Escola Básica e Secundária de Murça Encontr.Arte 17 e 18 dezembro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escola Básica e Secundária de Murça Encontr.Arte 17 e 18 dezembro"

Transcrição

1 Escola Básica e Secundária de Murça Encontr.Arte 17 e 18 dezembro 2012 Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura Classificada em 13 de dezembro de 2001 como Património Cultural da Humanidade pela UNESCO Se tivesse de começar de novo, começaria pela cultura. Jean Monnet

2 Conceito e processo criativo 2 Depois de Lisboa e do Porto, Guimarães é a terceira cidade portuguesa a acolher a iniciativa «Capital Europeia da Cultura». Em 2012, adquire este estatuto juntamente com a cidade de Maribor, na Eslovénia. «Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura» pretende ser um grande encontro de criadores e criações na área da música, do cinema, da fotografia, das artes plásticas, da arquitetura, da literatura, do pensamento, do teatro, da dança, das artes de rua. O evento tem como objectivo a promoção da compreensão mútua entre europeus, através do intercâmbio cultural. Constitui também um extraordinário instrumento para o desenvolvimento cultural, social e económico das cidades participantes. O símbolo desenvolvido «agrega alegoricamente a muralha em representação do Património da Humanidade presente em Guimarães, o desenho da viseira de um elmo que presta homenagem à visão de D. Afonso Henriques, a proeminente figura da fundação de Portugal e é rematado sob a forma de um coração, em evocação plena do orgulho e sentimento vivo de pertença dos vimaranenses em relação à sua cidade à primeira letra do nome da cidade de Guimarães», explica, o criador do logótipo, João Campos, designer de comunicação. FONTE: ar cec-apresentoulogotipo-em- terra /

3 Escola Secundária Martins Sarmento Refeições e dormida A Escola Secundária Martins Sarmento data de Francisco Martins Sarmento foi sábio, historiador, arqueólogo e etnólogo, nasceu em Guimarães a 9 de março de 1833 de uma família abastada. Martins Sarmento foi um etnólogo, como o documentam os seus trabalhos e as suas obras, mas investigando e escrevendo muito particularmente sobre arqueologia. É a esta ciência que o seu nome ficará para sempre ligado, pois foi um precursor e um mestre e os seus estudos revolucionaram em Portugal os métodos de investigação pré-histórica e arqueológica. Foi o primeiro investigador português a imprimir um verdadeiro carácter científico ao estudo das antiguidades nacionais. Será nesta escola que iremos almoçar dia 18 de dezembro. FONTE: Restaurante Universitário de Azurém No Restaurante Universitário de Azurém, situado no Campus de Azurém no polo de Guimarães que entrou em funcionamento em 1996 e com capacidade para servir refeições por hora, será o local onde iremos jantar no dia 17 de dezembro. FONTE:http://www.sas.uminho.pt/ModuleLeft.aspx?mdl=~/Modules/ShowArticle.ascx& ItemID=67&mid=204&lang=pt-pt&pageid=145&tabid=10 Pousada Juventude de Guimarães Localizada no centro da cidade, a Pousada fica perto do centro histórico de Guimarães. O edifício centenário, repleto de história e recordações, foi todo restaurado. FONTE:http://resumindoeconcluindo.blogspot.pt/2012/07/entre -quarta-e-quinta.html 3

4 Centro Histórico de Guimarães Regulamento: Pé ante Pé na descoberta do Centro Histórico de Guimarães A professora fornece o guião que permite o conhecimento de uma forma divertida e descontraída. Haverá prémios para todos; As equipas deverão ser constituídas por 3 elementos; A prova será realizada a caminhar e a percorrer o centro histórico da cidade e no dia 18 pelo Paço dos Duques; Cada pergunta respondida corretamente será cotada com pontos positivos 10 pontos positivos; O afastamento do grupo, por qualquer dos elementos da equipa, significa a desclassificação da equipa; O tempo servirá de fator de desempate, caso haja equipas com o mesmo número de pontos; Os resultados serão divulgados durante a viagem de regresso a Murça, seguida de entrega dos prémios. 4

5 Plataforma das Artes e da Criatividade Foi o único projeto português entre os 25 finalistas do Detail Prize 2012 Os arquitetos Fernando Seara de Sá, Raul Roque, Alexandre Coelho Lima e Manuel Roque, que integram o colectivo vimaranense Pitágoras, vão estar em Berlim no próximo dia 22 de novembro para receberem o galardão. A Plataforma das Artes e da Criatividade está localizada no espaço que pertencia ao antigo Mercado Municipal de Guimarães e o edifício principal, o Centro Internacional das Artes José de Guimarães, tem várias áreas de exposição e um auditório com capacidade para 200 pessoas, entre outras valências. O edifício, inaugurado a 24 de junho deste ano, é revestido com tubos de latão, soldados manualmente e, à noite, as fachadas ficam coloridas e iluminadas através dos painéis de luzes LED. FONTE: a/5104/plataforma-das-artes-vencedetail-prize-2012 FOTOS: Maria Borges 5

6 Paço dos Duques de Bragança Castelo de Guimarães Castelo de Guimarães O Paço dos Duques de Bragança de Guimarães foi mandado construir no século XV por D. Afonso, (filho ilegítimo do rei D. João I e de D. Inês Pires Esteves), 1º Duque da Casa de Bragança e 8º Conde de Barcelos, por altura do seu segundo casamento com D. Constança de Noronha (filha de D. Afonso, Conde de Gijón e Noronha e D. Isabel, Senhora de Viseu). Essencialmente habitado durante o século XV, assistiu-se nas centúrias seguintes a um progressivo abandono e a uma consequente ruína, motivada por fatores políticos e económicos, que se foi agravando até ao século XX. Entre 1937 e 1959 realizou-se uma ampla e complexa intervenção de reconstrução executada a partir de um projeto da responsabilidade do arquiteto Rogério de Azevedo. Paralelamente, procedeu-se à aquisição do recheio atual, composto por peças de arte datadas, essencialmente, dos séculos XVII e XVIII. Elevado a Monumento Nacional desde 1910, ou seja, ainda antes da sua reconstrução. Integra o Museu (1º piso), uma ala destinada à Presidência da República (fachada principal, 2º piso) e uma vasta área vocacionada para diversas iniciativas culturais (no rés do chão). O Paço dos Duques de Bragança de Guimarães é um dos Palácios Nacionais mais visitados por portugueses e estrangeiros. FONTE: No século X, após ter enviuvado do Conde Hermenegildo (ou Mendo) Gonçalves, a Condessa Mumadona Dias assume o governo do Condado Portucalense e toma duas medidas de grande importância, funda, na parte baixa de Guimarães, o Mosteiro de Santa Maria (por volta do ano de 950) e, na parte alta, um castelo, o denominado Castelo de S. Mamede (entre os anos 950 e 957). A construção deste castelo foi necessária para defender o Mosteiro recém edificado e as populações que, entretanto, se foram fixando junto a estas duas construções. A construção deste Castelo foi igualmente, uma forma de afirmar o seu poder perante os demais senhores feudais. 6

7 Sala-Museu José de Guimarães A Sala-Museu José de Guimarães foi criada a partir de um conjunto de obras da autoria deste artista plástico vimaranense, um dos maiores artistas plásticos contemporâneos, doada à cidade de Guimarães e ficando à guarda da Câmara Municipal desta cidade. Conjugado com o interesse artístico e pedagógico destas obras, era intenção do artista que este núcleo de 14 obras fosse encarado como o primeiro passo para a criação do já existente Centro de Arte Contemporânea destinado, essencialmente, a promover o seu estudo e a sua divulgação através de exposições, instalações, simpósios e conferências, e da criação de uma biblioteca especializada em arte e artistas contemporâneos. Esta coleção encontra-se exposta no Paço dos Duques desde A sua obra encontra-se igualmente representada noutros museus da cidade minhota, como o Museu Alberto Sampaio e o Museu Martins Sarmento. FONTE: "Fêmea", 1990, técnica mista s/tela "Cosmos", 1990, técnica mista s/tela 7

8 "A Ratoeira", 1984, escultura em técnica mista A Ratoeira (1984), domina a sala. É uma escultura morfética e, nesse sentido, também utópica, é constituída por dez morfemas: do hipocampo, da serpente, do fogo, do automóvel-porco, do crocodilo, da garra, do pássaro, do seio verde, do seio vermelho e do rato. A Ratoeira, que é também contra os sistemas completos, as censuras, as tiranias e os homensmarionetas! Os que possuem as verdades, que as guardem, por isso A Ratoeira, alerta e grito, afirma-se na sua individualidade e existe sozinha. * Simbiose entre a utopia e a realidade. Manifesto e ato, A Ratoeira, que é contra os prosadores de verdades, vive a solidão dos artistas não comprometidos com os poderes e que são, por isso, marginais e inconformistas! *Manifesto distribuído durante a inauguração da exposição O Futuro É Já Hoje, na Fundação Calouste Gulbenkian, em dezembro de

9 José de Guimarães José Guimarães é o pseudónimo do escultor e pintor, José Maria Fernandes Guimarães Marques que nasceu em 1939, em Guimarães. Formou-se em Engenharia na Academia Militar, mas em 1987 passou a dedicar-se exclusivamente à atividade artística, após estudos em cursos livres de pintura e gravura. Viveu durante sete anos em Angola ( ), onde estudou etnografia e arte negra. Estudioso da arte africana nos anos 70, apaixonou-se pela cultura japonesa no final dos anos 80 e descobriu a arte mexicana nos anos 90, após receber das mãos do então Presidente da República, Mário Soares, a comenda da Ordem do Infante D. Henrique (1990). Esta distinção tornou-o mais conhecido em Portugal, com a sua obra a ser divulgada através de exposições, imprensa generalista, publicações especializadas e até na publicidade a produtos e serviços diversos. Em 1999 foi o autor da escultura "Adamastor", encomendada para celebrar o Festival dos Oceanos no Parque das Nações. Recebeu entre outras distinções, a medalha de bronze do prémio europeu de pintura da cidade de Oostende, em 1976, o Prémio da Fundação Calouste Gulbenkian em 1984 e o 1. o prémio na Bienal de Barcelona em Em julho de 2001, na Cordoaria, em Lisboa, foi realizada uma retrospetiva dos quarenta anos da sua vida artística ( ). "S/ Título", 1984, óleo sobre tela "A Subida", 1977, técnica mista sobre papel "Adamastor",

10 Meio milhão de moedas da GUIMARÃES 2012 entraram em circulação O acontecimento que marca o ano de 2012 em Guimarães vai ficar eternizado nas moedas de dois euros que estão em circulação. São 500 mil moedas. As moedas da Capital Europeia da Cultura (CEC) terão valor igual a qualquer outra moeda de dois euros que circula nos países da Europa. De um lado, vão ter o habitual mapa europeu com a descrição 2 Eur que acompanha todas as moedas. Do outro, a alusão ao evento de Guimarães. No campo central da moeda são representados os elementos de maior significado e simbolismo da Cidade de Guimarães, refere a INCM. Estes elementos são a efígie de D. Afonso Henriques com a sua espada e um fragmento do Castelo de Guimarães. No canto inferior direito, não é esquecido o logótipo em forma de coração da autoria de João Campos, bem como a legenda Guimarães No campo esquerdo da moeda ficará o escudo nacional com a legenda Portugal e à volta as 12 estrelas que representam a União Europeia. Para além disso, terá escrito o nome José de Guimarães, numa alusão ao pintor vimaranense que desenhou o figurino da face nacional da moeda. O conceituado pintor José de Guimarães explica que a moeda é uma representação contemporânea de símbolos históricos como é o caso de D. Afonso Henriques e o Castelo. FONTE: Teleférico Provavelmente o primeiro Teleférico a entrar em funcionamento em Portugal, em 11 de março Faz o transporte entre a cidade de Guimarães e a Montanha da Penha e proporciona uma viagem de metros, vencendo uma altitude de 400 metros em apenas alguns minutos, onde se situa um local de culto em todo o Norte do País - o Santuário de Nossa Senhora do Carmo da Penha. FONTE:http://www.turipenha.pt/index.php?option=com_content&view=article& id=20&itemid=76 10

11 Centro Cultural Vila Flor O Palácio Vila Flor, mandado construir por Tadeu Luís António Lopes de Carvalho de Fonseca e Camões no século XVIII. Mais tarde passa para a posse da família Jordão, que completou a obra iniciada por Tadeu Luís. É um edifício marcante no desenrolar da história vimaranense. Em 1884 foi o espaço para a realização da I Exposição Industrial e Comercial de Guimarães. Adquirido pelo município de Guimarães em 1976, serviu como local para albergar o Pólo de Guimarães da Universidade do Minho, academia de música, oficina de teatro e local para aulas de formação profissional. Os Jardins de buxo do Palácio Vila Flor, com uma vista privilegiada sobre a cidade de Guimarães. FONTE: O Centro Cultural Vila Flor é fruto do restauro do Palácio Vila Flor e seus Jardins, e da construção de um novo edifício para a sala de espetáculos. O novo edifício para o teatro, de grandes dimensões, conjuga-se com o oitocentista Palácio de estilo barroco e os seus Jardins. Os recuperados Jardins do Centro Cultural Vila Flor receberam, em 2006, a Menção Honrosa na categoria Espaços Exteriores de Uso Público do Prémio Nacional de Arquitetura Paisagista. 11

12 Museu de Alberto Sampaio O Museu de Alberto Sampaio é um museu estatal, dependente do Instituto Português de Museus. Foi criado em 1928, para albergar o espólio de extintas instituições religiosas locais então na posse do Estado, tendo sido aberto ao público em Situa-se no Centro Histórico de Guimarães e está instalado em edifícios de valor histórico e artístico que pertenceram à Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira, e que se desenvolvem em torno de um belíssimo claustro. O programa museográfico atual data, no essencial, dos anos 60. Estão expostas valiosas coleções de arte antiga, em que avulta o legado dos séculos XIV, XV, e XVI, e cuja peça de maior significado histórico é o loudel (veste militar que o rei usou na Batalha de Aljubarrota) do rei D. João I (séc. XIV). Um dos traços mais característicos do Museu é a harmonia entre as peças e os espaços em que são apresentadas. A escolha de Alberto Sampaio como patrono do Museu constituiu uma homenagem aquele historiador vimaranense, que se dedicou sobretudo à história regional ( ). O acervo do Museu de Alberto Sampaio é diversificado, mas coerente na sua diversidade e homogéneo na qualidade. É constituído pelas seguintes coleções: Ourivesaria, pintura, escultura, talha, têxteis, cerâmica, azulejaria. IMAGENS:http://topguimaraes.com/pt/museus-a-galerias-deguimaraes/item/34-museu-alberto-sampaio.html FONTE: 12

13 Bordado de Guimarães Na Idade Média, os bordados eram uma arte efetuada por grandes profissionais, na maioria masculinos. Embora existisse um reduzido número de mulheres, geralmente ligadas à família do bordador. Estes artífices tentavam dar resposta às variadíssimas encomendas dos altos dignitários da nobreza e do clero. Essas encomendas eram ostentosas, vestes que pretendiam demonstrar o poder de quem as envergava. Para tal muitas vezes eram aplicados materiais preciosos como ouro, prata e pedras preciosas. Devido a esta ostentação e luxúria, os monarcas começaram a combater este tipo de bordados no vestuário, tornando-os cada vez mais decadentes, sem grande exigência, tanto a nível técnico como de desenho. Um dos bordados mais conhecidos a ouro, realizado com vários pontos em fio metálico dourado pelas senhoras vimaranense (numa época em que o bordado já se tinha tornado feminino), foi a bandeira de seda verde com a inscrição antes quebrar que torcer executada em 1884, quando existia a crise entre Guimarães e Braga. Desde o séc. XVI até quase à segunda metade do séc. XIX, os bordados apoiavam-se essencialmente em trabalhos laboriosos das mulheres das classes mais abastadas, que os realizavam geralmente em horas de lazer e aconchegadas no seu lar e na sua família. Os bordados faziam parte da educação e da condição feminina e das suas criadas quando faziam a sua formação nos conventos femininos. Assim, a arte de bordar foi passada também às suas criadas, que as ajudavam nesse lavor. Ao longo dos tempos foi-se formando uma tendência, que resultou de uma mistura de vários tipos de bordados, formando um novo gosto a que se chamou Bordado de Guimarães. Os panos usados para bordar são geralmente em linho industrial mas também ainda há quem utilize pano de linho caseiro. A estrutura dos desenhos é feita previamente em papel vegetal e com os desenhos baseados sempre na fauna e flora locais: silvas, passarinhos, flores, estrelas, cercaduras, laços, entre outros. Os desenhos são sempre bordados em monocromias a vermelho, branco, bege, cinza, ou azul. É utilizado o fio Algodão Perlé DMC, vermelho nº 321, azul nº 796, cinza nº 415, bege nº 644 e branco. As peças realizadas são atualmente das mais variadas e todas elas são bordadas em conformidade com os pontos mais característicos dos Bordados de Guimarães e de forma adaptada ao desenho: ponto pé de flor, cadeia, lançado, espinha, galo, caseado, nós, formiga, traço e margarida. FONTE: / 13

14 Coração de Guimarães Fazendo jus ao slogan Tu Fazes Parte, os vimaranenses, nas suas lojas e nas suas escolas, decidiram, a partir do logótipo de Guimarães 2012, produzir os seus próprios corações, conferindo-lhes a sua visão particular num mosaico imenso de arte popular. A interpretação criativa do coração amuralhado produziu uma imensa manta de propostas que marcam hoje a decoração de espaços públicos e particulares da cidade, tens que andar bem atento, à procura destes testemunhos. FONTE: in programa Guimarães 2012, Agosto, pág.44 a

15 17 de dezembro Hora Local a visitar 8:00 Recepção aos alunos na escola e partida para Guimarães 11:00 12:00 Plataforma das Artes e da Criatividade visita orientada Para Além da História, coleções de José Guimarães Visita orientada Centro Cultural Vila Flor 16:00 Oficina- Olaria e o Bordado de Guimarães Local a visitar 8:00 Pequeno-almoço 1 hora 1 hora 45 min. Visita livre- Sala Museu José Guimarães 12:00 Oficina- Danças antigas 13:30 Escola Amiga da Arte 30 min. 1 hora Almoço 15:00 Museu Alberto Sampaio- Peddy Paper 45 min. 16:15 Teleférico e visita livre 1hora (último regresso 17h30m) 19:00 Regresso a Murça 2 horas Dormida Pousada Juventude de Guimarães 1h: 30 min. Escola Secundária Martins Sarmento 1 hora (encerra às 20.30) Paço dos Duques e Castelo visita orientada Percurso pelo Monte Latito 11:30 Visita livre Centro Histórico da Cidade Jantar Universidade do Minho Duração Pousada Juventude de Guimarães 10:00 Pé ante Pé 19:00 Hora 2 horas Almoço merenda nos jardins Plataforma das Artes 15:00 17:00 Duração 18 de dezembro

Museu Nacional da Arte Antiga

Museu Nacional da Arte Antiga Museu Nacional da Arte Antiga Índice 1. Horários e localização: 2. Ingresso 3. História do museu 4. Informações acerca do museu 5. As 10 obras de referência do MNAA 6. Coleções 1 - Horário e Localização

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES LICENCIATURA DE ARTE - CONSERVAÇÃO E RESTAURO HISTÓRIA DAS ARTES METÁLICAS ANO LECTIVO 2013/2014 Docente: Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa OBJECTIVOS:

Leia mais

Museu Nacional de Soares dos Reis Porto

Museu Nacional de Soares dos Reis Porto Museu Nacional de Soares dos Reis Porto 4 Museu Nacional de Soares dos Reis APRESENTAÇÃO O Museu ocupa, desde 1940, o Palácio dos Carrancas, construído nos finais do séc. XVIII para habitação e fábrica

Leia mais

Paço dos Duques de Bragança Guimarães

Paço dos Duques de Bragança Guimarães Paço dos Duques de Bragança Guimarães 3 Paço dos Duques de Bragança APRESENTAÇÃO Situado na cidade de Guimarães, cujo centro histórico se encontra classificado pela UNESCO como Património da Humanidade,

Leia mais

Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip

Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip Dia 1 Chegada dos participantes. Transfere para Belém em autocarro com acompanhamento de guia. Em Belém, área dedicada ao período das Descobertas, iremos encontrar

Leia mais

TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL. Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015

TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL. Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015 TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015 Partidas para os locais de origem 16 de Outubro de 2015 ITINERÁRIO PROGRAMA 8 DIAS DESTAQUE PORTUGAL

Leia mais

PORTUGAL PROGRAMA I Co-financiamento Co-financiamento www.rdtours.com

PORTUGAL PROGRAMA I Co-financiamento Co-financiamento www.rdtours.com Co-financiamento DIA 1 - LISBOA Chegada ao Aeroporto de Lisboa e translado para o hotel. Tempo livre para os primeiros contatos com esta maravilhosa Capital Europeia, conhecida pela sua luminosidade única

Leia mais

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /XI

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /XI Grupo Parlamentar PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º /XI RECOMENDA AO GOVERNO A SUSPENSÃO DE TODAS AS ACÇÕES RELATIVAS À TRANSFERÊNCIA DE MUSEUS E À CRIAÇÃO DE NOVOS MUSEUS NO EIXO AJUDA/BELÉM, ATÉ À ELABORAÇÃO

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARTE LICENCIATURA E MESTRADO EM HISTÓRIA DA ARTE DOCENTE: PROFESSOR DOUTOR CARLOS MOURA VIAGEM A MADRID:

Leia mais

Objectivo: desenvolver o interesse pela História de Portugal.

Objectivo: desenvolver o interesse pela História de Portugal. Versão Adobe Portable Document Format Boletim do Publicação trimestral Junho - Julho de 2009 N.º 12 Ano II O Rosto de Afonso Henriques numa escultura do Século XIII Um jogo no Claustro da SMS 1 a 31 de

Leia mais

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico.

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico. CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL 8 de Abril a 1 de Julho (interrupção no dia 10 de Junho que é feriado) 4ª feira, das 18h 30m às 20h 30m 24h, 12 sessões PROGRAMA 1. A Idade Média 1.1.

Leia mais

ANEXO III PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA LINHAS ORIENTADORAS E OBJETIVOS

ANEXO III PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA LINHAS ORIENTADORAS E OBJETIVOS ANEXO III PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA LINHAS ORIENTADORAS E OBJETIVOS CENTRO CULTURAL VILA FLOR A programação do Centro Cultural Vila Flor deverá assentar em critérios de qualidade, diversidade, contemporaneidade

Leia mais

SNATTI The Art of Guiding. A Historia do Azeite EHTM- MIRANDELA

SNATTI The Art of Guiding. A Historia do Azeite EHTM- MIRANDELA SNATTI The Art of Guiding O Guia Intérprete como Embaixador de Portugal Seminários de Formação Activa A Historia do Azeite EHTM- MIRANDELA Dia 02 E 03 DE DEZEMBRO DE 2015 Seminário Técnico História do

Leia mais

S c e n a r i u m G a l e r i a. Exposição Azul Cobalto, Azulejos e Memórias

S c e n a r i u m G a l e r i a. Exposição Azul Cobalto, Azulejos e Memórias S c e n a r i u m G a l e r i a Exposição Azul Cobalto, Azulejos e Memórias Azul Cobalto, Azulejos e Memórias...Ladrilhos eternos, como eterno para mim é o prédio número 13 da Rua do Lavradio e sua fachada

Leia mais

Casas-Museu dos Médicos em Portugal

Casas-Museu dos Médicos em Portugal Casas-Museu dos Médicos em Portugal O MÉDICO QUE SÓ SABE DE MEDICINA NEM DE MEDICINA SABE Prof. Doutor Abel Salazar AUGUSTO MOUTINHO BORGES, CLEPUL, Academia Portuguesa da História Apresentação Após a

Leia mais

HERÁLDICA DAS INSTITUIÇÕES AUTÁRQUICAS

HERÁLDICA DAS INSTITUIÇÕES AUTÁRQUICAS HERÁLDICA DAS INSTITUIÇÕES AUTÁRQUICAS No âmbito da heráldica das instituições autárquicas do concelho de Grândola, há que referir os brasões e símbolos do Município e das freguesias de Azinheira de Barros

Leia mais

Mosteiro dos Jerónimos

Mosteiro dos Jerónimos Mosteiro dos Jerónimos Guia de visita dos 6 aos 12 anos Serviço Educativo do Mosteiro dos Jerónimos/ Torre de Belém Bem-vindo ao Mosteiro dos Jerónimos A tua visita de estudo começa logo no Exterior do

Leia mais

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar

Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Locais a Visitar na Vila de Almodôvar Igreja Matriz de Almodôvar A matriz é o monumento mais visitado do Concelho de Almodôvar e é dedicada a Santo Ildefonso, sendo que D. Dinis doou-a à Ordem de Santiago,

Leia mais

CENTRO HISTÓRICO GUIMARÃES

CENTRO HISTÓRICO GUIMARÃES o espaço encontrado, o envolvimento das pessoas, o espaço reabilitado, o regresso das pessoas o concelho e as suas freguesias a área central da cidade e o seu centro histórico classificado largo da Oliveira

Leia mais

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS 1945 Nasceu em Leiria. Curso de Pintura da Escola de Belas Artes de Lisboa. Frequentou o curso de Arquitectura de Belas Artes do Porto. EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS 2014 O Motim, Casa do Infante, Porto. Altar

Leia mais

BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX

BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX Campus São Cristóvão II Coordenador pedagógico de disciplina: Shannon Botelho 8º ano. TURMA: NOME: nº BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX O barroco brasileiro desenvolve-se principalmente em Minas Gerais,

Leia mais

A partir da década de 70 do século XVII e durante quase cinquenta anos, importaram-se dos Países Baixos conjuntos monumentais de azulejos.

A partir da década de 70 do século XVII e durante quase cinquenta anos, importaram-se dos Países Baixos conjuntos monumentais de azulejos. As importações da Holanda I O Azul e Branco A partir da década de 70 do século XVII e durante quase cinquenta anos, importaram-se dos Países Baixos conjuntos monumentais de azulejos. Concebidos por pintores

Leia mais

In A Minha segunda Casa.Lisboa: I.P.M., 2004. Cecília de Sousa Átrio de edifício na Av. Estados Unidos da América, Lisboa 1957

In A Minha segunda Casa.Lisboa: I.P.M., 2004. Cecília de Sousa Átrio de edifício na Av. Estados Unidos da América, Lisboa 1957 In A Minha segunda Casa.Lisboa: I.P.M., 2004. Cecília de Sousa Átrio de edifício na Av. Estados Unidos da América, Lisboa 1957 Cecília de Sousa Sinfonia 1989 MNAz Cecília de Sousa Grande Disco 1999 MNAz

Leia mais

A Vila. Na vila de Barrancos

A Vila. Na vila de Barrancos Locais a visitar A Vila Na vila de Barrancos podem ainda encontrar-se belos exemplares do típico casario alentejano, de arquitectura popular: casas caiadas de branco, de piso térreo, construídas em taipa,

Leia mais

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa 18 Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva APRESENTAÇÃO Instalado no Palácio

Leia mais

Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante

Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante INTRODUÇÃO Algumas maravilhas de Portugal! Uma viagem ao interior de Portugal. A sua genuinidade, as suas tradições. Uma viagem por duas regiões

Leia mais

Monumento ao Pescador, Costa da Caparica, 1985

Monumento ao Pescador, Costa da Caparica, 1985 Monumento ao Pescador, Costa da Caparica, 1985 Mural em Baixo-relevo, Casa Mortuária de Alhos Vedros, 1986 Monumento ao Bombeiro, Sines, 1992 Viagem, Almada, 1994 Um Olhar Sobre o Rio, Área de serviço

Leia mais

SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML

SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML SERVIÇO DE PÚBLICOS E DESENVOLVIMENTO CULTURAL DIRECÇÃO DA CULTURA DA SCML Largo Trindade Coelho 1200-470 Lisboa Tel. 213 235 233/824/065 www.scml.pt/ www.museu-saoroque.com info@museu-saoroque.com Transportes

Leia mais

UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II. Profª Me. Márcia Moreno

UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II. Profª Me. Márcia Moreno UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II Profª Me. Márcia Moreno 1 Conhecendo o Louvre... Foi no fim do século XII que Filipe Augusto mandou construir um castelo num local já chamado Louvre.

Leia mais

PRIMEIRO ANO DE TRABALHOS DE CONSERVAÇÃO E RESTAURO DOS ACERVOS DOS NÚCLEOS MUSEOLÓGICOS DO MUNICÍPIO DE ABRANTES

PRIMEIRO ANO DE TRABALHOS DE CONSERVAÇÃO E RESTAURO DOS ACERVOS DOS NÚCLEOS MUSEOLÓGICOS DO MUNICÍPIO DE ABRANTES PRIMEIRO ANO DE TRABALHOS DE CONSERVAÇÃO E RESTAURO DOS ACERVOS DOS NÚCLEOS MUSEOLÓGICOS DO MUNICÍPIO DE ABRANTES Técnicos Superiores de Conservação e Restauro: Isabel dos Santos Filipe Pereira (2013/2014)

Leia mais

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande 11.MARÇO.2013 25 anos da elevação a cidade APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande turismo industrial Marinha Grande www.cm-mgrande.pt MARÇO 2013 AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL DESTAQUE

Leia mais

C I R C U I T O S 3 C A P I T A I S

C I R C U I T O S 3 C A P I T A I S CIRCUITOS 3 CAPITAIS Este é o convite para compreender as origens de Portugal e descobrir as suas principais cidades: Porto, património mundial, cuja história se mistura com a fundação de Portugal. Cidade

Leia mais

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Cidade de Guimarães Faixas Etárias do Concelho 65 ou mais 24-64 anos 15-24 anos 0-14 anos 0 20000 40000 60000 80000 100000 População do Concelho 159.576

Leia mais

05newsletter VISEUNOVO SRU. VISEU NOVO, SRU Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu... MARÇO 2015

05newsletter VISEUNOVO SRU. VISEU NOVO, SRU Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu... MARÇO 2015 05newsletter VISEU NOVO, SRU Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu... MARÇO 2015 VISEUNOVO SRU Viseu Novo, SRU Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu Morada Casa do Miradouro Largo António José

Leia mais

PORTEFÓLIO. » eventos. Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego

PORTEFÓLIO. » eventos. Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego (+351) 254 600 230 mlamego@culturanorte.pt www.museudelamego.pt www.facebook.com/museu.de.lamego PORTEFÓLIO O Museu de Lamego...... está instalado no antigo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO PROGRAMA DA VISITA DE ESTUDO: POR TERRAS DA MACARONÉSIA ROTEIRO GEOLÓGICO E PAISAGÍSTICO EM S. MIGUEL E SANTA MARIA (AÇORES) ANO LECTIVO DE

Leia mais

Escola Secundária da Ramada

Escola Secundária da Ramada Escola Secundária da Ramada Nome: Margarida Isabel dos Santos Fonseca Turma: 11ºI Número: 7 Disciplina: História da Cultura e das Artes Professora: Maria do Céu Pascoal Data: 09 de Junho de 2006 1/11 Introdução

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA

BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA A nível mundial, o primeiro papel moeda surgiu na China, no séc. VII, na dinastia Tang, para facilitar aos comerciantes o transporte de grandes quantidades de moeda de metal,

Leia mais

Uma cidade que passou de nível médio nacional, a médio europeu, fruto da coragem e determinação de quem tomou as decisões da época.

Uma cidade que passou de nível médio nacional, a médio europeu, fruto da coragem e determinação de quem tomou as decisões da época. Senhor presidente da assembleia e restantes membros da mesa, Senhoras vereadoras, senhores vereadores, Senhoras e senhores deputados, Público aqui presente, Corria o segundo ano, da segunda década do século

Leia mais

O Barroco no Brasil. Capitulo 11

O Barroco no Brasil. Capitulo 11 O Barroco no Brasil Capitulo 11 O Barroco no Brasil se desenvolveu do século XVIII ao início do século XIX, época em que na Europa esse estilo já havia sido abandonado. Um só Brasil, vários Barrocos O

Leia mais

Vila Franca de Xira Em representação do GART Grupo de Artistas e Amigos da Arte

Vila Franca de Xira Em representação do GART Grupo de Artistas e Amigos da Arte P I N T U R A 12 12 2013 22 02 2014 Vila Franca de Xira Em representação do GART Grupo de Artistas e Amigos da Arte I N F O R M A Ç Õ E S [Patente] Galeria de Exposições da Biblioteca Municipal de Vila

Leia mais

Curriculum Vitae ROBERTO VIEIRA. Dados Pessoais

Curriculum Vitae ROBERTO VIEIRA. Dados Pessoais Curriculum Vitae ROBERTO VIEIRA Dados Pessoais Nome artístico: ROBERTO VIEIRA Data de Nascimento: 12 de outubro de 1939 Natural de: Juiz de Fora - Nacionalidade: Brasileiro Endereço Rua Caldas, 85 Carmo-Sion

Leia mais

Programa de Promoção Turística e Cultural

Programa de Promoção Turística e Cultural Programa de Promoção Turística e Cultural Sintra encontra-se em 11º lugar no ranking dos 50 melhores lugares a visitar, nas escolhas dos leitores do jornal New York Times? Sintra é uma das 21 finalistas

Leia mais

Vamos ao M useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu?

Vamos ao M useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? é programa que visa ampliar as experiências culturais de estudantes, professores e comunidades por meio de ações educativas que envolvem visitas a espaços de preservação

Leia mais

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia)

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia) MUSEU DO CARRO ELÉTRICO Inaugurado em 1992, o Museu do Carro Elétrico nasceu da dedicação e voluntarismo de um pequeno grupo de entusiastas e apaixonados por este meio de transporte coletivo, impulsionados

Leia mais

BOLETIM MUSEU DA IMIGRAÇÃO Setembro Outubro 2014

BOLETIM MUSEU DA IMIGRAÇÃO Setembro Outubro 2014 O Boletim do Museu da Imigração chega à sua vigésima segunda edição. Este veículo tem a proposta de manter as comunidades e o público geral informados sobre o MI, destacando ainda as atividades e ações

Leia mais

SEVILHA- 2013. Viagens Abreu - Alvará Nº 35 / 58 Avenida 25 de Abril, 2 Edifício Abreu 2795-195 Linda-a-Velha

SEVILHA- 2013. Viagens Abreu - Alvará Nº 35 / 58 Avenida 25 de Abril, 2 Edifício Abreu 2795-195 Linda-a-Velha SEVILHA- 2013 SEVILHA Capital da Comunidade Autónoma da Andaluzia, no Sul da Espanha. Situada nas margens do rio Guadalquivir, a 87 km do oceano Atlântico, possui o porto mais importante da Andaluzia.

Leia mais

ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS

ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS ÍNDICE P3 > MAPA P4 > IGREJA DE S. PEDRO P5 > IGREJA DE SÃO FRANCISCO P6 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E SANTOS PASSOS P7 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DA OLIVEIRA P8 > IGREJA DE NOSSA SENHORA DO

Leia mais

Museu Regional P a r e d e s d e C o u r a

Museu Regional P a r e d e s d e C o u r a Pa r e d e s d e C o u r a O Museu Inaugurado em Outubro de 1997, o de Paredes de Coura é uma infra-estrutura de iniciativa autárquica, através da qual se pretende promover, conservar e divulgar os bens

Leia mais

Programa de acompanhantes

Programa de acompanhantes Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012 9:30 Saída em autocarro do Hotel Axis 10:00 Chegada a Barcelos Visita ao centro Histórico de Barcelos Programa de acompanhantes O concelho de Barcelos é um exemplo

Leia mais

ANA LIMA-NETTO. Retratos do Silêncio

ANA LIMA-NETTO. Retratos do Silêncio ANA LIMA-NETTO 2013 Retratos do Silêncio 1 Textos... uma espécie de visão cosmológica e a evolução da sua arquitectura virtual. - Mestre Rocha de Sousa Professor, Crítico de Arte e Art.Plástico Do caos

Leia mais

INFANTE D. HENRIQUE VISTO ATRAVÉS DA FILATELIA

INFANTE D. HENRIQUE VISTO ATRAVÉS DA FILATELIA INFANTE D. HENRIQUE VISTO ATRAVÉS DA FILATELIA O Infante D. Henrique, (fig. 1 Selo da Emissão de 1960 5º Centenário da Morte D. Henrique - Retrato do tirado dos painéis de Nuno Gonçalves, Século XVI),

Leia mais

Viagem Cultural Rosário São Paulo 8ª série

Viagem Cultural Rosário São Paulo 8ª série Viagem Cultural Rosário São Paulo 8ª série Aprendizagem é mais do que aquisição ou apreensão da rede de determinados corpos de conhecimentos conceituais, selecionados socialmente como relevantes e organizados

Leia mais

Museu de Arte Sacra da Sé

Museu de Arte Sacra da Sé 1 Museu de Arte Sacra da Sé Algumas notas sobre a história deste Museu e também sobre a filosofia que presidiu ao actual projecto museológico Fig.1 Museu de Arte Sacra de Évora - Exterior 1. Sua história

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

ln\ ! ' I. i Actualidade A/462363

ln\ ! ' I. i Actualidade A/462363 ln\ 1! ' I. i A/462363 Actualidade Das Origens à Reconquista Cristã ( 1095) 3 Das Origens à Reconquista Cristã 5 A localização da Península Ibérica 5 A vegetação natural 5 Os rios 5 O clima ibérico 6 O

Leia mais

Dia Internacional dos Museus Noite dos Museus. Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações 2012

Dia Internacional dos Museus Noite dos Museus. Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações 2012 Museus num Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações Porto Casa-Museu Guerra Junqueiro 10h00 20h00 Exposição O Vestir da Arte Percurso expositivo inspirado na coleção de artes decorativas de

Leia mais

PEDDY PAPER. carta de prova. à descoberta do centro histórico de Beja. centro histórico. facebook.com/camaramunicipaldebeja

PEDDY PAPER. carta de prova. à descoberta do centro histórico de Beja. centro histórico. facebook.com/camaramunicipaldebeja PEDDY PAPER à descoberta do centro histórico de Beja carta de prova PEDDY PAPER centro histórico www.cm-beja.pt facebook.com/camaramunicipaldebeja Esta aventura tem como ponto de partida o Núcleo Museológico

Leia mais

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno 3.3 O Largo do Carmo e seu entorno O Largo do Carmo, como ainda é conhecido o espaço público na frente das igrejas da Ordem Primeira e Terceira do Carmo, e ao lado do Teatro Vasques. Seu entorno conserva

Leia mais

b. Promover a contribuição das artes e humanidades, assim como das ciências, na educação para sustentabilidade.

b. Promover a contribuição das artes e humanidades, assim como das ciências, na educação para sustentabilidade. Integrar, na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilidades necessárias para um modo de vida sustentável. b. Promover a contribuição das artes e humanidades,

Leia mais

Festival Paris 2015. 21 a 28 de JANEIRO

Festival Paris 2015. 21 a 28 de JANEIRO Festival Paris 2015 21 a 28 de JANEIRO VIAGEM ACOMPANHADA POR: *Maestro GILMAR MENDONÇA & *MEG SANTALICES-M2viagens O programa do Festival de Canto Coral de Paris inclui: Passagem aérea Salvador/ Paris/

Leia mais

PORTUGAL AUTÊNTICO (12 dias)

PORTUGAL AUTÊNTICO (12 dias) Um roteiro exclusivo, para conhecer o autêntico Portugal, o seu povo, sua cultura e sua maravilhosa gastronomia. Viva uma experiência inesquecível em uma vinícola, pisando uvas e degustando de um vinho

Leia mais

CONFEITARIA COLOMBO. Rio de Janeiro

CONFEITARIA COLOMBO. Rio de Janeiro CONFEITARIA COLOMBO Rio de Janeiro A Confeitaria Colombo é a memória viva da belle époque do Rio de Janeiro antigo, situada na rua Gonçalves Dias e foi fundada em 1894 pelos portugueses Joaquim Borges

Leia mais

Arqueologia Monumentos do Algarve vão estar em festa de 18 a 21 de abril

Arqueologia Monumentos do Algarve vão estar em festa de 18 a 21 de abril Página Web 1 de 12 Arqueologia Monumentos do Algarve vão estar em festa de 18 a 21 de abril Por Elisabete Rodrigues 8 de Abril de 2013 14:15 Comentar Temas Monumentos, Museus, Património, turismo cultural

Leia mais

NEWSLETTER CULTURAL. Começou a desenhar e a pintar desde que se conhece, tentando diariamente a experiência de novos e diferentes materiais.

NEWSLETTER CULTURAL. Começou a desenhar e a pintar desde que se conhece, tentando diariamente a experiência de novos e diferentes materiais. NEWSLETTER CULTURAL A A G G O O S S T T O O 2 2 0 0 1 1 4 4 2 0 1 4 Cortes Surrealistas é o título da exposição de pintura que António Martins vai apresentar de 01 a 31 de Agosto/2014, no Turismo Municipal

Leia mais

Azulejo Coleção do Museu de Évora

Azulejo Coleção do Museu de Évora Azulejo Coleção do Museu de Évora De facto, é a força cenográfica da arte do Azulejo, a sua disponibilidade para animar espaços arquitetónicos (vejam-se os revestimentos integrais de padronagem do século

Leia mais

PAPA LÉGUAS. Distrito. Portalegre INTRODUÇÃO

PAPA LÉGUAS. Distrito. Portalegre INTRODUÇÃO PAPA LÉGUAS Distrito INTRODUÇÃO Este Diário de Viagem em Autocaravana é uma pequena contribuição para um Turismo Itinerante pelo Distrito de. Promover os sítios mais relevantes e sugerir locais para almoçar,

Leia mais

Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 10 a 19 de outubro de 2015

Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 10 a 19 de outubro de 2015 0 a 9 de outubro de 05 Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social * I Descrição do Projeto O Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social (AECPES), celebrado em 00, teve como objetivo reafirmar

Leia mais

Hevelyn Baer Villar_ Trabajo Final de Graduação Interdisciplinar

Hevelyn Baer Villar_ Trabajo Final de Graduação Interdisciplinar Trabalho Final de Graduação Interdisciplinar Centro Cultural Maembipe O projeto foi indicado pela Universidade Estadual de Londrina para participar no concurso Ópera Prima de projetos de Fim de Graduação.

Leia mais

1ª Secção 2ª secção 3ª Secção 4ª Secção 5ª Secção 6ª Secção 7ª Secção &LrQFLDVÃÃ $UWHVÃ HÃ )LORVRILDÃÃ 3RYRVÃÃ %LRJUDILDVÃ (SRSHLDVÃ 3UREOHPDVÃ GRÃ HÃ7pFQLFDVÃ /HWUDVÃ HÃ5HOLJL}HVÃ HÃFLYLO]Do}HVÃ +XPDQDVÃ

Leia mais

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas.

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas. O Metro do Porto O Metro é um sistema de transportes públicos da Área Metropolitana do Porto e combina uma rede ferroviária subterrânea, no centro da cidade, com linhas à superfície em meio urbano e diversos

Leia mais

ALOJAMENTO AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL 59,00 65,00

ALOJAMENTO AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL 59,00 65,00 AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL O Axis Porto Business & SPA Hotel, é o novo hotel de 4 estrelas do Grupo AXIS, situado em pleno pólo universitário, numa das zonas de melhor acessibilidade à Invicta, junto

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS DEPENDENTES DA DGPC CARTA DO VOLUNTÁRIO (MINUTA) VOLUNTARIADO NOS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS DA DGPC CARTA DO VOLUNTÁRIO DE MONUMENTOS,

Leia mais

Casa do Mundo Rural de Prados

Casa do Mundo Rural de Prados Casa do Mundo Rural de Prados A Casa do Mundo Rural de Prados, pretende retratar uma época em que a agricultura, associada à pastorícia eram as principais actividades económicas da população, praticando

Leia mais

MUSEUS Casa Fernando Pessoa Casa Museu João da Silva Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves Centro de Arte Moderna Convento dos Cardaes Museu Antoniano

MUSEUS Casa Fernando Pessoa Casa Museu João da Silva Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves Centro de Arte Moderna Convento dos Cardaes Museu Antoniano Casa Fernando Pessoa Salas de exposições, visionamentos, conferências, colóquios e gabinetes de estudos Pessoanos. Biblioteca de poesia. Acesso a micro-filmes sobre temas necessários para os estudos. Aberto:

Leia mais

Ciclo Obra Aberta * Visitas guiadas a obras da autoria do arquitecto José Marques da Silva

Ciclo Obra Aberta * Visitas guiadas a obras da autoria do arquitecto José Marques da Silva Ciclo Obra Aberta * Visitas guiadas a obras da autoria do arquitecto José Marques da Silva 17 de Outubro Sábado 10h30 - Estação de S. Bento (1896-1916), por Nuno Tasso de Sousa - Teatro Nacional S. João

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E

C U R R I C U L U M V I T A E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Luís Miguel Pereira Araújo da Rocha Rua do Teixeira, nº43, 1º 1200-390 Lisboa Telefone 96 252 74 53 Fax 21 342 97 82 Correio electrónico luisrocha.fotografia@gmail.com

Leia mais

Identidade. julho. Cultura. Património PERCURSOS. Marcas. agosto. Gentes. História CULTURAIS. Arte. setembro. Caminhos. Memórias

Identidade. julho. Cultura. Património PERCURSOS. Marcas. agosto. Gentes. História CULTURAIS. Arte. setembro. Caminhos. Memórias Identidade julho Cultura Património PERCURSOS Marcas agosto Gentes História CULTURAIS Arte setembro Caminhos Memórias PORTO OITOCENTISTA O século XIX, repleto de instabilidade político- -económica, causada

Leia mais

ALOJAMENTO - VII CIDU Porto, 24 a 27 Junho

ALOJAMENTO - VII CIDU Porto, 24 a 27 Junho AXIS PORTO BUSINESS & SPA HOTEL O Axis Porto Business & SPA Hotel, é o novo hotel de 4 estrelas do Grupo AXIS, situado em pleno pólo universitário, numa das zonas de melhor acessibilidade à Invicta, junto

Leia mais

Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009. Museu Nacional de Arqueologia Lisboa

Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009. Museu Nacional de Arqueologia Lisboa Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009 Museu Nacional de Arqueologia Lisboa Museu Nacional de Arqueologia APRESENTAÇÃO O Museu Nacional de Arqueologia (MNA), fundado em 1893, ocupa,

Leia mais

Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação

Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação Índice I II III Nota histórica Informação sobre o espaço Descrição Planta Capacidade Equipamento disponível Outras informações úteis Localização

Leia mais

Cronologia do Mosteiro de S. Bento da Saúde

Cronologia do Mosteiro de S. Bento da Saúde Cronologia do Mosteiro de S. Bento da Saúde 1 1545 1563 Concílio de Trento. 2 1567 Fundação da Congregação de S. Bento no reino de Portugal. 3 1569 O Mosteiro beneditino de São Martinho de Tibães torna-se

Leia mais

E DITORIAL TOMAR, P ORTUGAL

E DITORIAL TOMAR, P ORTUGAL E DITORIAL A brimos mais um Editorial agradecendo a enorme participação de nossos diletos leitores, apresentando suas sugestões, críticas e considerações sobre este Informativo, que, embora estando, apenas,

Leia mais

PORTO - EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ORQUÍDEAS,

PORTO - EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ORQUÍDEAS, PORTO - EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ORQUÍDEAS, A CIDADE E O DOURO PARQUE DA CIDADE, EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ORQUÍDEAS (JARDINS DO PALÁCIO DE CRISTAL), MUSEU NACIONAL SOARES DOS REIS, CAVES TAYLOR, BARÃO

Leia mais

PORTUGAL. 1º. DIA -Lisboa. 2º. Dia - Sintra, Cascais e Estoril

PORTUGAL. 1º. DIA -Lisboa. 2º. Dia - Sintra, Cascais e Estoril PORTUGAL 1º. DIA -Lisboa Saída do Hotel para visita da cidade de Lisboa. Visitaremos o centro da cidade como Praça do Rossio, Avenida da Liberdade, Praça do Marquês de Pombal, Parque Eduardo VII. Colina

Leia mais

O FERRO NA ESCULTURA PORTUGUESA DO SÉCULO XX

O FERRO NA ESCULTURA PORTUGUESA DO SÉCULO XX UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE BELAS ARTES O FERRO NA ESCULTURA PORTUGUESA DO SÉCULO XX ANA SOFIA MOREIRA MENA MESTRADO EM ESCULTURA PÚBLICA 2010 UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE BELAS ARTES O

Leia mais

PERÍODO DE 22 À 26/10/14

PERÍODO DE 22 À 26/10/14 BELO HORIZONTE + CONGONHAS + TIRADENTES + SÃO JOÃO DEL REI + MARIANA + OURO PRETO Viagem no Túnel do tempo para conhecer parte da História do nosso Brasil e vivenciar pessoalmente tudo aquilo que está

Leia mais

Série: A última guerra do Prata

Série: A última guerra do Prata TÍTULO DO PROGRAMA Série: A última guerra do Prata SINOPSE DO PROGRAMA O documentário é parte de uma série produzida pela TV Escola que apresenta as análises e pesquisas mais recentes a respeito da Guerra

Leia mais

9ª EXPOSIÇÃO PAULO MEDEIROS 23 OUT. A 26 NOV. 2014. EXPOSIÇÃO DE PINTURA à Espera da Felicidade!

9ª EXPOSIÇÃO PAULO MEDEIROS 23 OUT. A 26 NOV. 2014. EXPOSIÇÃO DE PINTURA à Espera da Felicidade! 9ª EXPOSIÇÃO PAULO MEDEIROS 23 OUT. A 26 NOV. 2014 EXPOSIÇÃO DE PINTURA à Espera da Felicidade! PAULO MEDEIROS - Moçambique - 1965 - Licenciatura em EVT. - Vive em Viseu Expõe individualmente pela primeira

Leia mais

A Tradição Islâmica I Século XVI

A Tradição Islâmica I Século XVI A Tradição Islâmica I Século XVI As primeiras utilizações conhecidas do azulejo em Portugal, como revestimento monumental das paredes, foram realizadas com azulejos hispanomouriscos, importados de Sevilha

Leia mais

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 QUESTÃO 01 Arte abstrata é uma arte: a) que tem a intenção de representar figuras geométricas. b) que não pretende representar figuras ou objetos como realmente são. c) sequencial, como, por exemplo, a

Leia mais

Amarílis Maria de Medeiros Chaves

Amarílis Maria de Medeiros Chaves Amarílis Maria de Medeiros Chaves Amarílis Chaves nasceu em Belo Horizonte, onde muito cedo despertou para as Artes Plásticas, nunca mais tendo parado este percurso, sempre na procura do traço certo, da

Leia mais

FOLHA INFORMATIVA Nº 2 NOVEMBRO DE 2012 FCBP-RUA DA RESTAURAÇÃO, 318-3º- 4050-501 PORTO -E-mail: fcbport@gmail.com/telem: 351 911 501 775

FOLHA INFORMATIVA Nº 2 NOVEMBRO DE 2012 FCBP-RUA DA RESTAURAÇÃO, 318-3º- 4050-501 PORTO -E-mail: fcbport@gmail.com/telem: 351 911 501 775 FOLHA INFORMATIVA Nº 2 NOVEMBRO DE 2012 FCBP-RUA DA RESTAURAÇÃO, 318-3º- 4050-501 PORTO -E-mail: fcbport@gmail.com/telem: 351 911 501 775 Os novos sócios honorários O I ENCONTRO IBÉRICO DE CONFRARIAS,

Leia mais

O projecto do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte (M.I.A.A.)

O projecto do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte (M.I.A.A.) O projecto do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte (M.I.A.A.) Davide Delfino Luiz Oosterbeek Gustavo Portocarrero Isilda Jana Fernando A. B. Pereira Luis Felipe Dias O QUÊ Coleções: Coleção de arte e arqueologia

Leia mais

Especialmente criado para: Soluções criativas para empresas vencedoras

Especialmente criado para: Soluções criativas para empresas vencedoras Especialmente criado para: Soluções criativas para empresas vencedoras Alentejo 08 a 10 de Abril 2016 Itinerário 1º Dia 08 de Abril (Sex.) LISBOA / TRÓIA / CASTRO VERDE Em hora e local a combinar, partida

Leia mais

Cabral Moncada Leilões. LEILÃO DE PINTURA, ANTIGUIDADES, OBRAS DE ARTE, PRATAS E JÓIAS LEILÃO 102 15, 16 e 17 de Dezembro de 2008

Cabral Moncada Leilões. LEILÃO DE PINTURA, ANTIGUIDADES, OBRAS DE ARTE, PRATAS E JÓIAS LEILÃO 102 15, 16 e 17 de Dezembro de 2008 LEILÃO DE PINTURA, ANTIGUIDADES, OBRAS DE ARTE, PRATAS E JÓIAS LEILÃO 102 15, 16 e 17 de Dezembro de 2008 Pintura 452 "CENA DA PAIXÃO DE CRISTO", óleo sobre tela, moldura em madeira pintada de negro e

Leia mais

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA NOME OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA ESTABELEÇO RELAÇÕES DE PARENTESCO : avós, pais, irmãos, tios, sobrinhos Quem pertence à nossa família? Observa as seguintes imagens. Como podes observar, nas imagens estão

Leia mais

PRIMAVERA EM PORTUGAL 13 DIAS

PRIMAVERA EM PORTUGAL 13 DIAS PRIMAVERA EM PORTUGAL 13 DIAS 1º Dia 14 Abr - BELO HORIZONTE / LISBOA Apresentação no aeroporto internacional Tancredo Neves, para embarque com a TAP-Air Portugal com destino a Lisboa. (Jantar a bordo).

Leia mais

6.3 Guião de uma visita de estudo a uma unidade do Património Arqueológico-Industrial O Museu do Papel Terras de Santa Maria (exemplo)

6.3 Guião de uma visita de estudo a uma unidade do Património Arqueológico-Industrial O Museu do Papel Terras de Santa Maria (exemplo) 6.3 Guião de uma visita de estudo a uma unidade do Património Arqueológico-Industrial O Museu do Papel Terras de Santa Maria (exemplo) A Objetivos Integrado nas unidades 1 e 4, do Módulo 6, inserimos nesta

Leia mais