Preçário. PT Pay, S.A. Instituição de Pagamento. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 27-jul-2016

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Preçário. PT Pay, S.A. Instituição de Pagamento. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 27-jul-2016"

Transcrição

1 Preçário PT Pay, S.A. Instituição de Pagamento Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo da PT Pay, S.A., contém o Folheto de Comissões e Despesas (que incorpora os valores máximos de todas as comissões bem como o valor indicativo das principais despesas). O Preçário pode ser consultado no site O Folheto de Comissões e Despesas pode ainda ser consultado no Portal do Cliente Bancário, em Preçário elaborado em cumprimento do disposto no Aviso n.º 8/2009.

2 FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Reclamações Fundo de Garantia de Depósitos Datas Valor Particulares Outros clientes 5 TRANSFERÊNCIAS 13 TRANSFERÊNCIAS 5.1. Ordens de transferência Ordens de transferência Outros serviços com transferências 7 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS 14 COBRANÇAS 7.3. Outros serviços Emissão de instruções de cobrança (credor) 15 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Outros serviços PT Pay, S.A. Índice Folheto Comissões e Despesas Pág. 2/15

3 INFORMAÇÃO GERAL ( ÍNDICE) Reclamações Para a receção e resolução de reclamações, contacte: PT Pay, S.A. Customer Care Avenida Fontes Pereira de Melo, n.º 40 Contacto telefónico: Qualquer reclamação pode ainda ser dirigida ao Dept. de Supervisão Bancária do Banco de Portugal: Banco de Portugal Apartado LISBOA Fundo de Garantia de Depósitos O SALDO DA MEO WALLET NÃO SE ENCONTRA PROTEGIDO POR QUALQUER SISTEMA DE GARANTIA DE DEPÓSITOS, EM PARTICULAR PELO FUNDO DE GARANTIA DE DEPÓSITOS. PT Pay, S.A. Informação Geral e Complementar Pág. 3/15

4 INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR Datas Valor (ÍNDICE) Operações de Pagamento Carregamento Saldo MEO Wallet Referência Multibanco Transferência bancária e crédito direto em conta bancária através de homebanking Cartão de Crédito situações de receção de fundos no Saldo MEO Wallet Fundos provenientes de um outro Saldo MEO Wallet Outros casos Pagamentos ou transferências de fundos a partir do Saldo MEO Wallet Pagamentos ou transferências para outro Saldo MEO Wallet Outros casos Datavalor D+1 (a) D+1 (a) 2º dia útil (a) D 2º dia útil (a) D+1 (a) 2º dia útil (a) D+1 (a) 2º dia útil (a) D Data de Disponibilização Imediata Imediata (a) Observações (b) (b) (b) (b) (c)(d) Legenda: D: Dia de realização da operação. Nota (a) Nota (b) Nota (c) Nota (d) Até às 15 horas do dia útil, o crédito no Saldo MEO Wallet ocorre até ao primeiro dia útil seguinte; Depois das 15 horas do dia útil, o crédito no Saldo MEO Wallet ocorre até ao segundo dia útil seguinte. O carregamento do Saldo MEO Wallet corresponde à transferência de fundos da conta de origem e à sua entrada numa conta bancária detida pela PT Pay e aberta por conta de clientes, sendo essa operação depois refletida pela PT Pay no saldo da MEO Wallet do cliente. A PT Pay carregará o Saldo MEO Wallet do cliente, sem atraso injustificado, quando receba os fundos na sua conta bancária aberta por conta de cada um dos clientes. A data de disponibilização dos fundos no Saldo MEO Wallet depende do momento em que o banco utilizado pelo cliente para transferir os fundos para a conta bancária da PT Pay executa essa transferência. Para a generalidade dos bancos nacionais, é expetável que corresponda a D+1 Dia Útil. Poderão ser acordados nos termos e particulares para a retirada de fundos da MEO Wallet. Nesse caso, os montantes recebidos serão carregados no Saldo MEO Wallet dentro dos prazos aqui indicados, mas existirá um acordo entre a PT Pay e o cliente no sentido de os mesmos apenas serem retirados do Saldo MEO Wallet do cliente decorrido um determinado período, normalmente não superior a uma semana. Tratandose aqui de operações em que ocorre uma saída de fundos da MEO Wallet, a PT Pay é responsável por assegurar, junto da instituição bancária na qual estão depositados os fundos no Saldo MEO Wallet do cliente, que os mesmos são transferidos para a instituição bancária onde está a conta do beneficiário da operação. A PT Pay dará ordem para execução da transferência, sem atraso injustificado, no próprio dia, se a receção da ordem do cliente ocorrer até às 15 horas de dia útil. As transferências ordenadas após as 15 horas ou em dias não úteis, serão ordenadas no dia útil seguinte. A DataValor e a Data de Disponibilização dependerão, no entanto, do serviço prestado pelo banco do beneficiário da operação. Dever de Informação Ao abrigo do DecretoLei nº. 317/2009 do Banco de Portugal, informase: Data valor: a data máxima a partir da qual a transferência ou carregamento se tornam efectivos, passíveis de serem movimentados pelo beneficiário. Data de disponibilização: o momento a partir do qual o titular pode livremente proceder à movimentação dos fundos carregados no Saldo MEO Wallet. Dia Útil: Qualquer dia em que a PT Pay esteja aberta, em Lisboa, Portugal, para a execução de uma Operação de Pagamento através do ou para o Saldo PT Pay, S.A. Informação Geral e Complementar Pág. 4/15

5 5. TRANSFERÊNCIAS (CLIENTES PARTICULARES) (ÍNDICE) 5.1. Ordens de transferência 5.1.A) Clientes Particulares com domicílio fiscal em Portugal Continental (2) Condições 1. Transferências Internas / Nacionais 1.1 Para conta domiciliada na própria Instituição com o mesmo ordenante e beneficiário / com ordenante e beneficiário distintos Transferências entre Saldos MEO Wallet 1.2 Para conta domiciliada noutra Instituição Com indicação de IBAN (não são permitidas transferências sem indicação de IBAN) Transferências de Saldo MEO Wallet para conta bancária domiciliada em Portugal 1,630% IVA 23% Particulares 5.1.B) Clientes Particulares com domicílio fiscal na Madeira (2) Condições 1. Transferências Internas / Nacionais 1.1 Para conta domiciliada na própria Instituição com o mesmo ordenante e beneficiário / com ordenante e beneficiário distintos Transferências entre Saldos MEO Wallet 1.2 Para conta domiciliada noutra Instituição Com indicação de IBAN (não são permitidas transferências sem indicação de IBAN) Transferências de Saldo MEO Wallet para conta bancária domiciliada em Portugal 1,640% IVA 22% Particulares 5.1.C) Clientes Particulares com domicílio fiscal nos Açores (2) Condições 1. Transferências Internas / Nacionais 1.1 Para conta domiciliada na própria Instituição com o mesmo ordenante e beneficiário / com ordenante e beneficiário distintos Transferências entre Saldos MEO Wallet 1.2 Para conta domiciliada noutra Instituição Com indicação de IBAN (não são permitidas transferências sem indicação de IBAN) Transferências de Saldo MEO Wallet para conta bancária domiciliada em Portugal 1,695% IVA 18% Particulares despesas associadas Poderão ser cobrados custos e encargos adicionais associados aos serviços prestados, conforme acordado no contexto da disponibilização do serviço. (4) Nota (1) Todas as comissões explicitadas, quando percentuais, estão sujeitas a um valor mínimo de 0,01 (IVA incluído). Nota (2) O IVA é de 23% no Continente, de 22% na Madeira e de 18% nos Açores. Nota Condições cobradas pelos bancos recetores das transferências. Nota (4) Por exemplo, custos extraordinários incorridos pela PT Pay perante as entidades detentoras dos meios de pagamento (ex: VISA, Mastercard) no âmbito de eventuais reversões de transações (chargebacks) ordenadas pelo cliente. PT PAY, SA Transferências / Particulares Pág. 5 /15

6 7. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (CLIENTES PARTICULARES) (ÍNDICE) 7.3. Outros serviços 7.3.A) Clientes Particulares com domicílio fiscal em Portugal Continental (2) Carregamento de saldo MEO Wallet através de instrumentos emitidos por terceiros Carregamento de saldo MEO Wallet por transferência bancária Carregamento de saldo MEO Wallet por referência MB (5) 0,810% IVA 23% Carregamento de saldo MEO Wallet por cartão bancário 0,810% IVA 23% Sujeito às Condições Particulares (4) Comissões por contacto com o cliente Envio de 2ª via de termos e em suporte papel comissões por solicitações adicionais do cliente Comissões de manutenção de Saldo MEO Wallet Comissão de manutenção de conta de pagamento (Saldo MEO Wallet) inativa Comissões de devolução de carregamentos Comissão de devolução de carregamentos de países não SEPA 12,195 IVA 23% 24,390 IVA 23% 8,13 IVA 23% 2,85 IVA 23% (6) 7.3.B) Clientes Particulares com domicílio fiscal na Madeira (2) Carregamento de saldo MEO Wallet através de instrumentos emitidos por terceiros Carregamento de saldo MEO Wallet por transferência bancária Carregamento de saldo MEO Wallet por referência MB (5) 0,820% IVA 22% Carregamento de saldo MEO Wallet por cartão bancário 0,820% IVA 22% Sujeito às Condições Particulares (4) Comissões por contacto com o cliente Envio de 2ª via de termos e em suporte papel comissões por solicitações adicionais do cliente Comissões de manutenção de Saldo MEO Wallet Comissão de manutenção de conta de pagamento (Saldo MEO Wallet) inativa 12,295 IVA 22% 24,590 IVA 22% 8,20 IVA 22% (6) Comissões de devolução de carregamentos Comissão de devolução de carregamentos de países não SEPA 2,87 IVA 22% PT PAY, SA Outros serviços / Particulares Pág. 6 /15

7 7. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (CLIENTES PARTICULARES) (ÍNDICE) 7.3.C) Clientes Particulares com domicílio fiscal nos Açores (2) Carregamento de saldo MEO Wallet através de instrumentos emitidos por terceiros Carregamento de saldo MEO Wallet por transferência bancária Carregamento de saldo MEO Wallet por referência MB (5) 0,850% IVA 18% Carregamento de saldo MEO Wallet por cartão bancário 0,850% IVA 18% Sujeito às Condições Particulares (4) Comissões por contacto com o cliente Envio de 2ª via de termos e em suporte papel comissões por solicitações adicionais do cliente Comissões de manutenção de Saldo MEO Wallet Comissão de manutenção de conta de pagamento (Saldo MEO Wallet) inativa 12,710 IVA 18% 25,420 IVA 18% 8,48 IVA 18% (6) Comissões de devolução de carregamentos Comissão de devolução de carregamentos de países não SEPA 2,97 IVA 18% despesas associadas Poderão ser cobrados custos e encargos adicionais associados aos serviços prestados, conforme acordado no contexto da disponibilização do serviço. (7) Nota (1) Todas as comissões explicitadas, quando percentuais, estão sujeitas a um valor mínimo de 0,01 (IVA incluído). Nota (2) O IVA é de 23% no Continente, de 22% na Madeira e de 18% nos Açores. Nota Apenas são aceites transferências bancárias em, e de países aderentes ao protocolo SEPA ( União Europeia 28: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Roménia e Suécia. Territórios ultramarinos: Gibraltar, Guadalupe, Guiana Francesa, Martinica, Mayotte, Reunião, São Bartolomeu, São Martinho, São Pedro e Miquelon. EEE + Suíça, Mónaco e San Marino 6: Islândia, Liechtenstein, Noruega + Suíça, Mónaco e San Marino). Transferências que não respeitem estas serão devolvidas ao ordenante, mediante uma comissão de 3,5. Exemplo: Face a um carregamento de 100 proveniente de país não SEPA, a PT Pay procederá à devolução de 100 3,5 (IVA incluído). Nota (4) Condições cobradas pelos bancos emissores das transferências. Nota (5) O carregamento de saldo MEO Wallet por referência MB pode ser concretizado via homebanking ou ATM. Nota (6) Para contas inativas por um período superior a um ano o cliente é notificado de que deverá levantar o saldo MEO Wallet da sua conta no prazo de seis meses. Após esse prazo a PT Pay reservase ao direito de cobrar uma comissão trimestral de inatividade no valor de 10,00 (IVA incluído) enquanto subsistirem fundos na conta do cliente. Nota (7) Por exemplo, despesas extraordinárias incorridas pela PT Pay perante as entidades detentoras dos meios de pagamento (ex: VISA, Mastercard) no âmbito de eventuais reversões de transações (chargebacks) ordenadas pelo cliente. PT PAY, SA Outros serviços / Particulares Pág. 7 /15

8 13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) Ordens de transferência 13.1.A) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal em Portugal Continental 1. Transferências Internas / Nacionais (Efetuadas) 1.1 Para conta domiciliada noutra Instituição Com indicação de IBAN (não são permitidas transferências sem indicação de IBAN) Transferências de Saldo para conta bancária domiciliada em Portugal < Transferências de Saldo para conta bancária domiciliada em Portugal ,000 IVA 23% Particulares (2) Particulares (2) 13.1.B) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal na Madeira 1. Transferências Internas / Nacionais (Efetuadas) 1.1 Para conta domiciliada noutra Instituição Com indicação de IBAN (não são permitidas transferências sem indicação de IBAN) Transferências de Saldo para conta bancária domiciliada em Portugal < Transferências de Saldo para conta bancária domiciliada em Portugal ,205 IVA 22% Particulares (2) Particulares (2) 13.1.C) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal nos Açores 1. Transferências Internas / Nacionais (Efetuadas) 1.1 Para conta domiciliada noutra Instituição Com indicação de IBAN (não são permitidas transferências sem indicação de IBAN) Transferências de Saldo para conta bancária domiciliada em Portugal < Transferências de Saldo para conta bancária domiciliada em Portugal ,060 IVA 18% Particulares (2) Particulares (2) PT PAY, SA Transferências / Outros Clientes Pág. 8 /15

