Sistema nervoso: estrutura e função

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema nervoso: estrutura e função"

Transcrição

1 Sistema nervoso: estrutura e função Prof. Gabriel Dias Rodrigues Doutorando em Fisiologia UFF Laboratório de Fisiologia do Exercício Experimental e Aplicada

2 Objetivos da aula 1. Discutir a organização geral do sistema nervoso. 2. Descrever a estrutura e a função de um nervo. 3. Definir despolarização, potencial de ação e repolarização. 4. Discutir o papel dos receptores de posição no controle do movimento. 5. Esquematizar e nomear as vias envolvidas num reflexo de retirada. 6. Discutir os centros cerebrais envolvidos no controle voluntário do movimento. 7. Descrever a estrutura e a função do sistema autônomo.

3 Organização dos sistema nervoso Sistema nervoso Sistema nervoso central (SNC) Sistema nervoso periférico (SNP) Encéfalo Medula espinhal Sensorial Motor Autônomo Somático Simpático Parassimpático

4 Organização dos sistema nervoso SNC Responde aos estímulos (voluntário e involuntário) Controle do ambiente interno Aprendizado e memória SNP Sensorial receptores vias AFERENTES SNC Motor vias EFERENTES inerva músculos efetores voluntários (músculos esqueléticos somático) e órgãos efetores involuntários (músculo cardíaco, musculatura lisa do intestino e glândulas autônomo) Powers & Howley, 2009

5 SNC SNP Powers & Howley, 2009

6 Em resumo Sistema nervoso percepção e resposta de eventos Sistema nervoso central = Encéfalo + medula espinhal Sistema nervoso periférico = Sensorial (aferente) + motor (eferente) Motor somático (voluntário) e autônomo (involuntário).

7 Objetivos da aula 1. Discutir a organização geral do sistema nervoso. 2. Descrever a estrutura e a função de um nervo. 3. Definir despolarização, potencial de ação e repolarização. 4. Discutir o papel dos receptores de posição no controle do movimento. 5. Esquematizar e nomear as vias envolvidas num reflexo de retirada. 6. Discutir os centros cerebrais envolvidos no controle voluntário do movimento. 7. Descrever a estrutura e a função do sistema autônomo.

8 Estrutura de um neurônio Brasil escola

9 Estrutura de um neurônio Diâmetro do axônio Axônios com maior bainha de mielina Velocidade de transmissão neural Impulsos mais rápidos Powers & Howley, 2009

10 Estrutura de um neurônio Powers & Howley, 2009

11 Estrutura de um neurônio Powers & Howley, 2009

12 Em resumo Estrutura do neurônio Corpo do neurônio: centro de operações (núcleo) Dendritos: Ramificações citoplasmáticas (recepção do impulso elétrico) Axônio: Fibra nervosa (transmissão do impulso elétrico) Bainha de mielina Células de Schwann nódulos de Ranvier

13 Objetivos da aula 1. Discutir a organização geral do sistema nervoso. 2. Descrever a estrutura e a função de um nervo. 3. Definir despolarização, potencial de ação e repolarização. 4. Discutir o papel dos receptores de posição no controle do movimento. 5. Esquematizar e nomear as vias envolvidas num reflexo de retirada. 6. Discutir os centros cerebrais envolvidos no controle voluntário do movimento. 7. Descrever a estrutura e a função do sistema autônomo.

14 Atividade elétrica dos neurônios Irritabilidade: Capacidade de resposta dos dendritos e do corpo do neurônio à um estímulo e convertê-lo num impulso nervoso. Condutividade: Capacidade de transmissão do impulso ao longo do axônio. Estímulo Impulso nervoso Potencial de repouso da membrana: Diferença de carga elétrica entre o meio intra e extracelular (neurônios -40mv à -75mv) Quase todos os canais de Na + fechados Maior permeabilidade da membrana plasmática ao potássio do que ao sódio Gradiente de concentração de potássio do interior para o exterior da célula Powers & Howley, 2009

15 Despolarização - Potencial de ação - Repolarização Lei do tudo ou nada disparo de uma arma Powers & Howley, 2009

16 Transmissão sináptica Impulso nervoso Vesículas sinápticas (neurônio pré-sináptico) Liberação de neurotransmissores para o interior da fenda sináptica Receptores de membrana-alvo Abertura dos canais PEPS Potenciais excitatórios pós-sinápticos Despolarização menos negativo PIPS Potenciais inibitórios pós-sinápticos Hiperpolarização mais negativo Acetilcolina (ACh) Despolarização (músculo esquelético) Repolarização (músculo cardíaco > menor FC) ACh -> Acetilcolinesterase > acetil + colina

17 Powers & Howley, 2009

18

19 Em resumo Potencial de repouso da membrana diferença de carga elétrica Estímulo despolarização potencial de ação repolarização Sinapses (comunicação entre neurônios) - vesículas neurotransmissores receptores da membrana alvo abertura dos canais PEPS x PIPS

20 Objetivos da aula 1. Discutir a organização geral do sistema nervoso. 2. Descrever a estrutura e a função de um nervo. 3. Definir despolarização, potencial de ação e repolarização. 4. Discutir o papel dos receptores de posição no controle do movimento. 5. Esquematizar e nomear as vias envolvidas num reflexo de retirada. 6. Discutir os centros cerebrais envolvidos no controle voluntário do movimento. 7. Descrever a estrutura e a função do sistema autônomo.

21 Informação sensorial e reflexos SNC SNP Proprioceptores 1. Terminações nervosas livres: sensíveis ao toque e a pressão, início do movimento 2. Receptores tipo Golgi: ligamentos que circundam as articulações, similar as terminações nervosas livres. 3. Corpúsculo de Pacini: tecidos periarticulares, se adaptam rápido ao movimento, ajuda a detectar a amplitude de rotação da articulação Quimiorreceptores Grupo III e IV de fibras aferentes Barorreceptores Seio carotídeo e arco aórtico Powers & Howley, 2009

22 Objetivos da aula 1. Discutir a organização geral do sistema nervoso. 2. Descrever a estrutura e a função de um nervo. 3. Definir despolarização, potencial de ação e repolarização. 4. Discutir o papel dos receptores de posição no controle do movimento. 5. Esquematizar e nomear as vias envolvidas num reflexo de retirada. 6. Discutir os centros cerebrais envolvidos no controle voluntário do movimento. 7. Descrever a estrutura e a função do sistema autônomo.

