Painel Central de Mostradores para Automóveis: análise histórica e tendências futuras do produto

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Painel Central de Mostradores para Automóveis: análise histórica e tendências futuras do produto"

Transcrição

1 Painel Central de Mostradores para Automóveis: análise histórica e tendências futuras do produto Car Dashboards: historical analysis and product future trends Barbosa, Samuel Borges; Mestrando; Universidade Federal de Santa Catarina Silva, Tiago Barros Pontes e; Mestre; Universidade de Brasília Gomes Ferreira, Marcelo Gitirana; Doutor; Universidade Federal de Santa Catarina Resumo O presente trabalho apresenta uma pesquisa histórica sobre Painéis Centrais de Mostradores utilizados em automóveis. Para desenvolvimento do estudo foi realizado um levantamento histórico de Painéis Centrais de Mostradores, visando analisar cronologicamente a evolução das suas principais características técnicas e simbólicas. O processo de pesquisa aplicado foi desenvolvido por meio das seguintes etapas: levantamento documental dos produtos desde sua origem até os dias atuais; análise técnica e simbólica dos produtos levantados; apresentação do estado da arte do produto e tendências. O trabalho possui o objetivo de analisar a evolução e direcionar o projeto de novos Painéis Centrais de Mostradores. Palavras Chave: Design Automotivo; Painel Central de Mostradores; Análise Histórica. Abstract This paper presents a historical research of Car Dashboards. For the study development a historical survey is applied, aiming to analyze the chronological development of product technical and symbolical key factors. The applied research process is directed through the following steps: build up of a documental survey of the products from its origins to the present day; development of a technical and symbolic analysis of the products surveyed; presentation of the state of the art and product future trends. The main objective of the research is to analyze the product evolution and guide future designs of Car Dashboards. Keywords: Automotive Design; Car Dashboard; Historical Analysis.

2

3 Introdução O surgimento do automóvel no final do século XIX gerou a demanda de concepção de produtos complementares ao uso do próprio veículo. O Painel Central de Mostradores (car cluster) é um exemplo claro de sistema utilizados em automóveis modernos. Sua função é transmitir as informações do veículo para o usuário, servindo como a principal interface visual entre o automóvel e o motorista. Atualmente ele é fundamental para o uso do automóvel, responsável pela transmissão de informações essenciais, como velocidade do veículo, rotações do motor, medida de combustível entre outras. Assim, o aperfeiçoamento do desenvolvimento de Painéis Centrais de Mostradores vem se aprimorando com o passar dos anos, sendo que nos primeiros automóveis este sistema se apresentava similar aos mostradores usados em máquinas industriais. Porém, hoje os Painéis Centrais de Mostradores atingem altos níveis funcionais e estéticos, sendo que o estudo deste produto, sua história, uso, conceitos e as tecnologias disponíveis são importantes para o seu processo de aperfeiçoamento. Nesse contexto, é possível caracterizar dois objetivos principais deste trabalho: realizar um levantamento histórico da evolução do produto, com o intuito de construir uma visão ampla sobre o desenvolvimento dos Painéis Centrais de Mostradores no século XX; e apresentar um panorama de tendências de design e tecnológicas do produto para o futuro. Outro ponto importante a ser destacado é o caráter interdisciplinar do projeto, que envolve tanto áreas relacionadas ao design de produto como à programação visual. Importante ressaltar também que a pesquisa desenvolvida engloba análise histórica e de tendências de design automotivo, considerando aspectos estéticos e funcionais de programação visual, como iconografia e visualização. Neste trabalho busca-se apresentar e analisar a evolução histórica do produto durante o século XX e encontrar tendências formais e de uso de novas tecnologias, fatores considerados relevantes para o desenvolvimento de novos produtos na indústria automotiva. Procedimentos de Pesquisa Para o desenvolvimento de novos produtos é necessário a aplicação de várias ferramentas para se obter um resultado final que possua altos padrões de qualidade, sejam estes relacionados aos aspectos estéticos, simbólicos ou tecnológicos do produto. A pesquisa de informações do produto, abordada por alguns autores como a etapa de projeto informacional, é uma etapa essencial para obtenção de informações que possibilitem aos projetistas ter uma visão mais familiar com o produto que está sendo desenvolvido (Rozenfeld et al., 2006). Nesta etapa de obtenção de informações do produto há algumas ferramentas específicas que contribuem para a criação desta visão. Algumas destas ferramentas, que fazem parte da etapa de projeto informacional, podem ser citadas: o estudo do histórico do produto, importante para o entendimento de como o produto surgiu, quais as necessidades envolvidas na sua concepção e como este se desenvolveu durante o tempo; o levantamento do estado da arte do produto e das tendências de mercado, ferramenta essencial para o entendimento de como o produto se encontra atualmente com relação às características estéticas, simbólicas e tecnológicas, além de mostrar um direcionamento de como o produto está posicionado atualmente no mercado. Neste sentido vários trabalhos têm sido desenvolvidos relacionando os aspectos históricos, de estado da arte, e de tendências de diversos produtos (OLIVEIRA e

4 ARAÚJO, 2010; MEDEIROS e LANDIM, 2010; RODRIGUES e CASTILLO, 2010; MORITA e MIRANDA, 2010). Dessa maneira, sendo o foco do trabalho voltado para o estudo histórico do produto, seu estado da arte e as tendências relacionadas aos seus aspectos estéticos, simbólicos e tecnológicos, a pesquisa apresentada neste trabalho se desenvolveu nas seguintes etapas: (1) levantamento documental cronológico de Painéis Centrais de Mostradores fabricados desde sua origem até os dias atuais; (2) análise técnica dos produtos levantados, levando em considerações aspectos visuais, de estilo, simbólicas e tecnológicas; (3) apresentação do estado da arte do produto e tendências relacionados aos aspectos analisados na etapa anterior, tendo também como objetivo determinar o direcionamento tecnológico para as próximas gerações de Painéis Centrais de Mostradores. O Surgimento dos Painéis Centrais de Mostradores: o histórico do produto no início do século XX A história dos Painéis Centrais de Mostradores utilizados em carros (car clusters) está diretamente ligada à história do automóvel. É necessário lembrar, quando nos referimos a este componente, que o automóvel é uma máquina e quando este surgiu no final do século XIX a relação automóvel/máquina era mais próxima, pois os carros da época ainda não possuíam características simbólicas e estéticas como as apresentadas hoje. É difícil encontrar um consenso de qual foi o primeiro automóvel construído, mas é vastamente compreendido no meio automotivo que os primeiros automóveis com motor de combustão interna foram feitos na Alemanha por Karl Benz e Gottlieb Daimler, em 1886 (LARICA, 2003). Figura 1: Réplica do Benz Patent Motorwagen Primeiro automóvel a gasolina. Criado e patenteado por Karl Benz na Alemanha em (Fonte: PEREIRA, 2011) Observando o modelo da figura 1 é possível perceber que não há um painel de instrumentos, pois nos primeiros modelos de automóveis não havia sido identificada a necessidade deste sistema. Apesar de os modelos desenvolvidos por Karl Benz e Gottlieb Daimler na Alemanha já possuírem a forma de um automóvel moderno, foi nos Estados Unidos que a indústria automotiva começou a fabricar automóveis em grande escala. Larica (2003) descreve o desenvolvimento da indústria americana no início do século XX:

