ÁREAS. 01 (UFMG) Um terreno tem a forma da figura abaixo. Se AB AD, BC CD, AB = 10 m, BC = 70 m, CD = 40 m e AD = 80 m, então a área do terreno é

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÁREAS. 01 (UFMG) Um terreno tem a forma da figura abaixo. Se AB AD, BC CD, AB = 10 m, BC = 70 m, CD = 40 m e AD = 80 m, então a área do terreno é"

Transcrição

1 ÁRES 01 (UFMG) Um terreno tem a forma da figura abaixo. Se,, = 10 m, = 70 m, = 40 m e = 80 m, então a área do terreno é a) m b) m c) m d) m 0 (FMMG) - Observe a figura. Nessa figura, é um quadrado, E um triângulo eqüilátero e a área de E é, em cm, igual a ( 4 ) O lado do triângulo E, em cm, é a) 8 E b) 16 c) d) (UFMG) onsidere NQ = MP = MN, sendo MN a base do retângulo KNML. Se a soma das áreas dos triângulos NQL e PLM é 16, a área do retângulo KNML é a) 4 b) c) 48 d) 7 e) 96 K L N Q P M

2 04 (Unifesp) Um comício deverá ocorrer num ginásio de esportes, cuja área é delimitada por um retângulo, mostrado na figura. 6 m 1 m 18 m 0 m Por segurança, a coordenação do evento limitou a concentração, no local, a 5 pessoas para cada m² de área disponível. Excluindo-se a área ocupada pelo palanque, com a forma de um trapézio(veja as dimensões da parte hachurada na figura), quantas pessoas, no máximo, poderão participar do evento? a).700 b) 1.60 c) 1.50 d) 1.15 e) (UFOP-MG) Uma circunferência se encontra inscrita em um trapézio isósceles de bases 10 cm e 6 cm, conforme a figura abaixo s áreas da circunferência e do trapézio medem, em cm, respectivamente: a) 16π e 64 b) 15π e c) 15π e d) 0π e 16 0

3 e) 15π e (UFMG) No paralelogramo, = =, = 1. Se = 4 cm, então a área do paralelogramo, em cm, é a) 8 b) 4 c) 6 d) 6 e) (PU-MG) Na figura ao lado, cada placa é um quadrado de lado a. entre os segmentos nela desenhados, o que representa o lado de um quadrado de área igual à área total da figura é a) O b) O c) O d) O O 08. (Vunesp) Na figura adiante, é um quadrado de lado a. Tomando-se E e G nos prolongamentos da diagonal e F e H nos prolongamentos da diagonal, com E==G e F==H, determine a área do octógono FGHE em função de a. a) a² b) 5a² c) 4a² d),5a²

4 09. (esgranrio) No futebol de salão, a área de meta é delimitada por dois segmentos de reta (de comprimento de 11m e m) e dois quadrantes de círculos (de raio 4m), conforme a figura. superfície da área de meta mede, aproximadamente, a) 5 m b) 4 m c) 7 m d) 41 m e) 61 m 10 (PU-MG) O terreno da figura tem a forma de um trapézio retângulo. M é o ponto médio de e a medida do lado é o dobro da medida do lado. Se o preço total desse terreno é de R$ ,00, pode-se estimar que o preço da parte do terreno correspondente ao triângulo M, em reais, é a) b) c) d) M 11 (PU-MG) Inscrevem-se circunferências em quadrados como mostra a figura, a partir do maior quadrado, cuja área mede 16 m². soma das áreas das quatro primeiras circunferências construídas é igual a n π 16 m. O valor de n é a) 80 b) 85 c) 90 d) 95 1

5 1 (PU-MG) - Na figura, M é o ponto médio do lado do paralelogramo ; m é a medida da área do triângulo M e p é a medida da área do quadrilátero M. O valor de p m é : a) ¼ b) 1/ c) ½ d) / M e) /4 1 (UEMG) onsidere um quadrado de lado 10 cm e os pontos E e F sobre os lados e, respectivamente, sendo que E e F têm a mesma medida. E F O valor da medida E, para que a área hachurada represente /4 da área do quadrado, é a) 5 cm b) 5 cm c) 5 cm d) 10 cm 14 (UNI-H) figura representa um quadrado com 10 cm de lado, G = 4 cm e F = cm. Sabendo-se que a área do polígono FEG é de 84 cm, área do triângulo EF será de E a) 1 dm b) 1, dm F G c) 1 cm d) 1, cm

6 15 (PU-MG) praça representada na figura é quadrada. Parte dela é um jardim que ocupa a metade da área da praça. À direita, tem uma calçada com m de largura e, na parte frontal, uma calçada com 4 m de largura. Então, pode-se afirmar que a área do jardim, em metros quadrados, mede a) 7 b) 96 c) 144 d) 19 Jardim alçada 16 (FMMG) Observe a figura: E P 1 1 área do triângulo é 100; = 50; = e E =. Sendo P um 5 5 ponto do lado, a área do triângulo EP é a) 10 b) 16 c) 0 d) 17 (PU-MG) Um retângulo de base x está inscrito numa circunferência de raio. medida da área desse retângulo, em função de x, é: a) x 4 x b) x x c) x 16 x d) x

7 18-(UFOP) onsidere a figura. área da região plana hachurada é: ) 4,5 ) 4,0 ),5 ),0 19 (UFMG). Observe esta figura: Nessa figura, o quadrado tem área igual a 1; o triângulo PQ é eqüilátero; e os pontos P e Q pertencem, respectivamente, aos lados e. ssim sendo, a área do triângulo Q é ) - 1 ) ) + )

8 0 (Unesp-SP) onsidere o triângulo retângulo isósceles ( reto em ) e o trapézio retângulo EF cujos ângulos internos retos são os dos vértices F e, conforme a figura. Sabe-se que F = 8 cm, = 4 cm e que a área do trapézio EF é 0 cm. medida de é: a) 1 cm b) 14 cm c) 16 cm d) 18 cm e) 0 cm E F 1. (Unirio) Uma placa de cerâmica com uma decoração simétrica, cujo desenho está na figura a seguir, é usada para revestir a parede de um banheiro. Sabendo-se que cada placa é um quadrado de 0cm de lado, a área da região hachurada é: a) π b) 900 (4 - π) c) 500π d) 500π - 5 e) 5 (4 - π). (esgranrio) é um paralelogramo e M é o ponto médio do lado. s retas M e dividem o paralelogramo em quatro partes. Se a área do paralelogramo é 4, as áreas I, II, III e IV são, respectivamente, iguais a ) 10, 8, 4 e ) 10, 9, e ) 1, 6, 4 e II ) 16, 4, e 1 I III IV M

9 I. (Unifesp) figura mostra uma circunferência, de raio 4 e centro, que tangencia internamente a circunferência maior, de raio R e centro. Sabe-se que e são pontos da circunferência maior, mede 8 e tangencia a circunferência menor em T, sendo perpendicular à reta que passa por e. área da região hachurada é: a) 9π. b) 1π. c) 15π. d) 18π. e) 1π. 4 (UFMG) Observe a figura. Nessa figura, todas as circunferências têm o mesmo raio r, e os pontos de contato destacados são pontos de tangência. área do retângulo é ) 4 r ) 4 r ) 4 r (r + 1) ) 8 (1 + ) r 5 (UERJ) O decágono da figura foi dividido em 9 partes: 1 quadrado no centro, hexágonos regulares e dois triângulos eqüiláteros, todos com os lados congruentes ao do quadrado, e mais 4 outros triângulos.

10 Sendo T a área de cada triângulo eqüilátero e Q a área do quadrado, pode-se concluir que a área do decágono é equivalente a : a) 14T + Q b) 14T + Q c) 18T + Q d) 18T + Q 6. (Ufu) onsiderando que na figura abaixo = cm, a área do triângulo eqüilátero é igual a a) cm / b) cm c) cm d) cm / 7 (UFMG) Observe a figura. 1 4 Nela, a circunferência maior tem raio, e cada uma das circunferências menores 1,, e 4 é tangente a e a um lado do quadrado inscrito. Os centros de 1,, e 4 estão em diâmetros de perpendiculares a lados do quadrado. soma das áreas limitadas por essas quatro circunferências menores é ) 8 π ( + ) ) π ( + ) ) π ( ) ) π ( )

11 8 (UFMG) Observe a figura. é a hipotenusa do triângulo retângulo, E = 4 1, F = 4 1 e a área do quadrilátero FE é igual a 0. área do triângulo EF é igual a a) 0 b) 60 1 E c) 80 1 F d) (Ufpe) Na figura a seguir = (/) e a área do triângulo O é 8. Qual o valor da área do triângulo O? a) 16 b) 18 c) 9/4 d) 4 e) 1 0 Na figura abaixo, a circunferência de centro P e raio e tangente a três lados do retângulo de área igual a. distância do ponto P à diagonal vale: ) ) P ) 5 5 ) (MK) No setor circular da figura, α = 60º e M, N e P são pontos de tangência. Se o raio do setor é 1, a área de círculo de centro O é: ) 18π ) 16π N ) 9π P ) 4π α M

12 -(UFOP) Um terreno na forma abaixo foi deixado como herança para duas pessoas. everá, portanto, ser dividido em duas partes de áreas iguais por E uma reta EF, paralela ao lado. Sendo = 60 m, = 100m e = 50 m, E medirá, em metros. ) 10 ) 15 ) 0 G F ) 5 (UFMG) Na figura, o hexágono regular EF está inscrito no círculo de centro O. Se = 4 cm, a área do quadrilátero OF é a) 8 cm b) 8 cm c) 16 cm O d) 16 cm e) 16 cm F E 4 razão da área de um quadrado inscrito para a área de um triângulo eqüilátero inscrito na mesma circunferência é a) b) c) d) e)

13 5 Na figura, o triângulo OP é eqüilátero e P é perpendicular à reta que tangencia o círculo no ponto. Se a área do triângulo P é m, então o raio da circunferência é, em metros, a) 1 b) 4 c) 4 d) 8 0 P e) 8 6 (IT-SP) Se os lados de um triângulo medem, respectivamente, 0 cm, 40 cm e 50 cm, então a área do círculo inscrito neste triângulo mede a) 10 π cm b) 5 π cm c) 5 π cm d) 100 π cm e) 5 π cm 7. (Mackenzie) Na figura a seguir, supondo =, a área do círculo inscrito no triângulo isósceles é 108. Então, a área da região assinalada é: a) 7 b) 80 c) 84 d) 90 e) 96

14 8. (Uel) Na figura, é um quadrado cujo lado mede a. Um dos arcos está contido na circunferência de centro e raio a, e o outro é uma semicircunferência de centro no ponto médio de e de diâmetro a. área da região hachurada é: a) Um quarto da área do círculo de raio a. b) Um oitavo da área do círculo de raio a. c) O dobro da área do círculo de raio a/. d) Igual à área do círculo de raio a/. e) metade da área do quadrado. 9 (Fund. João Pinheiro-MG) onsidere um triângulo inscrito em um semicírculo de diâmetro tal que a medida do ângulo seja de 0 0. Sabe-se que o raio do semicírculo mede 4 cm. Então, a diferença entre as áreas do semicírculo e do triângulo, nessa ordem, é de a) b) c) d) e) 8( π 4( π 8( π 8( π 4( π ) cm ) cm ) cm ) cm ) cm 40 (PU-MG) figura representa os quadrados e EFGH circunscrito e inscrito na circunferência de centro O. Sendo o lado do quadrado maior igual a 4, a área hachurada, é a) 4 π - 4 b) 4 π - 8 c) 4 π + 8 d) π + 8

15 e) 16 π (IT) uas circunferências concêntricas 1 e têm raios de 6 cm e 6 cm, respectivamente. Seja uma corda de, tangente à 1. área de menor região delimitada pela corda e pelo arco mede, em cm. ) 9(π - ) ) 18(π + ) ) 18(π - ) ) 18(π + ) 4 Nessa figura, o raio de cada um dos arcos circulares que formam as três pétalas é o mesmo da circunferência que contém as pontas exteriores de todas as pétalas. Esse raio é igual a 0 cm. área da flor, em cm, é 1 a) ( 400 π 00 ) 1 b) ( 400 π 100 ) c) 400 π 6 d) 00 ( π ) e) 100 ( 4 π ) 4 (ESGRNRIO) OPQ é um quadrante de círculo, no qual foram traçados semicírculos de diâmetros OP e OQ. etermine o valor da razão das áreas a hachuradas,. b a) b) c) 1 1 π 4 d) 1

16 44 (UEL) onsidere a região hachurada, no interior do círculo de centro O, limitada por semicircunferências, conforme mostra a figura a seguir. Se a área dessa região é 108 π cm e M = MN = N, então a medida do raio do círculo, em centímetros, é a) 9 b) 1 c) 16 d) (PU-MG) Em uma coroa circular, a corda do disco maior tangente ao disco menor mede 10 cm. área da coroa circular, em cm, é a) 10 π b) 15 π c) 0 π d) 5 π e) 0 π 46 (PU-MG) Observe a figura. Nela, r = 6 cm, R = 6 cm e α = 0 o. área da região hachurada em cm, é a) π π b) π c) π d) r α R e) 1

