MakeValue Treasury Cognitive for SAP. Fluxo de Caixa e Operações Financeiras Para o ERP SAP.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MakeValue Treasury Cognitive for SAP. Fluxo de Caixa e Operações Financeiras Para o ERP SAP."

Transcrição

1 MakeValue Treasury Cognitive for SAP Fluxo de Caixa e Operações Financeiras Para o ERP SAP.

2 Agenda da Apresentação 01 Perfil Institucional 02 Fluxo de Caixa 03 Operações Financeiras 04 Contato Comercial

3 MakeValue Empresa brasileira com foco em Treasury Cognitive. A única Solução no Brasil, com Fluxo de Caixa e Operações Financeiras dentro do ERP SAP. Compatível com SAP HANA.

4 Produtos MakeValue Fluxo de Caixa Fluxo de caixa orçado, previsto e realizado. Posição de caixa precisa e em tempo real. Operações Financeiras Controle total e dinâmico de Aplicações, Captações, Derivativos, Mútuo e Garantias. Gestão Estratégica Prazos médios, ciclo financeiro + relatórios fundamentados em análise cognitiva.

5 Fluxo de Caixa Posição de caixa em tempo real. Soluções inteligentes trazem segurança na tomada de decisão.

6 Gestão do Fluxo de Caixa Fluxo de caixa previsto e realizado em conta corrente. Grupos de consolidação, Planos de contas financeiros independentes. Gestão de pagamentos. Posição da conciliação bancária. Saldos e movimentações em conta corrente. Ampla abertura pelos coletores de custo. Fluxo de caixa por projeto, investimento e ou custeio. Visão de curto, médio e longo prazo integrado com o serviço da dívida.

7 Fluxo de caixa - Porque somos diferentes? Todos os relatórios estão alicerçados em análise cognitiva. Potencializando a visão de negócio. Somos rápidos no processamento, principalmente com grande volume de dados. Não há limitadores para estruturas financeiras. Atendemos tanto a visão local quanto a global de fluxo de caixa. Trabalhamos com a informação em tempo real. A solução fica no próprio ERP SAP.

8 Operações Financeiras Aplicações Captações Derivativos Garantias Mútuo

9 Operações Financeiras Controle de Curto e Longo Prazo Controle de Variação Cambial Rentabilidade da Carteira Custo Médio ( Xtir, Custo Efetivo, Duration, Prazo Médio ) Controle de: Juros, Correção Indexada, Comissão, Come Cotas Controle de: Imposto, IOF, Tarifas, Desconto, Acréscimos Simulações de Contratos Limites Bancários Mark to Market (MTM) Abertura de todos eventos contábeis. Gera faturas de fornecedor e documentos no Razão contábil.

10 R$ ,00 Operações Financeiras Calculadas contratos Contratos já cadastrados 100% De aderência

11 Principais Operações Contempladas CDB ACC Capital de Giro CDB Escalonado Compror Finame Vendor Leasing Mútuo Debentures Fundos de Investimento Hot Money NDF LFT Finimp CCE Conta Garantida ACE Finep Pesa SFH Fianças Bancárias Resolução 2770 SWAP Desconto de Recebiveis

12 Tudo em um único Lugar O que faltava na tesouraria da sua Empresa. Place your screenshot here

13 Comece Hoje! Importação de resquest. Configurações de negócio. Pronto, o fluxo de caixa está disponível para uso!

14 Obrigado! Ficou alguma dúvida? MakeValue Treasury Cognitive for SAP

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DIRECIONAL ENGENHARIA S.A.

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. VERSÃO 3.0 APROVADA NA RCA DE 04 / JUL / 2016 Índice OBJETIVO... 3 A) Política para Contratação de Financiamentos... 3 B) Política de Aplicações Financeiras... 4 VERSÃO 3.0 APROVADA

Leia mais

BRITCHAM - CORPORATE DAY

BRITCHAM - CORPORATE DAY BRITCHAM - CORPORATE DAY PAINEL 4 - FINANCIAMENTO Antonio Giglio Neto 23 de março de 2016 SUMÁRIO DA APRESENTAÇÃO I O Papel do Mercado Financeiro e de Capitais na Atividade Econômica II Legislação Relevante

Leia mais

Análise do mercado. Princípios da solução

Análise do mercado. Princípios da solução 1 APRESENTAÇÃO Page n 2 Agenda Apresentação da Cassiopae Análise do mercado Princípios da solução Quem somos e o que fazemos desde 1987 desenvolvendo software de gestão de financiamento de ativos Quem

Leia mais

Central SAP IFRS. Proposta SAP. ABBC 8-Abril-2009. Ciro V. Coca Desenvolvimento de Novos Negócios Financial Services Industry

Central SAP IFRS. Proposta SAP. ABBC 8-Abril-2009. Ciro V. Coca Desenvolvimento de Novos Negócios Financial Services Industry Proposta SAP ABBC 8-Abril-2009 Ciro V. Coca Desenvolvimento de Novos Negócios Financial Services Industry Agenda ABBC 1. FBM Impacto da Lei 11.638 nas Instituições Financeiras 2. Solução Central SAP IFRS

Leia mais

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte Página: 1 de 12 12. Aplicações/Empréstimos: O conceito de Empréstimo é o meio pelo qual uma pessoa, seja ela física ou jurídica, transfere o domínio da coisa emprestada ao mutuário (devedor), sob determinada

Leia mais

Na hora de investir, conte com o conhecimento e a segurança do maior grupo financeiro de Portugal.

Na hora de investir, conte com o conhecimento e a segurança do maior grupo financeiro de Portugal. Na hora de investir, conte com o conhecimento e a segurança do maior grupo financeiro de Portugal. 1 Grupo Caixa Geral de Depósitos A CGD é o maior grupo financeiro português e detém a maior plataforma

Leia mais

BNDES e o Apoio ao Setor de P&G. André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014

BNDES e o Apoio ao Setor de P&G. André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014 BNDES e o Apoio ao Setor de P&G André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014 BNDES BNDES Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Instrumento chave

Leia mais

1 - Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: 2 - Sistema de Seguros Privados e Previdência Complementar:

1 - Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: 2 - Sistema de Seguros Privados e Previdência Complementar: EDITAL 2012 1 - Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: Conselho Monetário Nacional; Banco Central do Brasil; Comissão de Valores Mobiliários; Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional; bancos

Leia mais

Gestão Financeira. Apresentação de práticas de gestão

Gestão Financeira. Apresentação de práticas de gestão Gestão Financeira Apresentação de práticas de gestão Registro financeiro REGIME DE COMPETÊNCIA REGIME DE CAIXA Registro financeiro Objetivos Contábil Fornece dados sobre valor e composição do patrimônio

Leia mais

4ª Reunião Subgrupo Financeiro. Tesouraria

4ª Reunião Subgrupo Financeiro. Tesouraria 4ª Reunião Subgrupo Financeiro Tesouraria 27 de Outubro de 2016 1 Empresas participantes 2 Agenda 1. Área de Tesouraria 2. Estrutura da Área de Tesouraria 3. Processos e Serviços da Área de Tesouraria

Leia mais

Fontes de Financiamento de Capital de Giro

Fontes de Financiamento de Capital de Giro FEA-RP/USP Fontes de Financiamento de Capital de Giro Fonte: Matias, 2012; Fortuna, 2014. 1 Objetivos Posssibilidades de financiamento: Fontes operacionais Fontes financeiras Fontes Operacionais de Capital

Leia mais

CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2002

CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2002 CRÉDITO INDUSTRIAL, TAXA DE JUROS E SPREAD BANCÁRIO O PRIMEIRO SEMESTRE DE 22 Os últimos dados sobre a evolução do crédito no Brasil mostram que o crédito no país continua caro, escasso e de prazo reduzido.

Leia mais

Sumário. Parte I Administração Financeira e Mercados Financeiros, 1

Sumário. Parte I Administração Financeira e Mercados Financeiros, 1 Sumário Prefácio à 12 a Edição, xvii Parte I Administração Financeira e Mercados Financeiros, 1 1 Introdução à Administração Financeira, 3 1.1 Administração financeira nas empresas, 3 1.1.1 Objetivos das

Leia mais

Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total Patrimônio Líquido Depósitos Totais Nº de Agências

Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total Patrimônio Líquido Depósitos Totais Nº de Agências Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total 10º 11º 11º 11º 11º Patrimônio Líquido 12º 11º 12º 11º 11º Depósitos Totais 8º 8º 8º 8º 7º Nº de Agências 7º 7º 7º 7º 7º Fonte: Banco

Leia mais

MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS MÓDULO 18. EXERCÍCIOS parte 5

MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS MÓDULO 18. EXERCÍCIOS parte 5 MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS MÓDULO 18 EXERCÍCIOS parte 5 Índice Exercícios parte 5...3 2 EXERCÍCIOS PARTE 5 1. A taxa de juros é determinada pelo: a. Mercado monetário; b. Mercado de capitais; c.

Leia mais

DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF nº / NIRE:

DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF nº / NIRE: DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF nº 16.614.075/0001-00 NIRE: 313.000.258-37 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 04 DE JULHO DE 2016 1. DATA, HORA E LOCAL: Realizada aos 04 dias do

Leia mais

Instituto Tecnológico de Aeronáutica Engenharia de Infra-Estrutura Aeronáutica. Relatório de Estágio Curricular. Carlos Alcântara de Albuquerque

Instituto Tecnológico de Aeronáutica Engenharia de Infra-Estrutura Aeronáutica. Relatório de Estágio Curricular. Carlos Alcântara de Albuquerque Instituto Tecnológico de Aeronáutica Engenharia de Infra-Estrutura Aeronáutica Relatório de Estágio Curricular Carlos Alcântara de Albuquerque São José dos Campos. Novembro / 2004 Relatório de Estágio

Leia mais

3. Sistema Financeiro

3. Sistema Financeiro 3. Sistema Financeiro 3.1 Mercados e Instrumentos Financeiros Brasil Mercado de Crédito Bibliografia Feijó, C. et al. (2011), caps. 7 e 8 BCB (PMF 1) 1 Mercado de Crédito O mercado de crédito corresponde

Leia mais

TEMA 1. MERCADO FINANCEIRO E TRIBUTAÇÃO. Introdução Sistema Financeiro Nacional. Mercado de Crédito

TEMA 1. MERCADO FINANCEIRO E TRIBUTAÇÃO. Introdução Sistema Financeiro Nacional. Mercado de Crédito FEA-USP-EAC Curso de Graduação em Contabilidade Disciplina: EAC0562: Estudos Complementares V Tributação sobre Operações Financeiras TEMA 1. MERCADO FINANCEIRO E TRIBUTAÇÃO TEMA 1 Mercado Financeiro e

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL PARANÁ BANCO Por trás de uma das instituições financeiras de maior confiabilidade no setor de crédito, há uma história que vai muito além dos números. É o orgulho de fazer parte

Leia mais

M & S S O L U Ç Õ E S E M P R E S A R I A I S.

