Genes. Informam para proteínas. Formam o GENOMA. Constituídas por monómeros: a.a. Codificados pelo código genético

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Genes. Informam para proteínas. Formam o GENOMA. Constituídas por monómeros: a.a. Codificados pelo código genético"

Transcrição

1 SÍNTESE PROTEICA

2 São fragmentos de DNA (bases azotadas) que informam para uma característica Formam o GENOMA Genes Constituem os cromossomas Informam para proteínas Constituídas por monómeros: a.a. Codificados pelo código genético

3 Síntese Proteica Tripleto (sequência de 3 nucleótidos) CODÃO CODOGENE ANTICODÃO Se for do RNAm Se for do DNA Se for do RNAt O conjunto de codões constitui o CÓDIGO GENÉTICO

4 Síntese Proteica Foi descrito em 1958 por Francis Crick na tentativa de relacionar o DNA, o RNA e as proteínas. O DNA pode replicar-se e dar origem a novas moléculas de DNA, pode ainda ser trancrito em RNA, e este por sua vez traduz o código genético em proteínas.

5 C O M P O S I Ç A O BASES AZOTADAS PENTOSE GRUPO FOSFATO (confere o carácter ácido) UNIDADES BÁSICAS ESTRUTURA DNA T = A C G A ligação entre as bases complementares faz-se por pontes de hidrogénio Desoxirribose (menos um O 2 que a ribose) C 5 H 10 O 4 Nucleótidos Base+ pentose+ H 3 PO 4 RNA U A C G Ribose C 5 H 10 O 5 H 3 PO 4 H 3 PO 4 - Duas cadeia polinucleotídicas - antiparalelas (que se dispõem em sentido inverso) MODELO DA DUPLA HÉLICE -a ligação entre as duas cadeias faz-se pelas bases azotadas complementares através de pontes de hidrogénio Nucleótidos Base+ pentose+ H 3 PO 4 - Cadeia simples de dimensões inferiores à molécula de DNA - (por vezes dobrada) LOCALIZAÇÃO Principlamente no núcleo Forma-se no núcleo e migra para o citoplasma QUANTIDADE Em regra constante para todas as células da mesma espécie Variável de célula para célula com a atividade celular TIPOS RNAr, RNAm, RNAt Os nucleótidos estabelecem ligações entre si formando cadeias Polinucleotídicas. A ligação entre 2,da mesma cadeia, fazse entre o carbono 3 da pentose de um nucleó-tido e o grupo fosfato do nucleótido seguinte. A ligação é covalente do tipo fosfodiéster. Diz-se que a cadeia cresce de 5 para 3.

6 Síntese Proteica TIPOS de ÁCIDO RIBONUCLEICO (RNA) O DNA transcreve três tipos de RNA, que se diferenciam entre si, na estrutura e na função. São eles: RNAm RNAr RNAt RNA Mensageiro (RNAm): Transporta as informações do código genético do DNA para o citoplasma, ou seja, determina as sequências dos aminoácidos na construção das proteínas. RNA ribossômico (RNAr): Faz parte da estrutura dos ribossomas (organelos citoplasmáticas) onde a síntese de proteínas ocorre. RNA transferência (RNAt): Encaminha os aminoácidos dispersos no citoplasma para o local onde ocorrerá a síntese das proteínas. RNA polimerase: Enzima que catalisa a síntese de sequências genéticas a partir de moldes.

7 Síntese Proteica Inclui a: Transcrição Formação de RNA a partir do DNA (no núcleo) Processamento ou Maturação O RNA perde algumas porções (no núcleo). Só ocorre nos eucariontes. Tradução Formação de proteínas a partir do RNA processado (nos ribossomas) Depois o RNA migra para o citoplasma

8 Síntese Proteica: Diferenças entre procariontes e eucariontes Parâmetros Células Procarióticas Células Eucarióticas Localização Celular da Tradução Maturação do RNA mensageiro Migração do RNAm Processo de Iniciação de Síntese Protéica Particularidade Inibição de Tradução Por Antibióticos No citoplasma e ocorrendo ao mesmo tempo que a transcrição Não ocorre maturação (o DNA não tem intrões e a informação genética encontra-se compactada). Assim, nestes seres o RNAm tem o mesmo tamanho que a cadeia de DNA que lhe serviu de molde e não há RNApré-m Não ocorre (não há núcleo) Começa com código genético para n-formilmretionina. Não consome ATP A transcrição e a tradução são quase simultâneas pois à medida que está a ser transcrito o RNAm os ribossomas ligam-se a ele e começam a traduzir. A síntese proteica é mais rápida que nos eucariontes Inibição por vários antibióticos No citoplasma e separado da transcrição que se dá no núcleo Ocorre no núcleo Ocorredo núcleo para o citoplasma Começa com código genético para metionina e consome ATP A transcrição e a tradução ocorrem em momentos diferentes Não é inibido pelos mesmos antibióticos que inibem as bactérias

9 Síntese Proteica: Transcrição DNA RNA -ocorre no núcleo -é catalizada por uma enzima designada RNA-polimerase -possui vários intervenientes: DNA, enzimas, nucelótidos, ATP

10 Síntese Proteica: Transcrição Etapas da Transcrição 1º Ligação da enzima RNApolimerase a locais específicos do DNA (núcleo). 2º Rompimento das pontes de hidrogénio e separação das cadeias de DNA. 3º Ligação de nucleótidos livres à cadeia molde de DNA (3`- 5`) no sentido 5` para 3` com formação de RNAm. 4º A RNApolimerase encontra um codão de terminação (STOP) e o RNAm libertase. 5º Restabelecimento das pontes de hidrogénio entre as bases complementares voltando à molécula de DNA à sua estrutura dupla

11 Síntese Proteica: Processamento do RNAm Intrões Exões

12 Síntese Proteica: Etapas Tradução

13 Síntese Proteica: Etapas Tradução

14 Síntese Proteica: Etapas Tradução

15 Síntese Proteica: Ampliação Quando um conjunto de ribossomas (polissoma ou polirribossoma) lêem o mesmo RNAm formam-se tantas proteínas quantos ribossomas existirem. Diz-se que a tradução é amplificada.