23 Arco reflexo PIPS Reflexo de extensão cruzada 1 Inibição recíproca Powers & Howley, 2009

24

25 Objetivos da aula 1. Discutir a organização geral do sistema nervoso. 2. Descrever a estrutura e a função de um nervo. 3. Definir despolarização, potencial de ação e repolarização. 4. Discutir o papel dos receptores de posição no controle do movimento. 5. Esquematizar e nomear as vias envolvidas num reflexo de retirada. 6. Discutir os centros cerebrais envolvidos no controle voluntário do movimento. 7. Descrever a estrutura e a função do sistema autônomo.

26 Função motora somática Transmissões de sinais (medula espinhal fibras musculares esqueléticas) Taxa de inervação= números de fibras/neurônio motor Músculos extraoculares= 23/1 x Músculos da perna= 1000/1 Powers & Howley, 2009

27 Funções de controle motor do encéfalo Powers & Howley, 2009

28 Estrutura e função do tronco encefálico Controle cardiorrespiratório e função metabólica. Manutenção da postura= Informações sensoriais (p. ex. receptores de pressão cutâneos e vestibulares). Mal de Parkinson e função motora Distúrbio de gânglios da base (movimentos lentos) dopamina síntese de

29 Estrutura e função do cérebro Córtex cerebral - 8 milhões de neurônios (1) Organização de movimentos complexos (2) Armazenamento das experiências aprendidas (3) recepção de informações sensoriais Powers & Howley, 2009

30 Córtex motor Movimento coordenado (estímulo à estruturas subcorticais) Somatório de estímulos plano de movimento

31 Cerebelo Coordenação e monitoração de movimentos complexos Controle do movimento ao feedback dos proprioceptores Movimentos balísticos rápidos córtex motor

32 Funções motoras da medula espinhal Arco reflexo controle involuntário Sintonia medular refinamento adicional Powers & Howley, 2009

33 Controle das funções motoras Estrutura Passos no plano do movimento Áreas corticais e subcorticais Impulso inicial para se mover Córtex de associação Planejamento do movimento esboço grosseiro Gânglios da base Cerebelo Planejamento do movimento fino Tálamo (diencéfalo) Estação de revezamento Córtex motor Unidades motoras Executante final do plano motor Execução do movimento desejado

34 Em resumo Unidade motora= Motoneurônio + fibras musculares por ele inervadas Taxa de inervação: número de fibras musculares/motoneurônio Encéfalo: (1) Tronco encefálico, (2) Cérebro e (3) Cerebelo Movimento voluntário: 1. Áreas corticais e subcorticais 2. Córtex de associação: movimento grosseiro 3. Plano do movimento cerebelo (mov. rápido) e gânglios da base (mov. lento) 4. Tálamo córtex motor medula (sintonia medular)- músculos esqueléticos

35 Objetivos da aula 1. Discutir a organização geral do sistema nervoso. 2. Descrever a estrutura e a função de um nervo. 3. Definir despolarização, potencial de ação e repolarização. 4. Discutir o papel dos receptores de posição no controle do movimento. 5. Esquematizar e nomear as vias envolvidas num reflexo de retirada. 6. Discutir os centros cerebrais envolvidos no controle voluntário do movimento. 7. Descrever a estrutura e a função do sistema autônomo.

36 Sistema nervoso autônomo Inervam músculos efetores (controle involuntário) Ligado a emoção e sensível ao estresse Atividade simpática: aumento da FC Atividade parassimpática: diminuição da FC Buchheit, 2005

37 Powers & Howley, 2009

38

39 REGULAÇÃO AUTONÔMICA CARDÍACA ATIVIDADE SIMPÁTICA ATIVIDADE PARASSIMPÁTICA VARIABILIDADE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA (VFC) Buchheit, 2005

40 SUP ORT Figura 1 Exemplo do poder espectral de um voluntário em posição supina (SUP) e ortostática (ORT). Dados ainda não publicados

41 Em resumo Sistema nervoso autônomo: inervam órgãos efetores (involuntários) Divido em simpático (excita o órgão, libera noroadrenalina) e parassimpático (inibe o órgão, libera acetilcolina) Variabilidade da frequência cardíaca é uma ferramenta de avaliação não invasiva e seletiva da regulação autonômica VFC diminui com a idade e aumenta com o treinamento físico Parece que a idade pode influenciar mais na VFC do que o condicionamento físico

42

43 OBRIGADO!

Organização e Estrutura do Sistema Nervoso. Dr. Flávio Aimbire

Organização e Estrutura do Sistema Nervoso. Dr. Flávio Aimbire Organização e Estrutura do Sistema Nervoso Dr. Flávio Aimbire Introdução O sistema nervoso é o mais complexo Tem função de receber informações sobre variações internas e externas e produzir respostas a

Leia mais

TECIDO NERVOSO. Profa. Daniela Carrogi Vianna

TECIDO NERVOSO. Profa. Daniela Carrogi Vianna TECIDO NERVOSO Profa. Daniela Carrogi Vianna TECIDO NERVOSO Neurônio: unidade fundamental do tecido nervoso. Função: Dendrito = receber informações/impulso nervoso Corpo Celular/Núcleo = processar informações

Leia mais

3. Fisiologia do Sistema Nervoso: sinapse e transmissão sináptica

3. Fisiologia do Sistema Nervoso: sinapse e transmissão sináptica 3. Fisiologia do Sistema Nervoso: sinapse e transmissão sináptica Organização anatômica do Sistema Nervoso Sistema Nervoso Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Encéfalo Medula

Leia mais

Potencial de Membrana e Potencial de Ação. Células Neurais e Morfologia do Neurônio. Sinapse Excitatória e Inibitória

Potencial de Membrana e Potencial de Ação. Células Neurais e Morfologia do Neurônio. Sinapse Excitatória e Inibitória Potencial de Ação, Sinapse, Transmissão Neuromuscular Potencial de Membrana e Potencial de Ação Células Neurais e Morfologia do Neurônio Impulso Nervoso Sinapse Química e Elétrica Sinapse Excitatória e

Leia mais

Aula 7: Sistema nervoso

Aula 7: Sistema nervoso Aula 7: Sistema nervoso Sistema nervoso As funções orgânicas, bem como a integração do animal no meio ambiente dependem de um sistema especial denominado sistema nervoso. Sistema nervoso O sistema nervoso

Leia mais

4. Sistema Nervoso Autonômico

4. Sistema Nervoso Autonômico 4. Sistema Nervoso Autonômico Organização anatômica do Sistema Nervoso Autonômico Responsável pelo controle e regulação das funções dos órgãos internos Regulação da musculatura lisa de diversos órgãos,

Leia mais

Tecido Nervoso. Sistema nervoso central (SNC): Vesículas Primordiais 04/11/2014

Tecido Nervoso. Sistema nervoso central (SNC): Vesículas Primordiais 04/11/2014 Tecido Nervoso Sistema nervoso central (SNC): Vesículas Primordiais Prosencéfalo (telencéfalo e diencéfalo); Mesenséfalo; Rombencéfalo (metencéfalo e mielencéfalo). 1 Sistema nervoso central Telencéfalo/Diencéfalo:

Leia mais

Regulação nervosa. Todos os seres vivos são sistemas abertos que estabelecem constantes interações com o seu ambiente.

Regulação nervosa. Todos os seres vivos são sistemas abertos que estabelecem constantes interações com o seu ambiente. Regulação nervosa Plantas e animais respondem a variações externas, permitindo manter favoráveis as condições essenciais ao equilíbrio do seu meio interno. Todos os seres vivos são sistemas abertos que

Leia mais

SISTEMA NERVOSO MOTOR

SISTEMA NERVOSO MOTOR SISTEMA NERVOSO MOTOR REFLEXOS MEDULARES A medula possui autonomia para controlar respostas simples a estímulos específicos. 1 REFLEXOS MEDULARES ARCO REFLEXO Arco monossináptico Arco polissináptico REFLEXOS

Leia mais

Divisões do Sistema Nervoso

Divisões do Sistema Nervoso SISTEMA NERVOSO Divisões do Sistema Nervoso A divisão motora do sistema nervoso divide-se em sistema nervoso somático e sistema nervoso autónomo (SNA). Sistema Nervoso Somático: Transmite os potenciais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA HORMÔNIOS E REGULAÇÃO METABÓLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA HORMÔNIOS E REGULAÇÃO METABÓLICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA HORMÔNIOS E REGULAÇÃO METABÓLICA Prof a. Dr a. Nereide Magalhães Recife, fevereiro de 2005 HORMÔNIOS Sinais hormonais

Leia mais

Generalidades e Classificação do Sistema Nervoso

Generalidades e Classificação do Sistema Nervoso FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Generalidades e Classificação do Sistema Nervoso Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Objetivos

Leia mais

SENSIBILIDADE SOMÁTICA

SENSIBILIDADE SOMÁTICA SENSIBILIDADE SOMÁTICA Sensibilidade é a capacidade de detectar e processar a informação sensorial que é gerada por um estímulo proveniente do ambiente interno ou externo ao corpo. Profa. Cláudia Herrera

Leia mais

Neurofisiologia Básica. Dr. Fábio Agertt

Neurofisiologia Básica. Dr. Fábio Agertt Neurofisiologia Básica Dr. Fábio Agertt Membrana celular Líquido extracelular rico em sódio Líquido intracelular rico em potássio Líquido intracelular rico em fosfatos e proteínas Barreira lipídica e proteínas

Leia mais

FISIOLOGIA NERVOSA. 03. Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta após realizar as associações entre as colunas:

FISIOLOGIA NERVOSA. 03. Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta após realizar as associações entre as colunas: EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM FISIOLOGIA NERVOSA 01. Qual das seguintes atividades envolve maior número de órgãos do sistema nervoso? a) Salivar ao sentir o aroma da comida gostosa b) Levantar a perna quando

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 16 HISTOLOGIA ANIMAL: TECIDO NERVOSO

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 16 HISTOLOGIA ANIMAL: TECIDO NERVOSO BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 16 HISTOLOGIA ANIMAL: TECIDO NERVOSO Sistema Nervoso Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Encéfalo Medula espinhal Nervoso Gânglios nervoso (Pequenos

Leia mais

Fisiologia Sensorial

Fisiologia Sensorial Fisiologia Sensorial Sensibilidade: É a capacidade de detectar e processar a informação sensorial que é gerada por um estímulo proveniente do ambiente interno ou externo ao corpo Para que são utilizadas

Leia mais

Sensorial. I - Mecanorreceptores

Sensorial. I - Mecanorreceptores Sensorial 35 Tipos de receptores: 1. mecanorreceptores compressão, estiramento 2. termorreceptores frio ou calor 3. nociceptores dor (lesão tecidual, física ou química) 4. eletromagnéticos luz 5. quimiorreceptores

Leia mais

SISTEMA NERVOSO INTRODUCÃO. dela recebem as diversas sensações que, com percurso inverso, são conduzidas ao sistema nervoso central.

SISTEMA NERVOSO INTRODUCÃO. dela recebem as diversas sensações que, com percurso inverso, são conduzidas ao sistema nervoso central. INTRODUCÃO O Sistema Nervoso tem a capacidade de receber, transmitir, elaborar e armazenar informações. Recebe informações sobre mudanças que ocorrem no meio externo, isto é, relaciona o indivíduo com

Leia mais

Histologia do Tecido Nervoso

Histologia do Tecido Nervoso Histologia do Tecido Nervoso Vera Regina Andrade, 2014 Tecido Nervoso Divisão Anatômica Epitelial Conjuntivo Muscular Células Epiteliais Matriz estracelular Fibra Muscular Central (SNC) Periférico (SNP)

Leia mais

02)(FATEC) O gráfico a seguir mostra a variação do potencial da membrana do neurônio quando estimulado.

