ROUQUIDÃO. Prevenção e Tipos de Tratamento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ROUQUIDÃO. Prevenção e Tipos de Tratamento"

Transcrição

1 ROUQUIDÃO Prevenção e Tipos de Tratamento O que é Rouquidão? Quais são as causas da rouquidão? Como a rouquidão é avaliada? Quando devo procurar uma avaliação especializada? Como tratar as desordens vocais? O que eu posso fazer para prevenir e tratar minha rouquidão?

2 O QUE É ROUQUIDÃO? Rouquidão é o termo utilizado para descrever as mudanças na voz. A voz pode sofrer diversas alterações, tornando-se soprosa, áspera ou rouca propriamente dita, com mudanças também na intensidade. Estas mudanças decorrem das alterações estruturais (com a presença de nódulos, pólipos, cistos, tumores) ou não estruturais (neurológicas como paralisias ou funcionais como alguns tipos de medicações, mau uso,...) nas pregas vocais. QUAIS SÃO AS CAUSAS DA ROUQUIDÃO? Existem muitos fatores de risco de rouquidão. Dentre eles, os inflamatórios e infecciosos que, normalmente perduram período inferior a 10 dias. Alterações estruturais perduram enquanto permanecer a lesão na prega vocal.

3 Adultos com rouquidão prolongada podem estar associados como fator de risco o mau uso vocal, com a presença de nódulos, cistos ou pólipos vocais. Os nódulos vocais são mais freqüentes nas crianças do que nos adultos, pois utilizam a voz como forma de brincar. Já nos adultos, podemos ter a presença do refluxo gastroesofágico, onde o paciente apresenta pigarro, tosse seca, sensação de bola na garganta entre outros sintomas que, podem ocasionar um quadro de rouquidão, sendo este um fator de risco para o desenvolvimento do câncer de laringe 1. Recentemente foi descrito que o refluxo gastroesofágico é responsável pela deterioração da qualidade vocal e por diminuição na capacidade de fonação 2. Outros fatores de risco como o tabagismo, o etilismo, o déficit de vitaminas antioxidantes também tem sido relacionado a alterações vocais e, principalmente, a presença de câncer na laringe 3. 1 Laryngoscope, 101 (4 Pt 2 Suppl 53): 1-78, april J. Voice, 20 (1): , march Revista AMRIGS, 48(4): , dez 2004.

4 COMO A ROUQUIDÃO É AVALIADA? Através da história descrita pelo paciente, aliado ao exame otorrinolaringológico. Associado ao exame, a endoscopia laríngea (acoplada ao vídeo ou não) é um recurso importante na diferenciação de lesões em nível de pregas vocais. O procedimento é bem tolerado e pode ser realizado em qualquer faixa etária em regime ambulatorial. QUANDO DEVO PROCURAR UMA AVALIAÇÃO MÉDICA ESPECIALIZADA? Quando a rouquidão perdurar por mais de 2 semanas ou, quando estiver associada com: - dor ou ardência cervical não decorrente de resfriado comum; - tosse com sangue; - dificuldade para deglutir; - a presença de caroço no pescoço; - dificuldade para respirar; - pigarro ou sensação de bola na garganta.

5 COMO TRATAR AS DESORDENS VOCAIS? O tratamento dependerá da causa. Muitos quadros de rouquidão são tratados com medicações, repouso vocal ou modificações dos hábitos vocais, sendo este último através da terapia fonoaudiológica. O tratamento cirúrgico é reservado aos casos de lesões estruturais nas pregas vocais e lesões neurológicas da laringe, associado à terapia fonoaudiológica. A hidratação laríngea é imperiosa, principalmente nos profissionais da voz.

6 O QUE EU POSSO FAZER PARA PREVENIR E TRATAR MINHA ROUQUIDÃO? - Evitar agentes que desidratam como álcool e cafeína - Evitar o fumo - Beber água em quantidade diária adequada - Evitar ambiente muito refrigerado (ar condicionado) - Dieta: evitar alimentos condimentados - Profissionais da voz: uso da voz com moderação (tempo determinado) - Evitar falar ou cantar quando estiver rouco ou com alterações da voz LINKS DE ACESSO - Journal of Voice: - Pacific Voice Speech Foundation: - Estill Voice International: - Fundação de Otorrinolaringologia:

Orientações e Dicas para a Saúde Vocal do Docente

Orientações e Dicas para a Saúde Vocal do Docente Orientações e Dicas para a Saúde Vocal do Docente Prezado (a) Professor (a), A sua voz é um instrumento indispensável para o seu trabalho; por isso, atenção e cuidados especiais devem ser dados a ela.

Leia mais

Dicas para Professores:

Dicas para Professores: O que fazer: > Falar em tons médios. > Hidratar bem o organismo (entre seis e oito copos de água por dia). > Evitar excessos alimentares antes de usar a voz profissionalmente > Evitar os choques térmicos.

Leia mais

1) Como surgiu a idéia de realizar a Campanha da Voz e desde quando ela é realizada?

1) Como surgiu a idéia de realizar a Campanha da Voz e desde quando ela é realizada? 1) Como surgiu a idéia de realizar a Campanha da Voz e desde quando ela é realizada? R. A Campanha da Voz surgiu a partir da iniciativa de um médico Otorrinolaringologista de Porto Alegre, o Dr. Nédio

Leia mais

DIA MUNDIAL DA VOZ 16 DE ABRIL

DIA MUNDIAL DA VOZ 16 DE ABRIL DIA MUNDIAL DA VOZ 16 DE ABRIL O Dia Mundial da Voz, que se comemora no próximo dia 16 de Abril, acontece com o objectivo primordial de alertar o público para a importância da voz humana, bem como para

Leia mais

LAUDO MÉDICO PERICIAL.

LAUDO MÉDICO PERICIAL. 1 Preâmbulo. LAUDO MÉDICO PERICIAL. Aos vinte e um dias do mês de maio do ano de 2009, o Perito Dr. OSCAR LUIZ DE LIMA E CIRNE NETO, designado pelo MM Juiz de Direito da 5.ª Vara Cível da Comarca de São

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS A avaliação perceptivo auditiva é uma avaliação clássica, que, apesar de ser subjetiva, continua soberana na rotina clínica fonoaudiológica. A respeito desse assunto, julgue os itens a seguir. 41 O tempo

Leia mais

QUEIXAS E SINTOMAS VOCAIS PRÉ FONOTERAPIA EM GRUPO

QUEIXAS E SINTOMAS VOCAIS PRÉ FONOTERAPIA EM GRUPO QUEIXAS E SINTOMAS VOCAIS PRÉ FONOTERAPIA EM GRUPO [ALMEIDA, Anna Alice Figueirêdo de; SILVA, Priscila Oliveira Costa; FERNANDES, Luana Ramos; SOUTO, Moama Araújo; LIMA-SILVA, Maria Fabiana Bonfim] Centro

Leia mais

A Voz Como Instrumento De Trabalho: Uma Abordagem Para Professores. Fga:Lara Cristina F. Castilho

A Voz Como Instrumento De Trabalho: Uma Abordagem Para Professores. Fga:Lara Cristina F. Castilho A Voz Como Instrumento De Trabalho: Uma Abordagem Para Professores Fga:Lara Cristina F. Castilho A voz é uma das extensões mais fortes da nossa personalidade, nosso sentido de inter-relação na comunicação

Leia mais

Câncer de laringe Laringectomizados

Câncer de laringe Laringectomizados Câncer de laringe Laringectomizados M.Sc. Profª Viviane Marques Coordenadora da Pós-graduação em Fonoaudiologia Hospitalar UVA Docente do mestrado de HIV/AIDS e Hepatites Virais UNIRIO Tutora da Residência

Leia mais

RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE VOZ

RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE VOZ RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE VOZ A voz humana é produzida na laringe, um tubo que fica no pescoço. Dentro desse tubo, temos duas dobras de músculos e mucosa, chamadas popularmente de

Leia mais

RESPOSTAS PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE DISFONIA INFANTIL

RESPOSTAS PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE DISFONIA INFANTIL RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE DISFONIA INFANTIL A voz é uma expressão que revela elementos de dimensão biológica, psicológica e sócio-educacional. Cada criança desenvolve formas de usá-la

Leia mais

Manual do Bem-Estar Vocal

Manual do Bem-Estar Vocal Manual do Bem-Estar Vocal e i u a Programa Municipal de Saúde Vocal - SP Prefeito Fernando Haddad Secretária Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão Leda Maria Paulani Coordenadora de Gestão de Pessoas

Leia mais

SAÚDE VOCAL PROFISSIONAIS DA VOZ

SAÚDE VOCAL PROFISSIONAIS DA VOZ SAÚDE VOCAL PROFISSIONAIS DA VOZ GABRIELA RODRIGUES, VANESSA PEDROSA VIEIRA E MARA BEHLAU 2011 O s profissionais da voz são todas as pessoas que utilizam a voz como seu principal instrumento de trabalho.

Leia mais

TREINAMENTO VOCAL PODE SER FATOR PROTETOR CONTRA DORES

TREINAMENTO VOCAL PODE SER FATOR PROTETOR CONTRA DORES TREINAMENTO VOCAL PODE SER FATOR PROTETOR CONTRA DORES Autores: Thays Vaiano, Mara Behlau, Ana Cláudia Guerrieri Palavras Chave: Dor, Voz, canto Introdução: Dor pode ser definida como "experiência sensitiva

Leia mais

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Orientação para pacientes com Doença do Refluxo Gastroesofágico. O Que é Doença do Refluxo? Nas pessoas normais, o conteúdo do estômago (comida ou acido clorídrico)

Leia mais

DISCUSSÃO SOBRE OS PRINCIPAIS SINTOMAS VOCAIS MAIS FREQUENTES NA ATIVIDADE DOCENTE

DISCUSSÃO SOBRE OS PRINCIPAIS SINTOMAS VOCAIS MAIS FREQUENTES NA ATIVIDADE DOCENTE DISCUSSÃO SOBRE OS PRINCIPAIS SINTOMAS VOCAIS MAIS FREQUENTES NA ATIVIDADE DOCENTE Dirle Maria Silva de Andrade Mota (UFAL) dirle2007@yahoo.com.br RESUMO Este trabalho aborda um estudo bastante relevante

Leia mais

PROGRAMA DE SAÚDE VOCAL MANUAL DA VOZ

PROGRAMA DE SAÚDE VOCAL MANUAL DA VOZ PROGRAMA DE SAÚDE VOCAL MANUAL DA VOZ Rio de Janeiro Maio/2014 Professor, bem vindo ao Programa de Saúde Vocal Nós, fonoaudiólogas, a equipe de Valorização do servidor e toda a equipe educação somos parceiras

Leia mais

merece cuidados professor e o mundo da escola Estudo realizado para traçar perfil vocal dos professores em escolas privadas

merece cuidados professor e o mundo da escola Estudo realizado para traçar perfil vocal dos professores em escolas privadas professor e o mundo da escola 1 :: débora meurer brum fonoaudióloga 1 Especialista em Voz pelo Centro de Estudos da Voz (CEV SP), Especialista em Audição (IPA-RS) e Mestranda em Distúrbios da Comunicação

Leia mais

Centro Médico. Plínio de Mattos Pessoa

Centro Médico. Plínio de Mattos Pessoa Centro Médico O seu médico recomendou uma cirurgia para tratar doença do refluxo gastroesofágico. Mas o que isso realmente significa? Seu diafragma é um músculo que separa o tórax de seu abdômen e o ajuda

Leia mais

Voz do Professor A prevenção e Preservação da Saúde Vocal do Docente

Voz do Professor A prevenção e Preservação da Saúde Vocal do Docente Voz do Professor A prevenção e Preservação da Saúde Vocal do Docente Profa. Flávia Viegas Profa. Assistente do Curso de Fonoaudiologia da UFF (área: voz) Fonoaudióloga especialista em Voz e Motricidade

Leia mais

UsoProfissionaldaVoz: conhecerparamelhoratuar

UsoProfissionaldaVoz: conhecerparamelhoratuar UsoProfissionaldaVoz: conhecerparamelhoratuar Curso aos Docentes FECAP Fernanda M. A. Rodrigues Fonoaudióloga Especialista em Voz Consultora em Comunicação www.voicecare.com.br Outubro/2008 www.fecap.br

Leia mais

RESPOSTAS PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE VOZ

RESPOSTAS PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE VOZ RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE VOZ A voz humana é produzida na laringe, um tubo que fica no pescoço. Dentro desse tubo, temos duas dobras de músculos e mucosa, chamadas popularmente de

Leia mais

Câncer de cabeça e pescoço

Câncer de cabeça e pescoço Câncer de cabeça e pescoço Prof. Dr. PAULO HOCHMÜLLER FOGAÇA FACULDADE DE MEDICINA UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO-RS ANATOMIA nasofaringe boca orofaringe faringe laringe parede posterior parede lateral seio

Leia mais

30/04/2014. Disfagia. Broncoaspiração X PNM (Pikus, Levine, Yang, 2003)

30/04/2014. Disfagia. Broncoaspiração X PNM (Pikus, Levine, Yang, 2003) MESA REDONDA IV Cuidados da fonoaudiologia: Diagnóstico e tratamento do paciente disfágico pós-estubação ou traqueostomizado Fga Luciana Passuello do Vale Prodomo Disfagia Qualquer problema no processo

Leia mais

O que é câncer de estômago?

O que é câncer de estômago? Câncer de Estômago O que é câncer de estômago? O câncer de estômago, também denominado câncer gástrico, pode ter início em qualquer parte do estômago e se disseminar para os linfonodos da região e outras

Leia mais

Hospital IPO. Atenção

Hospital IPO. Atenção Hospital IPO O Hospital IPO é especializado em atendimento clínico e cirúrgico para adultos e crianças (inclusive urgências e emergências) de nariz, ouvidos, garganta e Cirurgia Estética de Face, que oferece

Leia mais

Desportistas. Recomendações para Ondas de Calor. Saúde e Desenolvimento Humano

Desportistas. Recomendações para Ondas de Calor. Saúde e Desenolvimento Humano A prática regular e moderada da actividade física pode trazer benefícios substanciais para a saúde da população, como seja reduzir para metade o risco de doenças coronárias, baixar o risco de desenvolver

Leia mais

Doença do Refluxo Gastroesofágico o que significa?

Doença do Refluxo Gastroesofágico o que significa? Hérnia de Hiato e Refluxo Gastroesofágico. Atualmente cresce o número de pessoas que estão apresentando sintomas relativas ao aparelho digestivo, como má digestão ou sensação de queimação no estômago entre

Leia mais

DISFONIA - Conceito: Tipos de disfonias.

DISFONIA - Conceito: Tipos de disfonias. DISFONIA - Conceito: É o principal sintoma de distúrbio da comunicação oral, no qual a voz produzida não consegue, apresenta dificuldades ou limitações em cumprir seu papel básico de transmissão da mensagem

Leia mais

TUMORES DA FARINGE SERVIÇO DE CABEÇA E PESCOÇO HUWC

TUMORES DA FARINGE SERVIÇO DE CABEÇA E PESCOÇO HUWC TUMORES DA FARINGE SERVIÇO DE CABEÇA E PESCOÇO HUWC Mário Sérgio Rocha Macêdo TUMORES DA FARINGE Embriologia e Anatomia Embrião 4 semanas Faringe Embrionária TUMORES DA FARINGE Embriologia e Anatomia TUMORES

Leia mais

O que o fonoaudiólogo pode realizar nas duas áreas novas: Disfagia e Fonoeducacional?

O que o fonoaudiólogo pode realizar nas duas áreas novas: Disfagia e Fonoeducacional? O que o fonoaudiólogo pode realizar nas duas áreas novas: Disfagia e Fonoeducacional? Apresentadoras: Julia Speranza Zabeu Ana Paula Corrêa Orientadora: Profa. Dra. Andrea Cintra Lopes O que é a fonoaudiologia?

Leia mais

Descobrindo o valor da

Descobrindo o valor da Descobrindo o valor da Ocâncer de mama, segundo em maior ocorrência no mundo, é um tumor maligno que se desenvolve devido a alterações genéticas nas células mamárias, que sofrem um crescimento anormal.

Leia mais

SAUDE VOCAL DO PROFESSOR

SAUDE VOCAL DO PROFESSOR SAUDE VOCAL DO PROFESSOR Heidi Mara De Mare Graduação: Fonoaudiologia PUC/SP Instituição: Secretaria de Educação e Cultura de São Bernardo do Campo UF: São Paulo Email: heididemare1963@hotmail.com SAÚDE

Leia mais

atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca:

atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca: atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca: Nós temos atitude, e você? O Câncer do Intestino pode ser prevenido com um teste simples e indolor que pode ser realizado em sua casa. O teste é GRATUITO oferecido

Leia mais

Coral da terceira idade da ACM de Sorocaba

Coral da terceira idade da ACM de Sorocaba Coral da terceira idade da ACM de Sorocaba Hamilton de Oliveira Santos, Universidade de Sorocaba, tecladista13@gmail.com Resumo: O presente trabalho traz um relato de experiência de um projeto de extensão

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE O USO PROFISSIONAL DA VOZ DE PROFESSORES DO CURSO DE FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL DA UFSM

UM ESTUDO SOBRE O USO PROFISSIONAL DA VOZ DE PROFESSORES DO CURSO DE FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL DA UFSM UM ESTUDO SOBRE O USO PROFISSIONAL DA VOZ DE PROFESSORES DO CURSO DE FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL DA UFSM Clarice Terezinha Tomazzetti - UFSM Cláudia Ribeiro Bellochio - UFSM RESUMO

Leia mais

Qual é a função dos pulmões?

Qual é a função dos pulmões? Câncer de Pulmão Qual é a função dos pulmões? Os pulmões são constituídos por cinco lobos, três no pulmão direito e dois no esquerdo. Quando a pessoa inala o ar, os pulmões absorvem o oxigênio, que é levado

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento de Docentes PAD. Cuidados com a Voz. Profª. Ingrid Gielow

Programa de Aperfeiçoamento de Docentes PAD. Cuidados com a Voz. Profª. Ingrid Gielow Programa de Aperfeiçoamento de Docentes PAD Cuidados com a Voz Profª. Ingrid Gielow 1 Sumário 1. Introdução... 3 2.Fisiologia da fonação... 3 3. Identificação de situações de risco, abuso e mal uso vocal...

Leia mais

TUMOR DE HIPOFARINGE. Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço HUWC. Mário Sérgio R. Macêdo

TUMOR DE HIPOFARINGE. Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço HUWC. Mário Sérgio R. Macêdo TUMOR DE HIPOFARINGE Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço HUWC Mário Sérgio R. Macêdo Anatomia Epidemiologia, Quadro Clínico, Diagnóstico e Estadiamento Tratamento Anatomia Epidemiologia O sítio mais

Leia mais

COMUNICADOR EFICAZ: A VOZ DO PROFESSOR E SAÚDE PREVENTIVA.

COMUNICADOR EFICAZ: A VOZ DO PROFESSOR E SAÚDE PREVENTIVA. COMUNICADOR EFICAZ: A VOZ DO PROFESSOR E SAÚDE PREVENTIVA. Alexandre Silva Santos 1 Daniela de Matos Almeida 2 Loenizia Gonçalves de Paula 3 Matheus Àlvares Ribeiro 4 Monica Pereira de Oliveira 5 RESUMO:

Leia mais

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO 1/8 O inverno chegou e junto com ele maiores problemas com as doenças respiratórias entre outras Isso não ocorre por acaso já que pé nesta estação onde

Leia mais

ATUAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA EM CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO

ATUAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA EM CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO ATUAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA EM CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO Introdução A atuação da Fonoaudiológica veio a preencher uma importante lacuna no campo hospitalar. Principalmente na área oncológica ela é relativamente

Leia mais

Câncer é possível prevenir

Câncer é possível prevenir Câncer é possível prevenir O que é câncer? mitos e verdades Prevenção O que é? O câncer é um conjunto de mais de 100 doenças que tem como principal característica o crescimento desordenado das células

Leia mais

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande,

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande, Cancêr de Mama: É a causa mais frequente de morte por câncer na mulher, embora existam meios de detecção precoce que apresentam boa eficiência (exame clínico e auto-exame, mamografia e ultrassonografia).

Leia mais

JANE MARIA RODRIGUES LAWDER EFEITOS DO MAU USO E ABUSO VOCAL NOS PROFESSORES

JANE MARIA RODRIGUES LAWDER EFEITOS DO MAU USO E ABUSO VOCAL NOS PROFESSORES JANE MARIA RODRIGUES LAWDER EFEITOS DO MAU USO E ABUSO VOCAL NOS PROFESSORES Monografia apresentada ao CEFAC -Centro de Especialização em Fonoaudiologia Clínica para a obtenção do certificado de Conclusão

Leia mais

Aula 13: Distúrbios gastrointestinais

Aula 13: Distúrbios gastrointestinais Aula 13: Distúrbios gastrointestinais Distúrbios gastrointestinais Distúrbios gastrointestinais são aqueles que afetam todo o tubo gastrointestinal e órgãos anexos; Os mais frequentes são: azia, gastrite,

Leia mais

Hospital IPO. Facial, Cirurgia Vascular, Dermatologia, Endocrinologia, Fonoaudiologia, Gastroenterologia, Medicina Estética,

Hospital IPO. Facial, Cirurgia Vascular, Dermatologia, Endocrinologia, Fonoaudiologia, Gastroenterologia, Medicina Estética, Hospital IPO O Hospital IPO é especializado em atendimento clínico e cirúrgico para adultos e crianças (inclusive urgências e emergências) de nariz, ouvidos, garganta e Cirurgia Estética de Face, que oferece

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde

Direcção-Geral da Saúde Assunto: PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA ONDAS DE CALOR 2009 RECOMENDAÇÕES PARA DESPORTISTAS Nº: 29/DA DATA: 04/08/09 Para: Contacto na DGS: Todos os Estabelecimentos de Saúde Divisão de Saúde Ambiental INTRODUÇÃO

Leia mais

www.ettinger.med.br Doença do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato Manual do paciente João Ettinger 18 Anos de Cirurgia Laparoscópica

www.ettinger.med.br Doença do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato Manual do paciente João Ettinger 18 Anos de Cirurgia Laparoscópica Doença do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato Manual do paciente João Ettinger 18 Anos de Cirurgia Laparoscópica Desde 1992 1 O Que é Doença do Refluxo? Nas pessoas normais, o conteúdo do estômago

Leia mais

Diagnóstico do câncer

Diagnóstico do câncer UNESC FACULDADES ENFERMAGEM - ONCOLOGIA FLÁVIA NUNES Diagnóstico do câncer Evidenciado: Investigação diagnóstica por suspeita de câncer e as intervenções de enfermagem no cuidado ao cliente _ investigação

Leia mais

RESPOSTAS PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA

RESPOSTAS PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE disfagia Disfagia é o nome dado à dificuldade para deglutir alimentos, secreções, líquidos ou saliva, desde o seu trajeto inicial na boca até a sua transição

Leia mais

Higiene Vocal Cuidando da voz

Higiene Vocal Cuidando da voz Higiene Vocal Cuidando da voz BEHLAU, Mara; PONTES, Paulo. Higiene Vocal: cuidando da voz. 4. ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2009. Compilação: profa. Lúcia Teixeira PROJETO MÚSICA NAS ESCOLAS DO RS Polo

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

Débora Abreu Aulas de Canto www.debora.mus.br (41) 35247665/88622074

Débora Abreu Aulas de Canto www.debora.mus.br (41) 35247665/88622074 O CANTOR E SEU INSTRUMENTO Um bom cantor é aquele que conhece bem sua voz, até aonde pode ir, e sabe controlá-la. Para isso, é de fundamental importância que se conheça o seu instrumento e como ele se

Leia mais

UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu.

UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu. UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu.br CUIDAR DA SUA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. As mamas

Leia mais

Reabilitação após o câncer

Reabilitação após o câncer assistência Fisioterapia ajuda a prevenir e superar as sequelas decorrentes do tratamento oncológico Reabilitação após o câncer Durante muito tempo, o único foco do tratamento do câncer era a sobrevivência

Leia mais

Palavras-chave: Professores de Educação Física; alterações vocais;

Palavras-chave: Professores de Educação Física; alterações vocais; PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA: INCIDÊNCIA DE ALTERAÇÕES VOCAIS Roberta Moreno Sas, UFSCar/ Sao Carlos-SP robertasas@hotmail.com Sheila Glaucieli Fenske, UFSCar/ Sao Carlos-SP sheilafenske@yahoo.com.br

Leia mais

RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE FONONCOLOGIA

RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE FONONCOLOGIA RESPOSTAS PARA PERGUNTAS FREQUENTES NA ÁREA DE FONONCOLOGIA Os tumores na região da cabeça e pescoço, sejam benignos ou malignos, podem alterar uma ou mais funções importantes, como a fala, a voz, a audição,

Leia mais

Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos

Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos 1 Organização das Aulas Uma aula de Educação Física é composta por três partes sequenciais, cada uma com objetivos específicos. 1.1 Parte Inicial A parte inicial

Leia mais

PERFIL VOCAL DA PESSOA COM DISFONIA: ANÁLISE DO ÍNDICE DE DESVANTAGEM VOCAL.

PERFIL VOCAL DA PESSOA COM DISFONIA: ANÁLISE DO ÍNDICE DE DESVANTAGEM VOCAL. PERFIL VOCAL DA PESSOA COM DISFONIA: ANÁLISE DO ÍNDICE DE DESVANTAGEM VOCAL. Marina Bizigato Faculdade de Fonoaudiologia Centro de Ciências da Vida mabizi19@hotmail.com Iara Bittante de Oliveira Grupo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ENTRE SENSAÇÕES LARINGOFARINGEAS E CAUSAS AUTORREFERIDAS POR PROFESSORES.

ASSOCIAÇÃO ENTRE SENSAÇÕES LARINGOFARINGEAS E CAUSAS AUTORREFERIDAS POR PROFESSORES. ASSOCIAÇÃO ENTRE SENSAÇÕES LARINGOFARINGEAS E CAUSAS AUTORREFERIDAS POR PROFESSORES. Autores: LAISE FERNANDES DE PAIVA, DANILO AUGUSTO DE HOLANDA FERREIRA, ALINE MENEZES GUEDES DIAS DE ARAÚJO, YOLANDA

Leia mais

Voz: Atuação do Fonoaudiólogo e do Preparador Vocal

Voz: Atuação do Fonoaudiólogo e do Preparador Vocal Voz: Atuação do Fonoaudiólogo e do Preparador Vocal Apresentação: Millena Vieira (Fonoaudióloga) Joel Pinheiro (Preparador Vocal) Bárbara Camilo (3ºano) Daniele Istile (2º ano) Orientação: Profª Drª Kelly

Leia mais

O Conhecimento que os Operadores de Call-Center do Serviço Saúde 24 têm sobre Voz

O Conhecimento que os Operadores de Call-Center do Serviço Saúde 24 têm sobre Voz Licenciatura Investigação Aplicada à Terapia da Fala II 4ºAno - II Semestre O Conhecimento que os Operadores de Call-Center do Serviço Saúde 24 têm sobre Voz Monografia Final de Curso Elaborado por Irina

Leia mais

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO OS TIPOS DE CANCER DE MAMA O câncer de mama ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma

Leia mais

TIREÓIDE. O que é tireóide?

TIREÓIDE. O que é tireóide? TIREÓIDE O que é tireóide? A tireóide é uma glândula em forma de borboleta, situada no pescoço, logo abaixo do ossinho do pescoço, popularmente conhecido como gogó. A tireóide produz um hormônio capaz

Leia mais

DOENÇAS DA PRÓSTATA. Prof. João Batista de Cerqueira Adjunto DSAU - UEFS

DOENÇAS DA PRÓSTATA. Prof. João Batista de Cerqueira Adjunto DSAU - UEFS DOENÇAS DA PRÓSTATA Prof. João Batista de Cerqueira Adjunto DSAU - UEFS O QUE É A PRÓSTATA? A próstata é uma glândula que tem o tamanho de uma noz, e se localiza abaixo da bexiga, envolvendo a uretra masculina.

Leia mais

Manual Educativo de PaciEntEs E FaMiliarEs

Manual Educativo de PaciEntEs E FaMiliarEs Manual Educativo de Pacientes e Familiares 1 ÍNDICE MANUAL EDUCATIVO DE PACIENTES E FAMILIARES O MANUAL... 04 1. O QUE É CÂNCER?... 05 2. SINAIS DE ALERTA PARA O CÂNCER... 10 3. RECOMENDAÇÕES PARA EVITAR

Leia mais

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS:

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: As mamas (ou seios) são glândulas e sua função principal é a produção de leite. Elas são compostas de lobos que se dividem em porções menores, os lóbulos, e ductos, que

Leia mais

FUNECE Fundação Universidade Estadual do Ceará Comissão Executiva do Vestibular - CEV/UECE

FUNECE Fundação Universidade Estadual do Ceará Comissão Executiva do Vestibular - CEV/UECE Secretaria de Educação e Desporto Escolar FUNECE Fundação Universidade Estadual do Ceará Comissão Executiva do Vestibular - CEV/UECE Concurso Público para Professor da Rede Municipal de Ensino de Itapipoca

Leia mais

GRIPE sempre deve ser combatida

GRIPE sempre deve ser combatida GRIPE sempre deve ser combatida Aviária Estacional H1N1 SAZONAL suína GRIPE = INFLUENZA Que é a INFLUENZA SAZONAL? É uma doença própria do ser humano e se apresenta principalmente durante os meses de inverno

Leia mais

LER/DORT. www.cpsol.com.br

LER/DORT. www.cpsol.com.br LER/DORT Prevenção através s da ergonomia DEFINIÇÃO LER: Lesões por Esforços Repetitivos; DORT: Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho; São doenças provocadas pelo uso inadequado e excessivo

Leia mais

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL

DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL DOENÇAS CARDÍACAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL As doenças do coração são muito freqüentes em pacientes com insuficiência renal. Assim, um cuidado especial deve ser tomado, principalmente, na prevenção e no controle

Leia mais

Palavras-chave: criança de rua; distúrbios da comunicação; voz profissional.

Palavras-chave: criança de rua; distúrbios da comunicação; voz profissional. Distúrbios da comunicação e audição entre escolares com queixas vocais, com e sem história de situação de rua, em Aracaju, Brasil. Autor: Neuza Josina Sales, Ricardo Queiroz Gurgel. Instituição: Universidade

Leia mais

Câncer de Pulmão. Prof. Dr. Luis Carlos Losso Medicina Torácica Cremesp 18.186

Câncer de Pulmão. Prof. Dr. Luis Carlos Losso Medicina Torácica Cremesp 18.186 Câncer de Pulmão Todos os tipos de câncer podem se desenvolver em nossas células, as unidades básicas da vida. E para entender o câncer, precisamos saber como as células normais tornam-se cancerosas. O

Leia mais

Para que Serve? Tratamento

Para que Serve? Tratamento Quimioterapia O que é? É um tratamento que utiliza medicamentos quimioterápicos para eliminar células doentes. Cada agente quimioterápico tem diferentes tipos de ação sobre as células e, consequentemente,

Leia mais

Conheça alguns mitos e verdades sobre a tosse

Conheça alguns mitos e verdades sobre a tosse Uol - SP 28/04/2015-12:43 Conheça alguns mitos e verdades sobre a tosse Da Redação Tosse pode ser transmitida de pessoa para pessoa. VERDADE: porém, isso só é possível se a tosse for causada por um agente

Leia mais

beba água ESTÁ COM SEDE?

beba água ESTÁ COM SEDE? SUPLEMENTO ESPECIAL - QUINTA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2015 ESTÁ COM SEDE? beba água Pesquisadores acompanharam cerca de 20 mil pessoas, entre homens e mulheres, para comprovar os reais benefícios da água

Leia mais

OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA

OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA C A R T I L H A OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA OOUTUBRO ROSA é um movimento mundial pela prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. Com suas ações especialmente

Leia mais

CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada

CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada 1 Água ALIMENTE-SE DE FORMA EQUILIBRADA E SAUDÁVEL. A alimentação influi na sua segurança ao volante. Uma alimentação incorreta pode gerar fadiga,

Leia mais

Recursos de Expressividade

Recursos de Expressividade Apresenta: Recursos de Expressividade Apresentadores: Janine S. Ramos (3º ano) Natalia C. Favoretto (3º ano) Guilherme T. Barros (4ºano) Data: 03/11/11 Horário: 18h30min Local: Anfiteatro 1 Comunicação

Leia mais

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE COLO DE UTERO O câncer de colo uterino é o câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, correspondendo a, aproximadamente,

Leia mais

Palavras chave: voz, prevenção, criança

Palavras chave: voz, prevenção, criança AÇÕES DE PREVENÇÃO DE DISFONIA INFANTIL EM CENÁRIOS EDUCACIONAIS: ANÁLISE DA CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS SOBRE VOZ A PARTIR DE DESENHOS DE ALUNOS DE EDUCAÇÃO INFANTIL. Palavras chave: voz, prevenção, criança

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer do colo do útero apresentação O câncer do colo do útero continua matando muitas mulheres. Especialmente no Brasil,

Leia mais

DOCENTES DO CURSO DE JORNALISMO: CONHECIMENTO SOBRE SAÚDE VOCAL

DOCENTES DO CURSO DE JORNALISMO: CONHECIMENTO SOBRE SAÚDE VOCAL DOCENTES DO CURSO DE JORNALISMO: CONHECIMENTO SOBRE SAÚDE VOCAL Rayné Moreira Melo Santos (CESMAC) raynefono@yahoo.com.br Rozana Machado Bandeira de Melo (CESMAC) rmbmelo@ig.com.br Zelita Caldeira Ferreira

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS UFPR

HOSPITAL DE CLÍNICAS UFPR HOSPITAL DE CLÍNICAS UFPR HC UFPR COMITÊ DE INFLUENZA SUÍNA 27 de abril DIREÇÃO DE ASSISTÊNCIA SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA INFECTOLOGIA CLÍNICA - ADULTO E PEDIÁTRICA SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR

Leia mais

Introdução. Rita de Cássia Fucci Amato - FMCG fucciamato@terra.com.br. Marcela Maia Carlini - FMCG marcelacarlini@hotmail.com

Introdução. Rita de Cássia Fucci Amato - FMCG fucciamato@terra.com.br. Marcela Maia Carlini - FMCG marcelacarlini@hotmail.com A saúde vocal dos educadores musicais: um estudo comparativo com docentes atuantes na educação infantil e no ensino fundamental The vocal health of music educators: a comparative study with teachers working

Leia mais

Orientações à pessoa traqueostomizada

Orientações à pessoa traqueostomizada Orientações à pessoa traqueostomizada Prezado paciente, Esta cartilha tem como principal objetivo orientá-lo a respeito da traqueostomia e os efeitos que ela terá na sua vida. Esperamos ajudar a esclarecer

Leia mais

DECLARAÇÃO PESSOAL DE SAÚDE

DECLARAÇÃO PESSOAL DE SAÚDE 1 A presente declaração, deverá ser preenchida de próprio punho, pelo proponente, de forma clara e objetiva, respondendo SIM ou NÃO, conforme o caso. MUITO IMPORTANTE Chamamos a atenção de V.S.a. para

Leia mais

Gripe: o que você pode fazer. Cuidados em casa

Gripe: o que você pode fazer. Cuidados em casa Gripe: o que você pode fazer Cuidados em casa Para mais informações, confira: www.mass.gov/dph/flu Gripe: o que você pode fazer Cuidados em casa ÍNDICE: O que é a gripe? 2 Prevenção da gripe 6 Cuidados

Leia mais

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib)

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este guia destina-se a doentes a quem tenha sido receitado

Leia mais

INFORMATIVO DE SAÚDE QUINTA REGIÃO DA POLÍCIA MILITAR QUARTA COMPANHIA INDEPENDENTE 4ª EDIÇÃO

INFORMATIVO DE SAÚDE QUINTA REGIÃO DA POLÍCIA MILITAR QUARTA COMPANHIA INDEPENDENTE 4ª EDIÇÃO O Projeto denominado 3º Circuito de Saúde de Frutal 2015 apresentou uma proposta planejada, enriquecedora e interdisciplinar, buscou a integração dos militares e da sociedade, no sentido de conscientização

Leia mais

Doença a do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato

Doença a do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato www.bahiagastrocenter.com.br Doença a do Refluxo Gastroesofágico e Hérnia de Hiato Manual do paciente João Ettinger Euler Ázaro Paulo Amaral Edvaldo Fahel Copyright Bahia Gastro Center - 2009 1 O Que é

Leia mais

FONOAUDIÓLOGO LÍNGUA PORTUGUESA

FONOAUDIÓLOGO LÍNGUA PORTUGUESA FONOAUDIÓLOGO LÍNGUA PORTUGUESA Leia atentamente o texto abaixo para responder as questões n 01 e 02. Memórias do presente, e do passado Fazem guerra cruel dentro em meu peito; E bem que ao sofrimento

Leia mais

Residente Anike Brilhante Serviço de Cirurgia Geral Hospital Federal Cardoso Fontes Chefe do Serviço: Antônio Marcílio

Residente Anike Brilhante Serviço de Cirurgia Geral Hospital Federal Cardoso Fontes Chefe do Serviço: Antônio Marcílio Residente Anike Brilhante Serviço de Cirurgia Geral Hospital Federal Cardoso Fontes Chefe do Serviço: Antônio Marcílio Nódulo: - Pcp manifestação clínica das dçs da tireóide - 5% das mulheres e 1% dos

Leia mais

Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG

Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG Será que égastrite? Luciana Dias Moretzsohn Faculdade de Medicina da UFMG Sintomas Dor na região do estômago Estômago estufado Empanzinamento Azia Arrotos frequentes Cólica na barriga Vômitos e náusea

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO VOCAL DO PROFESSOR Por: Flávia Cristina Barros Neves de Alvarenga Orientador Prof. Ms. Mary Sue

Leia mais

Disfonias na Infância

Disfonias na Infância Disfonias na Infância Peak Woo Com novas ferramentas diagnósticas e uma subespecialização em laringologia, quase todos os pacientes pediátricos com disfonia podem ter um diagnóstico mais seguro. No entanto,

Leia mais