16 Síntese Proteica: Características

17 Síntese Proteica: Características A síntese proteica é um fenómeno : Rápido um futuro glóbulo vermelho junta 140 a.a. de uma cadeia de hemoglobina em 2 a 3 min. Nos procariontes é ainda + rápido porque os ribossomas ligam-se ao RNAm que está a ser transcrito e transcrição e tradução são quase simultâneas. Ampliado a mesma zona de DNA pode ser transcrita várias vezes formam-se vários RNAM idênticos várias proteínas idênticas. Também o mesmo RNAm pode ser traduzido simultaneamente por vários ribossomas (poliribossomas), sendo produzidas várias moléculas da mesma proteína. Complexo envolve grande consumo de energia e a intervenção de vários factores: enzimas, a.a, RNAm, RNAt, ribossomas

18 Parâmetros PROCARIONTES EUCARIONTES Localização do DNA Disperso no citoplasma constituindo o nucleóide No núcleo Quantidade de DNA Localização Celular da Síntese Proteica Estrutura do Ribossoma Maturação do RNA mensageiro Migração do RNAm Processo de Iniciação de Síntese Protéica Particularidade na Síntese Proteica Processo de condensação da cromatina (DNA + histonas) DIVISÃO CELULAR 1 só molécula de DNA não associada a histonas No citoplasma e ocorrendo ao mesmo tempo que a transcrição 70s Não ocorre maturação (o DNA não tem intrões e a informação genética encontra-se compactada). Assim, nestes seres o RNAm tem o mesmo tamanho que a cadeia de DNA que lhe serviu de molde e não há RNApré-m Não ocorre (não há núcleo) Começa com código genético para n-formilmretionina. Não consome ATP A transcrição e a tradução são quase simultâneas pois à medida que está a ser transcrito o RNAm os ribossomas ligam-se a ele e começam a traduzir. síntese proteica + rápida que nos eucariontes Não há histonas por isso não ocorre o processo de condensação ou espiralização do DNA em cromatina. A divisão celular coincide com a reprodução pois os procariontes são seres unicelulares Várias moléculas de DNA associadas a Histonas (proteínas) que contribuem para a forma dos cromossomas (cada cromossoma é 1molécula de DNA) No citoplasma e separado da transcrição que se dá no núcleo 80s Ocorre no núcleo Ocorredo núcleo para o citoplasma Começa com código genético para metionina e consome ATP A transcrição e a tradução ocorrem em momentos diferentes Inicia-se quando a célula está em divisão (na fase S) originando filamentos curtos e espessos designados CROMOSSOMAS (com 2 cromatídeos que resultam da replicação do DNA). O máximo de condensação ocorre na metafase. A divisão celular permite: - o crescimento e multiplicação celular - a renovação celular - a regeneração celular

19 Alterações do material genético: MUTAÇÕES MUTAÇÕES (são alterações no DNA) Espontâneas Induzidas Ocorrem durante a replicação do DNA Provocadas por determinadas substâncias ou radiações Raios X, raios UV, partículas radioactivas e substâncias químicas

20 Alterações do material genético: MUTAÇÕES GENOMA: conjunto de genes que constitui o DNA de um indivíduo. Possui cerca de genes e 3 biliões de pares de bases. Há cerca de três biliões de letras químicas no genoma. Se este livro fosse lido ao ritmo de uma palavra por segundo, durante oito horas por dia e em todos os dias da semana, seria preciso um século para que a leitura fosse concluída. O genoma humano tem o tamanho de 800 Bíblias. Digitalizado, cabe todavia, num simples DVD. : são alterações do genoma Mutações Cromossómicas Génicas

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ÁCIDOS NUCLEICOS

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ÁCIDOS NUCLEICOS COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ÁCIDOS NUCLEICOS Unidade básica dos Ácidos Nucleicos Existem apenas 4 bases em cada um dos ácidos nucleicos DNA DNA e RNA RNA Ácido fosfórico Ácido fosfórico Pentose Desoxirribose

Leia mais

Geralmente é arredondado e único por célula, mas existem núcleos com outras formas e células com mais de um núcleo

Geralmente é arredondado e único por célula, mas existem núcleos com outras formas e células com mais de um núcleo Núcleo Celular Geralmente é arredondado e único por célula, mas existem núcleos com outras formas e células com mais de um núcleo Núcleo Celular Algumas células não têm núcleo (são anucleadas), como as

Leia mais

Como se transmite a informação contida no DNA? Como se traduz a informação que se encontra num gene? Como se passa de um gene para uma característica?

Como se transmite a informação contida no DNA? Como se traduz a informação que se encontra num gene? Como se passa de um gene para uma característica? Como se transmite a informação contida no DNA? Como se traduz a informação que se encontra num gene? Como se passa de um gene para uma característica? A síntese de proteínas resume-sena transformação da

Leia mais

Ficha Teórica de Apoio

Ficha Teórica de Apoio ESCOLA SECUNDÁRIA/3 JOAQUIM DE ARAÚJO Disciplina de Biologia/Geologia Ano Lectivo 2009-2010 Ficha Teórica de Apoio Assunto: Síntese Proteica EXPRESSÃO DA INFORMAÇÃO GENÉTICA BIOSSÍNTESE DE PROTEÍNAS O

Leia mais

Do D.N.A. à síntese proteica. Descoberta do D.N.A. e da sua estrutura

Do D.N.A. à síntese proteica. Descoberta do D.N.A. e da sua estrutura Do D.N.A. à síntese proteica Descoberta do D.N.A. e da sua estrutura Do DNA ao organismo! Para percorrer este caminho temos que responder à questão que se segue: Onde se localiza a informação genética?

Leia mais

Ácidos Nucléicos Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Paulo Dutra

Ácidos Nucléicos Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Paulo Dutra Ácidos Nucléicos Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Paulo Dutra ÁCIDOS NUCLEICOS Nucleotídeos É a unidade formadora dos ácidos nucléicos: DNA e RNA. É composto por um radical fosfato, uma pentose

Leia mais

A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica.

A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica. A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica. O processo de síntese de RNA, a partir de um molde de DNA, é denominado

Leia mais

Exercícios de Autoduplicação, Transcrição e Tradução

Exercícios de Autoduplicação, Transcrição e Tradução Exercícios de Autoduplicação, Transcrição e Tradução 1. (UniFoa/2003) Imagine a seguinte situação hipotética: Um aluno precisa decifrar o código de uma enzima G1, que possui uma cadeia formada por seis

Leia mais

1 Em 1928, o médico inglês Frederick Griffith desenvolveu importantes trabalhos na tentativa de desenvolver uma vacina contra a pneumonia.

1 Em 1928, o médico inglês Frederick Griffith desenvolveu importantes trabalhos na tentativa de desenvolver uma vacina contra a pneumonia. Ficha de valiação 1 Em 1928, o médico inglês Frederick Griffith desenvolveu importantes trabalhos na tentativa de desenvolver uma vacina contra a pneumonia. B Pneumococos R Pneumococos S ratinho morre

Leia mais

Célula Procarionte X Célula Eucarionte

Célula Procarionte X Célula Eucarionte Célula Procarionte X Célula Eucarionte Células procarióticas (grego protos, primitivo, e Karyon, núcleo) Núcleo antigo Surgimento a bilhões de anos atrás Bactérias e Cianobactérias (algas) Não apresenta

Leia mais

Aula 8 Síntese de proteínas

Aula 8 Síntese de proteínas Aula 8 Síntese de proteínas As proteínas que podem ser enzimas, hormônios, pigmentos, anticorpos, realizam atividades específicas no metabolismo dos seres vivos. São produzidas sob o comando do DNA. Observe

Leia mais

A CÉLULA. Natércia Charruadas 2011. Biologia e Geologia 10º ano

A CÉLULA. Natércia Charruadas 2011. Biologia e Geologia 10º ano A CÉLULA Natércia Charruadas 2011 Biologia e Geologia 10º ano O entendimento dos processos biológicos depende do conhecimento da célula enquanto unidade fundamental da Vida. As dimensões das células, geralmente

Leia mais

Capítulo 13 Acidos Nucleicos

Capítulo 13 Acidos Nucleicos Capítulo 13 Acidos Nucleicos O modelo da dupla hélice O modelo da estrutura molecular do DNA foi proposto em 1953 por Watson e Crick e é aceito até hoje. Eles ganharam o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia

Leia mais

Natércia Vieira Charruadas Página 1 de 8

Natércia Vieira Charruadas Página 1 de 8 Escola Secundária c/ 3º Ciclo João Gonçalves Zarco Ano Lectivo 2008/2009 Biologia/Geologia (ano 2) Ficha de preparação para o Teste Intermédio - 1 I 1. Corresponde a cada alínea das frases os termos adequados.

Leia mais

QBQ 0102 Educação Física. Carlos Hotta. Código Genético e Tradução 16/06/15

QBQ 0102 Educação Física. Carlos Hotta. Código Genético e Tradução 16/06/15 QBQ 0102 Educação Física Carlos Hotta Código Genético e Tradução 16/06/15 Previously... replicação DNA transcrição RNA tradução proteína RNAm possuem informação para gerar novas proteínas A RNA polimerase

Leia mais

O crescimento é uma característica marcante dos seres vivos. A maioria dos organismos cresce pelo aumento do número e tamanho de células.

O crescimento é uma característica marcante dos seres vivos. A maioria dos organismos cresce pelo aumento do número e tamanho de células. Distinguir DNA e RNA com base nas suas características estruturais e funcionais. Relacionar a replicação do DNA com a manutenção da informação genética. Compreender o processo que permite a síntese de

Leia mais

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Telmo Giani Fonte: Internet

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Telmo Giani Fonte: Internet Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Telmo Giani Fonte: Internet OS ÁCIDOS NUCLEICOS DNA Ácido fosfórico Desoxirribose Bases Púricas: A e G Bases Pirimídicas: C e T Dupla fita RNA Ácido fosfórico Ribose

Leia mais

BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR 1º S_2013_2014_2º Teste

BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR 1º S_2013_2014_2º Teste BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR 1º S_2013_2014_2º Teste 18/01/2014 (Duração: 1h,30 m) Nome do Aluno: Nº: Curso: Cada uma das questões de escolha múltipla (1 à 40) tem a cotação de 0,5 valores. Será descontado

Leia mais

Ribossomos e síntese protéica

Ribossomos e síntese protéica Ribossomos e síntese protéica SÍNTESE PROTÉICA DNA Transcrição RNA Tradução T A U T A U C G C G C G C G C C G C T A U G C G G C G O código genético é DEGENERADO PROTEÍNA Phe Ala Trp MAQUINARIA GENÉTICA

Leia mais

constituídos por moléculas orgânicas de Estas são formadas por um número

constituídos por moléculas orgânicas de Estas são formadas por um número Constituintes básicos de uma célula Moléculas da vida Todos os seres vivos, logo, as suas células, são constituídos por moléculas orgânicas de grandes dimensões macromoléculas. Estas são formadas por

Leia mais

ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS

ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS Faculdade Ciência da Vida Disciplina: Genética Básica Aula 2 ESTRUTURA E FUNÇÃO DOS GENES E CROMOSSOMOS PROFESSORA: Fernanda Guimarães E-MAIL: guimaraes.biologia@gmail.com NÚCLEO Abriga do material genético

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 1º ano ALUNO(a): Lista de Exercícios NOTA: No Anhanguera você é + Enem Questão 01) O núcleo é uma das mais importantes estruturas celulares pois, além de

Leia mais

Características gerais

Características gerais Citoplasma Citoplasma Características gerais Um vertebrado é formado por dezenas de tipos de células. Citoplasma Características gerais Um vertebrado é formado por dezenas de tipos de células. Neurônio

Leia mais

Biologia. Código Genético. Professor Enrico Blota.

Biologia. Código Genético. Professor Enrico Blota. Biologia Código Genético Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia CÓDIGO GENÉTICO NÚCLEO E SÍNTESE PROTEICA O núcleo é de fundamental importância para grande parte dos processos que

Leia mais

Qual o nome das bases pirimídicas?. R: Timina e Citosina. Quais os constituintes dos nucleótidos?

Qual o nome das bases pirimídicas?. R: Timina e Citosina. Quais os constituintes dos nucleótidos? O que significam as siglas? R: Ácido desoxirribonucleico. A molécula de tem mensagens codificadas em sequências de que contêm bases púricas e pirimídicas. R: nucleótidos Qual o nome das bases pirimídicas?.

Leia mais

Replicação do DNA e Cromossomos

Replicação do DNA e Cromossomos Replicação do DNA e Cromossomos Características básicas da replicação do DNA In Vivo É semiconservativa, Inicia-se em origens únicas Geralmente é bidirecional a partir de cada origem de replicação. A replicação

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY - ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL TERRA BOA - PR - Professora Leonilda Brandão da Silva

COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY - ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL TERRA BOA - PR - Professora Leonilda Brandão da Silva COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY - ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL TERRA BOA - PR - Professora Leonilda Brandão da Silva RESUMO - Livro Biologia Hoje - Volume 3 - Sergio Linhares e Fernando Gewandsznajder GENÉTICA

Leia mais

BIOLOGIA CITOLOGIA E DIVISÃOCELULAR PROF ESTEVAM

BIOLOGIA CITOLOGIA E DIVISÃOCELULAR PROF ESTEVAM BIOLOGIA CITOLOGIA E DIVISÃOCELULAR PROF ESTEVAM PADRÕES CELULARES 1) (VUNESP) Os procariontes diferenciam-se dos eucariontes porque os primeiros, entre outras características, a) não possuem material

Leia mais

ASPECTOS GENÉTICOS DA MITOSE E MEIOSE. Doutoranda Patricia Midori Murobushi Ozawa Monitora: Doutoranda Viviane Demetrio do Nascimento

ASPECTOS GENÉTICOS DA MITOSE E MEIOSE. Doutoranda Patricia Midori Murobushi Ozawa Monitora: Doutoranda Viviane Demetrio do Nascimento ASPECTOS GENÉTICOS DA MITOSE E MEIOSE Doutoranda Patricia Midori Murobushi Ozawa Monitora: Doutoranda Viviane Demetrio do Nascimento Cromossomos eucarióticos Cada espécie eucariótica tem um número característico

Leia mais

A disposição da vida na Terra

A disposição da vida na Terra Aula 01 A disposição da vida na Terra O que é a vida? Existe vida em outros planetas? Podemos viver sem o Sol? O nosso sistema solar possui os seguintes planetas: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte Júpiter,

Leia mais

Material de estudo. Série/Ano Turma(s) Turno Nota 7º A Vespertino. Disciplina: Ciências Professor(a): ALINY INOCÊNCIO Data Aluno (a): Nº

Material de estudo. Série/Ano Turma(s) Turno Nota 7º A Vespertino. Disciplina: Ciências Professor(a): ALINY INOCÊNCIO Data Aluno (a): Nº Polícia Militar do Estado de Goiás CPMG Nader Alves dos Santos Ano Letivo - 2016 Material de estudo Série/Ano Turma(s) Turno Nota 7º A Vespertino A CÉLULA A célula é a menor unidade estrutural básica do

Leia mais

A natureza química do material genético Miescher nucleínas. ácidos nucleicos. ácido desoxirribonucleico ácido ribonucleico Avery MacLeod McCarty

A natureza química do material genético Miescher nucleínas. ácidos nucleicos. ácido desoxirribonucleico ácido ribonucleico Avery MacLeod McCarty UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO Departamento de Ciências Exatas e da Natureza Disciplina: Biologia Professora: Lauren Valentim A natureza química do material genético A natureza

Leia mais

NÚCLEO E DIVISÃO CELULAR

NÚCLEO E DIVISÃO CELULAR NÚCLEO E DIVISÃO CELULAR NÚCLEO E DIVISÃO CELULAR O núcleo celular (descoberto por Robert Brown, 1833) é uma estrutura presente nas células eucarióticas, que contém o DNA da célula. Delimitado pelo envoltório

Leia mais

DNA: Replicação e Transcrição. Professora: MSc Monyke Lucena

DNA: Replicação e Transcrição. Professora: MSc Monyke Lucena EXTRA, EXTRA Se a mãe for (DD) e o pai (D), nenhum dos descendentes será daltónico nem portador. Se a mãe (DD) e o pai for (d), nenhum dos descendentes será daltônico, porém as filhas serão portadoras

Leia mais

Biologia Molecular (BM) 2009/2010. Ana Cristina Ribeiro Gomes

Biologia Molecular (BM) 2009/2010. Ana Cristina Ribeiro Gomes Biologia Molecular (BM) 2009/2010 Principais Constituintes Químicos da Célula Componentes Químicos da Célula As células são constituídas por elementos químicos tais como: oxigénio, carbono, hidrogénio,

Leia mais

CICLO CELULAR E DIVISÃO CELULAR

CICLO CELULAR E DIVISÃO CELULAR CICLO CELULAR E DIVISÃO CELULAR CICLO CELULAR ETAPAS: INTÉRFASE + DIVISÃO CELULAR CICLO CELULAR Fases do Ciclo: G1: 12 horas S: 7 a 8 horas G2: 3 a 4 horas M: 1 a 2 horas Total: 24 horas INTÉRFASE Fase

Leia mais

Biologia molecular é uma disciplina híbrida

Biologia molecular é uma disciplina híbrida Biologia molecular é uma disciplina híbrida Os termos: biologia molecular e genética molecular = sinônimos As técnicas da biologia molecular são aplicadas em quase todos os campos da biologia neurofisiologia

Leia mais

A SÍNTESE DE PROTEÍNAS NAS CÉLULAS

A SÍNTESE DE PROTEÍNAS NAS CÉLULAS Biologia > Citologia > Síntese Protéica> Alunos Prof. Zell (Biologia) A SÍNTESE DE PROTEÍNAS NAS 01. (VUNESP 03) CÉLULAS Considere o diagrama, que resume as principais etapas da síntese protéica que ocorre

Leia mais

Exercício A. Tabuleiro Nº de folhas inicial Nº de folhas final (enraizadas e prontas para transplantar A 15 8 B 15 2 C 15 14 D 15 0

Exercício A. Tabuleiro Nº de folhas inicial Nº de folhas final (enraizadas e prontas para transplantar A 15 8 B 15 2 C 15 14 D 15 0 1 Exercício A 1.- Considera o seguinte procedimento experimental: 1. Marque 4 tabuleiros com as letras A, B, C e D e encha-os até metade da sua altura com uma mistura de turfa e granulado de esferovite.

Leia mais

Aula 6 Mitose. Fases da mitose. Prófase

Aula 6 Mitose. Fases da mitose. Prófase Aula 6 Mitose A mitose nos seres pluricelulares é responsável pelo crescimento, devido ao aumento do número de células e reposição das células mortas, por exemplo, a epiderme é renovada a cada 28 dias.

Leia mais

Prof. Giovani - Biologia

Prof. Giovani - Biologia Prof. Giovani - Biologia 1.(UFRS) Tanto em uma célula eucarionte quanto em uma procarionte podemos encontrar: a) membrana plasmática e retículo endoplasmático. b) ribossomos e aparelho de Golgi. c) mitocôndrias

Leia mais

Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana CITOLOGIA

Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana CITOLOGIA Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana CITOLOGIA CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula) + Logos (estudo)

Leia mais

Lista de Exercícios: Divisão Celular

Lista de Exercícios: Divisão Celular 1. (UNIFOR-CE) Em organismos unicelulares, divisão por mitose significa: a) Crescimento b) Regeneração c) Recombinação d) Reprodução e) Gametogênese 2. (FUVEST) Analise os eventos mitóticos relacionados

Leia mais

1. Nas células eucarióticas podemos encontrar dois tipos de ácidos nucleicos: o DNA e o RNA.

1. Nas células eucarióticas podemos encontrar dois tipos de ácidos nucleicos: o DNA e o RNA. BIOLOGIA E GEOLOGIA 11º ANO ANO LECTIVO 2012/2013 NOME DO ALUNO PROFESSORA: Isabel Dias Ficha de Trabalho Crescimento e renovação celular N.º 1. Nas células eucarióticas podemos encontrar dois tipos de

Leia mais

14/02/2017. Genética. Professora Catarina

14/02/2017. Genética. Professora Catarina 14/02/2017 Genética Professora Catarina 1 A espécie humana Ácidos nucleicos Tipos DNA ácido desoxirribonucleico RNA ácido ribonucleico São formados pela união de nucleotídeos. 2 Composição dos nucleotídeos

Leia mais

A CÉLULA EUCARIÓTICA

A CÉLULA EUCARIÓTICA A CÉLULA EUCARIÓTICA ... A célula é a unidade básica, estrutural e funcional de todos os seres vivos... A maioria das células têm um tamanho de 10 a 100 micrômetros e formas variadas QUAIS AS DIFERENÇAS

Leia mais

Duplicação do DNA & Síntese de proteínas

Duplicação do DNA & Síntese de proteínas Duplicação do DNA & Síntese de proteínas Aula de Biologia Tema: Duplicação do DNA & Síntese Protéica Daniel Biólogo Planetabiologia.com ÁCIDOS NUCLÉICOS 1) Conceito: Os Ácidos Nucléicos são macromoléculas,

Leia mais

DNA E SÍNTESE PROTEICA

DNA E SÍNTESE PROTEICA Genética Animal DNA e síntese proteica 1 DNA E SÍNTESE PROTEICA Estrutura do DNA: -Molécula polimérica, cujos monômeros denominam-se nucleotídeos. -Constituição dos nucleotídeos: açúcar pentose (5 -desoxirribose)

Leia mais

Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir. Dúvidas Mais Comuns BIO 11. Flipping Book.

Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir. Dúvidas Mais Comuns BIO 11. Flipping Book. Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir Dúvidas Mais Comuns BIO 11 Flipping Book http://netxplica.com DÚVIDAS MAIS COMUNS :: BIOLOGIA E GEOLOGIA 11 http://netxplica.com 1. Crescimento e

Leia mais

DIVISÃO CELULAR: MITOSE E MEIOSE

DIVISÃO CELULAR: MITOSE E MEIOSE DIVISÃO CELULAR: MITOSE E MEIOSE PROFª. ROSE LOPES /1º ANO - 2016 DIVISÃO CELULAR A capacidade de duplicar-se é a característica mais extraordinária dos organismos vivos. Para fazê-lo, multiplicamos o

Leia mais

C E E S V O. Centro Estadual de Educação Supletiva de Votorantim. Biologia Ensino Médio 2ª série

C E E S V O. Centro Estadual de Educação Supletiva de Votorantim. Biologia Ensino Médio 2ª série C E E S V O Centro Estadual de Educação Supletiva de Votorantim Biologia Ensino Médio 2ª série Principais assuntos abordados: Ácidos nucléicos, DNA e RNA. Evolução. Teoria de Lamarck e Darwin. Moderna

Leia mais

Divisão Celular. Grau crescente de complexidade da estrutura do cromossomo. Cromossomo metafásico

Divisão Celular. Grau crescente de complexidade da estrutura do cromossomo. Cromossomo metafásico Divisão Celular Grau crescente de complexidade da estrutura do cromossomo Cromossomo metafásico Intérfase Ciclo celular Mitose G1 G2 S Prófase Metáfase Anáfase Telófase Meiose Meiose I Meiose II Prófase

Leia mais

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS

Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Nucleotídeos É a unidade formadora dos ácidos nucléicos: DNA e RNA. É composto por um radical fosfato, uma pentose (ribose RNA e desoxirribose DNA) e uma base nitrogenada

Leia mais

Como o DNA nuclear comanda todo o funcionamento da célula????

Como o DNA nuclear comanda todo o funcionamento da célula???? início Moléculas de RNA Como o DNA nuclear comanda todo o funcionamento da célula???? gene DNA espaçador fim Profa Estela Rossetto início O que faz o DNA? http://rizomas. net/ensino-debiologia/recur sospedagogicos/2

Leia mais

1. Nas células eucarióticas podemos encontrar dois tipos de ácidos nucleicos: o DNA e o RNA.

1. Nas células eucarióticas podemos encontrar dois tipos de ácidos nucleicos: o DNA e o RNA. BIOLOGIA E GEOLOGIA 11º ANO ANO LECTIVO 2009/2010 NOME DO ALUNO PROFESSORA: Isabel Dias Ficha de Trabalho Crescimento e renovação celular N.º 1. Nas células eucarióticas podemos encontrar dois tipos de

Leia mais

LIPÍDIOS. 1º ano Pró Madá

LIPÍDIOS. 1º ano Pró Madá LIPÍDIOS 1º ano Pró Madá O QUE SÃO? Também chamados de gorduras Compostos com estrutura molecular variada principalmente, por moléculas de hidrogênio, oxigênio, carbono Característica principal insolubilidade

Leia mais

Ácidos nucleicos. Disponível em: . Acesso em: 21 fev

Ácidos nucleicos. Disponível em: <http://carmelourso.files.wordpress.com/2011/08/3d-dna-cover.jpg>. Acesso em: 21 fev Ácidos nucleicos Ácidos nucleicos Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2012. Núcleo celular Define as características morfofisiológicas da

Leia mais

DNA, RNA e PROTEÍNAS. Carla Costa. Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Serviço e Laboratório de Biologia Celular e Molecular

DNA, RNA e PROTEÍNAS. Carla Costa. Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Serviço e Laboratório de Biologia Celular e Molecular DNA, RNA e PROTEÍNAS Carla Costa Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Serviço e Laboratório de Biologia Celular e Molecular OBSERVAÇÃO http://www.csiro.au/helix/dna/index.shtml DNA A descoberta

Leia mais

A Célula. Depois do aprimoramento desse instrumento tornou- se possível o estudo da célula. É a área da Biologia responsável pelo estudo da célula.

A Célula. Depois do aprimoramento desse instrumento tornou- se possível o estudo da célula. É a área da Biologia responsável pelo estudo da célula. A Célula Citologia É a área da Biologia responsável pelo estudo da célula. Microscópio Depois do aprimoramento desse instrumento tornou- se possível o estudo da célula. Elab.: Prof. Gilmar 2 Elab.: Prof.

Leia mais

Genética Humana. Aula 5: Meiose Prof. Fausto de Souza

Genética Humana. Aula 5: Meiose Prof. Fausto de Souza Genética Humana Aula 5: Meiose Prof. Fausto de Souza MEIOSE Células germinativas inicia com uma célula diplóide e termina em 4 células haplóides geneticamente diferentes entre si Na meiose há a preservação

Leia mais

PROPOSTA DE TRABALHO

PROPOSTA DE TRABALHO SCRTARIA D STADO DA DUCAÇÃO SUPRINTNDÊNCIA D STADO DA DUCAÇÃO DIRTORIA D TCNOLOGIA DUCACIONAL PROPOSTA D TRABALHO 1- Título: Divisão Celular e suas tapas 2- Autor: Odete Andreoli Cunha 3- Aplicativo utilizado:

Leia mais

Transcrição e Tradução

Transcrição e Tradução Disciplina: Fundamentos de Genética e Biologia Molecular Turma: Fisioterapia (1 o Ano) Transcrição e Tradução Docente: Profa. Dra. Marilanda Ferreira Bellini E-mail: marilanda_bellini@yahoo.com Blog: http://marilandabellini.wordpress.com

Leia mais

Princípios moleculares dos processos fisiológicos

Princípios moleculares dos processos fisiológicos 2012-04-30 UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO FACULDADE DE CIÊNCIAS DEI-BIOLOGIA ---------------------------------------------- Aula 5: Princípios moleculares dos processos fisiológicos (Fisiologia Vegetal, Ano

Leia mais

Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos transportes transmembranares

Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos transportes transmembranares Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos transportes transmembranares 1 Processos de transporte A membrana plasmática pode facilitar, dificultar ou impedir a passagem de substâncias, uma propriedade

Leia mais

Aula 7 Ácidos nucléicos

Aula 7 Ácidos nucléicos Aula 7 Ácidos nucléicos Os ácidos nucléicos DNA (ácido desoxirribonucléico) e o RNA (ácido ribonucléico) são substâncias essenciais para os seres vivos, pois mantêm a informação genética que controla a

Leia mais

FICHA (IN)FORMATIVA Nº 3 Biologia e Geologia Módulo 2. Célula

FICHA (IN)FORMATIVA Nº 3 Biologia e Geologia Módulo 2. Célula FICHA (IN)FORMATIVA Nº 3 Biologia e Geologia Módulo 2 A célula e o transporte transmembranar Célula Teoria celular a célula é a unidade estrutural e funcional de todos os organismos; as novas células formam-se

Leia mais

A Química da Vida. Anderson Dias Felipe Knak

A Química da Vida. Anderson Dias Felipe Knak A Química da Vida Anderson Dias Felipe Knak A ÁGUA NAS CÉLULAS A água é imprescindível à vida dos indivíduos, independendo da espécie, idade, metabolismo e/ou grupo celular. A água exerce função de transporte

Leia mais

REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição

REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição REVISÃO: Terceira Unidade Nutrição Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto JUL/2011 HISTÓRICO 1957 CRICK e GAMOV Dogma Central da Biologia Molecular A Célula DIFERENCIAÇÃO Núcleo: DNA CRESCIMENTO

Leia mais

Núcleo e Divisões Celulares

Núcleo e Divisões Celulares UNIDADE 2 ORIGEM DA VIDA E BIOLOGIA CELULAR CAPÍTULO 10 Aula 1 Núcleo: estrutura e composição Cromossomos, genes e DNA 1. NÚCLEO: NÚMERO E FORMA Células eucarióticas Cromossomos DNA + proteínas (histonas)

Leia mais

BIOQUÍMICA GERAL. Prof. Dr. Franciscleudo B. Costa UATA/CCTA/UFCG. Aula 7 Ácidos Nucleicos. Definição NUCLEOTÍDEO (RNA)

BIOQUÍMICA GERAL. Prof. Dr. Franciscleudo B. Costa UATA/CCTA/UFCG. Aula 7 Ácidos Nucleicos. Definição NUCLEOTÍDEO (RNA) Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Unidade Acadêmica de Tecnologia de Alimentos BIOQUÍMICA GERAL Definição Importância e aplicações Estrutura Geral Função

Leia mais

1. Entre as frases abaixo em relação à divisão celular por mitose, uma é incorreta. Aponte-a:

1. Entre as frases abaixo em relação à divisão celular por mitose, uma é incorreta. Aponte-a: Aula 07 Divisão Celular 1. Entre as frases abaixo em relação à divisão celular por mitose, uma é incorreta. Aponte-a: a) na metáfase, todos os cromossomos, cada um com duas cromátides, encontram-se no

Leia mais

Procariontes. Não possuem membrana nuclear. Unicelulares Constituídos por uma única célula

Procariontes. Não possuem membrana nuclear. Unicelulares Constituídos por uma única célula Reino Monera Denise Mello do Prado Biologia www.e-conhecimento.com.br Características Gerais Procariontes Não possuem membrana nuclear Unicelulares Constituídos por uma única célula Parede celular Diferentes

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA O núcleo celular, descoberto em 1833 pelo pesquisador escocês Robert Brown, é uma estrutura

Leia mais

Lisossomos. Os lisossomos são organelas citoplasmáticas possuem cerca de 40 enzimas hidrolíticas.

Lisossomos. Os lisossomos são organelas citoplasmáticas possuem cerca de 40 enzimas hidrolíticas. Lisossomos Os lisossomos são organelas citoplasmáticas possuem cerca de 40 enzimas hidrolíticas. Essas enzimas atuam em um em grande número de substratos. A principal função destas organelas é a digestão

Leia mais

IMPORTÂNCIA DA GENÉTICA PARA ÁREA DA SAÚDE: Diagnóstico clínico: alteração no número ou estrutura dos cromossomos (síndrome de Down)

IMPORTÂNCIA DA GENÉTICA PARA ÁREA DA SAÚDE: Diagnóstico clínico: alteração no número ou estrutura dos cromossomos (síndrome de Down) Aplicações: IMPORTÂNCIA DA GENÉTICA PARA ÁREA DA SAÚDE: Diagnóstico clínico: alteração no número ou estrutura dos cromossomos (síndrome de Down) Mapeamento genético e identificação: mapeamento de genes

Leia mais

Profº André Montillo

Profº André Montillo Profº André Montillo www.montillo.com.br Definição: É um polímero, ou seja, uma longa cadeia de nucleotídeos. Estrutura Molecular dos Nucleotídeos: Os nucleotídeos são constituídos por 3 unidades: Bases

Leia mais

REPRODUÇÃO SEXUADA MEIOSE E FECUNDAÇÃO. Disciplina Biologia e Geologia Professora Tânia Magalhães

REPRODUÇÃO SEXUADA MEIOSE E FECUNDAÇÃO. Disciplina Biologia e Geologia Professora Tânia Magalhães REPRODUÇÃO SEXUADA MEIOSE E FECUNDAÇÃO Disciplina Biologia e Geologia Professora Tânia Magalhães FECUNDAÇÃO É a união das células masculina e feminina gâmetas (HAPLÓIDE- n), formando uma célula (DIPLÓIDE-

Leia mais

BIOLOGIA MOLECULAR. Ácidos Nucléicos e Síntese de Proteínas

BIOLOGIA MOLECULAR. Ácidos Nucléicos e Síntese de Proteínas BIOLOGIA MOLECULAR Ácidos Nucléicos e Síntese de Proteínas Nucleotídeos São moléculas formadas pela união de um açúcar ou pentose, uma base nitrogenada e um grupo fosfato. Os Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)

Leia mais

Todos os procariontes são classificados ou no domínio Archaea ou no domínio Bactéria.

Todos os procariontes são classificados ou no domínio Archaea ou no domínio Bactéria. Tipos Celulares Básicos - Tanto as células procarióticas quanto as eucarióticas possuem membranas que definem as fronteiras da célula viva, e ambas contêm informações genéticas armazenadas no DNA. - As

Leia mais

BIOLOGIA E GEOLOGIA 10º ANO

BIOLOGIA E GEOLOGIA 10º ANO BIOLOGIA E GEOLOGIA 10º ANO 1 1. O mundo vivo encontra-se organizado em níveis de complexidade crescente. Na figura seguinte estão representados esses níveis de organização biológica. 1.1. Complete o esquema

Leia mais

Fundamentos de GENÉTICA BACTERIANA

Fundamentos de GENÉTICA BACTERIANA Fundamentos de GENÉTICA BACTERIANA Prof. Dr. Cláudio Galuppo Diniz As bactérias possuem material genético, o qual é transmitido aos descendentes no momento da divisão celular. Este material genético não

Leia mais

Introdução à Bioquímica

Introdução à Bioquímica Introdução à Bioquímica Nucleotídeos e Ácidos Nucléicos Dra. Fernanda Canduri Laboratório de Sistemas BioMoleculares. Departamento de Física.. UNESP São José do Rio Preto - SP. Tópicos! Estrutura e função

Leia mais

Núcleo. Vera Andrade Robert Brown (1833) descreveu o núcleo celular

Núcleo. Vera Andrade  Robert Brown (1833) descreveu o núcleo celular Vera Andrade http://histologiavvargas.wordpress.com/ Núcleo Robert Brown (1833) descreveu o núcleo celular Nux (grego) = semente, por ser considerado tão importante para a célula quanto a semente é para

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS Lista de Exercícios de Biologia / 3º ano Professor(a): RÔMULO Data: / FEV./2016. De sonhos e conquistas Aluno(a): 01 - (FATEC SP) Vírus de computador são programas

Leia mais

INTRODUÇÃO A BIOLOGIA MOLECULAR DNA

INTRODUÇÃO A BIOLOGIA MOLECULAR DNA INTRODUÇÃO A BIOLOGIA MOLECULAR DNA NOS SERES HUMANOS NÚCLEO DNA CÉLULA CROMOSSOMAS (DNA+PROTEÍNAS) - Informação das proteínas e RNAs que serão sintetizadas pelas células do organismo ao longo da sua vida.

Leia mais

Cat Ca ab a olismo Anab a ol o ismo

Cat Ca ab a olismo Anab a ol o ismo A acção das enzimas Metabolismo celular É o conjunto de reacções químicas que ocorrem numa célula. Catabolismo moléculas complexas são convertidas em moléculas mais simples, com libertação de energia.

Leia mais

ÁCIDOS NUCLÉICOS 15/6/2010. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica. - Desoxirribose, presente no DNA; - Ribose, presente no RNA.

ÁCIDOS NUCLÉICOS 15/6/2010. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica. - Desoxirribose, presente no DNA; - Ribose, presente no RNA. Universidade Federal de Mato Grosso Disciplina de Bioquímica ÁCIDOS NUCLÉICOS Prof. Msc. Reginaldo Vicente Ribeiro Cuiabá Maio de 2010 São as biomoléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

O Reino MONERA se divide em: Filo Schizophyta (bactérias) Filo Cyanophyta (Cianobactérias ou cianofíceas ou popularmente algas azuis)

O Reino MONERA se divide em: Filo Schizophyta (bactérias) Filo Cyanophyta (Cianobactérias ou cianofíceas ou popularmente algas azuis) Reino Monera Reino Monera Os Moneras são seres vivos unicelulares e procariontes. A célula dos Moneras não apresenta organelas celulares membranosas. As únicas organelas celulares existentes no citoplasma

Leia mais

Resoluções das atividades

Resoluções das atividades Resoluções das atividades Aula 8 Ácidos nucleicos Atividades para sala 01 D 02 B No DNA, ocorrem duas fitas de polinucleotídios. As duas fitas são unidas por pontes de hidrogênio estabelecidas entre os

Leia mais

Genética Molecular. Tema 1: Genética Molecular. Prof. Leandro Parussolo

Genética Molecular. Tema 1: Genética Molecular. Prof. Leandro Parussolo Instituto Federal de Santa Catarina Câmpus Florianópolis Unidade Curricular: Biologia I Tema 1: Genética Molecular Genética Molecular Prof. Leandro Parussolo leandro.parussolo@ifsc.edu.br Genética Estuda

Leia mais

Biologia e Geologia Módulo 4 Meiose e ciclos celulares

Biologia e Geologia Módulo 4 Meiose e ciclos celulares FICHA (IN)FORMATIVA Nº 3 Biologia e Geologia Módulo 4 Meiose e ciclos celulares A reprodução sexuada distingue-se da assexuada pelo factio de cada descendente ser o resultado de uma fecundação, isto é,

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Instituto Politécnico de Lisboa MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA DE BIOLOGIA

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Instituto Politécnico de Lisboa MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA DE BIOLOGIA Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Instituto Politécnico de Lisboa MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA DE BIOLOGIA Concurso especial para maiores de 23 anos Ano Lectivo 2012/2013 NOTA:

Leia mais

BASES NITROGENADAS DO RNA

BASES NITROGENADAS DO RNA BIO 1E aula 01 01.01. A determinação de como deve ser uma proteína é dada pelos genes contidos no DNA. Cada gene é formado por uma sequência de códons, que são sequências de três bases nitrogenadas que

Leia mais

ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA

ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA ÁCIDOS NUCLÉICOS: Moléculas orgânicas complexas, formadas polimerização de nucleotídeos (DNA e RNA) pela Contêm a informação que determina a seqüência de aminoácidos

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia. Revisão Geral. Prof. Msc. Macks Wendhell Gonçalves

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia. Revisão Geral. Prof. Msc. Macks Wendhell Gonçalves Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Revisão Geral Prof. Msc. Macks Wendhell Gonçalves Planos Corporais Tipos de cortes Ciclo celular eucariótico MITOSE Prófase (do grego

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA. Disciplina: Genética Animal. Prof a.: D rd. Mariana de F. Gardingo Diniz

MEDICINA VETERINÁRIA. Disciplina: Genética Animal. Prof a.: D rd. Mariana de F. Gardingo Diniz MEDICINA VETERINÁRIA Disciplina: Genética Animal Prof a.: D rd. Mariana de F. Gardingo Diniz TRANSCRIÇÃO DNA A transcrição é o processo de formação de uma molécula de RNA a partir de uma molécula molde

Leia mais

Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa

Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa Enunciado de Prova Escrita de Avaliação Sumativa Ano Lectivo: 2007/200 Disciplina: Biologia e Geologia (ano 2) Ano: 11º Turma: CT Curso: C.H. - C.T. Duração: 0 min. Data: 31 / /2007 Docente: Catarina Reis

Leia mais

21/08/2017 DOGMA DA BIOLOGIA MOLECULAR TRADUÇÃO TRADUÇÃO TRADUÇÃO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA. Profª. Dra. Patrícia Bellon.

21/08/2017 DOGMA DA BIOLOGIA MOLECULAR TRADUÇÃO TRADUÇÃO TRADUÇÃO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA. Profª. Dra. Patrícia Bellon. FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA DOGMA DA BIOLOGIA MOLECULAR NÚCLEO Profª. Dra. Patrícia Bellon. CITOPLASMA Agosto/2017 O que é tradução? Processo pelo qual a informação genética transcrita em RNAm

Leia mais

O ciclo celular. Dividido em: - Intérfase. - Divisão Celular. 1. Mitose 2. Meiose

O ciclo celular. Dividido em: - Intérfase. - Divisão Celular. 1. Mitose 2. Meiose Mitose e Meiose O ciclo celular Dividido em: - Intérfase - Divisão Celular 1. Mitose 2. Meiose Divisão Celular O Ciclo Celular Intérfase Intérfase Precede a divisão celular. A célula está ativa metabolicamente:

Leia mais