Jogo do Lencinho. Material necessário Um lenço.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Jogo do Lencinho. Material necessário Um lenço."

Transcrição

1 Jogos tradicionais O jogo popular é uma da mais espontânea e belas formas de expressão da alma popular. Nele se exprime a necessidade de lazer, a alegria do trabalho, transfigurado em festa e a imaginação enriquecida por uma experiência secular. A sua origem é difícil explicar, estando profundamente enraizadas na história social muitas vezes séculos. Assim se explica a sua ligação a crenças e superstições culturais. São como que o testemunho que ao longo dos tempos foi passando de geração em geração e por isso reveladores de uma verdadeira arqueologia ludo corporal. Na antiga sociedade os jogos constituíam um dos meios mais importantes para estreitar os laços entre os elementos da colectividade. Os jogos eram praticados por toda a gente. Só que a Nobreza e a Burguesia foram-nos abandonados, gradualmente, pelo que ficaram entregue as crianças e aos camponeses.

2 Jogo do Lencinho Material necessário Um lenço. Descrições do jogo Os jogadores fazem uma roda ficando apenas um menino de fora. Este menino anda à volta da roda com o lenço na mão enquanto todos os jogadores cantam: "O lencinho que vai na mão vai cair ao chão!" Discretamente deixa cair o lenço atrás de um menino que se encontra na roda. Se este estiver atento pega no lenço e corre atrás dele. Se o conseguir apanhar antes dele completar uma volta e ficar com o seu lugar na roda ganha. O que foi apanhado vai para o centro da roda. Depois continua à volta da roda para deixar cair o lenço atrás de outro colega e repetem as regras do jogo.

3 Jogo da Moeda Material necessário Moedas. Descrição do jogo Para jogar o jogo da moeda são precisos dois ou mais jogadores. Distribui-se uma quantidade de moedas igual por cada jogador. Depois um menino põe as mãos atrás das costas e põe a quantidade de moedas que quiser em cada mão. Põe ambas as mãos à frente e pergunta a um menino quantas moedas têm na mão indicada. Se ele acertar ganha.

4 Jogo do Botão Material necessário Um botão. Descrição do jogo Um jogador atira o botão para a parede. Quando tiver caído ao chão a equipa adversária atira também. Se o segundo botão cair a uma distância do primeiro menor que um palmo ganha os dois botões. Se cair em cima do primeiro ganha quatro botões.

5 Jogo da Cabra- Cega Material necessário Uma bola. Descrições do jogo Formam-se duas equipas. Desenham-se três linhas paralelas à distância combinada. Cada equipa coloca um dos seus jogadores do lado oposta fora das linhas. As equipas ficam em campos entre linhas alternadamente. O menino de fora passa a bola para a sua equipa enquanto os meninos da outra equipa tentar apanhá-la. Se estes conseguirem recomeçam os passes entre eles passando os primeiros a tentar recuperá-la.

6 Jogo do Mato Material necessário Uma bola. Descrições do jogo Formam-se duas equipas. Desenham-se três linhas paralelas à distância combinada. Cada equipa coloca um dos seus jogadores do lado oposta fora das linhas. As equipas ficam em campos entre linhas alternadamente. O menino de fora passa a bola para a sua equipa enquanto que os meninos da outra equipa tentar apanhá-la. Se estes conseguirem recomeçam os passes entre eles passando os primeiros a tentar recuperá-la.

7 Jogo do Piolho Material necessário- uma bola Descrições do jogo- Formam-se duas equipas. Desenham-se três linhas paralelas à distância combinada. Cada equipa coloca um dos seus jogadores do lado aposto fora das linhas. As equipas ficam em campo entre linda alternadamente. O menino de fora passa a bola para a sua equipa enquanto os meninos da outra equipa tentar apanhá-la. Se estes conseguirem recomeçam os passes entre eles passando os primeiros a tentar recuperá-la.

8 Jogo do pião Material necessário Um pião com um fio. Descrição do jogo Formam-se duas equipas. Desenha-se uma roda (círculo) no chão. Um jogador de cada equipa pega no pião, enrola o fio à volta do pião e depois atira-o para o chão para que fique a rodar dentro do círculo desenhado. Se após atirar o pião ele ficar a rodar dentro do círculo a respectiva equipa marca um ponto. Se não rodar a equipa perde e volta a jogar a equipa adversária.

9 JOGO DE CORRIDA DE SACOS Material necessário Um saco para cada jogador. Descrição do jogo Cada jogador coloca-se dentro do respectivo saco junto da linha de partida. Ao sinal de partida os jogadores correm para a meta que foi definida. Quem chegar primeiro à meta ganha. Podem ser duas equipas a jogar.

10 JOGO DO GATO E DO RATO Descrição do jogo Forma-se uma roda com os meninos que vão jogar este jogo. Escolhe-se quem vai ser o gato, o rato e o relógio. Também há uma porta que é representada por um menino. O gato chega à beira da porta e diz: - O rato está? - Não! Respondem. - A que horas volta? - Às 3 horas. Respondem (pode ser a hora que entenderem). O gato bate nas costas de tantos meninos quantas as horas indicadas. Aquele que for o último a quem bater é a nova porta. Aí o gato bate e diz: - O rato já está? - Está. - Posso entrar? - Pode. O gato entra e vai atrás do rato que foge deste. Se o apanhar ganha.

11 JOGO DA CORDA Material necessário Uma corda. Descrição do jogo Formam-se duas equipas. Dois jogadores seguram a corta por cada uma das extremidades e fazem-na girar. Cada jogador entra na corda que gira e tenta fazer o maior número de saltos. Quem fizer mais saltos sem pisar a corda ganha. Pode-se saltar de várias maneiras: ao pé-coxinho, com os dois pés juntos,

12 JOGO DA MACACA Material necessário Um sítio plano para jogar, pau para fazer a macaca e uma patela. Descrição do jogo Primeiro procura-se um sítio plano para jogar. A seguir desenha-se a macaca com o pau. O primeiro jogador pega na patela e começa a jogar: atira-se a patela para uma casa da macaca e ao pécoxinho percorre-se a macaca sem pisar os riscos e apanha-se a patela ao passar por ela. Joga-se até que a patela tenha sido atirada para todas as casas. Se ao atirar a patela não cair na casa certa ou cair fora perde-se o jogo e dá-se a vez a outro jogador.

13 JOGO DO ESCONDE-ESCONDE Descrição do jogo Para jogar o jogo do esconde-esconde são precisos pelo menos dois jogadores: um para contar e outro para se esconder. Mas normalmente são mais jogadores. Para saber até quantos se deve contar, um jogador, com um dedo, bate nas costas do outro e ele tem que adivinhar qual foi. Cada dedo errado conta de dez em dez. Para saber se é para contar de força (rápido) ou devagar batemos-lhe com qualquer parte do corpo: se ele adivinhar com que parte foi conta rápido, e não adivinhar terá de contar devagar. Enquanto conta voltado para a parede os restantes jogadores escondem-se. Logo que termine de contar procura os meninos escondidos. Se os descobrir ganha.

14 JOGO DA MALHA Material necessário Quatro malhas e dois mecos de madeira (cilindros). Descrições do jogo Formam-se duas equipas. Colocam-se os dois mecos lado a lado à distância combinada dos jogadores. Os jogadores colocam-se na linha de jogo a atiram as malhas de forma a deitarem os mecos ao chão. Quem atirar e derrubar o meco ganha (5 pontos), quem acertar no meco sem derrubar (3 pontos) ou se atirar as malhas mais próximo do meco ganha os pontos definidos (2 pontos). Ganha o jogo quem no final tiver mais pontos.

15 JOGO DO BERLINDE Material necessário Berlindes. Descrição do jogo Formam-se duas equipas para jogar o berlinde. Os jogadores duma equipa atiram os berlindes para os da equipa adversária e se acertarem nos berlindes deles ganham-nos. Para ganhar basta mirar e acertar no berlinde da outra equipa.

16 JOGO DA SARDINHA Descrição do jogo Para este jogo são precisos dois jogadores. Um menino põe a mão por cima da mão do outro menino. O jogador que tem a mão por baixo tem que ser rápido e com a sua mão dar uma palmada por cima da mão do adversário. Se conseguir ganha e invertem-se as posições.

17 JOGO DO SÉRIO Descrições do jogo Dois jogadores põem-se frente a frente. Um menino faz caretas para ver se consegue fazer o outro rir-se enquanto este tenta ficar indiferente. Se conseguir fazer rir o adversário ganha e invertem as posições em jogo.

Escola B.I. c/ J.I. Dr. Manuel Magro Machado JOGOS TRADICIONAIS. 27 de Janeiro de 2010

Escola B.I. c/ J.I. Dr. Manuel Magro Machado JOGOS TRADICIONAIS. 27 de Janeiro de 2010 Escola B.I. c/ J.I. Dr. Manuel Magro Machado Santo António das Areias JOGOS TRADICIONAIS 27 de Janeiro de 2010 Corda de Tracção Tipo de Jogo: Equipa Material: 1 corda e 1 lenço (deverá estar atado a meio

Leia mais

1- CONDUÇÃO NO BAMBOLE

1- CONDUÇÃO NO BAMBOLE TRABALHOS TÉCNICOS PARA O DESEVOLVIMENTO DOS FUNDAMENTOS DO FUTEBOL 1- CONDUÇÃO NO BAMBOLE Alguns bamboles espalhados pela quadra, ao sinal do professor os alunos deverão conduzir a bola e parar dentro

Leia mais

0. Objectivo. 1. Erros no remate. 1.1. Ângulo de erro

0. Objectivo. 1. Erros no remate. 1.1. Ângulo de erro 0. Objectivo Vamos ver como algumas situações nos jogos de futebol podem ser estudadas de um ponto de vista matemático. Para isso, vamos considerar um modelo muito simplificado do que acontece realmente

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO

REGULAMENTO ESPECÍFICO REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES ESPORTIVAS INTERCLASSES E INTERESCOLAS REGULAMENTO ESPECÍFICO Segue o Regulamento com os ajustes realizados e informado previamente. Lembrando que todas as crianças

Leia mais

TESTES DE HABILIDADES TÉCNICAS: THT

TESTES DE HABILIDADES TÉCNICAS: THT TESTES DE HABILIDADES TÉCNICAS: THT OBJETIVO Analisar o nível de habilidade técnica de crianças escolares nas faixas etárias de 06 a 14 anos de idade; através dos procedimentos de avaliação específicos

Leia mais

TORNEIO DE MALHA REGULAMENTO

TORNEIO DE MALHA REGULAMENTO TORNEIO DE MALHA REGULAMENTO Benfeita 2013 Torneio de Malha de Agosto 2013 - Regulamento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. INSCRIÇÕES......... 3 3. CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS...... 3 4. CARACTERÍSTICAS DO MATERIAL

Leia mais

OCR Portugal LAB. Kids Campus

OCR Portugal LAB. Kids Campus OCR Portugal LAB Kids Campus 1 Atividades 2ª Feira 3ª Feira 4ª Feira 5ª Feira 6ª Feira 10:30 Jogos de Jogos Dança Tradicionais 12:00 Almoço Almoço Almoço Almoço Almoço 13:00 Cinema Cartas Stop Mímica Karaoke

Leia mais

RESUMO DAS REGRAS DO BASQUETE. Regulamento (FIBA)

RESUMO DAS REGRAS DO BASQUETE. Regulamento (FIBA) RESUMO DAS REGRAS DO BASQUETE Regulamento (FIBA) Equipe Ter no mínimo 8 jogadores aptos a jogar (5 em quadra e 3 no banco.) e no máximo 12 jogadores aptos a jogar. Deve ter um técnico, e se o time preferir

Leia mais

Regulamento das atividades Dos 8 aos 80

Regulamento das atividades Dos 8 aos 80 Agrupamento de Escolas Eugénio dos Santos Escola E. B. 2,3 Eugénio dos Santos Regulamento das atividades Dos 8 aos 80 Núcleo de Estágio de Educação Física 2012/13 Subdepartamento de Educação Física Departamento

Leia mais

Alguns Apontamentos Sobre Cálculo Combinatório

Alguns Apontamentos Sobre Cálculo Combinatório Alguns Apontamentos Sobre Cálculo Combinatório 1 O objectivo do Cálculo Combinatório é resolver problemas do tipo: quantas matriculas de carro é possível fazer em Portugal ; quantos números de telefone

Leia mais

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 6. Curso de Combinatória - Nível 2. Jogos. 1. Simetria. Prof. Bruno Holanda

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 6. Curso de Combinatória - Nível 2. Jogos. 1. Simetria. Prof. Bruno Holanda Polos Olímpicos de Treinamento Curso de Combinatória - Nível 2 Prof. Bruno Holanda Aula 6 Jogos Quando falamos em jogos, pensamos em vários conhecidos como: xadrez, as damas e os jogos com baralho. Porém,

Leia mais

4º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS REGRAS DE JOGO

4º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS REGRAS DE JOGO 4º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS REGRAS DE JOGO 1. O Jogo Os jogos serão disputados de acordo com as seguintes normas: 1.1 Vence um Jogo quem ganhar à melhor de três partidas; 1.2 Vence uma partida

Leia mais

COMO JOGAR SINUCA. Link:http://www.jogatina.com/como-jogar-sinuca.html

COMO JOGAR SINUCA. Link:http://www.jogatina.com/como-jogar-sinuca.html COMO JOGAR SINUCA Link:http://www.jogatina.com/como-jogar-sinuca.html Para começar a jogar clique em "JOGAR AGORA!" na nova janela se abrirá, mostrando o lobby, que é onde disposição. Em cada sala, você

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 3 ANO

EDUCAÇÃO FÍSICA 3 ANO EDUCAÇÃO FÍSICA 3 ANO PROF. KIM RAONE PROF. MARCUS MELO ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Esportes coletivos 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.2 Conteúdo Fundamentos do basquetebol 3 CONTEÚDOS

Leia mais

Uma brincadeira de bola chamada Ordem

Uma brincadeira de bola chamada Ordem Lição 2 Uma brincadeira de bola chamada Ordem Ruth Rocha Dá pra fazer de turma ou até sozinho. Bata a bola na parede e jogue de volta, quem deixar a bola cair sai fora. Ordem! Seu lugar! Enquanto bate

Leia mais

IDENTIDADE. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome dentre os demais.

IDENTIDADE. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome dentre os demais. PLANEJAMENTO (IDENTIDADE) Professor(a) :Carina Robetti Canei IDENTIDADE Competências Objetivos -Oralidade; -Leitura; -Análise linguística. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome

Leia mais

ALLISON CAMILA GILSON Bolsistas PIBID/UFPR/CAPES Educação Física 2014

ALLISON CAMILA GILSON Bolsistas PIBID/UFPR/CAPES Educação Física 2014 ALLISON CAMILA GILSON Bolsistas PIBID/UFPR/CAPES Educação Física 2014 Em Dezembro de 1891, o professor de educação física canadense James Naismith, do Springfield College (então denominada Associação

Leia mais

Nome. Data. Tarefa C1. diferentes, folha de papel A3, fita-cola.

Nome. Data. Tarefa C1. diferentes, folha de papel A3, fita-cola. Tarefa C1 Material por grupo: palhinhas com diferentes padrões diferentes, folha de papel A3, fita-cola. e/ou cores, de três tamanhos Observa bem as palhinhas que estão em cima da mesa e pensa numa maneira

Leia mais

Catálogo com truques e jogos de cartas

Catálogo com truques e jogos de cartas Catálogo com truques e jogos de cartas Toque Rápido1 São colocadas cinco cartas sobre a mesa pelo Ajudante do Mágico. Um Voluntário escolhe uma, e comunica a sua escolha ao Ajudante. O Mágico entra em

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS / PROPOSTA

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS / PROPOSTA Caderno de Apoio / GRCAJ - FPA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS / PROPOSTA - VELOCIDADE - ESTAFETAS - BARREIRAS - ALTURA - C OMPRIMENTO - PESO - D ARDO - MARTELO - MEIO-FUNDO - MARCHA A TLÉTICA 178 VELOCIDADE 179

Leia mais

AS REGRAS DO NEYMAR JR S FIVE

AS REGRAS DO NEYMAR JR S FIVE REGRAS DO JOGO AS REGRAS DO NEYMAR JR S FIVE 1. "OUTPLAY THEM ALL" 2. O CAMPO DO JOGO 3. GOL 4. PLACAS 5. O NÚMERO DE JOGADORES 6. O EQUIPAMENTO DOS JOGADORES 7. A BOLA 8. O ÁRBITRO 9. A DURAÇÃO DA PARTIDA

Leia mais

Documentos de Apoio - Disciplina de Educação Física 2010-11 ANDEBOL. Caracterização

Documentos de Apoio - Disciplina de Educação Física 2010-11 ANDEBOL. Caracterização ANDEBOL Caracterização O Andebol é um jogo desportivo colectivo, disputado entre duas equipas de sete jogadores efectivos (6 jogadores de campo e um guarda-redes) e cinco suplentes e jogado num campo rectangular.

Leia mais

Air Alert III: Um programa completo para saltos verticais

Air Alert III: Um programa completo para saltos verticais Air Alert III: Um programa completo para saltos verticais Introdução: O Air Alert III é um melhoramento do Air Alert II. O número de séries e repetições foi mudado, assim como o número de dias por semana

Leia mais

Cátia Lopes Nádia Silva Paulo Cunha Susana Leite 54214

Cátia Lopes Nádia Silva Paulo Cunha Susana Leite 54214 EXPRESSÃO MOTORA 2012/2013 Cátia Lopes 53157 Nádia Silva 53236 Paulo Cunha 53159 Susana Leite 54214 JOGO 1 Garrafa Protegida Nome: Garrafa Protegida Material: garrafas de plástico (conforme o número de

Leia mais

Atividade experimental - Tema: Luz

Atividade experimental - Tema: Luz 1 Problema: As plantas precisam de luz? 1. Nesta experiência desafiamos-te a observar uma planta aquática a produzir bolhinhas de oxigénio graças à luz que nelas incide. Observa a instalação e regista

Leia mais

Solução da prova da 2a fase OBMEP 2014 Nível 2. Questão 1. item a)

Solução da prova da 2a fase OBMEP 2014 Nível 2. Questão 1. item a) Questão 1 Cada nova pilha tem dois cubinhos a mais em sua base. Assim, como a terceira pilha tem 5 cubinhos em sua base, a quarta pilha tem 5 + 2 = 7 cubinhos e a quinta pilha tem 7 + 2 = 9 cubinhos em

Leia mais

Escala de Equilíbrio de Berg

Escala de Equilíbrio de Berg DEPARTAMENTO DE TERAPIA OCUPACIONAL - UFPR DISCIPLINA DE TERAPIA OCUPACIONAL APLICADA Á NEUROLOGIA CLÍNICA-ESCOLA DE TERAPIA OCUPACIONAL - UFPR ESCALA DE AVALIAÇÃO FUNCIONAL NOME: IDADE: SEXO DIAGNÓSTICO:

Leia mais

REGRAS DAS PROVAS RELÂMPAGO

REGRAS DAS PROVAS RELÂMPAGO REGRAS DAS PROVAS RELÂMPAGO BALÃO Cada equipe apresentará um componente para esta prova. Os participantes deverão soprar o balão até estourar. Será estabelecida a ordem de classificação pelo tempo de estouro

Leia mais

O posicionamento inicial das peças assim como o formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte:

O posicionamento inicial das peças assim como o formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte: Regras do Xadrez Introdução O jogo de Xadrez é jogado por dois jogadores. Um jogador joga com as peças brancas o outro com as pretas. Cada um inicialmente tem dezasseis peças: Um Rei, uma Dama, duas Torres,

Leia mais

Apoio Teórico de Badminton

Apoio Teórico de Badminton Apoio Teórico de Badminton Caracterização» O badminton é um jogo de raquetas onde se utiliza um volante e pode ser jogado individualmente jogo de singulares e em pares jogo de pares em que o objectivo

Leia mais

Alguns jogos que poderás fazer na tua aula de Educação Física:

Alguns jogos que poderás fazer na tua aula de Educação Física: JOGOS TRADICIONAIS E POPULARES Segundo alguns autores, é difícil distinguir-se jogo popular de jogo tradicional. No entanto, jogo popular é todo aquele que é jogado exclusivamente pelo povo, enquanto que

Leia mais

Taekwondo e a criança: O que ensinar? Professsor Maicon Rodrigues Albuquerque Faixa Preta de Taekwondo Mestre em Ciências do Esporte

Taekwondo e a criança: O que ensinar? Professsor Maicon Rodrigues Albuquerque Faixa Preta de Taekwondo Mestre em Ciências do Esporte Taekwondo e a criança: O que ensinar? Professsor Maicon Rodrigues Albuquerque Faixa Preta de Taekwondo Mestre em Ciências do Esporte Resumo por: Diomar Renato Material metodológico: raquete, bola de tênis,

Leia mais

Dafaction e 6 de Maio

Dafaction e 6 de Maio Regulamento Específico dos Jogos Tradicionais 1- GENERALIDADES A execução das atividades, elaboração do repetivo calendário competitivo, organização e administração dos jogos, é da responsabilidade da

Leia mais

UFRN PIBID Subprojeto PIBID-Pedagogia DINÂMICAS

UFRN PIBID Subprojeto PIBID-Pedagogia DINÂMICAS S CAIXA DOS CONTOS Construindo um texto coletivo... Em uma caixa fechada são colocados vários objetos de modo que contemple o número de alunos da sala de aula. Os objetos devem ser retirados, de modo aleatório,

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2015

Canguru Matemático sem Fronteiras 2015 anguru Matemático sem Fronteiras 2015 http://www.mat.uc.pt/canguru/ ategoria: Mini-Escolar - nível III Destinatários: alunos do 4. o ano de escolaridade ome: Turma: Duração: 1h 30min anguru Matemático.

Leia mais

Copyright 2009. The Energy Extension Inc. EMF Balancing Technique All Rights Reserved.

Copyright 2009. The Energy Extension Inc. EMF Balancing Technique All Rights Reserved. Versão 1.0 1/6 Maio 2005 UNIVERSAL CALIBRATION LATTICE (UCL) (MALHA DE CALIBRAÇÃO UNIVERSAL) A Universal Calibration Lattice (UCL) é um sistema dentro da anatomia energética humana. A UCL é uma estrutura

Leia mais

Em, janeiro, as escolas ficam com a corda toda. Confira o que você encontra na edição:

Em, janeiro, as escolas ficam com a corda toda. Confira o que você encontra na edição: Em, janeiro, as escolas ficam com a corda toda. Confira o que você encontra na edição: Brincadeiras e jogos Atividades escritas baseadas em brincadeiras Origem das brincadeiras Cartaz volta às aulas Projeto

Leia mais

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 2013 MATEMÁTICA 3º ANO. Escola: Professora: Aluno:

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 2013 MATEMÁTICA 3º ANO. Escola: Professora: Aluno: AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 2013 MATEMÁTICA 3º ANO Escola: Professora: Aluno: Faça as questões abaixo com atenção e com calma. É uma avaliação que vai mostrar o que você já sabe e o que precisa aprender. Questão

Leia mais

III OLIMPÍADA DE JOGOS RECREATIVOS DA AABB-SP

III OLIMPÍADA DE JOGOS RECREATIVOS DA AABB-SP III OLIMPÍADA DE JOGOS RECREATIVOS DA AABB-SP Regulamento Específico Truco Data: 03 de Setembro de 2016 (Sábado) Início: 14h Local: Bar Classe A Art.1 : O Truco será realizado em 1 categoria mista: a partir

Leia mais

GRELHA DE ANÁLISE DA ENTREVISTA EFETUADA À FUNCIONÁRIA B. A entrevistada tem 52 anos e é casada. 9º ano.

GRELHA DE ANÁLISE DA ENTREVISTA EFETUADA À FUNCIONÁRIA B. A entrevistada tem 52 anos e é casada. 9º ano. GRELHA DE ANÁLISE DA ENTREVISTA EFETUADA À FUNCIONÁRIA B CATEGORIAS DE ANÁLISE SÍNTESE EXCERTOS DAS ENTREVISTAS Caracterização sociodemográfica Idade Sexo Estado civil Grau de escolaridade / habilitações

Leia mais

Índice. Amarelinha... Brinquedos de papel... Casa de bonecas... Caracol... Corre cutia... Estátua...

Índice. Amarelinha... Brinquedos de papel... Casa de bonecas... Caracol... Corre cutia... Estátua... Turmas APRESENTAÇÃO Ao longo do ano letivo participamos de várias brincadeiras que fazem parte da cultura brasileira, pesquisamos como se brinca em diferentes lugares e assim, conhecemos novos jeitos de

Leia mais

Mentalidade Tática no Futebol. Prof.:Msd. Ricardo Luiz Pace Júnior

Mentalidade Tática no Futebol. Prof.:Msd. Ricardo Luiz Pace Júnior Mentalidade Tática no Futebol Prof.:Msd. Ricardo Luiz Pace Júnior O JOGO COMO OBJETO DE ESTUDO O que é a mentalidade tática? Mentalidade tática é a capacidade que deve possuir o jogador de Futsal, para

Leia mais

TAREFAS NA SALA DE AULA SONO. Índice

TAREFAS NA SALA DE AULA SONO. Índice TAREFAS NA SALA DE AULA SONO Índice TAREFAS NA SALA DE AULA SONO... 1 Tarefa 1... 2 Tarefa 2... 3 Tarefa 3... 4 Tarefa 4... 5 Tarefa 5... 6 Tarefa 6... 7 Tarefa 7... 8 Tarefa 8... 9 Tarefa 1 Como qualquer

Leia mais

Air Alert III: Um programa completo para saltos verticais

Air Alert III: Um programa completo para saltos verticais Air Alert III: Um programa completo para saltos verticais Nota: Isto não se pode considerar uma tradução. Usemos antes a expressão Adaptação de texto. Utilizei a tradução de Inglês para Brasileiro para

Leia mais

é um círculo A tampa A face é um retângulo

é um círculo A tampa A face é um retângulo No cotidiano, estamos cercados de objetos que têm diferentes formas. Por exemplo, uma caixa de papelão: suas faces são retângulos, e a caixa é um paralelepípedo. Outro exemplo: uma lata de óleo tem a forma

Leia mais

OBI2013 Caderno de Tarefas

OBI2013 Caderno de Tarefas OBI2013 Caderno de Tarefas Modalidade Iniciação Nível 1, Fase 2 31 de agosto de 2013 A PROVA TEM DURAÇÃO DE 2 HORAS Promoção: Patrocínio: Olimpíada Brasileira de Informática OBI2013 1 Instruções LEIA ATENTAMENTE

Leia mais

UM JOGO DE DOMINÓ PARA A LÓGICA PROPOSICIONAL

UM JOGO DE DOMINÓ PARA A LÓGICA PROPOSICIONAL UM JOGO DE DOMINÓ PARA A LÓGICA PROPOSICIONAL Fernanda Pires da Silva 1 e José Ricardo R. Zeni 2, 3 1 Curso de licenciatura em matemática 2 o ano e-mail: nandamiss@ig.com.br 2 DMEC (Departamento de Matemática,

Leia mais

Liga CDLPC- Basquetebol - 5.º /6.º Anos

Liga CDLPC- Basquetebol - 5.º /6.º Anos Informações Gerais Os torneios disputar-se-ão em sistema de campeonato, ao longo do ano letivo. De acordo com o número de equipas participantes, poderá haver uma fase final em sistema de playoffs. A data

Leia mais

FUTEBOL. Como se define? Acção individual ofensiva de relação entre dois jogadores da mesma equipa, que permite a troca de bola entre eles.

FUTEBOL. Como se define? Acção individual ofensiva de relação entre dois jogadores da mesma equipa, que permite a troca de bola entre eles. FUTEBOL Gesto Técnico: Passe com o pé Acção individual ofensiva de relação entre dois jogadores da mesma equipa, que permite a troca de bola entre eles. Utiliza-se quando existe um colega desmarcado, em

Leia mais

Curso básico de Xadrez

Curso básico de Xadrez Projeto LIPRA Livro Interativo Potencializado com Realidade Aumentada Curso básico de Xadrez Autor: Raryel Costa Souza Orientação: Claudio Kirner Xadrez 1 Introdução O xadrez é um jogo de tabuleiro para

Leia mais

RETA. Sumário: Manual de Geometria Descritiva - António Galrinho Reta - 1

RETA. Sumário: Manual de Geometria Descritiva - António Galrinho Reta - 1 2 RETA O alfabeto da reta é o conjunto das posições genéricas que uma reta pode ter em relação aos planos de projeção. Neste capítulo apresentam-se essas posições, assim como posições particulares que

Leia mais

Dois palhaços de nome Fraterninho e Caridoso, entram em cena procurando algo, um de costas para o outro. Ao se tocarem, ambos se assustam

Dois palhaços de nome Fraterninho e Caridoso, entram em cena procurando algo, um de costas para o outro. Ao se tocarem, ambos se assustam PEÇA ESPÍRITA : Confusão de Natal Grupo de Teatro Espírita Sentimento do 20º CRE DA USEERJ Autores : Sidney Pinto Guedes Margareth Silva Rocha Cavalcante Autor Espiritual : Odilon Silva, psicografado por

Leia mais

www.teatroevangelico.com.br Evangelismo de Impacto.

www.teatroevangelico.com.br Evangelismo de Impacto. www.teatroevangelico.com.br Evangelismo de Impacto. $$UWH7HDWUDO$6HUYLoR'R0HVWUH Script Dia dos Pais UM PAI ROBÔ Teatro Evangélico A arte teatral a serviço do mestre. www.teatroevangelico.com.br 2 UM PAI

Leia mais

1o) constância da inclinação do eixo de rotação da Terra. 2o) movimento de translação da Terra ao redor do Sol.

1o) constância da inclinação do eixo de rotação da Terra. 2o) movimento de translação da Terra ao redor do Sol. Estações do Ano Aluno: Ricardo Augusto Viana de Lacerda Curso de Especialização em Astronomia (2009)-USP_leste Texto adaptado da Oficina de Astronomia do Prof. Dr. João Batista Garcia Canalle. a) A lâmpada

Leia mais

Projeto - Let s play together like grandfather. Polónia

Projeto - Let s play together like grandfather. Polónia Projeto - Let s play together like grandfather Página web do projeto - http://letsplaytogetherlikegrandpa.weebly.com Legenda: **jogos comuns 1 - O jogo das caricas** Polónia Faz-se uma pista na terra ou

Leia mais

Aula Extra. Depurador Code::Blocks. Monitoria de Introdução à Programação

Aula Extra. Depurador Code::Blocks. Monitoria de Introdução à Programação Aula Extra Depurador Code::Blocks Monitoria de Introdução à Programação Depurador - Definição Um depurador (em inglês: debugger) é um programa de computador usado para testar outros programas e fazer sua

Leia mais

Velocidade equilíbrio

Velocidade equilíbrio Andas (ou chancas) Velocidade equilíbrio Manter o equilíbrio em cima das andas e chegar o mais rapidamente possível à meta. Terreno de jogo: Espaço amplo ou caminho largo, onde se marca uma linha de partida

Leia mais

Meu Guia. Pamella Padilha

Meu Guia. Pamella Padilha Meu Guia Pamella Padilha Meu Guia Sentir se confiante (postura na coluna) para falar, pensar, agir, olhar. Posso olhar e falar com qualquer pessoa, desde o mendigo até a pessoa mais linda do mundo, ter

Leia mais

transmitidas crenças, costumes e religiões.

transmitidas crenças, costumes e religiões. A diversidade cultural do Brasil está fortemente ligada à cultura africana e foram transmitidas crenças, costumes e religiões. Com as crianças, não foi diferente. Será que vocês conhecem e já vivenciaram???

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Aguada de Cima

Agrupamento de Escolas de Aguada de Cima Agrupamento de Escolas de Aguada de Cima 2011/2012 Tarefa 1: Como resolver? 1. O João pediu aos pais uma P.S.P. e o seu irmão um telemóvel, como presente de Natal. Sabendo que a P.S.P custa 156 euros e

Leia mais

Atividades Recreativas Arte de Acampar

Atividades Recreativas Arte de Acampar Introdução É uma boa atividade de observação. Primeiro você deve aprender os sinais de pista utilizados para comunicação nas trilhas de florestas e nos campos. Alguns, são idênticos aos usados no passado

Leia mais

Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade.

Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade. Valores: Competências -chave: Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade. Ser capaz de gerir a frustração; Resistir à tentação e esperar pela recompensa; Reduzir riscos praticando o auto-controlo;

Leia mais

caça palavras A D E U S E Existir Fé

caça palavras A D E U S E Existir Fé A B C D E F A B C D E F 1 Creia em Deus Juniores Você pode ver Deus movendo-se em minha vida? (Jogo Batalha Naval, um de 5, 1 de 4, 2 de 3, 2 de 2, 1 de 1) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 1 2 3

Leia mais

Exercícios de Mecânica - Área 3

Exercícios de Mecânica - Área 3 1) O bloco de peso 10lb tem uma velocidade inicial de 12 pés/s sobre um plano liso. Uma força F = (3,5t) lb onde t é dado em segundos, age sobre o bloco durante 3s. Determine a velocidade final do bloco

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES FÉRIAS DE VERÃO

PLANO DE ATIVIDADES FÉRIAS DE VERÃO Objetivo Expressão plástica Criar um painel de Verão Criar Porta Chaves Criar Pregadeiras Elaborar Pulseiras Através de material de desperdício, material recolhido nas idas à praia e de desenhos pintados

Leia mais

Ficheiro de Matemática

Ficheiro de Matemática Prismas e Pirâmides Observa as seguintes tabelas, copia-as para o teu caderno (não precisas de desenhar os sólidos) e completa-as. O Sólido Certo Copia as seguintes frases para o teu caderno e tenta descobrir

Leia mais

Coringa= 500 (quinhentos) pontos 2 - Valor de cada carta= 10 (dez) pontos 3 - Batida= 100 (cem) pontos 4 - Morto perdido= 100 (cem) pontos.

Coringa= 500 (quinhentos) pontos 2 - Valor de cada carta= 10 (dez) pontos 3 - Batida= 100 (cem) pontos 4 - Morto perdido= 100 (cem) pontos. CANASTRA A modalidade de CANASTRA será disputada de forma MISTA, sendo permitida a inscrição de até 2 (duas) duplas mistas: a) Cada curso poderá inscrever até 4 (quatro) atletas, os quais deverão ser identificados

Leia mais

Prova Escrita de Matemática

Prova Escrita de Matemática ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CICLO DO ENSINO BÁSICO DE LOUSADA Prova Escrita de Matemática 3.º Ciclo do ensino Básico ; 9ºAno de escolaridade A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo do aluno Duração da Prova: 90

Leia mais

Oficina: Jogar para gostar e aprender matemática. Profa. Dra. Adriana M. Corder Molinari dri.molinari@uol.com.br

Oficina: Jogar para gostar e aprender matemática. Profa. Dra. Adriana M. Corder Molinari dri.molinari@uol.com.br Oficina: Jogar para gostar e aprender matemática Profa. Dra. Adriana M. Corder Molinari dri.molinari@uol.com.br 1 Implicações do Jogo Quatro Cores: Para jogar bem, é preciso economia de cores e consideração

Leia mais

Ficha de Língua Portuguesa NOME Data Maria Castanha

Ficha de Língua Portuguesa NOME Data Maria Castanha Ficha de Língua Portuguesa NOME Data Maria Castanha O céu já estava todo cinzento e quase nunca aparecia o Sol, mas enquanto não chovia os meninos iam brincar para o jardim. Um jardim muito grande e bonito,

Leia mais

Jogos tradicionais. Introdução

Jogos tradicionais. Introdução Jogos tradicionais por Gonçalo Peixoto, Filipe Silva, Orlando Lopes e Luís Costa in http://www.eb23-mangualde.rcts.pt/homepage_ap/os_descobridores.htm ano lectivo de 2003-2004 Introdução Somos um grupo

Leia mais

COMO JOGAR TRUCO GAUDÉRIO

COMO JOGAR TRUCO GAUDÉRIO COMO JOGAR TRUCO GAUDÉRIO Link:http://www.jogatina.com/regras-como-jogar-truco-gauderio.html Como começo a jogar? Para começar a jogar truco gaudério clique em "JOGAR AGORA!" na página do seu perfil no

Leia mais

PROGRAMA DAS FÉRIAS DE VERÃO DO CATL MANUEL COCO E PORTO PINHEIRO 2016

PROGRAMA DAS FÉRIAS DE VERÃO DO CATL MANUEL COCO E PORTO PINHEIRO 2016 13/ 06/ 2016 14/ 06/ 2016 15/06/2016 16/ 06/ 2016 17/ 06/2016 Jogo de grupo de pares; O rei manda! Vamos jogar dominó gigante! Corrida de obstáculos; Jogo da mímica: Vamos jogar ao eixo! Será que sabes

Leia mais

Capítulo TRABALHO E ENERGIA

Capítulo TRABALHO E ENERGIA Capítulo 6 TRABALHO E ENERGIA A B C DISCIPLINA DE FÍSICA CAPÍTULO 6 - TRABALHO E ENERGIA 6.1 Um bloco, com 20kg de massa, sobe uma rampa com 15º de inclinação e percorre 55,375 metros até parar. Os coeficientes

Leia mais

Escola Secundária de Lousada

Escola Secundária de Lousada Escola Secundária de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática 9º ano FT. Data: / / 0 Assunto: Probabilidades Lições nº,. A seguir estão apresentados alguns dados relativos aos alunos da turma do Roberto...

Leia mais

PROBABILIDADE: DIAGRAMAS DE ÁRVORES

PROBABILIDADE: DIAGRAMAS DE ÁRVORES PROBABILIDADE: DIAGRAMAS DE ÁRVORES Enunciados dos problemas Ana Maria Lima de Farias Departamento de Estatística (GET/UFF) 1. Na gincana anual do Colégio Universitário, 60% dos alunos presentes são do

Leia mais

Canguru de Matemática Brasil 2016 Nível PE Respostas

Canguru de Matemática Brasil 2016 Nível PE Respostas Canguru de Matemática Brasil 2016 Nível PE Respostas Problemas de 3 pontos 1. Qual letra do quadro ao lado não está na palavra LAGOA? (A) B (B) L (C) G (D) N (E) O 1. Alternativa D A letra N não aparece

Leia mais

Manual de Montagem e Ajuste de Castanhas

Manual de Montagem e Ajuste de Castanhas Manual de Montagem e Ajuste de Castanhas Materiais Utilizados A montagem e ajuste de pré-carga de uma castanha é um processo bastante simples, é necessário apenas o uso de um alicate e de chaves Allen,

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA Departamento Matemática Curso Engenharia Civil 1º Semestre 2º Folha Nº1 1. Ao dar ordem de compra de um computador é necessário especificar, em relação ao seu sistema, a memória (1, 2 ou 3Gb) e capacidade

Leia mais

Aula 01: Grandezas Físicas; Sistemas de Unidades; Vetores

Aula 01: Grandezas Físicas; Sistemas de Unidades; Vetores Aula 01: Grandezas Físicas; Sistemas de Unidades; Vetores Tópico 01: Grandezas Físicas - Introdução Caro aluno, quantas vezes você já ouviu alguém falar que Física e Matemática é tudo a mesma coisa? Que

Leia mais

INTRODUÇÃO PROTOCOLO DE JOGO

INTRODUÇÃO PROTOCOLO DE JOGO INTRODUÇÃO De modo a que sejam uniformizados os procedimentos, os árbitros devem aplicar este modelo de protocolo de antes, durante e no fim de todos os s a realizar em Portugal, tendo em atenção que os

Leia mais

Movimentos dos Corpos Celestes

Movimentos dos Corpos Celestes NOME: Nº Ensino Médio TURMA: Data: / DISCIPLINA: Física PROF. : Glênon Dutra ASSUNTO: Modelos Planetários e Leis de Kepler VALOR: NOTA: Movimentos dos Corpos Celestes Desde a Antigüidade, o homem observa

Leia mais

Fundamentos do Goleiro de Futebol

Fundamentos do Goleiro de Futebol Fundamentos do Goleiro de Futebol FUNDAMENTOS TÉCNICOS DO GOLEIRO Pegada Atodepegarabolacomasmãos. A palma deve ter uma superfície côncava, os dedos devem estar estendidos e abduzidos, os polegares devem

Leia mais

CINÉTICA. Palavras chave: Relação professor-aluno; Afetividade; Ensino-aprendizagem; Interação.

CINÉTICA. Palavras chave: Relação professor-aluno; Afetividade; Ensino-aprendizagem; Interação. CINÉTICA A relação professor-aluno representa o momento de encontro e convivência entre educadores e educando que se interagindo formam o cerne do processo educativo. Demarcar o campo de atuação da relação

Leia mais

Apostila de Educação Musical 1ª Série Ensino Médio www.portaledumusicalcp2.mus.br O SOM Que é som? Fixe uma lâmina de serra numa mesa e faça-a vibrar (Fig.1). Quando a lâmina se desloca em um sentido,

Leia mais

Como calcular uma rescisão trabalhista

Como calcular uma rescisão trabalhista Como calcular uma rescisão trabalhista Hoje iremos aprender como elaborar e calcular uma rescisão do contrato de trabalho. O primeiro passo a ser dado será descobrir qual o motivo da rescisão do funcionário,

Leia mais

ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE

ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE 1. OBJETIVO DO ENCONTRO Este encontro tem por objetivo despertar as crianças para a realidade da VOCAÇÃO como o chamado de Deus e a necessidade da resposta humana. 2.

Leia mais

TERMÔMETRO DA INTENSIDADE SEXUAL FEMININA INICIAR TESTE

TERMÔMETRO DA INTENSIDADE SEXUAL FEMININA INICIAR TESTE TERMÔMETRO DA INTENSIDADE SEXUAL FEMININA INICIAR TESTE TERMÔMETRO DA INTENSIDADE SEXUAL FEMININA O ciclo da resposta sexual da mulher é composto por três fases: Desejo, excitação e orgasmo. Ao responder

Leia mais

Raciocínio Lógico Matemático Cap. 8 Sequências Lógicas e Suas Leis de Formação

Raciocínio Lógico Matemático Cap. 8 Sequências Lógicas e Suas Leis de Formação Raciocínio Lógico Matemático Cap. 8 Sequências Lógicas e Suas Leis de Formação Sequências Lógicas e Suas Leis de Formação Estudaremos, neste capítulo, várias sequências lógicas e buscaremos explorar quais

Leia mais

3.3 Qual o menor caminho até a Escola? 28 CAPÍTULO 3. CICLOS E CAMINHOS

3.3 Qual o menor caminho até a Escola? 28 CAPÍTULO 3. CICLOS E CAMINHOS 2 CAPÍTULO. CICLOS E CAMINHOS solução para um problema tem se modificado. Em vez de procurarmos um número, uma resposta (o que em muitos casos é necessário), procuramos um algoritmo, isto é, uma série

Leia mais

PROVA DE AFERIÇÃO DO ENSINO BÁSICO 2011 A PREENCHER PELO ALUNO

PROVA DE AFERIÇÃO DO ENSINO BÁSICO 2011 A PREENCHER PELO ALUNO PROVA DE AFERIÇÃO DO ENSINO BÁSICO 2011 A PREENCHER PELO ALUNO Rubrica do Professor Aplicador Nome A PREENCHER PELO AGRUPAMENTO Número convencional do Aluno Número convencional do Aluno A PREENCHER PELA

Leia mais

REGRAS DE MINI-BASQUETE

REGRAS DE MINI-BASQUETE FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE BASKETBALL (FIBA) COMITÊ INTERNACIONAL DE MINI-BASQUETE. REGRAS DE MINI-BASQUETE O mini-basquete é um jogo para crianças com menos de 12 anos. Foi desenvolvido como uma forma

Leia mais

Exercícios de Matemática para Concurso Público. Lógica Matemática

Exercícios de Matemática para Concurso Público. Lógica Matemática Exercícios de Matemática para Concurso Público Lógica Matemática TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Um jogo é disputado por duas pessoas em um tabuleiro quadrado 5 5. Cada jogador, de maneira alternada, escolhe

Leia mais

O JOGO COMO METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA (MULTIPLICAÇÃO - TABUADA)

O JOGO COMO METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA (MULTIPLICAÇÃO - TABUADA) O JOGO COMO METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA (MULTIPLICAÇÃO - TABUADA) 3º ANO Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática Piraquara Março/2015 1 JOGOS PARA O ENSINO DA MULTIPLICAÇÃO

Leia mais

JOGOS MUNICIPAIS 2011

JOGOS MUNICIPAIS 2011 R E G U L A M E N T O de modalidades 2011 JOGOS MUNICIPAIS 2011 REGULAMENTO DE MODALIDADES :: PARTICIPAÇÃO Podem participar munícipes federados ou populares, quer em representação de clubes ou equipas

Leia mais

XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO. Prof. Dr. Wilson da Silva

XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO. Prof. Dr. Wilson da Silva XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO Prof. Dr. Wilson da Silva 1 O TABULEIRO O tabuleiro de xadrez é formado por um quadrado de 8x8 com 64 casas iguais alternadamente claras (as casas brancas ) e escuras (as

Leia mais

MICROFONE E ALTIFALANTE

MICROFONE E ALTIFALANTE MICROFONE E ALTIFALANTE Um microfone é um transdutor que transforma energia mecânica (onda sonora) em energia elétrica (sinal elétrico de corrente alternada). O altifalante é um transdutor que transforma

Leia mais

Opções e/ou Alterações ao Documento REGRAS DE TÉNIS 2006 da Federação Portuguesa de Ténis.

Opções e/ou Alterações ao Documento REGRAS DE TÉNIS 2006 da Federação Portuguesa de Ténis. Regulamento Opções e/ou Alterações ao Documento REGRAS DE TÉNIS 2006 da Federação Portuguesa de Ténis. Ponto 1 As regras para o torneio I Arada Open são as mesmas que são utilizadas pela Federação Portuguesa

Leia mais

Modelo de análise de futebol Versão 1

Modelo de análise de futebol Versão 1 Equipa: Teóricos Futebol Clube Data 13/04/2014 Competição Amigável Resultado Final 2-0 Ritmo de jogo Aqui, através de um gráfico dividido em duas partes, acompanhamos o ritmo de jogo durante a partida.

Leia mais