CRM-PA: História de defesa da. ética profissional NESTA EDIÇÃO. PALAVRA DO PRESIDENTE - Reflexões sobre o ano.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CRM-PA: História de defesa da. ética profissional NESTA EDIÇÃO. PALAVRA DO PRESIDENTE - Reflexões sobre o ano."

Transcrição

1 JORNAL NESTA EDIÇÃO PALAVRA DO PRESIDENTE - Reflexões sobre o ano. CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARÁ ANO XI Nº 99 / OUTUBRO A DEZEMBRO DE 2012 EXPEDIENTE/GUIA DE NAVEGAÇÃO - Saiba quem faz o CRM-PA, o Jornal CRM-PA e veja dicas para navegar pela publicação digital. PRECÁRIO - CRM-PA intensifica fiscalizações. REGRAS - Resolução cria instrumento para garantir mais qualidade nos atendimentos. URGÊNCIA - Pronto-Socorro Municipal Mário Pinotti é citado em relatório. EVENTO Belém sedia o 47º Congresso Nacional De Médicos Residentes. CAPA - O Conselho Regional de Medicina do Estado tem a trajetória pautada na busca da verdade, na defesa da ética e na luta pelo exercício digno da medicina em seus mais de 50 anos de existência. ARTIGO - Abdominoplastia nos dias atuais. CRM-PA: História de defesa da CONSELHEIROS - Conheça os integrantes da nova gestão. GIRO MÉDICO - As anuidades 2014 do CRM-PA terão reajuste pelo INPC. ética profissional JORNAL //////////////////// Página 1

2 Palavra MATÉRIA do DE presidente CAPA Hora de festejar o verdadeiro Natal É a oportunidade também de lembrarmos que Jesus nasceu em uma manjedoura por falta de lugar nas abrigarias da época As últimas lágrimas, e também sorrisos, ainda estão expostos nas vitrines deste ano agonizante, que insiste ainda apresentar restos de vida. Como nos demais anos vividos neste Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará, os dois lados da moeda da vida se manifestaram: júbilos e tristezas. Com a chegada do NATAL, entretanto, é hora de tomarmos como companhia, apenas a alegria, o júbilo, o contentamento. Consternações passaram, ficaram ao longo de um caminho que nós mesmos construímos. É hora de festejarmos o verdadeiro NATAL, o nascimento de Cristo Jesus. É a oportunidade também de lembrarmos que Jesus nasceu em uma manjedoura por falta de lugar nas abrigarias da época. Nas hospedarias mais ricas, mais bem construídas, e edificadas pelo próprio Deus, que é nosso coração, há vagas para recebermos o CRISTO JESUS? O caminho que seguiremos através dos próximos anos será construído por nós mesmos. Cada um escolhe, determina e decide o que quer para si. Jesus disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida... que trilha melhor poderá existir? O CRM-PA deseja aos médicos, abundância, fartura, não só em relação à bens materiais, mas principalmente em paz consigo mesmo por ajudar ao próximo na preservação do maior bem que o homem pode conseguir nesta terra: a saúde. Que o SENHOR nos abençoe. Antonio Jorge Ferreira da Silva Presidente do CRM-PA JORNAL //////////////////// Página 2 1 de 1

3 Expediente MATÉRIA DE CAPA CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARÁ Endereço: Avenida Generalíssimo Deodoro, 223. Fone: (091) Fax (091) CEP Belém - Pará DIRETORIA Antonio Jorge Ferreira da Silva Presidente Maria de Nazaré Paes Loureiro Vice-presidente Maria Izabel de Souza Morhy 1º Secretária Tereza Cristina de Brito Azevedo 2º Secretária Paulo Sérgio Guzzo 1º Tesoureiro Benedito Pedro Resque de Oliveira 2º Tesoureiro Maria de Fátima Guimarães Couceiro Corregedora Arthur da Costa Santos 1º Vice-corregedor Manoel Walber dos Santos Silva 2º Vice-corregedor Conselheiros Efetivos: Amira Consuelo de Melo Figueiras, Antônio Cerejo de Almeida, Antonio Jorge Ferreira da Silva, Arthur da Costa Santos, Benedito Paulo Bezerra, Benedito Pedro Resque de Oliveira, Carlos Alberto Vaz Conceição, Henrique Custódio da Silva, Jorge Wilson Tuma, Maria Cristina Vilhena Chegão de Mendonça Rocha, Maria de Fátima Guimarães Couceiro, Maria de Jesus Rodrigues de Freitas, Maria de Nazaré Paes Loureiro, Maria do Carmo de Lima Mendes Lobato, Maria Izabel de Souza Morhy, Oscar Pereira Júnior, Paulo Sérgio Guzzo, Pedro Augusto Bisi dos Santos, Sônia Yara Silva de Souza, Tereza Cristina de Brito Azevedo, Terezinha de Jesus Oliveira Carvalho. Conselheiros Suplentes: Ana Márcia Batista Gonçalves, André Luiz Batista da Silva, Antônio Aluízio de Oliveira Semblano, Antônio Pedro Martins Vianna Filho, Antonio Pinheiro Filho, Carlos André Barros Brito, Edvaldo Costa Júnior, Elizabeth Cristina de Souza Mendes, Erivaldo de Araújo Maués, Fábio Lambertini Tozzi, Gilberto Carlos Alexandre, Helder José Lima Reis, Jair Francisco de Santana Graim, Jean Carlo Rodrigues Pereira, José Rufino Costa dos Santos, Lauro José Barata de Lima, Manoel Walber dos Santos Silva, Paulo Satoshi Koyama, Rosineide Roseli de Barros Seixas Duarte, Silvan Francisco da Silva. Assessor de Comunicação: Rodrigo Monteiro - DRT/PA 1768 / Contatos: (91) / ou Conselho Editorial: Antonio Jorge Ferreira da Silva, Maria de Nazaré Paes Loureiro, Maria Izabel de Souza Morhy. Jornalista Responsável: Rodrigo Monteiro - DRT/PA 1768 Projeto Gráfico e Editoração: Hamilton Braga e Soraya Pessoa Dicas de navegação Se você quiser uma leitura mais confortável em tela cheia, aperte Ctrl+L. Para voltar ao modo normal, aperte Esc. Para passar as páginas, basta usar as setas direcionais. Na capa, os destaques têm link para as respectivas páginas. Para voltar à Capa, aperte HOME em seu teclado. JORNAL //////////////////// Página 3

4 CRM-PA intensifica Fiscalizações e Educação Médica Continuada no Estado Representantes do CRM-PA em Redenção Departamento de Fiscalização do Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará age no interior do Estado O levantamento identificou uma enorme deficiência nos serviços, gerando insatisfação ao médico e ao paciente Altamira, Brasil Novo e Vitória do Xingu foram os municípios fiscalizados pelo Departamento de Fiscalização do Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará entre os dias 16, 17, 18 e 19 de Outubro. A fiscalização foi realizada pelo presidente do CRM-PA, Dr Antonio Jorge Ferreira da Silva, e pela Coordenadora do Departamento de Fiscalização do CRM-PA, Dra Terezinha Carvalho. RELATÓRIO - O Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará encaminhará os resultados, conclusões e recomendações da fiscalização ao Ministério Público Estadual e Federal, secretarias de saúde, além de outras autoridades, como a Ordem dos Advogados do Brasil, para que as deficiências sejam sanadas, fazendo com que o médico tenha um local digno de trabalho, proporcionando assim, um atendimento de qualidade a população, afirma o presidente do CRM-PA, Dr Antonio Jorge, presidente do CRM do Pará. O levantamento identificou uma enorme deficiência nos serviços, gerando insatisfação ao médico e ao paciente, diz Terezinha Oliveira, coordenadora do Departamento de Fiscalização do CRM-PA. Trata-se de uma situação que exige determinação e recursos imediatos, pois é a saúde da população que está em risco, declarou Antonio Jorge. Veja os estabelecimentos visitados: Posto de Saúde Cidade Alta - Brasil Novo Unidade Básica de Saúde Centro Brasil Novo Hospital Natália Arraes Brasil Novo JORNAL //////////////////// Página 4 1 de 2

5 Unidade de Altamira Hospital Santo Agostinho Altamira USF Cruzeiro Altamira USF Vitória do Xingu USF de Brasil Novo Hospital Municipal de Vitória do Xingu Hospital Municipal São Rafael- Altamira Educação Médica Continuada Assim como as fiscalizações serão intensificadas no interior do Estado pela nova gestão, o projeto da Educação Médica Continuada será levado aos municípios do Pará, como uma forma de levar conhecimento ao médico. De acordo com o presidente do CRM-PA, Dr Antonio Jorge, Tratase de uma valiosa contribuição à classe médica, que democratiza o acesso ao conhecimento desenvolvido em centros de referência e beneficia diretamente a assistência à saúde da população. JORNAL //////////////////// Página 5 2 de 2

6 CFM anuncia novas regras de fiscalização O coordenador do Departamento de Fiscalização, Emmanuel Fortes Cavalcanti, lembrou que se trata de um projeto inovador e que poderá ser aperfeiçoado ao longo de sua execução. Para tanto, sugestões poderão ser encaminhadas para que o upgrade seja constante. Com a Resolução 2.053/13, CRMs criaram um instrumento para garantir mais qualidade nos atendimentos. A coordenadora do Departamento de Fiscalização do Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará, Dra Terezinha Carvalho, e representantes dos 25 estados e do Distrito Federal participaram do treinamento para uso das novas ferramentas de fiscalização de consultórios e ambulatórios que foram criadas pelo Conselho Federal de Medicina. No encontro, que aconteceu em Brasília, os participantes receberam esclarecimentos sobre a Resolução 2056/2013, recentemente editada, a respeito dos manuais de vistorias e visitação e do manuseio dos equipamentos que serão auxiliares no trabalho. O coordenador do Departamento de Fiscalização, Emmanuel Fortes Cavalcanti, lembrou que se trata de um projeto inovador e que poderá ser aperfeiçoado ao longo de sua execução. Para tanto, sugestões poderão ser encaminhadas para que o upgrade seja constante. Novidade A Resolução 2056/2013 criou um instrumento a mais para garantir a qualidade da assistência em saúde. Por meio dela, foi criada uma lista mínima, com a descrição de equipamentos e de infraestrutura necessários para o funcionamento de consultórios e ambulatórios médicos, como os postos de saúde (mais conhecidos como UBSs). Este check list, que será de conhecimento público, passará a orientar as ações de fiscalização dos CRMs. O descumprimento JORNAL //////////////////// Página 6 1 de 2

7 dos itens elencados nas vistorias em consultórios e ambulatórios gerará cobrança de soluções junto aos gestores de saúde, a ser feito pelas entidades. Modernização - Relatórios com as conclusões serão também encaminhados a outras autoridades, como Tribunais de Contas, Ministério Público, Poder Legislativo, entre outros. Com isso, esperase estimular a tomada de decisões que leve à qualificação da assistência e a melhora das condições para o exercício da Medicina. Para conhecer o pacote mínimo que os consultórios e ambulatórios deverão cumprir, basta acessar o site do Conselho Federal de Medicina (CFM): www. portalmedico.org.br. Como parte do processo de modernização das suas atividades de fiscalização, os CRMs também contarão com instrumentos mais ágeis para fazer as visitas. A caneta e o papel serão aposentados e substituídos por tablets. Neles, estarão os formulários e check lists a serem preenchidos. Após as vistorias, os resultados serão remetidos para uma base de dados, centralizada no CFM. Com a nova resolução, o Conselho Federal de Medicina terá acesso ao conteúdo das visitas de fiscalização de forma online e digitalizada. Essa rotina permitirá, entre outros pontos, elaboração de estudos e levantamentos sobre carências e necessidades comuns ao sistema. Nos próximos meses, deverão ser divulgados novos roteiros de vistoria voltados para hospitais, prontos socorros e outros tipos de estabelecimentos de saúde. JORNAL //////////////////// Página 7 2 de 2

8 Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti é citado em relatório É preciso que o Executivo Federal acate imediatamente as recomendações elencadas no relatório parcial, não apenas no que diz respeito à infraestrutura e financiamento, mas, principalmente aquelas relacionadas à remuneração dos prestadores de serviços e valorização dos profissionais Pacientes internados em macas pelos corredores ou em colchões sobre o chão e casos que se assemelham aos de uma enfermaria de guerra. Este é o panorama dos hospitais públicos de urgência e emergência visitados pelo CFM. Oito hospitais de urgência médica do SUS foram citados durante a apresentação do relatório preliminar da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Entre eles, está o Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti, em Belém. Foram apontados também os seguintes hospitais: Arthur Ribeiro de Saboya em São Paulo (SP), Souza Aguiar no Rio de Janeiro (RJ); Hospital Geral Roberto Santos em Salvador (BA); Pronto Socorro João Paulo II em Porto Velho (RO); Hospital de Base em Brasília (DF);Hospital Nossa Senhora da Conceição em Porto Alegre (RS); e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande (MT). As visitas foram realizadas com o apoio de Conselhos Regionais de Medicina e Sindicatos de profissionais da saúde, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil, que selecionaram os hospitais visitados. Pacientes internados em macas pelos corredores ou em colchões sobre o chão e casos que se assemelham aos de uma enfermaria de guerra. Este é o panorama dos principais hospitais públicos de urgência e emergência visitados pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), numa ação desenvolvida com a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM/ CD). O relatório preliminar das visitas foi apresentado durante o seminário O Caos no Atendimento de Urgência e Emergência no Brasil, no Congresso Nacional. O encontro reuniu autoridades, parlamentares e representantes da sociedade para discussões sobre as causas e possíveis soluções para os problemas do setor. Em todo o país, médicos trabalham em JORNAL //////////////////// Página 8 1 de 2

9 Em todo o país, médicos trabalham em condições precárias e degradantes única e exclusivamente por compromisso com os pacientes. Para honrar o juramento de Hipócrates, enfrentam a atendem em unidades com infiltrações, rachaduras, mofos, estrutura enferrujadas, equipamentos quebrados e salas improvisadas condições precárias e degradantes única e exclusivamente por compromisso com os pacientes. Para honrar o juramento de Hipócrates, enfrentam a atendem em unidades com infiltrações, rachaduras, mofos, estrutura enferrujadas, equipamentos quebrados e salas improvisadas, é o que diz o presidente do Conselho Regional de Medicina do Pará, Dr Antonio Jorge Ferreira da Silva. Durante o evento, o 2º vice-presidente do CFM e coordenador da Comissão Nacional Pró-SUS, Aloísio Tibiriçá Miranda, lembrou que a Portaria nº 2.048/2002, do Ministério da Saúde, aprovou o regulamento técnico dos sistemas estaduais de urgência e emergência e que, desde então, inúmeras outras normas foram editadas a fim de organizar e reorganizar a rede. O problema é que a maior parte das iniquidades detectadas persiste, de modo que pouco haveria a acrescentar ao arcabouço legal, a não ser na indicação de que estas regras sejam implantadas com o devido senso de urgência, declarou Tibiriçá. Para ele, é preciso que o Executivo Federal acate imediatamente as recomendações elencadas no relatório parcial, não apenas no que diz respeito à infraestrutura e financiamento, mas, principalmente aquelas relacionadas à remuneração dos prestadores de serviços e valorização dos profissionais. É preciso enfrentar a questão de recursos humanos para emergências, promovendo a formação adequada em programas específicos de residência médica e a criação de planos de carreira no Sistema Único de Saúde (SUS), além de privilegiar o concurso público e a contratação pelo regime estatutário, garantindo os adicionais de insalubridade aos profissionais que atuam nas urgências, citou Tibiriçá, ao resgatar as recomendações do Grupo. Recomendações Após o seminário, a Comissão recomendará ao Executivo Federal que, dentre outras providências,adote efetivamente a Política Nacional de Atenção às Urgências, ampliando a participação no financiamento do SUS; amplie a abrangência do programa SOS Emergência, para incluir todos os serviços públicos do país; e fortaleça os sistemas de referência e contra-referência e a informatização dos serviços, para que estes se dediquem aos casos realmente urgentes. JORNAL //////////////////// Página 9 2 de 2

