Aula 1 - O que é design? professor Rafael Ho mann

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula 1 - O que é design? professor Rafael Ho mann"

Transcrição

1 Aula 1 - O que é design? professor Rafael Ho mann

2 Fundamentos do design (grá co?)

3 Objetivo da aula - Conhecer melhor e consolidar o signi cado do termo design.

4 Objetivo da aula É muito mais difícil falar sobre algo do que fazê-lo. Oscar Wilde, escritor irlandês

5 Objetivo da aula A nal, o que é design? É possível ter uma de nição clara? É uma anedota comum dizer que nem mesmo os pais de designers sabem o que seus lhos e lhas fazem. Alguma coisa com computadores é uma das respostas mais precisas. GOMEZ-PALACIO e VIT, 2011

6 Objetivo da aula

7 - Vocês sabem o que estão fazendo aqui? - Sabem o que podem fazer? - Onde podem trabalhar? - Sabem dizer para os pais o que vão ser quando crescer?

8 Essa incerteza pode ser causada pela enorme gama de especialidades e disciplinas nas quais os designers podem se envolver, o que di culta o estabelecimento de uma de nição clara.

9 Porque as pessoas ainda têm dúvida? - Contemporaneidade da pro ssão; - Diversidade de áreas de atuação; - Elevado número de habilitações; - Banalização do termo. Design estratégico Design de comunicação Design de som Design visual Design grá co Design editorial Design institucional Design digital Design de hipermídia Web design Design de jogos Design de produto Design automobilístico Design de embalagem Design de mobiliário Design de moda Design de joias Design de estampa Design de ambientes Design de interiores Design de iluminação Design de sinalização Design de interação Design de interfaces

10 É difícil reduzir uma atividade tão abrangente e variável a uma breve de nição. Um método possível é pegar pequenos fragmentos de outras tentativas de de nição na esperança que eles possam chegar a um espécie de resultado.

11 de.sign [ing] s.m. 1 a concepção de um produto, esp. no que se refere à sua forma e funcionalidade. de.se.nho s.m. 1 representação grá ca de objetos e idéias feita sobre uma superfície 2 representação por linhas da forma de um objeto; contorno, traçado. DICIONÁRIO HOUAISS

12 Do latim: designare conceber, designar, escolher, desenhar. Termo ambíguo reunindo o aspecto abstrato de conceber e outro concreto de registrar, formar. CARDOSO (2004)

13 Do espanhol: dibujo desenho como atividade mecânica, não criativa, atividade de documentação grá ca; disegno desenho como projeto, criação, planejamento. CARDOSO (2004)

14 Do inglês: substantivo que se refere à idéia de plano, desígnio, intenção, con guração, arranjo, estrutura (termo de uso genérico e não apenas para artefatos fabricados pelo homem). DENNIS (2000)

15 De um designer: design é um processo de resolução de problemas atendendo às relações do homem com seu ambiente. LOBACH, 2001

16 Design é o desenho e planejamento de um produto ou serviço. HAUFFE, 1998

17 Não considero capa de livro como design. Elas são uma ilustração do livro. Design é projetar o livro como objeto, usar tipos, papel, tipogra a e formato adequado. Design é projeto, não ilustração. WOLLNER, 2005

18 Design não é só estética e emoção, embora muita gente pense que é. Eles são elementos da função do design, assim como o mercado, o produto, o manuseio e o material. WOLLNER, 2005

19 [...] ca implícito que o termo design se relaciona não apenas com a criatividade, mas também com a tecnologia, com o signi cado, com a linguagem. WOLLNER, 2005

20 Design, arte e tecnologia

21 Design não é somente arte, pois existe o comprometimento daquilo que se cria com o usuário nal e esta criação é limitada a questões produtivas e tecnológicas. Ocean Greyness, Jackson Pollock, 1953.

22 Artista X Artesão O artista não tem certeza de onde quer chegar, o processo artístico é experimental, especulativo. O artesão tem um propósito claro, precisa desenvolver métodos que possam ser repetidos e con áveis.

23 Arte aplicada à indústria. Arte aplicada ou utilitária é o termo usado para determinar um tipo de arte que seja útil. O contrário do conceito de arte pela arte, ou seja, não apenas uma forma de expressão artística.

24 Design não é somente tecnologia, pois considera aspectos cognitivos, psíquicos, físicos e comportamentais do usuário, enfatizando também o caráter humanístico no processo de criação.

25 Design não é somente ciência, pois não se prende somente ao estudo dos fenômenos da natureza e formulação de teorias, mas sim à aplicação destas teorias para o desenvolvimento de um bem.

26 Design é qualidade O design busca soluções e cientes para os produtos em relação à empresa e ao mercado, aos meios produtivos, ao meio ambiente e à qualidade de vida das pessoas.

27 Design é comunicação O design é responsável pelos meios visuais que ajudam a comunicação entre pessoas e entre empresas e clientes.

28 ColorADD sistema de identi cação de cores para daltônicos.

29 Design é inovação O design busca soluções originais de função, de uso de materiais e tecnologias, de produtividade e sustentabilidade, agregando novos valores a produtos e serviços.

30 Design é identidade O design cria identidades que comunicam as qualidades e características das empresas e dos seus produtos ao mercado.

31 O papel do design, Richard Hollis Identi cação: dizer o que é alguma coisa, ou de onde ela veio (sinais de beira de estrada, bandeiras e escudos, logos corporativos, rótulos e embalagens). Informação e instrução: indicar a relação de uma coisa com outra quanto a direção, posição ou escala (mapas, diagramas, manuais, placas de orientação). Apresentação e promoção: chamar a atenção e tornar sua mensagem fácil de lembrar (pôsteres e anúncios). O que é e o que faz o designer grá co?

32 O papel do design, Richard Hollis Qualidades de um bom designer - Capacidade criativa e de solução de problemas; - Trânsito interdisciplinar; - Conhecimento de aspectos de metodologia e de desenvolvimento de projeto; - Ter conhecimento artístico; - Ter conhecimento técnico; - Compreender as aplicações dos materiais e processos industriais de reprodução grá ca.

33 O que não é design? Hair design Cake design Design de sobrancelha

34 O que não é design? Hair design Cake design Design de sobrancelha Por que não é design? São produtos desligados de estudo, propostas, funções e comportamentos mais abrangentes.

35 O que não é design? Ser designer não é saber usar so ware O designer, idealmente, só precisa usar o computador na etapa nal do trabalho. Computador ou so wares são ferramentas.

36 O que não é design? Não é preciso saber desenhar para ser designer (mas ajuda...) Ajuda saber transmitir uma ideia usando apenas lápis e papel.

37 O que não é design? DESIGN É a pro ssão. DESIGNER É o pro ssional. Ninguém é design e ninguém faz designer. Ou alguém é medicina e faz médico?

38 Design é tão simples, por isso é tão complicado. PAUL RAND

39 Leitura dos textos Levantamento de palavras-chave Formação de um conceito próprio de design

40 professor Rafael Ho mann

Conteúdo 1 - O que é design (gráfico)? professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 1 - O que é design (gráfico)? professor Rafael Hoffmann Conteúdo 1 - O que é design (gráfico)? professor Rafael Hoffmann Objetivo da aula - Conhecer melhor e consolidar o significado do termo design. Objetivo da aula É muito mais difícil falar sobre algo do

Leia mais

Aula 2 - Especi cidades do design. professor Rafael Ho mann

Aula 2 - Especi cidades do design. professor Rafael Ho mann Aula 2 - Especi cidades do design professor Rafael Ho mann Especi cidades do design Design de produto/industrial Trabalha com a criação e produção de objetos e produtos (bens de consumo) tridimensionais

Leia mais

Aula 12 - Prática Pro ssional. professor Rafael Ho mann

Aula 12 - Prática Pro ssional. professor Rafael Ho mann Aula 12 - Prática Pro ssional professor Rafael Ho mann Classi cação funcional dos designers Estagiário Estudante que irá acompanhar as várias fases dos projetos para complementar seu aprendizado acadêmico,

Leia mais

Opção Profissional. Design Gráfico. Design Produto. Prof. Dr. João Gomes Filho... 2010

Opção Profissional. Design Gráfico. Design Produto. Prof. Dr. João Gomes Filho... 2010 Opção Profissional? Design Gráfico ou Design Produto Prof. Dr. João Gomes Filho... 2010 CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL MEC Ensino Superior Desenho Industrial / Habilitações Projeto do Produto PP (Objetos

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 63/14, 2011 de 10 de dezembro de 2014. 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 INTRODUÇÃO AO CONHECIMENTO TECNOLÓGICO...

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE DESIGN, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O presente documento

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE DESIGN, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O estágio não obrigatório,

Leia mais

Design Manual do curso

Design Manual do curso Design Manual do curso Informações gerais INFORMAÇÕES GERAIS Nome: curso de Design, bacharelado Código do currículo: 2130 Nível: curso superior de graduação Início: o curso de Design com habilitação em

Leia mais

Design Web Introduçao

Design Web Introduçao Design Web Introduçao TSI Elisa Maria Pivetta elisapivetta@hotmail.com Sinto, penso, logo desenho Comunicação olfato, paladar, tato, visão e audição, Geralmente lembramos: 10% do que lemos 20% do que ouvimos

Leia mais

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Sistema técnico de leitura ergonômica. Disciplina: Prof. Dr.

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Sistema técnico de leitura ergonômica. Disciplina: Prof. Dr. DESIGN INDUSTRIAL Disciplina: ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico Sistema técnico de leitura ergonômica DESIGN GRÁFICO Prof. Dr. João Gomes Filho DESIGN GRÁFICO Leitura Ergonômica EXEMPLOS Design Gráfico

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no

Leia mais

sz propaganda propaganda sz consulting sz webdesign sz branding sz design um novo começo. um novo começo. além da marca e muito mais

sz propaganda propaganda sz consulting sz webdesign sz branding sz design um novo começo. um novo começo. além da marca e muito mais sz propaganda um novo começo. propaganda sz um novo começo. sz consulting maximizando resultados sz branding além da marca sz design e muito mais sz webdesign sem portas fechadas Planejamento estratégico,

Leia mais

QUEM É A PROJECTO HOJE?

QUEM É A PROJECTO HOJE? Começamos em 2008 com uma dúvida na cabeça: por que não ter um material com design inovador mas que também traga resultados para o negócio do cliente? Para nós não fazia sentido ter um layout bonito que

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/ GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/ ESTRUTURA CURRICULAR DO 1º CICLO Bacharelado interdisciplinar em Artes e Design 3 anos Componentes curriculares

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão RESOLUÇÃO N 758CONSEPE, de 24 de maio de 2010. Aprova a mudança de denominação do Curso de Desenho Industrial para Design, modalidade Bacharelado, e sua reestruturação pedagógica. O Reitor da Universidade

Leia mais

A importância do design nos negócios

A importância do design nos negócios A importância do design nos negócios SUMÁRIO Apresentação 4 A importância do Design 5 Design de Comunicação 13 A Escada do Design 6 Design Gráfico 14 O processo do Design 7 Logomarca 15 Design & Inovação

Leia mais

2624 :: Artistas visuais,desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais

2624 :: Artistas visuais,desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais 2624 :: Artistas visuais,desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais 2624-05 - Artista (artes visuais) Aquarelista, Artesão (artista visual), Artista plástico, Caricaturista,

Leia mais

Aula 5 - Design Grá co no Brasil. professor Rafael Ho mann

Aula 5 - Design Grá co no Brasil. professor Rafael Ho mann Aula 5 - Design Grá co no Brasil professor Rafael Ho mann Desing brasileiro antes do design - Uma disciplina com o título de Desenho Industrial já era ministrada em 1850 na Academia Imperial de Belas Artes

Leia mais

The American Heritage Dictionary The New Merriam-Webster Dictionary

The American Heritage Dictionary The New Merriam-Webster Dictionary 1 Cena, luz e design? Ainda que não seja possível desenvolver uma discussão acerca das relações cena/luz/design na instância de um texto tão fortuito, podemos sublinhar alguns detalhes do tema, com o intuito

Leia mais

Design: atividade projetual que transforma o meio material do homem, tendo em vista as necessidades humanas.

Design: atividade projetual que transforma o meio material do homem, tendo em vista as necessidades humanas. DESIGN 1 Design: atividade projetual que transforma o meio material do homem, tendo em vista as necessidades humanas. 2 ... Design é uma atividade criativa cujo propósito é estabelecer as qualidades multifacetadas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular CICLO GERAL OU CICLO BÁSICO AR081- FOLCLORE BRASILEIRO OBRIGATÓRIO 1 30 30 60 3 Fórmula: AR280 AR280- FOLCLORE BRASILEIRO FOLCLORE, ORIGENS, CAMPOS DE ATUAÇÃO E INTERLIGAÇÃO COM OUTRAS CIÊNCIAS, INFLUÊNCIA

Leia mais

SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB.

SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB. SUA MAIS NOVA AGÊNCIA ON-LINE. PUBLICIDADE DESIGN WEB. #estratégia #marketingdigital #websites Somos uma agência especializada em MARKETING DIGITAL 2007 +7 anos de experiência A Ramosdesign foi criada

Leia mais

Design gráfico: Programas de Disciplinas e Seus Componentes Pedagógicos.

Design gráfico: Programas de Disciplinas e Seus Componentes Pedagógicos. Design gráfico: Programas de Disciplinas e Seus Componentes Pedagógicos. 1º PERÍODO Área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas DISCILINA: Metodologia Científica CARGA CÓDIGO CRÉDITOS HORÁRIA H11900 04

Leia mais

O que é Estudio Cosmica?

O que é Estudio Cosmica? Apresentacao O que é Estudio Cosmica? Criação e Concepção de Ideias e Projetos. Estudio Cosmica é um Estúdio de Criação e desenvolvimento de Ideias, Sempre Atento e antenado ao Mercado e novidades, buscando

Leia mais

COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 3

COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 3 COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 3 Índice 1. Semiótica...3 1.1. Conceito... 3 1.2. Objetivos da Semiótica... 4 1.3. Conceitos Básicos... 4 1.3.1. Signo... 4 1.3.2. Índices... 4 1.3.3. Símbolo... 4 1.4. Conceito...

Leia mais

Arquitetura e Urbanismo

Arquitetura e Urbanismo Arquitetura e Urbanismo Arquitetura e Urbanismo CARREIRA EM ARQUITETURA E URBANISMO Os arquitetos recebem uma formação geral que lhes permite trabalhar em diversos campos: em projetos de construções, de

Leia mais

... ... Design Gráfico e Pós-modernismo. Aula Inaugural Bacharelado em Design. Prof. Hans Waechter, Dr. Faculdade 7 de Setembro Fa7.

... ... Design Gráfico e Pós-modernismo. Aula Inaugural Bacharelado em Design. Prof. Hans Waechter, Dr. Faculdade 7 de Setembro Fa7. Faculdade 7 de Setembro Fa7 Aula Bacharelado em Design Design Gráfico e Pós-modernismo Prof. Hans Waechter, Dr Agosto 2010 Aula O Design Gráfico na Pós-modernidade Steven Heller (1988) > confluência casual

Leia mais

Palavras-chave: Café; Embalagem; Direção de Arte; Vinícius de Moraes; Rio de Janeiro.

Palavras-chave: Café; Embalagem; Direção de Arte; Vinícius de Moraes; Rio de Janeiro. Café Moraes: União entre o design e a cultura carioca homenageando o centenário de Vinícius de Moraes¹ Carolina Tomedi Boabaid 2 Gabriela Grassi Botelho 3 José Victor Caetano 3 Julia Bohatch Batista 3

Leia mais

Soluções de Marketing & Comunicação. Alguns Trabalhos

Soluções de Marketing & Comunicação. Alguns Trabalhos Alguns Trabalhos Soluço es de Marketing Alguns Trabalhos Logótipos Construção de Logótipos (alguns Exemplos) ; Merchadising Merchadising Soluções Digitais WEB ; Design Design e outros artigos Artigos de

Leia mais

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda professor Rafael Ho mann Setores envolvidos Anunciante também conhecido como cliente, é a empresa, pessoa ou

Leia mais

DESIGN. 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

DESIGN. 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos DESIGN 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado HABILITAÇÃO: Projeto do Produto PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos Máximo = 7 anos 2. OBJETIVO/PERFIL DO PROFISSIONAL A SER FORMADO Objetivo: Proporcionar

Leia mais

DESIGN GRÁFICO EM PUBLICIDADE PROPAGANDA. Prof. Ms. Alexandre Augusto Giorgio alexandre.giorgio@usp.br

DESIGN GRÁFICO EM PUBLICIDADE PROPAGANDA. Prof. Ms. Alexandre Augusto Giorgio alexandre.giorgio@usp.br 2013 Prof. Ms. Alexandre Augusto Giorgio alexandre.giorgio@usp.br Este é o conteúdo geral. As aulas podem sofrer alterações segundo o andamento do curso. OBJETIVOS: Identificar e analisar as características

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Curso de Design Cerâmico e Vidro

Ficha de Unidade Curricular Curso de Design Cerâmico e Vidro Ficha de Unidade Curricular Curso de Design Cerâmico e Vidro Unidade Curricular Designação: Desenho II Área Científica: Desenho (DES) Ciclo de Estudos: Licenciatura Carácter: Obrigatória Semestre: 2º ECTS:

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) SISTEMAS PARA INTERNET INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo

Leia mais

Tecnologia em. Design Gráfico

Tecnologia em. Design Gráfico Tecnologia em Design Gráfico Tecnologia em Design Gráfico CARREIRA O Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico oferece oportunidade para o trabalho profissional em diversas profissões relacionadas

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN Matriz Curricular do Curso de Design Fase Cód. Disciplina Créditos Carga Horária 01

Leia mais

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Disciplinas Optativas Publicidade Carga horária total

Leia mais

Artes Visuais/1º Semestre/Noturno/2014 Desenho Artístico I 3183/08 #VA #VA Artes Visuais/1º Semestre/Noturno/2014 Desenho Artístico I 3050/08 #VA #VA

Artes Visuais/1º Semestre/Noturno/2014 Desenho Artístico I 3183/08 #VA #VA Artes Visuais/1º Semestre/Noturno/2014 Desenho Artístico I 3050/08 #VA #VA NMATRIC NOT FAL SALA DISCIPLINA ULA A2BI TA2 Artes Visuais/1º Semestre/Noturno/2014 Formas e Expressão em Artes Visuais 3238/08 Artes Visuais/1º Semestre/Noturno/2014 Formas e Expressão em Artes Visuais

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Belo Solutions Fundada em 1991, como têxtil Ana & Belo,Lda e com uma única atividade económica na Indústria Têxtil. No entanto, em 2012, a empresa decidiu alargar horizontes, mudando

Leia mais

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ARQUITETURA E URBANISMO Graduar arquitetos e urbanistas com uma sólida formação humana, técnico-científica e profissional,

Leia mais

CURSO DE DESIGN DE MODA

CURSO DE DESIGN DE MODA 1 CURSO DE MATRIZ CURRICULAR 2016.1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 49/15, 2015 de 7 de outubro de 2015. SUMÁRIO 2 1ª FASE... 4 01 DESENHO DE MODA I... 4 02 HISTÓRIA: ARTE E INDUMENTÁRIA...

Leia mais

O Design. Benefícios:

O Design. Benefícios: Design, Não é um artigo de luxo que só as grandes empresas podem alcançar. É um investimento de ótimo custo benefício, que pode trazer resultados importantes para sua empresa em diversos níveis. Nenhuma

Leia mais

Articulando saberes e transformando a prática

Articulando saberes e transformando a prática Articulando saberes e transformando a prática Maria Elisabette Brisola Brito Prado Na sociedade do conhecimento e da tecnologia torna-se necessário repensar o papel da escola, mais especificamente as questões

Leia mais

O design nos serviços

O design nos serviços O design nos serviços SUMÁRIO O que é Serviço Alguns segmentos do Serviço Design no Turismo Design na Economia criativa Design na Economia digital Design nas Startups Design na Limpeza Design no Transporte

Leia mais

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA DISCIPLINA AUDIOVISUAL DA ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA DISCIPLINA AUDIOVISUAL DA ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA DISCIPLINA AUDIOVISUAL DA ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO 1. AUDIOVISUAL NO ENSINO MÉDIO O audiovisual tem como finalidade realizar-se como crítica da cultura,

Leia mais

Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Castor

Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Castor Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Castor Slides elaborados por: Fernando Fonseca & Ana Carolina Salgado 1 Introdução Sistema de Informação (SI) Coleção de atividades que regulam o compartilhamento

Leia mais

O Manual Tático do Marketing de Conteúdo

O Manual Tático do Marketing de Conteúdo O Manual Tático do Marketing de Conteúdo Um guia prático de como montar e executar uma estratégia de sucesso 2 ÍNDICE >> Como usar esse manual 3 >> A fundação de sua estratégia 5 >> Produção de Conteúdo

Leia mais

Introdução à Semiótica

Introdução à Semiótica Introdução à Semiótica Prof. Ecivaldo Matos Dept. de Ciência da Computação Colégio Pedro II Pesquisador LEAH - UERJ Março/2008 Síntese dos principais tópicos O que a Semiótica estuda Signos, significação

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

PUBLICIDADE E MEIO AMBIENTE

PUBLICIDADE E MEIO AMBIENTE PUBLICIDADE E MEIO AMBIENTE Leila Patricia Silva de Oliveira EMEF Professor Luiz Baptista É inegável a situação emergente aos problemas ambientais no mundo contemporâneo, ou seja, devemos considerar que

Leia mais

vantagens do produto ou do serviço. Desde a marca até o produto final nos pontos de venda, seriedade, profissionalismo e conhecimento de uma

vantagens do produto ou do serviço. Desde a marca até o produto final nos pontos de venda, seriedade, profissionalismo e conhecimento de uma Design faz a diferença! O Design Gráfico torna a comunicação visual da sua empresa ou instituição mais atraente e adequada ao seu público-alvo. No mundo atual, com tanta concorrência e oferta, a comunicação

Leia mais

Sérgio Simka [coordenação] Mário Mauro Barbosa Cabral MARKETING NÃO É UM BICHO-DE-SETE-CABEÇAS

Sérgio Simka [coordenação] Mário Mauro Barbosa Cabral MARKETING NÃO É UM BICHO-DE-SETE-CABEÇAS Sérgio Simka [coordenação] Mário Mauro Barbosa Cabral MARKETING NÃO É UM BICHO-DE-SETE-CABEÇAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO: objetivo do livro. O ambiente pro ssional (mercado): veículos, agências, empresas privadas

Leia mais

Criar e desenvolver projetos grafico- visuais, utilizando tecnicas de desenho manual ou eletronico.

Criar e desenvolver projetos grafico- visuais, utilizando tecnicas de desenho manual ou eletronico. PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000598 - DESIGN Nivel: Superior Area Profissional: 0009 - DESIGN Area de Atuacao: 0240 - ARTE PROJ.DESENHO/DESIGN Criar e desenvolver projetos

Leia mais

introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda

introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda professor Rafael Ho mann Campanha Conjunto de peças com o mesmo objetivo, conjunto de peças publicitárias

Leia mais

Formação em Pintura Digital. (enfoque em Concept Art) PINTURA DIGITAL 1

Formação em Pintura Digital. (enfoque em Concept Art) PINTURA DIGITAL 1 1 Formação em Pintura Digital (enfoque em Concept Art) Com o rápido e crescente desenvolvimento do mercado da computação gráfi ca, cada vez mais exigente, um profi ssional que possui um diferencial na

Leia mais

DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS

DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS A S DA TO AS N AS ES PR EM G SI DE R PA DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS BRASÍLIA - DF 2012 2012. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados. A reprodução

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO CURSO DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO Eixo Tecnológico: Produção Cultural e Design Carga Horária: 2540 h/a Turno: Noturno Tempo de Duração: 6 semestres ( 3 anos) Regime: Seriado semestral Estágio: Opcional

Leia mais

A importância da boa comunicação na prática da engenharia

A importância da boa comunicação na prática da engenharia A importância da boa comunicação na prática da engenharia Maria Regina Leoni Schmid Rudloff Sistema de Protensão Ltda. Introdução Após alguns anos de trabalho no desenvolvimento de comunicação voltada

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013 Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: COMUNICAÇÃO SOCIAL BACHARELADO MATRIZ CURRICULAR PUBLICIDADE E PROPAGANDA SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Visão Geral da Tecnologia da Informação I. Prof. Hugo Souza

Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Visão Geral da Tecnologia da Informação I. Prof. Hugo Souza Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Visão Geral da Tecnologia da Informação I Prof. Hugo Souza Voltando alguns [vários] anos atrás, teremos uma breve revisão sobre a história e a contextualização do

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA

REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA REGULAMENTO DO CONCURSO DO CARTAZ PARA 25º PRÊMIO DESIGN MUSEU DA CASA BRASILEIRA 1 OBJETIVOS 1.1 Divulgar a 25ª edição do Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, mais tradicional e renomada premiação

Leia mais

EXECUTIVE. A Web 2.0. pode salvar o BI?

EXECUTIVE. A Web 2.0. pode salvar o BI? EXECUTIVE briefing guia executivo para decisões estratégicas A Web 2.0 pode salvar o BI? A usabilidade e a intuitividade das tecnologias Web 2.0 revolucionam o complexo mercado de Business Intelligence.

Leia mais

Estrutura e estética: Organização, layout, cores e tipos

Estrutura e estética: Organização, layout, cores e tipos Design Web Estrutura e estética: Organiação, layout, cores e tipos Apresentação: Estrutura e Estética Organiação Navegação Layout Cores e Tipografia! " Representação e Apresentação Representação Utiliar

Leia mais

Ementário do curso de Design de Moda Grade 2011/1

Ementário do curso de Design de Moda Grade 2011/1 1 1 INTRODUÇÃO AO DESIGN DE MODA Terminologias e conceitos da área. Contextualização e processo de moda. Mercado. Ciência e. 2 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO Leitura analítica e crítica. Gêneros textuais.

Leia mais

Interface Homem-Computador

Interface Homem-Computador Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão Interface Homem-Computador Aula: Engenharia Cognitiva e Semiótica Professor: M.Sc. Flávio Barros flathbarros@gmail.com Conteúdo Engenharia Cognitiva Fundamentos

Leia mais

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente.

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. .a agência A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. Nosso compromisso é auxiliar empresas e organizações

Leia mais

DESIGN RENDERING DESIGN

DESIGN RENDERING DESIGN PARA REDERING DESIGN Possui graduação em Comunicação Visual pela Fundação Educacional de Bauru (1982), mestrado em Projeto Arte e Sociedade pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho -

Leia mais

Palavras-chave: design de interiores; perímetros da profissão; modernidade líquida; design de ambientes.

Palavras-chave: design de interiores; perímetros da profissão; modernidade líquida; design de ambientes. Além dos limites do Design de Interiores CARVALHO a, Maria Luiza de Ulhôa; BADAN a, Rosane; REZENDE a, Wagner Palavras-chave: design de interiores; perímetros da profissão; modernidade líquida; design

Leia mais

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno)

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Disciplina Ementa Pré- requisito C.H. Curso Assessoria de Comunicação Conhecimento geral, reflexão e prática

Leia mais

REVISTA 7. Até ½ página R$ 1.418,47 8. Até 1 página R$ 1.874,66 9. Página dupla R$ 2.836,94

REVISTA 7. Até ½ página R$ 1.418,47 8. Até 1 página R$ 1.874,66 9. Página dupla R$ 2.836,94 JORNAL 1. Menor ou igual a 1/4 de página R$ 841,10 2. Até 1/3 de página R$ 1.069,20 3. Até 1/2 de página R$ 1.539,65 4. Até 2/3 de página R$ 2.131,27 5. Até 1 página R$ 2.452,03 6. Até página dupla R$

Leia mais

Nos artigos anteriores apresentamos. Desenvolvimento de Software Dirigido por Caso de Uso Parte III: Caso de Uso de Negócio

Nos artigos anteriores apresentamos. Desenvolvimento de Software Dirigido por Caso de Uso Parte III: Caso de Uso de Negócio Desenvolvimento de Software Dirigido por Caso de Uso Parte III: Caso de Uso de Negócio Vinicius Lourenço de Sousa vinicius.lourenco.sousa@gmail.com Atua no ramo de desenvolvimento de software há mais de

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Tópicos de Ambiente Web Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Roteiro Motivação Desenvolvimento de um site Etapas no desenvolvimento de software (software:site) Analise

Leia mais

Briefing O que é? Para que serve?

Briefing O que é? Para que serve? Faculdade de Tecnologia da Paraíba CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA A INTERNET DISCIPLINA DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ESTÁTICAS PERÍODO: P2 Semestre: 20082 PROFESSOR Geraldo Rodrigues

Leia mais

Constelação 1 RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: haicai; minimalismo; poesia; imaginação INTRODUÇÃO

Constelação 1 RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: haicai; minimalismo; poesia; imaginação INTRODUÇÃO Constelação 1 Bruno Henrique de S. EVANGELISTA 2 Daniel HERRERA 3 Rafaela BERNARDAZZI 4 Williane Patrícia GOMES 5 Ubiratan NASCIMENTO 6 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN RESUMO Este

Leia mais

Guindastes Constâncio: Outdoor Triplo 1

Guindastes Constâncio: Outdoor Triplo 1 Guindastes Constâncio: Outdoor Triplo 1 Valério ALVES 2 Deivi Eduardo OLIARI 3 Márcia Regina ANNUSECK 4 Centro Universitário Leonardo da Vinci, UNIASSELVI - Indaial, SC RESUMO O Outdoor é uma mídia de

Leia mais

Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites. Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet.

Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites. Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet. Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet. Agência de Publicidade Divulgando, criando e comunicando nas mais diversas

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACs)

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACs) REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACs) CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL Florianópolis (SC), 2013 1 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA INSTITUIÇÃO Mantenedora: Sistema Barddal de Ensino Grupo UNIESP Mantida:

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo. Desenho Industrial. Centro de Artes

Universidade Federal do Espírito Santo. Desenho Industrial. Centro de Artes Universidade Federal do Espírito Santo Desenho Industrial Centro de Artes Desenho Industrial técnico e criativo que utiliza imagens e textos para comunicar mensagens, ideias e conceitos. Batizado e amadurecido

Leia mais

Apresentação. Marizilda dos Santos Menezes Luis Carlos Paschoarelli (orgs.)

Apresentação. Marizilda dos Santos Menezes Luis Carlos Paschoarelli (orgs.) Apresentação Marizilda dos Santos Menezes Luis Carlos Paschoarelli (orgs.) SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros MENEZES, MS., and PASCHOARELLI, LC., orgs. Design e planejamento: aspectos tecnológicos

Leia mais

CyberLink. PowerDVD Mobile. Guia do Usuário

CyberLink. PowerDVD Mobile. Guia do Usuário CyberLink PowerDVD Mobile Guia do Usuário Copyright e aviso de isenção Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, armazenada em um sistema de recuperação ou transmitida

Leia mais

Ementário do curso de Design de Moda Grade 2004/1

Ementário do curso de Design de Moda Grade 2004/1 1 1 ACESSÓRIOS Fase: 5ª Carga Horária: 30h/a Créditos: 02 Concepção e desenvolvimento de desenho. Modelagem. Montagem. Técnicas de aprimoramento. Fichas técnicas. Processo de padronização. Mostruário.

Leia mais

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. TUDO ISTO ATRAVÉS DO DESIGN DE COMUNICAÇÃO.

BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. TUDO ISTO ATRAVÉS DO DESIGN DE COMUNICAÇÃO. BRANDING & IDENTIDADE PODE SER DEFINIDO COMO O ATO DE ADMINISTRAR A IMAGEM/MARCA DE UMA EMPRESA. O OBJETIVO DO BRANDING É ENTRE OUTROS, AUMENTAR O ATIVO E O VALOR MONETÁRIO DA MARCA, E ASSIM AUMENTAR O

Leia mais

Apresentação. Bem-vindo à apresentação das diferenças entre as versões 1 e 2 do SEER. Elaborado por: Fernanda Moreno Consultora Ibict Fevereiro 2007

Apresentação. Bem-vindo à apresentação das diferenças entre as versões 1 e 2 do SEER. Elaborado por: Fernanda Moreno Consultora Ibict Fevereiro 2007 Apresentação Bem-vindo à apresentação das diferenças entre as versões 1 e 2 do SEER Elaborado por: Fernanda Moreno Consultora Ibict Fevereiro 2007 Objetivo Durante esta apresentação, editores terão a oportunidade

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 30/2005

RESOLUÇÃO CONSEPE 30/2005 RESOLUÇÃO CONSEPE 30/2005 APROVA O CURRÍCULO E O PERFIL PROFISSIOGRÁFICO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA, DO CÂMPUS DE ITATIBA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho de Ensino,

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE DE MAIO DE 2011. (Do Sr. PENNA)

