Utilizando o Modelo Webquest para a Aprendizagem de Conceitos Químicos Envolvidos na Camada de Ozônio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Utilizando o Modelo Webquest para a Aprendizagem de Conceitos Químicos Envolvidos na Camada de Ozônio"

Transcrição

1 Utilizando o Modelo Webquest para a Aprendizagem de Conceitos Químicos Envolvidos na Camada de Ozônio Thiago do Nascimento Silva (IC) - Zara Íris Maciano de Andrada (IC) - Kézia Michelle Freire de Lima (IC) José Euzébio Simões Neto (PQ) Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE Unidade Acadêmica de Serra Talhada - UAST Serra Talhada - Recife - PE INTRODUÇÃO A utilização pelo professor as novas tecnologias em sala de aula já não atinge status não mais de recomendação, e sim de necessidade, pois o panorama que temos hoje ressalta a importância de se trabalhar com a tecnologia: a sociedade moderna está inserida em um mundo tecnológico e a escola não pode ser inerte a tais mudanças. O professor hoje dispõe de inúmeras ferramentas que o homem, com o amparo da tecnologia, conseguiu elaborar. Dentre elas, temos o modelo webquest, proposto por Bernie Dodge em 1995, com o intuito de torna o processo de ensino-aprendizagem mais dinâmico utilizando ambientes virtuais que visam estimular a pesquisa e o pensamento crítico, sendo assim um instrumento considerado eficaz quando precisa-se organizar recursos da internet que venham a auxiliar os estudantes na construção do conhecimento através de um ambiente de aprendizagem guiado (Heeedt & Brandt, 2007). A proposta da webquest apresentada neste trabalho é auxiliar no processo de ensinoaprendizagem, trazendo para a realidade do estudante para sala de aula, mostrando como a ciência pode explicar fenômenos naturais como os ocorridos na camada de ozônio, em especial, refletir e analisar como intervenção dos processos químicos causados pela ação do homem podem contribuir com o problema da degradação de tal camada, contextualizando conteúdos químicos, ação esta que muitas vezes passa despercebido por autores de alguns livros didáticos. Escolhemos o tema camada e ozônio por este ser pouco abordado em sala de aula, porém este tem uma grande relevância quando se fala na sobrevivência do homem no planeta. Cremos que este deve ser abordado em sala de aula principalmente para mostrar aos jovens o seu papel frente a essa problemática e se possível mudem algumas atitudes. Esta intervenção objetiva-se principalmente em conscientizar os alunos sobre esta problemática mostrando como a ação do homem, aliada ao uso indevido dos recursos naturais, podem provocar mudanças catastróficas no ambiente que temos hoje, fazendo assim uma abordagem que vai ao encontro do que conhecemos hoje como o movimento CTSA.

2 Temos como objetivo deste trabalho o desenvolvimento de uma webquest, centrada no tema Camada de Ozônio, para a utilização no ensino médio, em especial, visto que trata-se de uma temática importante no contexto ambiental, e com grande inserção em contextos fora da escola. METODOLOGIA Esta proposta de intervenção didática que têm como foco a uso das tecnologias em sala de aula foi desenvolvida em uma turma do oitavo período do curso de Licenciatura Plena em Química, na disciplina de Instrumentação para o Ensino de Química, mostrando principalmente como o professor pode elaborar um material didático utilizando as Tecnologias da Educação e Comunicação (Tic's) em sala de aula. Tal webquest é direcionada para alunos do ensino médio, no sentido de que a abordagem utilizada, os sítios sugeridos para consultas e a escolha das tarefas, se adequam a esse nível de ensino. No entanto, podem ser usada em contexto superior, técnico ou afins. Para elaboração da webquest em questão foram necessários quatro encontros, onde o primeiro foi guiado pelo professor da disciplina que fez uma explanação geral, desde o surgimento da webquest até como elaborar esta ferramenta, esta última etapa essencial para o desenvolvimento da mesma. Nos encontros subsequentes entre os discentes, realizou-se a elaboração, primeiramente a escolha do tema para posteriormente elaborar todas as etapas exigidas para se ter uma webquest completa, etapas essas que são: Introdução, Tarefas, Processos, Avaliação e Conclusões. As etapas desta webquest versaram principalmente na definição e atividades que respaldam na problemática ambiental referente a camada de ozônio, e busca principalmente coletar informações e opiniões que serão discutidas ao término da mesma, sem fugir do enfoque principal que é discutir a relação da química que junto com a ação do homem pode provocar danos sérios ao meio em que vivemos. Como última etapa a webquest foi apresentada em sala de aula e avaliada pelo professor e demais alunos sendo considerada esta adequada para ser aplicada em salas de aula na disciplina de química no ensino médio. Essa etapa pode ser entendida como a validação da webquest, possibilitando a sua utilização como material didático por professores em todo o planeta. RESULTADOS E DISCUSSÃO Com base no que foi apresentado em sala de aula e levantamento de algumas informações adicionais elaboramos uma webquest baseada na metodologia proposta por Bernie Dodge (1995), intitulada Camada de Ozônio: Uma Visão química. Na introdução buscamos informar e definir o que é camada de ozônio de uma maneira clara e uma linguagem de fácil compreensão, deixando o aluno mais situado no que irá realizar de forma a tornar o assunto mais atrativo.

3 FIGURA 01 Introdução da Webquest: Web Camada de Ozônio: Uma Visão Química. Após essa etapa chega o momento de partir para a ação, propomos nesta webquest atividades que precisam principalmente da interação entre o aluno-professor-escola, pois aqui eles terão que coletar opiniões, pesquisar e analisar opiniões guiados pelo que pede a ferramenta didática. FIGURA 02 Tarefa da Webquest: Web Camada de Ozônio: Uma Visão Química. Na etapa processo procuramos deixar bem claro o que o estudante, ao realizar esta webquest, deve obedecer, desde a divisão dos grupos até o estágio final que um debate em sala de aula.

4 Neste mesmo momento apresentamos alguns links que vão direcionar a realização das atividades, mostrando ao aluno que irá realizar as tarefas desta webquest informações imprescindíveis para a realização da mesma. FIGURA 03 Processos da Webquest: Web Camada de Ozônio: Uma Visão Química. Na etapa de avaliação foi elaborada uma tabela, que contêm uma pontuação para cada tarefa realizada totalizando dez pontos onde levamos em consideração principalmente a realização por completa das tarefas. Na conclusão da ferramenta, deixamos claro o quanto o tema abordado é atual e diariamente colocado nos mais diversos meios de comunicação, se mostrando uma problemática atual que pode sim ser utilizada em sala de aula com um tema gerador e que consequentemente vai ser utilizado pelo o aluno em sua vida cotidiana. Segundo Dodge (1995) é sempre importante deixarmos as portas abertas para outras verdades e facetas do conhecimento. CONCLUSÕES O conceito de camada de ozônio é hoje pouco discutido na escola, apesar de ser um tema atual e multidisciplinar. Por isso propomos essa webquest com o intuito de levantar opiniões e sugestões que possam ser utilizada tanto na vida escolar como para além dos muros da escola, cobrando principalmente os conceitos químicos envolvidos nessa problemática tornando o ensino de química muito mais interessante e universalizado e trazendo a realidade ambiental contemporânea para sala de aula. O conteúdo desta webquest está disponível no site para que em qualquer momento que um professor de química ou de áreas afins precisarem, possam utiliza-la em sala de aula, trazendo a tecnologia como aliada no processo de ensino aprendizagem. Eis o link: 5&id_pagina=1

5 REFERÊNCIAS DODGE, Bernie. Some Thoughts about WebQuests, Disponível em: acesso em: 06 de fevereiro de LÜCKE, M., ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em Educação: Abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, HEERDT, B; BANDT, C. F. Webquest como Instrumento de Mediação Pedagógica: A Reformulação do Conceito de Célula. Disponível em: acesso em: 06 de fevereiro de 2012.

GUIA DO PROFESSOR SHOW DA QUÍMICA

GUIA DO PROFESSOR SHOW DA QUÍMICA Conteúdos: Tempo: Objetivos: Descrição: Produções Relacionadas: Estudo dos gases Uma aula de 50 minutos SHOW DA QUÍMICA Testar o conhecimento do aluno quanto à teoria dos gases. Os alunos de um colégio

Leia mais

A TABELA PERÍÓDICA EM LIBRAS COMO INSTRUMENTO DE ACESSIBILIDADE PARA O ESTUDANTE SURDO NO APRENDIZADO DA QUÍMICA. Introdução

A TABELA PERÍÓDICA EM LIBRAS COMO INSTRUMENTO DE ACESSIBILIDADE PARA O ESTUDANTE SURDO NO APRENDIZADO DA QUÍMICA. Introdução A TABELA PERÍÓDICA EM LIBRAS COMO INSTRUMENTO DE ACESSIBILIDADE PARA O ESTUDANTE SURDO NO APRENDIZADO DA QUÍMICA *Deivisson Santos da Silva, Elias de Melo, Joferlândia Grigório Siqueira, Marcos Rogério

Leia mais

AS DROGAS COMO TEMA GERADOR PARA CONTEXTUALIZAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA

AS DROGAS COMO TEMA GERADOR PARA CONTEXTUALIZAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA AS DROGAS COMO TEMA GERADOR PARA CONTEXTUALIZAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA Rafaela Alves de Andrade (1) ; Anderson Savio de Medeiros Simões (1); Kelvin Costa de Araújo (2); José Vieira da Silva (3); Oziel

Leia mais

As TICs como aliadas na compreensão das relações entre a Química e a Matemática

As TICs como aliadas na compreensão das relações entre a Química e a Matemática As TICs como aliadas na compreensão das relações entre a Química e a Matemática Fernanda Hart Garcia 1* ; Denis da Silva Garcia 2 1* Professora Mestra de Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA ETAPA 2. PROJETO de pesquisa

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA ETAPA 2. PROJETO de pesquisa METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA ETAPA 2 PROJETO de pesquisa 1. Orientações Gerais 1.1. Oferta da disciplina de Metodologia da Pesquisa Científica A disciplina de Metodologia da Pesquisa é oferecida

Leia mais

O ENSINO NUMA ABORDAGEM CTS EM ESCOLA PÚBLICA DE GOIÂNIA

O ENSINO NUMA ABORDAGEM CTS EM ESCOLA PÚBLICA DE GOIÂNIA O ENSINO NUMA ABORDAGEM CTS EM ESCOLA PÚBLICA DE GOIÂNIA Rafaella Rodrigues Santos 1 Danielle Regina de Ávila 2 Paulo Vinícius de Carvalho 3 Mirian Pacheco Silva 4 RESUMO: Pensando na formação de sujeitos

Leia mais

TÍTULO: PROJETO EDUCAÇÃO JOVENS E ADULTOS (EJA) CIDADÃO: UMA EXPERIÊNCIA DE PARCERIA ENTRE UNIVERSIDADE ESCOLA.

TÍTULO: PROJETO EDUCAÇÃO JOVENS E ADULTOS (EJA) CIDADÃO: UMA EXPERIÊNCIA DE PARCERIA ENTRE UNIVERSIDADE ESCOLA. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: PROJETO EDUCAÇÃO JOVENS E ADULTOS (EJA) CIDADÃO: UMA EXPERIÊNCIA DE PARCERIA ENTRE UNIVERSIDADE

Leia mais

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESCOLAR EM EDUCAÇÃO QUÌMICA: Em busca de uma nova visão

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESCOLAR EM EDUCAÇÃO QUÌMICA: Em busca de uma nova visão PROCESSO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESCOLAR EM EDUCAÇÃO QUÌMICA: Em busca de uma nova visão Ranniery Felix dos Santos (IC) 1 ; Diego Robson das Chagas (IC) 1 ; Maria da Conceição Maciany de Lima (IC) 1

Leia mais

TÓPICOS DE RELATIVIDADE E NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO MÉDIO: DESIGN INSTRUCIONAL EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM.

TÓPICOS DE RELATIVIDADE E NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO MÉDIO: DESIGN INSTRUCIONAL EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM. TÓPICOS DE RELATIVIDADE E NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO MÉDIO: DESIGN INSTRUCIONAL EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM. Palavras-chave: física moderna, ambiente virtual de aprendizagem, design instrucional,

Leia mais

GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9

GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9 GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9 SALVADOR - BAHIA - BRASIL 2009 CONCURSO PARA ESCOLHA DO MELHOR PROJETO

Leia mais

CAPACITAÇÃO PRÁTICA DO USO DO GEOPROCESSAMENTO EM PROJETOS

CAPACITAÇÃO PRÁTICA DO USO DO GEOPROCESSAMENTO EM PROJETOS CAPACITAÇÃO PRÁTICA DO USO DO GEOPROCESSAMENTO EM PROJETOS Reis 1, Christiane Maria Moura Silva 2, Araci Farias Segundo Neto 3, Francisco Vilar de Araújo RESUMO O presente trabalho refere-se aos resultados

Leia mais

A criança de 6 anos, a linguagem escrita e o ensino fundamental de nove anos

A criança de 6 anos, a linguagem escrita e o ensino fundamental de nove anos A criança de 6 anos, a linguagem escrita e o ensino fundamental de nove anos Organizadoras: Francisca Izabel Pereira Maciel Mônica Correia Baptista Sara Mourão Monteiro Estrutura da exposição 1. O contexto

Leia mais

CARTILHA COMO RECURSO DIDÁTICO: ABORDAGEM DA QUÍMICA DOS COSMÉTICOS PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

CARTILHA COMO RECURSO DIDÁTICO: ABORDAGEM DA QUÍMICA DOS COSMÉTICOS PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL CARTILHA COMO RECURSO DIDÁTICO: ABORDAGEM DA QUÍMICA DOS COSMÉTICOS PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL INTRODUÇÃO Elisângela Garcia Santos Rodrigues 1 ; Irivan Alves Rodrigues 2 1. EEEFM Padre Hildon Bandeira.

Leia mais

Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Autor: Profª Msª Carla Diéguez METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA OBJETIVO DA AULA AULA 3 O PROJETO E O ARTIGO PARTE 1 A ESTRUTURA DO PROJETO E DO ARTIGO Objetivo Geral Auxiliar o aluno na elaboração do

Leia mais

A RECICLAGEM DO PAPEL COMO MEIO DE INCENTIVO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

A RECICLAGEM DO PAPEL COMO MEIO DE INCENTIVO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL A RECICLAGEM DO PAPEL COMO MEIO DE INCENTIVO A EDUCAÇÃO AMBIENTAL Autor: Maria da Penha Agra Nunes Silva¹ Co-autor: Camila Batista de Oliveira¹, Cristine Nachari Moura de Almeida¹, Joyce Barros Araújo

Leia mais

GRUPO AVALIAÇÃO PAE 2 Semestre/2015

GRUPO AVALIAÇÃO PAE 2 Semestre/2015 GRUPO AVALIAÇÃO PAE 2 Semestre/2015 AVALIAÇÃO - Atividade permanente e constituinte do processo de ensinoaprendizagem; - Provoca reflexão crítica sobre a prática, no sentido de captar seus progressos,

Leia mais

Prática Pedagógica Matemática

Prática Pedagógica Matemática Prática Pedagógica Matemática Recomendada para o Ensino Fundamental Ciclo II (7 a e 8 a séries) Tempo previsto: 4 aulas Elaboração: Equipe Técnica da CENP Apresentamos, a seguir, sugestões de situações

Leia mais

INVESTIGANDO OS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DAS SÉRIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL DA REDE PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ

INVESTIGANDO OS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DAS SÉRIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL DA REDE PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ INVESTIGANDO OS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DAS SÉRIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL DA REDE PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ Marlisa Bernardi de Almeida marlisabernardi@yahoo.com.br

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Licenciatura Habilitação: Aluno(a): ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO IDENTIFICAÇÃO DO ALUNO Curso - Habilitação: Nome do(a) Aluno(a): Orientador de Estágio: ESTÁGIO

Leia mais

AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC S) NO ENSINO SUPERIOR: O CASO DE UM CURSO DE DIREITO EM MINAS GERAIS

AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC S) NO ENSINO SUPERIOR: O CASO DE UM CURSO DE DIREITO EM MINAS GERAIS AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC S) NO ENSINO SUPERIOR: O CASO DE UM CURSO DE DIREITO EM MINAS GERAIS Álisson de Almeida Santos Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) RESUMO: As Tecnologias

Leia mais

ORIENTAÇÕES TRABALHO EM EQUIPE. Trabalho em Equipe. Negociação

ORIENTAÇÕES TRABALHO EM EQUIPE. Trabalho em Equipe. Negociação 2015 Trabalho em Equipe Negociação Caros alunos, A seguir colocamos as orientações para a realização do trabalho em equipe. Trabalho em Equipe O trabalho em equipe é uma atividade que deverá ser desenvolvida

Leia mais

Apresentação da disciplina

Apresentação da disciplina FEUP MIEIG & MIEM Ano letivo 2013/14 Disciplina: Gestão da Qualidade Total Apresentação da disciplina (v1 em 2 de setembro) José A. Faria, jfaria@fe.up.pt Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto,

Leia mais

Soletrando o Br- As- I- L com símbolos químicos

Soletrando o Br- As- I- L com símbolos químicos Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Química DQ PIBID - Química Soletrando o Br- As- I- L com símbolos químicos Antônio Joaquim Franco- Mariscal e Maria José Cano- Iglesias Bolsista:

Leia mais

Brincando com operações de adição e subtração; unidade, dezena e centena; horas; números pares e ímpares e sequência numérica

Brincando com operações de adição e subtração; unidade, dezena e centena; horas; números pares e ímpares e sequência numérica PPGECE Brincando com operações de adição e subtração; unidade, dezena e centena; horas; números pares e ímpares e sequência numérica Contextualização Maria Madalena Dullius Adriana Belmonte Bergmann Fernanda

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES Ms. Vanessa Paula Reginatto Dra. Miriam Ines Marchi Dra. Eniz Conceição de Oliveira Um curso de formação continuada de professores ocorreu no Centro Universitário UNIVATES,

Leia mais

A escravidão negra no sistema de ensino apostilado Aprende Brasil

A escravidão negra no sistema de ensino apostilado Aprende Brasil A escravidão negra no sistema de ensino apostilado Aprende Brasil Laura Laís de Oliveira Castro Unesp (Câmpus de Bauru) laura_laiscastro@hotmail.com Resumo O presente resumo expandido pretende analisar

Leia mais

O SOFTWARE R EM AULAS DE MATEMÁTICA

O SOFTWARE R EM AULAS DE MATEMÁTICA O SOFTWARE R EM AULAS DE MATEMÁTICA Renata Teófilo de Sousa (autora) Graduanda - Curso de Matemática UVA Arlécia Albuquerque Melo (co-autora) Graduanda - Curso de Matemática UVA Nilton José Neves Cordeiro

Leia mais

DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DIRETRIZES PARA ESTRUTURAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO INTRODUÇÃO O curso de Engenharia de Produção da Escola Superior de Tecnologia e Educação de

Leia mais

Categoria Trabalho Acadêmico / Resumo Expandido

Categoria Trabalho Acadêmico / Resumo Expandido Categoria Trabalho Acadêmico / Resumo Expandido Eixo Temático - (Mudanças Climáticas) Titulo do Trabalho O Tema Aquecimento Global como instrumento de discussão do Ensino de Ciências, no projeto Casa da

Leia mais

MODELAGEM MATEMÁTICA DE UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM MÉDIA TENSÃO 1. Gabriel Attuati 2, Paulo Sausen 3.

MODELAGEM MATEMÁTICA DE UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM MÉDIA TENSÃO 1. Gabriel Attuati 2, Paulo Sausen 3. MODELAGEM MATEMÁTICA DE UM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA EM MÉDIA TENSÃO 1 Gabriel Attuati 2, Paulo Sausen 3. 1 Parte integrante do Projeto de pesquisa Análise, Modelagem e Desenvolvimento

Leia mais

PIBID NA ESCOLA: AÇÕES QUE PROMOVEM A MELHORIA DO ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA

PIBID NA ESCOLA: AÇÕES QUE PROMOVEM A MELHORIA DO ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA PIBID NA ESCOLA: AÇÕES QUE PROMOVEM A MELHORIA DO ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA José Vinícius Fernandes Silva¹, Johab Moreira dos Santos Paiva¹, Jorge Xavier de Almeida Neto², Michelle Gomes Santos³ 1

Leia mais

A TABELA PERIÓDICA: JOGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS

A TABELA PERIÓDICA: JOGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS A TABELA PERIÓDICA: JOGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS Maria Patricia Alves do Carmo Araujo 1 *, Maria Regilane de Sousa Rodrigues 1, Eduardo da Silva Firmino 1, Sara Jane de Oliveira 1, Neidimar Lopes Matias

Leia mais

Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação: Tarefa A Aluno: Maykon Dos Santos Marinho 1. Relação do itens principais

Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação: Tarefa A Aluno: Maykon Dos Santos Marinho 1. Relação do itens principais Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação: Tarefa A Aluno: Maykon Dos Santos Marinho 1. Relação do itens principais A interface está presente nos ambientes virtuais e nas mídias utilizadas em cursos EAD

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE)

PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) Núcleo de Apoio à Prática Profissional das Licenciaturas CURSOS DE LICENCIATURAS PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO (PAE) ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Atualizado em 17 jun 2016 5º. PERÍODO 4º. PERÍODO

Leia mais

Eixo Temático: (Resolução de Problemas e Investigação Matemática) TRABALHANDO COM A TRIGONOMETRIA

Eixo Temático: (Resolução de Problemas e Investigação Matemática) TRABALHANDO COM A TRIGONOMETRIA (ISBN N. 978-85-98092-14-0) Eixo Temático: (Resolução de Problemas e Investigação Matemática) TRABALHANDO COM A TRIGONOMETRIA Ana Rita DOMINGUES UNESP SP (anarita_smiley@hotmail.com) Jaime Edmundo Apaza

Leia mais

Análise de uma situação de aprendizagem baseada nas TIC. Aprendendo a fazer uma caipirinha matadora

Análise de uma situação de aprendizagem baseada nas TIC. Aprendendo a fazer uma caipirinha matadora Análise de uma situação de aprendizagem baseada nas TIC Aprendendo a fazer uma caipirinha matadora Laila Marques Pereira / RA: 091850 Fernando Gregório Catto / RA: 095719 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

Leia mais

PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA

PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA MANUAL DO PROJETO PEDAGÓGICO PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA PRÁTICAS CURRICULARES MATEMÁTICA LICENCIATURA Ribeirão Pires Missão da FIRP Alcançar a oferta e a prática de uma educação solidária, possibilitando

Leia mais

OFICINA: APROXIMAÇÕES NO CÁLCULO DE ÁREAS AUTORES: ANA PAULA PEREIRA E JULIANA DE MELO PEREIRA

OFICINA: APROXIMAÇÕES NO CÁLCULO DE ÁREAS AUTORES: ANA PAULA PEREIRA E JULIANA DE MELO PEREIRA OFICINA: APROXIMAÇÕES NO CÁLCULO DE ÁREAS AUTORES: ANA PAULA PEREIRA E JULIANA DE MELO PEREIRA Resumo: O Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática tem em seu currículo o componente

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ DALGLISH GOMES ESTRUTURAS CRISTALINAS E MOLECULARES NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ DALGLISH GOMES ESTRUTURAS CRISTALINAS E MOLECULARES NA PRÁTICA PEDAGÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ DALGLISH GOMES ESTRUTURAS CRISTALINAS E MOLECULARES NA PRÁTICA PEDAGÓGICA RESUMO A utilização de materiais de fácil manuseio pode levar a um

Leia mais

O USO DE EXPERIMENTOS NAS AULAS DE CIÊNCIAS DO ENSINO FUNDAMENTAL II COLÉGIO PONTUAL

O USO DE EXPERIMENTOS NAS AULAS DE CIÊNCIAS DO ENSINO FUNDAMENTAL II COLÉGIO PONTUAL O USO DE EXPERIMENTOS NAS AULAS DE CIÊNCIAS DO ENSINO FUNDAMENTAL II COLÉGIO PONTUAL Ana Paula Santos Fidelis; Andreza Barboza da Silva Universidade Federal de Pernambuco, ppfidelis@gmail.com INTRODUÇÃO

Leia mais

INCLUSÃO NO ENSINO DE FÍSICA: ACÚSTICA PARA SURDOS

INCLUSÃO NO ENSINO DE FÍSICA: ACÚSTICA PARA SURDOS INCLUSÃO NO ENSINO DE FÍSICA: ACÚSTICA PARA SURDOS Jederson Willian Pereira de Castro Helena Libardi Escola Estadual Sinhá Andrade SEE/MG Universidade Federal de Lavras Eixo Temático: Pesquisa e inovação

Leia mais

Professor(es) Apresentador(es): Margareth Alves Leite de Siqueira Bittencourt. Realização:

Professor(es) Apresentador(es): Margareth Alves Leite de Siqueira Bittencourt. Realização: 8 jeitos de mudar o mundo meta 7 dos objetivos do milênio Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente Práticas Experimentais E. E. Alfredo Paulino Sala 3 2ª Sessão Professor(es) Apresentador(es): Margareth

Leia mais

ELAINE TEREZINHA MATTIOLI COVIELLO PIRANGI SÃO PAULO MODELO MATEMÁTICO

ELAINE TEREZINHA MATTIOLI COVIELLO PIRANGI SÃO PAULO MODELO MATEMÁTICO MODELAGEM E MODELAÇÃO MATEMÁTICA: uma nova visão do ensino e da aprendizagem de matemática ELAINE TEREZINHA MATTIOLI COVIELLO PIRANGI SÃO PAULO MODELO MATEMÁTICO Para definir Modelo Matemático Bassanezi

Leia mais

A PRESENÇA DA INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA: AS DIFICULDADES ENFRENTADAS PELOS PROFESSORES

A PRESENÇA DA INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA: AS DIFICULDADES ENFRENTADAS PELOS PROFESSORES A PRESENÇA DA INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA: AS DIFICULDADES ENFRENTADAS PELOS PROFESSORES Tássia Cristina da Silva Pinheiro UEPA/Seduc-PA Fábio José da Costa Alves UEPA/Unama RESUMO:Em

Leia mais

O USO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE MANIPULAÇÃO NO ENSINO DE TRIGONOMETRIA NO ENSINO MÉDIO

O USO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE MANIPULAÇÃO NO ENSINO DE TRIGONOMETRIA NO ENSINO MÉDIO 1 O USO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE MANIPULAÇÃO NO ENSINO DE TRIGONOMETRIA NO ENSINO MÉDIO Ayze Jammylle Batista Ferreira¹ ayzeifpb@gmail.com Leonardo Lira de Brito² leonardoliradebrito@gmail.com Maria José

Leia mais

CALENDÁRIO - PED ENSINO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA Grupo 092 - Janeiro/2012

CALENDÁRIO - PED ENSINO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA Grupo 092 - Janeiro/2012 Grupo 85 - CALENDÁRIO - PED ENSINO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA CursoID 422 - GradeID 520 Estrutura do Calendário Antes de utilizar o Calendário do Curso, leia atentamente o Manual do Aluno de EAD para que

Leia mais

GEOGRAFIA. PRINCIPAIS CONCEITOS: espaço geográfico, território, paisagem e lugar.

GEOGRAFIA. PRINCIPAIS CONCEITOS: espaço geográfico, território, paisagem e lugar. GEOGRAFIA { PRINCIPAIS CONCEITOS: espaço geográfico, território, paisagem e lugar. A importância dos conceitos da geografia para a aprendizagem de conteúdos geográficos escolares Os conceitos são fundamentais

Leia mais

Marcio E. S. Corpes Nicole Dominique Oliva Vanessa Lermen Corpes

Marcio E. S. Corpes Nicole Dominique Oliva Vanessa Lermen Corpes UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL CENTRO DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO - PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL Marcio E. S. Corpes Nicole Dominique Oliva

Leia mais

PLANEJAMENTO ACADÊMICO. Carga Horária: Presencial Distância Total PROFESSOR (A): MAT. SIAPE

PLANEJAMENTO ACADÊMICO. Carga Horária: Presencial Distância Total PROFESSOR (A): MAT. SIAPE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUDO DE EDUCAÇÃO, MATEMATICA E CIENTÍFICA LICENCIATURA INTEGRADA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E LINGUAGENS PLANEJAMENTO ACADÊMICO TEMA: CÓDIGO: Carga Horária: Presencial

Leia mais

Professores Regentes: Angela Aparecida Bernegozze Marlei Aparecida Lazarin Asoni Marlene Antonia de Araujo

Professores Regentes: Angela Aparecida Bernegozze Marlei Aparecida Lazarin Asoni Marlene Antonia de Araujo 4 1. IDENTIFICAÇÃO Título do Projeto: Trabalhando a tabuada através de jogos on-line Público Alvo: Alunos do 3º e 5º do Ensino Fundamental Turno: Matutino Disciplinas Envolvidas: Matemática Professores

Leia mais

Universidade de São Paulo. Escola de Comunicação e Artes, ECA-USP

Universidade de São Paulo. Escola de Comunicação e Artes, ECA-USP Universidade de São Paulo Escola de Comunicação e Artes, ECA-USP Qual a USP que queremos: A USP hoje e daqui a 20 anos Estela Damato NUSP 7693618 São Paulo 2014 Introdução Pensar no futuro de uma universidade

Leia mais

1. A IMPORTÂNCIA DOS OBJETIVOS EDUCACIONAIS.

1. A IMPORTÂNCIA DOS OBJETIVOS EDUCACIONAIS. Formulação de Objetivos Educacionais 1. A IMPORTÂNCIA DOS OBJETIVOS EDUCACIONAIS. A prática educativa atua no desenvolvimento individual e social dos indivíduos, proporcionando-lhes os meios de apropriação

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA

ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA Ipezal/Angélica MS Maio de 2012. ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA PROFESSORES RESPONSÁVEIS: ALDO ARARIPE PEIXOTO

Leia mais

Projeto CONDIGITAL Representações Gráficas Guia do Professor

Projeto CONDIGITAL Representações Gráficas Guia do Professor Projeto CONDIGITAL Representações Gráficas Guia do Professor Página 1 de 6 Caro(a) professor(a) Guia do Professor A utilização de jogos e simulações digitais como objetos de aprendizagem tem sido difundida

Leia mais

SIMULADO DO ENEM 2014

SIMULADO DO ENEM 2014 SIMULADO DO ENEM 2014 Para participar do Simulado do Enem 2014 não é necessário agendamento, antes feito pelo professor, para realização das provas. Os alunos participarão de forma independente e de acordo

Leia mais

JOGO DIDÁTICO PERFIL PERIÓDICO: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DA TABELA PERIÓDICA

JOGO DIDÁTICO PERFIL PERIÓDICO: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DA TABELA PERIÓDICA JOGO DIDÁTICO PERFIL PERIÓDICO: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DA TABELA PERIÓDICA Janelene Freire Diniz 1, Fátima Suely de A. Santos 2, Maria Socorro de Queirós 3, Antonio Nóbrega de Sousa 4. 1 Graduando

Leia mais

O Processo de Ensino-Aprendizagem com o uso de Novas Tecnologias. O uso de Softwares no ensino: Aliado ou Vilão?

O Processo de Ensino-Aprendizagem com o uso de Novas Tecnologias. O uso de Softwares no ensino: Aliado ou Vilão? O Processo de Ensino-Aprendizagem com o uso de Novas Tecnologias. O uso de Softwares no ensino: Aliado ou Vilão? Paula Reis de Miranda Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sudeste de Minas

Leia mais

METODOLOGIA PARA O ENSINO DE POTÊNCIAS E RAÍZES QUADRADAS 1

METODOLOGIA PARA O ENSINO DE POTÊNCIAS E RAÍZES QUADRADAS 1 METODOLOGIA PARA O ENSINO DE POTÊNCIAS E RAÍZES QUADRADAS 1 Andressa Leseux 2, Rafael Ferreira Dalmolin 3, Eliane Miotto Kamphorst 4, Carmo Henrique Kamphorst 5, Camila Nicola Boeri Di Domenico 6, Ana

Leia mais

OS DESAFIOS DE TRABALHAR A INTERDISCIPLINARIDADE NA VISÃO DOS PROFESSORES DE UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO NO MUNICÍPIO DE SOBRAL/CE

OS DESAFIOS DE TRABALHAR A INTERDISCIPLINARIDADE NA VISÃO DOS PROFESSORES DE UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO NO MUNICÍPIO DE SOBRAL/CE OS DESAFIOS DE TRABALHAR A INTERDISCIPLINARIDADE NA VISÃO DOS PROFESSORES DE UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO NO MUNICÍPIO DE SOBRAL/CE 1 Maria do Livramento Oliveira Nascimento; Ana Paula Feijão

Leia mais

O currículo do Ensino Religioso: formação do ser humano a partir da diversidade cultural

O currículo do Ensino Religioso: formação do ser humano a partir da diversidade cultural O currículo do Ensino Religioso: formação do ser humano a partir da diversidade cultural Prof. Ms. Henri Luiz Fuchs Pedagogo e teólogo. Professor no Centro Universitário La Salle, Canoas, RS. Integrante

Leia mais

ARTIGO CIENTÍFICO. Metodologia Científica. Graduação Tecnológica. Prof. Éder Clementino dos Santos. Prof. Éder Clementino dos Santos

ARTIGO CIENTÍFICO. Metodologia Científica. Graduação Tecnológica. Prof. Éder Clementino dos Santos. Prof. Éder Clementino dos Santos ARTIGO CIENTÍFICO Metodologia Científica Graduação Tecnológica O conhecimento é público Uma grande descoberta científica não passa a existir apenas por força da autoridade moral ou do talento literário

Leia mais

CRENÇAS DE PROFESSORES E ALUNOS ACERCA DO LIVRO DIDÁTICO DE INGLÊS NO ENSINO FUNDAMENTAL DO 6º AO 9º ANOS DO MUNICÍPIO DE ALTOS PI

CRENÇAS DE PROFESSORES E ALUNOS ACERCA DO LIVRO DIDÁTICO DE INGLÊS NO ENSINO FUNDAMENTAL DO 6º AO 9º ANOS DO MUNICÍPIO DE ALTOS PI CRENÇAS DE PROFESSORES E ALUNOS ACERCA DO LIVRO DIDÁTICO DE INGLÊS NO ENSINO FUNDAMENTAL DO 6º AO 9º ANOS DO MUNICÍPIO DE ALTOS PI Isaura Pereira de Araújo Mesquita Graduanda em Licenciatura em Língua

Leia mais

TÍTULO: A ARTE COMO PROCESSO EDUCATIVO: UM ESTUDO SOBRE A PRÁTICA DO TEATRO NUMA ESCOLA PÚBLICA.

TÍTULO: A ARTE COMO PROCESSO EDUCATIVO: UM ESTUDO SOBRE A PRÁTICA DO TEATRO NUMA ESCOLA PÚBLICA. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: A ARTE COMO PROCESSO EDUCATIVO: UM ESTUDO SOBRE A PRÁTICA DO TEATRO NUMA ESCOLA PÚBLICA. CATEGORIA:

Leia mais

Orientações gerais. Apresentação

Orientações gerais. Apresentação Apresentação O professor no Ensino Fundamental anos iniciais é um profissional polivalente e portanto seu campo de atuação é amplo. Seu dever é aproximar o aluno das quatro áreas do conhecimento: Linguagem

Leia mais

Mestrados Profissionais em Ensino: Características e Necessidades

Mestrados Profissionais em Ensino: Características e Necessidades Mestrados Profissionais em Ensino: Características e Necessidades Carlos Eduardo Aguiar Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Instituto de Física, Universidade Federal do Rio de Janeiro www.if.ufrj.br/~pef/

Leia mais

INTRODUÇÃO... 16 1. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA: REVISÃO DA LITERATURA... 21

INTRODUÇÃO... 16 1. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA: REVISÃO DA LITERATURA... 21 Jacqueline Andréa Furtado de Sousa 15 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 16 Situação problema...18 Justificativa...19 Objetivos da pesquisa...19 Contexto da investigação...20 1. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA: REVISÃO DA LITERATURA...

Leia mais

O profissional da informação e o papel de educador em uma Escola Técnica de Porto Alegre-RS

O profissional da informação e o papel de educador em uma Escola Técnica de Porto Alegre-RS Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) O profissional da informação e o papel de educador em uma Escola Técnica de Porto Alegre-RS Luciane Berto Benedetti (GHC) - lucianeberto@yahoo.com.br Resumo: Relata a experiência

Leia mais

Processo da Entrevista e Coleta de Dados (Semiologia e Semiotécnica)

Processo da Entrevista e Coleta de Dados (Semiologia e Semiotécnica) FACULDADE ALFREDO NASSER INSTITUTO CIÊNCIAS DA SAÚDE - ICS CURSO DE ENFERMAGEM Processo da Entrevista e Coleta de Dados (Semiologia e Semiotécnica) Profª. Alyne Nogueira AGOSTO, 2012 PROCESSO DE ENFERMAGEM

Leia mais

27/3/2013 11:15:32-8º ANO CIRMEN PARA O PORTAL

27/3/2013 11:15:32-8º ANO CIRMEN PARA O PORTAL 27/3/2013 11:15:32-8º ANO CIRMEN PARA O PORTAL 2 I. TEMA GERADOR: A revolução tecno-cultural e suas contradições no mundo contemporâneo II. SUBTEMA - O mundo da comunicação: do corpo ao twitter III. JUSTIFICATIVA

Leia mais

PREPARANDO ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM E PARA O VESTIBULAR

PREPARANDO ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM E PARA O VESTIBULAR PREPARANDO ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM E PARA O VESTIBULAR Diego de Souza Oliveira (Bolsista UEMS)¹; Marco Aparecido Queiroz Duarte (Orientador)² 1 Estudante do curso de Matemática da UEMS, Unidade

Leia mais

LOUSAS DIGITAIS COMO RECURSO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA ESCOLA IDES EM PICUÍ-PB.

LOUSAS DIGITAIS COMO RECURSO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA ESCOLA IDES EM PICUÍ-PB. LOUSAS DIGITAIS COMO RECURSO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA ESCOLA IDES EM PICUÍ-PB. VANESSA SILVA MELO (UEPB) Vanessaagape28@gmail.com SAYONARA RAMOS MARCELINO FERREIRA QUIRINO

Leia mais

Produção de Vídeos Didáticos: Tábua de Galton

Produção de Vídeos Didáticos: Tábua de Galton UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas; IFGW Instituto de Física Gleb Watagin; Relatório Final de F 809, Instrumentação para ensino: Produção de Vídeos Didáticos: Tábua de Galton André de Ávila Acquaviva,

Leia mais

para esta temática que envolvem o enfrentamento ao trabalho infantil tais como o Projeto Escola que Protege.

para esta temática que envolvem o enfrentamento ao trabalho infantil tais como o Projeto Escola que Protege. A Coordenação Geral de Direitos Humanos DEIDHUC/SECAD/MEC tem como uma de suas atribuições fomentar ações de promoção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes. Nesse sentido, considerando a escola

Leia mais

Regulamento Interno Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Artes Visuais - Licenciatura e Bacharelado

Regulamento Interno Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Artes Visuais - Licenciatura e Bacharelado Regulamento Interno Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Artes Visuais - Licenciatura e Bacharelado atualizado em 03/2013 1. Apresentação Este regulamento normatiza as atividades de elaboração do Trabalho

Leia mais

TRABALHANDO AS RELAÇÕES DO TEOREMA DE PITÁGORAS NO SOFTWARE GEOGEBRA. Palavras-chave: Teorema de Pitágoras; Matemática; Geogebra.

TRABALHANDO AS RELAÇÕES DO TEOREMA DE PITÁGORAS NO SOFTWARE GEOGEBRA. Palavras-chave: Teorema de Pitágoras; Matemática; Geogebra. TRABALHANDO AS RELAÇÕES DO TEOREMA DE PITÁGORAS NO SOFTWARE GEOGEBRA Josislei de Passos Vieira josisleipassos@gmail.com Liliane Martinez Antonow Liliane.martinez@ifsudestemg.edu.br Instituto Federal de

Leia mais

TÍTULO: APROFUNDAMENTO EM MATEMÁTICA PARA ALUNOS DAS SÉRIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

TÍTULO: APROFUNDAMENTO EM MATEMÁTICA PARA ALUNOS DAS SÉRIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL VLADIMIR THIENGO PROJETO DE DEDICAÇÃO EXCLUSIVA TÍTULO: APROFUNDAMENTO EM MATEMÁTICA PARA ALUNOS DAS SÉRIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rio de Janeiro/2014 SUMÁRIO Público Alvo O projeto atende a uma

Leia mais

PRODUÇÃO CIENTÍFICA DOS PESQUISADORES DA UEL, NA ÁREA DE AGRONOMIA: TRABALHOS PUBLICADOS EM EVENTOS DE 2004 A 2008.

PRODUÇÃO CIENTÍFICA DOS PESQUISADORES DA UEL, NA ÁREA DE AGRONOMIA: TRABALHOS PUBLICADOS EM EVENTOS DE 2004 A 2008. PRODUÇÃO CIENTÍFICA DOS PESQUISADORES DA UEL, NA ÁREA DE AGRONOMIA: TRABALHOS PUBLICADOS EM EVENTOS DE 2004 A 2008. Karina de Oliveira Pinho (PIBIC/ UEL), Ana Esmeralda Carelli (Orientador), e-mail: carelliana@uel.br

Leia mais

Trabalho 001- Estratégias oficiais de reorientação da formação profissional em saúde: contribuições ao debate. 1.Introdução

Trabalho 001- Estratégias oficiais de reorientação da formação profissional em saúde: contribuições ao debate. 1.Introdução Trabalho 001- Estratégias oficiais de reorientação da formação profissional em saúde: contribuições ao debate. 1.Introdução As pesquisas e os investimentos que influenciaram as mudanças nas propostas para

Leia mais

Parcerias Digitais e a formação de professores de Língua Portuguesa: um estudo à luz da Teoria da Atividade. Simone da Costa Lima CPII/UFRJ

Parcerias Digitais e a formação de professores de Língua Portuguesa: um estudo à luz da Teoria da Atividade. Simone da Costa Lima CPII/UFRJ Parcerias Digitais e a formação de professores de Língua Portuguesa: um estudo à luz da Teoria da Atividade Simone da Costa Lima CPII/UFRJ 1. Introdução Pesquisa de cunho etnográfico e natureza colaborativa

Leia mais

SOFTWARE PARA O ENSINO DE POLINÔMIO

SOFTWARE PARA O ENSINO DE POLINÔMIO SOFTWARE PARA O ENSINO DE POLINÔMIO Fábio José da Costa Alves fjcalves@yahoo.com.br Lainy Bezerra Moraes moraeslb@hotmail.com Tássia Cristina da Silva Pinheiro tassia.pinheiro@hotmail.com Resumo: Neste

Leia mais

O LIVRO DIDÁTICO DE GEOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL: PROPOSTA DE CRITÉRIOS PARA ANÁLISE DO CONTEÚDO GEOGRAFIA FÍSICA DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

O LIVRO DIDÁTICO DE GEOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL: PROPOSTA DE CRITÉRIOS PARA ANÁLISE DO CONTEÚDO GEOGRAFIA FÍSICA DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO O LIVRO DIDÁTICO DE GEOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL: PROPOSTA DE CRITÉRIOS PARA ANÁLISE DO CONTEÚDO GEOGRAFIA FÍSICA DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO ALVES, Joselma Ferreira Universidade Estadual da Paraíba Joselmaferreira133@hotmail.com

Leia mais

Avaliação da aprendizagem

Avaliação da aprendizagem Delarim Martins Gomes Avaliação da aprendizagem delarim@hotmail.com aval iaç ão Introdução verificação que objetiva determinar a competência, o progresso etc. de um profissional, aluno etc. (HOUAISS) Estabelecer

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1. QUANTO AO FORMATO 1.1 Espacejamento Papel branco, formato A4 (21 cm x 29,7 cm), impressões com tinta preta (com exceção das ilustrações) e o texto deve ser digitado no

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO. APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres)

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO MANUAL DO ALUNO. APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres) INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO: MANUAL DO ALUNO APS - ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (8º/7º semestres) SDE SIMULAÇÃO DE ESTRATÉGIA DISCIPLINA-ÂNCORA GESTÃO MERCADOLÓGICA SÃO PAULO

Leia mais

Formação Continuada do Professor de Matemática: um caminho possível

Formação Continuada do Professor de Matemática: um caminho possível Formação Continuada do Professor de Matemática: um caminho possível Ana Lúcia dos Santos CABRAL Instituto de Matemática e Estatística; analucia.mat@hotmail.com José Pedro Machado RIBEIRO Instituto de Matemática

Leia mais

O USO DE MATERIAIS CONCRETOS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA A ALUNOS PORTADORES DE NECESSIDADES VISUAIS E AUDITIVAS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA

O USO DE MATERIAIS CONCRETOS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA A ALUNOS PORTADORES DE NECESSIDADES VISUAIS E AUDITIVAS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA ISSN 2316-7785 O USO DE MATERIAIS CONCRETOS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA A ALUNOS PORTADORES DE NECESSIDADES VISUAIS E AUDITIVAS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA Alexandre da Silva Universidade Regional Integrado

Leia mais

Metodologias de Ensino para a Melhoria do Aprendizado

Metodologias de Ensino para a Melhoria do Aprendizado Metodologias de Ensino para a Melhoria do Aprendizado Victor Ulisses Pugliese viktao@msn.com IFSP Eduardo Noboru Sasaki ensasaki@uol.com.br IFSP Resumo:O projeto tem por objetivo a pesquisa e o estudo

Leia mais

PROFISSÕES A ESCOLHA CERTA

PROFISSÕES A ESCOLHA CERTA PROFISSÕES A ESCOLHA CERTA Sala 15 Temas Diversificados EM Integral E.E. PROFESSOR MILTON DA SILVA RODRIGUES Professores Apresentadores: CLEONICE PAES DE BARROS CLAUDIO ROMUALDO Realização: Justificativa

Leia mais

Estudo de um caso real de migração de banco de dados de sistemas transacionais para Data Warehouse

Estudo de um caso real de migração de banco de dados de sistemas transacionais para Data Warehouse Universidade Regional de Blumenau Centro de Ciências Exatas e Naturais Bacharelado em Ciências da Computação Trabalho de Conclusão de Curso Estudo de um caso real de migração de banco de dados de sistemas

Leia mais

REDE INTERNACIONAL VIRTUAL DE EDUCAÇÃO RIVED/MEC

REDE INTERNACIONAL VIRTUAL DE EDUCAÇÃO RIVED/MEC REDE INTERNACIONAL VIRTUAL DE EDUCAÇÃO RIVED/MEC Resumo: O RIVED tem propósito de melhorar o ensino de Ciências e Matemática no ensino médio aproveitando o potencial das tecnologias de Informática e da

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS MODELOS DIDÁTICOS NO ENSINO DE CIÊNCIAS DA ESCOLA MUNICIPAL CASSIMIRO GOMES CORONEL EZEQUIEL/RN

AVALIAÇÃO DOS MODELOS DIDÁTICOS NO ENSINO DE CIÊNCIAS DA ESCOLA MUNICIPAL CASSIMIRO GOMES CORONEL EZEQUIEL/RN AVALIAÇÃO DOS MODELOS DIDÁTICOS NO ENSINO DE CIÊNCIAS DA ESCOLA MUNICIPAL CASSIMIRO GOMES CORONEL EZEQUIEL/RN Maíris Sousa Pereira; Kaline da Fônseca Melo; Aline Katiane da Silva Freire; Igor Luíz Vieira

Leia mais

Formas e Fontes de Energia -Energia Solar-

Formas e Fontes de Energia -Energia Solar- FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS FUNDAÇÃO CECIERJ / CONSÓRCIO CEDERJ PROFESSOR/CURSISTA: Ranling Carvalho de Medeiros COLÉGIO: TUTOR (A): SÉRIE: 9º ano 3º BIMESTRE / 2012 Formas

Leia mais

Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira, Edilson Araujo do Nascimento, Emerson, Glaucia, Luciene Maria da Silva Oliveira

Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira, Edilson Araujo do Nascimento, Emerson, Glaucia, Luciene Maria da Silva Oliveira 1. NOME OU TÍTULO DO PROJETO: Conhecendo minha cidade 2. DADOS DE IDENTIFICAÇAO Área ou Disciplina de Origem: Matemática Professor coordenador: Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira,

Leia mais

1.1. Definição do Problema

1.1. Definição do Problema 13 1 Introdução Uma das principais preocupações de área de engenharia de software diz respeito à reutilização [1]. Isso porque a reutilização no contexto de desenvolvimetno de software pode contribuir

Leia mais

SUGESTÕES PARA INTERVENÇÕES PEDAGÓGICAS ORIENTADAS PELOS DADOS DO GEEKIE TESTE APRENDA+

SUGESTÕES PARA INTERVENÇÕES PEDAGÓGICAS ORIENTADAS PELOS DADOS DO GEEKIE TESTE APRENDA+ SUGESTÕES PARA INTERVENÇÕES PEDAGÓGICAS ORIENTADAS PELOS DADOS DO GEEKIE TESTE APRENDA+ Passo a Passo 1 COMPREENDENDO OS RESULTADOS 1) Professores e coordenadores fazem a leitura individual dos dados gerais

Leia mais

Possibilidades da EAD na formação continuada de professores centrada no protagonismo docente. Janeiro, 2014

Possibilidades da EAD na formação continuada de professores centrada no protagonismo docente. Janeiro, 2014 Possibilidades da EAD na formação continuada de professores centrada no protagonismo docente Janeiro, 2014 Questão Central Que possibilidades a EAD fornece para o aperfeiçoamento das ações de formação

Leia mais

PLANO DE AÇÃO - EQUIPE PEDAGÓGICA

PLANO DE AÇÃO - EQUIPE PEDAGÓGICA PLANO DE AÇÃO - EQUIPE PEDAGÓGICA JUSTIFICATIVA O ato de planejar faz parte da história do ser humano, pois o desejo de transformar sonhos em realidade objetiva é uma preocupação marcante de toda pessoa.

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA O objetivo desse roteiro é orientar os estudantes de Estatística para a realização do trabalho proposto conforme previsto no plano de ensino da disciplina.

Leia mais

Seminário 2: Análise de livros didáticos de Física para o Ensino Médio

Seminário 2: Análise de livros didáticos de Física para o Ensino Médio Propostas e Projetos para o Ensino de Física Prof. Anne L. Scarinci Seminário 2: Análise de livros didáticos de Física para o Ensino Médio Henrique Gallo Jairo Mendes Marcos Teruo Ronaldo Belizário 2001

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA SUBMISSÃO DE PROPOSTA DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO NO SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (SUAP)

ORIENTAÇÕES PARA SUBMISSÃO DE PROPOSTA DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO NO SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (SUAP) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB Pró-reitoria de Extensão - PROEXT Coordenação de Registro e Gerenciamento de Projetos Msc. Polyana de Brito Januário ORIENTAÇÕES PARA

Leia mais