Concurso Público Secretaria de Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - ALERGOLOGISTA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Concurso Público Secretaria de Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - ALERGOLOGISTA"

Transcrição

1 LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão 1 Manuel Bandeira No poema transcrito, Manuel Bandeira se revela: a) apático e cruel b) vagabundo e sonhador c) irônico e oportunista d) frustrado e desanimado e) desanimado e sádico Questão 2 Indique, dentre os seguintes versos de Manuel Bandeira, aquele que mais se aproxima do seu pensamento expresso no poema acima: a) Vida noves fora zero. b) Vou-me embora pra Pasárgada. c) Estavam todos deitados / Dormindo / Profundamente. d) O que eu vejo é p beco. e) Quero é a delícia de poder sentir as coisas mais simples. Questão 3 Observe as frases: I - Ele foi, logo eu não fui. II - A menina, disse ela, não vai. III - Deus, que é Pai, não nos abandona. IV - Saindo ele e os demais, os meninos ficarão sós. Identifique a alternativa correta: a) Em I há erro de pontuação. b) Em II e III as vírgulas podem ser retiradas sem que haja erro. c) Na I, se se mudar a vírgula de posição, muda-se o sentido da frase. d) Na II, faltam dois-pontos depois de disse. e) n.d.a. Questão 4 Leia o período abaixo: Percebe-se facilmente que nunca notaram o papel secundário que exerciam naquele governo. A oração que exerciam naquele governo é: a) subordinada substantiva objetiva indireta b) subordinada substantiva completiva nominal c) subordinada adverbial consecutiva d) subordinada substantiva objetiva direta e) n.d.a. Questão 5 Leia a frase a seguir: Mostrou-se submisso as decisões do chefe. Nessa frase, uma falha de acentuação gráfica denuncia um erro de: a) colocação pronominal b) pontuação c) regência nominal d) regência verbal e) concordância nominal Questão 6 Observe a concordância: I - Entrada proibida. II - Ë proibido entrada. III - A entrada é proibida. IV - Entrada é proibido. V - Para quem a entrada é proibido? a) a número V está errada. b) a IV e V estão erradas. c) a II está errada. d) todas estão certas. e) todas estão erradas. Questão 7 Identifique a frase em que o a não deve receber o sinal indicativo de crase: a) Dirigi-me apressado àquela loja. b) Refiro-me àquele rapaz que foi teu namorado. c) Àquela hora todos já se tinham recolhido. d) Quero agradecer àquela moça as atenções que me dispensou. e) Fui para àquela praça, mas não a encontrei. Página 1/8

2 Questão 8 CONHECIMENTOS GERAIS Observe: I - Nunca chegará a tempo, por mais depressa que ande. II - Como anoitecesse, recolhi-me pouco depois e deiteime. III - Quando meus amigos chegarem, começaremos a festa. IV - Embora chova, vou à praia. Assinale a alternativa que não corresponde à classificação das orações subordinadas. a) No item I - oração subordinada adverbial condicional. b) No item II - oração subordinada adverbial causal. c) No item III - oração subordinada adverbial temporal. d) No item IV - oração subordinada adverbial concessiva. e) Nos itens I e IV - orações subordinadas adverbiais concessivas. Questão 9 Preencha as lacunas e identifique a alternativa correta. Se realmente se... a estudar mais e não se... diante dos obstáculos, acabaria vencendo. a) dispuzesse - detesse b) disposso detivesse c) dispusesse detesse d) dispusesse detivesse e) disposse detesse Questão 10 Identifique a alternativa que apresenta um pronome recíproco: a) Custei a me acalmar pensando no acontecido. b) Inclinei-me sobre o teu rosto, absoluta, como um espelho. (Cecília Meireles) c) Papai, inapetente, ouvia insistentes apelos e não se alimentava. (Otto Lara Resende) d) Vivíamos nos acusando mutuamente do clima tenso que reinava na casa. e) Logo depois caiu em si e percebeu que somente ela poderia tomar alguma providência. (Leonardo Arroio) Questão 11 No que se diz respeito à economia da Amazônia no século XIX, é correto afirmar que: a) esteve voltada predominantemente para a atividade pastoril, utilizando exclusivamente mão- de- obra assalariada. b) esteve voltada predominantemente para a atividade agrícola, utilizando exclusivamente mão- de- obra indígena. c) esteve voltada predominantemente para a atividade extrativa, utilizando exclusivamente mão- de- obra assalariada. d) esteve voltada exclusivamente para a atividade pastoril, utilizando mão- de- obra indígena e também nordestina. e) esteve voltada principalmente para a atividade extrativa, utilizando mão- de- obra nordestina e indígena. Questão 12 Dentre as alternativas abaixo, assinale aquela que se refere a uma conseqüência, para os indígenas, da implantação de seringuais em Rondônia. a) vários ataques aos povos indígenas para roubar suas terras e aprisioná-los para o trabalho. b) manutenção das famílias indígenas, que trabalham juntas nos seringuais. c) prosperidade para as tribos indígenas, que se desenvolviam já que trabalhavam por salários d) maior interação entre brancos e índios, gerando uma população miscigenada e pacífica. e) aumento da população indígena que se multiplicava na medida que os seringuais prosperavam. Questão 13 A migração interna no Brasil ocorreu por diversos motivos. Dentre as alternativas abaixo assinale a que corresponde a sua principal causa: a) a busca por novas perspectivas de trabalho. b) a exigência de dinamismo do mercado de trabalho. c) fatores climáticos. d) a falta de terra e/ou oportunidades de trabalho. e) fatores climáticos associados à oportunidades de trabalho. Página 2/8

3 Questão 14 Assinale a alternativa que corresponde a uma conseqüência da atividade pastoril, para os indígenas, na região amazônica: a) aumento da posse de terra pelos povos indígenas. b) fortalecimento da unidade tribal. c) valorização social e econômica do trabalho indígena. d) a dispersão das tribos que perderam suas terras. e) ocupação de terras de elementos brancos por indígenas. Questão 15 A respeito dos objetivos da SUDAM, é correto afirmar que: a) sua função é promover o desenvolvimento da Amazônia, desestimulando a migração para tal área. b) sua principal ação tem sido apoiar a formação e a expansão da empresa privada na Amazônia. c) tinha como função promover o desenvolvimento especificamente, do estado de Rondônia. d) Tinha a função de promover na Amazônia o desenvolvimento necessário para posterior movimento separatista da região. e) Tinha como objetivo promover o desenvolvimento, especificamente, do estado do Amazonas. Questão 16 Que acontecimentos assinalados abaixo mudaram o perfil econômico de Rondônia? a) Construção do Porto graneleiro na capital de Porto Velho em 1995, e a abertura, em 1997 da hidrovia do rio Madeira. b) A construção de Km de estrada facilitando o acesso a outras estradas e municípios. c) Base militar em 1997 e a demarcação dos limites da região. d) Abertura da hidrovia do rio Madeira em 1995 e a construção de grandes pontes sobre os rios. e) O aumento na zona de comércio de Guajará-mirim e a construção de 333Km de rodovia ligando Porto velho à Bolívia. Questão 17 O Estado de Rondônia localiza-se na maior região do país. Qual a sua posição em extensão territorial no Brasil? a) 5º b) 10º c) 15º d) 13º e) 20º Questão 18 Como se chamava Rondônia antes de 1956: a) Território Federal do Guaporé b) Planaltos residuais c) Território Guajará-Mirim d) Território Mamoré e) NDA Questão 19 Considere as afirmações abaixo e marque a alternativa correta: I - O Rio Mamoré, nasce nas Cordilheiras Real dos Andes Bolivianos. II - O Rio Guaporé nasce na Chapada dos Parecis III - O Rio Guaporé é a linha de fronteira entre o Brasil e República da Bolívia. IV - O Rio Madeira é o mais importante da margem direita do Rio Amazonas. V - O Rio Mamoré em território boliviano chama-se grande La Plata. a) Todas as alternativas estão corretas b) Apenas III e IV estão corretas c) Apenas V está correta d) Nenhuma alternativa está correta e) Estão corretas I, III, IV e V Questão 20 a maior concentração de seringais com borracha natural estão localizados nos seguintes municípios: a) Guajará-Mirim, Porto e Ariquemes b) Porto velho, Ji-Paraná e Vilhena. c) Costa Marques, Porto Velho e Cacoal. d) Guajará-Mirim, Costa Marques e são Miguel do Guaporé e) Guajará-Mirim, Porto Grether e Costa Marques Página 3/8