5 Os americanos eram os mais ambiciosos e práticos. Em 1901, a Oldsmobile começou a fazer uma série de modelos simples, o Curved Dash (CDO). Foram vendidas unidades, de 1901 a 1905 [...]. A grande mudança veio com Henry Ford, que desde 1896 vinha fazendo carros e criando fama. Em 1908 ele criou o Ford T, um modelo barato e resistente, próprio para as ruas e estradas ainda não pavimentadas na época. Em 1909, já usava toda a capacidade de produção da fábrica, carros por ano. (LARICA, 2003) Porém, algumas décadas depois, foi Henry Ford que revolucionou a maneira de produção de automóveis em larga escala, introduzindo a linha de montagem. Nesse sistema o chassi se movimentava pela fábrica e cada operário montava um só tipo de peça ou conjunto, aumentando extraordinariamente a eficiência na produção. Figura 2: Ford Modelo T, produzido por Henry Ford entre 1908 e (Fonte: MODELT, 2011) No Modelo T (figura 2), primeiro automóvel produzido na linha de montagem de Henry Ford, já havia a utilização de mostradores de nível de gasolina e velocímetro. Como foi discutido anteriormente, os mostradores utilizados nesse modelo de automóvel, assim como nos primeiros modelos produzidos em escala industrial, havia uma grande similaridade com os instrumentos usados em máquinas industriais. Isso ocorre devido ao tipo de referência funcional do produto e a tecnologia que os fabricantes possuíam na época. Os mostradores de combustível do Ford Modelo T estão ilustrados nas figuras 3 e 4. Figura 3: Mostrador de Combustível do Ford Modelo T.

6 Figura 4: Painel do Ford Modelo T. O desenvolvimento técnico e o aperfeiçoamento estético dos Painéis Centrais de Mostradores ocorreram durante o século XX, quando os usuários e fabricantes começaram a perceber a necessidade de melhorar o uso destes dispositivos. O Histórico e o Desenvolvimento do Produto na Segunda Metade do Século XX Durante o século XX a indústria automotiva se desenvolveu de maneira rápida. O surgimento de novos materiais e novos processos de fabricação, a preocupação com o aspecto estético e simbólico dos automóveis e seus componentes e o aumento do número de consumidores foram apenas alguns dos fatores que influenciaram o desenvolvimento da indústria automotiva. Assim, quando abordamos a evolução dos carros durante o século XX, deve ser referido também ao desenvolvimento dos seus componentes. O Painel Central de Mostradores de veículos automotivos é um desses componentes e possui extrema importância na relação entre o carro e seu usuário. Por meio do uso de imagens e referências textuais foi desenvolvido um histórico sobre o produto. A análise feita é cronológica e foi baseada em imagens de modelos de painéis de várias décadas diferentes. Por meio dessas imagens foram analisados os aspectos funcionais, formais e simbólicos de cada produto, levando em consideração também o seu contexto histórico. Figura 5 Painel Central de Mostradores do Buick Super Sedan 1948.

7 Após a Segunda Guerra Mundial a economia dos Estados Unidos sofreu um grande aquecimento, devido ao grande comércio de produtos e serviços com a Europa, que se reconstruía após o conflito. Os produtos industriais daquele país refletiam o momento econômico enfrentado, e possuíam características estéticas exageradas e extravagantes. Tanto os carros da época como os seus Painéis Centrais de Mostradores, como podem observar na figura 5, apresentam características estéticas que chamam atenção pelo exagero das formas. Este modelo de Painel Central de Mostradores do Buick Super Sedan, de 1948, é caracterizado pela forma arredondada dos mostradores, a textura cromada dos materiais usados e as letras e números pintados em dourado. O uso de forma circular nos mostradores com um ponteiro central que marca as seções divididas radialmente é uma característica tecnológica da época, que era aplicada em mostradores de máquinas em geral desde o começo da era industrial. Figura 6 Painel Central de Mostradores de Caminhão da Marca Chevrolet de Passando pelo painel do Buick Super Sedan de 1948 e saltando para o final da década de 1950 é possível observar, na figura 6, um Painel Central de Mostradores de um caminhão da marca Chevrolet produzido nos Estados Unidos em Esse modelo de painel também apresenta as características estéticas e tecnológicas usadas no modelo do Buick Super Sedan de 1948 (figura 5). O aspecto cromado e a forma em V são características marcantes deste painel. Figura 7 Painel Central de Mostradores do Ford Falcon Já na década de 1960, representado aqui pelo painel do Ford Falcon 1965 (figura 7), é possível analisar paralelamente este com os outros dois apresentados anteriormente. Realizando uma comparação pode-se observar um grande salto estético. Os modelos das décadas de 40 e 50 apresentam o conjunto de mostradores separado, com vários círculos,

8 sendo cada um responsável por uma única função. Já no modelo de Painel Central de Instrumentos do Ford Falcon de 1965 é claramente observado o agrupamento dos mostradores. Outra característica importante de ser observada é a forma do velocímetro, que assim como a forma total do painel, passa a ter formato horizontal, sendo os números dispostos um ao lado do outro, formando uma linha reta. Outros dois mostradores laterais ainda continuam com a forma circular anterior. Figura 8 Painel Central de Mostradores do Golf GTI Continuando a análise pelas décadas decorrentes, na figura 8 é apresentado o Painel Central de Mostradores do Golf GTI de Nesse modelo é possível observar novos recursos tecnológicos usados na década de 1980, como a utilização de indicadores luminosos. Esse novo recurso revolucionou a estética dos painéis, dando uma complexidade maior a sua forma. Importante citar também o início do uso da seta indicativa durante essa década, que anteriormente não existia. A seta indicativa é um elemento essencial no automóvel e está diretamente ligada ao painel. Os mostradores principais desse modelo continuam utilizando círculos com ponteiros para indicar as informações ao usuário. Essa forma de interface é funcional, e devido ao seu grande uso durante as décadas do século XX é difícil um modelo de automóvel que use outro tipo de interface para seus mostradores principais. No painel do Golf GTI 1984 também podemos notar que este assume uma forma agrupada, na qual todos os mostradores se unem para assumirem uma única forma, característica que se estabelece até os dias atuais. Figura 9 Painel Central de Mostradores do BMW E36 M Já na década de 1990 temos como exemplo de Painel Central de Mostradores do BMW E36 M6 de 1994 (figura 9). Podemos observar nesse modelo um melhor emprego dos indicadores luminosos das setas indicativas do que no modelo do Golf GTI 1984 (figura 8). A

9 disposição de um indicador luminoso em cada lado do painel mostra o grande aperfeiçoamento deste elemento. Outro elemento importante para a análise deste painel é o hodômetro digital, que começou a ser utilizado no início da década de O uso da cor vermelha nos ponteiros, no marcador de combustível, no marcador de temperatura da água do radiador e no conta-giros do motor (indicando quando a rotação do motor ultrapassa rpm) são recursos bem utilizados nesse modelo, facilitando a observação e assimilação da informação pelo usuário. Porém, com tantos recursos novos empregados durante essa época, a forma circular dos mostradores continua em uso. O Estado de Arte do Produto e Tendências Nesta terceira etapa do trabalho será realizada uma análise do Estado de Arte do produto. Esta análise foi feita por meio de levantamento dos Painéis Centrais de Mostradores de automóveis fabricados atualmente. Também foi feita nesta etapa do produto algumas considerações quanto as Tendências de Design para o produto. As imagens usadas neste tópico para a avaliação do Estado da Arte e Tendências dos modelos de Painéis Centrais de Mostradores foram obtidas através do portal Car Body Design (CAR BODY DESIGN, 2007), que é um portal especializado em design automotivo. Figura 10 Painel Central de Mostradores do Honda Civic (Fonte: CAR BODY DESIGN, 2007) Para iniciarmos nossa análise de estado da arte e tendências dos painéis contemporâneos é apresentado, na figura 10, o painel do modelo de automóvel Honda Civic, lançado no ano de 2006 e produzido até os dias atuais. Em termos gerais este automóvel causou uma boa impressão no mercado, principalmente pelo seu design. O seu painel, assim como o carro como todo, apresenta características de revolução quanto ao design. Podemos observar no Painel Central de Mostradores o uso de velocímetro digital, substituindo após vários anos de uso, o velocímetro convencional circular. O único mostrador que ainda usa esse tipo de sistema nesse automóvel é conta-giros do motor. O grande número de indicadores luminosos usados nesse modelo de painel representa as tendências de design atuais, devido à diminuição do número de peças e ao grande desenvolvimento das tecnologias digitais. Podemos observar também o uso de uma luz central azul no mostrador do conta-giros do motor. Esse recurso dá ao usuário uma sensação de modernidade e alto nível tecnológico, além de deixar o painel com uma melhor aparência estética. Os mostradores de nível de combustível, marchas e hodômetro são também todos digitais, confirmando mais ainda a tendência do uso desta tecnologia nos dias de hoje.

10 Figura 11 Painel Central de Mostradores do Maybach (Fonte: CAR BODY DESIGN, 2007) Indo além nas tecnologias digitais, é apresentado o Painel Central de Mostradores do automóvel Maybach 2003 (figura 11). Mesmo sendo um modelo lançado em 2003, o seu painel de instrumentos apresenta características bem atuais e tecnológicas. A variedade do uso de indicadores luminosos e mostradores digitais são grandes neste modelo. Outra característica deste painel, e que contrasta muito com o modelo analisado anteriormente (figura 10), é a simplicidade das formas e das cores. Enquanto no painel do Honda Civic 2006 há o uso de cores fortes como o azul, no painel do Maybach 2003 podemos observar a simplicidade de cores e formas discretas. Podemos concluir, através dessa observação, que mesmo em épocas tão próximas os modelos de painéis podem variar consideravelmente quanto a sua forma. Isso se deve a vários fatores como: valor do produto, tecnologia aplicada ao produto, características dos consumidores, e características da marca. Figura 12 Painel Central de Mostradores do Porsche Cayman S (Fonte: CAR BODY DESIGN, 2007) Outro modelo de painel relevante para a análise proposta no trabalho é o do Porsche Cayman S 2006 (figura 12). Seu Painel Central de Mostradores, assim como todos os veículos Porsche, possui uma característica peculiar que mostra como a forma ou disposição dos instrumentos em um automóvel pode manter uma grande relação com a sua marca. O uso de conta-giros do motor na posição central do painel de instrumentos é uma característica marcante e fundamental dos automóveis Porsche. Dessa maneira, é possível concluir que esse tipo de associação também deve ser levado em consideração quando um produto é desenvolvido, neste caso um painel, pois os consumidores realizam associações das formas dos veículos com a sua marca, e às vezes, como no caso da marca Porsche, a forma de algum componente do automóvel define literalmente o DNA da marca. Além da característica abordada no parágrafo anterior podemos observar outras características do Painel Central de Mostradores do Porsche Cayman S 2006, como a

11 esportividade transmitida pela sua forma e a simetria total do painel. Outro ponto importante neste modelo é o uso de instrumentos de formas circulares, com ponteiros como o principal componente de transmissão de informação ao usuário. Essa característica pode ser definida como de extrema tradição e conservadorismo do produto, que tem estes como valores fundamentais para a marca Porsche. Sendo assim, o uso de displays digital não é usado vastamente neste modelo. Figura 13 Painel Central de Mostradores do BMW Série 3 Cupê (Fonte: CAR BODY DESIGN, 2007) O Painel Central de Mostradores ilustrado na figura 13 é automóvel BMW Série 3 Cupê. Neste modelo há uma grande simplicidade de formas, apresentando apenas dois círculos principais. O uso de mostradores digitais é restrito. Essa simplicidade e diminuição dos instrumentos usados no painel deste modelo de automóvel ocorrem devido ao surgimento da tela de cristal líquido, que se localiza na parte frontal central do interior do veículo (ao lado direito do volante). Esse novo componente, inicialmente usado nos automóveis mais modernos, assume uma série de funções antes pertencentes ao Painel Central de Mostradores, e esta nova tendência, assim como as outras expostas neste trabalho, também deve ser levada em consideração para produtos que venham a ser desenvolvidos futuramente. Tendências: do analógico ao digital A partir das análises feitas anteriormente foi constatado um grande paradoxo dos Painéis Centrais de Mostradores atuais: a relação entre o analógico e o digital. Vários modelos de painéis analisados neste trabalho apresentam um grande número de mostradores digitais. Como exemplo extremo do uso de mostradores digitais, podemos citar os modelos Citroën C3 e Citroën C6, ilustrados nas figuras 14 e 15. Estes dois painéis utilizam uma grande quantidade de mostradores digitais, chegando a até a passar uma sensação de que o usuário pilota um veículo futurista de filmes de ficção científica. Figura 14 Painel Central de Mostradores do automóvel Citroën C3. (Fonte: PEREZ, 2008)

12 Figura 15 Painel Central de Mostradores do automóvel Citroën C6. (Fonte: 4RODASPT, 2011) Tomando como fator importante de tendências para o produto é necessário a escolha do uso de mostradores digitais ou analógicos, sendo possível o uso de uma fusão entre elementos dos dois tipos para a configuração final de um Painel Central de Mostradores. Quanto à escolha do uso de mostradores digitais ou analógicos é necessário observar as seguintes questões: Custo do Sistema: é necessário analisar os custos e benefícios do uso dos sistemas analógicos ou digitais do automóvel. Funcionalidade do Sistema: o sistema aplicado ao painel deve ser funcional, evitando sua utilização apenas como apelo estético ou conceitual. Estilo da Marca e Estilo do Automóvel: deve ser levado em consideração o estilo da marca do automóvel. O padrão estético e conceitual da marca e da submarca (nome do automóvel) devem ser levados em consideração para que o painel não saia do padrão conceitual global que a marca e o automóvel devem transmitir. Considerações Finais A criação de Painéis Centrais de Mostradores se desenvolveu desde a invenção dos primeiros automóveis, no final do século XIX. Com a criação da linha de montagem e o início da fabricação de veículos em massa no século XX este componente tem ocupado cada vez mais importância na relação entre o carro e seus usuários. Com a principal função de transmitir informações para os motoristas, os Painéis Centrais de Mostradores têm englobado também na sua forma fatores simbólicos provenientes da evolução das marcas dos automóveis. Além disso, as características técnicas dos produtos, que se relacionam aos aspectos visuais e tecnológicos, também têm evoluído ao longo do tempo. Mais recentemente, como apresentado no trabalho, tecnologias digitais têm sido empregadas amplamente na concepção de Painéis Centrais de Mostradores de automóveis modernos, podendo estes ainda assim apresentarem características dos painéis produzidos no começo do século XX. Tendo realizado a pesquisa proposta é possível considerar que a execução do trabalho, que se refere ao levantamento histórico do produto, assim como a seu estado da arte e tendências futuras, possibilitou a criação de um conjunto de informações que deve ser útil para o aprimoramento deste produto no futuro. Tendo como objetivo auxiliar projetistas e designers do setor automotivo, a pesquisa realizada neste trabalho pode servir de referência

13 para consulta, auxiliando estes profissionais na execução de projetos da área. Estudantes, que também sejam interessados na área automotiva e que pretendam desenvolver projetos de Painéis Centrais de Mostradores, também devem se servir deste estudo como etapa inicial de seus projetos, obtendo informações importantes para o entendimento global do produto. É necessário também citar as limitações propostas neste trabalho, que se deu em vários aspectos, como a necessidade de explorar outros Painéis Centrais de Mostradores que também são relevantes para o entendimento da evolução global deste produto. A necessidade de relacionar painéis de automóveis de uma mesma marca também é um ponto que deve ser citado, sendo esta uma oportunidade de desenvolvimento de novas pesquisas. Outro ponto importante da pesquisa e o seu caráter generalista, apontando a necessidade de estudos subseqüentes que possam analisar aspectos mais específicos de Painéis Centrais de Mostradores de marcas e automóveis específicos. Análises mais profundas sobre visualização, legibilidade e iconografia dos painéis também são citados como oportunidades de melhoramento e continuidade da pesquisa. Referências 4RODASPT. Site da 4RodasPT. Disponível em < Acesso em: 14 de mar CAR BODY DESIGN. Site do portal Car Body Design. Disponível em <www.carbodydesign.com/> Acesso em: 21 de out LARICA, Neville Jordan. Design de Transportes Arte em Função da Mobilidade. 1ª Edição. Rio de Janeiro. Editora PUC Rio MEDEIROS, M. C.; LANDIM, P. C. Brasil x Finlândia : histórico e comparativo do design sob a ótica da sustentabilidade. In: Anais do 9º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. São Paulo, Brasil MODELT. Site da Frontenac Motor Company. The Model T Ford. Disponível em < Acesso em: 14 de mar MORITA, N. M.; MIRANDA, C. A. Histórico e possibilidades do processo de rotomoldagem para transformação de polímeros termoplásticos. In: Anais do 9º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. São Paulo, Brasil OLIVEIRA, T.; ARAÚJO, K. Do Cachaço à Branquinha: um estudo histórico e gráfico dos rótulos de cachaça pernambucanos. In: Anais do 9º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. São Paulo, Brasil PEREIRA, Fabiano. Site do portal Best Car Web Site. A Invenção da Liberdade. Disponível em < Acesso em: 14 de mar PEREZ, Luís. Site do portal Interpress Motor. Disponível em < Acesso em: 14 de mar

14 RODRIGUES, L.; CASTILLO, L. A sustentabilidade e o design de mobiliário: um entrelace histórico. In: Anais do 9º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. São Paulo, Brasil ROZENFELD, H. et al. Gestão de desenvolvimento de produtos: uma referência para a melhoria do processo. v.1, 1.ed. São Paulo: Saraiva, 2006, 542 p.

Desenvolvimento de um Painel Central de Mostradores para Automóvel

Desenvolvimento de um Painel Central de Mostradores para Automóvel Desenvolvimento de um Painel Central de Mostradores para Automóvel Car Dashboard Development Barbosa, Samuel Borges; Mestrando; Universidade Federal de Santa Catarina samuelibia@yahoo.com.br Silva, Tiago

Leia mais

Avaliação da Usabilidade no Desenvolvimento do Produto: estudo de caso na concepção de um aparelho para monitoramento de velocidade

Avaliação da Usabilidade no Desenvolvimento do Produto: estudo de caso na concepção de um aparelho para monitoramento de velocidade Avaliação da Usabilidade no Desenvolvimento do Produto: estudo de caso na concepção de um aparelho para monitoramento de velocidade Usability Evaluation in Product Design: a case study in the design of

Leia mais

História e evolução do Automóvel

História e evolução do Automóvel I Mostra de Carros Antigos SENAI Santo Amaro Mecânica Online Apresentação Tarcisio Dias História e evolução do Automóvel 125 anos de inovação Novembro - 2011 História e evolução do Automóvel Tarcisio Dias

Leia mais

Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração

Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração No decorrer da história da humanidade sempre existiu alguma forma simples ou complexa de administrar as organizações. O desenvolvimento

Leia mais

AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NUMA SOCIEDADE EM TRANSIÇÃO

AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NUMA SOCIEDADE EM TRANSIÇÃO AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NUMA SOCIEDADE EM TRANSIÇÃO AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NUMA SOCIEDADE EM TRANSIÇÃO MÁRCIA MARIA PALHARES (márcia.palhares@uniube.br) RACHEL INÊS DA SILVA (bcpt2@uniube.br)

Leia mais

RESUMO: PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade Urbana; Dia sem carro; Bicicleta; Automóvel. 1 INTRODUÇÃO

RESUMO: PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade Urbana; Dia sem carro; Bicicleta; Automóvel. 1 INTRODUÇÃO A evolução está a uma pedalada de acontecer 1. Evandro Luiz Gomes 2 Fabiana Tarnowsky 3 Gisele Baumgarten Rosumek 4 Instituto Blumenauense de Ensino Superior IBES Sociesc RESUMO: A presente peça publicitária

Leia mais

ESTUDO DO IMPACTO DOS COMPONENTES DO VEÍCULO NO ESFORÇO DE FECHAMENTO DE PORTAS AUTOMOTIVAS

ESTUDO DO IMPACTO DOS COMPONENTES DO VEÍCULO NO ESFORÇO DE FECHAMENTO DE PORTAS AUTOMOTIVAS ESTUDO DO IMPACTO DOS COMPONENTES DO VEÍCULO NO ESFORÇO DE FECHAMENTO DE PORTAS AUTOMOTIVAS Alexandre Santos de Souza Júlio Cesar Roque Rutson Alves de Aquino AEDB FER RESUMO O presente artigo tem como

Leia mais

UMA PROPOSTA DE USO DE INTERFACE GRÁFICA PARA O DESENVOLVIMENTO DO BORDADO MANUAL

UMA PROPOSTA DE USO DE INTERFACE GRÁFICA PARA O DESENVOLVIMENTO DO BORDADO MANUAL UMA PROPOSTA DE USO DE INTERFACE GRÁFICA PARA O DESENVOLVIMENTO DO BORDADO MANUAL A proposal use of graphic interface for development manual embroidery Mendes, Isabella Filipini; UTFPR Apucarana, isa_filipini70@hotmail.com

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no

Leia mais

Estudo revela penetração do alumínio por montadora

Estudo revela penetração do alumínio por montadora + Na linha de montagem: Estudo revela penetração do alumínio por montadora + Acabamento: Alumínio em pó para tintas automotivas + Transportes: Alcoa, Sergomel e CTC desenvolvem carroceria leve, resistente

Leia mais

VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO

VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO A motorização no Exército Brasileiro remonta ao início dos anos 20, recebendo veículos dos mais variados modelos, das mais variadas

Leia mais

Não houve um exacto momento na história do que se possa convencionar como o início desta grande invenção. Os primeiros automóveis que surgiram foram

Não houve um exacto momento na história do que se possa convencionar como o início desta grande invenção. Os primeiros automóveis que surgiram foram História do automóvel História do automóvel Não houve um exacto momento na história do automóvel que se possa convencionar como o início desta grande invenção. Os primeiros automóveis que surgiram foram

Leia mais

PORTAL HONDA COMPARATIVO DUELO DE SEDÃS

PORTAL HONDA COMPARATIVO DUELO DE SEDÃS PORTAL HONDA COMPARATIVO MARÇO 2014 DUELO DE SEDÃS O HONDA CIVIC JÁ COMEÇA ESTE COMPARATIVO MOSTRANDO QUE TEM A PREFERÊNCIA DO PÚBLICO NA DISPUTA COM O FORD FOCUS SEDÃ. ENQUANTO O MODELO DA HONDA VENDEU

Leia mais

OEE à Vista. Apresentando Informações da Produção em Tempo Real. Primeira Edição 2013 Caique Cardoso. Todos os direitos reservados.

OEE à Vista. Apresentando Informações da Produção em Tempo Real. Primeira Edição 2013 Caique Cardoso. Todos os direitos reservados. Apresentando Informações da Produção em Tempo Real Primeira Edição 2013 Caique Cardoso. Todos os direitos reservados. 2/20 Tópicos 1Introdução...3 2O que é Gestão à Vista?...3 3Como é a Gestão à Vista

Leia mais

30 de outubro a 9 de novembro de 2014 Anhembi São Paulo

30 de outubro a 9 de novembro de 2014 Anhembi São Paulo 30 de outubro a 9 de novembro de 2014 Anhembi São Paulo O EVENTO O EVENTO O Salão Internacional do Automóvel de São Paulo é uma oportunidade para o público apaixonado por automóveis ter a primeira oportunidade

Leia mais

Atividade extra. Módulo 2 Fascículo 2 Sociologia Unidade 3. Questão 1. Ciências Humanas e suas Tecnologias Sociologia

Atividade extra. Módulo 2 Fascículo 2 Sociologia Unidade 3. Questão 1. Ciências Humanas e suas Tecnologias Sociologia Atividade extra Módulo 2 Fascículo 2 Sociologia Unidade 3 Questão 1 Leia com atenção o texto de Paul Lovejoy sobre escravidão: Enquanto propriedade, os escravos eram bens móveis: o que significa dizer

Leia mais

Design: atividade projetual que transforma o meio material do homem, tendo em vista as necessidades humanas.

Design: atividade projetual que transforma o meio material do homem, tendo em vista as necessidades humanas. DESIGN 1 Design: atividade projetual que transforma o meio material do homem, tendo em vista as necessidades humanas. 2 ... Design é uma atividade criativa cujo propósito é estabelecer as qualidades multifacetadas

Leia mais

adaptation to change Modular Platforms as a solution for just-in-time 3 Platform System automotive case study Oct. >> Dec. Jan. >> Apr. Apr. >> Sep.

adaptation to change Modular Platforms as a solution for just-in-time 3 Platform System automotive case study Oct. >> Dec. Jan. >> Apr. Apr. >> Sep. Oct. >> Dec. Jan. >> Apr. Apr. >> Sep. 3 Platform System Modular Platforms as a solution for just-in-time adaptation to change utomotive Industry nalyzes automotive case study he evolution from a anufacturer

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FERNANDA SERRER ORIENTADOR(A): PROFESSOR(A) STOP MOTION RECURSO MIDIÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E DE APRENDIZAGEM

Leia mais

No modo de produção escravista os trabalhadores recebiam salários muito baixos.

No modo de produção escravista os trabalhadores recebiam salários muito baixos. Atividade extra Fascículo 2 Sociologia Unidade 3 Questão 1 Leia com atenção o texto de Paul Lovejoy sobre escravidão: Enquanto propriedade, os escravos eram bens móveis: o que significa dizer que eles

Leia mais

Mais um ano de transição

Mais um ano de transição Mais um ano de transição Boas perspectivas de crescimento nos países emergentes, estagnação na Europa Ocidental, recuperação lenta nos Estados Unidos e avanço das montadoras alemãs e asiáticas devem caracterizar

Leia mais

Fundamentos de design

Fundamentos de design Fundamentos de design gordongroup Sobre o gordongroup gordongroup é uma agência de marketing e comunicação de tempo integral e de balcão único, que oferece um conjunto exclusivo de serviços criativos,

Leia mais

VIRTUALIZAÇÃO DO MUSEU DO AUTOMÓVEL DE BRASÍLIA

VIRTUALIZAÇÃO DO MUSEU DO AUTOMÓVEL DE BRASÍLIA VIRTUALIZAÇÃO DO MUSEU DO AUTOMÓVEL DE BRASÍLIA Rafael R. Silva¹, João P. T. Lottermann¹, Mateus Rodrigues Miranda², Maria Alzira A. Nunes² e Rita de Cássia Silva² ¹UnB, Universidade de Brasília, Curso

Leia mais

Lendas da Ciência. Episódio: Queimar

Lendas da Ciência. Episódio: Queimar Lendas da Ciência Episódio: Queimar Resumo A série Lendas da Ciência é uma produção francesa escrita pelo filósofo francês Michel Serres e por Robert Pansard-Besson. Essa série, constituída de doze episódios,

Leia mais

Automação Industrial Parte 2

Automação Industrial Parte 2 Automação Industrial Parte 2 Prof. Ms. Getúlio Teruo Tateoki http://www.getulio.eng.br/meusalunos/autind.html Perspectiva Histórica Os primeiros sistemas de controle foram desenvolvidos durante a Revolução

Leia mais

SUSTENTABILIDADE, INOVAÇÃO E DESIGN: NOVOS PRODUTOS A PARTIR DE MATERIAL OBTIDO PELA RECICLAGEM DE POLIAMIDA 66

SUSTENTABILIDADE, INOVAÇÃO E DESIGN: NOVOS PRODUTOS A PARTIR DE MATERIAL OBTIDO PELA RECICLAGEM DE POLIAMIDA 66 11º Colóquio de Moda 8ª Edição Internacional 2º Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Design e Moda 2015 SUSTENTABILIDADE, INOVAÇÃO E DESIGN: NOVOS PRODUTOS A PARTIR DE MATERIAL OBTIDO PELA RECICLAGEM

Leia mais

Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS

Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS Com objetivo de auxiliar na elaboração dos trabalhos, apresentamos critérios relacionados a Economia Criativa e Inovação, conceitos

Leia mais

1 ARQUITECTURA DO PRODUTO - MODULARIZAÇÃO E SISTEMAS DE PLATAFORMAS NA INDUSTRIA FERROVIÁRIA... 20.19.

1 ARQUITECTURA DO PRODUTO - MODULARIZAÇÃO E SISTEMAS DE PLATAFORMAS NA INDUSTRIA FERROVIÁRIA... 20.19. 1 ARQUITECTURA DO PRODUTO - MODULARIZAÇÃO E SISTEMAS DE PLATAFORMAS NA INDUSTRIA FERROVIÁRIA... 20.19. ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 1 ARQUITECTURA DO PRODUTO - MODULARIZAÇÃO E SISTEMAS DE PLATAFORMAS NA INDUSTRIA

Leia mais

4. Escolas Clássicas da Administração

4. Escolas Clássicas da Administração 4. Escolas Clássicas da Administração Conteúdo 1. Abordagem Clássica da Administração 2. Administração Científica - Frederick W. Taylor 3. Teoria Clássica - Henry Fayol 1 Bibliografia Recomenda Livro Texto:

Leia mais

Misturadores a jato e sistemas de mistura em tanques

Misturadores a jato e sistemas de mistura em tanques Misturadores a jato e sistemas de mistura em tanques Misturadores a jato Os misturadores a jato da Koerting são os principais componentes de sistemas de mistura especiais, podendo ser utilizados em operações

Leia mais

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE 2009/2 GABARITO COMENTADO QUESTÃO 1: Quando nos referimos à qualidade da interação

Leia mais

Hardware Básico. Refrigeração. Professor: Wanderson Dantas

Hardware Básico. Refrigeração. Professor: Wanderson Dantas Hardware Básico Refrigeração Professor: Wanderson Dantas Ventoinhas Ventoinhas são pequenos ventiladores que melhoram o fluxo de ar dentro do computador, trazendo ar frio para dentro do computador e removendo

Leia mais

Tenho de mudar. o meu estilo de. vida?

Tenho de mudar. o meu estilo de. vida? Tenho de mudar o meu estilo de vida? E se eu quiser percorrer mais quilómetros? Que distância posso percorrer só com bateria? Por que razão a electricidade é a energia do futuro? O Eléctrico com uma autonomia

Leia mais

Acionamento elétrico 4X4 Acionamento elétrico do sistema de tração 4x4 e reduzida com luz indicadora do sistema acionado (nas versões 4x4).

Acionamento elétrico 4X4 Acionamento elétrico do sistema de tração 4x4 e reduzida com luz indicadora do sistema acionado (nas versões 4x4). S10 Colina Disponível nas versões cabine simples ou dupla e equipada com o motor 2.8L Turbo Diesel Eletrônico MWM, a camionete Chevrolet S10 Colina tem freios ABS nas quatro rodas, acionamento elétrico

Leia mais

Design Web - Percepção. Elisa Maria Pivetta

Design Web - Percepção. Elisa Maria Pivetta Design Web - Percepção Elisa Maria Pivetta GESTALT Percepção Visual Elisa Maria Pivetta Percepção visual No sentido da psicologia e das ciências cognitivas é uma de várias formas de percepção associadas

Leia mais

Carros latino-americanos mais vendidos não têm segurança suficiente, diz Latin NCAP

Carros latino-americanos mais vendidos não têm segurança suficiente, diz Latin NCAP Carros latino-americanos mais vendidos não têm segurança suficiente, diz Latin NCAP O programa de teste de colisão de alguns dos carros mais vendidos na América Latina tem mostrado alto risco de lesões

Leia mais

Kodak Evolução Histórica do Logotipo

Kodak Evolução Histórica do Logotipo IADE Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing Escola Superior de Design Licenciatura em Design História da Arte e da Técnica 1º Ano 1º Semestre 1907 1935 1960 1971 1987 1996 >2006 - Logotipo Actual

Leia mais

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo + Entrevista: Uma questão de combustível + Produção Fábrica de componentes em alumínio fundido deve entrar em operação em 2015 + Transportes Ideais para pegar no pesado + Inovação Inédita, leve e robusta

Leia mais

Centro de Controle e Comando

Centro de Controle e Comando AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL SOLUÇÕES CORPORATIVAS CENTRO DE CONTROLE E MONITORAMENTO SOFTWARE E SISTEMAS PERSONALIZADOS e Comando Operacional Logístico Monitoramento 1 PROJETOS COMPLETOS Desenvolvimento completo

Leia mais

acessórios originais volvo novo V40

acessórios originais volvo novo V40 acessórios originais volvo novo V40 V40 acessórios originais volvo Deixe seu carro do jeito que você quer, mas com a segurança da Volvo. O Novo Volvo V40 é um carro único e chegou para aqueles que preferem

Leia mais

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas Julie Caroline de Alcântara Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: juliealcantara.31@gmail.com

Leia mais

Fundamentos de design

Fundamentos de design Fundamentos de design Uma das empresas de comunicação e marketing mais destacadas de Ottawa, Canadá, o gordongroup oferece um design premiado para uma oferta completa de produtos de comunicação de identidades

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE ARTES- CEART BACHARELADO EM MODA - HABILITAÇÃO EM DESIGN DE MODA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE ARTES- CEART BACHARELADO EM MODA - HABILITAÇÃO EM DESIGN DE MODA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE ARTES- CEART BACHARELADO EM MODA - HABILITAÇÃO EM DESIGN DE MODA Coleção de moda para o público infantil aliando Arte & Cultura à técnica de estamparia

Leia mais

DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP. Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá

DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP. Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá 1. ALTA RESOLUÇÃO Câmeras baseadas em IP não estão restritas à baixa resolução das câmeras

Leia mais

Apresentado por: Marcos José msantos@microstrategy.com

Apresentado por: Marcos José msantos@microstrategy.com As Melhores Práticas Para Ter Dashboards Corporativos Atuais e Aderentes ao Seu Negócio Apresentado por: Marcos José msantos@microstrategy.com Agenda O que é Design Visual Princípios de Design Desafios

Leia mais

Arranjo Físico (Layout)

Arranjo Físico (Layout) Organização, Sistemas e Métodos Arranjo Físico (Layout) Por José Luís Carneiro - www.jlcarneiro.com - Arranjo físico (layout) Arranjo Físico (Layout) 2 - www.jlcarneiro.com - Introdução O espaço físico

Leia mais

IMAGENS COMPLEXAS DA BIOLOGIA: uma reflexão multidisciplinar RESUMO

IMAGENS COMPLEXAS DA BIOLOGIA: uma reflexão multidisciplinar RESUMO 1 IMAGENS COMPLEXAS DA BIOLOGIA: uma reflexão multidisciplinar Hugo Fortes 1 Sandra Souza 2 RESUMO Este trabalho apresenta uma reflexão sobre imagens complexas da biologia disponíveis no site www.visualcomplexity.com.

Leia mais

Brasil é o maior fabricante

Brasil é o maior fabricante Produtos No Brasil a fabricação artesanal do primeiro ônibus é atribuída aos imigrantes italianos e irmãos Luiz e Fortunato Grassi. Em 1904 eles fabricavam carruagens em São Paulo e em 1911 encarroçaram

Leia mais

Scania Driver Support, Opticruise e Retarder.

Scania Driver Support, Opticruise e Retarder. Scania Condução Econômica Scania Driver Support, Opticruise e Retarder. Scania Condução Econômica 2 3 A Scania avança para que o seu negócio não pare de prosperar. A Scania não para de acelerar rumo à

Leia mais

UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS

UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS COSTA, Rafael Osmar de Oliveira e BOTELHO, Róber Dias UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS 1 Introdução O Design foi um setor que também sofreu fortes influências da globalização,

Leia mais

Indústria automotiva se conecta para enfrentar a crise

Indústria automotiva se conecta para enfrentar a crise Indústria automotiva se conecta para enfrentar a crise foto: Luciana Aith Publicado O consumidor mudou. Novas tecnologias surgiram e uma revolução na Outubro 2015 indústria automotiva está acontecendo.

Leia mais

2 Computação na Nuvem

2 Computação na Nuvem 18 2 Computação na Nuvem 2.1 Definição A ideia essencial da computação na nuvem é permitir um novo modelo onde o consumo de recursos computacionais, e.g., armazenamento, processamento, banda entrada e

Leia mais

Integração de Sistemas Industriais com a Suíte GE Proficy

Integração de Sistemas Industriais com a Suíte GE Proficy Integração de Sistemas Industriais com a Suíte GE Proficy Ricardo Caruso Vieira Aquarius Software 1. Introdução Há mais de duas décadas, a indústria investe intensamente em sistemas ERP (Enterprise Resource

Leia mais

CONSIDERAÇÕES FINAIS

CONSIDERAÇÕES FINAIS CONSIDERAÇÕES FINAIS As considerações finais da pesquisa, bem como suas contribuições e sugestões para trabalhos futuros são aqui apresentadas, ressaltando algumas reflexões acerca do tema estudado, sem,

Leia mais

Motores Térmicos. 8º Semestre 4º ano. Prof. Jorge Nhambiu

Motores Térmicos. 8º Semestre 4º ano. Prof. Jorge Nhambiu Motores Térmicos 8º Semestre 4º ano Aula 1 - Tópicos Breve Histórico dos Motores de Combustão Interna Christian Huygens (1629-1695) Etienne Lenoir (1822-1900) Alphonse Beau de Rochas (1815-1893) Otto(1832-1891)

Leia mais

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações Ônibus Informação à imprensa Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações 10 de junho de 2013 Veículo tem tecnologia nacional e baixa emissão de poluentes A Eletra, empresa brasileira

Leia mais

Criar e desenvolver projetos grafico- visuais, utilizando tecnicas de desenho manual ou eletronico.

Criar e desenvolver projetos grafico- visuais, utilizando tecnicas de desenho manual ou eletronico. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000598 - DESIGN Nivel: Superior Area Profissional: 0009 - DESIGN Area de Atuacao: 0240 - ARTE PROJ.DESENHO/DESIGN Criar e desenvolver projetos

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE UM ROBÔ TERRESTRE CONTROLADO REMOTAMENTE UTILIZANDO A PLATAFORMA ARDUINO

CONSTRUÇÃO DE UM ROBÔ TERRESTRE CONTROLADO REMOTAMENTE UTILIZANDO A PLATAFORMA ARDUINO CONSTRUÇÃO DE UM ROBÔ TERRESTRE CONTROLADO REMOTAMENTE UTILIZANDO A PLATAFORMA ARDUINO Leopoldo Jacobsen¹, Wyllian Fressatti¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil leopoldojacobsen@gmail.com,

Leia mais

As perspectivas de longo prazo do seguro de automóvel. Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Novembro/2013

As perspectivas de longo prazo do seguro de automóvel. Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Novembro/2013 As perspectivas de longo prazo do seguro de automóvel Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Novembro/2013 Sumário: 1) Alguns Números do Mercado de Seguros no Brasil 2) Oportunidades e Desafios do

Leia mais

Oyster Perpetual YACHT-MASTER II

Oyster Perpetual YACHT-MASTER II Oyster Perpetual YACHT-MASTER II Oyster, 44 mm, aço YACHT-MASTER II O Yacht Master II foi projetado para atender às necessidades dos velejadores profissionais. Este cronógrafo de regata é equipado primeiro

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Capacidade de Elevação 130t PÁGINA 01 GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Comprimento da extensão total da lança principal de 60m, perfil U, placa de aço WELDOX de alta resistência.

Leia mais

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos.

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos. Curiosidade automotiva Preços de automóveis x salário mínimo A JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas, desenvolveu uma análise que apurou o valor do salário mínimo e

Leia mais

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Valor total do Projeto: R$ 2.283.138,52 Apresentação: O jornal A Gazeta foi comprado por Cásper Líbero em 1918. Produziu

Leia mais

NOVO volvo V40. Cross Country. acessórios originais volvo

NOVO volvo V40. Cross Country. acessórios originais volvo NOVO volvo V40 Cross Country acessórios originais volvo V40 Cross Country acessórios originais volvo Deixe seu carro do jeito que você quer, mas com a segurança da Volvo. Chegou o novo Volvo V40 Cross

Leia mais

MJ Secretaria Nacional de Segurança Pública Orientações para o Conteudista. Estruturação dos Materiais Básicos para os Cursos da SENASP

MJ Secretaria Nacional de Segurança Pública Orientações para o Conteudista. Estruturação dos Materiais Básicos para os Cursos da SENASP MJ Secretaria Nacional de Segurança Pública Orientações para o Conteudista Estruturação dos Materiais Básicos para os Cursos da SENASP Contacto: erisson.pitta@mj.gov.br Telefono: 5561 2025 8991 Prezado(a)

Leia mais

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E O USO INTEGRADO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS Sérgio Abranches

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E O USO INTEGRADO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS Sérgio Abranches PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E O USO INTEGRADO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS Sérgio Abranches A presença de tecnologias digitais no campo educacional já é facilmente percebida, seja pela introdução de equipamentos diversos,

Leia mais

Amboretto Skids. Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel e água

Amboretto Skids. Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel e água Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, celulose e água 1 Disponível para Locação, Leasing e Cartão Amboretto Skids Soluções e manuseio de fluidos para indústria de óleo, gás, papel

Leia mais

Integração de Sistemas Industriais com a Suíte GE Proficy

Integração de Sistemas Industriais com a Suíte GE Proficy Integração de Sistemas Industriais com a Suíte GE Proficy Ricardo Caruso Vieira Aquarius Software Revista Cadware Ed.22 versão online 1. Introdução Há mais de duas décadas, a indústria investe intensamente

Leia mais

Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance

Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance SEVERO¹, Ana Beatrice Santana SILVA², Danielle Rousy Dias da ANJOS 3, Eudisley Gomes dos PRESTES 4, Mateus Augusto Santos FERNANDES 5, Raul Felipe de

Leia mais

Categoria: Customizadas Subcategoria: Indústria

Categoria: Customizadas Subcategoria: Indústria Categoria: Customizadas Subcategoria: Indústria Agência: Global Assessoria de Comunicação Case: Eu Faço Parte - 100 edições consolidam a comunicação com o trade Histórico Há mais de um século, na Alemanha,

Leia mais

O mundo das pequenas coisas: estampas para tecido feitas com objetos do universo da costura

O mundo das pequenas coisas: estampas para tecido feitas com objetos do universo da costura O mundo das pequenas coisas: estampas para tecido feitas com objetos do universo da costura The little things world: prints for textile made with objects of sewing universe Cavalcante, Vanessa Peixoto;

Leia mais

GERENCIE SUA FROTA DE MANEIRA EFICIENTE. Dynafleet a solução de telemática da Volvo

GERENCIE SUA FROTA DE MANEIRA EFICIENTE. Dynafleet a solução de telemática da Volvo GERENCIE SUA FROTA DE MANEIRA EFICIENTE Dynafleet a solução de telemática da Volvo O controle em suas mãos desempenho otimizado com respeito ao meio ambiente As empresas de transporte estão cada vez mais

Leia mais

A Evolução dos Sistemas Operacionais

A Evolução dos Sistemas Operacionais Capítulo 3 A Evolução dos Sistemas Operacionais Neste capítulo, continuaremos a tratar dos conceitos básicos com a intensão de construirmos, agora em um nível mais elevado de abstração, o entendimento

Leia mais

HAVE A SILCA COPY COPY HAVE A SILCA COPY. Duplicadoras Electrónicas HAVE A SILCA COPY HAVE A SILCA COPY HAVE A SILCA COPY HAVE A COPY

HAVE A SILCA COPY COPY HAVE A SILCA COPY. Duplicadoras Electrónicas HAVE A SILCA COPY HAVE A SILCA COPY HAVE A SILCA COPY HAVE A COPY HAVE A HAVE SILCA A SILCA COPY COPY HAVE A COPY HAVE A SILCA C A SILCA COPY HAVE A COPY HAVE A HAVE SILCACOPY A COPY HAVE A COPY HAVE HAVE A SILCA A SILCA COPY COPY Duplicadoras Electrónicas O MUNDO SILCA

Leia mais

Abordagem Clássica da Administração: TGA Abordagem Clássica da Administração. Abordagem Clássica da Administração:

Abordagem Clássica da Administração: TGA Abordagem Clássica da Administração. Abordagem Clássica da Administração: TGA Abordagem Clássica da Administração Profa. Andréia Antunes da Luz andreia-luz@hotmail.com No despontar do XX, 2 engenheiros desenvolveram os primeiros trabalhos pioneiros a respeito da Administração.

Leia mais

Sistemas de Transformação e Estratégia de produção

Sistemas de Transformação e Estratégia de produção Sistemas de Transformação e de produção A seleção do Processo de produção depende: -Tecnologia dos Processos de Transformaçã ção -Tecnologia dos meios auxiliares (dispositivos, ferramentas) -Tecnologia

Leia mais

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA INTRODUÇÃO A mobilidade das cidades tem se tornado um desafio cada vez maior com o passar do tempo. Em 10 anos, a frota de automóveis e motocicletas cresceu 400% no

Leia mais

Movimentos da Terra. 4) Número de aulas: São seis etapas que serão divididas em aulas a critério do professor.

Movimentos da Terra. 4) Número de aulas: São seis etapas que serão divididas em aulas a critério do professor. Movimentos da Terra 1) Objetivo Geral Aplicar os conhecimentos sobre os movimentos da Terra e da Lua para o cotidiano, e mais especificamente, para a economia de energia elétrica como o horário de verão

Leia mais

MEDICINA da Pré-História à Era Digital

MEDICINA da Pré-História à Era Digital MEDICINA da Pré-História à Era Digital Os avanços técnicos e de conhecimento da área médica associados a uma população mais esclarecida e consciente quanto à qualidade de vida têm permitido uma maior longevidade

Leia mais

Suprimentos originais HP

Suprimentos originais HP Suprimentos originais HP Entendendo a função dos suprimentos HP na qualidade e confiabilidade da impressão. Cada vez que você utilizar suprimentos originais HP, terá impressos produzidos por componentes

Leia mais

O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG

O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG Transferência de tecnologia da Mercedes-AMG para a Cigarette Racing Informação à Imprensa O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG Data: 19 de fevereiro de 2013

Leia mais

Níveis de segurança nos carros da América Latina continuam sendo muito baixos, embora algumas marcas mostrem avanços

Níveis de segurança nos carros da América Latina continuam sendo muito baixos, embora algumas marcas mostrem avanços Buenos Aires, 13 de novembro de 2012 Níveis de segurança nos carros da América Latina continuam sendo muito baixos, embora algumas marcas mostrem avanços Os últimos resultados dos testes de batida publicados

Leia mais

Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid)

Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid) Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid) Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência

Leia mais

Empilhadoras Elétricas IXION SPE125/SPE160. Controle Sensi-lift

Empilhadoras Elétricas IXION SPE125/SPE160. Controle Sensi-lift Empilhadoras Elétricas Os empilhadores com braços de suporte oferecem uma solução efetiva e econômica para todos os tipos de armazém grandes ou pequenos. A BT oferece o grupo mais completo de empilhadores

Leia mais

- + ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. Introdução... 2. Configuração das Entradas de RPM e Velocidade... 5 1.1 ENTRADA AUXILIAR 1/RPM

- + ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. Introdução... 2. Configuração das Entradas de RPM e Velocidade... 5 1.1 ENTRADA AUXILIAR 1/RPM 1 ÍNDICE Introdução... 2 Configuração das Entradas de RPM e Velocidade... 5 1 INTRODUÇÃO 1.1 ENTRADA AUXILIAR 1/RPM O produto Rastrear Light possui uma entrada digital positiva para uso genérico. Essa

Leia mais

Portfólio de Criação Espaço Experiência 1. Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5

Portfólio de Criação Espaço Experiência 1. Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5 Portfólio de Criação Espaço Experiência 1 Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto

Leia mais

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net Objetivos da Disciplina Conhecer os limites de atuação profissional em Web

Leia mais

O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito. Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1.

O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito. Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1. O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1.3, Outubro, 2015 Nota prévia Esta apresentação tem por objetivo, proporcionar

Leia mais

Sumário Prefácio 1 1 Apresentação 1 1 1 Introdução 1 1 2 Entendendo o Webdesign 2 1 2 1 A Evolução da Internet 4 1 3 Design de Internet 8 1 3 1 Harmonia 10 1 3 2 As Formas e suas Funções 11 1 3 3 Equilíbrio

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial.

Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial. Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial. Elevadores de Passageiros Schindler Tempo O menor tempo entre você e o seu andar O Miconic

Leia mais

T e r c e i r i z a ç ã o

T e r c e i r i z a ç ã o T e r c e i r i z a ç ã o O que é...o que é? O Direito considera a TERCEIRIZAÇÃO uma das formas de relação do trabalho... Por isto, é passível de Lei... O DIEESE conceitua a TERCEIRIZAÇÃO, como sendo:

Leia mais

Estudo de Regionalização e Tecnologias nos Websites e Jornais auditados pelo IVC

Estudo de Regionalização e Tecnologias nos Websites e Jornais auditados pelo IVC Estudo de Regionalização e Tecnologias nos Websites e Jornais auditados pelo IVC Considerações iniciais O IVC audita publicações impressas e websites de seus filiados. O IVC não audita o mercado editorial

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web Web Design

Tópicos de Ambiente Web Web Design Tópicos de Ambiente Web Web Design Professora: Sheila Cáceres Historia As primeiras formas comunicativas foram mediante elementos visuais. Embora o surgimento da linguagem falada, a linguagem visual continuou

Leia mais

Licenciatura em: Design HISTÓRIA DA ARTE E DA TÉCNICA. EVOLUÇÃO DO DESIGN AUTOMÓVEL (BMW Séries 5)

Licenciatura em: Design HISTÓRIA DA ARTE E DA TÉCNICA. EVOLUÇÃO DO DESIGN AUTOMÓVEL (BMW Séries 5) Licenciatura em: Design HISTÓRIA DA ARTE E DA TÉCNICA Assim: 9; com ref. às fontes: 12-13 EVOLUÇÃO DO DESIGN AUTOMÓVEL (BMW Séries 5) Autores: André Sequeira 1º - A1 20110039 João Almeida 1º - A1 20110309

Leia mais

Hardware Básico. Conectores de Vídeo. Professor: Wanderson Dantas

Hardware Básico. Conectores de Vídeo. Professor: Wanderson Dantas Hardware Básico Conectores de Vídeo Professor: Wanderson Dantas Introdução Nesta aula nós discutiremos os tipos mais comuns de conectores de vídeo existentes. A conexão da placa de vídeo pode ser feita

Leia mais

2 Trabalho e sociedade

2 Trabalho e sociedade Unidade 2 Trabalho e sociedade Os seres humanos trabalham para satisfazer suas necessidades, desde as mais simples, como as de alimento, vestimenta e abrigo, até as mais complexas, como as de lazer, crença

Leia mais