A Gestão do Conhecimento nas empresas globais de transporte e Logística

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Gestão do Conhecimento nas empresas globais de transporte e Logística"

Transcrição

1 A Gestão do Conhecimento nas empresas globais de transporte e Logística Introdução Em português, a palavra conhecimento tem vários significados. No Dicionário Aurélio, por exemplo, encontra-se a seguinte definição: s.m. Ato ou efeito de conhecer. / Ideia, noção de alguma coisa: conhecimento das leis. / Informação: conhecimento de um fato. / Relação de familiaridade, mas não de intimidade. / Com. Documento, recibo, nota em que se declara o recebimento de mercadoria a ser despachada por qualquer veículo de transporte, ou simplesmente armazenada. / &151; S.m.pl. Saber, instrução, cabedal científico: homem de grandes conhecimentos O presente trabalho abordará a palavra conhecimento do ponto de vista da Administração. Segundo Pierce e Newstrom (2000, p. 293) para fazer o conhecimento transformar-se em prática, é importante saber as diferenças básicas entre dados, informações e conhecimento. Os dados são fatos discretos e isolados sobre um acontecimento que se não estão inseridos em um contexto não tem sentido, enquanto as informações acrescentam significados a estes dados, dando forma ou fornecendo um contexto para uma situação. Vários dados juntos dentro de um mesmo contexto passam a ser uma informação. Várias palavras juntas sem a utilização de outros elementos gramaticais que as unam, por exemplo, serão apenas dados. Porém se estas estiverem conectadas por outros elementos gramaticais dentro de um mesmo contexto, passará a ser uma informação. O conhecimento é uma mistura fluida de experiências e valores que fornece uma estrutura para avaliar e incorporar novas experiências e informações. Além de ter um significado ele tem uma aplicação. O conhecimento pode ser classificado como tácito e explícito. O conhecimento tácito é aquele adquirido através de vivência, de crenças, valores e troca de experiências e aprendizado. Logo, ele se torna único e de difícil reprodução, pois a construção do conhecimento é um processo individual. O conhecimento tácito no ambiente empresarial pode ser exemplificado por know-how em relacionamento com clientes, reconhecimento de padrões, visão de processo, criatividade e inovação. Este tipo de conhecimento em geral encontra-se disperso pela organização, embutido em documentos, processos e principalmente na mente dos colaboradores. Para que este conhecimento possa proporcionar algum tipo de vantagem competitiva é necessário registrá-lo e gerenciá-lo, direcionando seu uso intencionalmente para ações que auxiliem a empresa a atingir seus objetivos. Por outro lado o conhecimento explícito envolve o conhecimento dos fatos e é geralmente adquirido principalmente através de informações quase sempre obtidas de maneira formal. Pode-se dizer ainda que, frequentemente, este tipo de conhecimento está registrado em livros, documentos, manuais, bases de dados entre outros, e representado através de imagens, números, palavras e etc. Esta questão é o objeto de estudo da Gestão do Conhecimento (GC), área multidisciplinar que envolve a organização em si, a administração, as pessoas e a tecnologia de informação e comunicação.

2 No momento em que esses dois tipos de conhecimento unem-se e são sistematizados, a área de gestão entra em ação para definir como todas as informações serão armazenadas e distribuídas aos departamentos que dela necessitem. Para que a gestão possa trazer bons resultados é necessário aplicá-la da maneira correta de forma que não haja desperdício, assim o acúmulo de informações em áreas em que ela não se aplica não se tornará um problema. O ambiente econômico atual é caracterizado por economia volátil, alta rotatividade de funcionários, mudanças internacionais no poder político, competição global e mudanças rápidas. O resultado disso é que não há como competir no mercado sem colaboradores competentes e sem métodos de gerenciar o conhecimento das pessoas, além de todos os processos e tecnologias envolvidas no negócio. Observa-se que muitas empresas brasileiras sobrevivem, mesmo sem atender aos requisitos considerados por (Bergeron e Terra, 1999 apud RAIMUNDO DOS SANTOS, 2007, SERPRO), como por exemplo, investimentos em infraestrutura tecnológica e cultura organizacional que celebrem o trabalho em conjunto e o compartilhamento de conhecimento. Estas empresas poderiam obter benefícios em gerenciar os conhecimentos tácitos e explícitos, ganhando, por exemplo, mais eficiência e passando a frente de concorrentes. Apesar de estarem sobrevivendo, estas empresas poderiam realmente atuar estrategicamente e se tornarem líderes em seu segmento, com o uso inteligente do conhecimento corporativo. Se o conhecimento passou a ser o recurso econômico básico é imprescindível para as organizações que o gerenciem de forma eficaz, buscando a competitividade e até mesmo a sobrevivência no mercado. É nesse cenário que a Gestão do Conhecimento passa a ganhar cada vez mais importância. Contextualização Com a velocidade das transformações, os ativos tangíveis deixam de ser o principal bem que uma empresa possui. A velocidade é tão grande, que uma tecnologia criada hoje, em alguns meses pode ser tornar defasada. Com tais acontecimentos o poder de conhecimento tornou-se um dos maiores bens que uma empresa pode possuir. Isto porque conhecimento não se estagna ou fica ultrapassado, ele tende apenas a se renovar e expandir. Gerenciar o conhecimento tornou-se uma das principais armas para o aumento de resultados segundo pesquisas realizadas, e hoje existe uma grande gama de possibilidades de como esta gestão pode ser feita. Temos administração de competências e a área de tecnologia como forma de expandir e administrar este ativo, por exemplo. O projeto a seguir explora as formas como a gestão do Conhecimento é realizada nas empresas globais de logística e como elas são geridas. Como consequência, as próprias empresas e outras que tenham interesse, poderão implantar ou melhorar a gestão para que desta forma tenham melhorias nos seus resultados finais. Problematização As empresas de transporte e Logística fazem uso da Gestão do Conhecimento? As empresas de transporte e logística acreditam ter atingido melhores resultados depois de inserir a Gestão do conhecimento no seu dia-a-dia?

3 Objetivo Apesar da grande quantidade de publicações acerca do tema, ainda não foi discutido de maneira específica como as empresas de transporte e logística Global e Nacional praticam a Gestão do Conhecimento e se de fato fazem uso deste recurso como um ativo intangível de grande importância nos dias atuais. O presente projeto tem por objetivo estudar as empresas deste segmento para apurar se a aplicação da Gestão do Conhecimento é presente e identificar os possíveis resultados nas empresas que fazem uso desta ferramenta. Desta forma, o trabalho a seguir tem como objetivo procurar respostas para as seguintes questões: As empresas de transporte e Logística fazem uso da Gestão do Conhecimento? As empresas de transporte e logística acreditam ter atingido melhores resultados depois de inserir a Gestão do conhecimento no seu dia-a-dia? Justificativa Estamos vivenciando a era do conhecimento. Já em 1998, há mais de 10 anos atrás, estudiosos já afirmavam que mais que capacidade produtiva, matéria-prima e até mesmo o dinheiro, a informação e o conhecimento eram muito mais importantes que qualquer produto da era industrial. Para Drucker (2001), o conhecimento será o recurso chave e os trabalhadores do conhecimento serão o grupo dominante na força de trabalho desta sociedade. Esta por sua vez, será a mais competitiva de todas, para as organizações e para os indivíduos. Com isso gerenciar o conhecimento nas empresas de forma consistente, é preparar-se para as futuras mudanças e angariar melhores resultados. O conhecimento não deve ficar apenas na mente dos funcionários que atuam na empresa em determinado momento, mas sim para todos aqueles que fazem parte ou passam vir a fazer parte do grupo. Existem diferentes formas de gerenciar o conhecimento nas organizações. Podem-se criar grupos de discussão, wikis, troca de s, entre outros. Por esta razão, não é obrigatória e de primeira importância que as empresas utilizem softwares licenciados, basta que tenham compromisso no processo e acreditar que esta gestão terá papel fundamental no aumento dos resultados. É importante ressaltar, porém, que os resultados advindos da gestão não ocorrem em curto prazo uma vez que o conhecimento não é adquirido e transmitido de forma eficaz de um momento para o outro. Neste contexto pode-se concluir que a gestão do conhecimento é de vital importância para o desenvolvimento das empresas e ainda que se deve buscar a melhor forma de administrar esse ativo intangível. Referencial Teórico O presente trabalho abordará a palavra conhecimento do ponto de vista da Administração. Segundo Pierce e Newstrom (2000, p. 293) para fazer o conhecimento transformar-se em prática, é importante saber as diferenças básicas entre dados, informações e conhecimento.

4 O conhecimento é uma mistura fluida de experiências e valores que fornece uma estrutura para avaliar e incorporar novas experiências e informações. Além de ter um significado ele tem uma aplicação. (DAVENPORT & PRUSAK, 1998, p.5) O conhecimento está dividido em Tácito e explícito. O tácito no ambiente empresarial pode ser exemplificado por know-how em relacionamento com clientes, reconhecimento de padrões, visão de processo, criatividade e inovação. Por outro lado o explícito envolve o conhecimento dos fatos e é geralmente adquirido principalmente através de informações quase sempre obtidas de maneira formal. Podese dizer ainda que, frequentemente, este tipo de conhecimento está registrado em livros, documentos, manuais, bases de dados entre outros, e representado através de imagens, números, palavras e etc. Esta questão é o objeto de estudo da Gestão do Conhecimento (GC), área multidisciplinar que envolve a organização em si, a administração, as pessoas e a tecnologia de informação e comunicação. Peter Drucker foi um dos primeiros teóricos empresariais a tocar no assunto, em já 1969, em seu livro The Age of Descontinuity, percebeu que tanto os trabalhos técnicos quanto os não técnicos eram, cada vez mais, baseados em alguma forma de gestão do conhecimento. A grande vantagem competitiva das empresas parecia estar na sua habilidade de gerir o conhecimento registro de patentes, nova ideias, processos, métodos, produtos e serviços. É necessário observar, porém que gerir o conhecimento é diferente de gerir informações. Muitas organizações hoje em dia, confundem estes dois modelos e acabam gerindo informações ao invés de conhecimento. Para Margareth de Souza (Conexão Dinheiro, 2009), conhecimento é algo mais, é uma capacidade de selecionar um caminho que irá levar mais facilmente a atingir determinados objetivos. O conhecimento só tem significado quando sua aplicabilidade é vista. Este modelo de gestão pode ser aplicado tendo como base pilares como a administração participativa, tecnologia da informação, aprendizagem organizacional, gestão por competências, entre outros. Peter Drucker (1988, p.50) citado por Vanessa Sabino (Knowledge Keeper: Uma solução tecnológica para a gestão do conhecimento, 2001) afirma Para permanecerem competitivos, talvez até mesmo pra sobreviver, os negócios terão que se converter em organizações de especialistas do conhecimento. Fica clara a necessidade das organizações notarem a importância da gestão desse ativo intangível e fazer com que seus recursos sejam administrados de forma a sempre trazer os lucros e resultados esperados. Além disso, quando os funcionários se sentem parte fundamental da empresa, ficam mais motivados e sentem-se estimulado a completar e aceitar novos desafios. O objetivo inicial da Gestão do Conhecimento, então, é fornecer capacidade intelectual para todas as pessoas envolvidas nos processos da empresa que em conjunto determinarão o sucesso ou fracasso de seus negócios. Metodologia Utilizada A primeira parte do trabalho consiste na revisão bibliográfica sobre o tema em livros, artigos científicos e dissertações. Após esta fase, será realizada pesquisa qualitativa nas principais empresas de transporte e logística.

5 Para coleta de dados será elaborado um instrumento a ser aplicado nas empresas para futura tabulação dos resultados. A pesquisa poderá ser feita eletronicamente, com obtenção das respostas por e também presencialmente por meio de entrevista. Análise dos Resultados Ao estudar e entrevistar gestores das empresas DHL Express e UPS pôde-se observar que ambas adotam modelos de gestão mistos e que por serem multinacionais ainda seguem o modelo adotado pela matriz. Para estimular o desenvolvimento ambas ministram cursos de variados temas dentro da empresa, porém a DHL Express está em estágio mais avançado, pois além do investimento dentro do local de trabalho estimula ainda o crescimento intelectual oferecendo bolsas e descontos em universidades. No entanto as duas organizações acreditam que a Gestão do Conhecimento é fundamental para gerar competitividade. Segundo Kelly El Kadi Esse é um grande desafio. Os programas de treinamento e desenvolvimento normalmente levam expertise à equipes completas que estão sempre se renovado e retransmitindo o conhecimento, mas eu entendo que isso é algo sério e precisa ser visto com cuidado. Acho que temos oportunidades de desenvolvimento neste sentido, funcionários que saem levando consigo o grande expertise. Falta atentar-se mais à área da Tecnologia, pois tanto UPS quanto DHL não a consideram tão importante quando ligada ao assunto em estudo. Outros pilares também não foram citados como a gestão por competências. Na UPS, por exemplo, nem mesmo a administração participativa é aplicada. Segundo Aline Pereira o modelo não é aplicado... todas as diretrizes são transmitidas pela matriz nos EUA, o país não tem muita autonomia administrativa. Pode-se concluir que apesar da consciência de que o conhecimento é bem mais precioso que uma empresa pode obter como vantagem competitiva por se tratar de uma fonte inesgotável, as empresas ainda estão dando os primeiros passos neste tipo de gestão. Conclusão A Gestão do conhecimento como alça dos modelos gestão que podem ser aplicados com sucesso em empresas brasileiras apresenta-se ainda de maneira pouco esclarecida para as organizações. Muitos confundem a gestão apenas como forma de armazenamento de informação quando na verdade o assunto tem diversos pilares como treinamento, administração participativa, compartilhamento de informações e também a tecnologia. Estudando as empresas DHL Express e UPS foi possível notar que ambas tem bastante foco em treinamento, mas que não percebem a importância da área de tecnologia para o compartilhamento de tais informações.

6 Na UPS, por exemplo, o conhecimento é adquirido em sua maioria através de treinamentos com apostilas e na DHL nem sempre o que é treinado é encontrado de maneira compartilhada nos sistemas da empresa. Por outro lado, inúmeros cursos podem ser acessados até mesmo de casa e são feitos de acordo com escolha do funcionário. É possível realizar cursos que sejam ou não de sua área de atuação. Fica claro que a Gestão do conhecimento é uma das formas mais eficientes no que tange a vantagem competitiva, uma vez que para que ela seja administrada de maneira eficiente seus pilares sejam trabalhados com eficiência e fazendo todos os funcionários como parte responsável pelo seu sucesso. Cabe aos gestores fazer um estudo profundo nas mudanças necessárias e investir com afinco no conhecimento, pois é um dos únicos elementos que não podem ser copiados e que nunca se esgota. A Gestão do Conhecimento é progresso, vantagem competitiva e garantia de sucesso se aplicada e administrada de forma consciente e organizada. Cabe às empresas adquirirem esta percepção e fazer com que o sucesso seja parte constante em suas histórias. Cronograma NOV/10 DEZ/10 JAN/11 FEV/11 Revisão Entrega do projeto Bibliográfica e Inicial e Revisão desenvolvimento do Criação do Aplicação de Bibliográfica trabalho Questionário Pesquisa MAR/11 ABR/11 MAI/11 JUN/11 Tabulação dos Apresentação// resultados // Mudança Formatação e entrega // Revisão Final // Resultados das para foco nas Estudos das empresas Aprimoramento empresas empresas de Logística DHL e UPS do Trabalho DHL e UPS

7 Bibliografia Livros CAVALCANTI, Marcos; GOMES, Elisabeth; PEREIRA, André. Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento: Um Roteiro Para a Ação. 7ª ed. Rio de Janeiro: Ed. Campus, p. DAVENPORT, Thomas H; PRUSAK, Laurence. Conhecimento Empresarial: Como as Organizações Gerenciam seu Capital Intelectual. 14ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, p. LARA, Consuelo Rocha Dutra de. A Atual Gestão do Conhecimento: A Importância de Avaliar e Identificar o Capital Intelectual nas Organizações. São Paulo: Nobel p. MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Teoria Geral da Administração: Da Revolução Urbana à Revolução Digital. São Paulo: Editora Atlas,2006 PAULA, Adriane Martins de; et al. Gestão do Conhecimento: Uma Estratégia Empresarial. Brasília: J. J. Gráfica e Comunicação, p. SENGE, Peter M. A Quinta Disciplina Caderno de Campo. Estratégias e Ferramentas para construir uma organização que aprende. Rio de Janeiro. Qualitymark Editora, SERRA, Afonso Celso da Cunha (tradução). Gestão do Conhecimento / Harvard Business Review. 13ª edição. Rio de Janeiro: Elsevier, p. SIQUEIRA, Marcelo Costa. Gestão Estratégica da Informação: Como Transformar o Conteúdo Informacional em Conhecimento Valioso. Rio de Janeiro: Brasport, p. Artigos AFIOUNI, Fida. Human Resource Management and Knowledge Management: A Road Map Toward Improving Organizational Performance. Journal of American Academy of Business. Cambridge: p 124. Setembro, COLAUTO, Romualdo Douglas. Proposta Para Avaliação de Gestão do Conhecimento Em Uma Empresa Comercial. Revista Universo Contábil. Blumenau: v. 2. n. 2, p Mai/Ago

8 BRANDÃO, Hugo Pena; GUIMARÃES Tomás de Aquino. Gestão de competências e gestão de desempenho: tecnologias distintas ou instrumentos de um mesmo construto. Revista de Administração de Empresas. Jan/Mar, DRUCKER, Peter. The Next Society. The Economist, 01/11/2001. Disponível em: <http://www.druckerinstitute.com/whydrucker/why_articles_nextsociety.html>. Acesso em: 24 out <http://www.rh.com.br/portal/mudanca/artigo/5856/gestao-participativa-uma-novarealidade.html>. Acesso em 11 Jan PEREIRA, Heitor José et al. Edição Especial em Gestão do Conhecimento. Revista Produto e Produção. Rio Grande do Sul: v. 8. N. 2 e 3, p 5-9. Junho, PEREIRA, Heitor José et al. Diretrizes Estratégicas para a Implantação da Gestão do Conhecimento Organizacional. Revista Produto e Produção. Rio Grande do Sul: v.8. n. 2, p Junho, ROSÁRIO, Francilene Souza do; CARVALHO, Shirley Ribeiro; RONCHI, Carlos César. Gestão do Conhecimento nas Organizações. Educação Profissional: Ciência e Tecnologia. Brasília: v. 2, n 2, p Janeiro/Junho, SCHONS, Cláudio Henrique; SILVA, Fabiano Couto Côrrea da; MOLOSSI, Sinara. O Uso de Wikis na Gestão do Conhecimento em Organizações. Biblios: Revista electrónica de bibliotecnologia, archivologia y museologia. n. 27. Janeiro/Março, Disponível em: < Acesso em 24 out Teses BARATA, Antônio João Côrrea. Diagnóstico e Preposição de Ações em Gestão do Conhecimento, visando ao Prêmio Nacional de Qualidade PNQ f. (Pósgraduação de Engenharia Mecânica). Universidade Estadual de Campinas, Campinas. FERRARESI, Alex Antonio. Gestão do Conhecimento, Orientação Para o Mercado, Inovatividade e Resultados Organizacionais: Um Estudo em Empresas Instaladas no Brasil f. Tese (Doutorado em Administração). Universidade de São Paulo, São Paulo. NETTO, João Paulo dos Santos. Institucionalização da Gestão do Conhecimento nas Empresas: Estudos de Casos Múltiplos f. Tese (Doutorado em Administração). Universidade de São Paulo, São Paulo.

9 PERROTTI, Edoardo. Estrutura Organizacional e Gestão do Conhecimento f. Dissertação (Mestrado em Administração). Universidade de São Paulo, São Paulo. PIMENTEL, Ana Carolina Manfrinato. A Gestão do Conhecimento em Pequenas e Médias Empresas: Um Estudo de Caso f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Bauru.

Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento

Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento Carlos Roberto de Souza Tavares 1 Carlos Mário Dal Col Zeve 2 RESUMO Um dos maiores problemas que as empresas atuais enfrentam refere-se

Leia mais

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO Profa. Leonor Cordeiro Brandão Relembrando Vimos alguns conceitos importantes: O que são dados; O que é informação; Quando uma informação se transforma em conhecimento;

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Ementa da Disciplina Fundamentos da teoria

Leia mais

O APORTE DOS ARQUIVOS PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL

O APORTE DOS ARQUIVOS PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL O APORTE DOS ARQUIVOS PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL Marilene Lobo Abreu Barbosa 21 de outubro de 2013 Arquivos, bibliotecas e museus Foram os primeiros sistemas de informação e, inicialmente,

Leia mais

FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS ECONÔMICAS - IACE CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS ECONÔMICAS - IACE CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 1 FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS ECONÔMICAS - IACE CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS O capital intelectual nas organizações Por: Leonardo Lopes Morais Ante-projeto

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT CIÊNCIAS CONTÁBEIS e ADMINISTRAÇÃO Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT maio/2014 APRESENTAÇÃO Em um ambiente onde a mudança é a única certeza e o número de informações geradas é desmedido,

Leia mais

Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares

Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares Tecnologia e Gestão O principal papel da Tecnologia da Informação na Gestão do Conhecimento consiste em: Ampliar o alcance

Leia mais

PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES

PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES Fábio S. de Oliveira 1 Daniel Murara Barcia 2 RESUMO Gerenciar informações tem um sido um grande desafio para as empresas diante da competitividade

Leia mais

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec Capital Intelectual O Grande Desafio das Organizações José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago Novatec 1 Tudo começa com o conhecimento A gestão do conhecimento é um assunto multidisciplinar

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÕES: UMA ABORDAGEM CONCEITUAL 1

GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÕES: UMA ABORDAGEM CONCEITUAL 1 GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÕES: UMA ABORDAGEM CONCEITUAL 1 Heide Miranda da SILVA 2 RESUMO As exigências do mercado atual somadas aos avanços das tecnologias de informação

Leia mais

APLICAÇÃO DA GESTÃO DO CONHECIMENTO NO AUMENTO DA COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL

APLICAÇÃO DA GESTÃO DO CONHECIMENTO NO AUMENTO DA COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL APLICAÇÃO DA GESTÃO DO CONHECIMENTO NO AUMENTO DA COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL Fábio Augusto Aquino Gonçalves 1, Vilma da Silva Santos 2, Paulo Cesar Ribeiro Quintairos 3, Edson Aparecida de Araújo Querido

Leia mais

Módulo 07 Gestão de Conhecimento

Módulo 07 Gestão de Conhecimento Módulo 07 Gestão de Conhecimento Por ser uma disciplina considerada nova dentro do campo da administração, a gestão de conhecimento ainda hoje tem várias definições e percepções, como mostro a seguir:

Leia mais

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL Alessandro Siqueira Tetznerl (1) : Engº. Civil - Pontifícia Universidade Católica de Campinas com pós-graduação em Gestão de Negócios

Leia mais

PARTE 9. Capítulo 25 GESTÃO DO CONHECIMENTO

PARTE 9. Capítulo 25 GESTÃO DO CONHECIMENTO PARTE 9 Capítulo 25 GESTÃO DO CONHECIMENTO ATIVO INTANGÍVEL Ativos que não têm substância física, mas proporcionam benefícios econômicos, como: competência dos gerentes, sua experiência e conhecimento

Leia mais

VANTAGEM ESTRATÉGICA. Assunto: Administração do Conhecimento

VANTAGEM ESTRATÉGICA. Assunto: Administração do Conhecimento 1 VANTAGEM ESTRATÉGICA Assunto: Administração do Conhecimento Objetivos do capítulo: 1. Explicar como os sistemas de administração do conhecimento podem ajudar na iniciativa de construir uma empresa geradora

Leia mais

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende Como transformar a sua empresa numa organização que aprende É muito interessante quando se fala hoje com profissionais de Recursos Humanos sobre organizações que aprendem. Todos querem trabalhar em organizações

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO

GESTÃO DO CONHECIMENTO GESTÃO DO CONHECIMENTO OconceitodeGestãodoConhecimentosurgiunoinício da década de 90 e, segundo SVEIBY (1998, p. 3), a Gestão do Conhecimento não é mais uma moda de eficiência operacional. Faz parte da

Leia mais

Plenária II O Profissional Arquivista e a Gestão do Conhecimento: demandas contemporâneas nas organizações.

Plenária II O Profissional Arquivista e a Gestão do Conhecimento: demandas contemporâneas nas organizações. Plenária II O Profissional Arquivista e a Gestão do Conhecimento: demandas contemporâneas nas organizações. Profa. Dra. Maria do Rocio F. Teixeira Salvador, 2013 Conhecimento Organizacional 2 A Produção

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

Título: A formação do professor para o uso do jornal na sala de aula no ensino

Título: A formação do professor para o uso do jornal na sala de aula no ensino Título: A formação do professor para o uso do jornal na sala de aula no ensino fundamental Resumo O projeto de iniciação científica está vinculado à pesquisa Uso do jornal em sala de aula e compreensão

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento Pós-Graduação Gestão Estratégica de Empresas e Negócios Gestão do Conhecimento Trabalho desenvolvido pelos alunos da turma GEEN 0535, do curso de Gestão Estratégica de Empresas e Negócios, para a disciplina

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS Cesar Aparecido Silva 1 Patrícia Santos Fonseca 1 Samira Gama Silva 2 RESUMO O presente artigo trata da importância do capital

Leia mais

TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH. Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011)

TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH. Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011) TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011) 1 ERA DOS TALENTOS SEGUNDO PETER DRUCKER, O PAI DA ADMINISTRAÇÃO MODERNA, ESTAMOS NO INÍCIO DA ERA DOS TALENTOS. FORÇA FÍSICA,

Leia mais

DESENVOLVIMENTO 2014 TEMA: CAPACITAÇÃO COMPARTILHADA: O CLIENTE EM FOCO: DESENVOLVENDO EQUIPES COM ALTA PERFORMANCE EM ATENDIMENTO

DESENVOLVIMENTO 2014 TEMA: CAPACITAÇÃO COMPARTILHADA: O CLIENTE EM FOCO: DESENVOLVENDO EQUIPES COM ALTA PERFORMANCE EM ATENDIMENTO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO ADMINISTRATIVA INTEGRADA A TECNOLOGIA UnC INTRODUÇÃO A UnC interage com um mundo organizacional competitivo, inclusive com sua própria estrutura administrativa e geográfica que

Leia mais

A transformação do conhecimento em vantagem competitiva

A transformação do conhecimento em vantagem competitiva A transformação do conhecimento em vantagem competitiva Balduir Carletto (CEFET/PR) bcarletto@uol.com.br Dr. Antonio Carlos de Francisco (CEFET/PR) acfrancisco@pg.cefetpr.br Dr. Hélio Gomes de Carvalho

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS Ana Carolina Freitas Teixeira¹ RESUMO O gerenciamento de projetos continua crescendo e cada

Leia mais

Mudança Orientada por Comportamento

Mudança Orientada por Comportamento Mudança Orientada por Comportamento Quando um sistema de gestão de SSO não é suficiente para melhorar o desempenho organizacional em acidentes Caroline Passuello e Mauro Tavares Abril 2012 DNV Business

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS HUMANAS NA BIBLIOTECA THEREZINHA SAMWAYS, CAMPUS NORTE

IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS HUMANAS NA BIBLIOTECA THEREZINHA SAMWAYS, CAMPUS NORTE Artigo Científico baseado na ABNT 6022/2003. 3cm. Título do artigo centralizado. IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS HUMANAS NA BIBLIOTECA THEREZINHA SAMWAYS, CAMPUS NORTE DO INSTITUTO DE

Leia mais

Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares

Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares Tecnologia e Gestão O principal papel da Tecnologia da Informação na Gestão do Conhecimento consiste em: Ampliar o alcance

Leia mais

Informação estratégica

Informação estratégica IVENS CONSULT Informação estratégica Ivan Leão diretor da Ivens Consult Introdução A revolução em andamento é que a manufatura ou produção não é mais principal centro de lucro e sim a logística, os sistemas

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva 1 Resposta do Exercício 1 Uma organização usa algumas ações para fazer frente às forças competitivas existentes no mercado, empregando

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA A informação sempre esteve presente em todas as organizações; porém, com a evolução dos negócios, seu volume e valor aumentaram muito, exigindo uma solução para seu tratamento,

Leia mais

O sistema de gestão ambiental baseado nas normas ISO 14000 como modelo de aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento

O sistema de gestão ambiental baseado nas normas ISO 14000 como modelo de aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento O sistema de gestão ambiental baseado nas normas ISO 14000 como modelo de aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento Carlos Cesar Cavalcante Dias (UNIP/UNIFIEO) carlos.cesar@unifieo.br Dra. Irenilza

Leia mais

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional Carlos Henrique Cangussu Discente do 3º ano do curso de Administração FITL/AEMS Marcelo da Silva Silvestre Discente do 3º ano do

Leia mais

Pós Administração Hospitalar. Módulo. Gestão Estratégica da Informação

Pós Administração Hospitalar. Módulo. Gestão Estratégica da Informação Pós Administração Hospitalar Módulo Gestão Estratégica da Informação PÓS-GRADUAÇÃO 2013 ROTEIRO DE PESQUISA PROFESSOR ANDRÉ LUÍS BELINI DE OLIVEIRA DIREITOS RESERVADOS Proibida a reprodução total ou parcial

Leia mais

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação Prof a.

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação Prof a. Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação Prof a. Lillian Alvares Tecnologia e Gestão O principal papel da Tecnologia

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO * César Raeder Este artigo é uma revisão de literatura que aborda questões relativas ao papel do administrador frente à tecnologia da informação (TI) e sua

Leia mais

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS Nadia Al-Bdywoui (nadia_alb@hotmail.com) Cássia Ribeiro Sola (cassiaribs@yahoo.com.br) Resumo: Com a constante

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

Tribunais Gestão de Pessoas Aprendizagem Organizacional Educação Corporativa Keyvila Menezes

Tribunais Gestão de Pessoas Aprendizagem Organizacional Educação Corporativa Keyvila Menezes Tribunais Gestão de Pessoas Aprendizagem Organizacional Educação Corporativa Keyvila Menezes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL Para

Leia mais

ONDE OS PROJETOS FALHAM? Manuel da Rocha Fiúza BRANCO, Jr 1

ONDE OS PROJETOS FALHAM? Manuel da Rocha Fiúza BRANCO, Jr 1 ONDE OS PROJETOS FALHAM? Manuel da Rocha Fiúza BRANCO, Jr 1 RESUMO Diversos profissionais relatam dificuldades em coordenar adequadamente projetos sob sua responsabilidade. Muitos fatores que influenciam

Leia mais

As duas leis fundamentais da Gestão do Conhecimento

As duas leis fundamentais da Gestão do Conhecimento As duas leis fundamentais da Gestão do Conhecimento Como e por que aumentar a Potência de Aprendizagem nas organizações. Filipe M. Cassapo, Gerente de TI, SIEMENS, Filipe@siemens.com Competição e ciclos

Leia mais

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA Hewerton Luis P. Santiago 1 Matheus Rabelo Costa 2 RESUMO Com o constante avanço tecnológico que vem ocorrendo nessa

Leia mais

Modelagem de Processos de Negócio Departamento de Ciência da Computação - UFMG. Maturidade em BPM. (Business Process Management)

Modelagem de Processos de Negócio Departamento de Ciência da Computação - UFMG. Maturidade em BPM. (Business Process Management) Modelagem de Processos de Negócio Departamento de Ciência da Computação - UFMG Maturidade em BPM (Business Process Management) Douglas Rodarte Florentino Belo Horizonte, 21 de Junho de 2010 Agenda Introdução

Leia mais

Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza

Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados para o todo ou quaisquer partes do documento, em

Leia mais

ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS

ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS Patrícia de Oliveira 1 Angélica Patrícia de Souza 2 Roginéia de Araújo Paula 3 RESUMO Buscou-se apresentar neste artigo, os principais pontos das estratégias empresarias e quais

Leia mais

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT Conhecimento para a ação em organizações vivas CONHECIMENTO O ativo intangível que fundamenta a realização dos seus sonhos e aspirações empresariais. NOSSO NEGÓCIO EDUCAÇÃO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA RESUMO

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA RESUMO 1 A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA Daniel de Souza Ferreira 1 RESUMO Ferreira, Daniel de Souza. A Impostância do Feedback

Leia mais

TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE DOS NOVOS CONTEXTOS DE GERENCIAMENTO

TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE DOS NOVOS CONTEXTOS DE GERENCIAMENTO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE

Leia mais

Aplicando as lições aprendidas para alavancar os resultados de próximos projetos

Aplicando as lições aprendidas para alavancar os resultados de próximos projetos Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão de Projetos - Turma nº 149 26/07/2015 Aplicando as lições aprendidas para alavancar os resultados de próximos projetos João Lucas Nunes de Souza Analista

Leia mais

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras Por Marcelo Bandeira Leite Santos 13/07/2009 Resumo: Este artigo tem como tema o Customer Relationship Management (CRM) e sua importância como

Leia mais

www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com

www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com Quem somos? A BEATRIZ DEHTEAR KM apresenta a seus clientes uma proposta totalmente inovadora para implementar a Gestão do Conhecimento Organizacional. Nosso objetivo

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS

PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS Marino, Reynaldo Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde - FASU/ACEG GARÇA/SP-

Leia mais

Gestão do Conhecimento e Dasenvolvimento de Software

Gestão do Conhecimento e Dasenvolvimento de Software Gestão do Conhecimento e Dasenvolvimento de Software Gabriel Gavasso 1 Anderson R. Yanzer Cabral 2 Resumo: Gerenciar o conhecimento nas organizações tem se tornado um grande desafio, visto a grande importância

Leia mais

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa Educação Corporativa Liderança Estratégia Gestão O que é Educação corporativa? Educação corporativa pode ser definida como uma prática coordenada de gestão de pessoas e de gestão do conhecimento tendo

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Gestão do Conhecimento: Uma Visão Geral Para Business Intelligence

Gestão do Conhecimento: Uma Visão Geral Para Business Intelligence Gestão do Conhecimento: Uma Visão Geral Para Business Intelligence Banco de Dados para BI: José Roberto Escodeiro 10/10/2011 1. Linha do Tempo 2. Era do Conhecimento Índice 3. Ativos Tangíveis e intangíveis

Leia mais

ALINHANDO A GESTÃO DO CONHECIMENTO COM A ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: FUNDAMENTOS PARA A GESTÃO DA MUDANÇA NO MODELO DE GESTÃO DA ITAIPU BINACIONAL

ALINHANDO A GESTÃO DO CONHECIMENTO COM A ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: FUNDAMENTOS PARA A GESTÃO DA MUDANÇA NO MODELO DE GESTÃO DA ITAIPU BINACIONAL ALINHANDO A GESTÃO DO CONHECIMENTO COM A ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: FUNDAMENTOS PARA A GESTÃO DA MUDANÇA NO MODELO DE GESTÃO DA ITAIPU BINACIONAL Miguel Augusto Zydan Soria, Edson Pinheiro de Lima, Jaime

Leia mais

A GESTÃO DO CONHECIMENTO EM PROJETOS COMPLEXOS. Prof. Esp. Cesar Augusto Pereira Peixoto

A GESTÃO DO CONHECIMENTO EM PROJETOS COMPLEXOS. Prof. Esp. Cesar Augusto Pereira Peixoto A GESTÃO DO CONHECIMENTO EM PROJETOS COMPLEXOS Prof. Esp. Cesar Augusto Pereira Peixoto Brasília, 26 de Agosto de 2014 Sumário APRESENTAÇÃO FUNDAMENTOS TEÓRICOS PRÁTICAS DE GESTÃO DO CONHECIMENTO ESTUDO

Leia mais

Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br

Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br BENEFÍCIOS SOCIAIS: um modelo para retenção de talentos Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br Introdução Este artigo aborda

Leia mais

MAPEAMENTO DO CONHECIMENTO NO PROCESSO DE ATRIBUIÇÃO DE AULAS EM ESCOLAS TÉCNICAS

MAPEAMENTO DO CONHECIMENTO NO PROCESSO DE ATRIBUIÇÃO DE AULAS EM ESCOLAS TÉCNICAS MAPEAMENTO DO CONHECIMENTO NO PROCESSO DE ATRIBUIÇÃO DE AULAS EM ESCOLAS TÉCNICAS Carlos Eduardo da Trindade Ribeiro 1 Edriano Carlos Campana 1 Alexandre Navarro Teixeira 1 João Pedro Albino 2 Humberto

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO MÓDULO 12

GESTÃO DO CONHECIMENTO MÓDULO 12 GESTÃO DO CONHECIMENTO MÓDULO 12 Índice 1. Processo de gestão do conhecimento...3 2. Gestão do capital intelectual...3 3. Sistema de inteligência competitiva...4 2 1. PROCESSO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO

GESTÃO DO CONHECIMENTO PODER JUDICIÁRIO Tribunal de Justiça do Estado do Ceará GESTÃO DO CONHECIMENTO ARNOUDO ALVES, MsC ETICE Empresa de Tecnologia da Informação do Estado / SEPLAG DAE Departamento de Arquitetura e Engenharia

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS 1 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS São Carlos SP Abril 2011 Euro Marques Júnior USP eurojr@uol.com.br Educação Universitária Serviços

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento Gestão do Conhecimento O QUE QUEREMOS DIZER COM CONHECIMENTO? Helder Haddad Silva 16 de Março de 2003 Leitura Básica e Complementar:: O que queremos dizer com conhecimento in PRUSSAK L., e DAVENPORT T.,

Leia mais

Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas?

Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas? Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas? Professor e consultor Álvaro Camargo explica a importância dos processos de aproveitamento de lições aprendidas nas organizações

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação.

Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação. Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação. Dados X Informações O que são Dados? São materiais brutos que precisam ser manipulados e colocados em um contexto compreensivo antes de se tornarem úteis

Leia mais

Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação

Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação Exercício 1: Leia o texto abaixo e identifique o seguinte: 2 frases com ações estratégicas (dê o nome de cada ação) 2 frases com características

Leia mais

Apresentação. Gestão de Pessoas por Competências

Apresentação. Gestão de Pessoas por Competências Apresentação Gestão de Pessoas por Competências POR QUE GESTÃO POR COMPETÊNCIAS? Empresas e Organizações Gestão das Finanças Gestão de Marketing Gestão de Produção Gestão de Distribuição Gestão de Controle

Leia mais

UNEMAT. Professora: Priscila Pelegrini priscila_pelegrini@unemat-net.br

UNEMAT. Professora: Priscila Pelegrini priscila_pelegrini@unemat-net.br UNEMAT GESTÃO DA INFORMAÇÃO, DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA ORGANIZACIONAL (GICIO) Professora: Priscila Pelegrini priscila_pelegrini@unemat-net.br SINOP MT 2015-2 CONCEITO DE CONHECIMENTO Conhecimento

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

COACHING: ESTUDO DOS BENEFÍCIOS QUE A TÉCNICA PODE OFERECER A UMA REDE DE IMOBILIÁRIAS E A SEUS PARCEIROS

COACHING: ESTUDO DOS BENEFÍCIOS QUE A TÉCNICA PODE OFERECER A UMA REDE DE IMOBILIÁRIAS E A SEUS PARCEIROS COACHING: ESTUDO DOS BENEFÍCIOS QUE A TÉCNICA PODE OFERECER A UMA REDE DE IMOBILIÁRIAS E A SEUS PARCEIROS RESUMO Priscila Alves Moreira Robésio Teixeira Gomes Partindo do pressuposto de que o coaching

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Elisabeth Gomes elisabeth.gomes@sbgc.org.br Diretora de relações com o governo - SBGC 2º Fórum de Gestão

Leia mais

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking.

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking. Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE CENECISTA DE SETE LAGOAS

Leia mais

Sistemas de Informações

Sistemas de Informações Tópicos da aula GESTÃO DA INFORMAÇÃO GESTÃO DO CONHECIMENTO CAPITAL INTELECTUAL TOMADA DE DECISÃO ENGENHARIA DA INFORMAÇÃO Sistemas de Informações Ondas de transformação da humanidade Revolução Agrícola

Leia mais

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Prof a Lillian Alvares

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Prof a Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Prof a Lillian Alvares Fóruns Comunidades de Prática Mapeamento do Conhecimento Portal Intranet Extranet Banco de Competências Memória Organizacional

Leia mais

Gestão do Conhecimento: Caso de aplicação do Modelo 5+5 em uma empresa de agronegócios

Gestão do Conhecimento: Caso de aplicação do Modelo 5+5 em uma empresa de agronegócios Gestão do Conhecimento: Caso de aplicação do Modelo 5+5 em uma empresa de agronegócios Carlos Alberto Backes (FAHOR) carlos.backes@fahor.com.br Édio Polacinski (FAHOR) edio.pk@gmail.com.br Vilmar Bueno

Leia mais

WIKI COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO: UM ESTUDO DE CASO NA BIBLIOTECA AMADEU AMARAL

WIKI COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO: UM ESTUDO DE CASO NA BIBLIOTECA AMADEU AMARAL WIKI COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DO CONHECIMENTO: UM ESTUDO DE CASO NA BIBLIOTECA AMADEU AMARAL Graduanda: Juliana Camargo Souza Macedo Orientadora: Iris Abdallah Motivos para escolha do tema: A disciplina

Leia mais

ORGANIZAÇÕES DO CONHECIMENTO: PROCESSO DE GERAÇÃO DE INOVAÇÕES PARA OS SERVIÇOS NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

ORGANIZAÇÕES DO CONHECIMENTO: PROCESSO DE GERAÇÃO DE INOVAÇÕES PARA OS SERVIÇOS NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR ORGANIZAÇÕES DO CONHECIMENTO: PROCESSO DE GERAÇÃO DE INOVAÇÕES PARA OS SERVIÇOS NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR ODACIR MIGUEL TAGLIAPIETRA ADIR OTTO SCHMIDT GEYSLER FLOR BERTOLINI RESUMO: Nas organizações

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES. Tecnologia da Informação; Pesquisa de mercado; Inovação.

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES. Tecnologia da Informação; Pesquisa de mercado; Inovação. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES Bruno Correia Souza Universidade Estácio de Sá/ RJ brunoc.souza@yahoo.com.br Orientador: José Carlos Beker Universidade Estácio de Sá/ RJ beker@wb.com.br Viviane

Leia mais

decisões tomadas. Euchner e Ries (2013) argumentam, entretanto, que é difícil implementar o planejamento tradicional e a previsão de resultados em

decisões tomadas. Euchner e Ries (2013) argumentam, entretanto, que é difícil implementar o planejamento tradicional e a previsão de resultados em 1 Introdução Não é recente a preocupação das empresas em buscar uma vantagem competitiva, de forma a gerar mais valor para os seus clientes do que os concorrentes por meio da oferta de produtos ou serviços

Leia mais

COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES

COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES t COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES Joaquim Domingos Maciel Faculdade Sumaré joaquim.mackim@gmail.com RESUMO: Este artigo pretende alertar estudantes e profissionais para a compreensão

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 09 Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Sistemas de Informação Professores: Jucinei Nizer da Silva Menelli jucineinizer@hotmail.com Período/

Leia mais

ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA

ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA ESTUDO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO UTILIZADO PELA ÁREA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE BENTO GONÇALVES EM SEU PROCESSO, GERENCIAMENTO E LOGÍSTICA W.L.MOURA 1 ; L.FILIPETTO 2 ; C.SOAVE 3 RESUMO O assunto sobre inovação

Leia mais

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 INTRODUÇÃO Sobre o Relatório O relatório anual é uma avaliação do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FDC sobre as práticas

Leia mais

Jardim Fim de Semana UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE

Jardim Fim de Semana UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE Jardim Fim de Semana Bruna de Carvalho Raggi Terra Carolina Ramos Troeira Fabio Jose Cação Kono Gustavo Perticarati Ruiz Polido

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Partes Iniciais ou Elementos Pré- Textuais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Partes Iniciais ou Elementos Pré- Textuais Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Partes Iniciais ou Elementos Pré- Textuais Disciplina: Orientação de Conclusão de Curso Professor: Fernando Zaidan PROJETO - Elaboração de um projeto é de grande importância

Leia mais

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial Sumário executivo À medida que as organizações competem e crescem em uma economia global dinâmica, um novo conjunto de pontos cruciais

Leia mais

Gestão de Pessoas: Retrospectiva Histórica

Gestão de Pessoas: Retrospectiva Histórica Glaucia Falcone Fonseca O objetivo dessa aula é que você conheça as quatro grandes correntes existentes com relação ao tema gestão de pessoas. (Glaucia Falcone Fonseca) 1 Vimos na aula passada o que é

Leia mais

O papel do bibliotecário na Gestão do Conhecimento. Profª Dr a Valéria Martin Valls Abril de 2008

O papel do bibliotecário na Gestão do Conhecimento. Profª Dr a Valéria Martin Valls Abril de 2008 O papel do bibliotecário na Gestão do Conhecimento Profª Dr a Valéria Martin Valls Abril de 2008 Apresentação Doutora e Mestre em Ciências da Comunicação / Bibliotecária (ECA/USP); Docente do curso de

Leia mais

REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas

REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas Este artigo foi publicado originalmente em abril de 2009 por Daniela Ramos Teixeira no portal Meta Análise. Este é o 1º dos artigos da série que Daniela

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO

GESTÃO DO CONHECIMENTO GESTÃO DO Prof. Dr. Egon Walter Wildauer egon0910@gmail.com INTRODUÇÃO Trabalho: conceito formas A importância do conhecimento e do talento como diferencial competitivo; O conhecimento e o estudo das organizações;

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO 1 A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO Porto Alegre RS Abril 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Discente da Universidade do Oeste Paulista UNOESTE. Docente do Curso de Ciências Contábeis da UNOESTE. E mail: irene@unoeste.br

Discente da Universidade do Oeste Paulista UNOESTE. Docente do Curso de Ciências Contábeis da UNOESTE. E mail: irene@unoeste.br Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 425 FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA NA MICRO E PEQUENA EMPRESA Cassia de Matos Ramos 1, Dayane Cristina da Silva 1, Nathana

Leia mais