10 Belém sediou o 47º Congresso Nacional de Médicos Residentes A ANMR continua lutando por uma residência médica e um Sistema Único de Saúde de qualidade, através de investimentos adequados na formação e na residência médica, hospitais e unidades básicas com infraestrutura Programa Mais Médicos (MP 621/2013) e o futuro da medicina no Brasil, Direitos e deveres do médico residente e do preceptor e o Futuro da residência médica no país: PROVAB Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica e Programa Mais Médicos (MP 621/2013), foram alguns dos temas discutidos durante o 47º Congresso Nacional de Médicos Residentes, que aconteceu nos dias 05 e 06 de dezembro, em Belém. O evento aconteceu no auditório do Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará, e contou com a participação do representante do Conselho Federal de Medicina, Dr Mauro Luiz de Britto Ribeiro e do Coordenador do Comitê de Médicos Jovens da Associação Médica Brasileira, Dr Nivio Lemos. Durante a solenidade de abertura, o presidente do CRM-PA, Dr Antonio Jorge, deu as boas vindas aos participantes, e ressaltou o apoio do CRM-PA aos médicos residentes do Estado. Dentro do nosso cronograma, vamos levar o projeto da Educação Médica Continuada aos colegas que estão no interior do Estado, e reforçar a fiscalização, para que o profissional médico tenha condições dignas de trabalho e para atender a população. Ressalto ainda que, o CRM-PA sempre estará de portas abertas para receber os médicos residentes, finalizou Antonio Jorge. Para a presidente da Associação Nacional dos Médicos Residentes, Beatriz Costa, a residência no Brasil enfrenta vários desafios, destacando entre as principais dificuldades enfrentadas a manutenção do nível de qualidade e excelência diante das péssimas condições oferecidas pelo Sistema Único de Saúde. A ANMR continua lutando por uma residência médica e um Sistema Único de Saúde de qualidade, através de investimentos adequados na formação e na residência médica, hospitais e unidades básicas com infraestrutura, ressalta a presidente. JORNAL //////////////////// Página 10 1 de 1

11 Artigo DRA LASTÊNIA MENEZES MÉDICA/CIRURGIÃ PLÁSTICA/CRM-PA 5502 Abdominoplastia nos dias atuais Modificações na forma e no volume abdominal produzem desagradáveis alterações na estética corporal. Algumas destas alterações sofrem melhora com a ginástica, fisioterapia, esportes, dietas, e procedimentos não-invasivos, mas na limitação ou falha de resultados destes a opção é a abdominoplastia. A parede abdominal anterior é uma das regiões do corpo que mais sofre os efeitos da idade, das variações de peso corporal, do tipo de pele, da genética, da falta de atividade física, e nas mulheres, alterações devido a gravidez. Modificações na forma e no volume abdominal produzem desagradáveis alterações na estética corporal. Algumas destas alterações sofrem melhora com a ginástica, fisioterapia, esportes, dietas, e procedimentos não-invasivos, mas na limitação ou falha de resultados destes a opção é a abdominoplastia. Muitas vezes a protusão abdominal pode ser devida a adiposidade, flacidez de pele e musculatura, hérnias ou, à combinação de todos estes elementos. A primeira técnica de cirurgia plástica do abdome foi publicada há exatos 120 anos (1893), e de lá para cá um grande número de novas técnicas e manobras cirúrgicas foram apresentadas, com o intuito de corrigir todas as deformidades abdominais. Com o advento da lipoaspiração, em 1980 (Illouz), tornou-se possível o tratamento das lipodistrofias localizadas, e hoje a sua associação com a abdominoplastia é quase uma rotina. O seroma que era frequente, diminuiu e quase desapareceu com a introdução dos pontos de adesão do retalho que foi descolado à aponeurose (Baroudi- 1996), permitindo a retirada de drenos já nos primeiros dias de pós- operatório, e em alguns casos, abolindo o seu uso. Uma região que atualmente deve-se dar uma atenção especial nas abdominoplastias é a região pubiana. Nos casos em que existe lipodistrofia do púbis faz-se uma lipoaspiração. Para corrigir e prevenir no pós-operatório a ptose do púbis é realizada a sua fixação na aponeurose permitindo JORNAL //////////////////// Página 11 1 de 2

12 uma boa ascensão, com bom resultado estético. O tratamento do umbigo é uma das partes mais importantes das abdominoplastias, por ser o detalhe anatômico mais visível. Os umbigos são encontrados sob as mais diversas formas: largos, estreitos, fundos, rasos, herniados, já operados e até mesmo ausentes, mas durante a cirurgia procura-se deixá-lo o mais natural possível, com uma localização precisa, bem na intersecção de uma linha mediana vertical com a linha horizontal imaginária que une as cristas ilíacas. Deve-se evitar qualquer estigma desfavorável, pois o cuidado com a cicatriz umbilical é considerado a assinatura do cirurgião plástico que realizou tal cirurgia. Quanto às cicatrizes, atualmente realizamos o ancoramento meticuloso sub-dérmico com fios que provocam pouca reação tecidual, somado a uma sutura detalhada. O uso de uma tela auto adesiva e cola tem a vantagem de provocar uma proteção antibacteriana, além de permitir que a paciente molhe a incisão nos primeiros dias de pós -cirúrgico e que não necessite mais nenhum tipo de curativo. Todos esses cuidados diminuíram sensivelmente e probabilidade de cicatrizes inestéticas. Acreditamos que todos esses pequenos detalhes que atualmente são realizados na plástica de abdome têm propiciado resultados que agradam frequentemente as pacientes. O tratamento do umbigo é uma das partes mais importantes das abdominoplastias, por ser o detalhe anatômico mais visível. Os umbigos são encontrados sob as mais diversas formas: largos, estreitos, fundos, rasos, herniados, já operados e até mesmo ausentes. JORNAL //////////////////// Página 12 2 de 2

13 MATÉRIA DE CAPA O CRM e sua história O Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará orgulha-se de sua trajetória na busca da verdade, na defesa da ética e na luta pelo exercício digno da medicina em seus mais de 50 anos de existência Os Conselhos Regionais de Medicina são órgãos fiscalizadores, julgadores e disciplinadores da classe médica. Eles já existiam instituídos pela Lei nº 7.955, de 13 de setembro de 1945, mas passaram a constituir uma autarquia a partir da Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957, pelo que dispuseram da responsabilidade jurídica de direito público. Os primeiros Conselhos de Medicina surgiram no início dos anos cinquenta, primeiramente no Ceará, Rio Grande do Sul, Pará e Distrito Federal. CRM-PA O Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará foi criado em 15 de abril de 1952, sendo o terceiro do País, de acordo com Álvaro Tavares de Souza. Em seu livro História da Criação dos Conselhos de Medicina, este autor informa que o CRM-PA teve como fundadores os médicos Luiz Romano da Motta Araújo, José Souza Macedo, Orlando Rodrigues da Costa, Guaraciaba Quaresma Gama e Cláudio Pastor Dacier Lobato. Em 20 de agosto de 1953, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará teve formado o seu primeiro Corpo de Conselheiros, que foram escolhidos pela Sociedade Médico-Cirúrgica do Pará. Os primeiros conselheiros foram: Cláudio Mendonça Dias, Cláudio Pastor Lobato, Dionísio Oliveira Bentes, Guaraciaba Quaresma Gama, José de Souza Macedo, Luiz Romano da Motta Araújo, Orion do Couto Loureiro Orlando Rodrigues da Costa, Oscar Pereira de Miranda e Ramiro Koury. JORNAL //////////////////// Página 13 1 de 3

14 Somente após o advento da Lei 3268/57 é que os conselhos iniciaram, efetivamente, suas atividades. Em 19 de outubro de 1958, o CRM-PA publicou o edital no Diário Oficial do Estado e, em 23 de outubro, no jornal A Folha do Norte, informando que estariam abertas por 30 dias, as inscrições das chapas para membros suplentes e efetivos e de Delegado Efetivo e Suplente para o Conselho Federal de Medicina. Por motivo de doença, em 4 de novembro de 1958, foi apreciado o pedido de renúncia do Dr Luiz Romano da Motta Araújo. Assumiu então, o médico Guaraciaba Quaresma Gama e o secretário Geral, Dr José de Souza Macedo a vice-presidência. Eles ficaram até o resultado das eleições. A primeira eleição aconteceu nos dias 12 e 27 de fevereiro de 1959, primeira e segunda convocação, respectivamente. Ambas as convocações aconteceram na sede do Instituto Ophir Loyola. A primeira convocação, no dia 12 de fevereiro de 1959, foi presidida pelo Dr José de Souza Macedo e a segunda, pelo médico Guaraciaba Quaresma da Gama. Na primeira convocação votaram apenas 49 médicos e na segunda, 71 eleitores. E o resultado foi o seguinte: Para efetivos foram eleitos: Afonso Rodrigues Filho, Álvaro Camelier, Aracy Amazonas Barreto, Clóvis Olindo de Bastos Meira e Elisa Chermont Roffé. Para suplentes foram eleitos: Anísio de Mendonça Maroja, Benedito Cavaleiro de Macedo Klautau, Cândido Pereira da Costa, Canuto de Figueiredo Brandão, Clodoaldo Fernando Ribeiro Beckmann,Hélio Couto de Oliveira, João Fecury, José Monteiro Leite, Mário Rodrigues Ferreira, Orlando Almeida Pinto, Pujucan de Moura Tapajós, Raimundo Nonato Oriente Vasconcelos, Rubens Guilhon Coutinho e Wilson Vasconcelos Machado. Para representando do CFM pelo Estado do Pará, foram eleitos: Efeitivo: Celso Cunha da Gama Malcher e Suplente: Domingos Barbosa da Silva. O mandato dos eleitos foi até o dia 1 de outubro de Jornal do CRM-PA Em março de 1986, surgiu a ideia da publicação de um jornal pelo Conselho, que se chamou Pró-Ética. A edição era trimestral, e ficou sob a coordenação do médico Alfredo Oliveira. E em 1987, foi criado um boletim informativo, com a finalidade, principalmente, de ser levado aos médicos do interior do Estado. O lançamento do jornal ocorreu no dia 13 de novembro de 1986, coma presença Em março de 1986, surgiu a ideia da publicação de um jornal pelo Conselho, que se chamou Pró- Ética. A edição era trimestral, e ficou sob a coordenação do médico Alfredo Oliveira. E em 1987, foi criado um boletim informativo, com a finalidade, principalmente, de ser levado aos médicos do interior do Estado. JORNAL //////////////////// Página 14 2 de 3

15 de convidados e autoridades. Na ocasião, o presidente falou da necessidade de melhorar a comunicação entre o Conselho e a categoria médica. Atividade Judicante Das várias atividades desempenhadas pelos Conselhos de Medicina, a judicante, certamente é a que confere ao órgão maior visibilidade. No início da história do CRM-PA, esta atividade era exercida com certa timidez. Apesar de já existir à época, o Código de Ética Médica a atividade judicante não era muito bem regulamentada. Esta atividade era exercida com certo amadorismo, diferente do que acontece hoje. De fato, é ao Conselho que a sociedade civil organizada recorre cada vez mais, para denunciar ações ou omissões envolvendo a atividade médica. O primeiro processo instaurado no Conselho Regional de Medicina do Pará foi em A denúncia que deu origem ao PEP 01/61, foi protocolada em 6 de dezembro de Da criação dos Conselhos até sua modernização, adequando-se aos reclamos da sociedade, a atividade judicante foi a que mais refletiu as referidas mudanças. A cobrança da sociedade reflete as mudanças pelas quais esta atividade judicante vem passando ao longo dos tempos. Publicidade Médica É inegável a importância dos meios de comunicação na atividade médica. Porém a utilização desses meios não tem sido corretamente empregada, seja pelos profissionais na divulgação de seus trabalhos ou na propaganda de clínicas e hospitais. No dia 6 de dezembro de 1961, o Dr Guaraciaba Gama, apresentou alguns jornais com publicidade médica, solicitando ao presidente, Dr Affonso Rodrigues Filho, a designação de um conselheiro para proceder uma sindicância, sendo designado o médico Clodoaldo Beckman para sindicante. Em seu relatório, o Dr Beckman sugeriu o envio de uma circular aos médicos, contendo as disposições a serem seguidas na publicidade médica, com objetivo de evitar caso de reincidência. Em 1972, foi criada a Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos CODAME. Médicos Estrangeiros Um dos primeiros embates historicamente travados pelo CRM do Pará dizia respeito à atividade de médico estrangeiro no Estado. Na reunião plenária de 27 de maio de 1957, foi lida a correspondência do Dr Alípio Bordalo, datada de 10 de março de 1957, protestando e solicitando providências contra o médico italiano Gaetano Scaleri, dirigente da maternidade de Bragança. Com isso, foram solicitadas informações ao bispo da prelazia do Guamá, Dom Eliseu Coroli, sobre a situação do médico italiano. Dois anos mais tarde, o médico Gaetano Scaleri foi denunciado por exercício ilegal da profissão. Outra situação frequente diz respeito à situação de médicos oriundos dos países da América Latina, e que buscam em nosso País, uma condição melhor de sobrevivência. Por conta destas e de outras situações, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará tem sido bastante atuante no cumprimento da lei, denunciando às autoridades competentes todos os casos que chegam ao seu conhecimento, quando identificados como exercício ilegal da profissão. Hoje, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará orgulha-se de sua trajetória na busca da verdade, na defesa da ética e na luta pelo exercício digno da medicina em seus mais de 50 anos de existência. Fonte: Ética em mosaico Apontamentos para uma história do Conselho Regional de Medicina JORNAL //////////////////// Página 15 3 de 3

16 CONHEÇA OS CONSELHEIROS DA NOVA GESTÃO CRM-PA 2013/2018 Antonio Jorge Ferreira CRM 2983 Anestesista Nazaré Paes Loureiro CRM 2076 Psiquiatra Izabel Morhy CRM Reumatologista Tereza Cristina Brito CRM 6407 Hematologista Paulo Guzzo CRM Pediatra Benedito Resque - CRM Neurologista Fátima Couceiro CRM 3886 Clínica Médica Arthur Santos CRM Cardiologista Manoel Walber CRM Pediatra Amira Figueiras CRM Pediatra JORNAL //////////////////// Página 16 1 de 5

17 CONHEÇA OS CONSELHEIROS Antônio Cerejo CRM 2410 Gastroenterologista Benedito Bezerra CRM Psiquiatra Carlos Alberto Vaz CRM Anestesista Jorge Wilson Tuma CRM 1999 Medicina do Trabalho Maria Cristina Rocha CRM 3772 Médica do Trabalho Maria de Jesus Freitas CRM Nefrologista Sônia Yara Souza CRM 3799 Traumatologista e Ortopedista Pedro Augusto Bisi CRM Cirurgião Geral André Luiz Batista CRM Aluízio Semblano CRM JORNAL //////////////////// Página 17 2 de 5

18 CONHEÇA OS CONSELHEIROS Antônio Pedro Vianna CRM 2295 Anestesiologista Antonio Pinheiro Filho CRM 7449 Cirurgião Plástico Elizabeth Cristina Mendes CRM 3244 Ginecologista e Obstetra Edvaldo Costa Júnior CRM Jair Graim CRM José Rufino CRM Cardiologista Rosineide Roseli Duarte CRM Pediatra Silvan Silva CRM Acupuntura Lauro Barata CRM 6521 Oftalmologista Paulo Koyama CRM 5101 Ortopedista e Traumatologista JORNAL //////////////////// Página 18 3 de 5

19 CONHEÇA OS CONSELHEIROS Ana Márcia Batista CRM 6109 Alergista e Imunologista Erivaldo Maués CRM 4602 Gastroenterologista Oscar Pereira Júnior CRM Oftalmologista Maria do Carmo Lobato CRM Pneumologista Terezinha Carvalho CRM 2339 Ginecologista e Obstetra Henrique Custódio - CRM 4961 Cardiologista Helder Lima Reis - CRM Cardiologista Fábio Tozzi - CRM 8806 Cirurgião Geral Carlos André Brito - CRM 8583 Cardiologista Gilberto Carlos Alexandre CRM 7093 Urologista JORNAL //////////////////// Página 19 4 de 5

20 CONHEÇA OS CONSELHEIROS Jean Carlo Pereira CRM 6107 Cirurgião do Aparelho Digestivo JORNAL //////////////////// Página 20 5 de 5

21 GIRO MÉDICO ANUIDADE 2014 Pessoas físicas terão desconto até 28/02/2014. Benefício de 50% para Pessoas Jurídicas devem ser obtido online até 31/12/2013. As anuidades 2014 do CRM-PA terão reajuste pelo INPC, de acordo com a Resolução CFM nº 2.052, de 19/09/13. Para pessoas físicas, será mantido o desconto para pagamento à vista de 5%, até 31/01/14; de 3%, até 28/02/14; e sem desconto até 31/03/14. O parcelamento do valor integral poderá ser feito em cinco vezes, sendo o primeiro vencimento em 31/01/14. Pessoas Jurídicas terão desconto de 50%, devendo ser requerido pessoalmente ou via , e desde que preencha os requisitos do art.5º da Resolução CFM 2052/2013. Art. 5º As pessoas jurídicas compostas por, no máximo, dois sócios, sendo obrigatoriamente um deles médico, estejam enquadradas na primeira faixa de capital social, não possuam filiais, constituídas exclusivamente para a execução de consultas médicas sem a realização de exames complementares para diagnósticos, realizados em seu próprio consultório e que não mantenham contratação de serviços médicos a serem prestados por terceiros, poderão requerer ao conselho regional de medicina de sua jurisdição até 31/12/2013, um desconto de 50% sobre o valor da anuidade fixada no caput do artigo 4º, que deverá ser quitada de acordo com o estabelecido no artigo 4º e parágrafos, mediante apresentação de declaração subscrita pelo médico responsável pela empresa, indicando o seu enquadramento nessa situação. Parágrafo único. Para a obtenção do desconto, a pessoa jurídica e os respectivos sócios médicos e responsável técnico deverão estar em situação cadastral regular, bem como quite com o pagamento das anuidades e da taxa de renovação de certificado de exercícios anteriores. JORNAL //////////////////// Página 21 1 de 2

22 GIRO MÉDICO CFM recomenda o uso de ácido fólico para gestantes O Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovou recomendação orientando as mulheres a usarem o ácido fólico antes da concepção e nos três primeiros meses da gravidez. A medida atende solicitação da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). A ingestão dessa vitamina pode reduzir em até 75% o risco de má formação no tubo neural do feto, o que previne casos de anencefalia, paralisia de membros inferiores, incontinência urinária e intestinal nos bebês, além de diferentes graus de retardo mental e de dificuldades de aprendizagem escolar. Além de se destinar às mulheres, para que usem o ácido fólico na indicação recomendada, a recomendação do CFM também se destina aos médicos, para que falem com suas pacientes sobre a necessidade do suplemento. O Conselho também solicitará aos órgãos públicos desenvolvam programas mais abrangentes de fortificações de alimentos e maior vigilância no seguimento desses programas, ressaltou o conselheiro José Hiran Gallo, diretor do CFM e relator da recomendação. A matéria completa pode ser lida no site do CRM-PA Mais médicos é debatido no STF O presidente do Conselho Federal de Medicina, Roberto Luiz d Avila, participou, no Supremo Tribunal Federal, de audiência pública sobre o Programa Mais Médicos. Convocada pelo ministro Marco Aurélio para subsidiar o julgamento das Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) 5035 e 5037, que questionam o programa. A audiência contou com expositores que se manifestaram em nome de 23 entidades representativas de médicos, trabalhadores, pesquisadores, da sociedade civil e do poder público. O ministro Marco Aurélio é relator das duas ADIs que contestam a Medida Provisória (MP) 621/2013, que instituiu o programa e estabeleceu alterações quanto ao funcionamento dos cursos de medicina e à contratação de médicos, inclusive estrangeiros, para atuarem na saúde pública. JORNAL //////////////////// Página 22 2 de 2

23 GIRO MÉDICO CRM-PA entrega carteira a 140 novos médicos O Conselho Regional de Medicina do Estado do Pará entregou nesta sexta-feira, 10, carteira profissional a 140 novos médicos formados pela UEPA, CESUPA, UFPA e ITPAC. A entrega foi presidida pelo Presidente do CRM-PA, Dr. Antonio Jorge Ferreira da Silva, e contou com a presença dos conselheiros, Dra Izabel Morhy, Dra Tereza Cristina e Dr Arthur Santos e o representante do Sindicato dos Médicos do Pará, Dr. João Gouveia. Durante a cerimônia, Dr. Antonio Jorge, discursou aos colegas de profissão sobre a realidade e os planos de ações do Conselho para a classe médica. Somos uma Autarquia federal que fiscaliza, legisla e cumpre as normas do Conselho Federal de Medicina, disse. Além disso, Antonio Jorge destacou a importância da profissão através de uma apresentação institucional. Neste momento, vocês médicos estão aptos a exercer a profissão com responsabilidade, dignidade e ética. O presidente do CRM destacou ainda Que a relação médico-paciente é, antes de tudo, uma relação de confiança, que deve ser buscada a todo custo. Ele enfatizou ainda que A construção de um novo olhar sobre a medicina exige, entre outros quesitos, a reflexão sobre a formação médica. A medicina atual, pressionada pelo volume de informações científicas e recursos tecnológicos, tem se voltado para a especialização, na tentativa do alcance de todas as possibilidades de ação. O juramento foi feito pela médica Natália Brito. JORNAL //////////////////// Página 23

24 PATROCÍNIOS ENCM 2013 SESMA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE JORNAL //////////////////// Página 24 1 de 2

Conselho protesta contra prefeitura

Conselho protesta contra prefeitura Informativo Eletrônico da SE/CNS para os conselheiros nacionais Ano VI, Brasília, 08/04/2009. Prezado (a) conselheiro (a), Estamos encaminhando um clipping de notícias do CNS na mídia. A intenção é socializar

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.000/2012 (Publicada no D.O.U. 12 nov. 2012, Seção 1, p. 188)

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.000/2012 (Publicada no D.O.U. 12 nov. 2012, Seção 1, p. 188) RESOLUÇÃO CFM Nº 2.000/2012 (Publicada no D.O.U. 12 nov. 2012, Seção 1, p. 188) Fixa os valores das anuidades e taxas para o exercício de 2013 e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA,

Leia mais

RESOLUÇÃO CRM-PR N º 150/2007 (Publicado no Diário Oficial da União, Seção 1, de 24/04/2007 p. 86) (Revogada pela Resolução CRMPR 181/2011)

RESOLUÇÃO CRM-PR N º 150/2007 (Publicado no Diário Oficial da União, Seção 1, de 24/04/2007 p. 86) (Revogada pela Resolução CRMPR 181/2011) CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ RUA VICTÓRIO VIEZZER. 84 - CAIXA POSTAL 2.208 - CEP 80810-340 - CURITIBA - PR FONE: (41) 3240-4000 - FAX: (41) 3240-4001 - SITE: www.crmpr.org.br - E-MAIL: protocolo@crmpr.org.br

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS À RESIDÊNCIA (R1) EM MEDICINA VETERINÁRIA 2012

NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS À RESIDÊNCIA (R1) EM MEDICINA VETERINÁRIA 2012 I. Da Definição NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS À RESIDÊNCIA (R1) EM MEDICINA VETERINÁRIA 2012 A Residência em Medicina Veterinária (RMV) é definida como sendo um intensivo programa

Leia mais

Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia CREMEB III Fórum de Publicidade Médica 24 de agosto de 2012 Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia CREMEB Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos

Leia mais

TEM QUE MELHORAR MUITO

TEM QUE MELHORAR MUITO Confira gráficos, tabelas, críticas e sugestões sobre o convênio médico na ZF revelados em levantamento feito pelo Sindicato Comprovado: convênio médico na ZF TEM QUE MELHORAR MUITO Um levantamento feito

Leia mais

Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Francisco de Assis Regimento Interno

Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Francisco de Assis Regimento Interno Página1 Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Francisco de Assis Regimento Interno Título I Da definição Art. 1º - O Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Francisco de Assis é uma das entidades

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ CAPÍTULO I DA SOCIEDADE, DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE, PRAZO E FINALIDADES Artigo 1 - A Comissão Estadual de Residência Médica

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

PORTARIA Nº 2.600, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 [...] ANEXO VI NORMAS PARA AUTORIZAÇÃO DE EQUIPES ESPECIALIZADAS E ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE

PORTARIA Nº 2.600, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 [...] ANEXO VI NORMAS PARA AUTORIZAÇÃO DE EQUIPES ESPECIALIZADAS E ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE PORTARIA Nº 2.600, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 Aprova o Regulamento Técnico do Sistema Nacional de Transplantes. [...] ANEXO VI NORMAS PARA AUTORIZAÇÃO DE EQUIPES ESPECIALIZADAS E ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE

Leia mais

Residência Médica. Equivalência da Residência Médica com Curso de Especialização e Título de Especialista

Residência Médica. Equivalência da Residência Médica com Curso de Especialização e Título de Especialista Residência Médica A Residência Médica foi instituída no Brasil pela Lei nº. 6.932 de 07 de julho de 1981 e regulamentada pelo Decreto nº. 80.281, de 05 de setembro de 1977. Equivalência da Residência Médica

Leia mais

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs O plenário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro ficou lotado durante

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC)

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC) CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC) COMCITEC Gestão Plenárias Conferência Eventos Legislação QUEM SOMOS? O COMCITEC é um órgão autônomo que atua em estreita articulação com

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 368/2002

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 368/2002 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 368/2002 Institui o Conselho de Cirurgia do Departamento de Medicina e aprova seu regulamento. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MED-144/02, aprovou

Leia mais

NESTA EDIÇÃO. PALAVRA DO PRESIDENTE - Reflexões sobre o ano.

NESTA EDIÇÃO. PALAVRA DO PRESIDENTE - Reflexões sobre o ano. JORNAL NESTA EDIÇÃO PALAVRA DO PRESIDENTE - Reflexões sobre o ano. CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARÁ ANO XI Nº 102 / setembro a novembro de 2014 EXPEDIENTE/GUIA DE NAVEGAÇÃO - Saiba quem

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192)

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Página 1 de 17 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.666/2003, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE CIRURGIA PEDIÁTRICA DE PERNAMBUCO DISCIPLINA DE CIRURGIA PEDIÁTRICA DA UFPE

ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE CIRURGIA PEDIÁTRICA DE PERNAMBUCO DISCIPLINA DE CIRURGIA PEDIÁTRICA DA UFPE ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE CIRURGIA PEDIÁTRICA DE PERNAMBUCO DISCIPLINA DE CIRURGIA PEDIÁTRICA DA UFPE Capítulo I - Da liga e seus fins Art. 1 - A Liga de Cirurgia Pediátrica, a seguir designada LACIPE,

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA imprimir Norma: RESOLUÇÃO Órgão: Conselho Federal de Medicina Número: 1980 Data Emissão: 07-12-2011 Ementa: Fixa regras para cadastro, registro, responsabilidade técnica e cancelamento para as pessoas

Leia mais

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 A PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA (CNRM), no uso de sua atribuições previstas no art. 5.º do Decreto n.º 80.281, de 05 de setembro de 1977, e considerando o

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia PORTARIA Nº 14/2009 Aprova o Regulamento da I Conferência Municipal de Cultura de Eunápolis-BA e dá outras providências. A SECRETÁRIA

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Diário Oficial da União; Poder Executivo, Brasília, DF, n. 81, 29 abr.2002. Seção 1, p. 265-66 Alterada pela Resolução CFM nº 1666/03 (Anexo II) O CONSELHO

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA 1- IDENTIFICAÇÃO 1.1- Hospital: Rubens de Souza Bento Hospital Geral de Roraima. 1.2- Entidade Mantenedora: Secretaria Estadual de Saúde/SESAU-RR 1.3- Curso:

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO TIAGO-MG CADASTRO NACIONAL DE ESTABELECIMENTO DE SAÚDE: 6627803

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO TIAGO-MG CADASTRO NACIONAL DE ESTABELECIMENTO DE SAÚDE: 6627803 REGULAMENTO VI CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO TIAGO CAPITULO I DA REALIZAÇÃO Art. 1º A VI Conferência Municipal de Saúde de São Tiago é convocada e presidida pelo Prefeito Municipal e, na sua ausência

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012 34288 Acupuntura 59 aprovado 3 45210 Alergia e Imunologia 56,5 aprovado 5 42926 Anestesiologia 62,5 aprovado 48867 Anestesiologia 60,5 aprovado 48235 Anestesiologia 59 aprovado 9 48302 Anestesiologia 56

Leia mais

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem ANEXO I QUADRO DE VAGAS - Processo Seletivo para Preceptoria dos Programas de Residência Médica Seleção 2014/1 Opção de Vaga Unidade de Saúde/SES Programa de Residência de Cargo Local de execução das atividades

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Dispõe sobre convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre o Conselho Federal de Medicina CFM, a Associação

Leia mais

HOSPITAL CENTRAL ROBERTO SANTOS 201 Clínica Médica Recredenciado 02 anos 10 02 08 101 Cirurgia Geral Recredenciado 02 anos 10 00 10

HOSPITAL CENTRAL ROBERTO SANTOS 201 Clínica Médica Recredenciado 02 anos 10 02 08 101 Cirurgia Geral Recredenciado 02 anos 10 00 10 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA BAHIA 2008 C O M U N I C A D O A CEREM COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA, comunica a alteração das vagas disponibilizadas para 2008, com base nas

Leia mais

FISCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE CFM estabelece regras mínimas para os serviços de assistência médica

FISCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE CFM estabelece regras mínimas para os serviços de assistência médica FISCALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE CFM estabelece regras mínimas para os serviços de assistência médica Pela Resolução 2.056/2013, publicada nesta terça-feira (12) no Diário Oficial da União, fica estabelecida

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais

SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais AUDIÊNCIA PÚBLICA REALIZADA NA COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS EM 28 DE JUNHO DE 2006 PARA INSTRUIR O PROJETO DE LEI DO SENADO Nº25, DE 2002, QUE DISPÕE SOBRE O

Leia mais

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 *****

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Ementa: Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM n.º 1.634/2002, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 8.662, DE 7 DE JUNHO DE 1993. (Mensagem de veto). Dispõe sobre a profissão de Assistente Social e dá outras providências O

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 802 Médico Alergia e

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento em Medicina Oral e Odontologia Hospitalar

Curso de Aperfeiçoamento em Medicina Oral e Odontologia Hospitalar MINISTÉRIO DA SAÚDE HOSPITAL FEDERAL DOS SERVIDORES DO ESTADO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA Curso de Aperfeiçoamento em Medicina Oral e Odontologia Hospitalar JUSTIFICATIVA A Promoção de saúde só será completa

Leia mais

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente convida os Órgãos Públicos

Leia mais

Foram eleitos os seguintes pontos relevantes: 1. Delegacias Sindicais, 2. Diretoria, 3. Diretoria Provisória, 4. Questões patrimoniais,

Foram eleitos os seguintes pontos relevantes: 1. Delegacias Sindicais, 2. Diretoria, 3. Diretoria Provisória, 4. Questões patrimoniais, Registro da segunda reunião Ordinária da Comissão de Sistematização e Elaboração de Propostas de Estatuto para a entidade resultante da unificação da FENAFISP E Unafisco Sindical. Presentes pela FENAFISP:

Leia mais

PROGRAMA PEDAGÓGICO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO E RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA

PROGRAMA PEDAGÓGICO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO E RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA PROGRAMA PEDAGÓGICO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO E RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA 1- IDENTIFICAÇÃO 1.1- Hospital: Rubens de Souza Bento Hospital Geral de Roraima. 1.2- Entidade Mantenedora: Secretaria

Leia mais

MAIS MÉDICOS MP 621 Uma visão jurídica

MAIS MÉDICOS MP 621 Uma visão jurídica MAIS MÉDICOS MP 621 Uma visão jurídica Em 8 de julho de 2013, entrou em vigor no sistema jurídico posto a Medida Provisória 621 Mais Médicos - com a finalidade de formar recursos humanos na área médica

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NA RESIDÊNCIA MÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG EM MARÇO DE 2015. Edital 02/2014

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NA RESIDÊNCIA MÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG EM MARÇO DE 2015. Edital 02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NA RESIDÊNCIA MÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG EM MARÇO DE 2015 Edital 02/2014 A Coordenação dos Programas de Residência Médica e o Pró-Reitor de Pós-Graduação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2015 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA

PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2015 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2015 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA A Comissão Estadual de Residência Médica - CEREM/BAHIA, no uso de suas

Leia mais

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Confere nova regulamentação ao Conselho Municipal de Segurança

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015 (Publicada no D.O.U. de 04 de fevereiro de 2015, Seção I, p. 55) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 2.068/2013, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

EM BUSCA DE VOLUNTÁRIOS

EM BUSCA DE VOLUNTÁRIOS PUBLICAÇÃO MENSAL DIRIGIDA AOS CIRURGIÕES-DENTISTAS 01 FEVEREIRO/2012 Curitiba -Paraná EM BUSCA DE VOLUNTÁRIOS O Projeto Dentista do Bem, que proporciona atendimento odontológico para crianças carentes,

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES EDITAL Nº 1/GM/MS, DE 4 DE AGOSTO DE 2015. ADESÃO DE ENTES FEDERADOS E INSTITUIÇÕES À CONCESSÃO DE BOLSAS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE PARA PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA 1.

Leia mais

ASSUNTO: Veiculação de anúncio de entidade filiada à associação de classe RELATOR: Cons. Roberto Luiz d Ávila

ASSUNTO: Veiculação de anúncio de entidade filiada à associação de classe RELATOR: Cons. Roberto Luiz d Ávila Imprimir PROCESSO-CONSULTA CFM nº 5.396/2001 PC/CFM/Nº 15/2002 INTERESSADO: CADE Conselho Administrativo de Defesa Econômica/MJ ASSUNTO: Veiculação de anúncio de entidade filiada à associação de classe

Leia mais

Propostas aprovadas no XII Enem

Propostas aprovadas no XII Enem Propostas aprovadas no XII Enem Tema I Formação Médica Ensino Médico 1. Exigir como requisitos mínimos para reconhecimento e revalidação dos cursos de Medicina: hospital próprio com quantidade suficiente

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 1663, DE 02 DE JULHO DE 2012. Aprova o detalhamento das funções/especialidades dos cargos do Quadro Permanente da Função Saúde da Administração Pública

Leia mais

ANEXO I DO OBJETO. 3) Os profissionais contratados deverão providenciar o cadastramento junto ao corpo clínico da CONTRATANTE, como membros efetivos;

ANEXO I DO OBJETO. 3) Os profissionais contratados deverão providenciar o cadastramento junto ao corpo clínico da CONTRATANTE, como membros efetivos; ANEXO I DO OBJETO Descrição da PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM NEUROCIRURGIA E NEUROLOGIA AOS PACIENTES DO HOSPITAL, PRONTO SOCORRO ADULTO, PRONTO SOCORRO INFANTIL E AMBULATÓRIO, compreendendo as seguintes funções:

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ Gabarito Preliminar CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ MÉDICO - ALERGIA E IMUNOLOGIA D A B E C D D C A B C C E A E E B B E B D A C D A MÉDICO

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE BOLSAS DE RESIDÊNCIA

Leia mais

ATA DA 1ª REUNIÃO PLENÁRIA, 1ª EXTRAORDINÁRIA DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DA BAHIA, REALIZADA DIA DOIS DE JANEIRO DE DOIS MIL E DOZE.

ATA DA 1ª REUNIÃO PLENÁRIA, 1ª EXTRAORDINÁRIA DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DA BAHIA, REALIZADA DIA DOIS DE JANEIRO DE DOIS MIL E DOZE. 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 ATA DA 1ª REUNIÃO PLENÁRIA, 1ª EXTRAORDINÁRIA DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DA BAHIA, REALIZADA DIA DOIS

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA RESIDÊNCIA MÉDICA DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

REGIMENTO INTERNO DA RESIDÊNCIA MÉDICA DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA REGIMENTO INTERNO DA RESIDÊNCIA MÉDICA DA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Artigo 1 o.- A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) através da Faculdade de Medicina e do Hospital de Clínicas, manterá

Leia mais

ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA

ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA Ministra do Supremo Tribunal Federal, empossada em 19 de dezembro de 2011. Nascida em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 02 de outubro de 1948. Filha do médico José Júlio

Leia mais

EDUARDO ERNESTO CHINAGLIA PRESIDENTE

EDUARDO ERNESTO CHINAGLIA PRESIDENTE EDUARDO ERNESTO CHINAGLIA PRESIDENTE MÉDICO CRM 27962 Graduação em Medicina no ano de 1976 Faculdade de Medicina de Itajubá Itajubá MG Cargos Administrativos: Diretor Presidente da Unimed Leste Paulista

Leia mais

Provedor da Santa Casa proíbe UGF de utilizar seu hospital como área de ensino do curso de Medicina

Provedor da Santa Casa proíbe UGF de utilizar seu hospital como área de ensino do curso de Medicina Provedor da Santa Casa proíbe UGF de utilizar seu hospital como área de ensino do curso de Medicina Os médicos/professores da Universidade Gama Filho que exercem a docência nas unidades da Santa Casa de

Leia mais

Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica.

Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica. EDITAL COMPLEMENTAR PROCESSO SIMPLIFICADO ESPECIALIZAÇÃO 2015 Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica. A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE,

Leia mais

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO Art. 1º - Corpo Clínico é o conjunto de médicos que se propõe a assumir solidariamente a responsabilidade de prestar atendimento aos usuários que

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM N.º 1716/2004. (Publicada no D.O.U. de 19 Fev 2004, Seção I, pg. 205) (Modificada pela Resolução CFM nº 1773/2005)

RESOLUÇÃO CFM N.º 1716/2004. (Publicada no D.O.U. de 19 Fev 2004, Seção I, pg. 205) (Modificada pela Resolução CFM nº 1773/2005) RESOLUÇÃO CFM N.º 1716/2004 (Publicada no D.O.U. de 19 Fev 2004, Seção I, pg. 205) (Modificada pela Resolução CFM nº 1773/2005) O Conselho Federal de Medicina, no uso das atribuições que lhe confere a

Leia mais

RESUMO EXECUTIVO 140ª REUNIÃO 105ª ORDINÁRIA

RESUMO EXECUTIVO 140ª REUNIÃO 105ª ORDINÁRIA 1 RESUMO EXECUTIVO 140ª REUNIÃO 105ª ORDINÁRIA Data: 30/08/2005 Hora: 09:00 Local: Auditório Maria Eglantina Nunes Rondon - SUSAM Abertura: Dr. Wilson Duarte Alecrim Presidente do CES/AM - Cumprimentou

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.973/2011 (Publicada no D.O.U. de 1º de agosto de 2011, Seção I, p. 144-147) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.845/08, que celebra

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2007 O PREFEITO MUNICIPAL DE JUAZEIRO, ESTADO DA BAHIA,

Leia mais

RESOLUÇÃO CRM-PR N.º 191/2013.

RESOLUÇÃO CRM-PR N.º 191/2013. RESOLUÇÃO CRM-PR N.º 191/2013. Dispõe sobre a obrigatoriedade dos Contratos firmados entre as Operadoras de Planos de Saúde e os Médicos seguirem as Normativas da ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Leia mais

SERVIDORES DO CCA. Alberto Luis da Silva Pinto Cargo: Assistente em Administração e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa

SERVIDORES DO CCA. Alberto Luis da Silva Pinto Cargo: Assistente em Administração e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa SERVIDORES DO CCA Alberto Luis da Silva Pinto e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa Amilton Gonçalves da Silva Cargo: Auxiliar Operacional Aminthas Floriano Filho Cargo: Técnico

Leia mais

Anexo C. Cursos de Especialização/ Estágios em Cardiologia Normas para Credenciamento pela Sociedade Brasileira de Cardiologia

Anexo C. Cursos de Especialização/ Estágios em Cardiologia Normas para Credenciamento pela Sociedade Brasileira de Cardiologia Anexo C Cursos de Especialização/ Estágios em Cardiologia Normas para Credenciamento pela Sociedade Brasileira de Cardiologia O Curso de Especialização/ Estágios em Cardiologia constitui modalidade do

Leia mais

Os Rumos da Dermatologia no Brasil:

Os Rumos da Dermatologia no Brasil: Fóruns SBD RELATÓRIO FINAL Relator: Gabriel Gontijo, Vice-Presidente e Presidente Eleito da SBD São Paulo - 5 de abril de 2014 São Paulo - 5 de abril de 2014 Promoção Diretoria da Sociedade Brasileira

Leia mais

EXTRATO DE EDITAL - Programas de acesso direto e com pré-requisito

EXTRATO DE EDITAL - Programas de acesso direto e com pré-requisito EXTRATO DE EDITAL - Programas de acesso direto e com pré-requisito A Comissão de Residência Médica COREME - do Hospital Ernesto Dornelles, comunica que estarão abertas as inscrições para o Concurso de

Leia mais

Lei nº 6.839 /80 Obrigatoriedade do registro das empresas de prestação de serviço médicohospitalares

Lei nº 6.839 /80 Obrigatoriedade do registro das empresas de prestação de serviço médicohospitalares CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS, DELEGADOS, MÉDICOS FISCAIS E SERVIDORES Salvador/2012 REGISTRO Lei nº 6.839 /80 Obrigatoriedade do registro das empresas de prestação de serviço médicohospitalares nos conselhos

Leia mais

EXCLUSIVO ACUPUNTURA. AMANDA DAMASCENO SOARES Rua Barão de Maceió, 313 Centro Maceió 9988-6554 / 8854-1675

EXCLUSIVO ACUPUNTURA. AMANDA DAMASCENO SOARES Rua Barão de Maceió, 313 Centro Maceió 9988-6554 / 8854-1675 EXCLUSIVO ACUPUNTURA AMANDA DAMASCENO SOARES Rua Barão de Maceió, 313 9988-6554 / 8854-1675 FISIOTERAVIDA CLINICA DE FISIOTERAPIA LTDA EPP Rua Antonio Procópio, 330 3338-4585 Farol Maceió ALERGOLOGIA JOSE

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE EDITAL N 32, DE 24 DE JULHO DE 2014

SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE EDITAL N 32, DE 24 DE JULHO DE 2014 SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE EDITAL N 32, DE 24 DE JULHO DE 2014 O SECRETÁRIO DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE - SUBSTITUTO do Ministério da Saúde e o SECRETÁRIO

Leia mais

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Dezembro/2003 - A discussão sobre carga horária para

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.772/2005 (Publicada no D.O.U. de 12.08.2005, Seção I, p. 141-142) Revogada pela Resolução CFM nº 1984/2012 Institui o Certificado de Atualização Profissional

Leia mais

EDITAL nº 001/2013. Convocação de Audiência Pública

EDITAL nº 001/2013. Convocação de Audiência Pública EDITAL nº 001/2013 Convocação de Audiência Pública O Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), no exercício da competência fixada no artigo 130-A, parágrafo 2º, inciso II, da Constituição

Leia mais

EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015.

EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015. EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015. A Presidente do no uso de suas atribuições legais e regulamentadas pela Lei Nº 2.750 de 31 de Dezembro publica as normas para o processo eleitoral das entidades

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO GRUPO DE EXCELÊNCIA DE ESTUDOS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA [GEAP], DE 26 DE NOVEMBRO DE 2012, COM INÍCIO ÀS 20H00 E TÉRMINO ÀS 22H30.

ATA DE REUNIÃO DO GRUPO DE EXCELÊNCIA DE ESTUDOS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA [GEAP], DE 26 DE NOVEMBRO DE 2012, COM INÍCIO ÀS 20H00 E TÉRMINO ÀS 22H30. ATA DE REUNIÃO DO GRUPO DE EXCELÊNCIA DE ESTUDOS EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA [GEAP], DE 26 DE NOVEMBRO DE 2012, COM INÍCIO ÀS 20H00 E TÉRMINO ÀS 22H30. Presentes:- Bruno Luis Lima de Carvalho, Murilo Lemos

Leia mais

Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009. Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN

Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009. Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN Circular nº 061/09 Brasília, 7 de abril de 2009 Às seções sindicais, secretarias regionais e aos Diretores do ANDES-SN Companheiros Encaminhamos o relatório da reunião do GT Carreira do ANDES-SN realizada

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02 Ata da Sessão Plenária nº 3409 Data: 19/02/2013 Folha: 01/02 1. PRESENÇAS: 1.1. Conselheiros Titulares: Adm. Wagner Siqueira Presidente Adm. Jorge Humberto Moreira Sampaio V.P. de Planej. e Desenvolv.

Leia mais

Leia ainda nesta edição...

Leia ainda nesta edição... Instituto Órgão Informativo semanal do Sistema de Representação Associativo e Sindical dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde em Goiás Ipasgo recadastra prestador de serviços Os 4.629 prestadores

Leia mais

RESOLUÇÃO CRM-TO Nº 91/2013, de 13 de dezembro de 2013.

RESOLUÇÃO CRM-TO Nº 91/2013, de 13 de dezembro de 2013. RESOLUÇÃO CRM-TO Nº 91/2013, de 13 de dezembro de 2013. Dispõe sobre a criação e atribuições das delegacias regionais e dos delegados e dá outras providências. O Conselho Regional de Medicina do Estado

Leia mais

Guia. do beneficiário. Aqui você encontra informações sobre seu plano.

Guia. do beneficiário. Aqui você encontra informações sobre seu plano. Guia do beneficiário Aqui você encontra informações sobre seu plano. BEM VINDO À UNIMED SETE LAGOAS! A partir de agora você e sua família podem contar com uma operadora do maior sistema cooperativista de

Leia mais

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Dr Milton Glezer Quem vou ser daqui a 20 anos Público Assistencial Acadêmica Gestão Privado Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Mudanças nos planos de saúde- melhorar cada vez mais o funcionamento dos

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 2.068/2013, que celebra o convênio de reconhecimento de especialidades

Leia mais

Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Banco de Tecidos Salvador Arena BANCO DE TECIDOS MÚSCULO-ESQUELÉTICOS Nº SNT 35205 SP 17

Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Banco de Tecidos Salvador Arena BANCO DE TECIDOS MÚSCULO-ESQUELÉTICOS Nº SNT 35205 SP 17 Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo BANCO DE TECIDOS MÚSCULO-ESQUELÉTICOS Nº SNT 35205 SP 17 ORIENTAÇÕES PARA CREDENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTO PARA TRANSPLANTES Formular o processo de

Leia mais

Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP

Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP Conteúdo DISPOSIÇÕES GERAIS 3 APOIO AO APRIMORAMENTO DE RECURSOS HUMANOS 4 Participação em congressos e eventos científicos

Leia mais

com segurança Saiba quem faz a sua viagem acontecer Uma publicação da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT Edição - 1

com segurança Saiba quem faz a sua viagem acontecer Uma publicação da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT Edição - 1 com segurança BOARDING PASS BOARDING PASS com segurança BOARDING PASS BOARDING PASS Uma publicação da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT Edição - 1 Saiba quem faz a sua viagem

Leia mais

10/09 CRMV-RN comemora, com êxito, o Dia do Médico Veterinário

10/09 CRMV-RN comemora, com êxito, o Dia do Médico Veterinário 10/09 CRMV-RN comemora, com êxito, o Dia do Médico Veterinário O Dia do Médico Veterinário, 9 de setembro, foi comemorado pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

Regimento Interno do Corpo Clínico do Hospital São Mateus.

Regimento Interno do Corpo Clínico do Hospital São Mateus. São Mateus. REGIMENTO INTERNO DO CORPO CLÍNICO HOSPITAL SÃO MATEUS LTDA [Digite EMISSÃO texto] Nº: 01 REVISÃO Nº: 02 DATA: 10/08/1998 DATA: 28/04/2011 Sumário Capitulo I : Das Definições e Objetivos do

Leia mais

Ética do Nutricionista na Internet e Redes Sociais. Dulcilene Montalvão da Silva Comissão de Ética do CRN1

Ética do Nutricionista na Internet e Redes Sociais. Dulcilene Montalvão da Silva Comissão de Ética do CRN1 Ética do Nutricionista na Internet e Redes Sociais Dulcilene Montalvão da Silva Comissão de Ética do CRN1 PARA FALAR DE ÉTICA... O Nutricionista e sua Profissão As entidades de Classe A missão dos Conselhos

Leia mais

SECRETARIA DE APOIO A PESQUISA (SAP) Santa Casa de São Paulo

SECRETARIA DE APOIO A PESQUISA (SAP) Santa Casa de São Paulo I Workshop dos Escritórios de Apoio Institucional a Pesquisadores 29 de outubro de 2012 SECRETARIA DE APOIO A PESQUISA (SAP) Santa Casa de São Paulo Profa. Dra. Lia Mara Rossi Coordenadora da SAP Nossa

Leia mais

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul PARECER CJ N 108/2008 CONSULENTE: Dr. José Antônio Crespo Cavalheiro CONSULTOR: Dra. Carla Bello Fialho Cirne Lima PROTOCOLO: 12.084 de 14 de julho de 2008 Médicos especialistas em mastologia. Portarias

Leia mais

CONGRESSO ESTADUAL DE ARQUITETOS E URBANISTAS DE SANTA CATARINA PARTICIPAÇÃO, ATUAÇÃO, QUALIFICAÇÃO

CONGRESSO ESTADUAL DE ARQUITETOS E URBANISTAS DE SANTA CATARINA PARTICIPAÇÃO, ATUAÇÃO, QUALIFICAÇÃO CONGRESSO ESTADUAL DE ARQUITETOS E URBANISTAS DE SANTA CATARINA PARTICIPAÇÃO, ATUAÇÃO, QUALIFICAÇÃO CONGRESSO ESTADUAL DE ARQUITETOS E URBANISTAS NOS OUÇAM! Regimentalmente o Conselho de Arquitetura e

Leia mais

Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva

Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva EDITAL DO CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO TITULO DE ESPECIALISTA EM ENDOSCOPIA 2011 A Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), em convênio com a Associação Médica Brasileira (AMB), e em obediência

Leia mais

Registro de Empresas nos Conselhos de Medicina - Resolução: 1626 de 23/10/2001

Registro de Empresas nos Conselhos de Medicina - Resolução: 1626 de 23/10/2001 Registro de Empresas nos Conselhos de Medicina - Resolução: 1626 de 23/10/2001 Ementa: Dispõe sobre as instruções para Registro de Empresas nos Conselhos de Medicina. Fonte: CFM O Conselho Federal de Medicina,

Leia mais

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização) em Fisioterapia 6ª. Edição 2013

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização) em Fisioterapia 6ª. Edição 2013 Curso de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização) em Fisioterapia 6ª. Edição 2013 Apresentação O Curso de Especialização em Fisioterapia será mantido e realizado sob a responsabilidade do Departamento

Leia mais

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014 CATEGORIA_DIVULGAÇÃO ESPECIALIDADE_DIVULGAÇÃO NOME_FANTASIA_PONTO BAIRRO_PONTO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO LABORATORIO / ANATOMIA PATOLOGICA CEDACLIN CENTRO SERVIÇO DE TERAPIA FISIOTERAPIA CEMED IMAGEM CENTRO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO DISTRITO FEDERAL

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO CRM/DF nº 378/2015 (Publicada no DODF de 25 de março de 2015, Seção 03, p. 47) Dispõe sobre a instituição do Termo de Ajustamento de Conduta no âmbito da jurisdição do Conselho Regional de Medicina

Leia mais

EDITAL RETIFICADO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES (CONINTER)

EDITAL RETIFICADO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES (CONINTER) ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES EDITAL RETIFICADO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES (CONINTER) Em atenção

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais