Governança de TI: Aspectos Gerenciais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Governança de TI: Aspectos Gerenciais"

Transcrição

1 Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança de TI: Aspectos Gerenciais 1

2 Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança é a forma como a estrutura organizacionalestá definida (papéis, direitos e responsabilidades), como as relações entre as diversas partes ocorrem (processos e práticas) e como os recursos são administrados e monitorados para que atinjam as metas estabelecidasentre a organização, seus colaboradores e principalmente clientes e como seus resultados são auditados e reportados. 2

3 Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança Corporativa... é o conjunto de processos, costumes, políticas, leis, regulamentos e instituições que regulam a maneira como uma empresa é dirigida, administrada ou controlada (http://www.profissionaisti.com.br) Governança de TI: Aspectos Gerenciais 3

4 Governança de TI: Aspectos Gerenciais A Governança de TI tem por objetivo administrar e controlar os recursos de TI com a estratégia de alinhar os processos e metas do negócio aos seus. Governança de TI: Aspectos Gerenciais 4

5 Governança de TI: Aspectos Gerenciais Ogerenciamento de serviços de TI tem por objetivo prover um serviço deti com qualidade e alinhado às necessidades do negócio, buscando sempre uma redução de custos a longo prazo. (http://pt.wikipedia.org) Governança de TI: Aspectos Gerenciais A Governança de TI está mais interessada em o que fazer?, já o Gerenciamento de Serviços de TI em como fazer? e tudo isso com o suporte de processos, frameworks, como por exemplo, o COBIT, o ITIL, o PMBOK e o CMMI. (http://www.profissionaisti.com.br) 5

6 Frameworks para a implementação de processos de Governança e Gerenciamento de TI Frameworks: COBIT -The Control Objectives for Information and related Technology 6

7 COBIT -The Control Objectives for Information and related Technology O COBIT é um framework de boas práticas de gestãoem tecnologia de informação, mantido pelo ISACA Information Systems Audit and Control Association). O COBIT disponibiliza algumas ferramentas, objetivos de controle, mapas de auditoria, técnicas de gerenciamento, métricas para avaliação dos resultados(key Performance Indicators KPI, Key Goal Indicators KGI e Critical Success Factors CSF). (http://www.isaca.org) COBIT A origem: ISACA & ITGI O ISACA -Information Systems Audit and Control Association, nasceu em 1967 para estabelecer uma fonte centralizada de informações e guias para auditoria de sistemas. Em 1976, constitui uma fundação para pesquisa e estudos sobre a governança e controles de TI, que posteriormente, em 1998 se torna o ITGI Information Technology Governance Institute que auxilia os líderes à alinhar seus objetivos de TI aos de negócios, entre outras atividades co-relacionadas. (http://www.isaca.org) (http://www.itgi.org) 7

8 COBIT A estrutura O COBIT possui quatro domínios com dois objetivos cada e 34 processos. Os domínios são: - Planejar e Organizar - Adquirir e Implementar - Entregar e Manter - Monitorar e Avaliar (http://www.isaca.org) Frameworks: ITIL Information Technology Infrastructure Library 8

9 ITIL Information Technology Infrastructure Library O ITIL é o framework mais adotado no mundo para ITSM IT Service Management (Gerenciamento de Serviços de TI), ele é utilizado para a identificação, planejamento, entrega e suporte de serviços de TI para o negócio, que aliás, ele defende que estejam sempre alinhados. O ITIL descreve as melhores práticas para ITSM e provê um framework para a governança de TI. (https://www.itil-officialsite.com) ITIL A história A primeira versão do ITIL foi publicada entre 1989 e 1995 no Reino Unido por solicitação do CCTA Central Computer and Telecommunications Agency, hoje incluído no OGC Office of Government Commerce. O objetivo foi o de estabelecer um conjunto de processose procedimentos gerenciais, organizados em disciplinas e que alcançasse o alinhamento estratégico com os negócios. Desta forma, o ITIL busca promover a gestão com foco no cliente e na qualidade dos serviços de TI. (https://www.itil-officialsite.com) 9

10 ITIL A história (continuação) Na década de 90, o ITIL foi reconhecido como um padrão e assim criada a versão 2, com 7 volumes e que se tornou base para a BS e anexo da ISO Em 2007 foi lançada a versão 3 em 5 volumes. (https://www.itil-officialsite.com) ITIL O framework 10

11 ITIL Service Support & Service Delivery Os processos do Service Support são: Incident Management; Problem Management; Configuration Management; Change Management; Release Management; Os processos do Service Delivery são: Service Level Management/SLM; Availability Management; Capacity Management; IT Service Continuity Management. (https://www.itil-officialsite.com) Frameworks: CMMI Capability Maturity Model Integration (CMMI-DEV v 1.1) 11

12 CMMI Capability Maturity Model Integration O CMM foi desenvolvido pelo SEI Software Engineering Institute (Carnegie Mellon) por solicitação do governo americano em 1986, como um guia para melhoria dos processos de software. No ano seguinte, o DoD Department of Defense, solicitou um modelo de avaliação da maturidade no processo de desenvolvimento de software e em 1991 surge o SW-CMM. (https://www.isdbrasil.com.br) O Modelo tem como objetivo estabelecer um conjunto de melhores práticas. (https://www.wikipedia.org) CMMI Capability Maturity Model Integration 12

13 CMMI Continuous View CMMI Staged View 13

14 CMMI Áreas Chave de Processo (KPA Key Process Areas) Nível 1: Inicial ( heróico ; Ad-hoc): Não possui áreas de processo. Nível 2: Gerenciado REQM (Requirements Management) PP (Project Planning) PMC (Project Monitoring and Control) SAM (Supplier Agreement Management) MA (Measurement and Analysis) PPQA (Process and Product Quality Assurance) CM (Configuration Management) (https://www.sei.cmu.edu) CMMI Áreas Chave de Processo (KPA Key Process Areas) Nível 3: Definido RD (Requirements Development) TS (Technical Solution) PI (Product Integration) VER (Verification) VAL (Validation) OPF (Organizational Process Focus) OPD (Organizational Process Definition) OT (Organizational Training) IPM (Integrated Project Management) RSKM (Risk Management) DAR (Decision Analysis and Resolution) (https://www.sei.cmu.edu) 14

15 CMMI Áreas Chave de Processo (KPA Key Process Areas) Nível 4: Quantitativamente gerenciado OPP (Organizational Process Performance) QPM (Quantitative Project Management) Nível 5: Otimizado OID (Organizational Innovation and Deployment) CAR (Causal Analysis and Resolution) (https://www.sei.cmu.edu) CMMI SCAMPI -Standard CMMI Appraisal Method for Process Improvement O Modelo possui um método para avaliar o nível de maturidade e capabilidade do processo, identificando seus pontos fortes e fracos para melhoria contínua. O método, chamado de SCAMPI, possui 3 classes de avaliação: A, B e C (onde o A é o mais rigoroso) (https://www.sei.cmu.edu) 15

16 CMMI Tempo de evolução de nível CMMI Benefícios CMMI 2007 CMMI 2010 (https://www.sei.cmu.edu) 16

17 Frameworks: PMBOK -Project Management Body of Knowledge PMBOK - Project Management Body of Knowledge O PMBOK Project Managment Body of Knowledge ( conjunto de conhecimentos em gerenciamento e projetos ) é um livro publicado pelo PMI Project Management Institute (Filadélfia, 1969), que é uma entidade sem fins lucrativos, voltada para o gerenciamento de projetos. As práticas contidas no guia são aplicáveis a todo tipo de indústria. (http://www.pmiorg) 17

18 PMBOK - Project Management Body of Knowledge O PMBOK identifica um subconjunto de um conjunto de conhecimentos, reconhecidos como boas práticas em gerenciamento de projetos, o que não significa que devem ser aplicadas para qualquer tipo de projeto. O guia estabelece um vocabulário comum e descreve de forma organizada o trabalho a ser realizado durante um projeto. (http://www.wikipedia.org) PMBOK O conjunto de conhecimentos 1. Definição do ciclo de vida e da organização e da organização de um projeto 2. Descrição dos grupos de processo: 2.1. Iniciação 2.2. Planejamento 2.3. Execução 2.4. Monitoramento e Controle 2.5. Encerramento (http://www.pmi.org) 18

19 PMBOK O conjunto de conhecimentos 3. Descrição das áreas de conhecimento, que consistem no gerenciamento de: 3.1. Integração do projeto 3.2. Escopo 3.3. Tempo 3.4. Custos 3.5. Qualidade 3.6. Recursos Humanos 3.7. Comunicações 3.8. Riscos 3.9. Aquisições (http://www.pmi.org) PMBOK O conjunto de conhecimentos 19

20 PMBOK O OPM3 O OPM3-Organizational Project Management Maturity Model, foi publicado pelo PMI em 2003 e segmenta o gerenciamento de projeto em três áreas: projetos, programas e portfólios. O OPM3 é um corpo de conhecimento sobre as melhores práticas de gerenciamento de projetos e permite que as organizações avaliarem e melhorarem a sua maturidade e assim obterem benefícios estratégicos e uma potencial vantagem competitiva. (http://www. itgovernance.co.uk/pmbok.aspx) E se não gerenciarmos os projetos corretamente? 20

21 Standish Por quê os projetos falham? PMI Por quê os projetos falham? Amostragem com 300 empresas: 76% Por problemas na comunicação 71% Pelo não cumprimento dos prazos 70% Culpam as mudanças de escopo 46% O investimento variou de R$ 1M à R$ 10M 58% Não possuem uma área de PM 20% Reportaram alguma resistência (problema cultural) 18% Raramente planejam (http://www.diegororiz.com.br/2010/05/falhas-na-gestao-de-projetos-traz-prejuizos-paraas-empresas/) 21

22 Standish Falhas em projetos Pesquisa do Standish Group dos EUA para projetos de TI: - Ficaram 189% acima do orçamento -Atrasaram 222% -Entregaram apenas 61% do acordado (funcionalidades) -Apenas 16% dos projetos foram entregues no prazo e no orçamento Standish Falhas em projetos Standish Chaos Reports 2009 : -24% Falham totalmente (cancelados ou entregues e nunca utilizados) -44% Foram entregues atrasados, com menos funcionalidades ou acima do custo estimado -32% São bem sucedidos - Defeitos em software custam US$ 60B/ano 22

23 Standish Falhas em projetos Gartner Falhas em projetos Gartner Symposium Emerging Trends / ITxpo 2008, maio: -90% dos projetos corporativos do mundo virtual vão falhar nos próximos 18 meses 23

