Boletim Nº 4 Maio 2013 Edição da Junta de Freguesia de Foros de Vale de Figueira. Apoios da Junta. Reuniões de Junta. Atendimento do Presidente

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim Nº 4 Maio 2013 Edição da Junta de Freguesia de Foros de Vale de Figueira. Apoios da Junta. Reuniões de Junta. Atendimento do Presidente"

Transcrição

1 Boletim Nº 4 Maio 2013 Edição da Junta de Freguesia de Foros de Vale de Figueira Apoios da Junta >> Serviços de fotocópias, faxes e internet na sede da Junta de Freguesia Caros conterrâneos O tempo não pára, parece que foi ontem que iniciamos este mandato e já estamos no decorrer do 4º e último ano. Desta forma decidimos publicar este 4º boletim, por forma que todos fiquem mais informados acerca das nossas atividades efetuadas neste último ano. Este último ano foi bastante ativo, sendo que é de salientar a enorme ofensiva que todos sofremos contra o Poder Local Democrático. Não deixa de ser caricato que sendo as juntas de freguesia a instituição democrática com maior proximidade das populações, que tudo têm feito para melhorar as condições de vida das mesmas que em nada têm contribuído para o empobrecimento do país, venham agora a sofrer tão duro golpe com os encerramentos já aprovamos na Assembleia da República. Felizmente a nossa junta não foi contemplada naquelas que são para extinguir, contudo estamos solidários e tristes com todas aquelas que estão assinaladas para extinção e mais em especial com as nossas vizinhas. É de salientar que esta ofensiva não pára por aqui, pois para aquelas como a nossa, que não foi extinta, sofreu até agora um corte nas verbas provenientes do Estado de cerca de ,00/ano. Pelo que se desenha virão muito brevemente mais cortes nestas verbas, e se assim for, também aquelas que ficarem abertas (como a nossa) correm sérios riscos de ter de fechar por dificuldades financeiras. Este executivo tudo tem feito para contrariar essas medidas, sendo que temos participado em praticamente todas as iniciativas locais e nacionais de luta contra tal desgoverno. Contudo e apesar dessa enorme nuvem negra que tem pairado sobre todos nós, temos continuado o nosso trabalho sempre com o intuito principal de fazer mais e melhor pela nossa freguesia. Este leque de atividades que aqui apresentamos demostra isso mesmo, e realmente só não é ainda mais extenso e rico, fruto das escassas receitas que temos e que mais agravadas foram com os já atrás referidos cortes nas verbas provenientes do Estado (FFF-Fundo de Financiamento das Freguesias) È de salientar também a excelente cooperação da Câmara Municipal, que tem estado sempre do nosso lado e que só graças a isso mesmo, nos tem sido possível levar a cabo algumas das atividades mencionadas. Em conclusão afirmamos que continuaremos empenhados e unidos nesta caminhada, tudo fazendo em prol da nossa freguesia. O Executivo da Junta de Freguesia Foros de Vale de Figueira >> Cedência dos espaços do Centro Cultural para diversos eventos. Reuniões de Junta >> A Junta reúne semanalmente à Quarta- Feira pelas 10h00 Atendimento do Presidente >> Sempre que requisitado pelos habitantes da freguesia horário de Funcionamento: (Secretaria) >>9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30

2 município; Assinatura de protocolos anuais de descentralização de competências entre a JF e o Presença dos representantes da JF no almoço convívio da Associação de Reformados da freguesia no dia 25 abril; Participação do presidente da junta nas sessões da assembleia municipal; Representação por parte dos membros do executivo, nas reuniões da Proteção Civil periodicamente; Assinatura de acordo e cooperação com a loja Fernando oculista de Montemor-o- Novo em beneficio dos moradores da freguesia; O presidente da junta esteve presente assim como outros autarcas no encontro organizado pela ANAFRE 24/04/2013 foram abordados assuntos relacionados com as politicas atuais; RECOLHA DE MONOS/RESIDUOS VERDES A RUA ONDE MORA É O ESPELHO DE QUEM LÁ VIVE Acabe com os MONOS da sua rua ligue à JF : para a recolha e faça a sua marcação, o serviço é GRATUITO Limpeza das fossas sépticas; Desentupimentos nas redes de esgotos públicos; Desobstrução das grelhas de águas pluviais, nas ruas; Limpeza das ruas; Recolha de lixo do cemitério; 1

3 Arranjos e manutenção dos caminhos de terra batida na área geográfica da freguesia; Requisito da JF à EP (zona Évora) para a desobstrução do curso de água (zona do Pinhal da Poupa ) que atravessa a EN114; Construção de novas instalações para a máquina do Multibanco, anexa à sede da JF; Reposição da cobertura do palco exterior, danificada pelos fortes ventos; Pintura e manutenção dos edifícios públicos sobe a alçada da JF; Remoção do bloco de CCI do beco 5 da rua 1º Maio, para local de melhor acesso dos moradores, para a rua 8 de Março; Colocação da porta nas galerias do centro cultural, para preservação do local e criação de um novo espaço; Adjudicada a proposta de execução da obra de substituição do telhado do edifício sede da JF; Projetada a requalificação do espaço verde da rua Miguel Torga para criar um local de lazer infantil e juvenil; Alteração nas instalações dos anexos (arrecadações) da sede da JF, alterações ao nível dos seus acessos; Aquisição de utensílios de trabalho indispensáveis aos diversos trabalhos efetuados pelos nossos serviços; Arranjos nos passeios da rua G.H.Delgado e plantação de novas árvores em substituição das existentes em parceria com a CMMN; Adjudicada a obra de construção do muro de sustentabilidade da vala, da rua António Casquinha; 2

4 Reparação das ruas em alcatrão, na localidade; Colocado de um espelho convexo, na rua 8 de Março, para prevenção e melhoramento da segurança automóvel; Arranjos de diversas grelhas de escoamento de águas pluviais, nas ruas da localidade; Conversações com os dirigentes da EP para empedramento e colocação de manilhas nas valas laterais à EN114, na zona que atravessa a localidade; Manutenção dos espaços interiores e exteriores do cemitério da freguesia; Fornecimento de água nos reservatórios do cemitério periodicamente; Aquisição de uma eletrobomba indispensável aos serviços efetuados no cemitério; Efetuadas pequenas reparações e manutenção no cemitério; Continua-se a manter limpo o espaço exterior e interior do cemitério da freguesia. 3