17 47 (MK) Uma placa triangular será pintada de vermelho até a metade de sua altura e de azul da metade para cima. espessura da camada de tinta será constante e igual nas duas partes. quantidade de tinta vermelha necessária para a pintura está para a quantidade de tinta azul na razão de a) 4 : 1 b) : 1 c) : 1 d) 1,5 : 1 e) 1 : 1 azul vermelho h/ h/ 48.(efet-MG) No triângulo, um segmento MN, paralelo a, divide o triângulo em duas regiões de mesma área, conforme representado na figura. M razão é igual a ) 1 ) ) M N ) E) (ESESP) onsidere a figura abaixo, onde G é o baricentro do triângulo. ssinale a única alternativa que corresponde à razão entre as áreas dos triângulos G e EG. a) 1 b) c) G d) 4 e) 1 E

18 50. Na figura abaixo, E e são medianas do Δ. Sendo S 1 a área do Δ EP e S a área do Δ, podemos afirmar que ) S 1 = 1 S ) S 1 = 4 1 S E ) S 1 = 6 1 S P ) S 1 = 1 1 S 51.(UEL) Na figura, o segmento é a mediana relativa ao lado do triângulo. E e F são os pontos médios dos segmentos e, respectivamente. Se S é a área do triângulo, então a área do quadrilátero FE é ) 16 S ) 4 1 S E ) 16 5 S b ) 8 S F 5. (FESP) onsidere o triângulo eqüilátero da figura abaixo, no qual P = Q 1 e =. razão entre a área do quadrilátero QP e a do triângulo vale ) ) 4 ) 5 P Q )

19 5. No triângulo da figura, os segmentos MN e PQ são paralelas à base, P é o ponto médio de e M, ponto médio de P. N Q M P s áreas do triângulo MN, do trapézio MNQP e do trapézio PQ são respectivamente proporcionais a ) 1, e 16 ) 1, e 1 ) 1, e 4 ) 1, 4 e 1 54 (UFPE) Num círculo, inscreve-se um quadrado de lado 7 cm. Sobre cada lado do quadrado, considera-se a semicircunferência exterior ao quadrado com centro no ponto médio do lado e raio,5 cm, como na figura abaixo. alcule a área da região hachurada. ) 49cm² ) 50cm² ) 5cm² ) 60cm²

20 55 (FMMG) Observe a figura. Os quadrados FG, HI e E foram construídos sobre os lados do triângulo retângulo. Se a área do quadrado FG é 6 e sen θ = 0,6, a área do retângulo IJL é a) H J b) 48 c) 64 I d) 8 G L F x θ E 56 (Fuvest-SP) Na figura estão representados um quadrado de lado 4, uma de sua diagonais e uma semicircunferência da raio. Então a área da região hachurada é π a) + b) π + c) π + d) π + 4 e) π+1 57 (OM) Se a área do retângulo a seguir é 1, qual é a área da figura sombreada? a) b) 4 c) 5 d) 6 h

21 58 (UEL-PR) Na figura abaixo, o quadrado está inscrito na circunferência. Sabendo que a medida do lado do quadrado é 4 m, a área da parte sombreada, em m, é igual a: a) π + 4 b) π + c) π + d) π + e) π (PU-MG) O óleo derramado em uma lagoa é espalhado pelo vento de modo que a mancha tenha o formato de um setor circular cujo raio aumenta 10m a cada hora. o final da primeira hora, o raio media 10 m e a superfície coberta pelo óleo era de 15m. om base nesses dados, pode-se estimar que, ao final da terceira hora, a mancha de óleo estará cobrindo p metros quadrados da superfície da lagoa. O valor de p é: a) 0 b) 45 c) 90 d) (UFPE) Um pintor cobra R$ 10,00 por metro quadrado de pintura. Ele recebe três painéis de materiais idênticos e 1 m de perímetro cada um. Um em forma de círculo, outro em forma de hexágono regular e um terceiro em forma de quadrado. O pintor, só tendo condições de pintar um deles, deve escolher o que lhe proporcionará maior renda. ssim: a) terá maior renda se escolher o painel hexagonal. b) terá menor renda se resolver pintar o painel hexagonal. c) se escolher o painel circular, terá a maior renda. d) qualquer painel que escolher, a renda será a mesma. e) deverá escolher o painel quadrado para ter maior renda.

22 61(UFV)uas placas metálicas, medindo 4 cm de largura e 6 cm de comprimento, estão sobrepostas e fixadas no ponto médio M. om um giro de 45 o em uma das placas, obtém-se uma região poligonal comum às duas placas, conforme ilustra a figura abaixo. M área dessa região poligonal, em cm, é: a) b) + 4 c) + 4 d) e) (Fuvest) Na figura seguinte, E é o ponto de intersecção das diagonais do quadrilátero e θ é o ângulo agudo Ê. Se E=1, E=4, E= e E=, então a área do quadrilátero será: a) 1 sen θ b) 8 sen θ c) 6 sen θ d) 10 cos θ e) 8 cos θ

23 6 (UFMG) Observe a figura. Nessa figura, a região hachurada está delimitada pelos arcos, e das circunferências de centros, e, respectivamente, e a medida do segmento é. área dessa região é ) ) π = 8 π = 4 ) π - ) π + 4 E) π (FUVEST) figura representa duas circunferências de raio R e r com centros nos pontos e, respectivamente, tangenciando-se externamente no ponto. Suponha que: ( LETR ) R R α r α α x θ θ x r a) s retas t 1 e t são tangentes a ambas as circunferências e interceptam-se no ponto. b) reta t é tangente às circunferências no ponto. alcule a área do triângulo, em função dos raios R e r. ( R + r). Rr a) ( R + r). b) c)( R + r). Rr d) Rr. Rr

24 65 (UFMG) Observe a figura. Nela, a circunferência de centro O tem raio r e arcos,,, E, EF, FG, GH e HÁ congruentes. O valor da área sombreada, em função de r, é ) r (π - ) ) r (π - ) ) r ) r (π - 1) 66- Em um disco de raio R, consideram-se duas cordas paralelas e situadas do mesmo lado do centro O. Sendo igual ao lado do triângulo eqüilátero inscrito no círculo e lado do hexágono regular inscrito no mesmo círculo, calcule a área do quadrilátero sombreado. ) R ) R T ) R 6 0 ) R 8

25 67- Na figura, M e N são pontos médios dos lados e do retângulo e os segmentos M e N interceptam a diagonal em P e Q. Se a área do retângulo é 60, então a área do triângulo PQ é ) 8 M ) 9 ) 9,6 P ) 10 Q N 68-(Fuvest) Na figura, é um triângulo retângulo de catetos = 4 e = 5. O segmento E é paralelo a, F é um ponto de e o segmento F intercepta E no ponto G, com G=4 e GF=. ssim, a área do triângulo E é: a) 16/ b) 5/6 c) 9/8 d) 40/9 e) 70/9 69- (FUVEST) soma das distâncias de um ponto interior de um triângulo eqüilátero aos seus lados é 9. ssim, a medida do lado do triângulo é: a) 5 b) 6 c) 7 d) 8 e) 9

26 70- (Mackenzie) Na figura a seguir, os círculos internos são iguais e a região assinalada tem área 8 (π - ). Então a área do círculo externo é: a) 0 π b) 16 π c) 8 π d) 4 π e) π

CADERNO DE ATIVIDADES / MATEMÁTICA TECNOLOGIAS

CADERNO DE ATIVIDADES / MATEMÁTICA TECNOLOGIAS VSTIULR VILS 0. alcule x na figura: x + 0º x + 0º RNO TIVIS / MTMÁTI TNOLOGIS 0. Na figura, é o lado de um quadrado inscrito e é o lado do decágono regular. Qual a medida de x? x 0. Na figura a seguir,

Leia mais

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura.

