Gestão do Conhecimento. Conversão de conhecimento. Conversão de conhecimento 12/3/2011. Prof. Luiz A. Nascimento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão do Conhecimento. Conversão de conhecimento. Conversão de conhecimento 12/3/2011. Prof. Luiz A. Nascimento"

Transcrição

1 Gestão do Conhecimento Prof. Luiz A. Nascimento Proceso de interação entre conhecimento tácito e explícito que tem natureza dinâmica e continua. Se constitui em uma espiral permanente de transformação de conhecimento desenvolvida em 4 fases: Modelo de Nonaka e Takeuchi 1

2 Conhecimento Tácito para Tácito Socialização Conhecimento Compartilhado Processo de aquisição de conhecimento tácito através da partilha de experiências Apresentações Observação do aprendiz à prática Imitação Brainstorms (tempestade de idéias) Conhecimento Tácito para Explícito Externalização Conhecimento Conceitual tácito em explícito através de conceitos concretos Analogias Metáforas Similaridades Adjetivos e números Qualitativo e quantitativo Conhecimento Explícito para Explícito Combinação Conhecimento Sistêmico Criação de conhecimento explícito, reunindo conhecimento explícito a partir de diversas fontes. Pode ser armazenado no computador (informação) dando origem a novo conhecimento. Troca de documentos Conversas telefônicas Reuniões s e troca de mensagens eletrônicas Cursos teóricos 2

3 Conhecimento Explícito para Tácito Internalização Conhecimento Operacional explícito em tácito pela experiência do aprendizado prático do trabalho Prática até que não seja mais necessária consulta ou ajuda de material escrito ou pessoas Documentos Manuais Explicações Aprender fazendo (curso prático) Aquisição de Conhecimento Conhecimento Interno Aquisição de Conhecimento Conhecimento Externo 3

4 Como adquirir Conhecimento? Fonte: Tacla e Figueiredo Como adquirir Conhecimento? Como adquirir Conhecimento? 4

5 Gestão do Conhecimento CONVERSÕES (Tecnologia e Pessoas) Dados em Informações Utilização de hardware e software Depende da usabilidade do sistema Pode haver problemas com o armazenamento e a recuperação oportuna dos dados para o usuário Necessita de meios de comunicação e rede de computadores Melhora com o conhecimento de informática TI compartilha informações Informações em Conhecimento Utilização de peopleware Depende do entendimento do indivíduo Pode haver problemas de interpretações das informações para cada indivíduo Necessita de trabalho em equipe Melhora com a capacidade de se expressar, observar, ler e de ouvir Pessoas compartilham conhecimento Gestão do Conhecimento CONVERSÕES (Tecnologia e Pessoas) Dados em Informações Ambiente interno: Intranet e LAN Ambiente externo: Extranet e WAN Ambiente interno 2: ERP e workflow Informações em Conhecimento Ambiente interno: gerentes e equipes Ambiente externo: clientes, fornecedores e concorrentes Ambiente interno 2: cultura, valores e normas Ambiente externo 2: tecnologia, e- comerce, B2B e Newsletter Pode se perder: equipamentos com problemas, danificado ou com vírus Solução: backup Ambiente externo: política, mercado, economia e sociedade Pode se perder: saída de funcionários, afastamento e doenças Solução: treinamento e manuais Uso de TI para as conversões Deve haver harmonia e integração destas duas abordagens para melhores resultados: Tecnologia da Informação: portais corporativos bases e mapas do conhecimento Chats banco de dados data warehouse 5

6 Uso de TI para as conversões Pessoas: processos de demissões e aposentadorias para que o conhecimento seja passado para os novatos Refinamento de processos seletivos para captar os melhores do mercado marketing para gerar admiração dos profissionais para trabalharem na empresa valorização dos processos de inovação estimular a criatividade incentivar trocas espontânea de informações (corredor, cafezinho, etc.) A empresa deve proteger suas informações estratégicas Observações 1: Nem todo conhecimento pode ser externalizado Algum conhecimento sempre pode ser externalizado Passar da informação para conhecimento requer esforço Passar do conhecimento para informação requer esforço O conhecimento traz vantagem competitiva Aprendizado contínuo é essencial Observações 2: O foco não tem que ser em TI e sim em pessoas e compartilhamento de conhecimento Há muita desculpa de falta de tempo ou de tecnologia para compartilhar conhecimento no dia a dia Há muito resistência de alguns grupos de trabalhadores Deve haver incentivo e comprometimento da direção 6

Gestão do Conhecimento. Conceito de Ba. Conceito de Ba 26/3/2011. Prof. Luiz A. Nascimento

Gestão do Conhecimento. Conceito de Ba. Conceito de Ba 26/3/2011. Prof. Luiz A. Nascimento Gestão do Conhecimento Prof. Luiz A. Nascimento No processo de Gestão de Conhecimento em uma empresa deve haver um espaço para criação e compartilhamento de conhecimento entre os colaboradores. Ba é um

Leia mais

Unidade I GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão

Unidade I GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão Unidade I GESTÃO DO CONHECIMENTO Profa. Leonor Cordeiro Brandão Objetivos Específicos Compreender a importância do conhecimento para a organização. Entender o papel da alta administração na implementação

Leia mais

Da administração à promoção do conhecimento.

