Variação da composição da atmosfera ao longo dos tempos Composição média da atmosfera actual Substâncias tóxicas na atmosfera. Escalas de toxicidade

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Variação da composição da atmosfera ao longo dos tempos Composição média da atmosfera actual Substâncias tóxicas na atmosfera. Escalas de toxicidade"

Transcrição

1 Evolução da Atmosfera Terrestre Variação da composição da atmosfera ao longo dos tempos Composição média da atmosfera actual Substâncias tóxicas na atmosfera. Escalas de toxicidade Marília Peres 2 1

2 Atmosfera Terrestre Camada de ar que influencia tudo o que vemos e ouvimos. Sem atmosfera, a Terra não teria lagos nem oceanos, nuvens, pôr do sol vermelho e não se ouviriam os sons. A Terra seria muito quente durante o dia e muito fria à noite Marília Peres 3 Atmosfera Terrestre Atmosfera terrestre vista do espaço Marília Peres 4 2

3 Evolução da Atmosfera Terrestre Há cerca de 4600 milhões de anos formação da Terra. Atmosfera constituída por H e He, assim como 99% do Universo Terra bola de rocha em fusão Marília Peres 5 Atmosfera Primitiva Muito diferente da atmosfera actual. A sua constituição ainda hoje se investiga. Várias teorias, entre elas a que preconiza uma atmosfera oxidante e outra que a refuta e diz que seria não-oxidante Marília Peres 6 3

4 Evolução da Atmosfera Terrestre Continha gases mais densos que H e He, tais como : H 2 O, CO 2, CO, N 2, SO 2, H 2 S, NH 3 e O 2 O 2 proveniente da fotólise da H 2 O e do CO 2 Quantidade de CO 2 era muito superior à da atmosfera actual Marília Peres 7 Evolução da Atmosfera Terrestre Arrefecimento da Terra Condensação do vapor de água chuvas formação dos oceanos. CO 2 é arrastado pelas chuvas e foi sendo fixado pelos silicatos de cálcio da crosta terrestre. Primeiros seres vivos ( desenvolvimento fundo dos oceanos) células anaeróbicas Marília Peres 8 4

5 Evolução da Atmosfera Terrestre Atmosfera inicial H 2,He 2 Atmosfera primitiva CO 2, N 2, H 2 O, O 2, CH 4, NH 3, Ar Atmosfera actual N 2, O 2, H 2 O, CH 4, CO 2, NH Marília Peres 9 Atmosfera Primitiva Marília Peres 10 5

6 Atmosfera Atmosfera do grego atmos = vapor e sphaira= esfera A atmosfera terrestre é constituída actualmente por: 20% de Oxigénio; 79% de Azoto;0,9% de Árgon;0,04% de Dióxido de Carbono;e ainda, outros gases em ínfimas percentagens Marília Peres 11 Atmosfera Actual Marília Peres 12 6

7 Azoto O azoto atmosférico é um moderador da acção química do oxigénio, pois as suas moléculas são muito pouco reactivas. É indispensável a absorção do azoto atmosférico papel importante na alimentação e crescimento dos seres vivos Marília Peres 13 Ciclo do azoto Marília Peres 14 7

8 Ciclo do azoto O azoto é retirado da atmosfera através de microorganismos e da indústria. Volta depois à atmosfera devido à decomposição anaeróbica de plantas e de animais mortos Marília Peres 15 Ciclo da água Marília Peres 16 8

9 Ciclo da água H 2Oexisteemquantidades mínimas Participa nos processos biológicos que dão vida aos organismos. Exerce um papel fundamental na regulação do clima na Terra. É um meio de transporte natural de energia entre a atmosfera e a superfície da Terra através das sucessivas evaporações e condensações que constituem o Ciclo da água Marília Peres 17 Ciclo do carbono

10 Ciclo do carbono CO 2 Reagente na fotossíntese Desempenha um papel importante na regulação do clima na Terra moderador da temperatura média. Retém uma parte da radiação reflectida pela Terra efeito de estufa temperaturas amenas Marília Peres 19 Agentes de alteração da concentração de constituintes vestigiais da atmosfera Poluentes Naturais Antropogénicos Marília Peres 20 10

11 Agentes de alteração da concentração de constituintes vestigiais da atmosfera Marília Peres 21 Agentes de alteração da concentração de constituintes vestigiais da atmosfera A atmosfera é um depósito de muitos componentes vestigiais, que podem trazer problemas ambientais. Os avanços tecnológicos hoje conseguidos mostraram que a composição da atmosfera está a alterar se a uma escala global Marília Peres 22 11

12 Agentes de alteração da concentração de constituintes vestigiais da atmosfera As medições actuais, quando comparadas com medições efectuadas em bolhas de ar ambiente de um passado distante nos gelos da Antártida ou da Gronelândia, evidenciam um aumento de gases como. CO 2 CH 4 N 2 O espécies contendo halogenetos Marília Peres 23 Agentes de alteração da concentração de constituintes vestigiais da atmosfera Componentes vestigiais acumulados Isolantes térmicos Absorvem radiação IV reflectida pela superfície da Terra EFEITO DE ESTUFA Marília Peres 24 12

13 Agentes antropogénicos As emissões de veículos motorizados podem dar origem ao smog urbano Marília Peres 25 Agentes Naturais Marília Peres 26 13

14 Poluentes Primários e Secundários Poluentes Primários Secundários Produtos resultantes de actividades naturais ou humanas Produtos resultantes da reação entre poluentes primários Marília Peres 27 Poluentes primários e Secundários Marília Peres PAN peroxiacetilnitrato 14

15 Principais efeitos dos gases poluentes sobre o ambiente Efeito Agravamento do efeito de estufa Destruição da camada de ozono Poluentes CO 2, CFC, CH 4, N 2 O CFC Contribuição para as chuvas ácidas SO 2, NO 2 Smog ( partículas em suspensão na atmosfera) NOx, SO 2 Aparecimento do ozono junto ao solo NO Marília Peres 29 Contaminação e toxicidade Um produto pode ser considerado tóxico se, directa ou indirectamente, causar perturbações graves num ser vivo Marília Peres 30 15

16 Contaminação e toxicidade Fontes de exposição, meios de inalação, processos de propagação Marília Peres 31 Contaminação e toxicidade Toxicidade Aguda Crónica É a dose de substância que provoca a morte imediata ( em 24h) DL 50 É a dose de substância, não quantificável com rigor, mas que origina perturbações das quais não resulta morte imediata perigo devido a efeitos cumulativos (metais pesados Hg, Pb e Ni) Marília Peres 32 16

17 Medidas de toxicidade de um produto DOSE LETAL DL 50 expressa em mg/kg CONCENTRAÇÃO LETAL CL 50 expressa em mg/kg VALOR LIMITE DE EXPOSIÇÃO ppmv VLE expresso em Marília Peres 33 Medidas de toxicidade de um produto Toxicidade aguda: é tanto maior quanto menor for o valor de DL 50 Ex: A toxicidade da nicotina (DL 50 =1,0 mg/kg) é dupla da do sulfato de estricnina (DL 50 =2,0mg/kg ) Marília Peres 34 17

18 Medidas de toxicidade de um produto DL 50 é a Dose Letal de um veneno para 50% dos animais testados, expressa se em miligramas do produto por quilograma de massa corporal de animal (mg / kg). Varia de pessoa para pessoa, com a idade, sexo e estado de saúde Marília Peres 35 Medidas de toxicidade de um produto CL 50 é a Concentração Letal para 50% da população testada. (a unidade pode ser mg/h) Marília Peres 36 18

19 Actividade Para o ser humano, a dose letal (DL 50 ) do alumínio é de 2400 mg/kg, e do etanol é de 2080 mg/kg. Complete as seguintes afirmações: A - DL 50 do alumínio é de 2400 mg/kg. Esta afirmação significa que. B - Uma criança é vulnerável que um adulto, porque. C - A substância mais tóxica para o homem é o.. porque D A massa de alumínio que ingerida poderá provocar a morte, com 50% de probabilidade, a um indivíduo de 60,0 kg é de Marília Peres 37 RESOLUÇÃO A por ingestão 2400 mg de alumínio por kg de massa corporal do indivíduo há 50 % de probabilidades de provocar a morte B - Uma criança é mais vulnerável que um adulto, porque.... a massa da criança é menor. C - Etanol tem menor dose letal. D mg/kg 60,0 kg = mg = 144 g Marília Peres 38 19

20 Bibliografia Dantas, M. C., & Ramalho, M. (2007). Jogo de Partículas A. Lisboa: Texto Editores. Maciel,N.,Campante,M.J.,&Gradim,M.M.(2003).Eu e a Química 10º Ano. Porto: Porto Editora. Silva, M. H., Santos, M., & Silva, J. (2003). Velhos Rumos Caminhos Outros Química A 10º ano. Lisboa: Plátano Editora. Simões,T.S.,Queirós,M.A.,&Simões,M.O.(2007).Química em Contexto 10º Ano. Porto: Porto Editora Marília Peres 39 20

Introdução. Escola Secundária de Lagoa. Sebenta de Estudo. Física e Química A. Unidade Dois Na Atmosfera da Terra: radiação, matéria e estrutura

Introdução. Escola Secundária de Lagoa. Sebenta de Estudo. Física e Química A. Unidade Dois Na Atmosfera da Terra: radiação, matéria e estrutura Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 10º Ano Paula Melo Silva Sebenta de Estudo Unidade Dois Na Atmosfera da Terra: radiação, matéria e estrutura Introdução 2.1. Evolução da atmosfera breve história

Leia mais

Actualmente existe uma preocupação com alguns poluentes atmosféricos, devido à sua toxicidade.

Actualmente existe uma preocupação com alguns poluentes atmosféricos, devido à sua toxicidade. Actualmente existe uma preocupação com alguns poluentes atmosféricos, devido à sua toxicidade. Então quando é que dizemos que um poluente tem efeito tóxico? Quando é prejudicial para os seres vivos, afectando

Leia mais

Desgaseificação do seu interior - fugas de gases voláteis. Os gases libertados constituíram a atmosfera primitiva da Terra.

Desgaseificação do seu interior - fugas de gases voláteis. Os gases libertados constituíram a atmosfera primitiva da Terra. A Atmosfera A Terra tem aproximadamente 4,5 10 12 anos e quando se formou era bastante diferente da Terra que conhecemos hoje. Assim também aconteceu com a atmosfera terrestre que nem sempre apresentou

Leia mais

Funções da Atmosfera. pág Q

Funções da Atmosfera. pág Q A Atmosfera A atmosfera é a mistura de gases que envolve a Terra; O seu limite situa-se a cerca de 1000 Km acima do nível do mar, mas 99% da massa que constitui a atmosfera localiza-se a menos de 40 km

Leia mais

Bem Explicado Centro de Explicações Lda. CN 7º Ano Teste Diagnóstico: Condições que permitem a existência de Vida na Terra

Bem Explicado Centro de Explicações Lda. CN 7º Ano Teste Diagnóstico: Condições que permitem a existência de Vida na Terra Bem Explicado Centro de Explicações Lda. CN 7º Ano Teste Diagnóstico: Condições que permitem a existência de Vida na Terra Nome: Data: / / 1. Completa os espaços em branco, das afirmações que se seguem,

Leia mais

Ciências Físicas e Químicas 8º Ano

Ciências Físicas e Químicas 8º Ano Ciências Físicas e Químicas 8º Ano Unidade III Mudança Global Listagem de concepções alternativas apresentadas pelos alunos Os conceitos estudados na unidade Mudança Global são reputados de provocarem

Leia mais

Anexo 4. Anexo 4. Texto fornecido aos alunos sobre a problemática em estudo

Anexo 4. Anexo 4. Texto fornecido aos alunos sobre a problemática em estudo Anexo 4 Texto fornecido aos alunos sobre a problemática em estudo 189 O Buraco na Camada de Ozono A atmosfera, é uma mistura gasosa que envolve o globo terrestre, com uma espessura superior a 1000 km.

Leia mais

A ORIGEM DA VIDA. Hipótese autotrófica e heterotrófica

A ORIGEM DA VIDA. Hipótese autotrófica e heterotrófica A ORIGEM DA VIDA Hipótese autotrófica e heterotrófica HIPÓTESE AUTOTRÓFICA Necessidade de alimento Seres autotróficos: capazes de produzir o alimento necessário plantas clorofiladas e algumas bactérias

Leia mais

Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2

Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2 Sumário Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2 Breve história. Composição média da atmosfera atual. Agentes de alteração da concentração de. - Contaminação e toxicidade.

Leia mais

1 2 3 4 5 6 Total. Nota: Apresente todos os cálculos que efectuar

1 2 3 4 5 6 Total. Nota: Apresente todos os cálculos que efectuar 12 de Março 2011 (Semifinal) Pergunta 1 2 3 4 5 6 Total Classificação Escola:. Nome:. Nome:. Nome:. Nota: Apresente todos os cálculos que efectuar Dados: Questão 1 Constante de Avogadro: N A = 6,022 x

Leia mais

Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2

Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2 Sumário Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2 Breve história. Composição média da atmosfera atual. Agentes de alteração da concentração de constituintes vestigiais da

Leia mais

Escola Secundária Dom Manuel Martins

Escola Secundária Dom Manuel Martins Escola Secundária Dom Manuel Martins Setúbal Prof. Carlos Cunha 3ª Ficha de Avaliação FÍSICO QUÍMICA A ANO LECTIVO 2007 / 2008 ANO 1 N. º NOME: TURMA: B CLASSIFICAÇÃO Marte: A próxima fronteira. Toda a

Leia mais

A Terra e os seus subsistemas em interacção

A Terra e os seus subsistemas em interacção A Terra e os seus subsistemas em interacção Terra: Porção limitada do Universo; Interage com outros elementos do Universo; Planeta activo, dinâmico e em equilíbrio com o que o rodeia; É um sistema onde

Leia mais

Efeito Estufa. Tópicos: Para reflexão:

Efeito Estufa. Tópicos: Para reflexão: Efeito Estufa Tópicos: O que é efeito estufa? Por que a preocupação com o efeito estufa? Quais são os principais gases de efeito estufa? Para reflexão: Por que existe uma preocupação tão grande com relação

Leia mais

b) Qual é a confusão cometida pelo estudante em sua reflexão?

b) Qual é a confusão cometida pelo estudante em sua reflexão? 1º B EM Química A Lailson Aval. Trimestral 28/03/11 1. Qual o estado físico (sólido, líquido ou gasoso) das substâncias da tabela a seguir, quando as mesmas se encontram no Deserto da Arábia, à temperatura

Leia mais

No início. Desgaseificação do seu interior de gases voláteis. Os gases libertados constituíram a atmosfera primitiva da Terra.

No início. Desgaseificação do seu interior de gases voláteis. Os gases libertados constituíram a atmosfera primitiva da Terra. A Atmosfera A Terra tem aproximadamente 4,5 biliões de anos e quando se formou era bastante diferente da Terra que conhecemos hoje. Assim também aconteceu com a atmosfera terrestre que nem sempre apresentou

Leia mais

Escola Secundária Infante D. Henrique

Escola Secundária Infante D. Henrique Escola Secundária Infante D. Henrique Disciplina: Físico-Química Turma: 8ºA Realizado por: Ana Catarina Guerra nº 1 Ana Raquel Pereira nº 5 Ana Sofia Macedo nº 8 Junho 2006 Índice Buraco de Ozono... 3

Leia mais

Origem da vida. Professor Fláudio

Origem da vida. Professor Fláudio Origem da vida Professor Fláudio Origem da vida Objetivos desta aula Entender as teorias que explicam a origem dos primeiros seres vivos. Diferentes tipos de células e seus componentes químicos. Níveis

Leia mais

1. Evolução da atmosfera

1. Evolução da atmosfera 1. Evolução da atmosfera Breve história O nosso planeta está envolvido por uma camada gasosa atmosfera cuja espessura é de aproximadamente 1110 km (+- 1/5 do raio terrestre). Esta camada gasosa tem várias

Leia mais

QUÍMICA ANALÍTICA AMBIENTAL 106213. Prof. Marcelo da Rosa Alexandre

QUÍMICA ANALÍTICA AMBIENTAL 106213. Prof. Marcelo da Rosa Alexandre QUÍMICA ANALÍTICA AMBIENTAL 106213 Prof. Marcelo da Rosa Alexandre Ciência Ambiental e Meio Ambiente 1 - De acordo com G. Tyler Miller Jr (Ciência Ambiental, 11 a Ed, 2007), Meio Ambiente é tudo que afeta

Leia mais

Formação, composição e litologia das Geosferas -AULA 3-

Formação, composição e litologia das Geosferas -AULA 3- Formação, composição e litologia das Geosferas -AULA 3- GEOLOGIA GERAL Prof. Alexandre Paiva da Silva CCTA/UACTA/UFCG Estrutura geral da Terra Nome Características químicas Características físicas Atmosfera

Leia mais

2 Riscos de contaminação do solo por metais pesados associados ao lodo de esgoto

2 Riscos de contaminação do solo por metais pesados associados ao lodo de esgoto 14 2 Riscos de contaminação do solo por metais pesados associados ao lodo de esgoto O lodo de esgoto, geralmente, se apresenta na forma semi-sólida com cerca de 20% de água ou líquida, com 0,25 a 12% de

Leia mais

O SOLO que é a terra em que pisamos e onde crescem muitos vegetais.

O SOLO que é a terra em que pisamos e onde crescem muitos vegetais. PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 4º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== TERRA O PLANETA DA VIDA Para entender como

Leia mais

Objeto de Ensino. Escola Secundária de Lagoa. Sebenta de Estudo. Física e Química A. Unidade Dois Na Atmosfera da Terra: radiação, matéria e estrutura

Objeto de Ensino. Escola Secundária de Lagoa. Sebenta de Estudo. Física e Química A. Unidade Dois Na Atmosfera da Terra: radiação, matéria e estrutura Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 10º Ano Turma A Paula Melo Silva Sebenta de Estudo Unidade Dois Na Atmosfera da Terra: radiação, matéria e estrutura 2.3. Interação radiação-matéria 2.4. O

Leia mais

mais vapores do vinho. É, portanto, uma mistura homogênea.

mais vapores do vinho. É, portanto, uma mistura homogênea. Resolução das atividades complementares Química p. I. Falsa. As amostras A e B contêm a mesma substância (naftalina). Essas amostras se fundem, portanto, na mesma temperatura. II. Falsa. A temperatura

Leia mais

ESTRUTURA ATMOSFRERA INTERACÇÃO RADIAÇÃO-MATÉRIA

ESTRUTURA ATMOSFRERA INTERACÇÃO RADIAÇÃO-MATÉRIA ESTRUTURA ATMOSFRERA INTERACÇÃO RADIAÇÃO-MATÉRIA 07-02-2011 Dulce Campos 2 Efeitos do solo e da radiação soiar na temperatura da atmosfera terrestre A temperatura da atmosfera terrestre depende de dois

Leia mais

Classificação dos recursos naturais

Classificação dos recursos naturais O que são recursos naturais? Painéis solares. Pesca. Diamantes. Água. Plataforma petrolífera. O que são recursos naturais? Matéria ou energia presentes na Natureza essenciais ou úteis para o Homem. Os

Leia mais

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 4. Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva. Revisão 10º Ano: As três miudinhas

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 4. Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva. Revisão 10º Ano: As três miudinhas Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva Ficha de Trabalho 4 Cálculos estequiométricos Parte Um Revisão 10º Ano: As três miudinhas Quantidade em química corresponde

Leia mais

ATMOSFERA Temperatura, pressão, densidade e grandezas associadas.

ATMOSFERA Temperatura, pressão, densidade e grandezas associadas. ATMOSFERA Temperatura, pressão, densidade e grandezas associadas. As camadas na atmosfera são: Troposfera. Estratosfera. Mesosfera Termosfera Exosfera As camadas na atmosfera são definidas a partir de

Leia mais

Formação da Terra. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Licenciatura em Educação Básica. 1º Ano. Ciências da Terra e da Vida

Formação da Terra. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Licenciatura em Educação Básica. 1º Ano. Ciências da Terra e da Vida 1º Ano Ciências da Terra e da Vida Formação da Terra Docente: João Baptista Discente: Cátia Lopes nº53157 Vila Real, 8 de Abril de 2013 Índice 1- Introdução----------------------------------------------------------------------------3

Leia mais

Ficha de Trabalho. Tema - A terra e os seus subsistemas em interação

Ficha de Trabalho. Tema - A terra e os seus subsistemas em interação Ficha de Trabalho Tema - A terra e os seus subsistemas em interação O Planeta Terra é uma porção limitada do Universo em constante interação com outros componentes do mesmo. O nosso planeta faz parte de

Leia mais

Criosfera Gelo Marinho e Gelo de superfície

Criosfera Gelo Marinho e Gelo de superfície Criosfera Gelo Marinho e Gelo de superfície Dinâmica do Clima Profª Maria Dolores Alunos: Fernanda Santana Guilherme Chagas Introdução O gelo cobre cerca de 11% do solo terrestre e 7% dos oceanos do mundo.

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS CURSO TECNOLÓGICO DE INFORMÁTICA. ENSINO SECUNDÁRIO Componente de Formação Específica

CURSO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS CURSO TECNOLÓGICO DE INFORMÁTICA. ENSINO SECUNDÁRIO Componente de Formação Específica CURSO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS CURSO TECNOLÓGICO DE INFORMÁTICA ENSINO SECUNDÁRIO Componente de Formação Específica Disciplinas de Física e Química A e Física e Química B Endereços da Internet http://www.windows.umich.edu/

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 7º Teste sumativo de FQA 29. abril. 2015 Versão 1 11º Ano Turma A Professor: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 8 páginas

Leia mais

Estrutura física e química da Terra

Estrutura física e química da Terra Estrutura física e química da Terra Os elementos químicos que estão globalmente presentes são os mesmos que constituem os minerais mais comuns. Existem atualmente cerca de 116 elementos químicos, incluindo

Leia mais

t 1 t 2 Tempo t 1 t 2 Tempo

t 1 t 2 Tempo t 1 t 2 Tempo Concentração 01)Uma reação química atinge o equilíbrio químico quando: a) ocorre simultaneamente nos sentidos direto e inverso. b) as velocidades das reações direta e inversa são iguais. c) os reatantes

Leia mais

FÍSICO-QUÍMICA TERMOQUÍMICA Aula 1

FÍSICO-QUÍMICA TERMOQUÍMICA Aula 1 FÍSICO-QUÍMICA TERMOQUÍMICA Aula 1 A termoquímica é parte da termodinâmica e corresponde ao segmento da química que compreende as trocas de calor e seus efeitos nas substâncias e reações químicas. Os primeiros

Leia mais

Lista de Exercícios Química Geral Entropia e energia livre

Lista de Exercícios Química Geral Entropia e energia livre Lista de Exercícios Química Geral Entropia e energia livre 1. Se a reação A + B C tiver uma constante de equilíbrio maior do que 1, qual das seguintes indicações está correta? a) A reação não é espontânea.

Leia mais

1.2. Os alunos colocaram sobrecargas sobre o paralelepípedo, para averiguar se a intensidade da força de atrito depende:

1.2. Os alunos colocaram sobrecargas sobre o paralelepípedo, para averiguar se a intensidade da força de atrito depende: Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva Ficha de Trabalho 24 Global 1. Numa segunda série de ensaios, os alunos colocaram sobrecargas sobre o paralelepípedo e abandonaram

Leia mais

9/19/2013. Marília Peres. Marília Peres

9/19/2013. Marília Peres. Marília Peres 1 2 1 Vias de entrada no organismo Produtos químicos perigosos Efeitos toxicológicos da exposição a produtos químicos Incompatibilidades entre produtos químicos Informação sobre perigos químicos 3 Inalação

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS.º teste sumativo de FQA 7. OUTUBRO. 204 Versão 0.º Ano Turma A Professor: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 7 páginas

Leia mais

Água na atmosfera. Capítulo 5 - Ahrens

Água na atmosfera. Capítulo 5 - Ahrens Água na atmosfera Capítulo 5 - Ahrens Propriedades da água Estados Físicos Única substântica natural que ocorre naturalmente nos três estados sobre a superfície da terra Capacidade Térmica Mais alta se

Leia mais

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Física e Química A, 10º ano Ano lectivo 2006 / 2007. Nome: n.º aluno: Turma:

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Física e Química A, 10º ano Ano lectivo 2006 / 2007. Nome: n.º aluno: Turma: Ficha de Trabalho nº 7 Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Física e Química A, 10º ano Ano lectivo 2006 / 2007 Nome: n.º aluno: Turma: 1. Classifique as afirmações que se seguem como verdadeiras

Leia mais

A Terra e os outros planetas telúricos

A Terra e os outros planetas telúricos A Terra e os outros planetas telúricos Planetas telúricos Apresentam características comuns, no entanto, é possível identificar determinadas diferenças entre eles, nomeadamente no que respeita à actividade

Leia mais

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco. Física e Química A, 10º ano Ano lectivo 2006 / 2007. Nome: n.º aluno: Turma:

Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco. Física e Química A, 10º ano Ano lectivo 2006 / 2007. Nome: n.º aluno: Turma: Ficha de Trabalho nº 3 Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco Física e Química A, 10º ano Ano lectivo 2006 / 2007 Nome: n.º aluno: Turma: 1. Considera a seguinte imagem: a) O que representa a parte

Leia mais

β χ± n-1 TOXICOLOGIA/FMV

β χ± n-1 TOXICOLOGIA/FMV ESTATÍSTICA APLICADA À TOXICOLOGIA Conceitos, métodos e validação Análise de probabilidades e limites de confiança Interpretação a priori e a posteriori O indivíduo, a amostra populacional e a população

Leia mais

Características particulares da Terra: composição química

Características particulares da Terra: composição química Características particulares da Terra: composição química Predomínio de carbono, oxigénio, azoto, enxofre e fósforo Abundância de água Elementos químicos essenciais a todos os seres vivos Características

Leia mais

www.professormazzei.com PROPREDADES COLIGATIVAS Folha 03 João Roberto Mazzei

www.professormazzei.com PROPREDADES COLIGATIVAS Folha 03 João Roberto Mazzei 01. (UNESP 1989) Considerar duas soluções de ácido clorídrico e outra de ácido acético (ácido etanóico), ambas 10 2 M. Pergunta-se: a) Qual das duas soluções apresenta menor temperatura de congelação?

Leia mais

MODELO ou MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA DE QUÍMICA

MODELO ou MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA DE QUÍMICA Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores dos Maiores de 23 Anos (M23) Ano Letivo 2017/2018 MODELO ou MODELO DE QUESTÕES DA PROVA ESPECÍFICA

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MOUZINHO DA SILVEIRA

ESCOLA SECUNDÁRIA MOUZINHO DA SILVEIRA ESCOLA ESCOLA SECUNDÁRIA MOUZINHO DA SILVEIRA ANO LETIVO: 2015/2016 SERVIÇO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS- GRUPO 520 DATA: 9/ 9 /2015 ASSUNTO PLANIFICAÇÃ ANUAL DE CIÊNCIAS NATURAIS

Leia mais

www.professormazzei.com Estequiometria Folha 03 Prof.: João Roberto Mazzei

www.professormazzei.com Estequiometria Folha 03 Prof.: João Roberto Mazzei 01. (CFTCE 2007) Dada a reação de neutralização: HCl + NaOH NaCl + H 2O, a massa de NaCl, produzida a partir de 80 g de hidróxido de sódio (NaOH), é: a) 58,5 g b) 40 g c) 117 g d) 80 g e) 120 g 02. (CFTCE

Leia mais

Maria do Anjo Albuquerque

Maria do Anjo Albuquerque ispersões na atmosfera Maria do Anjo Albuquerque Atmosfera A atmosfera é uma solução gasosa de vários gases (sobretudo oxigénio, dióxido de carbono e vapor de água) dispersos em azoto (componente maioritário);

Leia mais

A disposição da vida na Terra

A disposição da vida na Terra Aula 01 A disposição da vida na Terra O que é a vida? Existe vida em outros planetas? Podemos viver sem o Sol? O nosso sistema solar possui os seguintes planetas: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte Júpiter,

Leia mais

Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir. Dúvidas Mais Comuns GEO 10. Flipping Book. http://netxplica.com

Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir. Dúvidas Mais Comuns GEO 10. Flipping Book. http://netxplica.com Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir Dúvidas Mais Comuns GEO GEO 10 Flipping Book http://netxplica.com DÚVIDAS MAIS COMUNS :: BIOLOGIA E GEOLOGIA 10 http://netxplica.com 1. A Geologia,

Leia mais

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - NBR 14725/2001 BATERIAS DE CHUMBO ÁCIDO REGULADAS POR VÁLVULA (VRLA)

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - NBR 14725/2001 BATERIAS DE CHUMBO ÁCIDO REGULADAS POR VÁLVULA (VRLA) FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - NBR 14725/2001 Página 1/5 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto - Código interno de identificação do produto UP - Nome

Leia mais

Ar de combustão. Água condensada. Balanço da energia. Câmara de mistura. Convecção. Combustível. Curva de aquecimento

Ar de combustão. Água condensada. Balanço da energia. Câmara de mistura. Convecção. Combustível. Curva de aquecimento Ar de combustão O ar de combustão contém 21% de oxigênio, que é necessário para qualquer combustão. Além disso, 78% de nitrogênio está incorporado no ar. São requeridos aproximadamente 10 metros cúbicos

Leia mais

www.professormazzei.com Propriedades da Matéria Folha 05- Prof.: João Roberto Mazzei

www.professormazzei.com Propriedades da Matéria Folha 05- Prof.: João Roberto Mazzei Questão 01 Em uma cena de um filme, um indivíduo corre carregando uma maleta tipo 007 (volume 20 dm³) cheia de barras de um certo metal. Considerando que um adulto de peso médio (70 kg) pode deslocar,

Leia mais

COMPONENTE CURRICULAR: Ciências Prof a Angélica Frey ANO: 6 o LISTA DE CONTEÚDOS. 1 O Trimestre:

COMPONENTE CURRICULAR: Ciências Prof a Angélica Frey ANO: 6 o LISTA DE CONTEÚDOS. 1 O Trimestre: COMPONENTE CURRICULAR: Ciências Prof a Angélica Frey ANO: 6 o 1 O Trimestre: LISTA DE CONTEÚDOS Ecologia o Níveis de organização: organismo, população, comunidade, ecossistema, bioma. o Componentes do

Leia mais

www.professormazzei.com Estrutura da Matéria Folha 03 Prof.: João Roberto Mazzei

www.professormazzei.com Estrutura da Matéria Folha 03 Prof.: João Roberto Mazzei 01- (PUCAMP 2004) O elemento carbono se apresenta em muitas formas alotrópicas. Três dessas são...x... : diamante, grafita e fulereno; outras, em maior número são...y.... Diamante, a mais rara e a mais

Leia mais

Ficha de Trabalho para Avaliação Biologia (12º ano)

Ficha de Trabalho para Avaliação Biologia (12º ano) Ficha de Trabalho para Avaliação Biologia (12º ano) Ano Lectivo: 2008/2009 Nome: Nº Turma: CT Curso: CH-CT Data: Maio 2009 Docente: Catarina Reis Poluentes e Contaminantes 1. Os poluentes podem ser avaliados

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Disciplina: FLG 0253 - CLIMATOLOGIA I

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Disciplina: FLG 0253 - CLIMATOLOGIA I UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Disciplina: FLG 0253 - CLIMATOLOGIA I 1. Objetivos da disciplina: 1.1 Fornecer os meios básicos de utilização dos subsídios meteorológicos à análise

Leia mais

Como escolher os nossos alimentos?

Como escolher os nossos alimentos? Como escolher os nossos alimentos? Os animais possuem regimes alimentares diferentes mas, independentemente dos mesmos, todos necessitam de ingerir alimentos para sobreviverem! 1 Importância da alimentação

Leia mais

DÚVIDAS MAIS COMUNS :: BIOLOGIA E GEOLOGIA 10

DÚVIDAS MAIS COMUNS :: BIOLOGIA E GEOLOGIA 10 Livro Interactivo 3D Permite Fazer Anotações e Imprimir Dúvidas Mais Comuns BIO 10 Flipping Book http://netxplica.com DÚVIDAS MAIS COMUNS :: BIOLOGIA E GEOLOGIA 10 http://netxplica.com 1. Diversidade na

Leia mais

Nome: BI: Data - Local Emissão: / / -

Nome: BI: Data - Local Emissão: / / - Prova de acesso para maiores de 23 anos Química Nome: BI: Data - Local Emissão: / / - Duração da prova: 75 minutos + 15 de tolerância Coloque o seu documento de identificação em cima da mesa. Coloque o

Leia mais

TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS ESSENCIAIS 1. O CALOR E OS PROCESSOS QUÍMICOS

TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS ESSENCIAIS 1. O CALOR E OS PROCESSOS QUÍMICOS TERMOQUÍMICA EXERCÍCIOS ESSENCIAIS 1. O CALOR E OS PROCESSOS QUÍMICOS Termoquímica: Estudo das quantidades de energia, na forma de calor, liberada ou absorvida durante os processos de interesse da Química,

Leia mais

Série: 2º ano. Assunto: Estequiometria

Série: 2º ano. Assunto: Estequiometria Aluno: Série: 2º ano Assunto: Estequiometria 1) A massa de dióxido de carbono liberada na queima de 80 g de metano, quando utilizado como combustível, é: (Dados: massas molares, em g/mol: H = 1, C =12,

Leia mais

O que é Cinética Química?

O que é Cinética Química? Cinética Química O que é Cinética Química? Ramo da físico-química que estuda a velocidade das reações; Velocidade na química: variação de uma grandeza no tempo: x v t Velocidade Considere a reação aa bb

Leia mais

Proposta de Resolução do Exame Nacional de Física e Química A 11.º ano, 2015, 2.ª Fase, versão 1

Proposta de Resolução do Exame Nacional de Física e Química A 11.º ano, 2015, 2.ª Fase, versão 1 Proposta de Resolução do Exame Nacional de Física e Química A 11.º ano, 2015, 2.ª Fase, versão 1, 18 de julho de 2015 Exame Final Nacional do Ensino Secundário, Prova Escrita de Física e Química A, 11.º

Leia mais

Ciclos Biogeoquímicos

Ciclos Biogeoquímicos Ciclos Biogeoquímicos Matéria orgânica: são os restos dos seres vivos. É composta essencialmente de compostos de carbono. Decompositores: são responsáveis pela degradação da matéria orgânica e favorecem

Leia mais

No início. Desgaseificação do seu interior de gases voláteis. Os gases libertados constituíram a atmosfera primitiva da Terra.

No início. Desgaseificação do seu interior de gases voláteis. Os gases libertados constituíram a atmosfera primitiva da Terra. A Atmosfera A Terra tem aproximadamente 4,5 biliões de anos e quando se formou era bastante diferente da Terra que conhecemos hoje. Assim também aconteceu com a atmosfera terrestre que nem sempre apresentou

Leia mais

Concurso de Seleção 2004 NÚMERO DE INSCRIÇÃO - QUÍMICA

Concurso de Seleção 2004 NÚMERO DE INSCRIÇÃO - QUÍMICA QUÍMICA QUESTÃO 21 Muitas pessoas já ouviram falar de gás hilariante. Mas será que ele é realmente capaz de provocar o riso? Na verdade, essa substância, o óxido nitroso (N 2 O), descoberta há quase 230

Leia mais

Apêndice B. Efeitos dos poluentes atmosféricos relacionados principalmente à saúde

Apêndice B. Efeitos dos poluentes atmosféricos relacionados principalmente à saúde Apêndice B Efeitos dos poluentes atmosféricos relacionados principalmente à saúde 126 Apêndice B - Efeitos dos poluentes atmosféricos relacionados principalmente à saúde. Em relação à saúde e correlatos,

Leia mais

Química 1 Cecília e Regina 2ºEM/TI 2º. Química 1-2ºTI

Química 1 Cecília e Regina 2ºEM/TI 2º. Química 1-2ºTI 2º anos - 2012 Matéria Professor(a) Ano/Série Turma Data Trimestre Química 1 Cecília e Regina 2ºEM/TI 2º Aluno(a) Número Observação Química 1-2ºTI Projeto de Recuperação Paralela Atividades podem ser feitas

Leia mais

NO 3 em água são representadas, respetivamente, pelas equações: Com base nas informações anteriores, é correto afirmar que

NO 3 em água são representadas, respetivamente, pelas equações: Com base nas informações anteriores, é correto afirmar que 4. Uma importante aplicação das energias de dissolução são as compressas instantâneas térmicas quentes ou frias, usadas como primeiro-socorro em lesões sofridas, por exemplo, durante práticas desportivas.

Leia mais

Biologia e Geologia Módulo 2 Vulcanologia

Biologia e Geologia Módulo 2 Vulcanologia FICHA INFORMATIVA Nº 1 Biologia e Geologia Módulo 2 Vulcanologia A actividade vulcânica pode ser classificada como efusiva, explosiva e mista. As principais características destes tipos de actividade vulcânica

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Londrina Disciplina: Química Geral Prof. Me. Thiago Orcelli. Aluno:

Faculdade Pitágoras de Londrina Disciplina: Química Geral Prof. Me. Thiago Orcelli. Aluno: 1 Faculdade Pitágoras de Londrina Disciplina:. Aluno: Turma: Exercícios de Fixação englobando conteúdos das Aulas 1-4. Orientação: Escolha um livro de Química Geral disponível na biblioteca e resolva os

Leia mais

1

1 Níveis de dificuldade das Questões Fácil Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Médio Difícil Resolução da Prova de Química Vestibular Verão PUCRS 2005 Prof. Emiliano Chemello www.quimica.net/emiliano

Leia mais

Conjunto de elementos que interagem entre si, realizando trocas e influenciando-se uns aos outros

Conjunto de elementos que interagem entre si, realizando trocas e influenciando-se uns aos outros Conjunto de elementos que interagem entre si, realizando trocas e influenciando-se uns aos outros Tipos de sistemas em função das suas inter-relações com o meio Sistema fechado Sistema isolado Sistema

Leia mais

b) A atmosfera primitiva possuía composição diferente da atual com a presença de amônia (NH 3 ), metano (CH 4 ), hidrogênio (H 2 ) e vapor d água (H

b) A atmosfera primitiva possuía composição diferente da atual com a presença de amônia (NH 3 ), metano (CH 4 ), hidrogênio (H 2 ) e vapor d água (H A ORIGEM DA VIDA Terra Primitiva A TERRA PRIMITIVA a) A Terra tem aproximadamente 4,5 bilhões de anos. À medida que foi se resfriando, as primeiras rochas se solidificaram tendo a crosta terrestre aparecido

Leia mais

REAÇÕES COM OXIGÉNIO. Fisiquipédia 8

REAÇÕES COM OXIGÉNIO. Fisiquipédia 8 REAÇÕES COM OXIGÉNIO O oxigénio é um reagente comum em muitas reações químicas que ocorrem à nossa volta, algumas delas essenciais para a sobrevivência, como a respiração ou o fogo. REAÇÕES DE COMBUSTÃO

Leia mais

Resolução do Exame de Física e Química A 11.º ano, 2009, 2.ª fase, 14 de Julho de 2009.

Resolução do Exame de Física e Química A 11.º ano, 2009, 2.ª fase, 14 de Julho de 2009. Resolução do Exame de Física e Química A.º ano, 009,.ª fase, 4 de Julho de 009. ivisão de Educação da Sociedade Portuguesa de Física....... [Por exemplo...] A destilação da água do mar é um processo de

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Computação CIC345 Modelagem e Simulação de Sistemas Terrestres Professor Tiago G. S.

Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Computação CIC345 Modelagem e Simulação de Sistemas Terrestres Professor Tiago G. S. Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Computação CIC345 Modelagem e Simulação de Sistemas Terrestres Professor Tiago G. S. Carneiro Sistema de Mudanças Químicas na Atmosfera: Chuva Ácida Autor:

Leia mais

CHUVAS ÁCIDAS E SEUS EFEITOS

CHUVAS ÁCIDAS E SEUS EFEITOS CHUVAS ÁCIDAS E SEUS EFEITOS De entre as formas de poluição atmosférica de que muitas vezes se fala, destacamse, pela importância que têm para todos os países industrializados, as chuvas ácidas. Os combustíveis

Leia mais

Escola Secundária de Casquilhos Teste 1 de Física e Química A 10º ANO 22/10/2013 90 minutos

Escola Secundária de Casquilhos Teste 1 de Física e Química A 10º ANO 22/10/2013 90 minutos Escola Secundária de Casquilhos Teste 1 de Física e Química A 10º ANO 22/10/2013 90 minutos NOME Nº Turma Informação Professor Enc. de Educação 1. Os átomos dos isótopos e do carbono têm (A) números atómicos

Leia mais

É o cálculo das quantidades de reagentes e/ou produtos das reações químicas.

É o cálculo das quantidades de reagentes e/ou produtos das reações químicas. Estequiometria Introdução Estequiometria É derivada da palavra grega STOICHEON (elemento) e METRON (medida) significa medida dos elementos químicos", ou ainda medir algo que não pode ser dividido. É o

Leia mais

Qual a fonte primária de energia nos ecossistemas?

Qual a fonte primária de energia nos ecossistemas? Ciências Naturais 8.º ano Fluxos de Energia e Ciclo de Matéria Qual a fonte primária de energia nos ecossistemas? O Sol é a fonte primária de Energia para a vida dos Ecossistemas. Energia Solar Energia

Leia mais

Evolução. Biologia Professor: Rubens Oda 29/09/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo

Evolução. Biologia Professor: Rubens Oda 29/09/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo Evolução 1. (UFTM) No início da década de 1950, o químico americano Stanley L. Miller desenvolveu um experimento que ainda hoje é considerado um dos suportes da hipótese da origem da vida na Terra. Miller

Leia mais

Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A - 11.º ano 3 de março de 2016 120 minutos

Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A - 11.º ano 3 de março de 2016 120 minutos Ano Letivo 2015/ 2016 Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A - 11.º ano 3 de março de 2016 120 minutos Objeto de avaliação O teste tem por referência o programa de Física e Química A para o

Leia mais

Fritura O processo de fritura é uma alternativa de preparação de alimentos rápida, sendo que também confere características sensoriais diferenciadas T

Fritura O processo de fritura é uma alternativa de preparação de alimentos rápida, sendo que também confere características sensoriais diferenciadas T Autoridade de Segurança Alimentar e Económica Departamento de Riscos Alimentares e Laboratórios Divisão de Riscos Alimentares Riscos na cadeia alimentar dos óleos alimentares usados. Prevenção e acção

Leia mais

POTENCIAL DE PRODUÇÃO DE PLANTAS FORRAGEIRAS. Maria Aparecida Salles Franco Curso de Veterinária Disciplina: Forragicultura e Plantas Tóxicas

POTENCIAL DE PRODUÇÃO DE PLANTAS FORRAGEIRAS. Maria Aparecida Salles Franco Curso de Veterinária Disciplina: Forragicultura e Plantas Tóxicas POTENCIAL DE PRODUÇÃO DE PLANTAS FORRAGEIRAS Maria Aparecida Salles Franco Curso de Veterinária Disciplina: Forragicultura e Plantas Tóxicas Um pouco sobre nutrientes nos alimentos Do ano de 1917 para

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ Prova elaborada

Leia mais

VI Olimpíada Norte - Nordeste de Química e

VI Olimpíada Norte - Nordeste de Química e VI Olimpíada Norte - Nordeste de Química e Seletiva para a Olimpíada Ibero-americana de Química - 2000 Exame aplicado em 27.05.2000 Somente as questões de números 1 a 6 serão consideradas na composição

Leia mais

PROF. DÊNIS ALUNO(A) FUNDAMENTOS TEÓRICOS CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS. A seguir devemos igualar o número de elétrons: 1) DEFINIÇÃO

PROF. DÊNIS ALUNO(A) FUNDAMENTOS TEÓRICOS CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS. A seguir devemos igualar o número de elétrons: 1) DEFINIÇÃO 31/1/2011 PROF. DÊNIS ALUNO(A) FUNDAMENTOS TEÓRICOS CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS 1) DEFINIÇÃO Pra que o cálculo proporcional esteja devidamente acertado se faz necessário o balanceamento da reação química

Leia mais

Geologia Geral. user 02/03/05. 1 Fatores de formação dos solos. Título aqui 1. Intemperismo e Formação do Solo.

Geologia Geral. user 02/03/05. 1 Fatores de formação dos solos. Título aqui 1. Intemperismo e Formação do Solo. Geologia Geral Intemperismo e Formação do Solo. 1 Fatores de formação dos solos; 2 - Tipos de intemperismo e suas reações; 3 - Distribuição dos processos de alteração na superfície da Terra. Solo = produtos

Leia mais

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 17. Chamadas de Atenção. Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva

Escola Secundária de Lagoa. Ficha de Trabalho 17. Chamadas de Atenção. Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 11º Ano Turma A Paula Melo Silva Chamadas de Atenção Ficha de Trabalho 17 Calor e Radiação (Unidade 1 de Física do 10ºano) O calor e a radiação também são

Leia mais

Exame de Recuperação Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos

Exame de Recuperação Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Exame de Recuperação Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos DISCIPLINA: Física e Química Módulo: Q1 2015/2016 10 ºAno de escolaridade Data: 30 de outubro de 2015

Leia mais

Questão 01: Algumas peças de motocicletas, bicicletas e automóveis são cromadas. Uma peça automotiva recebeu um banho de cromo, cujo processo

Questão 01: Algumas peças de motocicletas, bicicletas e automóveis são cromadas. Uma peça automotiva recebeu um banho de cromo, cujo processo QUÍMICA Ítalo Lemos Questão 01: Algumas peças de motocicletas, bicicletas e automóveis são cromadas. Uma peça automotiva recebeu um banho de cromo, cujo processo denominado cromagem consiste na deposição

Leia mais

Tema Energia térmica Tópico 8 O efeito estufa e o clima na Terra

Tema Energia térmica Tópico 8 O efeito estufa e o clima na Terra CECIMIG-FaE/UF Secretaria de Estado da Educação - Tema Energia térmica Tópico 8 O efeito estufa e o clima na Terra Curso de Imersão Física 2007 Eixo II: Transferência, transformação e conservação da energia

Leia mais

Biologia e Geologia Módulo 2 Vulcanologia

Biologia e Geologia Módulo 2 Vulcanologia FICHA (IN)FORMATIVA Nº 1 Biologia e Geologia Módulo 2 Vulcanologia A atividade vulcânica pode ser classificada como efusiva, explosiva e mista. As principais características destes tipos de atividade vulcânica

Leia mais

Verdadeiro dado que a massa dos protões e dos neutrões é muito superior à dos eletrões!

Verdadeiro dado que a massa dos protões e dos neutrões é muito superior à dos eletrões! Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 10º Ano Turma A Paula Melo Silva Correção da Ficha de Trabalho 1 Unidade Zero Materiais: diversidade e constituição 2014/2015 1. Atualmente conhecem-se mais

Leia mais