ESTAGIO SUPERVISIONADO V

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTAGIO SUPERVISIONADO V"

Transcrição

1 Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento de Arquitetura Coordenação de Arquitetura e Urbanismo ESTAGIO SUPERVISIONADO V Estagiário: Armando Augusto Rodrigues Mariano Matrícula: Prof. Orientador: Nelci Tinem

2 APRESENTAÇÃO Esse Estagio, que vem atender às exigências da Coordenação do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Paraíba, ocorreu sob a orientação da professora Nelci Tinem, no período entre 10/07/2007 a 07/08/2007.

3 OBJETIVO GERAL: Representar graficamente (2D e 3D) o projeto da residência de Dagberto Gonçalves, na rua Desembargador Trindade, bairro Centro, em Campina Grande - PB. OBJETIVOS OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Aprimorar as técnicas de representação gráfica e de modelagem 3D em programas de CADs; Analisar a arquitetura do exemplar em estudo, buscando referências na arquitetura moderna brasileira; Observar os elementos modernos presentes na obra.

4 O presente trabalho foi desenvolvido em três etapas: ESTAGIO SUPERVISIONADO V Pesquisa bibliográfica e levantamento fotográfico no local: nesta etapa fui atrás de bibliografias que falam sobre a produção arquitetônica dessa época a fim de conseguir dados que posteriormente serão úteis na analise da obra. Ainda nessa fase foi feito um levantamento fotográfico identificando os elementos característicos dessa arquitetura e os materiais utilizados, o que será importante na confecção da maquete eletrônica; METODOLOGIA Digitalização do projeto: com uma copia do projeto original iniciou-se a digitalização dos desenhos 2D utilizando o programa Autocad 2006, e posteriormente com o mesmo programa foi confeccionado a Maquete. Análise da obra: já com o projeto digitalizado e com maior conhecimento da obra, procurou-se analisar a residência, observando a influência de elementos da arquitetura moderna brasileira.

5 A CIDADE Campina Grande localiza-se no interior do estado da Paraíba, no agreste paraibano, na parte oriental do Planalto da Borborema. Está a uma altitude média de 552 metros acima do nível do mar. O município abrange uma area de 620,6 km² e fazem parte dele os seguintes distritos: Catolé de Boa Vista, Catolé de Zé Ferreira, São José da Mata, Santa Terezinha e Galante. LOCALIZAÇÃO Mapa 01: Localização do Município de Campina Grande e suas distâncias em relação a Natal, João Pessoa, Recife e Caruaru (Fonte: Wikipédia e Google Earth, adaptado por Adriana Leal, 2006).

6 A CIDADE Campina Grande possui habitantes (densidade demográfica de 612 hab/km²), segundo estimativas do IBGE em 2006 e o IDH era de 0,721 em LOCALIZAÇÃO Mapa 02: Localização do Bairro do Centro na cidade de Campina Grande Fonte: Google Earth

7 Proprietário - Dagberto Gonçalves. Arquitetura - Eng. Lynaldo Cavalcante. Data da Construção Fevereiro/1962. Terreno - lote com 570m², localizada na Rua Desembargador Trindade, nº. 179, próximo ao Centro. Mapa 03: Localização da Residência no bairro do Centro.

8 O Projeto com 235 m² de área construída, a edificação é dividida em duas partes, uma que é a residência propriamente dita (sala de estar e de jantar, cozinha/copa, suíte do casal, suíte dos filhos, quarto de hospedes, banheiro social, terraço social e jardins) e a outra parte, que está ligada à residência por uma passarela, é a de serviços (2 quartos, 1 banheiro, lavanderia, terraço de serviço e a garagem).

9 PLANTA BAIXA

10 CORTES

11 FACHADAS

12 PERSPECTIVAS E ANALISE Fig. 1 Maquete da residência. Fonte: Armando Mariano. O projeto apresenta algumas das características da arquitetura moderna adaptada a arquitetura brasileira, como por exemplo: a não utilização de um teto jardins mas sim de jardins cobertos internos e externos envolvendo a edificação; o uso de uma estrutura independente e de elementos construtivos como o concreto e o vidro.

13 PERSPECTIVAS E ANALISE Fig. 2 e 3 Maquete da residência (Fonte: Armando Mariano) e foto da mesma (Fonte: Adriana Leal), respectivamente. Existem ainda outros elementos nessa residência como as grandes aberturas nas fachadas, com a vedação das esquadrias em vidro, e o revestimento das superfícies com produtos locais, como a cerâmica, que são também típicos dessa fase da produção arquitetônica brasileira.

14 PERSPECTIVAS E ANALISE A preocupação com o clima e utilização de elementos de controle de luz e de calor também são características dessa arquitetura, e nesse caso, esse item aparece bem resolvido. Fig. 4 e 5 Maquete (Fonte: Armando Mariano) e foto (Fonte: Adriana Leal) do terraço social da residência de Dagberto Gonçalves.

15 PROJETOS QUE SE ASSEMELHAM Fig. 6 Maquete da residência. Fonte: Armando Mariano O partido arquitetônico dos projetos surgiu da interpenetração de dois prismas trapezoidais opostos. Fig. 7 Imagem do Teatro Popular, Marechal Hermes - RJ, de Affonso Reidy, 1950.

16 PROJETOS QUE SE ASSEMELHAM Fig. 8 Maquete da residência Fonte: Armando Mariano Utilizam uma grande proteção de madeira na fachada inclinada, e em ambos os casos, essa proteção cria um espaço intermediário de jardins cobertos. Fig. 9 Foto da residência de Niemeyer, em Mendes RJ, 1949.

17 Com esse estágio supervisionado V tive à oportunidade de exercitar os conhecimentos acadêmicos adquiridos na arte da representação gráfica e permitiu aprofundar um pouco mais o estudo de uma fase da produção arquitetônica brasileira a partir do qual posso vir a extrair contribuições para futuros projetos. CONCLUSÃO

18 BRUAND, Yves. Arquitetura contemporânea no Brasil. São Paulo: Perspectiva, CAVALCANTI, Lauro. Quando o Brasil era moderno: guia de arquitetura Rio de Janeiro: Aeroplano, Outras Fontes: Google Earth 3. Arquivo Municipal de Campina Grande.

19 FIM

Residência Austregésilo Freitas Alanna Maria Ribeiro Eduardo Pinto Nathalia Nishida

Residência Austregésilo Freitas Alanna Maria Ribeiro Eduardo Pinto Nathalia Nishida Um registro da arquitetura moderna Residência Austregésilo Freitas Alanna Maria Ribeiro Eduardo Pinto Nathalia Nishida Residência Austregésilo Freitas, 1958. Av. Cabo Branco 2332, Tambaú, João Pessoa-PB.

Leia mais

REPRESENTAÇÃO TÉCNICA BÁSICA DE PROJETO ARQUITETÔNICO

REPRESENTAÇÃO TÉCNICA BÁSICA DE PROJETO ARQUITETÔNICO REPRESENTAÇÃO TÉCNICA BÁSICA DE PROJETO ARQUITETÔNICO Reproduzir as plantas baixa, de cobertura e de localização, cortes e fachada frontal da residência apresentada abaixo. O projeto pode sofrer mudanças,

Leia mais

Dados do Imóvel. Informações Complementares: Informações sobre a venda. Dados do Imóvel

Dados do Imóvel. Informações Complementares: Informações sobre a venda. Dados do Imóvel Endereço: Rua Adolfo Carlos Carísio, n.º 810, Bairro Industrial Cidade: Araguari (MG) Área do terreno: 720,00 m² Preço mínimo: R$ 163.000,00 (cento e sessenta e três mil reais) Descrição: - IMÓVEL TIPO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CIVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CIVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP fls. 81 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CIVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP PROCESSO Nº 1009450-48.2014.8.26.0037 AUTOS DE PROCEDIMENTO ORDINÁRIO REQUERENTE: REQUERIDO: EVA

Leia mais

NORMA TÉCNICA 34/2014

NORMA TÉCNICA 34/2014 ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 34/2014 Hidrante Urbano SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas 4 Definições 5

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - MG Curso de Geografia Bacharelado

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - MG Curso de Geografia Bacharelado UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - MG Curso de Geografia Bacharelado Utilização das técnicas de cartografia temática na construção de banco de dados geográficos. Autor: André dos Santos Ribeiro Co-Autor

Leia mais

ATELIÊ DE PROJETO 1 SEMINÁRIO 1 ARQUITETURA RESIDENCIAL

ATELIÊ DE PROJETO 1 SEMINÁRIO 1 ARQUITETURA RESIDENCIAL SEMINÁRIO 1 ARQUITETURA RESIDENCIAL O que é uma casa? O que é uma casa? O que é uma casa? O que é uma casa? OBRA ARQUITETÔNICA BELEZA TÉCNICA FUNÇÃO COMPOSIÇÃO ESTÉTICA APARÊNCIA CONSTRUÇÃO MATERIAIS REALIZAÇÃO

Leia mais

01 de Agosto Inicio das Aulas. 10 a 26 Setembro - Avaliação Oficial do 1 Bimestre (data no calendário oficial)

01 de Agosto Inicio das Aulas. 10 a 26 Setembro - Avaliação Oficial do 1 Bimestre (data no calendário oficial) ATELIÊ DE PROJETO DE ARQUITETURA 1 01 de Agosto Inicio das Aulas. 10 a 26 Setembro - Avaliação Oficial do 1 Bimestre (data no calendário oficial) 6 aulas até 19 de Setembro data da entrega dos trabalhos

Leia mais

Edifício São Marcos REGISTRO E DESCRIÇÃO DE UMA OBRA MODERNA

Edifício São Marcos REGISTRO E DESCRIÇÃO DE UMA OBRA MODERNA REGISTRO E DESCRIÇÃO DE UMA OBRA MODERNA A cidade de João Pessoa, na Paraíba, possui bastantes obras modernas importantes e interessantes, mas que não foram levantadas devidamente, para fins acadêmicos.

Leia mais

Projeto arquitetônico: Cortes Professora Valéria Peixoto Borges

Projeto arquitetônico: Cortes Professora Valéria Peixoto Borges Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Projeto arquitetônico: Cortes Professora Valéria Peixoto Borges DEFINIÇÃO Os CORTES são representações de vistas ortográficas

Leia mais

Infraestrutura das Construções

Infraestrutura das Construções Infraestrutura das Construções CURVAS DE NÍVEL 1 1 Introdução O levantamento topográficopermite a representação fiel de uma área de acordo com a escala exigida, a partir de um número suficiente de coordenadas

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Este documento tem por objetivo orientar a estruturação e formatação do relatório de estágio. O texto está dividido em duas partes: 1) Normas de formatação,

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFRA ESTRUTURA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES FORMA/GRAU:(X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo. Ênfase Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo Ênfase Identificação Disciplina 0003703A - Paisagismo I: Percepção da Paisagem Docente(s) Norma Regina Truppel Constantino Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e

Leia mais

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE. Secretaria de Estado de Cultura - RJ

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE. Secretaria de Estado de Cultura - RJ Instituto Estadual do Patrimônio Cultural Secretaria de Estado de Cultura - RJ Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE Denominação: Reservatório de Rio D Ouro. Localização: Rio D Ouro Município:

Leia mais

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE. Secretaria de Estado de Cultura - RJ

Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE. Secretaria de Estado de Cultura - RJ Instituto Estadual do Patrimônio Cultural Secretaria de Estado de Cultura - RJ Inventário de Identificação dos Reservatórios da CEDAE Denominação: Reservatório Localização: Rua do Morro do Pinto Monte

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CIVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CIVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP fls. 234 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA CIVEL DA COMARCA DE ARARAQUARA - SP PROCESSO Nº 1006977-89.2014.8.26.0037 AUTOS DE PROCEDIMENTO ORDINÁRIO REQUERENTE: REQUERIDA: ADRIANA

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL OU ARQUITETURA E URBANISMO PREFEITURA DA CIDADE UNIVERSITÁRIA

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL OU ARQUITETURA E URBANISMO PREFEITURA DA CIDADE UNIVERSITÁRIA EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL OU ARQUITETURA E URBANISMO PREFEITURA DA CIDADE UNIVERSITÁRIA Processo nº 01P-1358/2016 A(O) Prefeitura da Cidade Universitária

Leia mais

CURSOS DE EXTENSÃO - 2º SEMESTRE DE 2013

CURSOS DE EXTENSÃO - 2º SEMESTRE DE 2013 CURSOS DE EXTENSÃO - 2º SEMESTRE DE 13 Pág. 1 de 5 001-13 Luminária de Materiais Expressivos Lúcio Magalhães h 3ª feira 5 dias /09 a 08/ 14 às 18h OBJETIVOS: Oferecer aos alunos informações básicas para

Leia mais

SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA

SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA Os espaços estão distribuídos em dois pontos: a) Identificado no Mix Comercial/PDIR, como área nº 017. Localiza-se no primeiro piso, área restrita de desembarque internacional,

Leia mais

Período Letivo: 2016/1. Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Habilitação: ARQUITETURA E URBANISMO Currículo: ARQUITETURA E URBANISMO

Período Letivo: 2016/1. Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Habilitação: ARQUITETURA E URBANISMO Currículo: ARQUITETURA E URBANISMO Período Letivo: 2016/1 Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Habilitação: ARQUITETURA E URBANISMO Currículo: ARQUITETURA E URBANISMO Créditos Obrigatórios: 260 Créditos Eletivos: 10 Créditos Complementares: 6

Leia mais

CARLOS BARJAS MILLAN

CARLOS BARJAS MILLAN CARLOS BARJAS MILLAN UnB Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Arquitetura e Urbanismo no Brasil Contemporâneo Prof. Ana Paula Gurgel Seminário: Carlos Barjas Millan Raphael Nogueira Batista Strauss 120133750

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 1.205 de 27/08/10 DOU Nº 166 de 30/08/10

Autorizado pela Portaria nº 1.205 de 27/08/10 DOU Nº 166 de 30/08/10 C U R S O D E A R Q U I T E T U R A E U R B A N I S M O Autorizado pela Portaria nº 1.205 de 27/08/10 DOU Nº 166 de 30/08/10 Componente Curricular: DESENHO ARQUITETÔNICO II Código: ARQ021 Pré-requisito:

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL OU TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL OU TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL OU TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO Processo nº 34P-214/2016 A(O) INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO da Unicamp faz

Leia mais

A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (RIDE-DF) no Censo 2010

A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (RIDE-DF) no Censo 2010 A Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (RIDE-DF) no Censo 2010 Coordenação: Rômulo José da Costa Ribeiro Responsável: Rômulo José da Costa Ribeiro 1 Colaboração: Juciano Rodrigues, Rosetta

Leia mais

PANORAMA DA VEGETAÇÃO NA REGIÃO DE SOROCABA. Prof. Dr. Nobel Penteado de Freitas Universidade de Sorocaba

PANORAMA DA VEGETAÇÃO NA REGIÃO DE SOROCABA. Prof. Dr. Nobel Penteado de Freitas Universidade de Sorocaba PANORAMA DA VEGETAÇÃO NA REGIÃO DE SOROCABA Prof. Dr. Nobel Penteado de Freitas Universidade de Sorocaba O Município de Sorocaba possui uma área territorial de 449,80 km² e população de 608.692 habitantes

Leia mais

ESTUDO DO CONSUMO DE MATERIAIS E PRODUTIVIDADE DE MÃO DE OBRA EM REVESTIMENTOS ARGAMASSADOS 1

ESTUDO DO CONSUMO DE MATERIAIS E PRODUTIVIDADE DE MÃO DE OBRA EM REVESTIMENTOS ARGAMASSADOS 1 ESTUDO DO CONSUMO DE MATERIAIS E PRODUTIVIDADE DE MÃO DE OBRA EM REVESTIMENTOS ARGAMASSADOS 1 Maísa Bronstrup 2, Leonardo Gerlach Donatti 3. 1 Projeto de pesquisa realizado no Trabalho de Conclusão de

Leia mais

LEI MUNICIPAL N 4.774, DE 13 DE JUNHO DE 2013.

LEI MUNICIPAL N 4.774, DE 13 DE JUNHO DE 2013. -Dispõe sobre a forma de apresentação de projetos de edificações para aprovação na Prefeitura Municipal de Tatuí, e dá outras providencias. JOSÉ MANOEL CORREA COELHO MANÚ, Prefeito Municipal de Tatuí,

Leia mais

Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA OBJETIVO DA AULA AULA 3 O PROJETO E O ARTIGO PARTE 1 A ESTRUTURA DO PROJETO E DO ARTIGO Objetivo Geral Auxiliar o aluno na elaboração do

Leia mais

REDUZIDO! LAGOS. Moradia com character, T3 com piscina. Apenas 3 minutos da Praia. VILLA EM LAGOS

REDUZIDO! LAGOS. Moradia com character, T3 com piscina. Apenas 3 minutos da Praia. VILLA EM LAGOS REDUZIDO! LAGOS. Moradia com character, T3 com piscina. Apenas 3 minutos da Praia. VILLA EM LAGOS ref. S2750 480.000 3 3 165 m2 400 m2 Utilização Tipo Cidade Freguesia Concelho Região Ano Construção 2006

Leia mais

(VERSÃO ORIGINAL COM EXCLUSÃO DE NOMES E IMAGENS DE PESSOAS)

(VERSÃO ORIGINAL COM EXCLUSÃO DE NOMES E IMAGENS DE PESSOAS) (VERSÃO ORIGINAL COM EXCLUSÃO DE NOMES E IMAGENS DE PESSOAS) Foto 01: Fachada da Unidade Básica de Saúde implanta no RUC Jatobá para os novos moradores. O objetivo dessa unidade é acompanhar o andamento

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina ARQ341 Projeto I

Programa Analítico de Disciplina ARQ341 Projeto I Programa Analítico de Disciplina Departamento de Arquitetura e Urbanismo - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 8 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA FINALIDADE TEMA ESCOLHA DO PROFESSOR ORIENTADOR GUIA SEGURANÇA NA COLETA DE MATERIAIS ESPAÇO PARA FICHAMENTOS

PROJETO DE PESQUISA FINALIDADE TEMA ESCOLHA DO PROFESSOR ORIENTADOR GUIA SEGURANÇA NA COLETA DE MATERIAIS ESPAÇO PARA FICHAMENTOS FINALIDADE GUIA SEGURANÇA NA COLETA DE MATERIAIS ESPAÇO PARA FICHAMENTOS TEMA ESCOLHA DO PROFESSOR ORIENTADOR 1 TEMA DELIMITAÇÃO DO TEMA JUSTIFICATIVA 2 PROBLEMAS Sistemas de problematização Formato indagação

Leia mais

1.1.1 SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE

1.1.1 SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE BINETE DO SECRETÁRIO REPUBLICADA EM 04-06-09 SEÇÃO I PÁG. 44 RESOLUÇÃO SMA Nº 31, DE 19 DE MAIO DE 2009 Dispõe sobre os procedimentos para análise dos pedidos de supressão de vegetação nativa para parcelamento

Leia mais

Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira, Edilson Araujo do Nascimento, Emerson, Glaucia, Luciene Maria da Silva Oliveira

Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira, Edilson Araujo do Nascimento, Emerson, Glaucia, Luciene Maria da Silva Oliveira 1. NOME OU TÍTULO DO PROJETO: Conhecendo minha cidade 2. DADOS DE IDENTIFICAÇAO Área ou Disciplina de Origem: Matemática Professor coordenador: Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira,

Leia mais

Arquitetura moderna residencial

Arquitetura moderna residencial UFPB Arquitetura e Urbanismo Estágio Supervisionado V Arquitetura moderna residencial Felipe Mazzaro Thaisa Oashi Orientadora: Roberta Xavier Julho/2009 * Acervo moderno em João Pessoa: descaso e destruição

Leia mais

CASAS PARA ALUGAR - FIG 2015

CASAS PARA ALUGAR - FIG 2015 - FIG 2015 Sandra Cristina Mendes Telefone: (87)99930-4436 / 99822-9531 s_ndramendes@hotmail.com Av. Rui Barbosa, 1018 Heliópolis Próximo ao ponto turístico Relógio das Flores e vizinho ao Chalé Restaurante.

Leia mais

Manual de Estágio. Gestor

Manual de Estágio. Gestor Manual de Estágio Gestor SUMÁRIO Introdução...3 1. Concepção didático-pedagógica da Escola Técnica Residência Técnica...4 2. Quais as obrigações dos gestores de ensino em relação aos estagiários?...4 3.

Leia mais

Um bairro com novas cores e bem pertinho da praia.

Um bairro com novas cores e bem pertinho da praia. Com acesso facilitado pela orla, o Imbuí sempre se destacou pela sua praticidade. Próximo a grandes shoppings, faculdades e ao principal centro financeiro da cidade, o bairro foi completamente revitalizado,

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL, ARQUITETURA E URBANISMO E TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL, ARQUITETURA E URBANISMO E TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO DE ENGENHARIA CIVIL, ARQUITETURA E URBANISMO E TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL Coordenadoria de Projetos e Obras - CPO Processo nº 01P-27229/2015

Leia mais

Questões Gerais de Geometria Plana

Questões Gerais de Geometria Plana Aula n ọ 0 Questões Gerais de Geometria Plana 01. Uma empresa produz tampas circulares de alumínio para tanques cilíndricos a partir de chapas quadradas de metros de lado, conforme a figura. Para 1 tampa

Leia mais

Geografia População (Parte 1)

Geografia População (Parte 1) Geografia População (Parte 1) 1. População Mundial: Define-se população mundial como o número total de humanos vivos no planeta num dado momento. Em 31 de Outubro de 2011 a Organização das Nações Unidas

Leia mais

JOAO PINHEIRO. Água Esgoto Sanitário Energia Elétrica Telefone Pavimentação Esgoto pluvial Gás canalizado Iluminação pública

JOAO PINHEIRO. Água Esgoto Sanitário Energia Elétrica Telefone Pavimentação Esgoto pluvial Gás canalizado Iluminação pública Laudo Avaliação - LA Nº Solicitação de serviço: Status: Versão: 168316 APROVADO 1 1 IDENTIFICAÇÃO: Número do sinistro: Número IRB: Solicitante: CPF / CNPJ do cliente: 779.950.826-49 Nome do cliente: Conceição

Leia mais

Dossier Promocional. Edifício em Portimão Rua 5 de Outubro nº 6

Dossier Promocional. Edifício em Portimão Rua 5 de Outubro nº 6 Dossier Promocional Edifício em Portimão Rua 5 de Outubro nº 6 1 Índice 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Edifício 4. Descrição Detalhada 5. Condições de

Leia mais

Município de Leopoldina. 1. Aspectos Gerais

Município de Leopoldina. 1. Aspectos Gerais Projeto Preparatório para o Gerenciamento dos Recursos Hídricos do Paraíba do Sul Município de Leopoldina 1. Aspectos Gerais Além da sede, Leopoldina possui seis distritos. A população total do município,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ Ofício nº420/semug/2010 Assunto: Encaminha Projeto de Lei Senhor Presidente Apresentamos o Projeto de Lei.../2010, substitutivo ao Projeto de Lei 3639, que Autoriza o Poder Executivo a doar imóvel à Empresa

Leia mais

SITUAÇÃO FÍSICA DAS ÁREAS

SITUAÇÃO FÍSICA DAS ÁREAS SITUAÇÃO FÍSICA DAS ÁREAS O processo se refere a áreas destinadas à ocupação por Locadoras de Veículos, constante no Mix Comercial do Aeroporto, sendo composta por área ATP de 4,58 m² (quatro vírgula cinqüenta

Leia mais

Ficha Técnica do Imóvel*

Ficha Técnica do Imóvel* Ficha Técnica do Imóvel* * relativo ao Lote 4 da Resolução n.º 241/2016, de 12 de maio Identificação do imóvel Localização Prédio urbano localizado na freguesia da Sé, concelho do Funchal, inscrito na

Leia mais

LEI Nº 5737, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013.

LEI Nº 5737, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013. LEI Nº 5737, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013. (Regulamentada pelo Decreto nº 26/2014 nº 261/2014) DISPÕE SOBRE A EXPEDIÇÃO, OBTENÇÃO E OBRIGATORIEDADE DE CERTIFICADO DE INSPEÇÃO PREDIAL. O Prefeito Municipal

Leia mais

INSTITUIÇÃO TOLEDO DE E NSINO

INSTITUIÇÃO TOLEDO DE E NSINO INTERESADO/MANTENEDORA INSTITUIÇÃO TOLEDO DE E NSINO UF SP ASSUNTO: Remanejamento de Vagas entre cursos das Faculdades Toledo de Araçatuba. RELATOR. SR. CONS. Margarida Maria do R.B.P.Leal PARECER N 780/94

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Bragança Paulista, 30 de maio de 2016. Profa. Márcia Aparecida Antônio Presidente

R E S O L U Ç Ã O. Bragança Paulista, 30 de maio de 2016. Profa. Márcia Aparecida Antônio Presidente RESOLUÇÃO CONSEACC/BP 16/2016 APROVA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVIONADO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, DO CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente do Conselho Acadêmico

Leia mais

Curso de Engenharia Civil

Curso de Engenharia Civil Curso de Engenharia Civil Disciplina: Período: 4º semestre Professor: Luiz Antonio do Nascimento Email: ladnascimento@gmail.com Existem diversos tipos de desenhos utilizados nos projetos de Construção

Leia mais

TÍTULO: Aumento da Produtividade de Água de Mananciais de Abastecimento

TÍTULO: Aumento da Produtividade de Água de Mananciais de Abastecimento TÍTULO: Aumento da Produtividade de Água de Mananciais de Abastecimento TEMA: Manejo de bacias hidrográficas, revitalização e conservação de nascentes. AUTORES: Marcos Antônio Gomes José Luiz Pereira Corrêa

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I Este manual atende todos os cursos de gestão 1º semestre, turmas ingressantes em fevereiro

Leia mais

Caracterização Ambiental do Condomínio Residencial Solariun

Caracterização Ambiental do Condomínio Residencial Solariun Caracterização Ambiental do Condomínio Residencial Solariun Interessado: Residencial Solariun Assunto: Laudo de Caracterização Local: Lenheiro Bióloga Responsável: Carolina Franklin Alarcon CRBio 068004/01-D

Leia mais

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS ENG. CARTÓGRAFA ANNA CAROLINA CAVALHEIRO CAMPO LARGO, 15 DE ABRIL DE 2013 SISTEMA METROPOLITANO DE INFORMAÇÕES GEORREFERENCIADAS METROGEO Conceitos de Cartografia Anna Carolina

Leia mais

TELAS DE SOMBREAMENTO NO CULTIVO DE HORTALIÇAS FOLHOSAS

TELAS DE SOMBREAMENTO NO CULTIVO DE HORTALIÇAS FOLHOSAS TELAS DE SOMBREAMENTO NO CULTIVO DE HORTALIÇAS FOLHOSAS Andréia Cristina Silva Hirata Eng. Agr., Doutora, Pesquisadora científica do Polo Regional Alta Sorocabana/APTA andreiacs@apta.sp.gov.br Edson Kiyoharu

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE)

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) Núcleo de Apoio à Prática Profissional das Licenciaturas CURSOS DE LICENCIATURAS PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Atualizado em 17 jun 2016 5º. PERÍODO 4º. PERÍODO

Leia mais

ANÁLISE DA INFLUÊNCIA LUMÍNICA NATURAL DE UMA SALA DE AULA COM JANELAS VOLTADAS AO SUDESTE 1

ANÁLISE DA INFLUÊNCIA LUMÍNICA NATURAL DE UMA SALA DE AULA COM JANELAS VOLTADAS AO SUDESTE 1 ANÁLISE DA INFLUÊNCIA LUMÍNICA NATURAL DE UMA SALA DE AULA COM JANELAS VOLTADAS AO SUDESTE 1 Elói Bedendo Júnior 2, Lucas Diego Riske 3, Rodrigo Henrique Puhl 4, Marcelo Antonio De Conti 5, Fabio Pisoni

Leia mais

Calçada de São Francisco

Calçada de São Francisco Calçada de São Francisco Lisboa - portugal Fase do projeto Construção com projeto aprovado para fins residenciais, com 5 pisos acima do solo e licença de construção. Descrição Edifício urbano para apartamentos

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: Infraestrutura Habilitação Profissional: Técnico de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO DE PLANTAS ARQUITETÔNICAS

ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO DE PLANTAS ARQUITETÔNICAS ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO DE PLANTAS ARQUITETÔNICAS Este resumo foi preparado listando as informações mais importantes para que se desenvolvam desenhos de arquitetura com clareza, critério e precisão.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA: IMPLANTAÇÃO DE TRILHAS RETAS E PARCELAS EM CURVA DE NÍVEL EM FLORESTAS NA REGIÃO DE SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA.

TERMO DE REFERÊNCIA: IMPLANTAÇÃO DE TRILHAS RETAS E PARCELAS EM CURVA DE NÍVEL EM FLORESTAS NA REGIÃO DE SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA. TERMO DE REFERÊNCIA: IMPLANTAÇÃO DE TRILHAS RETAS E PARCELAS EM CURVA DE NÍVEL EM FLORESTAS NA REGIÃO DE SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA. 1. Objeto Contratação de serviço especializado de topografia plani-altimétrica

Leia mais

SOCIOLOGIA A SOCIOLOGIA EM AÇÃO

SOCIOLOGIA A SOCIOLOGIA EM AÇÃO SOCIOLOGIA A SOCIOLOGIA EM AÇÃO A SOCIOLOGIA É estudo científico dos fatos sociais e, portanto, da própria sociedade. Exerce influência: na ação de governos, na educação, na vida política, na religião,

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE LÂMPADAS FLUORESCENTES E LED APLICADO NO IFC CAMPUS LUZERNA

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE LÂMPADAS FLUORESCENTES E LED APLICADO NO IFC CAMPUS LUZERNA ESTUDO COMPARATIVO ENTRE LÂMPADAS FLUORESCENTES E LED APLICADO NO IFC CAMPUS LUZERNA Autores: Marina PADILHA, Felipe JUNG, Ernande RODRIGUES Identificação autores: Estudante de Graduação de Engenharia

Leia mais

Apresentam. Praia do Pecado Macaé - RJ

Apresentam. Praia do Pecado Macaé - RJ Apresentam LOCALIZAÇÃO Av. Guarujá, 143, (esquina com a Rua Camboriú) FACHADA Revestimento 100% em pastilha Vidro refletivo nas varandas Projeto de alto padrão Os revestimentos serão executados conforme

Leia mais

Normas para apresentação dos trabalhos

Normas para apresentação dos trabalhos Normas para apresentação dos trabalhos 1. Da inscrição Os trabalhos só poderão ser inscritos mediante submissão de resumo. O resumo deverá obedecer ao seguinte formato: - ter no mínimo de 350 e no máximo

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software

Processo de Desenvolvimento de Software Processo de Desenvolvimento de Software Programação Orientada a Objetos Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2015. Processo de Desenvolvimento de Software O desenvolvimento de software é uma

Leia mais

05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA

05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA 05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA 5.1 COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA AGÊNCIAS Agências sem recuo em relação à calçada 1 2 3 4 Elementos de comunicação visual As fachadas das agências dos Correios, sem recuo em

Leia mais

Jimboê. Geografia. Avaliação. Projeto. 3 o ano. 2 o bimestre

Jimboê. Geografia. Avaliação. Projeto. 3 o ano. 2 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou à Unidade 2 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Geografia 3 o ano Avaliação 2 o bimestre 1 Avaliação Geografia NOME: ESCOLA:

Leia mais

Professor Orientador: Empresa/Instituição de Estágio: Supervisor da Empresa: Nº de Visitas à Empresa

Professor Orientador: Empresa/Instituição de Estágio: Supervisor da Empresa: Nº de Visitas à Empresa APÊNDICE G FICHA SÍNTESE DE AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO ESTÁGIO EM ENGENHARIA EMPRESA Professor Orientador: Empresa/Instituição de Estágio: Supervisor da Empresa: NOME DOS ACADÊMICOS Nº de Orientações Nº de Visitas

Leia mais

Índice de Bem-Estar Urbano Local da Região Metropolitana de Manaus

Índice de Bem-Estar Urbano Local da Região Metropolitana de Manaus Índice de Bem-Estar Urbano Local da Região Metropolitana de Manaus Por João Luiz Nery Introdução: O Índice de Bem-estar Urbano (IBEU), desenvolvido pelo INCT Observatório das Metrópoles, resultou na publicação

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 1. Governo do Estado da Bahia Secretaria do Planejamento (Seplan) Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI)

NOTA TÉCNICA Nº 1. Governo do Estado da Bahia Secretaria do Planejamento (Seplan) Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) Governo do Estado da Bahia Secretaria do Planejamento (Seplan) Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) NOTA TÉCNICA Nº 1 resultados

Leia mais

Uma casa ampla e. Projeto combina o estilo das casas de campo europeias com linhas contemporâneas. Casas de Campo

Uma casa ampla e. Projeto combina o estilo das casas de campo europeias com linhas contemporâneas. Casas de Campo Casas de Campo Com o charme Projeto combina o estilo das casas de campo europeias com linhas contemporâneas Uma casa ampla e confortável, para reunir família e amigos nos fins de semana, era o desejo do

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA JAÇANÃ ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 4. DISPOSIÇÕES

Leia mais

Área do Terreno: 5.000,00 m² Nº Vagas: 136 (68 Vagas no Subsolo / 68 Vagas no Térreo)

Área do Terreno: 5.000,00 m² Nº Vagas: 136 (68 Vagas no Subsolo / 68 Vagas no Térreo) LOCALIZAÇÃO BLOCO 04 BLOCO 03 BLOCO 02 BLOCO 01 Área do Terreno: 5.000,00 m² Nº Vagas: 136 (68 Vagas no Subsolo / 68 Vagas no Térreo) TÉRREO TOTAL PAVIMENTO: 1.406,98 m² 25,50 m 20,20 m 11,60 m 12,73

Leia mais

FSP FACULDADE SUDOESTE PAULISTA. Curso: Engenharia Civil. Prof.ª Amansleone da S. Temóteo APONTAMENTO DA AULA

FSP FACULDADE SUDOESTE PAULISTA. Curso: Engenharia Civil. Prof.ª Amansleone da S. Temóteo APONTAMENTO DA AULA FSP FACULDADE SUDOESTE PAULISTA Curso: Engenharia Civil Prof.ª Amansleone da S. Temóteo APONTAMENTO DA AULA INTRODUÇÃO À TOPOGRAFIA APLICADA CONSIDERAÇÕES Historicamente há relatos de que as práticas topográficas

Leia mais

Processo Seletivo para os cursos Gratuitos de Habilitação Técnica e Aprendizagem Básica do SENAI 2016.2

Processo Seletivo para os cursos Gratuitos de Habilitação Técnica e Aprendizagem Básica do SENAI 2016.2 EDITAL PROCESO SELETIVO SENAI 2016.2 S GRATUÍTOS DE HABILITAÇÃO TÉCNICA E APRENDIZAGEM Processo Seletivo para os cursos Gratuitos de Habilitação Técnica e Aprendizagem Básica do SENAI 2016.2 A Diretora

Leia mais

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 03. Procedimento para GCR (Guarda Corpo e Rodapé)

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 03. Procedimento para GCR (Guarda Corpo e Rodapé) Revisão: 00 Folha: 1 de 6 1. Objetivo Este procedimento tem como objetivo, assegurar que todas as obras efetuem o sistema de Guarda Corpo e Rodapé, o qual destina-se a promover a proteção contra riscos

Leia mais

MESTRADO ACADÊMICO. 1. Proposta do programa

MESTRADO ACADÊMICO. 1. Proposta do programa MESTRADO ACADÊMICO Os projetos de cursos novos serão julgados por uma comissão de avaliação da área de antropologia/arqueologia com base nos dados obtidos pela aplicação dos critérios abaixo relacionados

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS 2016 SUMÁRIO

MANUAL DE ESTÁGIOS 2016 SUMÁRIO MANUAL DE ESTÁGIOS 2016 SUMÁRIO 1. Introdução 2. Professores orientadores de estágio 3. Relatório de estágio 3.1 Apresentação do relatório 4. Roteiro do relatório de estágio 4.1 Estagiário 4.2 Funcionário

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho EE Esterina Placo (Extensão) Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO MUNICIPAL DIVISÃO DE PROJETOS E CONTROLE DE OBRAS PÚBLICAS REGIÃO SÃO GIÁCOMO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO MUNICIPAL DIVISÃO DE PROJETOS E CONTROLE DE OBRAS PÚBLICAS REGIÃO SÃO GIÁCOMO PREFEITURA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO MUNICIPAL DIVISÃO DE PROJETOS E CONTROLE DE OBRAS PÚBLICAS REGIÃO SÃO GIÁCOMO ADMINISTRAÇÃO COMUNITÁRIA MARÇO/2009 PREFEITURA MUNICIPAL

Leia mais

Desenvolvimento Humano e Social

Desenvolvimento Humano e Social Desenvolvimento Humano e Social Índices de Desenvolvimento Na seção referente aos índices de desenvolvimento, foram eleitos para análise o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M), o Índice de

Leia mais

Concurso Natal Ecológico. Regulamento

Concurso Natal Ecológico. Regulamento Concurso Natal Ecológico Regulamento Dos Objetivos 1.1 O Concurso Natal Ecológico, realizado pelo Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental SANEAR, tem por objetivos: a) Sensibilizar

Leia mais

Na década de 1920 nossos primeiros Arquitetos tinham essa visão futurística na Construção Civil

Na década de 1920 nossos primeiros Arquitetos tinham essa visão futurística na Construção Civil MUITO BOA TARDE Na década de 1920 nossos primeiros Arquitetos tinham essa visão futurística na Construção Civil Primeiro Edifícios na cidade de São Paulo Situado a Rua Direita no centro Teve sua construção

Leia mais

Art. 6 As atividades descritas no artigo anterior compreendem quatro grupos descritos a seguir e têm a pontuação descrita na tabela em anexo:

Art. 6 As atividades descritas no artigo anterior compreendem quatro grupos descritos a seguir e têm a pontuação descrita na tabela em anexo: ANEXO IV REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º As Atividades Complementares do Curso de Arquitetura e Urbanismo, como parte integrante do currículo, constituem atividades extraclasse, desenvolvidas

Leia mais

Métodos Quantitativos Aplicados

Métodos Quantitativos Aplicados Métodos Quantitativos Aplicados Aula 9 http://www.iseg.utl.pt/~vescaria/mqa/ Tópicos apresentação Análise clusters: técnica de agrupamento de observações/ variáveis com base na similaridade das suas característicassters

Leia mais

A RECICLAGEM DO PAPEL COMO MEIO DE INCENTIVO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

A RECICLAGEM DO PAPEL COMO MEIO DE INCENTIVO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL A RECICLAGEM DO PAPEL COMO MEIO DE INCENTIVO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL Autor: Maria da Penha Agra Nunes Silva¹ Co-autor: Camila Batista de Oliveira¹, Cristine Nachari Moura de Almeida¹, Joyce Barros Araújo

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE ARQUITETURA 1. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE Para primeira análise: I. Levantamento Planialtimétrico; II. Projeto de Arquitetura 1 via; III. Memorial de Cálculo de Área Construída e Memorial de Cálculo

Leia mais

SECRETARIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO ESPECIFICAÇÕES MÍNIMAS PARA O TRABALHO TÉCNICO SOCIAL

SECRETARIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO ESPECIFICAÇÕES MÍNIMAS PARA O TRABALHO TÉCNICO SOCIAL ANEXO P.5 ESPECIFICAÇÕES MÍNIMAS PARA O TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Orientação para a Elaboração dos Relatórios Referentes ao Trabalho Técnico Social TTS No tocante à execução do trabalho técnico social, as

Leia mais

TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS CONFORTO AMBIENTAL

TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS CONFORTO AMBIENTAL TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS CONFORTO AMBIENTAL M.Sc. Arq. Elena M. D. Oliveira Apresentação Disciplina: CONFORTO AMBIENTAL Bibliografia Professora: Elena M. Duarte de Oliveira Apresentação Bibliografia,

Leia mais

Elaboração e Análise de Projetos

Elaboração e Análise de Projetos Elaboração e Análise de Projetos Análise de Mercado Professor: Roberto César ANÁLISE DE MERCADO Além de ser o ponto de partida de qualquer projeto, é um dos aspectos mais importantes para a confecção deste.

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO. Estágio no exterior para alunos em intercâmbio

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO. Estágio no exterior para alunos em intercâmbio REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO Estágio no exterior para alunos em intercâmbio o Documentos comprobatórios o Relatório de Estágio Estágio realizado anteriormente o Documentos comprobatórios

Leia mais

CURSO TÉCNICO DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO / SUBSEQUENTE

CURSO TÉCNICO DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO / SUBSEQUENTE CURSO TÉCNICO DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO / SUBSEQUENTE Tema Desenho Técnico Prof a. Msc. Karisa Lorena Carmo Barbosa Pinheiro Tópicos 1- Normas; 2- Construções fundamentais; 3- Desenhos utilizados na representação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA. PUBLICADO NO DOM N o DE / / DECRETO N o 769

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA. PUBLICADO NO DOM N o DE / / DECRETO N o 769 PUBLICADO NO DOM N o DE / / DECRETO N o 769 Estabelece critérios para simplificação dos procedimentos relativos à Secretaria Municipal do Urbanismo. O PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA, CAPITAL DO ESTADO

Leia mais

Conceição do Araguaia-Pa. Av. Couto Magalhães, S/N, Setor Universitário; oliveiragessi@hotmail.com.br e leonaldo2690@hotmail.com

Conceição do Araguaia-Pa. Av. Couto Magalhães, S/N, Setor Universitário; oliveiragessi@hotmail.com.br e leonaldo2690@hotmail.com DIAGNÓSTICO SANITÁRIO DO BAIRRO CENTRO EM CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA, PA Géssica Oliveira da Silva 1 e Leonaldo Carvalho da silva 2 1,2 Graduandos do Curso de Tecnologia em Gestão Ambiental, IFPA Campus Conceição

Leia mais

O Engenheiro. Introdução à Engenharia Elétrica Prof. Edmar José do Nascimento

O Engenheiro. Introdução à Engenharia Elétrica  Prof. Edmar José do Nascimento O Engenheiro Introdução à Engenharia Elétrica http://www.univasf.edu.br/~edmar.nascimento Prof. Edmar José do Nascimento Introdução à Engenharia Elétrica Carga horária 30 horas (15 encontros) Professores

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE OBRAS DEPARTAMENTO DE OBRAS PÚBLICAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE OBRAS DEPARTAMENTO DE OBRAS PÚBLICAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE OBRAS DEPARTAMENTO DE OBRAS PÚBLICAS MEMORIAL DESCRITIVO De uma área de domínio público municipal a ser permissionada ao Comando do Corpo de Bombeiros

Leia mais

Linda Moradia V3+1 com piscina perto da Praia da Galé, Albufeira VILLA EM ALBUFEIRA

Linda Moradia V3+1 com piscina perto da Praia da Galé, Albufeira VILLA EM ALBUFEIRA Linda Moradia V3+1 com piscina perto da Praia da Galé, Albufeira VILLA EM ALBUFEIRA ref. S5040 349.000 3 2 184 m2 440 m2 Utilização Tipo Cidade Freguesia Concelho Região Ano Construção 1988 Assoalhadas

Leia mais