Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-reitoria de Planejamento Coordenadoria de Planejamento Econômico RELAÇÃO DE PI S

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-reitoria de Planejamento Coordenadoria de Planejamento Econômico RELAÇÃO DE PI S"

Transcrição

1 RELAÇÃO DE PI S SUBAÇÃO Funcionamento da Educação Básica, Média e Profissional na UFSM F2992P0100P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL GESTAO DA UNIDADE F2992M0100N ENSINO MEDIO GESTAO DA UNIDADE F2992B0100N EDUCAÇÃO BASICA GESTAO DA UNIDADE F2992P0400P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MONITORIA F2992M0400N ENS. MEDIO MONITORIA F2992B0400N EDUCAÇÃO BASICA MONITORIA F2992P0600P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL BOLSAS F2992M0600N ENS. MEDIO BOLSAS F2992B0600N EDUCAÇÃO BASICA BOLSAS F2992P3200P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL AQUIS. MAT. CONS. LAB F2992M3200N ENS. MEDIO AQUIS. MAT. CONS. LAB F2992B3200N EDUCAÇÃO BASICA AQUIS. MAT. CONS. LAB F2992P3300P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL AQUIS. MAT. PERMAN. LAB F2992M3300N ENS. MEDIO PROFISSIONAL AQUIS. MAT. PERMAN. LAB F2992B3300N EDUCAÇÃO BASICA PROFISSIONAL AQUIS. MAT. PERMAN. LAB F2992P3700P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MAT. PEDAGOGICO F2992M3700N ENS. MEDIO MAT. PEDAGOGICO F2992B3700N EDUCAÇÃO BASICA MAT. PEDAGOGICO F2992P3800P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL AQUIS. DE MOBILIARIO F2992M3800N ENS. MEDIO AQUIS. DE MOBILIARIO F2992B3800N EDUCAÇÃO BASICA AQUIS. DE MOBILIARIO F2992P4000P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL AQUIS. MAT. PERMANENTE F2992M4000N ENS. MEDIO AQUIS. MAT. PERMANENTE F2992B4000N EDUCAÇÃO BASICA AQUIS. MAT. PERMANENTE F2992P4300P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL REFORMAS F2992M4300N ENS. MEDIO REFORMAS F2992B4300N EDUCAÇÃO BASICA REFORMAS F2992P5100P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EVENTOS F2992M5100N ENS. MEDIO EVENTOS F2992B5100N EDUCAÇÃO BASICA EVENTOS F2992P5200P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL FORM. DE PROFESSORES F2992M5200N ENS. MEDIO FORM. DE PROFESSORES F2992B5200N EDUCAÇÃO BASICA FORM. DE PROFESSORES F2992P5700P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL FORM. DE PROFISS. DA EDUC. F2992M5700N ENS. MEDIO FORM. DE PROFISS. DA EDUC. F2992B5700N EDUCAÇÃO BASICA FORM. DE PROFISS. DA EDUC. F2992P9500P EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ACERVO BIBLIOGR. F2992M9500N ENS. MEDIO ACERVO BIBLIOGR. F2992B9500N EDUCAÇÃO BASICA ACERVO BIBLIOGR.

2 SUBAÇÃO Assistência ao Estudante da UFSM F4002G0100N ASSIST.ESTUD - GESTÃO DA UNIDADE- GRADUAÇÃO F4002G0400N ASSIST.ESTUD - MONITORIA - GRADUAÇÃO F4002G0600N ASSIST.ESTUD - BOLSAS - GRADUAÇÃO F4002G3800N ASSIST.ESTUD - AQUISIÇÃO MOBILIARIO - GRADUAÇÃO F4002G4000N ASSIST.ESTUD - AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS - GRADUAÇÃO F4002P0100P ASSIST.ESTUD - GESTÃO DA UNIDADE - PROFISSIONAL/TECNOLOGICO F4002P0400P ASSIST.ESTUD - MONITORIA - PROFISSIONAL/TECNOLOGICO F4002P0600P ASSIST.ESTUD - BOLSAS - PROFISSIONAL/TECNOLOGICO F4002P3800P ASSIST.ESTUD - AQUISIÇÃO MOBILIARIO - PROFISSIONAL/TECNOLOGICO F4002P4000P ASSIST.ESTUD - AQUISIÇÃO DE EQUIP. - PROFISSIONAL/TECNOLOGICO SUBAÇÃO Ações de Extensão F4004G0100X EXTENSAO GESTAO DA UNIDADE F4004G0400X EXTENSAO MONITORIA F4004G0600X EXTENSAO BOLSAS F4004G3200X EXTENSAO AQUIS. MAT. CONS. LAB. F4004G3300X EXTENSAO AQUIS. MAT. PERM. LAB F4004G3700X EXTENSAO MAT. PEDAGOGICO F4004G3800X EXTENSAO AQUIS. DE MOBILIARIO F4004G4000X EXTENSAO AQUIS. MAT. PERMANENTE F4004G4300X EXTENSAO REFORMAS F4004G5100X - EXTENSAO EVENTOS F4004G5200X EXTENSAO FORM. DE PROFESSORES F4004G5700X EXTENSAO FORM. DE PROFISS. DA EDUC. F4004G9500X EXTENSAO ACERVO BIBLIOGR. SUBAÇÃO Funcionamento da Pós-graduação na UFSM F4006O0600S POS-GRAD - BOLSAS - ESPECIALIZAÇÃO/RESIDENCIA F4006O0600Y POS-GRAD - BOLSAS - MESTRADO F4006O0600H POS-GRAD - BOLSAS - DOUTORADO F4006O9400S POS-GRAD - FOMENTO A PÓS-GRAD - ESPECIALIZAÇÃO/RESIDENCIA F4006O9400Y POS-GRAD - FOMENTO A POS GRADUAÇÃO - MESTRADO F4006O9400H POS-GRAD - FOMENTO A PÓS GRADUAÇÃO - DOUTORADO

3 SUBAÇÃO Acervo bibliográfico da UFSM CÓDIGO F4008G9500N DESCRIÇÃO ACERVO BIBLIOGRAFICO SUBAÇÃO Funcionamento da graduação na UFSM F4009G0100N - GRADUACAO GESTAO DA UNIDADE F4009G0400N GRADUACAO MONITORIA F4009G0600N GRADUACAO BOLSAS F4009G1000N GRADUACAO VESTIBULARES F4009G3200N GRADUACAO AQUIS. MAT. CONS. LAB. F4009G3300N GRADUACAO AQUIS. MAT. PERM. LAB F4009G3700N GRADUACAO MAT. PEDAGOGICO F4009G3800N GRADUACAO AQUIS. DE MOBILIARIO F4009G4000N GRADUACAO AQUIS. MAT. PERMANENTE F4009G4300N GRADUACAO REFORMAS F4009G5100N - GRADUACAO EVENTOS F4009G5200N GRADUACAO FORM. DE PROFESSORES F4009G5700N GRADUACAO FORM. DE PROFISS. DA EDUC. F4009G5900N GRADUACAO CAPAC. DE CONSELHEIROS F4009G9500N GRADUACAO ACERVO BIBLIOGR. SUBAÇÃO Capacitação dos Servidores da UFSM F4572N0100N CAPACITAÇÃO SERV - GESTÃO DA UNIDADE F4572N5100N CAPACITAÇÃO SERV - EVENTOS F4572N5200N CAPACITAÇÃO SERV - FORM E CAPAC PROFESSORES F4572N5700N CAPACITAÇÃO SERV - FORM E CAPAC PROF DA EDUCAÇÃO SUBAÇÃO REUNI P8282G0100N - REUNI GESTAO DA UNIDADE P8282G0400N REUNI MONITORIA P8282G0600N REUNI BOLSAS P8282G3200N REUNI AQUIS. MAT. CONS. LAB.

4 P8282G3300N REUNI AQUIS. MAT. PERM. LAB P8282G3700N REUNI MAT. PEDAGOGICO P8282G3800N REUNI AQUIS. DE MOBILIARIO P8282G4000N REUNI AQUIS. MAT. PERMANENTE P8282G4300N REUNI REFORMAS P8282G5100N - REUNI EVENTOS P8282G5200N REUNI FORM. DE PROFESSORES P8282G5700N REUNI FORM. DE PROFISS. DA EDUC. P8282G9500N REUNI ACERVO BIBLIOGR. SUBAÇÃO Fomento a Pesquisa na UFSM F8667O0600V PESQUISA - BOLSAS F8667O3200V PESQUISA - MAT CONSUMO - LABORATORIO F8667O3300V PESQUISA - MAT PERMANENTE - LABORATORIO F8667O3800V PESQUISA - AQUISIÇÃO MOBILIARIO F8667O4000V PESQUISA - AQUIS DE EQUIPAMENTOS F8667O5100V PESQUISA - EVENTOS F8667O5200V PESQUISA - FORMAÇÃO E CAPACIT DE PROFESSORES F8667O5700V PESQUISA - FORMAÇÃO E CAPACIT DE PROFISSIONAIS DA EDUC SUBAÇÃO SUS S8585N0400N SUS MONITORIA S8585N0600N SUS - BOLSAS S8585N3200N SUS - MAT CONSUMO - LABORATORIO S8585N5100N SUS - EVENTOS S8585N5200N SUS - FORMAÇÃO E CAPACIT DE PROFESSORES S8585N5700N SUS - FORMAÇÃO E CAPACIT DE PROFISSIONAIS DA EDUC S8585N7100N SUS GESTÃO HOSPITALAR SUBAÇÃO SS12 - PROEXT na UFSM FSS12G0100X PROEXT GESTAO DA UNIDADE FSS12G0400X PROEXT MONITORIA FSS12G0600X PROEXT BOLSAS FSS12G3200X PROEXT AQUIS. MAT. CONS. LAB. FSS12G3300X PROEXT AQUIS. MAT. PERM. LAB FSS12G3700X PROEXT MAT. PEDAGOGICO FSS12G3800X PROEXT AQUIS. DE MOBILIARIO

5 FSS12G4000X PROEXT AQUIS. MAT. PERMANENTE FSS12G5100X - PROEXT EVENTOS FSS12G5200X PROEXT FORM. DE PROFESSORES FSS12G5700X PROEXT FORM. DE PROFISS. DA EDUC. FSS12G9500X PROEXT ACERVO BIBLIOGR.

FORPLAD NOVEMBRO - 2014

FORPLAD NOVEMBRO - 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO FORPLAD NOVEMBRO - 2014 1 Coordenação-Geral Planejamento FORPLAD NOVEMBRO/2014 MANOELA DUTRA MACEDO Coordenadora-Geral

Leia mais

Operações no SIE: Módulo Orçamento. Econ. Joeder Campos Soares

Operações no SIE: Módulo Orçamento. Econ. Joeder Campos Soares Operações no SIE: Módulo Orçamento Econ. Joeder Campos Soares Área: Operações no SIE - Módulo Orçamento Estrutura da Apresentação 1 Definições 2 Módulo Orçamento Público: Introdução 3 Módulo de Orçamento

Leia mais

ORÇAMENTO 2015 07 DE JULHO DE 2015 - ADUFAC

ORÇAMENTO 2015 07 DE JULHO DE 2015 - ADUFAC ORÇAMENTO 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE 07 DE JULHO DE 2015 - ADUFAC ORÇAMENTO 2015 LOA DESCRIÇÃO R$ % % PESSOAL E ENCARGOS 197.214.640 64 71 BENEFÍCIOS 8.493.791 3 3 OCC (CUSTEIO E CAPITAL) 72.511.959

Leia mais

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização 2.1 - GRADUAÇÃO 2.1.1. Descrição do Ensino de Graduação na UESC Cursos: 26 cursos regulares

Leia mais

Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN

Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN Alguns indicadores I n d i c a d o r e s 2006 Acréscimo Número de Alunos Graduação (Regulares, Probásica e Educação a Distância) 23.924 Pós-Graduação (Mestrado

Leia mais

INDICADORES DE GESTÃO

INDICADORES DE GESTÃO INDICADORES DE GESTÃO Os indicadores representam adequadamente a amplitude e diversidade de características do fenômeno monitorado porque são objetivos. Procuramos, em um primeiro instante, criar indicadores

Leia mais

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Pós-Graduação

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Pós-Graduação Graduação ITEM: As carteiras das salas de aula são adequadas. 88,2% Graduação ITEM: As instalações do laboratório de informática são adequadas. Graduação ITEM: As instalações da biblioteca são adequadas.

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZONIA - FAMAZ REITORIA

FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZONIA - FAMAZ REITORIA Página: 1 de 24 1) Como sua instituição viabiliza o acesso dos estudantes de graduação à Internet para atender às necessidades do curso? Plenamente 36% Parcialmente 62% Não viabiliza para os estudantes

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus PERSPECTIVA OBJETIVO INDICADOR META RESULTADOS INSTITUCIONAIS 1 Nº de cursos técnicos e superiores, articulados com os arranjos produtivos locais por Campus; 2 Oferta de cursos técnicos e superiores por

Leia mais

PORTARIA N o 39, DE 21 DE JULHO DE 2015. (publicada no DOU de 23/07/15, Seção I, página 108)

PORTARIA N o 39, DE 21 DE JULHO DE 2015. (publicada no DOU de 23/07/15, Seção I, página 108) PORTARIA N o 39, DE 21 DE JULHO DE 2015. (publicada no DOU de 23/07/15, Seção I, página 108) A SECRETÁRIA DE ORÇAMENTO FEDERAL, tendo em vista a autorização constante do art. 38, 1 o, inciso III, alínea

Leia mais

Na lista das realizações destacadas, os PROFESSORES podem relembrar:

Na lista das realizações destacadas, os PROFESSORES podem relembrar: Professor: Muitas razões para votar em Scolforo e Édila O QUE FOI FEITO! Quando um membro de sua comunidade seja professor (a), técnico (a) administrativo ou estudante - apresentar uma crítica sobre algo

Leia mais

NATUREZA ESPECIFICAÇÃO AÇÃO Orçamento 2011

NATUREZA ESPECIFICAÇÃO AÇÃO Orçamento 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO - PROPLAN DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO Aprovado pela Resolução nº 3.692, de 19 de agosto de 2011 ORÇAMENTO 2011 - QUADRO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2014 Curso de Ciências Contábeis. Prof. Valter Guimarães. Melhorar atividade de Ensino OBJETIVO 01: Coluna C Ações Concretas

PLANO DE AÇÃO 2014 Curso de Ciências Contábeis. Prof. Valter Guimarães. Melhorar atividade de Ensino OBJETIVO 01: Coluna C Ações Concretas , Regina Vilanova, Alexandre Haick e Felipe Ramos. OBJETIVO 01: Melhorar atividade de Ensino Concretas Quais problemas identificados nos resultados da autoavaliação dificultam atingir o Objetivo acima?

Leia mais

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso.

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso. Anexo II Dimensões Elementos Indicadores quantitativos Indicadores qualitativos % de cursos com projeto pedagógico/ adequados ao Projeto Condições de implementação dos Projetos Projeto Pedagógico dos Institucional

Leia mais

Você avaliou a FACI melhorou!

Você avaliou a FACI melhorou! RESULTADOS DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Pontos Fracos apontados pelo Corpo Docente e Discente. 1. Estrutura física da Biblioteca; 2. Grau de qualidade da comunicação interna da Instituição; 3.

Leia mais

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007 Secretaria de Orçamento Federal - SOF Assessoria de Consolidação - ASCON PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007 No Estado do Rio de (RJ) Ministério da Ciência e Tecnologia 0 23.384 23.384 Implantação de

Leia mais

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COORDENADORIA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SÍNTESE DE RELATORIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E DE AVALIAÇÃO EXTERNA PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA

Leia mais

PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006.

PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006. PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006. Aprova, em extrato, o Instrumento de Avaliação Externa de Instituições de Educação Superior do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES O MINISTRO

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Brasília - IFB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Brasília - IFB 1 PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL 2014 9361 C. Brasília 2014 BR01-Ofertar 45 vagas para Especialização em gestão Publica 01/01/2014 31/12/2014 Educação(Ensino) 9362 C. Brasília 2014 BR02-Ofertar 480 vagas para

Leia mais

Consulta Pública para aprimoramento do. Instrumento de Acreditação das Escolas Médica

Consulta Pública para aprimoramento do. Instrumento de Acreditação das Escolas Médica Consulta Pública para aprimoramento do Instrumento de Acreditação das Escolas Médica Estamos disponibilizando para sugestões, avaliação e comentários o instrumento que será utilizado para a acreditação

Leia mais

20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica

20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica Programa 2031 - Educação Profissional e Tecnológica Número de Ações 200 Ação Orçamentária - Padronizada Setorial 20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

26236 - Universidade Federal Fluminense

26236 - Universidade Federal Fluminense 26236 - Universidade Federal Fluminense Quadro Síntese Código / Especificação Exec 2002 LOA 2003 PLOA 2004 LOA 2004 Total 383.819.227 394.001.734 421.765.795 422.915.795 Programa 0041 Desenvolvimento

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO 1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO PERÍODO: 7 A 16 DE JULHO DE 2010 (DURANTE A MATRÍCULA) LOCAL: LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA FACULDADE

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia PÓS-GRADUAÇÃO Pós-Graduação 4. PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO 4.1 Apresentação Toda Instituição necessita de um mundo amadurecido cientifica e tecnologicamente,

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO CULTURAIS DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

MANUAL DE ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO CULTURAIS DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MANUAL DE ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO CULTURAIS DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU BAURU 2015 Manual de Atividades Acadêmico-Científico Culturais Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu

Leia mais

Comissão Própria de Avaliação - CPA

Comissão Própria de Avaliação - CPA AVALIAÇÃO DO CEFET-RJ PELOS DISCENTES -2010/2 A avaliação das Instituições de Educação Superior tem caráter formativo e visa o aperfeiçoamento dos agentes da comunidade acadêmica e da Instituição como

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM TERRAÇO Departamento ENC SALA DE REUNIÕES TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO TERRAÇO COPA WC 314 318 322 326 330 334 338 342 346 350

Leia mais

SiMec Sistema Integrado de Monitoramento do Ministério da Educação

SiMec Sistema Integrado de Monitoramento do Ministério da Educação SiMec Sistema Integrado de Monitoramento do Ministério da Educação O SiMec é uma ferramenta gerencial cuja função é instrumentalizar o processo de planejamento, auxiliar as equipes executoras de Programas

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE

MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE Regulamenta o regime de trabalho de Tempo Integral, em Dedicação Exclusiva

Leia mais

2005, um ano de ações a de iniciativas

2005, um ano de ações a de iniciativas 2005, um ano de ações a e de iniciativas 9 de dezembro de 2005 Principais ações e iniciativas Principais ações a e iniciativas em 2005 Acadêmicas Programa de Capacitação Docente Plano de Credenciamento

Leia mais

26238 - Universidade Federal de Minas Gerais

26238 - Universidade Federal de Minas Gerais 26238 - Universidade Federal de Minas Gerais Quadro Síntese Código / Especificação Exec 2002 LOA 2003 PLOA 2004 LOA 2004 Total 469.130.614 481.375.186 540.617.623 541.737.623 Programa 0040 Toda Criança

Leia mais

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História 1. Apoio institucional. Clara manifestação de apoio por parte da IES proponente, expressa tanto no provimento da infraestrutura necessária,

Leia mais

Arquivo Geral. Conquistas e Desafios

Arquivo Geral. Conquistas e Desafios III Encontro T éc nic o dos I nteg ra ntes do S is tem a de G es tã o de D oc um entos de A rquivo S I G A,da A dm inis tra ç ã o P úblic a Federa l Imagem 3 Arquivo Geral Conquistas e Desafios Palestrante:

Leia mais

26238 - Universidade Federal de Minas Gerais

26238 - Universidade Federal de Minas Gerais Quadro Síntese - Função, Subfunção e Programa Total Órgão Total Unidade Função Total Subfunção Total Programa Total 09. Previdência Social 159.373.568 272. Previdência do Regime Estatutário 159.373.568

Leia mais

UFPI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL/ 2015-2018

UFPI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL/ 2015-2018 Hospital de ensino, com funcionamento 24 horas, inaugurado em 09 de setembro de 2003. - Atende ao ensino de graduação em Medicina Veterinária - Pós-graduação - Execução das atividades dos Programas de

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP

RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP 2010 Paulo Cesar Roza da Luz Porto Alegre, dezembro de 2010 ÍNDICE - Introdução... 03 - Atividades realizadas... 04 1) Manutenção... 04 2) Almoxarifado... 06 3) Patrimônio...

Leia mais

Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC. nos meses de março e abril /2013

Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC. nos meses de março e abril /2013 Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC nos meses de março e abril /2013 Considerações Em março e abril de 2013, a Ouvidoria da UNISC recebeu 184 solicitações. Das solicitações dos dois meses, 60,33%

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA INTERNA MCT / FINEP / CT-INFRA PROINFRA 01/2011 DETALHAMENTO DOS SUBPROJETOS

CHAMADA PÚBLICA INTERNA MCT / FINEP / CT-INFRA PROINFRA 01/2011 DETALHAMENTO DOS SUBPROJETOS CHAMADA PÚBLICA INTERNA MCT / FINEP / CT-INFRA PROINFRA 01/2011 DETALHAMENTO DOS SUBPROJETOS 1. Identificação do Sub-Projeto Siglas do Sub-projeto 2. Título do Subprojeto Informar o título do subprojeto

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto

Universidade Federal de Ouro Preto Portaria Propp n o 03, de 26 de março de 2015. O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da, no uso de suas atribuições legais, considerando: a) A necessidade de implementar uma política de apoio e incentivo

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EMENDA ESTUDOS ESPECIAIS INDICAÇÃO PROPOSTA DE DELIBERAÇÃO CE/CEPE PROPOSTA DE RESOLUÇÃO CEPE PROCESSO CEPE/UEMS Nº 16

Leia mais

Proposta Orçamentária

Proposta Orçamentária Proposta Orçamentária Código Título da Unidade Limite Despesa Saldo 26268 Fundação Universidade Federal de Rondônia 104.468.068 104.468.068 0 Total Geral: 104.468.068 104.468.068 0 SIMEC- Sistema Integrado

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO ANUAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. E-mail: prodin@ifam.edu.br/ e diplan@ifam.edu.

PLANO DE DESENVOLVIMENTO ANUAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. E-mail: prodin@ifam.edu.br/ e diplan@ifam.edu. 2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ANUAL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E-mail: prodin@ifam.edu.br/ e diplan@ifam.edu.br Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

PDI Plano de Ação 2015. Reitoria Dimensão Acadêmica

PDI Plano de Ação 2015. Reitoria Dimensão Acadêmica PDI Plano de Ação 2015 Reitoria Dimensão Acadêmica 1 PDI Plano de Ação 2015 Pró- Reitoria de Ensino 2 1.Objetivo: Ampliar a oferta de um ensino gratuito e de qualidade oferecendo cursos presenciais e na

Leia mais

Plano de Ação e Programa de Formação de Recursos Humanos para PD&I

Plano de Ação e Programa de Formação de Recursos Humanos para PD&I Plano de Ação e Programa de Formação de Recursos Humanos para PD&I 1. Plano de Ação A seguir apresenta-se uma estrutura geral de Plano de Ação a ser adotado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

Planejamento Estratégico. Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR

Planejamento Estratégico. Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR Planejamento Estratégico Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR Visão Oferecer ensino de excelência em nível de Graduação e Pós-Graduação; consolidar-se como pólo

Leia mais

PROPOSTAS PARA A ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA FARMACÊUTICA EM PERNAMBUCO

PROPOSTAS PARA A ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA FARMACÊUTICA EM PERNAMBUCO PROPOSTAS PARA A ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA FARMACÊUTICA EM PERNAMBUCO Documento elaborado a partir das discussões do Fórum Pernambucano de Valorização da Profissão Farmacêutica RECIFE/PE, AGOSTO DE 2014 Propostas

Leia mais

DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO. Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2009

DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO. Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2009 DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO Meses: JANEIRO a DEZEMBRO / 2009 Título e Mês da recepção do Projeto pela CPGPE Despacho Final da Presidência CPGPE ou Curso de Graduação

Leia mais

Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015

Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015 Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015 Apresentação: O presente plano de trabalho incorpora, na totalidade, o debate e indicativo do coletivo docente e discente do Centro de Educação e

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL Nome Matrícula Centro Departamento Semestre Cláudio Henrique Willemann 237.113-08-01 CEFID DEF 2009/1 Cat. Funcional Titulação Regime Classe PQ PG Fomento Órgão / nº contrato Ativo Especialista 40 h/di

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CAMPUS DE FOZ DO IGUAÇU CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS PLANO DE TRABALHO 2012-2015

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CAMPUS DE FOZ DO IGUAÇU CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS PLANO DE TRABALHO 2012-2015 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CAMPUS DE FOZ DO IGUAÇU CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS PLANO DE TRABALHO 2012-2015 CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DO CAMPUS DE FOZ DO IGUAÇU PROF.

Leia mais

PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017

PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017 PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017 O ensino, como a justiça, como a administração, prospera e vive muito mais realmente da verdade e da moralidade, com que se pratica do

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2014

CHAMADA PÚBLICA 2014 EDITAL N º 34/PROPPI/2014 CÂMPUS URUPEMA CHAMADA PÚBLICA 2014 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO CÂMPUS URUPEMA EXECUÇÃO:

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO COORDENAÇÃO GERAL DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO COORDENAÇÃO GERAL DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO COORDENAÇÃO GERAL DE EXTENSÃO FORMULÁRIO-SÍNTESE DA PROPOSTA ProEXT EDITAL PROEXT 2017 TÍTULO: PARTE I IDENTIFICAÇÃO TIPO DA PROPOSTA: ( ) Programa ( ) Projeto COORDENADOR:

Leia mais

Anexo 1 - Resolução 016/2011 - CONSUN. Plano de Desenvolvimento Institucional PDI

Anexo 1 - Resolução 016/2011 - CONSUN. Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Plano de Desenvolvimento Institucional PDI 13 I ENSINO DE GRADUAÇÃO Objetivo 1 - Buscar continuamente a excelência nos cursos de graduação 1. Avaliar continuamente o processo educativo, em consonância

Leia mais

REFERENCIA INSTITUCIONAL:

REFERENCIA INSTITUCIONAL: TITULO: Programa de Integração Docente Assistencial entre a Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP e a Secretaria Municipal de Saúde de Diadema - PIDA-DIADEMA EIXO: Extensão, Docência e Investigação

Leia mais

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente p Relatório Consulta Bico do Papagaio Oficinas 279 pessoas se credenciaram para participar das oficinas na cidade de Tocantinópolis. Foi solicitado à elas que elencassem as demandas e problemas regionais.

Leia mais

Programa Desenvolvimento de Educação Continuada de para as ORÇAMENTÁRIAS

Programa Desenvolvimento de Educação Continuada de para as ORÇAMENTÁRIAS Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Projeto de Pós Doutorado em Ciências Contábeis Departamento de Ciências Contábeis Universidade Federal de Pernambuco Núcleo Interdisciplinar

Leia mais

Prof. Adilson Beatriz. Plano de Trabalho - Direção do Instituto de Química - UFMS. Gestão 2013-2017

Prof. Adilson Beatriz. Plano de Trabalho - Direção do Instituto de Química - UFMS. Gestão 2013-2017 Prof. Adilson Beatriz Plano de Trabalho - Direção do Instituto de Química - UFMS Gestão 2013-2017 Campo Grande, junho de 2013 1 Resumo da trajetória acadêmico-profissional - Prof. Adilson Beatriz Candidato

Leia mais

INDICAÇÕES - 1º ANO AxBxC

INDICAÇÕES - 1º ANO AxBxC INDICAÇÕES - 1º ANO AxBxC 1º Ano A Ens. Fundamental 1º Ano B Ens. Fundamental 1º Ano C Ens. Fundamental INDICAÇÕES - 2º ANO AxBxC 2º ANO A / ENS. FUNDAMENTAL HOUVE AVALIAÇÕES DE 2º ANO B / ENS. FUNDAMENTAL

Leia mais

2009 2010 2011 total 58.888 158.947 124.881 344.910

2009 2010 2011 total 58.888 158.947 124.881 344.910 Formação inicial 80000 Plano Nacional de Formação de Professores 70000 60000 50000 40000 Formação Pedagógica 30000 2ªLicenciatura 1ªLicenciatura especial 20000 1ªLicenciatura existente 10000 0 Presencial

Leia mais

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos RELATÓRIO OFICINA FNEPAS ESTADUAL MINAS GERAIS INTEGRALIDADE E QUALIDADE NA FORMAÇÃO E NAS PRÁTICAS EM SAÚDE: Integrando Formação, Serviços, Gestores e Usuários Local: COBEM Uberlândia Data: 22 de outubro

Leia mais

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 MAPA ESTRATÉGICO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL MISSÃO Promover, desenvolver e publicar pesquisas de qualidade, com sólida base jurídica e contextualização

Leia mais

BIBLIOTECAS PÚBLICAS

BIBLIOTECAS PÚBLICAS EDITAL DE FORTALECIMENTO DO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA (SNC) 2014 BIBLIOTECAS PÚBLICAS Orientações aos Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas (SEBPs) integrantes do SNC O que é o Sistema Nacional

Leia mais

26278 - Fundação Universidade Federal de Pelotas

26278 - Fundação Universidade Federal de Pelotas 26278 - Fundação Universidade Federal de Pelotas Quadro Síntese Código / Especificação Exec 2002 LOA 2003 PLOA 2004 LOA 2004 Total 133.077.224 125.362.509 141.167.384 141.167.384 Programa 0041 Desenvolvimento

Leia mais

Teoria do Benchmarking

Teoria do Benchmarking Generated by Foxit PF reator Foxit Software Índice Teoria do enchmarking lunos: lberto Passos Fabrício Neri Manuel Miranda efinição Origem Histórico Princípios do enchmarking Tipos de enchmarking Tema

Leia mais

FACULDADE MARINGA RELATÓRIO CPA ANO 2011 GRUPO DE TRABALHO

FACULDADE MARINGA RELATÓRIO CPA ANO 2011 GRUPO DE TRABALHO GRUPO DE TRABALHO João Batista Pereira Arlindo F. de Godoi Elisabete Camilo Pedro Rossi Edeleuza Cristiana de C. Ameida Hilson Pascotto Rafael Gatto Patrícia R. da Silva Raul Zermiani Instituto Paranaense

Leia mais

virtudes desafios Maria Lucia Cavalli Neder Pres. Andifes

virtudes desafios Maria Lucia Cavalli Neder Pres. Andifes virtudes desafios Maria Lucia Cavalli Neder Pres. Andifes Educação a Distância DO ADJETIVO AO SUBSTANTIVO Prática Social, mediante a qual os sujeitos nela envolvidos constroem significados que podem dinamizar

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL A DISTÂNCIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

EDUCAÇÃO ESPECIAL A DISTÂNCIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO ESPECIAL A DISTÂNCIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Andréa Tonini José Luiz Padilha Damilano Vera Lucia Marostega Universidade Federal de Santa Maria RS RESUMO A UFSM vem ofertando Cursos de Formação

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação de Ensino Superior de Ibaiti UF: PR ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade de Educação, Administração

Leia mais

Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP

Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP Conteúdo DISPOSIÇÕES GERAIS 3 APOIO AO APRIMORAMENTO DE RECURSOS HUMANOS 4 Participação em congressos e eventos científicos

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL 2014-2018

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL 2014-2018 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL 2014-2018 (Síntese da Matriz estratégica) Texto aprovado na 19ª Reunião Extraordinária do CONSUNI, em 04 de novembro de 2013. MISSÃO Ser uma Universidade que valoriza

Leia mais

EDUCAÇÃO SUPERIOR NO CONTEXTO DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2010

EDUCAÇÃO SUPERIOR NO CONTEXTO DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2010 EDUCAÇÃO SUPERIOR NO CONTEXTO DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2010 Contribuições para o Plano Municipal de Educação de Palmas Maio 22, 2012 DAS 20 METAS DO PNE, CINCO ESTÃO DIRETAMENTE LIGADAS ÀS INSTITUIÇÕES

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE CIENCIAS DA SAUDE COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO E EXTENSÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

ESCOLA SUPERIOR DE CIENCIAS DA SAUDE COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO E EXTENSÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESCOLA SUPERIOR DE CIENCIAS DA SAUDE COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO E EXTENSÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DO TRABALHO E EDUCAÇÃO NA SAÚDE 1- Introdução: contextualização a iniciativa O curso

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 26/5/2011, Seção 1, Pág. 20. Portaria n 678, publicada no D.O.U. de 26/5/2011, Seção 1, Pág. 19. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

TOTAL - FISCAL 48.333.886 TOTAL - SEGURIDADE 21.890.000 TOTAL - GERAL 70.223.886

TOTAL - FISCAL 48.333.886 TOTAL - SEGURIDADE 21.890.000 TOTAL - GERAL 70.223.886 UNIDADE : 26101 - MINISTERIO DA EDUCACAO 0910 OPERACOES ESPECIAIS: GESTAO DA PARTICIPACAO EM ORGANISMOS INTERNACIONAIS 500.000 OPERACOES ESPECIAIS 12 212 0910 00B9 CONTRIBUICAO A ORGANIZACAO DAS NACOES

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO. Pesquisa e Pós-Graduação

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO. Pesquisa e Pós-Graduação GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ - UESPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROP PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO Pesquisa e Pós-Graduação A Universidade Estadual

Leia mais

PROPOSTA DE MODELO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS À COMISSÃO DE INTEGRAÇAO ENSINO-SERVIÇO DE ALAGOAS CIES/ESTADUAL.

PROPOSTA DE MODELO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS À COMISSÃO DE INTEGRAÇAO ENSINO-SERVIÇO DE ALAGOAS CIES/ESTADUAL. ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE/SESAU COMISSÃO ESTADUAL DE INTEGRAÇÃO ENSINO SERVIÇO CIES/ESTADUAL PROPOSTA DE MODELO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS À COMISSÃO DE INTEGRAÇAO ENSINO-SERVIÇO

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. JORGE SILVA) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. JORGE SILVA) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. JORGE SILVA) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, relativa à criação de um curso de medicina no Centro Universitário Norte do Espírito Santo Ceunes, no âmbito do Programa

Leia mais

PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br

PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos?

Leia mais

2.463.466 NACIONAL F 3 2 90 0 112 2.463.466 TOTAL - FISCAL 44.744.830 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 44.744.830

2.463.466 NACIONAL F 3 2 90 0 112 2.463.466 TOTAL - FISCAL 44.744.830 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 44.744.830 UNIDADE : 26101 - MINISTERIO DA EDUCACAO 0750 APOIO ADMINISTRATIVO 5.580.000 12 122 0750 2000 ADMINISTRACAO DA UNIDADE 5.580.000 12 122 0750 2000 0053 ADMINISTRACAO DA UNIDADE - NO DISTRITO FEDERAL 5.580.000

Leia mais

Art. 16.O plano de desenvolvimento institucional deverá conter, pelo menos, os seguintes elementos:

Art. 16.O plano de desenvolvimento institucional deverá conter, pelo menos, os seguintes elementos: Referência atual: Decreto 5.773, 9 de maio de 2006. Art. 16.O plano de desenvolvimento institucional deverá conter, pelo menos, os seguintes elementos: I-missão, objetivos e metas da instituição, em sua

Leia mais

Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC. nos meses de maio e junho/2015

Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC. nos meses de maio e junho/2015 Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC nos meses de maio e junho/2015 Considerações Em maio e junho de 2015, a Ouvidoria da UNISC recebeu 102 solicitações. Das solicitações dos dois meses, 59%

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO COORDENADORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO COORDENADORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2011 PPGLET Dispõe sobre os procedimentos relativos à apresentação de planos de trabalho, relatórios parciais e finais, assim como normas para o desenvolvimento do Estágio de

Leia mais

BIBLIOTECA CENTRAL. Estrutura física

BIBLIOTECA CENTRAL. Estrutura física BIBLIOTECA CENTRAL A missão da Biblioteca Central Prof. Eurico Back - UNESC é promover com qualidade a recuperação de informações bibliográficas, com enfoque no desenvolvimento das atividades de ensino,

Leia mais

São Paulo, 28 de janeiro de 2013 Caros Docentes, Funcionários e Alunos,

São Paulo, 28 de janeiro de 2013 Caros Docentes, Funcionários e Alunos, São Paulo, 28 de janeiro de 2013 Caros Docentes, Funcionários e Alunos, A Direção da EACH completa mais um ano de gestão, período de intensa atividade acadêmica e administrativa na Escola, o que demandou

Leia mais

MODELO DE PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA

MODELO DE PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA MODELO DE PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO Título: Linha de Pesquisa: Área (*): Curso de Vínculo: *(Conforme Tabela de Áreas do Conhecimento do CNPq) 2 EQUIPE DE ORIENTAÇÃO:

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE PARANAÍBA

DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE PARANAÍBA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL ASSESSORIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E CAPTAÇÃO DE RECURSOS DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE PARANAÍBA LINHA TEMÁTICA (PROBLEMAS)

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 024/2015 PRPGP/UFSM Programa PROIC-HUSM Programa de Bolsas de Iniciação Científica ou Auxílio

Leia mais

APOIOS FINANCEIROS E PROGRAMAS DE INCENTIVO AO ESTUDANTE DA FERA

APOIOS FINANCEIROS E PROGRAMAS DE INCENTIVO AO ESTUDANTE DA FERA FACULDADE DE ENSINO REGIONAL ALTERNATIVA FERA CNPJ: 07.664.688/0001-53 Portaria de Credenciamento Nº 1099 em 03/09/2008 Publicada no DOU em 04/09/2008 Portarias de Autorização Nº 668 e 669 em 18/09/2008

Leia mais

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

Este documento não substitui o original aprovado pelo Conselho de Administração da FEST. Página 1/7

Este documento não substitui o original aprovado pelo Conselho de Administração da FEST. Página 1/7 RESOLUÇÃO FEST Nº 001/2004 Dispõe sobre a concessão de bolsas de apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Extensão Universitária pela Fundação Espírito-Santense de Tecnologia FEST. A Fundação Espírito-Santense

Leia mais

Questionário de Avaliação da Infra-Estrutura, Instalações Físicas e Recursos Didático-Pedagógicos - Geral Instituição

Questionário de Avaliação da Infra-Estrutura, Instalações Físicas e Recursos Didático-Pedagógicos - Geral Instituição 01. Como são as instalações físicas (salas de aula, laboratórios, ambientes de trabalho / estudo) utilizadas no seu curso? a) Amplas, arejadas, bem iluminadas e com mobiliário adequado. Arejadas, bem iluminadas

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPETINGA ANEXO VIII TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO-CARREIRAS E HABILITAÇÕES ART

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPETINGA ANEXO VIII TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO-CARREIRAS E HABILITAÇÕES ART DENOMINAÇÃO DA CLASSE DE CARGO DE ART. 7º DESTA LEI NOVA REDAÇÃO EM 2012 Professor de Educação Básica-PEB 1 I Nível de ensino médio, com habilitação em Magistério Professor de Educação Básica-PEB 1 II

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais