TABELA PARA SELEÇÃO DE BOMBAS E MOTOBOMBAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TABELA PARA SELEÇÃO DE BOMBAS E MOTOBOMBAS"

Transcrição

1 BPR SubDrive Inline NOVA BCS-S BC-9 MBI-9 VJ TABELA PARA SELEÇÃO DE BOMBAS E MOTOBOMBAS SUB VN NOVA VL ASP BT ME-HI TAP -B

2 BC MBV ME MSA BCA ME Multiplic

3 BC ME BPI BAR BCS MCI MBI

4 Prezado Usuário, A Franklin Electric (Schneider Motobombas) elaborou esta Tabela com o objetivo de facilitar o processo de escolha das bombas e motobombas. Aqui, você poderá encontrar todos os produtos disponíveis, suas aplicações em geral, algumas características construtivas, bem como os dados hidráulicos de vazão e altura manométrica tabelados. Curvas características, dimensionais das bombas, vista eplodida com códigos das peças componentes de cada bombeador, características dos materiais de linha e outras informações técnicas podem ser consultadas na home page, nos catálogos técnicos impressos ou também no catálogo eletrônico (CD). Se você tiver aplicações específicas e necessitar de produtos diferenciados no que diz respeito à adequação de material e/ou de curvas características, entre em contato com nosso Departamento Técnico para análise de viabilidade e desenvolvimento. Dispomos de materiais e motores elétricos com características especiais.

5 Índice Observações Importantes Atenção! Itens de Segurança Obrigatórios Procedimentos Básicos para a Correta Instalação das Bombas e Motobombas Eemplo de Utilização da Tabela para Seleção de Bombas e Motobombas Tabela para Consulta Rápida Sistemas de Pressurização - Bombas Pressurizadoras Residenciais - Rotor fechado BPR-9, BPR Tanques de Pressão Série SubDrive Inline Eemplos de Dimensionamento Simplificado de Motobomba Bombas Centrífugas Monoestágio - Rotor fechado BC BCR-, BCR BC-9 S/T BC-9 S/T BCV, BC-9 S/T AV Versajet BC- R, BC- F BC- R, BC- F BC- R, BC- F MSA- R, MSA- F MSA- R, MSA- F MSA- R, MSA- F BC- F Bombas Autoaspirantes - Rotor fechado BAR, ASP MBA-XL, MBA-ZL Bombas Autoaspirantes - Rotor semiaberto BCA- /, BCA-, BCA BCA-, BCA- E Bombas Centrífugas de Aço Ino - Rotor semiaberto MCI-RE, MCI-RQ Bombas Centrífugas Multiestágios de Aço Ino - Rotor fechado BT, ME-HI / Motobombas Submersíveis Multiestágios - Rotor fechado VN / Motobombas em Linha Multiestágios - Rotor fechado VL / Bombas Centrífugas Multiestágios - Rotor fechado ME-, ME ME Bombas Centrífugas Prevenção Contra Incêndio - Rotor fechado BPI-BCV, BPI-9 S/T J, BPI- R, BPI- F, BPI- R, BPI- F /9 Bombas Vórte - Rotor semiaberto MBV- F, MBV- R, MBV- F, MBV- R, MBV- F MBV- R, MBV- F Bombas Centrífugas Submersíveis - Rotor semiaberto BCS-S BCS-C, BCS-, BCS-, BCS-, BCS-, BCS Bombas Injetoras - Rotor fechado BIR-, MBI-9, MBI-, MBI MBI-, MBI-, MBI Motobombas Submersas - Rotor fechado SUB 7, SUB SUB -NY SUB -S, SUB, SUB SUB, SUB, SUB, SUB Bombas Centrífugas para Equipamento Veicular BCA- E, BCA- D, MDC-FVA Multiplic, ME- Multiplic Bombas para Acoplamento em Motores Estacionários (Combustão Interna) SH BC-9 T, SH BC-9 T AV, SH MBA ZL, SH BCA-, SH BCA-, SH BCA SH BC- R, SH BC- F, SH BC- R, SH BPI- R, SH BPI- R, SH MBI-, SH MBI SH ME-, SH ME-, SH MSA- R, SH MSA- F, SH MSA- R, SH MBV- R, SH MBV- F Aneos Perda de Carga em Tubulações Comprimentos Equivalentes em Coneões Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão Perda de Carga em Tubos de PVC para Irrigação Estimativa de Consumo Diário Fator de Múltiplas Saídas (F) para Corrigir as Perdas de Carga nas Linhas Laterais Fórmula para Cálculo da Fórmulas para Correção de Rotação de Polias Fórmulas para Alteração de Diâmetro do Rotor Fórmula para Cálculo do NPSH Dados de Pressão Atmosférica para Determinadas Altitudes Locais Pressão de Vapor d Água para Determinadas Temperaturas Eemplos Simplificados de Instalações Opções de Composição do Produto Tabela apresentada no Catálogo de Motores Elétricos da Weg Sugestão de tabela para consulta rápida, de forma simplificada Conversão de Unidades de Medidas

6 . Observações Importantes Dados hidráulicos conforme ISO 99 aneo A, com motor de linha e frequência indicados. Para condições diferentes consulte a Fábrica. Atenção! Itens de Segurança Obrigatórios. Para obter a altura manométrica total em m c.a., não deie de considerar as perdas de carga por atrito da instalação.. Não utilize a bomba na faia com asteriscos (). A utilização da bomba nessa faia ocasiona sobrecarga no motor.. No caso de motores elétricos, dados hidráulicos da faia de operação são válidos para tensão nominal.. Obrigatório o aterramento do motor elétrico, conforme previsto na norma NBR ou norma equivalente do país onde o produto será instalado.. Para a ligação do motor elétrico, siga corretamente o esquema de ligação mostrado na plaqueta de identificação do mesmo, respeitando a voltagem da rede local. Nas bombas acopladas a motores monofásicos fios, trifásicos ou nas bombas mancalizadas, observe pelo lado de trás do acionamento do motor (ou mancal), se este gira no sentido horário (eceção do modelo BCA- E). Caso contrário, para o motor monofásico fios, siga as instruções contidas na placa do motor; e para o motor trifásico, inverta a posição das duas fases da rede. 7. É vedado pela Fábrica o uso de qualquer um de seus modelos de bombas ou motobombas para o transporte de líquidos inflamáveis, medicinais e/ou alimentícios. Havendo utilização indevida, a responsabilidade será inteiramente do aplicador do produto.. A fim de evitar cavitação na sucção, verifique o NPSH requerido pelo modelo da bomba a ser utilizada (fornecido pela Schneider) e, se necessário, calcule o NPSH disponível da instalação (ver Fórmula para Cálculo do NPSH, nos Aneos), principalmente para bombeamento de líquido acima da temperatura ambiente e alturas elevadas. 9. Para bombeamento de água com material abrasivo, consulte a Fábrica para especificação dos materiais.. Os diâmetros e recalque indicados nas motobombas deverão ser adaptados a tubulações de diâmetro igual ou superior, dependendo da vazão que a bomba fornecerá ao sistema (ver Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão, nos Aneos).. As bombas centrífugas, quando instaladas com válvula de pé, ao nível do mar e bombeando água na temperatura ambiente, succionam uma profundidade máima de m c.a. (eceção BC-9 S AV, MBA-ZL e MBV). Maiores informações, consulte a Fábrica.. Para informações adicionais referentes à instalação, consulte Itens de segurança obrigatórios. Em caso de dúvida na instalação de qualquer produto, procure um profissional especializado ou entre em contato com o Departamento Técnico da Fábrica.. As fotos e desenhos são de caráter ilustrativo.. As informações hidráulicas, composição e dimensionais poderão sofrer alterações sem prévio aviso, de acordo com a evolução tecnológica.. Providencie, na instalação de recalque, um bujão para escorva. Nunca abra o bujão de escorva da bomba enquanto a mesma estiver em operação, pois a pressão pode arremessá-lo contra alguém.. Obrigatório o aterramento do motor elétrico conforme NBR ou norma equivalente do país onde o produto será instalado. Este procedimento protege as pessoas contra choque elétrico quando em contato com partes metálicas eventualmente energizadas, garante o correto funcionamento do equipamento e permite uma utilização confiável e correta da instalação.. É obrigatória a utilização de chave de proteção, dotada de relé de sobrecarga, adequada para uma maior segurança do motor elétrico contra efeitos eternos, tais como: subtensão, sobretensão, sobrecarga, etc. O relé deve ser ajustado para a corrente de serviço do motor e a falta do mesmo na instalação, implicará em perda total da garantia. Em sistemas trifásicos, além do relé de sobrecarga, faz-se necessário a utilização de relé falta-fase. Lembre-se que disjuntores simplesmente protegem a instalação contra curtos-circuitos.. No circuito elétrico da motobomba, de acordo com a NBR, é obrigatória a instalação de um interruptor diferencial residual ou disjuntor diferencial residual ( DR ). Estes dispositivos possuem elevada sensibilidade, que garantem proteção contra choques elétricos.. Toda bomba ao ser instalada sobre a laje de residências ou outras edificações, deverá conter proteção impermeável contra possíveis vazamentos ao longo de seu uso, no período de garantia ou fora dele.. Nas instalações onde se utiliza o modelo de Motobomba Submersível, mesmo com o motor aterrado, nunca entre na água e nem movimente a motobomba enquanto o sistema estiver em funcionamento. Perigo de choque elétrico. 7. Em caso de queima do motor, não toque no equipamento enquanto a chave geral que alimenta o sistema elétrico estiver ligada. Chame um eletricista para retirar o equipamento e avaliar a instalação.. Caso haja alguma avaria ou defeito no produto, entre imediatamente em contato com a Assistência Técnica ou com o revendedor. Não utilize o equipamento caso você suspeite que o mesmo possua algum defeito. Para maiores informações, consulte o Manual de Instrução das Bombas e Motobombas.

7 Procedimentos Básicos para a Correta Instalação das Bombas e Motobombas. As tensões monofásicas padronizadas no Brasil são 7 V (conhecida como V) e V. Para ligar o motor em 7 V, utilize o esquema da Figura A. Para ligar em V, utilize o esquema da Figura B. Eemplo de Utilização da Tabela para Seleção de Bombas e Motobombas Calcula-se a Altura Manométrica Total que a sua motobomba deve atingir, somando-se: Altura de Sucção + Altura de Recalque + Perdas de Carga. Por eemplo, para m c.a., temos: Figura A - 7 V Figura B - V. Utilize chave magnética de proteção (relé de sobrecarga).. Para motores monofásicos de outras tensões (7/ V, / V ou / V) e motores trifásicos, efetue a ligação elétrica dos fios conforme placa de identificação do motor e tensão da rede.. Para motores com potências a partir de 7, cv é necessário utilizar partida estrela-triângulo (Y ) ou conforme as normas da concessionária de energia local.. Sempre que houver dúvidas na instalação elétrica do motor ou na compreensão das tabelas e esquemas apresentados, consulte um técnico especializado no assunto ou entre em contato com o Suporte Técnico da Fábrica.. Instale a bomba o mais próimo possível da fonte de captação, dentro de um abrigo que a proteja das intempéries e com espaço suficiente para a ventilação do motor elétrico. 7. Os diâmetros das tubulações de entrada (sucção) e saída (recalque) da bomba podem ser ampliados sempre que necessário. Por outro lado, não é recomendado utilizar tubulações de diâmetros menores do que os bocais da bomba.. Utilize válvula de pé (válvula fundo de poço) nas Bombas Centrífugas (Figura C). 9. Nas Bombas Centrífugas, preencha toda a tubulação e o corpo da mesma com água (escorva da bomba).. Nas Bombas Autoaspirantes (Figura D), preencha o corpo da mesma com água.. Para maiores informações, consulte o Manual de Instrução das Bombas e Motobombas. - Procure na linha de Altura Manométrica Total da tabela, o valor calculado ou o valor superior mais próimo, no caso m c.a. - Após identificado o valor de Altura Manométrica Total, desça na respectiva coluna até encontrar o valor de vazão, em m /h, que lhe satisfaça. Por eemplo:, m /h. - À esquerda da tabela encontram-se o modelo, a potência e os demais dados referentes à motobomba escolhida. BC-9 / / / / / / Pressão máima Altura máima Motobomba selecionada: BC-9, / cv ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL ,,,,,9,7,,,,,,,,,, 7 VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a.,,,,,9,7,,,,9,7,,,9,,,, Escolha, preferencialmente, um modelo de motobomba cujo ponto de operação calculado (Altura Manométrica Total e Vazão) esteja localizado na região central da faia de trabalho, evitando desta forma, eventuais sobrecargas ou falta de vazão. Figura C - Motobomba Centrífuga Figura D - Motobomba Autoaspirante

8 TABELA PARA CONSULTA RÁPIDA (analise as informações que se encontram nas demais páginas, para a especificação definitiva do produto) SISTEMAS DE PRESSURIZAÇÃO CENTRÍFUGAS MONOESTÁGIO AUTOASPIRANTES AÇO INOX MULTIESTÁGIOS APLICAÇÕES / S BPR TAP SubDrive Inline BC-9 BCR BC-9 S/T BC-9 T de Bronze BC-9 S/T BCV BC-9 S/T AV Versajet BC- BC- BC- MSA- MSA- MSA- BC- F BAR ASP MBA-XL MBA-ZL BCA- / BCA- BCA- BCA- BCA- MCI-RE MCI-RQ BT ME-HI Páginas, 9 e Páginas e Página Página Página Página Páginas e 7 Páginas,9 e Páginas, e Página Página Página Página 7 Página 7 e Página Página 9 Páginas e Páginas e Abastecimento predial Abastecimento residencial Acoplamento em equipamento veicular Agricultura, chácaras Aquicultura Alimentação de caldeiras Água quente Bombeamento de água com cereais ou grãos em suspensão Bombeamento de água com sólidos em suspensão Bombeamento de efluentes não fibrosos Cabines de pintura Caminhões pipa Captação fluvial Drenagem de águas servidas e pluviais Estações de tratamento de esgoto Fertirrigação orgânica Fontes e cascatas de médio/grande porte Fontes e cascatas de pequeno porte Indústrias / processos Irrigação de áreas agrícolas Irrigação de jardins Lavação de ambientes, veículos e máquinas Limpeza de caias d água Nebulização de aviários e estufas Poços semiartesianos e artesianos Poços de ponteira, redes de baia pressão Pressurização da rede hidráulica em residências Prevenção contra incêndio, bomba jockey Produtos químicos Rebaiamento de lençol freático Sistemas de refrigeração Transporte de água a longa distância Tratamento de efluentes, vinhoto

9 TABELA PARA CONSULTA RÁPIDA (analise as informações que se encontram nas demais páginas, para a especificação definitiva do produto) MULTIESTÁGIOS INCÊNDIO VÓRTEX SUBMERSÍVEIS () INJETORAS SUBMERSAS VEICULARES VN Páginas e VL Páginas e ME- ME- V ME- Página ME- Página 7 BPI-BCV BPI-9 J BPI- - BPI- Páginas e 9 MBV- Página MBV- MBV- Página MBV- Página BCS-S - BCS-C BCS- - BCS- BCS- - BCS- Página e BCS- Página BIR- - MBI-9 MBI- - MBI- - MBI- Páginas e SUB 7, SUB, SUB -NY SUB -S, SUB, SUB, SUB SUB, SUB, SUB 9 Páginas, 7, e 9 BCA- Página MDC-FVA Multiplic Página ME- Multiplic Página APLICAÇÕES / S Abastecimento predial Abastecimento residencial Acoplamento em equipamento veicular Agricultura, chácaras Aquicultura Alimentação de caldeiras Água quente Bombeamento de água com cereais ou grãos em suspensão Bombeamento de água com sólidos em suspensão Bombeamento de efluentes não fibrosos Cabines de pintura Caminhões pipa Captação fluvial Drenagem de águas servidas e pluviais Estações de tratamento de esgoto Fertirrigação orgânica Fontes e cascatas de médio/grande porte Fontes e cascatas de pequeno porte Indústrias / processos Irrigação de áreas agrícolas Irrigação de jardins Lavação de ambientes, veículos e máquinas Limpeza de caias d água Nebulização de aviários e estufas Poços semiartesianos e artesianos Poços de ponteira, redes de baia pressão Pressurização da rede hidráulica em residências Prevenção contra incêndio, bomba jockey Produtos químicos Rebaiamento de lençol freático Sistemas de refrigeração Transporte de água a longa distância Tratamento de efluentes, vinhoto () As Bombas Injetoras são utilizadas em instalações com altura superior a m c.a. 7

10 Sistemas de Pressurização - Banho com muito mais pressão e conforto. Bombas Pressurizadoras Residenciais Rotor fechado Funcionamento automático. Pressurização de cima para baio. A BPR é a bomba da Schneider ideal para pressurizar chuveiros, torneiras e outros pontos de saída, em casas, apartamentos, coberturas e inclusive em sistemas de aquecimento de passagem a gás, elétrico ou solar (desde que instalado antes do aquecedor). A BPR também é a melhor opção para ser instalada em alguns modelos de geladeiras onde a pressão mínima para a produção automática de gelo e suprimento de água fresca não é atingida. BPR-9 BPR-9 Para banheiro Acessórios Acompanha a bomba: BPR-9 (Fluostato interno) BPR-9 BPR- / / Motor IP-, com capacitor permanente, Polos, Hz Pressão máima Obs.: Para obter a vazão em litros/min, multiplique o valor da tabela por,7. / / BPR- coneões de latão / / coneão de latão / anéis de vedação coneão de latão / / filtro chave para instalação, manutenção e escorva anéis de vedação fluostato eterno filtro chave para instalação, manutenção e escorva 9,,,,,,,, ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a.,,,,,9, BPR- 7 9,7,9,, Rotor fechado de PES (plástico engenheirado de alta performance). Temperatura máima do líquido bombeado: C. Equipamento desenvolvido para uso eclusivamente residencial.,,,,, Características Compacta Silenciosa Fácil manuseio e instalação Funcionamento automático Não desperdiça energia, pois desliga imediatamente após a interrupção do consumo de água Pressão mínima na sucção de m c.a. (pressuriza a rede de cima para baio) Possui um sensor de fluo que liga e desliga a bomba quando o ponto de saída de água é aberto ou fechado Blindagem de aço ino que mantém os componentes internos do motor completamente isolados em relação a água Possui um filtro que retém pequenas partículas que possam danificar a bomba e/ou o fluostato BPR- Para banheiros

11 Sistemas de Pressurização - Banho com muito mais pressão e conforto. Tanques de Pressão Rotor fechado Também disponíveis para venda em separado: Pressurização de baio para cima ou de cima para baio. Pressurização da rede hidráulica em residências com cisterna ou reservatório superior. Vaso de Epansão litros TAP- C / TAP- C Tanques litros litros litros TAP- A / TAP- A Pressurização Casas com Acrescenta à altura da caia d água Vazão máima Coneões (entrada/saída) Temperatura máima da água Média Média banheiros metros banheiros metros litros/hora 7 litros/min litros/hora 7 litros/min C C Tanque de pressão ideal para residências com até banheiros. () TAP- C () TAP- C Pressão máima Altura máima Volume do tanque (litros) m c.a. Pré-carga Psi m c.a. Pressão (liga) Psi m c.a. Pressão (desliga) Psi / máima consumida (W) Pressão máima Altura máima de autoaspiração Volume do tanque (litros) Pré-carga Pressão (liga) m c.a. Psi m c.a. Psi m c.a. Psi ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a. TAP- A / 7 TAP- A,,7,,,,,,,,, TAP- = litros - TAP- = litros Motor WEG IP-, com capa de proteção, termostato e capacitor permanente, Polos, Hz Rotor fechado e difusor de alumínio. Bombeador de ferro fundido. Obs.: Para obter a vazão em litros/min, multiplique o valor da tabela por,7. Temperatura máima do líquido bombeado: C. Pressão (desliga) Frequência máima de partidas por hora Frequência máima de partidas por hora ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL 7 VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a.,,,,,,,,,,, Motor WEG IP- com capa de proteção, termostato e capacitor permanente, Polos, Hz Rotor fechado de Noryl, com % de fibra de vidro (maior dureza). () Nas instalações onde o sistema opera com pressão positiva na sucção, é obrigatório o uso Bombeador de ferro fundido. de válvula de retenção horizontal com mola, na entrada da bomba. Temperatura máima do líquido bombeado: C. 7 Centrífuga TAP- C TAP- C Autoaspirante TAP- A TAP- A 9

12 Sistemas de Pressurização - Banho com muito mais pressão e conforto. Série SubDrive Inline Rotor fechado Sistema de pressão constante. Pressurização constante de água em residências, apartamentos, coberturas, indústrias, sprinklers, sistemas de pressurização em geral, instalações que requerem silêncio e economia de espaço. SubDrive Inline () () Este conjunto contém: Motobomba com kit fiação Inversor de frequência Sensor de pressão Válvula de retenção com mola de / Manômetro Prensa cabo Incremento de Pressão Vazão (m /h) Quick Pack SubDrive Inline () () Este conjunto contém: Todos os itens relacionados no conjunto ao lado (), mais: 7 registros esfera ( / e / ) Vaso de epansão litros (l/min) 7 Características do Sistema Pressão de água constante com vazão variável conforme consumo. A velocidade da bomba é controlada para operar no ponto ótimo, sem sobrecarregar o motor. :, cv (,9 kw). Corrente de partida do motor baia (soft-starting). Funcionamento silencioso. Sistema compacto ( mm mm). Peso bruto: kg. Características da Bomba Opera em uma ampla faia de vazão até 9 m /h. Pressão mínima requerida na sucção: m c.a. (eceto em cisternas com sucção afogada e sem vórtice). Incremento da pressão de entrada até m c.a. Todas as partes que fazem contato com a água são de aço inoidável. Temperatura máima ambiente: ºC funcionamento contínuo. Temperatura máima do líquido bombeado: ºC. Características do Inversor Desliga por baio fl uo de água. Detecta e desliga se a bomba estiver travada. Proteção contra raios e tensão. Proteção contra queda de tensão. Proteção contra sub e sobrecarga. Proteção contra curto circuito e circuito aberto. Invólucro NEMA. Frequência: / Hz Frequência de operação: - Hz. Corrente (máima): A Tensão de entrada: 9-V.

13 Eemplo de Dimensionamento Simplificado de Motobomba Centrífuga Residencial Eemplo de Dimensionamento Simplificado de Motobomba Injetora (Poço Semiartesiano) Aplicação: Recalque de água limpa em residência m m Reservatório Superior Comprimento da Tubulação de Recalque Reservatório Superior Altura de Recalque = m Altura de Sucção = m Comprimento da Tubulação, m m, m m m m m Reservatório Inferior Figura Ilustrativa Profundidade até o Injetor Profundidade do Poço Altura de Recalque Desnível (acima de metros) Nível Estático Injetor Nível Dinâmico cm - Altura mínima do fundo do poço ao injetor Dados da Instalação: Altura de Sucção (desnível entre a bomba e a lâmina d água do reservatório inferior) AS =, metros Altura de Recalque (desnível entre a bomba e o ponto mais alto da instalação) AR = 7, metros Comprimento da Tubulação (comprimento da tubulacão mais a de recalque) CT =, metros Determinação da Vazão: Consumo solicitado:. litros/h ou, m /h Escolha do Diâmetro da Tubulação: Na tabela Perda de Carga em Tubulações (nos Aneos), localize a linha onde está o valor de vazão desejado e siga para a direita até o primeiro valor depois da linha em negrito. Este valor é o fator (percentual) de perda de carga. A partir deste valor, suba na coluna até encontrar o diâmetro mínimo indicado para a vazão informada. No eemplo, para a vazão de m /h, a tabela indica para o RECALQUE. Para a SUCÇÃO, adote, de acordo com a vazão, o diâmetro especificado na tabela Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão (nos Aneos). Diâmetro da Tubulação de Recalque: Diâmetro da Tubulação de Sucção: Determinação da Altura Manométrica Total (AMT): Altura Manométrica Total = (Altura de Sucção + Altura de Recalque + Perdas de Carga) =, + 7, +, =, m c.a. Acrescente % para considerar as perdas de carga nas coneões: Altura Manométrica Total =, + % =, m c.a., m c.a. Para a seleção da motobomba, observe o eemplo da página. AMT = (AS + AR + PCtubos) + % AMT = (, + 7, +, ) + % AMT = (, ) + % AMT = (, m c.a., m c.a. Seleção da Bomba Schneider para: AMT =, m c.a. Vazão =, m /h (conforme tabela Perda de Carga em Tubulações ou Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão ) Determinação de Perda de Carga: PC = CT Fpc (%) (Ver Tabela) PC =,,% PC =, m c.a. Dados da Instalação: Profundidade do poço Prof. = metros Diâmetro do poço D = milímetros Nível Estático NE = metros Nível Dinâmico ND = metros Altura de Recalque (desnível entre a bomba e o ponto mais alto da instalação) AR = metros Comprimento da Tubulação de Recalque (da bomba até o reservatório superior) CTR = metros Determinação da Vazão: Vazão do poço:, m /h Consumo solicitado:, m /h ou. litros/h Escolha da Bomba Schneider: (Tabela para Seleção de Bombas) Profundidade de instalação do injetor: metros Diâmetro da tubulação : / Modelo da Bomba: MBI- I- Diâmetro da tubulação de retorno: Vazão para a submergência de metros, m /h Recalque máimo: m c.a. Vazão para a submergência de metros, m /h Escolha do Diâmetro da Tubulação de Recalque (conforme tabela Perda de Carga em Tubulações ou Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão ) Vazão considerada:, m /h Diâmetro da Tubulação de Recalque: Determinação da Perda de Carga na Tubulação de Recalque: PCRecalque = Comprimento da Tubulação de Recalque (CTR) X Fator de Perda de Carga (FPC) (tabela Perda de Carga em Tubulações ) PCRecalque =, PCRecalque =, m c.a. % Condições de Operação: AMR < Recalque máimo da bomba, m c.a. < m c.a., se verdadeiro, o modelo escolhido poderá ser empregado. Caso contrário, aumente o diâmetro da tubulação de recalque ou escolha outro modelo de bomba. Determinação da Altura Manométrica de Recalque: AMR = (AR + PCRecalque) + % AMR = ( +, ) + % AMR = 9, + % Modelo: BCR- / cv AMR =, m c.a. Modelo: MBI- - I- -, cv OBS.: Estes eemplos foram elaborados de forma simplificada, baseados em informações elementares de instalação.

14 Bombas Centrífugas Monoestágio Rotor fechado Residências, fontes e cascatas, chácaras. Tê Aterramento Válvula de Retenção Registro de Gaveta Bujão União Tubulação / Curva União Redução / / () Tubulação Desenvolvimento WEG / SCHNEIDER Classificada como + eficiente no consumo de energia (compare com as outras marcas) Compacta Dotada de duplo rolamento Protetor térmico e capacitor permanente Alto rendimento e eficiência Produto % nacional Válvula de Pé A primeira motobomba centrífuga do Brasil a receber o selo PROCEL. (Menor consumo de energia) Mínimo cm Pressão máima Altura máima () ø Rotor () Para altura entre a m, sugere-se utilizar tubulação de até a união e inclinar levemente a motobomba para frente. - Rotação corrigida para rpm ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a. Nova! Classificação BC-9 / / / / / / Motor WEG IP-, com flange incorporada, termostato e capacitor permanente, Polos, Hz 7 7,,,,,,,,,9,9,7,7,,,,,,,,9,,7,, Rotor fechado de Noryl, com % de fibra de vidro (maior dureza). Temperatura máima do líquido bombeado: C. Equipamento desenvolvido para uso eclusivamente residencial.,,,,9,,,,,, () Verifique a necessidade de ampliar o diâmetro da tubulação de acordo com a altura manométrica total na sucção. Quando necessário, sugerimos utilizar tubulação de, desde a válvula de pé até a curva (tubulação na vertical), no restante (tubulação na horizontal), sugerimos seguir com tubo de /. A nova BC-9 é uma motobomba inovadora, eficiente, silenciosa e com menor consumo de energia. Ela foi desenvolvida pela SCHNEIDER em conjunto com a WEG, para oferecer o máimo desempenho e durabilidade. A melhor relação custo benefício, com garantia de procedência e qualidade, alta performance e assistência técnica em todo o Brasil.

15 Bombas Centrífugas Monoestágio Rotor fechado Residências, fontes e cascatas, chácaras. BCR- BCR- Pressão máima Altura máima ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a. / / /,,,,,9,7,,,,,7,,, BCR- / / /,,,,,,9,7,,,,9,7,,,7 / / /,,9,7,,,,,,,,,,,,, Motor WEG IP-, com capa de proteção, termostato e capacitor permanente, Polos, Hz Rotor fechado de alumínio. Temperatura máima do líquido bombeado: C. Equipamento desenvolvido para uso eclusivamente residencial. Pressão máima Altura máima ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a. /,7,,,,,,,,,,,,,,, BCR- /,,,,,,,,7,,,9,,,,9,7,,,,9,7,,,,7,,,, Motor WEG IP-, com capa de proteção, termostato e capacitor permanente, Polos, Hz Rotor fechado de Noryl, com % de fibra de vidro (maior dureza). Temperatura máima do líquido bombeado: C. Equipamento desenvolvido para uso eclusivamente residencial.

16 Bombas Centrífugas Monoestágio Rotor fechado Residências, chácaras, abastecimento predial, indústrias. BC-9 S BC-9 T BC-9 S Mancal BC-9 T Pressão máima Altura máima ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL 7 9 VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a. / / 7, 7,,,,,,,,, / / 9, 7,9 7, 7,,7,,9,,,,,, BC-9 S/T / / / / 97, 7,7 7,,9 7,7, 7,, 7,,,9,,,,,,,7,,, / / 7, 7, 7,,,,,,7,9, / 7, 7, 7,,,,,,,7 Motor WEG IP-, Polos, Hz BC-9 S: bomba sem intermediário. Rotor fechado de alumínio. Temperatura máima do líquido bombeado: C. BC-9 T: bomba com intermediário. Rotor fechado de alumínio. Para bombeamento de água acima de C, utilize intermediário, caracol e rotor de bronze, eio ino e selo mecânico de Viton.

17 Bombas Centrífugas Monoestágio Rotor fechado BC-9 S BC-9 T BC-9 S J Residências, chácaras, abastecimento predial, agricultura, sistemas de refrigeração, indústrias. BC-9 S Mancal BC-9 S J Mancal BC-9 S/T K / Pressão máima Altura máima,9 7,,,9,7,,7,,,7,,,,,,,, ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a,,,,,,,9,7,,,,,,,,,7, BC-9 S/T GA, / / / 7,,,7,,,,9 9,9,,,9,, 7,9,,, 9,,,,, 7, 9,,, 7,, BC-9 S/T GB, / / /,,,,,,,,, 9,,,,,,,9,,,,,9,, 7,,,,,7 7, BC-9 S/T HA, / / / / / / 7,,,,,,,,, 9,,, 7,9,,, 9,,, 7,9,, 9,,,, BC-9 S/T HB /, / / / / / / / / / / 7,,,,,,9,9,7,9,9,,,,,7,,,,,,7,,,,,,,9,, 7,,,, 9,,, 7,,,,,,, 7,,,,,, BC-9 S/T HD / /,, 9, 7, BC-9 S/T JA, / / / 7,,,,,,,,, 9,,, 7,9,,, 9,, 7,9,, 9,,, BC-9 S/T JC, / / / 9,,,, 9,7,,, 7,,,,,,,,9,,,,,, 9,,9,,,,7,, Motor WEG IP-, Polos, Hz BC-9 S - bomba sem intermediário. Rotor fechado de alumínio. Temperatura máima do líquido bombeado: C. BC-9 T - bomba com intermediário. Rotor fechado de alumínio. Para bombeamento de água acima de C, utilize rotor de bronze e selo mecânico de Viton.

18 Bombas Centrífugas Monoestágio Rotor fechado BCV BC-9 S/T AV BCV: Residências, chácaras, abastecimento predial, agricultura, sistemas de refrigeração, indústrias. BC-9 S/T AV: Nebulização em aviários e estufas, agricultura, bomba jockey para prevenção e combate contra incêndio, indústrias. BCV Mancal BC-9 S AV Mancal Pressão máima Altura máima ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a BCV (9 mm) BCV (9 mm) BCV ( mm) BCV ( mm) BCV ( mm) BCV ( mm) BCV ( mm),, / / / / / / / ,,,,, 7,, 9,9,7,,,, 7,, 9,,, 7,,,,,7,,,,9,, 9,,, 9,,, 7,,, 7,, 7,,,,,,,,, 9, 9,,,, 7, 7,,,,,, 9,,7,, 7,,7,7,,,9, 7, Motor WEG IP-, Polos, Hz Rotor fechado de ferro fundido. Para bombeamento de água acima de C, utilize selo mecânico de Viton. BC-9 S/T AV, / / / / / / / / Pressão máima 7 9 Altura máima 7 ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a.,7,9,,,,,,,,,,,97,,,,,,7,7,7,7,99,99,,7,9,9,,,,,,,,,,,7,7,9,,7,7,,,,,,7,9,,7,,,,,,,,,,,,,,,,,9,,,9,,79,,,, Motor WEG IP-, Polos, Hz Rotor fechado de alumínio. Para bombeamento de água acima da temperatura ambiente, consulte a Fábrica para verificar a viabilidade e adequação de materiais. Linha S: bomba sem intermediário Linha T: bomba com intermediário Nas instalações onde não há pressão positiva na sucção, utilize válvula de pé.

19 Bombas Centrífugas Monoestágio - Série Versajet Rotor fechado Residências, abastecimento predial, irrigação de jardins, pressurização de redes. Versajet com pressostato () () Nas instalações onde a Versajet é utilizada com pressostato, deverá ser acoplado um tanque de pressão ou vaso de epansão, para garantir o funcionamento adequado do sistema. Versajet sem pressostato VJ- VJ-7 Pressão máima Altura máima / / / / Bicos A ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a. Motor WEG IP-, flange quadrada, Polos, Hz Rotor fechado, difusor, venturi e bico injetor de Noryl. Obs.: Produto fornecido com ou sem pressostato. Temperatura máima do líquido bombeado: C. Vide código na lista de preços vigente. () Bico padrão.,,,7,,,9,,,,,,9 B (),,,,,,9,,,7,,9,,,,7, C A,,,,,,,9,7,,,9,,,,,7,,,,7,7,7,7,,,,7,,, C (),,,,9,9,9,,,7,,,7,,,,79 D,9,7,,,77,7,7,,,,,,9,9,,,9 A motobomba que vale por três curvas hidráulicas. A Versajet é inovadora, pois possibilita alterar as características da motobomba (vazão e pressão), com a simples troca do bico injetor. E mais, o produto com pressostato liga e desliga automaticamente o motor, conforme demanda da água. Montada com bico injetor (padrão). Kit Versajet Acompanha kit com bicos adicionais e chave Allen que permitem alterar a vazão e a pressão da bomba de forma rápida e fácil. 7

20 Bombas Centrífugas Monoestágio Rotor fechado Irrigação, cabines de pintura, sistemas de refrigeração, fontes e cascatas, abastecimento predial, sistemas de prevenção e combate contra incêndio, indústrias. BC- R BC- F BC- R Mancal BC- F Mancal BC- R /, / / / / / / / / Pressão máima 9 Altura máima 9 ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL 7 9 VAZÃO EM m /h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE m c.a. 9,, 7,,, 9,9 9, 7,7,,,,7, 9, 7,,,,,,, 9,9,,,9,9,9 BC- R / 7, / / / / / ,,,,,,,,7 9,,9,7,, 9,,,,,9,,,, 9,, 7,,,, BC- R 7,, / / / / / , 7, 7,7,7 7,, 7,9, 7, 7, 7,,,, 7, 7,, 79,,9 7,7, 9, 7,,,,9,9, 7,, 7,,, 79,, 7,,9,,, BC- F 7,, / / / / / , 7, 7,7,7 7,, 7,9, 7, 7, 7,,,, 7, 7,, 79,,9 7,7, 9, 7,,,,9,9, 7,, 7,,, 79,, 7,,9,,, BC- R / 7,, / / / / / 9 99, 9,9 9,,,, 7, 9 7,,9 9,9, 9,, 7,,7,7, 9, 7,, 9, 9,, 7, 9, 9,,7 7,,7 BC- F / 7,, / / / / / 9 99, 9,9 9,,,, 7, 9 7,,9 9,9, 9,, 7,,7,7, 9, 7,, 9, 9,, 7, 9, 9,,7 7,,7 Motor WEG IP-, Polos, Hz Rotor fechado de ferro fundido. Para bombeamento de água acima de C, utilize selo mecânico de Viton. Modelo R: bocais roscados Modelo F: bocais flangeados conforme Norma DIN 9.

LANÇAMENTO LANÇAMENTO TABELA PARA SELEÇÃO DE BOMBAS E MOTOBOMBAS LANÇAMENTO 2010-A

LANÇAMENTO LANÇAMENTO TABELA PARA SELEÇÃO DE BOMBAS E MOTOBOMBAS LANÇAMENTO 2010-A LANÇAMENTO LANÇAMENTO TABELA PARA SELEÇÃO DE BOMBAS E MOTOBOMBAS LANÇAMENTO -A Prezado Usuário, A Schneider criou esta Tabela com o objetivo de facilitar o processo de escolha das bombas e motobombas.

Leia mais

Nova! Nova! ASP BC-98 BC-92 BPR SUBDRIVE INLINE 1100 BPI TAP ME-3 BCS-S1. Lista Geral de Preços

Nova! Nova! ASP BC-98 BC-92 BPR SUBDRIVE INLINE 1100 BPI TAP ME-3 BCS-S1. Lista Geral de Preços Nova! Nova! ASP BC-9 BPR BC-9 BPI SUBDRIVE INLINE 00 TAP ME- BCS-S Lista Geral de Preços SETEMBRO 0 Índice SISTEMAS DE PRESSURIZAÇÃO 0 - BPR - Bombas Pressurizadoras Residenciais... 0 0-A - Tanques de

Leia mais

Todos os fretes CIF são de responsabilidade da Franklin, cabendo a escolha da transportadora pelo D epartamento de Logística da Franklin.

Todos os fretes CIF são de responsabilidade da Franklin, cabendo a escolha da transportadora pelo D epartamento de Logística da Franklin. CONDIÇÕES DE FRETE Todo pedido de venda com valor líquido (sem IPI), superior a R$.00,00, terá o FRETE PAGO (CIF) pela Franklin Electric Indústria de Motobombas S.A. (exceto transporte aéreo e fluvial).

Leia mais

Tabela para seleção de bombas e motobombas

Tabela para seleção de bombas e motobombas TAP- CPW ASP-9 Tanques de pressão a litros BC-9 BC-9 Tabela para seleção de bombas e motobombas ME-N BT VME Submersas e BC MBV ME BCS MSA BCA MDC-FVA Multiplic BC BPI ME BAR MCI MBI Prezado Usuário, A

Leia mais

Tabela para seleção de bombas e motobombas

Tabela para seleção de bombas e motobombas SP ASP-9 Solaris BC-9 BCS-S Tabela para seleção de bombas e motobombas -A SubDrive Inline TAP- CPW BPI ME-N BT VME Submersas e BC MBV ME MSA BCA MDC-FVA Multiplic BC ME BPI BAR MBI BCS MCI Prezado Usuário,

Leia mais

CENTRO DE TREINAMENTO DANCOR MÓDULO I - BOMBAS

CENTRO DE TREINAMENTO DANCOR MÓDULO I - BOMBAS CENTRO DE TREINAMENTO DANCOR MÓDULO I - BOMBAS DANCOR S.A INDÚSTRIA MECÂNICA Professor: José Luiz Fev/2012 CENTRO DE TREINAMENTO DANCOR 1- BOMBAS D ÁGUA (MÁQUINAS DE FLUXO): 1.1 DEFINIÇÃO Máquinas de fluxo

Leia mais

www.dancor.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS REV. - ABR/2010 Pág- 1

www.dancor.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS REV. - ABR/2010 Pág- 1 REV. - ABR/21 Pág- 1 Índice Vista Geral das Curvas de Desempenho...4-5 Série HBI(N) - Centrífugas Multi-estágios HBI(N) - 2...6-7 HBI(N) - 4...8-9 Série CB(I) - Centrífugas Multi-estágios CB(I) - 2...1-11

Leia mais

Megabloc Manual Técnico

Megabloc Manual Técnico Bomba Padronizada Monobloco Manual Técnico Ficha técnica Manual Técnico Todos os direitos reservados. Os conteúdos não podem ser divulgados, reproduzidos, editados nem transmitidos a terceiros sem autorização

Leia mais

Bomba Circuladora SLX-PMP/6A. Manual do Usuário

Bomba Circuladora SLX-PMP/6A. Manual do Usuário Bomba Circuladora SLX-PMP/6A Manual do Usuário Manual do Usuário SOLX - Bomba Circuladora - SLX-PMP/6A Reservados os direitos de alteração sem prévio aviso. Versão 1 - outubro/2013 Permitida a reprodução

Leia mais

MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR

MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR Indústria e Comércio de Bombas D Água Beto Ltda Manual de Instruções MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR Parabéns! Nossos produtos são desenvolvidos com a mais alta tecnologia Bombas Beto. Este manual traz

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL 1 OBJETIVO: Padronizar os diversos tipos de sistemas de bomba de incêndio das edificações, seus requisitos técnicos, componentes, esquemas elétricos-hidráulicos e memória de cálculo, de acordo com os parâmetros

Leia mais

MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO

MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO Motobombas para combate a incêndio ÍNDICE FSGIN Pg. 3 FIN Pg. 13 Pg. 33 A Famac tem a solução certa em Bombas para sistemas de combate a incêndio. CONJUNTOS

Leia mais

MASTER BSD 10-20/ BSD 10-25/ BSD 10-35

MASTER BSD 10-20/ BSD 10-25/ BSD 10-35 ANUAL DE INSTALAÇÃO DA BOBA ASTER BSD 10-20/ BSD 10-25/ BSD 10-35 SUÁRIO 1. AVISOS GERAIS DE SEGURANÇA 3 2. PERIGOS NO ABUSO DO EQUIPAENTO 3 3. LIITES DE TEPERATURAS 4 4. FUNCIONAENTO DA BOBA CO SELAGE

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO BOMBAS MONOESTÁGIO MONOESTÁGIO. 60Hz. Catálogo Técnico 2008 - MONOESTÁ1 1 7/2/2009 12:16:16

CATÁLOGO TÉCNICO BOMBAS MONOESTÁGIO MONOESTÁGIO. 60Hz. Catálogo Técnico 2008 - MONOESTÁ1 1 7/2/2009 12:16:16 CATÁLOGO TÉCNICO BOMBAS MONOESTÁGIO MONOESTÁGIO 60Hz Catálogo Técnico 2008 - MONOESTÁ1 1 7/2/2009 12:16:16 Índice Bombas Monoestágio 1. Introdução 2. Aplicações 1.1 Características e benefícios...3 1.2

Leia mais

INTRODUÇÃO INFORMAÇÕES ADICIONAIS NOTAS

INTRODUÇÃO INFORMAÇÕES ADICIONAIS NOTAS 1 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas das linhas E e EP de nossa fabricação assim como seus acessórios e opcionais. Dele constam informações técnicas, desde a construção,

Leia mais

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo)

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo) Manual Técnico A3405.0P Bombas Submersas 1. Aplicação É recomendada para o abastecimento de água limpa ou levemente contaminada, abastecimento de água em geral, irrigação e sistemas de aspersão pressurizados

Leia mais

Bomba centrífuga de média pressão. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição. 4. Dados de operação. Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M

Bomba centrífuga de média pressão. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição. 4. Dados de operação. Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M Bomba centrífuga de média pressão Linha: Multiestágio 1. Aplicação 3. Denominação A bomba KSB Hydrobloc M é apropriada para abastecimento de água, instalação

Leia mais

Bombas Centrífugas Monoestágio Série BC-98

Bombas Centrífugas Monoestágio Série BC-98 ombas entrífugas onoestágio érie onoestágio primeira motobomba centrífuga do rasil a receber o selo PO. (enor consumo de energia) plicações erais esidências ontes e cascatas hácaras etalhes écnicos do

Leia mais

Bomba de Águas Servidas modelo ABS UNI

Bomba de Águas Servidas modelo ABS UNI Bomba de Águas Servidas modelo ABS UNI Sulzer A Sulzer é líder mundial em soluções de bombeamento confiáveis e inovadoras. Nossa pesquisa e desenvolvimento avançados, processos detalhados e conhecimento

Leia mais

S A TANQUE DE PRESSÃO. Manual de Utilização e Instalação. Serviço de Atendimento ao Consumidor Tel.: 0800 021 9290 www.dancor.com.

S A TANQUE DE PRESSÃO. Manual de Utilização e Instalação. Serviço de Atendimento ao Consumidor Tel.: 0800 021 9290 www.dancor.com. TANQUE DE PRESSÃO Manual de Utilização e Instalação S A Desd e1 94 6 BO MB AS EF ILTR OS - Consumidores - Representantes - Revendedores Serviço de Atendimento ao Consumidor Tel.: 0800 021 9290 www.dancor.com.br

Leia mais

B O M B A S E MOTOBOMBAS

B O M B A S E MOTOBOMBAS Indústria e Comércio de Bombas D Água Beto Ltda Manual de Instruções B O M B A S E MOTOBOMBAS Parabéns! Nossos produtos são desenvolvidos com a mais alta tecnologia Bombas Beto. Este manual traz informações

Leia mais

Bomba Submersível modelo ABS Robusta

Bomba Submersível modelo ABS Robusta Bomba Submersível modelo ABS Robusta Sulzer A Sulzer é líder mundial em soluções de bombeamento confiáveis e inovadoras. Nossa pesquisa e desenvolvimento avançados, processos detalhados e conhecimento

Leia mais

PL 280P PRESSURIZADOR MANUAL DO USUÁRIO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA

PL 280P PRESSURIZADOR MANUAL DO USUÁRIO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA PL 280P PRESSURIZADOR MANUAL DO USUÁRIO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA Manual do usuário, funcionamento e garantia 03 IMPORTANTE -Antes de instalar o pressurizador leia atentamente todos os itens deste manual

Leia mais

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível Folheto Descritivo A2750.1P/1 KSB KRT DRAINER Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido Linha : Submersível 1. Aplicação A bomba submersível KRT DRAINER é recomendada para aplicação em drenagem de

Leia mais

Série: FBME MANUAL TÉCNICO BOMBA CENTRÍFUGA MULTIESTÁGIO FBME. Aplicação

Série: FBME MANUAL TÉCNICO BOMBA CENTRÍFUGA MULTIESTÁGIO FBME. Aplicação MANUAL TÉCNICO Série: FBME Aplicação Desenvolvida para trabalhar com líquidos limpos ou turvos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas, papel, polpa, siderúrgica, mineração,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DAS BOMBAS E MOTOBOMBAS

MANUAL DE INSTRUÇÕES DAS BOMBAS E MOTOBOMBAS MANUAL DE INSTRUÇÕES DAS BOMBAS E MOTOBOMBAS água Mover é o nosso negócio INJETORAS AUTOASPIRANTES CENTRÍFUGAS MULTIESTÁGIOS SUBMERSÍVEIS Consulte o nosso site e conheça a linha completa de produtos. www.franklin-electric.com.br

Leia mais

CERTIFICADO DE GARANTIA

CERTIFICADO DE GARANTIA MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO CERTIFICADO DE GARANTIA Pressostato Eletrônico TEXIUS - TC-11 JUN / 2012 Ler atentamente o Manual de Instalação e o Certificado de Garantia antes de instalar

Leia mais

Motobombas Centrífugas Submersíveis Séries BCS-365 e BCS-475

Motobombas Centrífugas Submersíveis Séries BCS-365 e BCS-475 Motobombas Centrífugas Submersíveis Séries e BCS-475 Pedestal Roscado Pedestal Flangeado Motobombas para líquidos com sólidos em suspensão, conforme tamanho especificado na tabela. Aplicações Gerais Estações

Leia mais

BOMBA DE ENGRENAGENS EXTERNAS FBE

BOMBA DE ENGRENAGENS EXTERNAS FBE MANUAL TÉCNICO Série: FBE Aplicação Desenvolvida para trabalhar com fluidos viscosos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas, papel, polpa, siderúrgica, mineração, alimentícia,

Leia mais

FAMAC BOMBA SUBMERSÍVEL. Exemplo. Famac Bomba Submersível. Modelo / Tipo propulsor. Diâmetro de recalque (mm) Passagem de sólidos (mm)

FAMAC BOMBA SUBMERSÍVEL. Exemplo. Famac Bomba Submersível. Modelo / Tipo propulsor. Diâmetro de recalque (mm) Passagem de sólidos (mm) BOMBAS SUBMERSÍVEIS ÍNDICE FBS P5 Pg 03 FBS 2 Pg 07 NOMENCLATURA FAMAC BOMBA SUBMERSÍVEL Exemplo FBS P5 50 5 82 FBS FBS FBS FBS FBS FBS FBS FBS 10/5 MH VT 310 JAC RSA MC VTX 50 50 50 75 50 50 100 65 10

Leia mais

FUNCIONAMENTO FILTROS PRENSA - MS-CE

FUNCIONAMENTO FILTROS PRENSA - MS-CE MANUAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO FILTROS PRENSA - MS-CE 1 - INTRODUÇÃO 1.1 - FINALIDADE DESTE MANUAL Este manual proporciona informações teóricas e de instalação, operação e manutenção dos filtros

Leia mais

BOMBAS. Catálogo de PRODUTOS

BOMBAS. Catálogo de PRODUTOS Catálogo de PRODUTOS A INOVA, além de proporcionar todos os acessórios com qualidade também trabalha com os itens abaixo: Instalação dos acessórios em fábrica Suporte Técnico Tomada de força Sistema de

Leia mais

SISTEMA DE BOMBEAMENTO SOLAR

SISTEMA DE BOMBEAMENTO SOLAR SISTEMA DE BOMBEAMENTO SOLAR Motobomba acionada pela energia gerada por painéis solares. Permite também conexão com baterias, gerador ou rede elétrica. www.franklin-electric.com.br solar.franklin-electric.com

Leia mais

SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO DANCOR

SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO DANCOR SISTEMA DE PRESSURIZAÇÃO DANCOR Manual do Proprietário Utilização e Instalação S A Desd e1 94 6 BO MB AS EF ILTR OS - Consumidores - Representantes - Revendedores Serviço de Atendimento ao Consumidor Tel.:

Leia mais

UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DE BOMBAS

UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DE BOMBAS UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO DE BOMBAS Manual de Utilização e Instalação S A Desd e1 9 BO MB AS EF ILTR OS - Consumidores - Representantes - Revendedores Serviço de Atendimento ao Consumidor Tel.: 0800 021

Leia mais

Parabéns! Você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a mais alta tecnologia.

Parabéns! Você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a mais alta tecnologia. Parabéns! Você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a mais alta tecnologia. Para facilitar o manuseio e esclarecer dúvidas, a Franklin Electric Indústria de Motobombas S.A. elaborou este Manual

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO EM AQUECIMENTO SOLAR ABRAVA/DASOL 2011

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO EM AQUECIMENTO SOLAR ABRAVA/DASOL 2011 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO EM AQUECIMENTO SOLAR ABRAVA/DASOL 2011 MÓDULO 2 Projetista SAS Pequeno Porte Passo a Passo de Instalação ABRAVA -São Paulo,Maio de 2011 Luciano Torres Pereira Leonardo Chamone Cardoso

Leia mais

AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS

AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL MS TAC 4000 REV.02 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO AO SISTEMA DE TRATAMENTO PARA REUSO....

Leia mais

Catálogo de Produtos Catálogo de Pr

Catálogo de Produtos Catálogo de Pr Catálogo de Produtos QUALIDADE DESDE 1912 Fundada em 1912, no Japão, a EBARA é atualmente um dos principais fabricantes mundiais de máquinas industriais, expandindo as fronteiras da tecnologia de equipamentos

Leia mais

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM

BOOSTER BOOSTER? Benefícios e vantagens PORQUE COMPRAR UM Linha BOOSTER Agilidade, confiabilidade e eficiência BOOSTER Os compressores Schulz modelo SB, possuem como função principal elevar a pressão da rede de baixa pressão para até 40 bar (580 psi). Benefícios

Leia mais

Desfrute do melhor que a natureza tem para lhe oferecer e aproveite o conforto que a energia do sol pode lhe proporcionar.

Desfrute do melhor que a natureza tem para lhe oferecer e aproveite o conforto que a energia do sol pode lhe proporcionar. 1 A Kisol tem a missão de divulgar e incentivar a sustentabilidade, através do uso de energias renováveis, fornecendo soluções que superem as expectativas dos seus clientes. A realização de um mundo melhor,

Leia mais

Manual do Usuário. Produto LUBE-SEAL. Versão: LUBE-SEAL Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos

Manual do Usuário. Produto LUBE-SEAL. Versão: LUBE-SEAL Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos Manual do Usuário Produto Versão: Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos SUMÁRIO SUMÁRIO 2 1. TERMOS E CONVENÇÕES 4 2. INFORMAÇÕES GERAIS 5 2.1. Dados do

Leia mais

Gas-Lift - Vantagens

Gas-Lift - Vantagens Gas-Lift - Vantagens Método relativamente simples para operar O equipamento necessário é relativamente barato e é flexível Podem ser produzidos baixos ou altos volumes É efetivo sob condições adversas

Leia mais

Reassentamentos de IRAPÉ: apoio à manutenção e melhoria da gestão dos sitemas de abastecimento de água.

Reassentamentos de IRAPÉ: apoio à manutenção e melhoria da gestão dos sitemas de abastecimento de água. Reassentamentos de IRAPÉ: apoio à manutenção e melhoria da gestão dos sitemas de abastecimento de água. Apresentação Esta cartilha tem como objetivo auxiliar os moradores dos reassentamentos de Irapé

Leia mais

BOMBA DE PRESSURIZAÇÃO PARA REDE HIDRÁULICA

BOMBA DE PRESSURIZAÇÃO PARA REDE HIDRÁULICA BOMBA DE PRESSURIZAÇÃO PARA REDE HIDRÁULICA (com fluxostato interno) MODELOS: BOMBA COM CORPO DE FERRO (revestimento cerâmico) RPHSBFP 11 (127V 120W) RPHSBFP 12 (220V 120W) MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO INFORMAÇÕES

Leia mais

FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS

FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS Linha FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS Alta performance nos trabalhos manuais As ferramentas estacionárias são indicadas para trabalhos domésticos, artesanatos, carpintarias, marcenarias,

Leia mais

Bomba d Água Amanco MANUAL DE INSTALAÇÃO

Bomba d Água Amanco MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO Bomba d Água Amanco M a n u a l d e I n s t a l a ç ã o B o m b a d Á g u a A m a n c o Este manual também pode ser visualizado através do site > Produtos > Predial > Reservatórios

Leia mais

Bipartida Axialmente

Bipartida Axialmente Linha BP BI-PARTIDA ROTOR DE DUPLA SUCÇÃO Bipartida Axialmente Soluções em Bombeamento INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam

Leia mais

ÍNDICE. 11. Instalação do CONTROLADOR ELETRO ELETRÔNICO E SENSORES...31. 13. Capa TÉRMICA...33

ÍNDICE. 11. Instalação do CONTROLADOR ELETRO ELETRÔNICO E SENSORES...31. 13. Capa TÉRMICA...33 ÍNDICE 1. PRODUTO SORIA...04 2. ALGUMAS VANTAGENS...05 3. PRODUTO SORIA...06 4. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS...07 5. KIT DE INSTALAÇÃO...08 6. ACESSÓRIOS...09 7. DIMENSIONAMENTO DOS COLETORES...10 8. Dimensionamento

Leia mais

HD/HDS. 0800-176111 Somente em território Brasileiro

HD/HDS. 0800-176111 Somente em território Brasileiro K 300 HD/HDS KÄRCHER INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. AV. PROF. BENEDICTO MONTENEGRO, 419 - BETEL - 13.140-000 - PAULÍNIA - SP CORRESPONDÊNCIA: CAIXA POSTAL 34-13.140-000 - PAULÍNIA - SP CENTRAL DE ATENDIMENTO

Leia mais

Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN

Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN Principais Aplicações Com um design modular, as bombas MBN são bombas horizontais segmentadas e bipartidas radialmente. São recomendadas para o bombeamento de líquidos

Leia mais

Índice. Próxima página

Índice. Próxima página Capa Parabéns! Você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a mais alta tecnologia. Para facilitar o manuseio e esclarecer dúvidas, a Franklin Electric Indústria de Motobombas S.A. elaborou este

Leia mais

Catálogo de Seleção e Aplicação de Unidades Condensadoras.

Catálogo de Seleção e Aplicação de Unidades Condensadoras. Catálogo de Seleção e Aplicação de Unidades Condensadoras. 1 CILINDRO 2 CILINDROS 60 Hz R-22 / R-404A R-134a / HP81 (R-402B) Unidades Condensadoras Compact Line. CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO Unidades equipadas

Leia mais

BOMBA DE VÁCUO MANUAL DE OPERAÇÃO MODELOS. VP-50D (1,8cfm) VP-140D ( 5cfm) VP-200D (7cfm) VP-340D (12cfm) I COMPONENTES

BOMBA DE VÁCUO MANUAL DE OPERAÇÃO MODELOS. VP-50D (1,8cfm) VP-140D ( 5cfm) VP-200D (7cfm) VP-340D (12cfm) I COMPONENTES BOMBA DE VÁCUO MANUAL DE OPERAÇÃO MODELOS VP-50D (1,8cfm) VP-140D ( 5cfm) VP-200D (7cfm) VP-340D (12cfm) I COMPONENTES II -MANUAL DE OPERAÇÃO 1 Leia atentamente antes de utilizar a bomba de Vácuo Todos

Leia mais

PF-17/PF-17C/PF-22. Manual de Utilização e Instalação. www.dancor.com.br. Atendimento ao Consumidor Tel.: 0800 021 9290. www.dancor.com.

PF-17/PF-17C/PF-22. Manual de Utilização e Instalação. www.dancor.com.br. Atendimento ao Consumidor Tel.: 0800 021 9290. www.dancor.com. www.dancor.com.br Bombas AUTO-ESCORVANTES COM PRÉ-FILTRO PARA PISCINAS PF-17/PF-17C/PF-22 Manual de Utilização e Instalação - Consumidores - Representantes - Revendedores Atendimento ao Consumidor Tel.:

Leia mais

Filtros e Bombas. A Piscina dos seus Sonhos.

Filtros e Bombas. A Piscina dos seus Sonhos. Dúvidas Filtros e Bombas A Piscina dos seus Sonhos. - Filtros Água vazando para o esgoto. Nas opções filtrar e recircular, observo através do visor de retrolavagem que a água continua indo para o esgoto

Leia mais

MANUAL DE FUNCIONAMENTO FILTROS INDUSTRIAIS. G:Manuais/Manuais atualizados/ta

MANUAL DE FUNCIONAMENTO FILTROS INDUSTRIAIS. G:Manuais/Manuais atualizados/ta MANUAL DE FUNCIONAMENTO FILTROS INDUSTRIAIS TA G:Manuais/Manuais atualizados/ta Rev.01 ESQUEMA HIDRÁULICO 1 - INTRODUÇÃO 1.1. - FINALIDADE DESTE MANUAL Este manual proporciona informações teóricas e de

Leia mais

PRESSURIZADOR PL - 9 MANUAL DE INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA. ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com.

PRESSURIZADOR PL - 9 MANUAL DE INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA. ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com. PRESSURIZADOR ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com.br Lorenzetti S.A. Indústrias Brasileiras Eletrometalúrgicas Av. Presidente Wilson, 1230 - CEP 03107-901 Mooca - São Paulo - SP

Leia mais

ÍNDICE INTRODUÇÃO. Obrigado por adquirir produtos Toyama.

ÍNDICE INTRODUÇÃO. Obrigado por adquirir produtos Toyama. INTRODUÇÃO ÍNDICE Obrigado por adquirir produtos Toyama. As aplicações das motobombas Toyama são diversas: Agricultura, indústrias, minas, empresas, construções, comunicação, cabeamento subterrâneo, manutenção

Leia mais

MODELOS HD 660 HD 800 HD 1200 HDS 660 HDS 800 HDS 1200. Nominal (l/h) 660 800 1200 660 800 1200

MODELOS HD 660 HD 800 HD 1200 HDS 660 HDS 800 HDS 1200. Nominal (l/h) 660 800 1200 660 800 1200 9.356-039.0 Rev. 0 1. APRESENTAÇÃO 1. Características da Máquina MODELOS HD 660 HD 800 HD 1200 HDS 660 HDS 800 HDS 1200 VAZÃO Nominal (l/h) 660 800 1200 660 800 1200 Válvula de vapor (l/h) - - - - - 800

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

bombas águas limpas acessórios de instalação de bombas bomba auto-ferrante sondas de nível ligação PPAR latão válvula de retenção

bombas águas limpas acessórios de instalação de bombas bomba auto-ferrante sondas de nível ligação PPAR latão válvula de retenção bombas águas limpas acessórios de instalação de bombas sondas de nível ligação PPAR latão válvula de retenção acessórios aperto tubagens tubagens válvula de esfera autoclave quadro protecção e controle

Leia mais

FreziPUMP Com Sol, tenha Água!

FreziPUMP Com Sol, tenha Água! FreziPUMP Com Sol, tenha Água! A Frezite apresenta uma vasta gama de equipamentos para captação e gestão da água, o que permite escolher a melhor solução para o seu projeto. Apostamos em soluções autónomas

Leia mais

Manual do Proprietário

Manual do Proprietário Manual do Proprietário 1 Índice SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR TÉRMICO... 2 INTRODUÇÃO... 2 USO CORRETO... 2 APLICAÇÕES... 3 MANUTENÇÃO... 3 LIMPEZA DO VIDRO DOS COLETORES... 3 TROCA DO TERMOSTATO... 1 TROCA

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 10 psig CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO pés /min PRESSÃO MÁX.

Leia mais

www.imbil.com.br 1 1

www.imbil.com.br 1 1 www.imbil.com.br 1 1 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção, e curvas características de cada

Leia mais

SUB 4 e SUB 6. A geração de soluções

SUB 4 e SUB 6. A geração de soluções SUB 4 e SUB 6. A geração de soluções para bombeamento de águas subterrâneas. A Franklin Electric agregou conhecimento e tecnologia para lançar no mercado brasileiro uma inovadora linha de produtos. Fabricados

Leia mais

AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO

AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO !" AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO 1- INTRODUÇÃO O transporte de água (ADUÇÃO) pode ser realizado das seguintes formas: a) Por GRAVIDADE Utilizando Conduto Livre (Canal) b) Por GRAVIDADE Utilizando

Leia mais

SMART Control Manual de Instruções

SMART Control Manual de Instruções SMART Control Manual de Instruções Para utilizar corretamente esse dispositivo, leia este manual de instruções cuidadosamente antes de usar. precauções de segurança Este símbolo, juntamente com uma das

Leia mais

CATÁLOGO DE SELEÇÃO DE CURVAS E CABOS

CATÁLOGO DE SELEÇÃO DE CURVAS E CABOS CATÁOGO DE SEEÇÃO DE CURVAS E CABOS S 4BPS / BHS CT 255-10-14 60 Hz 1 2 TECNOOGIA E DESENVOVIMENTO NO BRASI E NO MUNDO Fundada em 1912, no Japão, a EBARA é atualmente um dos principais fabricantes mundiais

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E GARANTIA

MANUAL DE INSTALAÇÃO E GARANTIA .. MANUAL DE INSTALAÇÃO E GARANTIA A embalagem do Pressurizador Tango SFL contém:» 1 Equipamento Pressurizador» 2 Registros de Esfera com união;» 1 Manual de Instalação com Certificado de Garantia. ÍNDICE

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig CT MSA./2 WTA./2 CSA./2 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSA./2 WTA./2 ESTÁGIO psig CSA./2 ESTÁGIO psig TÉRMINO DE COMERCIALIZAÇÃO ABRIL/ (PRODUTO 0% IMPORTADO) MSA./2 TÉRMINO DE FABRICAÇÃO NOVEMBRO/ WAYNE

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico.

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial Motor Elétrico Módulo I Já se foi o tempo em que só simpatia garantia bons resultados em vendas.

Leia mais

DG BluePRO. Rotor vórtex recuado. eletrobombas submersíveis CATÁLOGO DE PRODUTOS 3/2010. Características gerais

DG BluePRO. Rotor vórtex recuado. eletrobombas submersíveis CATÁLOGO DE PRODUTOS 3/2010. Características gerais eletrobombas submersíveis AÁLOO DE PRODUOS /00 Rotor vórtex recuado aracterísticas gerais Rotor vórtex recuado Potência Polos Saída Vazão máx. Altura máx. 0,7,5 kw AS / - vertical max 50 mm.6 l/s 5. m

Leia mais

Shurflo série 8000. * Para recalque acima de 20 metros deverá ser usado 02 módulos de 85Wp.

Shurflo série 8000. * Para recalque acima de 20 metros deverá ser usado 02 módulos de 85Wp. Shurflo série 8000 A shurflo série 8000 é ideal para aplicações residenciais e rurais que necessitem de alta pressão com fluxo superior a 4,6 l/min com baixa amperagem, podendo recalcar até 42,0 metros.

Leia mais

KSB KRT. Bombas submersíveis DN 40 a DN 700 para instalação úmida Ferro fundido e vários materiais para esgoto municipal e industrial

KSB KRT. Bombas submersíveis DN 40 a DN 700 para instalação úmida Ferro fundido e vários materiais para esgoto municipal e industrial Manual técnico A 2553.0P/1 KSB KRT Bombas submersíveis DN 40 a DN 700 para instalação úmida Ferro fundido e vários materiais para esgoto municipal e industrial 60 Hz limite padrão Para projetos com características

Leia mais

Bomba Centrífuga Residencial Série BCR2000 Série BCR2000-V

Bomba Centrífuga Residencial Série BCR2000 Série BCR2000-V omba entrífuga esidencial Série Série -V Aplicações omba para água limpa esidências hácaras Indústrias Sistemas específicos Detalhes Técnicos Voltagem única, V ou V Motor monofásico, II Pólos, z, rpm,

Leia mais

TRANSFORME SEU BANHO EM UM MOMENTO INESQUECÍVEL.

TRANSFORME SEU BANHO EM UM MOMENTO INESQUECÍVEL. NOVA LINHA TRANSFORME SEU BANHO EM UM MOMENTO INESQUECÍVEL. AQUECEDOR DE ÁGUA A GÁS DE PASSAGEM LINHA AQUECEDOR DE ÁGUA PARA BANHO O novo grau de conforto. VOCÊ PEDIU E A RHEEM ATENDEU Linha Completa de

Leia mais

SISTEMA HIDRAULICO PARA ELEVADORES CONFORTO TOTAL ACESSIBILIDADE TOTAL

SISTEMA HIDRAULICO PARA ELEVADORES CONFORTO TOTAL ACESSIBILIDADE TOTAL SISTEMA HIDRAULICO PARA ELEVADORES CONFORTO TOTAL ACESSIBILIDADE TOTAL Obrigado por escolher equipamentos FLUHYDRO SYSTEMS. Os sistemas óleo hidráulicos são hoje, as melhores, mais seguras e econômicas

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Este manual também pode ser visualizado através do site www.amanco.com.br > Produtos > Predial > Reservatórios

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Este manual também pode ser visualizado através do site www.amanco.com.br > Produtos > Predial > Reservatórios Bomba d Água Amanco Modelos XKM60 110V XKM60 220V XKM80 110V XKM80 220V MANUAL DE INSTALAÇÃO M a n u a l d e I n s t a l a ç ã o B o m b a d Á g u a A m a n c o Este manual também pode ser visualizado

Leia mais

TABELA DE SELEÇÃO 60 Hz

TABELA DE SELEÇÃO 60 Hz Bombas Hidráulicas Filtros para Piscinas Bombas Submersas Sistemas de Pressurização TABELA DE SELEÇÃO 60 Hz Edição 2014 Soluções Inteligentes em Bombeamento e Tratamento de Líquidos www.dancor.com.br

Leia mais

Palestrante : Maj BM Polito

Palestrante : Maj BM Polito SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SERVIÇOS TÉCNICOS Palestrante : Maj BM Polito SUMÁRIO 1- PARÂMETROS PARA EXIGÊNCIAS DE SISTEMAS

Leia mais

Introdução... 1. Aplicação / Características... 2. Material / Acabamento... 3. Instalação / Cavitação / NPSH... 4. Manutenção / Limpeza...

Introdução... 1. Aplicação / Características... 2. Material / Acabamento... 3. Instalação / Cavitação / NPSH... 4. Manutenção / Limpeza... Índice Introdução... 1 Aplicação / Características... 2 Material / Acabamento... 3 Instalação / Cavitação / NPSH... 4 Manutenção / Limpeza... Tipos de Selos Mecânicos... 6 Composição dos Selos Mecânicos...

Leia mais

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo.

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo. BOLETIM DE GARANTIA (N o 05 / 2013) Código de erro do Cassete e Piso-Teto No. TIPO DESCRIÇÃO Flash Blink Código Nota 1 Falha 2 Falha 3 Falha 4 Falha 5 Falha 6 Falha Placa acusa erro no sensor de temperatura

Leia mais

TPF-WE-H-BR-TC11AR TPF-WE-H-BR-TC5A

TPF-WE-H-BR-TC11AR TPF-WE-H-BR-TC5A MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO E CERTIFICADO DE GARANTIA TPF-WE-H-BR-TC11AR TPF-WE-H-BR-TC5A 340W 220V Ler atentamente o Manual de Instalação e o Certificado de Garantia antes de instalar

Leia mais

1 - SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR

1 - SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR 1 - SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR O uso da energia solar como sistema de aquecimento, tem como principal finalidade reduzir os custos da energia elétrica. O aquecedor solar Solarsol é solução ideal para

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DAS BOMBAS E MOTOBOMBAS 2010-A

MANUAL DE INSTRUÇÕES DAS BOMBAS E MOTOBOMBAS 2010-A MANUAL DE INSTRUÇÕES DAS BOMBAS E MOTOBOMBAS 20-A SOLUÇÕES EM BOMBEAMENTO COM A SEGURANÇA DE FAZER BEM FEITO. INJETORAS AUTOASPIRANTES CENTRÍFUGAS MULTIESTÁGIOS SUBMERSÍVEIS Consulte o nosso site e conheça

Leia mais

VENTILADORES LIMIT LOAD

VENTILADORES LIMIT LOAD VENTILADORES LIMIT LOAD UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES LIMIT LOAD Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: ELSC 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

INTRODUÇÃO NOTAS. www.imbil.com.br 3

INTRODUÇÃO NOTAS. www.imbil.com.br 3 www.imbil.com.br 1 www.imbil.com.br 2 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha INI-K e INI-O de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção, e

Leia mais

DODF Nº 237 14 de dezembro de 2000 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PORTARIA Nº 49/2000-CBMDF, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2000

DODF Nº 237 14 de dezembro de 2000 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PORTARIA Nº 49/2000-CBMDF, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2000 DODF Nº 237 14 de dezembro de 2000 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PORTARIA Nº 49/2000-CBMDF, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2000 Aprova a Norma Técnica nº 004/2000-CBMDF, sobre o Sistema de Proteção

Leia mais

V 2. 1.7 Perda de carga localizada (h L. Borda-Belanger formulou que

V 2. 1.7 Perda de carga localizada (h L. Borda-Belanger formulou que 1.7 Perda de carga localizada (h L ) Borda-Belanger formulou que h L K l V 2 2g onde k L é um coeficiente de perda de carga localizada que é função do número de Reynolds e da geometria da peça. É obtido

Leia mais

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS Item essencial para qualquer tipo de piscina. É nela que ficam acondicionados o Sistema Filtrante (Filtro e Bomba) registros, válvulas, fios e acionadores.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS SETOR DE ENGENHARIA RURAL. Prof. Adão Wagner Pêgo Evangelista

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS SETOR DE ENGENHARIA RURAL. Prof. Adão Wagner Pêgo Evangelista UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE AGRONOMIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS SETOR DE ENGENHARIA RURAL Prof. Adão Wagner Pêgo Evangelista 4 - ESTAÇÕES DE RECALQUE: BOMBAS 4.1 Introdução No estudo das máquinas

Leia mais

Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia Elétrica em Sistemas de Bombeamento

Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia Elétrica em Sistemas de Bombeamento VI SEREA Seminário Iberoamericano sobre Sistemas de Abastecimento Urbano de Água EFICIÊNCIA HIDRÁULICA E ENERGÉTICA EM SANEAMENTO Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia

Leia mais

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS

COMPRESSOR MANUAL DO PROPRIETÁRIO DENTAL/MEDICAL OIL-FREE WWW.SCHUSTER.IND.BR PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS COMPRESSOR S55 DENTAL/MEDICAL OIL-FREE MANUAL DO PROPRIETÁRIO COMPRESSOR S55 110V PERIFÉRICOS ODONTOLÓGICOS WWW.SCHUSTER.IND.BR 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. INTRODUÇÃO... 3 3. TERMOS DE GARANTIA... 3 4. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

Tipo: joelho 45º PVC soldável, diâmetros 50, 32 e 25 mm. Fabricação: Tigre, Amanco ou equivalente. Aplicação: na mudança de direção das tubulações.

Tipo: joelho 45º PVC soldável, diâmetros 50, 32 e 25 mm. Fabricação: Tigre, Amanco ou equivalente. Aplicação: na mudança de direção das tubulações. ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 05.01.000 ÁGUA FRIA 05.01.200 Tubulações e Conexões de PVC Rígido 05.01.201 Tubo Tipo: tubo PVC rígido soldável, classe 15, diâmetros 85, 60, 50, 32 e 25 mm. Aplicação: nas

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI CÓD: MAN001-10 REVISÃO: 00 27/09/2010 ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 1. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO...6 2. IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO...6

Leia mais

Sistemas de Bombeamento Através de Energia Solar

Sistemas de Bombeamento Através de Energia Solar Sistemas de Bombeamento Através de Energia Solar Introdução Uma das vantajosas aplicações para energia solar é o bombeamento d água. Em sistemas que requerem bombeamento constante ou durante o período

Leia mais