Buzz Marketing: estratégias para atingir o consumidor na era digital e obter interações mercadológicas significativas 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Buzz Marketing: estratégias para atingir o consumidor na era digital e obter interações mercadológicas significativas 1"

Transcrição

1 Buzz Marketing: estratégias para atingir o consumidor na era digital e obter interações mercadológicas significativas 1 Bárbara Bazzanelli LEITÃO 2 Jaqueline Nicole FÁVERO 3 Luciana da Silva PREDOLIM 4 Luciana FISCHER 5 Pontifícia Universidade Católica de Campinas PUCC, Campinas, SP Resumo Este artigo aborda o buzz marketing e como essa técnica influencia o consumidor da era digital. Para isso, são explorados os novos aspectos referentes às formas de comunicação e as técnicas utilizadas para se gerar comunicação espontânea, o que passa por um estudo dos consumidores contemporâneos, e a forma como se comportam. A pesquisa tem como objetivo analisar a influência do buzz marketing sobre o consumidor na era digital, as principais técnicas para gerar comunicação espontânea, formas de comunicação on-line e a operacionalização de ações através de redes sociais virtuais. O trabalho é desenvolvido mediante revisão de literatura atualizada e apresenta exemplos que possibilitam contextualizar ações desenvolvidas nesta área. São apresentados ainda dados sobre a aceitabilidade do buzz marketing e como ele interage com a publicidade considerada tradicional, além de abordar as mudanças que o panorama geral publicitário sofreu nos últimos anos. Palavras-chave: comunicação, buzz marketing, marketing viral, publicidade, redes sociais. Introdução Num sistema de livre concorrência, o surgimento de novas marcas e o fortalecimento das já existentes torna a disputa pela atenção do consumidor cada vez mais intensa. Segundo Chetochine, especialista francês em estratégia, marketing e comunicação, a grande dificuldade para as marcas é encontrar um diferencial num mercado cada vez mais competitivo. Na falta 1 Trabalho apresentado no VII Congresso Nacional de História da Mídia, GT História da Mídia Digital, coordenado pelo Prof. Dr. Cristiano Max Pereira Pinheiro. 2 Estudante de graduação, 8º semestre do Curso de Publicidade e Propaganda, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas PUCC 3 Estudante de graduação, 8º semestre do Curso de Publicidade e Propaganda, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas PUCC 4 Estudante de graduação, 8º semestre do Curso de Publicidade e Propaganda, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas PUCC 5 Orientadora do trabalho. Mestre em Comunicação Social (Segmentação Publicitária), Professora do Curso de Publicidade e Propaganda, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas PUC-Campinas (

2 2 desse diferencial, marcas se expõem de forma excessiva e repetitiva, chegando a submeter um consumidor a cerca de três mil mensagens publicitárias por dia (HUBA e McCONNELL, 2006, p.07). Saturados pelas propagandas tradicionais com apelo varejístico, os consumidores modernos, que já não absorviam a maior parte de seu conteúdo, passam também a rejeitá-las, procurando novas formas de comprar e adquirir informações sobre produtos e serviços. É nesse ínterim que o buzz marketing ganha destaque, pois ao utilizar canais que interagem com o consumidor de forma bidirecional e individualizada, a técnica consegue atender muitas das necessidades que surgiram na era digital. Considerando as mudanças globais ocorridas a partir do séc. XXI, o presente artigo tem por objetivo analisar a influência do buzz marketing sobre o consumidor da era digital. Para isso os novos aspectos referentes às formas de comunicação são analisados e as principais técnicas utilizadas para gerar comunicação espontânea são identificadas. O artigo dá ênfase nas formas de comunicação on-line, analisando como o buzz marketing se operacionaliza através das redes sociais. O presente artigo menciona e apresenta dados referentes às três hipóteses levantadas: a propaganda tradicional, por si só, tem apresentado crescente dificuldade em alcançar os consumidores e atingi-los; o buzz marketing tornou-se uma ferramenta de mercado aceita por anunciantes e o fenômeno do buzz alterou o modo de se fazer publicidade. Para isso foi realizada inicialmente uma pesquisa bibliográfica, utilizando material especializado de fonte secundária como livros, revistas e sites relacionados, proporcionando maior conhecimento sobre os estudos já feitos acerca do tema pesquisado. Foi realizado também um estudo exploratório com a finalidade de desenvolver e esclarecer conceitos e idéias que auxiliem na elaboração dos tópicos abordados no artigo. O método de abordagem utilizado foi o hipotético-dedutivo, que se inicia a partir de uma lacuna nos conhecimentos. Por se tratar de um assunto recente e pouco explorado, existem poucas análises aprofundadas sobre o buzz marketing que permitam formações de conceitos, hipóteses e teses, dando assim uma margem grande para especulações e achismos. O método de procedimento utilizado foi o funcionalista, uma vez que o artigo analisa as funções do buzz marketing e como ele atinge ou influencia a sociedade. O perfil do consumidor da era digital É inquestionável o fato de que os consumidores estão assumindo, cada vez mais, uma posição ativa em relação às empresas e suas formas de comunicação. De acordo com as tendências compiladas por Faith Popcorn (1991), o mercado deixa de estar exclusivamente