9 13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) Outros serviços com transferências 13.2.A) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal em Portugal Continental Receção de pagamentos 1. Recebimento de pagamentos Online/TV por referência multibanco Comissão de recebimento de pagamento por referência multibanco Aquisição de entidade de pagamento exclusiva Comissão mensal de manutenção de entidade de pagamento exclusiva 2. Recebimento de pagamentos Online/TV por cartão bancário < 5% do volume de pagamentos recebidos através de cartões bancários internacionais 0,680 IVA 23% 2.000,000 IVA 23% 200,000 IVA 23% 2,000% IVA 23% 5% do volume de pagamentos recebidos através de cart ões bancários internacionais 3,500% IVA 23% 3. Recebimento de pagamentos Online/TV por Saldo de outra conta MEO Wallet 4. Recebimento de pagamentos com telemóvel por saldo de outra conta MEO Wallet 5. Reversão de ordens de pagamento 1,000% IVA 23% 1,000% (4) IVA 23% 40,00 IVA 23% (5) 13.2.B) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal na Madeira Receção de pagamentos 1. Recebimento de pagamentos Online/TV por referência multibanco Comissão de recebimento de pagamento por referência multibanco Aquisição de entidade de pagamento exclusiva Comissão mensal de manutenção de entidade de pagamento exclusiva 2. Recebimento de pagamentos Online/TV por cartão bancário 0,690 IVA 22% 2.016,390 IVA 22% 201,640 IVA 22% < 5% do volume de pagamentos recebidos através de cartões bancários internacionais 2,020% IVA 22% 5% do volume de pagamentos recebidos através de cart ões bancários internacionais 3,530% IVA 22% 3. Recebimento de pagamentos Online/TV por Saldo de outra conta MEO Wallet 1,010% IVA 22% 4. Recebimento de pagamentos com telemóvel por saldo de outra conta MEO Wallet 5. Reversão de ordens de pagamento 1,010% (4) IVA 22% 40,33 IVA 22% (5) PT PAY, SA Transferências / Outros Clientes Pág. 9 /15

10 13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) 13.2.C) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal nos Açores Receção de pagamentos 1. Recebimento de pagamentos Online/TV por referência multibanco Comissão de recebimento de pagamento por referência multibanco Aquisição de entidade de pagamento exclusiva Comissão mensal de manutenção de entidade de pagamento exclusiva 2. Recebimento de pagamentos Online/TV por cartão bancário < 5% do volume de pagamentos recebidos através de cartões bancários internacionais 5% do volume de pagamentos recebidos através de cart ões bancários internacionais 0,710 IVA 18% 2.084,750 IVA 18% 208,470 IVA 18% 2,085% IVA 18% 3,650% IVA 18% 3. Recebimento de pagamentos Online/TV por Saldo de outra conta MEO Wallet 1,040% IVA 18% 4. Recebimento de pagamentos com telemóvel por saldo de outra conta MEO Wallet 1,040% (4) IVA 18% 5. Reversão de ordens de pagamento 41,70 IVA 18% (5) despesas associadas Poderão ser cobrados custos e encargos adicionais associados aos serviços prestados, conforme acordado com o cliente no contexto da disponibilização do serviço. Nota (1) Todas as comissões explicitadas, quando percentuais, estão sujeitas a um valor mínimo de 0,01 (IVA incluído). Nota (2) Condições cobradas pelos bancos recetores das transferências. Nota Valor da percentagem calculado sobre a totalidade do montante da ordem emitida pelo Cliente, antes da dedução de quaisquer montantes pela PT Pay, S.A. Nota (4) Promocionalmente será aplicado um valor de 0,30% em Portugal Continental e Madeira, e 0,31% nos Açores, acrescido de IVA à taxa legal. Nota (5) Encargos de reversão de ordens de pagamento (chargebacks) Devoluções solicitadas pelo detentor do cartão bancário diretamente junto da entidade emitente. Em caso de chargeback de uma dada transação serão cobrados 40 em Portugal Continental (40,33 na Madeira e 41,695 nos Açores), acrescido de IVA à taxa legal, pelo tratamento do processo, e será exigida a devolução da totalidade do montante da transação (independentemente de comissões de processamento previamente cobradas). Na sequência da apresentação da devida documentação pelo titular da conta sob a qual o chargeback incide, caso se comprove o não fundamento do pedido de chargeback, será devolvida a totalidade do montante da transação, sendo imputado apenas o custo associado ao tratamento do processo. PT PAY, SA Transferências / Outros Clientes Pág. 10 /15

11 14. COBRANÇAS (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) Emissão de instruções de cobrança (credor) 14.2.A) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal em Portugal Continental Cobrança de Débitos Diretos SEPA Débito Direto SEPA 0,450 IVA 23% 14.2.B) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal na Madeira Cobrança de Débitos Diretos SEPA Débito Direto SEPA 0,450 IVA 22% 14.2.C) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal nos Açores Cobrança de Débitos Diretos SEPA Débito Direto SEPA 0,470 IVA 18% despesas associadas Poderão ser cobrados custos e encargos adicionais associados aos serviços prestados, conforme acordado no contexto da disponibilização do serviço. (2) Nota (1) Todas as comissões explicitadas, quando percentuais, estão sujeitas a um valor mínimo de 0,01 (IVA incluído). Nota (2) Por exemplo despesas extraordinárias incorridas pela PT Pay perante as entidades detentoras dos meios de pagamento no âmbito de eventuais repudiações de transações ordenadas pelo cliente. PT PAY, SA Outros serviços / Outros Clientes Pág. 11 /15

12 15. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) Outros serviços 15.3.A) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal em Portugal Continental Carregamento de saldo MEO Wallet através de instrumentos emitidos por terceiros Carregamento de saldo MEO Wallet por transferência bancária (2) Carregamento de saldo MEO Wallet por referência MB 0,810% IVA 23% Carregamento de saldo MEO Wallet por cartão bancário 0,810% IVA 23% Comissões por contacto com cliente Envio de termos e em suporte papel 12,195 IVA 23% comissões por solicitações adicionais do cliente 24,390 IVA 23% Apoio técnico valor por hora 35,000 IVA 23% Sujeito às Condições Particulares Comissões de manutenção de Saldo MEO Wallet Comissão de manutenção de conta de pagamento (Saldo MEO Wallet) inativa Comissões de devolução de carregamentos Comissão de devolução de carregamentos de países não SEPA 8,13 IVA 23% (4) 2,85 IVA 23% (2) 15.3.B) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal na Madeira Carregamento de saldo MEO Wallet através de instrumentos emitidos por terceiros Carregamento de saldo MEO Wallet por transferência bancária (2) Carregamento de saldo MEO Wallet por referência MB 0,820% IVA 22% Carregamento de saldo MEO Wallet por cartão bancário 0,820% IVA 22% Comissões por contacto com cliente Envio de termos e em suporte papel 12,295 IVA 22% comissões por solicitações adicionais do cliente 24,590 IVA 22% Apoio técnico valor por hora 35,290 IVA 22% Sujeito às Condições Particulares Comissões de manutenção de Saldo MEO Wallet Comissão de manutenção de conta de pagamento (Saldo MEO Wallet) inativa 8,20 IVA 22% (4) Comissões de devolução de carregamentos Comissão de devolução de carregamentos de países não SEPA 2,87 IVA 22% (2) PT PAY, SA Outros serviços / Outros Clientes Pág. 12 /15

