Escola Secundária Filipa de Vilhena 2013/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escola Secundária Filipa de Vilhena 2013/2014"

Transcrição

1 Escola Secundária Filipa de Vilhena 2013/2014

2 Documentos reguladores Decretos-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho; (Princípios orientadores da organização, da gestão e do desenvolvimento dos currículos dos ensinos básico e secundário, bem como da avaliação e certificação dos conhecimentos adquiridos e das capacidades desenvolvidas pelos alunos) Decreto -lei n.º 91/2013, de 10 de julho; (Alterações ao decreto anterior) Portaria n.º 74-A/2013, de 15 de fevereiro; (Princípios orientadores da organização, da gestão e do desenvolvimento dos currículos dos cursos profissionais, bem como da avaliação e certificação dos conhecimentos adquiridos e das capacidades desenvolvidas pelos alunos) Portaria n.º 59-C/2014, de 7 de março; (Alterações ao decreto anterior) Despacho Normativo n.º 5-A/2014, de 10 de abril. (Regulamento de exames)

3 SIGLAS CI - Classificação Interna NA - Não Aprovado CIF - Classif. Interna Final P - Progride CFD - Classif. Final Disciplina NP - Não Progride CE - Classificação de Exame AE - Admitido a Exame AM - Anulou a Matrícula NAE - Não Admitido a Ex.

4 Regras gerais O aluno aprova em cada disciplina se a CIF é 10, desde que a CI no ano terminal seja maior ou igual a 8; O aluno pode transitar de ano com um ou dois níveis negativos (qualquer que seja o nível negativo); Matricula-se no ano seguinte em todas as disciplinas com CI (classificação do 3.º período) a 8 valores.

5 Regras gerais A CIF das disciplinas bienais com exame apenas se mantém válida até à 2.ª fase do mesmo ano escolar.

6 Regras gerais O aluno realiza 4 exames: Português, Disciplina Trienal e às duas Disciplinas Bienais da formação especifica ou numa bienal especifica e Filosofia Os alunos internos e autopropostos têm de realizar obrigatoriamente na 1.ª fase os exames nacionais e as provas de equivalência à frequência, quer para aprovação, quer para melhoria ou exclusivamente para ingresso.

7 Regras gerais Os exames incidem sobre os programas em vigor e são relativos à totalidade dos anos de escolaridade em que estas disciplinas são lecionadas.

8 Regras gerais No ato de inscrição para admissão aos exames nacionais do ensino secundário, os alunos optam pelos exames a realizar, só podendo alterar a opção tomada no ano ou anos letivos seguintes, desde que não tenham concluído nenhuma das disciplinas relativamente às quais pretendam alterar a decisão de realização de exame final nacional.

9 Regras gerais Os alunos que pretendam obter aprovação em disciplinas cujo ano terminal frequentaram sem aprovação devem alterar a sua inscrição para alunos autopropostos, mediante o preenchimento de um novo boletim, nos dois dias úteis seguinte ao da afixação das pautas de avaliação sumativa interna do 3.º período, para realizar as provas de exame na 1.ª fase.

10 Regras gerais Os alunos internos que não obtiveram aprovação nas disciplinas em que realizaram exames finais nacionais na 1.ª fase não tem de proceder à respetiva inscrição para a 2.ª fase.

11 Regras gerais Os alunos que pretendam efetuar melhoria de classificação nas disciplinas realizadas na 1.ª fase têm obrigatoriamente de proceder à respetiva inscrição na 2.ª fase.

12 Regras gerais Os alunos que ficarem excluídos por faltas numa disciplina só podem apresentar-se ao respetivo exame final nacional na 2.ª fase desse mesmo ano letivo, na qualidade de autopropostos, de acordo com o estipulado na alínea b) do n.º 4 do artigo 21.º do Estatuto do Aluno e Ética Escolar, aprovado pela Lei n.º 51/2012, de 5 de setembro.

13

14

15 - 11.º ano Disciplina 10.º ano 11.º ano CIF Exame CFD Português Inglês Filosofia ? 16 Ed. Física Matemática Biologia e Geologia Físico- Química- A Faltou NA

16 - 11.º ano Disciplina 10.º ano 11.º ano CIF Exame CFD Português Inglês Filosofia Ed. Física Matemática - A Biologia e Geologia Físico- Química- A

17 - 11.º ano Disciplina 10.º ano 11.º ano CIF Exame CFD Português Inglês Filosofia Ed. Física Desenho - A G.D - A H.C.A. /MAT-B

18 - 11.º ano Disciplina 10.º ano 11.º ano CIF Exame CFD Português Inglês Filosofia Ed. Física Desenho - A G.D - A 10 8 NA H.C.A. /MAT-B

19 Regras gerais Só podem realizar exames na 2.ª fase os alunos que: Realizaram exames a essa disciplina na 1.ª fase e de acordo com o estipulado no Despacho Normativo n.º 1942/2012, de 10 de fevereiro; Ou Tendo obtido aprovação em disciplinas terminais dos 11.º ou 12.º anos, no presente ano letivo de , pretendam melhorar a sua classificação.

20 Regras gerais Os alunos que faltarem à 1.ª Fase dos exames por motivos graves não imputáveis aos alunos, só podem realizar exames na 2.ª Fase desde que devidamente autorizados pelo presidente do JNE. Nos dois dias subsequentes ao da realização do exame a diretora deverá enviar: Requerimento do EE; Cópia autenticada do boletim de inscrição; Identificação do aluno; Documentos oficiais que comprovem inequivocamente a situação grave que impediu o aluno de efetuar provas na 1.ª Fase.

21 Regras gerais Nas situações clinicas graves, para além dos documentos referidos anteriormente, deve ser enviada declaração médica circunstanciada, emitida por serviços de saúde oficiais, bem como o período em que o aluno se encontra impedido.

22 Regras gerais para candidatura ao ensino superior Exames realizados em 2013/2014 As provas de exame realizadas na 1.ª Fase do calendário dos exames nacionais são elegíveis para a candidatura à 1.ª Fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior. As provas de exame realizadas na 2.ª Fase do calendário dos exames nacionais são elegíveis para a candidatura à 2.ª Fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior.

23 Regras gerais para candidatura ao ensino superior Exames realizados em 2011/2012 ou 2012/2013 As provas de exame realizadas em anos anteriores e que se consideravam elegíveis para a candidatura à 1.ª ou 2.ª Fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, mantém essa condição para o presente ano letivo e seguintes, enquanto forem válidas para esse fim.

24 Regras gerais para candidatura ao ensino superior Nas provas elegíveis para candidatura a classificação de exame não pode ser inferior a 95 pontos (9,5 valores).

25 Na disciplina bienal de Filosofia da componente de formação geral e nas disciplinas bienais da componente de formação especifica, havendo oferta de exame final nacional, não há lugar à elaboração de provas de equivalência à frequência, sendo estas substituídas pelas provas dos exames finais nacionais correspondentes. (ponto 1 do artigo 16.º-A aditamento ao artigo 3.º da Portaria n.º 550-D/2004, ver Portaria n.º 244/2011 de 21 de Junho)

26 Avaliação Final 06 de junho Fim das aulas 9.º, 11.º e 12.º anos 9, 11 e 12 de junho Conselhos de turma dos 9.º, 11.º e 12.º anos 13 de junho Afixação das pautas O pedido de revisão das decisões do C. T. deve ser requerido nos cinco dias úteis a contar da data de afixação em requerimento dirigido à Diretora Os requerimentos recebidos após expirado o prazo ou mal fundamentados são indeferidos Nos cinco dias úteis imediatamente após a receção, a Diretora convoca uma reunião extraordinária do Conselho de Turma para apreciação do pedido Se o C.T. indeferir o pedido este é enviado ao C.P. que decide de forma fundamentada Se o C.T. decide a favor do pedido O E.E. é notificado por carta registada no prazo máximo de 20 dias úteis contados a partir da data da receção do pedido de revisão. O E.E. é notificado através de carta registada no prazo máximo de 20 dias úteis, contados a partir da data de receção do pedido de revisão O E.E. pode no prazo de 5 dias úteis interpor recurso hierárquico para a o serviço competente do MEC.

27 Exames a 27 de junho 1.ª Fase de exames do Ensino Secundário 11 de julho - Afixação dos resultados da 1.ª Fase Secundário Reapreciações 2 dias úteis pedir fotocópia da prova. 2 dias úteis pedir a reapreciação Afixação das Reapreciações 1.ª Fase 11 de agosto Secundário Reclamação para JNE 2 dias úteis 14 e 15 de julho Inscrição para a 2.ª Fase 17 a 21 de julho 2.ª fase de Exames do Secundário 4 de agosto Afixação dos resultados da 2.ª Fase de 17 a 8 de agosto - 1.º fase de candidatura ao Ensino Superior Reapreciações 2.ª Fase 26 de agosto Afixação das R. Reclamação ao JNE 8 de setembro Divulgação das listas de admissão ao E.S. - 1.ª Fase

28 Matriculas de julho

29 Exames 2014 O aluno só conclui o ensino secundário se, em todas as disciplinas, a CFD for superior ou igual a 10 valores. Lembra-se que os alunos podem autopropor-se a qualquer prova de ingresso.

30 Exames 2014 Critérios de ordenação dos candidatos ao E. Superior Classificação final do E.S. com um peso não inferior a 50% Classificação das provas de ingresso com um peso não inferior 35% Classificação dos pré-requisitos de seriação com um peso não superior a 15%

31 Exames Cálculo da classificação de acesso ao Ensino Superior Classificação Final do Ensino Secundário (C.E.S.) ( ) : 9 = 139 : 9 = 15,444 (não se arredonda) C.E.S. = 15,44 x 10 = 154,4 Classificação de exame (1.ª específica - Matemática sem arredondamento) 12,6 x 10 = 126 Classificação de exame (2.ª específica - Física e Química sem arredondamento) 16,4 x 10 = 164 Arredondada às décimas 154,44 x 50% = 77,2 126 x 25% = 31,5 164 x 25% = 41,0 149,7 149,7 Classificação de Acesso ao Ensino Superior (C.A.E.S.)

32 Exames 2014

33 Cursos Profissionais Os alunos que concluam em 2012/2013 um curso profissional, a formula de cálculo da Classificação Final do Curso para Efeitos de Prosseguimentos de Estudos é: CFCEPE= (8CF+2EP)/10 CF classificação final do curso EP Exame de Português com classificação igual ou superior a 95 pontos

34 Cursos Profissionais CFCEPE= (7CF+3ME)/10 CF classificação final do curso; ME Média dos três exames com classificação igual ou superior a 95 pontos.

35 Cursos Profissionais Realizam três exames: Português Disciplina trienal Exemplo: História cursos TAI Matemática curso TGPSI Disciplina Bienal - Exemplo: Inglês cursos TAI Fisica Quimica curso TGPSI

36 Exames 2014 Algumas recomendações aos educandos antes do exame Devem apresentar-se no estabelecimento de ensino 30 minutos antes da hora marcada para o início da prova; Devem ser portadores do seu Cartão de Cidadão/Bilhete de Identidade ou de documento que o substitua, desde que contenha fotografia; O Cartão de Cidadão/Bilhete de Identidade ou o documento de substituição devem estar em condições que não suscitem quaisquer dúvidas na identificação do aluno; Só podem usar caneta/esferográfica de tinta indelével azul ou preta, exceto nas disciplinas em que permitido o uso de lápis;

37 Exames 2014 Algumas recomendações aos educandos antes do exame Devem utilizar a língua portuguesa para responder às questões das provas de exame. Excetuam-se, obviamente, as disciplinas de Língua Estrangeira; Não podem abandonar a sala antes de terminado o tempo regulamentar da prova; O estudante só pode levar para a sala de exame uma única calculadora; Caso se venha a confirmar o uso de máquina calculadora com caraterísticas técnicas diferentes das previstas, a prova de exame é anulada;

38 Exames 2014 Algumas recomendações aos educandos antes do exame Não podem levar para a sala de exames telemóveis, bips, auriculares, phones, ipad.

39 Exames 2014 Algumas recomendações aos educandos antes do exame Qualquer telemóvel ou outro meio de comunicação móvel que seja detetado na posse de um aluno, quer esteja ligado ou desligado, determina a anulação da prova pelo diretor da escola.

40 Exames 2014 Algumas recomendações aos educandos antes do exame Antes do início das provas e exames, durante o período de chamada dos alunos e imediatamente antes da sua entrada na sala de prova, os professores vigilantes devem solicitar aos alunos que efetuem uma auto verificação cuidada a fim de se assegurarem de que não possuem qualquer material ou equipamento não autorizado, em particular telemóveis. Os alunos deverão também assinar, já nos respetivos lugares, o Modelo 14/JNE, no qual declaram não estar na posse do referido material/equipamento.

41 Exames 2013

42 Exames 2014 Todos os Encarregados de Educação devem consultar com alguma frequência a página do GAVE, cujo link é:

43 Exames 2014 A Direção Deseja aos vossos educandos o maior sucesso

EXAMES FINAIS NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ENSINO SECUNDÁRIO

EXAMES FINAIS NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ENSINO SECUNDÁRIO EXAMES FINAIS NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ENSINO SECUNDÁRIO INFORMAÇÕES PARA ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO I - FIM DAS ATIVIDADES ESCOLARES As atividades escolares dos alunos do 11º e 12º

Leia mais

Exames Nacionais do Ensino Secundário. http://agrcanelas.edu.pt/

Exames Nacionais do Ensino Secundário. http://agrcanelas.edu.pt/ 2015 Exames Nacionais do Ensino Secundário http://agrcanelas.edu.pt/ PARA EFEITOS DE ADMISSÃO A EXAME, OS CANDIDATOS CONSIDERAM-SE: ALUNOS INTERNOS ALUNOS AUTOPROPOSTOS EXAMES NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO

Leia mais

Exames nacionais E N S I N O S E C U N D Á R I O

Exames nacionais E N S I N O S E C U N D Á R I O Exames nacionais E N S I N O S E C U N D Á R I O Afixação dos resultados da avaliação Afixação das pautas de avaliação final do 3.º período: 9 de junho Entrega de avaliações pelos diretores de turma: 9

Leia mais

EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA -2014/2015

EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA -2014/2015 EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA -2014/2015 ESCLARECIMENTOS PARA DIRETORES DE TURMA E ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO (11º e 12º anos dos cursos científico-humanísticos e 12º ano dos

Leia mais

E X A M E S N A C I O N A I S D O E N S I N O S E C U N D Á R I O

E X A M E S N A C I O N A I S D O E N S I N O S E C U N D Á R I O 2012 DECRETO-LEI N.º 50/2011 [PLANO DE ESTUDOS] PORTARIA N.º 244/2011 [AVALIAÇÃO] DESPACHO N.º 1942/2012 [CALENDÁRIO DE EXAMES] NORMA 01/JNE/2012 [INSTRUÇÕES PARA A INSCRIÇÃO] E X A M E S N A C I O N A

Leia mais

EXAMES DO ENSINO SECUNDÁRIO 2012 CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS (11º E 12º ANOS) EXAMES FINAIS NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

EXAMES DO ENSINO SECUNDÁRIO 2012 CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS (11º E 12º ANOS) EXAMES FINAIS NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EXAMES DO ENSINO SECUNDÁRIO 2012 Escola Básica e Secundária de Velas CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS (11º E 12º ANOS) EXAMES FINAIS NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Planos curriculares do

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. JOAQUIM DE CARVALHO EXAMES NACIONAIS/ 2015

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. JOAQUIM DE CARVALHO EXAMES NACIONAIS/ 2015 ESCOLA SECUNDÁRIA DR. JOAQUIM DE CARVALHO EXAMES NACIONAIS/ 2015 Reunião com Encarregados de Educação 28/05/2015 18,00 Horas Auditório Joaquim de Carvalho ENSINO SECUNDÁRIO Quais as disciplinas em que

Leia mais

[ Para alunos de outros cursos que pretendam prosseguir estudos no ensino superior]

[ Para alunos de outros cursos que pretendam prosseguir estudos no ensino superior] CONDIÇÕES e CALENDÁRIO de INSCRIÇÃO/ REALIZAÇÃO de EXAMES - 2014 ENSINO SECUNDÁRIO ( Decreto -Lei n.º 139/2012, de 05 de julho, estabelece os princípios orientadores da organização e da gestão dos currículos,

Leia mais

PREENCHIMENTO DO BOLETIM DE INSCRIÇÃO

PREENCHIMENTO DO BOLETIM DE INSCRIÇÃO PREENCHIMENTO DO BOLETIM DE INSCRIÇÃO O boletim de inscrição deve ser preenchido com esferográfica, azul ou preta, não conter rasuras e devem ser tidas em consideração as seguintes indicações: 1.1. Nome

Leia mais

Exames Finais Nacionais e Exames de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário

Exames Finais Nacionais e Exames de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário Exames Finais Nacionais e Exames de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário EXAMES NA 1ª FASE - OS ALUNOS INTERNOS (alunos da Via Científica) e AUTOPROPOSTOS que faltarem à 1ª fase dos exames finais

Leia mais

EXAMES DO ENSINO SECUNDÁRIO E ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

EXAMES DO ENSINO SECUNDÁRIO E ACESSO AO ENSINO SUPERIOR EXAMES DO ENSINO SECUNDÁRIO E ACESSO AO ENSINO SUPERIOR Resumo de: Guia Geral de Exames 2014 13 de março de 2014 Rua Professor Veiga Simão 3700-355 Fajões Telefone: 256 850 450 Fax: 256 850 452 www.agrupamento-fajoes.pt

Leia mais

Ensino Superior EXAMES 2013. fevereiro de 2013 GAPEX

Ensino Superior EXAMES 2013. fevereiro de 2013 GAPEX Ensino Superior EXAMES 2013 fevereiro de 2013 GAPEX 5 de fevereiro Despacho nº 2162-A/2013 de 5 de Fevereirode INSCRIÇÕES EXAMES 34.Os prazos de inscrição para admissão aos exames finais nacionais do ensino

Leia mais

EXAMES FINAIS NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO E ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

EXAMES FINAIS NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO E ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAGERALDE EXAMES2013 FICHA TÉCNICA Título: Guia Geral de Exames 2013 Exames Finais Nacionais do Ensino Secundário e Acesso ao Ensino Superior Composição: Direção-Geral do Ensino Superior e Direção-Geral

Leia mais

INSCRIÇÕES - Ensino Secundário

INSCRIÇÕES - Ensino Secundário AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR.ª LAURA AYRES INSCRIÇÕES - Ensino Secundário EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2015 1. INFORMAÇÕES Os exames finais nacionais têm lugar em duas fases a ocorrerem

Leia mais

Agrupamento de Escolas Raul Proença 12 de março de 2013 Informações

Agrupamento de Escolas Raul Proença 12 de março de 2013 Informações Os alunos devem ser alertados para a necessidade de confirmar o seu nome nas pautas de chamada, se possível dias antes dos exames, para a necessidade de trazerem identificação pessoal, de verificarem o

Leia mais

ExamesNacionaisdoensinosecundario EACESSOAOENSINOSUPERIOR

ExamesNacionaisdoensinosecundario EACESSOAOENSINOSUPERIOR ExamesNacionaisdoensinosecundario EACESSOAOENSINOSUPERIOR FICHA TÉCNICA Título: Guia Geral de Exames 2014 Exames Finais Nacionais do Ensino Secundário e Acesso ao Ensino Superior Composição: Direção-Geral

Leia mais

http://www3.esvilela.pt/exames-nacionais

http://www3.esvilela.pt/exames-nacionais http://www3.esvilela.pt/exames-nacionais PROVAS FINAIS DO ENSINO BÁSICO (3º CICLO) 2014 QUAL O OBJETIVO E A QUEM SE DESTINAM AS PROVAS FINAIS? As provas finais de Língua Portuguesa e Matemática do 9º ano

Leia mais

ENSINO SECUNDÁRIO EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

ENSINO SECUNDÁRIO EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO ESCOLA SECUNDÁRIA JERÓNIMO EMILIANO DE ANDRADE DE ANGRA DO HEROÍSMO ENSINO SECUNDÁRIO EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CARLOS GARGATÉ

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CARLOS GARGATÉ AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CARLOS GARGATÉ Exmo. Sr. Encarregado de Educação Vimos, por este meio, informá-lo sobre algumas das normas das Provas Finais Nacionais de 6º e 9º ano de Português e Matemática e

Leia mais

Instruções para os alunos

Instruções para os alunos Instruções para os alunos Resumo da norma 02/JNE/2015 e do Despacho Normativo n.º 6A/2015 de 5 de março Parte I - Instruções para a realização das provas Ensino Básico e Secundário Capítulo I Realização

Leia mais

LOCAL DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS: Escola Básica da Gafanha da Nazaré NORMA 02/JNE/2015

LOCAL DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS: Escola Básica da Gafanha da Nazaré NORMA 02/JNE/2015 DGEstE - Direção de Serviços da Região Centro ATENÇÃO LOCAL DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS: Escola Básica da Gafanha da Nazaré NORMA 02/JNE/2015 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO, REAPRECIAÇÃO E RECLAMAÇÃO

Leia mais

ExamesNacionaisdoensinosecundario EACESSOAOENSINOSUPERIOR

ExamesNacionaisdoensinosecundario EACESSOAOENSINOSUPERIOR ExamesNacionaisdoensinosecundario EACESSOAOENSINOSUPERIOR FICHA TÉCNICA Título: Guia Geral de Exames 2015 Exames Finais Nacionais do Ensino Secundário e Acesso ao Ensino Superior Composição: Direção-Geral

Leia mais

NORMA 01/JNE/2015 Instruções para a Inscrição nas Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais 1

NORMA 01/JNE/2015 Instruções para a Inscrição nas Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais 1 NORMA 01/JNE/2015 Instruções para a Inscrição nas Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais 1 NORMA 01/JNE/2015 Instruções para a Inscrição nas Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais 2 FICHA TÉCNICA

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DOS EXAMES NACIONAIS 2012 ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DOS EXAMES NACIONAIS 2012 ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DOS EXAMES NACIONAIS 2012 ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO 4. Material específico autorizado 4.1. As folhas de prova a utilizar na prova final do 3.º ciclo de Língua Portuguesa, nos

Leia mais

Candidatura ao Ensino Superior

Candidatura ao Ensino Superior Candidatura ao Ensino Superior Para concluir o ensino secundário, os alunos têm que obter aprovação a todas as disciplinas do plano de estudos do respetivo curso. Nas disciplinas não sujeitas à realização

Leia mais

REUNIÕES JNE_ESCOLAS 2015

REUNIÕES JNE_ESCOLAS 2015 REUNIÕES JNE_ESCOLAS 2015 PREPARAÇÃO DO PROCESSO DE REALIZAÇÃO DE PROVAS E EXAMES DOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO Abril de 2015 Júri Nacional de Exames Ordem de Trabalhos 2 Provas Finais de Ciclo e de

Leia mais

copyright DGES/DGE-JNE2012. Todos os direitos reservados.

copyright DGES/DGE-JNE2012. Todos os direitos reservados. FICHA TÉCNICA Título: Guia Geral de Exames 2012 Exames Finais Nacionais do Ensino Secundário e Acesso ao Ensino Superior Composição: Direção-Geral do Ensino Superior e Direção-Geral de Educação Júri Nacional

Leia mais

PROVAS FINAIS DO 2.º E 3.º CICLO EXAMES FINAIS NACIONAIS DO ES

PROVAS FINAIS DO 2.º E 3.º CICLO EXAMES FINAIS NACIONAIS DO ES PROVAS FINAIS DO 2.º E 3.º CICLO EXAMES FINAIS NACIONAIS DO ES NORMA 01/JNE/2013 NORMA 02/JNE/2013 Reunião com aplicadores, 13 de Junho de 2013 1 RESUMO DA NORMA 02/JNE/2013 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO,

Leia mais

A.P. Escola EB23 Lamaçães Pais presentes, Filhos com futuro

A.P. Escola EB23 Lamaçães Pais presentes, Filhos com futuro A.P. Escola EB23 Lamaçães Pais presentes, Filhos com futuro INFORMAÇÃO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO e ALUNOS do 9.º ano 1. CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS 2. CIÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS 3. LÍNGUAS E HUMANIDADES 4.

Leia mais

Escolas João de Araújo Correia

Escolas João de Araújo Correia EXAMES-DÚVIDAS MAIS FREQUENTES E RESUMO DA NORMA 2/JNE/2014 INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO CLASSIFICAÇÃO REAPRECIAÇÃO RECLAMAÇÃO PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA E EXAMES NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO

Leia mais

AVALIAÇÃO SUMATIVA NO FINAL DO 9º ANO / 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO RESUMO. I AVALIAÇÃO SUMATIVA INTERNA: classificação de frequência

AVALIAÇÃO SUMATIVA NO FINAL DO 9º ANO / 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO RESUMO. I AVALIAÇÃO SUMATIVA INTERNA: classificação de frequência AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRAFLORES ESCOLA SECUNDÁRIA DE MIRAFLORES ANO LETIVO DE 2014-2015 AVALIAÇÃO SUMATIVA NO FINAL DO 9º ANO / 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO RESUMO I AVALIAÇÃO SUMATIVA INTERNA: classificação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA 11476 Diário da República, 2.ª série N.º 68 8 de abril de 2013 3- As patologias e domínios da intervenção clinica visados poderão abarcar cuidados desenvolvidos nos níveis ambulatório, domiciliário e hospitalar.

Leia mais

REUNIÃO DE ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO_2015 Secretariado de Provas Finais e Exames 2015

REUNIÃO DE ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO_2015 Secretariado de Provas Finais e Exames 2015 2015 REUNIÃO DE ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO_2015 Secretariado de Provas Finais e Exames 2015 Quais são as disciplinas que obrigam à realização de Provas Finais? Português e Matemática Quem é admitido a Prova

Leia mais

deexames DIREÇÃO-GERAL DAEDUCAÇÃO

deexames DIREÇÃO-GERAL DAEDUCAÇÃO guiageral 2012 deexames DIREÇÃO-GERAL DAEDUCAÇÃO FICHA TÉCNICA Título: Guia Geral de Exames 2012 Exames Finais Nacionais do Ensino Secundário e Acesso ao Ensino Superior Composição: Direção-Geral do Ensino

Leia mais

Serviço de Psicologia e Orientação (SPO) Psicóloga Maria João Caria

Serviço de Psicologia e Orientação (SPO) Psicóloga Maria João Caria Serviço de Psicologia e Orientação (SPO) Psicóloga Maria João Caria Alunos 12º anos; Fevereiro de 2011 Para concluir um curso do ensino secundário os alunos, têm de obter aprovação em todas as disciplinas!

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO APROVADO 30 de junho de 2014 O Presidente, ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO (Paulo Parente) REGULAMENTO DOS CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO NO CURSO DE LICENCIATURA EM ENFERMAGEM E DAS PROVAS

Leia mais

Antes de começar a preencher o seu boletim de inscrição, leia atentamente as seguintes instruções:

Antes de começar a preencher o seu boletim de inscrição, leia atentamente as seguintes instruções: Antes de começar a preencher o seu boletim de inscrição, leia atentamente as seguintes instruções: O boletim de inscrição deve ser preenchido com esferográfica, azul ou preta e não deve conter quaisquer

Leia mais

DOCUMENTO DE AVALIAÇÃO

DOCUMENTO DE AVALIAÇÃO DOCUMENTO DE AVALIAÇÃO 1 INTRODUÇÃO 7 AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM 8 MODALIDADES DE AVALIAÇÃO 8 AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 10 SUPORTE LEGISLATIVO 10 AVALIAÇÃO NO ENSINO BÁSICO 11 EFEITOS DA AVALIAÇÃO

Leia mais

4. Material específico autorizado

4. Material específico autorizado Norma 2 EXAMES NACIONAIS 2012_ALUNOS 4. Material específico autorizado 4.1. As folhas de prova a utilizar na prova final do 3.º ciclo de Língua Portuguesa, nos exames finais nacionais do ensino secundário,

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência

Ministério da Educação e Ciência Despacho O Despacho Normativo n.º 24/2000, de 11 de maio, com as alterações que lhe foram introduzidas pelo Despacho Normativo n.º 36/2002, de 4 de junho, estabelece as regras orientadoras para a organização

Leia mais

Norma 02. Júri Nacional de exames/2015. Extrato da Norma 02/JNE/2015 Instruções para Realização Classificação Reapreciação Reclamação

Norma 02. Júri Nacional de exames/2015. Extrato da Norma 02/JNE/2015 Instruções para Realização Classificação Reapreciação Reclamação Norma 02 Júri Nacional de exames/2015 Extrato da Norma 02/JNE/2015 Instruções para Realização Classificação Reapreciação Reclamação CAPÍTULO I REALIZAÇÃO DAS PROVAS FINAIS DE CICLO E DOS EXAMES FINAIS

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA A Portaria n.º 401/2007, de 5 de abril, aprovou o Regulamento

Leia mais

Exames: Resumo Norma 2/Jne/ 2014

Exames: Resumo Norma 2/Jne/ 2014 Exames: Resumo Norma 2/Jne/ 2014 4. MATERIAL ESPECÍFICO AUTORIZADO 4. MATERIAL ESPECÍFICO AUTORIZADO 4.2 Nas provas finais de Português e Matemática dos 1º e 2º ciclos do ensino básico as respostas são

Leia mais

Prova/código Fase/chamada Dia Hora Língua Portuguesa / 22 1ª / 1ª 20. 06. 11 09.00 Matemática / 23 1ª / 1ª 22. 06. 11 09.00

Prova/código Fase/chamada Dia Hora Língua Portuguesa / 22 1ª / 1ª 20. 06. 11 09.00 Matemática / 23 1ª / 1ª 22. 06. 11 09.00 Escola Básica 2º e 3º ciclos D. Luís Mendonça Furtado Ano lectivo 2010/11 EXAMES NACIONAIS DE 3º CICLO Língua Portuguesa e Matemática Súmula da Norma 02/EB/11 Este documento não dispensa a leitura integral

Leia mais

Norma 02/2015 Provas Finais 4º e 6º anos

Norma 02/2015 Provas Finais 4º e 6º anos Norma 02/2015 Provas Finais 4º e 6º anos Todas estas instruções têm de ser lidas e esclarecidas pelo diretor de turma ou professor titular de turma, na sala de aula, antes do final do 3.º período, devendo

Leia mais

Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes REGULAMENTO DE RECUPERAÇÃO DE MÓDULOS EM ATRASO

Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes REGULAMENTO DE RECUPERAÇÃO DE MÓDULOS EM ATRASO Página 1 de 9 Objeto, âmbito e destinatários 1. O presente regulamento estabelece o regime geral de realização das provas de recuperação a realizar em época extraordinária para conclusão de módulos em

Leia mais

Candidatura ao Ensino Superior

Candidatura ao Ensino Superior Candidatura ao Ensino Superior Para concluir o ensino secundário, os alunos têm que obter aprovação a todas as disciplinas do plano de estudos do respectivo curso. Nas disciplinas não sujeitas à realização

Leia mais

Provas Finais de Português e Matemática (6º e 9ºanos) (Informação Alunos) Resumo Norma 02/JNE/2014

Provas Finais de Português e Matemática (6º e 9ºanos) (Informação Alunos) Resumo Norma 02/JNE/2014 Provas Finais de Português e Matemática (6º e 9ºanos) (Informação Alunos) Resumo Norma 02/JNE/2014 6ºano Material autorizado 9ºano Port e Mat- Canetas ou esferográficas de tinta indelével preta ou azul.

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro 170100 Escola Básica 2,3 de Pegões 345192 2014/2015

Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro 170100 Escola Básica 2,3 de Pegões 345192 2014/2015 Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro 170100 Escola Básica 2,3 de Pegões 345192 2014/2015 INFORMAÇÃO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO E ALUNOS ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Exames 2012 - Ensino Secundário. Informações

Exames 2012 - Ensino Secundário. Informações Exames 2012 - Ensino Secundário Informações A. Exames nacionais a. Os exames nacionais são um elemento de avaliação externa com um peso de para a classificação final da disciplina (CFD), nas disciplinas

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos N.º do Código do Estabelecimento de Ensino 3102-202 Nº de Telefone: 291945614/15

Leia mais

de ensino (modelo oficial).

de ensino (modelo oficial). INFORMAÇÕES SOBRE AS PROVAS FINAIS DO 3º CICLO Todas as instruções constantes desta Informação têm de ser lidas e esclarecidas pelo diretor de turma, na sala de aula, até à semana anterior à realização

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL. Ano letivo de 2015/2016

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL. Ano letivo de 2015/2016 EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL Ano letivo de 2015/2016 João Baptista da Costa Carvalho, Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), torna público a

Leia mais

Provas Finais de Ciclo do Ensino Básico 2013/2014. Atribuições Professores Vigilantes

Provas Finais de Ciclo do Ensino Básico 2013/2014. Atribuições Professores Vigilantes Provas Finais de Ciclo do Ensino Básico 2013/2014 Atribuições Professores Vigilantes ω O exercício de funções em vigilâncias é de aceitação obrigatória. A dispensa do serviço de exames, se devidamente

Leia mais

REGULAMENTO ESTUDANTE INTERNACIONAL

REGULAMENTO ESTUDANTE INTERNACIONAL REGULAMENTO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL REGULAMENTO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL Considerando o Estatuto do Estudante Internacional, aprovado pelo Decreto -Lei n.º 36/2014, de 10 de março, é aprovado o presente

Leia mais

PROVAS FINAIS 2015 Ensino Básico Norma 02/EB/2015

PROVAS FINAIS 2015 Ensino Básico Norma 02/EB/2015 PROVAS FINAIS 2015 Ensino Básico Norma 02/EB/2015 Resumo das instruções 4. MATERIAL ESPECÍFICO AUTORIZADO Relativamente às provas finais do 1.º ciclo, cada escola deve providenciar material para fornecer

Leia mais

Reitoria. É revogado o Despacho RT-34/2014, de 2 junho. Universidade do Minho, 5 de dezembro de 2014. O Reitor. António M. Cunha. despacho RT-55/2014

Reitoria. É revogado o Despacho RT-34/2014, de 2 junho. Universidade do Minho, 5 de dezembro de 2014. O Reitor. António M. Cunha. despacho RT-55/2014 Reitoria despacho RT-55/2014 A Universidade do Minho tem vindo a atrair um número crescente de estudantes estrangeiros, que hoje representam um importante contingente da sua comunidade estudantil. Com

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Ensino Secundário 10º ano Cursos Científico Humanísticos Ano Letivo 2014/2015 Critérios Gerais de Avaliação O presente documento pretende materializar a execução dos princípios orientadores da avaliação

Leia mais

EXAMES / PROVAS NACIONAIS 2º e 3º Ciclo

EXAMES / PROVAS NACIONAIS 2º e 3º Ciclo Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro 170100 Escola Básica 2,3 de Pegões 345192 EXAMES / PROVAS NACIONAIS 2º e 3º Ciclo 2013/2014 INFORMAÇÃO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO E ALUNOS ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Regulamento dos concursos especiais para acesso e ingresso ao ensino superior na Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado

Regulamento dos concursos especiais para acesso e ingresso ao ensino superior na Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DR. JOSÉ TIMÓTEO MONTALVÃO MACHADO Regulamento dos concursos especiais para acesso e ingresso ao ensino superior na Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão

Leia mais

Provas Finais do Ensino Básico 1º Ciclo 4º Ano

Provas Finais do Ensino Básico 1º Ciclo 4º Ano Secretariado de Exames 2012/2013 Provas Finais do Ensino Básico 1º Ciclo 4º Ano http://www.dgidc.min edu.pt/jurinacionalexames/ www.gave.min edu.pt/np3/exames 1 Calendário de provas finais do 1º ciclo

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE PROVAS E EXAMES

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE PROVAS E EXAMES 3º CICLO e ENSINO SECUNDÁRIO INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE PROVAS E EXAMES INFORMAÇÃO - ALUNOS JNE/EXAMES NACIONAIS/2015 NORMA 02/JNE/2015 1. ESCOLAS DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS E EXAMES 1.3. As escolas onde

Leia mais

Instruções Gerais para Provas Finais/Provas de Equivalência à Frequência - Ensino Básico 2014

Instruções Gerais para Provas Finais/Provas de Equivalência à Frequência - Ensino Básico 2014 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE V. N. DE POIARES Contribuinte nº.600074994 SEDE: Escola E.B. 2,3/S Dr. Daniel de Matos Telefone 239 429 410 / 411 - Fax 239 422 602 Apartado 31. 3350-909 Vila Nova de Poiares

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO, REAPRECIAÇÃO E RECLAMAÇÃO DAS PROVAS DOS EXAMES NACIONAIS (EXTRACTO DA NORMA Nº 2/ES/2010 DO JNE)

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO, REAPRECIAÇÃO E RECLAMAÇÃO DAS PROVAS DOS EXAMES NACIONAIS (EXTRACTO DA NORMA Nº 2/ES/2010 DO JNE) INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO, REAPRECIAÇÃO E RECLAMAÇÃO DAS PROVAS DOS EXAMES NACIONAIS (EXTRACTO DA NORMA Nº 2/ES/2010 DO JNE) 4. Material específico autorizado 4.1. As folhas de prova a

Leia mais

Exames nacionais do ensino secundário GUIA GERAL DE EXAMES. Acesso ao ensino superior DGES/DGIDC-JNE

Exames nacionais do ensino secundário GUIA GERAL DE EXAMES. Acesso ao ensino superior DGES/DGIDC-JNE 2011 Exames nacionais do ensino secundário GUIA GERAL DE EXAMES Acesso ao ensino superior DGES/DGIDC-JNE FICHA TÉCNICA Título: Guia Geral de Exames Ano 2011 Exames Nacionais do Ensino Secundário e Acesso

Leia mais

Agrupamento de Escolas e Jardins de Infância D. Lourenço Vicente. Escola Básica com JI de Ribamar. Provas e Exames do Ensino Básico 2013

Agrupamento de Escolas e Jardins de Infância D. Lourenço Vicente. Escola Básica com JI de Ribamar. Provas e Exames do Ensino Básico 2013 Agrupamento de Escolas e Jardins de Infância D. Lourenço Vicente Escola Básica com JI de Ribamar Provas e Exames do Ensino Básico 2013 Instruções para Professores Vigilantes e Coadjuvantes A função de

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS ENSINO SECUNDÁRIO REGULAR

INFORMAÇÕES GERAIS ENSINO SECUNDÁRIO REGULAR COORDENAÇÃO DE DIRECTORES DE TURMAANO COORDENAÇÃO DE D COORDENAÇÃO DE DIRECTORES DE TURMA COORDENAÇÃO DE DIRECTORES DE TURMAANO IRECTORES DE TURMA COORDENAÇÃO DE DIRETORES DE TURMA ANO LETIVO 2012 2013

Leia mais

Secretariado de exames. Normas para os Professores Vigilantes

Secretariado de exames. Normas para os Professores Vigilantes Secretariado de exames Normas para os Professores Vigilantes Nota: Nos termos do ponto 5.1 da norma 02/JNE/2013, o serviço de exames, nomeadamente, o exercício de funções no secretariado de exames, vigilância,

Leia mais

PROVAS FINAIS / EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

PROVAS FINAIS / EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PROVAS FINAIS / EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA *Despacho nº 8651/2014, de 3 de julho, com as alterações introduzidas pelo Despacho nº 12236/2014, de 3 de outubro *Despacho normativo

Leia mais

ESCOLA COOPERATIVA VALE S. COSME. Provas Finais e Exames Nacionais INFORMAÇÕES ALUNOS

ESCOLA COOPERATIVA VALE S. COSME. Provas Finais e Exames Nacionais INFORMAÇÕES ALUNOS Provas Finais e Exames Nacionais INFORMAÇÕES ALUNOS (Extraídas da NORMA 2/JNE/2014 Instruções para a realização/classificação/reapreciação e Reclamação) Provas Finais e Exames Nacionais 2014 1 CAPÍTULO

Leia mais

Regulamento das Condições de Ingresso dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Regulamento das Condições de Ingresso dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais Regulamento das Condições de Ingresso dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais Artigo 1.º Objeto e âmbito de aplicação O Presente Regulamento, nos termos dos artigos 11º, Condições de Ingresso, e 24º,

Leia mais

Agrupamento de Escolas Vieira de Araújo. Reunião de preparação para Provas e Exames 2015 - AEVA

Agrupamento de Escolas Vieira de Araújo. Reunião de preparação para Provas e Exames 2015 - AEVA Agrupamento de Escolas Vieira de Araújo As informações constantes desta apresentação de preparação para exames e provas finais não dispensa a leitura integral das Normas 01 e 02/JNE/2015, bem como outra

Leia mais

Mais de 40 anos de Progresso! Calendário de Exames do Ensino Secundário e de Acesso ao Ensino Superior 2010/2011

Mais de 40 anos de Progresso! Calendário de Exames do Ensino Secundário e de Acesso ao Ensino Superior 2010/2011 Mais de 40 anos de Progresso! Calendário de Exames do Ensino Secundário e de Acesso ao Ensino Superior 2010/2011 1. Calendário Geral de Exames do Ensino Secundário e de Acesso ao Ensino Superior (2011)*

Leia mais

Excerto da Norma 02/JNE/2015 Instruções para a Realização, Reapreciação e Reclamação das Provas e Exames do Ensino Secundário

Excerto da Norma 02/JNE/2015 Instruções para a Realização, Reapreciação e Reclamação das Provas e Exames do Ensino Secundário Excerto da Norma 02/JNE/2015 Instruções para a Realização, Reapreciação e Reclamação das Provas e Exames do Ensino Secundário Excerto da NORMA 02/JNE/2015 Instruções para Realização Reapreciação Reclamação

Leia mais

Regulamento dos regimes de reingresso, mudança de curso, transferência e do concurso especial de acesso para titulares de cursos superiores.

Regulamento dos regimes de reingresso, mudança de curso, transferência e do concurso especial de acesso para titulares de cursos superiores. Regulamento dos regimes de reingresso, mudança de curso, transferência e do concurso especial de acesso para titulares de cursos superiores Preâmbulo De acordo com a portaria n.º 401/2007, de 5 de Abril,

Leia mais

Regulamento de Admissão às Licenciaturas da Faculdade de Economia e Gestão

Regulamento de Admissão às Licenciaturas da Faculdade de Economia e Gestão Regulamento de Admissão às Licenciaturas da Faculdade de Economia e Gestão Artigo 1º Âmbito e Disposições Gerais 1. O presente Regulamento é aplicável às candidaturas aos cursos de Licenciatura da Faculdade

Leia mais

NORMA 01/JNE/2015 Instruções para a Inscrição nas Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais 1

NORMA 01/JNE/2015 Instruções para a Inscrição nas Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais 1 NORMA 01/JNE/2015 Instruções para a Inscrição nas Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais 1 NORMA 01/JNE/2015 Instruções para a Inscrição nas Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais 2 FICHA TÉCNICA

Leia mais

PROVAS FINAIS DE CICLO 2014 - ENSINO BÁSICO Resumo da Norma 02/JNE/2014 - ALUNOS. Capítulo I REALIZAÇÃO DAS PROVAS FINAIS DE CICLO 9º Ano

PROVAS FINAIS DE CICLO 2014 - ENSINO BÁSICO Resumo da Norma 02/JNE/2014 - ALUNOS. Capítulo I REALIZAÇÃO DAS PROVAS FINAIS DE CICLO 9º Ano Agrupamento Vertical de Escolas D. Dinis Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos D. Dinis Quarteira PROVAS FINAIS DE CICLO 2014 - ENSINO BÁSICO Resumo da Norma 02/JNE/2014 - ALUNOS Capítulo I REALIZAÇÃO DAS PROVAS

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência

Ministério da Educação e Ciência Despacho O calendário escolar constitui um elemento indispensável à planificação das atividades a desenvolver por cada agrupamento de escolas e escolas não agrupadas, tendo em vista a execução do seu projeto

Leia mais

MINISTÉRIOS DA AGRICULTURA, DO DESENVOLVIMENTO RURAL E DAS PESCAS, DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIOS DA AGRICULTURA, DO DESENVOLVIMENTO RURAL E DAS PESCAS, DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO 3638 Diário da República, 1.ª série N.º 118 21 de Junho de 2011 Artigo 25.º Enfermeiros em mobilidade Os enfermeiros que exerçam funções não incluídas no âmbito da prestação de cuidados de saúde em órgãos

Leia mais

EXAMES NACIONAIS DO ENSINO BÁSICO E SECUNDÁRIO ANO DE 2013

EXAMES NACIONAIS DO ENSINO BÁSICO E SECUNDÁRIO ANO DE 2013 EXAMES NACIONAIS DO ENSINO BÁSICO E SECUNDÁRIO ANO DE 2013 RESUMO DA NORMA 02/JNE/2013 (Este resumo deve ser lido aos alunos em espaço aula, pelos diretores de turma e...devendo haver registo desta ação

Leia mais

SECÇÃO I Disposições Gerais. Artigo 1.º Objeto

SECÇÃO I Disposições Gerais. Artigo 1.º Objeto Despacho Normativo O Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, estabelece os princípios orientadores da organização, da gestão e do desenvolvimento dos currículos dos ensinos básico e secundário, bem como

Leia mais

A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s d a G u i a

A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s d a G u i a PROVAS DO ENSINO BÁSICO E EXAMES DO ENSINO SECUNDÁRIO O professor vigilante deve comparecer junto do Secretariado de Exames (Bloco A) 30 minutos antes do início da prova de exame. ATENÇÃO: Não há tolerância!

Leia mais

REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE UNIDADES CURRICULARES 1

REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE UNIDADES CURRICULARES 1 I - Disposições comuns... 2 1. Creditação... 2 2. Requerimentos... 3 3. Âmbito... 3 4. Procedimento... 3 5. Decisão e recurso... 3 6. Transição de ano... 4 7. Renúncia... 4 8. Certificação de creditações...

Leia mais

EXAMES NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO e ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

EXAMES NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO e ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIA GERAL DE EXAMES - 2010 EXAMES NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO e ACESSO AO ENSINO SUPERIOR Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular -Júri Nacional de Exames Direcção-Geral do Ensino

Leia mais

AGRUPAMENTO PROFESSOR ÓSCAR LOPES - MATOSINHOS. Provas finais de Ciclo do Ensino Básico 2014

AGRUPAMENTO PROFESSOR ÓSCAR LOPES - MATOSINHOS. Provas finais de Ciclo do Ensino Básico 2014 AGRUPAMENTO PROFESSOR ÓSCAR LOPES - MATOSINHOS Provas finais de Ciclo do Ensino Básico 2014 PROFESSOR VIGILANTE As seguintes instruções são um resumo da Norma 2/JNE/2014, não dispensando, porém a leitura

Leia mais

Instituto Superior de Ciências da Saúde - Norte

Instituto Superior de Ciências da Saúde - Norte Regulamento do concurso de acesso aos cursos ministrados pelos estabelecimentos de ensino da Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário, CRL. C.E.S.P.U. Instituto Superior de Ciências

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quinta-feira, 6 de junho de 2013. Série. Número 70

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quinta-feira, 6 de junho de 2013. Série. Número 70 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quinta-feira, 6 de junho de 2013 Série Sumário SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS Despacho normativo n.º 4/2013 Regulamenta a avaliação e certificação

Leia mais

REGULAMENTO APLICÁVEL AOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA 1 (DL 401/2007, de 05-04) 04)

REGULAMENTO APLICÁVEL AOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA 1 (DL 401/2007, de 05-04) 04) REGULAMENTO APLICÁVEL AOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA 1 (DL 401/2007, de 05-04) 04) I. CONDIÇÕES PRELIMINARES 1. O reingresso, mudança de curso e transferência pressupõem uma

Leia mais

Instruções para a inscrição EXAMES NACIONAIS 2014

Instruções para a inscrição EXAMES NACIONAIS 2014 COLÉGIO DA RAINHA SANTA ISABEL Serviço de Psicologia e Orientação AA/2013-2014 Instruções para a inscrição EXAMES NACIONAIS 2014 Despacho n.o 3597- A/2014 de 6 de março e Despacho n.o 8248/2013 de 25 de

Leia mais

EXAMES NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO e ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

EXAMES NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO e ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIA GERAL DE EXAMES - 2009 EXAMES NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO e ACESSO AO ENSINO SUPERIOR Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular -Júri Nacional de Exames Direcção-Geral do Ensino

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA 2158 Diário da República, 1.ª série N.º 73 15 de abril de 2013 3) Despesas que resultem de transações entre cônjuges, parentes e afins em linha reta, entre adotantes e adotados e entre tutores e tutelados;

Leia mais

úri Nacional de Exames Certificar com Equidade

úri Nacional de Exames Certificar com Equidade úri Nacional de Exames Certificar com Equidade Relatório 2011 AVALIAÇÃO EXTERNA NORMA 02/JNE/2012 DA APRENDIZAGEM Instruções Exames - Realização, Nacionais classificação, reapreciação e Provas de e reclamação

Leia mais

Escola Secundária Emídio Navarro

Escola Secundária Emídio Navarro Escola Secundária Emídio Navarro INFORMAÇÃO AOS ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Prova Final do 3º ciclo de Português, Matemática e PLNM, Exames Finais Nacionais do Ensino Secundário, Provas de Equivalência

Leia mais

ENSINO SECUNDÁRI O (11º e 12º ano)

ENSINO SECUNDÁRI O (11º e 12º ano) Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas ENSINO SECUNDÁRI O (11º e 12º ano) 2014 NORMAS GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DOS EXAMES FINAIS NACIONAIS/PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO

Leia mais

Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior nos Cursos Ministrados na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior nos Cursos Ministrados na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior nos Cursos Ministrados na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro TÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º Âmbito O presente

Leia mais

RESUMO DA NORMA 02/JNE/2015

RESUMO DA NORMA 02/JNE/2015 4. MATERIAL ESPECÍFICO AUTORIZADO RESUMO DA NORMA 02/JNE/2015 4.3. As folhas de prova a utilizar nos exames finais nacionais do ensino secundário, nos exames a nível de escola e nas provas de equivalência

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDOME PROVAS FINAIS DE CICLO ENSINO BÁSICO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDOME PROVAS FINAIS DE CICLO ENSINO BÁSICO PROVAS FINAIS DE CICLO ENSINO BÁSICO Provas Finais do 1. Ciclo 1. As provas finais do 1. ciclo realizam-se no 4. ano de escolaridade, em duas fases com uma única chamada, sendo a 1.ª fase em maio e obrigatória

Leia mais

Provas Finais de Ciclo Provas de Equivalência à Frequência

Provas Finais de Ciclo Provas de Equivalência à Frequência Agrupamento de Escolas de Arronches 135197 EB 2, 3 Nª Srª da Luz 330437 Provas Finais de Ciclo Provas de Equivalência à Frequência Informação para docentes vigilantes e coadjuvantes 2015 Despacho nº 8651/2014

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA FRANCISCO DE HOLANDA. Regulamento geral de avaliação dos alunos

ESCOLA SECUNDÁRIA FRANCISCO DE HOLANDA. Regulamento geral de avaliação dos alunos ESCOLA SECUNDÁRIA FRANCISCO DE HOLANDA Regulamento geral de avaliação dos alunos Outubro / 2014 Índice I PRINCÍPIOS... 3 II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO... 4 III- IMPLEMENTAÇÃO... 4 IV - COMPETÊNCIAS A AVALIAR

Leia mais