24 Galorah Falhas em projetos -Aplicações mal definidas (falta de comunicação entre negócios e TI) contribui para 66% dos fracassos dos projetos e custam US$ 30B / ano para as empresas americanas (Forrester Research) -60% -80% das falhas de projeto resultam de pobre levantamento de requisitos, análise e gestão (Grupo Meta) -50% são retirados de produção (Gartner) -40% dos problemas são encontradas por usuários finais (Gartner) -25% -40% dos gastos em projetos são re-trabalho (Carnegie Mellon) -Até 80% dos orçamentos são consumidos para corrigir problemas causados pelas próprias organizações (Dynamic Markets Limited 2007) COBIT, ITIL, CMMI, PMBOK... Com tudo isso, teremos sucesso? 24

25 Se não messo, não gerencio É preciso definir Indicadores! 25

26 Indicadores O que é? Segundo a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), um indicador é: (...) uma ferramenta de avaliaçãoentre outras; para captar-se todo o seu sentido, devem ser interpretados de maneira científica e política. Devem, com a devida freqüência, ser complementados com outras informações qualitativas e científicas, sobretudo para explicar fatores que se encontram na origem de uma modificação do valor de um indicadorque serve de base a uma avaliação (OCDE, 2002, p. 204). Ainda no mesmo documento encontra-se outra definição de indicador: (...) parâmetro, ou valor calculado a partir dos parâmetros, fornecendo indicações sobre ou descrevendo o estado de um fenômeno, do meio ambiente ou de uma zona geográfica, de uma amplitude superior às informações diretamente ligadas ao valor de um parâmetro. (OCDE, 2002, p. 191). Indicadores O que é? Também a European Environment Agency (EEA) refere frequentemente os indicadores nos seus relatórios. Define-os como sendo: (...) uma medida, geralmente quantitativa, que pode ser usada para ilustrar e comunicar um conjunto de fenómenos complexos de uma forma simples, incluindo tendências e progressos ao longo do tempo (EEA, 2005, p. 7). Referido pelo mesmo organismo mas, agora citando o Internet Engineering Task Force (IETF): Um indicador fornece uma pista para uma matéria de largo significado ou torna perceptível uma tendência ou fenómeno que não é imediatamente detectável. Um indicador é um sinal ou sintoma que torna algo conhecível com um razoável grau de certeza. Um indicador revela, dá evidência, e a sua significância estende-se para além do que é actualmente medido a um grande nível deinteresse do fenómeno (IETF referido por EEA, 2005, p. 7). 26

27 Indicadores Como definir 1.Definir o quê deseja medir e espera deste indicador 2. Definir o por quê deste indicador e o quê faremos com ele (ações) 3. Definir a meta esperada 4. Definir o método de cálculo 5. Definir a freqüência da medição 6. Definir o responsável pela medição 7. Definir qual será a interpretação (definição operacional) Agora teremos sucesso? 27

28 Competência: habilidades + conhecimento + quem sou É necessário o apoio da alta administração, o engajamento do pessoal operacional, e todos alinhados com o negócio. Assim, a probabilidade de uma governança de sucesso aumentam 28

29 Como tudo acontece? Governança de TI: Aspectos Gerenciais Visão Missão Estratégia (alinhamento com o negócio) Itens de Ação (atividades e projetos) Indicadores Balanceamento das demandas x capacidade (recursos limitados) Priorização das demandas Medir, Controlar, Gerenciar, Governar 29

30 Perguntas? Muito obrigado! 30

CMMI for Services 4º Edição

CMMI for Services 4º Edição CMMI for Services 4º Edição Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com Agenda Objetivo CMMI for Services Um pouco de história... Entrando em detalhes escm-sp Comparativos CMMI-DEV X CMMI-SVC CMMI-SVC

Leia mais

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 1 CobIT Modelo abrangente aplicável para a auditoria e controle de processo de TI, desde o planejamento da tecnologia até a monitoração e auditoria de

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação. CMMI Visão Geral

Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação. CMMI Visão Geral Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação CMMI Visão Geral Agenda Um histórico dos modelos CMM e CMMI Modelo CMMI Suíte do modelo Representações Níveis de maturidade Áreas de processo

Leia mais

CMMI for Services. 3º Edição. Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com

CMMI for Services. 3º Edição. Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com CMMI for Services 3º Edição Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com Agenda Objetivo Pré-requisito : O que é o CMMI? Motivação CMMI for Services Um pouco de história... Entrando em detalhes Opção :

Leia mais

Descrição das Áreas de Processo

Descrição das Áreas de Processo Descrição das Áreas de Processo Níveis 2 e 3 Foco em CMMI para SW INF326 - Modelos de Qualidade de SW - Mario L. Côrtes CMMI parte B 5B - 1 Convenções gráficas Repositório de Medições Repositório de Informações

Leia mais

CMMI for Services. Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com

CMMI for Services. Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com CMMI for Services Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com Agenda Objetivo Motivação CMMI for Services Um pouco de história... Entrando em detalhes CMMI-DEV X CMMI-SVC Objetivos Apresentar o modelo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA: ÊNFASE EM ENGENHARIA DE SOFTWARE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA: ÊNFASE EM ENGENHARIA DE SOFTWARE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA: ÊNFASE EM ENGENHARIA DE SOFTWARE Jorge Augusto Lustosa Matos Nogueira COBIT, ITIL e CMMI colaborando

Leia mais

Unidade VI GOVERNANÇA DE TI. Profa. Gislaine Stachissini

Unidade VI GOVERNANÇA DE TI. Profa. Gislaine Stachissini Unidade VI GOVERNANÇA DE TI Profa. Gislaine Stachissini Capability Maturity Model Integration CMMI SW-CMM (Software Capability Maturity Model): prove informações para o aprimoramento de processos de desenvolvimento

Leia mais

Conhecendo o CMMI. Alessandro Almeida

Conhecendo o CMMI. Alessandro Almeida Conhecendo o CMMI Alessandro Almeida Agenda Objetivos Por que pensar nestas coisas? Conhecendo o CMMI Uma empresa que poderia ser a sua Objetivos Apresentar de uma forma prática e divertida o modelo CMMI,

Leia mais

Implementando CMMi utilizando uma combinação de Métodos Ágeis. Implementing CMMi using a Combination of Agile Method

Implementando CMMi utilizando uma combinação de Métodos Ágeis. Implementing CMMi using a Combination of Agile Method Implementando CMMi utilizando uma combinação de Métodos Ágeis Implementing CMMi using a Combination of Agile Method Rhavy Maia Guedes IN1149 Qualidade, Processo e Gestão de Software Agenda 2 Introdução

Leia mais

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI Pólo de Competitividade das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica TICE.PT PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços

Leia mais

SVC: Uma Constelação no Firmamento CMMI

SVC: Uma Constelação no Firmamento CMMI SVC: Uma Constelação no Firmamento CMMI Apresentação para SPIN São Paulo - Brasil 15 de Agosto de 2012 Andrés Rubinstein, CLA SM CMM Integration, IDEAL, and SCAMPI are service marks of Carnegie Mellon

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br

www.asrconsultoria.com.br www.asrconsultoria.com.br Garantia da Qualidade de Processo e Produto Direitos de Uso do Material Material desenvolvido pela ASR Consultoria e Assessoria em Qualidade Ltda. É permitido o uso deste material

Leia mais

Capítulo 5: CMMI, o Capability Maturity Model Integration

Capítulo 5: CMMI, o Capability Maturity Model Integration Capítulo 5: CMMI, o Capability Maturity Model Integration Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO90003 Capítulo 5: CMMI

Leia mais

Melhores Práticas em TI

Melhores Práticas em TI Melhores Práticas em TI Referências Implantando a Governança de TI - Da Estratégia à Gestão de Processos e Serviços - 2ª Edição Edição - AGUINALDO ARAGON FERNANDES, VLADIMIR FERRAZ DE ABREU. An Introductory

Leia mais

HERON VIEIRA AGUIAR PEPP: PROCESSO DE SOFTWARE PARA EMPRESAS DE PEQUENO PORTE BASEADO NO MODELO CMMI

HERON VIEIRA AGUIAR PEPP: PROCESSO DE SOFTWARE PARA EMPRESAS DE PEQUENO PORTE BASEADO NO MODELO CMMI HERON VIEIRA AGUIAR PEPP: PROCESSO DE SOFTWARE PARA EMPRESAS DE PEQUENO PORTE BASEADO NO MODELO CMMI Monografia apresentada ao Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Lavras como

Leia mais

A Gestão do Conhecimento por Meio da Aplicação de Modelos de Qualidade em Tecnologia da Informação

A Gestão do Conhecimento por Meio da Aplicação de Modelos de Qualidade em Tecnologia da Informação A Gestão do Conhecimento por Meio da Aplicação de Modelos de Qualidade em Tecnologia da Informação Prof. Dr. Jorge H C Fernandes Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília Junho de

Leia mais

Introdução CMMI. Qualidade e Teste de Software CMMI 1

Introdução CMMI. Qualidade e Teste de Software CMMI 1 Introdução CMMI O propósito da qualidade é estabelecer um diferencial competitivo, através de contribuições como redução de defeitos, redução de custos, redução de retrabalho e aumento da produtividade,

Leia mais

Proposta. COBIT Fundamentos. Apresentação Executiva. COBIT - Fundamentos

Proposta. COBIT Fundamentos. Apresentação Executiva. COBIT - Fundamentos COBIT Fundamentos Apresentação Executiva 1 O treinamento de Cobit Fundamentos tem como premissa capacitar o participante a compreender e controlar os riscos associados, mantendo o equilíbrio entre os investimentos

Leia mais

Gestão de Projetos CMMI e outros modelos de referência

Gestão de Projetos CMMI e outros modelos de referência Gestão de Projetos CMMI e outros modelos de referência Autora: Ivanise M. Gomes IO SEPG Manager Mercosur General Motors do Brasil, IS&S Agenda Ø Introdução Ø Visão Estratégica Ø Malcolm Baldrige Ø ISO

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Modelos de Melhores Práticas e o Modelo de Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 4 1 COBIT Control Objectives for Information and Related Technology. Abrangente

Leia mais

Information Technology Infrastructure Library (ITIL)

Information Technology Infrastructure Library (ITIL) Information Technology Infrastructure Library (ITIL) Metodologias de Sistemas 1 Profa. Rosângela Penteado Grupo Guilherme Leme Janito V. Ferreira Filho João Victor Martins Patrícia Inoue Nakagawa Rafael

Leia mais

Governança de TI. Importância para as áreas de Auditoria e Compliance. Maio de 2011. IT Governance Discussion

Governança de TI. Importância para as áreas de Auditoria e Compliance. Maio de 2011. IT Governance Discussion Governança de TI Importância para as áreas de Auditoria e Compliance Maio de 2011 Page 1 É esperado de TI mais do que deixar o sistema no ar. Page 2 O que mudou o Papel de TI? Aumento de riscos e de expectativas

Leia mais

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MELHORES PRÁTICAS PARA T.I. MODELO DE MELHORES PRÁTICAS COBIT Control Objectives for Information

Leia mais

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao 1 Tópicos Especiais Novembro - 2008 2 Referências

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial

Sistemas de Informação Empresarial Sistemas de Informação Empresarial Governança de Tecnologia da Informação parte 2 Fonte: Mônica C. Rodrigues Padrões e Gestão de TI ISO,COBIT, ITIL 3 International Organization for Standardization d -

Leia mais

2º Encontro GE-SP ITIL 05.03.2005

2º Encontro GE-SP ITIL 05.03.2005 ITIL (IT Infrastructure Library) ITIL - Information Technology Infrastructure Library Uma Introdução 2º Encontro GE-SP ITIL 05.03.2005 05/03/2005 GE-SP ITIL 1 Apresentadores Carlos Teixeira - Automidia

Leia mais

Plano de Governança de Tecnologia de Informação

Plano de Governança de Tecnologia de Informação Plano de Governança de Tecnologia de Informação Julho/2012 Junho/2014 1 Universidade Federal Fluminense Superintendência de Tecnologia da Informação Fernando Cesar Cunha Gonçalves Superintendência de Tecnologia

Leia mais

1.3 Governança de Tecnologia da Informação Modelos de Referência

1.3 Governança de Tecnologia da Informação Modelos de Referência 1 1.3 Governança de Tecnologia da Informação Modelos de Referência Princípios Ciclo de Deming Os passos são os seguintes: Plan (planejamento) : estabelecer uma meta ou identificar o problema (um problema

Leia mais

Processos Técnicos - Aulas 1 a 3

Processos Técnicos - Aulas 1 a 3 Gerenciamento de Serviços de TI Processos Técnicos - Aulas 1 a 3 A Informática, ou Tecnologia da Informação, antigamente era vista como apenas mais um departamento, como um apoio à empresa. Hoje, qualquer

Leia mais

Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL

Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL Fernando Riquelme i Resumo. A necessidade por criar processos mais eficientes,

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Tópicos Especiais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Tópicos Especiais Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao Tópicos Especiais Junho - 2008 Referências Acessos

Leia mais

Estudo do CMM e do CMMI

Estudo do CMM e do CMMI Estudo do CMM e do CMMI Autores Félix Carvalho Rodrigues fcrodrigues@inf.ufrgs.br Georgina Reategui gg@inf.ufrgs.br Manuela Klanovicz Ferreira mkferreira@inf.ufrgs.br Motivação Grande quantidade de projetos

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva

Carlos Henrique Santos da Silva GOVERNANÇA DE TI Carlos Henrique Santos da Silva Mestre em Informática em Sistemas de Informação UFRJ/IM Certificado em Project Management Professional (PMP) PMI Certificado em IT Services Management ITIL

Leia mais

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com 1 Information Technology Infrastructure Library 2 O que é o? Information Technology Infrastructure Library é uma biblioteca composta por sete livros

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Coletânea Gestão e Governança de TI TCU

Coletânea Gestão e Governança de TI TCU Coletânea Gestão e Governança de TI TCU (COBIT, ITIL, PMBOK, CMMI, Planejamento Estratégico e Modelagem de Processos) Professores: Hério Oliveira e Walter Cunha http://www.waltercunha.com http://heriooliveira.wordpress.com

Leia mais

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues Gerenciamento de TI Paulo César Rodrigues *Analista de Sistemas; *Tutor do curso de graduação em Tecnologia em Sistemas de Computação (UFF/Cederj); * Professor do curso Técnico em Informática da Prefeitura

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Apresentação Apresentação Professor Alunos Representante de Sala Frequência e Avaliação Modelos das aulas

Leia mais

ções de Processos Informaçã ção o e Inovaçõ Grinaldo Lopes de Oliveira Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

ções de Processos Informaçã ção o e Inovaçõ Grinaldo Lopes de Oliveira Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Aula 4 Metodologia para Gestão o Estratégica da Informaçã ção o e Inovaçõ ções de Processos Grinaldo Lopes de Oliveira Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Agenda Conceito

Leia mais

Grupo de Estudos ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI - ITSM Rodrigo Pementa, ITIL Certified Daniel Andrade, ITIL Certified

Grupo de Estudos ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI - ITSM Rodrigo Pementa, ITIL Certified Daniel Andrade, ITIL Certified Grupo de Estudos ITIL Gerenciamento de Serviços de TI - ITSM Rodrigo Pementa, ITIL Certified Daniel Andrade, ITIL Certified Desafios das Organizações de TI Participar na solução dos problemas de negócio;

Leia mais

Princípios orientadores. Bibliografia ITIL. Information Technology Infrastructure Library. Hugo Laibaças. 8 de Fevereiro de 2010

Princípios orientadores. Bibliografia ITIL. Information Technology Infrastructure Library. Hugo Laibaças. 8 de Fevereiro de 2010 Information Technology Infrastructure Library 8 de Fevereiro de 2010 Breve História O que é o? Benefícios Conceitos importantes Publicações Visão Geral Síntese Passado, Presente e Futuro Fim Breve História

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Mestre em Informática na área de Sistemas de Informação

Leia mais

ITIL Overview. Gestão de Serviços de TI

ITIL Overview. Gestão de Serviços de TI ITIL Overview Gestão de Serviços de TI Sobre a ILUMNA Atuando na área Gerenciamento de Serviços em TI (ITSM) desde 1997, a ILUMNA presta serviços de Consultoria, Educação e Tecnologia, com o objetivo de

Leia mais

Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com

Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com Infocon 2004 Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com Agenda Definição; Histórico; Governança Coorporativa de TI; O Modelo

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI COBIT Processos de TI Aplicativos Informações Infraestrutura Pessoas O que é o CObIT? CObIT = Control Objectives for Information and Related

Leia mais

Relato da Experiência do Processo de Institucionalização do Modelo CMMI na Dataprev

Relato da Experiência do Processo de Institucionalização do Modelo CMMI na Dataprev Artigos técnicos selecionados Relato da Experiência do Processo de Institucionalização do Modelo CMMI na Dataprev Rosana Fernandes Osório, Guilherme Tavares Motta Coordenação Geral de Qualidade de Software

Leia mais

APLICAÇÃO PARA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE MATURIDADE DA ITIL E CMMI-SVC

APLICAÇÃO PARA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE MATURIDADE DA ITIL E CMMI-SVC UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BACHARELADO APLICAÇÃO PARA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE MATURIDADE DA ITIL E CMMI-SVC CHARLES SALES BICALHO

Leia mais

Correlação entre CobiT e ITIL e norma ISO 17799

Correlação entre CobiT e ITIL e norma ISO 17799 Correlação entre CobiT e ITIL e norma ISO 17799 1. Resumo A dependência atual das organizações da sua infra-estrutura de TI (Tecnologia da Informação), associado às oportunidades, benefícios e riscos inerentes

Leia mais

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Aula Inaugural: MBA Gestão em TI T4 29/07/2009. Professor: Fernando Zaidan. Metodologia?!?

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Aula Inaugural: MBA Gestão em TI T4 29/07/2009. Professor: Fernando Zaidan. Metodologia?!? Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Aula Inaugural: MBA Gestão em TI T4 Tópicos Especiais Biblioteca de Infra-Estrutura de TI Professor: Fernando Zaidan Julho - 2009 1 2 Acessos em 17 jul. 2009: http://www.trainning.com.br/artigo_itil.html

Leia mais

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio?

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? A Tecnologia da Informação vem evoluindo constantemente, e as empresas seja qual for seu porte estão cada

Leia mais

Alta Maturidade em Gestão de Projetos

Alta Maturidade em Gestão de Projetos Alta Maturidade em Gestão de Projetos 1 Agenda Excelência, Ética e Resultados A ISD Brasil CMMI melhores práticas O que é maturidade, afinal? Alta maturidade em gestão de projetos 10 atributos de uma organização

Leia mais

CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos. Bacharel em Sistemas de Informação

CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos. Bacharel em Sistemas de Informação CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos Bacharel em Sistemas de Informação Faculdade de Informática de Presidente Prudente Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) thiago@visioncom.com.br;

Leia mais

GESTÃO DE T.I. COBIT. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. COBIT. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. COBIT José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com COBIT Control Objectives for Information and Related Technology Copyright 1996, 1998, 2000 Information Systems Audit and Control Foundation. Information

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br

www.asrconsultoria.com.br www.asrconsultoria.com.br Melhores Práticas para Melhoria do Processo de Software 22 de maio de 2006 Agenda Introdução Motivações para a Melhoria de Processos e sua importância Modelos de Qualidade de

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE Fernando L. F. Almeida falmeida@ispgaya.pt Principais Modelos Capability Maturity Model Integration (CMMI) Team Software Process and Personal Software Process (TSP/PSP)

Leia mais

Café da Manhã Corporativo

Café da Manhã Corporativo Café da Manhã Corporativo O ITIL como ferramenta de Governança de TI Palestrante: Julio Cesar R. S. Avila Palestrante: Julio Cesar R. S. Avila Especialista Newtrend em Governança de TI, é um profissional

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NBR ISO/IEC 27002: 2005 (antiga NBR ISO/IEC 17799) NBR ISO/IEC 27002:2005 (Antiga NBR ISO/IEC 17799); 27002:2013. Metodologias e Melhores Práticas em SI CobiT; Prof. Me. Marcel

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Victor Halla

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Victor Halla Unidade IV GERENCIAMENTO DE INFRAESTRUTURA Prof. Victor Halla O que é governança corporativa? É o sistema pelo qual as sociedades empresariais são dirigidas e monitoradas pelo mercado de capitais através

Leia mais

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY)

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY) Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Informática e Estatística INE Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Projetos I Professor: Renato Cislaghi Aluno: Fausto Vetter Orientadora: Maria

Leia mais

CMM Capability Maturity Model

CMM Capability Maturity Model CMM Capability Maturity Model Grupo: Espedito Anderson Américo Jean Pós-graduação Lato Sensu em Software Livre Auditoria e Segurança em Software Livre Laerte Peotta Agenda Introdução CMM CMMI CoBIT Conclusão

Leia mais

GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NA CIDADE DE APUCARANA

GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NA CIDADE DE APUCARANA Revista F@pciência, Apucarana-PR, ISSN 1984-2333, v.3, n. 9, p. 89 98, 2009. GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NA CIDADE DE APUCARANA Márcia Cristina

Leia mais

GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL.

GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL. Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Disciplina de Pós-graduação Engenharia de Software. Professor Marcelo Soares Pimenta GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL. Por: Dionatan

Leia mais

UMA ABORDAGEM PARA VIABILIZAR A ADERÊNCIA DA METODOLOGIA SCRUM AO MODELO MPS.BR NÍVEL G.

UMA ABORDAGEM PARA VIABILIZAR A ADERÊNCIA DA METODOLOGIA SCRUM AO MODELO MPS.BR NÍVEL G. UMA ABORDAGEM PARA VIABILIZAR A ADERÊNCIA DA METODOLOGIA SCRUM AO MODELO MPS.BR NÍVEL G. Magda A. Silvério Miyashiro 1, Maurício G. V. Ferreira 2, Bruna S. P. Martins 3, Fabio Nascimento 4, Rodrigo Dias

Leia mais

Modelo de Qualidade CMMI

Modelo de Qualidade CMMI Modelo de Qualidade CMMI João Machado Tarcísio de Paula UFF - Campus Rio das Ostras Resumo Este trabalho tem como objetivo explicar de forma simples o que é e como funciona o modelo de qualidade CMMI,

Leia mais

MBA Gestão da Tecnologia de Informação

MBA Gestão da Tecnologia de Informação MBA Gestão da Tecnologia de Informação Informações: Dias e horários das aulas: Segundas e Terças-feiras das 18h00 às 22h00 aulas semanais; Sábados das 08h00 às 12h00 aulas quinzenais. Carga horária: 600

Leia mais

CMMI Capability Maturity Model Integration

CMMI Capability Maturity Model Integration www.asrconsultoria.com.br CMMI Capability Maturity Model Integration Visão Geral Capability Maturity Model and CMMI are registered in the U.S. Patent and Trademark Office 1 Agenda Introdução Maturidade

Leia mais

Conhecimento em Tecnologia da Informação. CobiT 5. Apresentação do novo framework da ISACA. 2013 Bridge Consulting All rights reserved

Conhecimento em Tecnologia da Informação. CobiT 5. Apresentação do novo framework da ISACA. 2013 Bridge Consulting All rights reserved Conhecimento em Tecnologia da Informação CobiT 5 Apresentação do novo framework da ISACA Apresentação Este artigo tem como objetivo apresentar a nova versão do modelo de governança de TI, CobiT 5, lançado

Leia mais

Certificações ITIL voltam a ganhar destaque

Certificações ITIL voltam a ganhar destaque Certificações ITIL voltam a ganhar destaque Certificações em Information Technology Infrastructure Library, ou ITIL, voltou ao topo de muitas listas de contratação de TI. Métodos ITIL são projetados para

Leia mais

A Governança de TI Gestão de TI através de Portfólios

A Governança de TI Gestão de TI através de Portfólios A Governança de TI Gestão de TI através de Portfólios Sandra Sergi Santos, PMP Governança de TI Vamos começar este artigo analisando Governança de TI. A Governança de TI é a área mais crítica de uma governança

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Mestre em Informática na área de Sistemas de Informação

Leia mais

CMM Capability Maturity Model. Silvia Regina Vergilio

CMM Capability Maturity Model. Silvia Regina Vergilio CMM Capability Maturity Model Silvia Regina Vergilio Histórico O DoD patrocinou a fundação do SEI (Software Engineering Institute) na Universidade de Carnegie Mellon (Pittsburg) com o objetivo de propor

Leia mais

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Gilberto Zorello (USP) gilberto.zorello@poli.usp.br Resumo Este artigo apresenta o Modelo de Alinhamento Estratégico

Leia mais

Unidade V GOVERNANÇA DE TI

Unidade V GOVERNANÇA DE TI GOVERNANÇA DE TI Unidade V CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY (COBIT) 1 O CobiT é um guia para a gestão de TI recomendado pelo Information Systems Audit and Control Foundation (ISACF)

Leia mais

Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL

Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL Ana Clara Peixoto de Castro Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) Goiânia GO - Brasil ac.anaclara@gmail.com

Leia mais

UMA RELEITURA DOS PRINCIPAIS MODELOS DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO RESUMO

UMA RELEITURA DOS PRINCIPAIS MODELOS DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO RESUMO 201 UMA RELEITURA DOS PRINCIPAIS MODELOS DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Emerson Augusto Priamo Moraes Sandra Regina Holanda Mariano RESUMO Este artigo apresenta um conjunto de metodologias de

Leia mais

Engenharia de Software Qualidade de Software

Engenharia de Software Qualidade de Software Engenharia de Software Qualidade de Software O termo qualidade assumiu diferentes significados, em engenharia de software, tem o significado de está em conformidade com os requisitos explícitos e implícitos

Leia mais

Processos da ITIL: aplicação para avaliação do nível de maturidade baseados no CMMI-SVC

Processos da ITIL: aplicação para avaliação do nível de maturidade baseados no CMMI-SVC Processos da ITIL: aplicação para avaliação do nível de maturidade baseados no CMMI-SVC Oscar Dalfovo odalfovo@gmail.com Charles Sales Bicalho csbicalho@yahoo.com.br Rion Brattig Correia rionbr@gmail.com

Leia mais

Exercícios: Governança de TI Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com PRIMEIRA BATERIA. PMBoK

Exercícios: Governança de TI Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com PRIMEIRA BATERIA. PMBoK Exercícios: Governança de TI Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com PRIMEIRA BATERIA PMBoK 1. (FCC/ANALISTA-MPU 2007) De acordo com o corpo de conhecimento da gerência de projetos, as simulações

Leia mais

Governança de TI através do COBIT

Governança de TI através do COBIT 4.0 COBIT III Congresso de Gestão de TI Governança de TI através do COBIT GOVERNANÇA CORPORATIVA Mercado e Empresa - Relacionamentos SOCIEDADE AGENTES FINANCEIROS PROFISSIONAIS MEIO AMBIENTE GOVERNO CLIENTES

Leia mais

CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION. Prof. Késsia R. C. Marchi

CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION. Prof. Késsia R. C. Marchi CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION Prof. Késsia R. C. Marchi Modelos de maturidade Um modelo de maturidade é um conjunto estruturado de elementos que descrevem características de processos efetivos.

Leia mais

UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI

UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI 31 de Julho a 02 de Agosto de 2008 UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI Emerson augusto Priamo Moraes (UFF) emoraes@uai.com.br Sandra R. Holanda Mariano (UFF) srhm@uol.com.br Resumo Este artigo apresenta

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7 QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7 Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Disciplina: Qualidade de Software Profa. : Kátia Lopes Silva 1 CMM: DEFINIÇÃO Capability Maturity Model Um modelo que descreve como as práticas

Leia mais

Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender gerenciamento de riscos.

Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender gerenciamento de riscos. ITIL V3 Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender o gerenciamento de riscos. Porquê Governança? Porque suas ações e seus requisitos

Leia mais

A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI)

A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI) A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI) Os principais modelos de melhores práticas em TI Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP, ITIL

Leia mais

O que o Negócio quer da TI? www.companyweb.com.br Download: www.companyweb.com.br/downloads 1

O que o Negócio quer da TI? www.companyweb.com.br Download: www.companyweb.com.br/downloads 1 O que o Negócio quer da TI? www.companyweb.com.br Download: www.companyweb.com.br/downloads 1 Exemplo de Relatório Velocidade na Resolução dos incidentes 97% 95% Qualidade na resolução dos incidentes 85%

Leia mais

IMPLANTANDO CMMI EM EMPRESAS DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS DE SOFTWARE : UM ESTUDO DE CASO

IMPLANTANDO CMMI EM EMPRESAS DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS DE SOFTWARE : UM ESTUDO DE CASO Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática IMPLANTANDO CMMI EM EMPRESAS DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS DE SOFTWARE : UM ESTUDO DE CASO Matheus Benicio

Leia mais

Capítulo 2 Governança de TIC

Capítulo 2 Governança de TIC Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 2 Governança de TIC PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas de Informação.

Leia mais

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira Governança Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira 1 Definição de Governança Governança Corporativa: É a Estrutura que identifica os objetivos de uma organização e de que forma pode-se

Leia mais

apoiada por TI Professor Sérgio Rodrigues professor@sergiorodrigues.net Cenário Estratégia Corporativa Planejamento Estratégico

apoiada por TI Professor Sérgio Rodrigues professor@sergiorodrigues.net Cenário Estratégia Corporativa Planejamento Estratégico Estratégia Corporativa apoiada por TI Professor Sérgio Rodrigues professor@sergiorodrigues.net Cenário Estratégia Corporativa Planejamento Estratégico O papel da TI na Estratégia do Negócio 2 Cenário Globalização

Leia mais

CobiT 5. Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? Conhecimento em Tecnologia da Informação

CobiT 5. Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação CobiT 5 Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? 2013 Bridge Consulting All rights reserved Apresentação Sabemos que a Tecnologia da

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

Bernardo Orientador : Prof Hirata

Bernardo Orientador : Prof Hirata Model Framework for Migration based in Free Software Bernardo Orientador : Prof Hirata Santos Dumont Histórico Software Livre 1876 - Alexander Graham Bell AT&T Multics UNIX / C BSD, HP-UX,Solaris,AIX,etc..

Leia mais

CMMI Conceitos básicos. CMMI Representações contínua e por estágios. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com)

CMMI Conceitos básicos. CMMI Representações contínua e por estágios. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com) CMMI Conceitos básicos 113 CMMI integra as disciplinas de engenharia de sistemas e de engenharia de software em um único framework de melhoria de processos. 114 No tocante às disciplinas de engenharia

Leia mais

PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO PMBOK EM ORGANIZAÇÕES DE SOFTWARE PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO

PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO PMBOK EM ORGANIZAÇÕES DE SOFTWARE PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO PMBOK EM ORGANIZAÇÕES DE SOFTWARE PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno: Marcus

Leia mais

Governança Corporativa

Governança Corporativa Governança Corporativa Universidade de Mogi das Cruzes Prof. Marco Pozam mpozam@gmail.com A U L A 0 4 Maio / 2014 1 Ementa da Disciplina Definição, objetivos, origens e evolução. Governança Corporativa

Leia mais

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL A Filosofia do Gerenciamento de Serviços em TI Avanços tecnológicos; Negócios totalmente dependentes da TI; Qualidade, quantidade e a disponibilidade (infra-estrutura

Leia mais

Fátima dos Santos Mandjam

Fátima dos Santos Mandjam Universidade do Minho Escola de Engenharia Avaliação do impacto das práticas do CMMI do nível 2, no desempenho de equipas piloto de desenvolvimento de software no ensino Fátima dos Santos Mandjam Avaliação

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais