Matemática 7 o ano. Números inteiros raízes quadradas e cúbicas perfeito Ano Lectivo 2009/

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Matemática 7 o ano. Números inteiros raízes quadradas e cúbicas 81 + 2 3. perfeito 2 + 3 4 5 9 + 2 + 3 4 5 9 + Ano Lectivo 2009/2010 81 + 2 3 10"

Transcrição

1 25 81 potências compostos Números 25 inteiros decomposição raiz 2 Números raiz potências quadrada divisão inteiros raiz em naturais inteiros factores adição Números cúbica divisores naturais primos subtracção multiplicação compostos decomposição perfeito cubo perfeito quadrado naturais quadrada inteiros divisores primos compostos em factores adição subtracção multiplicação divisão potências Matemática 7 o ano raiz cúbica cubo isores naturais divisores primos compostos decomposição em Números inteiros raízes quadradas e cúbicas quadrada raiz cúbica perfeito primos perfeito quadrada quadrado divisores Ano Lectivo 2009/2010 quadrado perfeito perfeito perfeito cubo perfeito factores adição subtracção multiplicação divisão em primos compostos cubo decomposição Números inteiros naturais divisores primos quadrado raiz cúbica quadrado perfeito cubo perfeito raiz compostos decomposição... decomposição em factores adição subtracção multiplicação cúbica tências raiz divisã quadrada raiz subtracçã factores adição NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 1/9

2 Quadrados Perfeitos NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 2/9

3 Quadrados Perfeitos NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 2/9

4 Raiz quadrada O primeiro símbolo utilizado para a raiz quadrada surgiu em papiros egípcios: Γ No século XV surgiu na Alemanha, o símbolo Actualmente usa-se o símbolo que Descartes 1 utilizou pela primeira vez. 1 René Descartes ( ) foi filósofo, físico e matemático francês NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 3/9

5 Radical índice do radical radical n a radicando NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 4/9

6 Raiz quadrada 2 a = a A raiz quadrada de um número positivo a é o número que elevado ao quadrado é igual a a. NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 5/9

7 Raiz quadrada 2 a = a A raiz quadrada de um número positivo a é o número que elevado ao quadrado é igual a a. 25 = 5 porque 5 2 = 25 NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 5/9

8 Raiz quadrada 2 a = a A raiz quadrada de um número positivo a é o número que elevado ao quadrado é igual a a. 25 = 5 porque 5 2 = = 6 porque 6 2 = 36 NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 5/9

9 Raiz quadrada 2 a = a A raiz quadrada de um número positivo a é o número que elevado ao quadrado é igual a a. 25 = 5 porque 5 2 = = 6 porque 6 2 = = 9 porque 9 2 = 81 NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 5/9

10 Raiz quadrada 2 a = a A raiz quadrada de um número positivo a é o número que elevado ao quadrado é igual a a. 25 = 5 porque 5 2 = = 6 porque 6 2 = = 9 porque 9 2 = = 10 porque 10 2 = 100 NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 5/9

11 Cubos Perfeitos NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 6/9

12 Cubos Perfeitos NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 6/9

13 Raiz cúbica a A raiz cúbica de um número a é o número que elevado ao cubo é igual a a. NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 7/9

14 Raiz cúbica a A raiz cúbica de um número a é o número que elevado ao cubo é igual a a. 8 = 2 porque 2 3 = 8 NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 7/9

15 Raiz cúbica a A raiz cúbica de um número a é o número que elevado ao cubo é igual a a. 8 = 2 porque 2 3 = 8 27 = 3 porque 3 3 = 27 NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 7/9

16 Raiz cúbica a A raiz cúbica de um número a é o número que elevado ao cubo é igual a a. 8 = 2 porque 2 3 = 8 27 = 3 porque 3 3 = = 4 porque 4 3 = 64 NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 7/9

17 Raiz cúbica a A raiz cúbica de um número a é o número que elevado ao cubo é igual a a. 8 = 2 porque 2 3 = 8 27 = 3 porque 3 3 = = 4 porque 4 3 = = 10 porque 10 3 = 1000 NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 7/9

18 Área de um quadrado elevar ao quadrado medida do lado do quadrado área do quadrado raiz quadrada área do quadrado = medida do lado do quadrado NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 8/9

19 Volume de um cubo elevar ao cubo medida da aresta do cubo volume do cubo raiz cúbica volume do cubo = medida da aresta do cubo NPMEB Escola EB 2,3 de Briteiros 9/9

Potenciação e radiciação

Potenciação e radiciação Sequência didática para a sala de aula 6 MATEMÁTICA Unidade 1 Capítulo 6: (páginas 55 a 58 do livro) 1 Objetivos Associar a potenciação às situações que representam multiplicações de fatores iguais. Perceber

Leia mais

Agrupamento Vertical de Escolas Engenheiro Nuno Mergulhão

Agrupamento Vertical de Escolas Engenheiro Nuno Mergulhão 2013/1 16/09/2013 1 1:30-15:15 _Apresentação do professor e dos alunos. _Definição de normas de funcionamento das aulas. _Material necessário. _Programa anual da disciplina. _Apresentação dos Critérios

Leia mais

SUMÁRIO. 1. REVISÃO DE GINÁSIO Critérios de divisibilidade. 2. CONJUNTOS Introdução. Operações de conjuntos. Conjuntos numéricos

