AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO"

Transcrição

1 AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO O planeta consome enormes quantidades de energia que precisam de ser controladas. Com construções sustentáveis previamente planeadas é possível evitar gastos de energia desnecessários. Cabe a cada um a tarefa de optar por soluções ecologicamente sustentáveis. Elas existem e começam por gestos simples, nas nossas casas. É bom para o ambiente e para a redução da factura no fim do mês. Este suplemento faz parte integrante da edição 1508 do JORNAL DE LEIRIA, de 6 de Junho de 2013 e não pode ser vendido separadamente

2 2 6 de Junho de 2013 AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO CONSCIENCIALIZAÇÃO AMBIENTAL É FACTOR PREPONDERANTE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA É O SEGREDO PARA POUPAR E PROTEGER O AMBIENTE É cada vez mais notória a preocupação da população com o ambiente e a curiosidade para conhecer soluções mais economizadoras. As hipóteses existem e bastam pequenos passos para que se consigam fazer as alterações necessárias. Seja na troca de um frigorífico antigo por um novo de classe A (amigo do ambiente) como na construção de uma casa. Em todas as situações há a possibilidade de poupar, prevenir e ajudar o ambiente que nos rodeia A poupança energética começa nos nossos lares. E se lhe disserem que os edifícios são responsáveis pelo consumo de um terço da energia gasta pelo planeta? Dá que pensar. Para que se perceba como é que se podem reduzir os consumos de energia em cada casa, é necessário ter em conta a certificação energética do imóvel. Além da valorização da habitação, as mudanças reduzem a factura energética, melhoram a classificação energética e reduzem o impacto ambiental. Em caso de venda ou de arrendamento, a lei obriga a que se apresente certificado energético. Este documento classifica este desempenho numa escala de A+ a G e sugere um conjunto de melhorias na habitação em termos de eficiência energética. As mais comuns são a integração de energias renováveis (destaque para o solar térmico), colocação de isolamento nas coberturas e fachadas, e instalação de janelas eficientes. Em Portugal, são já cerca de 45 mil os certificados emitidos. A obtenção da eficiência energética passa pela utilização da energia da forma mais racional e económica possível, sem que se comprometa o nível de conforto ou da qualidade de vida. Por outras palavras, consiste em evitar o desperdício de energia e pode ser atingida através da alteração de alguns comportamentos e da utilização de equipamentos que consumam menos energia. Eficiência energética significa poupança na factura de energia e melhoria do meio ambiente. CONSCIENCIALIZAÇÃO AMBIENTAL Pequenos grandes gestos. Em grande escala, fazem a diferença. A preocupação ambiental por parte da população e das empresas tem crescido de forma significativa, não só em quantidade mas também em qualidade; cada vez mais procuram parceiros em quem confiem e que garantam o cumprimento das questões legais associada, refere a empresa Natureza Verde, gestora de resíduos. O rumo que está a ser tomado é bom, mas é possível fazer muito mais. Ainda existe algum desconhecimento da política nacional de gestão de resíduos e das soluções disponíveis; por exemplo a entrega de pneus usados pode ser feita de forma gratuita nas nossas instalações. Com os serviços de consultoria ambiental vamo-nos apercebendo que as dúvidas são transversais aos vários sectores, acrescenta. A população está sensibilizada e um dos exemplos é a separação de resíduos. De acordo com os dados da Valorlis, de 1997 até 2012, foram enviadas toneladas de vidro para a reciclagem, o que permite produzir garrafas de 75 cl. De papel e cartão, foram recicladas toneladas, o que permitiu evitar o abate de árvores. De plástico foram enviadas para a reciclagem toneladas, o equivalente a produzir t-shirts tamanho XL. Para a reciclagem foram também toneladas de aço, o mesmo que produzir latas de 33cl. Por fim, a população enviou, ao longo destes anos, 144 toneladas de alumínio que permitem poupar energia equivalente a manter uma televisão ligada durante anos. A Valorlis já recebeu milhares de visitantes e os resultados estão à vista: É notório o aumento de interesse e dos conhecimentos relacionados com o ambiente de todos aqueles que nos visitam, as pessoas estão mais preocupadas, têm mais informação disponível, as perguntas são cada vez mais curiosas e pertinentes, o que é uma indicação clara de que se caminha para um desenvolvimento mais sustentável, sublinha a empresa. Um outro exemplo é o caso dos electrodomésticos antigos. Não tenha pena de mandar para o lixo o frigorífico ou a máquina de lavar roupa que lhe deram de presente há muitos e muitos anos. Lembre-se, eles não têm sentimentos e podem e devem ser trocados. Num qualquer hipermercado estão electrodomésticos modernos, funcionais, a um preço acessível e mais importante, amigos do ambiente! Na compra de FICHA TÉCNICA EDIÇÃO: JORLIS - EDIÇÕES E LICAÇÕES, LDA. / Director: João Nazário Redacção: Mariana Rodrigues / Serviços Comerciais: Rui Pereira / Paginação: Isilda Trindade e Rita Carlos/ Impressão: Grafedisport / Tiragem: exemplares / Nº de registo: / Depósito legal nº: 5628/84 / JORNAL DE LEIRIA, Edição n.º 1508, 6 de Junho de 2013

3 AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO 6 de Junho de um electrodoméstico deve ter-se sempre em conta o seu grau de eficiência, para que mais tarde, na sua utilização, não se verifique um excessivo consumo de energia. A mudança de um equipamento velho com elevados gastos energéticos é fundamental para poupar na factura energética e consequentemente na carteira e para ajudar o ambiente. É cada vez maior o número de portugueses que opta pela alteração. O SEGREDO ESTÁ NA CONSTRUÇÃO Passamos 80% do nosso tempo em edifícios, quer seja na nossa própria casa, trabalho ou num qualquer serviço, o que se reflecte no consumo de energia total do País e do mundo. Posto isto, torna-se fundamental que se tenha em conta a eficiência e a certificação energética de um edifício aquando do planeamento ou da sua construção, bem como na aquisição de uma nova habitação. Se o projecto for realizado tendo em conta factores naturais, o produto final será mais proveitoso. Ou seja, se se tirar proveito das condições climáticas, da orientação solar ou dos ventos dominantes aliada à utilização de técnicas construtivas e materiais adequados, é possível reduzir os gastos energéticos com a iluminação e sistemas de climatização. Desta forma, uma casa bem projectada e bem construída, ainda que tenha um custo inicial mais elevado, será mais eficiente e, por isso, o investimento compensará. A arquitectura sustentável, designação cada vez mais utilizada, é isso mesmo, um processo que se baseia em estratégias inovadoras e aplica tecnologias que melhoram a qualidade de vida, tendo em conta a eficiência energética na construção, aproveitamento de estruturas pré-existentes, uso de materiais ecologicamente correctos e planeamento territorial. Assim, é possível reutilizar recursos, economizando e protegendo o meio ambiente. A escolha do melhor sistema de climatização para a nossa casa deve incidir na construção. Quanto melhor for a qualidade dos elementos utilizados ao longo deste processo, menor será a necessidade de recorrer a climatização artificial, o que tem reflexo na redução da factura energética e ambiental. Natureza Verde REFERÊNCIA NA GESTÃO DE RESÍDUOS Decorria o ano de 2000 quando a empresa Natureza Verde abriu portas. O aparecimento no mercado tinha um objectivo claro: ser uma referência na gestão de resíduos. Com 12 anos de experiência, a Natureza Verde Gestão de Resíduos, Lda tem ajudado os seus clientes a melhorar as suas organizações através da melhoria da estratégia, das pessoas, da estrutura, processos, tecnologias, sistemas e da cultura. É graças a uma equipa de especialistas em áreas como a qualidade, o ambiente e a segurança, a que acresce a experiência na gestão de sistemas, o conhecimento dos processos de negócio e metodologias próprias, que a Natureza Verde tem capacidade para intervir. A empresa tem diversas áreas de actuação. Dedica-se à recolha de resíduos industriais, aspiração de fossas e desentupimentos, comercialização de contentores e bacias de retenção, comercialização de sistemas de tratamento de fluentes, centro autorizado para a recepção de resíduos, é parceira da Valorpneu, Amb3E e Ecopilhas, faz consultoria ambiental, licenciamento industrial e ambiental, é operadora de gestão de resíduos e de valorização agrícola de lamas de ETAR. O sucesso da Natureza Verde assenta em três aspectos fundamentais: - Capacidade de constituir um diferencial competitivo, proporcionando aos seus parceiros a melhoria da imagem e o cumprimento legal; - Contribuição para a melhoria organizacional e minimização dos custos, através da gestão sistematizada dos aspectos ambientais, do aumento da consciência ambiental dos seus colaboradores, da eliminação de desperdícios e da racionalização da alocação de recursos; - Contributo para a minimização de risco, mediante a identificação de vulnerabilidades ambientais. A Natureza Verde procura o futuro, satisfazendo o presente, alcançando assim a excelência. A empresa aparecerá brevemente com uma nova imagem, reforçando a sua presença no mercado.

4 4 6 de Junho de 2013 AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO O MERCADO TEM SOLUÇÕES QUE PERMITEM TORNAR AS HABITAÇÕES CONFORTÁVEIS BOA CLIMATIZAÇÃO É SINÓNIMO DE CONFORTO Não há nada melhor do que estar em casa de t-shirt e olhar para a rua e ver o temporal, sabendo que está muito frio. O nosso lar é o lugar onde nos refugiamos e onde queremos sentir-nos bem. Isso implica, claro está, que exista conforto térmico. Estar sentado ao sofá com a manta nas pernas e a tremer de frio pode deixar de acontecer se se optar por equipamentos de climatização eficientes. Geralmente, o consumo destas máquinas representa cerca de 17% da energia total gasta. O valor é significativo, importa por isso escolher o melhor. A seguir, estão descritos os equipamentos utilizados pela empresa Futursolutions para solucionar problemas de climatização. AR CONDICIONADO: Neste sistema o único elemento que trabalha é o ar. É sempre necessária a ligação à rede de distribuição para que o equipamento funcione e produza ar quente ou frio. Este é um produto que tem cerca de 20 anos de durabilidade e que se pode ligar a outros sistemas de aquecimento (bomba de calor ou depósito solar). Além disso, quando unido a sistemas solares térmicos ou caldeiras a biomassa, reduz o consumo. VENTILOCONVECTORES: Estes equipamentos funcionam de forma semelhante ao ar condicionado, com a diferença de que os ventiloconvcetores utilizam a água como fluido de trabalho e não o ar. Necessitam de ligação à água da rede pública. Podem ser encastrados nas paredes e têm também cerca de 20 anos de tempo de vida. Da mesma forma que o ar condicionado, este equipamento também se pode ligar a outros sistemas de aquecimento. Tipo Alimentação Tracção Caixa Suspensão dianteira Suspensão traseira Comp. /Larg. /Alt. Peso Eléctrico Baterias de lítio Traseira Automática Mac Phersom com braço triangulado e barra estabilizadora Suspensão independente 2,70 / 1,70 / 1,44 mts 400 kg Rua da Arroteia Telheiro MACEIRA LRA PISO RADIANTE HIÁULICO: Esta é uma tecnologia que pode ser ligada a caldeiras ou chillers. Mas a ligação mais vantajosa acaba por ser com o piso radiante hidráulico, com água quente fornecida por sistemas solares térmicos. Estes aquecem o fluido a uma temperatura que ronda os 70/80 graus, valores suficientes para o piso radiante que apenas pode emanar uma temperatura até aos A Ambigest - Engenharia e Gestão Ambiental, Lda. dispõe dos seguintes serviços: Diagnósticos Ambientais; Licenciamentos (Ambiental, Industrial, REAP, Domínio Hídrico, Operadores de Resíduos); Planos de Gestão de Resíduos (SIRAPA, PPG RCD, Formulário Único); Planos de Monitorização Ambiental; Planos de Gestão de Efluentes Pecuários (PGEP); Acompanhamento Ambiental em Obra; Sistemas de Gestão Ambiental; Estudos de Impacte Ambiental; Formação Ambiental; Apoio na Elaboração de Candidaturas a Programas de Financiamento (QREN, PRODER, entre outros). Rua das Cabeças Redondas, n.º Barosa, Leiria Tel /Tm / Site:

5 AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO 6 de Junho de A redução energética pode chegar aos 50% JANELAS EFICIENTES SÃO FULCRAIS 28ºC.m As tubagens deste sistema são instaladas em placas de esferovite revestidas com um plástico isolador, e em forma de hexágonos e pentágonos de modo a a que os tubos não se movimentem, permitindo assim uma distribuição do calor mais eficaz. O termóstato que regula a temperatura pode ser colocado em qualquer local. O piso radiante hidráulico pode ser aplicado facilmente nas casas em construção, tem cerca de 30 anos de vida e permite o aquecimento do soalho. Características que permitem obter conforto térmico em qualquer habitação. RADIADORES: A designação é sugestiva mas, em que consistem estas janelas? O programa nacional Medida Janela Eficiente contempla apenas a necessidade de a janela apresentar caixilho com corte térmico e vidro duplo, a ANFAJE Associação Nacional dos Fabricantes de Janelas Eficientes refere que para um melhor desempenho térmico da janela, é vital a conjugação de um caixilho termicamente eficiente com um vidro baixo emissivo. Além das especificações técnicas, é necessário ter em conta a zona onde as janelas serão instaladas devido à radiação solar e às diferenças térmicas. As janelas são um dos elementos mais importantes dos edifícios no que diz respeito ao consumo energético. Então, quanto mais eficientes, mais benefícios ao nível de poupança. Para se ter uma percepção da alteração, uma janela de classe A quando substituída por outra de classe F pode resultar numa redução de 50% das necessidades energéticas para aquecimento e arrefecimento. águas com este aparelho. É um sistema monitorizado através de um software informático wireless para que se possam recolher dados e perceber como é que decorre o funcionamento do mesmo. É necessário que exista uma sala de controlo exclusiva para o equipamento, que pode ser monitorizado em tempo real. Também os chillers se podem ligar a outros sistemas de aquecimento e têm cerca de 30 anos de durabilidade. Este é um equipamento que contempla refrigeração e aquecimento. São utilizados apenas para gerar calor. As serpentinas interiores funcionam como condensadores, gerando ar quente por convecção natural. Este é um equipamento que fica um pouco atrás do piso radiante, isto porque demora mais a aquecer, a distribuição de calor não é uniforme, não é possível aquecer o soalho, há algumas perdas de energia e o consumo é mais elevado. Contudo, este produto tem cerca de 20 anos de vida e aplica-se facilmente em casas já construídas. BOMBA DE CALOR: Este equipamento, com grande expansão, funciona através de dois permutadores de calor, um que absorve ar e água do ambiente, sempre ligado à energia eléctrica, e outro que envia para a habitação a uma temperatura superior. As bombas de calor podem aplicar-se em quase todas as situações, não ocupam muito espaço e não emitem muito ruído. Como vantagens, através deste sistema é produzida energia limpa e pode ligarse a outros sistemas de aquecimento, como os que foram mencionados anteriormente. CHILLERS: Utilizados na indústria, estes equipamentos absorvem o calor de um líquido por processos de compressão ou absorção de gás. É possível fazer o aproveitamento geotérmico das - RESÍDUOS INDUSTRIAIS PERIGOSOS A Natureza Verde coloca à disposição dos seus clientes uma variedade de serviços integrados: - RESÍDUOS INDUSTRIAIS - RESÍDUOS URBANOS - RESÍDUOS ELECTRÍCOS - PNEUS USADOS - EMBALAGENS RESÍDUOS - Sólidos - Líquidos - Pastosos > Recolha de resíduos industriais > Aspiração de fossas e desentupimentos > Comercialização de contentores e bacias de retenção > Comercialização de sistemas de tratamento de efluentes > Centro autorizado para receção de resíduos > Parceiros da Valorpneu, Amb3E e Ecopilhas > Consultoria ambiental > Licenciamento industrial, ambiental e operadores de gestão de resíduos > Valorização agrícola de lamas de ETAR. GESTÃO GLOBAL DE RESÍDUOS Recolha de resíduos banais Recolha de resíduos perigosos Limpeza de separadores de hidrocarbonetos Limpeza de depósitos de combustível Rua do Brejo, n.º 10 Santo Antão Batalha Tel /648. Fax: Outeiro da Rosa - Boa Vista, Leiria Tel Fax: Parque Industrial da Sertã, Lote 95, Ap Sertã Tel.: Fax:

6 6 6 de Junho de 2013 AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO CUSTO NÃO ULTRAPASSA OS 10% EM RELAÇÃO À CONSTRUÇÃO TRADICIONAL CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL É FORTE APOSTA DA FUTURSOLUTIONS É mais recente área de negócio da Futursolutions. A construção sustentável é uma medida inovadora, uma vez que integra soluções já existentes mas que nunca foram combinadas no nosso país (ou, caso tenham sido, são residuais), sublinha Glória Carvalho, gerente da empresa. Apesar de ter várias soluções de climatização e de se adaptar ao tipo de edifício e às preferências do cliente, a empresa de Alcobaça aposta forte em projectos de construção sustentável, englobando arquitectura, gestão de obra e construção, com o auxílio de todo o seu know-how nas diferentes áreas em que já tem actuação. Numa construção de raiz, a Futursolutions privilegia os sistemas de ventilação mecânicos, para possibilitar uma circulação de ar natural e uma temperatura ambiente agradável sem recorrer a sistemas eléctricos, sublinha. A nova aposta visa ir mais além e dar importância não só à estética, mas também valorizar o conforto, a funcionalidade e a sustentabilidade energética. Fazer uma construção sustentável implica aumentar a inércia térmica e satisfazer as necessidades de calor e energia, reduzindo a factura energética e as emissões de gases nocivos. Glória Carvalho faz referência ao conceito habitação eficiente como resultado da integração de várias soluções. Na Futursolutions, além da construção sustentável, em que se apostou nos sistemas de aproveitamento solar para produzir energia e aquecer as águas e em sistemas de ventilação mecânicos de forma a não recorrer a sistemas elétricos que exigem maior dispêndio de energia, como explica Glória Carvalho, houve a preocupação em recuperar as águas pluviais para rega dos pomares e em investir numa alimentação mais biológica, no sentido de aproveitar tudo o que a terra dá. Para a responsável, uma habitação eficiente não depende apenas da forma como é construída, mas também do nível de consciência ambiental que os seus habitantes possuem. De nada serve ter uma casa eficiente se não adoptarmos comportamentos para reduzir o consumo de energia e fazer boicote ao desperdício energético. SOLUÇÕES DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL WALLMATE IB-A Isolamento exterior para paredes simples, utilizando placas de wallmate, com um reboco leve por cima, uma malha de reforço, um reboco de segunda camada e a pintura ou outro revestimento superficial, isolando quase tão bem como uma parede dupla, sem um investimento tão elevado. REVESTIMENTO EM CORTIÇA Isolamento interior ou exterior de um material de origem nacional, que proporciona excelentes condições em termos de acústico e isolamento térmico, fazendo com que as paredes fiquem mais suaves e resistentes a variações de temperatura. Pode ser utilizado qualquer sistema de aquecimento, uma vez que não haverá qualquer prejuízo para este material. SISTEMAS DE VENTILAÇÃO NATURAL Apresentam-se como soluções eficientes para renovação do ar interior, impedindo que este se torne rarefeito, em particular em habitações que se encontram desabitadas por longos períodos de tempo, evitando que a humidade das paredes contamine o ar originando cheiros desagradáveis. Tendo em conta que o ar > CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA Projectos técnicos: AVAC. RSECE e RCCTE. Electricidade. ITED. ITUR. Gás. Segurança Contra Incêndio Águas. Esgotos. Estabilidade. Acústica. Solar Térmico. Fotovoltaico Fiscalização e Gestão de Obra. Certificação Energética. Auditorias Energéticas. Automação de Controlo de Sistemas Av. Beato Nuno, n.º Ed. Sol da Avenida, 3, 1.º Andar, Pt 3, FÁTIMA Tm /

7 AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO 6 de Junho de quente é menos denso que o frio, sobe, refrescando a casa no Verão. Por outro lado, no Inverno, é possível fechar esta entrada (em sistemas que se colocam nas paredes), sendo que os exteriores possuem lâminas que o impedem, evitando assim perdas de calor. SEIS CONSELHOS PARA POUPAR ENERGIA PAREDES DE TROMPE NÃO USA? DESLIGUE Desligue as luzes em divisões onde ninguém está presente. Desligue a televisão e outros equipamentos em stand-by. TROQUE DE ELECTRODOMÉSTICOS Os electrodomésticos não têm sentimentos. Não tenha pena de trocar os equipamentos antigos por novos e mais eficientes. PENSE ANTES DE ABRIR Decida o que vai comer ou beber antes de abrir o frigorífico. Evite o desperdício de energia. O ECO ESTÁ NA MODA Nas máquinas de lavar opte pela carga completa e aposte nos modos ECO. Substitua as velhas lâmpadas por novas economizadoras. APROVEITE TODA A ENERGIA E CALOR Aposte em soluções de isolamento de portas e janelas para evitar infiltrações e o uso excessivo de sistemas de climatização. DEIXE O SOL TRABALHAR Aposte em soluções de aproveitamento solar para produzir e vender energia e/ou para aquecer água. Consistem em sistemas de aquecimento do ar interior. Fazem também a renovação de ar através de permutas com o exterior. Este sistema tem por base a colocação de um painel na fachada, que irá concentrar a radiação, fazendo o aquecimento do ar que irá passar por uma caixa de ar. Aqui, encontram-se quatro entradas/saídas que são reguladas, podendo ser abertas ou fechadas consoante a época do ano e a necessidade de se aquecer ou arrefecer o ambiente. PAINÉIS TERMODINÂMICOS São painéis solares mas que, ao contrário dos convencionais, utilizam um fluido frigorigénio como condutor de calor (designado por R134a ou KLEA). Este fluido é o mesmo que se utiliza nos sistemas de refrigeração frigoríficos ou ar condicionados. O componente capta radiação a temperaturas reduzida, não apenas por radiação directa mas também por difusa, efectuando um circuito semelhante ao da bomba de calor, obtendo desta forma uma quantidade de calor por compressão mais elevada. SABIA QUE? O prazo de candidatura para o concurso Edifício Eficiente, do Fundo de Eficiência Energética (FEE) foi alargado para as 18 horas do dia 1 de julho? São potenciais beneficiários as pessoas proprietárias de edifícios ou fracções que pretendam implementar soluções que promovam a eficiência energética. O apoio abrange despesas relacionadas com o fornecimento e instalação de sistemas solares térmicos e de janelas eficientes, o custo com a elaboração do diagnóstico e estudo prévio demostrativo da aplicabilidade técnica e do impacto da operação e ainda a despesa com a emissão e registo do certificado energético do edifício ou fracção. Mais informação em

8 8 6 de Junho de 2013 AMBIENTE, ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO FUTI É O PRIMEIRO CARRO ELÉCTRICO PORTUGUÊS QUANDO A ELECTRICIDADE VENCE NAS QUATRO RODAS O petróleo tem data de validade e todos sabemos disso. O ambiente precisa de ser poupado, tal como a nossa carteira. A Futi, empresa da Maceira, viu a oportunidade e criou um carro que utiliza 90% da energia que consome. O Futi é um carro eléctrico que percorre 100 km por apenas um euro : O preço dos combustíveis sobe a partir da próxima semana. Quem nunca ouviu esta frase nos noticiários? Infelizmente, os portugueses estão cansados de ter de lidar com esta realidade e mais do que o cansaço, o o problema é mesmo o preço que cada vez é maior e a gasolina que entra no depósito é cada vez menor. O petróleo tem os dias contados muito por culpa da velocidade a que o consumimos. A mudança é, por isso, inevitável. A Futi Indústria de Veículos Automóveis Lda apercebeu-se da oportunidade e decidiu criar o Futi. Desde Junho de 2011, o Futi é o primeiro automóvel eléctrico português a ser comercializado. As suas dimensões, aliadas a um conceito ecológico inovador, tornam o Futi num automóvel único para uma geração amiga do ambiente. Graças ao seu motor eléctrico, o Futi não necessidade de energias fósseis, contribuindo assim para um ambiente mais limpo. Cada euro gasto dá a possibilidade de percorrer cerca de cem quilómetros. Curioso é também o facto de esta inovação ter nascido aqui ao lado, através do grupo de moldes Geco, situado na Maceira. Os carros eléctricos utilizam 90% da energia que consomem. Do outro lado, temos os carros movidos a combustível convencional que utilizam apenas 20%. Para se ter uma melhor percepção da poupança que a utilização deste veículo representa, vejamos o seguinte exemplo. Se percorrermos mil quilómetros com um carro eléctrico vamos gastar dez euros. Se fizermos o mesmo percurso com um carro a combustível, teremos que desembolsar cerca de 82,5 euros, o que se traduz numa poupança imediata de 72,5 euros A utilização de um veículo eléctrico como o Futi representa uma redução a 100% da utilização de combustíveis fosseis, é utilizado o plástico como matéria-prima sendo que 90% é reciclável, beneficiase da Fiscalidade Verde, ou seja, incentivos fiscais à redução de combustíveis fosseis com emissões de CO2, tem um baixo custo de aquisição, uma vez que não há tributação directa em imposto automóvel e, tenso em conta que se trata de um veículo de pequeno porte, reduz as necessidades de parqueamento. Mas há mais! Optar por um carro eléctrico tem ainda mais vantagens: A condução é mais limpa e silenciosa, isto porque estes veículos não emitem gases de escape e deslocam-se de forma silenciosa. Os carros eléctricos não possuem caixa de mudanças nem embraiagem, proporcionando assim uma condução agradável e uma elevada capacidade de aceleração. Relativamente aos custos, foi já referida a enorme diferença ao nível do combustível e, também os custos de manutenção são reduzidos, quando comparados aos dos veículos convencionais. Por fim, há ainda que referir o facto de ser permitida a utilização de energias renováveis em transportes. O ambiente agradece! SABIA QUE? Se aderir ao serviço Casa Verde, da EDP, estará a ajudar o ambiente. Como? Este é o primeiro produto ecológico do mercado energético e, por isso, ao aderir ao Casa Verde terá energia 100% verde em sua casa. A quantidade de energia consumida anualmente em sua casa será produzida através de fontes renováveis. Pode obter mais informação sobre este serviço em

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS Gás Climatização

Leia mais

Conceitos e Princípios da Arquitectura Sustentável.

Conceitos e Princípios da Arquitectura Sustentável. Conceitos e Princípios da Arquitectura Sustentável. 1.0 Impacto da Construção: 1.1 Ambiental 1.2 Social 1.3 Económico Procura do Equilíbrio nestes três factores Desenvolvimento de soluções sustentáveis

Leia mais

QUEM FAZ A AVALIAÇÃO ENERGÉTICA E EMITE O CERTIFICADO?

QUEM FAZ A AVALIAÇÃO ENERGÉTICA E EMITE O CERTIFICADO? O QUE É UM CERTIFICADO ENERGÉTICO? Um Certificado Energético (CE) de um edifício ou fracção autónoma é o documento emitido no âmbito do Sistema Nacional de Certificação Energética e Qualidade do Ar Interior

Leia mais

A escolha. atural BOMBA DE CALOR DAIKIN ALTHERMA

A escolha. atural BOMBA DE CALOR DAIKIN ALTHERMA A escolha atural BOMBA DE CALOR DAIKIN ALTHERMA 2 A escolha natural 3 em1: aquecimento, arrefecimento e água quente sanitária O sistema Daikin Altherma é a solução integrada de conforto, promovendo aquecimento,

Leia mais

especial CALOR EFRIO LAR DICAS PARA O 22/11/13 SOL l 39 GETTY IMAGES/BRAND X

especial CALOR EFRIO LAR DICAS PARA O 22/11/13 SOL l 39 GETTY IMAGES/BRAND X especial LAR DICAS PARA O CALOR EFRIO GETTY IMAGES/BRAND X 22/11/13 SOL l 39 02/ 03 CLIMATIZAÇÃO/ LAR GETTY IMAGES/STOCKTREK IMAGES POUPE NA FACTURA DA ELECTRICIDADE Aqueça e refresque a casa de forma

Leia mais

GUIA PARA A REABILITAÇÃO DOMÓTICA. comunicações, segurança e conforto. PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus

GUIA PARA A REABILITAÇÃO DOMÓTICA. comunicações, segurança e conforto. PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus GUIA PARA A REABILITAÇÃO DOMÓTICA comunicações, segurança e conforto PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus Autoria do Relatório Consultoria RedeRia - Innovation, S.A. Índice 0. Preâmbulo 5 1.

Leia mais

Projec ctar as especialidades..

Projec ctar as especialidades.. Projec ctar as especialidades.. Logo da entidade que apresenta Projectar as especialidades Projecto Uno Lda Engª Paula Neves projecto.uno@sapo.pt Quem somos? A Projecto Uno Projectos, Urbanizações e Construção

Leia mais

GRUPO ROLEAR. Porque há coisas que não podem parar!

GRUPO ROLEAR. Porque há coisas que não podem parar! GRUPO ROLEAR Porque há coisas que não podem parar! INOVAÇÃO COMO CHAVE DO SUCESSO Desde 1979, com sede no Algarve, a Rolear resulta da oportunidade identificada pelo espírito empreendedor do nosso fundador

Leia mais

PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2012 POR JM. Energia sustentável

PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2012 POR JM. Energia sustentável PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2012 POR JM Energia sustentável A ONU declarou 2012 como o Ano Internacional da Energia Sustentável para Todos. Esta iniciativa pretende chamar

Leia mais

Saber mais sobre Energia

Saber mais sobre Energia Saber mais sobre Energia Energia Está sempre presente nas nossas actividades. Mas usamos uma fonte que se está a esgotar. Situação Actual Cerca de 83% da energia consumida no nosso país é importada e de

Leia mais

As Auditorias Energéticas e a Gestão da Energia como fator de competitividade

As Auditorias Energéticas e a Gestão da Energia como fator de competitividade As Auditorias Energéticas e a Gestão da Energia como fator de competitividade Artur Serrano CTCV Sistemas de Energia 1 ÍNDICE DOS ASSUNTOS Sistemas de Energia do CTCV - Actividades Objectivos das Auditorias

Leia mais

Sistemas Solares VELUX. Fevereiro 2009

Sistemas Solares VELUX. Fevereiro 2009 Sistemas Solares VELUX Fevereiro 2009 Racionalidade, benefícios e economia Porquê utilizar a energia solar? Racionalidade O sol produz uma quantidade de energia que nunca seremos capazes de consumir na

Leia mais

Eficiência. Energética. e a energia eléctrica

Eficiência. Energética. e a energia eléctrica Eficiência Energética e a energia eléctrica > Eficiência energética A é um desafio que devemos colocar a todos nós. Está ao nosso alcance, o podermos contribuir de forma decisiva para um mundo melhor e

Leia mais

Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO. www.rehau.pt. Construção Automóvel Indústria

Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO. www.rehau.pt. Construção Automóvel Indústria Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO Uma APLICAÇÃO PARA CADA NECESSIDADE www.rehau.pt Construção Automóvel Indústria A REABILITAÇÃO, UMA SOLUÇÃO COM SISTEMAS PARA O AQUECIMENTO E O ARREFECIMENTO POR SUPERFÍCIES

Leia mais

Vantagens da Instalação de Painéis Solares de Tubos de Vácuo

Vantagens da Instalação de Painéis Solares de Tubos de Vácuo Vantagens da Instalação de Painéis Solares de Tubos de Vácuo Porquê usar o sol como fonte de energia? O recurso solar é uma fonte energética inesgotável, abundante em todo o planeta e principalmente no

Leia mais

Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções. Sertã, 06 de Junho 2011

Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções. Sertã, 06 de Junho 2011 Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções Promover a eficiência energética É tornar o mundo melhor e mais assustentável tá e ADENE Agência para a Energia Paulo Nogueira Auditório

Leia mais

Guia de Boas Práticas. Ambientais

Guia de Boas Práticas. Ambientais índice 1Nota Introdutória 3 2 3 4 Práticas 2.1. Em Casa 6 2.2. No Trabalho 7 2.3. No Dia-a-Dia 8 Curiosidades 3.1. Sabia que 10 3.2. Degradação de Materiais 11 Reflexão Ambiental 12 nota introdutória

Leia mais

CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S BLOCO SOLAR ÁGUAS QUENTES SANITÁRIAS AQUECIMENTO CENTRAL CLIMATIZAÇÃO DE PISCINAS

CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S BLOCO SOLAR ÁGUAS QUENTES SANITÁRIAS AQUECIMENTO CENTRAL CLIMATIZAÇÃO DE PISCINAS CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S BLOCO SOLAR ÁGUAS QUENTES SANITÁRIAS AQUECIMENTO CENTRAL CLIMATIZAÇÃO DE PISCINAS ECONOMIA CONFORTO ECOLOGIA TRABALHA DE DIA, NOITE, COM CHUVA

Leia mais

A excelência ao serviço do cliente

A excelência ao serviço do cliente A ENGIMAGNE A excelência ao serviço do cliente A ENGIMAGNE é uma resposta de excelência para as necessidades de empresas, instituições e particulares em tecnologias e soluções de engenharia, energia e

Leia mais

Dicas para poupar energia Doméstico

Dicas para poupar energia Doméstico Dicas para poupar energia Doméstico Eficiência energética: Poupar energia, utilizá-la de forma eficiente e inteligente, para conseguir mais, com menos. Importância da eficiência energética: Redução da

Leia mais

Dicas para poupar energia Empresas

Dicas para poupar energia Empresas Dicas para poupar energia Empresas Eficiência energética: Poupar energia, utilizá-la de forma eficiente e inteligente, para conseguir mais, com menos. Importância da eficiência energética: Redução da factura

Leia mais

INOVAÇÃO LG, O BEM-ESTAR INSTALA-SE EM SUA CASA

INOVAÇÃO LG, O BEM-ESTAR INSTALA-SE EM SUA CASA Re Re INOVAÇÃO LG, O BEM-ESTAR INSTALA-SE EM SUA CASA THERMA V, UMA SOLUÇÃO QUE VAI DE ENCONTRO ÀS EXPECTATIVAS DO PÚBLICO Grande parte dos portugueses possuem habitação própria. Em 2006, 85% do consumo

Leia mais

Vamos Poupar Energia!!! www.facebook.com/experimenta.energia

Vamos Poupar Energia!!! www.facebook.com/experimenta.energia Vamos Poupar Energia!!! www.facebook.com/experimenta.energia Que podemos nós fazer? Eficiência Energética Utilização Racional da Energia, assegurando os níveis de conforto e de qualidade de vida. Como?

Leia mais

Soluções sustentáveis para a vida.

Soluções sustentáveis para a vida. Soluções sustentáveis para a vida. A Ecoservice Uma empresa brasileira que está constantemente em busca de recursos e tecnologias sustentáveis para oferecer aos seus clientes, pessoas que têm como conceito

Leia mais

TÉCNICOS. CURSO de TÉCNICAS DE GESTÃO DE ENERGIA

TÉCNICOS. CURSO de TÉCNICAS DE GESTÃO DE ENERGIA TÉCNICOS CURSO de TÉCNICAS DE GESTÃO DE ENERGIA A utilização racional de energia (URE) visa proporcionar o mesmo nível de produção de bens, serviços e níveis de conforto através de tecnologias que reduzem

Leia mais

MAIS JANELAS EFICIENTES

MAIS JANELAS EFICIENTES MAIS JANELAS EFICIENTES MAIS EFICIÊNCIA ENERGÉTICA nos edifícios portugueses TEKTÓNICA 2014 Lisboa 06 de Maio de 2014 1 JANELAS EFICIENTES E A REABILITAÇÃO URBANA 2 JANELAS EFICIENTES E A SUSTENTABILIDADE

Leia mais

SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Jorge Santos Pato Lisboa, 6 de Novembro de 2014 Auditório da Ordem dos Engenheiros Gestão Eficiente da Energia nas Organizações Industriais Reflexões Iniciais Importantes Sustentabilidade e eficiência

Leia mais

A inovação não é um luxo, mas sim uma necessidade que poderá ajudar a enfrentar as dificuldades da crise

A inovação não é um luxo, mas sim uma necessidade que poderá ajudar a enfrentar as dificuldades da crise A inovação não é um luxo, mas sim uma necessidade que poderá ajudar a enfrentar as dificuldades da crise A Empresa - No mercado nacional desde 1993 - Localização: Com fábrica em Vale de Cambra (50 km a

Leia mais

Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas.

Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas. GLOSSÁRIO Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas. Ar Condicionado - Expressão utilizada largamente

Leia mais

Plano de fundo notas para ppt3

Plano de fundo notas para ppt3 Plano de fundo notas para ppt3 Diapositivo 1 Alterações climáticas O que pode fazer para as combater? Esta apresentação tem como objectivo demonstrar que acções e escolhas simples feitas pelas pessoas

Leia mais

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM 1 2 Introdução História da limpeza; Educação Ambiental; Campanhas de Sensibilização, Publicidade; Reciclagem antigamente; Materiais reutilizáveis; Processos

Leia mais

Compras Públicas Sustentáveis

Compras Públicas Sustentáveis Compras Públicas Sustentáveis Município de Torres Vedras 12 de Novembro 2013 Seminário: Sustentabilidade Energética nas Compras Públicas OesteCIM Supported by: Coordination: Partners: Resumo 1 - Território

Leia mais

JPM Tecnologias para Energias Renováveis, SA. Filipe Fernandes

JPM Tecnologias para Energias Renováveis, SA. Filipe Fernandes JPM Tecnologias para Energias Renováveis, SA Filipe Fernandes Arouca, 2010 A JPM Automação e Equipamentos Industrias SA - Apresentação Historial Fundada há mais de uma década, a JPM é uma empresa tecnologicamente

Leia mais

A CHAVE PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

A CHAVE PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A CHAVE PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Agenda Enquadramento dos consumos Energéticos nos Edifícios e no ramo Hoteleiro Enerbiz Conceito Geral e explicação funcional Conclusões e Aspetos Gerais Índice Enquadramento

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada SESMARIA DO PAU QUEIMADO,, Localidade SANTO ESTEVÃO BNV

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada SESMARIA DO PAU QUEIMADO,, Localidade SANTO ESTEVÃO BNV Válido até 26/05/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada SESMARIA DO PAU QUEIMADO,, Localidade SANTO ESTEVÃO BNV Freguesia SANTO ESTEVÃO Concelho BENAVENTE GPS 38.888944, -8.723055 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

FICHA TÉCNICA Eficiência Energética em Janelas Nº Pág.s: 05 nº n 14 29. Janeiro. 2007 Copyright 2006 - Construlink.com - Todos os direitos reservados.

FICHA TÉCNICA Eficiência Energética em Janelas Nº Pág.s: 05 nº n 14 29. Janeiro. 2007 Copyright 2006 - Construlink.com - Todos os direitos reservados. FICHA TÉCNICA Eficiência Energética em Janelas Nº Pág.s: 05 nº 14 29. Janeiro. 2007 Eficiência Energética em Janelas 01 Quando escolhemos as janelas para uma edificação nova ou para um projecto de remodelação,

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º3 /2009. Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana. Programas integrados de criação de Eco-Bairros

ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º3 /2009. Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana. Programas integrados de criação de Eco-Bairros ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º3 /2009 Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana Programas integrados de criação de Eco-Bairros 1. ENQUADRAMENTO GERAL A Autoridade de Gestão do Programa Operacional

Leia mais

PLANO DE SUSTENTABILIDADE

PLANO DE SUSTENTABILIDADE PLANO DE SUSTENTABILIDADE Rock in Rio 2013 O QUE NOS MOVE Temos que assumir não só as nossas próprias responsabilidades mas um compromisso coletivo, enquanto cidadãos e profissionais, em cada atividade

Leia mais

Aquecimento Doméstico

Aquecimento Doméstico Aquecimento Doméstico Grande variedade de escolha Dos cerca de 4.000 kwh de energia consumidos por uma família portuguesa durante o ano, 15% é destinado ao aquecimento ambiente. A zona climática, o tipo

Leia mais

Hoje vamos falar de... ENERGIA

Hoje vamos falar de... ENERGIA Hoje vamos falar de... ENERGIA A ENERGIA ESTÁ EM TODO O LADO. OS CARROS ANDAM COM A ENERGIA ARMAZENADA NA GASOLINA MUITOS BRINQUEDOS SÃO MOVIDOS COM A ENERGIA ARMAZENADA NAS PILHAS. OS BARCOS À VELA SÃO

Leia mais

Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais

Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais TECNOFIL Workshop Municípios e Certificação Energética de Edifícios Lisboa, 18 Junho 2009 Objectivos A Agência Cascais Energia é

Leia mais

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA, 231, R/C Localidade PORTO

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA, 231, R/C Localidade PORTO Válido até 20/04/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA, 231, R/C Localidade PORTO Freguesia PARANHOS Concelho PORTO GPS 41.163993, -8.604853 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL 1 ª Conservatória

Leia mais

AQUECIMENTO, VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO ILUMINAÇÃO COZINHA/ LAVANDARIA DIVERSOS

AQUECIMENTO, VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO ILUMINAÇÃO COZINHA/ LAVANDARIA DIVERSOS P O U P A R AQUECIMENTO, VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO ILUMINAÇÃO COZINHA/ LAVANDARIA DIVERSOS AQUECIMENTO, VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO Caso tenha ar condicionado nos quartos ou áreas comuns do empreendimento,

Leia mais

OPORTUNIDADES DE FINANCIAMENTO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM IPSS SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA NO USO DE RECURSOS PORTARIA 57-B/2015

OPORTUNIDADES DE FINANCIAMENTO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM IPSS SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA NO USO DE RECURSOS PORTARIA 57-B/2015 OPORTUNIDADES DE FINANCIAMENTO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM IPSS SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA NO USO DE RECURSOS PORTARIA 57-B/2015 ENQUADRAMENTO Para os efeitos previstos na secção 2 da Portaria 57-B/2015,

Leia mais

Qual o melhor sistema de aquecimento central para a minha casa?

Qual o melhor sistema de aquecimento central para a minha casa? Preço Qualidade Serviço profissional www.thermowatt.pt informação actualizada em 02/10/2013 Qual o melhor sistema de aquecimento central para a minha casa? O objectivo deste trabalho é contribuir para

Leia mais

Escritório Verde. Dicas práticas para tornar seu escritório sustentável

Escritório Verde. Dicas práticas para tornar seu escritório sustentável Escritório Verde Dicas práticas para tornar seu escritório sustentável Use a criatividade e o bom senso para gerar conscientização ecológica e economia Escritório Verde Dicas práticas para tornar seu escritório

Leia mais

Contribuição do INESC Coimbra para o Estudo Prévio do Futuro Edifício da Câmara Municipal da Mealhada

Contribuição do INESC Coimbra para o Estudo Prévio do Futuro Edifício da Câmara Municipal da Mealhada Institute of Systems Engineering and Computers INESC Coimbra Contribuição do INESC Coimbra para o Estudo Prévio do Futuro Edifício da Technical Report Documento Técnico Institute of Systems Engineering

Leia mais

Soluções de Energia Solar. Março de 2007. www.senso.pt

Soluções de Energia Solar. Março de 2007. www.senso.pt Soluções de Energia Solar Março de 2007 www.senso.pt ENERGIA E CONSTRUÇÃO Crescente aplicação de energias renováveis Mudança do modelo energético Símbolo de distinção para construções de qualidade Resposta

Leia mais

SECTOR DA FABRICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS

SECTOR DA FABRICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS #2 SECTOR DA FABRICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS INTERVENÇÕES E CASOS DE SUCESSO Intervenções Durante o período de intervenção do projeto efinerg II, constatou-se que o sector da fabricação de equipamento

Leia mais

Desempenho energético dos edifícios o impacto dos regulamentos na construção e as oportunidades de melhoria do parque habitacional

Desempenho energético dos edifícios o impacto dos regulamentos na construção e as oportunidades de melhoria do parque habitacional Desempenho energético dos edifícios o impacto dos regulamentos na construção e as oportunidades de melhoria do parque habitacional Paulo Santos ADENE Agência para a Energia Nuno Baptista ADENE Agência

Leia mais

sistema de construção

sistema de construção sistema de construção o que é o ICF ICF é a sigla inglesa de Insulated Concrete Forms usada para designar o sistema de construção constituído por blocos isolantes em poliestireno expandido (EPS), que após

Leia mais

Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes. O consumismo de energia

Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes. O consumismo de energia Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes O consumismo de energia Consumo de Energia O consumo da energia no mundo está resumido na sua maioria pelas fontes tradicionais como o petróleo, carvão

Leia mais

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Gama 04 Gama de 2013 O que é Therma V? 06 O que é Therma V? Vantagens Therma V 08 Elevada Eficiência Energética 10 Programação Semanal 12 Instalação

Leia mais

SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. Laertes Mota (Eng. Civil) Guimarães, 02-12-2013

SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. Laertes Mota (Eng. Civil) Guimarães, 02-12-2013 1 SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO Laertes Mota (Eng. Civil) Guimarães, 02-12-2013 2 SUMÁRIO: 1. INTRODUÇÃO 1.1 CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL 1.2 NZEB 2.1 CARÁCTER INOVADOR 2.2 CARACTERÍSTICAS 2.3 PORMENORES CONSTRUTIVOS

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO HOSPITAL DOUTOR MANOEL CONSTÂNCIO INSTALAÇÕES TÉCNICAS. Mestrado em Manutenção Técnica de Edifícios

RELATÓRIO DE ESTÁGIO HOSPITAL DOUTOR MANOEL CONSTÂNCIO INSTALAÇÕES TÉCNICAS. Mestrado em Manutenção Técnica de Edifícios RELATÓRIO DE ESTÁGIO INSTALAÇÕES TÉCNICAS HOSPITAL DOUTOR MANOEL CONSTÂNCIO Mestrado em Manutenção Técnica de Edifícios Fernando Jorge Albino Varela de Oliveira Abrantes Dezembro 2014 ÍNDICE Objectivos

Leia mais

Castelo de Vide 16.02.2009. Mais eco. Mais futuro.

Castelo de Vide 16.02.2009. Mais eco. Mais futuro. Castelo de Vide 16.02.2009 Mais eco. Mais futuro. O mundo está nas nossas mãos... 1 O consumo energético mundial tem registado forte crescimento nos últimos anos, agravando o volume de emissões de CO 2

Leia mais

Formulário de Candidatura para admissão como membro do Cluster 2Bparks

Formulário de Candidatura para admissão como membro do Cluster 2Bparks Formulário de Candidatura para admissão como membro do Cluster 2Bparks Eu, abaixo-assinado/a, declaro que a organização que represento solicita a sua admissão como Membro do Cluster Ambiental 2Bparks e

Leia mais

Despoeiramento industrial Ventilação Ecologia Recuperação de energia Pintura e Acabamento

Despoeiramento industrial Ventilação Ecologia Recuperação de energia Pintura e Acabamento Despoeiramento industrial Ventilação Ecologia Recuperação de energia Pintura e Acabamento A Empresa Sediada na Trofa há mais de 25 anos, somos uma empresa dinâmica que oferece uma gama de soluções que

Leia mais

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE)

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Seminário : Inovação na Construção, Técnicas e Materiais de Construção sustentável Auditório da Associação

Leia mais

O papel da eficiência e inovação energética nos edifícios

O papel da eficiência e inovação energética nos edifícios O papel da eficiência e inovação energética nos edifícios Apresentação no INETI 25 Junho, 2012 A energia está associada à maioria dos actuais desafios de sustentabilidade Resíduos Aquecimento global Poluição

Leia mais

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL SOLUÇÕES EFICIENTES HOJE, A NOSSA RIQUEZA DE AMANHÃ www.construcaosustentavel.pt ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA Apoio: AS CIDADES SÃO O NOSSO DESAFIO 50% da população

Leia mais

Por Utilização Racional de Energia (URE) entendemos o conjunto de acções e medidas, que têm como objectivo a melhor utilização da energia.

Por Utilização Racional de Energia (URE) entendemos o conjunto de acções e medidas, que têm como objectivo a melhor utilização da energia. Utilização Racional de Energia (URE) Por Utilização Racional de Energia (URE) entendemos o conjunto de acções e medidas, que têm como objectivo a melhor utilização da energia. Utilizar melhor a energia

Leia mais

Consultadoria e Serviços Energéticos, lda ENERGIA PARA A VIDA. Energy for life

Consultadoria e Serviços Energéticos, lda ENERGIA PARA A VIDA. Energy for life ENERGIA PARA A VIDA Energy for life A GREEN SOLUTIONS A ambição de uma empresa não se reflecte nos seus feitos individuais, mas antes na realização de projectos marcantes para sua indústria. O reconhecimento

Leia mais

A Renopac Soluções Inteligentes é uma jovem empresa especializada em Energias Renováveis, Climatização e Sistemas Elétricos.

A Renopac Soluções Inteligentes é uma jovem empresa especializada em Energias Renováveis, Climatização e Sistemas Elétricos. A Renopac Soluções Inteligentes é uma jovem empresa especializada em Energias Renováveis, Climatização e Sistemas Elétricos. Tem como principal objetivo proporcionar um serviço eficiente e de extrema qualidade

Leia mais

Damos valor à sua energia

Damos valor à sua energia Damos valor à sua energia Invista em energias renováveis e eficiência energética e comece a poupar naturalmente. Energia O futuro do planeta está cada vez mais nas nossas mãos e a forma como obtemos e

Leia mais

Guia de declaração para equipamentos de AVAC&R. (Aplicação dos DL 230/2004 e 132/2010)

Guia de declaração para equipamentos de AVAC&R. (Aplicação dos DL 230/2004 e 132/2010) (Aplicação dos DL 230/2004 e 132/2010) ÍNDICE 1 Objectivo... 3 2 Porquê esta legislação?... 3 3 Quem está abrangido?... 3 4 Quais os equipamentos abrangidos?... 3 5 Dúvidas frequentes... 5 5.1 Equipamentos

Leia mais

PAINEIS SOLARES MEGASUN

PAINEIS SOLARES MEGASUN PAINEIS SOLARES MEGASUN Há mais de uma década a actuar no sector do aquecimento doméstico, a Jaqueciprolar é importador e representante dos Painéis Solares MEGASUN. A MEGASUN é um conceituado fabricante

Leia mais

Portugal Eficiência 2015 Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética

Portugal Eficiência 2015 Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética Portugal Eficiência 2015 Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética Apresentação da Versão para Discussão Pública Fevereiro 2008 Coordenação : Apoio : Forte inversão da intensidade energética

Leia mais

MODERNIZE SUA PLANTA FABRIL. Máquinas e equipamentos mais modernos são mais eficientes e consomem menos energia.

MODERNIZE SUA PLANTA FABRIL. Máquinas e equipamentos mais modernos são mais eficientes e consomem menos energia. 1 REALIZE UM DIAGNÓSTICO ENERGÉTICO para identificar todas as oportunidades existentes, avaliar a viabilidade, determinar as prioridades e montar um programa para sua implementação 2 MODERNIZE SUA PLANTA

Leia mais

EYE MANAGER MANUAL DO SOFTWARE

EYE MANAGER MANUAL DO SOFTWARE EYE MANAGER MANUAL DO SOFTWARE ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO.. 3 2 O SOFTWARE.... 3 3 EDIFÍCIO. 6 3.1 Área aquecida........ 6 3.2 Pavimento... 11 3.3 Cobertura..... 11 3.4 Aquecimento central.. 12 3.5 Produção de

Leia mais

www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min.

www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min. www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min. Made in Germany Os MOBILAIR compressores portáteis da KAESER COMPRESSORES são

Leia mais

MANUAL COM DICAS SOBRE CONSUMO DE ENERGIA

MANUAL COM DICAS SOBRE CONSUMO DE ENERGIA SISTEMA SOLAR DE AQUECIMENTO DE ÁGUA a) Quando for adquirir um sistema de aquecimento solar dê sempre preferência aos modelos com o Selo Procel. b) Dimensione adequadamente o sistema (coletores e reservatórios)

Leia mais

Aspetos da Sustentabilidade

Aspetos da Sustentabilidade Aspetos da Sustentabilidade Francisco Ferreira (Quercus FCT/UNL) 16 de outubro de 2014 Ordem dos Engenheiros Antigamente Bulla Regia Tunísia (vila subterrânea) Atualmente Aspetos de sustentabilidade Perspetiva

Leia mais

Imagina um mundo mais verde! Produzido por

Imagina um mundo mais verde! Produzido por Imagina um mundo mais verde! Produzido por O nosso planeta tem sido muito maltratado. Há muitos milhares de anos que a Terra nos dá o clima e os recursos naturais de que necessitamos para viver. No entanto,

Leia mais

Arrefecimento solar em edifícios

Arrefecimento solar em edifícios Arrefecimento solar em edifícios Introdução A constante procura de conforto térmico associada à concepção dos edifícios mais recentes conduziram a um substancial aumento da utilização de aparelhos de ar

Leia mais

Lagoas Park, Edifício 2 2740-265 Porto Salvo Telefone: +351 21 791 23 44 www.tdimobiliaria.pt

Lagoas Park, Edifício 2 2740-265 Porto Salvo Telefone: +351 21 791 23 44 www.tdimobiliaria.pt Lagoas Park, Edifício 2 2740-265 Porto Salvo Telefone: +351 21 791 23 44 www.tdimobiliaria.pt Partilhe connosco as suas sugestões para um ambiente melhor, através do endereço penseverde@tdimobiliaria.pt.

Leia mais

CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S ECO ÁGUA QUENTE SANITÁRIA ECONOMIA CONFORTO ECOLOGIA 85% ULTIMA POUPANÇA

CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S ECO ÁGUA QUENTE SANITÁRIA ECONOMIA CONFORTO ECOLOGIA 85% ULTIMA POUPANÇA CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S ECO ÁGUA QUENTE SANITÁRIA ECONOMIA CONFORTO ECOLOGIA PROVAVELMENTE O AQUECEDOR DE ÁGUA SOLAR MAIS EVOLUÍDO DO MUNDO ÁGUA QUENTE HORAS POR DIA

Leia mais

SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA. arlindo.louro@iep.pt

SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA. arlindo.louro@iep.pt SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA arlindo.louro@iep.pt Instalações instituto electrotécnico português Matosinhos Rua de S. Gens, 3717 4460-409 Senhora da Hora Tel.: 229570000/15 Fax: 229530594 e-mail:com@iep.pt

Leia mais

Eficiência Energética em Edifícios. Faculdade de Engenharia Universidade do Porto EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS

Eficiência Energética em Edifícios. Faculdade de Engenharia Universidade do Porto EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS Faculdade de Engenharia Universidade do Porto Engenharia Electrotécnica e Computadores Gestão de Energia A Eficiência Energética em projecto de edifícios tem sempre presente que existem questões importantes

Leia mais

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano

Motores Térmicos. 9º Semestre 5º ano Motores Térmicos 9º Semestre 5º ano 19 Sistema de Refrigeração - Tópicos Introdução Meios refrigerantes Tipos de Sistemas de Refrigeração Sistema de refrigeração a ar Sistema de refrigeração a água Anticongelantes

Leia mais

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN Edifícios da Sede e Museu e Centro de Arte Moderna. Serviços Centrais

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN Edifícios da Sede e Museu e Centro de Arte Moderna. Serviços Centrais 1 Os edifícios da Sede e Museu foram inaugurados em 1969, 7 anos depois do início da construção, sendo o projecto dos arquitectos Alberto Pessoa, Pedro Cid e Ruy d Athouguia; Os jardins são projecto dos

Leia mais

República de Angola MINISTÉRIO DA ENERGIA E ÁGUAS

República de Angola MINISTÉRIO DA ENERGIA E ÁGUAS República de Angola MINISTÉRIO DA ENERGIA E ÁGUAS Conferência e exposição ipad angola 2011 Luanda, 15 de Setembro de 2011 Fontes de Energias renováveis no Contexto angolano APRESENTAÇÃO SANDRA CRISTÓVÃO

Leia mais

SECTOR DA FABRICAÇÃO DE ARTIGOS DE BORRACHA E MATÉRIAS PLÁSTICAS

SECTOR DA FABRICAÇÃO DE ARTIGOS DE BORRACHA E MATÉRIAS PLÁSTICAS #3 SECTOR DA FABRICAÇÃO DE ARTIGOS DE BORRACHA E MATÉRIAS PLÁSTICAS INTERVENÇÕES E CASOS DE SUCESSO Intervenções Durante o período de intervenção do projeto efinerg II, constatou-se que as empresas do

Leia mais

A DIRECTIVA Erp E A ETIQUETAGEM ENERGÉTICA

A DIRECTIVA Erp E A ETIQUETAGEM ENERGÉTICA A DIRECTIVA Erp E A ETIQUETAGEM ENERGÉTICA 1 O CONTEXTO ETIQUETAGEM ENERGÉTICA e DIRECTIVA ErP, PORQUÊ? Travar a mudança climática, garantir o abastecimento de energia e aumentar a competitividade industrial

Leia mais

Índice. Aquecimento e Climatização Bombas de Calor Pedra Natural Biomassa Recuperadores Calor Biomassa - Pellets

Índice. Aquecimento e Climatização Bombas de Calor Pedra Natural Biomassa Recuperadores Calor Biomassa - Pellets Climatização 1 Índice e Climatização Bombas de Calor Pedra Natural Biomassa Recuperadores Calor Biomassa - Pellets 3 5 6 7 2 Bomba de calor Central A bomba de calor tem como finalidade produzir água a

Leia mais

\ BOAS PRÁTICAS NA ENERGIA A Gestão de Energia como Ferramenta de Gestão Empresarial

\ BOAS PRÁTICAS NA ENERGIA A Gestão de Energia como Ferramenta de Gestão Empresarial \ BOAS PRÁTICAS NA ENERGIA A Gestão de Energia como Ferramenta de Gestão Empresarial Workshop Eficiência Energética e Sustentabilidade Ambiental nas empresas CTCV 25 de Fevereiro de 2014 \ BOAS PRÁTICAS

Leia mais

Solar Térmico: Uso de paineis solares térmicos. Luis Roriz

Solar Térmico: Uso de paineis solares térmicos. Luis Roriz Solar Térmico: Uso de paineis solares térmicos Luis Roriz Aquecimento passivo O calor resultante da radiação solar pode ser aproveitado para o aquecimento de edifícios sem necessidade de recorrer a sistemas

Leia mais

CENTRO ESCOLAR DAS LAGOAS PONTE DE LIMA

CENTRO ESCOLAR DAS LAGOAS PONTE DE LIMA CENTRO ESCOLAR DAS LAGOAS PONTE DE LIMA Projeto Energia Construção Sustentável www.cezero.pt / www.cezero.com.br CENTRO ESCOLAR DAS LAGOAS PONTE DE LIMA PROJETO Arquitetura e sistemas construtivos Maximização

Leia mais

Consumo Consciente Energia Elétrica

Consumo Consciente Energia Elétrica Consumo Consciente Energia Elétrica Agosto 2010 Planeta SUSTENTABILIDADE NO CONSUMO Incentivo ao consumo responsável e consciente IMPORTÂNCIA DA ENERGIA PARA O GRUPO Compra energia elétrica de 23 concessionárias

Leia mais

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental Eco Houses / Casas ecológicas Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental IDHEA - INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO DA HABITAÇÃO ECOLÓGICA Conceito:

Leia mais

O SEU PAINEL DE AQUECIMENTO RADIANTE

O SEU PAINEL DE AQUECIMENTO RADIANTE 2011 Marca: Heatwafer Modelo: HW1 Área Aquecida: 3-4 m3 Consumo: 80 W O SEU PAINEL DE AQUECIMENTO RADIANTE Custo por 1 hora: 0,01 Custo por 24 Horas: 0,17 Dimensões (p*w*h): 35*200*300 mm HEATWAFER * baseado

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DE PARADELHAS, 273, Localidade PADORNELO. Freguesia PADORNELO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DE PARADELHAS, 273, Localidade PADORNELO. Freguesia PADORNELO Válido até 30/03/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DE PARADELHAS, 273, Localidade PADORNELO Freguesia PADORNELO Concelho PAREDES DE COURA GPS 41.927754, -8.540848 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória

Leia mais

AR CONDICIONADO. Soluções integrais para arrefecimento e aquecimento

AR CONDICIONADO. Soluções integrais para arrefecimento e aquecimento AR CONDICIONADO AR CONDICIONADO. Soluções integrais para arrefecimento e aquecimento Índice A temperatura perfeita, com frio ou calor 03 Benefícios 04 Serviços de Apoio ao Cliente 04 Princípio de Funcionamento

Leia mais

TRAINREBUILD Formar para Reabilitar a Europa. WORKSHOP Reabilitação Energética de Edificios. Cascais, 19 de Abril de 2012

TRAINREBUILD Formar para Reabilitar a Europa. WORKSHOP Reabilitação Energética de Edificios. Cascais, 19 de Abril de 2012 TRAINREBUILD Formar para Reabilitar a Europa WORKSHOP Reabilitação Energética de Edificios Cascais, 19 de Abril de 2012 INDICE Lisboa E-Nova Enquadramento Conceitos Metodologia Oportunidades de Melhoria

Leia mais

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Texto Preliminar Completo - Agosto 2011 INTRODUÇÃO Começam a existir no Brasil um bom número de edifícios com

Leia mais

ENERGIA. Energias passivas

ENERGIA. Energias passivas Energias passivas ENERGIA Estes sistemas, quando bem dimensionados, são de longe mais económicos do que qualquer outro sistema que recorra a energia elétrica ou combustíveis convencionais. Com o aumento

Leia mais

As soluções de janelas de guilhotina ZENDOW são a escolha adequada para obras de renovação arquitectónica.

As soluções de janelas de guilhotina ZENDOW são a escolha adequada para obras de renovação arquitectónica. GUILHOTINAS As soluções de janelas de guilhotina ZENDOW são a escolha adequada para obras de renovação arquitectónica. Com um sistema de ferragens de elevado desempenho, a solução de janelas de guilhotina

Leia mais

AR CONDICIONADO E CO-GERAÇÃO DE ENERGIA

AR CONDICIONADO E CO-GERAÇÃO DE ENERGIA 1 SEMINÁRIO DE ENGENHARIA DE ENERGIA PUC-MINAS - 20 de Abril de 2007 AR CONDICIONADO E CO-GERAÇÃO DE ENERGIA Marco Tulio Starling de Vasconcellos marcotulio@tuma.com.br - Tel: (31) 2111-0053 www.tuma.com.br

Leia mais

Aquecimento e arrefecimento. Ventilação. Humidificação e desumidificação

Aquecimento e arrefecimento. Ventilação. Humidificação e desumidificação A generalidade das empresas necessitam de controlar o seu ambiente interior, tanto em termos de condições térmicas como de qualidade do ar, por diferentes motivos como bem estar e segurança das pessoas,

Leia mais