PROJETO DE LEI Nº, DE DE MAIO DE 2011. (Do Sr. PENNA) PROJETO DE LEI Nº, DE DE MAIO DE 2011. (Do Sr. PENNA) Dispõe sobre a regulamentação do exercício profissional de Designer, e dá providências. O Congresso Nacional decreta: Capítulo I Caracterização e atribuições

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS. Educação Visual

Escola Básica e Secundária de Velas LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS. Educação Visual Escola Básica e Secundária de Velas LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS Educação Visual Escola Básica e Secundária de Velas DISCIPLINA: EDUCAÇÃO VISUAL COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS REGIONAIS COMPETÊNCIAS

Leia mais

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação 1 Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação INF1403 Introdução a IHC Luciana Salgado Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 Acrescenta o art. 220-A à Constituição Federal, para dispor sobre a exigência do diploma de curso superior de comunicação social, habilitação jornalismo, para

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS

PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS Coordenadora: Pedro Segreto 06/04/2015 > 09/2016 400 horas Idioma: Português Aulas: Segundas e quartas das 19h30 às 22h30 PÚBLICO-ALVO Profissionais e pesquisadores das

Leia mais

O TRABALHO DO WEB DESIGNER NA REVOLUÇÃO INFORMACIONAL

O TRABALHO DO WEB DESIGNER NA REVOLUÇÃO INFORMACIONAL VII CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE ESTUDOS DO TRABALHO. O TRABALHO NO SÉCULO XXI - MUDANÇAS, IMPACTOS E PERSPECTIVAS. GT 13 - TRABALHO IMATERIAL E SUAS CONFIGURAÇÕES NA NOVA ECONOMIA O TRABALHO DO WEB DESIGNER

Leia mais

Planejamento de Campanha de Propaganda. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. Meios e Veículos. Mídia Conceito. Profa.

Planejamento de Campanha de Propaganda. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. Meios e Veículos. Mídia Conceito. Profa. Planejamento de Campanha de Propaganda Aula 5 Contextualização Profa. Karin Villatore Esta aula tem como objetivo mostrar quais são as principais mídias que podem ser usadas em campanhas de publicidade

Leia mais

DESIGN E IDEIAS CRIATIVAS PORTFOLIO + CURRÍCULO

DESIGN E IDEIAS CRIATIVAS PORTFOLIO + CURRÍCULO DESIGN E IDEIAS CRIATIVAS PORTFOLIO + CURRÍCULO Index 1 2 3 4 5 Publicidade Branding Web Print Outros PORTFOLIO + CURRÍCULO Informações Educação Habilidades Nome Marcello Friko 2013 Instituto de Estudos

Leia mais

QUADRO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUADRO ANTERIOR A 2001 ATÉ O CURRICULO VIGENTE NO PRÓPRIO CURSO - 3 primeiros períodos

QUADRO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUADRO ANTERIOR A 2001 ATÉ O CURRICULO VIGENTE NO PRÓPRIO CURSO - 3 primeiros períodos QUADRO CURSO D PUBLICIDAD PROPAGANDA QUADRO ANTRIOR A 2001 ATÉ O CURRICULO VIGNT NO PRÓPRIO CURSO - 3 primeiros períodos DISCIPLINA A DISCIPLINA B CÓDIGO DISCIPLINA - 2008 C/H CUR -SO DISCIPLINA C/H CÓDIGO

Leia mais

PROJETO DE INTERFACE COM USUÁRIO

PROJETO DE INTERFACE COM USUÁRIO PROJETO DE INTERFACE COM USUÁRIO Prof. Emilio Cesar Parmegiani UNIP AULA 1 1 Você gosta de uma boa experiência ou você prefere sofrer? O primeiro contato com uma pessoa normalmente é feito através da aparência

Leia mais

Media kit. www.linuxmagazine.com.br A REVISTA DO PROFISSIONAL DE TI. Valores válidos a partir de 01/01/2015

Media kit. www.linuxmagazine.com.br A REVISTA DO PROFISSIONAL DE TI. Valores válidos a partir de 01/01/2015 www.linuxmagazine.com.br A REVISTA DO PROFISSIONAL DE TI Perfil Editorial A Linux Magazine é uma revista corporativa de tecnologia, de periodicidade mensal, dirigida a um público qualificado, sendo importante

Leia mais

Manual do usuário Câmera AHD

Manual do usuário Câmera AHD Parabéns! Manual do usuário Câmera AHD Você acaba de adquirir um produto com a mais alta tecnologia e qualidade Luxvision. As câmeras com tecnologia AHD proporcionam imagens em alta de nição, com nitidez

Leia mais

Como Aumentar sua Capacidade Mental

Como Aumentar sua Capacidade Mental Como Aumentar sua Capacidade Mental Sumário 1. Introdução...2 2. Memória de curto e longo prazo...3 3. Técnicas para acelerar o aprendizado...4 3.1. Mnemônicos...5 3.2. Mapa mental...6 3.3. Memória de

Leia mais