13 15. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) 15.3.C) Outros Clientes com sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal nos Açores Carregamento de saldo MEO Wallet através de instrumentos emitidos por terceiros Carregamento de saldo MEO Wallet por transferência bancária (2) Carregamento de saldo MEO Wallet por referência MB 0,850% IVA 18% Carregamento de saldo MEO Wallet por cartão bancário 0,850% IVA 18% Comissões por contacto com cliente Envio de termos e em suporte papel 12,710 IVA 18% comissões por solicitações adicionais do cliente 25,420 IVA 18% Apoio técnico valor por hora 36,480 IVA 18% Sujeito às Condições Particulares Comissões de manutenção de Saldo MEO Wallet Comissão de manutenção de conta de pagamento (Saldo MEO Wallet) inativa 8,48 IVA 18% (4) Comissões de devolução de carregamentos Comissão de devolução de carregamentos de países não SEPA 2,97 IVA 18% (2) despesas associadas Poderão ser cobrados custos e encargos adicionais associados aos serviços prestados, conforme acordado no contexto da disponibilização do serviço. (5) Nota (1) Todas as comissões explicitadas, quando percentuais, estão sujeitas a um valor mínimo de 0,01 (IVA incluído). Nota (2) Apenas são aceites transferências bancárias em, e de países aderentes ao protocolo SEPA (União Europeia 28: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Roménia e Suécia. Territórios ultramarinos: Gibraltar, Guadalupe, Guiana Francesa, Martinica, Mayotte, Reunião, São Bartolomeu, São Martinho, São Pedro e Miquelon. EEE + Suíça, Mónaco e San Marino 6: Islândia, Liechtenstein, Noruega + Suíça, Mónaco e San Marino). Transferências que não respeitem estas serão devolvidas ao ordenante, mediante uma comissão de 3,5. Exemplo: Face a um carregamento de 100 proveniente de país não SEPA, a PT Pay procederá à devolução de 100 3,5 (IVA incluído). Nota Condições cobradas pelos bancos emissores das transferências. Nota (4) Para contas inativas por um período superior a um ano o cliente é notificado de que deverá levantar o saldo MEO Wallet da sua conta no prazo de seis meses. Após esse prazo a PT Pay reservase ao direito de cobrar uma comissão trimestral de inatividade no valor de 10,00 (IVA incluído) enquanto subsistirem fundos na conta do cliente. Nota (5) Por exemplo despesas extraordinárias incorridas pela PT Pay perante as entidades detentoras dos meios de pagamento (ex: VISA, Mastercard) no âmbito de eventuais repudiações de transações ordenadas pelo cliente. PT PAY, SA Outros serviços / Outros Clientes Pág. 13 /15

14 PT PAY, SA Outros serviços / Outros Clientes Pág. 14 /15

15 PT PAY, SA Outros serviços / Outros Clientes Pág. 15 /15

Canal de recepção da ordem de Transferência Telefone Internet. Operador. operador S/ 5,75 5,00 1,25 1,25 Isento Isento 1,25

Canal de recepção da ordem de Transferência Telefone Internet. Operador. operador S/ 5,75 5,00 1,25 1,25 Isento Isento 1,25 13.1. Ordens de transferência Operador 1. s Internas / Nacionais em Euros 1.1 - Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito (inclui Isento Isento Isento Isento Isento Isento Isento s SEPA)

Leia mais

Balcão. operador S/ 1,00 1,00 Grátis Grátis n/a n/a - com ordenante e beneficiário distintos. Qualquer montante 31,25

Balcão. operador S/ 1,00 1,00 Grátis Grátis n/a n/a - com ordenante e beneficiário distintos. Qualquer montante 31,25 Entrada em vigor: 15out2014 13.1. Ordens de transferência C/ operador S/ Operador 1. Transferências Internas / Nacionais Emitidas em euros 1.1 Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito com

Leia mais

Preçário UNION DE CREDITOS INMOBILIARIOS, S.A., EFC - SUCURSAL EM PORTUGAL

Preçário UNION DE CREDITOS INMOBILIARIOS, S.A., EFC - SUCURSAL EM PORTUGAL Preçário UNION DE CREDITOS INMOBILIARIOS, S.A., EFC - SUCURSAL EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO COM SEDE EM ESTADO-MEMBRO DA UNIÃO EUROPEIA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO

Leia mais

Preçário RAIZE SERVIÇOS DE GESTÃO, S. A. INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-dez-2016

Preçário RAIZE SERVIÇOS DE GESTÃO, S. A. INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-dez-2016 Preçário RAIZE SERVIÇOS DE GESTÃO, S. A. INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo da RAIZE SERVIÇOS DE GESTÃO, S. A., contém o Folheto de Comissões

Leia mais

3 - Que bancos aderiram à SEPA? A lista de bancos aderentes está disponível no site do EPC (European Payments Council).

3 - Que bancos aderiram à SEPA? A lista de bancos aderentes está disponível no site do EPC (European Payments Council). Perguntas 1 - O que é a SEPA? 2 - Que países fazem parte da SEPA? 3 - Que bancos aderiram à SEPA? 4 - Quais as vantagens SEPA? 5 - Qual o calendário da SEPA? 6 - O que são o IBAN e o BIC e para que servem?

Leia mais

Mínimo de abertura: Não aplicável. Não aplicável (conta não remunerada)

Mínimo de abertura: Não aplicável. Não aplicável (conta não remunerada) Designação Conta Ordenado Condições de Acesso Clientes Particulares, que efetuem a domiciliação do seu ordenado, através de transferência bancária codificada como ordenado. Modalidade Depósito à Ordem

Leia mais

BANCO SANTANDER TOTTA, SA 3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito

BANCO SANTANDER TOTTA, SA 3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito 3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito (Euros) (ÍNDICE) Redes onde o é aceite Platinum Gold MasterCard Gold Visa Gold Exclusive 1.º Titular [Outros Titulares] 2. Emissão

Leia mais

14. COBRANÇAS (OUTROS CLIENTES)

14. COBRANÇAS (OUTROS CLIENTES) 14.1. Cobrança de efeitos comerciais 1. Letras Comissões (euros) Sem Comissões iniciais Com Letras sem protesto 0,66% 12,00/650,00 -- Letras com protesto 2,00% -- 16,00/1.300,00 A comissão incide sobre

Leia mais

Preçário BANCO CTT BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO CTT BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO CTT BANCOS Consulte o FOLHETO E COMISSÕES E ESPESAS Consulte o FOLHETO E TAXAS E JURO ata de Entrada em vigor do Folheto de Comissões e espesas 10-fev-2016 ata de Entrada em vigor do Folheto

Leia mais

Preçário BANCO RURAL EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO RURAL EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO RURAL EUROPA, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco Rural Europa S.A., contém o Folheto de Comissões

Leia mais

Alterações ao preçário em vigor a partir de 01-01-2016

Alterações ao preçário em vigor a partir de 01-01-2016 Folheto de e Despesas - Particulares 1. CONTAS DE DEPÓSITO 1.1. Depósitos à ordem 1. Comissão de manutenção de conta à ordem com caderneta e conta à ordem com extrato 1.1. Conta Extrato, Conta Extrato

Leia mais

1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem Acresce imposto Outras condições 1. Comissão de gestão/manutenção de conta DO Normal (clientes particulares residentes e não residentes, maiores de 18 anos) e Outros Depósitos à

Leia mais

O papel das Alfândegas no Comércio Internacional. Jorge Carvalho Aveiro, 26 de maio de 2014

O papel das Alfândegas no Comércio Internacional. Jorge Carvalho Aveiro, 26 de maio de 2014 O papel das Alfândegas no Comércio Internacional Jorge Carvalho Aveiro, 26 de maio de 2014 Índice I. Missão e Intervenção das Alfândegas II. As Alfândegas e a Exportação III. A relação aduaneira com a

Leia mais

Preçário MAXPAY, INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS, LDA INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário MAXPAY, INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS, LDA INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário MAXPAY, INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS, LDA INSTITUIÇÕES PAGAMENTOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo da MAXPAY-Instituição de Pagamento, Lda, contém o Folheto

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 22 de outubro de 2012

Nota de Informação Estatística Lisboa, 22 de outubro de 2012 Nota de Informação Estatística Lisboa, 22 de outubro de 2 Banco de Portugal publica Suplemento sobre Estatísticas das Administrações Públicas e divulga informação trimestral adicional O Banco de Portugal

Leia mais

Emigração portuguesa na União Europeia

Emigração portuguesa na União Europeia oem Observatório da Emigração Emigração portuguesa na União Europeia Os dados dos censos de 2011 Rui Pena Pires, Cláudia Pereira e Inês Espírito-Santo Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro

Leia mais

Cartão Millennium bcp Free Refeição

Cartão Millennium bcp Free Refeição Cartão Millennium bcp Free Refeição Reduza custos na Empresa, aumentando o rendimento disponível dos seus Colaboradores Mar.2012 ÍNDICE 1. Características Pág. 3 2. Vantagens Fiscais Pág. 4 3. Utilização

Leia mais

FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS INFORMAÇÃO GERAL INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR Reclamações Fundo de Garantia de Depósitos Datas - Valor Clientes Particulares Outros clientes 1 CONTAS DE DEPÓSITO 9 CONTAS DE

Leia mais

5. Transferências (PARTICULARES)

5. Transferências (PARTICULARES) 5.1. Ordens de transferência 1. Ordens de Transferência 1.1 - Para conta domiciliada na própria instituição de crédito (ordens emitidas) - 1.1.1 - Pontuais - Mesmo ordenante e beneficiário - Ordenante

Leia mais

Preçário MUNDITRANSFERS - INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS E CAMBIOS, LDA. INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS

Preçário MUNDITRANSFERS - INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS E CAMBIOS, LDA. INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS Preçário MUNDITRANSFERS - INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS E CAMBIOS, LDA. INSTITUIÇÃO DE PAGAMENTOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DE PREÇOS. Diferenças de preços na Europa em produtos das cadeias de lojas H&M, Zara, C&A e Body Shop.

ESTUDO COMPARATIVO DE PREÇOS. Diferenças de preços na Europa em produtos das cadeias de lojas H&M, Zara, C&A e Body Shop. ESTUDO COMPARATIVO DE PREÇOS Diferenças de preços na Europa em produtos das cadeias de lojas H&M, Zara, C&A e Body Shop Maio 2009 Realizado pela Rede de Centros Europeus do Consumidor (ECC-Net) Introdução

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CXGOLBD_20160701 Caixa Gold CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)

Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) SEGURANÇA SOCIAL Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) P 1 - O que é o Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)? É um cartão que garante a qualquer cidadão

Leia mais

FIN Ficha de Informação Normalizada

FIN Ficha de Informação Normalizada Designação Conta NB 100% Condições de acesso Modalidade Pessoas Singulares, maiores, residentes e não residentes em Portugal. Exclui-se a sua utilização por ENI s ou Profissionais Liberais no âmbito da

Leia mais

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS PALAVRAS MNE DGAE

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS PALAVRAS MNE DGAE EM POUCAS PALAVRAS OS PRIMEIROS PASSOS DATA/LOCAL DE ASSINATURA E ENTRADA EM VIGOR PRINCIPAIS MENSAGENS QUIZ 10 PERGUNTAS E RESPOSTAS OS PRIMEIROS PASSOS No século XX, depois das Guerras Mundiais (a 2ª

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CXGOFARD_20160701 Caixa Gold Ordem dos Farmacêuticos CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação

Leia mais

Ano lectivo de 2009/2010 Geografia 7ºano. A União Europeia

Ano lectivo de 2009/2010 Geografia 7ºano. A União Europeia Ano lectivo de 2009/2010 Geografia 7ºano A União Europeia A origem da UE Com o final da Segunda Guerra Mundial ( 1939-1945) e a emergência das duas grandes potências mundiais: E.U.A e União Soviética,

Leia mais

Preçário. Haitong Bank, S.A. Instituição de Crédito. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário. Haitong Bank, S.A. Instituição de Crédito. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário Haitong Bank, S.A. Instituição de Crédito Consulte o FOLHETO E COMISSÕES E ESPESAS Consulte o FOLHETO E TAXAS E JURO ata de Entrada em vigor: 7-ezembro-2012 O Preçário completo do Haitong Bank,

Leia mais

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos à ordem

Ficha de Informação Normalizada para Depósitos Depósitos à ordem Designação Condições de Acesso Conta SuperJovem Clientes Particulares. O primeiro Titular tem de ter entre os 18 e os 30 anos (inclusive). Modalidade Meios de Movimentação Moeda Depósito à Ordem. Esta

Leia mais

9. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE)

9. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) 9.1. Depósitos à ordem Euros (mín/máx) Valor anual imposto Contas NB Negócios (empresas e ENI's) Conta DO com o serviço de gestão automática de tesouraria. Montante mínimo de abertura: 250 1. Comissão

Leia mais

Balcão. operador S/ 1,70 1,70 Grátis Grátis Grátis Grátis Qualquer montante Permanentes

Balcão. operador S/ 1,70 1,70 Grátis Grátis Grátis Grátis Qualquer montante Permanentes Entrada em vigor: 15fev2017 13.1. Ordens de transferência C/ operador S/ Operador 1. Transferências Internas / Nacionais Emitidas em euros 1.1 Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito com

Leia mais

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Preçário INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Sonae Financial Services, SA, contém o Folheto de

Leia mais

Prazo Máximo - 50 anos (6) Vide (1f) - Multifunções em Simultâneo com CH - Select. Taxa Swap a 5 anos + 4,805% (3) Taxa Swap a 5 anos + 4,818% (3)

Prazo Máximo - 50 anos (6) Vide (1f) - Multifunções em Simultâneo com CH - Select. Taxa Swap a 5 anos + 4,805% (3) Taxa Swap a 5 anos + 4,818% (3) 18.1. Crédito à habitação e contratos conexos Empréstimos a taxa variável - Super Crédito Habitação Taxa Variável Taxa Anual Efectiva (TAE) 4,836% (3) - Super Crédito Habitação Taxa Variável - Select 4,836%

Leia mais

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Sonae Financial Services,

Leia mais

Quadro 1- Preços de gasolina 95 e do gasóleo nos países da UE e carga fiscal- Janeiro 2013

Quadro 1- Preços de gasolina 95 e do gasóleo nos países da UE e carga fiscal- Janeiro 2013 O preço da gasolina 95 e do gasóleo sem impostos em Portugal continua a ser superior ao da União Europeia, enquanto a carga fiscal sobre os combustíveis em Portugal é inferior à da UE por Eugénio Rosa

Leia mais

Preçário BANCO ACTIVOBANK, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-ago-2016

Preçário BANCO ACTIVOBANK, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-ago-2016 Preçário BANCO ACTIVOBANK, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01ago2016 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03ago2016 O Preçário

Leia mais

Preçário BANCO DO BRASIL AG - SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO DO BRASIL AG - SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO DO BRASIL AG - SUCURSAL EM PORTUGAL BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco do Brasil AG Sucursal em Portugal,

Leia mais

SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL

SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL (RETRIBUIÇÃO MÍNIMA MENSAL GARANTIDA NA REGIÃO) Taxas de Cobertura Abril 2012 ELABORAÇÃO: Direção de Serviços de Estatísticas do Trabalho Direção Regional do Trabalho Fevereiro

Leia mais

GALP, UM ESCÂNDALO: ESPECULAÇÃO DÁ 156 MILHÕES DE EUROS DE LUCRO EM 2010

GALP, UM ESCÂNDALO: ESPECULAÇÃO DÁ 156 MILHÕES DE EUROS DE LUCRO EM 2010 Margem de lucro das refinarias da GALP em aumentou 80,6% por barril fazendo disparar os lucros Pág. 1 GALP, UM ESCÂNDALO: ESPECULAÇÃO DÁ 156 MILHÕES DE EUROS DE LUCRO EM RESUMO A GALP acabou de divulgar

Leia mais

, , , ,

, , , , 13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Entrada em vigor: 01-julho-2016 13.1. Ordens de Transferência 1. Transferências Internas / Nacionais Emitidas 1.1. Entre Contas Bankinter

Leia mais

Lei n. o 66/2015 06 07 2015...

Lei n. o 66/2015 06 07 2015... Lei n. o 66/2015 06 07 2015 Assunto: Terceira alteração ao Decreto Lei n.º 27 C/2000, de 10 de março, trigésima sexta alteração ao Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras, aprovado

Leia mais

Linhas de Crédito. Linha Global BEI. 16 de Dezembro de 2013. Marketing Empresas e Institucionais

Linhas de Crédito. Linha Global BEI. 16 de Dezembro de 2013. Marketing Empresas e Institucionais Linhas de Crédito Linha Global BEI 16 de Dezembro de 2013 Linha Global BEI Montante Objetivo 200M - Valor máximo de enquadramento - 12,5M por empresa Apoio a projetos de investimento (prioritário) e a

Leia mais

Protocolo sobre as preocupações do povo irlandês a respeito do Tratado de Lisboa

Protocolo sobre as preocupações do povo irlandês a respeito do Tratado de Lisboa CONFERÊNCIA DOS REPRESENTANTES DOS GOVERNOS DOS ESTADOS-MEMBROS Bruxelas, 14 de maio de 2012 (OR. en) CIG 1/12 Assunto: Protocolo sobre as preocupações do povo irlandês a respeito do Tratado de Lisboa

Leia mais

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Sonae Financial Services,

Leia mais

1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES)

1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) 1.1. Depósitos à ordem Comissões Acresce Outras condições Euros (Mín/Máx) Valor Anual Imposto Produtos em Comercialização Depósito à ordem Clássica: condições de acesso não aplicáveis. Depósito à ordem

Leia mais

Indicadores socioeconómicos dos Países de Língua Portuguesa

Indicadores socioeconómicos dos Países de Língua Portuguesa Publicação anual Outubro 2014 Indicadores socioeconómicos dos Países de Língua Portuguesa Comunidade em gráficos Área terrestre Milhares de km 2 População Milhões de habitantes, PIB EUR, mil milhões, preços

Leia mais

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA

Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Preçário SONAE FINANCIAL SERVICES, SA INSTITUIÇÕES DE MOEDA ELECTRÓNICA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Sonae Financial Services,

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES)

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) 17.1. Depósitos à ordem Contas à ordem 0,000% 28,00% no Os juros obtidos estão sujeitos a retenção na fonte de imposto sobre o rendimento, à taxa que estiver em vigor na data de pagamento de juros. e (2)

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-jul-2016 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES)

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Empréstimos a taxa variável 1. Conta Corrente Taxa anual nominal (TAN) Taxa anual efetiva (TAE) Outras condições Conta Corrente spread 5,000% a 14,800% 8,495%

Leia mais

PPR Taxa Garantida 2% + O PPR Taxa Garantida 2%+ é um plano de poupança que assegura:

PPR Taxa Garantida 2% + O PPR Taxa Garantida 2%+ é um plano de poupança que assegura: Característi cas PPR Taxa Garantida 2% + O PPR Taxa Garantida 2%+ é um plano de poupança que assegura: Capital e rendimento mínimo garantido a uma taxa mínima garantida de 2% em cada ano durante o prazo

Leia mais

TERMOS DE TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS MEO WALLET

TERMOS DE TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS MEO WALLET TERMOS DE TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS MEO WALLET Estes Termos de Tratamento de Dados Pessoais regulam o tratamento dos dados pessoais, recolhidos no âmbito da abertura e gestão da Conta MEO Wallet, pela

Leia mais

75678568766775588568766775687558855885588558885768 LALABRANDS LDA R SILVA CARVALHO 307 1250-252 LISBOA

75678568766775588568766775687558855885588558885768 LALABRANDS LDA R SILVA CARVALHO 307 1250-252 LISBOA FATURA Este Original documento não é válido para efeitos fiscais 75678568766775588568766775687558855885588558885768 LALABRANDS LDA R SILVA CARVALHO 307 1250-252 LISBOA Nº Conta Cliente 1.42693089 Nº Contribuinte

Leia mais

5. TRANSFERÊNCIAS (PARTICULARES)

5. TRANSFERÊNCIAS (PARTICULARES) 5.1. Ordens de transferência Transferências Internas/Nacionais C/ operador 1. Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito Com o mesmo ordenante e beneficiário - Pontual e Isento Isento Permamente

Leia mais

13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) Ordens de transferência

13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) Ordens de transferência 13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) 13.1. Ordens de transferência Transferências Internas/Nacionais 1. Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito (internas) Com o mesmo ordenante e beneficiário

Leia mais

Tipo de Prova: Exame Data de realização: 19 de janeiro de 2015 Duração: 2 horas. Classificação. I II Total: Informações

Tipo de Prova: Exame Data de realização: 19 de janeiro de 2015 Duração: 2 horas. Classificação. I II Total: Informações CONTABILIDADE FINANCEIRA I Tipo de Prova: Exame Data de realização: 19 de janeiro de 2015 Duração: 2 horas NOME (completo) Nº de aluno(a) Licenciatura Turma Nº da Prova Classificação Grupos I II Total:

Leia mais

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Sucursal de Instituição de Crédito com sede no estrangeiro (autorizada noutro estado membro da Comunidade Europeia) Consulte o FOLHETO

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO 17.1. Depósitos à Ordem

17. CONTAS DE DEPÓSITO (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO 17.1. Depósitos à Ordem 17. CONTAS DE DEPÓSITO (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO 17.1. Depósitos à Ordem Contas à Ordem Standard Conta Mais Ordenado Remuneração Conta Bankinter (idade igual ou superior a 18 anos)

Leia mais

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Jul-2014 O Preçário completo da Unicre - Instituição

Leia mais

ASSUNTO: Fundo de Garantia de Depósitos (FGD). Reporte de saldos de depósitos para cálculo das contribuições anuais relativas ao exercício de 1997

ASSUNTO: Fundo de Garantia de Depósitos (FGD). Reporte de saldos de depósitos para cálculo das contribuições anuais relativas ao exercício de 1997 Banco de Portugal Carta-Circular nº 14/97/DSB, de17-02-1997 ASSUNTO: Fundo de Garantia de Depósitos (FGD). Reporte de saldos de depósitos para cálculo das contribuições anuais relativas ao exercício de

Leia mais

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do(a) BBVA,

Leia mais

Ficha de Informação Normalizada Cartão de Crédito

Ficha de Informação Normalizada Cartão de Crédito FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CRÉDITO ESPECIAL - CARTÕES VISA A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito

Leia mais

Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-set-2016 O Preçário completo do Banco Santander Totta,

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01-jul-2016 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 01-jul-2016 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem 1.1. Depósitos à ordem Comissões tras condições Euros (Mín/Máx) Valor Anual Imposto Conta Millennium Start: O único titular é o menor que deverá ter entre 0 e 17 anos de idade; montante mínimo de abertura:

Leia mais

prodep Surge a 1 a equipa

prodep Surge a 1 a equipa Surge a 1 a equipa Neste século existiram duas Grandes Guerras. A Segunda foi a pior. As pessoas sofreram muito. Os países ficaram destruídos. Não havia alimentos para todos. Depois da guerra era necessário

Leia mais

1. Público - Alvo O FUNDO destina-se a receber aplicações de recursos pelo público em geral, desde que sejam clientes do Banco Citibank S.A.

1. Público - Alvo O FUNDO destina-se a receber aplicações de recursos pelo público em geral, desde que sejam clientes do Banco Citibank S.A. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O FRANKLIN MAXI ACOES FUNDO DE INVESTIMENTO EM ACOES CNPJ: 09.217.033/0001-62 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

O CONSELHO DA EUROPA GUARDIÃO DOS DIREITOS HUMANOS RESUMO

O CONSELHO DA EUROPA GUARDIÃO DOS DIREITOS HUMANOS RESUMO O CONSELHO DA EUROPA GUARDIÃO DOS DIREITOS HUMANOS RESUMO Estado não-membro do Conselho da Europa (Bielorrússia) ESTADOS-MEMBROS SEDE E ESCRITÓRIOS ORÇAMENTO Albânia, Alemanha, Andorra, Arménia, Áustria,

Leia mais

Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA

Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada do Folheto de Comissões e Despesas

Leia mais

Dia da Europa 9 de maio

Dia da Europa 9 de maio Dia da Europa Comércio Internacional 1985-08 de maio de 2015 Dia da Europa 9 de maio Para assinalar o Dia da Europa, que ocorrerá a 9 de maio, o Instituto Nacional de Estatística apresenta uma análise

Leia mais

Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03-out-2014 O Preçário completo do Banco Santander Totta,

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCURSO

REGULAMENTO DE CONCURSO Índice 1. Objetivos... 2 2. Entidades Beneficiárias... 2 3. Dotação Orçamental... 2 4. Financiamento... 2 5. Despesas elegíveis... 3 6. Condições de Acesso ao Concurso... 3 7. Metodologia de Seleção dos

Leia mais

18. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

18. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 18.1. Crédito à habitação e contratos conexos Taxa Anual Nominal (TAN) Taxa Anual Efectiva (TAE) Outras condições Empréstimos a taxa variável 1. Crédito Habitação Regime Geral e Linha de Crédito Permanente

Leia mais

5. TRANSFERÊNCIAS (PARTICULARES)

5. TRANSFERÊNCIAS (PARTICULARES) 5.1. Ordens de transferência Escalões Canal de receção da ordem de transferência NB Direto NBnet Particulares* 1. Ordens de Transferência 1.1 - Para conta domiciliada na própria instituição de crédito

Leia mais

PPR SÉNIOR - 2ª Série

PPR SÉNIOR - 2ª Série Plano Poupança Reforma TIPO DE CLIENTE Particulares, Profissionais Liberais e Empresas. SEGMENTO-ALVO Destina-se essencialmente a Clientes, com perfil conservador, com idade igual ou superior a 55 anos,

Leia mais

Banco Millennium Angola

Banco Millennium Angola PREÇÁRIO Banco Millennium Angola Instituição Financeira Bancária Anexo I Tabela de e Despesas Data de entrada em Vigor: 28-Mar-2016 Anexo II Tabela de Taxas de Juro Data de entrada em Vigor: 28-Mar-2016

Leia mais

PROCURA DE TRABALHO NOUTRO PAÍS DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU NA SUÍÇA

PROCURA DE TRABALHO NOUTRO PAÍS DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU NA SUÍÇA PROCURA DE TRABALHO NOUTRO PAÍS DA UNIÃO EUROPEIA, ESPAÇO ECONÓMICO EUROPEU OU NA SUÍÇA Maio 2016 Ficha Técnica Título Procura de trabalho noutro país da União Europeia, Espaço Económico Europeu ou na

Leia mais

Preçário. REALTRANSFER Instituição de Pagamento, S.A. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 02-mar-2016

Preçário. REALTRANSFER Instituição de Pagamento, S.A. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 02-mar-2016 Preçário REALTRANSFER Instituição de Pagamento, S.A. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo da REALTRANSFER, Instituição de Pagamento, S.A., contém o Folheto de Comissões

Leia mais

Novas Tarifas e Condições 2016

Novas Tarifas e Condições 2016 Tudo Tudo 200MB Tudo 500MB Tudo 1GB Mensalidade 10,49 13,49 17,49 Internet incluída 200MB 500MB 1GB Minutos, SMS e MMS 500 Minutos, SMS e MMS para todas as redes Os minutos, SMS, MMS e internet incluída

Leia mais

Reembolso dos impostos em compras no exterior

Reembolso dos impostos em compras no exterior Reembolso dos impostos em compras no exterior O imposto que você paga nas compras lá fora pode ser devolvido no aeroporto daquele país, mediante apresentação dos cupons de compra. O que soa muito bom na

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919.

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ADVANCED 01.919.660/0001-33 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém

Leia mais

AÇÃO DE FORMAÇÃO. Serviços Mínimos Bancários

AÇÃO DE FORMAÇÃO. Serviços Mínimos Bancários AÇÃO DE FORMAÇÃO Serviços Mínimos Bancários 21 de março de 2013 CONTEÚDO FORMATIVO 3 HORAS I Gestão do orçamento familiar e poupança Identificar rendimentos e despesas (fixas e variáveis) Determinar a

Leia mais

CIDADANIA EUROPEIA ATIVA E INFORMADA

CIDADANIA EUROPEIA ATIVA E INFORMADA CIDADANIA EUROPEIA ATIVA E INFORMADA O QUE É A UNIÃO EUROPEIA? A União Europeia (UE) é uma união de países democráticos europeus, que partilham valores comuns e que se encontram empenhados num projeto

Leia mais

Alargamento de Prazo das Linhas de Crédito PME Investe - Documento de divulgação - V.1

Alargamento de Prazo das Linhas de Crédito PME Investe - Documento de divulgação - V.1 Ficha Técnica 1. Beneficiários: As empresas que tenham operações enquadradas ou já contratadas ao abrigo das Linhas de Crédito PME Investe e que à data de contratação do alargamento do prazo não tenham

Leia mais

À DISTÂNCIA GERAL. INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito TAP Platinum American Express

À DISTÂNCIA GERAL. INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito TAP Platinum American Express FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito TAP Platinum American Express A. ELEMENTOS DE

Leia mais

Obrigatoriedade de visto para estrangeiros que entram na Ucrânia. País Visto obrigatório/não obrigatório Nota *

Obrigatoriedade de visto para estrangeiros que entram na Ucrânia. País Visto obrigatório/não obrigatório Nota * Obrigatoriedade de visto para estrangeiros que entram na Ucrânia País Visto obrigatório/não obrigatório Nota * 1. Áustria Não é obrigatório o Visto para estadia 2. Afganistão PD possuidores de passaporte

Leia mais

Preçário. BANCO SANTANDER TOTTA, SA (Aplicável a Clientes Originários da Rede BANIF) BANCOS

Preçário. BANCO SANTANDER TOTTA, SA (Aplicável a Clientes Originários da Rede BANIF) BANCOS Preçário BANCO SANTANDER TOTTA, SA (Aplicável a Clientes Originários da Rede BANIF) BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Set-2016

Leia mais

Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA

Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto das Comissões

Leia mais

O Financiamento da Economia e as Empresas

O Financiamento da Economia e as Empresas O Financiamento da Economia e as Empresas Banco de Portugal Apresentação na CIP em 17/2/2009 Vítor Constâncio O FINANCIAMENTO DA ECONOMIA O FINANCIAMENTO DAS EMPRESAS O SISTEMA BANCÁRIO E O FINANCIAMENTO

Leia mais

1. OBJETIVOS VISADOS E TIPOLOGIA DAS OPERAÇÕES OU INVESTIMENTOS A APOIAR

1. OBJETIVOS VISADOS E TIPOLOGIA DAS OPERAÇÕES OU INVESTIMENTOS A APOIAR FUNDO FLORESTAL PERMANENTE - DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS APOIO AO FUNCIONAMENTO DAS EQUIPAS DE SAPADORES FLORESTAIS 2016 a 2018 (Portaria n.º 77/2015, de 16 de março, alterada pela Portaria n.º

Leia mais

Linha de Crédito PME Investe V

Linha de Crédito PME Investe V Linha de Crédito PME Investe V I - Condições gerais da Linha de Crédito PME Investe V 1. Montante das Linhas Linhas Específicas Montante Micro e Pequenas Empresas 250 milhões Geral 500 milhões Total Linha

Leia mais

NOVOS PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES CAMBIAIS

NOVOS PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES CAMBIAIS NOVOS PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES CAMBIAIS O Aviso n.º 13/2013, de 31 de Julho, do Banco Nacional de Angola, publicado a 06.08.2013, estabelece os novos e mais flexíveis procedimentos

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73. Informações referentes a Julho de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73. Informações referentes a Julho de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BRADESCO FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DIVIDENDOS 06.916.384/0001-73 Informações referentes a Julho de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Prof. Bosco Torres CE_16_União_Europeia 1

Prof. Bosco Torres CE_16_União_Europeia 1 UNIÃO EUROPEIA DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004. Outras fontes CE_16_União_Europeia 1 Blocos Econômicos

Leia mais

13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES)

13. TRANSFERÊNCIAS (OUTROS CLIENTES) 13.1. Ordens de transferência 1. Ordens de Transferência 1.1 - Para conta domiciliada na própria instituição de crédito (ordens emitidas) - 1.1.1 - Pontuais - Mesmo ordenante e beneficiário - Ordenante

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO APOIO A IDOSOS

REGULAMENTO DO CONCURSO APOIO A IDOSOS REGULAMENTO DO CONCURSO APOIO A IDOSOS Artigo 1º Objecto O presente Regulamento estabelece as normas de acesso ao concurso Apoio a Idosos. Artigo 2º Beneficiários Podem candidatar-se a este concurso instituições

Leia mais

Preçário. REALTRANSFER Instituição de Pagamento, S.A. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 13-dez-2016

Preçário. REALTRANSFER Instituição de Pagamento, S.A. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 13-dez-2016 Preçário REALTRANSFER Instituição de Pagamento, S.A. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de O Preçário completo da REALTRANSFER, Instituição de Pagamento, S.A., contém o Folheto de Comissões

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS 1- Como proceder com relação aos Mandados de Segurança?... 2 2- É possível distribuir um feito sem recolher custas iniciais?... 2 3- É necessário recolher custas referentes

Leia mais

Estou no procedimento de Dublin o que significa?

Estou no procedimento de Dublin o que significa? PT Estou no procedimento de Dublin o que significa? B Informações destinadas aos requerentes de proteção internacional no âmbito de um procedimento de Dublim, em conformidade com o artigo 4.º do Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DE CUSTAS NOS PROCESSOS DE ARBITRAGEM TRIBUTÁRIA

REGULAMENTO DE CUSTAS NOS PROCESSOS DE ARBITRAGEM TRIBUTÁRIA REGULAMENTO DE CUSTAS NOS PROCESSOS DE ARBITRAGEM TRIBUTÁRIA Artigo 1.º Âmbito e objecto O presente Regulamento e as Tabelas anexas que o integram, estabelece as taxas de arbitragem aplicáveis nos processos

Leia mais

Participantes no TALIS

Participantes no TALIS 2 Participantes no TALIS TALIS 2008: 24 países TALIS 2013: 30 países Países da OCDE Austrália Áustria Bélgica (Comunidade Flamenga) Dinamarca Espanha Estónia Holanda Hungria Islândia Irlanda Itália México

Leia mais