SUMÁRIO. 1. REVISÃO DE GINÁSIO Critérios de divisibilidade. 2. CONJUNTOS Introdução. Operações de conjuntos. Conjuntos numéricos SUMÁRIO 1. REVISÃO DE GINÁSIO Critérios de divisibilidade Reconhecimento de número primo Decomposição em fatores primos Aplicação Potência Expressão numérica 2. CONJUNTOS Introdução Representação de um

Leia mais

Escola Secundária com 3º CEB de Lousada. Ficha de Trabalho de Matemática do 7º ano - Nº 24

Escola Secundária com 3º CEB de Lousada. Ficha de Trabalho de Matemática do 7º ano - Nº 24 Escola Secundária com º CEB de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do 7º ano - Nº Assunto: Objectivos para o teste de de Março/ Ficha de preparação para o teste Lições nº e Data / 0/ 00 Conteúdos para

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL AGOSTO / 2016 MATEMÁTICA

CONTEÚDOS PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL AGOSTO / 2016 MATEMÁTICA CONTEÚDOS PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL AGOSTO / 2016 ANO: 6º A e B Prof: Zezinho e Admir MATEMÁTICA PROGRAMA II DATA DA PROVA: 09 / 08 / 2016 HORÁRIO: 14h GRUPO 2 - ORIGEM E EVOLUÇÃO CAPÍTULO

Leia mais

CURSO DE MATEMÁTICA BÁSICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL CENTRO DE ENGENHARIA DA MOBILIDADE

CURSO DE MATEMÁTICA BÁSICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL CENTRO DE ENGENHARIA DA MOBILIDADE CURSO DE MATEMÁTICA BÁSICA Aula 01 Introdução a Geometria Plana Ângulos Potenciação Radiciação Introdução a Geometria Plana Introdução: No estudo da Geometria Plana, consideraremos três conceitos primitivos:

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Almeirim. Matemática 7.º Ano Raiz Quadrada e Raiz Cúbica de um Número Racional

Agrupamento de Escolas de Almeirim. Matemática 7.º Ano Raiz Quadrada e Raiz Cúbica de um Número Racional Agrupamento de Escolas de Almeirim Matemática 7.º Ano Raiz Quadrada e Raiz Cúbica de um Número Racional Raiz Quadrada Existem números naturais que se podem dispor em quadrados. 1 2 =1 2 2 =4 3 2 =9 4 2

Leia mais

Resumos para a Prova de Aferição. Matemática

Resumos para a Prova de Aferição. Matemática Resumos para a Prova de Aferição de Matemática Números e operações 1.Leitura e escrita de números inteiros 1.1. Conjunto de números naturais Os números 1,, 3, 4, são números naturais. O conjunto dos números

Leia mais

Num determinado jogo de fichas, os valores

Num determinado jogo de fichas, os valores A UA UL LA Potências e raízes Para pensar Num determinado jogo de fichas, os vaores dessas fichas são os seguintes: 1 ficha vermeha vae 5 azuis; 1 ficha azu vae 5 brancas; 1 ficha branca vae 5 pretas;

Leia mais

Roteiro da aula. MA091 Matemática básica. Quadrados perfeitos. Raiz quadrada. Aula 8 Raízes. Francisco A. M. Gomes. Março de 2016

Roteiro da aula. MA091 Matemática básica. Quadrados perfeitos. Raiz quadrada. Aula 8 Raízes. Francisco A. M. Gomes. Março de 2016 Roteiro da aula MA09 Matemática básica Aula 8 Francisco A. M. Gomes UNICAMP - IMECC Março de 206 2 Francisco A. M. Gomes (UNICAMP - IMECC) MA09 Matemática básica Março de 206 / 22 Francisco A. M. Gomes

Leia mais

PLANEJAMENTO 2016. Disciplina: Matemática Série: 6º Ano Ensino: Fundamental Prof.: Rafael

PLANEJAMENTO 2016. Disciplina: Matemática Série: 6º Ano Ensino: Fundamental Prof.: Rafael Disciplina: Matemática Série: 6º Ano Ensino: Fundamental Prof.: Rafael 1ª UNIDADE II ) Compreensão de fenômenos Contagem 1. Números pra quê? 2. Sistemas de numeração 3. O conjunto dos números naturais

Leia mais

1. Números. MatemáticaI Gestão ESTG/IPB Departamento de Matemática. Números inteiros. Nota: No Brasil costuma usar-se: bilhão para o número

1. Números. MatemáticaI Gestão ESTG/IPB Departamento de Matemática. Números inteiros. Nota: No Brasil costuma usar-se: bilhão para o número MatemáticaI Gestão ESTG/IPB Departamento de Matemática 1. Números Números inteiros 0 10 1 1 10 10 2 10 100 3 10 1000 6 10 1000000 10 10 12 18 Uma unidade (um) Uma dezena (dez) Uma centena (cem) Um milhar

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 MATEMÁTICA DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

Fração é uma forma de representar uma divisão, onde o numerador é o dividendo e o denominador é o divisor. Exemplo:

Fração é uma forma de representar uma divisão, onde o numerador é o dividendo e o denominador é o divisor. Exemplo: FRAÇÕES Fração é uma forma de representar uma divisão, onde o numerador é o dividendo e o denominador é o divisor. Exemplo: Adição e subtração de frações Para adicionar ou subtrair frações, é preciso que

Leia mais

Percursos temáticos de aprendizagem

Percursos temáticos de aprendizagem Novo Programa de Matemática - 1.º, 2.º e 3.º Ciclos Percursos temáticos de aprendizagem Os percursos temáticos de aprendizagem que se apresentam constituem possíveis sequências para o desenvolvimento do

Leia mais

Percursos temáticos de aprendizagem

Percursos temáticos de aprendizagem Novo Programa de Matemática - 1.º, 2.º e 3.º Ciclos Percursos temáticos de aprendizagem Os percursos temáticos de aprendizagem que se apresentam constituem possíveis sequências para o desenvolvimento do

Leia mais

Aulas Previstas. Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Recursos Avaliação. Avaliação diagnóstica. Observação e registo das atitudes dos alunos

Aulas Previstas. Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Recursos Avaliação. Avaliação diagnóstica. Observação e registo das atitudes dos alunos Escola E.B. 2.3 Pedro Santarém Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividas Recursos Avaliação Preparar e organizar o trabalho a realizar com os alunos Distinguir número inteiro número fraccionário. Reconhecer

Leia mais

NÚMEROS NATURAIS < > Matemática = = Editora Exato 41 1. INTRODUÇÃO 4. OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS

NÚMEROS NATURAIS < > Matemática = = Editora Exato 41 1. INTRODUÇÃO 4. OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS NÚMEROS NATURAIS. INTRODUÇÃO Desde épocas mais antigas, a idéia de números a- companha a humanidade, e sempre o homem utilizou-se de símbolos, como marcações em paredes de cavernas, em ossos, para registrar

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação CENTRO EDUCACIONAL LA SALLE Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Trimestre:

Leia mais

Planificação Anual de Matemática 5º Ano

Planificação Anual de Matemática 5º Ano Planificação Anual de Matemática 5º Ano DOMÍNI OS CONTEÚDOS METAS AULA S Números naturais Compreender as propriedades e regras das operações e usá-las no cálculo. Propriedades das operações e regras operatórias:

Leia mais

Suportes de Aprendizagem

Suportes de Aprendizagem I.P.B.- Escola Superior de Educação de Bragança Dezembro 2001 Suportes de Aprendizagem Realizado por: Alexandra Azevedo Margarida Costa Marta Teixeira Verónica Cordeiro N.º8024 N.º5890 N.º7040 N.º8069

Leia mais

Ficha de Preparação para o teste

Ficha de Preparação para o teste Escola Secundária com º CEB de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do 7º ano - Nº16 Assunto: Objectivos para o teste de de Fevereiro/ Ficha de preparação para o teste Lições nº e Data / 0/ 010 Conteúdos

Leia mais

POTENCIAÇÂO. A potenciação é uma forma de representar uma multiplicação de fatores iguais.

POTENCIAÇÂO. A potenciação é uma forma de representar uma multiplicação de fatores iguais. POTENCIAÇÂO A potenciação é uma forma de representar uma multiplicação de fatores iguais. A potência é o resultado. x x x cada termo desta multiplicação é chamado de fator, portanto temos 4 fatores iguais

Leia mais

FRACÇÕES DEFINIÇÃO & OPERAÇÕES. Frações. onde a é o numerador; e b o denominador. O significado de uma fração

FRACÇÕES DEFINIÇÃO & OPERAÇÕES. Frações. onde a é o numerador; e b o denominador. O significado de uma fração Frações O símbolo a significa a b, sendo a e b números naturais e b diferente de zero. b Chamamos: a b fracção; onde a é o numerador; e b o denominador. Se a é múltiplo de b, então a é um número natural.

Leia mais

Processo Seletivo 2016. Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016. Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL ANASTÁCIA KRUK - ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO

COLÉGIO ESTADUAL ANASTÁCIA KRUK - ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO COLÉGIO ESTADUAL ANASTÁCIA KRUK - ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD E PLANEJAMENTO 2011 DISCIPLINA: MATEMÁTICA PROFESSOR EVANDRO ORTIZ DA SILVA PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD 2011 PROFESSOR:

Leia mais

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS COLÉGIO ESTADUAL SANTO ANTONIO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANO DE TRABALHO DOCENTE MATEMÁTICA 1º SEMESTRE /2012 SÉRIE:9 ANO A PROFESSORA: MARIA ANGELA DE LIMA CONTEÚDOS Conteúdos Estruturantes: Números

Leia mais

Seleção de módulos do Sistema de Ensino Ser 2014

Seleção de módulos do Sistema de Ensino Ser 2014 ABEU COLÉGIOS Disciplina: Matemática Série: 1 ano / Fundamental I (Bimestres) 1 Caderno 1 Seleção de módulos do Sistema de Ensino Ser 2014 Módulos Primeiras Noções - Comparação de tamanhos - Noções de

Leia mais

Ficha de Trabalho de Matemática do7º ano - nº Data / / 2011 Assunto: Preparação para o teste Lições nº,, e

Ficha de Trabalho de Matemática do7º ano - nº Data / / 2011 Assunto: Preparação para o teste Lições nº,, e Escola Secundária de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do7º ano - nº Data / / 0 Assunto: Preparação para o teste Lições nº,, e Apresentação dos Conteúdos e Objectivos para o º Teste de Avaliação

Leia mais

Expoentes fracionários

Expoentes fracionários A UUL AL A Expoentes fracionários Nesta aula faremos uma revisão de potências com expoente inteiro, particularmente quando o expoente é um número negativo. Estudaremos o significado de potências com expoentes

Leia mais

Actividade de enriquecimento. Algoritmo da raiz quadrada

Actividade de enriquecimento. Algoritmo da raiz quadrada Actividade de enriquecimento Algoritmo da raiz quadrada Nota: Apresenta-se uma actividade de enriquecimento e de um possível trabalho conjunto com as disciplinas da área de informática: os alunos poderão

Leia mais

CURSO DE MATEMÁTICA BÁSICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL CENTRO DE ENGENHARIA DA MOBILIDADE

CURSO DE MATEMÁTICA BÁSICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL CENTRO DE ENGENHARIA DA MOBILIDADE CURSO DE MATEMÁTICA BÁSICA Fatoração Equação do 1º Grau Equação do 2º Grau Aula 02: Fatoração Fatorar é transformar uma soma em um produto. Fator comum: Agrupamentos: Fatoração Quadrado Perfeito Fatoração

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

Matemática/15 6ºmat301r 6º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / Roteiro de Estudos para Recuperação Final de Matemática - 6 ano 1 Trimestre

Matemática/15 6ºmat301r 6º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / Roteiro de Estudos para Recuperação Final de Matemática - 6 ano 1 Trimestre Matemática/15 6ºmat301r 6º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / Roteiro de Estudos para Recuperação Final de Matemática - 6 ano 1 Trimestre Os conteúdos estão abaixo selecionados e deverão ser estudados

Leia mais

Escola Secundária com 3º ciclo de Lousada. Ficha de Trabalho de Matemática do 7º ano - nº 2 Data / 10 / 2008. Nome nº

Escola Secundária com 3º ciclo de Lousada. Ficha de Trabalho de Matemática do 7º ano - nº 2 Data / 10 / 2008. Nome nº Escola Secundária com º ciclo de Lousada PM Ficha de Trabalho de Matemática do 7º ano - nº Data / 0 / 008 Actividade: Preparação para o º teste de avaliação Lições nº e Nome nº. Os números na caracterização

Leia mais

Ficha de Preparação para o teste

Ficha de Preparação para o teste Escola Secundária com º CEB de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do 7º ano Turma B - nº Data / 01/ 009 e / 01 / 009 Assunto: Objectivos para o teste de de Fevereiro/ Ficha de preparação para o teste

Leia mais

8º Ano Planificação Matemática 14/15

8º Ano Planificação Matemática 14/15 8º Ano Planificação Matemática 14/15 Escola Básica Integrada de Fragoso 8º Ano Domínio Subdomínio Conteúdos Objetivos gerais / Metas Números e Operações Geometria e medida Dízimas finitas e infinitas periódicas

Leia mais

Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira Rio Maior

Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira Rio Maior Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira Rio Maior Ano Lectivo 008/009 Ficha de Exercícios/Problemas N.º 1 Critérios de Divisibilidade. Números Primos. Decomposição em Factores Primos. Raízes

Leia mais

Polinômios. Para mais informações sobre a história de monômios e polinômios, leia o artigo Monômios.

Polinômios. Para mais informações sobre a história de monômios e polinômios, leia o artigo Monômios. Um pouco de história Polinômios A grande maioria das pessoas que estão em processo de aprendizagem em matemática sempre buscam aplicações imediatas para os conteúdos. Não que esse deva ser um caminho único

Leia mais

Equipe de Matemática MATEMÁTICA

Equipe de Matemática MATEMÁTICA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 5B Ensino Médio Equipe de Matemática Data: MATEMÁTICA Conjunto dos números racionais O conjunto dos números racionais é uma ampliação do conjunto dos números inteiros.

Leia mais

Plano de Curso. Matemática Ensino Fundamental. Fase final ( 6º a 9º ano )

Plano de Curso. Matemática Ensino Fundamental. Fase final ( 6º a 9º ano ) Plano de Curso Matemática Ensino Fundamental Fase final ( 6º a 9º ano ) 2012 2 APRESENTAÇÃO Caro(a) professor(a), (...) Protege-me das incursões obrigatórias que sufocam o prazer da descoberta e com o

Leia mais

Prova de Matemática 6º Ano do Ensino Fundamental 2/6

Prova de Matemática 6º Ano do Ensino Fundamental 2/6 Prova de Matemática 6º Ano do Ensino Fundamental 2/6 01. O número decimal 2,385 está compreendido entre ( A ) 2,3905 e 3,0251. ( B ) 2,3754 e 2,3828. ( C ) 2,3805 e 2,3835. ( D ) 2,3799 e 2,3849. ( E )

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA. Marque no cartão-resposta anexo, a única opção correta correspondente a cada questão.

PROVA DE MATEMÁTICA. Marque no cartão-resposta anexo, a única opção correta correspondente a cada questão. CONCURSO DE ADMISSÃO 5 a SÉRIE/ENS.FUND/CMF. MATEMÁTICA 2005/06 PÁG - 02 PROVA DE MATEMÁTICA Marque no cartão-resposta anexo, a única opção correta correspondente a cada questão. 1. Na tabela abaixo, disponha

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. Ano: 6º Turma: 6.1

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. Ano: 6º Turma: 6.1 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Matemática Professor (a): Flávia Lúcia Ano: 6º Turma: 6.1 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Sugestão de Avaliação. Praticando. Edição Renovada. Matemática. 6 o ano 1 o bimestre Unidades 1, 2 e 3

Sugestão de Avaliação. Praticando. Edição Renovada. Matemática. 6 o ano 1 o bimestre Unidades 1, 2 e 3 Sugestão de Avaliação Edição Renovada Praticando 6 Matemática 6 o ano 1 o bimestre Unidades 1, e 3 Nome: n o : Série/Turma: Escola: Professor: Data: / / a) 1 Que números são estes? Escreva-os utilizando

Leia mais

Apostila de Matemática 16 Polinômios

Apostila de Matemática 16 Polinômios Apostila de Matemática 16 Polinômios 1.0 Definições Expressão polinomial ou polinômio Expressão que obedece a esta forma: a n, a n-1, a n-2, a 2, a 1, a 0 Números complexos chamados de coeficientes. n

Leia mais

Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano

Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano Conteúdos do 7º ano Conteúdos do 8º ano 1 Conjuntos numéricos 6 9-1 -4 IN 1 4 IN - Conjunto dos números Naturais IN = {1;;3;4;5;6 } Z - Conjunto

Leia mais

FRAÇÃO. Número de partes pintadas 3 e números de partes em foi dividida a figura 5

FRAÇÃO. Número de partes pintadas 3 e números de partes em foi dividida a figura 5 Termos de uma fração FRAÇÃO Para se representar uma fração através de figuras, devemos dividir a figura em partes iguais, em que o numerador representar a parte considera (pintada) e o denominador representar

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

POTENCIAÇÃO, RADICIAÇÃO E LOGARITMAÇÂO NOS NÚMEROS REAIS. Potenciação 1

POTENCIAÇÃO, RADICIAÇÃO E LOGARITMAÇÂO NOS NÚMEROS REAIS. Potenciação 1 POTENCIAÇÃO, RADICIAÇÃO E LOGARITMAÇÂO NOS NÚMEROS REAIS Potenciação 1 Neste texto, ao classificarmos diferentes casos de potenciação, vamos sempre supor que a base e o expoente sejam não nulos, pois já

Leia mais

1.2. Grandezas Fundamentais e Sistemas de Unidades

1.2. Grandezas Fundamentais e Sistemas de Unidades CAPÍTULO 1 Grandezas, Unidades e Dimensões 1.1. Medidas Uma grandeza física é uma propriedade de um corpo, ou particularidade de um fenómeno, susceptível de ser medida, i.e. à qual se pode atribuir um

Leia mais

BLOCO: ESPAÇO E FORMA

BLOCO: ESPAÇO E FORMA 2ª Matemática 4º Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade BLOCO: ESPAÇO E FORMA C1. Compreender os conceitos relacionados às características, classificações e propriedades das figuras geométricas,

Leia mais

Jogos com números Colocando números

Jogos com números Colocando números Jogos com números Colocando números 1) Coloque os dígitos de 1 a 6 sem repeti-los, cada um em um quadrado para que a igualdade expressada a seguir seja correta. Observe que dois quadrados juntos indicam

Leia mais

Sistemas de Unidades, Notação Científica, Algarismos Significativos Sistema de Internacional de Unidades

Sistemas de Unidades, Notação Científica, Algarismos Significativos Sistema de Internacional de Unidades Sistemas de Unidades, Notação Científica, Algarismos Significativos Sistema de Internacional de Unidades S. C. G. Granja Departamento de Matemática Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT Física 1,

Leia mais

Escola Secundária de Lousada

Escola Secundária de Lousada Escola Secundária de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do7º ano - nº Data / 0 / 0 Assunto: Preparação para o teste Lições nº,, e Data da Realização : / 0 / 0 Duração: 90 minutos Conteúdos Números

Leia mais

Números inteiros. Proposta de sequências de tarefas para o 7.º ano - 3.º ciclo

Números inteiros. Proposta de sequências de tarefas para o 7.º ano - 3.º ciclo Números inteiros Proposta de sequências de tarefas para o 7.º ano - 3.º ciclo Autores: Professores das turmas piloto do 7.º ano de escolaridade Ano lectivo 2008/09 Setembro de 2009 Proposta de planificação

Leia mais

205 educação, ciência e tecnologia

205 educação, ciência e tecnologia 05 A RESOLUÇÃO DE EQUAÇÕES HÉLIO BERNARDO LOPES * INTRODUÇÃO As primeiras noções do que é uma equação surgem logo nos primeiros anos do ensino secundário, onde se estudam as equações algébricas dos primeiro

Leia mais

Escola Secundária com 3ºCEB de Lousada

Escola Secundária com 3ºCEB de Lousada Escola Secundária com ºCEB de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática doº ano - nº Data / / 011 Assunto: Preparação para o teste Lições nº,, e Data da Realização : / 0 / 011 Duração: 90 minutos Conteúdos

Leia mais

a) 2 b) 3 c) 4 d) 5 e) 6

a) 2 b) 3 c) 4 d) 5 e) 6 Recordando operações básicas 01. Calcule as expressões abaixo: a) 2254 + 1258 = b) 300+590 = c) 210+460= d) 104+23 = e) 239 54 = f) 655-340 = g) 216-56= h) 35 x 15 = i) 50 x 210 = j) 366 x 23 = k) 355

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de PEDRÓGÃO GRANDE CONSELHO de DOCENTES 1.º CEB CURRÍCULO - Matemática 4.º Ano - 2012/2013

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de PEDRÓGÃO GRANDE CONSELHO de DOCENTES 1.º CEB CURRÍCULO - Matemática 4.º Ano - 2012/2013 ANUAL 164 dias letivos Números e Operações NO4 Números naturais Relações numéricas Múltiplos e divisores Operações com números naturais Adição Subtracção Multiplicação Divisão Regularidades Sequências

Leia mais

Planejamento Anual OBJETIVO GERAL

Planejamento Anual OBJETIVO GERAL Planejamento Anual Componente Curricular: Matemática Ano: 6º ano Ano Letivo: 2016 Professor(s): Eni e Patrícia OBJETIVO GERAL Desenvolver e aprimorar estruturas cognitivas de interpretação, análise, síntese,

Leia mais

Conteúdo Programático Anual 5º ano PORTUGUÊS

Conteúdo Programático Anual 5º ano PORTUGUÊS Conteúdo Programático Anual 5º ano PORTUGUÊS 1º BIMESTRE 1- Comunicação 2- Alfabeto: Vogais Consoantes - Ordem alfabética 3- Sílaba - separação - classificação 4- Encontro vocálico: ditongo tritongo -

Leia mais

b) A Sara vai dar uma festa e precisa de 50 bolas de Berlim. Quantas caixas terá de comprar?

b) A Sara vai dar uma festa e precisa de 50 bolas de Berlim. Quantas caixas terá de comprar? Múltiplos e divisores 1- Escreve os primeiros 10 múltiplos de: a) 6 c) 15 b) 10 d) 20 2- Uma caixa tem 8 bolas de Berlim. a) Quantas bolas de Berlim há em:. 3 caixas?. 5 caixas?. 20 caixas? b) A Sara vai

Leia mais

Eixo Temático ITema 1: Conjuntos Numéricos. Números e Operações

Eixo Temático ITema 1: Conjuntos Numéricos. Números e Operações Eixo Temático ITema 1: Conjuntos Numéricos Números e Operações 1. Conjunto dos números naturais 2. Conjunto dos números inteiros 1.0. Conceitos 3 1.1. Operar com os números naturais: adicionar, multiplicar,

Leia mais

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 64. Sistemas de numeração... 10

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 64. Sistemas de numeração... 10 Sumário Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1 Sistemas de numeração... 1 Sistema de numeração romano... 11 Sistema de numeração decimal... 14 Números e possibilidades... 1 Outras informações com números...

Leia mais

MATEMÁTICA. cos x : cosseno de x log x : logaritmo decimal de x

MATEMÁTICA. cos x : cosseno de x log x : logaritmo decimal de x MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: x : módulo do número x i : unidade imaginária sen x : seno de x cos x : cosseno de x log x : logaritmo

Leia mais

Curso Mentor. Radicais ( ) www.cursomentor.wordpress.com. Definição. Expoente Fracionário. Extração da Raiz Quadrada. Por definição temos que:

Curso Mentor. Radicais ( ) www.cursomentor.wordpress.com. Definição. Expoente Fracionário. Extração da Raiz Quadrada. Por definição temos que: Curso Metor www.cursometor.wordpress.com Defiição Por defiição temos que: Radicais a b b a, N, Observação : Se é par devemos ter que a é positivo. Observação : Por defiição temos:. 0 0 Observação : Chamamos

Leia mais

METODOLOGIA PARA O ENSINO DE POTÊNCIAS E RAÍZES QUADRADAS 1

METODOLOGIA PARA O ENSINO DE POTÊNCIAS E RAÍZES QUADRADAS 1 METODOLOGIA PARA O ENSINO DE POTÊNCIAS E RAÍZES QUADRADAS 1 Andressa Leseux 2, Rafael Ferreira Dalmolin 3, Eliane Miotto Kamphorst 4, Carmo Henrique Kamphorst 5, Camila Nicola Boeri Di Domenico 6, Ana

Leia mais

PERTURBAÇÕES ESPECÍFICAS DE APRENDIZAGEM

PERTURBAÇÕES ESPECÍFICAS DE APRENDIZAGEM Perturbações do Neurodesenvolvimento e do Comportamento PERTURBAÇÕES ESPECÍFICAS DE APRENDIZAGEM APRESENTAÇÃO DE: Carine Fernandes, Cláudia Camponez,Daniel Dias, Fátima Trindade, Mafalda Magalhães, Sara

Leia mais

Disciplina Curso Bimestre Série. Matemática Ensino Fundamental 2 6º Ano. Habilidades Associadas

Disciplina Curso Bimestre Série. Matemática Ensino Fundamental 2 6º Ano. Habilidades Associadas .Matemática Aluno Caderno de Atividades Pedagógicas de Aprendizagem Autorregulada - 02 6º Ano 2º Bimestre Disciplina Curso Bimestre Série Matemática Ensino Fundamental 2 6º Ano Habilidades Associadas 1.

Leia mais

HORÁRIO DAS VERIFICAÇÕES

HORÁRIO DAS VERIFICAÇÕES 5º ANO A e B. Disciplinas Narrativas: Lendas (livro págs. 130 e 131) Estudar também pelo caderno. A guerra do Paraguai; O fim da monarquia; Revisando (livro págs. 60 a 63; 64 a 71, 74 e 75); Estudar também

Leia mais

Cronograma de Avaliações 2º ano A (P1 2º Bimestre 2016) Cronograma de Avaliações 2º ano B P1 2º Bimestre 2016

Cronograma de Avaliações 2º ano A (P1 2º Bimestre 2016) Cronograma de Avaliações 2º ano B P1 2º Bimestre 2016 de Cidade Ademar Cronograma de Avaliações 2º ano A (P1 2º Bimestre 2016) Português 02/05 09/05 Leitura e interpretação p 73, 75 e 76 Produção de texto p. 63. Ortografia escreva corretamente p 31 a 35.

Leia mais

1-) Transforme os seguintes números decimais em frações decimais: a) 0,5 = b) 0,072. c) 347,28= d) 0,481 =

1-) Transforme os seguintes números decimais em frações decimais: a) 0,5 = b) 0,072. c) 347,28= d) 0,481 = 1-) Transforme os seguintes números decimais em frações decimais: a) 0,5 = b) 0,072 c) 347,28= d) 0,481 = 2-) Transforme as seguintes frações decimais em números decimais: 46 a) 100000 c) 13745 100 b)

Leia mais

Disciplina: Matemática Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33.

Disciplina: Matemática Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. Número natural; Números e medidas; Contando de 10 em 10; Cem unidades ou uma centena; Centenas, dezenas e unidades; Antecessor e sucessor de um número natural; Comparando números naturais; Identificar

Leia mais

Universidade Anhanguera Uniban

Universidade Anhanguera Uniban Prof. Cícero José Anhanguera Uniban 0 Universidade Anhanguera Uniban Curso: Licenciatura em Matemática 5ª série A Campus: Osasco Nome do aluno: Data: 0/0/0 A) Conhecendo as teclas da calculadora Casio

Leia mais

A raiz quadrada. Qual é o número positivo que elevado ao 16 = 4

A raiz quadrada. Qual é o número positivo que elevado ao 16 = 4 A UA UL LA A raiz quadrada Introdução Qual é o número positivo que elevado ao quadrado dá 16? Basta pensar um pouco para descobrir que esse número é 4. 4 2 = 4 4 = 16 O número 4 é então chamado raiz quadrada

Leia mais

Usando potências de 10

Usando potências de 10 Usando potências de 10 A UUL AL A Nesta aula, vamos ver que todo número positivo pode ser escrito como uma potência de base 10. Por exemplo, vamos aprender que o número 15 pode ser escrito como 10 1,176.

Leia mais

Descritores de Matemática Fundamental I

Descritores de Matemática Fundamental I Descritores de Matemática Fundamental I Tema I. Espaço e Forma Descritores de Matemática Fundamental I Tema I. Espaço e Forma D2 - Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos

Leia mais

Congruências Lineares

Congruências Lineares Filipe Rodrigues de S Moreira Graduando em Engenharia Mecânica Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) Agosto 006 Congruências Lineares Introdução A idéia de se estudar congruências lineares pode vir

Leia mais

Conteúdo Programático Anual. 4º ano MATEMÁTICA

Conteúdo Programático Anual. 4º ano MATEMÁTICA 4º ano MATEMÁTICA 1º BIMESTRE 1 Números Naturais Números e algarismos O uso dos números Conjunto dos números naturais Sucessor e antecessor Ordem crescente e ordem decrescente Números ordinais Números

Leia mais

PROVA MATEMÁTICA UFRGS CORREÇÃO DO PROFESSOR ALEXANDRE FAÉ. 8 100% 0,3 x% x = 3,75%. GABARITO: C. Classes D e E 2009 30,8% 2014 17% Taxa var.

PROVA MATEMÁTICA UFRGS CORREÇÃO DO PROFESSOR ALEXANDRE FAÉ. 8 100% 0,3 x% x = 3,75%. GABARITO: C. Classes D e E 2009 30,8% 2014 17% Taxa var. PROVA MATEMÁTICA UFRGS CORREÇÃO DO PROFESSOR ALEXANDRE FAÉ 6. ASSUNTO: MATEMÁTICA BÁSICA gotas ml 1 0, 5 5 ml em um minuto ml minutos 5 1 y 4 60 y 700 ml 7, litros 60per 7. ASSUNTO: MATEMÁTICA BÁSICA 60

Leia mais

Raiz Quadrada e Raiz Cúbica. Expressões com Variáveis

Raiz Quadrada e Raiz Cúbica. Expressões com Variáveis Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira Rio Maior Ano Lectivo 008/009 Ficha de Trabalho n.º 4 Nome: N.º Data / / Raiz Quadrada e Raiz Cúbica. Expressões com Variáveis 1. Completa a tabela

Leia mais

Matemática Ficha de Trabalho Equações

Matemática Ficha de Trabalho Equações Matemática Ficha de Trabalho Equações 7ºano. Considera a equação: 4 + b = b + 8. Indique: a) A incógnita b) O º membro c) O º membro d) Os termos do º membro e) Os termos do º membro f) Verifica se e 7

Leia mais

Aula 05 - Erivaldo MATEMÁTICA BÁSICA

Aula 05 - Erivaldo MATEMÁTICA BÁSICA Aula 05 - Erivaldo MATEMÁTICA BÁSICA Principais produtos notáveis I- (a + b).(a b) = a 2 a.b + b.a b 2 I- (a + b).(a b) = a 2 b 2 O Produto de uma soma por uma diferença resulta no quadrado do primeiro

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA Nome: Nº 6ºAno Data: / / Professores: Leandro e Renan Nota: (Valor 2,0) 1. Apresentação: Prezado aluno, A estrutura da recuperação bimestral paralela do Colégio

Leia mais

9 = 3 porque 3 2 = 9. 16 = 4 porque 4 2 = 16. -125 = - 5 porque (- 5) 3 = - 125. 81 = 3 porque 3 4 = 81. 32 = 2 porque 2 5 = 32 -32 = - 2

9 = 3 porque 3 2 = 9. 16 = 4 porque 4 2 = 16. -125 = - 5 porque (- 5) 3 = - 125. 81 = 3 porque 3 4 = 81. 32 = 2 porque 2 5 = 32 -32 = - 2 COLÉGIO PEDRO II Cpus Niterói Discipli: Mteátic Série: ª Professor: Grziele Souz Mózer Aluo (: Tur: Nº: RADICAIS º Triestre (Reforço) INTRODUÇÃO 9 porque 9 porque - - porque (- ) - 8 porque 8 porque De

Leia mais

Disciplina: MATEMÁTICA Trimestre: 1º Professora: Ana Eudóxia Alux Bessa Série: 8º Turma: 81,82,83 e 84

Disciplina: MATEMÁTICA Trimestre: 1º Professora: Ana Eudóxia Alux Bessa Série: 8º Turma: 81,82,83 e 84 COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: MATEMÁTICA Trimestre: 1º Professora: Ana Eudóxia Alux Bessa Série:

Leia mais

ATIVIDADE DE MATEMÁTICA (PARA CASA) Data de entrega 18/04/2012

ATIVIDADE DE MATEMÁTICA (PARA CASA) Data de entrega 18/04/2012 OSASCO, DE DE 01 NOME: PROF. 8º ANO ATIVIDADE DE MATEMÁTICA (PARA CASA) Data de entrega 18/04/01 1. Deseja-se fixar o comprimento e a largura de uma sala de modo que a sua área seja 36 m. a) Se a largura

Leia mais

MATEMÁTICA Livro e Caderno de Atividades Capítulos 3, 6 e 7 (até a página 122).

MATEMÁTICA Livro e Caderno de Atividades Capítulos 3, 6 e 7 (até a página 122). COLÉGIO E CURSO ALMIRANTE TAMANDARÉ CONTEÚDO DAS APS2 Conteúdos 2º Ano Livro Buriti Unidade 3: No ambiente tudo acontece. Livro e Caderno de Atividades Capítulos 3, 6 e 7 (até a página 122). Livro Linguagens

Leia mais

Conjuntos Numéricos Conjunto dos números naturais

Conjuntos Numéricos Conjunto dos números naturais Conjuntos Numéricos Conjunto dos números naturais É indicado por Subconjuntos de : N N e representado desta forma: N N 0,1,2,3,4,5,6,... - conjunto dos números naturais não nulos. P 0,2,4,6,8,... - conjunto

Leia mais

Ano: 6º Turma: 6.1 e 6.2

Ano: 6º Turma: 6.1 e 6.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 3ª Etapa 2014 Disciplina: Matemática Professor (a): Flávia Lúcia Ano: 6º Turma: 6.1 e 6.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Aula 6 Propagação de erros

Aula 6 Propagação de erros Aula 6 Propagação de erros Conteúdo da aula: Como estimar incertezas de uma medida indireta Como realizar propagação de erros? Exemplo: medimos A e B e suas incertezas. Com calcular a incerteza de C, se

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 MATEMÁTICA- 3º ANO. Calendarização Domínio/ Subdomínio Objetivos gerais Descritores de desempenho Números e Operações

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 MATEMÁTICA- 3º ANO. Calendarização Domínio/ Subdomínio Objetivos gerais Descritores de desempenho Números e Operações PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 MATEMÁTICA- 3º ANO Calendarização Domínio/ Subdomínio Objetivos gerais Descritores de desempenho Números e Operações Conhecer os números Números naturais ordinais 1.Utilizar

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS NÍVEIS DA ESCALA DE DESEMPENHO DE MATEMÁTICA SAEB

DESCRIÇÃO DOS NÍVEIS DA ESCALA DE DESEMPENHO DE MATEMÁTICA SAEB DESCRIÇÃO DOS NÍVEIS DA ESCALA DE DESEMPENHO DE MATEMÁTICA SAEB 5º e 9º. Ano do Ensino Fundamental (continua) e exemplos de competência Nível 0 - abaixo de 125 A Prova Brasil não utilizou itens que avaliam

Leia mais

Sugestões de atividades. Unidade 5 Frações MATEMÁTICA

Sugestões de atividades. Unidade 5 Frações MATEMÁTICA Sugestões de atividades Unidade 5 Frações MATEMÁTICA Matemática. Considerando as frações indicadas a seguir, escreva V para as afirmações verdadeiras e F para as falsas. Qual é o resultado da adição?.

Leia mais

Considere as situações:

Considere as situações: Considere as situações: 1ª situação: Observe as dimensões da figura a seguir. Qual a expressão que representa a sua área? X X x 2 ou x. x 2ª situação: Deseja se cercar um terreno de forma retangular cujo

Leia mais

TEORIA DOS NÚMEROS CONJUNTO DOS NÚMEROS NATURAIS

TEORIA DOS NÚMEROS CONJUNTO DOS NÚMEROS NATURAIS TEORIA DOS NÚMEROS Número: é o resultado da comparação de uma grandeza com a unidade. Grandeza: é tudo aquilo que pode ser pesado, medido ou contado. Unidade: é uma grandeza que serve para medir outras

Leia mais

Escola Secundária com 3ºCEB de Lousada. Ficha de Trabalho de Matemática do 9º ano - nº Data / / 2010

Escola Secundária com 3ºCEB de Lousada. Ficha de Trabalho de Matemática do 9º ano - nº Data / / 2010 Escola Secundária com 3ºCEB de Lousada Ficha de Trabalho de Matemática do 9º ano - nº Data / / 010 Assunto: Preparação para o teste Lições nº,, e Apresentação dos Conteúdos e Objectivos para o 1º Teste

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 8.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL 1. Representação, comparação e ordenação. Representar números racionais

Leia mais

GABARITO PROVA AMARELA

GABARITO PROVA AMARELA GABARITO PROVA AMARELA 1 MATEMÁTICA 01 A 11 A 0 E 1 C 03 Anulada 13 Anulada 04 A 14 B 05 B 15 C 06 D 16 A 07 D 17 E 08 A 18 C 09 E 19 C 10 C 0 C GABARITO COMENTADO PROVA AMARELA 01. Utilizando que (-1)

Leia mais