M & S S O L U Ç Õ E S E M P R E S A R I A I S. TIPOS DE LINHAS DE CRÉDITO M & S S O L U Ç Õ E S E M P R E S A R I A I S www.assessoriams.com Muitos empreendedores se perguntam: Como as instituições financeiras avaliam o a liberação de crédito para

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item 2.2.5- Factoring

Conhecimentos Bancários. Item 2.2.5- Factoring Conhecimentos Bancários Item 2.2.5- Factoring Conhecimentos Bancários Item 2.2.5- Factoring Sociedades de Fomento Mercantil (Factoring); NÃO integram o SFN; As empresas de factoring se inserem na livre

Leia mais

Bruna Mesquita Andrade Jaqueline Martins Souza. Maio/2011

Bruna Mesquita Andrade Jaqueline Martins Souza. Maio/2011 Bruna Mesquita Andrade Jaqueline Martins Souza Maio/2011 Gestão de Tesouraria A gestão de tesouraria engloba diversas atividades dentro da empresa como a administração de caixa, contas bancárias, aplicações

Leia mais

CNPJ: / Autorização do Bacen: /89 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014

CNPJ: / Autorização do Bacen: /89 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 NOTA 01 CONTEXTO OPERACIONAL A CREDICOAMO CRÉDITO RURAL COOPERATIVA é uma cooperativa de crédito rural singular e sua sede está localizada no município de Campo Mourão/PR, à Rua Fioravante João Ferri,

Leia mais

TECNOLOGIA PROTEGENDO O FUTURO

TECNOLOGIA PROTEGENDO O FUTURO Integratto Family Office INVESTINDO EM TECNOLOGIA PROTEGENDO O FUTURO Integratto Family Office O Integratto Family Office Nasajon é um software integrado que oferece credibilidade e segurança no gerenciamento

Leia mais

Relatório - Plano de Ensino 06/02/ :21

Relatório - Plano de Ensino 06/02/ :21 Página: 1/5 MERCADO FINANCEIRO EMENTA Sistema Financeiro Nacional. Mercados Financeiros: Monetário, Crédito, Capitais e Cambial. Produtos Financeiros. Risco da Taxa de Juros na Carteira de Títulos de Renda.

Leia mais

Instrumentos financeiros e a contabilidade de hedge

Instrumentos financeiros e a contabilidade de hedge A evolução das demonstrações contábeis no Brasil Rumo à convergência Instrumentos financeiros e a contabilidade de hedge Tadeu Cendón Agosto 2009 Instrumentos financeiros - definição Ativo financeiro Passivo

Leia mais

SBC Valorização de Resíduos S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e de 2013

SBC Valorização de Resíduos S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e de 2013 SBC Valorização de Resíduos S.A. 31 de dezembro de 2014 e 2013 Notas explicativas às demonstrações financeiras (Valores expressos em milhares de Reais) 1 Contexto operacional A SBC Valorização de Resíduos

Leia mais

93,60% Renda Variável ,09. 5,02% Investimento Imobiliário ,56. 0,00% Empréstimos e Financiamentos 0,00

93,60% Renda Variável ,09. 5,02% Investimento Imobiliário ,56. 0,00% Empréstimos e Financiamentos 0,00 Resumo do DI - VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREV COMPLEMENTAR Demonstrativo de Investimentos - DI Ano de 2015 (Posição dos Investimentos: 31/12/2015) Com objetivo de atender a legislação vigente, informamos

Leia mais

MANUAL DE PRECIFICAÇÃO DE TITULOS E VALORES MOBILIARIOS

MANUAL DE PRECIFICAÇÃO DE TITULOS E VALORES MOBILIARIOS MANUAL DE PRECIFICAÇÃO DE TITULOS E VALORES MOBILIARIOS 2014 Sumário Finalidade... 3 Objetivo... 3 Abrangência... 3 Estrutura Organizacional... 3 Conceitos Fundamentais... 3 Apreçamento... 4 Coleta de

Leia mais

PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS. Relatório de Comunicação de Progresso (COP Report) BPN Brasil Banco Múltiplo S.A. Ano: 2010

PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS. Relatório de Comunicação de Progresso (COP Report) BPN Brasil Banco Múltiplo S.A. Ano: 2010 PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS Relatório de Comunicação de Progresso (COP Report) BPN Brasil Banco Múltiplo S.A. Ano: 2010 P 1/8 BREVE DESCRITIVO DA NATUREZA DO NEGÓCIO BPN Brasil Banco Múltiplo S.A.