02)(FATEC) O gráfico a seguir mostra a variação do potencial da membrana do neurônio quando estimulado. 01)(UFRR/2008) O ecstasy é uma das drogas ilegais mais utilizadas atualmente, conhecida como a píula-do-amor, possui uma substância chamada MDMA - metilenodioximetanfetamina- que atua sobre três neurotransmissores:

Leia mais

Encéfalo. Cerebelo Tronco encefálico Istmo. Medula Espinhal TECIDO E SISTEMA NERVOSO. Telencéfalo

Encéfalo. Cerebelo Tronco encefálico Istmo. Medula Espinhal TECIDO E SISTEMA NERVOSO. Telencéfalo TECIDO E SISTEMA NERVOSO 1 Divisão Anatômica e Funcional do Sistema Nervoso O sistema nervoso do ser humano é muito complexo a fim de realizar todas as funções de integração corporal e resposta ao ambiente.

Leia mais

Tecido Nervoso Considerações Gerais:

Tecido Nervoso Considerações Gerais: Sistema Nervoso Tecido Nervoso Considerações Gerais: - Tipos celulares: Neurônio Células da Glia ou Neuroglia - Classificação macroscópica: Substância Branca Substância Cinzenta Neurônios 1. Dendritos

Leia mais

T= telencéfalo; D= Diencéfalo; M= mesencéfalo; P= ponte; B= bulbo; C= cerebelo.

T= telencéfalo; D= Diencéfalo; M= mesencéfalo; P= ponte; B= bulbo; C= cerebelo. 1 2 3 T= telencéfalo; D= Diencéfalo; M= mesencéfalo; P= ponte; B= bulbo; C= cerebelo. 4 O sistema nervoso periférico (SNP) é a parte do sistema nervoso que se encontra fora do sistema nervoso central (SNC),

Leia mais

Mecanismos Fisiológicos de Controle da Pressão Arterial. Fernanda Burle de Aguiar - Profª de Fisiologia Humana DFP - CCS - UFPB

Mecanismos Fisiológicos de Controle da Pressão Arterial. Fernanda Burle de Aguiar - Profª de Fisiologia Humana DFP - CCS - UFPB Mecanismos Fisiológicos de Controle da Pressão Arterial Fernanda Burle de Aguiar - Profª de Fisiologia Humana DFP - CCS - UFPB , O QUE É PRESSÃO ARTERIAL? Débito Cardíaco Pressão Arterial Média Resistência

Leia mais

Coordenação do organismo

Coordenação do organismo Coordenação do organismo Sistema Nervoso Sistema hormonal Sistema responsável pela transmissão de estímulos de uma zona do corpo para outra. Sistema responsável responsável pela síntese de substâncias

Leia mais

Respostas cardiovasculares ao esforço físico

Respostas cardiovasculares ao esforço físico Respostas cardiovasculares ao esforço físico Prof. Gabriel Dias Rodrigues Doutorando em Fisiologia UFF Laboratório de Fisiologia do Exercício Experimental e Aplicada Objetivos da aula 1. Fornecer uma visão

Leia mais

7ª série Ciências Naturais

7ª série Ciências Naturais 7ª série Ciências Naturais Lista de exercícios O homem vive em sociedade e dependem do ambiente para supri todas as suas necessidades. As grandes funções vitais são desempenhadas por sistemas orgânicos,

Leia mais

SISTEMA NERVOSO TECIDO NERVOSO IMPULSO NERVOSO SINAPSE

SISTEMA NERVOSO TECIDO NERVOSO IMPULSO NERVOSO SINAPSE SISTEMA NERVOSO TECIDO NERVOSO IMPULSO NERVOSO SINAPSE DIVISÕES DO SISTEMA NERVOSO: Processamento e integração de informações O ENCEFALO ESTÁ LIGADO À MEDULA ESPINAL. Condução de informações entre órgãos

Leia mais

FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO

FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO Controle do funcionamento do ser humano através de impulsos elétricos Prof. César Lima 1 Sistema Nervoso Função: ajustar o organismo animal ao ambiente. Perceber e

Leia mais

Sistema Nervoso. Profª Ana Grabner. Ana Grabner

Sistema Nervoso. Profª Ana Grabner. Ana Grabner Universidade Paulista UNIP Anatomia dos Sistemas dos Animais Domésticos São José dos Campos, outubro de 2013 Sistema Nervoso Profª Sistema Nervoso Conceitos introdutórios Sistema Nervoso Central Encéfalo

Leia mais

Sensibilidade. Profa. Daniela Carrogi Vianna

Sensibilidade. Profa. Daniela Carrogi Vianna Sensibilidade Profa. Daniela Carrogi Vianna SENSIBILIDADE Terminações Nervosas: modificações das extremidades das fibras nervosas dos nervos. Sensitivas / Aferentes (RECEPTORES) Motoras / Eferentes RECEPTORES:

Leia mais

Célula Neural 1 Introdução

Célula Neural 1 Introdução Célula Neural 1 Introdução todos os seres vivos, mesmo os mais elementares, precisam manter o ambiente fisiológico interno mais ou menos constante. Esta característica fundamental para a manutenção da

Leia mais

DISCIPLINA DE ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL SISTEMA URINÁRIO. Prof. Dra. Camila da Silva Frade

DISCIPLINA DE ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL SISTEMA URINÁRIO. Prof. Dra. Camila da Silva Frade DISCIPLINA DE ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL SISTEMA URINÁRIO Prof. Dra. Camila da Silva Frade Qual é a função do sistema urinário? Excreção de produtos e dejetos metabólicos Regulação do volume e composição

Leia mais

Curso de Neuroanatomia Descritiva e Funcional Prof. Norberto Coimbra. (Transcrição da aula vídeo) Hoje nós vamos falar do Sistema Nervoso Somático.

Curso de Neuroanatomia Descritiva e Funcional Prof. Norberto Coimbra. (Transcrição da aula vídeo) Hoje nós vamos falar do Sistema Nervoso Somático. Aula IV Sistema eferente somático (Transcrição da aula vídeo) Hoje nós vamos falar do Sistema Nervoso Somático. É uma continuação da última aula, que seria "classificação do Sistema Nervoso segundo critérios

Leia mais

13/08/2016. Movimento. 1. Receptores sensoriais 2. Engrama motor

13/08/2016. Movimento. 1. Receptores sensoriais 2. Engrama motor Movimento 1. Receptores sensoriais 2. Engrama motor 1 Movimento Componentes Celulares e Funcionamento do Sistema Nervoso 2 O Sistema nervoso desempenha importantes funções, como controlar funções orgânicas

Leia mais

HISTOLOGIA DO TECIDO E SISTEMA NERVOSO

HISTOLOGIA DO TECIDO E SISTEMA NERVOSO HISTOLOGIA DO TECIDO E SISTEMA NERVOSO CARACTERÍSTICAS GERAIS Transmissão de impulsos nervosos Relação direta com o sistema endócrino Organização do Sistema Nervoso Humano Divisão Partes Funções Gerais

Leia mais

Glossário de Aprendizagem Motora

Glossário de Aprendizagem Motora Glossário de Aprendizagem Motora Prof. Dr. Luciano Basso Lacom_EEFE 1. Ação: a descrição da ação é feita com base na intenção e no objetivo que se pretende alcançar. Ela é identificada pela meta à qual

Leia mais

Sistema Nervoso. Sergio Ibañez Nunes

Sistema Nervoso. Sergio Ibañez Nunes Sistema Nervoso Sergio Ibañez Nunes Conceito Conjunto de estruturas que permite que o corpo reaja à modificações contínuas do ambiente interno e externo Unidade do Sistema Nervoso Neurônio Corpo Axônio

Leia mais

Controle sobre os órgãos viscerais HIPOTÁLAMO & SNA

Controle sobre os órgãos viscerais HIPOTÁLAMO & SNA Controle sobre os órgãos viscerais HIPOTÁLAMO & SNA Profa Silvia Mitiko Nishida Depto de Fisiologia Homeostasia Funções integrativas do Hipotálamo Walter B. Cannon (1871-1945) Tendência permanente do organismo

Leia mais

ANATOMIA ANA = EM PARTES TOMEIN = CORTAR

ANATOMIA ANA = EM PARTES TOMEIN = CORTAR ANATOMIA HUMANA ANATOMIA ANA = EM PARTES TOMEIN = CORTAR VARIAÇÃO ANATÔMICA Variação anatômica são variações que existem externamente e internamente de indivíduo para indivíduo sem causar prejuízo funcional

Leia mais

Núcleo de Ensino em Saúde Escola de Massoterapia APOSTILA DE FISIOLOGIA DEMEMBRANA

Núcleo de Ensino em Saúde  Escola de Massoterapia APOSTILA DE FISIOLOGIA DEMEMBRANA Fisiologia da Membrana Celular Conceito: A fisiologia estuda o funcionamento do organismo, procurando explicar a origem, desenvolvimento e progressão da vida, sendo assim, procura explicar as características

Leia mais

FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR

FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc Enfermeiro Intensivista, mestre e doutorando em Neuropsiquiatria- CCS- UFPE Docente da UPE, FUNESO, FG Plantonista da Unidade de Suporte Avançado

Leia mais

Objetivo: Como o fluxo de informação sensorial e a hierarquia do controle motor controlam os diversos tipos de movimento?

Objetivo: Como o fluxo de informação sensorial e a hierarquia do controle motor controlam os diversos tipos de movimento? Objetivo: Como o fluxo de informação sensorial e a hierarquia do controle motor controlam os diversos tipos de movimento? Roteiro da aula: 1. Tipos de movimentos gerados pelo sistema motor 2. Funções do

Leia mais

SPINS Um Simulador Neural para Visualização de Aspectos de Aprendizado utilizando Neurônios Spiking

SPINS Um Simulador Neural para Visualização de Aspectos de Aprendizado utilizando Neurônios Spiking UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Giseli de Sousa SPINS Um Simulador Neural para Visualização de Aspectos de Aprendizado utilizando Neurônios Spiking

Leia mais

BA.19 e 20: Sistema nervoso BIOLOGIA

BA.19 e 20: Sistema nervoso BIOLOGIA ATIVIDADES O exercício 01 refere-se ao desenho esquemático de uma célula nervosa. "É formado por células dotadas de extensos prolongamentos, os quais liberam substâncias químicas que permitem a comunicação

Leia mais

Biofísica do Sistema Nervoso. Conceituar eventos físicos em nível celular: bioeletricidade, biopotenciais, bioeletrogênese. Compreender aspectos da

Biofísica do Sistema Nervoso. Conceituar eventos físicos em nível celular: bioeletricidade, biopotenciais, bioeletrogênese. Compreender aspectos da Biofísica do Sistema Nervoso Objetivos: Conceituar eventos físicos em nível celular: bioeletricidade, biopotenciais, bioeletrogênese. Compreender aspectos da comunicação celular, sua propagação e integração.

Leia mais

Neurônio. Neurônio 15/08/2017 TECIDO NERVOSO. corpo celular, dendrito e axônio

Neurônio. Neurônio 15/08/2017 TECIDO NERVOSO. corpo celular, dendrito e axônio TECIDO NERVOSO Neurônio corpo celular, dendrito e axônio Neurônio Corpos celulares (pericário) se concentram no Sistema Nervoso Central (encéfalo e medula) e em pequenas concentrações ao longo do corpo

Leia mais

INTRODUÇÃO AO SISTEMA NERVOSO DOS ANIMAIS. Prof. Ismar Araújo de Moraes Departamento de Fisiologia e Farmacologia

INTRODUÇÃO AO SISTEMA NERVOSO DOS ANIMAIS. Prof. Ismar Araújo de Moraes Departamento de Fisiologia e Farmacologia INTRODUÇÃO AO SISTEMA NERVOSO DOS ANIMAIS Prof. Ismar Araújo de Moraes Departamento de Fisiologia e Farmacologia 1 O sistema nervoso é o mais complexo e diferenciado do organismo, sendo o primeiro a se

Leia mais

Introdução a Neurofisiologia I.

Introdução a Neurofisiologia I. Introdução a Neurofisiologia I. Obs: O texto abaixo apresenta caráter introdutório, dessa forma, não substitui à bibliografia básica indicada. O tecido nervoso acha-se distribuído pelo organismo, interligando-se

Leia mais

Células da Glia Funções das células da Glia

Células da Glia Funções das células da Glia Estrutura e Função do Sistema Nervoso Controle Nervoso do Movimento Células do Sistema Nervoso Células da glia (gliais ou neuróglias) Células neurais (neurônios) 2 Células da Glia Funções das células da

Leia mais

Sistema Nervoso. Prof. TOSCANO. Biologia. Tema: SISTEMA NERVOSO

Sistema Nervoso. Prof. TOSCANO. Biologia. Tema: SISTEMA NERVOSO Prof. TOSCANO Biologia Tema: SISTEMA NERVOSO TECIDO NERVOSO PRINCIPAL TECIDO do sistema nervoso Tipos celulares: - NEURÔNIOS condução de impulsos nervosos - CÉLULAS DA GLIA manutenção dos neurônios NEURÔNIOS

Leia mais

TECIDO NERVOSO (parte 2)

TECIDO NERVOSO (parte 2) TECIDO NERVOSO (parte 2) Profª Patrícia Mendes Disciplina: Histologia Geral e Embriologia Curso: Medicina Veterinária www.faculdadevertice.com.br Propagação do impulso nervoso A membrana do axônio permite

Leia mais

Sistema Nervoso Somático ou voluntário

Sistema Nervoso Somático ou voluntário Sistema Nervoso periférico Divisão e organização Constituintes Função Prof. A.Carlos Centro de Imagens e Física Médica - FMRP Aferente Nervos, raízes e gânglios da raiz dorsal SNP Somático Sistema nervoso

Leia mais

SISTEMA NERVOSO MARCOS WESLEY. Função Integradora Coordenação das funções do vários órgãos / PA / TFG / FR

SISTEMA NERVOSO MARCOS WESLEY. Função Integradora Coordenação das funções do vários órgãos / PA / TFG / FR SISTEMA NERVOSO MARCOS WESLEY FUNÇÕES BÁSICAS Função Integradora Coordenação das funções do vários órgãos / PA / TFG / FR Função Sensorial Sensações gerais e especiais. Função Motora Contrações musculares

Leia mais

Fisiologia do Sistema Neuromuscular e Exercício Professor Franscisco Navarro

Fisiologia do Sistema Neuromuscular e Exercício Professor Franscisco Navarro Fisiologia do Sistema Neuromuscular e Exercício Fisiologia do Sistema Neuromuscular e Exercício Professor Franscisco Navarro 1 SUMÁRIO O Sistema Nervoso: Uma Visão Geral 3 Funções do Sistema Nervoso 3

Leia mais

objetivos A célula nervosa Pré-requisitos

objetivos A célula nervosa Pré-requisitos A célula nervosa 10 A U L A objetivos Ao final desta aula, você deverá ser capaz de: Estabelecer analogia entre a forma e a função dos neurônios. Relacionar as atividades de síntese, transporte e secreção

Leia mais

SISTEMA HORMONAL. Funções: coordenação do organismo e manutenção do seu equilíbrio

SISTEMA HORMONAL. Funções: coordenação do organismo e manutenção do seu equilíbrio SISTEMA NEURO-HORMONAL SISTEMA NERVOSO SISTEMA HORMONAL Funções: coordenação do organismo e manutenção do seu equilíbrio REAÇÃO DO ORGANISMO A ESTÍMULOS Estímulo Receptor sensorial Órgãos efectores REAÇÃO

Leia mais

Bioeletricidade. Bioeletrogênese. Atividade elétrica na célula animal

Bioeletricidade. Bioeletrogênese. Atividade elétrica na célula animal Bioeletricidade Bioeletrogênese Atividade elétrica na célula animal Existência da eletricidade em tecido animal histórico 2600 anos a.c. Século XVIII Luigi Galvani (rã/eletricidade animal) Século XIX Koelliker

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO FUNÇÕES BÁSICAS DAS SINAPSES E DAS SUBSTÂNCIAS TRANSMISSORAS

ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO FUNÇÕES BÁSICAS DAS SINAPSES E DAS SUBSTÂNCIAS TRANSMISSORAS ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO FUNÇÕES BÁSICAS DAS SINAPSES E DAS SUBSTÂNCIAS TRANSMISSORAS AULA 4 DISCIPLINA: FISIOLOGIA I PROFESSOR RESPONSÁVEL: FLÁVIA SANTOS Divisão sensorial do sistema nervoso Receptores

Leia mais

O movimento, sistemas motores, músculo e nervos

O movimento, sistemas motores, músculo e nervos O movimento, sistemas motores, músculo e nervos O movimento, sistemas motores, músculo e nervos Os sistemas motores, nomeadamente, do funcionamento muscular e reflexos nervosos relacionados com o movimento

Leia mais

Tema 5. Regulação Nervosa e Hormonal nos animais. Hormonas Vegetais. José Carlos Morais

Tema 5. Regulação Nervosa e Hormonal nos animais. Hormonas Vegetais. José Carlos Morais Regulação Nervosa e Hormonal nos animais Hormonas Vegetais José Carlos Morais Sistema Nervoso Sistema Hormonal Homeostasia Capacidade de manter o meio interno em equilíbrio Coordenação Nervosa Nervos Motores

Leia mais

Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas Fisiologia humana *Estrutura e organização do sistema nervoso *Sistema nervoso autónomo José Martins Magro FFL

Leia mais

FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO

FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO FISIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO HUMANO Controle do funcionamento do ser humano através de impulsos elétricos Prof. César Lima 1 Sistema Nervoso Função: ajustar o organismo animal ao ambiente. Perceber e

Leia mais

Aula 20 Sistema nervoso

Aula 20 Sistema nervoso Aula 20 Sistema nervoso O sistema nervoso coordena o funcionamento dos diversos sistemas dos animais; permite reações dos animais quando são estimulados pelo meio ambiente. Ele integra todas as partes

Leia mais

Sistema Nervoso. Função: ajustar o organismo animal ao ambiente.

Sistema Nervoso. Função: ajustar o organismo animal ao ambiente. Sistema Nervoso Função: ajustar o organismo animal ao ambiente. Perceber e identificar as condições ambientais externas e as condições internas do organismo 1 LOCALIZAÇÃO: SISTEMA NERVOSO - CORPOS CELULARES:

Leia mais

Tecido Nervoso. 1) Introdução

Tecido Nervoso. 1) Introdução 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do

Leia mais

Sistema Nervoso Cap. 13. Prof. Tatiana Setembro / 2016

Sistema Nervoso Cap. 13. Prof. Tatiana Setembro / 2016 Sistema Nervoso Cap. 13 Prof. Tatiana Setembro / 2016 Função Responsável pela comunicação entre diferentes partes do corpo e pela coordenação de atividades voluntárias ou involuntárias. Neurônios A célula

Leia mais

Faculdade de Motricidade Humana

Faculdade de Motricidade Humana Biologia Faculdade de Motricidade Humana Temas ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL E FUNCIONAL DO ORGANISMO HUMANO 1. Compartimentos orgânicos Distinguir o meio interno do meio externo. 2. Homeostasia 1 Conceito de

Leia mais

ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL DO SISTEMA NERVOSO

ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL DO SISTEMA NERVOSO Ciências Morfofuncionais II ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL DO SISTEMA NERVOSO Professora: Ms. Grazielle V. P. Coutinho Qual a importância de tantos estudos sobre o Sistema Nervoso? DIVISÕES PARA O ESTUDO DO SN

Leia mais

Introdução ao estudo de neurofisiologia

Introdução ao estudo de neurofisiologia Introdução ao estudo de neurofisiologia Introdução ao estudo de neurofisiologia Peixe Réptil Ave Boi Humano Por que os cérebros são diferentes entre as espécies? Introdução ao estudo de neurofisiologia

Leia mais

FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE II: SISTEMA NERVOSO

FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE II: SISTEMA NERVOSO FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE II: SISTEMA NERVOSO ORGANIZAÇÃO MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA NERVOSO CANAIS IÔNICOS E BOMBAS CONDUÇÃO DE IMPULSOS NERVOSOS (SINÁPSES QUÍMICAS E ELÉTRICAS) SISTEMA NERVOSO SIMPÁTICO

Leia mais

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso Aula Programada Biologia Tema: Sistema Nervoso 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas,

Leia mais

Tecido nervoso. Disponível em: <http://iahealth.net/wp-content/uploads/2008/12/neurons.jpg>. Acesso em: 17 jun

Tecido nervoso. Disponível em: <http://iahealth.net/wp-content/uploads/2008/12/neurons.jpg>. Acesso em: 17 jun Sistema nervoso Tecido nervoso Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2012. Neurônio Disponível em: .

Leia mais

O sistema nervoso esta dividido em duas partes:

O sistema nervoso esta dividido em duas partes: 1 FISIOLOGIA HUMANA I Neuromuscular Prof. MsC. Fernando Policarpo 2 Conteúdo: Estrutura do Sistema Nervoso Central (SNC) e Periférico (SNP). Elementos do Tecido Nervoso. Mecanismos de Controle Muscular.

Leia mais

Prof. Me. Alexandre Correia Rocha

Prof. Me. Alexandre Correia Rocha Prof. Me. Alexandre Correia Rocha www.professoralexandrerocha.com.br alexandre.personal@hotmail.com Ementa Apresentar um corpo de conhecimento para melhor entender as respostas fisiológicas mediante a

Leia mais

MORFOLOGIA CELULAR. Dra. MARIA RAQUEL MARÇAL NATALI HISTOLOGIA/DCM 2009

MORFOLOGIA CELULAR. Dra. MARIA RAQUEL MARÇAL NATALI HISTOLOGIA/DCM 2009 MORFOLOGIA CELULAR Dra. MARIA RAQUEL MARÇAL NATALI HISTOLOGIA/DCM 2009 A MORFOLOGIA CELULAR DENOTA SUA FISIOLOGIA. ISSO SIGNIFICA QUE OBSERVANDO O TIPO, TAMANHO, QUANTIDADE E DISPOSIÇÃO DAS ORGANELAS E

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE A INFLUÊNCIA DA NATAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR NA SEGUNDA INFÂNCIA. Por: Adriana Carneiro Lima Orientador Prof. Ms. Celso

Leia mais

TECIDO NERVOSO HISTOLOGIA NUTRIÇÃO UNIPAMPA

TECIDO NERVOSO HISTOLOGIA NUTRIÇÃO UNIPAMPA TECIDO NERVOSO HISTOLOGIA NUTRIÇÃO UNIPAMPA TECIDO NERVOSO: DISTRIBUIÇÃO SNP Gânglios e Nervos SNC SNP Gânglios e Nervos DIVISÕES ESQUEMÁTICAS DO SISTEMA NERVOSO TECIDO NERVOSO Nervos: constituídos por

Leia mais

Sistema Nervoso Central (SNC)

Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Central Sistema Nervoso Periférico Sistema Endócrino O Sistema Nervoso é composto por: Sistema Nervoso Central (SNC) CENTROS NERVOSOS Sistema Nervoso Periférico (SNP) Nervos cranianos Constituição

Leia mais

SISTEMA NERVOSO. Prof. Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS

SISTEMA NERVOSO. Prof. Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS SISTEMA NERVOSO Prof. Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS SISTEMA NERVOSO encéfalo Sistema nervoso central (SNC) medula espinal nervos Sistema nervoso periférico (SNP) gânglios SISTEMA NERVOSO TECIDO NERVOSO

Leia mais

Para que serve o Sistema Cardiovascular?

Para que serve o Sistema Cardiovascular? Introdução ao Sistema Cardiovascular Propriedades da Fibra cardíaca Regulação da FC: Efeitos do Exercício Lisete C. Michelini Para que serve o Sistema Cardiovascular? Organismos Unicelulares (não necessitam

Leia mais

Fisiologia do Sistema Motor Somático

Fisiologia do Sistema Motor Somático Fisiologia do Sistema Motor Somático Controle Motor Efetores executam o trabalho (músculos); Ordenadores transmitem aos efetores o comando para a ação (ME, TE e CC); Controladores garantem a execução adequada

Leia mais

Regulação nervosa e hormonal nos animais

Regulação nervosa e hormonal nos animais HOMEOSTASIA Todos os seres vivos são sistemas abertos As trocas que os organismos estabelecem com o meio conduzem a mudanças constantes nos deus componentes No entanto, os seres vivos possuem mecanismos

Leia mais

ANATOMIA DOS. Sistema Nervoso Periférico. Nervos Espinhais PROF. MUSSE JEREISSATI

ANATOMIA DOS. Sistema Nervoso Periférico. Nervos Espinhais PROF. MUSSE JEREISSATI SISTEMAS ANATOMIA DOS Sistema Nervoso Periférico Nervos Espinhais PROF. MUSSE JEREISSATI mussejereissati@hotmail.com website: www.mussejereissati.com Feito com Apple Keynote AGORA, NÃO! 3 Sistema Nervoso

Leia mais

Sistema Nervoso. Biologia. Tema: Sistema Nervoso

Sistema Nervoso. Biologia. Tema: Sistema Nervoso Biologia Tema: Sistema Nervoso Estrutura de um neurônio Células de Schawann 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar

Leia mais

SISTEMA NERVOSO PARTE 1

SISTEMA NERVOSO PARTE 1 SISTEMA NERVOSO PARTE 1 1 TECIDO NERVOSO 1. O sistema nervoso é dividido em: SISTEMA NERVOSO CENTRAL e SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO 2. A unidade básica = célula nervosa NEURÔNIO 3. Operam pela geração de

Leia mais

1) Introdução. 2) Organização do sistema nervoso humano. Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Cérebro Cerebelo.

1) Introdução. 2) Organização do sistema nervoso humano. Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Cérebro Cerebelo. 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do

Leia mais

REGULAÇÃO E COORDENAÇÃO

REGULAÇÃO E COORDENAÇÃO SISTEMA NERVOSO REGULAÇÃO E COORDENAÇÃO Sistema nervoso x Sistema hormonal Interpretar estímulos e gerar respostas Percepção das variações do meio (interno e externo) Homeostase = equilíbrio Tecido nervoso

Leia mais

O surgimento do sistema nervoso está associado ao aumento da complexidade e do tamanho dos animais.

O surgimento do sistema nervoso está associado ao aumento da complexidade e do tamanho dos animais. INTRODUÇÃO O surgimento do sistema nervoso está associado ao aumento da complexidade e do tamanho dos animais. Atua na coordenação das múltiplas atividades do organismo, na integração das diversas partes

Leia mais

Sistema nervoso Central (SNC)

Sistema nervoso Central (SNC) Este sistema é o grande responsável pela coordenação de todas as atividades vitais de um organismo. O sistema nervoso integra os diversos sistemas, desde a atividade hormonal até os movimentos. Este sistema

Leia mais

Curso de Neuroanatomia Descritiva e Funcional - Aula VIII. Transcrição da Aula VIII Grandes Vias Eferentes (Sistema Motor)

Curso de Neuroanatomia Descritiva e Funcional - Aula VIII. Transcrição da Aula VIII Grandes Vias Eferentes (Sistema Motor) Transcrição da Aula VIII Grandes Vias Eferentes (Sistema Motor) Olá! Nós hoje vamos falar sobre as grandes vias eferentes do tronco encefálico e da medula espinhal. Então nós estamos considerando o sistema

Leia mais

EIXO HIPOTÁLAMO HIPOFISÁRIO

EIXO HIPOTÁLAMO HIPOFISÁRIO EIXO HIPOTÁLAMO HIPOFISÁRIO ESTRUTURA ANATÔMICA DO EIXO HIPOTÁLAMO-HIPOFISÁRIO Núcleo Núcleo supraóptico Quiasma óptico Adenohipófise paraventricular Hipotálamo Infundíbulo Haste hipotálamohipofisária

Leia mais

Sistema Nervoso Professor: Fernando Stuchi

Sistema Nervoso Professor: Fernando Stuchi Fisiologia Animal Sistema Nervoso Sistema Nervoso Exclusivo dos animais, vale-se de mensagens elétricas que caminham pelos nervos mais rapidamente que os hormônios pelo sangue. Mantido vivo pela eletricidade,

Leia mais

DIVISÕES DA FISIOLOGIA

DIVISÕES DA FISIOLOGIA INTRODUÇÃO À FISIOLOGIA HUMANA CMF-1 Professores: Clarissa, Lillian, Lucinda e Ricardo O QUE É FISIOLOGIA HUMANA? Estudo do funcionamento dos órgãos e sistemas que constituem o organismo humano. ANATOMIA

Leia mais

Neurofisiologia. Profª Grace Schenatto Pereira Núcleo de Neurociências NNc Bloco A4, sala 168 Departamento de Fisiologia e Biofísica ICB-UFMG

Neurofisiologia. Profª Grace Schenatto Pereira Núcleo de Neurociências NNc Bloco A4, sala 168 Departamento de Fisiologia e Biofísica ICB-UFMG Neurofisiologia Profª Grace Schenatto Pereira Núcleo de Neurociências NNc Bloco A4, sala 168 Departamento de Fisiologia e Biofísica ICB-UFMG www.nnc.icb.ufmg.br link: apoio à graduação ciências biológicas

Leia mais

Sistema Nervoso Vários Professores

Sistema Nervoso Vários Professores Vários Professores Estrutura do : SNC e SNP - o sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente a sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como

Leia mais