Credenciamento de fornecedores no Cartão BNDES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Credenciamento de fornecedores no Cartão BNDES"

Transcrição

1 SOLICITANDO CARTÃO SOLICITANDO CARTÃO Credenciamento de fornecedores no Cartão BNDES Atualizado em 03/02/15 Pág.: 1/28

2 Introdução Este manual destina-se a orientar os fabricantes ou prestadores de serviços autorizados pelo BNDES e distribuidores indicados na solicitação do credenciamento como fornecedor no site do Cartão BNDES (www.cartaobndes.gov.br). Caso a empresa fabricante já esteja credenciada como fornecedora no site do Cartão BNDES e pretenda indicar outra(s) empresa(s) como distribuidora(s) de seus produtos, deverá consultar o Manual do Fabricante Indicação de Distribuidores. 1. O Cartão BNDES. O Cartão BNDES é uma linha de crédito rotativa e pré-aprovada destinada à aquisição de itens necessários às atividades das micro, pequenas e médias empresas (MPMEs), que tenham fabricação no país e que estejam cadastrados no site do Cartão, por fornecedores devidamente credenciados. 2. Quais são as vantagens para o fornecedor? O fornecedor poderá oferecer, aos clientes portadores do Cartão BNDES, financiamento automático em até 48 meses, com recebimento das vendas em 30 dias, após o registro da nota fiscal no site do Cartão. 3. Quem pode solicitar o credenciamento no site do Cartão BNDES? 3.1) Como fabricante: Empresas de qualquer porte, fabricantes de bens e insumos de setores autorizados pelo BNDES, com índice de nacionalização mínimo de 60%, necessários às atividades das micro, pequenas e médias empresas. Fabricantes de partes, peças e componentes para bens de capital de uso industrial, desde que atendido o índice de nacionalização mínimo de 60%. O fabricante deverá ter site próprio na Internet, onde constem informações sobre a empresa e a(s) característica(s) do(s) produto(s) fabricado(s). Fabricantes de componentes para informática e automação industrial dos quais trata a chamada Lei de Informática, desde que cumprido o Processo Produtivo Básico (PPB) pertinente. Empresas montadoras de equipamentos de informática que possuam registro de PPB junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Acesse o site para obter mais informações quanto à obtenção do registro. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 2/28

3 No caso de materiais, componentes e sistemas construtivos destinados à construção civil, as empresas fabricantes deverão estar qualificadas no Programa Setorial da Qualidade (PSQ), no âmbito do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H), do Ministério das Cidades (http://www2.cidades.gov.br/pbqp-h/index.php), ou apresentar certificação no âmbito do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade (SBAC), emitida por Organismo de Certificação de Produto (OCP) acreditado pelo INMETRO. Empresas brasileiras desenvolvedoras de softwares, que sejam detentoras da propriedade intelectual e utilizem recursos humanos residentes no Brasil. Observa-se que os mesmos já têm de estar desenvolvidos, mesmo que necessitem de uma customização posterior. A empresa desenvolvedora precisa, ainda, possuir site próprio na Web, em que constem os produtos que pretende credenciar. Não são passíveis de credenciamento os serviços de desenvolvimento de software, nem aqueles que caracterizem periodicidade, como suporte ou custo mensal de licenciamento. Oficinas instaladoras de kit GNV que possuam o Certificado de Registro de Instalador (CRI), do INMETRO, válido. Consulte o site para obter mais informações quanto à obtenção do registro. Fabricantes dos seguintes itens, desde que atendidas as respectivas regras: Produto BARCOS AUTOPEÇAS PNEUS MÁQUINAS IMPORTADAS PARA O SETOR DE CONFECÇÃO Regras Embarcações destinadas à pesca e transporte de pessoas, com tamanho inferior a 20 pés e motorização inferior a 200 HP. Independente de seu tamanho e potência, podem ser credenciadas lanchas destinadas a utilidades específicas como manutenção e reparo, serviço médico e odontológico, combate a incêndio etc. Não são passíveis de credenciamento veleiros e quaisquer embarcações com uso destinado para lazer. Autopeças destinadas a veículos pesados e agrícolas, como caminhões, ônibus, tratores, implementos rodoviários, agrícolas e industriais. Deverão ser cadastradas por seu fabricante ou montadora. No primeiro caso, é necessário incluir no início da descrição do produto no site do Cartão BNDES: PEÇA DE FABRICAÇÃO PRÓPRIA. No segundo caso, a empresa deverá comprovar a exclusividade da comercialização do produto informado, por meio de contrato celebrado entre esta e o fabricante, além de indicar na descrição do produto no site do Cartão: PEÇA FABRICADA POR TERCEIROS, COM CONTRATO DE EXCLUSIVIDADE. Em ambos os casos, na descrição, além do texto mencionado anteriormente, deverá constar: VENDA MÍNIMA POR PRODUTO: R$ 100,00 Pneus para ônibus, caminhões, tratores, máquinas agrícolas e rodoviárias, além de pneus para motos até 250cc, triciclos e quadriciclos. Apresentar ao BNDES a seguinte documentação: Cópias do Contrato ou Estatuto Social e alterações; comprovação de autorização de importação junto ao SISCOMEX (tela do RADAR, da Secretaria da Receita Federal); notas fiscais de importação recentes para cada um dos produtos em análise; catálogo descritivo dos produtos a serem credenciados; atestado, emitido pelo órgão de classe responsável pela defesa do pleito de ex-tarifário junto ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) (no caso, a ABRAMACO, Associação Brasileira da Indústria e Comércio de Máquinas para Costura Industrial, Componentes, Acessórios e Sistemas), confirmando o atendimento às condições de credenciamento referentes à ausência de produção nacional, com base no ex-tarifário. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 3/28

4 Entidades acreditadas pelo INMETRO ou credenciadas por outros órgãos federais, que prestem serviços de metrologia, normalização, regulamentação técnica e avaliação da conformidade (inspeção, ensaios, certificação e outros procedimentos de autorização). Instituições de ensino, empresas especializadas e escolas de idiomas que ministrem cursos presenciais de capacitação ou aperfeiçoamento relacionado às atividades de recepção, viagens, eventos, serviços de alimentação, entretenimento e idiomas (inglês e espanhol), desde que atendam aos critérios estabelecidos nas Políticas Operacionais do BNDES. Entidades que prestem serviços de acreditação, no caso de hospitais e demais instituições de saúde, segundo os padrões reconhecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Empresas que prestem serviços de design, ergonomia e modelagem de produto e embalagem, desde que seu CNPJ tenha no mínimo 2 anos de constituição, possuam o CNAE /01-Design e apresentem site na Internet em que conste portfólio com a prestação desse serviço para um mínimo de três empresas distintas. Observação: Quando couber, a empresa deverá ter a Inscrição Estadual habilitada na Secretaria de Fazenda do seu Estado (Sintegra). 3.2 ) Como distribuidor: Empresas que tenham sido previamente indicadas por fabricantes credenciados. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 4/28

5 4. Como realizar o credenciamento como fornecedor no site do Cartão BNDES? A solicitação de credenciamento é realizada por meio do site do Cartão BNDES, na Internet, no endereço No menu localizado no lado esquerdo da página inicial do site, deve-se clicar na opção Seja um Fornecedor Credenciado. Ler as instruções sobre a necessidade de afiliação a pelo menos um adquirente; informar o CNPJ e o CNAE Fiscal da empresa, conforme registrado na Receita Federal. A empresa poderá informar o CNAE Fiscal secundário, caso este seja mais condizente com o produto que se deseja cadastrar no site do Cartão BNDES. A empresa também deverá informar para qual papel deseja solicitar o credenciamento como fornecedor: como fabricante e/ou como distribuidor, atentando para as restrições existentes para cada um deles. Observações: a) Se a empresa possui cadastro no site como portadora do Cartão BNDES (comprador), então o usuário master cadastrado deverá acessar a área restrita do site com CNPJ, login e senha, clicar em "Seja um Fornecedor" e selecionar a opção desejada (fabricante ou distribuidor); b) se a empresa já for um fabricante credenciado no site do Cartão BNDES e quiser ser também um distribuidor, então o usuário master cadastrado deverá acessar a área restrita do site com CNPJ, login e senha e clicar em "Seja um Distribuidor"; e c) se a empresa já for um distribuidor no site do Cartão BNDES e quiser ser também um fabricante credenciado, então o usuário master cadastrado deverá acessar a área restrita do site com CNPJ, login e senha e clicar em "Seja um Fabricante". Atualizado em 03/02/15 Pág.: 5/28

6 4.1 ) Solicitação de credenciamento como FABRICANTE: 4.1.1) Identificação da empresa. Após o preenchimento do CNPJ e do CNAE Fiscal, selecionar a opção Desejo vender produtos, FABRICADOS por minha empresa, que atendam às normas do BNDES : Digitar os algarismos correspondentes ao CNPJ da empresa. Digitar o número do CNAE Fiscal, contido no Cartão CNPJ da Receita Federal ) Verificação de atendimento aos critérios de credenciamento. Na sequência, ler as informações exibidas nesta tela e, caso a empresa seja passível de credenciamento, clicar no botão Avançar. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 6/28

7 4.1.3) Aceite das normas de utilização do site. Ler atentamente as normas de utilização do site do Cartão BNDES e, caso esteja de acordo, clicar no botão Aceito ) Escolha da(s) adquirente(s) e preenchimento da proposta de afiliação. Escolher a(s) adquirente(s) (Cielo, Rede e/ou Cabal Brasil), preencher o formulário da proposta de afiliação e clicar no botão Avançar. Escolher a(s) adquirente(s). Recomenda-se a afiliação tanto na Cielo como na Rede e Cabal Brasil. Preencher com o nome fantasia, conforme cadastro no cartão do CNPJ. Preencher com a razão social, conforme cadastro do cartão do CNPJ. Preencher com o site eletrônico da empresa, caso o possua Atualizado em 03/02/15 Pág.: 7/28

8 Informar o principal produto fabricado pela empresa, evitando siglas, códigos e nomes muito genéricos Informar o mesmo endereço que consta na Receita Federal Preencher os dados de contato para o processo de afiliação. Esta será a pessoa contactada pela Cielo, Rede e/ou Cabal Brasil. O preenchimento do nº do telefone celular é obrigatório. Pelo menos um dos contatos deverá ser de um sócio ou dirigente da empresa Preencher os campos referentes ao usuário Master da empresa no site do Cartão BNDES. Todos os campos desta área são de preenchimento obrigatório (assinalados com asterisco). O usuário master é a pessoa que poderá realizar todas as operações no Portal. Memorizar login e senha cadastrados, pois sempre serão necessários para acesso ao site. Observação: o login e a senha do usuário master serão necessários para todos os acessos à área restrita do site do Cartão BNDES. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 8/28

9 4.1.5) Conferência dos dados da proposta de afiliação. Nesta tela, conferir os dados preenchidos no formulário da proposta de afiliação e, caso estejam corretos, clicar no botão Avançar. Se for necessário corrigir alguma informação, clicar no botão Voltar. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 9/28

10 4.1.6) Procedimentos para a afiliação. O site do Cartão BNDES exibirá uma tela informando todos os procedimentos necessários para a análise de afiliação da empresa, detalhados a seguir. Procedimentos junto ao BNDES. Uma vez concluída a solicitação de credenciamento no site, o BNDES avaliará se a empresa atende aos critérios exigidos para tornar-se um fabricante credenciado. Uma vez aprovada, a solicitação será encaminhada às adquirentes selecionadas (Cielo, Rede e/ou Cabal Brasil). A empresa deverá iniciar a montagem do catálogo de produtos no site. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 10/28

11 Procedimentos para a afiliação junto à Cielo. O fabricante deve possuir conta corrente em um dos seguintes bancos relacionados ao sistema Cielo, onde serão creditadas as vendas realizadas com Cartão BNDES de bandeiras Elo, Mastercard e Visa: Banco do Brasil, Bancoob, Banestes, BRB, BMB, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú Unibanco, Sicredi, Banrisul, Citibank, Panamericano, Alfa, Santander/Real, Safra, Rural. A Cielo fará contato por telefone para agendar uma visita à empresa e dar prosseguimento à afiliação. No momento da visita, o representante Cielo preencherá a proposta de afiliação e receberá da empresa os seguintes documentos: a) Contrato de Afiliação ao Sistema Cielo; b) cópia simples do Contrato Social e Alterações, ou Estatuto e Alterações ou Ata de Constituição: No caso de Sociedade Anônima (S.A.) Estatuto Social e Ata da Eleição de Diretoria (cópia simples contendo o registro da Junta Comercial); se Ltda. Contrato Social (cópia simples) e alterações; se Associações Estatuto registrado em cartório (cópia simples); c) cópia simples do cartão do CNPJ (é obrigatório que o endereço da empresa cadastrado no site seja o mesmo que está informado no Contrato Social e no cartão CNPJ); d) cópias simples do CPF e RG dos sócios (estes documentos poderão ser substituídos pela cópia da CNH); e) comprovante de domicílio bancário: extrato de conta corrente em papel, com DAC ou DV*, ou extrato de ATM (caixa eletrônico), com DAC ou DV*, ou print de tela emitido pelo Banco Domicílio, com DAC ou DV*. O extrato de internet banking será válido como documento, desde que tenha descrito o CNPJ e a razão social da empresa. * DAC ou DV dígito verificador da conta corrente Os contatos da Cielo são: a) Telefone: (demais localidades) (capitais e regiões metropolitanas) b) Atualizado em 03/02/15 Pág.: 11/28

12 Procedimentos para a afiliação junto à Rede. O fabricante deve possuir conta corrente em um dos seguintes bancos relacionados ao sistema Rede, onde serão creditadas as vendas realizadas com Cartão BNDES de bandeira Mastercard: Banco de Brasília, Banco do Brasil, Bancoob, Banrisul, CEF, ABN Amnro/Real, Bradesco, Citibank, HSBC, Mercantil Brasil, Santander/Banespa, IBI, Luso Brasileiro, Rural, Safra, Itaú Unibanco, Triangulo, Daycoval, Panamericano, Banese, Banco BVA S.A., Banco Ribeirão Preto, Banco da Amazônia S.A., Banco Cooperativo Sicredi S.A., Banestes S.A., Banco do Estado do Espírito Santo, Banco do Estado de Santa Catarina S.A. (BESC), Banco do Nordeste do Brasil S.A. (BNB), Banco Fibra S.A.. A Rede entrará em contato para solicitar a documentação necessária à afiliação: a) Ata de Constituição e Estatuto Social, se couber; ou b) cópia de Contrato Social e alterações; c) cópia de CIC e RG dos sócios; d) cópia de Comprovante Domicílio Bancário; e) cópia do cartão CNPJ; f) Proposta de Credenciamento e Adesão de Estabelecimento ao Sistema Rede, já devidamente preenchida; e g) Contrato de Afiliação ao Sistema Rede, com visto do responsável pela empresa. Contato com a Rede pode ser realizado através do telefone (demais localidades) ou (capitais e regiões metropolitanas) de segunda a sexta, das 8h às 19h. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 12/28

13 Procedimentos para a afiliação junto à Cabal Brasil. A Cabal fará um contato telefônico para efetuar a afiliação e poderá solicitar a seguinte documentação: a) Cópia simples do Contrato Social e suas alterações, ou Estatuto e alterações ou Ata de Constituição: I) no caso de Sociedade Anônima (S.A.) Estatuto Social e Ata de Eleição de Diretoria (cópia simples contendo registro da Junta Comercial); II) se Ltda. Contrato Social (cópia simples) e alterações; III) se Associações Estatuto registrado em cartório (cópia simples).; b) cópias simples do CPF e RG dos sócios ou, em substituição, cópia simples da CNH; c) comprovante de domicilio bancário, podendo ser o extrato da conta corrente digitalizado ou imagem de uma folha de cheque. As vendas realizadas com o Cartão BNDES de bandeira Cabal poderão ser creditadas em contas correntes de quaisquer bancos vinculados ao Sistema Financeiro Nacional, que estejam aptos a receber DOC (Documento de Ordem de Crédito) e/ou TED (Transferência Eletrônica Disponível). Contato com a Cabal pode ser realizado através do ou através do telefone (demais localidades) ou (capitais e regiões metropolitanas), de segunda a sexta, das 8h às 18h. Observação: A montagem do catálogo de produtos no site do Cartão BNDES deve ser iniciada paralelamente ao processo de afiliação junto à(s) adquirente(s) Cielo, Rede ou Cabal Brasil. Contudo, a solicitação de sua ativação somente será possível após a conclusão da afiliação. Para obter mais informações, acesse o Manual do Fornecedor - Montagem de Catálogo. 4.2) Solicitação de credenciamento como DISTRIBUIDOR: Uma empresa que deseja ser distribuidora só poderá solicitar o credenciamento no site do Cartão BNDES se tiver sido previamente indicada por, pelo menos, um fabricante credenciado. Caso contrário, o site não permitirá dar continuidade ao processo. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 13/28

14 4.2.1) Identificação da empresa. Após o preenchimento do CNPJ e do CNAE Fiscal, selecionar a opção Desejo REVENDER produtos, fabricados por outras empresas credenciadas, que atendam às normas do BNDES : Digitar os algarismos correspondentes ao CNPJ da empresa. Digitar o número do CNAE Fiscal, contido no Cartão CNPJ da Receita Federal ) Verificação das orientações às empresas distribuidoras. Na sequência, ler as informações exibidas na tela e, caso a empresa esteja de acordo, clicar no botão Avançar. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 14/28

15 4.2.3) Aceite das normas de utilização do site. Ler atentamente as normas de utilização do site do Cartão BNDES e, caso a empresa esteja de acordo, clicar no botão Aceito ) Escolha da(s) adquirente(s) e preenchimento da proposta de afiliação. Escolher a(s) adquirente(s) (Cielo, Rede e/ou Cabal Brasil), preencher o formulário da proposta de afiliação e clicar no botão Avançar. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 15/28

16 Escolher a(s) Afiliadora(s). Adquirente(s). Recomenda-se a(s) a Recomenda-se afiliação tanto na Cielo afiliação como tanto na Rede na e Cabal. Cielo como na Rede e Cabal. Preencher com o Nome Fantasia, conforme cadastro no cartão do CNPJ. Preencher com a Razão Social, conforme cadastro do cartão do CNPJ. Preencher com o site eletrônico da empresa, caso o possua. Informar o mesmo endereço que consta na Receita Federal Preencher os dados de contato para o processo de afiliação. Esta será a pessoa contactada pela Cielo, Rede e/ou Cabal. O preenchimento do nº do telefone celular é obrigatório. Pelo menos um dos contatos deverá ser de um sócio ou dirigente da empresa Preencher os campos referentes ao usuário Master da empresa no Portal. Todos os campos desta área são de preenchimento obrigatório (assinalados com asterisco). O usuário master é a pessoa que poderá realizar todas as operações no Portal. Memorize login e senha cadastrados, pois sempre serão necessários para acesso ao Portal. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 16/28

17 4.2.5 ) Conferência dos dados da proposta de afiliação. Nesta tela, conferir os dados preenchidos no formulário da proposta de afiliação e, caso estejam corretos, clicar no botão Avançar. Se for necessário corrigir alguma informação, clicar no botão Voltar. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 17/28

18 4.2.6 Procedimentos para a afiliação. O site do Cartão BNDES exibirá uma tela informando todos os procedimentos necessários para a análise de afiliação da empresa, que também detalharemos a seguir. Uma vez concluída a solicitação no site, esta será encaminhada às adquirentes selecionadas (Cielo, Rede e/ou Cabal Brasil). A empresa deverá verificar se o(s) fabricante(s) credenciado(s) que a indicou(aram) associaram os produtos de seus catálogos que poderão ser comercializados através do Cartão BNDES. Isto poderá ser verificado na área restrita do distribuidor, clicando no menu lateral Fabricantes, no nome do fabricante e no botão Produtos. Caso os produtos não tenham sido associados, o distribuidor deverá contactar o fabricante e e orientá-lo a fazer esse procedimento. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 18/28

19 Procedimentos para a afiliação junto à Cielo O distribuidor deve possuir conta corrente em um dos seguinte bancos relacionados ao sistema Cielo onde serão creditadas as vendas realizadas com Cartão BNDES de bandeira Visa: Banco do Brasil, Bancoob, Banestes, BRB, BMB, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú Unibanco, Sicredi, Banrisul, Citibank, Panamericano, Alfa, Santander/Real, Safra, Rural. A Cielo fará uma visita à empresa para efetuar a afiliação. No momento da visita, o representante Cielo preencherá a proposta de afiliação e receberá os seguintes documentos: a) Contrato de Afiliação ao Sistema Cielo; b) cópia simples do Contrato Social e Alterações, ou Estatuto e Alterações ou Ata de Constituição: no caso de Sociedade Anônima (S.A.) Estatuto Social e Ata da Eleição de Diretoria (cópia simples contendo o registro da Junta Comercial); se Ltda. Contrato Social (cópia simples) e alterações; se Associações Estatuto registrado em cartório (cópia simples); c) cópia simples do cartão do CNPJ (é obrigatório que o endereço da empresa, cadastrado no site, seja o mesmo que está informado no Contrato Social e no cartão CNPJ); d) cópias simples do CPF e RG dos sócios (estes documentos poderão ser substituídos pela cópia da CNH); e) comprovante de domicílio bancário: extrato de conta corrente em papel, com DAC ou DV*, ou extrato de ATM (caixa eletrônico), com DAC ou DV*, ou print de tela emitido pelo Banco Domicílio, com DAC ou DV*. O extrato de internet banking será válido como documento desde que tenha descrito o CNPJ e a razão social da empresa. * DAC ou DV dígito verificador da conta corrente Os contatos da Cielo são: a) Telefone: (demais localidades) (capitais e regiões metropolitanas) b) Atualizado em 03/02/15 Pág.: 19/28

20 Procedimentos para a afiliação junto à Rede O distribuidor deve possuir conta corrente em um dos seguinte bancos relacionados ao sistema Rede, onde serão creditadas as vendas realizadas com Cartão BNDES de bandeira Mastercard: Banco de Brasília, Banco do Brasil, Bancoob, Banrisul, CEF, Bradesco, Citibank, HSBC, Mercantil Brasil, Santander/Banespa, IBI, Luso Brasileiro, Rural, Safra, Itaú Unibanco, Triangulo, Daycoval, Panamericano, Banese, Banco BVA S.A., Banco Ribeirão Preto, Banco da Amazônia S.A., Banco Cooperativo Sicredi S.A., Banestes S.A., Banco do Estado do Espírito Santo, Banco do Estado de Santa Catarina S.A. (BESC), Banco do Nordeste do Brasil S.A. (BNB), Banco Fibra S.A.. A Rede entrará em contato para solicitar a documentação necessária à afiliação: a) Ata de Constituição e Estatuto Social, se couber; ou b) cópia de Contrato Social e alterações; c) cópia de CIC e RG dos sócios; d) cópia de Comprovante Domicílio Bancário; e) cópia do cartão CNPJ; f) Proposta de Credenciamento e Adesão de Estabelecimento ao Sistema Rede, já devidamente preenchida; e g) Contrato de Afiliação ao Sistema Rede, com visto do responsável pela empresa. O contato com a Rede pode ser realizado através do telefone (demais localidades) ou (Capitais e regiões metropolitanas), de segunda a sexta, das 8h às 19h. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 20/28

21 Procedimentos para a afiliação junto à Cabal Brasil A Cabal fará um contato telefônico com o distribuidor para efetuar a afiliação e poderá solicitar a seguinte documentação: a) Cópia simples do Contrato Social e suas alterações, ou Estatuto e alterações ou Ata de Constituição: I) no caso de Sociedade Anônima (S.A.) Estatuto Social e Ata de Eleição de Diretoria (cópia simples contendo registro da Junta Comercial); II) se Ltda. Contrato Social (cópia simples) e alterações; III) se Associações Estatuto registrado em cartório (cópia simples); b) cópias simples do CPF e RG dos sócios ou, em substituição, cópia simples da CNH; c) comprovante de domicílio bancário, podendo ser o extrato da conta corrente digitalizado ou imagem de uma folha de cheque. As vendas realizadas com o Cartão BNDES de bandeira Cabal poderão ser creditadas em contas correntes de quaisquer bancos vinculados ao Sistema Financeiro Nacional, que estejam aptos a receber DOC (Documento de Ordem de Crédito) e/ou TED (Transferência Eletrônica Disponível). Contato com a Cabal pode ser realizado através do ou através do telefone (demais localidades) ou (capitais e regiões metropolitanas) de segunda a sexta, das 8h às 18h. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 21/28

22 4.3) Gerenciamento de adquirentes padrão. O gerenciamento de adquirentes padrão permite ao fornecedor definir previamente a qual adquirente serão enviadas as autorizações de venda, de acordo com a bandeira do cliente. Com isso, a empresa vendedora poderá administrar suas vendas de acordo com as condições negociadas com as adquirentes às quais é afiliada. As bandeiras de cartão disponíveis no Cartão BNDES, e os adquirentes que aceitam transações com elas são: Bandeira Cabal Adquirentes Cabal Elo Mastercard Visa Cielo Cielo e Rede Cielo e Rede Esta opção só se aplica a fornecedores que estejam nas etapas Homologado ou Fornecedor Ativo ) Selecionando adquirente padrão (a partir da etapa Homologado ). Quando o usuário master do fornecedor acessar o site do Cartão BNDES digitando o CNPJ, login e senha, pela primeira vez após sua empresa estar afiliada, aparecerá na área restrita a tela com a opção de realizar a associação entre bandeira e adquirente: Se for selecionada a opção nenhum para todas as associações, o fornecedor não poderá realizar vendas no site, mas se for fabricante estará apto a indicar distribuidores. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 22/28

23 O fornecedor poderá modificar essa configuração a qualquer tempo, bastando acessar a área restrita do portal, clicar no menu à esquerda, na opção Adquirentes Padrão, e em seguida no botão Alterar, conforme as telas a seguir: Escolher as novas associações e clicar no botão Gravar Atualizado em 03/02/15 Pág.: 23/28

24 Observação: As alterações podem ser consultadas por meio do botão Histórico. 5. Como solicitar uma segunda afiliação? Caso a empresa tenha solicitado, inicialmente, a afiliação por apenas uma das adquirentes (Cielo, Rede ou Cabal Brasil), poderá solicitar posteriormente a afiliação junto a outra adquirente. Neste caso, o usuário master deverá acessar a área restrita do site do Cartão BNDES (www.cartaobndes.gov.br), digitando o CNPJ, login e senha. Em seguida, clicar na opção Faça outra afiliação, no menu à esquerda, e, na tela seguinte, marcar a opção da adquirente para a qual a empresa ainda não solicitou a afiliação. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 24/28

25 6. Como um distribuidor pode solicitar o credenciamento também como fabricante? O distribuidor deverá acessar o site com seu CNPJ, login e senha e clicar em Seja um fabricante, no menu lateral esquerdo. Serão exibidas as regras de credenciamento para fabricantes. Caso a empresa atenda aos critérios exigidos, clicar em Avançar. Informar o principal produto fabricado pela empresa, evitando siglas, códigos e nomes muito genéricos e clicar em Solicitar Credenciamento : Atualizado em 03/02/15 Pág.: 25/28

26 Concluída a solicitação de credenciamento como fabricante, a proposta será analisada pelo BNDES, seguindo o mesmo processo descrito anteriormente. A montagem do catálogo de produtos no site deverá ser iniciada para acelerar o processo de credenciamento. 7. Como um fabricante pode solicitar o credenciamento também como distribuidor? O fabricante deverá acessar o site com seu CNPJ, login e senha e clicar em Seja um distribuidor, no menu lateral esquerdo. Serão exibidas orientações para o credenciamento de distribuidores. Caso esteja de acordo, a empresa deverá clicar em Avançar. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 26/28

27 Ler as informações sobre a adesão às normas de utilização do site e clicar em Tornar-se Distribuidor : A empresa deverá ler atentamente as orientações apresentadas; deverá também averiguar se o(s) fabricante(s) credenciado(s) que a indicou(aram) associaram os produtos de seus catálogos que poderão ser comercializados através do Cartão BNDES. Isso poderá ser verificado na área restrita do distribuidor, clicando no menu lateral Fabricantes, no nome do fabricante e no botão Produtos. Caso os produtos não tenham sido associados, o distribuidor deverá contactar o fabricante e orientá-lo a fazer esse procedimento. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 27/28

28 8. Como uma empresa que atenda aos critérios exigidos poderá solicitar, de uma única vez, o credenciamento como fabricante e como distribuidor? Após o preenchimento do CNPJ e do CNAE Fiscal, selecionar as duas opções: Desejo vender produtos, FABRICADOS por minha empresa, que atendam às normas do BNDES e Desejo REVENDER produtos, fabricados por outras empresas credenciadas, que atendam às normas do BNDES. Digitar os algarismos correspondentes ao CNPJ da empresa. Digitar o número do CNAE Fiscal, contido no Cartão CNPJ da Receita Federal. Central de Atendimento do BNDES: Horário de atendimento: é das 8h às 20h, nos dias úteis. Informações sobre o Cartão BNDES também podem ser obtidas acessando a página inicial do site do Cartão BNDES (www.cartaobndes.gov.br), clicando no menu Dúvidas, ou ainda assistindo ao nosso tutorial clicando no menu Assista ao Tutorial. Atualizado em 03/02/15 Pág.: 28/28

Indicação de Distribuidores no Cartão BNDES

Indicação de Distribuidores no Cartão BNDES SOLICITANDO CARTÃO SOLICITANDO CARTÃO INDICAÇÃO DE DISTRIBUIDORES NO CARTÃO BNDES Indicação de Distribuidores no Cartão BNDES Atualizado em 02/07/14 Pág.: 1/7 Introdução Este manual destina-se a orientar

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES

Solicitando o Cartão BNDES Solicitando o Cartão BNDES Atualizado em 13/09/2013 Pág.: 1/15 Introdução Este manual destina-se a orientar as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) na solicitação do Cartão BNDES no Portal de Operações

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES

Solicitando o Cartão BNDES Solicitando o Cartão BNDES Atualizado em 03/03/2010 Pág.: 1/18 Introdução Este manual destina-se a orientar as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) na solicitação do Cartão BNDES no Portal de Operações

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES

Solicitando o Cartão BNDES Solicitando o Cartão BNDES Atualizado em 30/06/2014 Pág.: 1/12 Introdução Este manual destina-se a orientar as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) na solicitação do Cartão BNDES no site do Cartão

Leia mais

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Cartão BNDES. financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Cartão BNDES ABCEM 02/08/2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente de Negócios 300 mil

Leia mais

SCRIPTS - FORNECEDORES (Vendedor) ÍNDICE

SCRIPTS - FORNECEDORES (Vendedor) ÍNDICE SCRIPTS - FORNECEDORES (Vendedor) ÍNDICE PERGUNTAS A SEREM RESPONDIDAS PELA CENTRAL DE ATENDIMENTO 6 CATÁLOGO DE PRODUTOS 6 1. Qual o padrão para inclusão de imagens de meus produtos no Portal de Operações

Leia mais

PERGUNTAS DO FORNECEDOR

PERGUNTAS DO FORNECEDOR PERGUNTAS DO FORNECEDOR 1. AFILIAÇÃO pelo Adquirente foi NEGADA. 2. Como ALTERAR meus DADOS CADASTRAIS? 3. Como CANCELAR A SOLICITAÇÃO DE CREDENCIAMENTO? 4. Como CANCELAR uma TRANSAÇÃO? 5. Como CAPTURAR

Leia mais

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Comprador Atualizado em 30/06/2014 Pág.: 1/17 Introdução Este manual destina-se a orientar os portadores do Cartão BNDES que irão realizar compras de produtos

Leia mais

Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes. São Paulo, 23 de setembro de 2010

Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes. São Paulo, 23 de setembro de 2010 Cartão BNDES Peças, Partes e Componentes São Paulo, 23 de setembro de 2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs.

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES no Portal de Operações do BNDES

Solicitando o Cartão BNDES no Portal de Operações do BNDES SOLICITANDO O CARTO BNDES NO PORTAL DE OPERAÇÕES DO BNDES CARTO Solicitando o Cartão BNDES no Portal de Operações do BNDES - Cartão BNDES Formatados: Marcadores e numeração C:\BNDES - SOLICITACAO DE CARTAO.doc

Leia mais

Montando o Catálogo de Produtos no Site do Cartão BNDES

Montando o Catálogo de Produtos no Site do Cartão BNDES SOLICITANDO CARTÃO SOLICITANDO CARTÃO MONTANDO O CATÁLOGO DE PRODUTOS NO SITE DO CARTÃO BNDES Montando o Catálogo de Produtos no Site do Cartão BNDES Atualizado em 03/02/15 SOLICITANDO CARTÃO SOLICITANDO

Leia mais

O BNDES mais perto de você. abril de 2009

O BNDES mais perto de você. abril de 2009 O BNDES mais perto de você abril de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Apoio ao mercado

Leia mais

Como obter o Cartão BNDES?

Como obter o Cartão BNDES? O que você precisa saber sobre: Como obter o Cartão BNDES? contato@dsempresarial.com.br [11] 2566.2157 2561.5309 2569.2842 Rua Desembargador Breno Caramuru Teixeira, 290 Cidade Kemel São Paulo/SP 1 - CONCEITOS

Leia mais

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009 CAFÉ COM CRÉDITO Santo André - SP 06 de outubro de 2009 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Bens de

Leia mais

Cartão BNDES. Instrumento de apoio à competitividade. Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010

Cartão BNDES. Instrumento de apoio à competitividade. Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010 Cartão BNDES Instrumento de apoio à competitividade Rio de Janeiro, 04 de agosto de 2010 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você. julho de 2009

O BNDES Mais Perto de Você. julho de 2009 O BNDES Mais Perto de Você julho de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Subsidiárias BNDESPar

Leia mais

CARTÃO BNDES. Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar. 4ª Edição

CARTÃO BNDES. Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar. 4ª Edição CARTÃO BNDES Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar 4ª Edição Brasília 2010 Sumário 3 3 3 4 4 5 10 13 13 1 O que é o Cartão BNDES?...3 2 Quem pode ter o Cartão BNDES?...3 3 Como

Leia mais

Cartão BNDES. Volta Redonda RJ. 06 de abril de 2011

Cartão BNDES. Volta Redonda RJ. 06 de abril de 2011 Cartão BNDES Volta Redonda RJ 06 de abril de 2011 Cartão BNDES Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como Funciona? Ambiente

Leia mais

Solicitando o Arquivo Agenda Financeira no Site do Cartão BNDES

Solicitando o Arquivo Agenda Financeira no Site do Cartão BNDES ÃO SOLICITANDO O ARQUIVO AGENDA FINANCEIRA NO SITE DO CARTÃO BNDES Solicitando o Arquivo Agenda Financeira no Site do Cartão BNDES J:\Comunicação\Manuais\Manual do Fornecedor - Arquivo Agenda Financeira.doc

Leia mais

Linhas de Financiamento para a Construção Civil

Linhas de Financiamento para a Construção Civil Linhas de Financiamento para a Construção Civil Câmara Brasileira da Indústria de Construção 16 de dezembro de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da

Leia mais

Cartão BNDES. Guia Cartão BNDES

Cartão BNDES. Guia Cartão BNDES Guia O é destinado para micro, pequenas e médias empresas para o financiamento da compra de equipamentos, serviços e insumos. As vendas com o cartão BNDES são realizadas exclusivamente no Portal (www.cartaobndes.gov.br)

Leia mais

Financiamento à Inovação

Financiamento à Inovação Financiamento à Inovação Slide 1 MP1 Micro Padrão; 03/04/2008 Objetivo Baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar de forma ágil e simplificada os investimentos das MPMEs. Como funciona? As

Leia mais

Palestra MPME. 30 de junho de 2011

Palestra MPME. 30 de junho de 2011 Palestra MPME 30 de junho de 2011 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES Empresário Informação e Relacionamento

Leia mais

ANA LUCIA FERNANDA JAQUES JAQUIANE MICHELLE PRISCILA SAMUEL

ANA LUCIA FERNANDA JAQUES JAQUIANE MICHELLE PRISCILA SAMUEL ANA LUCIA FERNANDA JAQUES JAQUIANE MICHELLE PRISCILA SAMUEL O que é o : O é um produto que, baseado no conceito de cartão de crédito, visa financiar os investimentos das micro, pequenas e médias Empresas

Leia mais

O que pode ser financiado?

O que pode ser financiado? BNDES Automático Projetos de Investimento BNDES Automático Obras civis, montagem e instalações Móveis e Utensílios Estudos e projetos de engenharia associados ao investimento Pesquisa, Desenvolvimento

Leia mais

Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM

Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM O BNDES Mais Perto de Você Feira Internacional da Amazônia Manaus - AM 25 de novembro de 2009 Como apoiamos Operações Diretas Contratadas t diretamente t com o BNDES Operações Indiretas Instituições i

Leia mais

Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO

Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO Cartão BNDES FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO 31.03.2009 Slide 1 MP8 Micro Padrão; 03/04/2008 Objetivo Apoiar de forma ágil, com uma linha de crédito automática e pré-aprovada, as Micro, Pequenas e Médias Empresas.

Leia mais

1.2 AFILIAÇÃO ato pelo qual um FORNECEDOR é habilitado pelo ADQUIRENTE para realizar TRANSAÇÃO com o CARTÃO BNDES;

1.2 AFILIAÇÃO ato pelo qual um FORNECEDOR é habilitado pelo ADQUIRENTE para realizar TRANSAÇÃO com o CARTÃO BNDES; ADITIVO Nº 3 ÀS NORMAS DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DE OPERAÇÕES DO CARTÃO BNDES, DE 18 DE SETEMBRO DE 2002, ESTABELECIDAS PELO BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES, NA FORMA ABAIXO: O

Leia mais

BNDES Turismo. BNDES Turismo. Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011

BNDES Turismo. BNDES Turismo. Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011 BNDES Turismo BNDES Turismo Foz do Iguaçu 18 de Junho 2011 Agenda Informações Institucionais Apoio ao Turismo Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas - Projetos de Investimento; - Aquisição

Leia mais

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011 Apoio às MPMEs Sorocaba/SP 30 de novembro de 2011 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Infra-estrutura

Leia mais

CARTÃO BNDES COMO AS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PODEM SE BENEFICIAR

CARTÃO BNDES COMO AS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PODEM SE BENEFICIAR CARTÃO BNDES COMO AS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PODEM SE BENEFICIAR Brasília, 2013 BRASÍLIA, 2013 CARTÃO BNDES COMO AS MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PODEM SE BENEFICIAR CONFEDERAÇÃO NACIONAL

Leia mais

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA FORUM DO IMPACTO DA CRISE NA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA LINHAS DE FINANCIAMENTO E ACESSO AO CRÉDITO PARA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SÃO PAULO 13 / 4 / 09 ACESSO AO CRÉDITO PARA AS MICROS E

Leia mais

Novas Condições de Comercialização para Seguros - Ramo Automóvel Vigência a partir de 1/06/2010

Novas Condições de Comercialização para Seguros - Ramo Automóvel Vigência a partir de 1/06/2010 (Atualizações indicadas com esta seta ) CIRCULAR COBRANÇA AUTO Prezado Corretor, Ref.: Novas Condições de Comercialização para Seguros - Ramo Automóvel Vigência a partir de 1/06/2010 Seguem condições atualizadas

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA AFILIÇÃO DOS MEIOS DE PAGAMENTO PAGADOR

PROCEDIMENTOS PARA AFILIÇÃO DOS MEIOS DE PAGAMENTO PAGADOR PROCEDIMENTOS PARA AFILIÇÃO DOS MEIOS DE PAGAMENTO PAGADOR Versão 1.3 12/07/2011 SUMÁRIO TABELA 1 Histórico de mudanças...4 1. CARTÕES DE CRÉDITO......5 1.1 CIELO...5 1.2 REDECARD...7 1.3 AMERICAN EXPRESS...9

Leia mais

MANUAL NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO

MANUAL NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO MANUAL NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO Versão: 1.0 1.0 - CREDENCIAMENTO 1º Passo Acesse o site: www.almenara.mg.gov.br e clique no menu superior Serviços e em seguida na opção Nota Fiscal Eletrônica,

Leia mais

PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR

PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR ORIENTAÇÕES GERAIS - EMPRESAS DE TRANSPORTE A partir de 1º de outubro de 2013 entrou em vigor a Resolução da METROPLAN nº 083, de 24 de maio de 2013, estabelecendo

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Credenciamento do Proponente. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - Siconv. Credenciamento do Proponente. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Credenciamento do Proponente Manual

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas Campinas - SP 17.mar.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas N o de operações 2014*

Leia mais

PERGUNTAS DO COMPRADOR

PERGUNTAS DO COMPRADOR PERGUNTAS DO COMPRADOR 1. Como ALTERAR dados de CONTA CORRENTE? 2. Como ALTERAR os DADOS CADASTRAIS? 3. Como DESBLOQUEAR o CARTÃO EMITIDO? 4. Como cadastrar minha SENHA, solicitar uma nova e para que serve?

Leia mais

Este manual tem por objetivo orientar os usuários do Sistema da Secretaria de Desempenho no cadastramento e atualização de dados de Laboratórios.

Este manual tem por objetivo orientar os usuários do Sistema da Secretaria de Desempenho no cadastramento e atualização de dados de Laboratórios. 1. Introdução Este manual tem por objetivo orientar os usuários do Sistema da Secretaria de Desempenho no cadastramento e atualização de dados de Laboratórios. 2. Cadastramento de usuários O usuário que

Leia mais

GUIA PARA AFILIAÇÕES

GUIA PARA AFILIAÇÕES GUIA PARA AFILIAÇÕES ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REDE... 4 Gerando usuário e senha (tecnologia Komerci)... 5 Liberação dos IP s maxipago!... 6 Matriz de Responsabilidades e Prazos... 7 CIELO... 8 Pedindo o

Leia mais

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES

Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Manual de Boas Práticas para Fornecedores do Cartão BNDES Atualizado em 15/05/14 Pág.: 1/6 Introdução O Cartão BNDES é um meio de pagamento baseado no conceito de cartão de crédito e que visa financiar

Leia mais

Cartão BNDES. Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar. 2ª Edição

Cartão BNDES. Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar. 2ª Edição Cartão BNDES Como as micro, pequenas e médias empresas podem se beneficiar 2ª Edição Brasília 2009 2009. CNI Confederação Nacional da Indústria. Qualquer parte desta obra poderá ser reproduzida, desde

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Usuário Anônimo Versão 1.3 11/02/2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Objetivos... 3 1. Solicitação de CeC... 4 1.1. Cadastro de Pessoas Físicas... 6 1.1.1 Cadastro de

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet. Curitiba / PR 17 de março de 2014 Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Curitiba / PR 17 de março de 2014 Agenda Informações Institucionais Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Aquisição de Máquinas

Leia mais

Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC. São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013

Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC. São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013 Reunião de Trabalho da cadeia produtiva de Defesa e Segurança do Grande ABC São Bernardo do Campo - SP 18 de abril de 2013 Agenda 1. Informações Institucionais 2. Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas

Leia mais

LINHAS DE FINANCIAMENTO - HIDROSP SISTEMAS HIDRÁULICOS LTDA

LINHAS DE FINANCIAMENTO - HIDROSP SISTEMAS HIDRÁULICOS LTDA LINHAS DE FINANCIAMENTO - HIDROSP SISTEMAS HIDRÁULICOS LTDA 1 - OUROCARD AGRO (Banco do Brasil) OuroCard Agro é um cartão de crédito, em que é possível adquirir bens e produtos agrícolas, por meio de financiamento

Leia mais

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015

Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços. São Paulo - SP 24.jun.2015 Apoio do BNDES às Empresas de Comércio e Serviços São Paulo - SP 24.jun.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

O BNDES Mais Perto de Você

O BNDES Mais Perto de Você O BNDES Mais Perto de Você Rio de Janeiro - RJ 11 de março de 2010 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Federal Principal fonte de crédito de longo

Leia mais

Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013

Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013 Linhas de Financiamento do BNDES voltadas à inovação São Paulo Cidade da Inovação FIESP SP 21 de outubro de 2013 Classificação de Porte utilizada Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual M P M

Leia mais

Cadastro e dúvidas frequentes SISTEMA NACIONAL DE GERENCIAMENTO DE PRODUTOS CONTROLADOS

Cadastro e dúvidas frequentes SISTEMA NACIONAL DE GERENCIAMENTO DE PRODUTOS CONTROLADOS Cadastro e dúvidas frequentes SISTEMA NACIONAL DE GERENCIAMENTO DE PRODUTOS CONTROLADOS Sumário Parte I - Cadastro... 3 Parte II - Dúvidas frequentes... 6 1. Como fazer o inventário no SNGPC?... 6 2. A

Leia mais

Projeto Cartão BNDES Sicoob PROJETO Cartão BNDES Sicoob

Projeto Cartão BNDES Sicoob PROJETO Cartão BNDES Sicoob PROJETO Cartão BNDES Sicoob Abril/2013 Desenvolvimento do Projeto e Fluxo Operacional Marcos Chaves Superintendente de Cartões - Bancoob Por que é importante possuir o Cartão BNDES Porque o Cartão BNDES

Leia mais

SCRIPTS CLIENTES (Comprador) ÍNDICE

SCRIPTS CLIENTES (Comprador) ÍNDICE SCRIPTS CLIENTES (Comprador) ÍNDICE PERGUNTAS A SEREM RESPONDIDAS PELA CENTRAL DE ATENDIMENTO 1 BANCOS EMISSORES DO CARTÃO 1 1. Quais são os bancos emissores do Cartão BNDES? 1 2. Posso mudar o banco emissor

Leia mais

Í N D I C E A N A L Í T I C O

Í N D I C E A N A L Í T I C O EXTRATUS V1.09 PROGRAMA PARA IMPORTAÇÃO DE EXTRATOS BANCÁRIOS OFC, OFX, QIF E HTML E EXPORTAÇÃO DE LANÇAMENTOS CONTÁBEIS Stactus Informática Ltda Agosto / 2010 Í N D I C E A N A L Í T I C O 1 Introdução...1

Leia mais

Descritivo Sistema Turismo de Presente

Descritivo Sistema Turismo de Presente Descritivo Sistema Turismo de Presente O que é Sistema que possibilita gerenciar o recebimento de cotas de presentes. Modelo de negócio O sistema é disponibilizado na modalidade de Licença de Uso. Taxa

Leia mais

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2. 1 Manual do Usuário VEXPRESSCRM Automação da força de vendas MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.0 2 Acesso Para acessar o sistema VEXPRESS-CRM é necessário

Leia mais

Sistema GML Gestão do Mercado Livre de Energia Elétrica

Sistema GML Gestão do Mercado Livre de Energia Elétrica Sistema GML Gestão do Mercado Livre de Energia Elétrica MANUAL DA DEVEC Declaração do Valor de Aquisição da Energia Elétrica em Ambiente de Contratação Livre Versão janeiro de 2016 1. Objetivo do Sistema

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Novembro 2009 DEPARTAMENTO REGIONAL NORDESTE - DENOR O que apoiamos Projetos de investimento em indústria, comércio e serviços aumento da capacidade

Leia mais

Nota sobre o Cartão BNDES

Nota sobre o Cartão BNDES Conselho Temático Permanente da Micro e Pequena Empresa COMPEM Nota sobre o Cartão BNDES Unidade de Política Econômica Unidade de Pesquisa, Avaliação e Desenvolvimento Brasília, 17 de março de 2009. Nota

Leia mais

Consulta de Viabilidade de Nome Empresarial. Guia do Usuário

Consulta de Viabilidade de Nome Empresarial. Guia do Usuário Consulta de Viabilidade de Nome Empresarial Guia do Usuário Curitiba - 2013 Índice 1. Consulta de Viabilidade...3 Guia do usuário...3 1.1. Descrição da Consulta de Viabilidade... 4 1.2. Passo a passo...

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

ABICALÇADOS - ASSINTECAL 30.05.2007

ABICALÇADOS - ASSINTECAL 30.05.2007 ABICALÇADOS - ASSINTECAL 30.05.2007 O que é o Cartão BNDES Destina-se às MPME, para investimentos em bens de produção com índice de nacionalização igual ou superior a 60%; Crédito rotativo, pré-aprovado,

Leia mais

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG

ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro. Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG ASSESSORIA AO CRÉDITO E INOVAÇÃO Incentivando o Desenvolvimento Mineiro Departamento de Economia Posto de Informações do BNDES Posto Avançado do BDMG www.bndes.gov.br LINHAS DE CRÉDITO BNDES Automático

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR CAIXA SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) Versão 12-05/01/2015 1 ÍNDICE CAIXA CAIXA...1 CAIXA...2 CAIXA...2 1.Introdução... 2 2.Objetivo do Sistema...3 3.Usuário

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

SicoobNet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.0

SicoobNet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.0 SicoobNet Empresarial Manual do Versão 1.0 Manual do Data: 04/0/2008 Histórico Data Versão Descrição Autor 04/0/2008 1.0 Criação do Manual Ileana Karla GECOQ Gerência de Controle e Qualidade Página: 2/122

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Credenciamento do Proponente. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - Siconv. Credenciamento do Proponente. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Credenciamento do Proponente Manual

Leia mais

Manutenção de Domicílio Bancário no Mercado de Cartões

Manutenção de Domicílio Bancário no Mercado de Cartões Manutenção de Domicílio Bancário no Mercado de Cartões Página 1 de 9 Manutenção de Domicílio Bancário no Mercado de Cartões A partir de 1º de julho de 2010, com a quebra da exclusividade, os Estabelecimentos

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga. São Paulo - SP 16.abr.2015

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga. São Paulo - SP 16.abr.2015 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Transportadoras de Carga São Paulo - SP 16.abr.2015 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Principal fonte

Leia mais

CRITÉRIOS DE CREDENCIAMENTO DA SOLUÇÃO TECNOLÓGICA. Área de Operações Indiretas - AOI

CRITÉRIOS DE CREDENCIAMENTO DA SOLUÇÃO TECNOLÓGICA. Área de Operações Indiretas - AOI CRITÉRIOS DE CREDENCIAMENTO DA SOLUÇÃO TECNOLÓGICA Área de Operações Indiretas - AOI CARTA AO FORNECEDOR Classificação: Documento público Caro fornecedor, Este documento elenca os CRITÉRIOS exigidos para

Leia mais

Manual de Construção de Vitrine Virtual

Manual de Construção de Vitrine Virtual Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC Ministério das Relações Exteriores MRE Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Manual de Construção de Vitrine Virtual

Leia mais

ANEXO I COMPLEMENTAR COM OS DADOS CONTIDOS NA PLANILHA. Documentos e Informações necessários para o registro provisório de Operadoras na ANS

ANEXO I COMPLEMENTAR COM OS DADOS CONTIDOS NA PLANILHA. Documentos e Informações necessários para o registro provisório de Operadoras na ANS ANEXO I (ANEXOS REVOGADOS PELA RN nº 85, DE 07/12/2004) COMPLEMENTAR COM OS DADOS CONTIDOS NA PLANILHA Documentos e Informações necessários para o registro provisório de Operadoras na ANS 1 - DOCUMENTOS

Leia mais

Como solicitar um código de postagem LG Collect pelo site

Como solicitar um código de postagem LG Collect pelo site Como solicitar um código de postagem LG Collect pelo site Para solicitar um código de postagem para envio do seu produto para uma Assistência Técnica, realize os seguintes passos: Acesse WWW.LGE.COM.BR

Leia mais

PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro

PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro www.anvisa.gov.br Para acessar o cadastro

Leia mais

Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação BNDES Prosoft - Comercialização

Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação BNDES Prosoft - Comercialização Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 11/2015-BNDES Rio de Janeiro, 16 de abril de 2015. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento

Leia mais

ÍNDICE. Manual do COMPRASNET Versão 1 Jan/2002 2

ÍNDICE. Manual do COMPRASNET Versão 1 Jan/2002 2 ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Navegando pela área de livre acesso...4 3. Navegando pela área de ACESSO SEGURO...6 A. Instalando o Certificado de Segurança...6 B. Fazendo Cadastramento nos Serviços

Leia mais

SINAP Sistema de Informações de Negócios com Algodão em Pluma. www.bbmnet.com.br

SINAP Sistema de Informações de Negócios com Algodão em Pluma. www.bbmnet.com.br SINAP Sistema de Informações de Negócios com Algodão em Pluma www.bbmnet.com.br OBJETIVOS DO SINAP Consolidar em um único Banco de Dados as informações de todos os negócios com algodão em pluma realizados

Leia mais

MANUAL. Cartão Pesquisa/Facepe. Atualizado em Junho/2015

MANUAL. Cartão Pesquisa/Facepe. Atualizado em Junho/2015 MANUAL Cartão Pesquisa/Facepe Atualizado em Junho/2015 Prezado Pesquisador, A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE está adotando um novo meio para a utilização dos

Leia mais

MANUAL COM PASSO-A-PASSO PARA CADASTRO DE EMISSOR DE NF-E (on-line) Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais

MANUAL COM PASSO-A-PASSO PARA CADASTRO DE EMISSOR DE NF-E (on-line) Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais MANUAL COM PASSO-A-PASSO PARA CADASTRO DE EMISSOR DE NF-E (on-line) Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais 1 CADASTRO EMISSOR NF-e ONLINE Para as empresas que desejarem se credenciar ou forem

Leia mais

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações.

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Para dar início ao processo de transferência do contrato primeiramente é necessário preencher a

Leia mais

SUMÁRIO. 1 Cadastro Empresa / Estabelecimento ----------------------------------- Pág. 05

SUMÁRIO. 1 Cadastro Empresa / Estabelecimento ----------------------------------- Pág. 05 1 Apresentação O presente manual tem o objetivo de apresentar o sistema Fortes Compras e Estoque, instruindo o usuário sobre as funcionalidades do sistema, seus benefícios e especificidades. Nele pode

Leia mais

PESSOA FÍSICA e PESSOA JURÍDICA

PESSOA FÍSICA e PESSOA JURÍDICA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS SIASGnet - SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS GERAIS

Leia mais

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES 1 Quais são os sujeitos que devem ser cadastrados e o que cada um representa no cadastro da empresa?...2 2 Como fazer para cadastrar uma empresa?...3 3 Cliquei

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ORDEM DE SERVIÇO (SOSI) STI Unesp - Campus Experimental de Ourinhos

PROCEDIMENTOS PARA A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ORDEM DE SERVIÇO (SOSI) STI Unesp - Campus Experimental de Ourinhos PROCEDIMENTOS PARA A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ORDEM DE SERVIÇO (SOSI) STI Unesp - Campus Experimental de Ourinhos 1 SISTEMA DE ORDEM DE SERVIÇO DE INFORMÁTICA Este documento tem o objeto

Leia mais

Manutenção de Domicílio Bancário no Mercado de Cartões. Cartilha.

Manutenção de Domicílio Bancário no Mercado de Cartões. Cartilha. Manutenção de Domicílio Bancário no Mercado de Cartões. Cartilha. Índice Introdução O Que é o Que Bandeira Credenciadoras Domicílio Bancário Estabelecimentos Manutenção de Domicílio Bancário Máquinas de

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Cadastramento de Proponente Consórcio Público e Entidades Privadas sem Fins Lucrativos

Portal dos Convênios - Siconv. Cadastramento de Proponente Consórcio Público e Entidades Privadas sem Fins Lucrativos MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Cadastramento de Proponente Consórcio

Leia mais

XVII Fórum BNB de Desenvolvimento XVI Encontro Regional de Economia

XVII Fórum BNB de Desenvolvimento XVI Encontro Regional de Economia XVII Fórum BNB de Desenvolvimento XVI Encontro Regional de Economia Financiamento aos pequenos negócios como Estratégia de Desenvolvimento Formas de Operação Operações Diretas Contratadas diretamente com

Leia mais

TREINAMENTO PRÁTICO SICONV LICITAÇÃO E CONTRATO

TREINAMENTO PRÁTICO SICONV LICITAÇÃO E CONTRATO TREINAMENTO PRÁTICO SICONV LICITAÇÃO E CONTRATO 1/8 Execução do Convênio Regularizar Conta Corrente e Indicar Candidatos à Ordenador de Despesas Cadastrar Ordenador de Despesa Para cadastrar o ordenador

Leia mais

Manual Cadastro Completo

Manual Cadastro Completo Manual Cadastro Completo Índice 1. Objetivo... 3 2. O Projeto e-suprir... 3 3. Fluxo do Processo de Cadastro... 3 4. Cadastro Simples... 4 5. Recebendo Usuário e Senha... 7 6. Cadastro Completo... 7 7.

Leia mais

Consignação Manual do Correspondente Consignação

Consignação Manual do Correspondente Consignação Manual do Correspondente Consignação Banestes S.A. - Banco do Estado do Espírito Santo GCONS - Gerência de Consignação SUMÁRIO 1. Conceito...3 2. Apresentação...3 3. Informações Gerais...3 3.1. Condições

Leia mais

Ativação do SAT. Atualizado em: 27/11/2014. Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos. P á g i n a 1

Ativação do SAT. Atualizado em: 27/11/2014. Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos. P á g i n a 1 P á g i n a 1 Bem vindo ao Passo a Passo do Sistema de Gestão e Retaguarda do SAT-CF-e de SP para Ativação do SAT Atualizado em: 27/11/2014 Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e

NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e Informações Gerais 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica NF-e? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência

Leia mais

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto.

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Orientações para aquisição de Bens Móveis Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Lembrando que a análise do seu

Leia mais

Perguntas m ais frequent es (atualizada em 02/04/2012)

Perguntas m ais frequent es (atualizada em 02/04/2012) Processamento de Dados Perguntas m ais frequent es (atualizada em 02/04/2012) 1 - CADASTRO DO FORNECEDOR DE SISTEMA DE NATUREZA FISCAL 1.1) Quem pode ser Fornecedor de Sistema? Toda empresa que desenvolve

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Credenciamento de Proponente. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Credenciamento de Proponente. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios - SICONV Credenciamento de Proponente

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA. Nota Fiscal Paulista. Manual do Consumidor

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA. Nota Fiscal Paulista. Manual do Consumidor GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA Nota Fiscal Paulista Manual do Consumidor Versão 1.2 28/12/2007 Índice Analítico 1. Considerações Gerais 2 1.1 Definição 2 1.2

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Execução - Licitação, Contrato, Documento de Liquidação, Pagamento, Ingresso de Recursos e Relatórios

Portal dos Convênios - Siconv. Execução - Licitação, Contrato, Documento de Liquidação, Pagamento, Ingresso de Recursos e Relatórios MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Execução - Licitação, Contrato,

Leia mais