XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas. Setembro de 2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas. Setembro de 2010"

Transcrição

1 XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas Setembro de 2010

2 Agenda O BNDES Inovação Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas Programas Fundos Produtos Criatec Cartão BNDES

3 O BNDES Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Infra-estrutura Bens de capital Inserção internacional Responsabilidade socioambiental Micro, pequenas e médias empresas Micro, pequenas e médias empresas Mercado de Capitais

4 O que apoiamos Projetos de Investimento que visem a implantação, expansão da capacidade produtiva e modernização de empresas Aquisição de máquinas e equipamentos isoladamente Produção e comercialização para exportação Aquisição de bens de produção

5 Quem pode tomar financiamentos Pessoas Jurídicas Empresas de agropecuária, indústria, comércio ou serviços Cooperativas ou Associações ONGs, OSCIPs ou Fundações Pessoas Físicas Produtor rural Transportador autônomo de carga Transportador escolar Micro-empreendedor Administração Pública Municipal Estadual Federal

6 Como apoiamos Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituições financeiras credenciadas repassadoras de recursos do BNDES EMPRESÁRIO Informação e Relacionamento Instituição Financeira Credenciada EMPRESÁRIO

7 Apoio à Inovação

8 Inovação: Conceito Definição que considera as perspectivas econômica, organizacional e de marketing. (...) implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente aprimorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método organizacional nas práticas de negócios, na organização do local de trabalho ou nas relações externas. (Manual de Oslo 3ª Edição)

9 Política de Inovação do BNDES Objetivo: : contribuir para o aumento das atividades inovadoras do país s e para sua realização em caráter sistemático tico Diretrizes atuação em todos os setores da economia de forma complementar a outras instituições do Sistema Nacional de Inovação Conjugação de instrumentos de renda fixa e renda variável

10 Linhas, Fundos, Programas e Produtos RENDA FIXA / RENDA VARIÁVEL CAPITAL INOVADOR INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INOVAÇÃO PRODUÇÃO PROSOFT, PROFARMA, PROPLÁSTICO, PROTVD, PRO-Aeronáutica e Proengenharia FOCO NA ESTRATÉGIA FOCO NO PROJETO SETORIAIS Fundos Mútuos Fechados e Participação EQUITY Participação direta Fundo Criatec (Seed Money) Para micro, pequenas e médias empresas CARTÃO BNDES Dentre os produtos: Certificação e avaliação de conformidade Serviços de Inovação, de extensão tecnológica, software e PI APLICAÇÃO NÃO- REEMBOLSÁVEL FUNTEC Fundo Tecnológico Projetos de Pesquisa aplicada, desenvolvimento tecnológico e inovação em áreas de interesse nacional

11 Fundo Criatec

12 Criatec Objetivo: Buscar investimentos de base tecnológica com diferenciais competitivos claros. Capitalizar micro e pequenas empresas inovadoras de capital semente e prover-lhes um adequado apoio gerencial, através da participação de capital na empresa. Gestor Nacional: Consórcio Antera - Instituto Inovação Gestores Regionais: SC, SP, RJ, MG, PE, CE e PA Patrimônio Comprometido: 100 milhões (80% BNDESPar/20% BNB) Duração: 10 anos (quatro primeiros: período de investimento 2008/11) Política de Investimento Empresas com faturamento líquido máximo de R$ 6 milhões Máximo de investimento inicial por empresa: R$ 1,5 milhão Setores prioritários: TI, Biotecnologia, Novos Materiais, Nanotecnologia, Agronegócios e outros Participação por período determinado.

13 Política de investimentos Fases de investimento Protótipo / Empresa Nascente Faturamento zero Produto no mercado Faturamento até R$ 3M Mercado e produto consolidado Faturamento entre R$ 3M e R$ 6M Prova de Conceito Decolagem Expansão O Criatec investirá ao final da fase de Prova de Conceito ou nas fases de Decolagem e Expansão

14 Criatec Todas as oportunidades são cadastradas no site Critérios de Avaliação Tecnologia: grande diferencial tecnológico e/ou competitivo com relação aos concorrentes Mercado: solução de um problema de mercado claro e economicamente relevante Empreendedor: empreendedor(es) altamente competentes, com grande diferencial e bom relacionamento Resultado Financeiro: possibilidade de margens significativas Necessidade de Capital: capital capaz de levar empresa ao próximo estágio Desinvestimento: compradores identificados

15 Quem financia? 15

16 Fundo Criatec Fomento Ações de Fomento Gestores Regionais inseridos no sistema de inovação local: Bancas FINEP Bancas das Incubadoras Incubadoras (sedes das regionais) RJ IME SP Inova MG Biominas SC Celta PE Porto Digital CE Padetec

