Vestibular para o 1º Semestre de 2015 TIPO A

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vestibular para o 1º Semestre de 2015 TIPO A"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS UNIPAC DE JUIZ DE FORA Edital nº 01/2015 Vestibular para o 1º Semestre de 2015 TIPO A LEIA COM ATENÇÃO AS SEGUINTES INSTRUÇÕES 1 Este caderno contém as questões da Prova Objetiva e a Prova de Redação. 2 Use, como rascunho, a Folha de Resposta reproduzida ao final deste caderno. 3 Ao receber a Folha de Respostas, confira seu nome, número de inscrição e o curso. Assine, A TINTA, no espaço próprio indicado. ATENÇÃO: FOLHA DE RESPOSTAS SEM ASSINATURA NÃO TEM VALIDADE. 4 Ao transferir as respostas para a Folha de Respostas: use apenas caneta esferográfica azul ou preta; preencha, sem forçar o papel, toda a área reservada à letra correspondente à resposta solicitada em cada questão; assinale somente uma alternativa em cada questão. Sua resposta NÃO será computada se houver marcação de mais de uma alternativa; questões não assinaladas ou questões rasuradas. NÃO DEIXE NENHUMA QUESTÃO SEM RESPOSTA. A Folha de Respostas da PROVA OBJETIVA não deve ser dobrada, amassada ou rasurada. ATENÇÃO: Conforme o subitem do Edital, é proibido, durante a realização das provas, fazer uso ou portar, mesmo que desligados, telefone celular, relógio digital, pagers, beep, agenda eletrônica, calculadora, walkman, notebook, palmtop, gravador, transmissor/receptor de mensagens de qualquer tipo ou qualquer outro equipamento eletrônico, podendo a organização deste Vestibular vetar o ingresso do candidato com outros aparelhos além dos anteriormente citados Durante o período de realização das provas, não é permitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos ou entre estes e pessoas estranhas, oralmente ou por escrito, assim como não será permitido o uso de livros, códigos, manuais, impressos, anotações ou quaisquer outros meios Durante o período de realização das provas, não é permitido o uso de óculos escuros, boné, chapéu, gorro, lenço Somente é permitido o preenchimento da Folha de Respostas da Prova Objetiva e do Caderno 2 de Redação com caneta esferográfica, vedada qualquer colaboração ou participação de terceiros, respeitadas as condições solicitadas e concedidas a portadores de deficiência O candidato não pode amassar, molhar, dobrar, rasgar ou, de qualquer modo, danificar sua Folha de Respostas da Prova Objetiva e seu Caderno 2 da Redação, sob pena de arcar com os prejuízos advindos da impossibilidade de suas correções Não haverá substituição da Folha de Respostas e do Caderno 2 da Redação por erro do candidato Na correção da Folha de Respostas, serão computadas como erros as questões não assinaladas, as que contiverem mais de uma resposta e as rasuradas. Os gabaritos e as questões das Provas Objetivas serão divulgados nos endereços eletrônicos <www.gestaodeconcursos.com.br> e <www.unipacjf.com.br> no dia 24 de novembro de DURAÇÃO MÁXIMA DA PROVA: 5 (CINCO) HORAS

2 ATENÇÃO Sr.(a) Candidato(a) Antes de começar a fazer a prova, confira se este caderno contém, ao todo, 80 (oitenta) questões de múltipla escolha com 04 (quatro) alternativas de respostas para cada questão, assim distribuídas: 10 (dez) questões de Biologia, 10 (dez) questões de Física, 10 (dez) questões de Geografia, 10 (dez) questões de História, 10 (dez) questões de Língua Estrangeira (Inglês), 10 (dez) questões de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, 10 (dez) questões de Matemática, 10 (dez) questões de Química e o tema de Redação. Havendo algum problema, informe imediatamente ao aplicador de provas para que ele tome as providências necessárias. Caso V.Sa. não observe essa recomendação, não lhe caberá qualquer reclamação ou recursos posteriores.

3 BIOLOGIA QUESTÃO 1 Leia o trecho a seguir. Alguns pacientes com ebola receberam medicamentos experimentais, como o anticorpo monoclonal ZMapp, e passaram por procedimentos médicos, como a transfusão do sangue de pacientes já curados da doença. Nenhum remédio ou terapia contra o ebola passou por estudos clínicos seguros. VEJA. São Paulo: Abril, ed. 2395, 15 out p. 81 (Adaptação). A transfusão de sangue de pacientes curados da doença é uma tentativa de eliminá-la porque o sangue do doador: A) contém antígenos específicos contra o vírus ebola, constituindo uma resposta imunológica ativa. B) induz o receptor do sangue a produzir anticorpos específicos contra o vírus ebola, constituindo uma resposta imunológica ativa. C) apresenta imunoglobulinas contra o vírus ebola, constituindo uma resposta imunológica passiva. D) induz o receptor do sangue a uma resposta imunológica ativa e rápida contra o vírus ebola. QUESTÃO 2 Analise o esquema e o texto a seguir. PÂNCREAS (1) CÉLULAS FÍGADO (3) (2) S A N G U E SUPRARRENAIS Diante de uma situação de emergência ou de susto, o corpo se prepara para ter respostas rápidas e intensas. Sob a ação de um determinado hormônio, os vasos sanguíneos da pele contraem-se e a pessoa fica pálida; o sangue passa a concentrar-se nos músculos e nos órgãos internos. Ocorre, também, taquicardia, aumento da pressão arterial e maior excitabilidade do sistema nervoso. Considerando os hormônios representados no esquema (1, 2 e 3), assinale a alternativa que apresenta os hormônios atuantes na preparação do organismo para uma resposta vigorosa diante de situações de emergência ou de susto. A) (2) Glucagon e (3) Adrenalina. B) (1) Insulina e (3) Glucagon. C) (2) Insulina e (3) Adrenalina. D) (1) Glucagon e (2) Insulina. 3

4 QUESTÃO 3 Analise o cladograma referente às aquisições evolutivas das plantas. Disponível em: <http://djalmasantos.wordpress.com/page/8/>. Acesso em: 22 out (Adaptado). Todas as características evolutivas das plantas apresentadas a seguir poderiam substituir apenas o número 4 da figura, EXCETO: A) Polinização feita por animais. B) Endosperma triploide. C) Formação do tubo polínico. D) Ocorrência de fecundação dupla. QUESTÃO 4 Analise o heredograma a seguir, que contém os grupos sanguíneos do sistema ABO e o fator Rh de alguns indivíduos. A O O B A + Qual a probabilidade de o casal II.2 e II.3 ter uma filha com o genótipo AB+? A) 1/4 B) 3/4 C) 3/16 D) 3/32 4

5 QUESTÃO 5 Segundo a Teoria Moderna da Evolução, a partir de alguns animais aquáticos ocorreu uma conquista parcial do ambiente terrestre, que, posteriormente, se deu completamente. Todas as características apresentadas a seguir representam aquisições evolutivas dos lagartos que permitiram que eles conquistassem definitivamente o ambiente terrestre, EXCETO: A) Oviparidade. B) Olhos com pálpebras. C) Fecundação interna. D) Presença de patas. QUESTÃO 6 A figura a seguir representa o processo de sucessão ecológica de um determinado ambiente. Disponível em :<http://3.bp.blogspot.com/_iogho7nv4oo/sjfrijx1j7i/aaaaaaaaadk/ippj_melg_0/s400/sucessao.jpg>. Acesso em: 22 out Em relação ao processo de sucessão ecológica representado pela figura, assinale a alternativa CORRETA. A) Trata-se de um processo de sucessão ecológica primária, pois o solo já está formado. B) A produtividade primária líquida verificada na figura B é menor do que a representada na figura D. C) A produtividade primária bruta e a quantidade de nichos ecológicos aumentam no sentido de A a E. D) A disponibilidade de nutrientes é maior na comunidade clímax, representada em E. 5

