Algoritmos. Prof. Thiago Caproni Tavares. Última Atualização: 2 de outubro de 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Algoritmos. Prof. Thiago Caproni Tavares. thiago.tavares@ifsuldeminas.edu.br. Última Atualização: 2 de outubro de 2014"

Transcrição

1 Algoritmos Recuperação Prova Prof. Thiago Caproni Tavares Última Atualização: 2 de outubro de 2014 Algoritmos 1 / 24

2 Conteúdo 1 A análise de síntese de um algoritmo 2 Modelagem de Problemas 3 O papel da lógica em Programação Algoritmos 2 / 24

3 Conteúdo 1 A análise de síntese de um algoritmo 2 Modelagem de Problemas 3 O papel da lógica em Programação Algoritmos 3 / 24

4 Descrição Narrativa A resolução de problemas envolve duas grandes fases: Análise; Síntese. Algoritmos 4 / 24

5 Análise Na fase de análise, o problema é entendido de forma que se descubra o que deve ser feito: Quais dados são necessários? Quais condições? Modelagem: Equações; Gráficos; Desenhos. Algoritmos 5 / 24

6 Análise O resultado da fase de análise deve ser um plano de ação: A experiência em problema similares vistos anteriormente; Pode ser necessário a utilização de problemas similares. Processos de abstração: Elaborar modelos mentais do problema; Encaminhamento da solução. Algoritmos 6 / 24

7 Síntese Executa-se o plano definido na fase de análise: Representa-se os passos por meio de um algoritmo; Utiliza-se a representação formal. Verifica-se a solução está correta: Percorrer o algoritmo do seu início até seu fim Caso ocorra alguma discrepância: Verificar a causa e analisar novamente o problema; Repete-se esse processo até que a solução tenha sido obtida. Algoritmos 7 / 24

8 Conteúdo 1 A análise de síntese de um algoritmo 2 Modelagem de Problemas 3 O papel da lógica em Programação Algoritmos 8 / 24

9 Modelagem de Problemas Modelagem (geralmente desprezada): dificuldade ou facilidade de resolver o problema: Matemática e engenharia utilizam linguagem matemática; Computação utiliza algoritmos (fluxogramas e linguagens de programação) Exemplo: Compram-se 30 canetas iguais, que foram pagas com uma nota de R$100,00, obtendo-se R$67,00 como troco. Quanto custou cada caneta? Algoritmos 9 / 24

10 Modelagem de Problemas Problema da Caneta: Se eu tinha R$100,00 e recebi R$67,00 de troco, o custo total de canetas é a diferença entre os R$100,00 que eu tinha e os R$67,00 do troco. Ora, isto vale R$33,00; portanto; esse valor foi o total pago pelas canetas. Para saber quanto custou cada caneta, basta dividir os R$33,00 por 30, resultando no preço de cada caneta. Assim, cada caneta custou o equivalente a R$1,10 Algoritmos 10 / 24

11 Modelagem de Problemas Problema da caneta, matematicamente falando: 30x + 67 = x = x = 33/30 x = 1, 1 Algoritmos 11 / 24

12 Modelagem de Problemas Algoritmo 1: Problema da caneta, algoritmo (Instância Particular): início Pegar os valores 30, 100 e 67 Subtrair 67 de 100 e dividir o resultado por 30 Mostrar o resultado final fimalgoritmo Algoritmos 12 / 24

13 Modelagem de Problemas Caso geral: Compraram-se N canetas iguais, que foram pagas com uma nota de Z reais, obtendo-se Y reais como troco. Quanto custou cada caneta? Algoritmos 13 / 24

14 Modelagem de Problemas Caso geral: Compraram-se N canetas iguais, que foram pagas com uma nota de Z reais, obtendo-se Y reais como troco. Quanto custou cada caneta? Algoritmo 3: Problema da caneta, algoritmo: Entrada: Ler os valores de N, Y e Z início Pegar os valores N,Y e Z Subtrair Y de Z e dividir o resultado por N Mostrar o resultado final fimalgoritmo Algoritmos 13 / 24

15 Modelagem de Problemas Caso geral: possui restrições! E se alguém pensar comprar 0 ou -3 canetas? Faz sentido? Sim. Para alguém que não possua a forma de interpretar o resultado: N=10, Z=10 e Y=15. Cada caneta: -R$0,05 Algoritmos 14 / 24

16 Modelagem de Problemas Caso geral: possui restrições! Pré-condições: Valor pago deve ser maior que o troco recebido; Valor pago e quantidade de canetas maior que 0; Troco maior ou igual a zero Matematicamente falando: Z > Y, N > 0, Z > 0 e Y 0 Algoritmos 15 / 24

17 Modelagem de Problemas Algoritmo 4: Problema da caneta, algoritmo (caso geral): Entrada: Ler os valores de N, Y e Z início se Z > Y e N > 0 e Y 0 e Z 0 então Subtrair Y de Z e dividir o resultado por N.; Mostrar o resultado final.; senão Exibir a mensagem: Erro: os valores são inconsisentes! ; fimse fimalgoritmo Algoritmos 16 / 24

18 Fluxograma Problema da caneta, algoritmo (fluxograma): Início N,Y,Z Valores inconsisentes F Z > Y e N > 0 e Y 0 e Z 0 V Q = (Z Y )/N) Q Fim Algoritmos 17 / 24

19 Conteúdo 1 A análise de síntese de um algoritmo 2 Modelagem de Problemas 3 O papel da lógica em Programação Algoritmos 18 / 24

20 O papel da lógica em Programação Imagine as seguintes proposições: 1 Se estiver chovendo, eu pegarei meu guarda-chuva. 2 Eu peguei meu guarda-chuva. Algoritmos 19 / 24

21 O papel da lógica em Programação Imagine as seguintes proposições: 1 Se estiver chovendo, eu pegarei meu guarda-chuva. 2 Eu peguei meu guarda-chuva. Conclui-se É plausível que esteja chovendo! Algoritmos 19 / 24

22 O papel da lógica em Programação Os exemplo anteriores fornecem uma idéia do que a lógica se preocupa em estudar; Toda lógica proposta devem ser formalizadas em: Elementos Sintáticos: especificam como escrever suas proposições; Elementos Semânticos: avaliam o significado das proposições - suas interpretações. O papel da lógica está relacionado com a correta sequência de instruções: funcionamento correto do programa. Algoritmos 20 / 24

23 O papel da lógica em Programação Em um algoritmo em execução, o valor das variáveis representa um estado; Com a execução do algoritmo, esses estados vão sendo modificados; Algoritmo correto: Estado inicial (variáveis) instruções Estado Final (variáveis) Algoritmos 21 / 24

24 O papel da lógica em Programação Algoritmo 5: Problema da caneta, algoritmo (caso geral): Entrada: Ler os valores de N, Y e Z início se Z > Y e N > 0 e Y 0 e Z 0 então Subtrair Y de Z e dividir o resultado por N.; Mostrar o resultado final.; senão Exibir a mensagem: Erro: os valores são inconsisentes! ; fimse fimalgoritmo Lógica de programação: Prova que um algoritmo está correto. Simulação (execução com dados reais): Verifica se o algoritmo está correto e leva a valores consistentes. Algoritmos 22 / 24

25 Obrigado pela atenção!!! Algoritmos 23 / 24

26 Referências I SOUZA, M. A. F. d. et al. Algoritmos e Lógica de Programação. second. [S.l.]: Cengage Learning. Algoritmos 24 / 24

Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos

Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos SSC0101 - ICC1 Teórica Introdução à Ciência da Computação I Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos Prof. Vanderlei Bonato Prof. Cláudio Fabiano Motta Toledo Sumário Análise e solução de

Leia mais

Programação para Computação

Programação para Computação Universidade Federal do Vale do São Francisco Programação para Computação Professor: Marcelo Santos Linder E-mail: marcelo.linder@univasf.edu.br Ementa Conceito de algoritmo. Lógica de programação e programação

Leia mais

Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada SOLUÇÃO DE EXERCÍCIO PROPOSTO

Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada SOLUÇÃO DE EXERCÍCIO PROPOSTO Estruturas de Seleção Parte II Seleção Encadeada SOLUÇÃO DE EXERCÍCIO PROPOSTO Prof. Dr. Edson Pimentel Centro de Matemática, Computação e Cognição Objetivos Aprender a resolver problemas que requeiram

Leia mais

1.1. Organização de um Sistema Computacional

1.1. Organização de um Sistema Computacional 1. INTRODUÇÃO 1.1. Organização de um Sistema Computacional Desde a antiguidade, o homem vem desenvolvendo dispositivos elétricoeletrônicos (hardware) que funciona com base em instruções e que são capazes

Leia mais

Estruturas de Controle A Tomada de Decisões

Estruturas de Controle A Tomada de Decisões Estruturas de Controle A Tomada de Decisões Foi visto anteriormente como trabalhar com entrada, processamento e saída utilizando variáveis, constantes e operadores aritméticos. Apesar de já se conseguir

Leia mais

Algoritmo. Prof. Anderson Almeida Ferreira. Agradeço ao prof. Guilherme Tavares de Assis por fornecer slides que fazem parte desta apresentação

Algoritmo. Prof. Anderson Almeida Ferreira. Agradeço ao prof. Guilherme Tavares de Assis por fornecer slides que fazem parte desta apresentação 1 Algoritmo Prof. Anderson Almeida Ferreira Agradeço ao prof. Guilherme Tavares de Assis por fornecer slides que fazem parte desta apresentação Desenvolvimento de programas 2 Análise do problema Desenvolvimento

Leia mais

Algoritmo e Programação

Algoritmo e Programação Algoritmo e Programação Professor: José Valentim dos Santos Filho Colegiado: Engenharia da Computação Prof.: José Valentim dos Santos Filho 1 Ementa Noções básicas de algoritmo; Construções básicas: operadores,

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Significa o uso correto das leis do pensamento e de processos de raciocínio para a produção de soluções logicamente válidas e coerentes, que resolvam com qualidade os problemas que

Leia mais

Estruturas de Repetição Parte II PARA-ATÉ

Estruturas de Repetição Parte II PARA-ATÉ Estruturas de Repetição Parte II PARA-ATÉ Prof. Dr. Edson Pimentel Centro de Matemática, Computação e Cognição Objetivos Aprender a sintaxe da Estrutura de Repetição PARA-ATÉ na linguagem PORTUGOL Aprender

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores Programação de Computadores INTRODUÇÃO AOS ALGORITMOS E À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES PARTE 1 Renato Dourado Maia Instituto de Ciências Agrárias Universidade Federal de Minas Gerais Programas e Programação

Leia mais

ICC Introdução para JavaScript

ICC Introdução para JavaScript ICC Introdução para JavaScript Arquitetura Genérica de um Computador Máquina de Von Neumann Diagrama conhecido como Máquina de Von Neumann (grande nome da informática) A finalidade de um computador é receber,

Leia mais

Módulo Lógica Programação com aplicações em Java. Projeto khouse Profissionalizante Profª Larissa Brandão

Módulo Lógica Programação com aplicações em Java. Projeto khouse Profissionalizante Profª Larissa Brandão Educação Módulo Lógica e Ética de Programação com aplicações em Java Projeto khouse Profissionalizante Profª Larissa Brandão n

Leia mais

Algoritmos Computacionais ( Programas )

Algoritmos Computacionais ( Programas ) Algoritmos Computacionais ( Programas ) A partir deste tópico, consideramos a utilização do universo Computacional na solução de problemas. Para tanto devemos lembrar que a transposição de problemas do

Leia mais

Programação de Computadores I Pseudocódigo PROFESSORA CINTIA CAETANO

Programação de Computadores I Pseudocódigo PROFESSORA CINTIA CAETANO Programação de Computadores I Pseudocódigo PROFESSORA CINTIA CAETANO Pseudocódigo Pseudocódigo é uma forma genérica de escrever um algoritmo, utilizando uma linguagem simples (nativa a quem o escreve,

Leia mais

Algoritmos e Programação (Prática) Profa. Andreza Leite andreza.leite@univasf.edu.br

Algoritmos e Programação (Prática) Profa. Andreza Leite andreza.leite@univasf.edu.br (Prática) Profa. Andreza Leite andreza.leite@univasf.edu.br Introdução O computador como ferramenta indispensável: Faz parte das nossas vidas; Por si só não faz nada de útil; Grande capacidade de resolução

Leia mais

Introdução a Algoritmos Parte 04

Introdução a Algoritmos Parte 04 Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia de Computação Introdução a Algoritmos Parte 04 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Programação I. Introdução a Lógica de Programação

Programação I. Introdução a Lógica de Programação Engenharia de Controle e Automação Programação I Introdução a Lógica de Programação Lara Popov Zambiasi Bazzi Oberderfer Ementa Introdução a lógica de programação e algoritmos. Constantes, variáveis e

Leia mais

Algoritmos com VisuAlg

Algoritmos com VisuAlg Algoritmos com VisuAlg Prof Gerson Volney Lagemann Depto Eng de Produção e Sistemas UDESC - CCT Algoritmos com VisuAlg Introdução A linguagem VisuAlg é simples, seu objetivo é disponibilizar um ambiente

Leia mais

Algoritmos e Programação. Prof. Tarcio Carvalho

Algoritmos e Programação. Prof. Tarcio Carvalho Algoritmos e Programação Prof. Tarcio Carvalho Conceito de Lógica A utilização da lógica na vida do indivíduo é constante, visto que é ela quem possibilita a ordenação do pensamento humano. Exemplo: A

Leia mais

Estruturas de Repetição Parte I EXEMPLOS e EXERCÍCIOS

Estruturas de Repetição Parte I EXEMPLOS e EXERCÍCIOS Estruturas de Repetição Parte I EXEMPLOS e EXERCÍCIOS Prof. Dr. Edson Pimentel Centro de Matemática, Computação e Cognição Objetivos Aprender a resolver problemas que requeiram o uso de ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO

Leia mais

A lógica de programação ajuda a facilitar o desenvolvimento dos futuros programas que você desenvolverá.

A lógica de programação ajuda a facilitar o desenvolvimento dos futuros programas que você desenvolverá. INTRODUÇÃO A lógica de programação é extremamente necessária para as pessoas que queiram trabalhar na área de programação, seja em qualquer linguagem de programação, como por exemplo: Pascal, Visual Basic,

Leia mais

Curso Técnico em Redes

Curso Técnico em Redes Curso Técnico em Redes Prof. Airton Ribeiro - 2012 Histórico das Linguagens de Programação O que é? É um método padronizado para expressar instruções para um computador. É um conjunto de regras sintáticas

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação TESTE DE MESA TESTE DE MESA

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação TESTE DE MESA TESTE DE MESA Prof. Dr. Edson Pimentel Centro de Matemática, Computação e Cognição Objetivos Aprender a verificar se o algoritmo (ou programa) leva a um resultado esperado através de simulação de valores, utilizando

Leia mais

Lógica. Everson Santos Araujo everson@por.com.br

Lógica. Everson Santos Araujo everson@por.com.br Lógica Everson Santos Araujo everson@por.com.br Conceitos Coerência de raciocínio, de idéias, ou ainda a sequência coerente, regular e necessária de acontecimentos, de coisas Dicionário Aurélio 2 Conceitos

Leia mais

Algoritmos Estruturas Seqüenciais. José Gustavo de Souza Paiva

Algoritmos Estruturas Seqüenciais. José Gustavo de Souza Paiva Algoritmos Estruturas Seqüenciais José Gustavo de Souza Paiva 1 Introdução Objetivo básico da computação auxiliar os seres humanos em trabalhos repetitivos e braçais, diminuindo i i d esforços e economizando

Leia mais

Aula 01. - Bibliografia - Definições - Operadores - Criação de um algoritmo - Exercícios. Algoritmo e Programação. Prof. Fábio Nelson.

Aula 01. - Bibliografia - Definições - Operadores - Criação de um algoritmo - Exercícios. Algoritmo e Programação. Prof. Fábio Nelson. - Bibliografia - Definições - Operadores - Criação de um algoritmo - Exercícios Aula 01 Slide 1 BIBLIOGRAFIA SCHILDT H. C Completo e Total, Makron Books. SP, 1997. Curso de linguagem C da UFMG. ZIVIANI,

Leia mais

Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 03 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO)

Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 03 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 03 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Parte: 1 Prof. Cristóvão Cunha Objetivos de aprendizagem

Leia mais

UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com 1 Algoritmos Representação Exercícios Linguagens de Programação Compilador Interpretador Ambiente de Desenvolvimento Python Característica Para que serve Onde

Leia mais

Módulo 1: Contextualização

Módulo 1: Contextualização Módulo 1: Contextualização Este trabalho, tem o objetivo de auxiliar os alunos das disciplinas de Introdução a Programação de Computadores, para cursos de Engenharia e de Automação, em seus estudos e no

Leia mais

Introdução às Linguagens de Programação

Introdução às Linguagens de Programação Introdução às Linguagens de Programação Histórico de Linguagens de Programação O computador não faz nada sozinho Precisamos informar, de forma clara, como ele deve executar as tarefas Ou seja, o computador

Leia mais

INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Objetivos Entender a necessidade de se utilizar uma linguagem formal para construir algoritmos a serem interpretados

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE I. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE I. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE I Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender do que é composto um programa Compreender o que é lógica Compreender

Leia mais

Algoritmos e Tipos de Dados

Algoritmos e Tipos de Dados Algoritmos e Tipos de Dados 2015/1 Programação Básica de Computadores (INF 09325) Archimedes Detoni www.inf.ufes.br/~archimedesdetoni archimedesdetoni@inf.ufes.br Programa / Bibliografia 1. Conceitos básicos

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS PARA A CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS PARA COMPUTADORES. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

CONCEITOS BÁSICOS PARA A CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS PARA COMPUTADORES. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com CONCEITOS BÁSICOS PARA A CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS PARA COMPUTADORES Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Objetivos Compreender os conceitos de lógica de programação e de algoritmos. Conhecer

Leia mais

EQUAÇÃO DO 1º GRAU. 2 melancias + 2Kg = 14Kg 2 x + 2 = 14

EQUAÇÃO DO 1º GRAU. 2 melancias + 2Kg = 14Kg 2 x + 2 = 14 EQUAÇÃO DO 1º GRAU EQUAÇÃO: Para resolver um problema matemático, quase sempre devemos transformar uma sentença apresentada com palavras em uma sentença que esteja escrita em linguagem matemática. Esta

Leia mais

PROGRAMAÇÃO JAVA. Parte 1

PROGRAMAÇÃO JAVA. Parte 1 PROGRAMAÇÃO JAVA Parte 1 O que é um programa? Um algoritmo (sequência de operações elementares - instruções) convertido para uma linguagem que possa ser executada por um computador Programa = Algoritmos

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES (Teoria)

PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES (Teoria) PC PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES (Teoria) Aula 01 Prof. Ricardo Veras (prof.rveras@gmail.com) ALGORITMOS "Seqüência ordenada de passos, que deve ser seguida para a realização de um tarefa" "Algoritmo é um

Leia mais

Algoritmos não se aprendem: Copiando algoritmos Estudando algoritmos Algoritmos só se aprendem: Construindo algoritmos Testando algoritmos

Algoritmos não se aprendem: Copiando algoritmos Estudando algoritmos Algoritmos só se aprendem: Construindo algoritmos Testando algoritmos 1. INTRODUÇÃO A ALGORITMOS O uso de algoritmos é quase tão antigo quanto a matemática. Com o passar do tempo, entretanto, ele foi bastante esquecido pela matemática. Com o advento das máquinas de calcular

Leia mais

1.2. Sistemas de Programação

1.2. Sistemas de Programação 1 1.2. Sistemas de Programação 1.2.1 Técnicas de programação 1.2.1.1 Processo de desenvolvimento de programas PROBLEMA análise SOLUÇÃO CONCEITUAL programação ALGORITMO Codificação PROGRAMA FONTE digitação

Leia mais

CAPÍTULO 6 - ESTRUTURA DE SELEÇÃO

CAPÍTULO 6 - ESTRUTURA DE SELEÇÃO 6.1 - INTRODUÇÃO CAPÍTULO 6 - ESTRUTURA DE SELEÇÃO Existem problemas que podem ter mais de um caminho a ser seguido para seleção correta, ou existem restrições em suas soluções. O sujeito que irá executar

Leia mais

Dadas a base e a altura de um triangulo, determinar sua área.

Dadas a base e a altura de um triangulo, determinar sua área. Disciplina Lógica de Programação Visual Ana Rita Dutra dos Santos Especialista em Novas Tecnologias aplicadas a Educação Mestranda em Informática aplicada a Educação ana.santos@qi.edu.br Conceitos Preliminares

Leia mais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Vetores e matrizes

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Vetores e matrizes Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Vetores e matrizes 1 Matrizes Cada elemento de uma matriz é referenciado indicando-se sua posição dentro da matriz. Na Matemática, matrizes são arranjos

Leia mais

Aula 11 Introdução ao Pseudocódigo. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu.

Aula 11 Introdução ao Pseudocódigo. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu. Aula 11 Introdução ao Pseudocódigo Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu.br/~brunogomes Agenda da Aula Representação de Algoritmos em Pseudocódigo: Sintaxe;

Leia mais

Algoritmos e Programação Parte Teórica

Algoritmos e Programação Parte Teórica Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte Teórica Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E CONSTRUÇÃO DE PROGRAMAS SEQUENCIAIS. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E CONSTRUÇÃO DE PROGRAMAS SEQUENCIAIS. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E CONSTRUÇÃO DE PROGRAMAS SEQUENCIAIS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar as soluções para os exercícios propostos Exercitar

Leia mais

Aula 10 Introdução à Algoritmos. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu.

Aula 10 Introdução à Algoritmos. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu. Aula 10 Introdução à Algoritmos Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www3.ifrn.edu.br/~brunogomes Agenda da Aula Introdução aos Algoritmos: Conceitos Iniciais; Programa

Leia mais

Interação Humano-Computador Golfos e Execução e Avaliação PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Golfos e Execução e Avaliação PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Golfos e Execução e Avaliação PROFESSORA CINTIA CAETANO Teoria de IHC Explicações e previsões fenômenos de interação entre usuário e o sistema. Na década de 80 as fundamentações

Leia mais

Introdução à Programação e Algoritmos. Aécio Costa

Introdução à Programação e Algoritmos. Aécio Costa Aécio Costa Programação é a arte de fazer com que o computador faça exatamente o que desejamos que ele faça. O que é um Programa? Uma seqüência de instruções de computador, para a realização de uma determinada

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Introdução à Computação Algoritmo Textual Universidade Federal Rural de Pernambuco Professor: Abner Corrêa Barros abnerbarros@gmail.com Um algoritmo pode ser definido como uma seqüência de passos que visam

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Entender o mecanismo de um programa em C/C++ Apresentar e estrutura da Linguagem C/C++

Leia mais

Cenários do CEL. Acessar ao sistema

Cenários do CEL. Acessar ao sistema Cenários do CEL Acessar ao sistema Permitir que o usuário acesse ao Sistema de Léxicos e Cenários nas seguintes condições: logando-se, quando já estiver cadastrado; ou incluindo usuário independente, quando

Leia mais

VisuALG Estruturas de Repetição. Professores: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Felipe Schneider Costa felipe.costa@ifsc.edu.

VisuALG Estruturas de Repetição. Professores: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Felipe Schneider Costa felipe.costa@ifsc.edu. VisuALG Estruturas de Repetição Professores: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Felipe Schneider Costa felipe.costa@ifsc.edu.br O Problema. Estruturas de Repetição: Introdução; Repita ate; Exemplo;

Leia mais

Algoritmos e Programação I

Algoritmos e Programação I Algoritmos e Programação I Apresentação e Introdução ao Raciocínio Lógico Prof. Fernando Maia da Mota mota.fernandomaia@gmail.com CPCX/UFMS Fernando Maia da Mota 1 Apresentação Fernando Maia da Mota Formado

Leia mais

Engenharia de Software Software Requirements

Engenharia de Software Software Requirements Requisitos Engenharia de Software Software Requirements SWEBOK, Capítulo 2 Primeira Classificação de Requisito 1. Requisito do usuário: declarações sobre as funções que o sistema deve oferecer 2. Requisito

Leia mais

Introdução à Programação. João Manuel R. S. Tavares

Introdução à Programação. João Manuel R. S. Tavares Introdução à Programação João Manuel R. S. Tavares Sumário 1. Ciclo de desenvolvimento de um programa; 2. Descrição de algoritmos; 3. Desenvolvimento modular de programas; 4. Estruturas de controlo de

Leia mais

Programação I. Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias

Programação I. Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia Rural Centro de Ciências Agrárias Programação I Prof. Bruno Vilela Oliveira bruno@cca.ufes.br http://www.brunovilela.webnode.com.br Programas e Linguagens Para executar uma tarefa

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 01 Resolução de Problemas Lógicos Edirlei Soares de Lima Desafio 1 Um senhor está em uma das margens de um rio com uma raposa, uma galinha e um saco

Leia mais

FATEC Zona Leste. Teoria dos Gráfos. Métodos Quantitativos de Gestão MQG

FATEC Zona Leste. Teoria dos Gráfos. Métodos Quantitativos de Gestão MQG Teoria dos Gráfos Métodos Quantitativos de Gestão MQG Conceitualmente, um grafo consiste em um conjunto de vértices (pontos ou nós) e um conjunto de arestas (pontes ou arcos), ou seja, é uma noção simples,

Leia mais

2. ALGORITMOS. Unesp Campus de Guaratinguetá. Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro

2. ALGORITMOS. Unesp Campus de Guaratinguetá. Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro 2. ALGORITMOS Unesp Campus de Guaratinguetá Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro 2 - Algoritmo 2.1: Introdução Antes de se utilizar uma linguagem de computador,

Leia mais

ALGORITMOS cont. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Tecnologia Departamento de Computação e Automação

ALGORITMOS cont. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Tecnologia Departamento de Computação e Automação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Tecnologia Departamento de Computação e Automação ALGORITMOS cont. tal, RN, maio/2004 Professor Responsável: Luiz Affonso Henderson Guedes de Oliveira

Leia mais

Programação Estruturada

Programação Estruturada Programação Estruturada Professor Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br http://professor.ifsertao-pe.edu.br/nicolas.trigo/ EMENTA Programação Estruturada 2 1 CONTEÚDO Introdução

Leia mais

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C onvertendo Algoritmos para a Linguagem Notas de Aula Prof. Francisco Rapchan www.geocities.com/chicorapchan O objetivo deste texto é mostrar alguns programas em, dando uma breve descrição de seu funcionamento

Leia mais

COMPILADORES E INTERPRETADORES

COMPILADORES E INTERPRETADORES Aula 16 Arquitetura de Computadores 12/11/2007 Universidade do Contestado UnC/Mafra Curso Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber COMPILADORES E INTERPRETADORES Um compilador transforma o código fonte

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO ÀS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO Capítulo 1 INTRODUÇÃO ÀS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO 1.1 Histórico de Linguagens de Programação Para um computador executar uma dada tarefa é necessário que se informe a ele, de uma maneira clara, como ele

Leia mais

PARA CASA * Como voce faria para armazenar o resultado em uma variavel chamada NOME?

PARA CASA * Como voce faria para armazenar o resultado em uma variavel chamada NOME? USO DE VARIAVEIS 1. Crie um programa Scratch que recebe um valor de entrada do usuário (p.ex. o nome do usuário), armazene este valor na variável padrão resposta e faça o personagem gato dizer o valor

Leia mais

A Linguagem Algorítmica Estrutura de Repetição. Ex. 2

A Linguagem Algorítmica Estrutura de Repetição. Ex. 2 Estrutura de Repetição. Ex. 2 A ESTRUTURA Enquanto faça{} É MELHOR UTILIZADA PARA SITUAÇÕES ONDE O TESTE DE CONDIÇÃO (V OU F) PRECISA SER VERIFICADO NO INÍCIO DA ESTRUTURA DE REPETIÇÃO.

Leia mais

Introdução a UML. Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com

Introdução a UML. Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com Introdução a UML Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com Introdução a UML UML (Unified Modeling Language Linguagem de Modelagem Unificada) é uma linguagem-padrão para a elaboração da estrutura de

Leia mais

ESTRUTURA CONDICIONAL

ESTRUTURA CONDICIONAL AULA 6 ESTRUTURA CONDICIONAL 130 Tem como objetivo executar um conjunto de comandos caso uma condição lógica seja atendida. Quando a resposta lógica for falsa, nada será executado. Sintaxe Se CONDIÇÃO

Leia mais

HABILITAÇÃO COMPONENTE TITULAÇÃO

HABILITAÇÃO COMPONENTE TITULAÇÃO Operação de Software Aplicativo Científica Engenharia da Produção Engenharia de Engenharia de Produção Matemática Aplicada às Matemática Aplicada e Científica Matemática com Tecnologia em - Ênfase em Gestão

Leia mais

CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES

CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES 3.1 - IDENTIFICADORES Os objetos que usamos no nosso algoritmo são uma representação simbólica de um valor de dado. Assim, quando executamos a seguinte instrução:

Leia mais

APLICAÇÃO DA MODELAGEM UML NA FASE DE ANÁLISE DE UM PROJETO DE SOFTWARE PARA AGENDAMENTO DE USO DE VEÍCULOS INTERNOS DE UMA EMPRESA

APLICAÇÃO DA MODELAGEM UML NA FASE DE ANÁLISE DE UM PROJETO DE SOFTWARE PARA AGENDAMENTO DE USO DE VEÍCULOS INTERNOS DE UMA EMPRESA APLICAÇÃO DA MODELAGEM UML NA FASE DE ANÁLISE DE UM PROJETO DE SOFTWARE PARA AGENDAMENTO DE USO DE VEÍCULOS INTERNOS DE UMA EMPRESA ANDRE APARECIDO LEAL DE ALMEIDA Discente da AEMS Faculdades Integradas

Leia mais

DIAGRAMA DE ATIVIDADES

DIAGRAMA DE ATIVIDADES DIAGRAMA DE ATIVIDADES Profª Lucélia Oliveira Email: lucelia.com@gmail.com DIAGRAMA DE ATIVIDADES É o diagrama com maior ênfase ao nível de algoritmo da UML e provavelmente um dos mais detalhistas. Era

Leia mais

Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF Colegiado de Engenharia de Computação CECOMP

Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF Colegiado de Engenharia de Computação CECOMP Algoritmos e Programação Ricardo Argenton Ramos Baseado nos slides do professor Jadsonlee da Silva Sá Ementa Conceito de algoritmo. Lógica de programação e programação estruturada. Linguagem de definição

Leia mais

Processamento da Informação Teoria. Algoritmos e Tipos de dados

Processamento da Informação Teoria. Algoritmos e Tipos de dados Processamento da Informação Teoria Algoritmos e Tipos de dados Semana 01 Prof. Jesús P. Mena-Chalco 24/04/2013 (*) Slides adaptados das aulas do Prof. Harlen Costa Batagelo Algumas definições de algoritmo

Leia mais

Introdução a Programação

Introdução a Programação Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Civil Prof.: Maico Petry Introdução a Programação DISCIPLINA: Informática aplicada a Engenharia Programação de Computadores Como programar

Leia mais

Módulo 2: Algoritmos. Neste trabalho preferimos a definição de algoritmo como sendo:

Módulo 2: Algoritmos. Neste trabalho preferimos a definição de algoritmo como sendo: Módulo 2: Algoritmos Na bibliografia, encontramos diferentes definições para algoritmo, algumas tratam uma simples receita de bolo como um algoritmo, outros autores consideram esses exemplos simplificações

Leia mais

Informática Aplicada à Engenharia Florestal

Informática Aplicada à Engenharia Florestal Informática Aplicada à Engenharia Florestal Computação Científica Renato Dourado Maia Instituto de Ciências Agrárias Universidade Federal de Minas Gerais Computação Científica Conceito Computação Científica

Leia mais

Computabilidade 2012/2013. Sabine Broda Departamento de Ciência de Computadores Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Computabilidade 2012/2013. Sabine Broda Departamento de Ciência de Computadores Faculdade de Ciências da Universidade do Porto Computabilidade 2012/2013 Sabine Broda Departamento de Ciência de Computadores Faculdade de Ciências da Universidade do Porto Capítulo 1 Computabilidade 1.1 A noção de computabilidade Um processo de computação

Leia mais

ALGORITMOS PARTE 01. Fabricio de Sousa Pinto

ALGORITMOS PARTE 01. Fabricio de Sousa Pinto ALGORITMOS PARTE 01 Fabricio de Sousa Pinto Algoritmos: Definição 2 É uma sequência de instruções finita e ordenada de forma lógica para a resolução de uma determinada tarefa ou problema. Algoritmos 3

Leia mais

Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP

Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP 1) Introdução Programação Orientada a Objetos é um paradigma de programação bastante antigo. Entretanto somente nos últimos anos foi aceito realmente

Leia mais

A4 Projeto Integrador e Lista de Jogos

A4 Projeto Integrador e Lista de Jogos A4 Projeto Integrador e Lista de Jogos 1ª ETAPA PROJETO INTEGRADOR (2 pontos na A4) Como discutido em sala de aula, a disciplina de algoritmos I também fará parte do projeto integrador, para cada grupo

Leia mais

PROGRAMAÇÃO AVANÇADA -CONCEITOS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

PROGRAMAÇÃO AVANÇADA -CONCEITOS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br PROGRAMAÇÃO AVANÇADA -CONCEITOS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ROTEIRO 1. Conceitos de Orientação a Objetos Introdução O paradigma da POO Classes

Leia mais

Disciplina: Organização de computadores

Disciplina: Organização de computadores Disciplina: Organização de computadores Professora: Carolina D. G. dos Santos E-mail: profcarolinadgs@gmail.com Página: profcarolinadgs.webnode.com.br Unip / Prof. a Carolina 1 à Computador Conceitos Básicos

Leia mais

Capítulo 1. Introdução. 1.1 Linguagens. OBJETIVOS DO CAPÍTULO Ao final deste capítulo você deverá ser capaz de:

Capítulo 1. Introdução. 1.1 Linguagens. OBJETIVOS DO CAPÍTULO Ao final deste capítulo você deverá ser capaz de: i Sumário 1 Introdução 1 1.1 Linguagens....................................... 1 1.2 O que é um Compilador?................................ 2 1.3 Processadores de Programas: Compiladores, Interpretadores

Leia mais

Aula 02 Modelagem de Dados. Banco de Dados. Aula 02 Modelagem de Dados. Superior /2011 Redes Computadores - Disciplina: Banco de Dados -

Aula 02 Modelagem de Dados. Banco de Dados. Aula 02 Modelagem de Dados. Superior /2011 Redes Computadores - Disciplina: Banco de Dados - Banco de Dados Aula 02 Modelagem de Dados Roteiro Definição Evolução Projeto de BD Abstração Esquema e Instância Definição É uma representação, normalmente gráfica, de estruturas de dados reais. Auxilia

Leia mais

Apostila de Fundamentos de Programação I. Prof.: André Luiz Montevecchi

Apostila de Fundamentos de Programação I. Prof.: André Luiz Montevecchi Apostila de Fundamentos de Programação I Prof: André Luiz Montevecchi Introdução O mundo atual é dependente da tecnologia O uso intenso de diversos aparatos tecnológicos é parte integrante do nosso dia-a-dia

Leia mais

Teoria para IHC: Engenharia Semiótica

Teoria para IHC: Engenharia Semiótica Teoria para IHC: Engenharia Semiótica ERBASE EPOCA 2009 2010 Engenharia Semiótica: uma nova perspectiva A Engenharia Semiótica é uma abordagem para IHC na qual o design e a interação fazem parte de um

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Resolução 012/2010 da Pró-Reitoria de Graduação CAPÍTULO I - DO CONCEITO Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

Lógica para a Programação - 1º semestre AULA 01 Prof. André Moraes

Lógica para a Programação - 1º semestre AULA 01 Prof. André Moraes Pág 4 Lógica para a Programação - 1º semestre AULA 01 Prof. André Moraes 1 APRESENTAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR A unidade curricular de Lógica para a programação tem como objetivo promover o estudo dos principais

Leia mais

Programação 1. Rafael Vargas Mesquita. http://www.ci.ifes.edu.br ftp://ftp.ci.ifes.edu.br/informatica/mesquita/

Programação 1. Rafael Vargas Mesquita. http://www.ci.ifes.edu.br ftp://ftp.ci.ifes.edu.br/informatica/mesquita/ Programação 1 Rafael Vargas Mesquita http://www.ci.ifes.edu.br ftp://ftp.ci.ifes.edu.br/informatica/mesquita/ Definições Básicas Lógica de programação é a técnica de desenvolver algoritmos (sequências

Leia mais

Algoritmos e Programação de Computadores

Algoritmos e Programação de Computadores Algoritmos e Programação de Computadores Algoritmos Estrutura Sequencial Parte 1 Professor: Victor Hugo L. Lopes Agenda Etapas de ação do computador; TDP Tipos de Dados Primitivos; Variáveis; Constantes;

Leia mais

Algoritmo. Linguagem natural: o Ambígua o Imprecisa o Incompleta. Pseudocódigo: o Portugol (livro texto) o Visualg (linguagem) Fluxograma

Algoritmo. Linguagem natural: o Ambígua o Imprecisa o Incompleta. Pseudocódigo: o Portugol (livro texto) o Visualg (linguagem) Fluxograma Roteiro: Conceitos básicos de algoritmo, linguagem, processador de linguagem e ambiente de programação; Aspectos fundamentais da organização e do funcionamento de um computador; Construções básicas de

Leia mais

Linguagem algorítmica: Portugol

Linguagem algorítmica: Portugol Programação de Computadores I Aula 03 Linguagem algorítmica: Portugol José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/34 Introdução I Lógica A lógica é usada

Leia mais

ALGORITMOS EPROGRAMAÇÃO

ALGORITMOS EPROGRAMAÇÃO ALGORITMOS EPROGRAMAÇÃO APRESENTAÇÃO FRANCO VIEIRA SAMPAIO Bacharel em Informática URCAMP 2005; Especialista em Administração de Sistemas de Informação UFLA- MG 2009; Mestrando em Administração UNISC;

Leia mais

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características:

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características: Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Conhecendo o NSBASIC para Palm Vitor Amadeu Vitor@cerne-tec.com.br 1. Introdução Iremos neste artigo abordar a programação em BASIC para o Palm OS. Para isso, precisaremos

Leia mais

Algoritmos. Cláudio Barbosa contato@claudiobarbosa.pro.br

Algoritmos. Cláudio Barbosa contato@claudiobarbosa.pro.br Algoritmos Partes básicas de um sistema computacional: Hardware, Software e Peopleware Hardware - Componentes físicos de um sistema de computação, incluindo o processador, memória, dispositivos de entrada,

Leia mais

Aula 4 Pseudocódigo Tipos de Dados, Expressões e Variáveis

Aula 4 Pseudocódigo Tipos de Dados, Expressões e Variáveis 1. TIPOS DE DADOS Todo o trabalho realizado por um computador é baseado na manipulação das informações contidas em sua memória. Estas informações podem ser classificadas em dois tipos: As instruções, que

Leia mais

Algoritmos em Javascript

Algoritmos em Javascript Algoritmos em Javascript Sumário Algoritmos 1 O que é um programa? 1 Entrada e Saída de Dados 3 Programando 4 O que é necessário para programar 4 em JavaScript? Variáveis 5 Tipos de Variáveis 6 Arrays

Leia mais

Prof. Edson J. R. Justino Aula Teórica 02 Escola Politécnica Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR Introdução ao Conceito de Algoritmo e O Conceito de Algoritmo e as Estruturas Básicas de

Leia mais

MC-102 Aula 01. Instituto de Computação Unicamp

MC-102 Aula 01. Instituto de Computação Unicamp MC-102 Aula 01 Introdução à Programação de Computadores Instituto de Computação Unicamp 2015 Roteiro 1 Por que aprender a programar? 2 Hardware e Software 3 Organização de um ambiente computacional 4 Algoritmos

Leia mais