CONCURSO FOTOGRÁFICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ REGULAMENTO CLIQUE CIDADÃO 2015 CONCURSO FOTOGRÁFICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ CAPÍTULO I - DO OBJETO REGULAMENTO Art. 1º. A Procuradoria-Geral de Justiça, com a finalidade de valorizar talentos, incentivar

Leia mais

R E G U L A M E N T O* PRÊMIO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS SOBRE INFORMAÇÃO DE CUSTOS E QUALIDADE DO GASTO NO SETOR PÚBLICO

R E G U L A M E N T O* PRÊMIO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS SOBRE INFORMAÇÃO DE CUSTOS E QUALIDADE DO GASTO NO SETOR PÚBLICO R E G U L A M E N T O* PRÊMIO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS SOBRE INFORMAÇÃO DE CUSTOS E QUALIDADE DO GASTO NO SETOR PÚBLICO DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Idealizado pela Secretaria Executiva do Ministério da Fazenda

Leia mais

DISPOSIÇÕES GERAIS DO PERÍODO

DISPOSIÇÕES GERAIS DO PERÍODO REGULAMENTO 1 DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Idealizado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e instituído pela Portaria nº 26, de 18 de fevereiro de 2014, da Escola de Administração Fazendária (Esaf),

Leia mais

as cores locais formando um mosaico de sucesso

as cores locais formando um mosaico de sucesso 3º PRÊMIO DE COMUNICAÇÃO DO SISTEMA UNIMED Regulamento O presente regulamento tem a finalidade de estabelecer as normas aplicáveis ao Prêmio de Comunicação do Sistema Unimed, relativas aos participantes,

Leia mais

O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal e a dinâmica das inovações no setor público

O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal e a dinâmica das inovações no setor público Escola Nacional de Administração Pública ENAP O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal e a dinâmica das inovações no setor público Elisabete Ferrarezi e Sônia Amorim Congresso de Gestão Pública -

Leia mais

REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa

REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa Resumo do Prêmio O Prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC 2015 Categoria MPE Homenageia as Micro e Pequenas Empresas catarinenses

Leia mais

COMISSÃO DO CONCURSO PARA SELEÇÃO DO SELO COMEMORATIVO DOS 10 ANOS DA ESCOLA DO LEGISLATIVO SENADOR JOSÉ LINDOSO

COMISSÃO DO CONCURSO PARA SELEÇÃO DO SELO COMEMORATIVO DOS 10 ANOS DA ESCOLA DO LEGISLATIVO SENADOR JOSÉ LINDOSO COMISSÃO DO CONCURSO PARA SELEÇÃO DO SELO COMEMORATIVO DOS 10 ANOS DA ESCOLA DO LEGISLATIVO SENADOR JOSÉ LINDOSO Inscrição: 15.9.2015 a 30.10.2015 Prazo de Entrega dos Trabalhos: 17 horas do dia 30.10.2015

Leia mais

PRÊMIO DE INCENTIVO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA O SUS X EDIÇÃO ANO

PRÊMIO DE INCENTIVO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA O SUS X EDIÇÃO ANO 1 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA EM SAÚDE COORDENAÇÃO-GERAL DE LICITAÇÕES E CONTRATOS DE INSUMOS ESTRATÉGICOS PARA SAÚDE EDITAL DE CONCURSO Nº 01/2011 PRÊMIO DE INCENTIVO

Leia mais

PRÊMIO CREA-RS DE JORNALISMO ESPECIAL 80 ANOS

PRÊMIO CREA-RS DE JORNALISMO ESPECIAL 80 ANOS REGULAMENTO PRÊMIO CREA-RS DE JORNALISMO ESPECIAL 80 ANOS DISPOSIÇÕES GERAIS 1º. O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul, sob coordenação da Gerência de Comunicação e Marketing

Leia mais

I CONCURSO FOTOGRÁFICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ CLIQUE CIDADÃO

I CONCURSO FOTOGRÁFICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ CLIQUE CIDADÃO I CONCURSO FOTOGRÁFICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ CLIQUE CIDADÃO REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º A Procuradoria-Geral de Justiça, com a finalidade de incentivar a integração entre membros

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO 1. DO OBJETIVO: Reconhecer, disseminar e premiar boas práticas e bons

Leia mais

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmio Cidadania, categoria Estudante, premia trabalhos de caráter técnico ou científico, referente a implementação

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH PB - Modalidade Gestão de Pessoas - Profissional, premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados à projetos implantados pelo profissional,

Leia mais

I CONCURSO ESTADUAL DE VIDEOAULAS

I CONCURSO ESTADUAL DE VIDEOAULAS GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DE RONDÔNIA I CONCURSO ESTADUAL DE VIDEOAULAS O GOVERNO DE RONDÔNIA, por intermédio da SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, torna pública para conhecimento

Leia mais

IV Prêmio Confea de Jornalismo

IV Prêmio Confea de Jornalismo IV Prêmio Confea de Jornalismo O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA - Confea FAZ SABER que, juntamente com a Federação Nacional dos Jornalistas - Fenaj, entidade partícipe do Concurso

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH-PB - Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social / Organização do Terceiro Setor tem o objetivo de reconhecer e premiar projetos desenvolvidos

Leia mais

REGULAMENTO Introdução

REGULAMENTO Introdução Inscrição e ajustes no projeto 28/01/2014 a 05/abril/2014 Banca avaliadora Abril/ Maio 2014 Divulgação dos finalistas Junho 2014 Premiação: depois da Copa do Mundo Agosto/2014 REGULAMENTO Introdução A

Leia mais

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO RETIFICADO O PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA, é uma iniciativa do Laboratório de Geoiconografia

Leia mais

Todos os dados apresentados neste Perfil têm como fonte as edições nº 81, de janeiro de 2003, e nº 201, de janeiro de 2013, do Boletim Estatístico de

Todos os dados apresentados neste Perfil têm como fonte as edições nº 81, de janeiro de 2003, e nº 201, de janeiro de 2013, do Boletim Estatístico de Todos os dados apresentados neste Perfil têm como fonte as edições nº 81, de janeiro de 2003, e nº 201, de janeiro de 2013, do Boletim Estatístico de Pessoal editado pela Secretaria de Gestão Pública do

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA

REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA 1 OBJETIVOS 1.1 Divulgar a 25ª edição do Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, mais tradicional e renomada premiação

Leia mais

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor.

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor. PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / PROFISSIONAL A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Profissional premia casos de caráter técnico

Leia mais

SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO

SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO 1. Objetivos da Diplomação e Premiação A diplomação SINEPE-ES em Ação é uma iniciativa do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado do Espírito Santo SINEPE/ES,

Leia mais

PRÊMIO CARLOS DREHER. Um negócio que não produz nada além de dinheiro é um negócio pobre. (Henry Ford) REGULAMENTO

PRÊMIO CARLOS DREHER. Um negócio que não produz nada além de dinheiro é um negócio pobre. (Henry Ford) REGULAMENTO PRÊMIO CARLOS DREHER Um negócio que não produz nada além de dinheiro é um negócio pobre. (Henry Ford) Carlos Dreher dedicou mais de duas décadas a uma fotografia transformadora, aquela que propicia cidadania

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA

REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA O Prêmio Mulheres que Fazem a Diferença é uma realização do Núcleo Multissetorial da Mulher Empresária da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL 2014-011. Perfil: Consultor em políticas públicas em educação e gestão educacional

TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL 2014-011. Perfil: Consultor em políticas públicas em educação e gestão educacional TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL 2014-011 CÓDIGO Nº 2014-011-01 (10 vagas) Perfil: Consultor em políticas públicas em educação e gestão educacional Objeto: Realizar estudos avaliativos de 20 experiências inovadoras

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIAS UMA COMUNIDADE VÁRIOS OLHARES EDITAL 05/2015 PROEX-UEMG / FRA

CONCURSO DE FOTOGRAFIAS UMA COMUNIDADE VÁRIOS OLHARES EDITAL 05/2015 PROEX-UEMG / FRA CONCURSO DE FOTOGRAFIAS UMA COMUNIDADE VÁRIOS OLHARES EDITAL 05/2015 PROEX-UEMG / FRA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG FUNDAÇÃO DE APOIO E DESENVOLVIMENTO DE EDUCAÇÃO,

Leia mais

Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional

Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO 1.1. O Prêmio Sebrae de Jornalismo (PSJ) é um concurso jornalístico instituído pelo Sebrae Nacional Serviço Brasileiro

Leia mais

Campanha #TND em Foco REGULAMENTO DO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA A ARTE DA NUTRIÇÃO

Campanha #TND em Foco REGULAMENTO DO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA A ARTE DA NUTRIÇÃO Campanha #TND em Foco REGULAMENTO DO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA A ARTE DA NUTRIÇÃO 1.Disposições Gerais 1.1 O I Concurso de Fotografias A Arte da Nutrição, comemorativo ao Dia do Técnico em Nutrição e Dietética

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA FACULDADE SANT ANA Recredenciada pela Portaria MEC nº 1473 de 07 de Outubro de 2011. INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SANT ANA Credenciado pela Portaria MEC nº 2812

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DA ESCOLA DE GOVERNO REGULAMENTO DO CONCURSO

SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DA ESCOLA DE GOVERNO REGULAMENTO DO CONCURSO REGULAMENTO DO CONCURSO A Secretaria de Estado da Gestão Pública do Governo de Alagoas torna público o 4º CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS NA GESTÃO DO PODER EXECUTIVO DE ALAGOAS que será regido de acordo

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL 15 ANOS DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUAL É A SUA MARCA?

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL 15 ANOS DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUAL É A SUA MARCA? REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL 15 ANOS DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUAL É A SUA MARCA? DOS OBJETIVOS DO CONCURSO Art. 1º O Curso de Publicidade e Propaganda da Universidade do Vale do Itajaí,

Leia mais

Grupo Educacional UNIS - MG Núcleo de Empreendedorismo do UNIS - NEUNIS

Grupo Educacional UNIS - MG Núcleo de Empreendedorismo do UNIS - NEUNIS 2º CONCURSO UNIVERSITÁRIO DE PLANOS DE NEGÓCIO DO UNIS 2015 REALIZAÇÃO: UNIS/MG REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O 2º Concurso Universitário de Planos de Negócio do Unis-MG é uma iniciativa

Leia mais

Observação: Poderão participar empresas públicas, privadas e mistas.

Observação: Poderão participar empresas públicas, privadas e mistas. PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL

REGULAMENTO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL REGULAMENTO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL EDIÇÃO 2014 1 REGULAMENTO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL EDIÇÃO 2014 SUMÁRIO Apresentação, 4 1.0 Dos Objetivos, 5 2.0 Dos Participantes, 5 3.0 - Das Categorias,

Leia mais

35º Prêmio Ser Humano ABRH-RJ - Edição 2015

35º Prêmio Ser Humano ABRH-RJ - Edição 2015 35º Prêmio Ser Humano ABRH-RJ - Edição 2015 O que é? O Prêmio Ser Humano ABRH-RJ é um reconhecimento aos profissionais que atuam na atividade de gestão com pessoas, às organizações do setor privado e do

Leia mais

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas.

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / EMPRESA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia Modalidade Gestão de Pessoas / Empresa premia os cases ou projetos implantados

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O R E G U L A M E N T O I CONCURSO MUNICIPAL DE JINGLE CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º A Associação Comercial e Industrial de Bagé-ACIBa, a Administração Pública Municipal e as Entidades parceiras, através

Leia mais

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO Calendário ATIVIDADES Lançamento e Abertura das Inscrições Encerramento das Inscrições Anúncio Oficial dos Finalistas Cerimônia de Premiação dos Vencedores

Leia mais

EDITAL Nº 2, DE 01 DE AGOSTO DE 2012

EDITAL Nº 2, DE 01 DE AGOSTO DE 2012 EDITAL Nº 2, DE 01 DE AGOSTO DE 2012 A SECRETARIA DE ESTADO DE INCLUSÃO, ASSISTÊNCIA E DO, por meio da Comissão Intersetorial Estadual do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família, criada pela Portaria

Leia mais

Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015

Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015 Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, instituída como

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0 MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS Versão 1.0 1 >> 1º Passo: Para acessar o SalicWeb Para inscrever a sua iniciativa cultural nos editais do Ministério da Cultura acesse o Sistema SalicWeb no endereço

Leia mais

Troféu O Construtor 2014/2015

Troféu O Construtor 2014/2015 Troféu O Construtor 2014/2015 1. Objetivos da premiação: Fortalecer e estimular o desenvolvimento do setor da Indústria da Construção, com iniciativas inovadoras economicamente viáveis, ambientalmente

Leia mais

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição

Leia mais

Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015

Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015 Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015 Seção I - Introdução Art. 1º O Prêmio Telecentros Brasil, criado pela Associação Telecentro de Informação e Negócios (ATN) em parceria com o SEBRAE, TICKET, Ministério

Leia mais

EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MATO GROSSO

EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MATO GROSSO EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO DO ESTADO DE MATO GROSSO O Tribunal de Justiça/MT realiza o II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DOS MAGISTRADOS E SERVIDORES DO /MT, mediante

Leia mais

PRÊMIO CAERN DE FOTOGRAFIA. Regulamento do Prêmio

PRÊMIO CAERN DE FOTOGRAFIA. Regulamento do Prêmio PRÊMIO CAERN DE FOTOGRAFIA Regulamento do Prêmio O PRÊMIO CAERN DE FOTOGRAFIA é uma iniciativa da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) com o objetivo de premiar os melhores trabalhos

Leia mais

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1 INTRODUÇÃO O 1º Prêmio de Comunicação Grupo SMS 2014, com o tema Mobilidade Urbana é uma iniciativa do Grupo SMS, formado pelas empresas Auto Viação Salineira,

Leia mais

Grupo Educacional UNIS - MG

Grupo Educacional UNIS - MG 1º CONCURSO NEUNIS DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2014 1 REALIZAÇÃO: UNIS/MG REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso NEUNIS de Planos de Negócio para Universitários é uma iniciativa

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO SINEPE/PR DE PRÁTICAS INOVADORAS EM EDUCAÇÃO EDIÇÃO 2015

REGULAMENTO DO PRÊMIO SINEPE/PR DE PRÁTICAS INOVADORAS EM EDUCAÇÃO EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO DO PRÊMIO SINEPE/PR DE PRÁTICAS INOVADORAS EM EDUCAÇÃO EDIÇÃO 2015 I OBJETIVO DA PREMIAÇÃO 1.1 - O PRÊMIO SINEPE/PR DE PRÁTICAS INOVADORAS EM EDUCAÇÃO EDIÇÃO 2015 é uma iniciativa do SINEPE/PR

Leia mais

FUNDAMENTOS DA MEDIAÇÃO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA,

FUNDAMENTOS DA MEDIAÇÃO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA, Edital n. 003/2015 Dispõe sobre o processo de seleção de servidores para participar do Curso FUNDAMENTOS DA MEDIAÇÃO PARA A DEFENSORIA PÚBLICA, realizado pelo Centro de Educação a Distância da Universidade

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIA: EMPRESAS PRIVADAS E

Leia mais

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/ACADÊMICA A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico ou científico produzidos por alunos

Leia mais

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas.

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ORGANIZAÇÃO A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia - Modalidade Gestão de Pessoas / Organização, premia os cases ou

Leia mais

PORTARIA Nº 286, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2013

PORTARIA Nº 286, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2013 PORTARIA Nº 286, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2013 O DIRETOR-PRESIDENTE DA AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS - ANA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 63, incisos III e XIII, do Anexo I da Resolução nº 567, de

Leia mais

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio TEMA: A sociedade no acompanhamento da gestão pública: Todos

Leia mais

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea"

PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea PROGRAMA BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Primeira edição do Prêmio "Publicações em língua estrangeira de Arte Contemporânea" EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PREÂMBULO A Fundação Bienal de São Paulo convoca interessados

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE PROJETOS EM SAÚDE VISANDO A PARTICIPAÇÃO NO FORUM IHI DE QUALIDADE EM SAÚDE E VISITA AO CINCINNATI CHILDREN S HOSPITAL.

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE PROJETOS EM SAÚDE VISANDO A PARTICIPAÇÃO NO FORUM IHI DE QUALIDADE EM SAÚDE E VISITA AO CINCINNATI CHILDREN S HOSPITAL. REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE PROJETOS EM SAÚDE VISANDO A PARTICIPAÇÃO NO FORUM IHI DE QUALIDADE EM SAÚDE E VISITA AO CINCINNATI CHILDREN S HOSPITAL. Art. 1º - Este regulamento tem como objetivo selecionar

Leia mais

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS

PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS O Presidente da Fundação Nacional de Arte FUNARTE,, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V, artigo 14 do Estatuto aprovado pelo Decreto 5037 de 07/04/2004,

Leia mais

I Prêmio Novo Nordisk de Sustentabilidade

I Prêmio Novo Nordisk de Sustentabilidade I Prêmio Novo Nordisk de Sustentabilidade Apresentação Para a Novo Nordisk, responsabilidade social vai além do cuidado com as pessoas e com o meio ambiente. Nosso objetivo é propiciar um ambiente sustentável

Leia mais

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Processo Seletivo 2011 Edital Nº003/2011 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Fundação Pública, criada pela Lei

Leia mais

PRÊMIO MELHOR EMPRESA PARA SE TRABALHAR NO ESPÍRITO SANTO. Regulamento

PRÊMIO MELHOR EMPRESA PARA SE TRABALHAR NO ESPÍRITO SANTO. Regulamento Regulamento A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos - Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição não governamental que dissemina conhecimento

Leia mais

Modalidade Franqueado

Modalidade Franqueado PRÊMIO o cumprimento ABF DESTAQUE de todos os critérios FRANCHISING deste Categoria regulamento, selecionando Sustentabilidade os melhores trabalhos. Modalidade Franqueado REGULAMENTO Objetivos O Prêmio

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015

12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015 12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

TROFÉU SOLIDARIEDADE DESTAQUE SOCIAL 2013

TROFÉU SOLIDARIEDADE DESTAQUE SOCIAL 2013 TROFÉU SOLIDARIEDADE DESTAQUE SOCIAL 2013 1. OBJETIVOS DA PREMIAÇÃO A premiação TROFÉU SOLIDARIEDADE - DESTAQUE SOCIAL 2013 instituída pelo Sindicato das Empresas de Asseio, Conservação e Serviços Terceirizados

Leia mais

REGULAMENTO 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015

REGULAMENTO 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 REGULAMENTO 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 Resumo do Prêmio O Prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC 2015 vai homenagear as empresas catarinenses que fazem da responsabilidade social o seu melhor exemplo,

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA

Leia mais

CONCURSO Nº: 001/2015 PROCESSO Nº: E-11/002/2318/2015 MINUTA DE EDITAL PRÊMIO EMPREENDEDOR 2015

CONCURSO Nº: 001/2015 PROCESSO Nº: E-11/002/2318/2015 MINUTA DE EDITAL PRÊMIO EMPREENDEDOR 2015 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, ENERGIA, INDÚSTRIA E SERVIÇOS. AGÊNCIA DE FOMENTO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO S.A. CONCURSO Nº: 001/2015 PROCESSO

Leia mais

O Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas é dirigido às empresas que se enquadrem nas seguintes características:

O Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas é dirigido às empresas que se enquadrem nas seguintes características: Regulamento MPE Brasil - 2015 Artigo 1º - Objetivo O MPE Brasil - Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas se constitui no reconhecimento estadual e nacional às micro e pequenas empresas

Leia mais

Dos objetivos do concurso

Dos objetivos do concurso CONCURSO DE FOTOGRAFIA 50 OLHARES SOBRE O CONHECIMENTO Dos objetivos do concurso O concurso de fotografias 50 olhares sobre o conhecimento tem o objetivo de integrar acadêmicos, egressos, funcionários

Leia mais

REGULAMENTO DO 1º CONCURSO CULTURAL DE FOTOGRAFIA VARAL REVELADO: MEU OLHAR NA SAÚDE DO V CACUN 2015

REGULAMENTO DO 1º CONCURSO CULTURAL DE FOTOGRAFIA VARAL REVELADO: MEU OLHAR NA SAÚDE DO V CACUN 2015 REGULAMENTO DO 1º CONCURSO CULTURAL DE FOTOGRAFIA VARAL REVELADO: MEU OLHAR NA SAÚDE DO V CACUN 2015 O Concurso Cultural de Fotografia Universitário do V CACUN 2015 - VARAL REVELADO: MEU OLHAR NA SAÚDE

Leia mais

REGULAMENTO. Prêmio Nacional de Monografia do FGTS

REGULAMENTO. Prêmio Nacional de Monografia do FGTS REGULAMENTO Prêmio Nacional de Monografia do FGTS DO PRÊMIO Art. 1º Idealizado e instituído pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço por meio da Resolução nº 763, de 9 de dezembro

Leia mais

1 Concurso de Pitch para Empresas Juniores da UEG

1 Concurso de Pitch para Empresas Juniores da UEG 1 Concurso de Pitch para Empresas Juniores da UEG REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DA APRESENTAÇÃO E DOS OBJETIVOS Art. 1 O 1 Concurso de Pitch para Empresas Juniores da UEG é uma realização da Pró-Reitoria de Extensão,

Leia mais

Hackaton: A Cidade e a Participação do Cidadão. Regulamento. Data: 24-25 de setembro

Hackaton: A Cidade e a Participação do Cidadão. Regulamento. Data: 24-25 de setembro Hackaton: A Cidade e a Participação do Cidadão Data: 24-25 de setembro Período de inscrições: 08 até 22/09 Divulgação dos projetos selecionados: 23/09 Regulamento 1. Das Disposições Gerais 1.1. A Hackaton

Leia mais

5º Concurso de Redação Minha Família na Escola

5º Concurso de Redação Minha Família na Escola 5º Concurso de Redação Minha Família na Escola Regulamento 1. Proponente: A Federação das Entidades Assistenciais de Campinas Fundação Odila e Lafayette Álvaro - FUNDAÇÃO FEAC, entidade de direito privado

Leia mais

PRÊMIO PROTEÇÃO BRASIL 2014

PRÊMIO PROTEÇÃO BRASIL 2014 PRÊMIO PROTEÇÃO BRASIL 2014 1. OBJETIVOS O Prêmio Proteção Brasil de Saúde e Segurança do Trabalho visa reconhecer o esforço de organizações e profissionais na melhoria do ambiente de trabalho dos brasileiros

Leia mais

EDITAL SECULTUR Nº 02/2015 CONCURSO MUNICIPAL DE FOTOGRAFIA

EDITAL SECULTUR Nº 02/2015 CONCURSO MUNICIPAL DE FOTOGRAFIA EDITAL SECULTUR Nº 02/2015 CONCURSO MUNICIPAL DE FOTOGRAFIA A Prefeitura Municipal de Campo Novo do Parecis, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo Departamento de Turismo, torna público

Leia mais

REGULAMENTO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO INSTITUTO AÇÃO

REGULAMENTO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO INSTITUTO AÇÃO REGULAMENTO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO INSTITUTO AÇÃO Tema: Santana do Ipanema: Sociedade e Natureza 1 1. DO CONCURSO Este é um concurso de caráter exclusivamente educacional, cultural e social voltado

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015 A Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos, por meio da Escola de Gestão Pública de Palmas, torna

Leia mais

2ª EDIÇÃO DO PRÊMIO MULHER DE NEGÓCIOS DE CAIEIRAS REGULAMENTO

2ª EDIÇÃO DO PRÊMIO MULHER DE NEGÓCIOS DE CAIEIRAS REGULAMENTO REGULAMENTO Este Regulamento estabelece normas, condições e diretrizes para a realização da II Edição do Prêmio Mulher de Negócios de Caieiras, promovido pela Prefeitura Municipal de Caieiras, Secretaria

Leia mais

V Prêmio DEST Monografias Empresas Estatais REGULAMENTO

V Prêmio DEST Monografias Empresas Estatais REGULAMENTO Art. 1º Idealizado pelo Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais e instituído pela Portaria nº 113, de 1º de junho de 2005, cuja nova denominação foi dada pela Portaria 137, de 9 de

Leia mais

TERMO DE ADITAMENTO AO REGULAMENTO DO 1º PRÊMIO COMIGO DE JORNALISMO REGULAMENTO GERAL

TERMO DE ADITAMENTO AO REGULAMENTO DO 1º PRÊMIO COMIGO DE JORNALISMO REGULAMENTO GERAL TERMO DE ADITAMENTO AO REGULAMENTO DO 1º PRÊMIO COMIGO DE JORNALISMO A Promotora do Prêmio Comigo de Jornalismo alterou os itens [1.1 e 1.2], tornando-se necessário ajustar o Regulamento do mesmo, que

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO OS MELHORES DO ENEM GANHAM 90% DE DESCONTO NA FUMEC!.

REGULAMENTO DO CONCURSO OS MELHORES DO ENEM GANHAM 90% DE DESCONTO NA FUMEC!. REGULAMENTO DO CONCURSO OS MELHORES DO ENEM GANHAM 90% DE DESCONTO NA FUMEC!. O Reitor da Universidade FUMEC, no uso de suas atribuições Estatutárias e Regimentais, leva ao conhecimento dos interessados,

Leia mais

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social - 2013 Regulamento

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social - 2013 Regulamento 1. Do Conceito de Tecnologia Social 1.1 Tecnologia Social compreende produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de

Leia mais

REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013. 1ª edição

REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013. 1ª edição REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013 1ª edição 1 DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO 1.1 O Sinduscon Premium Etapa Litoral Norte 1ª edição instituído pelo SINDUSCON RS, Sindicato das Indústrias

Leia mais

Concurso de fotografias ''Criatividade do call center do Sintetel

Concurso de fotografias ''Criatividade do call center do Sintetel Concurso de fotografias ''Criatividade do call center do Sintetel Objetivo: O concurso de fotografia Criatividade do call center'' tem como principal objetivo a valorização da realidade no setor de teleatendimento,

Leia mais

REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos!

REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos! REGULAMENTO Programa Parceria Social 10 anos! 2013 é um ano significativo para o Instituto Embraer: estamos comemorando 10 anos do Programa Parceria Social! Ao longo desses anos o Instituto Embraer pôde,

Leia mais

PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2015. Edital nº 08/2015

PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2015. Edital nº 08/2015 PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2015 Edital nº 08/2015 Publicado no DOU de 09/04/15 seção 3 pág. 29 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes, instituída como Fundação Pública,

Leia mais