REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 35

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 35"

Transcrição

1 Requerimento Eletrônico Página 1 / 35

2 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e Administradores (QSA) Distribuição de Quotas Contabilista Conclusão e Geração de Documentos Documentos Gerados REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE ALTERAÇÃO Novo Requerimento de Alteração Dados da Pessoa Jurídica Qualificação dos Sócios e Administradores (QSA) Distribuição de Quotas Confirmação Requerimento e DBE Contabilista Conclusão e Geração de Documentos Documentos Gerados ATUALIZAR REQUERIMENTO ELETRÔNICO Atualizar Requerimento de Constituição Atualizar Requerimento de Alteração Página 2 / 35

3 INTRODUÇÃO O REGIN é um sistema informatizado que integra a Junta Comercial com os órgãos públicos envolvidos no registro empresarial: Receita Federal, Secretaria de Fazenda Estadual, Prefeitura e demais órgãos. O Requerimento Eletrônico tem como objetivo viabilizar, via internet, o processo de abertura de empresas e os atos de alteração de dados da empresa na Junta Comercial, capturando e validando as informações e gerando os documentos: capa de processo, contrato social, ato de alteração de EIRELI, requerimento de empresário e declaração de enquadramento. Funcionalidades Facilidades para o cidadão: Assegura uma correta geração da informação e da documentação necessária para o registro da empresa. Possui as regras do registro mercantil que auxiliam o cidadão no preenchimento do processo. Geração automática de Contrato Social, EIRELI, Requerimento de Empresário, Declaração de Enquadramento, Reenquadramento e Desenquadramento, Capa do Processo, Número do Protocolo e Recibo de Entrega. É permitido nos contratos a inclusão de cláusulas adicionais. Integração com a Receita Federal do Brasil Compara os dados da Viabilidade e do Requerimento com o DBE. Segurança das Informações do DBE e Viabilidade O Requerimento Eletrônico não permite alterar os dados importados do DBE e da Viabilidade. Facilidades para Junta Comercial Geração da capa de processo e do recibo de entrega. Redução de processos com exigências. Os dados do Requerimento Eletrônico são utilizados na análise do processo. Página 3 / 35

4 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO Antes de iniciar o Requerimento Eletrônico de Constituição o requerente deve seguir esse passo a passo: Preencher o Pedido de Viabilidade que se encontra no site da Junta Comercial. O Pedido de Viabilidade é obrigatório e o ajudará no 1 Passo: processo de constituição, verificando e informando a documentação necessária, os gastos e os possíveis impedimentos. 2 Passo: Preencher o DBE no site da Receita Federal. 3 Passo: Clicar no botão INICIAR, na página de serviços, em Novo Requerimento de Constituição. 4 Passo: Preencher o Requerimento Eletrônico de Constituição. Página 4 / 35

5 Novo Requerimento de Constituição Para gerar um novo requerimento eletrônico o solicitante deve preencher os seguintes campos: 1. Número do pedido de Viabilidade; 2. Número de identificação do DBE da Receita Federal do Brasil; 3. Clique no botão AVANÇAR. 4. Selecione a Natureza Jurídica; 5. Clique novamente no botão AVANÇAR. Caso já tenha iniciado um requerimento, mas necessita atualizá-lo, volte à página de serviços e clique em ATUALIZAR. Para visualizar o manual do requerimento clique no botão AJUDA. Página 5 / 35

6 Aparece a tela de Confirmação Viabilidade e DBE. Nesta tela são mostrados os dados existentes na Viabilidade e no DBE da RFB. Confira as informações preenchidas na Viabilidade e no DBE: estas informações devem ser iguais. Clique no botão AVANÇAR. Caso haja divergência, clique no botão CANCELAR verifique qual foi o(s) dado(s) divergente(s) e preencha uma nova Viabilidade e/ou novo DBE. Página 6 / 35

7 Dados da Pessoa Jurídica Algumas informações já virão preenchidas do pedido de viabilidade e não poderão ser alteradas pelo requerente: nome, CPF ou CNPJ e do requerente, nome empresarial, endereço da sede, objeto social e as atividades econômicas. Página 7 / 35

8 Informe: 1. Requerente: preencha apenas o telefone, pois os demais campos já virão preenchidos do pedido de viabilidade. 2. Informações da Pessoa Jurídica: a. Nome da Empresa (já vem preenchido pela viabilidade); b. Nome Fantasia (já vem preenchido pela viabilidade); c. Telefone e da pessoa jurídica (já vem preenchido pela viabilidade); d. Capital Social; e. Tipo de integralização: assinalar se é totalmente em moeda corrente ou de outra forma (descrever a forma que irá integralizar); f. Capital totalmente integralizado (caso NÃO informar os campos solicitados: valor do capital a integralizar, o prazo e descrever a forma que irá integralizar); g. Data de início da atividade; h. Tempo de duração; i. Enquadramento (EPP - Empresa de Pequeno Porte, ME Micro Empresa, NO - Normal). 3. Endereço da Sede (já vem preenchido pela viabilidade). 4. Objeto Social e sua respectiva codificação na tabela de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (já vem preenchido pela viabilidade). 5. Filiais a. Adicionar Filial? : Se sim clique no botão INCLUIR; Se não for adicionar filial clique no botão AVANÇAR e preencha a próxima aba sobre Qualificação dos Sócios e Administradores (QSA). Se for adicionar filial, preencha as informações abaixo: Página 8 / 35

9 b. Se tiver Filial: Tem viabilidade? : Sim ou não; Para filial constituída no estado informe: O Número da Viabilidade, O Número do DBE (se for necessário), Assinale se as atividades econômicas da Filial são diferentes da matriz, Exclua as atividades que não são exercidas pela filial. Se existir Capital Destacado, informe o valor, Clique no botão ADICIONAR. Para filial constituída fora do estado informe: Em CNAE destacado: Selecione SIM se as atividades econômicas da Filial são diferentes da matriz; Se existir Capital Destacado, informe o valor; Endereço; Digite o número do CEP e, a seguir, clique no botão BUSCAR. O sistema preenche os campos UF, Município, Bairro, Tipo de Logradouro e Logradouro. Complete com o número e complemento; Caso não saiba o CEP, complete o endereço nos campos UF, Município, Bairro, Tipo de Logradouro e Logradouro. Complete com o número e complemento; Se o bairro ou logradouro não estiver cadastrado, selecione NÃO ENCONTRADO no campo relacionado. O sistema abrirá uma caixa para preenchimento do endereço; Página 9 / 35

10 Clique no botão ADICIONAR. Observação: para visualizar detalhes da filial clique no link VER. Página 10 / 35

11 Qualificação dos Sócios e Administradores (QSA) Clique nesse botão para preencher um novo requerimento Número do Requerimento, Natureza Jurídica, Viabilidade e DBE Algumas informações já virão preenchidas nesta aba, extraídas do pedido de viabilidade, por exemplo: Nome e CPF dos sócios. Note que no início da página há um link para gerar um novo requerimento e abaixo deste link há informações importantes como o número do registro, natureza jurídica, Viabilidade e o DBE. Para preencher as informações sobre a qualificação do quadro dos Sócios e Administradores (QSA), clique no número do CPF/CNPJ de cada sócio na tabela lista de sócios. A tabela dos sócios irá exibir os sócios (para Sociedade Limitada), o empresário (para Empresário), o titular (para EIRELI) e os administradores da empresa. O representante estará atrelado ao sócio. Página 11 / 35

12 Clique no link do CPF/CNPJ do sócio para completar os dados de cada sócio. Informe os dados de cada sócio ou administrador: 1. Qualificação; 2. Se o sócio tem poder de administração e representação (é obrigatório existir pelo menos uma pessoa física como administrador). 3. Nome e CPF ou CNPJ (já vem preenchido da viabilidade); 4. Tipo de documento de Identidade; 5. Número do documento de identidade, órgão expedidor e UF; 6. Nacionalidade; 7. Visto: tipo de visto, data de emissão, data de validade e motivo da dispensa do visto; 8. Sexo; 9. Se o sócio é alfabetizado ou não; 10. Estado Civil; 11. Regime (se o sócio for casado); 12. Data de Nascimento; Página 12 / 35

13 13. Quando exigido preencha o nome do Pai e da Mãe (DESCONHECIDO quando não souber o nome do pai ou da mãe). 14. Profissão; 15. Telefone e ; 16. Endereço do sócio: Digite o número do CEP e, a seguir, clique no botão BUSCAR. O sistema preenche os campos UF, Município, Bairro, Tipo de Logradouro e Logradouro. Complete com o número e complemento. Se não sabe o CEP ou se existem vários logradouros para o CEP, complete o endereço nos campos UF, Município, Bairro, Tipo de Logradouro e Logradouro. Complete com o número e complemento. Se o bairro ou logradouro não estiver cadastrado, selecione NÃO ENCONTRADO no campo relacionado. O sistema abrirá uma caixa de texto para preenchimento do endereço. Para salvar os dados e o endereço do sócio clique no botão GRAVAR. Após preencher todas as informações do sócio não se esqueça de clicar no botão GRAVAR. Página 13 / 35

14 OBSERVAÇÕES: 1) Após preencher as informações dos Sócios e Administradores (QSA), clique no botão AVANÇAR. O sistema irá para a aba Contabilista. 2) No caso de sócios ou administradores em situação especial (menor de idade, incapazes, residentes no exterior ou pessoa jurídica), é obrigatório o preenchimento da informação do PROCURADOR / REPRESENTANTE / TUTOR / PAI /MÃE. Clique botão REPRESENTANTE e preencha os dados da pessoa física. Distribuição de Quotas Para preencher a distribuição de quotas de cada sócio, clique no número do CPF/CNPJ na tabela lista de sócios. Informe: 1. Informe a quantidade de quotas do sócio no capital social. 2. Se o Capital do sócio é totalmente integralizado (caso não: informar o valor do capital integralizado e o valor a integralizar). 3. Para salvar as informações preenchidas, clique no botão CONFIRMAR. Página 14 / 35

15 Contabilista Informe os dados do Contabilista, se o contabilista for Pessoa Jurídica, exemplo: Escritório de Contabilidade preencha também o responsável pela Organização Contábil. Contabilista: 1. CPF (para pessoa física) ou CNPJ (para Pessoa Jurídica); 2. Nome; 3. Classificação CRC Profissional, Escritório Sociedade ou Escritório Individual; 4. Selecione a UF CRC; 5. Selecione o Tipo CRC Provisório, Secundário, Transferido, Filiais ou Originário. Responsável pela organização contábil (se o contabilista for Pessoa Jurídica): 1. CPF; 2. Classificação CRC - Profissional; 3. Selecione a UF CRC; 4. Selecione o Tipo CRC Provisório, Secundário, Transferido, Filiais ou Originário. Clique no botão FINALIZAR. Página 15 / 35

16 Conclusão e Geração de Documentos Selecione o nome do responsável representante da pessoa jurídica, telefone do representante e . Irá utilizar a cláusula de administração padrão: Selecione sim ou não. Cláusulas adicionais Caso tenha cláusulas adicionais, informe o título, texto da cláusula e clique no botão ADICIONAR. Caso precise apagar ou alterar dados de uma das cláusulas clique no botão excluir ou editar na tabela Cláusulas Adicionais. Data da Assinatura e local do Foro. Clique em GERAR DOCUMENTOS. Página 16 / 35

17 Documentos Gerados Imprima os documentos gerados: Requerimento de Empresário ou Contrato Social ou Ato de Constituição de EIRELI; Declaração de Enquadramento em ME ou EPP; Capa do Processo; Recibo de entrega; Capa de Enquadramento; Recibo de Enquadramento; Página 17 / 35

18 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE ALTERAÇÃO Antes de iniciar o Requerimento Eletrônico o requerente deve seguir esse passo a passo: 1 Passo: 2 Passo: 3 Passo: 4 Passo: Preencher o Pedido de Viabilidade para alteração de Nome Empresarial, Endereço da Empresa, Objeto Social e CNAE. Preencher o DBE no site da Receita Federal do Brasil para os casos previsto na legislação. Clicar no botão ALTERAR, na página de serviços, em Novo Requerimento de Alteração. Preencher o Requerimento Eletrônico de Alteração no site do Órgão de Registro. Página 18 / 35

19 Novo Requerimento de Alteração Para gerar um novo requerimento eletrônico o solicitante deve preencher os seguintes campos: 1. NIRE da empresa; 2. CNPJ da empresa; 3. Clique em BUSCAR; 4. Informe ou confirme o Número da Última Alteração (n do último ato de alteração). A seguir, preencha os dados ATUAIS do QSA Quadro de Sócios e Administradores com o CPF ou CNPJ e o nome do empresário, do administrador, dos sócios ou do titular, caso a natureza jurídica da empresa seja Empresário, Sociedade Limitada ou EIRELI, respectivamente. Selecione a qualificação da Pessoa Jurídica ou Física indicada informando se é um sócio ou administrador. Clique em ADICIONAR QSA. Observação: Para excluir sócio ou administrador clique no ícone lixeira na tabela QSA. Página 19 / 35

20 Aparecerá a tela abaixo: Selecione uma ou mais alterações do estabelecimento como: Nome Empresarial; Objeto Social e CNAE; Quadro de Sócios e Administradores (QSA); Cláusulas Particulares; Endereço; Capital Social e Distribuição; Filial; Enquadramento; Observações: 1. Para alterações de Nome Empresarial, Objeto Social e CNAE e Endereço é necessário informar o número do Pedido de Viabilidade e o número DBE da Receita Federal do Brasil; 2. Para alteração de Filial no Estado é necessário informar o número do pedido de Viabilidade e número do DBE da Receita Federal do Brasil; 3. Para alteração do Quadro de Sócios e Administradores (QSA) e Capital Social e Distribuição é necessário informar o número do DBE da Receita Federal do Brasil; 4. Para alteração de Cláusulas particulares não é necessário informar DBE nem Viabilidade. Clique no botão AVANÇAR. Página 20 / 35

21 Para alterações de Nome Empresarial, Objeto Social e CNAE e Endereço: Aparece a tela de Confirmação Viabilidade e DBE. Nesta tela são mostrados os dados existentes na Viabilidade e no DBE da RFB. Confira as informações preenchidas na Viabilidade e no DBE: estas informações devem ser iguais. Clique no botão AVANÇAR. Caso haja divergência, clique no botão CANCELAR verifique qual foi o(s) dado(s) divergente(s) e preencha uma nova Viabilidade e/ou novo DBE. Página 21 / 35

22 Dados da Pessoa Jurídica Note que no início da página há informações importantes como os eventos de alteração, o número do registro, natureza jurídica, Viabilidade e o DBE. Informe o telefone do requerente, e os outros dados solicitados, e clique em AVANÇAR. Página 22 / 35

23 Qualificação dos Sócios e Administradores (QSA) Para adicionar um participante ao Quadro de Sócios e Administradores clique no botão incluir QSA, o sistema mostrará a tela que permite a inclusão dos integrantes do QSA Atual. Note que na tabela aparece a coluna com situação atual de cada participante e a coluna com ação ou alteração do sócio: baixa, novo ou atual. Para preencher as informações sobre a qualificação do quadro dos Sócios e Administradores (QSA), clique no número do CPF/CNPJ de cada sócio na tabela lista de sócios. Complete os dados de cada sócio ou administrador: 17. Qualificação; 18. Se o sócio tem poder de administração e representação (é obrigatório existir pelo menos uma pessoa física como administrador). 19. Nome e CPF ou CNPJ (já vem preenchido da viabilidade); 20. Tipo de documento de Identidade; 21. Número do documento de identidade, órgão expedidor e UF; 22. Nacionalidade; 23. Visto: tipo de visto, data de emissão, data de validade e motivo da dispensa do visto; 24. Sexo; 25. Se o sócio é alfabetizado ou não; 26. Estado Civil; Página 23 / 35

24 27. Regime (se o sócio for casado); 28. Data de Nascimento; 29. Quando exigido preencha o nome do Pai e da Mãe (DESCONHECIDO quando não souber o nome do pai ou da mãe). 30. Profissão; 31. Telefone e ; 32. Endereço do sócio: Digite o número do CEP e, a seguir, clique no botão BUSCAR. O sistema preenche os campos UF, Município, Bairro, Tipo de Logradouro e Logradouro. Complete com o número e complemento. Se não sabe o CEP ou se existem vários logradouros para o CEP, complete o endereço nos campos UF, Município, Bairro, Tipo de Logradouro e Logradouro. Complete com o número e complemento. Se o bairro ou logradouro não estiver cadastrado, selecione NÃO ENCONTRADO no campo relacionado. O sistema abrirá uma caixa de texto para preenchimento do endereço. Para salvar os dados e o endereço do sócio clique no botão GRAVAR. OBSERVAÇÕES: 1) Após preencher as informações dos Sócios e Administradores (QSA), clique no botão AVANÇAR. 2) No caso de sócios em situação especial (menor de idade, incapazes, residentes no exterior ou pessoa jurídica), é obrigatório o preenchimento do PROCURADOR / REPRESENTANTE / TUTOR / PAI. Clique no botão REPRESENTANTE. 3) Quando a ação do QSA for baixa de sócio: informe a data de saída. 4) Quando o integrante for Pessoa Jurídica informe o NIRE. Página 24 / 35

25 Distribuição de Quotas Para preencher a distribuição de quotas de cada sócio, clique no número do CPF/CNPJ na tabela lista de sócios. Para baixa de sócio: 1. Transferência de quotas para outro sócio? Marque sim ou não. 2. Selecione o sócio que receberá a quota, quantidade de quotas transferidas e a forma de transferência. 3. Para salvar as informações preenchidas, clique no botão CONFIRMAR. Para novo sócio: 1. Informe a quantidade de quotas do sócio no capital social. 2. Se o Capital do sócio é totalmente integralizado (caso não: informar o valor do capital integralizado e o valor a integralizar). 3. Para salvar as informações preenchidas, clique no botão CONFIRMAR. Página 25 / 35

26 Para sócio atual: 1. Informe a quantidade de quotas do sócio no capital social. 2. Se o Capital do sócio é totalmente integralizado (caso não: informar o valor do capital integralizado e o valor a integralizar). 3. Transferência de quotas para outro sócio? Marque sim ou não. 4. Selecione o sócio que receberá a quota, quantidade de quotas transferidas e a forma de transferência. 5. Para salvar as informações preenchidas, clique no botão CONFIRMAR. Após preencher a distribuição de quotas, clique no botão AVANÇAR. Confirmação Requerimento e DBE Nesta tela são mostradas e validadas as informações preenchidas no Requerimento e no DBE da Receita Federal do Brasil. Clique no botão VALIDAR REQUERIMENTO. Se as informações do Requerimento estiverem corretas clique no botão VALIDAR DBE. Confira as informações preenchidas no Requerimento e no DBE: estas informações devem ser iguais. Clique no botão AVANÇAR. Observações: 1. Para corrigir ou completar alguma informação do Requerimento, clique em VOLTAR. 2. Caso haja alguma divergência entre o Requerimento e o DBE será mostrada uma lista com os erros ou alertas, corrija o DBE ou o Requerimento. Página 26 / 35

27 Contabilista Informe os dados do Contabilista, se o contabilista for Pessoa Jurídica, exemplo: Escritório de Contabilidade preencha também o responsável pela Organização Contábil. Contabilista: 1. CPF (para pessoa física) ou CNPJ (para Pessoa Jurídica); 2. Nome; 3. Classificação CRC Profissional, Escritório Sociedade ou Escritório Individual; 4. Selecione a UF CRC; 5. Selecione o Tipo CRC Provisório, Secundário, Transferido, Filiais ou Originário. Responsável pela organização contábil (se o contabilista for Pessoa Jurídica): 6. CPF; 7. Classificação CRC - Profissional; 8. Selecione a UF CRC; 9. Selecione o Tipo CRC Provisório, Secundário, Transferido, Filiais ou Originário. Clique no botão FINALIZAR. Página 27 / 35

28 Conclusão e Geração de Documentos Informe o nome do responsável representante da pessoa jurídica, telefone do representante e . Data da Assinatura, local do Foro e unidade de entrega. Após preencher essa tela clique no botão GERAR DOCUMENTOS. Documentos Gerados Imprima os documentos gerados: Capa do Processo. Recibo de Entrega. Página 28 / 35

29 ATUALIZAR REQUERIMENTO ELETRÔNICO Na tela de serviços do Requerimento eletrônico, clique em Atualizar para recuperar ou corrigir o requerimento. Digite o Número do Requerimento e/ou Pedido de Viabilidade e clique em AVANÇAR. Página 29 / 35

30 Observação: para atualização do Requerimento de Constituição, caso seja necessário, é possível alterar a Viabilidade ou o DBE após clicar no botão AVANÇAR. Conforme o exemplo abaixo: Atualizar Requerimento de Constituição Aparece a tela de Confirmação Viabilidade e DBE. Página 30 / 35

31 Nesta tela são mostrados os dados existentes na Viabilidade e no DBE da RFB. Confira as informações preenchidas na Viabilidade e no DBE: estas informações devem ser iguais. Clique no botão AVANÇAR. Caso haja divergência, clique no botão CANCELAR verifique qual foi o(s) dado(s) divergente(s) e preencha uma nova Viabilidade e/ou novo DBE. Após siga as instruções do requerimento eletrônico de constituição. Página 31 / 35

32 Atualizar Requerimento de Alteração Confira ou altere os seguintes campos de identificação da empresa, número do último registro de alteração e os dados ATUAIS do QSA: 1. NIRE da empresa; 2. CNPJ da empresa; 3. Clique em BUSCAR; 4. Informe ou confirme o Número da Última Alteração (n do último ato de alteração). A seguir, confira se os dados preenchidos são informações ATUAIS do QSA Quadro de Sócios e Administradores. Nesta tela é possível incluir, alterar ou excluir um participante do QSA: Para incluir: 1. Informe os campos: CPF (para Pessoa Física) CNPJ (para Pessoa Jurídica), Nome do sócio ou administrador e selecione a qualificação. 2. Clique no botão ADICIONAR SÓCIO. Para alterar: 1. Clique no CPF ou CNPJ. 2. Se necessário altere os campos: CPF / CNPJ, Nome e Qualificação. 3. Clique no botão ADICIONAR SÓCIO. Para excluir: clique no ícone de lixeira na tabela QSA. Página 32 / 35

33 Para avançar no preenchimento do requerimento clique no botão CONTINUAR. Confira ou selecione outras alterações do estabelecimento: Nome Empresarial; Objeto Social e CNAE; Quadro de Sócios e Administradores (QSA); Cláusulas Particulares; Endereço; Capital Social e Distribuição; Filial; Enquadramento; Página 33 / 35

34 Observações: 1. Para alterações de Nome Empresarial, Objeto Social e CNAE e Endereço é necessário informar o número do Pedido de Viabilidade e o número DBE da Receita Federal do Brasil; 2. Para alteração de Filial no Estado é necessário informar o número do pedido de Viabilidade e número do DBE da Receita Federal do Brasil; 3. Para alteração do Quadro de Sócios e Administradores (QSA) e Capital Social e Distribuição é necessário informar o número do DBE da Receita Federal do Brasil; 4. Para alteração de Cláusulas particulares não é necessário informar DBE nem Viabilidade. Clique no botão AVANÇAR. Página 34 / 35

35 Aparece a tela de Confirmação Viabilidade e DBE. Nesta tela são mostrados os dados existentes na Viabilidade e no DBE da RFB. Confira as informações preenchidas na Viabilidade e no DBE: estas informações devem ser iguais. Clique no botão AVANÇAR. Caso haja divergência, clique no botão CANCELAR verifique qual foi o(s) dado(s) divergente(s) e preencha uma nova Viabilidade e/ou novo DBE. Após siga as instruções do requerimento eletrônico de alteração. Página 35 / 35

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 34

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 34 Requerimento Eletrônico Página 1 / 34 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 54

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 54 Requerimento Eletrônico Página 1 / 54 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 8 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

Check-List. Cadastro de Instituições. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 5 de novembro de 2007.

Check-List. Cadastro de Instituições. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 5 de novembro de 2007. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária Check-List Cadastro de Instituições Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Gerência de Desenvolvimento de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília,

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 28

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 28 Requerimento Eletrônico Página 1 / 28 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

PEDIDO DE VIABILIDADE. Pedido de Viabilidade. Página 1 / 49

PEDIDO DE VIABILIDADE. Pedido de Viabilidade. Página 1 / 49 Pedido de Viabilidade Página 1 / 49 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 3 PEDIDO DE VIABILIDADE INSCRIÇÃO DE PRIMEIRO ESTABELECIMENTO.. 4 Dados do Solicitante e da Pessoa Jurídica... 5 Quadro Societário... 8 Nome Empresarial,

Leia mais

Inclusão de Novo Processo Administrativo

Inclusão de Novo Processo Administrativo Inclusão de Novo Processo Administrativo Tela Inicial Site: Ensino a Distância PROCERGS Curso: PROA - Processos Administrativos v5.0 Livro: Inclusão de Novo Processo Administrativo Impresso por: Glauco

Leia mais

Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica

Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica Manual do Usuário Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica SISTCADPJ Cadastro de Pessoa Jurídica Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 3. Cadastro da Pessoa Jurídica...

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 30 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Manual. Cadastro de Instituições. www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008.

Manual. Cadastro de Instituições. www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008. Manual Cadastro de Instituições Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Gerência de Desenvolvimento de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008. SUMÁRIO 1. CADASTRO DE INSTITUIÇÕES...

Leia mais

Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE)

Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página

Leia mais

Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE)

Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página

Leia mais

CADASTRO ELETRÔNICO DE PESSOAS QUE DESEMPENHAM ATIVIDADES FLORESTAIS Manual do Usuário

CADASTRO ELETRÔNICO DE PESSOAS QUE DESEMPENHAM ATIVIDADES FLORESTAIS Manual do Usuário CADASTRO ELETRÔNICO DE PESSOAS QUE DESEMPENHAM ATIVIDADES FLORESTAIS Manual do Usuário Índice 1. Cadastro eletrônico de pessoas que desempenham Atividades Florestais... 3 2. Cadastrando uma nova pessoa

Leia mais

Manual Certidão Web - Certidão Específica

Manual Certidão Web - Certidão Específica Manual Certidão Web - Certidão Específica 1 Sumário 1. NORMATIVA... 3 2. PROCEDIMENTO PARA SOLICITAÇÃO... 4 3. PROCEDIMENTO PARA ACOMPANHAR O ANDAMENTO DA SOLICITAÇÃO13 2 1. NORMATIVA De acordo com a INSTRUÇÃO

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 51

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 51 Requerimento Eletrônico Página 1 / 51 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

1 Natuur Online Cadastre-se Cadastre-se Tipo de Usuário Consultor

1 Natuur Online Cadastre-se Cadastre-se Tipo de Usuário Consultor 1 Essa é a tela de acesso do Natuur Online, clique aqui para acessar o site e siga o passo-apasso abaixo. Se esse é o seu primeiro acesso, clique em Cadastre-se. 2 Caso ainda não possua nenhum tipo de

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 21

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 21 Requerimento Eletrônico Página 1 / 21 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE INSCRIÇÃO DE CASAS POPULARES

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE INSCRIÇÃO DE CASAS POPULARES ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE INSCRIÇÃO DE CASAS POPULARES 1 - Configurações para iniciar o cadastro. Ao acessar o programa, abrirá mensagem inicial de orientação de cadastramento. Caso apareça a mensagem

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 26

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 26 Requerimento Eletrônico Página 1 / 26 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e Administradores

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes versão 01/08/2013

FAQ Perguntas Frequentes versão 01/08/2013 Deferimento de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) pela Junta Comercial 1. Quais são as modalidades de cadastro disponíveis para solicitação de CNPJ? No site da Receita Federal do Brasil (RFB)

Leia mais

Manual Escrituração Fiscal Digital

Manual Escrituração Fiscal Digital Manual Escrituração Fiscal Digital 29/11/2013 Sumário 1 Introdução... 3 2 Funcionalidade... 3 3 Navegação no Sistema... 3 3.1 Inicialização... 3 4 Configurações Gerais... 6 4.1 Domínios... 6 4.2 Configuração

Leia mais

AUTODECLARAÇÃO. Visão Requerente SISVISA. Sistema de Controle de Vigilância Sanitária

AUTODECLARAÇÃO. Visão Requerente SISVISA. Sistema de Controle de Vigilância Sanitária AUTODECLARAÇÃO Visão Requerente SISVISA Sistema de Controle de Vigilância Sanitária Versão 2.0 1 CONTROLE DE REVISÕES Versão Data Autor Comentário 1.0 19/11/2015 Equipe IVIG_COPPE_UFRJ SISVISA versão 1.0.0

Leia mais

Tutorial - Módulo de Biblioteca

Tutorial - Módulo de Biblioteca Tutorial - Módulo de Biblioteca Conteúdo 1. Cadastrando Biblioteca... 2 2. Cadastros Auxiliares... 4 3. Cadastro do Acervo... 5 4. Como enviar sugestão de compra... 7 5. Como consultar o acervo... 8 6.

Leia mais

TUTORIAL PRÁTICO ECD ESCRITURAÇÃO CONTABIL DIGITAL

TUTORIAL PRÁTICO ECD ESCRITURAÇÃO CONTABIL DIGITAL TUTORIAL PRÁTICO ECD ESCRITURAÇÃO CONTABIL DIGITAL Cadastros 1) Cadastro > Empresa 2) Cadastro > Contador 3) Documentações > Sócios Plano de Contas 4) Cadastro > Plano de Contas > Plano de Contas Contábil

Leia mais

SISTEMA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL. MANUAL DO ADMINISTRADOR Módulo Dados Pessoais

SISTEMA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL. MANUAL DO ADMINISTRADOR Módulo Dados Pessoais SISTEMA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL MANUAL DO ADMINISTRADOR Módulo Dados Pessoais Prodesp Tecnologia da Informação SDS Superintendência Desenvolvimento de Sistemas DVP - Gerência de Desenvolvimento Folha

Leia mais

Primeiro Passo. Na sequência, surgirá a tela de Login, onde você poderá realizar uma das seguintes tarefas:

Primeiro Passo. Na sequência, surgirá a tela de Login, onde você poderá realizar uma das seguintes tarefas: Primeiro Passo Tenha em mãos seu CPF, Documento de Identidade (RG) e conta de e-mail válida! Sem essa documentação não é possível realizar sua inscrição no Processo de Ingresso. De posse desses dados,

Leia mais

MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI)

MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Organização: Patrícia Bianchi Machado, membro da Secretaria Executiva do Comitê Gestor do Simples Nacional V 2.0 02.07.2012

Leia mais

VIA FÁCIL - BOMBEIROS

VIA FÁCIL - BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS VIA FÁCIL - BOMBEIROS MANUAL DO USUÁRIO Versão V1.0 1 Índice A INTRODUÇÃO, 4 B USUÁRIO NÃO

Leia mais

lnclusão de Processos no E-Process para Baixa de GTM

lnclusão de Processos no E-Process para Baixa de GTM lnclusão de Processos no E-Process para Baixa de GTM Para a Solicitação de Baixa de GTM, devidamente acompanhada dos documentos indicados no Decreto Nº.56/003. Na página principal www.sefaz.mt.gov.br no

Leia mais

PJE. Cadastro Excepcional para Processos Digitais

PJE. Cadastro Excepcional para Processos Digitais PJE Cadastro Excepcional para Processos Digitais Objetivo: Este documento tem por objetivo descrever passo a passo do procedimento de Cadastro Excepcional para transpor os Processos Físicos, oriundos de

Leia mais

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN Entidade Municipal

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN Entidade Municipal JUNTA COMERCIAL Sistema MANUAL de ADMINISTRADOR Registro Integrado LOCAL REGIN Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN Entidade Municipal ENTIDADE MUNICIPAL MANUAL ADMINISTRADOR

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. 1) ACESSO AO SISTEMA Digite o endereço www.unimedbh.com.br/consultorio em qualquer computador com acesso à internet. Preencha os campos com o seu usuário e a senha. Para o login, digite as letras ADM,

Leia mais

Manual do Usuário Abertura de Empresa

Manual do Usuário Abertura de Empresa Manual do Usuário Abertura de Empresa Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Abertura de empresa - Consulta Prévia... 6 Etapa 1 - Requerente...

Leia mais

COMO FAZER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES

COMO FAZER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES COMO FAZER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES 1 SUMÁRIO 1 - CADASTRO INICIAL...03 2 ACESSO AO PREENCHIMENTO DAS INFORMAÇÕES...08 3 CADASTRO DAS INFORMAÇÕES DO AGENTE PÚBLICO E DOS DEPENDENTES...09 4 PREENCHIMENTO

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral - Impressão http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp Page 1 of 1 Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral Contribuinte,

Leia mais

Manual Operacional. Sistema de Declaração de Bens Membros/Servidores. versão 2.0. Diretoria de Sistemas - Atividade Meio

Manual Operacional. Sistema de Declaração de Bens Membros/Servidores. versão 2.0. Diretoria de Sistemas - Atividade Meio Ministério Público do Estado de São Paulo Manual Operacional Sistema de Declaração de Bens Membros/Servidores versão 2.0 06/05/2014 Versão 1.0 11/09/2014 Revisão 1.1 25/09/2014 Revisão 1.2 16/06/2016 Revisão

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA - CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO

MANUAL DO SISTEMA - CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO O portal da Sala de Atendimento ao Cidadão está disponível no endereço: www.cidadao.mpf.mp.br. Nesse ambiente é possível registrar uma manifestação, consultar

Leia mais

SICLOM Mapa Mensal. 1 Mapa Mensal. Versão: 2012. Manual de preenchimento do mapa mensal no SICLOM Gerencial

SICLOM Mapa Mensal. 1 Mapa Mensal. Versão: 2012. Manual de preenchimento do mapa mensal no SICLOM Gerencial 1 Mapa Mensal SICLOM Mapa Mensal Manual de preenchimento do mapa mensal no SICLOM Gerencial Versão: 2012 2 Mapa Mensal 3 Mapa Mensal Índice.. Introdução. 5 Como Acessar o SICLOM Gerencial. 5 Menu Geral.

Leia mais

3) Preencher Ficha de Cadastro da Instituição de Acolhimento. 3.1) Promotoria da Instituição de Acolhimento

3) Preencher Ficha de Cadastro da Instituição de Acolhimento. 3.1) Promotoria da Instituição de Acolhimento 3) Preencher Ficha de Cadastro da Instituição de Acolhimento Para o preenchimento correto das informações referentes à Instituição de Acolhimento que está sendo cadastrada, siga os passos descritos nos

Leia mais

Tutorial de emissão de GRU via Sinapse

Tutorial de emissão de GRU via Sinapse Tutorial de emissão de GRU via Sinapse O novo sistema de Emissão e Controle de GRU (Guia de Recolhimento da União) foi desenvolvido no intuito de integrar a Emissão de GRU's dos tipos Simples e Cobrança,

Leia mais

MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC EVENTUAL

MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC EVENTUAL 1 MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC EVENTUAL Este manual tem como objetivo apresentar os procedimentos necessários para a emissão, on-line, da autorização para

Leia mais

Solicitação de Eventos Planejamento Replanejamento. Área responsável: Controle Interno. Manual de Solicitação de Eventos - Planejamento 2014

Solicitação de Eventos Planejamento Replanejamento. Área responsável: Controle Interno. Manual de Solicitação de Eventos - Planejamento 2014 1 Solicitação de Eventos Planejamento Replanejamento Área responsável: Controle Interno. 2 ÍNDICE Pág. Índice Apresentação Troca de senha e acesso à ferramenta Solicitação de eventos e a descrição dos

Leia mais

MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC CONTINUO

MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC CONTINUO 1 MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC CONTINUO Este manual tem como objetivo apresentar os procedimentos necessários para a emissão, on-line, da autorização para

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 122, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 122, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 122, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DE COMÉRCIO E SERVIÇOS DEPARTAMENTO NACIONAL DE REGISTRO DO COMÉRCIO DOU de

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES MÓDULO DE CADASTRAMENTO DE ATLETAS 1º PASSO DOWNLOAD DO MÓDULO DE CADASTRAMENTO

MANUAL DE ORIENTAÇÕES MÓDULO DE CADASTRAMENTO DE ATLETAS 1º PASSO DOWNLOAD DO MÓDULO DE CADASTRAMENTO 1º PASSO DOWNLOAD DO MÓDULO DE CADASTRAMENTO 1. Entrar no Site Oficial dos Jogos Escolares do Paraná, na aba INSCRIÇÕES / INFORMAÇÕES INSCRIÇÕES ATLETAS. 2. Clicar em para fazer o download. Ao clicar aparecerá

Leia mais

COMO PARTICIPAR DE LICITAÇÕES DE ORGÃOS E ENTIDADES FEDERAIS

COMO PARTICIPAR DE LICITAÇÕES DE ORGÃOS E ENTIDADES FEDERAIS COMO PARTICIPAR DE LICITAÇÕES DE ORGÃOS E ENTIDADES FEDERAIS Você, fornecedor, sabia que pode vender seus produtos para o Gabinete da Presidência da República, para o IFPR Campus Ivaiporã ou para qualquer

Leia mais

Passo a Passo: Cadastro Simplificado - Contribuinte Interestadual EC -87/15

Passo a Passo: Cadastro Simplificado - Contribuinte Interestadual EC -87/15 Passo a Passo: Cadastro Simplificado - Contribuinte Interestadual EC -87/15 Foi disponibilizado no SIARE - Sistema Integrado de Administração da Receita Estadual, em 28/12/2015, para atender a EC 87/15,

Leia mais

ECF: A Geração do Arquivo

ECF: A Geração do Arquivo ECF: A Geração do Arquivo 1 Sumário Apresentação... 3 Como gerar o arquivo da ECF... 4 Configuração do Livro Caixa... 5 Gerar arquivo da ECF (Parte II)... 6 Como configurar o layout?... 7 É importante

Leia mais

Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP

Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP Conteúdo Introdução... 3 Procedimento para cadastro... 3 Cadastro de Usuário Pesquisador... 4 Cadastro de Usuário Comum... 10 Ativação de Conta...

Leia mais

COMO PREENCHER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES

COMO PREENCHER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES COMO PREENCHER A DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES 1 SUMÁRIO 1 - CADASTRO INICIAL...03 2 ACESSO AO PREENCHIMENTO DAS INFORMAÇÕES...08 3 CADASTRO DAS INFORMAÇÕES DO AGENTE PÚBLICO E DOS DEPENDENTES...09 4 PREENCHIMENTO

Leia mais

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Página1 e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. Safeweb e-nota G... 03 2. O que é XML... 04 3. Acesso e-nota G... 06

Leia mais

GUIA SISTEC ÓRGÃO VALIDADOR

GUIA SISTEC ÓRGÃO VALIDADOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (SISTEC) GUIA SISTEC ÓRGÃO VALIDADOR http://portal.mec.gov.br/sistec sistec@mec.gov.br

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 22 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Como abrir uma empresa?

Como abrir uma empresa? Disciplina- Novos Negócios FONTES: 1- http://www.sebrae-rs.com.br/areaatuacao/empreendedorismo/setores/7-passos-para-abrir-minhaempresa/314.aspx 2- Entrevista com um contador 3- Boa Ideia! E Agora? 1.Situação

Leia mais

Sumário. Credenciamento... 3. Ato de Concentração... 6. Requerimento de TCC... 10

Sumário. Credenciamento... 3. Ato de Concentração... 6. Requerimento de TCC... 10 Sumário Credenciamento... 3 Ato de Concentração... 6 Requerimento de TCC... 10 Credenciamento 1. O interessado deve acessar o sítio eletrônico do Cade (www.cade.gov.br) e realizar cadastro como Usuário

Leia mais

Portal de Carapicuíba Painel Administrativo

Portal de Carapicuíba Painel Administrativo Portal de Carapicuíba Painel Administrativo Guia de Uso ÍNDICE 1. Introdução 2. Acesso ao Painel Administrativo 3. Usuários 4. Notícias 5. Seções 6. Álbum de Fotos 7. Vídeos 8. Banners 9. Atos Oficiais

Leia mais

Cadastrando uma nova denúncia

Cadastrando uma nova denúncia Cadastrando uma nova denúncia Versão 1.0 Índice 1. Introdução... 2 2. Consultando uma denúncia... 2 3. Incluindo uma denúncia... 4 Cadastrando uma nova denúncia Pág. 2 1. Introdução O Conselho Tutelar

Leia mais

Solicitação de Eventos Planejamento Replanejamento

Solicitação de Eventos Planejamento Replanejamento Manual de Solicitação de Eventos - Planejamento 2014 1 Solicitação de Eventos Planejamento Replanejamento Manual de Solicitação de Eventos - Planejamento 2014 2 Conteúdo Apresentação... 3 1. Endereço Eletrônico...

Leia mais

SISTEMA SFUST. 1 A empresa deve designar um ou mais funcionários autorizados para acessar o Sistema Boleto em nome da entidade.

SISTEMA SFUST. 1 A empresa deve designar um ou mais funcionários autorizados para acessar o Sistema Boleto em nome da entidade. SISTEMA SFUST Acessar o site http://sistemas.anatel.gov.br/sis/sistemasinterativos.asp e clicar no link SFUST - Sistema de Acolhimento da Declaração do FUST. 1 A empresa deve designar um ou mais funcionários

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDIRA Prestadores de Serviços Tomadores de Serviços FISCALIZAÇÃO DE RENDAS MUNICIPAIS 1 GUIA DO USUARIO SUMÁRIO Pág. 1. INTRODUÇÃO 03 2. RECURSOS DO SISTEMA 03 2.1 Tela de Login

Leia mais

ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - DISCENTE SIGAA

ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - DISCENTE SIGAA ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - DISCENTE SIGAA Universidade Federal de Sergipe Núcleo de Tecnologia da Informação 2016 www.ufs.br NTI - 2105-6583 / 2105-6584 PROEST 2105-6458 / 2105-6430 SAE Assistência Estudantil:

Leia mais

MATRÍCULA GESTÃO ESCOLAR

MATRÍCULA GESTÃO ESCOLAR MATRÍCULA GESTÃO ESCOLAR 1. Informações Gerais. Este módulo tem por objetivo prover a matrícula dos alunos, regular ou complementar, com disputa de vagas ou on-line ou não. O processo é concluído com a

Leia mais

CNP 2.0 Cadastro nacional de produtos

CNP 2.0 Cadastro nacional de produtos A Linguagem Global dos Negócios CNP 2.0 Cadastro nacional de produtos Manual do Usuário O Cadastro Nacional de Produtos é uma ferramenta online, moderna e intuitiva para geração do código de barras para

Leia mais

Instrução para renovação

Instrução para renovação Instrução para renovação Certificado Digital e-cpf A3 Sistemas: Windows XP Windows Vista Windows Seven Internet Explorer 7 Internet Explorer 8 Internet Explorer 9 Abril/2011 Proibida a reprodução total

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão nº 26 Intimação de Sociedade de Advogados SUMÁRIO 1. USUÁRIOS DO SAJ/PG (USUÁRIOS INTERNOS)...2

Procedimento Operacional Padrão nº 26 Intimação de Sociedade de Advogados SUMÁRIO 1. USUÁRIOS DO SAJ/PG (USUÁRIOS INTERNOS)...2 1 Procedimento Operacional Padrão nº 26 Intimação de Sociedade de Advogados SUMÁRIO 1. USUÁRIOS DO SAJ/PG (USUÁRIOS INTERNOS)...2 1.1 Cadastro de Pessoas (Cadastro Controlado)...2 1.2 Cadastro de Partes

Leia mais

Manual do sistema SMARam. Módulo Cadastro de Bens Intangíveis

Manual do sistema SMARam. Módulo Cadastro de Bens Intangíveis Manual do sistema SMARam Módulo Cadastro de Bens Intangíveis LISTA DE FIGURAS Figura 1-Acesso ao Cadastro de Bens Intangíveis... 5 Figura 2-Aba básico... 5 Figura 3-Aba Financeiro... 6 Figura 4-Aba Movimentação...

Leia mais

Geração de Nota Fiscal Eletrônica de Serviço (06085)

Geração de Nota Fiscal Eletrônica de Serviço (06085) Geração de Nota Fiscal Eletrônica de Serviço (06085) O objetivo deste pacote é gerar o recibo provisório de serviço (RPS), efetuar o envio para o provedor dos serviços de nota eletrônica de cada município

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE ESTADO DE SÃO PAULO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE ESTADO DE SÃO PAULO Versão 1.12.03 Manual de Instalação do Programa de Declaração dos Contribuintes do ICMS Manual desenvolvido pelo Departamento de Informática da Prefeitura

Leia mais

Manual de Usuário Perfil Operador e Responsável Técnico e-crv Módulo Desmonte Cadastro de Veículo e Classificação de Peças

Manual de Usuário Perfil Operador e Responsável Técnico e-crv Módulo Desmonte Cadastro de Veículo e Classificação de Peças Manual de Usuário Perfil Operador e Responsável Técnico e-crv Módulo Desmonte Cadastro de Veículo e Classificação de Peças 1 Manual de usuário 1. Acesso ao sistema: Para acessar a página inicial do e-crv,

Leia mais

CONSULTA A CONVÊNIOS NO SIT DO TCE/PR

CONSULTA A CONVÊNIOS NO SIT DO TCE/PR SECONV PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) CONSULTA A CONVÊNIOS NO SIT DO TCE/PR Foz do Iguaçu 2014 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Reitoria Josué Modesto dos Passos Subrinho Vice-reitoria

Leia mais

MANUAL WEB PRESTADOR EXAMES OCUPACIONAIS

MANUAL WEB PRESTADOR EXAMES OCUPACIONAIS MANUAL WEB PRESTADOR EXAMES OCUPACIONAIS APRESENTAÇÃO O Manual Web apresenta o passo a passo para inclusão das informações das guias/procedimentos e avaliações clínicas, dos exames ocupacionais. Existem

Leia mais

ART Eletrônica. Guia de Utilização - CRBIO-04

ART Eletrônica. Guia de Utilização - CRBIO-04 ART Eletrônica Guia de Utilização - CRBIO-04 Acesso ao CRBio04 Online Caso seja seu primeiro acesso siga as instruções para criar um login Entre com seu login e senha para emitir uma ART Incluir ART Eletrônica

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE BIBLIOTECA

MANUAL DO SISTEMA DE BIBLIOTECA MANUAL DO SISTEMA DE BIBLIOTECA Objetivo desse manual: Orientar os profissionais que estão envolvidos na operacionalização do sistema de Biblioteca na escola sobre os principais procedimentos do referido

Leia mais

CADASTRO. Quem pode se inscrever para fazer esses cursos? Qualquer professor em exercício da rede pública estadual ou municipal.

CADASTRO. Quem pode se inscrever para fazer esses cursos? Qualquer professor em exercício da rede pública estadual ou municipal. CADASTRO O que é a Plataforma Paulo Freire? A Plataforma Paulo Freire é um sistema desenvolvido pelo Ministério da Educação para que o professor faça sua pré-inscrição em cursos de graduação, especialização,

Leia mais

PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR

PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR ORIENTAÇÕES GERAIS - EMPRESAS DE TRANSPORTE A partir de 1º de outubro de 2013 entrou em vigor a Resolução da METROPLAN nº 083, de 24 de maio de 2013, estabelecendo

Leia mais

Manual Portal Fornecedor Importação de XML

Manual Portal Fornecedor Importação de XML Manual Portal Fornecedor Importação de XML Sumário 1. Introdução...8 2. Descrição do Processo...9 3. Acesso ao Portal de Fornecedores...10 4. Dados do Fornecedor...11 5. Módulo Nota Fiscal...12 6. Gerenciamento

Leia mais

Escrituração Contábil Digital (ECD) Ano Calendário 2015

Escrituração Contábil Digital (ECD) Ano Calendário 2015 Escrituração Contábil Digital (ECD) Ano Calendário 2015 O SISTEMA CONSISANET já está apto para a geração do arquivo SPED Contábil ano calendário 2015 desde que seguida algumas configurações, conforme demonstramos

Leia mais

MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA TUTORIAL DE ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DOS DADOS DAS UNIDADES HABITACIONAIS

MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA TUTORIAL DE ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DOS DADOS DAS UNIDADES HABITACIONAIS MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA TUTORIAL DE ORIENTAÇÃO PARA PREENCHIMENTO DOS DADOS DAS UNIDADES HABITACIONAIS SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO CONTATOS SOBRE DÚVIDAS NO PREENCHIMENTO: Setor de Controle e Processamento

Leia mais

ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO - TELAS E FUNCIONALIDADES...5. Informações da Pessoa Jurídica...6

ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO - TELAS E FUNCIONALIDADES...5. Informações da Pessoa Jurídica...6 Página 1 / 16 ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO - TELAS E FUNCIONALIDADES...5 Informações da Pessoa Jurídica...6 Qualificação dos Sócios e Administradores QSA...8 Geração e

Leia mais

Assina S_Line Manual de Uso

Assina S_Line Manual de Uso 1. Introdução O Assina S_Line permite assinar digitalmente Resultados de Exames gerados no formato S_Line em XML ou PDF, fazendo uma cópia dos mesmos em um diretório definido pelo Cliente. Os documentos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Barra Mansa

Prefeitura Municipal de Barra Mansa Prefeitura Municipal de Barra Mansa Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos

Leia mais

Alteração do Status da Denúncia

Alteração do Status da Denúncia Alteração do Status da Denúncia Versão 1.0 Índice 1. Introdução... 2 2. Alterando o status da denúncia... 2 Alteração do Status da Denúncia Pág. 2 1. Introdução Como já vimos em módulos anteriores, uma

Leia mais

Tutorial de utilização do Sistema E-CONTROLE. Maio 2013

Tutorial de utilização do Sistema E-CONTROLE. Maio 2013 Tutorial de utilização do Sistema E-CONTROLE Maio 2013 Tutorial de utilização do Sistema E-Controle Índice 1) Associar usuário externo à Unidade Jurisdicionada (UJ) 2) Relatórios de usuário por Unidade

Leia mais

Venda? - FS72. Sistema: Futura Server. Caminho: Vendas>Pedido de Vendas. Referência: FS72. Versão: 2016.08.29

Venda? - FS72. Sistema: Futura Server. Caminho: Vendas>Pedido de Vendas. Referência: FS72. Versão: 2016.08.29 Como Criar um Venda? - FS72 Pedido de Sistema: Futura Server Caminho: Vendas>Pedido de Vendas Referência: FS72 Versão: 2016.08.29 Como funciona: A tela de Pedido de Vendas é uma das ferramentas mais importante

Leia mais

MANUAL BÁSICO PARA ACESSO AO PORTAL DE COMPRAS

MANUAL BÁSICO PARA ACESSO AO PORTAL DE COMPRAS MANUAL BÁSICO PARA ACESSO AO PORTAL DE COMPRAS Acesso ao Portal Problemas com Senhas Comunicados em Pop-up Acesso à Conta Fornecedor Processo de Cotação Confirmação de Pedidos Horizonte de Planejamento

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 28 Índice 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Selo de Autorização para Circulação de Carga Autorização para Estacionamento - AE. 2. Cadastro da Pessoa Jurídica / Pessoa Física

Selo de Autorização para Circulação de Carga Autorização para Estacionamento - AE. 2. Cadastro da Pessoa Jurídica / Pessoa Física Selo de Autorização para Circulação de Carga Autorização para Estacionamento - AE 1. Acessando o Sistema 2. Cadastro da Pessoa Jurídica / Pessoa Física 3. Alterando a Senha 4. Alterando o Cadastro 5. Recuperando

Leia mais

PASSO A PASSO Cadastro Importa Fácil Ciência Pesquisador

PASSO A PASSO Cadastro Importa Fácil Ciência Pesquisador SITE IMPORTA FÁCIL CADASTRAMENTO Mesmo que o pesquisador/entidade de pesquisa já tenha cadastro no Importa Fácil, ele deverá realizar o cadastro dos dados pessoais e da importação no novo sistema (recadastramento);

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA Prestadores de Serviços Tomadores de Serviços GUIA DO USUARIO FISCALIZAÇÃO DE RENDAS MUNICIPAIS Sumário INTRODUÇÃO 3 1. ACESSO AO SISTEMA 4 2. AUTORIZAR USUÁRIO 5 3. TELA

Leia mais

Manual Básico. Para utilização do Gerenciador de Imóveis

Manual Básico. Para utilização do Gerenciador de Imóveis Manual Básico Para utilização do Gerenciador de Imóveis Acessando o gerenciador 3 O Gerenciador é o local restrito onde o administrador responsável pelas informações do site, poderá fazer alterações de

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em

Leia mais

SIREF SISTEMA DE DISPONIBILIZAÇÃO DE REFERÊNCIAS

SIREF SISTEMA DE DISPONIBILIZAÇÃO DE REFERÊNCIAS PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CASA CIVIL SECRETARIA ESPECIAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL SECRETARIA DE GESTÃO, CONTROLE E NORMAS DEPARTAMENTO DE CONTROLE SIREF SISTEMA DE DISPONIBILIZAÇÃO DE REFERÊNCIAS Orientações

Leia mais

Você sabe o que é GISS? A partir de Março ela agilizará o Serviço Tributário

Você sabe o que é GISS? A partir de Março ela agilizará o Serviço Tributário Secretaria da Fazenda Como utilizar o GISSONLINE Você sabe o que é GISS? A partir de Março ela agilizará o Serviço Tributário O que é a GISS? A GISS é uma Guia de Informação e Escrituração Eletrônica de

Leia mais

1 Acesso ao Módulo de Agendamento do Portal de Serviços do Inmetro nos Estados

1 Acesso ao Módulo de Agendamento do Portal de Serviços do Inmetro nos Estados 1 Acesso ao Módulo de Agendamento do Para acessar o Módulo de Agendamento, o usuário deverá acessar o sitio do Portal de Serviços do Inmetro no Estados (PSIE), digitando na barra de endereço de seu navegador

Leia mais

TUTORIAL - COMO SUBMETER ARTIGOS

TUTORIAL - COMO SUBMETER ARTIGOS TUTORIAL - COMO SUBMETER ARTIGOS 9º Encontro Internacional de Formação de Professores e o 10º Fórum Permanente Internacional de Inovação Educacional Para ter acesso ao envio do artigo para o 9º Encontro

Leia mais

Manual SAGe Versa o 2.3

Manual SAGe Versa o 2.3 Manual SAGe Versa o 2.3 Cadastramento de Usuário (a partir da versão 12.14.02) Conteúdo Introdução... 2 Cadastramento... 2 Desvendando a tela inicial... 4 Completando seus dados cadastrais... 5 Não lembro

Leia mais

SEJA BEM VINDO AO GRUPO SOLFARMA!!

SEJA BEM VINDO AO GRUPO SOLFARMA!! SEJA BEM VINDO AO GRUPO SOLFARMA!! Procurando uma oportunidade de emprego? Saiba que o Banco de Talentos é a grande atração para o recrutamento do Grupo Solfarma. Um grupo de sucesso no interior de São

Leia mais

RioCard Saúde Presente

RioCard Saúde Presente Sumário 1) Acesso ao Sistema... 2 1.1) Esqueci minha senha... 2 1.2) Alteração de Senha... 3 1.3) Seleção de Perfil de Acesso e Local de Atendimento... 3 2) Home... 5 3) Menu Cadastro... 5 3.1) Cadastrar

Leia mais

CADASTRO PESSOA JURÍDICA

CADASTRO PESSOA JURÍDICA CADASTRO PESSOA JURÍDICA Nº Conta Corrente Elaboração Renovação Alteração 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Identificação da empresa CNPJ Nome fantasia N o de registro Data de constituição Capital social realizado

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÕES EM EVENTOS DA ESAF

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÕES EM EVENTOS DA ESAF ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÕES EM EVENTOS DA ESAF A ESAF trabalha com dois tipos de eventos: - Eventos abertos (demandados pelo cliente e/ou ofertados pela ESAF) qualquer pessoa pode se inscrever, desde que

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI

PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI Nota Fiscal Eletrônica FISCALIZAÇÃO DE RENDAS MUNICIPAIS - 1 - GUIA DO USUARIO SUMÁRIO Pág. 1. INTRODUÇÃO 03 2. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 04 2.1 Menu do sistema

Leia mais