17 Oportunidades Cadastradas no Website Oportunidades Cadastradas por Regional até Julho de 2010 Aprovadas Registradas % Aprovação Criate c % Mundo - - 1% - 3% ,0% 3,3% 4,2% 4,8% 14,3% 14,9% 17,1% ,3% out/07 nov/07 dez/07 jan/08 fev/08 mar/08 abr/08 mai/08 jun/08 jul/08 ago/08 set/08 out/08 nov/08 dez/08 jan/09 fev/09 mar/09 abr/09 mai/09 jun/09 jul/09 ago/09 set/09 out/09 nov/09 dez/09 jan/10 fev/10 mar/10 abr/10 mai/10 jun/10 jul/10 Campinas Rio de Janeiro Belo Horizonte Florianópolis Recife Belém Fortaleza Salvador

18 Investimentos Aprovados pelo Criatec Santa Florianópolis Catarina Valor: R$ 5,4 MM 4 empresas Belém Pará Valor: R$ 3 MM 2 empresas Fortaleza Ceará Valor: R$ 1,5 MM 1 empresa Pernambuco Recife Valor: R$ 5,2 MM 4 empresas Belo Minas Horizonte Gerais Valor: R$ 6,7 MM 5 empresas Rio de Janeiro Valor: R$ 4,0 MM 3 empresas Campinas São Paulo Valor: R$ 11,0 MM 8 empresas Análise das Empresas por Estágio (1) R$ 37 MM 27 Empresas 4% 4% 26% 26% 42% 44% 27% 26% Valor Aprovado Número de Empresas Late Seed Expansão Decolagem Prova de Conceito Nota (1) : Prova de conceito: Sem faturamento, incerteza quanto a viabilidade do produto Decolagem: Com produto testado, em fase de lançamento no mercado Expansão: Com produto lançado, em fase de expansão no mercado Late Seed: Em expansão, com faturamento entre R$ 4,5 e R$ 6 milhões

19 Fundo Criatec - Investidas Agricultura Saúde Humana Equip. Médicos Conectividade O&G e outros Educação Biotec 3 4 Tecnologia Digital Novos Materiais (Nanotecnologia) 3

20 Pacote de Serviços Criatec para as Investidas Apoio no Processo de Regulação e Patentes Diligência Fiscal, Trabalhista, Contábil e Prop. Intelectual Contabilidade centralizada por Regional Reuniões periódicas com Investidores Anjos Geração de Valor Consultoria de RH p/ Contratação de Executivos Conselho de Administração Assessoria Jurídica Auditoria Anual

21 Cartão BNDES

22 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

23 Como Funciona? Ambiente de Negócios 313 mil Compradores MPMEs (Faturamento até R$ 90 milhões) R$ 12,6 bilhões de crédito préaprovado 24 mil Fornecedores Credenciados 12 mil Fabricantes e 12 mil Distribuidores 135 mil produtos Parceiros

24 Vantagens Compradores Empresas de qualquer porte Limite de até R$ 1 milhão, por banco emissor Fabricantes de bens, Prestações fixas em até 48 meses distribuidores e prestadores de serviço previamente Taxa de juros atrativa: 0,97% a.m. aprovados (set/10) pelo BNDES Acesso a cerca de 24 mil Fornecedores Itens com Credenciados índice de nacionalização igual ou Crédito rotativo e pré-aprovado; uso superior automático a 60% Fornecedores Empresas com faturamento 313 mil potenciais clientes com de até R$ R$ 12,6 90 bilhões milhõesde crédito pré-aprovado Financiamento automático para o cliente Ser correntista em um dos bancos emissores Sem risco de crédito Estar em dia com o INSS, Fabricantes podem indicar distribuidores FGTS, RAIS, tributos federais e Exposição legislação do ambiental catálogo de produtos gratuita

25 O que pode ser financiado? Mais de 135 mil itens, incluindo: Máquinas, equipamentos, computadores, móveis, motocicletas, veículos pesados e softwares Insumos industriais (têxtil, coureiro-calçadista, moveleiro, resinas, laminados metálicos ou plásticos, entre outros) Componentes para modernização e industrialização de bens de capital, informática e automação Materiais para construção civil, desde que qualificados

26 Como o Cartão BNDES apóia a Inovação?

27 Inovação Cartão BNDES Financiar algumas etapas do processo de inovação das empresas, ao invés de projetos. Complemento aos programas do Governo e do Sistema S, mas não condicionado ou vinculado e nem se sobrepondo a nenhum deles.

28 Inovação Setembro de 2008 Avaliação de conformidade (calibração, certificação, ensaios laboratoriais), normalização, regulamentação técnica e metrologia; Acreditação para hospitais e demais instituições de saúde.

29 Inovação Ampliação Junho de 2009 Design, Ergonomia e Modelagem de produto; Prototipagem; Resposta técnica de alta complexidade; Serviços técnico-especializados em eficiência energética e impacto ambiental; Desenvolvimento de embalagens; Extensão tecnológica; e Projeto de experimento.

30 Inovação Propriedade Intelectual Aquisição de conhecimentos tecnológicos e transferência de tecnologia*; Avaliação de viabilidade e pedido de registro de propriedade intelectual; * Contratos averbados no INPI.

31 Inovação - Software Avaliação da qualidade de software: avaliação CMMI; avaliação e implementação MPS.BR; avaliação MEDE-PROS (CTI/CenPRA).

32 Inovação Contrapartida Financeira Contrapartida financeiras de MPMEs em programas voltados para a inovação, executados pelo MCT/FINEP e SEBRAE em cooperação com ICTs - Ex.: SEBRAETEC (SEBRAE/PR): desenvolvimento de novos produtos que apresentem inovação e oportunidade mercadológica Custo total do atendimento: R$ 12,5 mil; Subvenção SEBRAETEC: R$ 5 mil; Contrapartida MPME: R$ 7,5 mil (Cartão BNDES). SIMULADOR

33 Vantagens Cartão BNDES Simulação* - Financiamento de R$ 7,5 mil Parcelas fixas Valor em R$ , , , , ,30 *Taxa de 0,97% a.m (set/10)

34 Solicite seu Cartão

35 Solicitação do Cartão BNDES MPME solicita o Cartão no Portal Preenche proposta de solicitação do Cartão, que é enviada automaticamente, pela Internet, ao Banco Emissor Banco Emissor analisa o crédito e emite o Cartão BNDES MPME entrega documentação no Banco Emissor para a análise do crédito. Assinatura do Termo de Adesão ao Regulamento do Cartão BNDES. Prazo de emissão médio: 20 dias

36 Credenciamento de Fabricantes 1ª Análise 2ª Análise Solicita credenciamento no Portal do Cartão BNDES Montagem do Catálogo de Produtos/Serviços Credenciado Processo de Afiliação (Visita, Doc., Conta Corr.)

37 Seja um Fornecedor Credenciado

38 Instituições Credenciadas Inovação Categoria de Produto Acreditação Hospitalar Avaliação de Conformidade Avaliação de Software Inovação e Extensão Tecnológica Total Nº de fornecedores Estados com fornecedores credenciados: AM, BA, CE, DF, GO, MG, MS, MT, PA, PE, PR, RJ, RS, SC e SP

39

40 Dúvidas Manuais

41 Canais de Comunicação Atendimento Empresarial - (21) Ouvidoria (21) Operações Indiretas - (21) Cartão BNDES

42

Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes. São Paulo, 23 de setembro de 2010

Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes. São Paulo, 23 de setembro de 2010 Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes São Paulo, 23 de setembro de 2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Leia mais

Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013

Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013 Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013 Classificação de Porte utilizada Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual M P M

Leia mais

Apoio à Inovação. Junho de 2013

Apoio à Inovação. Junho de 2013 Apoio à Inovação Junho de 2013 Inovação: Conceito (...) implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente aprimorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método

Leia mais

Agenda. Política de Inovação do BNDES. Instrumentos de Apoio à Inovação. Linhas; Programas; Fundos; Cartão BNDES. Canais de Comunicação

Agenda. Política de Inovação do BNDES. Instrumentos de Apoio à Inovação. Linhas; Programas; Fundos; Cartão BNDES. Canais de Comunicação O BNDES e Inovação Agenda Política de Inovação do BNDES Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas; Programas; Fundos; Cartão BNDES. Canais de Comunicação Perguntas e Respostas Política de Inovação do BNDES

Leia mais

Cartão BNDES. Volta Redonda RJ. 06 de abril de 2011

Cartão BNDES. Volta Redonda RJ. 06 de abril de 2011 Cartão BNDES Volta Redonda RJ 06 de abril de 2011 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente

Leia mais

Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC. São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013

Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC. São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013 Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013 Agenda 1. Informações Institucionais 2. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Leia mais

O que pode ser financiado?

O que pode ser financiado? BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Automático Obras civis, montagem e instalações Móveis e Utensílios Estudos e projetos de engenharia associados ao investimento Pesquisa, Desenvolvimento

Leia mais

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Cartão BNDES ABCEM 02/08/2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente de Negócios 300 mil

Leia mais

Apoio à Inovação. Desenvolve SP 11 de novembro de 2014

Apoio à Inovação. Desenvolve SP 11 de novembro de 2014 Apoio à Inovação Desenvolve SP 11 de novembro de 2014 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte de crédito de longo prazo para investimento

Leia mais

Apoio à Inovação nas micro e pequenas empresas. O papel do Cartão BNDES no incentivo à inovação

Apoio à Inovação nas micro e pequenas empresas. O papel do Cartão BNDES no incentivo à inovação Apoio à Inovação nas micro e pequenas empresas O papel do Cartão BNDES no incentivo à inovação São Paulo, 09 de Agosto de 2012 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações

Leia mais

Linhas de Financiamento para a Construção Civil

Linhas de Financiamento para a Construção Civil Linhas de Financiamento para a Construção Civil Câmara Brasileira da Indústria de Construção 16 de dezembro de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da

Leia mais

Financiamento à Inovação

Financiamento à Inovação Financiamento à Inovação Slide 1 MP1 Micro Padrão; 03/04/2008 Objetivo Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como funciona? As

Leia mais

Cartão BNDES. Instrumento de apoio à competitividade. Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010

Cartão BNDES. Instrumento de apoio à competitividade. Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010 Cartão BNDES Instrumento de apoio à competitividade Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos

Leia mais

Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO

Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO 31.03.2009 Slide 1 MP8 Micro Padrão; 03/04/2008 Objetivo Apoiar de forma ágil, com uma linha de crédito automática e pré-aprovada, as Micro, Pequenas e Médias Empresas.

Leia mais

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009 CAFÉ COM CRÉDITO Santo André - SP 06 de outubro de 2009 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Bens de

Leia mais

Apoio do BNDES à Inovação

Apoio do BNDES à Inovação Atribuição-Sem Derivações-Sem Derivados CC BY-NC-SA Apoio do BNDES à Inovação 28 de Abril de 2015 Missão e Visão Missão Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você. julho de 2009

O BNDES Mais Perto de Você. julho de 2009 O BNDES Mais Perto de Você julho de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Subsidiárias BNDESPar

Leia mais

Palestra MPME. 30 de junho de 2011

Palestra MPME. 30 de junho de 2011 Palestra MPME 30 de junho de 2011 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES Empresário Informação e Relacionamento

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Campinas - SP 17.mar.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2014*

Leia mais

Linhas e Programas de Financiamento às MPMEs Inovadoras. Florianópolis, 09 de abril de 2010

Linhas e Programas de Financiamento às MPMEs Inovadoras. Florianópolis, 09 de abril de 2010 Linhas e Programas de Financiamento às MPMEs Inovadoras Florianópolis, 09 de abril de 2010 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal

Leia mais

O BNDES mais perto de você. abril de 2009

O BNDES mais perto de você. abril de 2009 O BNDES mais perto de você abril de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Apoio ao mercado

Leia mais

Apoio à Inovação. Março de 2013

Apoio à Inovação. Março de 2013 Apoio à Inovação Março de 2013 Inovação: Conceito (...) implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente aprimorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método

Leia mais

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011 Apoio às MPMEs Sorocaba/SP 30 de novembro de 2011 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Infra-estrutura

Leia mais

Apoio à Inovação. Luciana Capanema Gerente de Inovação

Apoio à Inovação. Luciana Capanema Gerente de Inovação Apoio à Inovação Luciana Capanema Gerente de Inovação Apoio à Inovação http://www.bndes.gov.br O objetivo do BNDES é fomentar e apoiar operações associadas à formação de capacitações e ao desenvolvimento

Leia mais

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015 Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços São Paulo - SP 24.jun.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas As MPE s como eixo central de cadeias produtivas Guilherme Lacerda Diretor de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Madrid Outubro 2012 MPEs Importância, Desafios e Contribuições

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Curitiba / PR 17 de março de 2014 Agenda Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você

O BNDES Mais Perto de Você O BNDES Mais Perto de Você Rio de Janeiro - RJ 11 de março de 2010 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Federal Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga. São Paulo - SP 16.abr.2015

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga. São Paulo - SP 16.abr.2015 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga São Paulo - SP 16.abr.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte

Leia mais

BNDES Turismo. BNDES Turismo. Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011

BNDES Turismo. BNDES Turismo. Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011 BNDES Turismo BNDES Turismo Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011 Agenda Informações Institucionais Apoio ao Turismo Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas - Projetos de Investimento; - Aquisição

Leia mais

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG www.bndes.gov.br LINHAS DE CRÉDITO BNDES Automático

Leia mais

Linhas de Financiamento e Programas Complementares. Montes Claros, 15 de abril de 2010

Linhas de Financiamento e Programas Complementares. Montes Claros, 15 de abril de 2010 BNDES - Linhas de Financiamento e Programas Complementares Montes Claros, 15 de abril de 2010 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal

Leia mais

Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet. Marabá / PA 15 de abril de 2014

Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet. Marabá / PA 15 de abril de 2014 Apoio do BNDES à Provedores Regionais de Internet Marabá / PA 15 de abril de 2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

11º Encontro Técnico de Alto Nível: Compostagem

11º Encontro Técnico de Alto Nível: Compostagem 11º Encontro Técnico de Alto Nível: Compostagem São Paulo / SP 02 de outubro de 2015 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Situação atual do mercado nacional de fertilizantes minerais: altamente dependente

Leia mais

SeminárioADI-2012. Inclusão financeira inovação para as MPE s

SeminárioADI-2012. Inclusão financeira inovação para as MPE s SeminárioADI-2012 Inclusão financeira inovação para as MPE s Guilherme Lacerda Diretor de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Barcelona Outubro 2012 1. Diagnóstico Não

Leia mais

Apoio à Inovação. Agosto, 2015

Apoio à Inovação. Agosto, 2015 Apoio à Inovação Agosto, 2015 Quem somos vídeo institucional Classificação de Porte utilizada Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual M P M Es Micro Pequena Média Até R$ 2,4 milhões Até R$ 16

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Novembro 2009 DEPARTAMENTO REGIONAL NORDESTE - DENOR O que apoiamos Projetos de investimento em indústria, comércio e serviços aumento da capacidade

Leia mais

Seminário Cresce Brasil/São Paulo

Seminário Cresce Brasil/São Paulo Seminário Cresce Brasil/São Paulo Apoio financeiro do BNDES à Região Metropolitana de São Paulo Tibor Greif Chefe do DESUL (Departamento Regional Sul do BNDES) Av Juscelino Kubitscheck, 510-5 fone: (11)

Leia mais

BRDE INOVA. Joaçaba, 12 de maio de 2014. Apresentador: Paulo César Antoniollo

BRDE INOVA. Joaçaba, 12 de maio de 2014. Apresentador: Paulo César Antoniollo BRDE INOVA Joaçaba, 12 de maio de 2014 Apresentador: Paulo César Antoniollo Contextualização Primeiro Agente Financeiro do País credenciado junto ao BNDES Primeiro Agente Financeiro do País credenciado

Leia mais

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA LINHAS DE FINANCIAMENTO E ACESSO AO CRÉDITO PARA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SÃO PAULO 13 / 4 / 09 ACESSO AO CRÉDITO PARA AS MICROS E

Leia mais

BNDES Fomento ao Empreendedorismo e à Inovação em Renda Variável. 21 de fevereiro de 2014

BNDES Fomento ao Empreendedorismo e à Inovação em Renda Variável. 21 de fevereiro de 2014 BNDES Fomento ao Empreendedorismo e à Inovação em Renda Variável 21 de fevereiro de 2014 Em seus 60 anos, o BNDES expandiu sua atuação e tem voltado sua atenção para novos desafios 6ª maior indústria automotiva

Leia mais

Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM

Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM O BNDES Mais Perto de Você Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM 25 de novembro de 2009 Como apoiamos Operações Diretas Contratadas t diretamente t com o BNDES Operações Indiretas Instituições i

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba, 05 de novembro de 2014

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba, 05 de novembro de 2014 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba, 05 de novembro de 2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você. Santos - SP 22 de maio de 2014

O BNDES Mais Perto de Você. Santos - SP 22 de maio de 2014 O BNDES Mais Perto de Você Santos - SP 22 de maio de 2014 Agenda Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas e Equipamentos Capital

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba - SP 08/10/2013

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas. Sorocaba - SP 08/10/2013 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Sorocaba - SP 08/10/2013 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições

Leia mais

Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES

Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES Provedores Serviços de Internet (ISP): Apoio do BNDES Encontro Provedores Regionais Bauru BNDES / P&D Brasil Luís Otávio Reiff Assessor da Presidência BNDES/GP Brasília, 17 Novembro de 2015 Histórico Programa

Leia mais

REDETEC. Marcio Spata rea de Mercado de Capitais. Analista Área. Rio de Janeiro - Novembro/2007

REDETEC. Marcio Spata rea de Mercado de Capitais. Analista Área. Rio de Janeiro - Novembro/2007 REDETEC Analista Área Marcio Spata rea de Mercado de Capitais Rio de Janeiro - Novembro/2007 BNDES em NúmerosN Evolução dos Desembolsos (R$ bilhões) 47 52,3 37 35 40 31,2 18 19 18 23 25 7 10 1995 1997

Leia mais

Senado Federal. O BNDES e o Apoio ao Setor de Software

Senado Federal. O BNDES e o Apoio ao Setor de Software Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática O BNDES e o Apoio ao Setor de Software Alan Fischler Área Industrial Depto das Industrias de TICs 11/04/2012 Brasília

Leia mais

Paulo Sérgio Sodré. Departamento de Credenciamento e Financiamento

Paulo Sérgio Sodré. Departamento de Credenciamento e Financiamento 1 Paulo Sérgio Sodré Departamento de Credenciamento e Financiamento Máquinas áqu as e equipamentos equ pa e tos 2 BNDES Missão Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira,

Leia mais

Apresentações de Ações das Instituições do GTP APL. Fomento à Inovação nas Pequenas Empresas

Apresentações de Ações das Instituições do GTP APL. Fomento à Inovação nas Pequenas Empresas Apresentações de Ações das Instituições do GTP APL Fomento à Inovação nas Pequenas Empresas FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Rochester Gomes da Costa Departamento de Capital Semente 29 de outubro

Leia mais

O apoio do BNDES para Inovação e Indústria de TI

O apoio do BNDES para Inovação e Indústria de TI O apoio do BNDES para Inovação e Indústria de TI Seminário O CENÁRIO DE TI NA BAHIA: PERSPECTIVAS E OPORTUNIDADES Auditório do Sistema FIEB, Salvador/BA Ricardo Rivera Gerente Setorial Área Industrial

Leia mais

Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital ABIMAQ

Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital ABIMAQ Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital ABIMAQ Fevereiro de 2015 Os indicadores demonstram as dificuldades que as empresas de BK vêm encontrando... 2 3 Em um cenário adverso no

Leia mais

Departamento de Financiamentos APEI FINEP. julho de 2009

Departamento de Financiamentos APEI FINEP. julho de 2009 Departamento de Financiamentos APEI FINEP julho de 2009 Objetivo Apresentar a FINEP e seus mecanismos de fomento; Orientar as empresas sobre aplicabilidade desses mecanismos; Apresentação Institucional

Leia mais

BDMG. Linhas de financiamento para INOVAÇÃO

BDMG. Linhas de financiamento para INOVAÇÃO BDMG Linhas de financiamento para INOVAÇÃO Setembro/2015 Portfólio BDMG em Inovação Participação em fundos de investimento BDMG TEC Estruturação de parques tecnológicos Financiamentos a projetos inovadores

Leia mais

Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES

Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora - BNDES MPME Inovadora PROMOTORES: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES OBJETIVOS: Aumentar a competitividade das

Leia mais

Financiadora de Estudos e Projetos

Financiadora de Estudos e Projetos Financiadora de Estudos e Projetos Cenário da Metrologia Nacional: Demandas e Oportunidades Carlos A. M. Couto Superintendente da ATED Área dos Institutos de Pesquisa Tecnológica. Rio de Janeiro, 17 de

Leia mais

Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee

Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee Recife, 26/11/2015 Margarida Baptista BNDES Focos de Apoio Financeiro Indústria e Infraestrutura Projetos de Investimento Máquinas

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Recife PE 08/10/2014

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Recife PE 08/10/2014 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Recife PE 08/10/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? N o de operações 2013 R$ 1,1 milhões Instituição

Leia mais

Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee

Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee Visão Geral dos instrumentos de apoio financeiro às empresas da Abinee 08/10/2015 Margarida Baptista BNDES Focos de Apoio Financeiro Indústria e Infraestrutura Projetos de Investimento Máquinas e Equipamentos

Leia mais

Financiamento de Projetos para a Inovação

Financiamento de Projetos para a Inovação GESTÃO Financiamento de Projetos para a Inovação Objetivos da Aula Conhecer sobre o financiamento de projetos de pesquisa aplicada; Conhecer a dinâmica do processo de elaboração de projetos de pesquisa

Leia mais

BNDES Soluções Tecnológicas

BNDES Soluções Tecnológicas BNDES Soluções Tecnológicas Área de Operações Indiretas (AOI) Equipe: Edson Moret Luciana Surliuga Raphael Azeredo Breno Albuquerque Daniel Grimaldi MOTIVAÇÃO 1 Limitações financeiras e gerenciais impedem

Leia mais

APOIO ÀS MPME s. CIESP Campinas SP 28/05/2013

APOIO ÀS MPME s. CIESP Campinas SP 28/05/2013 APOIO ÀS MPME s CIESP Campinas SP 28/05/2013 Agenda 1. Informações Institucionais 2. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas e Equipamentos Capital de

Leia mais

A FINEP e a Inovação nas Empresas

A FINEP e a Inovação nas Empresas A FINEP e a Inovação nas Empresas Avílio Antônio Franco afranco@finep.gov.br A Missão da FINEP Promover e financiar a inovação e a pesquisa científica e tecnológica em empresas, universidades, centros

Leia mais

O que é? Porque foi criado? Quais sãos os objetivos? O que terá de novo?

O que é? Porque foi criado? Quais sãos os objetivos? O que terá de novo? BRDE INOVA O que é? Porque foi criado? Quais sãos os objetivos? O que terá de novo? Contextualização Primeiro Agente Financeiro do País credenciado junto ao BNDES Primeiro Agente Financeiro do País credenciado

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Cuiabá MT 26/02/2015

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Cuiabá MT 26/02/2015 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Cuiabá MT 26/02/2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2013 R$ 1,1

Leia mais

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia Sessão Plenária 5: Programas Nacionais de Estímulo e Apoio às Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos Ana Lúcia Vitale Torkomian Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério

Leia mais

FONTES DE FOMENTO -FINANCIAMENTO PARA EMPRESAS NASCENTES

FONTES DE FOMENTO -FINANCIAMENTO PARA EMPRESAS NASCENTES UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO FONTES DE FOMENTO -FINANCIAMENTO PARA EMPRESAS NASCENTES PROFª DRª GECIANE PORTO geciane@usp.br FONTES DE

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Outubro 2009

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Outubro 2009 Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Outubro 2009 BH COPA 2014 Agenda Resumo Institucional Os Projetos que Apoiamos Formas de Atuação Condições de Financiamento Fechamento Agenda Resumo

Leia mais

Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira:

Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira: Plano Inova Empresa Inovação e desenvolvimento econômico Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira: Ampliação do patamar de investimentos Maior apoio

Leia mais

A FINEP e a Inovação nas Empresas

A FINEP e a Inovação nas Empresas ESTUDOS E PESQUISAS Nº 236 A FINEP e a Inovação nas Empresas Luis Manuel Rebelo Fernandes * XX Fórum Nacional BRASIL - Um Novo Mundo nos Trópicos 200 Anos de Independência Econômica e 20 Anos de Fórum

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS PARA. Márlon Alberto Bentlin Santa Cruz do Sul RS 04 de agosto de 2014

CAPTAÇÃO DE RECURSOS PARA. Márlon Alberto Bentlin Santa Cruz do Sul RS 04 de agosto de 2014 CAPTAÇÃO DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS EMPRESARIAIS Márlon Alberto Bentlin Santa Cruz do Sul RS 04 de agosto de 2014 Márlon Alberto Be INVESTIMENTO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL? Márlon Alberto Be INVESTIMENTO

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES

Solicitando o Cartão BNDES Solicitando o Cartão BNDES Atualizado em 03/03/2010 Pág.: 1/18 Introdução Este manual destina-se a orientar as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) na solicitação do Cartão BNDES no Portal de Operações

Leia mais

BNDES. Apoio à Inovação. Portal BNDES: www.bndes.gov.br

BNDES. Apoio à Inovação. Portal BNDES: www.bndes.gov.br BNDES Apoio à Inovação As informações contidas nesta publicação estão baseadas nas Normas Operacionais das Linhas de Financiamento e Programas do BNDES em vigor. Essas condições podem ser alteradas a qualquer

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Vitória ES 08/04/2015

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Vitória ES 08/04/2015 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Vitória ES 08/04/2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2014 1,14

Leia mais

ANA LUCIA FERNANDA JAQUES JAQUIANE MICHELLE PRISCILA SAMUEL

ANA LUCIA FERNANDA JAQUES JAQUIANE MICHELLE PRISCILA SAMUEL ANA LUCIA FERNANDA JAQUES JAQUIANE MICHELLE PRISCILA SAMUEL O que é o : O é um produto que, baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar os investimentos das micro, pequenas e médias Empresas

Leia mais

POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013

POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013 Ministério da Educação POLOS DE INOVAÇÃO Institutos Federais Brasília, junho de 2013 ATIVIDADE ECONÔMICA (organizações empresariais e comunitárias) IMPACTOS: PD&I Aumento da competitividade industrial

Leia mais

Resultados da atuação do Bradesco em APL s

Resultados da atuação do Bradesco em APL s Resultados da atuação do Bradesco em APL s Atuação do Bradesco em APL s Por Região NORDESTE 97 APL`S NORTE 48 APL`S CENTRO-OESTE 41 APL`S SUDESTE 102 APL`S SUL 40 APL`S Posição Setembro/2013 Atuação com

Leia mais

BNDES Solução Tecnológica

BNDES Solução Tecnológica BNDES Solução Tecnológica Área de Operações Indiretas (AOI) Equipe: Edson Moret Breno Albuquerque Luciana Surliuga OBJETIVO Apresentar o novo produto que está sendo desenvolvido no BNDES, voltado para

Leia mais

Formas de apoio do BNDES ABIMAQ

Formas de apoio do BNDES ABIMAQ Formas de apoio do BNDES ABIMAQ São Paulo/SP 04 de junho de 2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Empresário Como apoiamos? Operações Indiretas Instituições financeiras

Leia mais

Possíveis impactos do REACH nas micro e pequenas empresas do Brasil. MDIC/SECEX Brasília, DF - 7 de abril de 2009

Possíveis impactos do REACH nas micro e pequenas empresas do Brasil. MDIC/SECEX Brasília, DF - 7 de abril de 2009 Possíveis impactos do REACH nas micro e pequenas empresas do Brasil MDIC/SECEX Brasília, DF - 7 de abril de 2009 Possíveis Impactos nas MPE: Redução de vendas Redução de mercados Férias coletivas Perda

Leia mais

O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário. dezembro de 2012

O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário. dezembro de 2012 O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário dezembro de 2012 Apoio ao setor rural Ministério da Agricultura Pecuária e Abatecimento - MAPA Programas Agropecuários do Governo Federal Operacionalizados pelo

Leia mais

Programa Regionalização

Programa Regionalização Programa Regionalização Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Setembro/2010 Gestor: Henrique Villa da Costa Ferreira Secretário de Políticas de Desenvolvimento

Leia mais

FINEP Financiadora de Estudos e Projetos

FINEP Financiadora de Estudos e Projetos FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil Projeto do Mercado de Carbono no Brasil Rio de Janeiro RJ, 09 de novembro de 2010 FINEP

Leia mais

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas Avanços e Pontos para Reflexão Renato da Fonseca Secretário-Executivo do Conselho da Micro e Pequena Empresa da Confederação Nacional da Indústria Pontos para reflexão Por que devemos criar um regime especial

Leia mais

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014 BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada Outubro de 2014 Agenda 1. Aspectos Institucionais 2. Formas de Atuação 3. Indústria de Base Florestal Plantada 1. Aspectos Institucionais Linha

Leia mais

PROCOMPI Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias. 6ª Conferência Brasileira de APLs Brasília - DF

PROCOMPI Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias. 6ª Conferência Brasileira de APLs Brasília - DF PROCOMPI Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias 6ª Conferência Brasileira de APLs Brasília - DF Dezembro de 2013 OBJETIVO Promover a competitividade das micro e pequenas empresas

