PARECER TÉCNICO N.º 014/SCM/2013 Processo ANP Nº /

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARECER TÉCNICO N.º 014/SCM/2013 Processo ANP Nº 48610.000959/2012-35"

Transcrição

1 - 1 - PARECER TÉCNICO N.º 014/SCM/2013 Processo ANP Nº / ASSUNTO Autorização para o Exercício da Atividade de Comercialização de Gás Natural e obtenção de Registro de Agente Vendedor perante os requisitos estabelecidos na Resolução ANP n.º 52/2011 para a EP Energy Pescada Ltda.. 2. INTERESSADA EP Energy Pescada Ltda. CNPJ: / ESCRITÓRIO E SEDE DA EMPRESA Av. das Américas, nº 3434, Bloco 7-3º andar Barra da Tijuca CEP: Rio de Janeiro RJ 4. LEGISLAÇÃO Resolução ANP n.º 52, de DOU OBJETO DO PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO E REGISTRO O objeto do pedido de autorização é o exercício da atividade de comercialização de gás natural, dentro da esfera de competência da União. A partir da publicação da Lei nº /2009, a atividade de comercialização de gás natural ficou definida como a atividade de compra e venda de gás natural, realizada por meio da celebração de contratos negociados entre as partes e registrados na ANP, ressalvado o disposto no 2º do art. 25 da Constituição Federal. A Resolução ANP n.º 52/2011 regulamentou dos dispositivos atinentes à comercialização de gás natural trazidos pela Lei nº /2009 e pelo Decreto nº 7.382/2010, a saber: a autorização da prática da atividade de comercialização de gás natural, dentro da esfera de competência da União, o registro de agente vendedor e o registro de contratos de compra e venda de gás natural. Segundo a sistemática estabelecida pela Resolução ANP n.º 52/2011, os agentes interessados em comercializar gás natural devem primeiro obter a autorização para atividade de comercialização. Caso os requisitos estabelecidos para a obtenção da autorização sejam cumpridos, a autorização é outorgada, sendo também efetuado o registro de agente vendedor. A partir da outorga de autorização e do registro, os agentes estão aptos a celebrar contratos de compra e venda de gás natural, os quais devem explicitar alguns elementos mínimos estabelecidos na referida Resolução (em especial a separação, quando aplicável, das parcelas do preço referentes à molécula e ao transporte), bem como serem obrigatoriamente encaminhados os contratos para registro no prazo de até 30 (trinta) dias após a sua assinatura, bem como, em igual prazo, quaisquer alterações contratuais. 1

2 REQUISITOS ESTABELECIDOS PARA O EXERCÍCIO DA ATIVIDADE Para um agente obter a autorização de comercialização, é necessário encaminhar o pedido de autorização acompanhado da documentação suficiente para a correta verificação dos requisitos estabelecidos para o exercício da atividade. Os principais requisitos para o exercício da atividade são: (i) a exigência de que os agentes sejam sociedades ou consórcios constituídos sob as leis brasileiras, com sede e administração no País; (ii) a separação das atividades de transporte e da comercialização de gás natural, exceção dos volumes necessários ao consumo próprio das instalações de transporte e para formação e manutenção do estoque operacional do transportador 1 ; e (iii) a regularidade fiscal do agente interessado em exercer a atividade nas esferas federal, estadual e municipal. Adicionalmente, verifica-se se o objeto da sociedade ou consórcio é compatível com o exercício da atividade. É importante destacar que o pedido de autorização para Atividade de Comercialização de Gás Natural e do Registro de Agente Vendedor não exige que o solicitante detenha a propriedade de gás natural no ato da sua solicitação. Entretanto, existe a obrigatoriedade da remessa dos documentos contendo a informação da origem ou a caracterização das reservas que suportarão o fornecimento dos volumes de gás natural contratados, por ocasião do envio de cada contrato de compra e venda celebrado pelo agente autorizado, sob pena do contrato não ser registrado na ANP ENVIO DE INFORMAÇÕES À ANP Para possibilitar o acompanhamento da atividade de comercialização do gás natural, os agentes autorizados e registrados devem comunicar mensalmente à ANP as informações referentes aos volumes comercializados, inclusive os preços de venda efetivamente praticados DO REGISTRO DE AGENTE VENDEDOR Em atendimento ao disposto art. 6º da Resolução ANP nº 52/2011, o Registro de Agente Vendedor será efetuado pela ANP por ocasião da outorga da autorização para Atividade de Comercialização de Gás Natural. Desta forma, os agentes cujas autorizações para atividade de comercialização sejam deferidas receberão um número de registro, o qual ficará disponível juntamente com as respectivas informações cadastrais do agente vendedor no sítio na Internet da ANP (parágrafo único do art. 6º da Resolução ANP nº 52/2011). Tal número de registro possui a seguinte sistemática de geração: Onde: Identificação do Agente Código da Unidade da Federação Nº da Divisão da Atividade Econômica Principal Nº da Raiz do CNPJ 2 dígitos 2 dígitos 2 dígitos 8 dígitos A Identificação do Agente informa a qual atividade se refere o registro concedido, sendo atribuído ao Agente Vendedor o valor 03 ; O Código da Unidade da Federação informa em qual Unidade da Federação encontrase localizada a sede da outorgada e segue a classificação utilizada pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); 1 Nesse sentido, excetuando-se os casos mencionados, um agente que realize a atividade de transporte de gás natural não pode exercer a atividade de comercialização de gás natural na esfera de competência da União. 2

3 - 3 - O Nº da Divisão da Atividade Econômica Principal corresponde aos 2 (dois) primeiros dígitos do código da atividade econômica principal exercida pela solicitante constante do Comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica; e O Nº da Raiz do CNPJ corresponde aos 8 (oito) primeiros dígitos do número de inscrição no Comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. Destaca-se que, à exceção da Identificação do Agente, todas as informações necessárias para a geração do número de Registro de Agente Vendedor encontram-se no Comprovante de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, sendo estas para o solicitante do pedido de autorização em tela: Número de Inscrição no CNPJ: / Código da Atividade Econômica Principal: Descrição da Atividade Econômica Principal Unidade da Federação: Extração de Petróleo e Gás Natural Rio de Janeiro De posse das informações acima é possível gerar uma numeração única para cada solicitante do Registro de Agente Vendedor, o qual estará disponível no sítio da ANP na internet. No caso da presente autorização, foi gerado da seguinte nº de Registro de Agente Vendedor: Identificação do Agente Código da Unidade da Federação Nº da Divisão da Atividade Econômica Principal Nº da Raiz do CNPJ Nº de Registro do Agente Vendedor ANÁLISE DA DOCUMENTAÇÃO APRESENTADA Conforme os requisitos estipulados na Resolução ANP n.º 52/2011, o processo nº / foi instruído com os seguintes documentos: Documento Data de Validade Data do protocolo Fls. do Processo Inciso I do Art. 5º: Cópia autenticada do documento de identificação do signatário e, em se tratando do procurador, também de cópia autenticada de instrumento de procuração - Cópia autenticada da Carteira de Identidade do signatário - 27/02/ Inciso II do Art. 5º: Cópia autenticada do contrato ou estatuto social em vigor, devidamente arquivado no registro competente, acompanhado, em caso de sociedades anônimas, da ata de eleição de seus administradores ou diretores - Cópia autenticada da 46º Alteração do Contrato Social da Unopaso Exploração e Produção de Petróleo e Gás Ltda., contendo o Contrato Social consolidado da empresa - 27/02/ a 31 Inciso III do Art. 5º: Consórcio - cópia autenticada do instrumento de sua constituição, devidamente arquivado no Registro competente Não se aplica, por não se tratar de consórcio Inciso IV do Art. 5º: Comprovação de inscrição no Cadastro de Contribuintes Federal, Estadual e Municipal Comprovante do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (matriz) - * 81 3

4 - 4 - Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral no Cadastro de Contribuintes do ICMS do Estado do Rio de Janeiro (matriz) Consulta ao Cadastro de Contribuintes da Secretaria Municipal de Fazenda da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro/RJ (matriz) - * 82-27/02/ Inciso V do Art. 5º: Comprovação de habilitação parcial perante o Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF) ou a apresentação das correspondentes certidões negativas de débito ou certidões positivas com efeito de negativas (certidão negativa da Receita Federal; Estadual e Municipal, se houver; INSS e FGTS) referente aos estabelecimentos da matriz e das filiais relacionadas com a atividade de comercialização de gás natural Certidão Conjunta Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Dívida Ativa da União Certidão Conjunta Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Dívida Ativa da União Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos Relativos às Contribuições Previdenciárias e às de Terceiros Certidão Negativa de Débitos Relativos às Contribuições Previdenciárias e às de Terceiros 20/06/ /02/ /04/ /11/ /06/ /02/ /04/2013 * 70 Certificado de Regularidade do FGTS CRF 28/02/ /02/ Certificado de Regularidade do FGTS CRF 24/01/2013 * 71 Certidão Negativa de Débito emitida pela Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro Certidão Negativa de Débito emitida pela Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro Certidão Negativa de Débito do Imposto sobre Serviços de qualquer Natureza emitida pela Secretaria Municipal de Fazenda da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Certidão Negativa de Débito do Imposto sobre Serviços de qualquer Natureza emitida pela Secretaria Municipal de Fazenda da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Nota: * Documento apensado ao processo pela SCM/ANP. 17/06/ /02/ /09/ /06/ /01/ /01/ /08/ /06/ /03/ /01/ /11/ /06/ /05/ /01/ /04/ /02/ /08/ /06/ /02/ /01/ Desta forma, conforme se pode observar no quadro acima, foram encaminhados a esta ANP os documentos necessários para a Autorização para o Exercício da Atividade de Comercialização de Gás Natural e obtenção de Registro de Agente Vendedor perante os requisitos estabelecidos na Resolução ANP n.º 52/2011, estando estas válidas até o momento da conclusão do presente Parecer Técnico. 4

5 CONCLUSÃO Conforme relacionado no item 6 deste Parecer, foram encaminhados a esta ANP os documentos necessários para a Autorização para o Exercício da Atividade de Comercialização de Gás Natural e obtenção de Registro de Agente Vendedor perante os requisitos estabelecidos na Resolução ANP n.º 52/2011. Face ao exposto, a equipe técnica da SCM/ANP responsável pela análise do presente Processo Administrativo conclui favoravelmente à outorga da autorização em nome da EP Energy Pescada Ltda., assim como do respectivo Registro de Agente Vendedor nº , conforme o disposto no parágrafo único do art. 6º da Resolução ANP nº 52, de 29 de setembro de Rio de Janeiro, 18 de janeiro de Luciano de Gusmão Veloso SIAPE nº Marco Antonio Barbosa Fidelis SIAPE nº Guilherme de Biasi Cordeiro SIAPE nº

PARECER TÉCNICO N.º 036/SCM/2015 Processo ANP Nº /

PARECER TÉCNICO N.º 036/SCM/2015 Processo ANP Nº / - 1 - PARECER TÉCNICO N.º 036/SCM/2015 Processo ANP Nº 48610.002140/2015-55 1. ASSUNTO Autorização para o Exercício da Atividade de Comercialização de Gás Natural e obtenção de Registro de Agente Vendedor

Leia mais

PORTARIA N 126, DE 30 DE JULHO DE 1999

PORTARIA N 126, DE 30 DE JULHO DE 1999 PORTARIA N 126, DE 30 DE JULHO DE 1999 Estabelece a regulamentação para a atividade de produção ou importação de óleo lubrificante acabado a ser exercida por pessoa jurídica sediada no País, organizada

Leia mais

DECRETO Nº , DE 13 DE MARÇO DE 2017.

DECRETO Nº , DE 13 DE MARÇO DE 2017. DECRETO Nº 19.700, DE 13 DE MARÇO DE 2017. Regulamenta a Lei Municipal nº 12.162, de 9 de dezembro de 2016, que dispõe sobre o serviço de transporte motorizado privado e remunerado de passageiros. O PREFEITO

Leia mais

PORTARIA ANP Nº 202, DE DOU REPUBLICADA DOU

PORTARIA ANP Nº 202, DE DOU REPUBLICADA DOU PORTARIA ANP Nº 202, DE 30.12.1999 - DOU 31.12.1999 - REPUBLICADA DOU 3.5.2004 Estabelece os requisitos a serem cumpridos para acesso a atividade de distribuição de combustíveis líquidos derivados de petróleo,

Leia mais

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA Solicitamos o Cadastro de Fornecedores da UniRV - Universidade de Rio Verde, nos termos da Lei nº 8666/93 Art. 27,28 e 29 atualizada, conforme informações

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/ SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/ SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2016 - SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS E RECOMENDAÇÕES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM PORTFÓLIO DE SERVIÇOS ( SMART CAMPUS ) PARA

Leia mais

D.O.U. de 05/10/1992. INSTRUÇÃO NORMATIVA DpRF Nº 109, DE 2 DE OUTUBRO DE 1992

D.O.U. de 05/10/1992. INSTRUÇÃO NORMATIVA DpRF Nº 109, DE 2 DE OUTUBRO DE 1992 D.O.U. de 05/10/1992 INSTRUÇÃO NORMATIVA DpRF Nº 109, DE 2 DE OUTUBRO DE 1992 O Diretor do Departamento da Receita Federal, no uso de suas atribuições, e tendo em vista a necessidade de uniformizar os

Leia mais

Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006

Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 DOU de 20.3.2006 Aprova o Programa Gerador de Documentos do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica -

Leia mais

PROCEDIMENTO CADASTRAL

PROCEDIMENTO CADASTRAL PROCEDIMENTO CADASTRAL SERVIÇOS DE LIMPEZA CONTROLE DE PRAGAS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE PILHAS E BATERIAS COLETA, TRANSPORTE DESCONTAMINAÇÃO E DESTINAÇÃO

Leia mais

DECRETO Nº DE 02 DE JANEIRO 2017.

DECRETO Nº DE 02 DE JANEIRO 2017. Gabinete do Praça Duque de Caxias nº 39 Centro Areal/RJ Tel.:(24)2257-399 Cep.: 25.845-000 E-mail: governo@areal.rj.gov.br DECRETO Nº.508 DE 02 DE JANEIRO 207. Altera 3º do Artigo 2 do Decreto nº 86, de

Leia mais

EDITAL DE CARTA CONVITE Nº 013/2016 Tipo de julgamento: menor preço por item Processo Administrativo nº

EDITAL DE CARTA CONVITE Nº 013/2016 Tipo de julgamento: menor preço por item Processo Administrativo nº EDITAL DE CARTA CONVITE Nº 013/2016 Tipo de julgamento: menor preço por item Processo Administrativo nº045.2016 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PSICOLOGO(A) PARA ATUAR JUNTO AO PROGRAMA NAAB- Nucleo De Apoio

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. Estabelece procedimentos para obtenção de autorização prévia para instalação de escritório de representação, cadastramento,

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto de Constituição Comprovante de renda

Leia mais

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL Cedente: cliente atual que está vendendo a cota. Cessionário: cliente que está adquirindo a cota. A apresentação dos documentos solicitados

Leia mais

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO O MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA URTIGA-RS, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ sob nº 90.483.082/0001-65, com sede na Avenida Professor Zeferino, n.

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1

CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1 CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1 A Comissão de Licitação do Conselho Nacional do SESI vem por meio desta

Leia mais

NÚMERO DA PÁGINA 01/06

NÚMERO DA PÁGINA 01/06 01/06 JOSÉ AUGUSTO DE CARVALHO GONÇALVES NUNES, Diretor Presidente da ÁGUAS E ESGOTOS DO PIAUÍ S/A - AGESPISA, no uso das atribuições que lhe confere o Estatuto Social da Empresa e, CONSIDERANDO a conveniência

Leia mais

REFORMA OU CONSTRUÇÃO

REFORMA OU CONSTRUÇÃO Ficha Cadastral Cópia simples do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal REFORMA OU CONSTRUÇÃO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto

Leia mais

PORTARIA Nº. 20, DE 15 DE ABRIL DE 2016 (DOU DE )

PORTARIA Nº. 20, DE 15 DE ABRIL DE 2016 (DOU DE ) PORTARIA Nº. 20, DE 15 DE ABRIL DE 2016 (DOU DE 18.04.2016) Altera a Portaria nº 02, de 22 de fevereiro de 2013 e dá outras providências. O SECRETÁRIO DE RELAÇÕES DO TRABALHO, no uso das atribuições que

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA DAC N o 192/DGAC, DE 14 DE MARÇO DE 2002 Aprova a Instrução de Aviação Civil que dispõe sobre os Procedimentos para Celebração

Leia mais

EDITAL Nº 035/2014 CONVITE 008/2014 CONSERTO DO EIXO DIANTEIRO DA RETROESCAVADEIRA JCB 214E-4CX

EDITAL Nº 035/2014 CONVITE 008/2014 CONSERTO DO EIXO DIANTEIRO DA RETROESCAVADEIRA JCB 214E-4CX EDITAL Nº 035/2014 CONVITE 008/2014 CONSERTO DO EIXO DIANTEIRO DA RETROESCAVADEIRA JCB 214E-4CX O Prefeito Municipal de Vespasiano Corrêa/RS, no uso legal de suas atribuições e de conformidade com a Lei

Leia mais

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL Cedente: cliente atual que está vendendo a cota. Cessionário: cliente que está adquirindo a cota. A apresentação dos documentos solicitados

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 475, DE 14 DE ABRIL DE 2008 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E O MINISTRO DE

Leia mais

BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº / COMPANHIA ABERTA BRML3

BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº / COMPANHIA ABERTA BRML3 BR MALLS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 06.977.745/0001-91 COMPANHIA ABERTA BRML3 BOLETIM DE VOTO À DISTÂNCIA REFERENTE À ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA A SER REALIZADA EM 28 DE ABRIL DE 2017,

Leia mais

ANEXO IV COMO APRESENTAR A DOCUMENTAÇÃO

ANEXO IV COMO APRESENTAR A DOCUMENTAÇÃO ANEXO IV COMO APRESENTAR A DOCUMENTAÇÃO ENVELOPE 1: Pessoa Física 1. Cópia de Cédula de Identidade (cópia autenticada em cartório); 2. Prova de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas ou cópia do CPF

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

EDITAL Nº 02/2015 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDITAL Nº 02/2015 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS A Caixa Escolar Escola Estadual de Tapira, de Ensino Médio, inscrita no CNPJ 06.269.078/0001-92, localizada à rua Francisco Rosa Pires, nº 93, centro, município

Leia mais

8 DESCONSTITUIÇÃO- LIQUIDAÇÃO - EXTINÇÃO EXTINÇÃO

8 DESCONSTITUIÇÃO- LIQUIDAÇÃO - EXTINÇÃO EXTINÇÃO 8 DESCONSTITUIÇÃO- LIQUIDAÇÃO - EXTINÇÃO 8. - EXTINÇÃO 8.. - DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA No caso de extinção em que as fases de DESCONSTITUIÇÃO E LIQUIDAÇÃO (com seu encerramento) sejam praticadas em um único

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRACÃO. Edital de Licitação

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRACÃO. Edital de Licitação Edital de Licitação Modalidade.:Tomada de Preço DATA DA ABERTURA DA LICITAÇÃO: 22/02/2012 Numero...:0006/12 DATA ABERTURA DAS PROPOSTAS..: 13/03/2012 HORARIO...: 15:00 Fornecedor.: Endereço...: CGCMF...:

Leia mais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha 525 Belo Horizonte MG NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE A COMPANHIA DE

Leia mais

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA 2016 ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO INSCRIÇÃO MUNICIPAL CPF/CNPJ 54125003 06.042.030/0001-47 RAZÃO

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DMV N.º 001/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DMV N.º 001/2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO DMV N.º 001/2015 COMUNICADO A INTERESSADOS PARA CESSÃO DE USO DE ÁREA LOCALIZADA ENTRE OS SETORES I e J DO POLO CULTURAL E ESPORTIVO GRANDE OTELO (SAMBÓDROMO), PARA EXPLORAÇÃO

Leia mais

CONSIDERANDO a necessidade de revisão e unificação das normas e critérios referentes à operação da Seção Farmacêutica do IMASF;

CONSIDERANDO a necessidade de revisão e unificação das normas e critérios referentes à operação da Seção Farmacêutica do IMASF; REGULAMENTA A OPERAÇÃO, A COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS E A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PELA FARMÁCIA DO IMASF, CRIA O FUNDO DE CAIXA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. OVÍDIO PRIETO FERNANDES, Presidente do 19º Conselho

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA DE CADASTRAMENTO ÚNICO DE FORNECEDOR INTRODUÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA DE CADASTRAMENTO ÚNICO DE FORNECEDOR INTRODUÇÃO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Pato Branco Diretoria de Planejamento e Administração Departamento de Materiais e Patrimônio ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO Nº 68/2016 CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CVB/RS

ATO CONVOCATÓRIO Nº 68/2016 CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CVB/RS ATO CONVOCATÓRIO Nº 68/2016 FILIAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CVB/RS FILIAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE MENCIONA ABAIXO, POR PREÇO GLOBAL

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Certificado de Registro Cadastral - CRC (Instituído pelo art. 34 da Lei 8.666, de 1993 e regulamentado pelo art. 1 do Decreto n 3.722, de 2001) CNPJ / CPF: 02.037.069/0001-15 Razão Social / Nome: G REFRIGERACAO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2003 DOU 20/11/03, seção 1, p.98 B.S. nº 47, de 24/11/03

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2003 DOU 20/11/03, seção 1, p.98 B.S. nº 47, de 24/11/03 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2003 DOU 20/11/03, seção 1, p.98 B.S. nº 47, de 24/11/03 Fixa roteiro para a troca de informações entre o INCRA e os Serviços de Registro de Imóveis, nos

Leia mais

EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS

EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS a EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS I) Dados cadastrais a) Razão Social: b) CNPJ: c) Inscrição Estadual: d) Inscrição Municipal: e) Endereço: f) Cidade:

Leia mais

A necessidade de normatizar a emissão da NFS-e para os estacionamentos de veículos; DETERMINA:

A necessidade de normatizar a emissão da NFS-e para os estacionamentos de veículos; DETERMINA: Instrução de Serviço GETM nº 002, de 17 de agosto de 2012. Estabelece regime especial para a emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) destinada a acobertar os serviços prestados por estacionamentos

Leia mais

DECRETO Nº DE 28/09/2010 DOU de 29/09/2010

DECRETO Nº DE 28/09/2010 DOU de 29/09/2010 PRESIDENTE DA REPÚBLICA DECRETO Nº 7.319 DE 28/09/2010 DOU de 29/09/2010 Regulamenta a aplicação do Regime Especial de Tributação para construção, ampliação, reforma ou modernização de estádios de futebol

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES DA PARAÍBA S/A CNPJ/MF n.º / NIRE nº

TELECOMUNICAÇÕES DA PARAÍBA S/A CNPJ/MF n.º / NIRE nº TELECOMUNICAÇÕES DA PARAÍBA S/A CNPJ/MF n.º 08.827.313/0001-20 NIRE nº 253.0000.706-1 Ata da Assembléia Geral Extraordinária, realizada em 02 de agosto de 2001, lavrada na forma de sumário: 1. Data, Hora

Leia mais

LEI MUNICIPAL N de 15 de julho de 2014

LEI MUNICIPAL N de 15 de julho de 2014 LEI MUNICIPAL N 4.962 de 15 de julho de 2014 Autoriza o município a efetuar repasse de recursos oriundos do passe livre estudantil às associações que tiverem alunos beneficiários e diretamente aos alunos

Leia mais

CARTA CONVITE 19/2015 FUnC AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE EXPEDIENTE PARA USO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO

CARTA CONVITE 19/2015 FUnC AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE EXPEDIENTE PARA USO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO 1 CARTA CONVITE 19/2015 FUnC AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE EXPEDIENTE PARA USO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, situada à Av. Presidente Nereu

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/RS

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/RS Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/RS Procedimentos para solicitação do desbloqueio de cancelamento de gravame. (Versão Atualizada 2015) De acordo com a portaria

Leia mais

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA 2015 ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO ATIVIDADE: 020128 - Taxa TLVLF Outras Atividades - Pequeno Porte

Leia mais

PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS- PROUNI PROCESSO SELETIVO PROUNI PARA 2017/1

PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS- PROUNI PROCESSO SELETIVO PROUNI PARA 2017/1 FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 / Fone:

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR MINISTÉRIO DA SAÚDE 1 AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR RESOLUÇÃO-RDC Nº 5, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2000 (*) Aprova normas sobre os procedimentos administrativos para requerimento e concessão de registro

Leia mais

Exigências para cadastro de parceiros, que deverão ser numeradas e enviadas completas ao gestor responsável:

Exigências para cadastro de parceiros, que deverão ser numeradas e enviadas completas ao gestor responsável: Caro Parceiro, Os documentos e informações na lista abaixo são indispensáveis para aprovação do jurídico no cadastro de novos parceiros. Na ausência de qualquer informação, por favor, contate imediatamente

Leia mais

LOCAL DE ENTREGA-ENDEREÇO CÓDIGO LOCAL DE ENTREGA ENDEREÇO CEP CIDADE ESTADO INFORMAÇÕES/EXIGÊNCIAS COMPLEMENTARES

LOCAL DE ENTREGA-ENDEREÇO CÓDIGO LOCAL DE ENTREGA ENDEREÇO CEP CIDADE ESTADO INFORMAÇÕES/EXIGÊNCIAS COMPLEMENTARES 31.10.2011 PAGINA 1 LISTA DE COMPRAS-SIMPLIFICADA Dispensa de Licitação :11/20038 Objeto: ADM CENTRAL - AQUISIÇÃO DE SUPORTE METÁLICO PARA PASTA SUSPENSA. CONDIÇÕES GERAIS DA LICITAÇÃO Validade da Proposta:

Leia mais

NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA

NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA MEI do Comércio e da Indústria NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA MEI do Comércio e da Indústria O Microempreendedor Individual já pode emitir a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica-NFA-e

Leia mais

COTAÇÃO DE PREÇO nº 004/2014

COTAÇÃO DE PREÇO nº 004/2014 Recebido em: / / Assinatura e Carimbo COTAÇÃO DE PREÇO nº 004/2014 A Associação das Cooperativas de Apoio a Economia Familiar (ASCOOB) Entidade Privada Sem Fins Lucrativos, inscrita no, torna público para

Leia mais

Resolução SEMAC nº 20 DE 23/10/2014

Resolução SEMAC nº 20 DE 23/10/2014 Resolução SEMAC nº 20 DE 23/10/2014 Norma Estadual - Mato Grosso do Sul Publicado no DOE em 24 out 2014 Regulamenta dispositivos da Lei n. 11.959, de 29 de junho de 2009 relativo ao registro dos pescadores

Leia mais

LICITAÇÃO N.º 005/2013 CONVITE N.º 003/2013 Menor Preço Global

LICITAÇÃO N.º 005/2013 CONVITE N.º 003/2013 Menor Preço Global LICITAÇÃO N.º 005/2013 CONVITE N.º 003/2013 Menor Preço Global A Câmara Municipal de Centenário do Sul, Estado do Paraná, em conformidade com a Lei nº 8.666/93 de 21 de Junho de 1993, suas alterações e

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Ajuste Sinief 13 de 2013 Venda para Orgão Público 02/10/14

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Ajuste Sinief 13 de 2013 Venda para Orgão Público 02/10/14 02/10/14 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 2.1 Ajuste Sinief 13, De 26 De Julho De 2013... 3 3. Análise da Consultoria... 4 4 Conclusão... 5 5 Informações

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO nº 05/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC

BOLETIM INFORMATIVO nº 05/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC 1. Objetivo MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BOLETIM INFORMATIVO nº 05/2016 DEPARTAMENTO DE CONTRATOS DO IFSC APONTAMENTOS DO RELATÓRIO DE AUDITORIA INTERNA GESTÃO DE CONTRATOS TERCEIRIZADOS A atividade de auditoria

Leia mais

Resolução nº 581, de 29 de agosto de 2013

Resolução nº 581, de 29 de agosto de 2013 Resolução nº 581, de 29 de agosto de 2013 Ementa: Institui o título de especialista profissional farmacêutico, sem caráter acadêmico, dispondo sobre os procedimentos e critérios necessários para a sua

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE MATO GROSSO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE MATO GROSSO 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 PARECER CONSULTA CRM-MT Nº 03/2010 DATA DA ENTRADA: 25 de janeiro de 2010 INTERESSADO: Dr. C. F. G. G. CONSELHEIRO

Leia mais

ANEXO II - Instrução Normativa nº 008/2009/GAB/CRE

ANEXO II - Instrução Normativa nº 008/2009/GAB/CRE ANEXO II - Instrução Normativa nº 008/200/GAB/CRE MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA PREENCHIMENTO DO RELATÓRIO DE MOVIMENTAÇÃO DE ÁLCOOL CARBURANTE E DE BIODIESEL B100 COM DESTINO À ZFM E EM TRÂNSITO PELO ESTADO

Leia mais

Ref.: Consulta Formal aos Cotistas do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO BR HOTÉIS - FII CNPJ nº /

Ref.: Consulta Formal aos Cotistas do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO BR HOTÉIS - FII CNPJ nº / Rio de Janeiro, 25 de setembro de 2015. Ref.: Consulta Formal aos Cotistas do FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO BR HOTÉIS - FII CNPJ nº 15.461.076/0001-91. Prezados Senhores, O BNY Mellon Serviços Financeiros

Leia mais

Anexo I. Modelo de Boletim de voto à distância AGE da BM&FBOVESPA S.A. Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de 14/6/2017

Anexo I. Modelo de Boletim de voto à distância AGE da BM&FBOVESPA S.A. Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de 14/6/2017 Anexo I Modelo de Boletim de voto à distância AGE da BM&FBOVESPA S.A. Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de 14/6/2017 1. Nome do acionista 2. CNPJ ou CPF do acionista 3. Endereço de e-mail para envio

Leia mais

Prefeitura Municipal da Estância Turística de Batatais Estado de São Paulo

Prefeitura Municipal da Estância Turística de Batatais Estado de São Paulo EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL Nº 01/2016 O Prefeito do Município de Batatais,, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, torna público

Leia mais

1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de

1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de I MEMORIAL TÉCNICO DO XXVII CBP: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de INFORMÁTICA, AUDIVISUAL, MÍDIA DESK E EQUIPAMENTOS DE TRADUÇÃO

Leia mais

Governo do Estado da Paraíba Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico da Paraíba Programa de Artesanato da Paraíba

Governo do Estado da Paraíba Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico da Paraíba Programa de Artesanato da Paraíba Governo do Estado da Paraíba Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico da Paraíba Programa de Artesanato da Paraíba EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 02/2016. CADASTRAR EXPOSITORES PARA

Leia mais

CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO DE VIÇOSA. Resolução nº 01

CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO DE VIÇOSA. Resolução nº 01 CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO DE VIÇOSA Resolução nº 01 Dispõe sobre o credenciamento das entidades que recebem subvenção do Município, bem como regulamenta a formalização da devida prestação de contas.

Leia mais

DECRETO Nº , DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015.

DECRETO Nº , DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015. DECRETO Nº 19.269, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015. Estabelece o Calendário Fiscal de Arrecadação dos Tributos Municipais, o valor da Unidade Financeira Municipal (UFM) e os preços do metro quadrado de terrenos

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA N 001/2015, PARA AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DA AGRICULTURA FAMILIAR E EMPREENDEDOR FAMILIAR RURAL.

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA N 001/2015, PARA AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DA AGRICULTURA FAMILIAR E EMPREENDEDOR FAMILIAR RURAL. EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA N 001/2015, PARA AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DA AGRICULTURA FAMILIAR E EMPREENDEDOR FAMILIAR RURAL. A PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO através da SECRETARIA

Leia mais

CONVITE Nº 030E/2015

CONVITE Nº 030E/2015 Processo nº 0668.1511/14-0 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 030E/2015 DATA DA ABERTURA: 19/06/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

Resolução SESCOOP/RS N. 08, de 08 de Fevereiro de Os membros do Conselho Administrativo do SESCOOP/RS,

Resolução SESCOOP/RS N. 08, de 08 de Fevereiro de Os membros do Conselho Administrativo do SESCOOP/RS, Resolução SESCOOP/RS N. 08, de 08 de Fevereiro de 2007. Aprova o Regulamento para concessão de Bolsas de Estudo. Os membros do Conselho Administrativo do SESCOOP/RS, CONSIDERANDO a necessidade de promover

Leia mais

CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO ECONÔMICO

CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO ECONÔMICO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUBSECRETARIA DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do Distrito Federal CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

Portaria CAT 53, de

Portaria CAT 53, de Publicado no D.O.E. (SP) de 25/05/2013 Portaria CAT 53, de 24-05-2013 Disciplina a atribuição, por regime especial, da condição de sujeito passivo por substituição tributária, conforme inciso VI do artigo

Leia mais

CETIP S.A. MERCADOS ORGANIZADOS CNPJ/MF Nº / NIRE Companhia Aberta COMUNICADO AO MERCADO PEDIDO PÚBLICO DE PROCURAÇÃO

CETIP S.A. MERCADOS ORGANIZADOS CNPJ/MF Nº / NIRE Companhia Aberta COMUNICADO AO MERCADO PEDIDO PÚBLICO DE PROCURAÇÃO CETIP S.A. MERCADOS ORGANIZADOS CNPJ/MF Nº. 09.358.105/0001-91 NIRE 33.300.285.601 Companhia Aberta COMUNICADO AO MERCADO PEDIDO PÚBLICO DE PROCURAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de maio de 2013 - A Cetip S.A.

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2016

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2016 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2016 O CRUZEIRO ESPORTE CLUBE, associação desportiva inscrita no CNPJ sob o nº 17.241.878/0002-00, através do Departamento de Projetos Incentivados, realizará processo de

Leia mais

1. DO OBJETO: 2. ESPECIFICAÇÕES:

1. DO OBJETO: 2. ESPECIFICAÇÕES: Cotação Prévia de Preço n 28/2016 Convênio nº 792864/2012 MTE/CAMP. Projeto: Fortalecimento e Expansão das Iniciativas de Fundos Solidários na Região Sul Critério: Menor Preço e Melhor Técnica. Cotação

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

ANEXO II DECLARAÇÃO DE DUPLO VÍNCULO (subitem 2.4, alínea i do Edital PSP001/2011/FMS

ANEXO II DECLARAÇÃO DE DUPLO VÍNCULO (subitem 2.4, alínea i do Edital PSP001/2011/FMS ANEXO II DECLARAÇÃO DE DUPLO VÍNCULO (subitem 2.4, alínea i do Edital PSP001/2011/FMS EU, candidato ao Processo Seletivo Simplificado Público EDITAL nº 001/2011/FMS, DELCARO para os devidos fins legais

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 15/ OBJETO: Celesc Distribuição S.A. Aquisição de Óculos de Segurança com Lentes Graduadas.

DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 15/ OBJETO: Celesc Distribuição S.A. Aquisição de Óculos de Segurança com Lentes Graduadas. DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 15/03919 OBJETO: Celesc Distribuição S.A. Aquisição de Óculos de Segurança com Lentes Graduadas. A Celesc Distribuição, com sede na Av. Itamarati, 160 - Florianópolis/SC, inscrita

Leia mais

IN SRT 16/13 - IN - Instrução Normativa SECRETÁRIO DE RELAÇÕES DO TRABALHO - SRT nº 16 de

IN SRT 16/13 - IN - Instrução Normativa SECRETÁRIO DE RELAÇÕES DO TRABALHO - SRT nº 16 de IN SRT 16/13 - IN - Instrução Normativa SECRETÁRIO DE RELAÇÕES DO TRABALHO - SRT nº 16 de 15.10.2013 D.O.U.: 16.10.2013 Dispõe sobre o depósito, registro e arquivo de convenções e acordos coletivos de

Leia mais

de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob o nº / , com

de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob o nº / , com À ILUSTRE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES DO BANCO REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DO EXTREMO SUL BRDE Recurso Administrativo Concorrência BRDE 2015/184 Interposição via e-mail (cpl@brde.com.br) PKF ASSESSORIA

Leia mais

Documentação Exigida Por Nível de Cadastramento

Documentação Exigida Por Nível de Cadastramento 1 Documentação Exigida Por Nível de Cadastramento Instituto Federal Catarinense Novembro de 2014 2 Sumário 1- Pessoa Física...3 2- Pessoa Jurídica...4 2.1- Órgão Público...4 2.2- Autarquias e Fundações

Leia mais

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO atualizado em 01/03/2016 alterados os itens 2, 3, 4.1.1, 4.1.2, 4.2, 4.3 e Legislação Consultada 2 ÍNDICE 1. CONCEITO...5 2. FASES...5 3. CONTRIBUINTE DE OUTRO ESTADO...5 4. CONTRIBUINTE DESTE ESTADO...6

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO CAMPO ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO CAMPO ESTADO DA BAHIA ADJUDICAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 035/2016 O Pregoeiro Municipal torna público, nos termos da Lei nº 10.520/2002 e Lei nº 8.666/93, a ADJUDICAÇÃO do Pregão Presencial nº 035/2016 realizado no dia 18/08/2016,

Leia mais

ANEXO I CHECK LIST PÓS CONTEMPLAÇÃO. A liberação do crédito está condicionada à apresentação dos documentos listados abaixo.

ANEXO I CHECK LIST PÓS CONTEMPLAÇÃO. A liberação do crédito está condicionada à apresentação dos documentos listados abaixo. ANEXO I CHECK LIST PÓS CONTEMPLAÇÃO A liberação do crédito está condicionada à apresentação dos documentos listados abaixo. DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS DO CONSORCIADO Consorciado Pessoa Física: Ficha

Leia mais

RESOLUÇÃO ANP Nº 14, DE DOU

RESOLUÇÃO ANP Nº 14, DE DOU RESOLUÇÃO ANP Nº 14, DE 06-07-2006 DOU 07-07-2006 O DIRETOR-GERAL da AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS - ANP, no uso de suas atribuições, tendo em vista as disposições da Lei

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLUÇÃO CFC N.º 1.167/09 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contabilistas. regimentais, O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLVE: CAPÍTULO I DO EXERCÍCIO

Leia mais

Rio de Janeiro, 09 de setembro de Of. Circ. Nº 289/14

Rio de Janeiro, 09 de setembro de Of. Circ. Nº 289/14 Rio de Janeiro, 09 de setembro de 2014. Of. Circ. Nº 289/14 Referência: Resolução SEFAZ-RJ nº 786/14 - ICMS - Diferimento - Importação - Operação interestadual com alíquota de 4% - Percentual pretendido

Leia mais

PRIMEIRO ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2017

PRIMEIRO ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2017 PRIMEIRO ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 001/2017 Modificam os itens 2.5.7, 4.10.1, 4.10.2 4.10.6, 4.10.7 do Edital 001/2017, Anexos VI, VII e acrescenta Anexo VIII, IX ao Edital. A Presidente

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE POÇÕES ESTADO DA BAHIA Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente

PREFEITURA MUNICIPAL DE POÇÕES ESTADO DA BAHIA Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA RLS Portaria Prefeitura Nº 030/2015 Publicação na Data: 30 de abril de 2015 Validade: 01 Ano Empresa: Empreendimentos

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA. Marco Antonio Bregonci FHMSC Sup Executivo

CHAMADA PÚBLICA. Marco Antonio Bregonci FHMSC Sup Executivo CHAMADA PÚBLICA A FUNDAÇÃO HOSPITAL MATERNIDADE SÃO CAMILO FHMSC, entidade filantrópica de natureza privada, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica sob nº. 27.108.380/0001-39, com sede institucional

Leia mais

ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA. Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações,

ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA. Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações, ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA 1. REQUERIMENTO Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações, A , CNPJ nº , com endereço na

Leia mais

Declaração de Prestadores de Outros Municípios - Protocolo de Inscrição

Declaração de Prestadores de Outros Municípios - Protocolo de Inscrição Dados da Empresa CNPJ: Razão Social: CEP do Estabelecimento: Data de Início das Atividades neste Endereço: Logradouro: Número: Complemento Bairro: Município: Estado: Inscrição do ISS no município de origem

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVO. Facilitar o cumprimento das obrigações fiscais pelo contribuinte do ICMS.

INTRODUÇÃO OBJETIVO. Facilitar o cumprimento das obrigações fiscais pelo contribuinte do ICMS. REGIME ESPECIAL INTRODUÇÃO OBJETIVO Facilitar o cumprimento das obrigações fiscais pelo contribuinte do ICMS. Ex.: emissão de notas fiscais, recolhimento ICMS ST, ICMS Importação; É importante salientar

Leia mais

Manual do Parcelamento de Débitos do MEI

Manual do Parcelamento de Débitos do MEI Manual do Parcelamento de Débitos do MEI Versão Junho/2017 Instrução Normativa RFB nº 1.714, de 26 de maio de 2017 Sumário 1 - Acesso... 3 2 - Requisitos Tecnológicos... 6 3 - Funcionalidades do aplicativo...

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Fundo Municipal de Saúde de Joinville. Edital de Chamamento Público nº 001/2013 Credenciamento Universal

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Fundo Municipal de Saúde de Joinville. Edital de Chamamento Público nº 001/2013 Credenciamento Universal SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Fundo Municipal de Saúde de Joinville Edital de Chamamento Público nº 001/2013 Credenciamento Universal A Prefeitura Municipal de Joinville/SC, através da Secretaria Municipal

Leia mais

Critério: MENOR PREÇO GLOBAL.

Critério: MENOR PREÇO GLOBAL. Cotação Prévia de Preço n 25/2016 Convênio nº 775707/2012 MTE/SENAES Projeto: Centro de Formação e Apoio a Assessoria Técnica em Economia Solidária da Região Sul CFES Regional Sul. Critério: MENOR PREÇO

Leia mais

GESTÃO FISCAL. na prática

GESTÃO FISCAL. na prática GESTÃO FISCAL na prática DJALMA ROBERTO DE OLIVEIRA Graduado em Ciências Contábeis pela FAESA/ES. MBA Controller - USP/SP. Atua há mais de 20 anos nas áreas fiscal e tributária. SUMÁRIO CAPÍTULO 1 REGULARIDADE

Leia mais

Instruções para a Solicitação de Matrícula SISU Preparação do envelope de Solicitação de matrícula.

Instruções para a Solicitação de Matrícula SISU Preparação do envelope de Solicitação de matrícula. Instruções para a Solicitação de Matrícula SISU 2016.1 Preparação do envelope de Solicitação de matrícula. 1. Em um envelope de dimensões 260 mm x 360 mm ou similar DEVIDAMENTE IDENTIFICADO COM O NOME,

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DELIBERAÇÃO Nº 1.098/ DS/CMDCA

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DELIBERAÇÃO Nº 1.098/ DS/CMDCA CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DELIBERAÇÃO Nº 1.098/2014 - DS/CMDCA Dispõe sobre a seleção do Projeto EDUCAGENTE Núcleo Comunitário da São Martinho, apresentado pela Entidade

Leia mais

DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 21/01/2008 às 10 horas

DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 21/01/2008 às 10 horas DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 21/01/2008 às 10 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac torna público que, na Seção de Material, localizada na Av. Ayrton Senna, 5.555 Barra

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA nº. 02/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA / SISTEMA WEB

COTAÇÃO PRÉVIA nº. 02/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA / SISTEMA WEB Rua Francílio Dourado, 11 - Sala 10 Água Fria - Fortaleza, Ceará, Brasil CEP: 60813-660 Telefone: +55 (85) 3114.9658 http://abraca.autismobrasil.org/ COTAÇÃO PRÉVIA nº. 02/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA

Leia mais

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor,

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, RESOLUÇÃO SMF Nº 1.897 DE 23/12/2003 Atualiza as normas para emissão, no âmbito da Secretaria Municipal de Fazenda, de certidões fiscais relativas ao Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza. O SECRETÁRIO

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES DE SERGIPE S/A CNPJ/MF nº / NIRC nº

TELECOMUNICAÇÕES DE SERGIPE S/A CNPJ/MF nº / NIRC nº TELECOMUNICAÇÕES DE SERGIPE S/A CNPJ/MF nº 13.079.322/0001-10 NIRC nº 2830000088-3 Ata da Assembléia Geral Extraordinária, realizada em 02 de agosto de 2001, lavrada na forma de sumário: 1. Data, Hora

Leia mais