Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando"

Transcrição

1 Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando

2 Enquadramento O presente curso apresenta-se na forma de organização de e-learning, não existindo sessões presenciais ou horários específicos. É proposto aos formandos um conjunto de actividades andragógicas e fóruns de discussão e acompanhamento, disponíveis 24 horas por dia através da Internet. A generalidade das actividades têm prazos definidos, os quais não devem ser ultrapassados, implicando uma boa capacidade gestão de tempo de modo a realizarem as actividades propostas e procederem à sua entrega dentro dos prazos definidos. O curso será acompanhado por um tutor que orientará os formandos na realização de todas as actividades. O papel do tutor será de promotor e facilitador da aprendizagem, dando feedback sempre que solicitado ou necessário.

3 Plataforma e-learning Para o acesso à plataforma, recomendamos a utilização dos browsers Mozilla Firefox e Google Chrome, em detrimento do Internet Explorer, cujas funcionalidades não permitem o acesso a alguns conteúdos. Para aceder à nossa plataforma de e-learning deverá digitar o seguinte endereço electrónico Ao entrar na plataforma e antes de aceder ao curso que irá frequentar, terá realizar duas operações: 1. Registo na plataforma Moodle; 2. Inscrição na disciplina (termo utilizado pelo Moodle); primeiro que

4 Registo na plataforma Uma vez na página da plataforma de ensino a distância deverão realizar os seguintes passos: 1. No canto superior direito da página - proceder ao vosso registo - Criar nova conta de utilizador;.

5 Registo na plataforma 2. No formulário de criação de conta devem escolher um nome de utilizador que não contenha espaços (ex: jeremiasantos) 3. No campo senha devem criar uma senha que respeite as indicações fornecidas na página (ex: Jsantos123!) 4. Indicar um endereço de que consultem com frequência;.

6 Registo na plataforma 5. Após o registo verificar o vosso para completar o processo de inscrição (atenção que, por se tratar de um automático, pode não estar na caixa de entrada mas sim na pasta do "spam" - "lixo eletrónico );

7 Registo na plataforma 6. Entrar na plataforma com os vossos dados de acesso;.

8 Inscrição no curso Findo o processo de registo na plataforma segue-se a inscrição na "disciplina" 1. Na página principal encontram a categoria Disciplina ; 2. ao clicar aparece a disciplina ACPS - 1ª Edição; 3. para se inscreverem devem utilizar a seguinte senha: megaacps1#.

9 Inscrição no curso 2. De seguida deve ser selecionar a disciplina que vai frequentar 3. Para se inscreverem devem utilizar a senha que vos foi cedida através do de boasvindas que vos foi enviado Nota: o passo relativo à chave de inscrição apenas lhe é solicitado no primeiro acesso ao curso.

10 Recuperação Da Senha Caso de não se recordar a senha acesso, poderá recuperá-la. Para isso deverá de seguir os seguintes passos: 1. No canto superior direito da página deve selecionar a opção Recuperar senha

11 Recuperação Da Senha 2. Depois deve de digitalizar o seu endereço de ou nome de utilizador 3. A senha assim como as instruções de acesso serão enviados para o com o qual se registou 4. Caso pretenda mudar a sua senha deve de ir ao menu Administração e selecionar Modificar Senha

12 Actualização do perfil O seu primeiro passo após a entrada na plataforma, será actualização do seu perfil. Para tal, deve de seguir os seguintes passos. 1. No canto direito encontrará um menu com a indicação Meu Perfil. Ao selecionar este menu ele expande-se em diversos sub-menus. 2. De seguida seleciona editar perfil

13 Actualização do perfil 3. De seguida e como indicado na imagem abaixo, deverá completar as informações solicitadas no formulário, sendo obrigatório as que se encontram assinaladas a vermelho. 4. No final clique em Actualizar Perfil

14 Navegação na Plataforma 1. Poderá navegar na plataforma pelo menu de navegação ou pela barra de menus

15 Organização dos cursos Todos os nossos cursos estão organizados por módulos, e estes, por sua vez por sessões. As sessões poderão ser presenciais e/ou a distância (conforme o curso que vai frequentar). Em todos os cursos são fornecidos documentos de apoio essenciais à aquisição das suas aprendizagens. Em alguns cursos serão também disponibilizadas sessões síncronas. Estas actividades e sessões estão calendarizadas e publicadas no cronograma da acção disponibilizado aos formandos no início da acção No início do curso será disponibilizado o cronograma da acção, onde se encontram detalhados a datas de inicio de cada módulo, os dias e horas das sessões síncronas e/ou sessões presenciais (quando previstas). Na plataforma do curso é também possível ter acesso à calendarização das actividades, sessões síncronas, entre outras. Esta possibilidade está acessível no canto superior direito da plataforma.

16 Sincronização De eventos É possível sincronizar o calendário dos eventos da acção com o seu calendário do Google ou do Outlook. Para tal deve de seguir os seguintes passos: 1. Ao entrar no curso, que está a frequentar, deve de procurar no lado direito Próximos Eventos 2. Depois seleciona-se ir ao calendário 3. Ao entrar na página, no final encontrará a opção Exportar Calendário 4. Depois seleciona as opções que vai de encontro ao que pretende e seleciona a opção Obter URL do Calendário 5. Copie o endereço e adicione ao seu calendário do Google ou outlook

17 Actividades Da plataforma As actividades são eventos onde o formando deverá aplicar os conhecimentos adquiridos, expor a sua opinião, para posterior avaliação. Estas actividades poderão ser: Chat A atividade Chat permite aos formandos participarem numa sessão síncrona via web. O chat pode ocorrer apenas numa sessão ou repetir-se à mesma hora ao longo de vários dias ou semanas. As sessões são gravadas e podem ser disponibilizadas a todos os alunos ou a apenas ao professor. Envio de trabalho A atividade Trabalho permite ao formador definir tarefas ou disponibilizar o enunciado de um trabalho, recolher submissões dos formandos e rever, avaliar e dar feedback. Os formandos podem submeter ficheiros, tais como documentos word, folhas de cálculo, imagens, sons e vídeos. Esta atividade pode também servir para lembrar os formandos de atividades presenciais, como exames ou trabalhos, não sendo neste caso necessário submeter nenhum ficheiro ou texto. Os formandos podem submeter o trabalho individualmente ou em grupo. Ao avaliar os trabalhos, os formadores podem inserir comentários de feedback e submeter ficheiros, nomeadamente o ficheiro de trabalho do formando com comentários ou um ficheiro de áudio com o feedbback. Os trabalhos podem ser avaliados utilizando uma escala numérica, uma escala personalizada ou um critério avançado de avaliação, como as grelhas qualitativas. As notas dos alunos são registadas na pauta da disciplina.

18 Actividades Da plataforma Testes Permite aos formadores criarem testes com diversos tipos de perguntas, tais como escolha múltipla, verdadeiro/falso, correspondência, de resposta curta e calculadas. Encontram-se disponibilizados por um período limitado permitindo apenas uma tentativa. Fóruns A atividade Fórum permite aos participantes ter discussões em modo assíncrono. Existem vários tipos de fórum, como o fórum standard onde qualquer participante pode começar uma nova discussão, o fórum onde cada formando pode colocar apenas um tópico de discussão ou o fórum de pergunta-resposta no qual os formandos devem primeiro responder a um tópico (pergunta) para conseguirem ver as respostas dos colegas. O formador pode optar por permitir que sejam anexados ficheiros às mensagens, cujo conteúdo, quando são imagens, é exibido na própria mensagem. Os participantes podem subscrever um fórum de forma a receber notificações sempre que são submetidas novas mensagens no mesmo. O formador pode configurar a subscrição para o modo opcional, obrigatória ou opcional (ativa ao inicio) ou desativá-la..

19 Actividades Da plataforma Glossário O glossário permite aos formandos criarem e manterem uma lista de termos e definições semelhante a um dicionário. O formador pode configurar o glossário para que seja possível anexar ficheiros aos termos. Se os anexos forem imagens, estas são exibidas junto à definição do termo. Os termos podem ser visualizados por ordem alfabética, data, categoria ou autor. Wiki A atividade wiki permite que os utilizadores adicionem, editem uma série de páginas com conteúdos interligando-as. Um wiki pode ser colaborativo, em que todos o podem editar, ou individual, em que cada aluno tem o seu próprio wiki e que só ele o pode editar. Workshop A atividade Workshop permite inserir, analisar e avaliar o trabalho dos formandos pelos seus colegas. Os formandos podem submeter qualquer conteúdo como documentos excel e word ou escrever o texto diretamente no editor do Moodle. Os trabalhos são avaliados através de uma grelha de avaliação com vários critérios definidos pelo formador. O formador pode disponibilizar trabalhos exemplo e uma avaliação de referência para que os formandos possam praticar o processo de avaliação e compreender a grelha de avaliação. Os formandos têm a oportunidade de avaliar um ou mais trabalhos dos seus colegas. Os autores dos trabalhos atribuídos para avaliação e os respetivos avaliadores pode ser mantidos anónimos.

20 Recursos Da plataforma Os recursos são ferramentas de avaliação ou comunicação com os formandos. Os recursos utilizados poderão ser: Ficheiro O recurso Ficheiro permite que um formador insira um ficheiro como um recurso de uma disciplina. Sempre que o navegador o permitir, o ficheiro será exibido dentro da interface da disciplina, caso contrário os formandos poderão fazer o seu download. Este recurso pode incluir ficheiros de suporte, como por exemplo uma página HTML com imagens ou conteúdos em Flash. Livro O recurso Livro permite que o formador crie um conteúdo com várias páginas com formato idêntico a um livro, com capítulos e subcapítulos. O Livro pode conter texto e elementos multimédia e é útil para exibir informação extensa que pode ser dividida em capítulos. Página O recurso Página permite criar uma página web usando o editor html. A página pode exibir texto, imagens, som, video, links e código html incorporado, como o Google Maps. As vantagens de utilizar o recurso página em vez do recurso ficheiro é que a Página pode ser mais fácil de aceder (por exemplo, para utilizadores que acedem a partir de dispostivos móveis) e mais fácil de atualizar.

21 Recursos Da plataforma Pasta O recurso Pasta permite que o formador disponibilize uma série de ficheiros apenas num link, evitando assim o excesso de ficheiros na página principal da disciplina. Pode criar uma pasta e carregar ficheiro a ficheiro ou carregar um único zip com vários ficheiros e extrair os mesmos dentro da pasta. URL O URL permite ao professor disponibilizar um link para um conteúdo externo na página principal da disciplina, Tudo o que esteja disponível livremente online, como documentos ou imagens, pode ser partilhado, o URL não necessita de ser a página de um site. Pode copiar e colar o link de qualquer página online ou escolher um link específico de um repositório como o Flickr, YouTube ou Wikimedia (dependendo dos repositórios que estão disponíveis na plataforma). Existe uma série de opções de visualização do URL. Este pode ser incorporado, pode surgir numa nova janela ou, mediante opções avançadas, pode passar informações como o nome do aluno, se necessário.

22 Mensagens na plataforma Sempre que o formando necessitar de contactar, com o formador ou coordenação poderá enviar mensagens privadas através da plataforma. Para isso deverá de realizar os seguintes passos: 1. Aceder ao menu Navegação 2. Depois seleciona As minhas disciplinas 3. De seguida acede ao curso que pretende enviar mensagem 4. Através da opção Participantes, 5. A seguir surge a listagem de todos os participantes do curso. Aqui seleciona a quem quer enviar mensagem. O ecrã seguinte abre o perfil do participantes e aqui apenas seleciona a opção Enviar Mensagem

23 Mensagens na plataforma Sempre que alguém lhe enviar uma mensagem a mesma fica disponível no menu Mensagens Utilizadores activos O menu utilizadores activos permite visualizar os outros participantes que se encontram, ao mesmo tempo, a aceder à plataforma

24 Alguns fundamento do e-learning As dinâmicas de ensino / aprendizagem colocam um conjunto importante de desafios aos participantes. Para que o aproveitamento seja um sucesso é necessário que desenvolvam algumas competências fundamentais. Autodisciplina: tenha em consideração a estimativa de tempo a despender para as tarefas do curso e reserve esse tempo na sua agenda. Tente criar um hábito como se estivesse a frequentar um curso presencial. Mas, se em determinada altura não conseguir acompanhar as actividades do curso, não desista! Com a ajuda do tutor e dos colegas terá oportunidade de recuperar o atraso. Mas atenção para não deixar o trabalho avolumar. Motivação: a motivação é fundamental em tudo o que fazemos. Nestes casos, a distância entre colegas e formadores/tutores pode ser complicada de gerir, mas com a colaboração de todos não é difícil manter a motivação elevada.

25 Alguns fundamento do e-learning O curso será ministrado em e-learning, seguindo uma estratégia formativa que potencia a aprendizagem e partilha de conhecimento entre os formandos. Esta metodologia permite uma aprendizagem flexível ao nível do tempo facilitando um percurso individualizado, ao ritmo de cada um, e do espaço permitindo o acesso aos conteúdos da formação em qualquer lugar. Assim, para além de garantir aos formandos uma melhor gestão de tempo, este tipo de formação convida a uma participação mais activa de todos, estimulando a criação de uma verdadeira comunidade de aprendizagem entre os formandos e tutores. Os formandos terão de realizar um conjunto de actividades de aprendizagem, sendo a gestão do tempo da sua responsabilidade, devendo no entanto,ter em conta as datas definidas para a realização das tarefas. As actividades dividem-se entre o estudo dos conteúdos propostos, a pesquisa de fontes complementares, a participação em fóruns, discutindo e partilhando ideias de forma colaborativa. Esta metodologia assenta assim na complementaridade entre dois princípios fundamentais: o auto-estudo e a aprendizagem colaborativa, devidamente suportadas por uma tutoria activa e por um acompanhamento contínuo

26 Alguns fundamento do e-learning Apesar das muitas vantagens desta metodologia formativa, para alcançar o sucesso é necessária muita motivação pessoal e persistência. Aprender a distância permite uma maior flexibilidade, mas também exige a gestão do próprio horário de estudo e a decisão sobre o quando e como deverá aprender. Com uma gestão do tempo eficaz e cuidadosa, o formando sentir-se-á com controlo da sua própria aprendizagem. Tal como no ensino presencial, o e-formador num curso de e-learning actua como organizador e facilitador da participação dos formandos, usando um conjunto de estratégias andragógicas necessárias para lhes assegurar uma experiência enriquecedora. Deste modo, o e-formador online tem como objectivo promover, estimular, auxiliar e orientar todas as interacções que ocorrem no processo de formação (interacção entre os formandos, entre os formandos e os conteúdos/interface e entre os formandos e o formador).

27 Alguns fundamento do e-learning O papel do e-formando é aprender. Através do e-learning, a formação torna-se mais flexível, personalizada e dinâmica. Para que seja eficaz é preciso, no entanto, que cada formando assuma que é o responsável pelo desenvolvimento do produto final: a APRENDIZAGEM! Perante situações diversas de aprendizagem, o desafio desta tarefa requer motivação, planificação, gestão de tempo e capacidade para analisar e seleccionar informação. Saber o que precisa de aprender; Ser responsável pela sua própria aprendizagem; Conhecer a forma como aprende; Identificar as suas dificuldades e encontrar estratégias para as superar; Partilhar as suas experiências e dificuldades; Avaliar a sua aprendizagem.

28 Organização e gestão do tempo Este é um aspecto fundamental para trabalharmos online. Algumas dicas: Procure organizar os espaços e os períodos de tempo que terá disponíveis para estudar e participar nas actividades online; Anote as tarefas a realiza e organize-as por prioridades (as mais urgentes, as queiram requerer mais tempo, as mais importantes, etc.); Tente desenvolver uma relação de cooperação e partilha com os seus colegas de curso, de modo a poder ajudar e ser ajudado no seu percurso de aprendizagem; Procure resolver da forma mais rápida possível quaisquer problemas que estejam a prejudicar o seu trabalho (dificuldades na utilização dos recursos da plataforma, na obtenção dos textos ou outros materiais indicados, no desenvolvimento das tarefas requeridas, etc.), recorrendo ao(s)formador(es), colegas ou ao suporte técnico.

29 Organização e gestão do tempo Reflicta sobre o que aprendeu: o conhecimento deve ser contextualizado às suas práticas específicas. Reflicta sobre o que aprendeu e sobre a forma como poderá aplicar este conhecimento no seu dia-a-dia. Utilize os recursos disponíveis: para além dos conteúdos formais dos cursos, são sempre disponibilizados diversos recursos de suporte que permitem aprofundar e enriquecer o processo de construção das aprendizagens. Acompanhe sempre as propostas de actividades, confirmando o cumprimento de todas as tarefas nas diferentes fases do curso. Aprender é progredir. Realize todas as actividades propostas: um dos principais factores de sucesso será a realização dos trabalhos propostos. A função destes exercícios é reforçar a aprendizagem através da prática e da repetição, pondo à prova o conhecimento recém-adquirido e ajudando à sua consolidação.

30 Comunicação e Interacção On-line A comunicação e a interacção na aprendizagem online são quase exclusivamente baseadas na linguagem escrita. Assim, deverá observar algumas regras básicas: Exprima-se com clareza e de forma sintética; Adopte um tom construtivo, dialogante e empático, mesmo quando discorda de uma determinada ideia ou ponto de vista; NÃO ESCREVA EM MAIÚSCULAS (é o equivalente a gritar); Utilize os sinais gráficos (ex: smileys) para sinalizar emoções; Utilize o humor e a ironia com ponderação

31 Comunicação e Interacção On-line Nos fóruns de discussão estamos a comunicar em alturas diferentes dos restantes participantes (formadores e colegas) pelo que devemos considerar algumas estratégias para tirar o melhor partido possível da experiência de aprendizagem: Acompanhe assiduamente as discussões em curso (diariamente ou, pelo menos, dia sim/dia não); Leia as mensagens existentes antes de elaborar e colocar a sua, de modo a não repetir dúvidas, questões, comentários ou informações já expressos; Contribua para o avançar e aprofundar da discussão colocando questões pertinentes, introduzindo novas ideias, argumentos e informações, partilhando a sua experiência pessoal; Evite colocar mensagens apenas para dizer que concorda com o que alguém disse. Nota: todas as questões e sugestões cuja a temática não se relacione com o curso, deverá ser sempre direcionada via ou telefone para a coordenação/formador e nunca expostas nas actividades de fórum. Assim todas as publicações expostas nos fóruns, fora do âmbito das temáticas do curso serão eliminadas

DGAJ/DF. Curso em E-learning

DGAJ/DF. Curso em E-learning Curso em E-learning Introdução O que é estudar a distância O estudo à distância é uma forma diferente de aprender. Para que uma pessoa possa estudar à distância, necessita desenvolver algumas habilidades

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

Índice. Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4. Primeiros passos com o e-best Learning 6. Actividades e Recursos 11

Índice. Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4. Primeiros passos com o e-best Learning 6. Actividades e Recursos 11 Índice Parte 1 - Introdução 2 Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4 Parte 2 Desenvolvimento 5 Primeiros passos com o e-best Learning 6 Como aceder à plataforma e-best Learning?... 6 Depois

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando

Guia de Acesso à Formação Online Formando Guia de Acesso à Formação Online Formando Copyright 2008 CTOC / NOVABASE ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...5 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...6 5. Avaliação...7

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante)

Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante) Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante) 1. Introdução I 2. Primeiros passos I 3. Unidade Curricular I 4. Recursos e atividades O e-campus do ISPA - Instituto

Leia mais

Guião de utilização da plataforma moodle para Professor

Guião de utilização da plataforma moodle para Professor Guião de utilização da plataforma moodle para Professor http://elearning.up.ac.mz http://www.ceadup.edu.mz E-mail: up.cead@gmail.com info@ceadup.edu.mz Maputo, 2013 Introdução Há alguns anos atrás, para

Leia mais

3 Acrescentar Recursos

3 Acrescentar Recursos 2010 1 publicar o nome, sua descrição, a data de publicação, a duração e sua repetição. Funcionará como a agenda do professor, a qual os estudantes não terão acesso. Para finalizar, selecione o Tipo de

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Docentes Universidade Atlântica 1 Introdução O conceito do Moodle (Modular Object Oriented Dynamic Learning Environment) foi criado em 2001 por Martin Dougiamas, o conceito

Leia mais

Manual do Ambiente Virtual Moodle

Manual do Ambiente Virtual Moodle Manual do Ambiente Virtual Moodle versão 0.3 Prof. Cristiano Costa Argemon Vieira Prof. Hercules da Costa Sandim Outubro de 2010 Capítulo 1 Primeiros Passos 1.1 Acessando o Ambiente Acesse o Ambiente Virtual

Leia mais

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA V SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE Patric da Silva Ribeiro patricribeiro@unipampa.edu.br Maicon Isoton maiconisoton@gmail.com Potencialidades Tecnológicas

Leia mais

e Campus do ISPA Instituto Universitário

e Campus do ISPA Instituto Universitário e Campus do ISPA Instituto Universitário Manual de utilização do Moodle Perfil utilizador: Docente Versão: Agosto 2010 Índice Índice... 2 Índice de Figuras... 3 Introdução... 4 1. Primeiros passos... 5

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Manual de Utilização Moodle

Manual de Utilização Moodle Manual de Utilização Moodle Perfil Professor Apresentação Esse manual, baseado na documentação oficial do Moodle foi elaborado pela Coordenação de Tecnologia de Informação CTI do câmpus e tem como objetivo

Leia mais

Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros

Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros Guia de Apresentação do Curso de Qualificação de Agentes, Corretores de Seguros ou Mediadores de Resseguros Guia de Apresentação do Curso Versão 1.0

Leia mais

ferramentas e funcionalidades básicas

ferramentas e funcionalidades básicas ferramentas e funcionalidades básicas MOODLE - Tipos de Actividades Núcleo Minerva da Universidade de Évora Referendo A actividade Referendo permite ao professor fazer, por exemplo, uma sondagem de opinião

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS Guia Inicial de Acesso e Utilização Para Docentes Versão 1.0b Outubro/2010 Acesso e utilização do Ambiente Virtual de Ensino

Leia mais

Manual Blackboard para docentes. Guia Rápido

Manual Blackboard para docentes. Guia Rápido Manual Blackboard para docentes Guia Rápido CAPÍTULO I CONTEXTUALIZAÇÃO... 3 1. PLATAFORMA DE CONTEÚDOS ACADÉMICOS... 3 2. OBJECTIVOS DESTE GUIA... 3 CAPÍTULO II O AMBIENTE DE TRABALHO DA PLATAFORMA...

Leia mais

PROJ. Nº 528362 LLP-1-2012-1-NL-ERASMUS-ECUE

PROJ. Nº 528362 LLP-1-2012-1-NL-ERASMUS-ECUE REDIVE GUIA LMS PROJ. Nº 528362 LLP-1-2012-1-NL-ERASMUS-ECUE Projecto financiado com o apoio da Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão

Leia mais

Alfabetização Digital

Alfabetização Digital Ferramentas de interação e sua utilização pedagógica nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem evidenciando o papel do professor e do estudante Prof. Ana Carolina de Oliveira Salgueiro de Moura Prof. Antônio

Leia mais

Moodle - CEAD Manual do Estudante

Moodle - CEAD Manual do Estudante Moodle - CEAD Manual do Estudante Índice Introdução 3 Acessando o Ambiente 4 Acessando o Curso 5 Navegando no Ambiente do Curso 5 Box Participantes 5 Box Atividades 5 Box Buscar nos Fóruns 5 Box Administração

Leia mais

Administração da disciplina

Administração da disciplina Administração da disciplina Agrupamento Vertical de Escolas de Tarouca Documento disponível em: http://avetar.no-ip.org 1.Acesso e utilização da plataforma:. Seleccione a opção Entrar, que se encontra

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO Desenvolvido por: Patricia Mariotto Mozzaquatro SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO....03 2 O AMBIENTE MOODLE......03 2.1 Quais as caixas de utilidade que posso adicionar?...04 2.1.1 Caixa

Leia mais

Manual de Utilização do Moodle

Manual de Utilização do Moodle Manual de Utilização do Moodle Alexandre Barras Baptista a.baptista@isegi.unl.pt 1 Índice Moodle... 3 Aceder ao Moodle SuGIK... 4 Login... 4 Disciplinas... 5 Estrutura da disciplina... 5 Edição da Disciplina...

Leia mais

Manual do Usuário 2013

Manual do Usuário 2013 Manual do Usuário 2013 MANUAL DO USUÁRIO 2013 Introdução Um ambiente virtual de aprendizagem é um programa para computador que permite que a sala de aula migre para a Internet. Simula muitos dos recursos

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Maio 2008 Conteúdo 1 Primeiros passos...4 1.1 Tornando-se um usuário...4 1.2 Acessando o ambiente Moodle...4 1.3 O ambiente Moodle...4 1.4 Cadastrando-se

Leia mais

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!!

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! TUTORIAL DO ALUNO Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! O Moodle é a plataforma de ensino a distância utilizada pela Uniapae sendo a unidade de ensino para rápida capacitação

Leia mais

Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008. Guia do Aluno Online. Abril 2008 2

Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008. Guia do Aluno Online. Abril 2008 2 Guia do aluno Título Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008 Abril 2008 2 Índice 1. Introdução... 4 2. Metodologia... 4 3. Aulas online... 5 4. A avaliação... 5

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR. Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva

Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR. Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva http://teleduc.cefetmt.br Edição 2006/2 Curso de Especialização em Educação

Leia mais

Sistema De Entrega Guia Do Usuário

Sistema De Entrega Guia Do Usuário Sistema De Entrega Guia Do Usuário LEONARDO DA VINCI - Transferência de inovação MEDILINGUA - Advancing vocational competences in foreign languages for paramedics MEDILINGUA - Promovendo competências profissionais

Leia mais

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO TUTORIAL PARA TUTORES PLATAFORMA MOODLE OURO PRETO 2014 1 SUMÁRIO 1. PRIMEIRO ACESSO À PLATAFORMA... 03 2. PLATAFORMA DO CURSO... 07 2.1 Barra de Navegação...

Leia mais

3. O CASO PARTICULAR DO FÓRUM DYN3W

3. O CASO PARTICULAR DO FÓRUM DYN3W 3. O CASO PARTICULAR DO FÓRUM DYN3W 3.1. DESCRIÇÃO DA FERRAMENTA E SUAS APLICAÇÕES Dyn3W é um fórum desenvolvido especialmente para ser utilizado na educação. O seu desenvolvimento iniciou-se em meados

Leia mais

Em FORMATO E-LEARNING PQ 11.04.A Página 1 de 6

Em FORMATO E-LEARNING PQ 11.04.A Página 1 de 6 Página 1 de 6 1. FUNCIONAMENTO Os cursos na modalidade de e-learning do são frequentados totalmente online, à exceção do Curso de Trabalhador Designado para a Segurança e Saúde no Trabalho em que a 1ª

Leia mais

Realizador por: Prof. José Santos

Realizador por: Prof. José Santos Realizador por: Prof. José Santos Objectivo Este guia tem como objectivo fornecer aos Encarregados de Educação uma breve explicação sobre o funcionamento da Plataforma de Aprendizagem Moodle do Colégio

Leia mais

UNIVERSIDADE DO MINDELO. Unidade de Gestão de Investigação Desenvolvimento e Inovação UG I+D+i MANUAL DE UTILIZAÇÃO MOODLE PARA ALUNOS

UNIVERSIDADE DO MINDELO. Unidade de Gestão de Investigação Desenvolvimento e Inovação UG I+D+i MANUAL DE UTILIZAÇÃO MOODLE PARA ALUNOS UNIVERSIDADE DO MINDELO Unidade de Gestão de Investigação Desenvolvimento e Inovação UG I+D+i MANUAL DE UTILIZAÇÃO MOODLE PARA ALUNOS Apresentação e Utilização Rápida da Plataforma Versão Zero Março de

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL Sumário efac Brasil... 3 Como acessar o AVA... 4 Acessando a Disciplina... 4 Recursos e Atividades... 5 Apresentação de Slides... 5 Chat... 6 Documento de Texto... 6 Documento

Leia mais

MANUAL. Perfil de Professor

MANUAL. Perfil de Professor MANUAL Perfil de Professor Índice 1. Acesso 1.1. Acessando o Canal do Norte... 03 2. Disciplinas 2.1. Acessando Disciplinas... 07 3. Recursos 3.1. Adicionando Recursos... 10 3.2. Página de texto simples...

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Blackboard Guia de Utilização para Docentes. Unidade de Multimédia e Tecnologia Educativa Blackboard 6.0/2010-05-18/1.0

Blackboard Guia de Utilização para Docentes. Unidade de Multimédia e Tecnologia Educativa Blackboard 6.0/2010-05-18/1.0 Blackboard Guia de Utilização para Docentes Unidade de Multimédia e Tecnologia Educativa Blackboard 6.0/2010-05-18/1.0 ÍNDICE CAPÍTULO I - CONTEXTUALIZAÇÃO...3 1. PLATAFORMA DE CONTEÚDOS ACADÉMICOS...

Leia mais

Ambientação ao Moodle. João Vicente Cegato Bertomeu

Ambientação ao Moodle. João Vicente Cegato Bertomeu Ambientação ao Moodle João Vicente Cegato Bertomeu AMBIENTAÇÃO A O MOODLE E S P E C I A L I Z A Ç Ã O E M SAUDE da FAMILIA Sumário Ambientação ao Moodle 21 1. Introdução 25 2. Histórico da EaD 25 3. Utilizando

Leia mais

Guião para as ferramentas etwinning

Guião para as ferramentas etwinning Guião para as ferramentas etwinning Registo em etwinning Primeiro passo: Dados de quem regista Segundo passo: Preferências de geminação Terceiro passo: Dados da escola Quarto passo: Perfil da escola Ferramenta

Leia mais

ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR)

ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR) ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR) 2- FÓRUM O fórum serve para avaliar os alunos através da participação na discussão sobre um ou mais assuntos, inserção de textos ou arquivos. Os fóruns de discussão compõem uma

Leia mais

Trabalho Final de PPeL

Trabalho Final de PPeL Trabalho Final de PPeL FOTO-REALISMO PÓS 60 CONTRATO DE APRENDIZAGEM JOSÉ MOTA PAULA PINHEIRO PROFESSORAS ALDA PEREIRA E LINA MORGADO 1-5 p i n h e i r o e m o t a. m p e l. j u l h o 2 0 0 6. u n i v.

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br MANUAL DO ALUNO Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA http://www.fgf.edu.br Sala Virtual TelEduc O TelEduc é um ambiente virtual desenvolvido Unicamp para apoiar professores

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

Apresentação do MOODLE. Educação do século XXI

Apresentação do MOODLE. Educação do século XXI Apresentação do MOODLE Educação do século XXI Software social e e-learning Talvez seja o momento de fazer algo nas suas disciplinas! O que pretende do seu sistema de aprendizagem on-line? Fácil criação

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013.

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013. Curso de atualização Educação Integral e Integrada Tutorial Moodle Belo Horizonte, 2013. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACESSANDO O AMBIENTE... 4 3. CONHECENDO O AMBIENTE... 5 3.1. CAIXAS DE UTILIDADES... 5 4.

Leia mais

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Unidade de Ensino a Distância Equipa Guia

Leia mais

Tutorial para Professores

Tutorial para Professores Tutorial para Professores Revisão 2.2 Suporte de Informática 21/01/2014 suporte@faccentro.com.br Diego Weiland Sumário O que é Moodle?... 4 Para que serve o Moodle?... 4 Como acessar o Moodle?... 5 Tela

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO. Introdução

GUIA PEDAGÓGICO. Introdução GUIA PEDAGÓGICO Introdução O objectivo deste documento é ser um condutor para os formandos que frequentam os cursos em elearning ministrados através da plataforma NetForma. Os cursos serão sempre orientados

Leia mais

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Introdução O Ambiente de Aprendizagem, ou AVA, é um aplicativo web onde os educadores e alunos podem disponibilizar materiais didáticos,

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR

NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0

MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0 MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0 APRESENTANDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Um ambiente virtual de aprendizagem é um sistema para gerenciar cursos a distância que utilizam a Internet, ou para complementar

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL Sejam bem vindos! As Faculdades Integradas do Brasil reafirmam no início desse semestre letivo, o seu compromisso divulgado no Projeto Pedagógico Institucional (PPI), com

Leia mais

I. COMO FAZER O REGISTO NA PLATAFORMA MOODLE 3 II. COMO ACEDER (ENTRAR) NO MOODLE DA ESCOLA 1

I. COMO FAZER O REGISTO NA PLATAFORMA MOODLE 3 II. COMO ACEDER (ENTRAR) NO MOODLE DA ESCOLA 1 Novembro.2010 Índice I. COMO FAZER O REGISTO NA PLATAFORMA MOODLE 3 II. COMO ACEDER (ENTRAR) NO MOODLE DA ESCOLA 1 III. COMO INSERIR MATERIAL PEDAGÓGICO (ANEXAR FICHEIROS) 1 IV. CRIAR UM GLOSSÁRIO 5 V.

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno Guia Rápido de Utilização Ambiente Virtual de Aprendizagem Perfil Aluno 2015 APRESENTAÇÃO O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) open source¹. Esta Plataforma tornouse popular e hoje é utilizada

Leia mais

Manual do. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Manual do

Manual do. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Manual do Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem gratuito para gestão e desenvolvimento de cursos na modalidade

Leia mais

Manual do Utilizador Aluno

Manual do Utilizador Aluno Manual do Utilizador Aluno Escola Virtual Morada: Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto PORTUGAL Serviço de Apoio ao Cliente: Telefone: (+351) 707 50 52 02 Fax: (+351) 22 608 83 65 Serviço Comercial:

Leia mais

Manual do Sistema de Aprendizagem. e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory

Manual do Sistema de Aprendizagem. e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory Manual do Sistema de Aprendizagem e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory 2011 Registo Página 2 de 25 Para aceder à plataforma necessita de criar uma conta clinaco no ícon registar. Na imagem acima

Leia mais

FSDB VIRTUAL. Tutorial do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da FSDB Versão para docentes

FSDB VIRTUAL. Tutorial do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da FSDB Versão para docentes FSDB VIRTUAL Tutorial do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da FSDB Versão para docentes Abril de 2015 2 3 SUMÁRIO 1. O Moodle... 5 2. Acesso à Plataforma... 5 3. Meus Componentes Curriculares... 6

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR SISTEMA DE INFORMAÇÃO FORMAÇÃO CONTÍNUA (Art.21.º do Decreto-Lei n.º22/2014, de 11 de fevereiro) 6 de julho de 2015 Índice 1. ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Objetivo... 5 1.2 Contactos Úteis...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD. Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD. Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente Nereu Agnelo Cavalheiro contato@nereujr.com Tutorial UFMG Virtual Primeiros passos do docente Este

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

[Conteúdo] Manual do e-formando [2010] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO...

[Conteúdo] Manual do e-formando [2010] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO... [Conteúdo] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO... 4 6.1.ACESSO À PLATAFORMA... 4 6.2.FUNCIONAMENTO DIÁRIO DA PLATAFORMA... 7 2 1.INTRODUÇÃO

Leia mais

Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre Guia do Docente Moodle UFCSPA NÚCLEO DE EAD Elaborado por: Fabrício Barboza Supervisão: NEAD Versão 1.0 Janeiro 2010 Acesso e utilização da plataforma...3

Leia mais

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais - TJMG Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes - EJEF Programa de Educação a Distância do TJMG EAD-EJEF Programa EAD-EJEF Manual do Estudante Versão

Leia mais

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante:

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante: Módulo A Introdutório - Bases legais, ao Curso políticas, e ao conceituais Ambiente Virtual e históricas da educação Apresentação Este módulo tem por objetivo promover o conhecimento do Ambiente Virtual

Leia mais

MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG. www.cosemsmg-ead.org.br

MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG. www.cosemsmg-ead.org.br MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG 1 ÍNDICE 03 APRESENTAÇÃO. Dicas para estudar a distância. Funções do professor e do tutor 04 CADASTRO NO CURSO 05 ACESSO AO CURSO 07 FERRAMENTAS DE ESTUDO. Conteúdo: aulas virtuais.

Leia mais

TUTORIAL. Como criar um blogue/página pessoal no WordPress

TUTORIAL. Como criar um blogue/página pessoal no WordPress TUTORIAL Como criar um blogue/página pessoal no WordPress Índice Criar o blogue... 3 Alterar as definições gerais... 4 Alterar tema... 6 Criar Páginas... 7 Colocar Posts (citações)... 9 Upload de ficheiros...

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD 1 Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD 2015 2 Sumário Acessando o UNICURITIBA Virtual... 4 Conhecendo o UNICURITIBA Virtual... 5 1. Foto do Perfil... 5 2. Campo de Busca...

Leia mais

Manual do Moodle para alunos. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1

Manual do Moodle para alunos. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 Manual do Moodle para alunos (Versão 1.0) 29/Junho/2009 Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 O que é?... 3 Acesso... 4 Atualizando suas informações... 4 Enviando Mensagens... 5 Acessando os seus cursos...

Leia mais

4.3 Ferramentas para criar conteúdos/recursos educativos

4.3 Ferramentas para criar conteúdos/recursos educativos 4.3 Ferramentas para criar conteúdos/recursos educativos 4.3.2. Google Sites Célio Gonçalo Marques a) Introdução O Google Sites foi lançado oficialmente no dia 23 de Outubro de 2008 em mais de 37 línguas,

Leia mais

MANUAL DO FORMANDO FORMAÇÃO À DISTÂNCIA 2015. Introdução

MANUAL DO FORMANDO FORMAÇÃO À DISTÂNCIA 2015. Introdução Introdução MANUAL DO FORMANDO Este manual pretende fornecer aos formandos as informações necessárias para realizar todas as tarefas da formação à distância, incluindo os materiais de apoio e o acompanhamento

Leia mais

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina do Correio Para saber mais sobre Correio electrónico 1. Dicas para melhor gerir e organizar o Correio Electrónico utilizando o Outlook Express Criar Pastas Escrever

Leia mais

Acedemos pelo site http://www.psicotemaweb.com

Acedemos pelo site http://www.psicotemaweb.com Acedemos pelo site http://www.psicotemaweb.com Acedemos à Plataforma de formação, clicando no link respectivo. Page 1 of 26 Inserimos o nome de utilizador, a palavra passe (que nos foram fornecidos pela

Leia mais

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos 2015 Sumário Acessando o UNICURITIBA Virtual... 3 Conhecendo o UNICURITIBA Virtual... 4 1. Foto do Perfil... 4 2. Campo de Busca... 5 3. Bloco

Leia mais

MANUAL DO ALUNO MOODLE

MANUAL DO ALUNO MOODLE MANUAL DO ALUNO MOODLE 1. Primeiros passos 1.1. Tornando-se um usuário No ambiente Moodle alunos e tutores são usuários do sistema. Assim, o primeiro passo, para todos, é tornar-se usuário. Este manual

Leia mais

http://www.formare.pt/eb3svn

http://www.formare.pt/eb3svn INSCRIÇÕES NO ENSINO RECORRENTE MEDIATIZADO (PELA INTERNET) MANUAL DE PROCEDIMENTOS Um aluno para se matricular no Ensino Recorrente Mediatizado pode fazê-lo directamente nos Serviços da Administração

Leia mais

MANUAL DO ALUNO PARA NAVEGAR NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - AVA

MANUAL DO ALUNO PARA NAVEGAR NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - AVA MANUAL DO ALUNO PARA NAVEGAR NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - AVA MANUAL DO ALUNO PARA ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Conteúdo Tela de acesso... 4 Dados de Cadastro... 5 Dados cadastrais...

Leia mais

Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALIFICAÇÃO Centro Nacional de Qualificação de Formadores Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 Índice Índice... 2 1. Introdução... 4

Leia mais

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução 1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução Este tutorial tem a finalidade de guiar o aluno, dando orientações necessárias para o acesso, navegação e utilização das ferramentas principais. Um ambiente

Leia mais

MANUAL DE UTILIZADOR/A. mwba.montemor.jeec an.pt mwba.viseu.jeec an.pt

MANUAL DE UTILIZADOR/A. mwba.montemor.jeec an.pt mwba.viseu.jeec an.pt MANUAL DE UTILIZADOR/A mwba.montemor.jeec an.pt mwba.viseu.jeec an.pt Síntese Este manual está estruturado tendo em conta, numa primeira fase, o acesso às redes interempresariais criadas, nomeadamente

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Tutorial Básico. UEM - Núcleo de Educação a Distância 1

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Tutorial Básico. UEM - Núcleo de Educação a Distância 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Tutorial Básico UEM - Núcleo de Educação a Distância 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Tutorial Básico - Tópicos ACESSANDO O AMBIENTE VIRTUAL (AVA) MATERIAL DE APOIO FÓRUM

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Noções Básicas de Informática Componentes de hardware Monitor : permite visualizar informação na forma de imagem ou vídeo; todo o trabalho desenvolvido com o computador pode ser

Leia mais

Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site...

Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site... Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site... 2 Gerir Notícias no Site... 4 Inserir uma Notícia no Site...

Leia mais

Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE

Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE Fostering Return to Employment through Entrepreneurship, Innovation and Creativity Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE 2009-1-PT1-LEO05-03245, FREE i Índice I. Introdução... 1 II.

Leia mais