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ fevereiro de 2014 Principais Linhas para o setor de BK FINAME: produção e comercialização de máquinas, equipamentos, bens de informática

Leia mais

D.1. Instrumentos de apoio financeiro

D.1. Instrumentos de apoio financeiro 1 2 Neste capítulo são explicitadas todas as linhas de apoio à inovação que são operadas em nível nacional. Elas consistem em recursos financeiros, transferidos ou intermediados pelos órgãos governamentais

Leia mais

Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira:

Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira: Plano Inova Empresa Inovação e desenvolvimento econômico Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira: Ampliação do patamar de investimentos Maior apoio

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Prioridades BNDES Infraestrutura logística e energética Infraestrutura urbana de saneamento e mobilidade. Modernização da

Leia mais

Por dentro do Fisco On-line. São Paulo 12/02/2009

Por dentro do Fisco On-line. São Paulo 12/02/2009 Por dentro do Fisco On-line São Paulo 12/02/2009 Situação Atual Base 31/12/08 15.800 empresas emitindo NF-e, atingindo, em média, 35% da arrecadação das UF); 70 milhões NF-e autorizadas: Média 700.000

Leia mais

Recursos subsidiados disponíveis hoje. empresas. para investimentos, giro e inovação nas. Palestrante: Antônio Carlos Rocha

Recursos subsidiados disponíveis hoje. empresas. para investimentos, giro e inovação nas. Palestrante: Antônio Carlos Rocha Competitividade para Gerar Negócios Recursos subsidiados disponíveis hoje para investimentos, giro e inovação nas empresas Palestrante: Antônio Carlos Rocha Coordenação: Nicolás Honorato SINAIS DA RECUPERAÇÃO

Leia mais

ABIFER. (julho/2010)

ABIFER. (julho/2010) ABIFER (julho/2010) QUADRO COMPARATIVO Em US$ bilhões BNDES BID BIRD CAF Data de Apuração 31/12/2009 31/12/2009 30/06/2009 31/12/2009 Ativos Totais 222 84 275,4 15,8 Patrimônio Líquido 15,8 20,6 40 5,3

Leia mais

SEBRAEtec Diferenciação

SEBRAEtec Diferenciação SEBRAEtec Diferenciação REGULAMENTO Investir em inovação tecnológica é fundamental para a competitividade das micro e pequenas empresas gaúchas. 2 2014 Mais recursos para as MPEs representam mais desenvolvimento

Leia mais

CARTÃO BNDES. Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar. 4ª Edição

CARTÃO BNDES. Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar. 4ª Edição CARTÃO BNDES Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar 4ª Edição Brasília 2010 Sumário 3 3 3 4 4 5 10 13 13 1 O que é o Cartão BNDES?...3 2 Quem pode ter o Cartão BNDES?...3 3 Como

Leia mais

A Inovação. como Fator de Desenvolvimento das MPEs. Luiz Carlos Barboza. Diretor-Técnico del SEBRAE Nacional. 27 de outubro 2009

A Inovação. como Fator de Desenvolvimento das MPEs. Luiz Carlos Barboza. Diretor-Técnico del SEBRAE Nacional. 27 de outubro 2009 A Inovação como Fator de Desenvolvimento das MPEs Luiz Carlos Barboza Diretor-Técnico del SEBRAE Nacional 27 de outubro 2009 Ambiente Institucional Pro-inovaç inovação Fundos setoriais (16) estabilidade

Leia mais

Bem-Vindos NAGI P&G Campinas

Bem-Vindos NAGI P&G Campinas Bem-Vindos NAGI P&G Campinas Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação da Cadeia de Petróleo e Gás do Estado de São Paulo 2013-2014 Edital Pro-Inova FINEP/2010 Há oportunidades para participação de empresas

Leia mais

CONCEITOS DE INOVAÇÃO. Título da Apresentação

CONCEITOS DE INOVAÇÃO. Título da Apresentação CONCEITOS DE INOVAÇÃO Título da Apresentação Novo Marco Legal para Fomento à P,D&I Lei de Inovação. Nº 10.973 (02.12.04) Apresenta um conjunto de medidas de incentivos à inovação científica e tecnológica,

Leia mais

Orientações para elaboração do Plano de Negócios

Orientações para elaboração do Plano de Negócios Equipamentos Médicos e Tecnologias para a Saúde Orientações para elaboração do Plano de Negócios São Paulo, 19 de agosto de 2013 Agenda Introdução Resultados das Cartas de Manifestação de Interesse Plano

Leia mais

O apoio do BNDES à Inovação por meio do Capital de Risco

O apoio do BNDES à Inovação por meio do Capital de Risco O apoio do BNDES à Inovação por meio do Capital de Risco CNI-MEI São Paulo, 19 de outubro de 2015 Agenda Atuação da BNDESPAR em Capital de Risco Participações diretas Participações por meio de Fundos de

Leia mais