Da administração à promoção do conhecimento. Da administração à promoção do. Aula tema 05 Conteúdo: 1. Barreiras à criação do 2. Fatores promotores da criação do Desafios para a criação do nas empresas A criação do nas empresas não é algo fácil de

Leia mais

Existem duas classes de barreiras à criação de conhecimento novo nas empresas: as barreiras individuais e as barreiras organizacionais.

Existem duas classes de barreiras à criação de conhecimento novo nas empresas: as barreiras individuais e as barreiras organizacionais. Resumo Aula-tema 05: Da administração à promoção do conhecimento. A criação do conhecimento é um processo frágil e complexo. Na concepção tradicional de uma organização faltam elementos para lidar com

Leia mais

Resumo Aula-tema 02: A empresa criadora de conhecimento.

Resumo Aula-tema 02: A empresa criadora de conhecimento. Resumo Aula-tema 02: A empresa criadora de conhecimento. Segundo Nonaka e Takeushi, autores do livro-texto, a visão mais tradicional que temos de uma empresa é a de que ela funcione como uma máquina, lidando

Leia mais

S - Socialização: Do Conhecimento Tácito para Conhecimento Tácito

S - Socialização: Do Conhecimento Tácito para Conhecimento Tácito Resumo Aula-tema 03: Teoria da Criação do Conhecimento Organizacional. Conforme começamos a estudar na aula tema anterior, a criação do conhecimento está na interação entre conhecimentos tácito e explícito.

Leia mais

Resumo Aula-tema 06: Gestão do Conhecimento e Concorrência Global.

Resumo Aula-tema 06: Gestão do Conhecimento e Concorrência Global. Resumo Aula-tema 06: Gestão do Conhecimento e Concorrência Global. As fronteiras nacionais não são mais limites para as organizações e isso afeta diretamente a noção de concorrência e vantagem competitiva.

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS ESTRATÉGIAS DE TI

INTRODUÇÃO ÀS ESTRATÉGIAS DE TI 11/05/011 INTRODUÇÃO ÀS ESTRATÉGIAS DE TI Prof. Carlos Faria (adaptação) 011 O CONCEITO DE TI A Tecnologia da Informação abrange todos os aspectos envolvidos no gerenciamento das informações de uma organização.

Leia mais

2) Evolução tecnológica: as tecnologias da informação e da comunicação, principalmente, foram essenciais para que as empresas

2) Evolução tecnológica: as tecnologias da informação e da comunicação, principalmente, foram essenciais para que as empresas Resumo Aula-tema 05: Tecnologia ligada ao Capital Intelectual e a Gestão do Conhecimento. Depois de nos familiarizarmos com as principais tecnologias modernas de gestão, nesta aula-tema passaremos a estudar

Leia mais

/ 2012_1 6 ( ) ADM ( ) ADM COMEX ( ) ADM MKT

/ 2012_1 6 ( ) ADM ( ) ADM COMEX ( ) ADM MKT Disciplina: Administração de Tecnologia da Informação / 2012_1 Carga horária: 68h Curso/Semestre: 6 ( x ) ADM ( x ) ADM COMEX ( x ) ADM MKT Data de atualização: janeiro 2012 Núcleo: Operações e Logística

Leia mais

CONCEITOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos

CONCEITOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos /05/20 CONCEITOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos Prof. Carlos Faria (adaptação) 20 O QUE É SISTEMA? Grupo de elementos inter-relacionados ou em interação que formam um todo unificado e que trabalham

Leia mais

Economia de Recursos de TI - Tratamento de Arquivos de Imagem (JPG - BMP - PNG - TIFF)

Economia de Recursos de TI - Tratamento de Arquivos de Imagem (JPG - BMP - PNG - TIFF) Economia de Recursos de TI - Tratamento de Arquivos de Imagem (JPG - BMP - PNG - TIFF) Naziro Hamed de Assis R-DSI (Divisão de Suporte e Infraestrutura) Romik Polgliane de Souza Oportunidade Percebida

Leia mais

PALESTRA: GESTÃO DO CONHECIMENTO: CONCEITOS E PRÁTICAS FOCADAS NA INOVAÇÃO EMPRESARIAL PROF. HEITOR J. PEREIRA

PALESTRA: GESTÃO DO CONHECIMENTO: CONCEITOS E PRÁTICAS FOCADAS NA INOVAÇÃO EMPRESARIAL PROF. HEITOR J. PEREIRA PALESTRA: GESTÃO DO CONHECIMENTO: CONCEITOS E PRÁTICAS FOCADAS NA INOVAÇÃO EMPRESARIAL PROF. HEITOR J. PEREIRA Doutor em Administração (EAESP/FGV, 1995; Ex-Presidente da SBGC Associação Brasileira de Gestão

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profª Carla Hammes

GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profª Carla Hammes GESTÃO DO CONHECIMENTO Profª Carla Hammes O que foi visto na última aula Uma fábula do conhecimento Retenção do conhecimento Armazenamento e disseminação do conhecimento Compartilhamento do conhecimento

Leia mais

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS.

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS. PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS. 1. INTRODUÇÃO O Instituto de Educação Superior de Boituva dispõe atualmente de infraestrutura de Tecnologia da Informação com rede de computadores que

Leia mais

SIG. USANDO A TECNOLOGIA COMO SUPORTE Tecnologias de Apoio

SIG. USANDO A TECNOLOGIA COMO SUPORTE Tecnologias de Apoio SIG USANDO A TECNOLOGIA COMO SUPORTE Tecnologias de Apoio Os Sistemas de Informações e os Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) podem ser manuais e eletrônicos. I parte SIGs eletrônicos Tecnologias

Leia mais

Tópicos principais. Economia do conhecimento. Gestão de RH. Processo industrial (simplificado) Gestão do Conhecimento e Educação Corporativa

Tópicos principais. Economia do conhecimento. Gestão de RH. Processo industrial (simplificado) Gestão do Conhecimento e Educação Corporativa Gestão de RH Prof: Luciano Venelli Costa Gestão do Conhecimento e Educação Corporativa Tópicos principais Era do Conhecimento Gestão do conhecimento Treinamento x Desenvolvimento x Educação Corporativa

Leia mais

Novas abordagens para a Gestão do Conhecimento

Novas abordagens para a Gestão do Conhecimento Novas abordagens para a Gestão do Conhecimento Palestra sobre Gestão do Conhecimento Porto, ISLA Luis Borges Gouveia lmbg.blogspot.com lmbg@ufp.pt 23 de Maio de 2008 sumário A Sociedade da Informação A

Leia mais

A MEMÓRIA ORGANIZACIONAL INTEGRADA AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS

A MEMÓRIA ORGANIZACIONAL INTEGRADA AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 A MEMÓRIA ORGANIZACIONAL INTEGRADA AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS Elizete Pereira Sá (Informare Empresarial Consultoria) Regina Santos Silva Tonini (Petrobras) Resumo O artigo apresenta a

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR SANTO ANDRÉ

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR SANTO ANDRÉ PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS. 1. INTRODUÇÃO O Instituto de Ensino Superior Santo André dispõe atualmente de infraestrutura de Tecnologia

Leia mais

Voltar. Voltar. Voltar

Voltar. Voltar. Voltar Introdução à Informática Capítulo 1 Computadores: Ferramentas para a Era da Informação Objetivos Descrever as características fundamentais dos computadores. Identificar os componentes básicos de um sistema

Leia mais

UNIVERSEG. Educação Financeira Cultura do Seguro. Abril 2014

UNIVERSEG. Educação Financeira Cultura do Seguro. Abril 2014 UNIVERSEG Educação Financeira Cultura do Seguro Abril 2014 Princípios da Organização Focado na Estratégia DIRECIONADORES ESTRATÉGICOS Clientes e Mercado Aprendizado e Crescimento Disseminar a Cultura do

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE (BI) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre

BUSINESS INTELLIGENCE (BI) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre BUSINESS INTELLIGENCE (BI) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre Sistema de Suporte à Decisão (SSD) SISTEMA DE SUPORTE (OU APOIO) À DECISÃO Tipo de Sistema de

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Para que utilizar a Gestão do Conhecimento nas Organizações? MBA Gestão em TI T6 Disciplina: Gestão do Conhecimento e de Conteúdos Gestão da Informação e do Conhecimento

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO DE ENSINO OCTÁVIO BASTOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO DE ENSINO OCTÁVIO BASTOS CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO DE ENSINO OCTÁVIO BASTOS PROJETO DE PRÁTICAS BEM SUCEDIDAS EM SALA DE AULA EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DIRCEU FERNANDES BATISTA SÃO JOÃO DA BOA VISTA

Leia mais

Apresentação Comercial Proposta de Suporte Técnico Informática

Apresentação Comercial Proposta de Suporte Técnico Informática Apresentação Comercial Proposta de Suporte Técnico Informática Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter

Leia mais

DIRETRIZES PARA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO AO USUÁRIO

DIRETRIZES PARA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO AO USUÁRIO III Seminário Internacional PROMOTEO Porto Alegre (RS) 21 e 22 de JANEIRO de 2003 DIRETRIZES PARA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO AO USUÁRIO Flávia Audrá Cutolo Organização internacional que agrega os agentes vinculados

Leia mais

Integração sistêmica e o uso da informação na tomada de decisão. Henrique Costa

Integração sistêmica e o uso da informação na tomada de decisão. Henrique Costa Integração sistêmica e o uso da informação na tomada de decisão Henrique Costa Curriculum Autor Henrique Costa Com experiência de mais de 13 anos no mercado de medição de energia água e gás, atualmente