4 ESPECÍFICA Questão 21 A imunodeficiência denominada agamaglobulinemia ligada ao cromossomo X é conhecida clinicamente como: a) Síndrome de DiGeorge; b) Doença de Bruton; c) Doença Granulomatosa Crônica; d) Síndrome de Wiskot Aldricch e) Síndrome de Chediak-Higashi. Questão 22 Qual dos transplantes de tecidos humanos abaixo relacionados não exige histocompatibilidade HLA entre doador e receptor para ser realizado: a) Transplante cardíaco b) Transplante hepático; c) Transplante de medula óssea; d) Transplante renal; e) Transplante intestinal. Questão 23 A síndrome da imunodeficiência adquirida é provocada por um retrovirus RNA - o HIV - que produz uma doença de progressão lenta. Sobre a fisiopatologia dessa doença é correto afirmar: a) O HIV infecta principalmente os linfócitos T-CD4, os macrófagos, células dendríticas; b) A maioria das pessoas infectadas pelo HIV não evolui para AIDS; c) O HIV não desenvolve resistência à drogas antivirais por mutações rápidas, daí o sucesso dos coquetéis antivirais; d) A latência clínica é um período de infecção inativa com renovação de células T CD4, daí a manutenção dos níveis periféricos de CD4/CD8; e) Emprega-se diferentemente os coquetéis antivirais quando se trata a AIDS do Adulto e a AIDS pediátrica, suprimindo-se o AZT desta última. Questão 24 Os linfócitos B são elementos indispensáveis das respostas imunitárias humorais porquê: a) Produzem imunoglobulinas diretamente no sangue circulante; b) São capazes de ligar antígenos solúveis polivalentes através de receptores imunoglobulínicos de membrana (IgD IgM) e iniciar o processo de ativação em expansão blástica, com posterior secreção de imubnoglobulinas; c) São estimulados a secretar imunoglobulinas, as moléculas efetoras das respostas humorais, diretamente através de estimulação induzida por células circulantes apresentadoras de antígenos; d) Produzem grande quantidade de fatores humorais ativos como proteínas do complemento ou fator ativador de plaquetas (PAF), além dos próprios anticorpos; e) Secretam uma grande variedade de citocinas que são os principais efetores das respostas humorais. Questão 25 Os linfócitos T são células que compõem o sistema imunitário e se caracterizam por: a) Não serem células clonais, diferentemente dos linfócitos B, que re-arranjam os genes das imunoglobulinas; b) Apenas reconhecem antígenos peptídicos apresentados dentro do contexto das moléculas do complexo maior de histocompatibilidade de classe I ou de Classe II; c) Sofrerem ativação direta induzida por antígenos solúveis que se ligam às moléculas de CD4; d) Serem originados na medula óssea onde maturam e em seguida migra para o timo onde são capazes de exercer sua funções efetoras helper ou supressor ; e) Serem os elementos efetores não clonais das respostas imunitárias mediadas por células. Questão 26 Os antígenos são substâncias centrais no sistema imunitário e sobre eles é correto afirmar: a) São substâncias Imunizantes de origem biológica, exclusivamente; b) São substâncias de origem biológica ou não, capazes de induzir reações imunológicas especificamente dirigidas contra elas; c) São substâncias de origem biológica e necessariamente externa ao organismo, capazes de induzir reações imunitárias específicas e também inespecíficas; d) São substâncias inertes, endógenas ou exógenas, de baixo peso molecular, carreadas por proteínas, que dão origem a reações imunológicas específicas e inespecíficas; e) São substâncias de origem não biológica, complexas, de alto peso molecular e que dão origem a reações imunológicas específicas. Página 4/8

5 Questão 27 O sistema complemento se constitui num importante mecanismo efetor de defesa operado no sistema imunitário. Em qual dos processos abaixo sua atuação não está correta? a) Participação em atividade lítica de células ou microrganismos pela polimerização de estruturas microtubulares que inserem poros na membrana plasmática, que induzem citólise osmótica; b) Promoção de atividade fagocítica através do processo de opsonização; c) Promoção de atividade pró-inflamatória através de fragmentos derivados de sua clivagem enzimática em fase fluida; d) Redução do volume e solubilização de complexos imunes, limitando assim os efeitos danosos desses complexos; e) Participação ativa da lise viral por meio da ação de seus fragmentos de clivagem em fase fluída, chamados de anafilotoxinas, derivados de sua reação enzimática em cadeia. Questão 28 Os mecanismos de lesão tecidual induzida por respostas imunes foram classificados por Gell e Coombs segundo seu processo imunopatólogico principal. Qual das entidades abaixo caracteriza a reação de hipersensibilidade de tipo I (reagínica)? a) Tiroidite autoimune de Basedow-Graves; b) A reação de anafilaxia local conhecida como fenômeno de Arthus; c) A doença do soro; d) Rinite alérgica; e) Pênfigo vulgar. Questão 29 Qual das entidades abaixo exemplifica o mecanismo de hipersensibilidade de tipo II (mediada por anticorpos contra antígenos fixos) de Gell e Coombs? a) Choque anafilático sistêmico; b) Reação granulomatosa a corpo estranho; c) Reação de Arthus; d) Anemia hemolítica auto-imune; e) Diabetes melitus insulino-dependente. Questão 30 Qual das entidades exemplifica o mecanismo de hipersensibilidade de tipo III de Gell e Coombs? a) Lupus eritematoso sistêmico; b) Asma brônquica; c) Penfigóide bolhoso; d) Eritroblastose fetal; e) Síndrome de Goodpasture. Questão 31 Qual das entidades abaixo exemplifica o mecanismo de hipersensibilidade de tipo IV (mediada por células) de Gell e Coombs? a) Dermatite de contato; b) Conjuntivite vernal; c) Miastenia Gravis; d) Púrpura trobocitopênica autoimune; e) Glomerulonefrite pós-streptocócica. Questão 32 No choque anafilático sistêmico o fármaco fundamental do esquema terapêutico é: a) Insulina de liberação rápida; b) Vasodilatador sistêmico; c) Adrenalina; d) Anti-histamínico; e) Benzodiazepínico. Questão 33 Ema uma crise característica de asma brônquica observa-se todos menos uma das manifestações abaixo relacionadas, qual é ela? a) Uma diminuição da resistência ao fluxo aéreo com aumento da PCO2 arterial e diminuição da capacidade vital; b) No início da crise ocorre obstrução em todos os níveis das vias aéreas; c) Quando a crise entra em fase de resolução, a desobstrução começa pelas estruturas de grosso calibre e em seguida, progride para as vias aéreas mais periféricas; d) A resistência ao fluxo expiratório é maior que a resistência ao fluxo inspiratório; e) Ocorre taquipnéia predispondo os músculos respiratórios à fadiga. Questão 34 Quanto à etiologia da asma brônquica considera-se correto que: a) Asma extrínseca é aquela onde não se encontra uma causa definida; b) Asma intrínseca é aquela causada por alérgenos específicos conhecidos; c) A maioria dos pacientes asmáticos podem entrar em crise quando expostos à mudanças bruscas na temperatura e na umidade do ar; d) A asma intrínseca é aquela induzida pelo calor; e) A asma ocupacional é um tipo de asma intrínseca que cursa na forma de exacerbação de asma pré-existente ou pela abertura de crises pela exposição a alérgenos desconhecidos no ambiente de trabalho. Página 5/8

6 Questão 35 Ao exame clínico do paciente em crise asmática são encontradas todas menos uma das alterações descritas abaixo, qual é ela? a) Utilização de músculos assessórios da respiração durante a expiração; b) O tórax está hiperinflado com hiperessonância às manobras de percussão; c) Nota-se tiragem intercostal; d) A fase inspiratória é mais prolongada que a fase expiratória; e) A auscultação do tórax revela predominantemente a presença de sibilos, os ruídos característicos do brocoespasmo. Questão 36 O estado de mal asmático se caracteriza por ser: a) A primeira crise asmática do paciente; b) Estado asmático crônico complicado com bronquiectasisas; c) Uma crise asmática grave complicada com sinais de fadiga respiratória e hipercarbia; d) Uma crise asmática leve desencadeada por infecção respiratória grave; e) Uma crise asmática grave que responde prontamente às medidas terapêuticas. Questão 37 Quais das alterações abaixo não estão presentes na rinite alérgica? a) Espirros paroxísticos e rinorréia; b) Prurido nos olhos, no palato e no nariz; c) Irritabilidade e obstrução nasal; d) Esclerose e inflamação granulomatosa da mucosa nasal; e) Anosmia e tosse. Questão 38 Sobre a ocorrência de urticária é incorreto afirmar: a) É caracterizada por placas eritematosas elevadas ou por exantema serpiginoso ambos com prurido; b) Ocorre extravasamento plamático em estruturas dérmicas profundas e subepidérmicas: c) Ocorre aumento do fluxo circulatório local formando um contorno hiperêmico que desaparece com pressão local; d) São alterações bem delimitadas e poupando, freqüentemente, a palma das mãos e a planta dos pés; e) São alterações transitórias. Questão 39 Sobre a ocorrência do angioedema é incorreto afirmar: a) É uma alteração usualmente pruriginosa devido à estimulação de terminais nociceptivos locais: b) É uma alteração que pode aparecer em associação com a urticária; c) Tem contornos geralmente mal delimitados; d) Ocorre mais freqüentemente nos lábios, na língua, pálpebras, genitália e dorso das mãos e dos pés; e) São alterações transitórias. Questão 40 A urticária é classificada segundo uma variedade de agentes causais. Qual dos elementos abaixo listado não é responsável pelo desenvolvimento de urticária? a) Agentes físicos como o calor ou o frio; b) Deficiência do fator inibidor do C1 (complemento); c) Irradiação solar; d) Aditivos alimentares; e) Alérgenos alimentares. Questão 41 Sobre a ocorrência de eczemas é correto afirmar: a) A maioria das reações eczematosas são devidas à reações não imunológicas; b) O eczema é um processo infeccioso agudo ou crônico da pele devido a uma grande variedade de agentes exógenos; c) A espongiose ou edema intercelular epitelial é o aspecto histológico mais freqüente nos eczemas; d) Os eczemas não são lesões pruriginosas; e) Os eczemas crônicos se caracterizam pela formação de pápulas e vesículas epiteliais. Questão 42 Sobre a detecção de antígenos tumorais é correto afirmar: a) O antígeno carcinoembriônico (CEA) é o marcador sérico de escolha para detecção precoce do carcinoma de tiróide; b) O antígeno específico da próstata (PSA) é detectado em baixos níveis em homens com próstata normal; c) A dosagem sérica de alfa-fetoproteína está indicada na pesquisa de metástase de câncer de mama; d) A detecção da forma solúvel do antígeno CD30 correlaciona-se com a leucemização de linfomas T de alto grau; e) O antígeno carcinoembriônico CEA é o marcador sérico mais sensível para o carcinoma hepático e a alfa-fetoproteína é o marcador mais sensível para o carcinoma colônico. Página 6/8

7 Questão 43 A dermatite de contato é uma forma muito freqüente de eczema e sobre ela é incorreto afirmar: a) Poder ser causada por irritantes da pele (ácidos, solventes e detergentes) por mecanismos não imunológicos; b) Poder ser causada por alérgenos que induzem reação de hipersensibilidade de tipo I (mediada por IgE); c) Poder ser causada por alérgenos que induzem reação de hipersensibilidade de tipo IV (retardada, mediada por células); d) As manifestações das lesões são localizadas, facilitando o diagnóstico inicial; e) Constituem causa de doença ocupacional freqüente. Questão 44 Com relação às reações à picada de insetos é correto afirmar: a) As reações são desencadeadas por toxinas com atividade enzimática introduzidas no organismo no momento da picada; b) Neste tipo particular de resposta não se registra historia familiar de alergia; c) Esta reação é o produto da sensibilização crônica a alérgenos introduzidos pelo inseto, devido a reação de hipersensibilidade de tipo IV (retardada) mediada por células; d) A forma de reação mais freqüente à picada de inseto é a mediada por imunocomplexos; e) É uma reação alérgica mediada por IgE específica. Questão 45 A conjuntivite alérgica é uma forma de atopia ocular que se caracteriza por: a) Manifestar-se isoladamente na mucosa ocular, sem história pessoal de outros tipos de alergia mucocutânea; b) Associar-se freqüente à infecção bacteriana conjuntival com posterior desenvolvimento de anticorpos IgG com reações cruzadas contra a mucosa ocular; c) Ser um processo inflamatório conjuntival que é rico em eosinófilos e mastócitos; d) Ser um processo inflamatório conjuntival do tipo granulomatoso, mediado por linfócitos do tipo Th1; e) Manifesta-se clinicamente com secreção conjuntival purulenta, prurido e obstrução de ductos lacrimais. Questão 46 O choque anafilático é uma emergência alergológica grave. Na prática médica qual dos agentes abaixo é o causador mais freqüente dos acidentes anafiláticos? a) Diuréticos; b) Glicorticóides; c) Antibióticos; d) Vitaminas; e) Anticonvulsivantes. Questão 47 Entre os distúrbios clínicos abaixo listados qual não está presente no choque anafilático? a) Eritema e prurido cutâneo generalizado; b) Angioedema da face, língua e faringe; c) Hipertensão arterial; d) Náuseas e vômitos; e) Dispnéia com hipoxemia. Questão 48 Qual das entidades abaixo não integra o diagnóstico diferencial do choque anafilático? a) Enfarte agudo do miocárdio, b) Embolia pulmonar; c) Angioedema hereditário; d) Insuficiência renal aguda; e) Reações anafilactóides. Questão 49 Nas doenças autoimunes foi demonstrado uma associação com expressão de certos genes do complexo maior de histocompatibilidade. O mais alto risco de associação já demonstrado imunofenotipicamente é entre: a) Artrite reumatóide com o HLA DR4; b) Espondilite anquilosante - HLA B27; c) Pênfigo vulgar com o HLA DR4; d) Hepatite crônica ativa com o HLA DR3; e) Síndrome de Sjögren com o HLA DR3. Página 7/8

8 Questão 50 Consta no código de ética médica que no seu exercício profissional é vetado ao médico: a) Assumir emprego, cargo ou função, sucedendo a médico demitido ou afastado em represália a atitude de defesa de movimentos legítimos da categoria ou da aplicação do código; b) Praticar concorrência desleal com outro médico; c) Receber remuneração pela prestação de serviços profissionais a preços vis extorsivos, inclusive através de convênios; d) Remunerar ou receber comissão ou vantagens por paciente encaminhado ou recebido, ou por serviços não efetivamente prestados; e) Todas as alternativas acima. Página 8/8

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO DO TRABALHO

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO DO TRABALHO LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

TRATAMENTO DE ALERGIA RESPIRATÓRIA 2/3

TRATAMENTO DE ALERGIA RESPIRATÓRIA 2/3 TRATAMENTO DE ALERGIA RESPIRATÓRIA 2/3 SISTEMA IMUNE E ALERGIA Por alergia, entendem-se as repostas imunes indesejadas contra substâncias que venceram as barreiras como, os epitélios, as mucosas e as enzimas.

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 48. Na reação de hipersensibilidade imediata do tipo I, qual dos seguintes mediadores é neoformado nos tecidos?

PROVA ESPECÍFICA Cargo 48. Na reação de hipersensibilidade imediata do tipo I, qual dos seguintes mediadores é neoformado nos tecidos? 11 PROVA ESPECÍFICA Cargo 48 QUESTÃO 26 Na reação de hipersensibilidade imediata do tipo I, qual dos seguintes mediadores é neoformado nos tecidos? a) Heparina. b) Histamina. c) Fator ativador de plaquetas

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - PSIQUIATRA

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - PSIQUIATRA LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - PROCTOLOGISTA

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - PROCTOLOGISTA LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

Imunidade Adaptativa Humoral

Imunidade Adaptativa Humoral Imunidade Adaptativa Humoral Daiani Cristina Ciliao Alves Taise Natali Landgraf Imunidade Adaptativa Humoral 1) Anticorpos: Estrutura Localização 2) Maturação de célula B: Interação dependente de célula

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO CIRURGIÃO TORÁCICO

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO CIRURGIÃO TORÁCICO LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

Rejeição de Transplantes Doenças Auto-Imunes

Rejeição de Transplantes Doenças Auto-Imunes Rejeição de Transplantes Doenças Auto-Imunes Mecanismos da rejeição de transplantes Envolve várias reações de hipersensibilidade, tanto humoral quanto celular Habilidade cirúrgica dominada para vários

Leia mais

SÍNDROME DE HIPER-IgM

SÍNDROME DE HIPER-IgM SÍNDROME DE HIPER-IgM Esta brochura é para ser usada pelos pacientes e pelas suas famílias e não deve substituir o aconselhamento de um imunologista clínico. 1 Também disponível: AGAMAGLOBULINEMIA LIGADA

Leia mais

Tipos de enxertos. Tipos de Enxertos: Tipos de Enxertos: O que é um transplante? Imunologia dos Transplantes. Singênicos

Tipos de enxertos. Tipos de Enxertos: Tipos de Enxertos: O que é um transplante? Imunologia dos Transplantes. Singênicos O que é um transplante? Imunologia dos Transplantes Prof.Dr. Gilson Costa Macedo Processo de retirada de células, tecidos ou órgãos, chamados enxertos, de um indivíduo e a sua inserção em um indivíduo

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - CIRURGIÃO ONCOLÓGICO

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - CIRURGIÃO ONCOLÓGICO LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

Os anticorpos são proteínas específicas (imunoglobulinas) capazes de se combinarem quimicamente com os antigénios específicos.

Os anticorpos são proteínas específicas (imunoglobulinas) capazes de se combinarem quimicamente com os antigénios específicos. Os anticorpos são proteínas específicas (imunoglobulinas) capazes de se combinarem quimicamente com os antigénios específicos. Ä Os anticorpos apenas reconhecem algumas regiões da membrana do antigénio

Leia mais

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 223 DOE de 28/11/07. Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 223 DOE de 28/11/07. Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 223 DOE de 28/11/07 Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO Resolução

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - CIRURGIÃO VASCULAR

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - CIRURGIÃO VASCULAR LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: NUTRICIONISTA

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: NUTRICIONISTA LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

Microbiologia e Imunologia Clínica

Microbiologia e Imunologia Clínica Estudo dos mecanismos naturais de defesa contra doenças. Microbiologia e Imunologia Clínica Estudo do sistema imune do corpo e suas funções e alterações. Profa. Ms. Renata Fontes Fundamentos da Imunologia

Leia mais

Doenças Respiratórias Crônicas. Caderno de Atenção Básica 25

Doenças Respiratórias Crônicas. Caderno de Atenção Básica 25 Doenças Respiratórias Crônicas Caderno de Atenção Básica 25 PREVALÊNCIA O Asma (acomete cerca de 300 milhões de indivíduos no mundo) O Rinite Alérgica (afeta cerca de 20 25% da população) O DPOC (afeta

Leia mais

Alergia e Emoções. Existem 4 tipos básicos de reações alérgicas ou mecanismos imunológicos causadores de hipersensibilidade e doença:

Alergia e Emoções. Existem 4 tipos básicos de reações alérgicas ou mecanismos imunológicos causadores de hipersensibilidade e doença: Alergia e Emoções Alergia é a intolerância do Sujeito ao Objeto, ou a algum Objeto, ou da pessoa para com determinados produtos físicos, químicos ou biológicos, aos quais ela reage de forma exagerada.

Leia mais

Sumário Detalhado Elementos do sistema imune e suas funções na defesa Resumo do Capítulo 1 Questões 28 Imunidade inata Resumo do Capítulo 2

Sumário Detalhado Elementos do sistema imune e suas funções na defesa Resumo do Capítulo 1 Questões 28 Imunidade inata Resumo do Capítulo 2 Sumário Detalhado Capítulo 1 Elementos do sistema imune e suas funções na defesa 1 1-1 Numerosos micro-organismos comensais habitam os corpos humanos saudáveis 2 1-2 Patógenos são organismos infecciosos

Leia mais

TEMAS LIVRES DO XXXI CONGRESSO BRASILEIRO DE ALERGIA APRESENTAÇÃO: ORAL DATA.: 06/11/2004 SALA BRUM NEGREIROS

TEMAS LIVRES DO XXXI CONGRESSO BRASILEIRO DE ALERGIA APRESENTAÇÃO: ORAL DATA.: 06/11/2004 SALA BRUM NEGREIROS APRESENTAÇÃO: ORAL DATA.: 06/11/2004 SALA BRUM NEGREIROS NÚMERO TEMA LIVRE TÍTULO LEPTINA PARTICIPA DO CONTROLE DA APOPTOSE EM TIMO ATRAVÉS DE MECANISMO DE SINALIZAÇÃO DEPENDENTE DA VIA 001 IRS-1/PI 3-QUINASE

Leia mais

ALERGIAS NA INFÂNCIA

ALERGIAS NA INFÂNCIA ALERGIAS NA INFÂNCIA Tema: Alergias na Infância Objetivos Conceituar alergia, classificar os principais tipos e indutores das doenças alérgicas. Identificar e relacionar os fatores de risco associados

Leia mais

Expressões lesionais das reacções de hipersensibilidade 20 Novembro 2006 Aula leccionada por Prof. Elsa Fonseca

Expressões lesionais das reacções de hipersensibilidade 20 Novembro 2006 Aula leccionada por Prof. Elsa Fonseca Expressões lesionais das reacções de hipersensibilidade 20 Novembro 2006 Aula leccionada por Prof. Elsa Fonseca Antes de começar a ver as lesões propriamente ditas vamos recapitular algo sobre o sistema

Leia mais

Corticóides na Reumatologia

Corticóides na Reumatologia Corticóides na Reumatologia Corticóides (CE) são hormônios esteróides produzidos no córtex (área mais externa) das glândulas suprarrenais que são dois pequenos órgãos localizados acima dos rins. São produzidos

Leia mais

Alérgenos de origem alimentar: eles são preocupantes? Flavio Finardi Filho FCF USP ffinardi@usp.br

Alérgenos de origem alimentar: eles são preocupantes? Flavio Finardi Filho FCF USP ffinardi@usp.br Alérgenos de origem alimentar: eles são preocupantes? Flavio Finardi Filho FCF USP ffinardi@usp.br Alérgenos de origem alimentar Características gerais glicoproteínas resistência térmica resistente à proteólise

Leia mais

Patologia Geral AIDS

Patologia Geral AIDS Patologia Geral AIDS Carlos Castilho de Barros Augusto Schneider http://wp.ufpel.edu.br/patogeralnutricao/ SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA (AIDS ou SIDA) Doença causada pela infecção com o vírus

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - NEFROLOGISTA

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - NEFROLOGISTA LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

IMUNODEFICIÊNCIA COMUN VARIÁVEL

IMUNODEFICIÊNCIA COMUN VARIÁVEL IMUNODEFICIÊNCIA COMUN VARIÁVEL Esta brochura é para ser usada pelos pacientes e pelas suas famílias e não deve substituir o aconselhamento de um imunologista clínico. 1 Também disponível: AGAMAGLOBULINEMIA

Leia mais

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes.

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pâncreas Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pancreatite aguda Pancreatite crônica Cistos pancreáticos Câncer de Pancrêas Pancreatite aguda O pâncreas é um órgão com duas funções básicas:

Leia mais

Métodos para detecção de alérgenos em alimentos. Gerlinde Teixeira Departamento de Imunobiologia Universidade Federal Fluminense

Métodos para detecção de alérgenos em alimentos. Gerlinde Teixeira Departamento de Imunobiologia Universidade Federal Fluminense Métodos para detecção de alérgenos em alimentos Gerlinde Teixeira Departamento de Imunobiologia Universidade Federal Fluminense Antigenos vs Alérgenos Antigeno Imunógeno Qualquer substância capaz de estimular

Leia mais

Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias

Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias Perguntas e respostas sobre imunodeficiências primárias Texto elaborado pelos Drs Pérsio Roxo Júnior e Tatiana Lawrence 1. O que é imunodeficiência? 2. Estas alterações do sistema imunológico são hereditárias?

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO EMENTAS DISCIPLINAS MATRIZ 3 1º AO 3º PERÍODO 1 º Período C.H. Teórica: 90 C.H. Prática: 90 C.H. Total: 180 Créditos: 10

Leia mais

Virulogia. Vírus. Vírus. características 02/03/2015. Príons: Proteína Viróides: RNA. Características. Características

Virulogia. Vírus. Vírus. características 02/03/2015. Príons: Proteína Viróides: RNA. Características. Características Vírus Virulogia Características Vírus- latim veneno - agentes filtráveis Parasita intracelular obrigatório Extracelular: virion Intracelular: vírus Possuem alta especificidade Vírus Características Alta

Leia mais

DOENÇAS AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS

DOENÇAS AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS Curso: Graduação em Odontologia 4º e 5º Períodos Disciplina: Patologia Oral DOENÇAS AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 DOENÇAS AUTO-IMUNES

Leia mais

Transfusão de sangue UHN. Informação para os pacientes sobre os benefícios, riscos e alternativas

Transfusão de sangue UHN. Informação para os pacientes sobre os benefícios, riscos e alternativas Transfusão de sangue Blood Transfusion - Portuguese UHN Informação para os pacientes sobre os benefícios, riscos e alternativas Quais são os benefícios da transfusão de sangue? A transfusão de sangue pode

Leia mais

Hipersensibilidade celular Monitor: Bruno de Bezerril Andrade.

Hipersensibilidade celular Monitor: Bruno de Bezerril Andrade. Universidade Federal da Bahia Faculdade de Medicina Departamento de Anatomia Patológica e Medicina Legal Disciplina de Imunologia MED 194 Hipersensibilidade celular Monitor: Bruno de Bezerril Andrade.

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Correio Braziliense Data: 17/04/2011 Seção: Trabalho Pág.: 3 Assunto: Great Place to Work

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Correio Braziliense Data: 17/04/2011 Seção: Trabalho Pág.: 3 Assunto: Great Place to Work Veículo: Correio Braziliense Data: 17/04/2011 Seção: Trabalho Pág.: 3 Assunto: Great Place to Work Veículo: Correio Braziliense Data: 17/04/2011 Seção: Saúde Pág.: 27 Assunto: Amados mas perigosos Veículo:

Leia mais

Protocolo de Atendimento de Reação Adversa a Medicações

Protocolo de Atendimento de Reação Adversa a Medicações Protocolo de Atendimento de Reação Adversa a Medicações Unidade de Anestesia Versão eletrônica atualizada em Março 2009 Protocolo de Atendimento de Reação Adversa a Medicações Definições OMS Uma resposta

Leia mais

Concurso Público Secretaria de Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - ANESTESIOLOGISTA

Concurso Público Secretaria de Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - ANESTESIOLOGISTA LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

As disfunções respiratórias são situações que necessitam de intervenções rápidas e eficazes, pois a manutenção da função

As disfunções respiratórias são situações que necessitam de intervenções rápidas e eficazes, pois a manutenção da função As disfunções respiratórias são situações que necessitam de intervenções rápidas e eficazes, pois a manutenção da função respiratória é prioritária em qualquer situação de intercorrência clínica. O paciente

Leia mais

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico

Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Proteja-se! Faça Chuva ou faça Sol, vacine-se a partir de Outubro e até ao final do Inverno. Consulte o seu médico Gripe Perguntas Frequentes Perguntas frequentes sobre a gripe sazonal O que é a

Leia mais

04/06/2015. Imunologia dos Transplantes. Bases imunológicas da rejeição do enxerto

04/06/2015. Imunologia dos Transplantes. Bases imunológicas da rejeição do enxerto Imunologia dos Transplantes Dayse Locateli Transplante: ato de transferir células, tecidos ou órgãos de um lugar para outro. Indivíduo doador Receptor Dificuldades: Técnicas Cirúrgicas Quantidade de doadores

Leia mais

Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais

Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais Quem Sou? Carlos Ballarati : Formação Medicina: Formado em Medicina pela PUC-SP Sorocaba em 1988. Residência Médica: Clinica Medica Unicamp em 1989

Leia mais

AGAMAGLOBULINEMIA LIGADA AO CROMOSSOMA X

AGAMAGLOBULINEMIA LIGADA AO CROMOSSOMA X AGAMAGLOBULINEMIA LIGADA AO CROMOSSOMA X Esta brochura é para ser usada pelos pacientes e pelas suas famílias e não deve substituir o aconselhamento de um imunologista clínico. 1 Também disponível: DOENÇA

Leia mais

Circulação sanguínea Intrapulmonar. V. Pulmonar leva sangue oxigenado do pulmão para o coração.

Circulação sanguínea Intrapulmonar. V. Pulmonar leva sangue oxigenado do pulmão para o coração. DOENÇAS PULMONARES Árvore Brônquica Circulação sanguínea Intrapulmonar V. Pulmonar leva sangue oxigenado do pulmão para o coração. A. Pulmonar traz sangue venoso do coração para o pulmão. Trocas Histologia

Leia mais

18/9/2014 CONCEITO FISIOPATOLOGIA FISIOPATOLOGIA MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

18/9/2014 CONCEITO FISIOPATOLOGIA FISIOPATOLOGIA MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS UNESC - ENFERMAGEM SAÚDE DO ADULTO PROFª: FLÁVIA NUNES LUPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO CONCEITO O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença crônica de causa desconhecida, onde acontecem alterações fundamentais

Leia mais

Concurso Público. Exames laboratoriais: Com base nesses dados, responda às questões a seguir:

Concurso Público. Exames laboratoriais: Com base nesses dados, responda às questões a seguir: 01 Concurso Público Menina de sete anos de idade apresentou imagem radiológica de pneumatoceles em ambos os pulmões. História pregressa de rash neonatal, atraso da dentição e fraturas recorrentes devido

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - ENDOCRINOLOGISTA

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - ENDOCRINOLOGISTA LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO Claudia de Lima Witzel SISTEMA MUSCULAR O tecido muscular é de origem mesodérmica (camada média, das três camadas germinativas primárias do embrião, da qual derivam

Leia mais

Apoptose em Otorrinolaringologia

Apoptose em Otorrinolaringologia Apoptose em Otorrinolaringologia Teolinda Mendoza de Morales e Myrian Adriana Pérez García Definição A apoptose é um processo biológico existente em todas as células de nosso organismo, conhecida desde

Leia mais

DESLORATADINA. Antialérgico

DESLORATADINA. Antialérgico DESLORATADINA Antialérgico Vantagens: Não provoca sonolência, que é um dos efeitos colaterais mais desagradáveis causados por medicamentos desse tipo. Age mais rápido, combate a obstrução nasal e praticamente

Leia mais

Insuficiência respiratória aguda. Prof. Claudia Witzel

Insuficiência respiratória aguda. Prof. Claudia Witzel Insuficiência respiratória aguda O que é!!!!! IR aguda Incapacidade do sistema respiratório de desempenhar suas duas principais funções: - Captação de oxigênio para o sangue arterial - Remoção de gás carbônico

Leia mais

Imunidade aos microorganismos

Imunidade aos microorganismos Imunidade aos microorganismos Características da resposta do sistema imune a diferentes microorganismos e mecanismos de escape Eventos durante a infecção: entrada do MO, invasão e colonização dos tecidos

Leia mais

Propilenoglicol e potencial alergênico em cosméticos

Propilenoglicol e potencial alergênico em cosméticos Propilenoglicol e potencial alergênico em cosméticos Os cuidados com a aparência física e a busca incessante pelo ideal de beleza levam as pessoas a se submeterem aos mais variados tratamentos estéticos

Leia mais

TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1

TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1 TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1 A Dengue A dengue é uma doença infecciosa de origem viral, febril, aguda, que apesar de não ter medicamento específico exige

Leia mais

DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO

DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO UNESC ENFERMAGEM SAÚDE DO ADULTO PROFª: : FLÁVIA NUNES DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO ENDOCARDITE REUMÁTICA O desenvolvimento da endocardite reumática é atribuído diretamente à febre reumática, uma doença

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: CIRURGIÃO BUCO-MAXILO FACIAL

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: CIRURGIÃO BUCO-MAXILO FACIAL LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

M F. Nome da vacina Dosagem Instituição/Nome do médico/data da administração Nome da vacina. Instituição: Nome do médico:

M F. Nome da vacina Dosagem Instituição/Nome do médico/data da administração Nome da vacina. Instituição: Nome do médico: Questionário de avaliação para vacinação de [ Endereço Nome da criança Nome do pai/mãe/responsável M F ポルトガル 語 版 Formulário 2 ] (bebês/crianças em idade escolar) Temperatura corporal antes da entrevista

Leia mais

PATOLOGIAS DO SISTEMA RESPIRATÓRIO

PATOLOGIAS DO SISTEMA RESPIRATÓRIO PATOLOGIAS DO SISTEMA RESPIRATÓRIO Como prevenir? Como evitar? Como tratar? PATOLOGIAS DO SISTEMA RESPIRATÓRIO (cont.) Anatomia das vias aéreas superiores e dos seios paranasais Seio frontal Cavidade nasal

Leia mais

Resposta imune às infecções virais ou DEFESAS DO HOSPEDEIRO CONTRA OS VÍRUS

Resposta imune às infecções virais ou DEFESAS DO HOSPEDEIRO CONTRA OS VÍRUS Resposta imune às infecções virais ou DEFESAS DO HOSPEDEIRO CONTRA OS VÍRUS MULTIPLICATION 1 Defesas Resposta imune frente a infecções 2 Defesas Imunidade inata Defesa e recuperação Genética Fatores séricos

Leia mais

ANTICORPOS: ESTRUTURA E FUNÇÃO

ANTICORPOS: ESTRUTURA E FUNÇÃO ANTICORPOS: ESTRUTURA E FUNÇÃO Por definição, anticorpos são moléculas de glicoproteína, também chamadas de imunoglobulinas. São glicoproteínas altamente específicas sintetizadas em resposta a um antígeno,

Leia mais

ALTERAÇÕES RENAIS. Texto extraído do Editorial do Endocrinologia&Diabetes clínica e experimental vol. 7 número 3, julho/2007.

ALTERAÇÕES RENAIS. Texto extraído do Editorial do Endocrinologia&Diabetes clínica e experimental vol. 7 número 3, julho/2007. ALTERAÇÕES RENAIS E.D. teve seu diabetes diagnosticado em 1985, nessa época tinha 45 anos e não deu muita importância para os cuidados que seu médico lhe havia recomendado, sua pressão nesta época era

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: TERAPIA OCUPACIONAL

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: TERAPIA OCUPACIONAL LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

Protocolo de tratamento de influenza - 2011

Protocolo de tratamento de influenza - 2011 Protocolo de tratamento de influenza - 2011 Depois de definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a fase pós- pandêmica, a partir de agosto de 2010, o vírus da influenza pandêmica A (H1N1) 2009 continuou

Leia mais

SANDRA BERTELLI RIBEIRO DE CASTRO LABORATÓRIO DE IMUNOLOGIA. Aviso: Início das aulas práticas

SANDRA BERTELLI RIBEIRO DE CASTRO LABORATÓRIO DE IMUNOLOGIA. Aviso: Início das aulas práticas ANTÍGENO E ANTICORPO SANDRA BERTELLI RIBEIRO DE CASTRO LABORATÓRIO DE IMUNOLOGIA Aviso: Início das aulas práticas Laboratório de Imunologia, Departamento de Parasitologia, Microbiologia e Imunologia, Instituto

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: PSICÓLOGO

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: PSICÓLOGO LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

c) Macrófagos e células B apresentam antígenos a células T helper. (Preencha as lacunas.). 2 pontos.

c) Macrófagos e células B apresentam antígenos a células T helper. (Preencha as lacunas.). 2 pontos. Questão 1 Você é um imunologista que quer ficar rico e decide deixar o mundo da ciência, conseguindo um emprego como consultor de roteiro em um novo seriado de drama médico. Você avalia o conhecimento

Leia mais

Prof a Dr a Camila Souza Lemos IMUNOLOGIA. Prof a. Dr a. Camila Souza Lemos. camila.souzabiomedica@gmail.com AULA 4

Prof a Dr a Camila Souza Lemos IMUNOLOGIA. Prof a. Dr a. Camila Souza Lemos. camila.souzabiomedica@gmail.com AULA 4 IMUNOLOGIA Prof a. Dr a. Camila Souza Lemos camila.souzabiomedica@gmail.com AULA 4 Imunidade contra tumores Linfócitos T-CD8 (azul) atacando uma célula tumoral (amarela) A imunologia tumoral é o estudo

Leia mais

RESPOSTA IMUNE AOS MICRORGANISMOS. Prof. Aline Aguiar de Araujo

RESPOSTA IMUNE AOS MICRORGANISMOS. Prof. Aline Aguiar de Araujo RESPOSTA IMUNE AOS MICRORGANISMOS Prof. Aline Aguiar de Araujo INTRODUÇÃO Número de indivíduos expostos à infecção é bem superior ao dos que apresentam doença, indicando que a maioria das pessoas tem condições

Leia mais

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia

TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia TABELA DE EQUIVALÊNCIA Curso de Odontologia Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 64823 MICROBIOLOGIA GERAL 17/34 ODONTOLOGIA MICROBIOLOGIA

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2006 2ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2006 2ª fase www.planetabio.com 1-O esquema abaixo representa as principais relações alimentares entre espécies que vivem num lago de uma região equatorial. Com relação a esse ambiente: a) Indique os consumidores primários. b) Dentre

Leia mais

30/06/2010. Padrões Anormais da Resposta Imune. Timo. Medula Óssea. Baço. Linfonodo. Rim MALT

30/06/2010. Padrões Anormais da Resposta Imune. Timo. Medula Óssea. Baço. Linfonodo. Rim MALT UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINA DE PATOLOGIA VETERINÁRIA Imunopatologia Prof. Raimundo Alberto Tostes Timo Medula Óssea Baço Linfonodo Rim MALT Padrões

Leia mais

Formadora: Dr.ª Maria João Marques Formandas: Anabela Magno; Andreia Sampaio; Paula Sá; Sónia Santos

Formadora: Dr.ª Maria João Marques Formandas: Anabela Magno; Andreia Sampaio; Paula Sá; Sónia Santos Formadora: Dr.ª Maria João Marques Formandas: Anabela Magno; Andreia Sampaio; Paula Sá; Sónia Santos 1 O que é? A bronquiolite é uma doença que se carateriza por uma inflamação nos bronquíolos e que, geralmente,

Leia mais

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO 1/8 O inverno chegou e junto com ele maiores problemas com as doenças respiratórias entre outras Isso não ocorre por acaso já que pé nesta estação onde

Leia mais

Peço desculpa, mas perdi o documento e apenas o consegui recuperar nesta forma. Para não atrasar mais, envio-o mesmo assim.

Peço desculpa, mas perdi o documento e apenas o consegui recuperar nesta forma. Para não atrasar mais, envio-o mesmo assim. Peço desculpa, mas perdi o documento e apenas o consegui recuperar nesta forma. Para não atrasar mais, envio-o mesmo assim. Assinale com uma cruz no(s) quadrado(s) que antecede(m) a(s)resposta(s) verdadeira(s):

Leia mais

RESPOSTA INFLAMATÓRIA

RESPOSTA INFLAMATÓRIA RESPOSTA INFLAMATÓRIA Augusto Schneider Carlos Castilho de Barros Faculdade de Nutrição Universidade Federal de Pelotas INFLAMAÇÃO É uma reação dos tecidos a uma agente agressor caracterizada morfologicamente

Leia mais

EFEITOS ADVERSOS A MEDICAMENTOS

EFEITOS ADVERSOS A MEDICAMENTOS EFEITOS ADVERSOS A MEDICAMENTOS INTRODUÇÃO As informações contidas neste folheto têm a finalidade de orientar as pessoas que passaram ou que podem passar pela experiência não-desejada dos efeitos adversos

Leia mais

PORTUGUÊS SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE LINHARES SAAE (ES)

PORTUGUÊS SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE LINHARES SAAE (ES) Texto para as questões 01 e 02 PORTUGUÊS Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Manuel Bandeira

Leia mais

Fique atento ao abuso de antibióticos na pediatria

Fique atento ao abuso de antibióticos na pediatria Fique atento ao abuso de antibióticos na pediatria Criado em 22/04/15 10h50 e atualizado em 22/04/15 11h27 Por Sociedade Brasileira de Pediatria Para se ter sucesso no tratamento da criança alérgica ou

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM ALERGIA E IMUNOLOGIA HCFMRP-USP

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM ALERGIA E IMUNOLOGIA HCFMRP-USP PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM ALERGIA E IMUNOLOGIA HCFMRP-USP Introducao Doenças alérgicas afetam atualmente mais que 20% da população brasileira, e são causa importante de doença crônica no mundo inteiro.

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO GINECO-OBSTETRA

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO GINECO-OBSTETRA LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

Declaração de Conflitos de Interesse. Nada a declarar.

Declaração de Conflitos de Interesse. Nada a declarar. Declaração de Conflitos de Interesse Nada a declarar. Avaliação clínico-laboratorial do paciente alérgico RAST Silvia Daher Apoio: Phadia Diagnósticos Ltda HISTÓRIA TESTE CUTÂNEO RAST SD Diagnóstico de

Leia mais

GRAVIDEZ EVOLUÇÃO DA ASMA DURANTE A GRAVIDEZ

GRAVIDEZ EVOLUÇÃO DA ASMA DURANTE A GRAVIDEZ GRAVIDEZ EVOLUÇÃO DA ASMA DURANTE A GRAVIDEZ A asma, que afeta 7% das grávidas, é uma doença comum que potencialmente pode complicar, mas, quando é bem controlada, não representa risco significativo para

Leia mais

28.03. As plaquetas são os elementos figurados do sangue responsáveis pela coagulação sanguínea.

28.03. As plaquetas são os elementos figurados do sangue responsáveis pela coagulação sanguínea. BIO 10E aula 28 28.01. Para fazer a defesa do organismo, alguns leucócitos podem atravessar a parede dos vasos sanguíneos e atuar no tecido conjuntivo. Este processo é denominado diapedese. 28.02. A coagulação

Leia mais

CAPÍTULO 13: PROTEÍNAS PLASMÁTICAS DE INTERESSE CLÍNICO

CAPÍTULO 13: PROTEÍNAS PLASMÁTICAS DE INTERESSE CLÍNICO CAPÍTULO 13: PROTEÍNAS PLASMÁTICAS DE INTERESSE CLÍNICO Autores: Prof. Dr. Paulo Cesar Naoum Biólogo: Paulo Francisco Naoum Introdução Cerca de 100 tipos diferentes de proteínas plasmáticas foram identificadas

Leia mais

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - HEMATOLOGISTA

Concurso Público Secretaria da Saúde do Estado de Rondônia CARGO: MÉDICO - HEMATOLOGISTA LÍNGUA PORTUGUESA Texto para as questões 1 e 2 Andorinha Andorinha lá fora está dizendo: - Passei o dia à toa, à toa! Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste! Passei a vida à toa, à toa... Questão

Leia mais

TRATAMENTO DE ALERGIA RESPIRATÓRIA 3/3

TRATAMENTO DE ALERGIA RESPIRATÓRIA 3/3 TRATAMENTO DE ALERGIA RESPIRATÓRIA 3/3 VACINA ANTIALÉRGICA UM TRATAMENTO DE EXCELÊNCIA A imunoterapia é o tratamento preventivo para impedir as reações alérgicas provocadas por substâncias como ácaros

Leia mais

Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina

Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina Eu, (nome do paciente(a) abaixo identificado(a) e firmado(a)), declaro ter sido

Leia mais

VIROLOGIA HUMANA. Professor: Bruno Aleixo Venturi

VIROLOGIA HUMANA. Professor: Bruno Aleixo Venturi VIROLOGIA HUMANA Professor: Bruno Aleixo Venturi O que são vírus? A palavra vírus tem origem latina e significa "veneno". Provavelmente esse nome foi dado devido às viroses, que são doenças causadas por

Leia mais

infectadas. O período de contagiosidade estimado estende-se do quinto dia antes

infectadas. O período de contagiosidade estimado estende-se do quinto dia antes Sarampo Introdução O sarampo é uma doença infecciosa aguda de alta transmissibilidade, causada por um vírus da família Paramixoviridae, gênero Morbillivirus A transmissão ocorre através de secreções e

Leia mais

Patogênese Viral Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Microbiologia Prof. Dr. Charlotte Marianna Hársi

Patogênese Viral Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Microbiologia Prof. Dr. Charlotte Marianna Hársi Patogênese Viral Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Microbiologia Prof. Dr. Charlotte Marianna Hársi BMM-280-2009 Patogênese Viral Como os vírus causam doença no hospedeiro? Virulência =

Leia mais

Planificação anual de Saúde- 10ºano

Planificação anual de Saúde- 10ºano CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE Turmas: 10ºI Professora: Ana Margarida Vargues Planificação anual de Saúde- 10ºano 1 - Estrutura e Finalidades da disciplina A disciplina de Saúde do Curso

Leia mais

Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico?

Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? Dica de Bolso Agrotóxicos O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? 12 1 O QUE SÃO AGROTÓXICOS? Agrotóxicos, também chamados de pesticidas, praguicidas, biocidas, fitossanitários,

Leia mais

Professor: Edilberto Antônio Souza de Oliveira Ano: 2008 RESUMO SOBRE O SISTEMA IMUNE

Professor: Edilberto Antônio Souza de Oliveira Ano: 2008 RESUMO SOBRE O SISTEMA IMUNE 1 Professor: Edilberto Antônio Souza de Oliveira Ano: 2008 RESUMO SOBRE O SISTEMA IMUNE O sistema imune tem como principal finalidade a defesa do organismo contra as doenças infecciosas, ou seja, resistência

Leia mais

CICLOSPORINA PARA DERMATITE ATÓPICA REFRATÁRIA

CICLOSPORINA PARA DERMATITE ATÓPICA REFRATÁRIA Medicamento X Data: 30/09/2013 Nota Técnica 238 2013 Solicitante: Juiz de Direito JOSÉ CARLOS DE MATOS Material Procedimento Cobertura Número do processo: 0362.13.009927-2. Réu: Município de João Monlevade

Leia mais

PATOGENIA DAS INFECÇÕES VIRAIS

PATOGENIA DAS INFECÇÕES VIRAIS PATOGENIA DAS INFECÇÕES VIRAIS Profª Maria Luzia da Rosa e Silva Viroses em humanos Patogenicidade: capacidade de infectar o hospedeiro e causar doença infecção viral (1) injúria nos órgãos (2) manifestações

Leia mais

Sistema Respiratório. Afecções das vias aéreas inferiores. Profa. Dra. Rosângela de Oliveira Alves Carvalho

Sistema Respiratório. Afecções das vias aéreas inferiores. Profa. Dra. Rosângela de Oliveira Alves Carvalho Sistema Respiratório Afecções das vias aéreas inferiores Profa. Dra. Rosângela de Oliveira Alves Carvalho Pneumonia Bronquite Broncopneumonia Pneumonia Intersticial Pneumonia Lobar EBologia Agentes Infecciosos

Leia mais