para sobremesa. Torna-te um(a) mestre da cozinha e surpreende-os. Mãos à obra!!! ARQUIVO MUNICIPAL SERVIÇO EDUCATIVO MAIO 2008 NÚMERO 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "para sobremesa. Torna-te um(a) mestre da cozinha e surpreende-os. Mãos à obra!!! ARQUIVO MUNICIPAL SERVIÇO EDUCATIVO MAIO 2008 NÚMERO 1"

Transcrição

1 Receita de Culinária Bolinho de Cenoura A VOZ DA LUNETAS Queres fazer uma surpresa aos teus amigos ou à tua família? Vou-te dar uma receita muito fácil de um bolo que é uma delícia. Podes fazer, nos teus tempos livres, para um lanche ou Passatempos e Dicas para sobremesa. Torna-te um(a) mestre da cozinha e surpreende-os. Mãos à obra!!! ARQUIVO MUNICIPAL SERVIÇO EDUCATIVO MAIO 008 NÚMERO 1 EDITORIAL Soluções dos Jogos e Brincadeiras Aberto ao público há quase sete anos, o Arquivo Municipal da Póvoa de Varzim - Casa da Memória Poveira, criou e dispõe, desde então, de um serviço educativo próprio que INDICE Ingredientes 1 chávena grande de cenoura ralada As 7 Diferenças Programa de actividades 008/09 pág. 4 ovos inteiros Meia chávena de óleo 1 copo grande de leite copos grandes de farinha de trigo com fermento chávenas grandes de açúcar Saberes Arquivísticos pág. 4 chocolate e/ou canela para decorar D O C U M E N T O S Antes de mais, pede a um adulto para te sílios que precisas, e para te ligar o forno a uma temperatura de 180 ºC. Pede-lhe também para te ralar a cenoura, para não te cortares. Depois bate os ovos inteiros juntamente com a cenoura ralada, o óleo, o leite, a farinha e o açúcar até obter um creme. Unta uma forma de bolo com manteiga e depois polvilha-a com farinha. Deita o creme suavemente nessa forma. Agora, pede ao adulto que te está a acompanhar para colocar o bolo no forno durante cerca de 0 minutos. É muito Notícias da época pág. 6 Personalidades pág. 7 Preparação ajudar a separar os ingredientes e uten- SUDOKU Labirinto Curiosidades pág. 9 Jogos e brincadeiras pág. 11 Passatempos e Dicas pág. 1 cia dos arquivos, despertando e sensibilizando o seu interesse para o nosso património Este jornal é o n.º 1 de muitos que terão periodicidade semestral que, integrado no nosso serviço educativo, passará a dar a conhecer tudo que o arquivo desenvolve nesse âmbito. Pretendemos com este novo veículo de informação para o exterior, promover um enriquecimento cultural e formação histórica dos mais jovens, alcançando ainda o nosso objectivo primordial - difusão da informação que custodiamos e gerimos. Porque a brincar também se aprende! Será sempre a Lunetas, mascote do serviço educativo, e os seus amigos - a Maria, o Manel e a Rita, personagens criadas desde a abertura do arquivo em 001, que irão dar voz a este jornal idealizado e planeado para fim desse tempo convém sempre fazeres o teste do palito ti, pelo Arquivo Municipal para ver se já está cozido ou não (o teste é espetar um pa- da Póvoa de Varzim. Irás lito no centro do bolo, e significa que está cozido quando encontrar dos mais diver- o palito não sai sujo de massa). Se estiver pronto é só reti- sos temas, desde notícias rar do forno e desenformar num prato bonito. Se quiseres do passado a jogos e brin- podes decorá-lo com raspinhas de chocolate, chocolate cadeiras. Queremos que derretido ou apenas polvilhar com canela. É óptimo arrumadinha para a surpresa ser completa, combinado? com a vantagem de fazer compreender as gerações mais jovens da utilidade e importân- Antes & Depois... pág. 8 perigoso que o faças sozinho, podes magoar-te a sério. Ao Não te esqueças que no final tens de deixar a cozinha Dirigido essencialmente à comunidade escolar tem uma função pedagógico - divulgativa, documental. abrange diversas e inovadoras iniciativas. te divirtas e que aprendas câmara municipal muito com os teus novos amiguinhos. arquivísticas!!! Saudações

2 VAMOS CONHECER OS TEUS AMIGUINHOS Olá, companheiro(a)! Eu sou a Lunetas, a guardiã do Arquivo Municipal. Tenho muito orgulho na minha casinha e de fazer parte desta equipa que trabalha no arquivo. Estou sempre atenta aos invasores para proteger os documentos, e claro, sempre pronta para te receber. Se calhar já me conheces e até já me vieste visitar, agora tenho novos amigos e estou à tua espera no sítio do costume até lá!! Eu sou o Manel, confesso que a 1ª vez que fui a um arquivo foi só para acompanhar a Maria e a Rita, nunca gostei muito destas coisas do passado e documentos antigos, Achava que eram papéis velhos, mas depressa me apercebi que não é bem assim fiquei com vontade de lá voltar, sobretudo para ver os projectos e plantas antigos, são fantásticos. Aquilo lá é muito giro e interessante, tens de ver E eu sou a Rita, sou prima da Maria e o meu hobby preferido é visitar arquivos. O passado sempre me fascinou, e cá para nós, fui eu que convenci a Maria e o meu amigo Manel a virem ao Arquivo. Estou sempre aqui, sou muito curiosa, e as pessoas que cá trabalham explicam-me tudo com muita paciência. Passa por cá, há milhares de coisas para aprenderes! Esta aqui em baixo também é importante que a conheças! É a terrível papafólios, que representa todos os bichinhos maus que destroem e comem os documentos. A Lunetas tem um trabalho enorme a tentar afastar estes bicharocos do nosso depósito onde os documentos estão a descansar. Têm de ser destruídos senão podem contaminar os documentos saudáveis. É esse um dos principais trabalhos da Lunetas, é ou não corajosa a nossa amiguinha?!? Olha, olha lá vai ela mais uma vez toda zangada!!! Olá! Eu sou a Maria, descobri que queria ser arquivista e trabalhar num arquivo, depois de ter cá vindo. Adorei!!! E por isso mesmo, sempre que posso estou aqui, para aprender mais com os documentos e como tratar deles ah, e também para ajudar a Lunetas que está sempre muito atarefada. Aparece JOGOS E BRINCADEIRAS SUDOKU O objectivo deste jogo é preencher cada linha (horizontal e vertical) com os algarismos de 1 a 4, sem repetir nenhum deles em cada quadrado por. Este é fácil, vê se és capaz! 1 4 As 7 Diferenças As imagens parecem iguais, não é? Mas têm PALAVRA ESCONDIDA 4 1 diferenças, descobre-as! É só preencheres os círculos com as iniciais de cada imagem corresponden- LABIRINTO Ai lá está a papafólios a destruir os documentos outra vez. Ajuda a Lunetas a encontrá-la! te, para descobrires o que guarda um câmara municipal Edição: Gisela Bastos Arquivo Municipal da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim Telefone: (ext. 64) Fax: Coordenação: Teresa Araújo Shiiuu!!! Eles nem sempre sabem que também estou aqui. Eu sou o inimigo público n.º 1 da Lunetas arquivo. Diverte-te Textos/imagens: Gisela Bastos e dos seus belos documentos Design gráfico: Paulo Mesquita - a terrível papafólios, hi hi Impressão: Tipografia Camôes hi. Quero destruir tudo, mnha Foram Impressos: 4000 exemplares Distribuição gratuita mnha 11

3 10 Além das datas festivas que todos nós conhecemos, há sempre coisas giras a comemorar em alguns dias que não sabemos, na maioria das vezes, porque ninguém fala delas ou passam despercebidas. Vamos ensinar-te algumas muito curiosas e interessantes! Dias especiais JANEIRO Dia do Livro Infantil 1 Dia de Ano Novo 7 Dia Mundial da Saúde Dia Mundial da Paz 8 Dia Mundial da Luta contra o Cancro 4 Dia Mundial do Braille Dia Mundial da Imprensa 6 Dia de Reis Dia Mundial do Beijo Dia Mundial da Liberdade Dia Mundial das Religiões 7 Dia Mundial da Lepra 1 Dia Mundial do Mágico 16 Dia Mundial da Voz Dia Mundial da Terra Dia Mundial do Livro Dia Mundial do Escuteiro 5 Dia da Liberdade FEVEREIRO 11 Dia Mundial do Doente 9 Dia Mundial da Dança Dia Nacional do Sorriso 14 Dia de São Valentim (Namorados) 1 Dia Internacional da Língua Materna Dia Europeu da Vítima MAIO 1º Domingo de Maio - Dia da Mãe 1 Dia Internacional do Trabalhador MARÇO Dia Mundial do Sol 8 Dia Internacional da Mulher 5 Dia do Coração 19 Dia do Pai 9 Dia da Europa 0 Dia Mundial da Árvore e da Floresta Dia Mundial da Poesia 15 Dia Internacional das Famílias 18 Dia Internacional dos Museus 0 Dia Mundial da Música 1 Início da Primavera Dia Mundial da Água JUNHO Dia do Teatro Amador 1 Dia Mundial da Criança Dia Mundial do Sono 5 Dia Mundial do Meio Ambiente 4 Dia do Estudante 8 Dia Mundial dos Oceanos 6 Dia do Livro Português 7 Dia Mundial do Teatro Infantil 8 Dia Mundial da Juventude 10 Dia de Portugal e das Comunidades Dia de Camões 1 Dia de Santo António 14 Dia Mundial do dador de Sangue ABRIL 1 Dia Europeu da Música 1 Dia da Mentira 4 Dia de São João 9 Dia de São Pedro PROGRAMA DE ACTIVIDADES 008/09 SESSÕES PEDAGÓGICAS - Descobre por ti - Da Villa Euracini à cidade da Póvoa de Varzim - O 1º Foral da Póvoa: 700 anos de História (destaque no mês de Março - comemoração dos 700 anos do Foral de D. Dinis de 108) - O Centro Cívico da Cidade - A Póvoa vai a Banhos - O Brasão da Póvoa de Varzim - O Natal e suas tradições (exclusiva mês de Dezembro) Sessões multimédia interactivas duração máxima: 40 min terças e quintas-feiras: 10h0 e 14h0 sala de conferências do Arquivo Municipal marcação prévia: gratuito fichas de exploração alusivas ao tema OFICINAS PEDAGÓGICAS - Cria a Iluminura - Paleógrafo por um dia oficinas teórico-práticas duração máxima: 40 min terças e quintas-feiras: 10h0 e 14h0 sala de conferências do Arquivo Municipal marcação prévia: gratuito cedência do material necessário PEDI-PAPER PEDAGÓGICO - Partida do arquivo com o objectivo de percorrer algumas ruas e locais emblemáticos da cidade, nomeadamente do centro histórico. Uma actividade na qual se pretende pôr as crianças em contacto directo com o património artístico construído da Póvoa de Varzim e despertar o seu interesse para estas questões que dizem respeito à história da nossa terra, através de um pedi-paper com tarefas e desafios para decifrar/ explorar. desafio em espaço exterior duração: variável terças e quintas-feiras: 10h00 e 14h00 (de Abril a Junho) pelas ruas da cidade marcação prévia: gratuito entrega de guia com perguntas e desafios a preencher durante o percurso VISITAS GUIADAS AO ARQUIVO Visitas orientadas ao serviço, onde os alunos podem entrar em contacto directo com a realidade do património documental e ver os diferentes documentos, como são tratadas e conservadas. visitas pelo espaço vital do arquivo duração: variável quartas-feiras: 10h0 e 14h0 marcação prévia: gratuito ficha de exploração sobre a visita

4 A Lunetas Toponímia Local explica... Saberes Arquivísticos Sabes o que é um Arquivo? Um Arquivo pode ser: o conjunto organizado de documentos, independentemente da sua data, forma e suporte material, que foram produzidos ou recebidos por uma pessoa ou por um conjunto de pessoas (uma família, uma empresa, ou mesmo, uma instituição) no exercício da sua actividade. Mas Arquivo, também pode ser o nome do edifício onde são recebidos, organizados, conservados e divulgados os documentos. Este é o edifício do Arquivo Municipal da Póvoa de Varzim é muito bonito, não achas?... o Depósito, sabes o que é? O depósito é uma espécie de caixa-forte onde são guardados os documentos, que existe em todos os edifícios de arquivo. Um espaço fechado, com uma temperatura e humidade relativa aconselhadas para documentos gráficos. Não é um local de trabalho, como o próprio nome indica, mas sim um sítio para conservar documentos. No depósito temos um termo-higrómetro, que é um aparelho próprio para medir a temperatura e humidade relativa do ar. Curiosidades Vamos falar de Toponímia, sabes o que é? Pois bem, é a ciência que estuda a origem e evolução dos nomes das ruas, lugares, praças e espaços geográficos. Estes nomes têm sempre uma história, alguns foram mudando ao longo dos tempos, outros mantêm-se desde sempre iguais. Há exemplos mesmo engraçados de várias ruas da Póvoa, aqui estão alguns Um caso curioso é a Praça do Almada (em nome do corregedor Francisco de Almada e Mendonça) esta praça já teve o nome de Campo da Feira e Largo da Feira, porque será? Porque era lá que se fazia a feira semanal, giro não achas? Não podíamos deixar de falar da rua onde está instalado o Arquivo Municipal. Antes denominada de Rua Nova, só em 1861 passa para Rua do Visconde (homenagem ao nobre conde Francisco Lopes d Azevedo Velho da Fonseca de Barbosa Pinheiro Pereira de Sousa e Castro e Sá Coelho). Em 1966, Rua do Visconde de Azevedo, para identificar a pessoa homenageada, porque até aí podia ser um visconde qualquer, certo? A Rua da Junqueira, por exemplo, é uma rua que existe já desde 1694, também designada por Rua S. Roque da Junqueira ou Rua Nova da E um Documento? Junqueira. O topónimo Outro exemplo curioso é o Largo Dr. David Junqueira deriva da palavra Junco que é uma Alves, chamava-se inicialmente Largo do Rego Um documento é a unidade constituída pela informação e respectivo suporte. Pela definição de arquivo sabemos que um documento de arquivo é um documento produzido e/ ou recebido por uma pessoa física ou jurídica, no decorrer da sua actividade, e conservado para prova ou informação, qualquer que seja o seu suporte. Estes documentos, em qualquer arquivo, são guardados num espaço planta herbácea que cresce de forma espontânea nas zonas marítimas. E como a Junqueira é uma zona baixa da Póvoa, frequentemente alagada, sobretudo no Inverno por ocasião das chuvas e marés - cheias, tinha imensos juncos, daí o nome Junqueira! Interessante, não achas? (por causa de um rego de água que ali passava), depois Largo do Café Chinês (por ali funcionar um café com o mesmo nome), e só a partir de 1889 é que ficou com o nome actual em homenagem àquele que foi Presidente da Câmara desta cidade, de 1908 a muito especial 4 9

5 Antes & Depois na Póvoa de Varzim Vou dar-te alguns exemplos de documentos que o arquivo municipal custodia, e falar um pouco sobre eles FORAL MANUELINO DE 1514 Documento concedido por D. Manuel I à vila da Póvoa de Varzim, a 5 de Novembro de Esta carta de foral estabelece as taxas e encargos fiscais a pagar pelos habitantes desta terra ao rei, e nela estão escritos os seus direitos e deveres, bem como outras coisas respeitantes à vida dessas pessoas. O Foral Novo ou Foral Manuelino é um documento de valor inestimável para esta terra, e o Arquivo Municipal, enquanto guardião da memória poveira, tem o orgulho Conheces estas imagens? São todas da Avenida dos Banhos, só que com uma distância de 40 a 50 anos entre elas. É incrível a mudança ao longo do tempo! Pergunta aos teus pais e avós se não se lembram!... de o custodiar, preservar e divulgar. É um exemplar muito bonito, com capa em couro com ferragens, folha de rosto iluminada com o escudo real e motivos florais. Este documento marca uma grande mudança na vida dos moradores que habitavam esta terra, libertando-os de uma dependência do Mosteiro de Vila do Conde que durava havia já quase 00 anos. Sabias que a Póvoa já tinha pertencido a Vila do Conde?!?? Num próximo número do Voz da Lunetas vamos explicar-te esse episódio da história poveira, combinado? ACTAS DA CÂMARA Outra série documental que o Arquivo Municipal preserva é as Actas da Câmara da Póvoa de Varzim. Todos os assuntos relativos a esta terra e que são tratados pelo executivo camarário, em reunião de Câmara, ficam registados nestes documentos. É, portanto, onde se faz o registo de vereações ou acórdãos e deliberações tomadas pelo executivo, em sessões camarárias. O arquivo tem Livros de Actas desde 1617 até aos dias de hoje, sendo uma das séries documentais mais consultadas, precisamente pelo seu valor probatório, informativo, histórico e de investigação. Aliás, Este é o café Guarda-Sol que fica na Avenida dos Banhos. Já viste a diferença? Inicialmente, em 190, era mesmo um guarda-sol gigante com esplanada, agora é como tu como todos os documentos de arquivo de carácter permanente ou histórico. conheces, uma cons-trução mais sólida. Era muito giro antigamente, não achas? A próxima foto pode ser a tua... O objectivo deste desafio é que tentes encontrar fotografias giras, antigas, e que tu aches interessantes. Depois envias para o Arquivo Municipal e pode ser que seja a tua fotografia a escolhida para aparecer no próximo número da Voz da Lunetas. É mais fácil se pedires ajuda aos teus pais, avós ou amigos. Diverte-te! Ficamos a aguardar a tua foto

6 Notícias da Época Pescador Poveiro 1786 Então amiguinhos! Tenho andado tão atarefada a preparar as novas 1881 Assassinato da família do Administrador do Concelho Uma triste e lamentável acontecimento assolou esta vila, na madrugada do dia 7 de Maio de Haviam tentado assassinar o Administrador do Concelho, como não conseguiram matá-lo, os malfeitores não hesitaram em sacrificar a sua esposa e filha. Todos os habitantes ficaram em sobressalto, nunca se tinha visto nada igual por estas paragens, uma vila calma e de bons costumes e ordem. Morte do Rey Dom Pedro III 11 de Junho, um dia de luto no país: a morte do Augustíssimo Rei Dom Pedro III. Também aqui na Póvoa se viverem dias de profundas manifestações de sentimento e pesar pela sua morte, e os tradicionais pregões públicos não tardaram a ecoar por todas as ruas da vila. Estas notícias, super interessantes, encontrei-as todas nos documentos do arquivo municipal enquanto folheava a série documental Actas da Câmara. Existem muitos mais acontecimentos giros, mas ficam para o próximo número da Voz da Lunetas! 197 Elevação da Póvoa de Varzim a cidade 16 de Junho Um dia histórico para esta villa - a Póvoa de Varzim é elevada à categoria de cidade. É, finalmente, reconhecido o progresso e desenvolvimento da nossa terra. O povo enche-se de alvoroçado júbilo e euforia, o desejo desta villa era justamente cumprido. A nossa terra ficaria eternamente agradecida ao Exmo. Sr. Governador Civil do Porto, pelo seu valioso contributo para que hoje a Póvoa de Varzim se orgulhe de ser cidade. Personalidades Este é o nosso heróico Cego do Maio, é um dos poveiros ilustres que se notabilizou pelos seus actos de coragem e valentia. Nasceu a e morreu a , o seu verdadeiro nome era José Rodrigues Maio e era pescador. Cego do Maio era uma alcunha, crê-se que devida ao facto de ter uma pálpebra um pouco descaída. Os seus actos heróicos eram de tal forma conhecidos que lhe valeram inúmeras medalhas de mérito, cada uma delas representava um acto de valentia, onde muitas vidas foram salvas do meio das ondas. Existe um monumento em sua homenagem que tu deves conhecer, está no Passeio Alegre e foi inaugurado em Agosto de 1909, um tributo a este grande homem. Um homem simples, do povo do mar, que é considerado um sím- actividades para o próximo ano lectivo que ainda não tinha aparecido. Mas faço questão de vos falar de três ilustres poveiros que merecem Patrão Lagoa nasceu na Póvoa de Varzim a e faleceu a O seu nome verdadeiro era Manuel António Ferreira, pescador destemido, verdadeiro herói. Notabilizou-se nas operações de salvamento do navio da armada portuguesa S. Rafael, naufragado na Foz do Ave em Novembro de 1911, e dos passageiros e tripulantes do vapor inglês Veronese, encalhado nos penedos ao norte de Leixões, em Janeiro de 191. Foi patrão do Salva- João Martins Areias, era o seu verdadeiro nome, mais conhecido por Patrão Sérgio. Nasceu na Póvoa de Varzim a e faleceu a Pescador heróico, Patrão do Salva- Vidas, filho de mestres lanchões, herdou do pai, sucessor do Cego do Maio, as qualidades de mestria e coragem que haveriam de tornar conhecido em todo o país este Lobo do Mar. Mais de cem vidas foram salvas graças à sua teimosia Vidas, intervindo e colaborando em centenas de salvamentos na enseada poveira. e destemor. 6 7 ser lembrados!

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA NOME OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA ESTABELEÇO RELAÇÕES DE PARENTESCO : avós, pais, irmãos, tios, sobrinhos Quem pertence à nossa família? Observa as seguintes imagens. Como podes observar, nas imagens estão

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Junho 2007 nº4 MENSAGEM DO PRESIDENTE Olá Viva A edição da nossa revista O Ambúzio de Junho 2007 é um convite a uma visita às nossas Praia da Barra e da Costa Nova, e um desafio para que continues a participar

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Ano 14 N.º 22 Sector de Educação Junho de 2010. Jornal da Pediatria. Centro Hospitalar Barreiro Montijo, E.P.E.

Ano 14 N.º 22 Sector de Educação Junho de 2010. Jornal da Pediatria. Centro Hospitalar Barreiro Montijo, E.P.E. Ano 14 N.º 22 Sector de Educação Junho de 2010 Jornal da Pediatria Centro Hospitalar Barreiro Montijo, E.P.E. Serviço de Pediatria do Hospital Nossa Senhora do Rosário Olá amiguinhos. 2010 tem sido um

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

Quando for grande... QUERO SER PAI!

Quando for grande... QUERO SER PAI! Quando for grande... QUERO SER PAI! Ficha Técnica Autora Susana Teles Margarido Título Quando for grande...quero SER PAI! Ilustrações Joana Dias Paginação/Design Ana do Rego Oliveira Revisão Brites Araújo

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal.

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal. -...eu nem te conto! - Conta, vai, conta! - Está bem! Mas você promete não contar para mais ninguém? - Prometo. Juro que não conto! Se eu contar quero morrer sequinha na mesma hora... - Não precisa exagerar!

Leia mais

magazine A inaugurar a época de bom tempo e de boas sardinhas

magazine A inaugurar a época de bom tempo e de boas sardinhas magazine DESTAQUES Junho 2012 Santos populares Amera 3.0 Planos ambiciosos de animação edição 34 90 exemplares www.amera.com.pt 21 444 75 30 SANTOS POPULARES A inaugurar a época de bom tempo e de boas

Leia mais

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Introdução Este trabalho foi-nos proposto na aula de Área de Projecto pela Professora. Pretendemos

Leia mais

OS AMIGOS NÃO SE COMPRAM

OS AMIGOS NÃO SE COMPRAM OS AMIGOS NÃO SE COMPRAM Era o dia 22 de dezembro. O Natal aproximava-se e o Pai Natal estava muito atarefado a preparar os sacos com os brinquedos. Muito longe dali, em Portugal, um menino chamado João

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe!

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! *MELHOR MÃE DO MUNDO Coaching para Mães Disponíveis, www.emotionalcoaching.pt 1 Nota da Autora Olá, Coaching

Leia mais

Catequese da Adolescência 7º Catecismo Documentos de Apoio CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS. Documento I

Catequese da Adolescência 7º Catecismo Documentos de Apoio CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS. Documento I CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS Documento I CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS Documento 2 CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS Documento 3 CATEQUESE 2 - QUEM SOU EU? Documento 1 CATEQUESE

Leia mais

Externato Arco-Íris. As salas de aula vestidas de flores. 1.º Ano. 2.º Ano. 3.º Ano. 4.º Ano

Externato Arco-Íris. As salas de aula vestidas de flores. 1.º Ano. 2.º Ano. 3.º Ano. 4.º Ano Externato Arco-Íris a/verão015 r e v a m i r p s n age m i e junho de 2 e io d a m o l, ã ri ç b a e l Co As salas de aula vestidas de flores 1.º Ano 2.º Ano 3.º Ano 4.º Ano Inspiração: obra O Livro da

Leia mais

«Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais

«Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais Letras Álbum Amanhecer João da Ilha (2011) «Tesouro Escondido» Já sei que estás para chegar Espero por ti na ponta do cais O teu navio vem devagar A espera é longa demais Já sei que és buliçoso Trazes

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Boletim Informativo. Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição. Maio de 2012. Como viver em comunidade num Lar Geriátrico

Boletim Informativo. Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição. Maio de 2012. Como viver em comunidade num Lar Geriátrico Boletim Informativo Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição Maio de 2012 Como viver em comunidade num Lar Geriátrico Temas importantes: -Como Viver em comunidade num Centro Geriátrico; -Novas

Leia mais

Museus: coleções criam conexões

Museus: coleções criam conexões 7 Museus: coleções criam conexões Os museus são lugares onde podes conhecer histórias, descobrir pessoas e vidas fantásticas, brincar com cores e formas divertidas. Visitar um museu é uma experiência diferente,

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Atelier Férias Escolares (1º período) Palácio Nacional da Ajuda 18 a 31 dezembro 2015

Atelier Férias Escolares (1º período) Palácio Nacional da Ajuda 18 a 31 dezembro 2015 Atelier Férias Escolares (1º período) Palácio Nacional da Ajuda 18 a 31 dezembro 2015 Colares, medalhas e condecorações Atelier de criação de joias Uma manhã recheada de pedras preciosas, ouros e veludos

Leia mais

Mestrado em Educação Pré-escolar

Mestrado em Educação Pré-escolar Apêndice 10 Exemplo de planificação diária cooperada em jardim-de-infância Dia: 09-05-14 Mestrado em Educação Pré-escolar Prática de Ensino Supervisionada em Jardim-de- Infância 2013/2014 Planificação

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

MESTRADO DE QUALIFICAÇÃO PARA A DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

MESTRADO DE QUALIFICAÇÃO PARA A DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Instituto Superior de Educação e Ciências/Universitas Prática de Ensino Supervisionada I (Educação Pré-Escolar) MESTRADO DE QUALIFICAÇÃO PARA A DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Identificação da Instituição:

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

Eu sei o que quero! Eu compro o que quero!

Eu sei o que quero! Eu compro o que quero! Eu sei o que quero! Eu compro o que quero! As pessoas com dificuldades de aprendizagem têm o poder para escolher os seus serviços de apoio. Este folheto está escrito em linguagem fácil. O que é um consumidor?

Leia mais

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais)

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Tempo para tudo (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da

Leia mais

todos fôssemos jardineiros"

todos fôssemos jardineiros ALEGAÇÕES FINAIS JARDIM BOTÂNICO DA AJUDA, EM LISBOA "O País era mais feliz se todos fôssemos jardineiros" INÊS BANHA jardineiro há nove anos no Jardim Botânico da Ajuda, em Lisboa, que este fim de semana

Leia mais

Despertar os sentidos!

Despertar os sentidos! Despertar os sentidos! Tudo o que conhecemos chega-nos, de uma forma ou de outra, através de sensações sobre as realidades que nos rodeiam. Esta consciência sensorial pode e deve ser estimulada! Quanto

Leia mais

Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014

Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014 Fundação Centro Social de S. Pedro de, FCSR Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014 Atividade Objetivos Recursos Calendarização Local Receção e acolhimento das crianças que vão

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar de São Vicente Plano Anual de Actividades 2007/2008

Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar de São Vicente Plano Anual de Actividades 2007/2008 Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar de São Vicente Plano Anual de Actividades 2007/2008 Objectivos gerais: - Proporcionar o diálogo e o respeito pelas pessoas mais velhas. - Desenvolver o espírito

Leia mais

Vai ao encontro! de quem mais precisa!

Vai ao encontro! de quem mais precisa! Vai ao encontro! 2ª feira, 05 de outubro: Dos mais pobres Bom dia meus amigos Este mês vamos tentar perceber como podemos ajudar os outros. Vocês já ouviram falar das muitas pessoas que estão a fugir dos

Leia mais

AS NOSSAS EMBARCAÇÕES

AS NOSSAS EMBARCAÇÕES Trabalho de Projecto AS NOSSAS EMBARCAÇÕES Disciplinas intervenientes: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, História e Geografia de Portugal, Educação Visual e Tecnológica. Tópicos que podem ser tratados

Leia mais

Gosto muito de alimentos divertidos para festas!

Gosto muito de alimentos divertidos para festas! Gosto muito de alimentos divertidos para festas! Débora Cláudio, Nuno Pereira de Sousa, Rui Tinoco, Ângela Menezes Gosto muito de alimentos divertidos para festas! Débora Cláudio, Nuno Pereira de Sousa,

Leia mais

Revista de Actividades de Educação Ambiental. Junho 2010 n.º 7

Revista de Actividades de Educação Ambiental. Junho 2010 n.º 7 Revista de Actividades de Educação Ambiental Junho 2010 n.º 7 Quanta honra o nosso Henrique ter sido o Ecomosqueteiro do ano 2010... Henrique, sabias que em 2009 o nosso Município produziu uma quantidade

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

O verdadeiro sentido da existência deste Manual é ajudar-te a entender os valores da Hi INTERACTIVE e como podes enquadrar-te connosco.

O verdadeiro sentido da existência deste Manual é ajudar-te a entender os valores da Hi INTERACTIVE e como podes enquadrar-te connosco. CULTURE MANUAL Hi, THERE Hi Bem-vindo à Hi INTERACTIVE. Esta não é uma empresa como as outras. Aqui, o nosso objectivo é a perfeição, desafiamos a comum forma de pensar e encorajamos a criatividade. Este

Leia mais

Departamento de Especulações.indd 11 03/07/15 16:43

Departamento de Especulações.indd 11 03/07/15 16:43 1 Os antílopes têm uma visão dez vezes melhor do que a nossa, disseste me. Foi no início ou quase. O que significa que numa noite clara eles conseguem ver os anéis de Saturno. Ainda passariam alguns meses

Leia mais

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS QUE OPORTUNIDADES PÓS-LICENCIATURA ESPERAM? EXPECTATIVAS QUE INQUIETAÇÕES TÊM OS ALUNOS DE DC? MADALENA : M QUAL É A TUA PERSPECTIVA DO MERCADO

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Inclui receitas Ficha Técnica Título: Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Concepção: Mariana Barbosa Corpo redactorial: Mariana Barbosa Revisão:

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

Como criar um Utilizador no Windows

Como criar um Utilizador no Windows 2013-05-08 11:00:17 Olá, como estás? Hoje vamos falar de um assunto que te vai ajudar a organizar o teu computador, assim como o dos teus pais, se o utilizares para as tuas aventuras informáticas. Muitas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede 1. Identificação DEPARTAMENTO: Pré-Escolar PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES - PROPOSTA DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO - 2010 / 2011 Coordenador(a):

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 2.ª Chamada / 739 2.ª Fase / 2010 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro, e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

Keyla Ferrari. Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo. Leon Tolstoi. ilustrado por: Maria Isabel Vaz Guimarães

Keyla Ferrari. Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo. Leon Tolstoi. ilustrado por: Maria Isabel Vaz Guimarães Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo. Leon Tolstoi Keyla Ferrari ilustrado por: Maria Isabel Vaz Guimarães Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto.

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

De Profundis.indd 25 20/05/15 18:01

De Profundis.indd 25 20/05/15 18:01 Janeiro de 1995, quinta feira. Em roupão e de cigarro apagado nos dedos, sentei me à mesa do pequeno almoço onde já estava a minha mulher com a Sylvie e o António que tinham chegado na véspera a Portugal.

Leia mais

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido FADE IN: INT. CASA DE BANHO - DIA Um homem fala para a câmara. É, 28 anos, magro e mortiço. Queres casar comigo? Não fica satisfeito com o resultado.

Leia mais

Não deixem nenhuma criança Em suas terras trabalhar Lhes digo com segurança Melhor pra elas é estudar

Não deixem nenhuma criança Em suas terras trabalhar Lhes digo com segurança Melhor pra elas é estudar EMPREGADO VERSOS EMPREGADOR Você empregador Cumpra o seu dever Registre o trabalhador E aperreio não vai ter Ele será seu defensor E vai fazer você crescer A carteira eu entrego Pra ter tudo anotado Ninguém

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR MÊS Setembro TEMA Adaptação das Crianças PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES CRECHE ANO LECTIVO 2014 / 2015 - Tema transversal a trabalhar ao longo do ano: A Magia do Circo DATAS A SALIENTAR ACTIVIDADES PEDAGÓGICAS

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207 OLHAR GLOBAL Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas A poeira do renascimento 36 Fotografe Melhor n o 207 Olivier convida pessoas que encontra na rua ou na internet para posarem

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE

RELATÓRIO DE ATIVIDADE RELATÓRIO DE ATIVIDADE A IMPORTÂNCIA DE CADA ALIMENTO Coordenador da atividade: Thaís Canto Cury Integrantes da equipe: Manha: Bianca Domingues, Fernando Peixoto e Juliana Ravelli Tarde: Thaís Cury, Thalita

Leia mais

CLUBE DE FRANCÊS PROPOSTA PARA O ANO LECTIVO 2010/2011

CLUBE DE FRANCÊS PROPOSTA PARA O ANO LECTIVO 2010/2011 CLUBE DE FRANCÊS PROPOSTA PARA O ANO LECTIVO 2010/2011 Responsável pelo Clube de Francês Profª Ana Serra CLUBE DE FRANCÊS PROPOSTA - ANO LECTIVO 2010/2011 INTRODUÇÃO O Francês, como língua estrangeira

Leia mais

Contos. Tod@s Contamos. Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 -

Contos. Tod@s Contamos. Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 - Contos Tod@s Contamos Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 - Nota Introdutória O livro Contos - Tod@s Contamos é a compilação de quatro contos sobre a Igualdade de Género realizados por dezasseis

Leia mais

Gaspar e o bebé Naquele dia, os pais do Gaspar pareciam um pouco atrapalhados. O que teriam eles? - perguntava-se o nosso amigo, vendo que o pai estava sempre a andar de um lado para o outro e que a mãe

Leia mais

O Manuel trouxe um papel para dar ao ao senhor Miguel que lhe deu um lindo anel com um grande camafeu mas quem o quer ter na mão não há outra

O Manuel trouxe um papel para dar ao ao senhor Miguel que lhe deu um lindo anel com um grande camafeu mas quem o quer ter na mão não há outra Não percebo nada!!! O Manuel trouxe um papel para dar ao ao senhor Miguel que lhe deu um lindo anel com um grande camafeu mas quem o quer ter na mão não há outra opinião! Que lindos amores eu tenho! lindos,

Leia mais

COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM

COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM Ver, ouvir, compreender e contar eis como se descreve a reportagem, nas escolas de Jornalismo. Para haver reportagem, é indispensável

Leia mais

19 de Março Dia do Pai Dedoches uma família à maneira e jogos História de encantar e Sessão de magia Teatro ser mãe e pai não é fácil!

19 de Março Dia do Pai Dedoches uma família à maneira e jogos História de encantar e Sessão de magia Teatro ser mãe e pai não é fácil! Propostas de Atividades coletividades Alhos Vedros/Moita Dia e mês Dia comemorativo Actividade Proposta 6 de Janeiro Dia de Reis Fantoches os animais e o Circo e o jogo dos sons dos animais Fantoches de

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Avé Maria. Anjinho da Guarda. S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Avé Maria. Anjinho da Guarda. S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Esta semana iremos tentar aprender a dar. A dar aos que mais precisam. E vamos ver que Dar é BRU TAL!!!! Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas

Leia mais

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2 Ficava intrigado como num livro tão pequeno cabia tanta história. O mundo ficava maior e minha vontade era não morrer nunca para conhecer o mundo inteiro e saber muito da vida como a professora sabia.

Leia mais

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês 3 Truques Para Obter Fluência no Inglês by: Fabiana Lara Atenção! O ministério da saúde adverte: Os hábitos aqui expostos correm o sério risco de te colocar a frente de todos seus colegas, atingindo a

Leia mais

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português desafio nota: Texto para a questão 1. (Disponível em: )

Leia mais

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA VOLUME 1, EDIÇÃO 1 DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 NESTA EDIÇÃO: A MARIA CASTANHA 2 A TURMA DO 2.º 2.ª 3 O DIA DE S.MARTINHO 4 O PÃO NA NOSSA ALIMENTAÇÃO A TURMA DO 1.º 2.ª 5 6 O ENSINO ESPECIAL 7 SOLIDARIEDADE

Leia mais

Entrevista A2. 2. Que idade tinhas quando começaste a pertencer a esta associação? R.: 13, 14 anos.

Entrevista A2. 2. Que idade tinhas quando começaste a pertencer a esta associação? R.: 13, 14 anos. Entrevista A2 1. Onde iniciaste o teu percurso na vida associativa? R.: Em Viana, convidaram-me para fazer parte do grupo de teatro, faltava uma pessoa para integrar o elenco. Mas em que associação? Na

Leia mais

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil.

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. SAMUEL, O PROFETA Lição 54 1 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. 2. Lição Bíblica: 1 Samuel 1 a 3 (Base bíblica para a história o professor) Versículo

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Plano Anual de Atividades de Animação 2015/2016

Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Plano Anual de Atividades de Animação 2015/2016 Calendarização / Mês Tema Objetivos Responsáveis pela Atividade Outubro Outono - Desenvolver o gosto pelo saber; Halloween - Valorizar diferentes formas de conhecimento, Dia Mundial da Alimentação comunicação

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

Anexo II - Guião (Versão 1)

Anexo II - Guião (Versão 1) Anexo II - Guião (Versão 1) ( ) nº do item na matriz Treino História do Coelho (i) [Imagem 1] Era uma vez um coelhinho que estava a passear no bosque com o pai coelho. Entretanto, o coelhinho começou a

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

Projecto Mil Escolas e Portal www.aguaonline.net Feira do Ambiente de Paços de Ferreira 10 a 13 Setembro de 2009

Projecto Mil Escolas e Portal www.aguaonline.net Feira do Ambiente de Paços de Ferreira 10 a 13 Setembro de 2009 www.aguaonline.net Projecto Mil Escolas e Portal www.aguaonline.net Feira do Ambiente de Paços de Ferreira 10 a 13 Setembro de 2009 Administrador da Águas do Douro e Paiva, Prof. Arménio Pereira, em visita

Leia mais

REQUERIMENTO Nº /2008

REQUERIMENTO Nº /2008 REQUERIMENTO Nº /2008 Requer VOTO DE APLAUSO à Srª VIOLETA JAFET, por ter completado 100 anos de idade, no dia 10 deste mês de fevereiro de 2008, boa parte dos quais dedicada ao Hospital Sírio-Libanês,

Leia mais

Gratuidade com os outros

Gratuidade com os outros 2ª feira, dia 21 de setembro de 2015 Gratuidade com os outros Bom dia! Com certeza, todos nós já experimentamos como é bom brincar com amigos, como nos faz felizes trocar jogos e brinquedos, como sabe

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

ENSINO PRÉ-ESCOLAR. Visitas orientadas À descoberta do MCCB

ENSINO PRÉ-ESCOLAR. Visitas orientadas À descoberta do MCCB Serviço educativo 2014 2015 ENSINO PRÉ-ESCOLAR Visitas orientadas À descoberta do MCCB 1h00 2.50 * Conhecem a história da Batalha? Com esta visita, percorreremos os caminhos da história desta terra e destas

Leia mais

Equipa de Animação Pedagógica Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém

Equipa de Animação Pedagógica Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém Visita com Atelier -Animais do Mundo Era uma vez um rei chamado Manuel I que gostava de animais... Vamos através da história deste Mosteiro, conhecer os animais que no séc. XVI chegavam a Lisboa vindos

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto.

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. <Os Inovadores> <Escola Profissional Atlântico> NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Dezembro de 2011 1 A

Leia mais

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU

MULHER SOLTEIRA. Marcos O BILAU MULHER SOLTEIRA REFRÃO: Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir Ei, quem tá aí Se tem mulher solteira dá um grito que eu quero ouvir (Essa música foi feita só prás mulheres

Leia mais

Patrícia Engel Secco Ilustrações Christian Held

Patrícia Engel Secco Ilustrações Christian Held Patrícia Engel Secco Ilustrações Christian Held Projeto Gráfico Ilustra Online Revisão Trisco Comunicação Uma história de amor pelo nosso planeta. Coordenação Editorial Ler é Fundamental Produções e Projetos

Leia mais

Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo. Outubro:

Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo. Outubro: CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADES OBJETIVOS RECURSOS HUMANOS Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo Preparar o ano letivo Criar uma relação de empatia entre as crianças e os adultos da sala

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

EM FAMÍLIA. Um domingo de chuva NÍVEL A2

EM FAMÍLIA. Um domingo de chuva NÍVEL A2 NÍVEL A2 EM FAMÍLIA 4 lições Em Portugal, há famílias que costumam reunir-se ao domingo. A família do João reúne-se normalmente na casa dos avós. - Leitor de CD - BD da família - Tesouras - Acetato da

Leia mais

Uma Procissão em Comunhão a Nossa Senhora

Uma Procissão em Comunhão a Nossa Senhora Uma Procissão em Comunhão a Nossa Senhora Os Paroquianos de Canidelo, na noite de 29.05.2015 presentearam Nossa Senhora e Nossa Mãe Maria Santíssima, com uma bela e sublime procissão. Foram quatro procissões

Leia mais

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto.

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto. Boa tarde a todos, para quem não me conhece sou o Ricardo Aragão Pinto, e serei o Presidente do Concelho Fiscal desta nobre Fundação. Antes de mais, queria agradecer a todos por terem vindo. É uma honra

Leia mais

JORNAL DO MESTIPEN 2º PERÍODO Janeiro / Fevereiro / Março ANO LECTIVO 2015-2016

JORNAL DO MESTIPEN 2º PERÍODO Janeiro / Fevereiro / Março ANO LECTIVO 2015-2016 JORNAL DO MESTIPEN 2º PERÍODO Janeiro / Fevereiro / Março ANO LECTIVO 2015-2016 APRENDEMOS COMUNICAMOS Iniciámos o 2º período, e na primeira semana lembrámos o DIA MUNDIAL DA PAZ, e o seu significado.

Leia mais

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé MÚSICAS Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé Hino da Praznik Do Fá Gosto de aqui estar Sol Do E contigo brincar E ao fim vou arranjar

Leia mais

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva O Convite Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e Gisele Christine Cassini Silva FADE OUT PARA: Int./Loja de sapatos/dia Uma loja de sapatos ampla, com vitrines bem elaboradas., UMA SENHORA DE MEIA IDADE,

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

[Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo]

[Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo] [Visionamento das fotos] [Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo] E- Então o que é que achaste das fotos? E7- Boas. Tá fixe. E- Faz-te lembrar coisas boas ou más? E7-

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

Encontros de vida que se faz vivendo.

Encontros de vida que se faz vivendo. Encontros de vida que se faz vivendo. Thatiane Veiga Siqueira 1 A menina do coração de chocolate. Juliana tem nove anos, é uma menina de olhos esbugalhados, com sorriso fácil, ao primeiro olhar já se vê

Leia mais