Leia mais

O processo empreendedor

O processo empreendedor Política de Negócios e Empreendedorismo Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Aula 02 O processo empreendedor O processo empreendedor Identificar

Leia mais

Metodologias de alinhamento PETI. Prof. Marlon Marcon

Metodologias de alinhamento PETI. Prof. Marlon Marcon Metodologias de alinhamento PETI Prof. Marlon Marcon Introdução O Alinhamento Estratégico tem por objetivo: alinhar os recursos organizacionais com as ameaças e as oportunidades do ambiente; Obter melhoria

Leia mais

Empreendedorismo e Plano de Negócio

Empreendedorismo e Plano de Negócio Empreendedorismo e Plano de Negócio Curso de Graduação em Administração 13/8/2012 Profª Deise Buzzi 1 I EMENTA Esta disciplina trata: 1) Da questão da formulação das estratégias para abrir um empreendimento

Leia mais

Jornada do CFO 2015 A caminho da transparência

Jornada do CFO 2015 A caminho da transparência Jornada do CFO 2015 A caminho da transparência Camila Araújo, sócia de Gestão de Riscos Empresariais e responsável do Centro de Governança Corporativa da Deloitte A pauta da ética e da transparência nunca

Leia mais

BANCO DE DADOS. Professor: André Dutton

BANCO DE DADOS. Professor: André Dutton BANCO DE DADOS Professor: André Dutton BASES TECNOLÓGICAS Conceito de bases de dados. Modelos conceituais de informações. Modelos de dados: relacional, de redes e hierárquicos. Introdução à teoria relacional:

Leia mais

COMO FAZER O SEU PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA. Consuelo Simões Pinto Vecchiatti

COMO FAZER O SEU PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA. Consuelo Simões Pinto Vecchiatti COMO FAZER O SEU PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA Consuelo Simões Pinto Vecchiatti Falta Educação! 2016: ABRAPP estabelece o fomento como pauta prioritária, em razão de uma série de fatores

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2012

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2012 Plano de Trabalho Docente 2012 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Ensino Técnico Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento Encontro GIGCI Outubro, 2008 1 Grupo Gerdau 107 anos de existência Foco em siderurgia Mercado de capitais: Bovespa NYSE Latibex Toronto Brasil EUA Espanha Canadá Maior produtor de aços longos das Américas

Leia mais

CE03 TIPOS DE COMÉRCIO ELETRÔNICO

CE03 TIPOS DE COMÉRCIO ELETRÔNICO 1 2 Conhecer os diversos tipos de comércio eletrônico e seus benefícios para as empresas e consumidores. 3 Para atingir os objetivos propostos serão abordados os seguintes tópicos: 1. INTRODUÇÃO 2. TIPOS

Leia mais

Gestão de pessoas e desempenho organizacional

Gestão de pessoas e desempenho organizacional Aula 12 Gestão de pessoas e desempenho organizacional Agenda 1 Seminário 2 Medindo a performance do RH 1 Seminário 5 Competing on talent analytics. Davenport, Harris & Shapiro. Harvard Business Review,

Leia mais

Workshop Engenharia de Vendas Paulo Emílio Vaz

Workshop Engenharia de Vendas Paulo Emílio Vaz Workshop Engenharia de Vendas Paulo Emílio Vaz 1 O Engenheiro de Vendas, perspectivas profissionais e de mercado e o modelo mais adequado para realizar suas vendas 2 Cenários Fusões Concorrência mais agressiva

Leia mais

Escritório de Processos. Palestrante: Marcelo Breyer Amorim Gerente do Centro de Serviços Compartilhados

Escritório de Processos. Palestrante: Marcelo Breyer Amorim Gerente do Centro de Serviços Compartilhados Escritório de Processos Palestrante: Marcelo Breyer Amorim Gerente do Centro de Serviços Compartilhados Agenda 1 O que é o Sistema FIRJAN 2 Fatores para implantação 3 4 Histórico de Processos Missão e

Leia mais

Marcos Baptista Lopez Dalmau Andressa Sasaki Vaques Pacheco Juliana Tatiane Vital Kelly Cristina Benetti Pedro Antônio de Melo RESUMO

Marcos Baptista Lopez Dalmau Andressa Sasaki Vaques Pacheco Juliana Tatiane Vital Kelly Cristina Benetti Pedro Antônio de Melo RESUMO O PROCESSO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR: UM ESTUDO DE CASO CONSIDERANDO A OFERTA DE UM CURSO DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA RESUMO Marcos Baptista Lopez Dalmau Andressa Sasaki

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL MUDANÇA ORGANIZACIONAL

ADMINISTRAÇÃO GERAL MUDANÇA ORGANIZACIONAL ADMINISTRAÇÃO GERAL MUDANÇA ORGANIZACIONAL Atualizado em 09/11/2015 MUDANÇA ORGANIZACIONAL Mudança organizacional é qualquer alteração significativa, planejada e operacionalizada por pessoal interno ou

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina - FACAPE Ambiente de Negócio e Marketing Profa. Cynara Carvalho cynaracarvalho@yahoo.com.br Sociedade da Informação e do Conhecimento A sociedade

Leia mais

1.1. Definição do Problema

1.1. Definição do Problema 13 1 Introdução Uma das principais preocupações de área de engenharia de software diz respeito à reutilização [1]. Isso porque a reutilização no contexto de desenvolvimetno de software pode contribuir

Leia mais

Downsizing: Redução no número de funcionários da empresa.

Downsizing: Redução no número de funcionários da empresa. Absenteísmo: Falta constante ao trabalho, por parte do empregado, ou sua ausência devido a problemas de saúde. Avaliação 180 graus: É um modelo intermediário ao 360 graus. Com ele, não há avaliação dos

Leia mais

Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília

Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília Modelo de Excelência em Gestão Profa. Lillian Alvares Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília Conceitos Fundamentais Os Fundamentos da Excelência em Gestão expressam conceitos que

Leia mais

Gestão de Equipes ROTEIRO. Diversidade da força de trabalho. Logística. Profa. Ms. Edilene Garcia. Diversidade no ambiente de trabalho

Gestão de Equipes ROTEIRO. Diversidade da força de trabalho. Logística. Profa. Ms. Edilene Garcia. Diversidade no ambiente de trabalho Logística Gestão de Equipes Profa. Ms. Edilene Garcia ROTEIRO Diversidade no ambiente de trabalho Grupos, equipes e times Equipes de trabalho autogerenciadas Equipes de trabalho de alto desempenho Diversidade

Leia mais

Gestão do Conhecimento. É possível gerenciar o conhecimento? Gestão do Conhecimento 21/2/2011

Gestão do Conhecimento. É possível gerenciar o conhecimento? Gestão do Conhecimento 21/2/2011 Gestão do Conhecimento Conceitos de Gestão do Conhecimento Prof. Luiz A. Nascimento É possível gerenciar o conhecimento? A princípio não é possível gerenciar o conhecimento pois o conhecimento está na

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar I PIM I Este manual atende todos os cursos de gestão 1º semestre, turmas ingressantes em fevereiro

Leia mais

Arquitetura da Informação Organizacional: Um novo paradigma para Enterprise Architecture

Arquitetura da Informação Organizacional: Um novo paradigma para Enterprise Architecture Arquitetura da Informação Organizacional: Um novo paradigma para Enterprise Architecture Jorge Cordeiro Duarte 14 de abril de 2011 Faculdade de Ciência da Informação Universidade de Brasília 1 Enterprise

Leia mais

CAPÍTULO 2 SISTEMAS DE NUMERAÇÃO E CÓDIGOS

CAPÍTULO 2 SISTEMAS DE NUMERAÇÃO E CÓDIGOS CAPÍTULO 2 SISTEMAS DE NUMERAÇÃO E CÓDIGOS Código BCD; Comparação entre BCD e Binário; Circuitos Digitais para BCD; Código Gray; Código ASCII; Detecção de erros pelo método de Paridade O que é um Código?

Leia mais

Formação WEB com PHP. Subtítulo

Formação WEB com PHP. Subtítulo Formação WEB com PHP Subtítulo Sobre a APTECH A Aptech é uma instituição global, modelo em capacitação profissional, que dispõe de diversos cursos com objetivo de preparar seus alunos para carreiras em

Leia mais

Gestáo do Conhecimento

Gestáo do Conhecimento Gestáo do Conhecimento Respostas dos exercícios de fixação Aula 2: Exercícios de fixação Sociedade do Conhecimento 1. Em sua opinião quais são as principais características da sociedade do conhecimento?

Leia mais

Modelo CMMI em Fábrica de Software

Modelo CMMI em Fábrica de Software Modelo CMMI em Fábrica de Software Carol Passos Gerente de Conhecimento - BRAXIS Março/2007 Assuntos Motivação Modelo CMMI Melhoria de Processo de Software Fábrica de Software Processo de Produção de Software

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO nucleodeinformatica@seed.pr.gov.br 2016 Visando melhorar a gestão e o atendimento aos usuários de serviços de e-mail da Secretaria de Estado da Educação SEED, por meio

Leia mais

PROPOSTA DE INDICADORES PARA ESCALA DE MEDIÇÃO DA CAPACITAÇÃO EMPREENDEDORA DOS JOVENS

PROPOSTA DE INDICADORES PARA ESCALA DE MEDIÇÃO DA CAPACITAÇÃO EMPREENDEDORA DOS JOVENS PROPOSTA DE INDICADORES PARA ESCALA DE MEDIÇÃO DA CAPACITAÇÃO EMPREENDEDORA DOS JOVENS Sonia Aparecida Soranzzo Mota Mestre em Administração Professora da Faculdade de Paulínia Resumo A partir de questões,

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO Nº 38.16

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO Nº 38.16 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO Nº 38.16 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) torna público que serão recebidas as inscrições para o Processo Seletivo nº 38.16 sob contratação em regime CLT

Leia mais

Modelos de Gestão Desafios para o Gestor Contemporâneo

Modelos de Gestão Desafios para o Gestor Contemporâneo Modelos de Gestão Desafios para o Gestor Contemporâneo As organizações precisam compreender os ambientes: 1. Interno 2. Externo Para que possam: Dar respostas rápidas às mudanças Modificar seus processos

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO : ALTERNATIVA PARA O COMPARTILHAMENTO DO CONHECIMENTO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

GESTÃO DO CONHECIMENTO : ALTERNATIVA PARA O COMPARTILHAMENTO DO CONHECIMENTO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR 44 GESTÃO DO CONHECIMENTO : ALTERNATIVA PARA O COMPARTILHAMENTO DO CONHECIMENTO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DOUGLAS DE FARIAS RIOS Resumo Aborda sobre a importância da implantação da gestão do

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO ESPECIALIDADE: BIBLIOTECÀRIO Requisitos: Graduação em Biblioteconomia e Registro no Conselho de Classe 1. Planejar, programar, coordenar, controlar e dirigir sistemas biblioteconômicos e ou de informação

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Administração Central Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Professor Massuyuki Kawano Extensão E.E Índia Vanuíre Código: 136. Município: Tupã Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO PARA FISCAIS DE CONTRATOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

GESTÃO DO CONHECIMENTO PARA FISCAIS DE CONTRATOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GESTÃO DO CONHECIMENTO PARA FISCAIS DE CONTRATOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ALUNO: Liliam Marcya de Andrade Espinoza ORIENTADOR: Marcelo Amaral CO-ORIENTADOR: Sheila Serafim da Silva FILIAÇÃO: Especialização

Leia mais

Virtualização de Servidores. Adirlhey Assis Marcus Vinicius Coimbra

Virtualização de Servidores. Adirlhey Assis Marcus Vinicius Coimbra Virtualização de Servidores Adirlhey Assis Marcus Vinicius Coimbra Curriculum Autor: Marcus Coimbra Graduado em Informática, possui MBA em e-commerce e MIT em Governança de TI, atua na área a 25 anos,

Leia mais

Gestão de Pessoas. Remuneração Variável. Allan Souza // Belchior Borges Felipe Mangabeira // Júlio Bordin

Gestão de Pessoas. Remuneração Variável. Allan Souza // Belchior Borges Felipe Mangabeira // Júlio Bordin Gestão de Pessoas Remuneração Variável Allan Souza // Belchior Borges Felipe Mangabeira // Júlio Bordin Salário O salário é a retribuição em dinheiro ou equivalente paga pelo empregador ao empregado em

Leia mais

Sistemas de Informação para Bibliotecas

Sistemas de Informação para Bibliotecas Sistemas de Informação para Bibliotecas Notas de Apoio ao Tópico 1 Henrique S. Mamede 1 Antes de mais nada: O QUE É MESMO INFORMAÇÃO?? Dados Informação Conhecimento Sabedoria 2 Dados São tipicamente voltados

Leia mais

Unidade: Sistemas de Informação. Unidade I:

Unidade: Sistemas de Informação. Unidade I: Unidade: Sistemas de Informação Unidade I: 0 Unidade: Sistemas de Informação Conceitos Básicos de Sistemas O conceito de sistemas vem da área da biologia e é aplicado em muitas áreas do conhecimento, inclusive

Leia mais

Informática na Educação

Informática na Educação Informática na Educação Apresentação de tópicos do livro Informática na Educação, da autora Sanmya F. Tajra. Todas as referências dos conteúdos apresentados nestes slides são disponíveis no livro citado.

Leia mais

Introdução a Banco de Dados. INTRODUÇÃO

Introdução a Banco de Dados. INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O termo banco de dados é bastante popular em diversas áreas de atuação. Com o aumento da utilização de computadores na manipulação de dados que envolvem diversas aplicações, os bancos de dados

Leia mais

A Utilização de Mapas Cognitivos no Processo de Criação do Conhecimento

A Utilização de Mapas Cognitivos no Processo de Criação do Conhecimento A Utilização de Mapas Cognitivos no Processo de Criação do Conhecimento Lucyanno Moreira Cardoso de Isabela Assis Guedes Ana Paula Cabral Seixas Costa Holanda Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Leia mais

GESTÃO POR PROCESSOS. Formação de Facilitadores para Melhoria de Processos

GESTÃO POR PROCESSOS. Formação de Facilitadores para Melhoria de Processos GESTÃO POR PROCESSOS Formação de Facilitadores para Melhoria de Processos GESTÃO POR PROCESSOS GRUPO GEPRO: Adauto - AUDINT Eneida - HC Gláucia - PRDU Jane - PRDU Maria Bernadete - HC Maria do Rosário

Leia mais

Samantha Albini. Sócia fundadora da RADAR Gestão para Advogados

Samantha Albini. Sócia fundadora da RADAR Gestão para Advogados Ministrante Samantha Albini Sócia fundadora da RADAR Gestão para Advogados Advogada,com experiência no contencioso e consultivo Ex-Controller Jurídico (por 8 anos) Ex-Gerente Jurídico Ex-Advogada em departamento

Leia mais

Orientar e integrar as ações de comunicação das demais empresas do Sistema, ao longo da definição e execução dos processos de comunicação.

Orientar e integrar as ações de comunicação das demais empresas do Sistema, ao longo da definição e execução dos processos de comunicação. Política de Comunicação Integrada do Sistema Eletrobrás agosto/2009 projeto IV.8.1 Elab.da Política de Comunicação Integrada do Sistema Eletrobrás 1 1 OBJETIVOS Promover a comunicação integrada entre as

Leia mais

Melhorias de Processos segundo o PDCA Parte IV

Melhorias de Processos segundo o PDCA Parte IV Melhorias de Processos segundo o PDCA Parte IV por José Luis S Messias, em qualidadebrasil.com.br Introdução Em prosseguimento aos artigos escritos sobre PDCA, escrevo hoje sobre a terceira fase da etapa

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL DO TRT DA 13ª REGIÃO

RELATÓRIO DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL DO TRT DA 13ª REGIÃO RELATÓRIO DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL DO TRT DA 13ª REGIÃO A Presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região, através da Assessoria de Gestão Estratégica AGE, realizou em consonância

Leia mais

Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico

Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico Metodologias de Apoio ao Planejamento Estratégico Análise Ambiental Análise Ambiental : Matriz SWOT A sigla SWOT Strenghts (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças)

Leia mais

Índice de Sustentabilidade Empresarial ISE. Índice Janeiro de 2016 Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Uso Interno x Público 1

Índice de Sustentabilidade Empresarial ISE. Índice Janeiro de 2016 Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Uso Interno x Público 1 Índice de Sustentabilidade Empresarial ISE Índice Janeiro de 2016 Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Uso Interno x Público 1 Sustentabilidade em Bolsas de Valores Estímulo à transparência

Leia mais

ORGANIZAÇÕES ORGÂNICAS

ORGANIZAÇÕES ORGÂNICAS ORGANIZAÇÕES ORGÂNICAS Autor: Durward Hofler, revisado por Scott B.Droege - 2005 Tradução: André Luís Martins O termo orgânico sugere que, como coisas vivas, organizações mudam suas estruturas, funções

Leia mais

Sobre a análise SWOT para planejamento e gestão de projetos

Sobre a análise SWOT para planejamento e gestão de projetos Sobre a análise SWOT para planejamento e gestão de projetos ANTONIO MENDES DA SILVA FILHO * There are three classes of people: Those who see, those who see when they are shown, those who do not see. Leonardo

Leia mais

Desafios e oportunidades para os operadores de telecomunicações Apresentação de 2016

Desafios e oportunidades para os operadores de telecomunicações Apresentação de 2016 Notificação Eletrónica de Faturas Desafios e oportunidades para os operadores de telecomunicações Apresentação de 2016 saphety.com A quem se destina? Para os seus clientes empresariais Gestão de Custos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO ADRIANNE HENRIQUES FILIPE MACHADO. Plano de aula. Jovens na criação de blogs.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO ADRIANNE HENRIQUES FILIPE MACHADO. Plano de aula. Jovens na criação de blogs. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO ADRIANNE HENRIQUES FILIPE MACHADO Plano de aula Jovens na criação de blogs São Paulo Setembro de 2012 ADRIANNE HENRIQUES FILIPE MACHADO (7.153.974 vespertino)

Leia mais

Nosso trabalho é divulgar o seu

Nosso trabalho é divulgar o seu Nosso trabalho é divulgar o seu Conheça nosso blog e fique informado sobre tudo o que há para saber sobre Marketing Político Digital, Marketing Online e Otimização de sites. http://suacampanha.wordpress.com

Leia mais

BELO HORIZONTE MINAS GERAIS

BELO HORIZONTE MINAS GERAIS ISSN 1517-672 X (Revista impressa) V OLUME IX N.. 3 JUL. / SET. 2008 BELO HORIZONTE MINAS GERAIS ISSN 1984-6983 (Revista online) 3 Belo Horizonte, v. 9, n. 3, p. 9-34, jul. / set. 2008 4 Belo Horizonte,

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais na Era Digital

Sistemas de Informação Gerenciais na Era Digital Capítulo 1 Sistemas de Informação Gerenciais na Era Digital 1.1 2007 by Prentice Hall Sistemas de Informação Gerenciais O Papel dos Sistemas da Informação nos Negócios Atuais Como os Sistemas de Informação

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO Edital IEMA nº 08, de 03 de maio de 2016 EDITAL DE INSCRIÇÃO SELEÇÃO INTERNA

Leia mais

Elementos básico de uma rede Samba - Local Master Browser

Elementos básico de uma rede Samba - Local Master Browser Servidor Samba Linux Samba é o protocolo responsável pela integração de máquinas Linux com Windows, permitindo assim a criação de redes mistas utilizando servidores Linux e clientes Windows. Samba, é uma

Leia mais

Questões de governo em espionagem, informações e segurança cibernética

Questões de governo em espionagem, informações e segurança cibernética Questões de governo em espionagem, informações e segurança cibernética Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Rafael H. Moreira Secretário-Adjunto de Política de Informática Brasília, outubro de

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Ementa do Curso O treinamento Android Intro foi criado pela Catteno com o intuito de introduzir os alunos em programação de Apps para a plataforma Android (tablets e smartphones) do Google, utilizando

Leia mais

Como o VIOS Jurídico pode otimizar os processos em um escritório de advocacia? Indicado para: médios e grandes escritórios de advocacia.

Como o VIOS Jurídico pode otimizar os processos em um escritório de advocacia? Indicado para: médios e grandes escritórios de advocacia. Como o VIOS Jurídico pode otimizar os processos em um escritório de advocacia? Indicado para: médios e grandes escritórios de advocacia. O que é o VIOS Jurídico: consiste em uma empresa de soluções em

Leia mais

Gestão de Tecnologia da Informação

Gestão de Tecnologia da Informação Gestão de Tecnologia da Informação Telecomunicações e Redes de Computadores Prof. Gilberto B. Oliveira Conceitos Redes: Cadeias, grupos ou sistemas interconectados. A utilidade de uma rede é igual ao número

Leia mais

TUTORIAL SOBRE O GOOGLE DOCS

TUTORIAL SOBRE O GOOGLE DOCS TUTORIAL SOBRE O GOOGLE DOCS O Google Docs é um recurso do Google que funciona como um HD virtual permitindo criar e compartilhar trabalhos on-line. Ele é uma ferramenta com características da nova tendência

Leia mais

Internet, intranet e extranet o que são, e quais as diferenças?

Internet, intranet e extranet o que são, e quais as diferenças? Internet, intranet e extranet o que são, e quais as diferenças? Internet Qual empresa hoje não conta com um computador conectado a internet? A necessidade da informação criou a internet que hoje conhecemos.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática Qualificação:

Leia mais

Atividade Inventiva na Indústria de Tecnologia (Software Inventions)

Atividade Inventiva na Indústria de Tecnologia (Software Inventions) Atividade Inventiva na Indústria de Tecnologia (Software Inventions) Roberto A Lotufo Inova Unicamp XXXII Congresso Internacional Propriedade Intelectual ABPI 2012 26 a 28 de agosto de 2012, São Paulo

Leia mais

REVISÃO DA LITERATURA

REVISÃO DA LITERATURA OBJETIVO O objetivo deste artigo é o de descrever e analisar o grau de implementação de políticas tributárias extrafiscais para promover a sustentabilidade ambiental. Na descrição do objeto do estudo está

Leia mais

Oficina de Informática e Telemática

Oficina de Informática e Telemática UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ (UESC) Criada pela Lei 6.344, de 05.12.1991, e reorganizada pela Lei 6.898, de 18.08.1995 e pela Lei 7.176, de 10.09.1997 Oficina de Informática e Telemática Prof. Dr.

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Apresentação Soluções de Futuro A TwoSoft Systems é uma empresa angolana que se dedica ao Desenvolvimento de Software, Consultoria Informática e Assistência Técnica Especializada.

Leia mais

Social Media. é tudo uma questão de relacionamento

Social Media. é tudo uma questão de relacionamento Social Media é tudo uma questão de relacionamento A Orange ag Orange é uma agência digital completa. É conhecida por seus projetos de arquitetura de informação e soluções personalizadas.!! Seu sucesso

Leia mais

Anexo XIV Classificação dos chamados. Primeiro Nível

Anexo XIV Classificação dos chamados. Primeiro Nível Primeiro Nível 1º nível AGORA - Atualização - Dúvida - Erro de Função - Fórmula - Relatório - Techne empresa contratada para desenvolver sistemas - Treinamento Chamados Migrados Chamados URGENTES ERGON

Leia mais

Mario Lucio Caixeta caimar@terra.com.br Fevereiro a abril 2014. Mario Caixeta 1

Mario Lucio Caixeta caimar@terra.com.br Fevereiro a abril 2014. Mario Caixeta 1 Tema 3: A Teoria da Criação do conhecimento Organizacional Mario Lucio Caixeta caimar@terra.com.br Fevereiro a abril 2014 Mario Caixeta 1 Mario Caixeta 2 Daniel Khaneman- Rápido e devagar Mario Caixeta

Leia mais

Edital para Concurso de Pôsteres do Portal de Periódicos da Capes (ano 2015)

Edital para Concurso de Pôsteres do Portal de Periódicos da Capes (ano 2015) Edital para Concurso de Pôsteres do Portal de Periódicos da Capes (ano 2015) Realização: Portal de Periódicos Prazo para submissões: 20 de outubro de 2015 Data das apresentações: 12 de novembro de 2015,

Leia mais