Cabe contra decisões dos juízos de primeira instância e também dos de segunda instância.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cabe contra decisões dos juízos de primeira instância e também dos de segunda instância."

Transcrição

1 2. AGRAVO 2.1. Conceito É o recurso cabível contra decisões interlocutórias, isto é, aquelas que têm conteúdo decisório, porém não implicam em qualquer situação prevista nos artigos 267 ou 269 do CPC. Tais decisões estarão presentes nos processos de conhecimento, execução e cautelares. Essas decisões são atos do juiz regulados pelo artigo 162, 2º, CPC. Art Os atos do juiz consistirão em sentenças, decisões interlocutórias e despachos. 2º - Decisão interlocutória é o ato pelo qual o juiz, no curso do processo, resolve questão incidente. Cabe contra decisões dos juízos de primeira instância e também dos de segunda instância Modalidades Existem 2 modalidades de agravo, previstas no CPC. Agravo Retido Instrumento ** Agravos regimentais figuras presentes nos Regimentos Internos dos Tribunais e, por não terem denominação própria, são assim conhecidos. São normalmente utilizadas para combater decisões tomadas individualmente pelo relator do recurso Cabimento Art Das decisões interlocutórias caberá agravo, no prazo de 10 (dez) dias, na forma retida, salvo quando se tratar de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de difícil reparação, bem como nos casos de inadmissão da apelação e nos relativos aos efeitos em que a apelação é recebida, quando será admitida a sua interposição por instrumento. Agravo RETIDO É a regra do CPC. Agravo de INSTRUMENTO Apenas em situações excepcionais. Art. 527, II, CPC Conversão em agravo retido. A conversão cabe ao relator, em qualquer momento. PRAZO = 10 dias 2.4. Requisitos Além dos requisitos do cabimento, não há outras condições especiais, apenas a legitimidade e o interesse no recurso. Prazos Regra: 10 dias Decisões em audiência: agravo retido, oral e imediatamente. Agravos regimentais: 5 dias 1

2 Preparo Retido: não tem preparo Instrumento: tem preparo Regimental: não tem preparo O agravo deve vir acompanhado das razões sob pena de preclusão consumativa AGRAVO RETIDO Introdução É aquele agravo feito e que fica preso ao processo, no momento em que foi apresentado, possibilitando ao juiz exercer a retratação que a lei lhe autoriza. No mais, ficará aguardando um momento posterior para ser julgado definitivamente. Esse momento posterior é o do artigo 523, caput, do CPC. Art Na modalidade de agravo retido o agravante requererá que o tribunal dele conheça, preliminarmente, por ocasião do julgamento da apelação. É interposto nos próprios autos e não gera a formação de apenso, ficando pendente até o momento da interposição da apelação, quando será preliminarmente julgado Processamento Processa-se nos mesmos autos. Portanto, não há traslado de peças, nem formação de apenso. Apresentado por meio de petição escrita, acompanhada das razões recursais. Decisões proferidas em audiência: agravo oral e imediato, também com razões. As contrarrazões também devem ser apresentadas oralmente e na audiência. Artigo 523, 1º, CPC condição para que o tribunal examine o agravo. RETRATAÇÃO NO AGRAVO. A retratação se fará, pelo juiz, no prazo de 5 dias. Após a retratação surgirá a sucumbência para a outra parte que, agora, poderá interpor novo agravo retido, seguindo-se os mesmos trâmites do primeiro AGRAVO DE INSTRUMENTO Introdução É dirigido a órgão diverso daquele que proferiu decisão, para ser apreciado desde logo. É interposto diretamente ao juízo ad quem ou por meio do protocolo integrado. É incumbência da parte a formação do instrumento, anexando as peças de natureza obrigatória e também as que entender necessárias Processamento a) Interposição Segundo o artigo 524, do CPC, a interposição só se dá por petição, ficando totalmente afastada a possibilidade de interposição oral. 2

3 Art O agravo de instrumento será dirigido diretamente ao tribunal competente, através de petição com os seguintes requisitos: I - a exposição do fato e do direito; II - as razões do pedido de reforma da decisão; III - o nome e o endereço completo dos advogados, constantes do processo. Deve estar acompanhado das peças de natureza obrigatória, sob pena de não ser conhecido. Art A petição de agravo de instrumento será instruída: I - obrigatoriamente, com cópias da decisão agravada, da certidão da respectiva intimação e das procurações outorgadas aos advogados do agravante e do agravado; II - facultativamente, com outras peças que o agravante entender úteis. b) Processamento no Tribunal Deve ser realizado o protocolo (distribuição) no Tribunal, no horário de expediente. Após a distribuição, surge ao agravante a incumbência do artigo 526, CPC. Art O agravante, no prazo de 3 (três) dias, requererá juntada, aos autos do processo de cópia da petição do agravo de instrumento e do comprovante de sua interposição, assim como a relação dos documentos que instruíram o recurso. Parágrafo único. O não cumprimento do disposto neste artigo, desde que argüido e provado pelo agravado, importa inadmissibilidade do agravo. A finalidade do artigo 526, CPC é possibilitar ao juízo recorrido exercer o juízo de retratação que lhe é admitido. Uma vez recebido o agravo, ele será entregue a um relator que, adotará uma das situações previstas no artigo 527 do CPC. Art Recebido o agravo de instrumento no tribunal, e distribuído incontinenti, o relator: (Redação dada pela Lei nº , de 2001) I - negar-lhe-á seguimento, liminarmente, nos casos do art. 557; II - converterá o agravo de instrumento em agravo retido, salvo quando se tratar de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de difícil reparação, bem como nos casos de inadmissão da apelação e nos relativos aos efeitos em que a apelação é recebida, mandando remeter os autos ao juiz da causa; III poderá atribuir efeito suspensivo ao recurso (art. 558), ou deferir, em antecipação de tutela, total ou parcialmente, a pretensão recursal, comunicando ao juiz sua decisão; IV poderá requisitar informações ao juiz da causa, que as prestará no prazo de 10 (dez) dias; V - mandará intimar o agravado, na mesma oportunidade, por ofício dirigido ao seu advogado, sob registro e com aviso de recebimento, para que responda no prazo de 10 (dez) dias (art. 525, 2o), facultando-lhe juntar a documentação que entender conveniente, sendo que, nas comarcas sede de tribunal e naquelas em que o expediente forense for divulgado no diário oficial, a intimação far-se-á mediante publicação no órgão oficial; VI - ultimadas as providências referidas nos incisos III a V do caput deste artigo, mandará ouvir o Ministério Público, se for o caso, para que se pronuncie no prazo de 10 (dez) dias. Parágrafo único. A decisão liminar, proferida nos casos dos incisos II e III do caput deste artigo, 3

4 somente é passível de reforma no momento do julgamento do agravo, salvo se o próprio relator a reconsiderar. Art Em prazo não superior a 30 (trinta) dias da intimação do agravado, o relator pedirá dia para julgamento. c) Juízo de Retratação Uma qualidade de todos os agravos, independentemente da forma de interposição, é proporcionar ao juízo a quo retratar-se de sua decisão. Ao agravo de instrumento não há rigor quanto ao prazo para o juízo de retratação, podendo ele ser feito até o julgamento do recurso. mesmo o juízo a quo tendo prestado informações dizendo que manteria a decisão, poderá ele posteriormente se retratar, desde que antes do julgamento do agravo pelo tribunal. Espécies de Retratação TOTAL: Se a retratação for total, o agravo de instrumento perderá o objeto e o Tribunal não poderá mais apreciá-lo. PARCIAL: O agravo ainda será processado, porém com o conhecimento do Tribunal de que parte da decisão foi reconsiderada. É necessário ouvir o agravado antes da retratação? Por simetria com o agravo retido, a doutrina se posiciona no sentido de que é necessário ouvir o agravado antes de se possibilitar a retratação, conforme artigo 523, 2º, CPC Agravo de Instrumento contra decisão denegatória de seguimento de recurso especial ou extraordinário. O Recurso Especial (REsp) e o Recurso Extraordinário (RExt) são interpostos perante o Tribunal de origem, que analisará os requisitos de admissibilidade. Sendo admitidos, não caberá recurso. Porém, se não forem admitidos caberá agravo de instrumento ao STJ ou STF no prazo de 10 dias, na forma do artigo 544 do CPC. Art Não admitido o recurso extraordinário ou o recurso especial, caberá agravo de instrumento, no prazo de 10 (dez) dias, para o Supremo Tribunal Federal ou para o Superior Tribunal de Justiça, conforme o caso. 1º - O agravo de instrumento será instruído com as peças apresentadas pelas partes, devendo constar obrigatoriamente, sob pena de não conhecimento, cópias do acórdão recorrido, da certidão da respectiva intimação, da petição de interposição do recurso denegado, das contra-razões, da decisão agravada, da certidão da respectiva intimação e das procurações outorgadas aos advogados do agravante e do agravado. As cópias das peças do processo poderão ser declaradas autênticas pelo próprio advogado, sob sua responsabilidade pessoal. 2º - A petição de agravo será dirigida à presidência do tribunal de origem, não dependendo do pagamento de custas e despesas postais. O agravado será intimado, de imediato, para no prazo de 10 (dez) dias oferecer resposta, podendo instruí-la com cópias das peças que entender conveniente. Em seguida, subirá o agravo ao tribunal superior, onde será processado na forma regimental. 4

5 3º - Poderá o relator, se o acórdão recorrido estiver em confronto com a súmula ou jurisprudência dominante do Superior Tribunal de Justiça, conhecer do agravo para dar provimento ao próprio recurso especial; poderá ainda, se o instrumento contiver os elementos necessários ao julgamento do mérito, determinar sua conversão, observando-se, daí em diante, o procedimento relativo ao recurso especial. 4º - O disposto no parágrafo anterior aplica-se também ao agravo de instrumento contra denegação de recurso extraordinário, salvo quando, na mesma causa, houver recurso especial admitido e que deva ser julgado em primeiro lugar. 5

Conceito: Efeitos são as conseqüências jurídicas que resultam, para o processo, da interposição do recurso.

Conceito: Efeitos são as conseqüências jurídicas que resultam, para o processo, da interposição do recurso. 7. EFEITOS DOS RECURSOS 7.1. Introdução Conceito: Efeitos são as conseqüências jurídicas que resultam, para o processo, da interposição do recurso. Há 2 efeitos tradicionais: Devolutivo. Suspensivo. Outros

Leia mais

AULA 8 31/03/11 O RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL

AULA 8 31/03/11 O RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL AULA 8 31/03/11 O RECURSO ORDINÁRIO CONSTITUCIONAL 1 O CONCEITO Alcunha-se de ordinário todo e qualquer recurso que se processa nas vias ordinárias, que são, senão, aquelas que excetuam o Supremo Tribunal

Leia mais

SEÇÃO II Do Recurso Ordinário em Mandado de Segurança

SEÇÃO II Do Recurso Ordinário em Mandado de Segurança Art. 242. Dirigida ao Presidente, será a petição distribuída, quando possível, a um relator que não haja participado do julgamento objeto da revisão. 1º O relator poderá determinar que se apensem os autos

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA OFICINA DO NOVO CPC AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO E EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA OFICINA DO NOVO CPC AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO E EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA OFICINA DO NOVO CPC AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL E EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO E EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA A palavra agravo significa prejuízo; dano sofrido; ofensa que se faz a alguém; afronta. O termo agravo

Leia mais

AULA 5 10/03/11 O AGRAVO

AULA 5 10/03/11 O AGRAVO AULA 5 10/03/11 O AGRAVO 1 O CONCEITO O agravo é o recurso competente para a impugnação de decisão interlocutória. A decisão interlocutória é o ato processual do juiz que tem cunho decisório, mas que não

Leia mais

PONTO 1: Recursos em Espécie: - Embargos de Declaração - Agravo - Apelação - Embargos Infringentes - Recurso Extraordinário e Recurso Especial

PONTO 1: Recursos em Espécie: - Embargos de Declaração - Agravo - Apelação - Embargos Infringentes - Recurso Extraordinário e Recurso Especial 1 DIREITO PROCESSUAL CIVIL PONTO 1: Recursos em Espécie: - Embargos de Declaração - Agravo - Apelação - Embargos Infringentes - Recurso Extraordinário e Recurso Especial 1. Recursos em Espécie: EMBARGOS

Leia mais

PROVIMENTO CGJ Nº 09 / 2015

PROVIMENTO CGJ Nº 09 / 2015 PROVIMENTO CGJ Nº 09 / 2015 Dispõe sobre a atualização da Consolidação Normativa da Corregedoria Geral da Justiça - Parte Judicial, ante a vigência do novo Código de Processo Civil (Lei nº 13.105/2015).

Leia mais

Agravo de Instrumento N. 2007.002.12900 - C

Agravo de Instrumento N. 2007.002.12900 - C TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº.: 2007.002.08034 AGRAVANTE: ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVADO: ICOLUB INDÚSTRIA DE LUBRIFICANTES S/A RELATOR:

Leia mais

COMENTÁRIOS ACERCA DO XX EXAME DE ORDEM OAB/FGV SEGUNDA FASE DIREITO CIVIL PROFESSORA RAQUEL BUENO

COMENTÁRIOS ACERCA DO XX EXAME DE ORDEM OAB/FGV SEGUNDA FASE DIREITO CIVIL PROFESSORA RAQUEL BUENO COMENTÁRIOS ACERCA DO XX EXAME DE ORDEM OAB/FGV SEGUNDA FASE DIREITO CIVIL PROFESSORA RAQUEL BUENO PEÇA PRÁTICO PROFISSIONAL EIS QUE COBRARAM UM AGRAVO DE INSTRUMENTO COM PEDIDO DE TUTELA ANTECPADA RECURSAL!!!!!

Leia mais

Sumário. Prefácio, xv

Sumário. Prefácio, xv Prefácio, xv 1 2 Recursos, 1 1 Conceito, 1 2 Natureza jurídica do recurso, 2 3 Atos sujeitos a recurso, 2 4 Princípios gerais dos recursos, 3 5 Recursos previstos no CPC, 3 5.1 Apelação, 4 5.2 Embargos

Leia mais

INOVAÇÕES NO PROCESSO CIVIL EM MATÉRIA RECURSAL. CONSIDERAÇÕES SOBRE A LEI N 10.352/01

INOVAÇÕES NO PROCESSO CIVIL EM MATÉRIA RECURSAL. CONSIDERAÇÕES SOBRE A LEI N 10.352/01 INOVAÇÕES NO PROCESSO CIVIL EM MATÉRIA RECURSAL. CONSIDERAÇÕES SOBRE A LEI N 10.352/01 FRANCISCO DE QUEIROZ BEZERRA CAVALCANTI Professor Titular de Direito Administrativo da Faculdade de Direito da UFPE.

Leia mais

Art Cabe agravo de instrumento contra as decisões interlocutórias que versarem sobre:

Art Cabe agravo de instrumento contra as decisões interlocutórias que versarem sobre: PUC-GOIÁS PRÁTICA JURÍDICA IV AS TURMA A01-2017-2 Professora: Leônia Machado Pimenta Bueno AGRAVOS - ORIENTAÇÕES No CPC/1973, existiam quatro agravos: agravo de instrumento, agravo retido, agravo regimental

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.478 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 84-36.2016.6.00.0000 CLASSE 26 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº 23.478 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 84-36.2016.6.00.0000 CLASSE 26 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.478 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 84-36.2016.6.00.0000 CLASSE 26 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Dias Toffoli Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Estabelece diretrizes gerais

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão nº 25 INTEGRAÇÃO SAJ/SG X SAJ/PG

Procedimento Operacional Padrão nº 25 INTEGRAÇÃO SAJ/SG X SAJ/PG 1 Sumário INTRODUÇÃO... 2 1. RECURSO ELETRÔNICO... 2 1.1. Envio de Recurso Eletrônico... 2 1.2. Recebimento de Recurso Eletrônico... 4 2. DECLÍNIO DE COMPETÊNCIA... 4 2.1. Recebimento de Declínio de Competência

Leia mais

O AGRAVO CONTRA AS DECISÕES DE PRIMEIRO GRAU

O AGRAVO CONTRA AS DECISÕES DE PRIMEIRO GRAU O AGRAVO CONTRA AS DECISÕES DE PRIMEIRO GRAU Saulo Sarti Pós-graduado em Direito Processual Civil pela ABDPC- Academia Brasileira de Direito Processual Civil Especialista em Processo Civil pela Pontifícia

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PONTO 1: Embargos de Declaração continuação PONTO 2: Recurso Ordinário PONTO 3: Recurso Adesivo PONTO 4: Agravo de instrumento PONTO 5: Recurso de Revista PONTO 6: Embargos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 24ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 24ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO Registro: 2012.0000352134 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0059371-75.2012.8.26.0000, da Comarca de São José dos Campos, em que é agravante LUIZ ARAUJO SIQUEIRA,

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 7ª CÂMARA CRIMINAL

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 7ª CÂMARA CRIMINAL Recurso de Apelação nº 0051769-88.2013.8.19.0001 Apelante: Confederação Brasileira de Futebol Apelado 1: Marco Antonio Teixeira Apelado 2: Ministério Público Origem: Juízo de Direito da 27ª Vara Criminal

Leia mais

Art. 267. Extingue-se o processo, sem resolução de mérito:(redação dada pela Lei nº 11.232, de 2005) V -quando o juiz acolher a alegação de

Art. 267. Extingue-se o processo, sem resolução de mérito:(redação dada pela Lei nº 11.232, de 2005) V -quando o juiz acolher a alegação de 1. (OAB 136) De acordo com o Código de Processo Civil (CPC), extingue-se o processo sem resolução de mérito quando A) o juiz reconhece a prescrição ou a decadência. B) as partes transigem. C) o autor renuncia

Leia mais

PROCESSO Nº TST-AIRR-11100-71.2008.5.24.0003. A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/mafl/ma/drs

PROCESSO Nº TST-AIRR-11100-71.2008.5.24.0003. A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/mafl/ma/drs A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/mafl/ma/drs AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA - JUÍZO DE ADMISSIBILIDADE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO - USURPAÇÃO DE COMPETÊNCIA. Nos termos do art. 896, 1º, da

Leia mais

A DESBUROCRATIZAÇÃO DO PROCESSO CIVIL *

A DESBUROCRATIZAÇÃO DO PROCESSO CIVIL * A DESBUROCRATIZAÇÃO DO PROCESSO CIVIL * SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA** Ministro do Superior Tribunal de Justiça ATHOS GUSMÃO CARNEIRO*** Ministro do Superior Tribunal de Justiça JUSTIFICATIVA Excetuando-se

Leia mais

RESOLUÇÃO TCE/MA Nº 214, DE 30 DE ABRIL DE 2014.

RESOLUÇÃO TCE/MA Nº 214, DE 30 DE ABRIL DE 2014. RESOLUÇÃO TCE/MA Nº 214, DE 30 DE ABRIL DE 2014. Dispõe sobre os procedimentos de acompanhamento, controle e registro das decisões que resultem em sanção a ser aplicada pelo Tribunal de Contas do Estado

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PONTO 1: Recursos Visão Geral PONTO 2: Efeitos dos Recursos Trabalhistas PONTO 3: Pressupostos Recursais PONTO 4: Recursos em Espécie - Embargos de Declaração. 1. Recursos

Leia mais

Juizados Especiais Cíveis

Juizados Especiais Cíveis Juizados Especiais Cíveis Juiz de Direito/RS 1) O que é Juizado Especial Cível? É uma justiça mais célere, informal, totalmente gratuita, destinada a julgar as causas de menor complexidade. São aquelas

Leia mais

RELATÓRIO DE AÇÕES TRABALHISTAS AJUIZADAS PELO SINDADOS/MG CONTRA A PRODEMGE

RELATÓRIO DE AÇÕES TRABALHISTAS AJUIZADAS PELO SINDADOS/MG CONTRA A PRODEMGE RELATÓRIO DE AÇÕES TRABALHISTAS AJUIZADAS PELO SINDADOS/MG CONTRA A PRODEMGE Processo nº 0000809-32.2011.5.03.0022 Distribuído em 05/05/2011, refere-se ao pleito das quantias devidas em razão da Participação

Leia mais

Provimento do recurso. A C Ó R D Ã O

Provimento do recurso. A C Ó R D Ã O SEXTA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0038589-37.2015.8.19.0000 AGRAVANTE: RONALDO RAMOS DE MELLO AGRAVADO: PAULO PIRES DE OLIVEIRA RELATOR: DES. BENEDICTO ABICAIR AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO POPULAR

Leia mais

1. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO.

1. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. 1. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. Embargar significa paralisar, interromper, criar um obstáculo, impedir o curso normal. No processo, com os embargos impede-se o trânsito em julgado da decisão. Trata-se da criação

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Nº 794/2013 - PGGB MANDADO DE SEGURANÇA Nº 31706/DF IMPTE : M. ALMEIDA XAVIER MATERIAL DE CONSTRUÇÃO EM GERAL IMPDO : PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE

Leia mais

O agravo de instrumento no novo CPC

O agravo de instrumento no novo CPC O agravo de instrumento no novo CPC Advogado; GILBERTO GOMES BRUSCHI Mestre e Doutor em Processo Civil pela PUC/SP; Sócio efetivo do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP); Membro do Centro

Leia mais

Peça 1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA... REGIÃO

Peça 1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA... REGIÃO Observação: os espaços entre os tópicos das peças têm a única função de facilitar a visualização. Ressalte-se que não aconselhamos pular linhas no exame. Peça 1 Certa empresa é condenada, por decisão de

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível Agravo de Instrumento: 0007803-44.2014.8.19.0000 Agravante: JOAQUIM FERNANDO DE MATTOS FONSECA Advogado: Dr. Renato Salles Areas Agravada: EMDA ADMINISTRAÇÃO DE BENS LTDA Advogado: Ronaldo Maciel Figueiredo

Leia mais

Audiência de Instrução e Julgamento. Prof. Rafael Menezes

Audiência de Instrução e Julgamento. Prof. Rafael Menezes Audiência de Instrução e Julgamento Prof. Rafael Menezes Contexto (ato complexo e misto) Ao final da fase ordinatória (art. 331,?2) o juiz, se for o caso designará dia para realização da Audiência de Instrução

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Um Novo Modelo

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Um Novo Modelo AGRAVO DE INSTRUMENTO: Um Novo Modelo SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA* Ministro do Superior Tribunal de Justiça, Juiz do Tribunal. Alçada de Minas Gerais e Diretor da Rev. de Julgados do TAMG 1.CONSIDERAÇÕES

Leia mais

URGÊNCIA DIANTE DOS RECURSOS ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO (medida cautelar e tutela antecipatória)

URGÊNCIA DIANTE DOS RECURSOS ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO (medida cautelar e tutela antecipatória) URGÊNCIA DIANTE DOS RECURSOS ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO (medida cautelar e tutela antecipatória) Luiz Guilherme Marinoni Professor Titular de Direito Processual Civil da UFPR. Advogado em Curitiba, Porto

Leia mais

FÉRIAS E FERIADOS EXCETO PREVISÃO LEGAL FINALIDADE DO ATO DA PUBLICIDADE DOS ATOS PROCESSUAIS. OBRIGATORIEDADE DO USO DO VERNÁCULO CPC 156 e 157

FÉRIAS E FERIADOS EXCETO PREVISÃO LEGAL FINALIDADE DO ATO DA PUBLICIDADE DOS ATOS PROCESSUAIS. OBRIGATORIEDADE DO USO DO VERNÁCULO CPC 156 e 157 DOS ATOS PROCESSUAIS DA FORMA DOS ATOS PROCESSUAIS NÃO DEPENDE DE FORMA DETERMINADA EXCETO PREVISÃO LEGAL FINALIDADE DO ATO DA PUBLICIDADE DOS ATOS PROCESSUAIS Art 155 CPC VIA DE REGRA SÃO PÚBLICOS SEGREDO

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS 1- Como proceder com relação aos Mandados de Segurança?... 2 2- É possível distribuir um feito sem recolher custas iniciais?... 2 3- É necessário recolher custas referentes

Leia mais

RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. EMBARGOS - AÇÃO (Embargos à Execução ou Embargos de Terceiros)

RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. EMBARGOS - AÇÃO (Embargos à Execução ou Embargos de Terceiros) RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EMBARGOS - AÇÃO (Embargos à Execução ou Embargos de Terceiros) - RECURSO (Embargos Infringentes, Embargos de Declaração ou Embargos de Divergência). No atual sistema recursal

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO JOSÉ ARNALDO DA FONSECA RECORRENTE : UNIÃO RECORRIDO : ARLINDO BARROS DE AGUIAR JÚNIOR E OUTROS ADVOGADO : SELENE WANDERLEY EMERENCIANO EMENTA PROCESSUAL CIVIL. PROCURAÇÃO. PRÁTICA DE

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de SE AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de MM. 01ª VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ - PR, sendo Agravante CEJEN ENGENHARIA LTDA. e Agravado DIRCEU MARINHO PINHEIRO.

Leia mais

Peças de Agravo de Instrumento e Declaração Expressa de sua Autenticidade

Peças de Agravo de Instrumento e Declaração Expressa de sua Autenticidade Peças de Agravo de Instrumento e Declaração Expressa de sua Autenticidade (Transcrições) (v. Informativo 357) Informativo STF 363 27/09 a 03/10/04 Peças de Agravo de Instrumento e Declaração Expressa de

Leia mais

COMUNICADO nº 11/2013, da SUBPROCURADORIA GERAL DO ESTADO DA ÁREA DO CONTENCIOSO GERAL

COMUNICADO nº 11/2013, da SUBPROCURADORIA GERAL DO ESTADO DA ÁREA DO CONTENCIOSO GERAL COMUNICADO nº 11/2013, da SUBPROCURADORIA GERAL DO ESTADO DA ÁREA DO CONTENCIOSO GERAL Orienta a atuação nas ações em que se pleiteia medicamento não registrado pela ANVISA O Subprocurador Geral do Estado

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 10 PROFª KILMA GALINDO

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 10 PROFª KILMA GALINDO CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 10 PROFª KILMA GALINDO VÍCIO DE INCONSTITUCIONALIDADE VÍCIO FORMAL Lei ou ato normativo com vício em seu processo de formação (processo legislativo ou competência);

Leia mais

PROVA DE AFERIÇÃO (RNE) Teórica

PROVA DE AFERIÇÃO (RNE) Teórica ORDEM DOS ADVOGADOS CNA Comissão Nacional de Avaliação PROVA DE AFERIÇÃO (RNE) Teórica GRELHA DE CORRECÇÃO Prática Processual Civil e Organização Judiciária (8 Valores) 18 de Julho de 2011 1.Defina e indique

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR 3º VICE-PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR 3º VICE-PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL 163 1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR 3º VICE-PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Recurso Especial nº. 0001192-29.2014.8.19.0080 Banco Itaucard S/A, já qualificado

Leia mais

Quadro Comparativo entre o Projeto de Lei do Senado nº 118/2005 e o Substitutivo da Câmara ao Projeto de Lei

Quadro Comparativo entre o Projeto de Lei do Senado nº 118/2005 e o Substitutivo da Câmara ao Projeto de Lei Projeto de Lei Dispõe sobre os Juizados Especiais da Fazenda Pública no âmbito dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios. Dispõe sobre os Juizados Especiais da Fazenda Pública

Leia mais

PROCESSO: 0138900-97.2009.5.01.0032 - ET. Acórdão 10a Turma

PROCESSO: 0138900-97.2009.5.01.0032 - ET. Acórdão 10a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Ricardo Damião Areosa Av. Presidente Antonio Carlos,251 10o andar - Gab.25 Castelo Rio de Janeiro 20020-010

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.215.895 - MT (2010/0183418-1) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS RECORRENTE : ESTADO DE MATO GROSSO PROCURADOR : ANA CRISTINA COSTA DE ALMEIDA B TEIXEIRA E OUTRO(S) RECORRIDO : TRANSPORTES

Leia mais

Mestre Anderson Nogueira Oliveira Prática Jurídica I PETIÇÃO INICIAL

Mestre Anderson Nogueira Oliveira Prática Jurídica I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL 1. ENDEREÇAMENTO a) Fundamentação I Art. 42 a 53 do Novo CPC II Art. 108 e 109 da Constituição Federal de 1988 2. EXEMPLOS DE ENDEREÇAMENTOS VARA CÍVEL ESTADUAL Excelentíssimo Senhor Doutor

Leia mais

: RENATA COSTA BOMFIM E OUTRO(A/S)

: RENATA COSTA BOMFIM E OUTRO(A/S) RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 702.642 SÃO PAULO RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI RECTE.(S) :ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DOS HOSPITAIS SOROCABANA ADV.(A/S) :JOSÉ MARCELO BRAGA NASCIMENTO E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S)

Leia mais

PONTO 1: Recursos em Espécie PONTO 2: Tutelas de Urgência. 1) Recursos em Espécie:

PONTO 1: Recursos em Espécie PONTO 2: Tutelas de Urgência. 1) Recursos em Espécie: 1 DIREITO PROCESSUAL CIVIL PONTO 1: Recursos em Espécie PONTO 2: Tutelas de Urgência 1) Recursos em Espécie: Recurso Extraordinário e Recurso Especial: Prequestionamento: Na grande maioria dos casos os

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVIL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVIL AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0021542-21.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: CONSTRUTORA TRIUNFO S/A AGRAVADO: SH FORMAS ANDAIMES E ESCORAMENTOS LTDA RELATOR: ROBERTO TÁVORA DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Leia mais

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EMBARGOS DE DECLARAÇÃO Um grande contribuinte da intempestividade processual na atualidade é o denominado embargos de declaração, uma vez que, ao longo dos anos, vêm sendo utilizado de maneira inescrupulosa

Leia mais

Ação de Exigir Contas

Ação de Exigir Contas Ação de Exigir Contas Previsão legal e Observações! No NCPC está disciplinado nos arts. 550/553! Possuía previsão no CPC/73 estava disciplinado no art. 914/919.! Obs. No CPC73 o nome de tal ação era de

Leia mais

A conversão do agravo de instrumento em agravo retido

A conversão do agravo de instrumento em agravo retido A conversão do agravo de instrumento em agravo retido Lígia Paludo 1 Marília do Amaral Felizardo 2 Nicole Bechelli 3 Resumo Pretende este estudo apresentar e conceituar o recurso de agravo, bem como especificar

Leia mais

A lei alterou de certa forma a aplicação dos embargos infringentes, passando o CPC a dispor:

A lei alterou de certa forma a aplicação dos embargos infringentes, passando o CPC a dispor: A essência dos embargos infringentes Valter Nilton Felix Se há votos vencidos, talvez o mérito pudesse ser outro, a sentença merece revisão, quem sabe a decisão tenha sido equivocada, a parte vencida pode

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS...

SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS... SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 13 Processo X procedimento... 13 Ritos no processo de cognição... 13 Procedimento comum... 14 Procedimento especial... 14 Atividade jurisdicional estrutura...

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO. O TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO. O TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO Nº 730 /10 Dispõe sobre a requisição e a cessão de servidores e empregados públicos para auxiliarem os trabalhos de preparação e realização das Eleições

Leia mais

Jtíf *L PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

Jtíf *L PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO Jtíf *L TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRATICA ^^SSS^mmm Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento n 994.09.301431-6,

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT SEJ0016

INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT SEJ0016 Página: 1 de 5 Objetivo: Instituir padrão de ofício Área de Aplicação: Serviços de Processamento Responsabilidade: Escrevente Técnico Judiciário São Paulo, «dia» de «mês» de «ano». Referência : Ofício

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATORA : MINISTRA ELIANA CALMON EMENTA PROCESSUAL CIVIL EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL CONTAGEM DO PRAZO SUSPENSÃO FÉRIAS COLETIVAS NOS TRIBUNAIS ANTES DA EC 45/2004 ARTS. 179 DO CPC E 66, 1º DA LEI COMPLEMENTAR

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL V EXAME UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA PROVA DO DIA 4/12/2011 DIREITO EMPRESARIAL

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL V EXAME UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA PROVA DO DIA 4/12/2011 DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL O examinando deverá elaborar uma petição simples cuja nomenclatura e/ou conteúdo deve remeter à ideia de refutação à contestação, sendo, contudo, consideradas

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 17599/CS

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 17599/CS Nº 17599/CS RECURSO ORDINÁRIO EM HABEAS CORPUS Nº 115.083/MG RECORRENTE: DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO PACIENTE: HÉLIO LÚCIO DE QUEIROZ RECORRIDO: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RELATOR: MINISTRO LUIZ FUX LEI

Leia mais

24/06/2014 SEGUNDA TURMA

24/06/2014 SEGUNDA TURMA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 24/06/2014 SEGUNDA TURMA DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. GILMAR MENDES AGTE.(S) :TRANSPORTADORA WADEL LTDA - EM AGDO.(A/S) RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Leia mais

AGRAVO DE PETIÇÃO TRT/AP - 01428-1988-016-01-00-0 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma

AGRAVO DE PETIÇÃO TRT/AP - 01428-1988-016-01-00-0 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma Execução. Juros O pagamento, na execução, de valor atualizado até data anterior ao seu efetivo pagamento ao credor, atende apenas em parte ao direito deste, dado que a atualização feita não contempla o

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Sem contrarrazões. 4. É o relatório.

RELATÓRIO. 3. Sem contrarrazões. 4. É o relatório. PROCESSO Nº: 0806625-97.2014.4.05.8100 - APELAÇÃO RELATÓRIO 1. Trata-se de apelação interposto pela Caixa Econômica Federal - CEF, contra sentença do Juízo da 8ª Vara Federal Seção Judiciária do Ceará,

Leia mais

Poderes do Relator no Agravo de Instrumento:

Poderes do Relator no Agravo de Instrumento: ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO ESCOLA DA ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO MINISTRO VICTOR NUNES LEAL Poderes do Relator no Agravo de Instrumento: análise acerca do cabimento de recurso em face da decisão monocrática

Leia mais

Processo Civil OAB - FGV. O Agravo, conforme a atualização legislativa, pode ser interposto de duas formas:

Processo Civil OAB - FGV. O Agravo, conforme a atualização legislativa, pode ser interposto de duas formas: AGRAVO Aspectos Introdutórios O Agravo, conforme a atualização legislativa, pode ser interposto de duas formas: - AGRAVO DE INSTRUMENTO, interposto por instrumento, na forma do art. 522 do CPC; - AGRAVO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 794.454 RIO GRANDE DO SUL RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :UNIMED PORTO ALEGRE - SOCIEDADE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA ADV.(A/S) : CARLOS SPINDLER DOS SANTOS

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0001609-28.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: UNIMED SEGUROS SAÚDE S/A AGRAVADO: THIAGO ROSA ASSIS DE OLIVEIRA RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA SILVA FERREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO PRÁTICA TRABALHISTA Embargos de Declaração e Recurso Ordinário

ESTÁGIO SUPERVISIONADO PRÁTICA TRABALHISTA Embargos de Declaração e Recurso Ordinário ESTÁGIO SUPERVISIONADO PRÁTICA TRABALHISTA Embargos de Declaração e Recurso Ordinário 1 EMBARGOS DE DECLARAÇÃO: - A prestação jurisdicional deve ser clara e completa; - Os Embargos de Declaração têm por

Leia mais

MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO

MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO MANUAL DO AGRAVO DE INSTRUMENTO (2ª Edição Revisada e Atualizada) Roberto Ignácio dos Santos Seção Judiciária do Rio de Janeiro Hylton Pereira Assessor da Coordenação-Geral do Conselho da Justiça Federal

Leia mais

1. PRINCÍPIOS DO PROCESSO DO TRABALHO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL 2) PRINCÍPIO DA IMPACIALIDADE DO JUIZ

1. PRINCÍPIOS DO PROCESSO DO TRABALHO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL 2) PRINCÍPIO DA IMPACIALIDADE DO JUIZ 1 1. PRINCÍPIOS DO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL A justa composição da lide só pode ser alcançada quando a tutela jurisdicional for prestada dentro dos moldes delimitados pelas normas processuais.

Leia mais

WAMBIER, Luiz Rodrigues. Curso avançado de processo civil. 11. ed. v. IV. São Paulo: RT, 2010.

WAMBIER, Luiz Rodrigues. Curso avançado de processo civil. 11. ed. v. IV. São Paulo: RT, 2010. DIREITO PROCESSUAL CIVIL V Professor: Heitor Miranda Guimarães DIREITO PROCESSUAL CIVIL V Teoria geral dos recursos. Apelação. Agravo. Embargos infringentes. Embargos de declaração. Do processo nos tribunais.

Leia mais

1. PARTE GERAL INTRODUÇÃO.

1. PARTE GERAL INTRODUÇÃO. 1. PARTE GERAL INTRODUÇÃO. Meios Impugnativos Contra as Decisões: São os meios pelos quais se impugna as decisões, podendo ser: Internos: exercitados no mesmo processo no qual a decisão foi proferida;

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL SEGUNDA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0131509-37.2009.8.19.0001 12ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital APELANTE: ÁKYZO ASSESSORIA & NEGÓCIOS LTDA APELADO: MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO RELATORA:

Leia mais

1. EFEITOS DOS RECURSOS

1. EFEITOS DOS RECURSOS 1 PROCESSO DO TRABALHO PROCESSO DO TRABALHO PONTO 1: Efeitos dos Recursos PONTO 2: Pressupostos Processuais do Recurso Trabalhista PONTO 3: Recursos em Espécie 1. EFEITOS DOS RECURSOS A) DEVOLUTIVO: Inerente

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça PET no AgRg no CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 123.764 - PR (2012/0156535-6) RELATOR REQUERENTE : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA EMENTA PROCESSUAL CIVIL. PETIÇÃO. CONFLITO POSITIVO DE COMPETÊNCIA. AÇÃO DE

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 / 2011.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 / 2011. GOVERNO MUNICIPAL DE CAUCAIA Secretaria de Finanças e Planejamento INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 / 2011. Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados com relação ao indeferimento da opção e da exclusão do

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO INTERNO NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0024463-47.2009.8.19.0014 AGRAVANTE: LARYSSA FERREIRA GOMES REP/P/S/MÃE LIDIJANE SOARES FERREIRA AGRAVADO:

Leia mais

TRT-RO-0007900-20.2004.5.01.0041

TRT-RO-0007900-20.2004.5.01.0041 PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Gloria R egina Ferreira Mello Av. Presidente Antonio Carlos,251 7o andar - Gab.34 Castelo Rio de Janeiro

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 849.448 CEARÁ RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :ARTUR FALCÃO CATUNDA :GERMANA VASCONCELOS DE ALCÂNTARA E OUTRO(A/S) :INEP -

Leia mais

A POSSIBILIDADE DE CONCESSÃO DE TUTELA ANTECIPADA CONTRA A FAZENDA PÚBLICA EM DECORRÊNCIA DO CARÁTER TAXATIVO DO ARTIGO 1º DA LEI N. 9.

A POSSIBILIDADE DE CONCESSÃO DE TUTELA ANTECIPADA CONTRA A FAZENDA PÚBLICA EM DECORRÊNCIA DO CARÁTER TAXATIVO DO ARTIGO 1º DA LEI N. 9. A POSSIBILIDADE DE CONCESSÃO DE TUTELA ANTECIPADA CONTRA A FAZENDA PÚBLICA EM DECORRÊNCIA DO CARÁTER TAXATIVO DO ARTIGO 1º DA LEI N. 9.494/1997 KÉSIA DAIANE FREITAS MARTINS Estagiária de Direito Ministério

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 3ª Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL CONTRATO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. A Justiça do Trabalho não é competente para dirimir a controvérsia que envolva contrato de honorários advocatícios,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA A C Ó R D Ã O (Conselho Superior da Justiça do Trabalho) CSEMV/ CONSULTA. SERVIDOR QUE INGRESSA NO DA UNIÃO A PARTIR DE 14.10.2013. REGIME PREVIDENCIÁRIO APLICÁVEL. AUSÊNCIA DE DECISÃO

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA: Recursos Trabalhistas. Execução Trabalhista. Dissídio Coletivo. Procedimentos Especiais. OBJETIVOS GERAIS Proporcionar ao aluno o conhecimento sobre o processamento dos recursos, execução, dissídio

Leia mais

RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL MANOEL DE OLIVEIRA ERHARDT - 1º TURMA

RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL MANOEL DE OLIVEIRA ERHARDT - 1º TURMA PROCESSO Nº: 0803825-08.2014.4.05.8000 - APELAÇÃO APELANTE: UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS APELADO: SILVIO CHAGAS DA SILVA ADVOGADO: ILANA FLAVIA CAVALCANTI SILVA RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 24.345/CS RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 133.196/RJ RECORRENTE: PAULO CEZAR FERREIRA NASCIMENTO ADVOGADO: LÍGIA SIMONE COSTA CALADO DORNELAS CÂMARA RECORRIDO: MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 639.268 - MG (2004/0007043-7) RELATORA : MINISTRA ELIANA CALMON RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS EMENTA PROCESSUAL CIVIL - EXERCÍCIO DA ADVOCACIA - AÇÃO AJUIZADA

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO. Excelentíssimo Senhor Doutor Desembargador, Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

RECURSO EXTRAORDINÁRIO. Excelentíssimo Senhor Doutor Desembargador, Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo RECURSO EXTRAORDINÁRIO Direito Processual Civil 1 1. MODELO Excelentíssimo Senhor Doutor Desembargador, Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo Recurso Extraordinário Apelação cível

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 844.256 PERNAMBUCO RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 844.256 PERNAMBUCO RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 844.256 PERNAMBUCO RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. DIAS TOFFOLI :ELIANE BERNARDINA DA SILVA : PAULO EMANUEL PERAZZO DIAS E OUTRO(A/S) :INSTITUTO

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Então me aposentei, mas continuei trabalhando na empresa. Quando sair, qual será o valor da minha multa de 40%? Leonardo Tadeu* A interpretação jurídica do artigo 453 da CLT e seus

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA O SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA, com base nos seus registros processuais eletrônicos, acessados no dia e hora abaixo referidos CERTIFICA que, sobre o(a) MANDADO DE SEGURANÇA nº 21534/DF, do(a) qual é Relator

Leia mais

Informações sobre Multas: (31) 3235-1300. NOTIFICAÇÃO DA AUTUAÇÃO e DEFESA DA AUTUAÇÃO

Informações sobre Multas: (31) 3235-1300. NOTIFICAÇÃO DA AUTUAÇÃO e DEFESA DA AUTUAÇÃO Informações sobre Multas: (31) 3235-1300 NOTIFICAÇÃO DA AUTUAÇÃO e DEFESA DA AUTUAÇÃO A Resolução nº 149, de 19 de Setembro de 2003, do Conselho Nacional de Trânsito CONTRAN, dispõe sobre uniformização

Leia mais

A QUESTÃO DA INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI NO RECURSO ESPECIAL

A QUESTÃO DA INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI NO RECURSO ESPECIAL A QUESTÃO DA INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI NO RECURSO ESPECIAL HUGO DE BRITO MACHADO Advogado, Professor Titular de Direito Tributário da Universidade Federal do Ceará e Desembargador Federal do Tribunal

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 161.056 - SP (2012/0063154-2) RELATORA S : MINISTRA NANCY ANDRIGHI : CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL : JOSÉ RENATO NOGUEIRA FERNANDES E OUTRO(S)

Leia mais

PROCESSO: 0168800-03.2005.5.01.0021 - RO

PROCESSO: 0168800-03.2005.5.01.0021 - RO Acórdão 5ª Turma REPRESENTATIVIDADE SINDICAL. O enquadramento sindical do empregador se dá pela sua atividade preponderante da empresa. Sendo esta a Construção e Reparo Naval, seus empregados são representados

Leia mais

Prefeitura de São José do Rio Preto, 09 de Setembro de 2015. Ano XII nº 3534 DHOJE SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO SME Nº 12/2015

Prefeitura de São José do Rio Preto, 09 de Setembro de 2015. Ano XII nº 3534 DHOJE SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO SME Nº 12/2015 Prefeitura de São José do Rio Preto, 09 de Setembro de 2015. Ano XII nº 3534 DHOJE SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO SME Nº 12/2015 Regulamenta o processo de Remoção por títulos dos titulares

Leia mais

Mandado de Segurança Lei 12.016/09 Os Recursos

Mandado de Segurança Lei 12.016/09 Os Recursos Mandado de Segurança Lei 12.016/09 Os Recursos Wilson Marques Desembargador (aposentado) do TJ/RJ. Professor de Direito Processual Civil da EMERJ. 1. APELAÇÃO 1.1 Cabimento O artigo 14 da Lei 12.016/09

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 659.015 - ES (2015/0021003-9) RELATOR : MINISTRO MOURA RIBEIRO ADVOGADOS : ANTÔNIO AUGUSTO DALLAPICCOLA SAMPAIO E OUTRO(S) JOÃO BATISTA DALLAPICCOLA SAMPAIO E OUTRO(S)

Leia mais