6 QUESTÃO 7 Leia o texto a seguir. A era pós-antibiótico Chegamos a um ponto em que os antibióticos não conseguem combater algumas bactérias. Esses medicamentos já perdem a batalha para dezessete micro-organismos multirresistentes, causando, nos Estados Unidos, mais mortes que a AIDS. A preocupação de médicos e cientistas em todo o mundo é que, sem o investimento em pesquisas e um plano contra o abuso de medicamentos, podemos voltar, rapidamente, à época em que os antibióticos não existiam. Um dos fatores que acelerou o processo de adaptação dos micro-organismos foi o uso indiscriminado de antibióticos, desde seu surgimento. De acordo com dados da consultoria internacional IMS Health, os antibióticos são o quinto remédio mais vendido do mundo, atrás apenas de drogas de combate ao câncer, dores, diabetes e hipertensão. Pouco mais de 40 bilhões de dólares foram gastos em 2013 para a compra de antibióticos, dos quais 1,24 bilhão no Brasil há cinco anos, a soma era de 875 milhões de dólares por aqui. De todos esses remédios vendidos, estima-se que pelo menos a metade venha de prescrições inúteis de acordo com o CDC americano, muitas vezes eles são receitados para doenças causadas por vírus, que não são tratados por antibióticos, ou simplesmente não funcionam para a bactéria causadora da doença. Nas infecções mais comuns em todo o mundo, as do trato respiratório superior, o número de prescrições equivocadas pode chegar a até 79%, de acordo com o Global Respiratory Partnership (Grip), um grupo internacional de médicos que se uniu em 2012 para promover o uso racional de antibióticos e, assim, tentar diminuir a resistência aos medicamentos. Disponível em: <veja.abril.com.br/noticia/saude/a-era-pos-antibiotico>. Acesso em: 22 out Com base no texto, assinale a alternativa que apresenta a explicação CORRETA para a resistência das bactérias aos antibióticos. A) As bactérias se tornam resistentes ao entrarem em contato com uma grande quantidade de antibiótico. B) O uso incorreto e indiscriminado do antibiótico seleciona artificialmente as bactérias já resistentes. C) O uso indiscriminado de antibióticos faz com que as bactérias se acostumem com o medicamento utilizado. D) O uso incorreto do antibiótico promove mutações genéticas nas bactérias, tornando-as resistentes. QUESTÃO 8 As doenças transmitidas através da ingestão de água e alimentos contaminados estão entre os principais riscos para a saúde durante as viagens. Mais de 250 doenças podem ser transmitidas desta forma, causadas por agentes infecciosos (incluindo príons), toxinas (produzidas por agentes infecciosos ou por organismos marinhos) e contaminantes químicos. Estas doenças podem ocorrer em qualquer país do mundo, inclusive nos mais desenvolvidos. Em países em desenvolvimento, onde a infraestrutura de saneamento básico é inadequada ou inexistente, o risco de transmissão é ainda maior, visto ser relativamente comum a contaminação das fontes de água e de alimentos com resíduos fecais. A maioria dos agentes infecciosos pode ser adquirida através de transmissão fecal-oral, resultante da contaminação de água e alimentos por dejetos, direta ou indiretamente. A disposição inadequada de dejetos, comumente humanos, ocasiona a contaminação da água que é utilizada para consumo e preparação de alimentos. A contaminação pode ocorrer antes, durante ou após o preparo dos alimentos e pode estar relacionada com a preparação inadequada (alimentos não lavados adequadamente, crus ou mal passados), com a manipulação sem higiene correta (mãos que não foram adequadamente lavadas) ou com o contato com insetos (moscas e baratas). O consumo de alimentos preparados por vendedores ambulantes ou a ingestão de alimentos crus (ou inadequadamente preparados), em especial frutos do mar, constitui um risco elevado de adoecimento para o viajante. A alimentação feita diretamente com as mãos ou o compartilhamento de um mesmo recipiente com outras pessoas (comum em diversas culturas) aumentam o risco de aquisição de doenças. 6 Disponível em: <www.cives.ufrj.br/informacao/viagem/protecao/dta-iv.html>. Acesso em: 22 out Assinale a alternativa que apresenta as parasitoses contra as quais o tratamento da água e a higiene correta dos alimentos são medidas profiláticas. A) Amebíase, teníase, neurocisticercose, cólera, filariose e ancilostomose. B) Giardíase, ascaridíase, cólera, neurocisticercose, amebíase e hepatite A. C) Ascaridíase, necatorose, ancilostomose, amebíase, teníase e esquistossomose. D) Esquistossomose, neurocisticercose, giardíase, hepatite A, cólera e filariose.

7 QUESTÃO 9 A figura a seguir representa o processo de divisão celular de uma célula somática 2n = 6. Disponível em: <http://projetomedicina.com.br/site/attachments/article/362/biologia_citologia_divisoes_celulares.pdf>. Acesso em: 22 out O tipo de divisão celular e a fase na qual a célula se encontra são, respectivamente: A) mitose e anáfase. B) meiose e anáfase II. C) mitose e metáfase. D) meiose e anáfase I. QUESTÃO 10 Em uma situação de afogamento, uma das medidas de primeiros socorros é fazer a respiração boca a boca, a fim de que a pessoa volte a respirar. É CORRETO afirmar que nessa técnica: A) o oxigênio que entra nos pulmões estimula a respiração celular e a consequente contração dos músculos intercostais. B) o oxigênio assoprado apresenta a mesma concentração do ar atmosférico e do sangue da vítima. C) o nitrogênio gasoso, presente no ar assoprado, faz com que os alvéolos pulmonares fiquem abertos, permitindo, assim, a hematose. D) o gás carbônico assoprado estimula o bulbo a enviar impulsos nervosos aos músculos relacionados aos movimentos respiratórios. 7

8 FÍSICA QUESTÃO 11 A fim de explicar a força-tensão em uma corda, um professor de Física montou o seguinte experimento: Colocou duas cordas amarradas em um balde contendo certa quantidade de areia e propôs para a turma as montagens ilustradas nas figuras a seguir: T 1 T 1 Figura 1 As cordas formam um ângulo de 90º entre elas. T 2 60º T 2 Considere: P a força peso do balde; Figura 2 As cordas formam um ângulo de 60 o entre elas. T 1 a força-tensão em cada uma das cordas na figura 1. T 2 a força-tensão em cada uma das cordas na figura 2. Terminada a montagem, o professor questionou a relação entre as tensões nas cordas 1 e 2 e o peso do balde. Os alunos concluíram CORRETAMENTE que: A) T 1 = T 2 = P/2 B) T 1 > T 2 e T 2 < P/2 C) T 1 < T 2 e T 2 > P/2 D) T 1 >T 2 e T 2 > P/2 QUESTÃO 12 Para uma determinada peça teatral, seria necessário que uma multidão de aproximadamente 70 pessoas estivesse no palco andando aleatoriamente. Porém, essa peça contavam com apenas 7 atores. Sendo assim, um estudante, presente no momento do ensaio, sugeriu que se conjugassem dois espelhos planos para se conseguir as imagens necessárias. Para alcançar o objetivo pretendido, o ângulo entre esses espelhos deverá ser de: 8 A) 6º. B) 36º. C) 40º. D) 55º.

9 QUESTÃO 13 A fim de analisar o brilho de uma lâmpada, um professor faz uma montagem utilizando uma cuba com água, uma lâmpada, fios de cobre e duas pontas metálicas A e B dentro da água, conforme ilustra a figura. Tomada 120 V A B Para acender a lâmpada, o professor coloca um pouco de sal e ela apresenta um pequeno brilho; em seguida pergunta aos alunos o que pode ser feito para aumentar esse brilho. Dois alunos apresentam duas afirmações: Arthur: Colocar mais sal para aumentar a corrente. Gabriel: Diminuir a distância entre os pontos A e B para diminuir a resistência. Pode-se afirmar que o(s) procedimento(s) que aumentará(ão) o brilho da lâmpada é(são) o(s) apresentado(s) por: A) Arthur, apenas. B) Gabriel, apenas. C) Gabriel e Arthur. D) Nenhum dos dois. QUESTÃO 14 Um estudante, após estudar os eletroímãs em um site educativo, resolveu montar dois eletroímãs com ferros, fios e pilhas, com o eletroímã 1 apresentando o dobro de espira do eletroímã 2. + Eletroímã 1 Eletroímã 2 Considere que o estudante aproxima os dois eletroímãs, como mostrado na figura, e que F 12 seja a força que o eletroímã 1 exerce no 2 e F 21, a força que o eletroímã 2 exerce no 1. + Com base nas informações, é CORRETO afirmar que entre os eletroímãs atuará uma força de: A) atração e que F 12 será maior que F 21. B) atração e que F 12 será igual a F 21. C) repulsão e que F 12 será maior que F 21. D) repulsão e que F 12 será igual a F 21. 9

10 QUESTÃO 15 Uma residência utiliza um disjuntor de 50 A para proteger seu circuito, que está representado esquematicamente nesta figura. 120 V G L S CH F A tabela apresenta a potência dos aparelhos indicados: Aparelho Potência (W) CH - Chuveiro F - Forno elétrico G - Geladeira 240 S - Secador L - Lâmpada 60 Considerando que somente esses aparelhos poderão ser ligados, assinale a alternativa que apresenta os aparelhos que, se ligados simultaneamente, desarmarão o disjuntor. A) Chuveiro, geladeira, secador e lâmpada. B) Chuveiro, forno, geladeira e lâmpada. C) Chuveiro, forno, secador e lâmpada. D) Forno, secador, geladeira e lâmpada. QUESTÃO 16 Um grupo de amigos que passava as férias de fim de ano em um sítio resolveu pular na piscina, durante os fogos de Réveillon, para não escutar os estouros. A onda sonora produzida pelo estouro dos fogos: A) não será percebida pelos amigos dentro da piscina, pois será refletida pela água. B) será percebida pelos amigos dentro da piscina, pois será parcialmente refletida pela água e parcialmente refratada. C) não será percebida pelos amigos dentro da piscina, pois será absorvida pela água. D) será percebida pelos amigos dentro da piscina, porém a frequência da onda que entra na água será alterada. QUESTÃO 17 Uma placa de potássio, cuja função trabalho é de 2,0 ev, recebe radiação ultravioleta de Å. A energia máxima dos fotoelétrons emitidos é de: A) 1,6 ev. B) 3,6 ev. C) 1,6 x J. D) 3,6 x J. 10

11 QUESTÃO 18 Maria pretendia enviar uma pequena bola elástica de 300 g para seu irmão que se encontrava no 2º andar de um prédio, a uma altura de 3 metros, quicando-a no chão. Porém, após fazer os cálculos necessários, percebeu que esta seria uma tarefa impossível, uma vez que a velocidade com que a bola teria de sair de sua mão, que se encontrava a 1 metro de altura do chão, deveria ser de, no mínimo: A) 7,1 m/s. B) 6,3 m/s. C) 10,2 m/s. D) 9,0 m/s. QUESTÃO 19 Uma pessoa vai ao oftalmologista e descobre que tem um problema de visão. Considerando que essa pessoa não enxerga muito bem de longe e que o seu globo ocular é alongado, pode-se afirmar que ela apresenta: A) hipermetropia e que para correção necessita utilizar lentes convergentes. B) presbiopia e que para correção necessita utilizar lentes divergentes. C) astigmatismo e que para correção necessita utilizar lentes convergentes. D) miopia e que para correção necessita utilizar lentes divergentes. QUESTÃO 20 Albert Einstein ( ), um físico de intelecto formidável, tinha o hábito de fazer diversos experimentos mentais, muito utilizados para exemplificar a Teoria da Relatividade. Seguindo seu exemplo, imagine um campo de futebol cujo comprimento é de 110 m x 75 m. Disponível em: <http://180graus.com/esporte/adaptado-para-copa-maracana-tera-gramado-menor-que-o-davila html>. Acesso em: 24 out Para que um observador veja tal campo em um formato quadrado, desprezando todos os efeitos não relativísticos e considerando c a velocidade da luz no vácuo, a direção de seu movimento e a sua velocidade devem ser, respectivamente: A) norte-sul, 0,73 c. B) norte-sul, 0,54 c. C) leste-oeste, 0,73 c. D) leste-oeste, 0,54 c. 11

12 GEOGRAFIA QUESTÃO 21 Analise este mapa, que destaca, em preto, a distribuição espacial de um domínio morfoclimático brasileiro: Disponível em: < https://acta.inpa.gov.br/fasciculos/38-3/body/v38n3a03.html >. Acesso em: 19 out (Adaptação). Com base nesse mapa, é CORRETO afirmar que parte do volume hídrico atmosférico que forma as chuvas nesse domínio morfoclimático tem origem na: A) ação dos alísios e contra-alísios de sudoeste. B) alta frequência de penetração da massa tropical continental. C) atuação da Corrente de Humboldt. D) transpiração das plantas e na evaporação direta. QUESTÃO 22 Analise este fluxograma, que representa o ciclo das rochas: Considerando as etapas de 1 a 6 representadas nesse ciclo, assinale a alternativa que as apresente de forma CORRETA. A) 1: erosão; 2: intemperismo; 3: diagênese; 4: metamorfismo; 5: fusão; 6: transporte. B) 1: intemperismo; 2: transporte; 3: deposição; 4: diagênese; 5: metamorfismo; 6: fusão. C) 1: transporte; 2: deposição; 3: diagênese; 4: metamorfismo; 5: fusão; 6: intemperismo. D) 1: transporte; 2: deposição; 3: diagênese; 4: metamorfismo; 5: intemperismo; 6: fusão. 12

13 QUESTÃO 23 Analise este fluxograma: Atividades humanas e implicações no processo de degradação das terras GUERRA, A. J. T.; SILVA, A. S.; BOTELHO, R. G. M. Erosão e conservação dos solos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil,1999. p. 307 (Adaptação). Com base nessa análise, o processo de degradação das terras: A) favorece a manutenção da cobertura vegetal, desde que esta ocorra em um cenário em que se conjugam o cultivo intenso e o superpastoreio. B) intensifica a taxa de infiltração, a qual acaba por refletir no aumento da taxa de escoamento superficial. C) ocorre em razão da atuação de fenômenos naturais, com destaque para aqueles que levam à degradação da estrutura do solo. D) resulta na maior erosão do solo que, consequentemente, leva à menor produção de biomassa. QUESTÃO 24 O termo metrópole, para a Geografia, tem significado preciso e só deve ser aplicado a cidades grandes, dotadas de características específicas. Considerando essas informações, assinale a alternativa que apresenta características que NÃO são verificadas nas metrópoles brasileiras. A) Crescimento que expande a cidade, prolongando-a para fora de seu perímetro, e absorve aglomerados rurais e outras cidades, mediante processo de conurbação. B) Existência de um centro histórico que concentra atividades de serviços e a partir do qual surgem subcentros. C) Manifestação de fluxos de circulação de veículos com dois picos de maior intensidade, que formam o chamado fluxo pendular e atravessam mais de uma cidade. D) Superação da dicotomia entre a existência da cidade como espaço edificado e a estrutura políticoadministrativa. 13

14 QUESTÃO 25 Analise este mapa e sua legenda: Núcleo geoeconômico do Mercosul MAGNOLI, D. O Mundo Contemporâneo: relações internacionais São Paulo: Moderna, p. 192 (Adaptação). O elemento Y identificado na legenda corresponde ao espaço territorial do Mercosul marcado pelo predomínio: A) da agropecuária moderna. B) das atividades industriais. C) do extrativismo da biomassa. D) das jazidas de hidrocarbonetos. QUESTÃO 26 No atual cenário internacional, a questão das migrações humanas forçadas vem sendo discutida de forma ampla. Dentre os grupos que migram forçadamente, encontram-se os refugiados, que são levados a abandonar temporária ou definitivamente a zona tradicional onde vivem em decorrência de terem sofrido perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, filiação a determinado grupo social ou opiniões políticas. Contudo, no cenário internacional tem surgido um novo debate acerca de uma nova categoria de refugiados: os refugiados ambientais. NÃO constituem exemplo dessa nova categoria de refugiados: 14 A) os habitantes de ilhas do Pacífico, como as Maldivas, cujas moradias foram invadidas pela elevação do nível marinho. B) os haitianos que deixaram seu país após terremoto que devastou a capital Porto Príncipe e atingiu o interior de seu território nacional. C) os moradores que ocupavam encostas submetidas a desmoronamentos decorrentes de chuvas intensas na região serrana do Rio de Janeiro. D) os norte-africanos que se viram obrigados a abandonar suas residências em razão de ataques a civis por parte das forças militares.

15 QUESTÃO 27 Analise estes mapas: Brasil: evolução da concentração das usinas hidrelétricas (1950 e 2000) Disponível em: <http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/atlas/energia_hidraulica/4_5.htm>. Acesso em: 20 out (Adaptação). No período considerado, a evolução da concentração das usinas hidrelétricas brasileiras NÃO esteve associada: A) à dispersão espacial de unidades fabris e da malha urbana. B) ao aprimoramento da tecnologia de transmissão de energia elétrica. C) ao deslocamento espaçotemporal da zona de fronteira de recursos. D) às pesquisas e às inovações tecnológicas aplicadas a fontes alternativas de energia. QUESTÃO 28 A questão da disponibilidade dos recursos hídricos pode envolver, em situações de escassez de água, a instalação de conflitos socioambientais. Há casos, inclusive, de disputa entre vizinhos a montante e a jusante de um manancial. Considerando essa disputa entre vizinhos, assinale a alternativa que NÃO apresenta um fator indutor do conflito pelo uso dos recursos hídricos. A) Canalização da água para irrigação que, consequentemente, reduz a vazão fluvial. B) Explotação de aquíferos, que rebaixa o nível freático e diminui a exfiltração nos mananciais. C) Reutilização dos recursos hídricos, o que reduz o quantitativo captado nas nascentes. D) Descarte de resíduos orgânicos nos mananciais, o que deteriora a qualidade da água. QUESTÃO 29 No território brasileiro contemporâneo, verificam-se significativas mudanças decorrentes de acréscimos técnicos que renovaram sua materialidade, tendo em vista a ação conjunta de processos econômicos e sociais. NÃO se incluem nesses acréscimos técnicos: A) a domesticação de plantas e animais e o sistema coleta-caça. B) as infraestruturas de irrigação e as barragens. C) as instalações ligadas à energia elétrica, refinarias e dutos. D) os semoventes e insumos ao solo. 15

16 QUESTÃO 30 Analise este mapa: Conflitos que persistem: as fraturas andinas L ATLAS 2010 DU MONDE DIPLOMATIQUE. Paris: Armand Colin, p As linhas de fratura mostradas no mapa se referem a(à): A) limites de placa em colisão responsável pelo soerguimento de faixa dobrada. B) quebras de relações e laços diplomáticos e políticos. C) ruptura da estabilidade econômica prevista em planos governamentais. D) zonas de extensos falhamentos associados à tectônica andina. 16

17 HISTÓRIA QUESTÃO 31 Leia o fragmento a seguir. Cem anos depois, a memória do crime que segundo o historiador britânico Eric Hobsbawm marcou o início do breve século 20 ainda paira sobre Sarajevo. Estamos em uma profunda crise econômica e a maioria da população de Sarajevo não está interessada na 1ª Guerra Mundial, explica a historiadora Vera Katz, pesquisadora do Instituto de História da Universidade de Sarajevo. Mas entre acadêmicos estamos muito divididos. Temos três divisões claras: sérvios, bósnios e croatas. Isso faz com que tenhamos diferentes interpretações sobre o papel de Gavrilo Princip na 1ª Guerra Mundial. Entre historiadores sérvios, ele continua a ser um herói nacional. NETTO, Andrei. Em Sarajevo atentado é combustível da discórdia. Estadão, 26 jul [Fragmento]. Os movimentos nacionalistas estão presentes como um dos principais motivos que levaram o mundo à Primeira Guerra Mundial ( ), e o interesse de uma mesma região por países representantes de movimentos diferentes conflitou ainda mais o mundo, como é o caso da região dos Balcãs, que, entre os anos de 1912 e 1913, viveram as chamadas Guerras Balcânicas. São motivos que culminaram nas Guerras Balcânicas, EXCETO: A) A união da Sérvia, Montenegro, Grécia e Bulgária para tomar as regiões que o Império Otomano ainda controlava nos Balcãs. B) Os interesses alemães e russos no controle dos estreitos de Bósforo e Dardanelos, fundamentais para saída do Mar Negro. C) Os interesses germânicos na região para construção da estrada de ferro Berlim Bagdá. D) O apoio francês à causa austro-húngara deixando de lado rivalidades anteriores por futuros acordos que beneficiariam a nação francesa. QUESTÃO 32 Leia o fragmento a seguir. [...] Em 1992, grandes manifestações ocorreram nas ruas do Brasil pedindo o impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello. Frente aos fortes indícios de corrupção em seu governo, a juventude conhecida pedia a saída do presidente, que havia sido o primeiro eleito por voto direto após o fim da Ditadura civil-militar. Esses jovens ficaram conhecidos como Caras Pintadas, pelo fato de pintarem em seus rostos pequenas faixas com as cores da bandeira do Brasil. Após forte pressão popular, Collor pediu a renúncia do cargo, assumindo em seu lugar o vice-presidente Itamar Franco. [...] PINTO, Tales dos Santos. Manifestações populares no Brasil. Vestibular Brasil Escola. Disponível em: <//vestibular.brasilescola.com/atualidades/anifestações-populares-no-brasil.htm>. Acesso em: 11 out [Fragmento]. Fernando Collor de Mello, após quase trinta anos sem eleições diretas para presidente da República, conquistou a simpatia da população, que o elegeu com mais de 42% dos votos válidos. A sua primeira medida, ao tomar posse, foi anunciar seu pacote de modernização administrativa e vitalização da economia, através do Plano Collor I, que previa, entre outras coisas: A) demissão de funcionários e diminuição de órgãos públicos. B) criação de uma nova moeda, o cruzado, em substituição ao cruzeiro, que estava muito desvalorizado. C) reatamento das relações diplomáticas com o governo cubano, demonstrando que mais um resquício da Ditadura Militar era abandonado. D) realização de um plebiscito para consulta do Regime a ser instituído no Brasil e a forma que esse governo deveria se organizar. 17

18 QUESTÃO 33 Leia o texto a seguir. Fundada em 1919 com o objetivo de promover a justiça social e ganhadora do Prêmio Nobel da Paz em 1969, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) é a única agência das Nações Unidas que tem estrutura tripartite, na qual representantes de governos, de organizações de empregadores e de trabalhadores de 183 Estados-membros participam em situação de igualdade das diversas instâncias da Organização. Desde a sua criação, os membros tripartites da OIT adotaram 188 Convenções Internacionais de Trabalho e 200 Recomendações sobre diversos temas (emprego, proteção social, recursos humanos, saúde e segurança no trabalho, trabalho marítimo, etc.). Em 1998, a Conferência Internacional do Trabalho aprovou a Declaração dos Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho. A Declaração estabelece quatro princípios fundamentais a que todos os membros da OIT estão sujeitos: liberdade sindical e reconhecimento efetivo do direito de negociação coletiva; eliminação de todas as formas de trabalho forçado; abolição efetiva do trabalho infantil; eliminação de todas as formas de discriminação no emprego ou na ocupação. ONU. Organização Internacional do Trabalho. Disponível em: <http://www.onu.org.br/onu-no-brasil/oit/>. Acesso em: 12 out A OIT admite algumas exceções de trabalhos obrigatórios. A esse respeito, assinale a alternativa que NÃO apresenta uma dessas exceções. A) Serviço militar. B) Trabalho penitenciário adequadamente supervisionado. C) Trabalho em situações de emergência, como guerras, terremotos e incêndios. D) Medida disciplinar no trabalho, as opiniões políticas e ou ideológicas. QUESTÃO 34 Leia o texto a seguir. No dia 24 de agosto de 1820, começou, na cidade do Porto, um movimento liberal que logo se espalhou por outras cidades, consolidando-se com a adesão de Lisboa. Não houve resistência. Iniciada pela tropa irritada com a falta de pagamento e por comerciantes descontentes, conseguiu o apoio de quase todas as camadas sociais: Clero, Nobreza, e Exército. A junta governativa de Lord Beresford foi substituída por uma junta provisória, que convocou as Cortes Gerais Extraordinárias e Constituintes da Nação Portuguesa para elaborar uma Constituição para Portugal. Enquanto a Carta estava sendo feita, entrou em vigor uma Constituição provisória, que seguia o modelo espanhol. MULTRIO. A revolução do Porto. Disponível em: <http://www.multirio.rj.gov.br/história/modulo02/rev_porto.html>. Acesso em: 13 out [Fragmento]. A revolução vitoriosa, que ficaria conhecida como a Revolução do Porto, exigia o retorno da Corte, visto como forma de restaurar a dignidade metropolitana, e exigia: A) o fim do governo do marechal Beresford, o regente inglês que governava com plenos poderes. B) a liberdade política do Brasil e demais colônias portuguesas, influenciados pelas ideias liberais. C) a criação de um livre-comércio entre os países de língua portuguesa. D) a liberdade religiosa como uma poderosa propagandeadora das ideias do liberalismo em Portugal. 18

19 QUESTÃO 35 O texto a seguir é do historiador romano Apiano (95-165). Os ricos tomavam a maior parte das terras públicas e, confiantes de que ninguém nunca as retomaria, começavam a avançar nos lotes vizinhos e nos poucos acres dos pobres camponeses das redondezas, às vezes pela persuasão, outras pela força, de forma que, ao final, estavam em suas mãos imensas propriedades rurais, no lugar dos antigos pequenos lotes camponeses. Usavam escravos como agricultores e pastores, pois temiam que, se usassem mão de obra livre, os camponeses fossem obrigados a parar o serviço para servir o Exército. A posse de escravos era altamente rentável, pois havia muitos à disposição e, não estando sujeitos à leva militar, podiam multiplicar-se em cativeiro. Assim, os poderosos tornaram-se ricos ao extremo e a Itália estava repleta de escravos, enquanto decrescia a população livre, abatida pela pobreza, pelos impostos e pelo serviço militar. APIANO. In: PINSKY, Jaime; PINSKY, Carla Bassanezi. História da cidadania. São Paulo: Contexto, p. 59. [Fragmento]. Foi nesse contexto que, em 123 a.c., o irmão de Tibério, Caio Graco, foi eleito tribuno da plebe e propôs leis que previam, EXCETO: A) A distribuição de trigo para os cidadãos a preços reduzidos. B) A extensão da cidadania a alguns povos aliados dos romanos. C) A coibição dos abusos dos governadores de províncias e dos cobradores de impostos. D) A obrigação de o Estado romano pagar o equipamento dos homens que iam à guerra. QUESTÃO 36 Leia o texto a seguir. No início do século XIX, as transformações que vinham ocorrendo na Europa e na América deram origem a uma profunda crise no sistema colonial. Os ideais revolucionários estavam se difundindo por toda a América, e grande parte da população das colônias espanholas e portuguesa aderiu às lutas contra as metrópoles europeias. [...] A insatisfação dos criollos com essa situação aumentou no fim do século XVIII, quando a Espanha, envolvida em guerras na Europa, aumentou a cobrança de impostos. [...] À medida que o Estado espanhol se mostrava mais fragilizado e que os levantes das camadas populares tornavam-se mais frequentes e mais intensos, as elites coloniais passaram então a apoiar a independência de suas colônias como uma maneira de proteger seus interesses. Apesar de lutarem pela liberdade política e econômica das colônias, os membros das elites criollas procuraram manter a estrutura social vigente. [...] As elites criollas lideraram os movimentos separatistas por toda América espanhola com a exceção de um país. Assinale a alternativa que o identifique. A) Chile B) Haiti C) Venezuela D) Colômbia 19

20 QUESTÃO 37 Analise o fragmento a seguir. Sob a liderança de Mao Tsé-tung, os chineses reorganizaram o país sob a orientação expressa do ideário comunista. O novo governo traçou um plano econômico quinquenal que pretendia impulsionar a agricultura e a indústria. Paralelamente, as tropas comunistas impuseram uma terrível perseguição contra todos aqueles que não aderiram às políticas revolucionárias. No plano político internacional, os chineses optaram pela formação de um Estado socialista independente da orientação soviética. SOUSA, Rainer. A Revolução Chinesa. Brasil Escola. Disponível em: < Acesso em: 14 out [Fragmento]. Em 1966, Mao Tsé-Tung começava a Revolução Cultural e em todo país falava-se na luta contra os quatro velhos: velhos hábitos, velha cultura, velhas ideias, velhos costumes. Mas na verdade Mao Tsé-tung se aproveitou da situação para consolidar seu poder pessoal, a imagem de Grande Timoneiro. Entre as propostas de Revolução Cultural, pode-se identificar: A) a promoção da união do trabalho manual ao intelectual, ao valorizar mais o empenho ideológico do que os conhecimentos. B) o lançamento do projeto Grande Salto Para a Frente, pelo qual toda a China foi mobilizada para que, em poucos anos, o país se tornasse uma potência econômica. C) o lançamento da Campanha das Cem Flores, concedendo grande liberdade para debates públicos. D) o lançamento da campanha de aproximação com o Ocidente e o afastamento do socialismo soviético. QUESTÃO 38 Leia o texto a seguir. Do cafezal ao cafezinho Na pauta política desde o Império, a produção cafeeira chegou a eleger presidentes O café não ditou apenas a economia brasileira: a riqueza produzida na lavoura também guiou os rumos políticos do país durante décadas. Dos barões do café às medidas de valorização adotadas por Getúlio Vargas, os cafezais tiveram grande influência no círculo do poder [...]. Com a chegada ao poder do primeiro presidente civil, Prudente de Moraes ( ), que nasceu em uma fazenda de café, e com o estabelecimento da chamada política dos governadores por seu sucessor, Campos Salles ( ), estava montada a fórmula da sucessão presidencial [...]. ELIAS, Rodrigo. Dossiê Café. Revista da História da Biblioteca Nacional. a.5, n. 57, jun p. 27. Na política dos governadores, os governantes apoiariam as medidas propostas pelo presidente da República no Congresso Nacional através de seus deputados e senadores e, em troca, o presidente manteria a autonomia dos estados, sem interferir nas disputas políticas internas de cada um deles. Assinale a alternativa que apresenta um dos mecanismos que precisaram ser criados para garantir o sucesso dessa parceria. A) A criação do chamado Estado de Compromisso, responsável pelo surgimento de uma ampla frente de apoio à política dos governadores entre as diversas classes sociais. B) A preocupação do governo em obter o apoio dos trabalhadores urbanos por meio de concessões e leis de amparo, abandonando o trabalhador rural. C) A Comissão Verificadora de Poderes, instância responsável pela diplomação dos candidatos eleitos nos estados para os cargos de deputados e senadores, que funcionava como uma barreira para os opositores dos oligarcas regionais. D) A criação de uma política econômica que visava o desenvolvimento do agronegócio e que baseava- se na adoção de medidas protecionistas, o chamado Encilhamento. 20

21 QUESTÃO 39 Em 2000, a ONU Organização das Nações Unidas, ao analisar os maiores problemas mundiais, estabeleceu 8 Objetivos do Milênio ODM, que no Brasil são chamados de 8 Jeitos de Mudar o Mundo, que devem ser atingidos por todos os países até São propostas que compõem os 8 Objetivos do Milênio, EXCETO: A) Acabar com a fome e a miséria. B) Combater a AIDS, a malária e outras doenças. C) Manter a qualidade de vida e o respeito ao meio ambiente. D) Equiparar o desenvolvimento educacional entre os países. QUESTÃO 40 Leia o fragmento a seguir. O ano de 1917 abalou o mundo: acontecia a Revolução Socialista na Rússia. Em pouco tempo, uma revolta de operários, soldados e camponeses fazia o planeta inteiro repensar seus sonhos e seus caminhos [...] De 1918 a 1921, o país foi arrasado por uma terrível Guerra Civil. Os Exércitos Brancos, contrarrevolucionários, lutavam pela volta do tzarismo. O Exército Vermelho defendia a revolução socialista [...] Mas o pior é que a Rússia foi arrasada. O país já era pobre e atrasado. Depois da guerra civil, virou o caos [...]. SCHMIDT, Mário. Nova História Crítica.1. ed. São Paulo: Nova geração, p A partir de 1921, por sugestão de Lênin, iniciou-se uma nova fase da construção do socialismo, a NEP Nova Política Econômica, que adotou algumas práticas, entre elas: A) a coletivização da agricultura através da formação de cooperativas denominadas kolkhozes, onde se esperava apresentar maior rendimento econômico. B) o sistema de campos de trabalhos, os Gúlags, que reeducaria os burgueses pela pedagogia do trabalho coletivo numa espécie de colégio interno para adultos. C) a permissão da existência de pequenas empresas privadas, mas mantendo o grosso da indústria nas mãos do Estado. D) a privatização dos bancos por um período de cinco anos, abrindo, assim, ao capital europeu para conseguir recursos financeiros e caminhar com o processo de socialização. 21

22 LÍNGUA ESTRANGEIRA (INGLÊS) INSTRUCTION Read the following text carefully and then choose the correct alternatives that answer the questions 41 to 46. Re-conditioning lungs for transplant Fergus Walsh (Medical correspondent) Only those who have lived with Cystic Fibrosis (CF) or cared for someone with the condition can know what Sam Yates and Philippa Bradbury have been through. CF is caused by a faulty gene and affects the lungs and digestive system, by clogging them with sticky mucus. It causes devastating damage to the lungs and eventually a transplant is sometimes the only means of survival. Both women feature in my report about a new donor lung treatment which is being trialled by UK transplant centres. Although we filmed Sam Yates walking in her garden, most of the time she uses a wheelchair because her lung function is so poor. Once it dropped to 30% she went on the transplant waiting list. Now it s down to 17%. She told me: Everything takes such a long time, from getting up in the morning to getting dressed. I refuse to give in, but I had to give up my teaching job and rely hugely on my family to help me. She has been prepped and ready for a transplant on two occasions, only to find that the donor organs weren t of sufficient quality. Philippa Bradbury s lung condition was equally severe and she was called for transplant four times - but each time the donor lungs were unusable. Happily Philippa is one of 17 patients in the UK who have benefited from a new technique which uses re-conditioned lungs which would otherwise be rejected. At present four out of five donor lungs are not used because they do not function adequately. These delicate organs are easy to damage and can be subject to infection. The new treatment involves washing donor organs by connecting them for several hours to a modified heart and lung bypass machine. The lungs are given oxygen and nutrients, can be treated with antibiotics to tackle infection, and excess fluid removed. The technique is known as ex-vivo lung perfusion (EVLP). EVLP was first carried out in Sweden A Canadian team carried out 20 lung transplants using the technique and published promising early results. Surgeons in Newcastle have carried out eight EVLP transplants and now the five transplant centres covering the UK are adopting the technique in a three year study. Professor Andrew Fisher who is leading the research team said they should know in just a year what impact EVLP is having on the number of lungs used for transplantation. He added: Worldwide about 100 patients have had lung transplants using this reconditioning technique. The medium outcomes are good but we don t have long-term follow-up and that s what this trial is about. The team hopes to have results within around four years which will give a strong pointer as to whether reconditioned organs will last as long as standard transplanted lungs. Of course a transplant is not a perfect solution. Patients need to take powerful immuno-suppressants which have side-effects and can themselves damage the body. Transplanted organs have a limited life-span. Professor Fisher said, in Newcastle, average survival of CF patients was 10 years post transplant. Donor lungs are currently in such short supply that it is rare for patients to get a second transplant. But if this technique is successful then it might mean patients getting another transplant in the future. 22

23 Philippa Bradbury says her life has totally changed since her transplant. Her lung function is normal and she no longer needs daily physiotherapy. Because her donor lungs are free of the CF gene, they do not fill with sticky mucus. She still has the condition, and it can affect other organs, but her lungs are free of it. For now Sam Yates and her husband Luke must continue to wait. She dreams of returning to work and living a normal life. Source: Accessed on Oct 29th, (Edited) QUESTÃO 41 According to the text, it s INCORRECT to say about EVLP that: A) It was developed in Sweden in B) It s a technique called ex-vivo lung perfusion. C) It was tested by a Canadian team with no results. D) It washes donor lungs using a modified heart. QUESTÃO 42 Cystic Fibrosis (CF) is a very serious genetic disorder. According to the text, CF can A) damage the lungs by clogging them with mucus. B) be completely cured by a lung transplant. C) affect only the respiratory system of a person. D) increase the possibility of organ rejection. QUESTÃO 43 It s INCORRECT to say about the two women featured in the report: A) Sam Yates is on the waiting list for a lung transplant. B) Philippa Bradbury underwent a transplant surgery. C) Both women suffer from a disease called Cystic Fibrosis. D) Both women had been prepped for a transplant on two occasions. QUESTÃO 44 According to the text, a transplant is not a perfect solution because A) patients need to take powerful immuno-suppressants. B) it requires long treatments and daily physiotherapy. C) people can never go back to their normal lives after the surgery. D) it s very difficult to find a compatible donor outside the family circle. QUESTÃO 45 EVLP is a new treatment that has been tested in transplant centres. It aims to A) free donor lungs from the Cystic Fibrosis gene. B) allow transplanted organs to have an unlimited life-span. C) re-condition donor lungs so they can be transplanted. D) improve poor lung function in Cystic Fibrosis patients. 23

24 QUESTÃO 46 According to the text, one of the problems with lung transplant is: A) Donor lungs are rejected for no valid reason. B) Four out of five donor lungs cannot be used. C) The lack of several nutrients in donor lungs. D) Cystic Fibrosis can attack the transplanted organ. INSTRUCTION Read the following text carefully and then choose the correct alternatives that answer the questions 47 to 50. Surgeons transplant heart that had stopped beating By James Gallagher Surgeons in Australia say they have performed the first heart transplant using a dead heart. Donor hearts from adults usually come from people who are confirmed as brain dead but with a heart still beating. A team at St Vincent s Hospital in Sydney revived and then transplanted hearts that had stopped beating for up to 20 minutes. The first patient who received a heart said she felt a decade younger and was now a different person. The heart is the only organ that is not used after the heart has stopped beating - known as donation after circulatory death. Beating hearts are normally taken from brain-dead people, kept on ice for around four hours and then transplanted to patients. Significant development The novel technique used in Sydney involved taking a heart that had stopped beating and reviving it in a machine known as a heart-in-a-box. The heart is kept warm, the heartbeat is restored and a nourishing fluid helps reduce damage to the heart muscle. The first person to have the surgery was Michelle Gribilas, 57, who was suffering from congenital heart failure. She had the surgery more than two months ago. Now I m a different person altogether, she said. I feel like I m 40 years old - I m very lucky. There have since been a further two successful operations. Professor Peter MacDonald, head of St Vincent s heart transplant unit, said: This breakthrough represents a major inroad to reducing the shortage of donor organs. It is thought the heart-in-a-box, which is being tested at sites around the world, could save up to 30% more lives by increasing the number of available organs. The breakthrough has been welcomed around the world. The British Heart Foundation described it as a significant development. Source: Accessed on Oct 29th, (Edited) QUESTÃO 47 According to the text, it is INCORRECT to say about heart transplants that: A) Beating hearts are usually taken from brain-dead people and kept on ice before being transplanted. B) A team at St Vincent s Hospital transplanted hearts that had stopped beating. C) Surgeons in Australia have performed the first dead heart transplant in History. D) Doctors from Sydney invented a technique that allows transplanting a damaged heart. 24

25 QUESTÃO 48 All of the following are characteristics of a machine called heart-in-a-box, EXCEPT: A) keeping the heart warm. B) restoring the heartbeat. C) reducing all tissue damage. D) providing a nourishing fluid. QUESTÃO 49 The dead heart transplant was considered a breakthrough. This kind of transplant A) could save up to thirty percent more lives. B) makes people recover faster and feel younger. C) will decrease the number of donor organs. D) was performed only once successfully. QUESTÃO 50 Professor Peter MacDonald, head of St Vincent s heart transplant unit, believes that the dead heart transplant A) is something to worry about. B) represents a very important progress. C) is a solution to congenital heart failure. D) means a shortage of donor organs. LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA INSTRUÇÃO Leia o texto 1 para responder às questões de 51 a 53. TEXTO 1 Ebola, problema global A África Ocidental, uma das regiões mais pobres do mundo, enfrenta o pior surto de ebola desde que esse vírus extremamente letal foi descoberto, em A debilidade institucional dos países afetados impõe à comunidade internacional o dever de acompanhar de perto a crise, tanto para debelá-la como para evitar sua propagação. Na sexta-feira (1º), a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que o vírus continua se espalhando em velocidade maior do que os esforços para contê-lo e alertou para possíveis consequências catastróficas em termos de vidas humanas e impacto socioeconômico. Das cerca de pessoas infectadas, ao menos 729 morreram, o que torna este o surto mais mortífero entre os cinco registrados. O ebola vem provocando mortes na Guiné, em Serra Leoa e na Libéria, vizinhos entre si. Mas um caso já foi notificado na Nigéria, o país mais populoso da África (177 milhões de habitantes). A situação é particularmente dramática dada a profunda desconfiança das populações locais em relação a seus governos, que ademais enfrentam déficit de funcionários e de material médico. Não se descarta uma subnotificação de casos. Em áreas com alta incidência do vírus, como o leste de Serra Leoa, familiares de pessoas mortas com sintomas da doença escondem os corpos e fazem enterros sem os cuidados devidos. Surgem boatos de que o governo esteja disseminando o ebola. 25

geografia Boa prova! 05/12/2010

geografia Boa prova! 05/12/2010 05/12/2010 geografia Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Geografia. Não abra o caderno antes de receber autorização. Instruções 1. Verifique

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 física Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

Recuperação Final Física 3ª série do EM

Recuperação Final Física 3ª série do EM COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO Recuperação Final Física 3ª série do EM Aluno: Série: 3ª série Turma: Data: 09 de dezembro de 2015 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1. Esta prova

Leia mais

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro?

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro? População mundial Leia as manchetes abaixo: População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil A população mundial atingiu

Leia mais

2º Ensino Médio. Professor(a): André Matéria:Geografia Valor: 8,0 Data: 21/10/2014 Prova: P- 31 Bimestre: 4

2º Ensino Médio. Professor(a): André Matéria:Geografia Valor: 8,0 Data: 21/10/2014 Prova: P- 31 Bimestre: 4 Professor(a): André Matéria:Geografia Valor: 8,0 Data: 21/10/2014 Prova: P- 31 Bimestre: 4 01-(Valor 3,0) "UMA REGIÃO QUENTE" "O Oriente Médio é uma região à qual a imprensa sempre se refere como uma área

Leia mais

Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21

Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21 Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21 Resenha Desenvolvimento Raíssa Daher 02 de Junho de 2010 Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S GEOGRAFIA 2 a. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco questões, que ocupam um total de nove páginas, numeradas de 3 a 11.. Caso haja algum

Leia mais

PREFEITURA DO RECIFE SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE CLIPPING

PREFEITURA DO RECIFE SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE CLIPPING PREFEITURA DO RECIFE SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE CLIPPING Recife 04/08/2014 1 Nos últimos anos, com a integração dos países devido à globalização, houve um aumento da

Leia mais

RESOLVIDO 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02. GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho.

RESOLVIDO 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02. GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho. RESOLVIDO 2012 1º SIMULADO DISCURSIVO PROVA 02 GEOGRAFIA Horário: das 9h às 12h Dia: 01 de julho. GEOGRAFIA 1ª QUESTÃO As figuras a seguir apresentam os mapas com a atuação das massas de ar no inverno

Leia mais

OBI2012 Caderno de Tarefas

OBI2012 Caderno de Tarefas OBI2012 Caderno de Tarefas Modalidade Iniciação Nível 1, Fase 1 1 de abril de 2012 A PROVA TEM DURAÇÃO DE 2 HORAS Promoção: Patrocínio: v1.0 Olimpíada Brasileira de Informática OBI2012 1 Instruções LEIA

Leia mais

Exerc ícios de Revisão Aluno(a): Nº:

Exerc ícios de Revisão Aluno(a): Nº: Exerc íciosde Revisão Aluno(a): Nº: Disciplina:HistóriadoBrasil Prof(a).:Cidney Data: deagostode2009 2ªSériedoEnsinoMédio Turma: Unidade:Nilópolis 01. QuerPortugallivreser, EmferrosqueroBrasil; promoveaguerracivil,

Leia mais

Os caminhos e descaminhos de uma epidemia global

Os caminhos e descaminhos de uma epidemia global Os caminhos e descaminhos de uma epidemia global Por Rodrigo Cunha 5 de junho de 1981. O Relatório Semanal de Morbidez e Mortalidade do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2010/2 DIREITO PROVA DISCURSIVA

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2010/2 DIREITO PROVA DISCURSIVA ESCREVA AQUI SEU NÚMERO DE INSCRIÇÃO: PROVA DISCURSIVA - O presente caderno contém 0 (três) questões de História e 0 (três) questões de Geografia, dentre as quais você deverá escolher DUAS de cada disciplina

Leia mais

05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE D I R E T O R I A D E S A Ú D E 05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE Em 05 de Junho, é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e nesse ano o foco está voltado para as Mudanças Climáticas com o tema

Leia mais

CURSO História. Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo.

CURSO História. Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo. PROCESSO SELETIVO 2004/1 HISTÓRIA CURSO História Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo. 1. 2. 3. 4. Este caderno de prova contém dez questões, que deverão

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende *

Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende * Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende * Voluntariado é a expressão da participação da sociedade na vida pública mais significativa da atualidade. Os movimentos de participação

Leia mais

TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR

TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR CADERNO DE PROVA CARGO: ESTAGIÁRIO DO DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE

Leia mais

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdo O Consulado: Economia, Educação

Leia mais

Capítulo 21 Meio Ambiente Global. Geografia - 1ª Série. O Tratado de Kyoto

Capítulo 21 Meio Ambiente Global. Geografia - 1ª Série. O Tratado de Kyoto Capítulo 21 Meio Ambiente Global Geografia - 1ª Série O Tratado de Kyoto Acordo na Cidade de Kyoto - Japão (Dezembro 1997): Redução global de emissões de 6 Gases do Efeito Estufa em 5,2% no período de

Leia mais

PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA 2 o DIA MANHÃ GRUPO 2 Novembro / 2011 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este

Leia mais

Geração de energia elétrica

Geração de energia elétrica Geração de energia elétrica Suprimento (geração, transmissão e distribuição) de energia elétrica: aspectos socioambientais Lineu Belico dos Reis REQUISITOS BÁSICOS: Atendimento ao arcabouço legal ambiental

Leia mais

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre N o Brasil há 2.361 municípios, em 23 estados, onde vivem mais de 38,3 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza. Para eles, o Governo Federal criou

Leia mais

China e seu Sistemas

China e seu Sistemas China e seu Sistemas Em 1949, logo depois da revolução chinesa, a China possuía 540 milhões de habitantes, e se caracterizava por ser predominantemente rural, neste período o timoneiro Mao Tsetung, enfatizava

Leia mais

AMBIENTE ECONÔMICO GLOBAL MÓDULO 5

AMBIENTE ECONÔMICO GLOBAL MÓDULO 5 AMBIENTE ECONÔMICO GLOBAL MÓDULO 5 Índice 1. A globalização: variáveis relacionadas ao sucesso e ao fracasso do modelo...3 1.1 Obstáculos à globalização... 3 2 1. A GLOBALIZAÇÃO: VARIÁVEIS RELACIONADAS

Leia mais

China e seu Sistemas

China e seu Sistemas China e seu Sistemas Em 1949, logo depois da revolução chinesa, a China possuía 540 milhões de habitantes, e se caracterizava por ser predominantemente rural, neste período o timoneiro Mao Tsetung, enfatizava

Leia mais

População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo;

População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo; INTRODUÇÃO À GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO 1 Aspectos teóricos e metodológicos da geografia da população População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo; A importância de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011

PROCESSO SELETIVO 2011 PROCESSO SELETIVO 2011 Anos 06/12/2010 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova. Antes de iniciar

Leia mais

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37 01 - Os problemas ambientais estão na ordem do dia dos debates científicos, das agendas políticas, da mídia e das relações econômicas. Até muito recentemente, ao se falar de meio ambiente, as instituições

Leia mais

CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda

CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda www.especifico.com.br DISCIPLINA : Sociologia PROF: Waldenir do Prado DATA:06/02/2012 O que é Sociologia? Estudo objetivo das relações que surgem e se reproduzem, especificamente,

Leia mais

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 2 TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI* *Artigo 5º da Constituição Brasileira

Leia mais

Iniciativas Futuro Verde" do Japão

Iniciativas Futuro Verde do Japão 1. Compreensão Básica Iniciativas Futuro Verde" do Japão 1. Nas condições atuais, em que o mundo está enfrentando diversos problemas, como o crescimento populacional, a urbanização desordenadas, a perda

Leia mais

Geografia QUESTÕES de 01 a 06 INSTRUÇÕES: Questão 01 (Valor: 15 pontos)

Geografia QUESTÕES de 01 a 06 INSTRUÇÕES: Questão 01 (Valor: 15 pontos) Geografia QUESTÕES de 01 a 06 LEIA CUIDADOSAMENTE O ENUNCIADO DE CADA QUESTÃO, FORMULE SUAS RESPOSTAS COM OBJETIVIDADE E CORREÇÃO DE LINGUAGEM E, EM SEGUIDA, TRANSCREVA COMPLETAMENTE CADA UMA NA FOLHA

Leia mais

OS OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA PERSPECTIVA DE GÊNERO

OS OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA PERSPECTIVA DE GÊNERO OS OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA PERSPECTIVA DE GÊNERO Conjuntura Para além de enfrentarem a discriminação social e familiar, muitas mulheres ainda lutam para ultrapassar os obstáculos ao

Leia mais

Instruções. Geografia

Instruções. Geografia 1 2 Instruções Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão.

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão. CRISE DO ESCRAVISMO A Dinamarca foi o primeiro país Europeu a abolir o tráfico de escravos em 1792. A Grã-Bretanha veio a seguir, abolindo em 1807 e os Estados Unidos em 1808. O Brasil foi o último país

Leia mais

VESTIBULAR 2012 1ª Fase GEOGRAFIA. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia:

VESTIBULAR 2012 1ª Fase GEOGRAFIA. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia: VESTIBULAR 2012 1ª Fase GEOGRAFIA Instruções Gerais: Hoje você deverá responder às questões de Artes Visuais e Literatura, História, Geografia e de Raciocínio Lógico- Matemático. Você terá 4 horas para

Leia mais

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009 Questão 01 UFBA - -2009 2ª FASE 2009 Na Época Medieval, tanto no Oriente Médio, quanto no norte da África e na Península Ibérica, muçulmanos e judeus conviviam em relativa paz, fazendo comércio e expressando,

Leia mais

AGRICULTURA NA RÚSSIA SOCIALISTA E NA CHINA

AGRICULTURA NA RÚSSIA SOCIALISTA E NA CHINA Espaço Agrário Rússia/China 1 AGRICULTURA NA RÚSSIA SOCIALISTA E NA CHINA! Ambos os países passaram por uma revolução socialista, ou seja, com a revolução a Terra passa a ser propriedade do Estado (propriedade

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS No uso das atribuições legais, e mediantes as condições estipuladas nos Editais e Comunicados oficiais publicados no site www.selecao.uneb.br/dpe2012, CONVOCA os Candidatos

Leia mais

Praticando seus conhecimentos sobre desertificação

Praticando seus conhecimentos sobre desertificação Praticando seus conhecimentos sobre desertificação O fenômeno de desertificação pode ocorrer através de um processo natural ou pela ação humana. O manejo inadequado do solo para agricultura, atividades

Leia mais

Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre

Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre 01-O homo sapiens moderno espécie que pertencemos se constitui por meio do grupo, ou seja, sociedade. Qual das características abaixo é essencial para

Leia mais

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROF. FERNANDO NOME N o 8 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D]

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D] Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA Resposta da questão 1: Somente a proposição está correta. Com a expansão napoleônica na Europa e a invasão do exército Francês em Portugal ocorreu a vinda da corte portuguesa

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Governo de Minas Gerais CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 2ª ETAPA Provas abertas: Matemática, História e Redação em Língua Portuguesa.

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU 2014-2019. Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar PROJETO DE PARECER

PARLAMENTO EUROPEU 2014-2019. Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar PROJETO DE PARECER PARLAMENTO EUROPEU 2014-2019 Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar 2014/2204(INI) 5.1.2015 PROJETO DE PARECER da Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar

Leia mais

implementação do Programa de Ação para a Segunda Década de Combate ao Racismo e à Discriminação Racial,

implementação do Programa de Ação para a Segunda Década de Combate ao Racismo e à Discriminação Racial, 192 Assembleia Geral 39 a Sessão suas políticas internas e exteriores segundo as disposições básicas da Convenção, Tendo em mente o fato de que a Convenção está sendo implementada em diferentes condições

Leia mais

Fundação SEADE. www.seade.gov.br

Fundação SEADE. www.seade.gov.br Outubro de 0 N o Monitoramento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio ODMs Consulte A Fundação Seade disponibilizará, anualmente, as séries históricas do conjunto de indicadores dos ODMs

Leia mais

Os 10 Princípios Universais do Pacto Global

Os 10 Princípios Universais do Pacto Global Os 10 Princípios Universais do Pacto Global O Pacto Global advoga dez Princípios universais, derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho

Leia mais

Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais.

Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais. Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais. Fonte: Agência Fiocruz 1. Há casos de influenza A (H1N1) no Brasil? Não. Até

Leia mais

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa.

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O que é o Aquecimento Global? O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno natural e consiste na retenção de calor irradiado pela

Leia mais

3) As afirmativas a seguir referem-se ao processo de especiação (formação de novas espécies). Com relação a esse processo é INCORRETO afirmar que

3) As afirmativas a seguir referem-se ao processo de especiação (formação de novas espécies). Com relação a esse processo é INCORRETO afirmar que Exercícios Evolução - parte 2 Professora: Ana Paula Souto Nome: n o : Turma: 1) Selecione no capítulo 7 duas características de defesa de plantas. a) DESCREVA cada característica. b) Para cada característica,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (Copeve)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (Copeve) UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (Copeve) EDITAL DO PROGRAMA DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO AO VESTIBULAR (PITV) 2009 UFMG A Universidade Federal de Minas

Leia mais

Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado

Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado Colégio Salesiano São José 8º ano Geografia Professor: Juliano Mudanças no Espaço Geográfico Como ocorrem essas mudanças: Formas; Funções; Fluxos; Modos

Leia mais

6. Considerações finais

6. Considerações finais 84 6. Considerações finais Nesta dissertação, encontram-se registros de mudanças sociais que influenciaram as vidas de homens e mulheres a partir da chegada das novas tecnologias. Partiu-se da Revolução

Leia mais

RECONHECENDO a geometria variável dos sistemas de pesquisa e desenvolvimento dos países membros do BRICS; ARTIGO 1: Autoridades Competentes

RECONHECENDO a geometria variável dos sistemas de pesquisa e desenvolvimento dos países membros do BRICS; ARTIGO 1: Autoridades Competentes MEMORANDO DE ENTENDIMENTO SOBRE A COOPERAÇÃO EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO ENTRE OS GOVERNOS DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, FEDERAÇÃO DA RÚSSIA, REPÚBLICA DA ÍNDIA, REPÚBLICA POPULAR DA CHINA E

Leia mais

PROVA de HISTÓRIA 2ª ETAPA do VESTIBULAR 2006. Questão 01 II) Leia, atentamente, o trecho abaixo e responda ao que se pede:

PROVA de HISTÓRIA 2ª ETAPA do VESTIBULAR 2006. Questão 01 II) Leia, atentamente, o trecho abaixo e responda ao que se pede: PROVA de HISTÓRIA 2ª ETAPA do VESTIBULAR 2006 (cada questão desta prova vale até cinco pontos) Questão 01 Leia, atentamente, o trecho abaixo e responda ao que se pede: Para o filósofo grego Platão, nenhuma

Leia mais

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL BASES COMUNS DO SISTEMA COLONIAL PACTO-COLONIAL Dominação Política Monopólio Comercial Sistema de Produção Escravista ESTRUTURA SOCIAL DAS COLONIAS ESPANHOLAS Chapetones

Leia mais

UFU 2014 Geografia 2ª Fase

UFU 2014 Geografia 2ª Fase QUESTÃO 1 (Geopolítica) A região representada no mapa conta com quase dois terços das reservas mundiais de petróleo. Nas últimas décadas, o controle sobre essas fontes de petróleo foi a principal causa

Leia mais

Fórum de Diálogo IBAS

Fórum de Diálogo IBAS Fórum de Diálogo IBAS, e do Sul Integração SUL-SUL Fórum de Mulheres FÓRUM De DIÁLOGO IBAS, e do Sul O Fórum IBAS é uma iniciativa trilateral entre, e do Sul, desenvolvida para promover a cooperação Sul-

Leia mais

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo GEOGRAFIA Professores: Marcus, Ronaldo Questão que trabalha conceitos de cálculo de escala, um tema comum nas provas da UFPR. O tema foi trabalhado no Módulo 05 da apostila II de Geografia I. Para melhor

Leia mais

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados PRESIDENCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Assunto: DISCURSO DO EXMO. SUBCHEFE DE ASSUNTOS FEDERATIVOS DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DA

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROF. FERNANDO NOME N o 9 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

Questionário Linha de Base: Educadores Estado: Cidade: Nome Pesquisador: Sala N : Professor N : [Estes dados devem ser preenchidos pelo pesquisador] Boas vindas Caro(a) Educador(a): O objetivo deste questionário

Leia mais

Sumário executivo. ActionAid Brasil Rua Morais e Vale, 111 5º andar 20021-260 Rio de Janeiro - RJ Brasil

Sumário executivo. ActionAid Brasil Rua Morais e Vale, 111 5º andar 20021-260 Rio de Janeiro - RJ Brasil Sumário executivo Mais de um bilhão de pessoas sofre com as consequências da inanição é mais que a população dos Estados Unidos, Canadá e União Européia juntas. Em julho desse ano, a reunião de cúpula

Leia mais

Celebrado em Brasília, aos 20 dias do mês de março de 1996, em dois originais, nos idiomas português e alemão, ambos igualmente válidos.

Celebrado em Brasília, aos 20 dias do mês de março de 1996, em dois originais, nos idiomas português e alemão, ambos igualmente válidos. ACORDO-QUADRO ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA SOBRE COOPERAÇÃO EM PESQUISA CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO O Governo da República

Leia mais

Colégio Senhora de Fátima

Colégio Senhora de Fátima Colégio Senhora de Fátima A formação do território brasileiro 7 ano Professora: Jenifer Geografia A formação do território brasileiro As imagens a seguir tem como principal objetivo levar a refletir sobre

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / /2011 ENSINO FUNDAMENTAL SÉRIE: 6ª série/7 ano TURMA: TURNO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: Equipe de Geografia Roteiro e lista de Recuperação

Leia mais

Novas e velhas epidemias: os vírus

Novas e velhas epidemias: os vírus Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Novas e velhas epidemias: os vírus A UU L AL A - Maria, veja só o que eu descobri nesta revista velha que eu estava quase jogando fora! - Aí vem coisa. O que é, Alberto?

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2006 www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2006 www.planetabio.com 1-No processo evolutivo, centenas de espécies podem ser criadas em um tempo relativamente curto. Esse fenômeno é conhecido como radiação adaptativa. No grupo dos répteis, ocorreu uma grande radiação adaptativa

Leia mais

Propostas de luta para tornar nossa. vida melhor. Maio de 2003

Propostas de luta para tornar nossa. vida melhor. Maio de 2003 Propostas de luta para tornar nossa vida melhor Maio de 2003 Companheiros e companheiras A s políticas capitalistas neoliberais, aplicadas com mais força no governo FHC, foram muito duras com os trabalhadores

Leia mais

Foto: Jan de Jong. Agricultora Ismenia trabalhando em sua propriedade agroecológica. Construindo. Sonia Irene Cárdenas Solís

Foto: Jan de Jong. Agricultora Ismenia trabalhando em sua propriedade agroecológica. Construindo. Sonia Irene Cárdenas Solís autonomia, território e paz Agricultora Ismenia trabalhando em sua propriedade agroecológica Foto: Jan de Jong Construindo autonomia, território e paz Sonia Irene Cárdenas Solís 15 Agriculturas v. 12 -

Leia mais

1 o PROCESSO SELETIVO/2010

1 o PROCESSO SELETIVO/2010 Faculdade da Saúde e Ecologia Humana 1 o PROCESSO SELETIVO/2010 PROVA DE REDAÇÃO LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES DESTE CADERNO. Elas fazem parte da sua prova. 1. Este caderno contém a Prova de Redação.

Leia mais

GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL

GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL 4ª Edição QUANDO O BRASIL SE JUNTA, TODO MUNDO GANHA. Secretaria-Geral da Presidência da República Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Movimento Nacional

Leia mais

QUAL É A CIDADE MAIS DISTANTE DO MAR?

QUAL É A CIDADE MAIS DISTANTE DO MAR? SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 03 / 2 / 203 UNIDADE III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 6.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com

Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com Formação do Estado e do território Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com Sociedade humana kei É um conjunto de pessoas Que vivem em determinado espaço e tempo e de acordo com certas regras

Leia mais

Geografia Agrária Geral

Geografia Agrária Geral 1. (Uerj) Geografia Agrária Geral Analisando os gráficos, verifica-se que, além dos EUA, alguns países europeus são simultaneamente grandes exportadores e grandes importadores de produtos agrícolas. Apresente,

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 Caderno de Provas GESTÃO DE COOPERATIVAS E AGRONEGÓCIOS Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o

Leia mais

EXAME DISCURSIVO 2ª fase

EXAME DISCURSIVO 2ª fase EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 Biologia Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Biologia. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

Perspectivas para a indústria farmacêutica brasileira, seus investimentos e suas pesquisas. Ministério da Saúde Brasília, 12 de agosto de 2015

Perspectivas para a indústria farmacêutica brasileira, seus investimentos e suas pesquisas. Ministério da Saúde Brasília, 12 de agosto de 2015 Perspectivas para a indústria farmacêutica brasileira, seus investimentos e suas pesquisas Ministério da Saúde Brasília, 12 de agosto de 2015 POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA Define a assistência

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 11) China, Japão e Índia são três dos principais países asiáticos. Sobre sua História, cultura e relações com o Ocidente, analise as afirmações a seguir. l A China passou por um forte processo de modernização

Leia mais

Direitos Humanos II D I R E I T O S E C O N Ô M I C O S, S O C I A I S, C U L T U R A I S E A M B I E N T A I S. Escola de Governo 22/09/2015

Direitos Humanos II D I R E I T O S E C O N Ô M I C O S, S O C I A I S, C U L T U R A I S E A M B I E N T A I S. Escola de Governo 22/09/2015 Direitos Humanos II D I R E I T O S E C O N Ô M I C O S, S O C I A I S, C U L T U R A I S E A M B I E N T A I S Escola de Governo 22/09/2015 Gerações dos Direitos Humanos 1ª Dimensão Direitos Civis e Políticos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AO SEGUINTE CARGO: Auxiliar de Serviços Gerais I PROVAS DE

Leia mais

Modelos de gestão: eficiência, acessibilidade e clinical governance. Pedro Pita Barros

Modelos de gestão: eficiência, acessibilidade e clinical governance. Pedro Pita Barros Modelos de gestão: eficiência, acessibilidade e clinical governance Pedro Pita Barros Agenda Introdução Desafios à gestão hospitalar Um aspecto concreto: acordos de partilha de risco com a indústria farmacêutica

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente Prof. Claudimar Fontinele Em dois momentos a ONU reuniu nações para debater

Leia mais

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise

Amazônia Brasileira e Brasil em Crise Amazônia Brasileira e Brasil em Crise 1. (UERJ-2009) Folha de São Paulo, 01/06/2008. Adaptado de Zero Hora, 16/06/2008. Diferentes critérios e objetivos podem orientar a divisão do espaço geográfico em

Leia mais

Migrações Alguns números

Migrações Alguns números Migrações Alguns números Dados gerais: Mundo» Há 232 milhões de migrantes internacionais no mundo (ONU, 2013), ou 3.2% da população mundial» Os migrantes internacionais compõem 10.8% da população das regiões

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2014 Curso de Medicina 2ª Etapa

PROCESSO SELETIVO 2014 Curso de Medicina 2ª Etapa ESCREVA AQUI SEU NÚMERO DE INSCRIÇÃO NOME: PROCESSO SELETIVO 2014 Curso de Medicina 2ª Etapa CADERNO DE PROVAS DISCURSIVAS PROVA DE BIOLOGIA ANTES DE INICIAR A PROVA, LEIA AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 1. Só abra

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum GEOGRAFIA QUESTÃO 11. TAXAS DE URBANIZAÇÃO EM PAÍSES SELECIONADOS, 2003 (em %)

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum GEOGRAFIA QUESTÃO 11. TAXAS DE URBANIZAÇÃO EM PAÍSES SELECIONADOS, 2003 (em %) GEOGRAFIA QUESTÃO 11 Observe a tabela. TAXAS DE URBANIZAÇÃO EM PAÍSES SELECIONADOS, 2003 (em %) * Estimativa. Fonte: Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, 2003. Com relação ao processo

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Serviços

Leia mais

Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas

Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas Para entender a influenza: perguntas e respostas A comunicação tem espaço fundamental na luta contra qualquer doença. Um exemplo é o caso do enfrentamento da influenza

Leia mais

SIMULADO ABERTO ENEM 2015

SIMULADO ABERTO ENEM 2015 SIMULADO ABERTO ENEM 2015 1) A figura mostra a bela imagem de um gato ampliada pela água de um aquário esférico. Trata-se de uma imagem virtual direita e maior. A cerca do fenômeno óptico em questão, é

Leia mais

O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV.

O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV. 1 PROVA DE BIOLOGIA I QUESTÃO 31 O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV. I II III IV a) Coluna vertebral

Leia mais

INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá)

INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá) INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá) Sugere ao Poder Executivo, a imediata retirada das tropas brasileiras do Haiti, e indica a necessidade de revogar o Decreto Legislativo nº 207, de 19 de maio de 2004,

Leia mais

MINISTÉRIO)DA)EDUCAÇÃO) ) INSTITUTO)FEDERAL)DE)EDUCAÇÃO,)CIÊNCIA)E) TECNOLOGIA)DO)SUDESTE)DE)MINAS)GERAIS)

MINISTÉRIO)DA)EDUCAÇÃO) ) INSTITUTO)FEDERAL)DE)EDUCAÇÃO,)CIÊNCIA)E) TECNOLOGIA)DO)SUDESTE)DE)MINAS)GERAIS) MINISTÉRIODAEDUCAÇÃO INSTITUTOFEDERALDEEDUCAÇÃO,CIÊNCIAE TECNOLOGIADOSUDESTEDEMINASGERAIS CONCURSOPÚBLICOPARAPROVIMENTODECARGOEFETIVODEDOCENTES ÁREA:EngenhariaMecânica

Leia mais