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura. NOME: ANO: º Nº: POFESSO(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições Áreas: Quadrado: EVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência A, onde representa o lado etângulo: A b h, onde b representa a

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M1 Geometria Métrica Plana

Matemática. Resolução das atividades complementares. M1 Geometria Métrica Plana Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Métrica Plana p. 0 Na figura a seguir tem-se r // s // t e y. diferença y é igual a: a) c) 6 e) b) d) 0 8 ( I) y 6 y (II) plicando a propriedade

Leia mais

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%) Distribuição das.08 Questões do I T A 9 (8,97%) 0 (9,9%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais (, 0 (9,6%) Geo. Analítica Conjuntos (,96%) Geo. Espacial Funções Binômio de Newton

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 05/04/14 PROFESSOR: MALTEZ

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 05/04/14 PROFESSOR: MALTEZ RESOLUÇÃO VLIÇÃO E MTEMÁTI o NO O ENSINO MÉIO T: 05/0/1 PROFESSOR: MLTEZ QUESTÃO 01 São dados os triângulos retângulos E e TE conforme a figura ao lado; T se = E = E = 60 cm, então: E Os triângulos e TE

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M2 Trigonometria nos Triângulos

Matemática. Resolução das atividades complementares. M2 Trigonometria nos Triângulos Resolução das atividades complementares Matemática M Trigonometria nos Triângulos p. 1 Em cada caso, calcule o seno, o cosseno e a tangente do ângulo agudo assinalado. a) b) sen γ = cos γ = tg γ 1 sen

Leia mais

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A AULA - ÁREAS Área de um Triângulo - A área de um triângulo pode ser calculada a partir de dois lados consecutivos e o ângulo entre eles. h sen a h a sen b h a b sen A - A área de um triângulo eqüilátero

Leia mais

Com base nos dados apresentados nessa figura, é correto afirmar que a área do terreno reservado para o parque mede:

Com base nos dados apresentados nessa figura, é correto afirmar que a área do terreno reservado para o parque mede: ÁREAS 1. A prefeitura de certa cidade reservou um terreno plano, com o formato de um quadrilátero, para construir um parque, que servirá de área de lazer para os habitantes dessa cidade. O quadrilátero

Leia mais

1. Sendo (x+2, 2y-4) = (8x, 3y-10), determine o valor de x e de y. 2. Dado A x B = { (1,0); (1,1); (1,2) } determine os conjuntos A e B. 3. (Fuvest) Sejam A=(1, 2) e B=(3, 2) dois pontos do plano cartesiano.

Leia mais

AV1 - MA 13-2011 UMA SOLUÇÃO. b x

AV1 - MA 13-2011 UMA SOLUÇÃO. b x Questão 1. figura abaixo mostra uma sequência de circunferências de centros 1,,..., n com raios r 1, r,..., r n, respectivamente, todas tangentes às retas s e t, e cada circunferência, a partir da segunda,

Leia mais

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas MODULO 1 - AULA 1 Aula 1 Áreas de Superfícies Planas Superfície de um polígono é a reunião do polígono com o seu interior. A figura mostra uma superfície retangular. Área de uma superfície é um número

Leia mais

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO OBSERVAÇÕES: 1) AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA A PARTE COM

Leia mais

Quinta lista de exercícios.

Quinta lista de exercícios. MA092 Geometria plana e analítica Segundo semestre de 2015 Quinta lista de exercícios. Triângulos retângulos. Polígonos regulares. Áreas de superfícies planas. 1. Qual deve ser o comprimento de uma escada

Leia mais

Construções Fundamentais. r P r

Construções Fundamentais. r P r 1 Construções Fundamentais 1. De um ponto traçar a reta paralela à reta dada. + r 2. De um ponto traçar a perpendicular à reta r, sabendo que o ponto é exterior a essa reta; e de um ponto P traçar a perpendicular

Leia mais

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI 01.: A figura mostra um edifício que tem 15 m de altura, com uma escada colocada a 8 m de sua base ligada ao topo do edifício. comprimento dessa escada é de: a) 12 m. b) 30 m. c) 15 m. d) 17 m. e) 20 m.

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência ) (Unicamp-000) Sejam A e B os pontos de intersecção da parábola y = x com a circunferência de centro na origem e raio. a) Quais as coordenadas

Leia mais

2) (PUC-Camp) Uma pessoa encontra-se num ponto A, localizado na base de um prédio, conforme mostra a figura adiante.

2) (PUC-Camp) Uma pessoa encontra-se num ponto A, localizado na base de um prédio, conforme mostra a figura adiante. ATIVIDADES PARA RECUPERAÇÃO PARALELA - MATEMÁTICA PROFESSOR: CLAUZIR PAIVA NASCIMENTO TURMA: 9º ANO REVISÃO 1) (Cesesp-PE) Do alto de uma torre de 50 metros de altura, localizada numa ilha, avista-se a

Leia mais

Colégio Anglo de Sete Lagoas Professor: Luiz Daniel (31) 2106-1750

Colégio Anglo de Sete Lagoas Professor: Luiz Daniel (31) 2106-1750 Lista de exercícios de Geometria Espacial PRISMAS 1) Calcular a medida da diagonal de um paralelepípedo retângulo de dimensões 10 cm, 8 cm e 6 cm 10 2 cm 2) Determine a capacidade em dm 3 de um paralelepípedo

Leia mais

CURSO DE GEOMETRIA LISTA

CURSO DE GEOMETRIA LISTA GEOMETRI Ângulos Obs.: Dois ângulos são congruentes quando têm a mesma abertura. Exemplos: Ângulos complementares Soma (medida) 90º Ângulos suplementares Soma (medida) 180º issetriz bissetriz de um ângulo

Leia mais

Prof. Weber Campos webercampos@gmail.com. 2012 Copyri'ght. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Prof. Weber Campos webercampos@gmail.com. 2012 Copyri'ght. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. EP FISL Raciocínio Lógico - GEOMETRI ÁSI - TRIGONOMETRI webercampos@gmail.com 01 opyri'ght. urso gora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ÍNDIE Exercícios Resolvidos de GEOMETRI 0 Exercícios

Leia mais

Programa Olímpico de Treinamento. Aula 1. Curso de Geometria - Nível 2. Prof. Rodrigo Pinheiro

Programa Olímpico de Treinamento. Aula 1. Curso de Geometria - Nível 2. Prof. Rodrigo Pinheiro Programa Olímpico de Treinamento urso de Geometria - Nível 2 Prof. Rodrigo Pinheiro ula 1 Introdução Nesta aula, aprenderemos conceitos iniciais de geometria e alguns teoremas básicos que utilizaremos

Leia mais

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada,

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, QUADRILÁTEROS Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, A B C Lados: AB BC CD AD Vértices: A B C D Diagonais: AC BD D Algumas

Leia mais

Aula 10 Triângulo Retângulo

Aula 10 Triângulo Retângulo Aula 10 Triângulo Retângulo Projeção ortogonal Em um plano, consideremos um ponto e uma reta. Chama-se projeção ortogonal desse ponto sobre essa reta o pé da perpendicular traçada do ponto à reta. Na figura,

Leia mais

RETÂNGULO ÁREAS DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO. Exemplo: Calcule a área de um terreno retangular cuja basemede 3meaaltura 45m.

RETÂNGULO ÁREAS DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO. Exemplo: Calcule a área de um terreno retangular cuja basemede 3meaaltura 45m. ÁREAS DE FIGURAS PLANAS RETÂNGULO PARALELOGRAMO Exemplo: Calcule a área de um paralelogramo que tem,4 cmdebasee1,3cmdealtura. Resposta: A= B h A=,4x1,3 A=3,1 cm² 01. Calcule a área do paralelogramo, sabendo-se

Leia mais

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 1. Crie dois pontos livres. Movimente-os. 2. Construa uma reta passando por estes dois pontos. 3. Construa mais dois pontos livres em qualquer lugar da tela, e o

Leia mais

1 ÁREA DO TRIÂNGULO. 1.3 Fórmula trigonométrica. 1.1 Fórmula clássica. 1.4 Triângulo equilátero. 1.2 Triângulo retângulo. Matemática 2 Pedro Paulo

1 ÁREA DO TRIÂNGULO. 1.3 Fórmula trigonométrica. 1.1 Fórmula clássica. 1.4 Triângulo equilátero. 1.2 Triângulo retângulo. Matemática 2 Pedro Paulo Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA PLANA XVI 1 ÁREA DO TRIÂNGULO Neste capítulo, estamos encerrando o nosso estudo de Geometria Plana que, como o nome diz, é sobre figuras planas. E uma grandeza muito

Leia mais

Prof. Jorge. Estudo de Polígonos

Prof. Jorge. Estudo de Polígonos Estudo de Polígonos Enchendo a piscina A piscina de um clube de minha cidade, vista de cima, tem formato retangular. O comprimento dela é de 18 m. o fundo é uma rampa reta. Vista lateralmente, ela tem

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

ÁREA DAS FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS

ÁREA DAS FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS 1 ÁREA DAS FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS 1.Área da região retangular temos: É o paralelogramo que possui os quatro ângulos internos retos, num retângulo, A = B. P = B + d = B + Exemplo: Num retângulo, uma

Leia mais

MATEMÁTICA GABARITO. IMPRIMIR Nessa figura, o trapézio ABCD tem altura 2 3 e bases AB = 4 e DC = 1. A medida do lado BC é: a) 14 c) 4. Avançar.

MATEMÁTICA GABARITO. IMPRIMIR Nessa figura, o trapézio ABCD tem altura 2 3 e bases AB = 4 e DC = 1. A medida do lado BC é: a) 14 c) 4. Avançar. MATEMÁTIA QUARILÁTEROS E POLÍGONOS 1 1. AEU-F Julgue os itens seguintes relativos aos quadriláteros planos. ( ) Um retângulo é um paralelogramo. ( ) As diagonais de todo paralelogramo são congruentes.

Leia mais

5. DESENHO GEOMÉTRICO

5. DESENHO GEOMÉTRICO 5. DESENHO GEOMÉTRICO 5.1. Retas Paralelas e Perpendiculares No traçado de retas paralelas ou perpendiculares é indispensável o manejo adequado dos esquadros. Na construção das retas perpendiculares e

Leia mais

Circunferência e Círculos

Circunferência e Círculos Circunferência e Círculos 1. (Unifor 2014) Os pneus de uma bicicleta têm raio R e seus centros distam R. Além disso, a reta t passa por P e é tangente à circunferência do pneu, formando um ângulo α com

Leia mais

P rua PQ Q rua QR. 2 km 4 km. 3 km. av. SR. rua SQ. rua TP. 3 km. rua TS

P rua PQ Q rua QR. 2 km 4 km. 3 km. av. SR. rua SQ. rua TP. 3 km. rua TS Resolução das atividades complementares Matemática M1 Geometria Plana 1 (UFF-RJ) O circuito triangular de uma corrida está esquematizado na figura a seguir: P rua PQ Q rua QR km km R T rua TP 3 km rua

Leia mais

(c) 30% (d) 25% aprovados. é a quantidade de: Em uma indústria é fabricado um produto ao custo de

(c) 30% (d) 25% aprovados. é a quantidade de: Em uma indústria é fabricado um produto ao custo de QUESTÃO - EFOMM 0 QUESTÃO - EFOMM 0 Se tgx sec x, o valor de senx cos x vale: ( 7 ( ( ( ( O lucro obtido pela venda de cada peça de roupa é de, sendo o preço da venda e 0 o preço do custo quantidade vendida

Leia mais

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas.

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas. PROVA APLICADA ÀS TURMAS DO O ANO DO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO ANCHIETA EM MARÇO DE 009. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA QUESTÕES DE 0 A 08.

Leia mais

Desenho geométrico. Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta:

Desenho geométrico. Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta: Desenho geométrico Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta: Linha que estabelece a menor distância entre 2 pontos. Por 1 ponto podem passar infinitas retas. Por 2

Leia mais

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são:

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são: TRIÂNGULO RETÂNGULO Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são: a: hipotenusa b e c: catetos h: altura relativa a hipotenusa m e

Leia mais

Exercícios de Matemática Retas e Planos

Exercícios de Matemática Retas e Planos Exercícios de Matemática Retas e Planos 3. (Unesp) Considere o cubo da figura adiante. Das alternativas a seguir, aquela correspondente a pares de vértices que determinam três retas, duas a duas reversas,

Leia mais

Segmento de reta GEOMETRIA PLANA

Segmento de reta GEOMETRIA PLANA GEOMETRIA PLANA Noções primitivas Os elementos primitivos da geometria são o ponto, a reta e o plano, cujas definições são impossíveis de serem enunciadas, pois só se tem uma noção intuitiva do que sejam.

Leia mais

115% x + 120% + (100 + p)% = 93 2 2. 120% y + 120% + (100 + p)% = 106 2 2 x + y + z = 100

115% x + 120% + (100 + p)% = 93 2 2. 120% y + 120% + (100 + p)% = 106 2 2 x + y + z = 100 MATEMÁTICA Carlos, Luís e Sílvio tinham, juntos, 00 mil reais para investir por um ano. Carlos escolheu uma aplicação que rendia 5% ao ano. Luís, uma que rendia 0% ao ano. Sílvio aplicou metade de seu

Leia mais

Quarta lista de exercícios.

Quarta lista de exercícios. MA092 Geometria plana e analítica Segundo semestre de 2015 Quarta lista de exercícios. Circunferência e círculo. Teorema de Tales. Semelhança de triângulos. 1. (Dolce/Pompeo) Um ponto P dista 7 cm do centro

Leia mais

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra GEOMETRIA PLANA: SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS 2 1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra a figura. A rodovia AC tem 40km, a rodovia AB tem 50km, os ângulos

Leia mais

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Geometria Plana: Áreas de regiões poligonais Triângulo e região triangular O conceito de região poligonal

Leia mais

Teorema de Pitágoras e Áreas. Eduardo Wagner

Teorema de Pitágoras e Áreas. Eduardo Wagner Teorema de Pitágoras e Áreas Eduardo Wagner Sobre o autor. Eduardo Wagner é formado em engenharia pela UFRJ e mestre em matemática pelo IMP. omo professor de matemática, atua tanto no ensino médio quanto

Leia mais

Escola da Imaculada. Estudo da Pirâmide. Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio

Escola da Imaculada. Estudo da Pirâmide. Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio Escola da Imaculada Estudo da Pirâmide Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio Estudo da Pirâmide 1- Definição As pirâmides são poliedros cuja base é uma região poligonal e as faces laterais

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo I Aula 04 SUPERFÍCIE E ÁREA Medir uma superfície é compará-la com outra, tomada como unidade. O resultado da comparação é um número positivo, ao

Leia mais

Definição de Polígono

Definição de Polígono Definição de Polígono Figura plana limitada por segmentos de recta, chamados lados dos polígonos onde cada segmento de recta, intersecta exactamente dois outros extremos; se os lados forem todos iguais

Leia mais

Geometria Métrica Espacial. Geometria Métrica Espacial

Geometria Métrica Espacial. Geometria Métrica Espacial UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE MATEMÁTICA 1. Prismas Geometria Métrica

Leia mais

PROFESSOR: DENYS YOSHIDA

PROFESSOR: DENYS YOSHIDA APOSTILA 015 DESENHO GEOMÉTRICO PROFESSOR: DENYS YOSHIDA DESENHO GEOMÉTRICO 1º ANO - ENSINO MÉDIO - 015 1 Sumário 1. Trigonometria no triangulo retângulo...3 1.1 Triângulo retângulo...4 1. Teorema de Pitágoras...,,,,,,,...4

Leia mais

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge.

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge. Matemática 2 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um paralelepípedo retângulo acoplado a um prisma triangular. 1,6m 1m 1,4m Calcule o volume da estrutura, em dm 3, e indique

Leia mais

MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma:

MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma: Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1 1º Bimestre/013 Aluno(a): Número: Turma: 1) Determine

Leia mais

1. Examine cada relação e escreva se é uma função de A em B ou não. Em caso afirmativo determine o domínio, a imagem e o contradomínio.

1. Examine cada relação e escreva se é uma função de A em B ou não. Em caso afirmativo determine o domínio, a imagem e o contradomínio. 1. Examine cada relação e escreva se é uma função de A em B ou não. Em caso afirmativo determine o domínio, a imagem e o contradomínio. 2. (Fgv) Um vendedor recebe mensalmente um salário fixo de R$ 800,00

Leia mais

Matemática. Atividades. complementares. 9-º ano. Este material é um complemento da obra Matemática 9. uso escolar. Venda proibida.

Matemática. Atividades. complementares. 9-º ano. Este material é um complemento da obra Matemática 9. uso escolar. Venda proibida. 9 ENSINO 9-º ano atemática FUNDAENTAL Atividades complementares Este material é um complemento da obra atemática 9 Para Viver Juntos. Reprodução permitida somente para uso escolar. Venda proibida. Samuel

Leia mais

Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro.

Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro. Catarina Ribeiro 1 Vamos Recordar: Circunferência de centro C e raio r é o lugar geométrico de todos os pontos do plano que estão à mesma distância r de um ponto fixo C. Círculo de centro C e raio r é

Leia mais

Matemática. Atividades. complementares. 9-º ano. Este material é um complemento da obra Matemática 9. uso escolar. Venda proibida.

Matemática. Atividades. complementares. 9-º ano. Este material é um complemento da obra Matemática 9. uso escolar. Venda proibida. 9 ENSINO 9-º ano Matemática FUNDAMENTAL Atividades complementares Este material é um complemento da obra Matemática 9 Para Viver Juntos. Reprodução permitida somente para uso escolar. Venda proibida. Samuel

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M20 Geometria Analítica: Circunferência

Matemática. Resolução das atividades complementares. M20 Geometria Analítica: Circunferência Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Analítica: ircunferência p. (Uneb-A) A condição para que a equação 6 m 9 represente uma circunferência é: a), m, ou, m, c) < m < e), m, ou,

Leia mais

Geometria Plana 03 Prof. Valdir

Geometria Plana 03 Prof. Valdir Geometria lana 03 rof. Valdir TS TÁVEIS E U TRIÂGUL 1. RIETR É o ponto de equilíbrio ou centro de gravidade do triângulo. baricentro coincide com o ponto de intersecção das medianas do triângulo (na figura

Leia mais

Bissetrizes e suas propriedades.

Bissetrizes e suas propriedades. Semana Olímpica 013 - Prof. ícero Thiago - olégio ETP/SP issetrizes e suas propriedades. Teorema 1. Seja XOY umângulodadoep umpontoemseuinterior. Então, adistância de P a XO é igual à distância de P a

Leia mais

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA.

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. FUVEST VESTIBULAR 00 FASE II PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. Q 0. Para a fabricação de bicicletas, uma empresa comprou unidades do produto A, pagando R$9, 00, e unidades do produto B, pagando R$8,00. Sabendo-se

Leia mais

QUESTÕES ÁREAS DE POLÍGONOS

QUESTÕES ÁREAS DE POLÍGONOS QUESTÕES ÁREAS DE POLÍGONOS 1. (Unicamp 014) O perímetro de um triângulo retângulo é igual a 6,0 m e as medidas dos lados estão em progressão aritmética (PA). A área desse triângulo é igual a a),0 m. b),0

Leia mais

DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS

DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS 01. Na figura, ABCD é um quadrado e ADE é um triângulo retângulo em E. Se P é o centro do quadrado, prove que a semirreta EP é a bissetriz do ângulo AED. Resolução.

Leia mais

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 TEOREMA DE TALES. Na figura abaixo as retas r, s e t são (A) 0 (B) 6 (C) 00 (D) 80 (E) 0. Três retas paralelas são cortadas por duas Se AB = cm; BC = 6 cm e XY = 0 cm a medida, em cm, de XZ é: (A) 0 (B)

Leia mais

Pirâmide. P e R pertencem, respectivamente, às faces ABCD e EFGH; Q pertence à aresta EH; T é baricentro do triângulo ERQ e pertence à diagonal EG RF

Pirâmide. P e R pertencem, respectivamente, às faces ABCD e EFGH; Q pertence à aresta EH; T é baricentro do triângulo ERQ e pertence à diagonal EG RF Pirâmide 1. (Unifesp 01) Na figura, ABCDEFGH é um paralelepípedo reto-retângulo, e PQRE é um tetraedro regular de lado 6cm, conforme indica a figura. Sabe-se ainda que: P e R pertencem, respectivamente,

Leia mais

MATEMÁTICA - 3ª ETAPA/2015. Aluno: Nº. 1) Calcule o valor de x, sabendo que o perímetro do quadrilátero é de 8,6 m.

MATEMÁTICA - 3ª ETAPA/2015. Aluno: Nº. 1) Calcule o valor de x, sabendo que o perímetro do quadrilátero é de 8,6 m. MATEMÁTICA - ª ETAPA/015 Ensino Fundamental Ano: 8º Professora: Thaís Sadala Turma: Atividade: Estude Mais 10 Data: Aluno: Nº 1) Calcule o valor de x, sabendo que o perímetro do quadrilátero é de 8,6 m.,4

Leia mais

5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA

5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA 40 5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA Propriedade: O lugar geométrico dos pontos do plano situados a uma distância constante r de um ponto fixo O é a circunferência de centro O e raio r. Notação: Circunf(O,r). Sempre

Leia mais

Áreas e Aplicações em Geometria

Áreas e Aplicações em Geometria 1. Introdução Áreas e Aplicações em Geometria Davi Lopes Olimpíada Brasileira de Matemática 18ª Semana Olímpica São José do Rio Preto, SP Nesse breve material, veremos uma rápida revisão sobre áreas das

Leia mais

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E Sistema cartesiano ortogonal Lista. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E. Marque num sistema de coordenadas cartesianas ortogonais os pontos: a)

Leia mais

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 (OBMEP RJ) Num triângulo retângulo, definimos o cosseno de seus ângulos agudos O triângulo retângulo da figura

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica Departamento Acadêmico da Construção Civil Curso Técnico de Geomensura Disciplina: Matemática Aplicada

Centro Federal de Educação Tecnológica Departamento Acadêmico da Construção Civil Curso Técnico de Geomensura Disciplina: Matemática Aplicada Centro Federal de Educação Tecnológica Departamento Acadêmico da Construção Civil Curso Técnico de Geomensura Disciplina: Matemática Aplicada MATEMÁTICA APLICADA 1. SISTEMA ANGULAR INTERNACIONAL...2 2.

Leia mais

Se ele optar pelo pagamento em duas vezes, pode aplicar o restante à taxa de 25% ao mês (30 dias), então. tem-se

Se ele optar pelo pagamento em duas vezes, pode aplicar o restante à taxa de 25% ao mês (30 dias), então. tem-se "Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza Terra adorada." 01. Um consumidor necessita comprar um determinado produto. Na loja, o vendedor

Leia mais

Unidade 9 - Prisma. Introdução Definição de um prisma. Denominação de um prisma. Prisma regular Área de um prisma. Volume de um prisma

Unidade 9 - Prisma. Introdução Definição de um prisma. Denominação de um prisma. Prisma regular Área de um prisma. Volume de um prisma Unidade 9 - Prisma Introdução Definição de um prisma Denominação de um prisma Prisma regular Área de um prisma Volume de um prisma Introdução Após a abordagem genérica de poliedros, destacaremos alguns

Leia mais

PROBLEMAS SELECIONADOS DE DESENHO GEOMÉTRICO Parte II: Polígonos e Círculos. Sergio Lima Netto sergioln@lps.ufrj.br

PROBLEMAS SELECIONADOS DE DESENHO GEOMÉTRICO Parte II: Polígonos e Círculos. Sergio Lima Netto sergioln@lps.ufrj.br PROLEMS SELECIONDOS DE DESENHO GEOMÉTRICO Parte II: Polígonos e Círculos Sergio Lima Netto sergioln@lps.ufrj.br versão julho de 008 Prólogo Foi feito um grande esforço para reproduzir os desenhos que acompanham

Leia mais

POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS

POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS 7º ANO POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS Áreas de alguns quadriláteros Nuno Marreiros Recorda Área do retângulo Para todo e qualquer retângulo de base (b) e altura (h), pode-se escrever: Área do Retângulo

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Questão 3. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 2. Questão 3. Resposta. Resposta Questão Carlos, Luís e Sílvio tinham, juntos, 00 mil reais para investir por um ano. Carlos escolheu uma aplicação que rendia 5% ao ano. Luís, uma que rendia 0% ao ano. Sílvio aplicou metade de seu dinheiro

Leia mais

6º ANO LISTA 1 medidas de área AV 2 3º Bim. Escola adventista de Planaltina. Professor: Celmo Xavier. Aluno: Medidas de Área

6º ANO LISTA 1 medidas de área AV 2 3º Bim. Escola adventista de Planaltina. Professor: Celmo Xavier. Aluno: Medidas de Área 6º ANO LISTA 1 medidas de área AV 2 3º Bim. Escola adventista de Planaltina Professor: Celmo Xavier. Aluno: Medidas de Área Transformando 1m² (metro quadrado) em cm² (centímetro quadrado) 1º passo: transformar

Leia mais

Geometria Área de Quadriláteros

Geometria Área de Quadriláteros ENEM Geometria Área de Quadriláteros Wallace Alves da Silva DICAS MATEMÁTICAS [Escolha a data] Áreas de quadriláteros Olá Galera, 1 QUADRILÁTEROS Quadrilátero é um polígono com quatro lados. A soma dos

Leia mais

Geometria plana. Resumo teórico e exercícios.

Geometria plana. Resumo teórico e exercícios. Geometria plana. Resumo teórico e eercícios. 3º olegial / urso tensivo. utor - Lucas ctavio de Souza (Jeca) Relação das aulas. Página ula 01 - onceitos iniciais... 0 ula 0 - Pontos notáveis de um triângulo...

Leia mais

XXIII OLIMPÍADA PAULISTA DE MATEMÁTICA

XXIII OLIMPÍADA PAULISTA DE MATEMÁTICA III OLIMPÍD PULIST DE MTEMÁTI 1999 - PROV D FSE FINL a SÉRIE - ENSINO FUNDMENTL Instruções: FOLH DE PERGUNTS duração desta prova é de 3 horas. O tempo mínimo de permanência é de 1h 30min. Nesta prova há

Leia mais

Atividade extra. Exercício 1. Matemática e suas Tecnologias Matemática

Atividade extra. Exercício 1. Matemática e suas Tecnologias Matemática Atividade extra Exercício 1 O Tangram é um quebra cabeças com 7 peças de diferentes tamanhos, e com elas podemos montar mais de 1400 figuras, como exemplos, temos as figuras abaixo. Fonte: fundacaobunge.org.br

Leia mais

Aulas Particulares on-line

Aulas Particulares on-line MTEMÁTIC PRÉ-VESTIULR LIVRO DO PROFESSOR 006-009 IESDE rasil S.. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos autorais.

Leia mais

Aulas Particulares on-line

Aulas Particulares on-line Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, MTEMÁTI PRÉ-VESTIULR LIVRO O PROFESSOR 006-009 IESE rasil S.. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo,

Leia mais

Geometria Euclidiana Plana Parte I

Geometria Euclidiana Plana Parte I CURSO INTRODUTÓRIO DE MATEMÁTICA PARA ENGENHARIA 2015.1 Geometria Euclidiana Plana Parte I Joyce Danielle de Araújo - Engenharia de Produção Lucas Araújo dos Santos - Engenharia de Produção O que veremos

Leia mais

Exercícios Triângulos (1)

Exercícios Triângulos (1) Exercícios Triângulos (1) 1. Na figura dada, sabe-se que r // s. Calcule x. 2. Nas figuras abaixo, calcule o valor de x. 5. (PUC-SP) Na figura seguinte, as retas r e s são paralelas. Encontre os ângulos

Leia mais

Lista 1: Vetores -Turma L

Lista 1: Vetores -Turma L Lista 1: Vetores -Turma L Professora: Ivanete Zuchi Siple 1. Dados os vetores u e v da gura, mostrar num gráco um representante do vetor: (a) u v (b) v u (c) u + 4 v u v. Represente o vetor x = u + v w

Leia mais

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS.

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS. ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS ÁLGEBRA I: 003 a 013 Funções: definição de função; funções definidas por

Leia mais

CAP/UERJ 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF. ILYDIO SÁ

CAP/UERJ 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF. ILYDIO SÁ CP/URJ ª SÉRI DO NSINO MÉDIO PROF. ILYDIO SÁ 1 LUNO () : Nº GOMTRI SPCIL PRISMS XRCÍCIOS 01) Qual o volume de um cubo de área 54 cm? 0) diagonal de uma face de um cubo tem medida 5 cm. Qual a área do cubo?

Leia mais

FEIXE DE RETAS PARALELAS TEOREMA DE TALES

FEIXE DE RETAS PARALELAS TEOREMA DE TALES 222 FEIXE DE RETAS PARALELAS Feixe de retas paralelas é um conjunto de retas distintas de um plano, paralelas entre si. As retas a, d e c da figura constituem um feixe de retas paralelas. r s Transversal

Leia mais

O Desenho Geométrico no Vestibular do ITA. c 2013, Sergio Lima Netto

O Desenho Geométrico no Vestibular do ITA. c 2013, Sergio Lima Netto O Desenho Geométrico no Vestibular do ITA c 2013, Sergio Lima Netto Parte I Prólogo Este material é complementar ao livro A Matemática no Vestibular do ITA, de minha autoria, editado em 2013 pela VestSeller.

Leia mais

LISTA DE MATEMÁTICA II

LISTA DE MATEMÁTICA II Ensino Médio Unidade São Judas Tadeu Professora: Oscar Aluno (a): Série: 3ª Data: / / 2015. LISTA DE MATEMÁTICA II 1) (Fuvest-SP) Um lateral L faz um lançamento para um atacante A, situado 32 m à sua frente

Leia mais

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 *

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Objetivas 01 1 Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/ B) /3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Considere três números, a, b e c. A média aritmética entre a e b é 17 e a média aritmética entre a, b

Leia mais

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES B3 CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES Circunferência Circunferência é um conjunto de pontos do plano situados à mesma distância de um ponto fixo (centro). Corda é um segmento de recta cujos extremos

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na fgv

CPV O cursinho que mais aprova na fgv O cursinho que mais aprova na fgv FGV economia a Fase 0/novembro/008 MTEMÁTI 0. umentando a base de um triângulo em 0% e reduzindo a altura relativa a essa base em 0%, a área do triângulo aumenta em %.

Leia mais

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA.

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 00 ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. QUESTÃO.01.Carlos, Luis e Sílvio tinham, juntos, 100 mil reais para investir por um ano. Carlos

Leia mais

Exercícios de Números Complexos com Gabarito

Exercícios de Números Complexos com Gabarito Exercícios de Números Complexos com Gabarito ) (UNIFESP-007) Quatro números complexos representam, no plano complexo, vértices de um paralelogramo. Três dos números são z = i, z = e z = + ( 5 )i. O quarto

Leia mais

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental TEMA I ESPAÇO E FORMA Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Os conceitos geométricos constituem parte importante

Leia mais

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_007_ A FASE RESOLUÇÃO PELA PROFA MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA Questão Se Amélia der R$3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia Se Maria

Leia mais

Professores: Luiz Davi Mazzei e Marcus Vinicius de Azevedo Basso. Acadêmicos: Andressa dos Santos, Diego Lima e Jean Rodrigo Teixeira.

Professores: Luiz Davi Mazzei e Marcus Vinicius de Azevedo Basso. Acadêmicos: Andressa dos Santos, Diego Lima e Jean Rodrigo Teixeira. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO - INSTITUTO DE MATEMÁTICA OFICINAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA LABORATÓRIO DE PRÁTICA DE ENSINO EM MATEMÁTICA Professores: Luiz Davi

Leia mais

MATEMÁTICA 3 A SÉRIE - E. MÉDIO

MATEMÁTICA 3 A SÉRIE - E. MÉDIO 1 MTEMÁTI 3 SÉRIE - E. MÉDIO Prof. Rogério Rodrigues O TEOREM DE TLES NOME :... NÚMERO :... TURM :... 2 VI - O TEOREM DE TLES VI. 1) Tudo é água Do último terço do séc. VII à primeira metade do séc. VI

Leia mais

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 6. Curso de Geometria - Nível 3. Prof. Cícero Thiago. Teorema 1. (Fórmula tradicional.) BC AD.

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 6. Curso de Geometria - Nível 3. Prof. Cícero Thiago. Teorema 1. (Fórmula tradicional.) BC AD. Polos Olímpicos de Treinamento urso de Geometria - Nível 3 Prof. ícero Thiago ula 6 Relações entre áreas Teorema 1. (Fórmula tradicional.) área do triângulo pode ser calculada por [ ] =. Teorema. (Área

Leia mais

1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -2014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C.

1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -2014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C. 1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Questão 01. (UESC-Adaptada) (x + )!(x + )! O valor de x N, que

Leia mais