3 3 nas mãos dos marketeiros e passa a ser manipulado pelos consumidores através de suas exigências, principalmente quando se trata da qualidade da mercadoria, tempo gasto nas lojas e contratação de serviços. Os consumidores ativos, também chamados de prossumidores 6, formam um grupo que se diferencia dos demais pelas suas atitudes interventoras em relação às marcas, pois eles respondem ao que lhes é oferecido, são questionadores, expõem sua opinião, comunicam-se com as empresas, pesquisam, comparam produtos e sabem da importância que eles representam para os negócios das corporações. Esses consumidores conseguem compreender melhor as estratégias de marketing, por isso eles mostram-se céticos às promessas empresariais e ficam menos suscetíveis ao poder das celebridades expostas nas propagandas. Esse comportamento tem gerado o crescimento de comunidades de ajuda online com a finalidade de compartilhar opiniões imparciais sobre produtos de todos os tipos. Dessa forma, as pessoas estão voltando-se umas para as outras na tentativa de encontrar informações confiáveis baseadas em experiência própria. Segundo Abdo, presidente da Dialeto.net (apud TERRA, 2007, Internet) As pessoas estão usando a Internet como pesquisa antes de comprar um produto. É mais fácil acreditar em outro consumidor do que em uma campanha Neste mundo pós.com e pós-enron, enfrentamos uma crise oriunda da falta de confiança dos consumidores nas empresas e marcas, especialmente com relação aos esforços de marketing que estão por trás delas. Além disso, vemos com suspeita a mídia, que talvez haja ido além do que lhe cabia na década passada. (MATATHIA, O REILLY e SALZMAN, 2003, p.27). A interatividade que a Internet proporciona também gerou mudanças no comportamento do consumidor, pois ela permitiu que as marcas estabelecessem uma relação mais próxima e focada em grupos de consumidores, que deixaram de ser simples espectadores para se tornarem co-produtores de produtos e serviços, criadores e compartilhadores de conteúdo. Segundo Wright (2008, p.22) as pessoas não querem que se fale para elas, mas que se fale com elas. É nesse momento que as empresas têm chances de oferecer experiências positivas para os clientes, pois o conteúdo criado pelo usuário é altamente personalizado e a 6 O conceito foi introduzido pelo escritor norte-americano Alvin Toffer, especialista em apontar tendências para o futuro, para indicar o consumidor ativo. O termo, originário do inglês prosumer, propõe juntar em uma só palavra os conceitos de produtores e consumidores.

4 4 interação por meio de redes sociais possibilita à empresa oferecer experiências positivas para os clientes, tornando-os clientes evangelistas. A influência do Buzz Marketing Uma das possibilidades de se diferenciar da concorrência e destacar uma marca entre tantas opções aos olhos do consumidor é aplicar o buzz marketing, uma técnica baseada no valor conversacional que utiliza uma ação de marketing roteirizada para gerar a transferência de informações através das redes sociais. Essas informações são disseminadas em alta velocidade e criam a ilusão de espontaneidade para o público, que repassa a mensagem que lhe atraiu a atenção sem conhecer sua origem. Alguns autores definem o buzz marketing como uma ferramenta de publicidade online, porém, mesmo sendo evidente que a maioria das campanhas de buzz marketing são disseminadas na Internet, devido à peculiaridade do meio, o boca-a-boca transcende a barreira do online fazendo com que as pessoas comentem sobre o assunto em suas redes sociais, estejam elas no ambiente físico ou virtual. Essa técnica de marketing é utilizada há centenas de anos, porém, ela tem ganhado força no século XXI pelo fato do consumidor moderno colher principalmente do boca a boca a maior parte das informações que deseja para efetuar a compra. Além disso, o baixo custo de aplicação, a imediaticidade com que as informações chegam ao público e a percepção individual da mensagem estão fazendo com que o buzz marketing se torne uma ferramenta de mercado gradativamente aceita pelos anunciantes. Antes da era digital o marketing era de massa, era possível gastar milhões com anúncios na TV. Hoje, isso não funciona mais, o retorno sobre investimento é muito baixo. Mas ainda é raro empresas que optam por uma estratégia de buzz marketing. Quando o CEO autoriza um investimento de milhões em publicidade, ele vê a campanha nas ruas, na televisão. O retorno sobre o investimento pode ser ruim, mas a verdade é que o produto do investimento existiu, dá para ver, é tangível. Já no buzz marketing não, é intangível. O CEO não vê nada acontecendo, deve apenas acreditar que os evangelistas estão fazendo o trabalho. (CHETOCHINE apud WERNECK, 2009, Internet) O boca a boca tem ocorrido com mais eficácia juntamente aos jovens, um público considerado difícil de ser atingido pelos profissionais de marketing, pois enquanto as propagandas tradicionais produzem anúncios no tom de um adulto curioso que se esforça para

5 5 imitar seu linguajar e seus modos, o buzz marketing penetra no seu meio através de adolescentes discutindo a respeito de marcas, estilos, produtos, filmes e dicas, a fim de contrastar os gostos e as atitudes dos outros. Segundo Almeida (apud MELLO, 2006, Internet) Se você quiser vender o produto primeiro e depois dar uma descontraída, fica comercial demais e eles desconfiam. Tem que chegar no estilo do jovem. Podemos considerar também que o jovem é mais atingidos pelo buzz marketing devido à sua grande necessidade de consumir tecnologias que ofereçam interatividade crescente, mobilidade e relacionamento. Além disso, é nessa fase da vida que a busca pela vivência de culturas exóticas aumenta, e a Internet é o principal meio por onde eles podem partilhar experiências cotidianas com pessoas de todas as partes do mundo. A juventude é a etapa da vida em que a troca de informações, idéias e crenças ocorre com mais freqüência por meio do boca-a-boca. Trata-se de um período de descoberta e experimentação, alimentado quase exclusivamente pelo ele disse ele veste, ele fez. (MATATHIA, O REILLY e SALZMAN, 2003, p.164). Huba e McConnell (2006, p.46) afirmam que nem sempre somente os produtos ousados, que possuem tecnologia de ponta é que merecem o buxixo, produtos improváveis, como medicamentos podem gerar comentários entre as pessoas e alavancar vendas. Porém, o grau de influência do buzz marketing varia amplamente de categoria para categoria, tendo mais poder sobre a decisão de compra de produtos que exigem conhecimento ou experiência como um computador ou um jantar num restaurante. Já para decisões mais pessoais, como o tipo de música a ouvir e a postura política a ser adotada, a ferramenta possui menos influência. Outro mito bastante comum é afirmar que a mídia e a propaganda são necessárias para criar o buxixo. Quando utilizadas muito cedo ou excessivamente, ambas podem surtir efeito contrário e esmagar o buxixo antes que ele se espalhe. Buxixo não é ter uma propaganda elegante ou promover exposições comerciais glamorosas. Diz respeito àquilo que os clientes as pessoas que pagam pelos produtos - falam uma para a outra (HUBA/ MCCONNELL, 2006, p.47). Sendo assim, o buzz marketing se encontra entre o sigilo absoluto e o todo mundo está fazendo isso, isto quer dizer que quando um produto se populariza ele deixa de ser quente e a estratégia fracassa. Um exemplo bem sucedido é o case do chocolate Twix com o comercial em que os personagens têm tiques nervosos gritando as palavras caramelo, chocolate e biscoito e provocando sustos nas pessoas.

6 6 O vídeo criado pela Almap foi lançado, num primeiro momento, somente na Internet. Depois do filme, eles colocaram atores nas filas do cinema e na própria sala de exibição gritando caramelo e aí as pessoas logo em seguida já gritavam biscoito e chocolate. Segundo o gerente de Marketing da Masterfoods (apud MELLO, 2006, Internet) A estratégia foi envolver o consumidor com a marca e mexer com as emoções. Um dos grandes méritos desta campanha é que ela proporciona entretenimento e capta a atenção das pessoas. De forma geral, o buxixo será alimentado por clientes satisfeitos com o produto ou serviço, e estes se tornarão vendedores voluntários, ou os chamados, clientes evangelistas, como aconteceu na campanha do Twix onde a marca conseguiu conquistar o cliente e fazê-lo divulgar o produto entre seus conhecidos. Segundo Mugnaini, diretor de criação para Internet da Almap (apud MELLO, 2006, Internet), Tem que dar uma reação em você e a vontade de passar para outra pessoa. O funcionamento de uma ação de Buzz Marketing Antes que qualquer informação seja disseminada através do boca-a-boca, é preciso identificar quem são os Alfas, isto é, os formadores de opinião que irão exercer influência sobre as outras pessoas. Eles correspondem a 8% dos consumidores e se diferenciam dos demais por serem extremamente seletivos, independentes, exigentes quanto às fontes em que confiam, e por estarem numa constante pelo busca por experiências que as outras pessoas ainda não viveram. Os Alfas querem ser os primeiros a saber de tudo, gostam de comparecer a eventos exclusivos e festas de pré-lançamento, e sempre procuram adquirir um produto antes que ele atinja o grande público. Embora disponham de uma ampla rede de contatos, Os Alfas não são necessariamente supersociáveis, pois eles nunca falam para grandes públicos, apenas repassam seus achados a um ou dois amigos dando o tom de uma notícia inédita. É neste momento que os Alfas criam tendências que são reproduzidas e disseminadas por seus amigos, denominados Abelhas. Os Abelhas são consumidores populares que apropriam-se das idéias dos Alfas e traduzem-nas a dados utilizáveis para o grande público, por isso também são chamados de superconectores. Seu estilo de vida é baseado na imitação e na afirmação que pode estar nas páginas de uma revista ou na reputação de uma marca, por isso esses consumidores não hesitam em despender dinheiro para obter a paz de espírito que vem da certeza de que compraram algo aceitável socialmente. Enquanto um Alfa prioriza a sua autenticidade e

7 7 busca produtos que complementem seu estilo pessoal, os Abelhas copiam a aparência de seu ídolo favorito, pois suas escolhas projetam-se para fora. O superconectores representam cerca de 20% dos consumidores que estão no centro de círculos sociais, onde a ação tem curso, tentando convencer outros de sua opinião a fim de transformá-los também em consumidores de um determinado produto ou serviço. Por isso, quando as pessoas têm a sensação súbita de que estão vendo e ouvindo alguma coisa em todos os lugares, é possível concluir que o buzz marketing está sendo fomentado pelo trabalho eficaz dos Abelhas, os grandes responsáveis por movimentar as idéias. À primeira vista, os Abelhas levam a fama de ser os criadores de tendências por serem mais espalhafatosos e visíveis na disseminação de uma idéia, mas na verdade eles estão apenas reproduzindo as tendências que foram introduzidas pelos Alfas. Por este motivo, muitas agências de publicidade concentram seus esforços de buzz marketing nos Alfas, os iniciadores do boca a boca, entretanto, se os Abelhas se recusarem a adotar e adaptar alguma coisa do mundo dos Alfas, o buxixo morrerá ali mesmo. Os Clientes Evangelistas Evangelista significa aquele que traz boas novas, um cliente evangelista é aquele que não só está plenamente satisfeito com seu produto, como também acredita e ama a empresa e o atendimento oferecido à ele e por conta disso fará questão de espalhar bons comentários sobre a empresa sempre que tiver oportunidade. Segundo Chetochine (apud WERNECK, 2009, Internet) Ele fica orgulhoso em converter os amigos em consumidores da marca, pois realmente acredita que ela fará a diferença na vida deles, como fez na sua própria. A empresa precisa ter uma causa, um valor que case com o valor pessoal do consumidor, sem uma causa nada acontece. Segundo Chetochine (apud WERNECK, 2009, Internet) o consumidor evangelista é aquele que acredita verdadeiramente na marca e, munido de informações sobre ela, irá querer passar essa imagem positiva a todos que conhece, assim como se a causa fosse sua. Ao se identificar com a empresa e ao ser ouvido em suas necessidades, o cliente se sente parte da organização e por isso fará o possível para que ela continue tendo sucesso. Tornar-se-á um vendedor voluntário, indicando os produtos a amigos e a parentes, merecendo uma atenção especial no tratamento que lhe for designado, afinal, posteriormente ele será a maior fonte de lucro e contato com o público alvo para quem o produto estará sendo comercializado. Segundo McConnel e Huba (2006, p.09) o custo da aquisição de um novo

8 8 cliente é cinco vezes mais alto que o custo para manter um cliente atual feliz. Ainda segundo McConnell e Huba, é nesse momento que o cliente se sente valorizado pela empresa e sente que deve indicá-la a outras pessoas. Os profissionais de marketing de evangelismo gastam seus orçamentos buscando permissão para desenvolver relacionamentos com os clientes, sabendo que o investimento, com o tempo, resultará em lucros mais altos e custos operacionais mais baixos. (HUBA/MCCONNELL, 2006, p.23) Os conceitos para medir o grau de satisfação dos clientes em relação a algum produto ou serviço também são de suma importância dentro da empresa, Mcconnell e Huba denominam tal ferramenta como Plus-Delta. Trata-se de um feed-back rápido e barato feito em geral pela Web. Os clientes enviam suas sugestões, críticas e elogios às empresas e elas dividem as mensagens recebidas em Plus, elogios e coisas boas em relação ao produto e em Delta, coisas passíveis de melhoria na empresa. Os resultados são surpreendentes para a empresa visto que as respostas são imediatas e poderão até ser usadas em materiais de marketing posteriores. Outra grande influência é a humanização das formas de comunicação dentro da empresa. Para entender como os clientes descrevem as declarações de valor e as ofertas de produtos de uma marca, muitas empresas têm adotado um estilo mais conversacional e casual, assinando como uma pessoa real e não em nome da gerência ou da diretoria. Para o cliente, a companhia marca passa a sensação de que ele está sendo ouvido tanto em suas reclamações quanto nos elogios, em troca, ela consegue obter um feed- back perfeito e confiável. De acordo com Mcconnell e Huba, clientes evangelistas são formados aos pedaços, isto é, são conquistados aos poucos. Primeiramente a empresa oferece um tipo de produto aos clientes, se os mesmos gostarem, voltarão para experimentar outro tipo de produto e logo conhecerão todos os produtos da empresa, estarão satisfeitos e poderão indicá-los a amigos e parentes. A divisão do produto ajuda a criar clientes evangelistas, pois reduz o risco para os tomadores de decisão que estão comprando pela primeira vez, além de encurtar o ciclo de vendas e proporcionar uma oportunidade para que os clientes provem os produtos mais cedo. Ainda segundo Huba e McConnell, uma forma bastante eficaz de reunir possíveis clientes evangelistas são as redes sociais onde se formam comunidades de pessoas com afinidades por determinado assunto. Nessas comunidades on-line é possível segmentar o publico-alvo e realizar um trabalho de evangelização destes clientes com maior índice de

9 9 sucesso, isto porque grande parte da comunicação não será perdida entre um público que não se interesse pelo produto ou serviço ofertado. Além disso, é possível fazer destas pessoas um elo entre a empresa e o mercado, utilizando-as para medir a popularidade da empresa, a eficácia da comunicação e a aceitação do produto no mercado. Redes Sociais e o Buzz Um estudo realizado pela comscore (2008, Internet) diz que 85% dos 26,2 milhões de internautas brasileiros - com acesso à Internet em casa ou no trabalho - visitaram alguma rede social em setembro de 2008, isso equivale a dizer que 22,3 milhões de brasileiros estão envolvidos em redes sociais. O Ibope (apud O Diário do Povo, 2009, Internet) divulgou ainda uma pesquisa dizendo que 34,5% dos usuários utilizam a Internet exclusivamente para sites de relacionamento. A Internet e as redes sociais apresentam inúmeras possibilidades de promover interações e experiências positivas entre o consumidor e uma empresa e seus produtos. Isso é possível, pois quando as pessoas acessam as diversas redes sociais disponíveis, buscam primeiramente por interação, e segundo os estudos da comscore e do Ibope, isso acontece com bastante frequência entre os internautas brasileiros. As redes sociais, em muitos casos se relacionam entre si de forma a estimular o internauta a se envolver cada vez mais em redes sociais variadas, além de proporcionar que se crie uma vida on-line, o que com o passar do tempo, pode se tornar uma história online. E essa é uma das razões pelas quais as redes sociais tendem a tomar mais força com o passar do tempo, uma vez criada a história on-line, ela dificilmente será deixada de lado. Essa mesma filosofia vem sendo utilizada pelas empresas que já se deram conta das oportunidades que o mundo das comunicações digitais pode trazer. Muniz Neto, vice-presidente de criação da agência Bullet (apud GONZALES, 2008, Internet) afirma que as agências descobriram que é preciso fazer uma história na plataforma das redes sociais diz ainda que o trabalho começa realmente quando o consumidor responde a essa narrativa, que deve ser criada para gerar respostas. Um exemplo do inter-relacionamento das redes sociais e como ele pode beneficiar o buzz marketing, é a criação de uma campanha viral publicada no YouTube, que é espalhada pelos internautas através do Twitter, postagens em blogs, favorita no Orkut e enviada aos amigos por MSN, o que eventualmente se transformará em comentários nos intervalos de aula, na pausa para o café no trabalho, ou seja, transcenderá a barreira do on-line.

10 10 Para utilizar as redes sociais a fim de criar um buzz em torno de determinada marca é importante, em primeiro lugar, conhecer os costumes e as preferências dos clientes, para ai então traçar estratégias para interagir com esse consumidor a fim proporcionar experiências positivas que o fará espalhar notícias e dividir conteúdos. As estratégias criadas após pleno conhecimento do público alvo devem trazer formatos simples e extremamente criativos e proporcionar elevado grau de interação entre empresa e consumidor, visando criar o desejo de compartilhar a informação. Segundo Gustavo Fortes, diretor de planejamento e criação da Espalhe, primeira agência de Marketing de Guerrilha do Brasil, é preciso criar um conceito que seja tão forte que passe para frente simplesmente porque as pessoas querem falar dele, a expertise de relacionamento com a imprensa entra para potencializar ainda mais o alcance deste conceito. O boca a boca é tão forte que chega nos jornalistas e o assunto é falado por todo mundo. Um exemplo de ação de buzz marketing que teve repercussão na mídia brasileira foi o case da Kaiser onde a atriz e modelo Karina Bacchi e o protagonista dos comerciais da marca, foram flagrados juntos sugerindo haver um romance entre eles, tomavam cerveja juntos e trocavam beijos na despedida. O fato saiu na capa de várias as revistas de celebridades com veiculação nacional, e gerou um grande buxixo. Posteriormente foi lançada a campanha da Kaiser confirmando o namoro e reforçando o buzz em torno da marca.

11 11 Considerações Finais Foi evidenciado que a utilização do buzz marketing está crescendo gradativamente, porém, não é possível considerá-lo uma ferramenta de mercado amplamente aceita devido à resistência de alguns anunciantes em adotar esse tipo de ação. Isso acontece pela dificuldade em se quantificar com precisão o impacto do boca a boca, pois é possível ver a repercussão em citações na imprensa, blogs e redes sociais, mas é impossível calcular quantas pessoas foram atingidas pelo buzz marketing. Já a mídia tradicional possui um resultado tangível, pois os anunciantes vêem suas propagandas nas ruas, e calculam o número de consumidores atingidos pela comunicação e o retorno sobre investimento obtido com a campanha. Ao contrário da hipótese levantada, o fenômeno do buzz não alterou o modo de se fazer publicidade, mas agregou uma nova ferramenta ao marketing para atingir um nicho específico de consumidores que possuem o perfil adequado para esse tipo de ação. Constatouse também que na maioria dos casos as campanhas virais estão atreladas à mídia tradicional e que a técnica que vem sendo utilizada principalmente pelos grandes anunciantes que possuem campanhas consagradas nacional e mundialmente. Numa realidade de mercado onde existe uma infinidade de marcas e poucas delas possuem realmente um diferencial, as inúmeras comunicações as quais os consumidores são expostos, acabam perdendo a credibilidade. Os consumidores passam a questionar o que lhes é oferecido, nesse momento muitos investimentos em mídia tradicional são feitos em vão. O importante é fazer com que a campanha entre no dia a dia do consumidor, fale diretamente com ela, traga benefícios reais, isso vem se tornando cada vez mais difícil se considerado somente a propaganda tradicional, é preciso aliar técnicas diferenciadas como por exemplo o buzz marketing. Por isso é dito que a propaganda tradicional, por si só, tem apresentado crescente dificuldade em alcançar os consumidores e atingi-los. O buzz marketing tem conseguido atingir o consumidor efetivamente devido à forma de comunicação que ele utiliza, integrando-se ao dia-a-dia do consumidor ao invés de invadir sua vida como a propaganda tradicional. Essa técnica encontra grande força nas redes sociais, que possibilitam uma chance valiosa de interação entre a empresa e o consumidor. Para isso é preciso que a empresa tenha pleno conhecimento acerca de seu consumidor para que as ações on-line atinjam o público alvo de forma positiva, gerando a multiplicação espontânea de informação.

12 12 Referências EIGHTY FIVE PERCENT OF BRAZILIAN INTERNET USERS VISITED A SOCIAL NETWORKING SITE IN SEPTEMBER Disponível em <http://www.comscore.com/press_events/press_releases/2008/11/social_networking_in_brazil> Acesso em 01/jun/2009. ENCONTROS AMOROSOS ENTRE A MARCA E O CONSUMIDOR. Disponível em <http://www.meiosepublicidade.pt/2009/05/29/encontros-amorosos-entre-a-marca-e-o-consumidor/> Acesso em 01/jun/2009. GONZALES, Max Alberto. Agências precisam descobrir redes sociais. Disponível em <http://info.abril.com.br/aberto/infonews/082008/ shl> Acesso em 01/jun/2009. HUBA, Jackie; MCCONNELL, Ben. Buzzmarketing Criando Clientes Evangelistas. 1ª ed.são Paulo: MBooks, MATATHIA, Ira; O REILLY Ann; SALZMAN, Marian. Buzz: A Era do Marketing Viral. 1ª ed. São Paulo: Cultrix, MELLO, Bruno. Publicidade ataca com Marketing Viral. Disponível em <http://www.mundodomarketing.com.br/17,159,publicidade-ataca-com-marketing-viral.htm> Acesso em 22/jun/2009. PROSSUMIDOR. Disponível em <http://wiki.educartis.com/wiki/index.php?title=prossumidor> Acesso em 01/jun/2009. TENDÊNCIAS COMPILADAS POR FAITH POPCORN NO RELATÓRIO POPCORN. Disponível em <http://www.decarvalho.eng.br/tendencias-relatoriopopcorn.pdf > Acesso em 01/jun/2009. TERRA, Thiago. Buzz Marketing Empresas monitoram redes de relacionamento on-line para melhorar produtos e se aproximar do consumidor. Disponível em <http://www.mundodomarketing.com.br/10,1850,-i-buzz-marketing-i-br-empresas-monitoram-redesde-relacionamento-on-line-para-melhorar-produtos-e-se-aproximar-do-consumidor.htm> Acesso em 22/jun/2009. WERNECK, Ticiana. Tudo por uma causa. Disponível em <http://www.cmnovarejo.com.br/conteudo.asp?post_id=284> Acesso em 22/jun/2009. WRIGHT, Jeremy: Blog Marketing: a nova revolucionária maneira de aumentar vendas, estabelecer sua marca e alcançar resultados excepcionais. São Paulo: M. Books, 2008.

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO Fevereiro 2016 A MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O que mais incomoda no discurso/posição que a mulher

Leia mais

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL INTRODUÇÃO Já imaginou ter acesso a dados e estatísticas do website do concorrente? Com alguns aplicativos e ferramentas, isso já é possível. Com ajuda deles, você

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz;

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz; E-mail marketing, muitas vezes considerada uma forma de marketing pessoal, é uma das mais valiosas ferramentas de web marketing, uma das mais visadas e mais focada pelos marqueteiros. Vamos nos concentrar

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

RELACIONAMENTO, REPUTAÇÃO E RELEVÂNCIA

RELACIONAMENTO, REPUTAÇÃO E RELEVÂNCIA RELACIONAMENTO, REPUTAÇÃO E RELEVÂNCIA Comunicação Organizacional em Mídias Sociais UNISO Prof. Randolph de Souza PRESENÇA NAS MÍDIAS Necessidade Definição de Estratégias para minimizar riscos Se bem trabalhadas

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2

ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2 ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2 RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo saber como é desenvolvido o trabalho de Assessoria de Imprensa, sendo um meio dentro da comunicação que através

Leia mais

MARKETING DIGITAL PARA PME: APRENDA A DEFINIR QUANDO, COMO E EM QUAIS ESTRATÉGIAS INVESTIR

MARKETING DIGITAL PARA PME: APRENDA A DEFINIR QUANDO, COMO E EM QUAIS ESTRATÉGIAS INVESTIR MARKETING DIGITAL PARA PME: APRENDA A DEFINIR QUANDO, COMO E EM QUAIS ESTRATÉGIAS INVESTIR Introdução 02 A importância de calcular o ROI dos investimentos Capítulo 1 04 Aprendendo a definir os investimentos

Leia mais

Como cultivar leads do Comitê de TI

Como cultivar leads do Comitê de TI BRASIL Como cultivar leads do Comitê de TI O marketing está ajudando ou atrapalhando? Confiança + Credibilidade devem ser CONQUISTADAS O profissional de marketing moderno conhece a importância de cultivar

Leia mais

5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo

5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo 5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo Este estudo teve como objetivo contribuir para a compreensão do uso das mídias sociais, como principal ferramenta de marketing da Casar é Fácil, desde o momento da sua

Leia mais

Marketing Político na Internet - Eleições 2016

Marketing Político na Internet - Eleições 2016 Marketing Político na Internet - Eleições 2016 Implementar e administrar um Plano de Marketing Digital para as campanhas eleitorais de 2016 CEO da Agência AC7, Elcio Castilho, com 24 anos de experiência

Leia mais

INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL

INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL FAÇA SUA CAMPANHA PARA PROJETO PODER P - Planejamento O - Organização D - Delegação E - Execução R - Realização Lance sua campanha para Vereador com o Projeto

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Curso Completo de Marketing Multinível MARKETING DE ATRAÇÃO

Curso Completo de Marketing Multinível MARKETING DE ATRAÇÃO Curso Completo de Marketing Multinível MARKETING DE ATRAÇÃO MARKETING DE ATRAÇÃO Uma das estratégias mais poderosas que você pode usar para trabalhar com contatos frios é o marketing de atração. Esse é

Leia mais

Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica.

Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica. Blogs Corporativos como instrumentos de comunicação nas empresas: uma análise prático-teórica. Além de tornar-se fundamental para a difusão do conhecimento e geração das relações interpessoais, a Internet

Leia mais

social media para bares, restaurantes e afins

social media para bares, restaurantes e afins BARTIPS social media para bares, restaurantes e afins O que buscamos? Divulgar seu estabelecimento para milhares de potenciais consumidores. Fazer você ser parte do dia-a-dia de seu cliente Ter suas novidades,

Leia mais

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Morgana Hamester História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Contexto atual Modelização digital contemporaneidade;

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

Blog da House Comunicação entre a Agência Experimental e acadêmicos de Publicidade e Propaganda da FURB 1

Blog da House Comunicação entre a Agência Experimental e acadêmicos de Publicidade e Propaganda da FURB 1 Blog da House Comunicação entre a Agência Experimental e acadêmicos de Publicidade e Propaganda da FURB 1 Fernanda Bento ZEN 2 Joaquim Cardeal Junior 3 Fabricia Durieux ZUCCO 4 Venilton REINERT 5 FURB

Leia mais

A l e x a n d r a P a u l o

A l e x a n d r a P a u l o A l e x a n d r a P a u l o ESCOLA SECUNDÁRIA SERAFIM LEITE TRABALHO FINAL TÉCNICAS DE VENDA Alexandra Paulo 11ºI Nº 21160 Disciplina: Comercializar e vender Prof: João Mesquita 20-12-2012 2012-2013 1

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B Mídias sociais como apoio aos negócios B2B A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade.

MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade. MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade. É o mais importante e confiável guia de lazer e cultura

Leia mais

Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3

Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3 ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO EM Dezembr o 2013 Crie seu mecanismo de envolvimento: parte 3 RESUMO Em um período em que os profissionais de marketing acham que seu trabalho mudou mais em dois anos

Leia mais

O papel do CRM no sucesso comercial

O papel do CRM no sucesso comercial O papel do CRM no sucesso comercial Escrito por Gustavo Paulillo Você sabia que o relacionamento com clientes pode ajudar sua empresa a ter mais sucesso nas vendas? Ter uma equipe de vendas eficaz é o

Leia mais

REDES SOCIAIS. Profº Thiago Arantes

REDES SOCIAIS. Profº Thiago Arantes REDES SOCIAIS Profº Thiago Arantes Todos os direitos reservados - IAB 2014 - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

Sobre o estudo. Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa...

Sobre o estudo. Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa... Sobre o estudo perfil Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa... Amostra: Total: 1.035 respondentes Consumidores: 805 Profissionais: 230 objetivo

Leia mais

Segmentação Inteligente: como utilizá-la

Segmentação Inteligente: como utilizá-la Segmentação Inteligente: como utilizá-la SEGMENTAÇÃO INTELIGENTE: COMO UTILIZÁ-LA O que você acha de chegar a uma loja e ter todos os produtos que mais deseja separados exclusivamente para você, com todas

Leia mais

RETORNO EM EDUCAÇÃO CORPORATIVA DEVE SER MENSURADO

RETORNO EM EDUCAÇÃO CORPORATIVA DEVE SER MENSURADO RETORNO EM EDUCAÇÃO CORPORATIVA DEVE SER MENSURADO Apesar de as empresas brasileiras estarem despertando para o valor das ações de educação corporativa em prol dos seus negócios, muitos gestores ainda

Leia mais

Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital

Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital digital? Por que sua marca deve investir em marketing + 100 milhões 90 % de internautas no Brasil dos consumidores, ouvem sugestões

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais

Uso estratégico do Twitter: como usar o microblogging a favor da sua empresa. www.talk2.com.br

Uso estratégico do Twitter: como usar o microblogging a favor da sua empresa. www.talk2.com.br Uso estratégico do Twitter: como usar o microblogging a favor da sua empresa www.talk2.com.br 04 Introdução 4 05 08 10 16 Por que as pessoas seguem uma conta 5 O que você precisa ter e saber antes de criar

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL Introdução A partir da década de 90 as transformações ocorridas nos aspectos: econômico, político, social, cultural,

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

MARKETING l COMUNICAÇÃO

MARKETING l COMUNICAÇÃO MARKETING l COMUNICAÇÃO A MMNIETO A MM NIETO é uma empresa especializada no desenvolvimento projetos voltados para a área de marketing e comunicação. Cada projeto é realizado conforme a oportunidade do

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital Apresentação Presença Digital 2012 ÍNDICE 1. GESTÃO MÍDIAS SOCIAIS... 03 2. ESTRATÉGIAS COMPLEMENTARES... 04 3. PERSONALIZAÇÃO... 05 4. CASES... 06 5. SOBRE A INTERMIDIA BRASIL... 13 6. CLIENTES... 14

Leia mais

PARA QUE SERVE O CRM?

PARA QUE SERVE O CRM? Neste mês, nós aqui da Wiki fomos convidados para dar uma entrevista para uma publicação de grande referência no setor de varejo, então resolvemos transcrever parte da entrevista e apresentar as 09 coisas

Leia mais

O Guia do Relacionamento para o corretor moderno

O Guia do Relacionamento para o corretor moderno O Guia do Relacionamento para o corretor moderno Introdução 3 O que é marketing de relacionamento 6 Como montar uma estratégia de relacionamento 9 Crie canais de relacionamento com o cliente 16 A importância

Leia mais

PROSUMERODY. É possível sobreviver em um mercado com consumidores cada vez mais insatisfeitos, criativos e poderosos? PRODUCER CONSUMER PARODY

PROSUMERODY. É possível sobreviver em um mercado com consumidores cada vez mais insatisfeitos, criativos e poderosos? PRODUCER CONSUMER PARODY PROSUMERODY PRODUCER CONSUMER PARODY É possível sobreviver em um mercado com consumidores cada vez mais insatisfeitos, criativos e poderosos? 01 O que é? PROSUMER? O termo PROSUMER foi originado da junção

Leia mais

Redes Sociais as quais os acadêmicos do curso de Direito da Universidade Luterana do Brasil campus Guaíba possuem

Redes Sociais as quais os acadêmicos do curso de Direito da Universidade Luterana do Brasil campus Guaíba possuem 196 Redes Sociais as quais os acadêmicos do curso de Direito da Universidade Luterana do Brasil campus Guaíba possuem Blume Pfleger * Elizabete Pereira *Jéssica Lunardelli *Junia Silva * Susane da Silva

Leia mais

Como Eu Começo meu A3?

Como Eu Começo meu A3? Como Eu Começo meu A3? David Verble O pensamento A3 é um pensamento lento. Você está tendo problemas para começar seu A3? Quando ministro treinamentos sobre o pensamento, criação e uso do A3, este assunto

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com. SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL Expositor Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.br (61) 9613-6635 5 PILARES DO MARKETING DIGITAL 1 2 3 4 5 Presença digital: Ações

Leia mais

AdWords. Anuncie no Google e Venda Mais! Expanda sua empresa! Você tem um argumento de vendas e precisa captar mais clientes?

AdWords. Anuncie no Google e Venda Mais! Expanda sua empresa! Você tem um argumento de vendas e precisa captar mais clientes? Anuncie no Google e Venda Mais! Expanda sua empresa! Você tem um argumento de vendas e precisa captar mais clientes? Ligue para nós e conheça a melhor estratégia para atender às necessidades de vendas

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Criando presença com as páginas do Facebook

Criando presença com as páginas do Facebook Páginas do 1 Criando presença com as páginas do Sua Página Todos os dias, milhões de pessoas em todo o mundo acessam o para se conectar com amigos e compartilhar coisas que gostam. Este guia foi desenvolvido

Leia mais

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais.

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais. The New Conversation: Taking Social Media from Talk to Action A Nova Conversação: Levando a Mídia Social da Conversa para a Ação By: Harvard Business Review A sabedoria convencional do marketing por muito

Leia mais

E-Book! O que é Inbound Marketing?

E-Book! O que é Inbound Marketing? E-Book! O que é Inbound Marketing? E-Book O que é Inbound Marketing? Estamos em um período de transição de modelos mentais e operacionais entre o Marketing Tradicional e o Inbound Marketing. Este e-book

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL

PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL Prof. a Fabiana Baraldi - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção.

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. estratégias online Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. serviços consultoria Benchmark Planejamento

Leia mais

Sistemas de Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente (Customer Relationship Management CRM)

Sistemas de Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente (Customer Relationship Management CRM) CRM Definição De um modo muito resumido, pode definir-se CRM como sendo uma estratégia de negócio que visa identificar, fazer crescer, e manter um relacionamento lucrativo e de longo prazo com os clientes.

Leia mais

Comércio na internet: muito mais que e-commerce

Comércio na internet: muito mais que e-commerce Comércio na internet: muito mais que e-commerce Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência

Leia mais

REDES SOCIAIS. Prof. Thiago Arantes

REDES SOCIAIS. Prof. Thiago Arantes REDES SOCIAIS Prof. Thiago Arantes - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em mídias sociais. Setembro de 2009

Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em mídias sociais. Setembro de 2009 Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em mídias sociais Setembro de 2009 A pesquisa Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em mídias sociais foi direcionada para

Leia mais

Monitoramento de Marcas no Twitter: Instituições de Ensino Superior Privadas de Salvador. Monitoramento de Marcas no Twitter: Inst.

Monitoramento de Marcas no Twitter: Instituições de Ensino Superior Privadas de Salvador. Monitoramento de Marcas no Twitter: Inst. Monitoramento de Marcas no Twitter: Instituições de Ensino Superior Privadas de Salvador Introdução A web contemporânea nos revela aspectos importantes no comportamento de seus usuários: produção e compartilhamento

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

INTRODUÇÃO. Conheça agora o que pensam os profissionais de comunicação brasileiros e compare os resultados deste estudo às suas impressões e opiniões.

INTRODUÇÃO. Conheça agora o que pensam os profissionais de comunicação brasileiros e compare os resultados deste estudo às suas impressões e opiniões. INTRODUÇÃO Interpretações, previsões, comparações, sentenças: tudo isso faz parte do cotidiano de qualquer setor. Na comunicação, não poderia ser diferente. Especialmente neste momento de mudanças constantes

Leia mais

O varejo e a era da disrupção

O varejo e a era da disrupção 10Minutos Varejo Total Retail 2015 - Pesquisa anual da PwC com os consumidores O varejo e a era da disrupção Destaques Os consumidores estão definindo sua própria abordagem de relacionamento com o varejo,

Leia mais

SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB.

SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB. SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB. #estratégia #marketingdigital #websites Somos uma agência especializada em MARKETING DIGITAL 2007 +7 anos de experiência A Ramosdesign foi criada

Leia mais

Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais. Por Gustavo Valvasori

Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais. Por Gustavo Valvasori Como monitorar seus concorrentes e fazer pesquisa de mercado nas redes sociais Por Gustavo Valvasori Índice 1. Introdução 2. Por que monitorar? 3. O que monitorar? 4. Como dialogar 5. Fluxo de comunicação

Leia mais

Trabalhando em conjunto, trabalhando sempre.

Trabalhando em conjunto, trabalhando sempre. A AVY COMUNICAÇÃO A AVY Comunicação é uma agência de comunicação e marketing que desenvolve diferentes soluções utilizando a experiência e criatividade de sua equipe para gerar valor institucional, fidelidade

Leia mais

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO.

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. São Paulo - SP 2016 RENAN ROCHA ALVES - RA: 6448758 E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING

Leia mais

Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS. Business-to-Business

Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS. Business-to-Business Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS Business-to-Business À primeira vista, a conexão entre mídias sociais e empresas que fazem negócios com outras empresas (Business-to-Business) não

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing.

coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing. 10 coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing. Quem é o seu público? Para quem você quer vender? Parece óbvio, não? Mas muitos empreendedores engasgam para responder esta pergunta. Na

Leia mais

PUC Minas Abril / Maio de 2009. Marketing. Digital. Prof. Caio Cesar (caiocgo@pucminas.br)

PUC Minas Abril / Maio de 2009. Marketing. Digital. Prof. Caio Cesar (caiocgo@pucminas.br) PUC Minas Abril / Maio de 2009 Marketing Digital Prof. Caio Cesar (caiocgo@pucminas.br) Caio Cesar? Ensino / Pesquisa / Consultoria Marketing de Varejo Comunicação Online Design de Interação caiocgo@pucminas.br

Leia mais

10 Coisas Simples Que Você Pode. Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente

10 Coisas Simples Que Você Pode. Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente 10 Coisas Simples Que Você Pode Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente Geração de tráfego e converter os leads resultantes em vendas é o último desafio para qualquer comerciante ou empreendedor,

Leia mais

Email Marketing: Dicas De Como Fazer De Uma Forma Que Funciona

Email Marketing: Dicas De Como Fazer De Uma Forma Que Funciona Email Marketing: Dicas De Como Fazer De Uma Forma Que Funciona O email marketing é uma das formas de marketing mais lucrativas que existem para pequenas, médias e grandes empresas e também para profissionais

Leia mais

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa]

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] 1 Sumário O Surgimento do Analista de Redes Sociais... 2 O que é um Analista de Redes Sociais?... 5 Qual é o Perfil do Analista

Leia mais

Como e por que criar uma para sua empresa A PERSONA VECTOR

Como e por que criar uma para sua empresa A PERSONA VECTOR Como e por que criar uma para sua empresa A PERSONA Quem trabalha com marketing, publicidade ou já anunciou na mídia, certamente foi questionado alguma vez sobre quem é o público-alvo da empresa. Isso

Leia mais

Social Media em 5 etapas

Social Media em 5 etapas Como estruturar seu sistema de Social Media em 5 etapas O que é este guia? O Guia de inicialização em social media foi criado pela G&P como uma forma de ajudar e incentivar as mais diversas empresas do

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

RESUMO EXECUTIVO realmente significa estar informado? Como filtrar a informação certa do montante de informações triviais

RESUMO EXECUTIVO realmente significa estar informado? Como filtrar a informação certa do montante de informações triviais RESUMO EXECUTIVO Muito tem se falado em era da informação, informação é poder, etc. Mas o que realmente significa estar informado? Como filtrar a informação certa do montante de informações triviais que

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Este assunto normalmente é tratado quando se aborda a coleta de dados no ciclo de Inteligência. No entanto, o fenômeno das redes sociais, atualmente, cresceu

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

Glossário. Anúncios no Facebook

Glossário. Anúncios no Facebook Glossário Anúncios no Facebook Ações O número de vezes que as pessoas curtiram sua Página, curtiram publicações em sua Página, comentaram, @ mencionaram, fizeram o check-in em um local, marcaram sua marca

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS Constantemente, somos bombardeados por incontáveis conteúdos visuais. Imagens ilustram websites, redes sociais, folders,

Leia mais

Bem-vindo ao Mídia Kit do História-Erótica! Neste arquivo é possível obter informações úteis e precisas sobre um dos

Bem-vindo ao Mídia Kit do História-Erótica! Neste arquivo é possível obter informações úteis e precisas sobre um dos Bem-vindo ao Mídia Kit do História-Erótica! Neste arquivo é possível obter informações úteis e precisas sobre um dos portais mais populares e picantes do Brasil, como: dados estatísticos, pesquisas de

Leia mais