5 Recolha dos resíduos verdes dos jardins e quintais dos moradores ás segundas feiras; Aplicação de monda química nos locais públicos e vias da localidade; Recolha de monos (ferro/madeira); Corte das árvores na berma da EN114 (próximo do café Chico Russo ) em parceria com a EP. Cessaram assim os problemas causados por estas, ao nível do ambiente (libertação de pólen que incomodava a vizinhança) e ainda as suas raízes provocavam entupimentos na rede de esgotos; Gerência da cantina escolar continua a ser feita pela JF, fornecimento de alimentos, produtos de higiene e limpeza, protocolo entre a JF e a CMMN; Reparação da fotocopiadora, ao serviço nas instalações, do estabelecimento de ensino da freguesia; Recuperação dos danos causados, fruto do assalto ocorrido no edifício escolar; Participação colaboração e apoio nas atividades escolares e ofertas simbólicas nas épocas festivas (Páscoa e Natal); Cedências das instalações do centro cultural para alguns eventos organizados pela comunidade escolar; Transporte, semanal, dos professores para proporcionar ás crianças do Jardim de Infância a oportunidade da prática do ténis; Fornecimento de lenha para o aquecimento das salas de aulas; À disposição os meios logísticos da JF quando requisitados pelo pessoal docente; Satisfeitos os pedidos de alimentos para a realização de algumas atividades pontuais, realizadas na escola; 4

6 Realização de pequenos arranjos nos espaços da escola; Realização das limpezas (interiores e exteriores dos edifícios escolares) do inicio do ano escolar; Colaboração com a Escola Agrícola de Vendas Novas, na divulgação das suas atividades e cursos que têm para oferecer aos seus educandos; Cooperação na divulgação e angariação de futuros apicultores, com entidade fomentadora de formação nesta área, a funcionar em Montemor; A.T.L. Proporcionamos todo o apoio possível ao funcionamento do ATL- centro lúdico da nossa comunidade; Facilitado o transporte das crianças entre o espaço do ATL e a escola sempre que as condições climatéricas são desfavoráveis; Fornecemos os produtos de higiene e limpeza para manutenção das instalações do ATL-centro lúdico, conforme compromisso assumido de anos anteriores; Os nossos meios logísticos continuam também à disposição da direção da Associação de Pais que dirige o ATL; B.T.T. Transporte efetuado pelos nossos meios, em algumas deslocações, dos atletas do grupo do BTT de FVF; Cedências das instalações recreativas na organização dos seus eventos desportivos; FOROS DE VALE DE FIGUEIRA FUTEBOL CLUBE Atualmente asseguramos o pagamento da fatura de eletricidade das instalações do parque desportivo; 5

7 Manutenção do parque desportivo do Foros de Vale de Figueira Futebol Clube: limpeza das instalações dos balneários, polidesportivo e passagem do campo futebol para retirar as ervas: Ténis A decorrem as aulas de ténis, duas vezes por semana no polidesportivo, a carrinha da JF efetua os transportes dos professores e alunos; Participação e disponibilização dos nossos meios logísticos e transporte na organização do 1º torneio de ténis que decorreu pela Páscoa, no polidesportivo; Estafeta da Liberdade Este ano, participaram na 33ª Estafeta da Liberdade, três equipas em representação da nossa freguesia, num total de cerca de setenta participantes. Fomos a freguesia com melhor representação; No almoço convívio decorrido após a prova da estafeta, organizado pela autarquia nas instalações do centro cultural, contamos com o apoio e ajuda de alguns voluntários, na organização do mesmo, desde já os nossos agradecimentos a todos; Oferta de T Shirt, aos participantes na estafeta, queremos também congratular todos pelo seu empenho e boa vontade em participar; Ténis de Mesa A prática do ténis de mesa está a ter uma grande adesão, diariamente inúmeros adeptos praticam a modalidade, para além da prática desportiva criou-se mais um espaço de convívio; Este ano, também os praticantes do ténis de mesa vão participar nos Jogos do Município; Futebol juvenil A requisito dos pais dos jovens praticantes de futebol em Lavre, é efetuado o transporte dos jogadores semanalmente aos treinos, em parceria com a freguesia Lavre; Jogos do Município Participação da autarquia nos Jogos do Município em quatro modalidades: malhaténis-suéca e ténis de mesa; 6

8 7 Organização por parte da JF nas fases da freguesia, três das modalidades dos Jogos do Município; Fornecido o transporte aos participantes dos Jogos do Município; Ginástica Continua a decorrer a prática da ginástica de manutenção e aeróbica nas instalações do centro cultural; Foi posto á disposição um novo espaço, nas instalações do centro cultural, para a prática da atividade física com máquinas. Tanto os equipamentos, como a coordenação da atividade está sobe a responsabilidade do grupo da aeróbica; Clube Motorizadas Clássicas 50 C.C. O Clube de Motorizadas Clássicas 50 CC obteve todo o apoio possível, da parte da nossa autarquia, no seu passeio anual, que decorreu inserido nas festividades de verão, com oferta de algumas lembranças aos participantes do mesmo; O grupo do Rancho folclórico contou com o apoio na logística e na disponibilização das instalações, para o decorrer do seu festival anual de folclore, por parte da JF; Os ensaios deste grupo de danças folclóricas, continuam a decorrer no pavilhão do centro cultural; As já famosas festividades de verão contaram, mais um ano, com os apoios da JF na logística. E na cedências das instalações do centro cultural e recinto envolvente; O grupo de jovens que integram a prática das danças do HIP HOP, tem contado com a nossa carrinha. Em diversas deslocações;

9 8 As instalações são lhes também cedidas para prática semanal da sua atividade assim como para os eventos organizados ao longo do ano por este grupo de juventude com muita atividade; Por iniciativa desta J.F. ocorreu no período das férias de verão o ATL de verão, onde registamos uma excelente adesão com cerca de 40 crianças e jovens. Para a efetividade desta iniciativa foi celebrado um protocolo entre a J.F. e a CMMN. De realçar também a excelente monotorização com que esta atividade decorreu o que a tornou um sucesso; As instalações do centro cultural foram cedidas para inúmeros eventos públicos e particulares; No assinalar dos 50 anos das grutas do Escoural foram organizadas três visitas completamente gratuitas. Estas visitas destinam-se à nossa população; Inseridos no Ciclo da Primavera, foram este ano agendados para a nossa freguesia quatro espetáculos: 21 de março teatro de fântoches;29 março curtas metragens;18 maio: Margarida Guereiro; 15 junho: tributo a José Cid; Efetuadas limpezas nas instalações do posto médico, pelos nossos serviços; Decorreu este ano na nossa freguesia a campanha de rastreio do cancro da mama, junto ás instalações do centro cultural, a JF facultou, para tal as suas instalações anexas; Disponibilização dos meios logísticos e instalações da sede da JF, para a colheita de sangue efetuada pelo IPS. Nestas duas colheitas registou-se uma excelente participação dos nossos residentes, tendo-se registado 28 e 32 dádivas respetivamente; Participação na Marcha da Saúde que decorreu no mês de abril, como habitualmente e que contou com a participação da comunidades escolar: alunos, professoras, auxiliares, encarregados de educação das crianças e alguns populares;

10 A marcha da saúde e os seus participantes, contaram ainda com o apoio da nossa carrinha, assim como com a distribuição de águas e no final do percurso utilizaram o pavilhão do centro cultural onde decorreu uma mega aula de ginástica; Ocorreu mais uma época de caça, proporcionado pelo Couto da Herdade do Freixo do Meio em parceria com a JF; A JF responsabilizou-se na coordenação das caçadas disponibilização dos seus meios logísticos; assim como na Foi negociado um novo contrato de prestação de serviços de comunicações, no sentido de minimizar os custos na área das comunicações da JF; Facultaram-se os meios para a elaboração e impressão dos folhetos de informação das suas festividades, ao grupo da comissão da igreja nova; O pavilhão foi também requisitado pelo mesmo grupo para o decorrer do almoço convívio que decorreu durante o mês de maio; Facultado o pavilhão e seus anexos para a pausa de vários grupos de peregrinos a Fátima; Cedência de transporte e instalações do centro cultural a um grupo de escuteiros; Apoio logístico à Associação de Reformados e pagamento do consumo de eletricidade da sua sede e cedência das instalações para as suas atividades; Cedência de transporte ao Grupo coral da Associação de Reformados em algumas das suas deslocações; O dia da Defesa Nacional visa sensibilizar os jovens para a temática da Defesa Nacional e divulgar o papel das Forças Armadas. Obrigatório a todos os cidadãos que cumpram 18 anos de idade. 9

11 Foram várias as formas de protesto empreendidas, pela autarquia no protesto contra a extinção das juntas de freguesia; Colocação de faixas, junta da EN114, dentro da localidade, em protesto à politica da extinção das freguesias; Participação por parte dos eleitos e dos funcionários da JF assim como também contaram com a presença de alguns residentes, em várias manifestações contra a politica atual. O nosso transporte também foi utilizado na deslocação para algumas destas ações;

12 Boletim da Freguesia Nº 4 Maio 2013 Coordenação Editorial e Redatorial da Freguesia de Foros de Vale de Figueira Junta de Freguesia de FOROS DE VALE DE FIGUEIRA a Freguesia em movimento. Rua Bento Gonçalves nº 2/ Foros de Vale de Figueira Telf./fax Site: Ficha Técnica: -Recolha de elementos/fotografia -Capa-Textos/Paginação -Produção-impressão Da: Junta de Freguesia FVF Tiragem: 400 exemplares O Papel das JUNTAS DE FREGUESIA é IMPORTANTE!...

Espaço escolar. Transporte escolar. ATL centro lúdico

Espaço escolar. Transporte escolar. ATL centro lúdico Como em anos anteriores, continuamos a dar todo o nosso apoio, possível, no dia à dia da comunidade escolar, nas suas atividades e com a proximidade da quadra do Natal, fizemos questão de dar a toda a

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO E INFORMAÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE GESTÃO E INFORMAÇÃO FINANCEIRA Junta de Freguesia de A-Dos-Negros 2º Trimestre 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO E INFORMAÇÃO FINANCEIRA Exmos. Senhores: Presidente da Assembleia Senhores Deputados Senhores Munícipes Começo por, em nome do Executivo,

Leia mais

Freguesia de Vila Cova à Coelheira Concelho de Vila Nova de Paiva

Freguesia de Vila Cova à Coelheira Concelho de Vila Nova de Paiva INDÍCIE: Introdução Informação da actividade da Junta de Freguesia Funções Gerais Funções Sociais Funções económicas Situação Financeira da Freguesia INTRODUÇÃO: De acordo com o disposto na alínea o),

Leia mais

plano anual de educação ambiental

plano anual de educação ambiental plano anual de educação ambiental 2009/2010 complexo de educação ambiental da quinta da gruta PROGRAMA FAMÍLIAS Grelha Resumo por Sector Sector Rios/Espaços Verdes Animais Dias comemorativos Férias Datas

Leia mais

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações:

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações: Nr Área Recomendação Valido Abstenh o-me C/6 E/7 F/7 Voluntariado Aproveitar espaços sem utilização para fazer jardins, espaços para convívio e locais de desporto para a população. Promover a limpeza dos

Leia mais

ATA N.º 16/2011 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 01/02/2011

ATA N.º 16/2011 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 01/02/2011 ATA N.º 16/2011 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 01/02/2011 Nos Termos do art.º 91.º da Lei nº.169/99, de 18/09, as atas são publicitadas na íntegra, mediante edital afixado durante 5 dos 10 dias subsequentes à sua

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2014

PLANO DE ACTIVIDADES 2014 PLANO DE ACTIVIDADES 2014 Os atuais órgãos sociais do Clube Recreativo Charnequense foram eleitos em Janeiro do corrente ano, como é do conhecimento dos associados. De acordo com os Estatutos do Clube,

Leia mais

Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014

Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014 Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014 Representação Externa No período em análise no âmbito das suas funções, a Presidente da Junta

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO JUNTA DE FREGUESIA DE S. JOÃO DO CAMPO EDITORIAL SUMÁRIO ANO 7 BOLETIM Nº 27 2012 JULHO AGOSTO SETEMBRO EDITORIAL

BOLETIM INFORMATIVO JUNTA DE FREGUESIA DE S. JOÃO DO CAMPO EDITORIAL SUMÁRIO ANO 7 BOLETIM Nº 27 2012 JULHO AGOSTO SETEMBRO EDITORIAL ANO 7 BOLETIM Nº 27 2012 SUMÁRIO BOLETIM INFORMATIVO EDITORIAL JULHO AGOSTO SETEMBRO A Rua principal, a Dr Jaime Cortesão tem estado cortada EDITORIAL MANIFESTAÇÃO EM LISBOA POSTO MÉDICO ao trânsito, devido

Leia mais

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Ao décimo primeiro dia do mês de março de dois mil e treze, pelas nove horas e trinta minutos, no edifício da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, reuniu o Conselho

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr. JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006 Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.ª Guadalupe Tel. e Fax: 266 781 165 Tel.: 266 747 916 email: jfguadalupe@mail.evora.net

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA Editorial EXECUTIVO Paulo Alexandre da Silva Quaresma 34 anos, professor Caro(a) amigo(a), Presidente Recursos Humanos, Informação e Atendimento, Habitação Social, Reabilitação Urbana, Espaços Verdes,

Leia mais

INFORMAÇÃO DA ATIVIDADE DA JUNTA DE FREGUESIA

INFORMAÇÃO DA ATIVIDADE DA JUNTA DE FREGUESIA INFORMAÇÃO DA ATIVIDADE DA JUNTA DE FREGUESIA Período de 05-04-2014 a 17-06-2014 Reuniões de trabalho com o Sr. Presidente, Sr. Vice-Presidente e Vereadores da Câmara Municipal, no âmbito do planeamento

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES ORÇAMENTO

PLANO DE ATIVIDADES ORÇAMENTO CENTRO DE CULTURA E DESPORTO DO PESSOAL DO MUNICÍPIO DE CASCAIS PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2016 Índice 1. Introdução... 3 2. Eixos Estratégicos... 4 3. Objetivos Estratégicos... 5 4. Notas Finais...

Leia mais

APOIO A ESCOLAS, ASSOCIAÇÕES DE ESTUDANTES E ASSOCIAÇÕES DE PAIS

APOIO A ESCOLAS, ASSOCIAÇÕES DE ESTUDANTES E ASSOCIAÇÕES DE PAIS APOIOS A DIVERSAS ENTIDADES, INSTITUIÇÕES, ASSOCIAÇÕES E COLECTIVIDADES NO ANO DE 2014 APOIO A ESCOLAS, ASSOCIAÇÕES DE ESTUDANTES E ASSOCIAÇÕES DE PAIS Apoio à Associação de Estudantes da Escola Secundária

Leia mais

RELATÓRIO DA ATIVIDADE POR UMA MOBILIDADE MAIS SUSTENTÁVEL

RELATÓRIO DA ATIVIDADE POR UMA MOBILIDADE MAIS SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DA ATIVIDADE POR UMA MOBILIDADE MAIS SUSTENTÁVEL 1. Dia da atividade 19 de Abril 2. Objetivos / Acções 2.1 Promoção de uma mobilidade mais sustentável, apelando aos alunos que, nesse dia, caso

Leia mais

Aos Órgãos Sociais da FAPODIVEL. Odivelas, 20 de Novembro de 2010. Caros Colegas,

Aos Órgãos Sociais da FAPODIVEL. Odivelas, 20 de Novembro de 2010. Caros Colegas, Aos Órgãos Sociais da FAPODIVEL Odivelas, 20 de Novembro 2010 Caros Colegas, Estando a terminar este ano de trabalho na Federação Concelhia de Odivelas, da qual eu fiz parte dos seus Órgãos Sociais neste

Leia mais

Regulamento. Conselho Municipal de Desporto

Regulamento. Conselho Municipal de Desporto Regulamento Conselho Municipal de Desporto 30.abril.2015 CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM CONSELHO MUNICIPAL DE DESPORTO Preâmbulo Considerando que as autarquias, pela sua proximidade com a população, são

Leia mais

---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor:

---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor: - Conselho Municipal de Educação de Vila Real - Proposta de Regulamento ---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor: A Lei de Bases do Sistema Educativo

Leia mais

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196. 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.916,00 1 ENSINO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO 116.500,00 93.625,00 100.574,00 103.487,00 1 Apoios e subsídios CM 13 18 5 05-06-02-03-99 1.000,00 1.030,00 2.122,00

Leia mais

R E G I M E N T O. Preâmbulo

R E G I M E N T O. Preâmbulo R E G I M E N T O Preâmbulo A Lei de Bases do Sistema Educativo (Lei n.º 46/86, de 14 de outubro, com a redação que lhe foi dada pela Lei n.º 115/97, de 19 de setembro) e de acordo com as alterações introduzidas

Leia mais

Câmara Municipal de Resende REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO

Câmara Municipal de Resende REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO Câmara Municipal de Resende REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO A Lei n.º 159/99, de 14 de setembro estabelece no seu artigo 19º, nº 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS 1. APRESENTAÇÃO PRINCÍPIOS E VALORES Acreditamos pela força dos factos que o desenvolvimento desportivo de um Concelho ou de uma Freguesia, entendido na sua vertente quantitativa e qualitativa, exige uma

Leia mais

Regulamento de Utilização do Pavilhão Desportivo da Escola Básica 2,3 de Arco de Baúlhe (Apêndice N.º 10 II Série N.º 17 21 de Janeiro de 2003)

Regulamento de Utilização do Pavilhão Desportivo da Escola Básica 2,3 de Arco de Baúlhe (Apêndice N.º 10 II Série N.º 17 21 de Janeiro de 2003) Regulamento de Utilização do Pavilhão Desportivo da Escola Básica 2,3 de Arco de Baúlhe (Apêndice N.º 10 II Série N.º 17 21 de Janeiro de 2003) Preâmbulo O presente normativo inscreve-se na pretensão de

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE SERPA E A JUNTA DE FREGUESIA DE SALVADOR

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE SERPA E A JUNTA DE FREGUESIA DE SALVADOR PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE SERPA E A JUNTA DE FREGUESIA DE SALVADOR Entre: A Câmara Municipal de Serpa, representada pelo seu Presidente, João Manuel

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE CANAVIAIS Concelho de Évora GRANDES OPÇÕES DO PLANO

JUNTA DE FREGUESIA DE CANAVIAIS Concelho de Évora GRANDES OPÇÕES DO PLANO GRANDES OPÇÕES DO PLANO Na continuidade das opções que temos vindo a desenvolver ao longo do nosso mandato, que reflectem nas suas linhas gerais de orientação, uma constante preocupação em proporcionar

Leia mais

Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão. Preâmbulo

Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão. Preâmbulo REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO FUNDÃO Publicação II SÉRIE N.º 98 20 de Maio de 2010 Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão Preâmbulo A Lei de Bases do Sistema Educativo

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE GÂMBIA, PONTES E ALTO DA GUERRA

JUNTA DE FREGUESIA DE GÂMBIA, PONTES E ALTO DA GUERRA JUNTA DE FREGUESIA DE GÂMBIA, PONTES E ALTO DA GUERRA De 1 a 30 Exposição José Afonso - Geografias de Uma Vida. Polo da Biblioteca Torneios de sueca e de ténis de mesa. Torneios de damas, sueca, dominó

Leia mais

Maratona BTT 5 Cumes realiza-se a 23 de Setembro em Barcelos

Maratona BTT 5 Cumes realiza-se a 23 de Setembro em Barcelos Em 2011 foi a Maratona com maior participação das provas da FPC Maratona BTT 5 Cumes realiza-se a 23 de Setembro em Barcelos A oitava edição da Maratona BTT 5 Cumes foi apresentada na última quinta-feira

Leia mais

Águas de Gondomar considerada novamente uma das Melhores Empresas para Trabalhar. A Águas de Gondomar, de acordo com os resultados publicados na

Águas de Gondomar considerada novamente uma das Melhores Empresas para Trabalhar. A Águas de Gondomar, de acordo com os resultados publicados na info Gondomar Newsletter N.º14 Julho 2012 Semestral Águas de Gondomar considerada novamente uma das Melhores Empresas para Trabalhar A Águas de Gondomar, de acordo com os resultados publicados na revista

Leia mais

C O L É G I O D O A M O R D E D E U S

C O L É G I O D O A M O R D E D E U S C O L É G I O D O A M O R D E D E U S N.ª Ref.ª: 311/3 * 20.08.2015 Assunto: Informações diversas: Ano Escolar 2015/2016 A todos os Pais e Encarregados de Educação Exmo/a Senhor/a Encarregado/a Educação,

Leia mais

FREGUESIA DE ALVORNINHA

FREGUESIA DE ALVORNINHA 56 Aos vinte dias do mês de setembro do ano de dois mil e doze, nesta Freguesia de Alvorninha e edifício da Junta de Freguesia, compareceram os Senhores: Presidente Virgílio Leal dos Santos, Secretário

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA O Decreto-Lei nº7/2003, de 15 de Janeiro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 41/2003, de 22 de Agosto, retificada pela

Leia mais

PROJETO DE REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NOTA JUSTIFICATIVA

PROJETO DE REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NOTA JUSTIFICATIVA PROJETO DE REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NOTA JUSTIFICATIVA Em conformidade com os poderes regulamentares que lhes são atribuídos pelo artigo 241.º, da Lei Constitucional, devem os municípios

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA NOTA JUSTIFICATIVA A Lei 159/99, de 14 de Setembro, estabelece no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os Conselhos locais de Educação. A Lei 169/99, de 18

Leia mais

N.º 4 Setembro/14 BOLETIM. Informação das Actividades da Junta de Freguesia

N.º 4 Setembro/14 BOLETIM. Informação das Actividades da Junta de Freguesia N.º 4 Setembro/14 BOLETIM Informação das Actividades da Junta de Freguesia Introdução A presente Informação aos membros da Assembleia de Freguesia de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca, refere-se

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga A lei de bases do sistema educativo assume que o sistema educativo se organiza de forma a descentralizar, desconcentrar e diversificar as estruturas

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais:

PROGRAMA DE AÇÃO 2015. Respostas sociais: O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: PROGRAMA AÇÃO 2015 O GAS-SVP define, para 2015, como objectivos gerais: - Preservar a identidade da Instituição, de modo especial no que respeita a sua preferencial ação junto das pessoas, famílias e grupos

Leia mais

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ORDEM DE TRABALHOS.6ª reunião CME Leitura e aprovação da ata da reunião anterior; Balanço do 1º período do ano letivo 2011/12; Intervenção do representante do Ministério

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO JOVEM ConVida DO MUNICÍPIO DE SANTO TIRSO. Nota Justificativa

REGULAMENTO DO CARTÃO JOVEM ConVida DO MUNICÍPIO DE SANTO TIRSO. Nota Justificativa REGULAMENTO DO CARTÃO JOVEM ConVida DO MUNICÍPIO DE SANTO TIRSO Nota Justificativa O cartão Jovem ConVida do Município de Santo Tirso é uma iniciativa desta autarquia, que visa proporcionar aos jovens

Leia mais

FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS

FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS FREGUESIA DE ARRUDA DOS VINHOS lano de Activida e es Orçamento PPI 2012 À INTRODUCÃO Para cumprimento do disposto na alínea a) do n 2 do artigo 34 da lei n 169/99 de 18 de Setembro, na redacção que lhe

Leia mais

Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento

Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento A Lei de Bases do Sistema Educativo assume que o sistema educativo se deve organizar de forma a descentralizar, desconcentrar

Leia mais

Programa de Educação para a Sustentabilidade 2014/2015

Programa de Educação para a Sustentabilidade 2014/2015 Programa de Educação para a Sustentabilidade 2014/2015 Plano de Atividades Programa de Educação para a Sustentabilidade O Programa de Educação para a Sustentabilidade para o ano letivo 2014/2015 integra

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Considerando que: 1. A experiência do Conselho Local de Educação em Palmela procurou fomentar a valorização da educação como motor de desenvolvimento do local,

Leia mais

Regulamento Interno Específico ANDEBOL

Regulamento Interno Específico ANDEBOL Instalações Desportivas São consideradas neste regulamento instalações desportivas da CPVV todas as instalações disponibilizadas pela instituição Casa do Povo de Valongo do Vouga. Elementos Desportivos

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA OLIVAIS EM FÉRIAS ANO 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA OLIVAIS EM FÉRIAS ANO 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA OLIVAIS EM FÉRIAS ANO 2015 Contactos da Junta de Freguesia Morada: Rua General Silva Freire, Lote C 1849-029 Lisboa Telefone: 21 854 06 90 Fax: 21 852 06 87 / 21 248 79 25 E-mail:

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DO CARTAXO. Preâmbulo

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DO CARTAXO. Preâmbulo REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DO CARTAXO Preâmbulo As Autarquias Locais são os órgãos que, devido à sua proximidade com a população, mais facilmente podem criar condições para uma efetiva

Leia mais

PHC Mensagens SMS CS

PHC Mensagens SMS CS PHC Mensagens SMS CS O potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC O envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo. Uma comunicação com sucesso: ganhos de tempo e de dinheiro

Leia mais

Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Ponte de Lima PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO

Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Ponte de Lima PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2014 MISSÃO 2014 Renovar a imagem da associação Melhorar a qualidade dos serviços prestados Restabelecer as ações de carácter cultural, desportivo e recreativo Promover

Leia mais

INTRODUÇÃO OPÇÕES DO PLANO

INTRODUÇÃO OPÇÕES DO PLANO INTRODUÇÃO O presente Orçamento para o ano de 2014 para o qual o órgão Executivo da Junta de Freguesia de Labruja elaborou e aprovou, orientar-se-á na linha do plano traçado para os quatro anos do mandato,

Leia mais

Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional. Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010

Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional. Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010 Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional e Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010 Nome: Centro Social de Cultura e Recreio da Silva Natureza Jurídica: Associação - Instituição

Leia mais

Programa Olivais em Férias

Programa Olivais em Férias Capítulo 90 Programa Olivais em Férias Ano 2015 MR.003.01.Vers.1.0.a Página 1 de 8 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Planeamento e Organização... 3 3. Inscrição... 3 3.1. Valor a pagar... 3 3.2. Fichas de

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO y Câmara Municipal de Redondo CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO O DL 7/2003, de 15 de Janeiro, que prevê a constituição do Conselho Municipal de Educação, regulou as suas competências

Leia mais

Regulamento de Atribuição de Subsídios e Apoios às Coletividades e Associações sem fins lucrativos da Freguesia de Vendas Novas

Regulamento de Atribuição de Subsídios e Apoios às Coletividades e Associações sem fins lucrativos da Freguesia de Vendas Novas Regulamento de Atribuição de Subsídios e Apoios às Coletividades e Associações sem fins lucrativos da Freguesia de Vendas Novas Preâmbulo De acordo com a atual legislação, nomeadamente, a alínea f), do

Leia mais

FUNDÃO SOBRE DUAS RODAS. [Proposta de Sérgio Mendes para apreciação na discussão pública do Orçamento [CANDIDATURA ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2014]

FUNDÃO SOBRE DUAS RODAS. [Proposta de Sérgio Mendes para apreciação na discussão pública do Orçamento [CANDIDATURA ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2014] [CANDIDATURA ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2014] FUNDÃO SOBRE DUAS RODAS [Proposta de para apreciação na discussão pública do Orçamento Participativo da C. M. do Fundão] Nota introdutória A bicicleta é meio

Leia mais

Marca Priolo Balanço do desenvolvimento e implementação (2013-2014)

Marca Priolo Balanço do desenvolvimento e implementação (2013-2014) 2015 Marca Priolo Balanço do desenvolvimento e implementação (2013-2014) Azucena de la Cruz Martin Gabinete CETS Terra do Priolo 01-01-2015 Marca Priolo Balanço do desenvolvimento e implementação (2013-2014)

Leia mais

REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I. Disposições Gerais. Artigo 1º. Definição e Âmbito

REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I. Disposições Gerais. Artigo 1º. Definição e Âmbito REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I Disposições Gerais Artigo 1º Definição e Âmbito 1. O Conselho Municipal de Educação de Águeda, adiante designado de Conselho é uma instância

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NOTA JUSTIFICATIVA

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NOTA JUSTIFICATIVA NOTA JUSTIFICATIVA Em conformidade com os poderes regulamentares que lhes são atribuídos pelos artigos 112º n.º 8 e 241º da Lei Constitucional, devem os Municípios aprovar os respectivos regulamentos municipais,

Leia mais

A informação que se apresenta resume a atividade desenvolvida entre 24 de outubro e 19 de Dezembro de 2013.

A informação que se apresenta resume a atividade desenvolvida entre 24 de outubro e 19 de Dezembro de 2013. Exma. Senhora Presidente Dr.ª Célia Correia Assembleia de Freguesia de Canidelo. A informação que se apresenta resume a atividade desenvolvida entre 24 de outubro e 19 de Dezembro de 2013. Ação Social

Leia mais

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO PROJETO JOVENS EM MOVIMENTO 2016

CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO PROJETO JOVENS EM MOVIMENTO 2016 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO PROJETO JOVENS EM MOVIMENTO 2016 ENQUADRAMENTO O Departamento de Ambiente e Equipamento, através do Núcleo de Promoção e Sensibilização Ambiental (NPSA), tem como incumbência,

Leia mais

Projecto. M3 - Mais Encontro: Mais Participação: Mais Ação. Candidatura Orçamento Tu Decides 2015 Município de Braga

Projecto. M3 - Mais Encontro: Mais Participação: Mais Ação. Candidatura Orçamento Tu Decides 2015 Município de Braga Candidatura Orçamento Tu Decides 2015 Município de Braga Projecto M3 - Mais Encontro: Mais Participação: Mais Ação 1. IDENTIFICAÇÃO 2. CONTEXTUALIZAÇÃO E PROBLEMÁTICA 3. PROPOSTA 4. OBJECTIVOS E RESULTADOS

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE VISEU

CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE VISEU CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE VISEU PROPOSTA DE REGULAMENTO 1 Preâmbulo Uma sociedade que quer preparar o futuro tem que criar condições para se proporcionar aos jovens o acesso a uma formação educativa,

Leia mais

COMISSÃO DE PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E JOVENS DE SÃO PEDRO DO SUL. Capítulo I Disposições Gerais

COMISSÃO DE PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E JOVENS DE SÃO PEDRO DO SUL. Capítulo I Disposições Gerais COMISSÃO DE PROTEÇÃO DE CRIANÇAS E JOVENS DE SÃO PEDRO DO SUL REGULAMENTO INTERNO Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito de Aplicação O presente estatuto visa regular o funcionamento e competências

Leia mais

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo Cecília Branco Programa Urbal Red 9 Projecto Orçamento Participativo Reunião de Diadema Fevereiro 2007 A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento Participativo Município

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO ANO ECONÓMICO DE 2010 GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O QUADRIÉNIO 2009 2013 É tempo de um novo mandato autárquico, resultante das eleições do passado

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017 REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017 Aprovado em reunião do CMEM realizada em 9 de abril de 2014 Artigo 1º Noção e Objetivos O Conselho Municipal de Educação,

Leia mais

Acta número quatro de 2010

Acta número quatro de 2010 Acta número quatro de 2010 Ao vigésimo nono dia do mês de Dezembro do ano de dois mil e dez, pelas vinte e uma horas, por convocatória individual de vinte de Dezembro de dois mil e dez e edital afixado

Leia mais

Componente de Apoio à Família

Componente de Apoio à Família Capítulo 056 Componente de Apoio à Família MR.003.01.Vers.1.0.a Página 1 de 11 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Planeamento e organização... 3 3. Funcionamento... 4 3.1. Períodos da CAF... 4 3.2. Horários

Leia mais

Manutenção e Limpeza do Espaço Público

Manutenção e Limpeza do Espaço Público Guia da Reforma Administrativa de Lisboa Manutenção e Limpeza do Espaço Público O que é o espaço público? O espaço público é toda a área urbana, edificada ou não edificada, de acesso público. Este inclui:

Leia mais

Plano de Actividades para 2010

Plano de Actividades para 2010 Plano de Actividades e Orçamento para 00 Plano de Actividades e Orçamento para 00. Introdução Plano de Actividades para 00 A Direcção dos ATÓMICOS, que tomou posse em 6 de Março de 008, para cumprir o

Leia mais

Regulamento da II Corrida da Cruz Vermelha Alenquer 2015

Regulamento da II Corrida da Cruz Vermelha Alenquer 2015 1º - APRESENTAÇÃO A Cruz Vermelha Portuguesa Delegação de Alenquer, em parceria com o grupo Tough Trails Alenquer e com a Câmara Municipal de Alenquer, e com o apoio da União de Freguesias de Alenquer

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL João Teresa Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal do Crato, em cumprimento do disposto no artigo 91.º da Lei n.º 169/99 de 18 de setembro, torna público que na 16.ª reunião

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

Plano de Atividades 2012

Plano de Atividades 2012 Plano de Atividades 2012 A Direção da rede ex aequo propõe o seguinte plano de atividades para o ano de 2012, tendo em conta oito áreas de intervenção consideradas prioritárias. 1. Área de Apoio 2. Área

Leia mais

Mandato Autárquico 2013-2017

Mandato Autárquico 2013-2017 CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PENICHE (Regimento) Mandato Autárquico 2013-2017 PREÂMBULO A democraticidade de um sistema ou de um modelo organizacional traduz-se pelo nível/grau de participação que

Leia mais

" A história URCA MARCA DA NOSSA TERRA

 A história URCA MARCA DA NOSSA TERRA " A história URCA MARCA DA NOSSA TERRA A União Recreativa e Cultural da Abrunheira, faz parte da identidade desta Abrunheira contemporânea. Desde que existe, tem marcado todos os acontecimentos da nossa

Leia mais

Junho. Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar

Junho. Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar Junho Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar E toda aquela infância Que não tive me vem, Numa onda de alegria Que não foi de ninguém. [ ] (F. Pessoa

Leia mais

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Aprovado pela Câmara em 6/02/2003, alterado em Reunião de Câmara de 18/09/2003 Aprovado pela Assembleia Municipal em

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

Regimento Interno de Educação Física

Regimento Interno de Educação Física Aspectos Gerais Regimento Interno de Educação Física 2013/14 Ponto 1 - As instalações desportivas destinam-se à realização das aulas de Educação Física e Atividades de Complemento Curricular. Qualquer

Leia mais

Projecto Integrado da Baixa da Banheira

Projecto Integrado da Baixa da Banheira Projecto Integrado da Baixa da Banheira 1. INTRODUÇÃO O Projecto Integrado da Baixa da Banheira nasce de uma parceria entre a Câmara Municipal da Moita e o ICE tendo em vista induzir as Associações da

Leia mais

Casa do Povo de Porto Judeu Instituição Particular de Solidariedade Social Contribuinte n.º 512 007 136

Casa do Povo de Porto Judeu Instituição Particular de Solidariedade Social Contribuinte n.º 512 007 136 Contribuinte n.º 512 007 136 PLANO DE ACTIVIDADES ANO DE 2009 I INTRODUÇÃO A Casa do Povo de Porto Judeu, como instituição de solidariedade social, e com algum peso no desenvolvimento desta freguesia no

Leia mais

Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo. Outubro:

Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo. Outubro: CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADES OBJETIVOS RECURSOS HUMANOS Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo Preparar o ano letivo Criar uma relação de empatia entre as crianças e os adultos da sala

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos (signação da autarquia local) Município Valença do Plano Plurianual Investimentos (unida: ) 01 FUNÇÕES GERAIS 01 001 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 01 001 2010/1 AQUISIÇÃO, CONSTRUÇÃO, CONSERVAÇÃO

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO PROGRAMA VIVER SOLIDÁRIO. Programa Viver Solidário/ Normas Página 1

NORMAS DE FUNCIONAMENTO PROGRAMA VIVER SOLIDÁRIO. Programa Viver Solidário/ Normas Página 1 NORMAS DE FUNCIONAMENTO PROGRAMA VIVER SOLIDÁRIO Programa Viver Solidário/ Normas Página 1 PROGRAMA VIVER SOLIDÁRIO NORMAS DE FUNCIONAMENTO 1.INTRODUÇÃO A prática de actividades de animação regular e sistemática,

Leia mais

Perguntas frequentes. 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde

Perguntas frequentes. 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde Perguntas frequentes 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde lista de perguntas Projeto SOBE Trabalhar no projeto Saúde Oral, Bibliotecas Escolares (SOBE)

Leia mais

1. Nota Introdutória. Caros Associados,

1. Nota Introdutória. Caros Associados, PROGRAMA DE ACTIVIDADES PARA O ANO DE 2016 1 7 1. Nota Introdutória Caros Associados, O Plano Anual de Atividades é um instrumento de organização e gestão, contextualizando as diversas atividades a desenvolver

Leia mais

ANÁLISE INTERNA. 1. Balanço da época desportiva do Boccia Sénior 2013/14

ANÁLISE INTERNA. 1. Balanço da época desportiva do Boccia Sénior 2013/14 ACTA Realizamos a reunião do fim de época do Campeonato Nacional de Boccia Sénior 2013/14 no Centro de Reabilitação da APPC no dia 17 de Julho de 2014, pelas 10 horas com a seguinte ordem de trabalhos:

Leia mais

Schulleiterbrief. Herbst 2010. Carta do Director

Schulleiterbrief. Herbst 2010. Carta do Director Schulleiterbrief Herbst 2010 Carta do Director Outono 2010 1 Índice: 1. Prefácio:... 3 2. Informações gerais... 4 2.1. Regulamento de entrada e controlo dos acessos... 4 2.2. Saída das instalações do colégio

Leia mais

Permitam-me algum informalismo e que leve à risca o Protocolo.

Permitam-me algum informalismo e que leve à risca o Protocolo. 1 - Gostaria de pedir um minuto de silêncio em memória de todos os Bombeiros já falecidos e particularmente de Franquelim Gonçalves, que faleceu no desempenho das suas funções; 25 de maio Inauguração do

Leia mais

ANEXO 1 Acordos de Execução Contratos para a Delegação de Competências Apoios Financeiros Diversos Contratos para a Delegação de Competências

ANEXO 1 Acordos de Execução Contratos para a Delegação de Competências Apoios Financeiros Diversos Contratos para a Delegação de Competências ANEXO 1 Relativamente às transferências de verbas para as freguesias que se irão realizar durante o próximo quadriénio, nomeadamente os critérios para essa afetação, será necessário antes de mais, considerar

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO CENTRO DE FÉRIAS DESPORTIVAS DE VERÃO N OS MOCHOS - 2013 - PROJETO DINAMIZADO PELA ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DE ESPINHO PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO Espinho, 2 de Maio de 2013 ÍNDICE Página Introdução 3

Leia mais

Intervenção do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Dr. Fernando Gomes 26.08.2014

Intervenção do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Dr. Fernando Gomes 26.08.2014 Intervenção do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Dr. Fernando Gomes 26.08.2014 Há exatamente dois meses a Seleção Nacional A efetuou o seu último jogo no Campeonato do Mundo disputado no Brasil.

Leia mais

TASQUINHAS. Critérios de Atribuição ÂMBITO OBJECTIVOS LOCAL E HORÁRIO

TASQUINHAS. Critérios de Atribuição ÂMBITO OBJECTIVOS LOCAL E HORÁRIO TASQUINHAS Critérios de Atribuição ÂMBITO 1. A Câmara Municipal de Moura em colaboração com diversas entidades locais, pretende realizar a XI Feira Empresarial de Moura / IV Fórum das Energias Renováveis

Leia mais

Plano Anual de Atividades de Educação Ambiental 2014-2015. Divisão de Ambiente Energia e Mobilidade

Plano Anual de Atividades de Educação Ambiental 2014-2015. Divisão de Ambiente Energia e Mobilidade Plano Anual de Atividades de Educação Ambiental 2014-2015 Divisão de Ambiente Energia e Mobilidade Introdução e objetivos As atividades abordam as diferentes temáticas ambientais, sempre com o objetivo

Leia mais

2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES. Conselho Geral AGUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALADARES

2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES. Conselho Geral AGUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALADARES , 0 2013/2014 Conselho Geral AGUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALADARES PLANO DE ATIVIDADES O AGRUPAMENTO... 3 IDENTIFICAÇÃO E CARATERIZAÇÃO DAS ESCOLAS... 3 Freguesia de Gulpilhares / Valadares... 3 Freguesia

Leia mais

Agrupamento de Escolas Sto. Onofre Escola Básica de Sto. Onofre - Caldas da Rainha Complemento ao plano de formação vocacional e pré profissional

Agrupamento de Escolas Sto. Onofre Escola Básica de Sto. Onofre - Caldas da Rainha Complemento ao plano de formação vocacional e pré profissional Agrupamento de Escolas Sto. Onofre Escola Básica de Sto. Onofre - Caldas da Rainha Complemento ao plano de formação vocacional e pré profissional PROJECTO (III) Ano Lectivo 2008/2009 (compostagem, horta,

Leia mais

Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Vendas Novas. Preâmbulo

Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Vendas Novas. Preâmbulo Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Vendas Novas Preâmbulo Enquanto autarquia local, a Câmara Municipal deve promover a participação dos seus munícipes nas decisões relativas ao destino do

Leia mais

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE VOUZELA PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL 2014/2015 Designação da Formação Toxicodependências Programa de Respostas Integradas As Crianças Marcam a Diferença! Natação 1º Ciclo Prolongamento de Horário

Leia mais

- CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE LAGOS - PREÂMBULO

- CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE LAGOS - PREÂMBULO PREÂMBULO A Lei de Bases do Sistema Educativo (Lei nº 46/86 de 14 de Outubro) consagrou a interacção com a comunidade educativa local como um pilar fundamental da política educativa. Por essa razão o nº

Leia mais