Leia mais

Luisa Ferraiuoli Vieira de Souza Ulisses Malveira Goes Filho

Luisa Ferraiuoli Vieira de Souza Ulisses Malveira Goes Filho Luisa Ferraiuoli Vieira de Souza Ulisses Malveira Goes Filho Apresentar as possibilidades de se financiar o capital de giro por meio: i. Das atividades operacionais da empresa; ii. Da obtenção de recursos

Leia mais

VERSÃO 18/04/2017 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

VERSÃO 18/04/2017 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 1 VERSÃO 18/04/2017 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ÍNDICE 2 1 PERFIL CORPORATIVO 2 ÁREAS DE NEGÓCIOS 3 HIGHLIGHTS FINANCEIROS APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL PERFIL CORPORATIVO 3 1 PERFIL CORPORATIVO PERFIL CORPORATIVO

Leia mais

ÇÃO O DE RECURSOS EM MOEDA NACIONAL

ÇÃO O DE RECURSOS EM MOEDA NACIONAL CAPTAÇÃ ÇÃO O DE RECURSOS EM MOEDA NACIONAL CETIP - Câmara de Custódia e Liquidação Jorge Sant Anna Superintendente de Produtos Maio 2005 CETIP em números 4.788 Participantes Fundos de Investimentos 3.429(72%)

Leia mais

EMENTAS MÓDULO I Governança Corporativa e Indicadores Estratégicos Negociação e Tomada de Decisão Gestão de Projetos

EMENTAS MÓDULO I Governança Corporativa e Indicadores Estratégicos Negociação e Tomada de Decisão Gestão de Projetos EMENTAS MÓDULO I Governança Corporativa e Indicadores Estratégicos Missão, objetivos e metas da Governança Corporativa. Governança Corporativa: conceitos e valores. Os índices brasileiros atrelados a Governança

Leia mais

PRINCIPAIS PRODUTOS E PERFIL DO INVESTIDOR

PRINCIPAIS PRODUTOS E PERFIL DO INVESTIDOR PRINCIPAIS PRODUTOS E PERFIL DO INVESTIDOR CARACTERÍSTICAS DOS PRODUTOS DE RENDA FIXA OS PRINCIPAIS PRODUTOS DE RENDA FIXA PERFIL DE RISCO DO INVESTIDOR Quais são as diferenças básicas entre Renda Fixa

Leia mais

BNDES e o apoio à Infraestrutura. Agosto de 2016

BNDES e o apoio à Infraestrutura. Agosto de 2016 BNDES e o apoio à Infraestrutura Agosto de 2016 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952. Empresa pública de propriedade integral da União. Instrumento chave para implementação da política industrial,

Leia mais

As operações são conduzidas no contexto de um conjunto de empresas que operam sob o mesmo controlador (Grupo Martins).

As operações são conduzidas no contexto de um conjunto de empresas que operam sob o mesmo controlador (Grupo Martins). BANCO TRIÂNGULO S.A. NOTAS EXPLICATIVAS ÀS INFORMAÇÕES FINANCEIRAS TRIMESTRAIS PARA O TRIMESTRE FINDO EM 31 DE MARÇO DE 2006 (Em milhares de reais) 1. CONTEXTO OPERACIONAL O Banco Triângulo S.A. é uma

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 30 DE JUNHO DE 2016

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 30 DE JUNHO DE 2016 NOTA 01 - CONTEXTO OPERACIONAL A CREDICOAMO CRÉDITO RURAL COOPERATIVA é uma cooperativa de crédito rural singular e sua sede está localizada no município de Campo Mourão/PR, à Rua Fioravante João Ferri,

Leia mais

ITAÚ CAMBIAL FUNDO DE APLICAÇÃO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ /

ITAÚ CAMBIAL FUNDO DE APLICAÇÃO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ / ITAÚ CAMBIAL FUNDO DE APLICAÇÃO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 02.497.034/0001-69 MENSAGEM DO ADMINISTRADOR Prezado Cotista, O ITAÚ CAMBIAL - FUNDO DE APLICAÇÃO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO,

Leia mais

A solução para otimizar seus negócios e acelerar seu crescimento.

A solução para otimizar seus negócios e acelerar seu crescimento. A solução para otimizar seus negócios e acelerar seu crescimento. Módulo financeiro para o SAP Business One Assistente completo de pagamentos Utilizado para fazer a quitação de documentos em lote (dinheiro,

Leia mais

Nova Classificação de Fundos. Perguntas & Respostas Data: 16/02/2016

Nova Classificação de Fundos. Perguntas & Respostas Data: 16/02/2016 1 Nova Classificação de Fundos Perguntas & Respostas Data: 16/02/2016 Sumário/Índice CLASSE DE ATIVOS: RENDA FIXA... 4 1. CRÉDITO: QUAL O CRITÉRIO UTILIZADO PARA DEFINIR O RISCO DE CRÉDITO DOS PAPÉIS (3º

Leia mais

Lâmina de Informações Essenciais Sobre o BTG PACTUAL CAMBIAL FI CAMBIAL / Informações referentes a Setembro de 2016

Lâmina de Informações Essenciais Sobre o BTG PACTUAL CAMBIAL FI CAMBIAL / Informações referentes a Setembro de 2016 Lâmina de Informações Essenciais Sobre o BTG PACTUAL CAMBIAL FI CAMBIAL 01.430.938/0001-04 Informações referentes a Setembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BTG

Leia mais

PESSOA JURÍDICA TABELA DE TARIFAS E COMISSÕES BANCÁRIAS PAG. 01 (PJ)

PESSOA JURÍDICA TABELA DE TARIFAS E COMISSÕES BANCÁRIAS PAG. 01 (PJ) Valores máximos estabelecidos pelo Banestes S.A., Conforme resolução 3.919, DE 25/11/2010. Publicado em 04/07/2017 Vigência a partir de 04/08/2017. 1 CADASTRO BÁSICO 1.1 Cadastro Básico 35,00 1.2 Renovação

Leia mais

Santo André > Av. Industrial, Bairro Jardim (11) Santos > Av. Conselheiro Nébias, 159 (13)

Santo André > Av. Industrial, Bairro Jardim (11) Santos > Av. Conselheiro Nébias, 159 (13) DIREITO E MERCADO FINANCEIRO: OPERAÇÕES BANCÁRIAS E MERCADO DE CAPITAIS OBJETIVOS: O curso busca fornecer embasamento ao profissional jurídico que pretenda atuar na área do Mercado Financeiro (operações

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL BM&FBOVESPA CERTIFICAÇÃO DOS PROFISSIONAIS PQO ROTEIRO DE ESTUDOS ÁREA DE BACKOFFICE

INSTITUTO EDUCACIONAL BM&FBOVESPA CERTIFICAÇÃO DOS PROFISSIONAIS PQO ROTEIRO DE ESTUDOS ÁREA DE BACKOFFICE INSTITUTO EDUCACIONAL BM&FBOVESPA CERTIFICAÇÃO DOS PROFISSIONAIS PQO ROTEIRO DE ESTUDOS ÁREA DE BACKOFFICE 1. Sistema Financeiro Nacional SFN 1.1. Definição e estrutura 1.2. Papel, função e classificação

Leia mais

ISS: Fiscalização de Bancos Comerciais II

ISS: Fiscalização de Bancos Comerciais II ISS: Fiscalização de Bancos Comerciais II Uma das maiores dificuldades da Fiscalização Tributária Municipal é a de fiscalizar as instituições financeiras, para fins de homologar os recolhimentos espontâneos

Leia mais

Política de Gestão de Riscos Financeiros. 11 de Abril de 2013

Política de Gestão de Riscos Financeiros. 11 de Abril de 2013 Política de Gestão de Riscos Financeiros 11 de Abril de 2013 Índice Objetivos da Política Atribuições Riscos Financeiros Gerenciamento de Riscos Financeiros Gerenciamento de Dívida e Indicadores Financeiros

Leia mais

2. Balancete / Balanço Patrimonial Analítico Consolidado Posição da Sede e Dependências no Exterior

2. Balancete / Balanço Patrimonial Analítico Consolidado Posição da Sede e Dependências no Exterior TÍTULO : PLANO CONTÁBIL DAS INSTITUIÇÕES DO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - COSIF 1 SEÇÃO : Modelo do Documento nº 1 Documento nº 1 - Balancete / Balanço Geral 1. Balancete / Balanço Patrimonial Analítico

Leia mais

Demonstrações financeiras consolidadas Conglomerado prudencial em 31 de dezembro de 2015 e 2014

Demonstrações financeiras consolidadas Conglomerado prudencial em 31 de dezembro de 2015 e 2014 Demonstrações financeiras consolidadas em 31 de dezembro de 2015 e 2014 KPDS 145101 Demonstrações financeiras consolidadas em 31 de dezembro de 2015 e 2014 Conteúdo Relatório dos auditores independentes

Leia mais

Cyrela implementa gestão avançada de tesouraria baseada em soluções SAP

Cyrela implementa gestão avançada de tesouraria baseada em soluções SAP SAP Business Transformation Study Construção Civil Cyrela Cyrela implementa gestão avançada de tesouraria baseada em soluções SAP Usuária do sistema de gestão SAP, a Cyrela investiu em novas soluções SAP

Leia mais

COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS NIRE CNPJ n.º /

COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS NIRE CNPJ n.º / COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS NIRE 35300359569 CNPJ n.º 10.215.988/0001-60 ATA DA ASSEMBLEIA DE DEBENTURISTAS DA DÉCIMA EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES DA COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS, REALIZADA

Leia mais

NOTA DE CRÉDITO DE SETEMBRO

NOTA DE CRÉDITO DE SETEMBRO 1 NOTA DE CRÉDITO DE SETEMBRO TABELA RESUMO ANÁLISE DO ESTOQUE TOTAL DO CRÉDITO vs. CONCESSÃO (MÉDIA DIÁRIA DESSAZ) Estoque (em R$ milhões) Estoque (em R$ bilhões) Variação no mês dessaz (%) YDT (%) Var.

Leia mais

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros 2T17 Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17 carros Divulgação de Resultados 2T17 e 1S17 Frota em 30/06/2017: 151.750 carros Destaques Operacionais Diárias - Aluguel de Carros (mil) Destaques Financeiros Receita

Leia mais

ITAÚ UPJ ESPECIAL CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ /

ITAÚ UPJ ESPECIAL CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ / FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.376/0001-00 MENSAGEM DO ADMINISTRADOR Prezado Cotista, Este FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo indeterminado

Leia mais

BRASILATA S/A EMBALAGENS METÁLICAS RESULTADOS 2016

BRASILATA S/A EMBALAGENS METÁLICAS RESULTADOS 2016 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS EXERCÍCIO 2016 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, esta Diretoria vem submeter à apreciação

Leia mais

anexo RELATÓRIO DE GESTÃO DE RISCOS E GERENCIAMENTO DE CAPITAL

anexo RELATÓRIO DE GESTÃO DE RISCOS E GERENCIAMENTO DE CAPITAL RELATÓRIO DE GESTÃO DE RISCOS E GERENCIAMENTO DE CAPITAL 2º Trimestre 2017 RELATÓRIO DE GESTÃO DE RISCOS E GERENCIAMENTO DE CAPITAL 1. INTRODUÇÃO 2. ESTRUTURA DE GESTÃO DE RISCOS 3. GERENCIAMENTO DE CAPITAL

Leia mais

PRODUTOS BANCÁRIOS FUNDOS DE INVESTIMENTO: Taxas: - Administração: Calculada dia útil e deduzida da cota; - Performance: Quando supera um indicador

PRODUTOS BANCÁRIOS FUNDOS DE INVESTIMENTO: Taxas: - Administração: Calculada dia útil e deduzida da cota; - Performance: Quando supera um indicador PRODUTOS BANCÁRIOS FUNDOS DE INVESTIMENTO: Taxas: - Administração: Calculada dia útil e deduzida da cota; - Performance: Quando supera um indicador de referência (BENCH); DESPESAS (encargos do fundo):

Leia mais

Durante a Distribuição, o administrador adquiriu Ações da Petrobrás ON no montante do patrimônio líquido do fundo. Banco Itaú S.A.

Durante a Distribuição, o administrador adquiriu Ações da Petrobrás ON no montante do patrimônio líquido do fundo. Banco Itaú S.A. São Paulo, setembro de 2006 Prezado Cotista, Em atendimento à instrução CVM n 279, estamos encaminhando o balanço do fundo ITAÚ PETROBRAS Fundo Mútuo de Privatização FGTS, para que você obtenha informações

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I Fundamentos de Finanças, 1. Prefácio, xv. Links da web, 32 Sugestões de leituras, 32 Respostas dos testes de verificação, 33

SUMÁRIO. Parte I Fundamentos de Finanças, 1. Prefácio, xv. Links da web, 32 Sugestões de leituras, 32 Respostas dos testes de verificação, 33 SUMÁRIO Prefácio, xv Parte I Fundamentos de Finanças, 1 1 Introdução às Finanças Corporativas, 2 1.1 Como evoluíram as finanças das empresas, 4 1.2 As novas responsabilidades da administração financeira,

Leia mais

MBA Executivo em Finanças Corporativas e Relações com Investidores

MBA Executivo em Finanças Corporativas e Relações com Investidores MBA Executivo em Finanças Corporativas e Relações com Investidores O programa irá proporcionar a você uma sólida formação na área de finanças contribuindo para que seja um profissional que tem soluções

Leia mais

Características. Atende a legislação: NFC-e, PAF ECF, NF-e, LMC, SINTEGRA, SPED FISCAL, SPED Contribuições, e-doc (PE), DIEF (CE); MDFe; SAT.

Características. Atende a legislação: NFC-e, PAF ECF, NF-e, LMC, SINTEGRA, SPED FISCAL, SPED Contribuições, e-doc (PE), DIEF (CE); MDFe; SAT. ACS Síntese O ACS Síntese é um sistema de automação de postos de combustível e lojas de conveniências, desenvolvido em conjunto com empresários do ramo para atender as necessidades específicas desse setor

Leia mais

PRINCIPAIS INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS

PRINCIPAIS INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS PRINCIPAIS INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS Introdução Sistema Financeiro Brasileiro Faz a intermediação e distribuição de recursos no mercado Advindos de poupança e destinados ao financiamento de investimentos

Leia mais

EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS

EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS Um EMPRÉSTIMO é um contrato entre o cliente e a instituição financeira pelo qual ele recebe uma quantia que deverá ser devolvida ao banco em prazo determinado, acrescida dos

Leia mais

Fluxo de Caixa e Planejamento Financeiro

Fluxo de Caixa e Planejamento Financeiro Fluxo de Caixa e Planejamento Financeiro Um guia prático de como negociar e controlar as principais operações de empréstimo e aplicação financeira A moderna Tesouraria está cada vez mais comprometida com

Leia mais

Controladoria. Gestão contábil, fiscal e patrimonial SOLUÇÕES WK. Controladoria. Apuração de Impostos e as mais diversas obrigações acessórias.

Controladoria. Gestão contábil, fiscal e patrimonial SOLUÇÕES WK. Controladoria. Apuração de Impostos e as mais diversas obrigações acessórias. SOLUÇÕES WK Controladoria Gestão contábil, fiscal e patrimonial As Soluções WK para Gestão Contábil e Fiscal integram processos e informações de forma automatizada e de acordo com as normas Fiscais e das

Leia mais

Safra Classic DI - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2004 e

Safra Classic DI - Fundo de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2004 e Safra Classic DI - Fundo de Investimento Financeiro Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2004 e parecer de auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos Quotistas e ao Administrador

Leia mais

Apresentação de Resultados. 3T17 e 9M17

Apresentação de Resultados. 3T17 e 9M17 Apresentação de Resultados 3T17 e 9M17 Destaques Financeiros 3T17 e 9M17 Receita Líquida Consolidada (R$ MM) 28,1% 1.186,7 926,4 24,3% 334,5 415,9 EBITDA Consolidado¹ (R$ MM) 5,9% 4,0% (1,7)% 278,9 290,0

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2016 - BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo

Leia mais

RECEITA (R$ milhões) Nota Cobrança* 1T07 2T07 3T07 4T07

RECEITA (R$ milhões) Nota Cobrança* 1T07 2T07 3T07 4T07 RECEITA (R$ milhões) Nota Cobrança* 1T07 2T07 3T07 4T07 RENDA FIXA DERIVATIVOS OUTROS DI % 2.2 2.1 3.9 3.6 CDB % 1.3 1.4 1.2 1.4 Outros instrumentos de captação bancária 1 % 0.0 0.0 0.0 0.0 Instrumentos

Leia mais

CIRCULAR Nº 2568 DECIDIU:

CIRCULAR Nº 2568 DECIDIU: CIRCULAR Nº 2568 Altera a classificação de fatores de risco de operações ativas, bem como os procedimentos para contabilização de operações de cessão de crédito e de receitas e despesas a apropriar. A

Leia mais

Banrisul Super Fundo de Investimento Renda Fixa

Banrisul Super Fundo de Investimento Renda Fixa Banrisul Super Fundo de Investimento Renda Fixa CNPJ 02.430.487/0001-78 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ 92.702.067/0001-96) Demonstrações Financeiras Referentes aos

Leia mais

Restrições de Investimento:.

Restrições de Investimento:. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ÓRAMA OURO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO 09.601.190/0001-77 Informações referentes a 06/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre

Leia mais

NUTRIPLANT INDÚSTRIA E COMÉRCIO S.A. Informações intermediárias (ITR) dos trimestres findos em 30 de junho de 2016 e 2015

NUTRIPLANT INDÚSTRIA E COMÉRCIO S.A. Informações intermediárias (ITR) dos trimestres findos em 30 de junho de 2016 e 2015 Informações intermediárias (ITR) dos trimestres findos em 30 de junho de 2016 e 2015 1 Informações intermediárias dos trimestres findos em 30 de junho de 2016 e 2015 Conteúdo Relatório dos auditores independentes

Leia mais

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação.

Antes de investir, compare o fundo com outros da mesma classificação. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O L2 EXCLUSIVE FUNDO DE INVESTIMENTOS MULTIMERCADO CNPJ: 13.659.375/0001-00 Informações referentes a Novembro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

GRADUAL MULTIESTRATÉGIA FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO (Administrado pela Gradual C.C.T.V.M. S/A)

GRADUAL MULTIESTRATÉGIA FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO (Administrado pela Gradual C.C.T.V.M. S/A) (Administrado pela Gradual C.C.T.V.M. S/A) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA O EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 (Valores em R$ mil, exceto o valor unitário das cotas) 1.

Leia mais

SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS. Brasília, 29 abril de 2013

SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS. Brasília, 29 abril de 2013 SUFUG SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DO FGTS Brasília, 29 abril de 2013 Sumário 1 - Arranjo Institucional do FGTS; 2 Governança corporativa da CAIXA; 3 Grandes números do FGTS; 4 FI-FGTS e Carteiras Administradas;

Leia mais

100% Vicunha Siderurgia

100% Vicunha Siderurgia Junho/2016 Grupo Vicunha 100% 100% 100% 100% Vicunha Siderurgia 54,48% Líder global na produção de Denin Receitas superiores a R$1,6 bi Operações no Brasil, Argentina, Peru, Equador, Europa e Asia Integrado

Leia mais

S4F12. Fundamentos de Customizing para Contabilidade financeira: GL, AP, AR no SAP S/4HANA ESTRUTURA DO CURSO

S4F12. Fundamentos de Customizing para Contabilidade financeira: GL, AP, AR no SAP S/4HANA ESTRUTURA DO CURSO S4F12 Fundamentos de Customizing para Contabilidade financeira: GL, AP, AR no SAP S/4HANA. ESTRUTURA DO CURSO Versão do curso: 03 Duração do curso: 5 Dias Direitos autorais e marcas da SAP 2016 SAP SE

Leia mais

ASSOCIAÇÕES A G E S TÃ O C O M P L E TA PA R A O S E U S I N D I C AT O. Missão Asplan

ASSOCIAÇÕES A G E S TÃ O C O M P L E TA PA R A O S E U S I N D I C AT O. Missão Asplan Missão Asplan Compromisso com o negócio dos nossos clientes provendo soluções inteligentes na gestão de informações. Asplan Sistemas Durante toda a sua história a Asplan sempre teve uma preocupação: desenvolver

Leia mais

Produtos e Serviços Financeiros

Produtos e Serviços Financeiros 1 APRESENTAÇÃO DE APOIO Produtos e Serviços Financeiros 1º Encontro Pós-Graduação em Finanças, Investimentos e Banking 2 EMENTA DA DISCIPLINA O objetivo da disciplina é abordar todos os principais produtos

Leia mais

SINDICAL A G E S TÃ O C O M P L E TA PA R A O S E U S I N D I C AT O. Missão Asplan

SINDICAL A G E S TÃ O C O M P L E TA PA R A O S E U S I N D I C AT O. Missão Asplan Missão Asplan Compromisso com o negócio dos nossos clientes provendo soluções inteligentes na gestão de informações. Asplan Sistemas Durante toda a sua história a Asplan sempre teve uma preocupação: desenvolver

Leia mais

Restrições de Investimento: -.

Restrições de Investimento: -. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO LONG SHORT 07.187.565/0001-79 Informações referentes a 08/2017 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Restrições de Investimento:.

Restrições de Investimento:. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPARTA CICLICO FIM 07.552.643/0001-97 Informações referentes a 06/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SPARTA CÍCLICO FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Unidade IV MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS

Unidade IV MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS Unidade IV 7 MERCADOS FINANCEIROS Os mercados financeiros constituem-se em fóruns onde os fornecedores e demandantes de recursos podem transacionar os títulos. Conforme

Leia mais

Não há restrições de investimento.

Não há restrições de investimento. LÂMINA DO FUNDO BM&FBOVESPA MARGEM GARANTIA REFERENCIADO DI FIC FI CNPJ: 08.627.607/0001-08 Informações referentes a 01/2017 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BM&FBOVESPA

Leia mais

S4F12. Fundamentos de Customizing para Contabilidade financeira: GL, AP, AR no SAP S/4HANA ESTRUTURA DO CURSO

S4F12. Fundamentos de Customizing para Contabilidade financeira: GL, AP, AR no SAP S/4HANA ESTRUTURA DO CURSO S4F12 Fundamentos de Customizing para Contabilidade financeira: GL, AP, AR no SAP S/4HANA. ESTRUTURA DO CURSO Versão do curso: 05 Duração do curso: 5 Dias Direitos autorais e marcas da SAP 2017 SAP SE

Leia mais

CARTA DO GESTOR AGOSTO 2016

CARTA DO GESTOR AGOSTO 2016 CARTA DO GESTOR AGOSTO 2016 AZ Quest Luce No mês de agosto o fundo AZ Quest Luce obteve um rendimento de 109% do CDI, novamente bem acima da rentabilidade alvo de longo prazo pensada para o fundo e por

Leia mais

MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS MÓDULO 10 BANCO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES

MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS MÓDULO 10 BANCO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS MÓDULO 10 BANCO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES Índice 1. Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social BNDES...3 2. Sistema de Pagamentos Brasileiro...3

Leia mais

4º trimestre de 2010 BANCO ABC BRASIL

4º trimestre de 2010 BANCO ABC BRASIL 11 de fevereiro de 2011 BANCO ABC BRASIL Teleconferências 14 de fevereiro de 2011 Português 11h00 São Paulo / 8h00 US EST +55 (11) 2188-0155 Inglês 12h00 São Paulo / 9h00 US EST +55 (11) 2188-0155 1 866

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SAMBA DT FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO / Informações referentes a 03/2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SAMBA DT FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO / Informações referentes a 03/2016 Exibir Competência: Nome do Fundo: SAMBA DT FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ: 23.631.532/0001-22 Tipo: FDOS DE INVESTIMENTO Cód. CVM: 250856 Administrador: CM CAPITAL MARKETS DTVM LTDA CNPJ: 02.671.743/0001-19

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T06 e José Carlos Grubisich Carlos Fadigas

Teleconferência de Resultados 4T06 e José Carlos Grubisich Carlos Fadigas Teleconferência de Resultados e 2006 José Carlos Grubisich Carlos Fadigas Ressalva sobre declarações futuras Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos,

Leia mais

TOTVS Baixas a Pagar. Contas a Pagar - Financeiro

TOTVS Baixas a Pagar. Contas a Pagar - Financeiro TOTVS Baixas a Pagar Contas a Pagar - Financeiro Sumário Sumário... 2 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos Instrucionais... 3 2 Baixas a Pagar... 3 2.1 Principais Parâmetros... 4 3 Baixa Manual... 4

Leia mais

Restrições de Investimento: -.

Restrições de Investimento: -. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO TEAM 03.553.574/0001-85 Informações referentes a 06/2017 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre

Leia mais

Banco Cruzeiro do Sul

Banco Cruzeiro do Sul Banco Cruzeiro do Sul Apresentação dos Resultados 4T09 Pontos de Destaque 4T09 No quarto trimestre de 2009 mantivemos a estratégia de crescimento de ativos de crédito não abandonando a atenção quanto à

Leia mais

Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de

Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de Março / 2015 Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de longo prazo para as pequenas e médias empresas

Leia mais

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Administração Graduação Executiva- Campus Mossoró) 6ª SÉRIE

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Administração Graduação Executiva- Campus Mossoró) 6ª SÉRIE DISCIPLINAS DA SÉRIE DISCIPLINAS DAS SÉRIES ANTERIORES ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN 2016.2 Administração Graduação Executiva- Campus Mossoró) 6ª SÉRIE GESTÃO ESTRATEGICA GESTÃO FINANCEIRA AVANÇADA LOGISTICA

Leia mais

ITAÚ PRÊMIO RENDA FIXA 90 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ /

ITAÚ PRÊMIO RENDA FIXA 90 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ / ITAÚ PRÊMIO RENDA FIXA 90 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.184.103/0001-47 MENSAGEM DO ADMINISTRADOR Prezado Cotista, Este FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto,

Leia mais

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Administração - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Administração - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN 2016.2 Administração - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE DISCIPLINAS DA SÉRIE GESTÃO DA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIA GESTÃO DE PESSOAS DIREITO EMPRESARIAL E TRABALHISTA CONTABILIDADE Os recursos

Leia mais

Restrições de Investimento:.

Restrições de Investimento:. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ÓRAMA BOLSA MID LARGE - SMALL CAP FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES 13.966.586/0001-95 Informações referentes a 06/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais