PROJETO: DINAMIZAÇÃO ECONÔMICA Contrato de Repasse /2010 MDA PRONAT RELATÓRIO PRIMEIRO DESEMBOLSO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO: DINAMIZAÇÃO ECONÔMICA Contrato de Repasse 0321677-60/2010 MDA PRONAT RELATÓRIO PRIMEIRO DESEMBOLSO"

Transcrição

1 PROJETO: DINAMIZAÇÃO ECONÔMICA Contrato de Repasse /2010 MDA PRONAT RELATÓRIO PRIMEIRO DESEMBOLSO PERÍODO: de 05 de abril de 2011 a 20 de abril de 2012

2 SUMÁRIO 1. CONTEXTUALIZAÇÃO META 1: ENCONTROS PARA DISCUSSÃO SOBRE COOPERATIVISMO E COMERCIALIZAÇÃO DO TERRITÓRIO DA CIDADANIA ENCONTROS EM COOPERATIVISMO (ATIV 1.1): Item de despesa 1.1.1: Horas Técnicas de serviços especializados Item de despesa 1.1.2: Deslocamento dos técnicos Item de despesa 1.1.3: Deslocamento dos participantes e Item de despesa : Diárias para beneficiários Item de despesa Diária de locação de data Show; item Diária de locação de Máquina fotográfica; Item Diária de locação de Tela de projeção; Item Diária de locação de Data Show a título de CONTRAPARTIDA Item de despesa Material de apoio Item de despesa : Pagamento de INSS Patronal ENCONTROS EM COMERCIALIZAÇÃO: Item de despesa 1.2.1: Horas técnicas de instrutoria Item de despesa 1.2.2: Deslocamento dos técnicos Item de despesa 1.2.3: Deslocamento dos participantes e Item 1.2.4: Diárias para beneficiários Item de despesa 1.2.5: Diária locação data Show; Item 1.2.6: Diária locação tela de projeção; Item 1.2.7: Diária locação Notebook; Item 1.2.8: Diária locação máquina fotográfica a titu lo de CONTRAPARTIDA Item de despesa 1.2.9: Material de apoio Item de despesa : Pagamento de INSS Patronal META 2: APOIO A EMPREENDIMENTOS COOPERATIVOS EM TERRITÓRIOS DA CIDADANIA DO PRANÁ ATIVIDADE 2.3: APOIO A BASES DE SERVIÇO DE COMERCIALIZAÇÃO TERRITORIAL BSC Item Horas técnicas de consultoria à Estruturação e operação das BSC Item H/T de assessoria especifica para produtos e serviços da BSC Territorial Item Passagens aéreas para participação em eventos Item H/T de serviços especializados de assessoria no apoio técnico comercial e gestão e negócios Item Deslocamento dos técnicos assessores e item Diárias para técnicos assessores e consultores Item de despesa 2.3.7: Pagamento de INSS Patronal META 3: APOIO AS BASES DE SERVIÇO ESTADUAL PARA IMPLEMENTAÇÃO DO SECAFES ITEM HORAS TÉCNICAS DE CONSULTORIA À ESTRUTURAÇÃO E OPERAÇÃO DAS BSC ITEM H/T DE ASSESSORIA ESPECIFICA PARA PRODUTOS E SERVIÇOS DA BSC TERRITORIAL ITEM PASSAGENS AÉREAS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS E INTERCÂMBIOS ITEM H/T DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ASSESSORIA NO APOIO TÉCNICO AOS EMPREENDIMENTOS PELA BSC ESTADUAL PARA IMPLEMENTAÇÃO DO SECAFES ITEM DESLOCAMENTOS TERRESTRES E ITEM DIÁRIAS PARA OS TÉCNICOS CONSULTORES ITEM DE DESPESA 3.1.7: INSS PATRONAL META-4: IMPLEMENTAÇÃO DO SECAFES ITEM H/T DE INSTRUTORIA ITEM DIÁRIAS PARA LOCAÇÃO DE LOCAL DO EVENTO ITEM DE DESPESA DESLOCAMENTO TERRESTRE E ITEM DIÁRIAS PARA OS BENEFICIÁRIOS ITENS REFERENTES À CONTRAPARTIDA DA PROPONENTE (4.1.5, 4.1.6, 4.1.7, 4.1.8, 4.1.9, ) ITEM PAGAMENTO DE INSS PATRONAL META-5: APOIO ADMINISTRATIVO PARA DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES ITEM DE DESPESA 5.1.1: HORAS TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE CONTABILISTA ITEM DE DESPESA : HORAS TÉCNICAS DO AUXILIAR ADMINISTRATIVO ITEM DE DESPESA 5.1.3: HORAS TÉCNICAS DO ASSISTENTE ADMINISTRATIVO ITEM DE DESPESA : DESPESAS COM FOTOCÓPIA ITEM DE DESPESA : DESPESAS COM SERVIÇOS DE POSTAGEM ITEM DE DESPESA ALUGUEL DE COMPUTADOR COM IMPRESSORA CP ITEM DE DESPESA 5.1.7: DESPESAS COM TELEFONE PRÉ PAGO

3 6.8 ITEM DE 5.1.8: DESPESAS PAGAMENTO DE INSS PATRONAL COMENTÁRIOS E CONCLUSÕES FINAIS ANEXOS: ANEXO-01: LISTAS DE PRESENÇA E REGISTRO FOTOGRÁFICO 1.1. ENCONTROS EM COOPERATIVISMO 1.2. ENCONTROS EM COMERCIALIZAÇÃO 1.3. ENCONTROS DO SECAFES ANEXO-02: PROCESSOS DE SELEÇÃO: 2.1. CONSULTORES DA BSC TERRITORIALE BSC ESTADUAL AUXILIAR ADMINISTRATIVO 2.3. ASSISTENTE ADMINISTRATIVO ANEXO-03: PLANOS DE ESTRUTURAÇÃO DAS BSC 3.1. TERRITÓRIO PR-CENTRO 3.2. TERRITÓRIO INTEGRAÇÃO NORTE PIONEIRO 3.3. BSC ESTADUAL ANEXO-04: DESPESAS COM DESLOCAMENTOS E DIÁRIAS POR ATIVIDADES DOS CONSULTORES DAS BSC. ANEXO-05: DECLARAÇÃO DE CONTRAPARTIDA

4 PROJETO: Projeto de Dinamização Econômica Contrato de Repasse /2010- MDA PRONAT RELATÓRIO PRIMEIRO DESEMBOLSO 1. Contextualização O Projeto de Dinamização Econômica tem como objeto Contribuir para o Desenvolvimento Rural Sustentável dos Territórios da cidadania do Paraná - Centro e Norte Pioneiro do Estado do Paraná a partir do apoio ao fortalecimento da gestão social e da comercialização dos produtos da Agricultura Familiar. Possui atividades especificas, através das Metas 1, 2 e 3 a serem desenvolvidas nos Territórios da Cidadania PR-Centro e Norte Pioneiro e nos demais territórios do Estado do Paraná através das Meta 4- implementação do SECAFES Sistema Estadual de Comercialização dos produtos da agricultura familiar e economia solidária. A Meta-5 se refere, ainda, ao Apoio Administrativo para Desenvolvimento das ações do Projeto. A aprovação da proposta incluída no SICONV /2010 foi comunicada pela CAIXA Econômica pelo ofício nº 2145/2010 SR Oeste PR em 29 de abril de 2010 O Contrato de Repasse foi assinado pela Fundação RURECO em 22/06/2010 no valor de R$ ,00, sendo R$ ,00 alocados pela Fundação Rureco a título de contrapartida economicamente mensurável. Os valores repassados pela Caixa Econômica Federal foram divididos em três parcelas no valor de R$ ,00, R$ ,00 e ,00 totalizando R$ ,00 Os recursos foram creditados em conta da Fundação RURECO sob bloqueio sendo que a autorização de saque da 1ª parcela foi emitida por ofício nº 1377/2011/SR Oeste do Paraná/PR do dia 05/04/2011 no montante de R$ ,00 na conta corrente na agência CAIXA em Guarapuava. O presente relatório refere-se, portanto, ao período de 05/04/2011 até o dia 20/04/2012 tendo sido executado 86,73% da primeira parcela repassada pela Caixa Econômica Federal no total de despesas realizadas de R$ ,22. A execução no período significa 15,65% do total programado. 4

5 A contrapartida referente a essa parcela foi de R$ 5.600,00 através dos seguintes itens: Tabela -01: Contrapartida Encontros em Cooperativismo (Ativ 1.1): Meta/Atividade Item Descrição Unidade Quant. Meta-1 Atividade 1.1 Meta-1 Atividade 1.2 Meta-2 Atividade 2.1. Meta-2 Atividade 2.2. Meta-2 Atividade 2.3. Meta-3 Atividade 3.1. Meta-4 Atividade 4.1. V. Unitário V. Total Executada 115 Diária pagamento Diárias 5 60,00 300,00 aluguel Notebook 116 Diária pagamento Diária 5 30,00 150,00 aluguel máquina fotográfica 117 Diária pagamento Diária 5 15,00 75,00 aluguel tela 118 Diária aluguel Data Diária 5 90,00 450,00 Show 125 Diária pagamento Diárias 7 90,00 630,00 aluguel Data Show 126 Diária pagamento Diária 7 15,00 105,00 aluguel tela de projeção 127 Diária pagamento Diária 7 60,00 420,00 aluguel Notebook 128 Diária aluguel Diária 8 30,00 240,00 máquina fotográfica Programado, mas não foi executada por se priorizar a atividade 1.1 e 1.2 e atividade 2.3 Não programado para período Não previstos recursos de contrapartida Não previstos recursos de contrapartida 4.12 Diária locação local Diária 1 200,00 200,00 de evento 415 Diária aluguel de som Diária 0 500,00 0, HT relatoria H/T 24 60, , Diária aluguel Data Diária 2 90,00 180,00 Show 418 Aluguel de Tela Diária 2 15,00 30, Aluguel Maquina Diária 2 30,00 60,00 fotográfica Diária aluguel Diária 2 60,00 120,00 Notebook Meta Aluguel computador Diárias 4 300, ,00 Atividade 5.1. com impressora Total da contrapartida disponibilizada 5.600,00 Total programado para o período 2.955,00 % do executado sobre o programado 189,5% Observação: Os valores disponibilizados a título de contrapartida superaram em 89,5% o programado porque foram executadas metas que não estavam previstas para o primeiro desembolso, transferindo as respectivas contrapartidas para esse período. Detalhamento no corpo do relatório item a item. Os trabalhos foram iniciados somente a partir do dia 06/04/2011 com o primeiro pagamento com recursos do projeto. Destaque-se que entre a assinatura do Contrato de 5

6 Repasse (22/06/2010) e a utilização dos primeiros recursos (06/04/2011), transcorreram 10 meses, atrasando a sua execução. Outro aspecto a considerar é que a capacidade de absorção do Projeto pelos Colegiados Territoriais constituiu-se num segundo fator de atraso na execução do projeto. Um terceiro fator de atraso foi a elaboração/qualificação dos PTDRS Planos Territoriais de Desenvolvimento Rural Sustentável que drenou boa parte da energia dos Colegiados Territoriais colocando em segundo plano o projeto de Dinamização Econômica. Em função desses aspectos foram necessárias algumas mudanças no cronograma das atividades inicialmente proposto para o primeiro desembolso. Tendo esses elementos a serem considerados, segue na seqüência o relatório por Meta/Atividades. 6

7 2. META 1: ENCONTROS PARA DISCUSSÃO SOBRE COOPERATIVISMO E COMERCIALIZAÇÃO DO TERRITÓRIO DA CIDADANIA Esta meta foi organizada em 2 atividades, a saber: 1.1. Encontros em Cooperativismo e 1.2. Encontros em Comercialização. A partir das discussões realizadas nos Colegiados dos Territórios Norte Pioneiro e PR-Centro foram desencadeadas as reuniões, as quais passam a ser relatadas a seguir por Atividade. 2.1 Encontros em Cooperativismo (Ativ 1.1): 1 Nº Data Local Território Nº Part. Paraná Objetivo Centro Foram realizadas as seguintes atividades por território: 2 13/05/2011 Tabela-02: 18/10/2011 Pitanga 21 Definir Rede estratégia Ecovida de forma organização cooperativada do Núcleo Centro Encontros de Turvo cooperativismo 3 09/11/2011 Turvo 67 Organizar Organizar entidades cooperativada. do as as ações ações Território da da Coordenação Coordenação para comercialização do do Fórum Fórum de 4 01/12/2011 Pitanga 5 Fazer entidades cooperativada. com do que Território a Coordenação para comercialização do Fórum de de Território Norte Comercialização orientando da Pioneiro consultora e definindo contratada. assuma estratégias o trabalho para da BSC, o trabalho /04/2012 e Guarapuava 8 Estruturar informações Centro e Norte ferramentas das Pioneiro cooperativas de levantamento dos Territórios de PR Total de participações com repetições 47 Observação: Vide Anexo-01: Lista de Presença dos eventos e Registro Fotográfico As reuniões realizadas foram em maior número no Território Paraná Centro, onde as discussões estão mais avançadas ao ponto de exigir um processo organizativo das entidades dos agricultores familiares no Território. Nesse território, a partir das reuniões de 7

8 comercialização (Atividade 1.2), criou-se o Fórum de entidades de comercialização como iniciativa de articulação das cooperativas e associações em torno do que se chamou Circuito de Comercialização Territorial. Esse Fórum foi constituído com objetivo de organizar e articular as entidades para atender as demandas territoriais de comercialização de alimentos da agricultura familiar, em especial, o mercado institucional voltado à Merenda Escolar. Para conduzir esses trabalhos no Território Paraná Centro, foi constituída a coordenação do Fórum composta por quatro entidades que já estão com experiências em comercialização, a saber: COOACEPA (Cooperativa Regional de Pitanga), CAART (Central de Associações do Turvo) COOPAFLORA (Cooperativa de produtos da floresta de Turvo) e Cooperativa Iretama (COAVERCAN). Essa coordenação assumiu o papel de promover as ações necessárias de cooperação entre as entidades que compõem o Fórum de comercialização. A atividade realizada nos dias 12 e 13 de abril de 2012, em Guarapuava, envolveu os consultores das BSC dos dois territórios. A seguir a análise da execução financeira dessa atividade, item por item: Item de despesa 1.1.1: Horas Técnicas de serviços especializados. Esse item se refere ao pagamento de instrutoria. Ocorreu apenas um pagamento no valor de R$ 480,00, realizado a favor de Alcidir M. Zanco, instrutor do evento do dia 12 e 13/04/2012. Os demais eventos não utilizaram recursos de instrutoria em função de que os instrutores foram técnicos das organizações dos agricultores e da proponente, não envolvendo recursos do projeto Item de despesa 1.1.2: Deslocamento dos técnicos Os valores gastos nesse item, utilizados para deslocamento de técnicos colaboradores que atuaram como instrutores nos encontros realizados foram da ordem de R$ 366,59, correspondentes à 43,64% do programado para o período. Esses recursos foram utilizados por ocasião das reuniões de Cooperativismo realizadas no dias: 09/11/2011, 01/12/2011 e dos dias 12 e 13/04/

9 Item de despesa 1.1.3: Deslocamento dos participantes e Item de despesa : Diárias para beneficiários Foram executados nesses itens o montante de R$ 1.089,02 para deslocamento (item 1.1.3) e R$ 1.200,00 para diárias (item 1.1.4) correspondentes à 63,24% e 33.33% respectivamente. As despesas foram Deslocamento realizadas por encontro conforme constam na tabela-03: despesas com deslocamento (item 1.1.3) e diárias (item 1.1.4) por reunião. Tabela-03: despesas com deslocamento (item 1.2.3) e diárias (item 1.2.4) por reunião Total % executada executado 1.089,02 63,24% 1.200,00 33,33% Observação: os valores gastos com deslocamento e diárias foram inferiores ao programado Nº Data Valor Item executado no período p/ reunião 1 13/05/ ,82 Diárias item /10/ , /11/ /12/2011 0,00 Total executado 12 e 13/04/ ,02 694, ,00 0,00 Programado % executada no período 1.722,00 63,24% 3.600,00 33,33% pelos seguintes motivos: Eventos 2, 3 e 4 foram realizados em período de meio dia (4 horas) não ocorrendo despesas com alimentação ou hospedagem; Parte dos participantes não utilizaram recursos para deslocamentos, ou porque os eventos ocorreram no município dos participantes ou porque foram utilizados recursos próprios dos participantes. 9

10 Item de despesa Diária de locação de data Show; item Diária de locação de Máquina fotográfica; Item Diária de locação de Tela de projeção; Item Diária de locação de Data Show a título de CONTRAPARTIDA Nº Data Valor executado no período p/ reunião Os valores abaixo relacionados foram disponibilizados pela proponente a título de 1 contrapartida 2 13/05/ /10/ Notebook Maq. Foto Tela proj Data Show Tabela-04: Valores pagos a título de Contrapartida das atividade /11/ /12/2011 Total 1213/04/ ,00 30,00 15,00 90,00 Programado executado perído. 300,00 150,00 75,00 450, % executada 100% 100% 100,0 100% No período foram integralmente disponibilizados os equipamentos comprometidos a título de contrapartida Item de despesa Material de apoio Não foram utilizados os recursos programados para o período, sendo que os materiais de apoio necessários aos eventos foram cedidos pelas entidades parceiras e a própria proponente Item de despesa : Pagamento de INSS Patronal Não foram utilizados no período. O pagamento realizado de instrutoria terá os valores de INSS patronal recolhidos no mês de maio/2012. Portanto, só serão relatados na próxima prestação de contas. 10

11 2.2 Encontros em Comercialização: 1 Nº1 Foram 08/04/2011 Data Território Paraná Centro realizadas Guarapuava Local as seguintes 22 Nº Partic. atividades Rediscutir Objetivo por território: comercialização no território dos alimentos PR-Centro agroecológicos o processo no de Tabela-05: Encontros em Comercialização 2 17/05/2011 Pitanga 61 Estabelecer território. 3 30/05/ Dar no articulações processo ambiente das de comercialização. organizações que facilite da agricultura possíveis comercialização continuidade iniciadas às discussões nas reuniões sobre anteriores. familiar 47 13/06/ /07/2011 Pitanga 730 Planejar Planejar cooperativismo familiar ações Encontro conjunta e comercialização de Dinamização de comercialização da Econômica, agricultura 8 12/08/2011 Pitanga 18 Dar entidades continuidade ao evento anterior, inserindo das 9 01 e debate Territorial implementação Comercialização. do SECAFES e Circuito o 02/03/2011 Guarapuava Território 08 Norte Revisar de Pioneiro Serviço e concluir de o Plano de Estruturação das Bases 56 06/07/ /07/2011 Ibaiti Ibaiti Retomar Criar Econômica desencadeadas ambiente os dando trabalhos até facilitador continuada o momento. do Projeto para às dinamizar, ações de Dinamização que de foram Total de participações com repetições 228 articulada, produtos da ações agricultura de comercialização familiar no território de alimentos, forma Observação Vide Anexo-01: Listas de presença dos participantes e registro fotografico: o 1 Os número de participações foi superior ao previsto. Considere-se, contudo, que o número de participações está expresso com repetições. Os eventos foram realizados no sentido de inserir os dois territórios nos debates que estão ocorrendo no Estado do Paraná a partir do Projeto de Dinamização em execução nos números foram atribuídos aos eventos de acordo com a ordem cronológica de realização. 11

12 territórios Vale do Ribeira e Cantuquiriguaçu, com desdobramento de ações a nível do Paraná. Embora o número de eventos tenha sido maior no Território PR-Centro, no eventos 9 os participantes eram dos dois Territórios. segue: A seguir, análise da execução financeira da atividade 1.2, item por item, conforme Item de despesa 1.2.1: Horas técnicas de instrutoria Foram gastos no período o montante de R$ 3.839,80 correspondentes à 159,99%, Nº 1 08/04/2011 Data Local Guarapuava Instrutor Marcelo Passos 11/04/2011 Data Pgto Valor Pgo 3 30/05/ /06/ /06/ /07/2011 Pitanga Télcio Leovino N. Silveira 01/07/ , /07/ /07/2011 Ibaiti Ezequiel 18/07/2011 N. Metzger Silveira 03/08/ /08/ , /08/ e Pitanga Télcio Leovino N. Silveira 02/09/ ,80 480,00 Total 02/03/2012 executado Guarapuava Elisangela Loss 07/03/ ,80 720,00 Programa % executado para sobre o período programado no período 2.400,00 159,99% pagos para diferentes instrutores conforme demanda dos eventos. Ver tabela-06 abaixo 2 17/05/2011 Pitanga Tabela-06: valores pagos para instrutoria por evento Observações: Para cada reunião a escolha do instrutor se baseou na demanda temática ou metodológica do evento e se deu preferência pela contratação de pessoas que conheciam a dinâmica que vinha sendo desencadeada no Território. 12

13 O valor executado superior ao programado se deu em função de que o número de eventos realizados foi superior ao previsto para o período, elevando o valor executado Item de despesa 1.2.2: Deslocamento dos técnicos Foram gastos no período para o deslocamento dos técnicos o montante de R$ 333,34 pagos para cobrir despesas com deslocamento (pedágios e combustível) em eventos realizados, conforme tabela abaixo: Tabela-07: Despesas com deslocamento dos técnicos (item 1.2.2) Data do evento Pedágios Combustível 17/05/2011 0,00 46,01 30/06/2011 0,00 94,24 06/07/ ,10 71,00 29/07/2011 0,00 49,37 31/08/2011 0,00 28,62 Subtotais 44,10 289,34 Total 333,34 Programado 840,00 % executado 39,68% Observação: os valores pagos foram inferiores ao programado uma vez que se aproveitou deslocamento de outros técnicos no território, potencializando recursos do projeto Item de despesa 1.2.3: Deslocamento dos participantes e Item 1.2.4: Diárias para beneficiários Foram executados nesses itens o montante de R$ 2.682,60 para deslocamento (item 1.2.3) e R$ 6.270,00 para diárias (item 1.2.4) correspondentes à 155,78% e 174,17% 13

14 respectivamente. Nº Data Valor As despesas Deslocamento executado foram realizadas Item no período p/ reunião por encontro Diárias conforme item constam na tabela-08 abaixo Tabela-08: Despesas com deslocamento (item 1.2.3) E diárias (item 1.2.4) por evento /04/ /05/ ,60 258, , /05/ , /06/ /07/ /07/ ,46 0, ,00 690, /07/ /08/ e 02/03/ ,62 560,78 0,00 930,00 240,00 Programado Total executado períd , , , ,00 % executada 155,78% 174,17% Observações: Os valores executados foram superiores ao programado porque foram realizados praticamente todos os eventos previstos no PAT, porém, os gastos se mantiveram dentro do programado para os itens Item de despesa 1.2.5: Diária locação data Show; Item 1.2.6: Diária locação tela de projeção; Item 1.2.7: Diária locação Notebook; Item 1.2.8: Diária locação máquina fotográfica a titulo de CONTRAPARTIDA. Nº Data Data Show Valor Tela proj. executado no período Notebook p/ reunião Maq. Foto conforme tabela-09. Tabela09: Valores pagos a título de contrapartida das atividades 1.2. Os valores pagos a titulo de contrapartida foram disponibilizados pela proponente 12 08/04/ /05/ , ,00 60,00 30,00 14

15 345 30/05/ /06/ /07/ /07/ /07/ /08/20111 e2/03/ ,00 15,00 60,00 Total executado 630,00 105,00 420,00 240,00 30,00 Programado % executada períd. 140% 450,00 140% 75,00 140% 300,00 160% 150,00 Observação: Os valores disponibilizados a mais do que o programado ocorreu porque foram realizados praticamente todos os eventos previstos no PAT (primeiro e segundo desembolso) Item de despesa 1.2.9: Material de apoio Não foram realizadas despesas desse item. Material de apoio necessário foi disponibilizado pelas entidades parceiras e pela própria proponente Item de despesa : Pagamento de INSS Patronal Consultor Data Recolhimento Valores Recolhido realizados pelos instrutores. Télcio Tabela-10: Leovino 01/06/2011 valores do Silveira 01/07/2011 recolhidos referentes 02/08/2011 ao INSS Patronal 96,00 Télcio Total recolhido Leovino do ao Silveira INSS 02/09/ ,00 768,00 Marcelo Passos 03/05/ ,00 Ezequiel Metzger 02/08/ ,00 Elisangela Loss 09/04/ ,00 Total recolhido ao INSS 144,00 768,00 Os valores recolhidos ao INSS é proporcional ao pagamento executado pelos serviços 15

16 Programado % recolhido no sobre período programado 160% 480,00 Observação: os gastos foram superiores ao programado para o período em função de que foram realizados praticamente todos os eventos previstos no PAT (primeiro e segundo desembolsos). 16

17 3. META 2: APOIO A EMPREENDIMENTOS COOPERATIVOS EM TERRITÓRIOS DA CIDADANIA DO PRANÁ A Meta 2 está organizada em 3 Atividades: Atividade 2.1. Elaboração de Planos Territoriais de Cadeias de Produção Cooperativas; Atividade 2.2. Elaboração de Planos de Negócios de empreendimentos da Agricultura Familiar e Atividade 2.3. Apoio a Bases de Serviço de Comercialização Territorial Para o primeiro desembolso foram programados recursos para execução da Atividade 2.1, contudo, essa atividade não foi executada nesse período por conta da execução simultânea dos PTDRS Planos Territoriais de Desenvolvimento Rural Sustentável nos dois territórios. Por outro lado, não foram programados recursos para a atividade 2.3. Apoio às Bases de Serviço de Comercialização. Em função dos debates da atividade 1.2. Reuniões de Comercialização e da participação dos dois territórios nos debates sobre a implementação do Sistema Estadual de Comercialização dos Produtos da Agricultura Familiar e Economia Solidária SECAFES, avançou-se, também, nas discussões em torno das Bases de Serviço de Comercialização (Atividade 2.3.). Em função disso, houve necessidade de mudança do cronograma de desembolso para atender essa situação. Portanto, não serão relatadas atividades nas atividades 2.1 e 2.2, apenas na atividade 2.3, conforme segue: 3.1. Atividade 2.3: Apoio a Bases de Serviço de Comercialização Territorial BSC Não foram programados recursos para essa atividade para o período do primeiro desembolso. Contudo, em função das discussões ocorridas na atividade 1.2 Encontros de Comercialização, foi demandado pelos territórios iniciar a execução dessa atividade, exigindo 17

18 a mudança no cronograma do primeiro desembolso. Isso foi possível em função de que a atividade Elaboração dos Planos Territoriais de Cadeias Produtivas Cooperativas - PTCPC não foi realizada, uma vez que os territórios estavam elaborando os PTDRS Planos Territoriais de Desenvolvimento Rural Sustentável, não tendo sido definido no período as cadeias produtivas a serem planificadas. Na fase atual foram contratados um consultor para cada um dos Territórios que iniciaram seus trabalhos a partir de dezembro de Os primeiros trabalhos feitos pelos consultores ocorreram em cada território no sentido de estruturação e operação das BSC- Territorial, através da elaboração dos Planos de Estruturação e operação dessas Bases. Para contratação dos dois consultores foi realizado Edital de Contratação divulgado no site da Fundação RURECO (www.rureco.org.br) sob número 02/2011 e através de divulgação em eventos dos Colegiados dos Territórios do Paraná. O processo de seleção se deu em duas etapas, sendo a primeira a análise de currículos e a segunda entrevista presencial (Vide Anexo-02: Processos de Seleção 2.1 Consultores das BSC Territorial). Através desse processo foram contratados para atuar nos territórios os consultores: Maycon Rogério Domingues Gomes e Adriane Rosa Pachulski. Foram adotados como critérios de análise na segunda etapa os seguintes aspectos: (i) compreensão sobre agricultura familiar e das políticas de desenvolvimento territorial da SDT/MDA, (II) experiência e grau de conhecimento das políticas de apoio à comercialização, (iii) disponibilidade de viagem, (iv) disponibilidade de morar em município do território, (v) condições de diálogo com governo e sociedade civil, (vi) disponibilidade de veículo para o trabalho, (vii) tempo de experiência em trabalhos com agricultores familiares e suas organizações. Esses critérios foram utilizados para orientar perguntas aos entrevistados as quais serviram para formação da opinião da comissão de seleção. Foram considerados para compor os recursos de contratação dos consultores os itens Horas técnicas de consultoria à Estruturação e operação das BSC ; Horas técnicas de consultoria especificas para produtos e serviços da BSC ; e Horas técnicas de serviços especializados de assessoria no apoio técnico, comercial e gestão de negócios realizados pela BSC. Cada item teve a sua execução especificada no Termo de Referência, parte integrante do Contrato de Prestação de Serviços. A seguir análise da execução financeira item por item: 18

19 Item Horas técnicas de consultoria à Estruturação e operação das BSC. No contrato firmado com os consultores, foi definido como primeiro produto a ser entregue pelos mesmos o Plano de Estruturação da BSC. A elaboração do Plano em cada território foi assessorado pelos consultores com a participação dos grupos de interesse em cada Território. Assim, no Território Paraná - Centro participaram desse processo as organizações que fazem parte do Fórum de Entidades de Comercialização constituído através da atividade 1.2. Encontros em Comercialização. Uma vez elaborado o Plano o mesmo foi apresentado em reunião da Câmara Setorial de Agricultura. No Território Norte Pioneiro houve participação da Universidade Estadual do Norte do Paraná - UEMP através do Núcleo de Estudos de Agroecologia e Territórios NEAT/UEMP, que apoiou o consultor. Participaram ainda desse processo entidades de apoio e dos agricultores. (Vide Anexo-03: Planos de Estruturação das BSC Território PR-Centro e Integração Norte Pioneiro.) Pagamento amento efetuado2 Data do pagamento Foram utilizados nesse item os seguintes recursos: Tabela-11 - Recursos utilizados do item H/T em consultoria à estruturação da BSC Consultor Adriane Rosa Pachulski 06/03/2012 Maycon Rogério 2.500,003 RPA 10/02/2012 Domingues Gomes IR e INSS 07/03/2012 Total executado 5.000,00 Programado no período 0,00 23 Compõem O Observação: Conforme comentado anteriormente, houve mudança do cronograma do primeiro desembolso em função das discussões realizadas na atividade 1.2 e da participação dos o valor pago: valor líquido da RPA + IR + INSS do contratado. valor da RPA foi de R$ 3.000,00, tendo sido pagos R$ 500,00 referente ao item de despesa H/T de assessoria específica para produtos e serviços da BSC Territorial 19

20 Territórios nos Encontros de implementação do SECAFES, o que gerou a necessidade de iniciar a execução desse item. Foi possível essa mudança uma vez que a atividade 2.1 Elaboração dos PTCPC Planos Territoriais de Cadeias Produtivas Cooperativas não foram definidas, já que se priorizou nos territórios a elaboração dos PTDRS Planos Territoriais de Desenvolvimento Rural Sustentável Item H/T de assessoria especifica para produtos e serviços da BSC Territorial Os serviços acordados no contrato firmado com os consultores foram: (1) Mapeamento Organizacional, de Produtos e Logística e (2) Prospecção de Mercado. Esses produtos foram iniciados com a construção de ferramenta para realização desses produtos e a sua posterior aplicação a título de aferição da ferramenta. Foram pagos R$ 500,00 pelos serviços executados pelo consultor Maycon Rogério Domingues Gomes. Não ocorreram outras despesas até o momento (20/04/2012) nesse item Item Passagens aéreas para participação em eventos Não ocorreram despesas nesse item no período Item H/T de serviços especializados de assessoria no apoio técnico comercial e gestão e negócios. Não ocorreram despesas nesse item no período Item Deslocamento dos técnicos assessores e item Diárias para técnicos assessores e consultores Foi adotado como procedimento, para possibilitar o trabalho dos consultores nos territórios, a consecução de um adiantamento no valor de R$ 1.000,00 a cada consultor com a 20

21 posterior prestação de contas e equalização desses adiantamentos. Na Tabela-12 constam os valores consolidados por consultor e por item de despesa realizada. Através desses recursos foram feitas atividades pelos consultores (Vide Deslocam. Anexo-04: Executado Despesas Diárias com deslocamentos e diárias por atividade dos consultores das BSC). Tabela -12: Consolidado das despesas de Deslocamento e diárias Consultores Maycon Rogério Domingues Gomes 883,94 300,00 Adriane Rosa Pachulski 1.261,04 860,00 Sub Total executado 2.144, ,00 Programado no período 0,00 0,00 Saldo dos adiantamentos Maycon 500,00 500,00 Adriane 500,00 500,00 Total Executado 3.144, ,00.Observações: O valor constante no REA como realizado se refere aos valores realmente utilizados em atividades pelos consultores + o saldo do último adiantamento. O saldo do último adiantamento é de R$ 1.000,00 por consultor totalizando R$ 2.000,00, os quais constarão da próxima prestação de contas. Como dito anteriormente, não foram programados recursos para esses itens no período. A execução ocorreu em função do adiantamento das discussões através dos eventos da meta/atividade 1.2 e da participação do território nos eventos de implementação do SECAFES, exigindo mudança no cronograma. Foi possível adequar o orçamento previsto para o primeiro desembolso uma vez que não foi realizada a atividade 2.1. Elaboração dos PTCPC. Por sua vez, a atividade 2.1. Não foi executada em função de que estavam ocorrendo a elaboração dos PTDRS nesse período, não tendo sido definidas, pelos territórios, as cadeias produtivas a serem planificadas. 21

22 Item de despesa 2.3.7: Pagamento de INSS Patronal Os pagamentos de INSS Patronal foram pagos proporcionalmente aos pagametos feitos aos consultores contratados das BSC-Terriorial, conforme tabela abaixo. Não foram previstos recursos para esse item pelos motivos já explicitados. Tabela-13- valores recolhidos referentes ao INSS Patronal (item 2.3.7) Consultor Data Valores Recolhido Recolhimento Maycon Rogério Domingues Gomes 07/03/ ,00 Adriane Rosa Pachulski 07/03/ ,00 Total recolhido ao INSS Patronal al 1.100,00 Programado no período 0,00 22

23 4. META 3: APOIO AS BASES DE SERVIÇO ESTADUAL PARA IMPLEMENTAÇÃO DO SECAFES Compõem essa meta a atividade 3.1 Apoio a Bases de Serviço Estadual para implementação do SECAFES. Da mesma forma do que ocorreu na atividade 2.3, não foram programados recursos para essa atividade para o período do primeiro desembolso. Contudo, em função das discussões ocorridas na atividade 1.2 Encontros de Comercialização foi demandado pelos territórios iniciar a execução dessa atividade. Essa adequação do cronograma foi possível em função da não execução da atividade 2.1. Elaboração dos PTCPC - Planos Territoriais de Cadeias Produtivas Cooperativas, conforme já justificado anteriormente. Para dar início a essa atividade foi contratada uma consultora que iniciou os seus trabalhos a partir de dezembro de O primeiro trabalho realizado pela consultora foi de estruturação e operação das BSC-Territorial, através da elaboração do Plano de Estruturação da BSC Estadual. Nesse período, ainda, a consultora participou ativamente da implementação do SECAFES, denominado até o momento no Paraná de Circuito de Comercialização Paranaense - CCP. Para contratação da consultoria foi realizado Edital de Contratação divulgado no site da Fundação RURECO (www.rureco.org.br) sob número 002/2011 e através de publicização em eventos dos Colegiados do Territórios do Paraná. O processo de seleção se deu em duas etapas, sendo a primeira a análise de currículos e a segunda entrevista presencial (Vide anexo-02: Processos de Seleção consultora para BSC Estadual). Através desse processo foi contratada para atuar na BSC Estadual a consultora: Maria Fernanda Lopes de Freitas. Foram considerados para compor os recursos de contratação da consultora os itens Horas técnicas de consultoria à Estruturação e operação das BSC ; Horas técnicas de consultoria especificas para produtos e serviços da BSC ; Horas técnicas de serviços especializados de assessoria no apoio técnico e o comercial e gestão de negócios realizados pela BSC. Cada item teve a sua execução especificada no Termo de Referência parte integrante do Contrato de Prestação de Serviços. A seguir análise da execução financeira item por item: 23

24 4.1. Item Horas técnicas de consultoria à Estruturação e operação das BSC No contrato firmado com a consultora, foi definido como primeiro produto a ser entregue pela mesma o Plano de Estruturação da BSC Estadual. A elaboração do Plano foi assessorada pela consultora com a participação da coordenação Estadual do Circuito de Comercialização Paranaense formado por lideranças das Organizações dos Agricultores Familiares de 6 Territórios do Paraná. (Vide anexo-03: Planos de Estruturação das BSC 3.3. BSC Estadual) Programado período no Executado período no Data Pagamento e recolhimentos Foram utilizados nesse item os seguintes recursos: Tabela: 14: Recursos utilizados no item 3.1.1: H/T de consultoria estruturação BSC Estadual Consultor Maria Fernanda 0, ,004 Salário: 10/02/2012 IRRF: 07/03/2012 INSS: 01/03/2012 Totais 0, ,00 Observação: conforme comentado, houve mudança do cronograma do primeiro desembolso em função das discussões realizadas na atividade 1.2 e da participação dos Territórios nos Encontros de implementação do SECAFES, o que gerou a necessidade de iniciar a execução desse item. Foi possível essa mudança em função de que a atividade 2.1 Elaboração dos PTCPC Planos Territoriais de Cadeias Produtivas Cooperativas não foram definidas, uma vez que os PTDRS Planos Territoriais de Desenvolvimento Rural Sustentável estavam em elaboração nesses territórios. 4 Compõe o valor identificado o valor líquido do RPA e os recolhimentos de IR e INSS do empregado. 24

25 4.2. Item H/T de assessoria especifica para produtos e serviços da BSC Territorial Os serviços acordados no contrato firmado com os consultores foram: (1) Elaboração da Ferramenta de Coleta de dados: Mapeamento Organizacional, de produtos e de logística e (2) Ferramenta de Coleta de dados: Prospecção de mercado. As ferramentas de Coleta de dados serão utilizadas nos 4 Territórios da Cidadania do Paraná: Território Cantuquiriguaçu, Norte Pioneiro e PR-Centro e posteriormente no Território Vale do Ribeira. As ferramentas estão em fase de elaboração e, portanto, não foram realizadas despesas nesse item Item Passagens aéreas para participação em eventos e intercâmbios Não ocorreram despesas nesse item no período Item H/T de Serviços especializados de assessoria no apoio técnico aos empreendimentos pela BSC Estadual para implementação do SECAFES Não ocorreram despesas nesse item no período Item Deslocamentos terrestres e item Diárias para os técnicos consultores Foi adotado como procedimento, para possibilitar o trabalho da consultora, a consecução de um adiantamento no valor de R$ 1.000,00 com a posterior prestação de contas e equalização desses adiantamentos. Através desses recursos foram realizadas atividades de 25

26 apoio às BSC-Territorial (Vide Anexo-04: Despesas com deslocamento e diárias por atividade dos consultores das BSC). A seguir os valores consolidados das despesas com deslocamento e diárias no período pela consultora (Vide tabela-15: valores Deslocam. Executado consolidados das despesas Diárias com deslocamento e diárias) Tabela-15: Consolidado das despesas de Deslocamento e diárias da consultora Maria Fernanda Sub Total executado 968,43 930,00 Programado no período 0,00 0,00 Saldo dos adiantamentos 500,00 500,00 Total Executado 1.468, ,00.Observações: Como dito anteriormente, não foram programados recursos para esses itens no período. A execução ocorreu em função do adiantamento das discussões através dos eventos da meta/atividade 1.2 e da participação do território nos eventos de implementação do SECAFES, exigindo mudança no cronograma. Foi possível adequar o orçamento previsto para o primeiro desembolso em função da não realização da atividade 2.1. Elaboração dos PTCPC. Por sua vez, a atividade 2.1. Não foi executada em função de que estavam ocorrendo a elaboração dos PTDRS nesse período, não tendo sido definidas, pelos territórios, as cadeias produtivas a serem planificadas. O saldo de adiantamento de cada item é de R$ 500,00 totalizando os dois itens em R$ 1.000,00 em adiantamento, os quais serão prestados conta no próximo relatório físico financeiro 4.6. Item de despesa 3.1.7: INSS Patronal Foram gastos no período o montante de R$ 600,00 proporcional, portanto ao pagamento realizado no valor de R$ 3.000,00 para remunerar o produto entregue pela consultora. 26

27 5. META-4: IMPLEMENTAÇÃO DO SECAFES. Compõe essa meta a atividade 4.1 Encontros Estaduais para implementação do SECAFES. Da mesma forma do que ocorreu na atividade 2.3 e atividade 3.1, não foram programados recursos para essa atividade para o período do primeiro desembolso. Contudo, em função das discussões ocorridas na atividade 1.2 Encontros de Comercialização foi demandado pelos territórios iniciar a execução da atividade 4.1. Essa adequação do cronograma foi possível em função da não execução da atividade 2.1. Elaboração dos PTCPC - Planos Territoriais de Cadeias Produtivas Cooperativas, conforme já justificado anteriormente. Dos encontros previstos nessa Meta foram realizados dois encontros sendo o primeiro nos dias 20 e 21 de dezembro de 2011 e o segundo nos dias 26 e 27 de 2012 como continuidade das discussões realizadas no primeiro encontro, com parte do público daquele. O primeiro Encontro teve participação de 26 pessoas e o segundo 13 pessoas (Vide anexo-01: Listas de presença dos eventos e registros fotograficos). A seguir as despesas realizadas nesses dois eventos, item por item: 5.1. Item H/T de instrutoria Não ocorreram despesas nesse item, tendo sido aproveitado pessoal das próprias organizações dos agricultores e da proponente para fazer a instrutoria do evento Item Diárias para locação de local do evento Foi disponibilizado pela proponente, a título de contrapartida, o auditório de sua propriedade, correspondente à R$ 200,00 para os dois eventos realizados. 27

28 5.3. Item de despesa Deslocamento terrestre e item Diárias para os beneficiários Data do Encontro Programado p/ período Executado no período tabela-16: Despesas de Deslocamento e Diárias por encontro realizado. 20 Item Deslocam Item Diárias Item Deslocam Item Tabela-16: 26 e 21/12/ /01/2012 Diárias despesas de deslocamento (item 4.1.3) e diárias (item 4.1.4) 0,00 0, , ,00 0,00 0, , ,00 Foram executados por encontro de cada item os recursos conforme discriminados na Totais 0,00 0, , ,00 Observação: pelos motivos já explicitados, foi feito a readequação do cronograma de desembolso para possibilitar a realização desses eventos Itens referentes à contrapartida da proponente (4.1.5, 4.1.6, 4.1.7, 4.1.8, 4.1.9, ) A título de contrapartida da proponente foram disponibilizados os recursos referentes aos itens Evento/itens acima mencionados, Eq. por som evento, H/t conforme tabela-17 Discriminação da contrapartida por instrutor Data show Tela proj Maq. foto evento SECAFES 20/ Notebook 26 Tabela-17: e e 27/01/ /12/2011 Discriminação da Contrapartida 720,00 por 90,00 evento SECAFES Totais executados 0, ,00 180,00 30,00 15,00 60,00 30,00 120,00 60,00 Total programado 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Observação: Embora os eventos tivessem carga horária de 12 horas cada evento, para locação dos equipamentos foi considerado apenas uma diária por evento/equipamento 28

29 disponibilizado. Não foram necessários equipamentos de som em função do número de participantes. Vide anexo 01: listas de presença e registro fotográfico Item Pagamento de INSS Patronal Não foram despendidos recursos para pagamento de INSS Patronal, uma vez que não foram gastos recursos com instrutoria conforme comentado anteriormente. 29

30 6. META-5: APOIO ADMINISTRATIVO PARA DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES Para estruturação da equipe administrativa, necessária à execução do projeto, foi realizado Processo de seleção para contratação de um auxiliar administrativo e um assistente administrativo. Integrou ainda a equipe administrativa o contador que atua na instituição proponente. A seguir a análise da execução dos recursos previstos na meta-5, item a item: 6.1. Item de despesa 5.1.1: Horas técnicas de serviços de contabilista Foram pagos R$ 712,00 ao contabilista Eliton dos Santos, correspondente à 33,38% do previsto para o primeiro desembolso. Não foram pagos os recursos totais programados em função do risco de comprometer os pagamentos aos consultores contratados para as Bases de Serviço de Comercialização, já que constata-se demora na análise de prestação de contas e, por conta disso, provável demora na liberação da próxima parcela 6.2. Item de despesa : Horas técnicas do auxiliar administrativo Para contratação do Auxiliar Administrativo foi realizado o Processo Licitatório 004/2010/RURECO na modalidade Carta Convite tipo menor preço ao qual concorreram quatro participantes, sendo vencedora a proposta apresentada por Carlos Alberto da Silva no valor da Hora Técnica de R$ 37,90 a Hora Técnica, resultando no valor total de R$ ,00. (VIDE Anexo-02: Processos de Seleção Auxiliar Administrativo). Foram pagos até o momento (20/04/2012) o valor de R$ ,93, correspondente à 202,98% do primeiro desembolso. Os serviços prestados contribuíram para a geração e organização de todos os documentos necessários para administração do projeto, bem como para montagem do processo de prestação de contas e relatórios do primeiro desembolso. O valor total pago corresponde ainda à 285,62 horas técnicas, ou seja: aproximadamente 3 dias mês de dedicação durante os 12 meses de execução do projeto (05/04/2011 à 20/04/2012) Portanto, o valor a mais do que o previsto para o primeiro desembolso se deve ao período de execução da primeira parcela que se estendeu por 12 meses, acima do previsto. 30

31 6.3. Item de despesa 5.1.3: Horas técnicas do Assistente Administrativo Para contratação do Assistente Administrativo foi realizado Processo licitatório nº 002/2010/RURECO na modalidade Carta Convite, tipo menor preço, ao qual concorreram quatro participantes sendo vencedora a proposta apresentada por Jorge Augusto Schanuel no valor da Hora Técnica de R$ 57,50 perfazendo o valor global de R$ ,00. (Vide Anexo- 02: Processos de Seleção 2.3. Assistente Administrativo Foram efetuados no período pagamentos ao Assistente Administrativo no valor de R$ ,07 correspondentes à 308,26 HT (compõe o valor o INSS do contratado, o IRRF recolhido e o valor líquido pago). As 308,26 H/T correspondem aproximadamente a 3,2 dias/mês e a 165,35% do previsto para o primeiro desembolso. A diferença entre o orçado para o primeiro desembolso e o executado se refere ao tempo de trabalho dedicado e ao período de execução da parcela (05/04/2011 a 20/04/2012) Item de despesa : Despesas com fotocópia Não foram utilizados recursos desse item de despesa, os quais estão sendo reservados para reprodução de cópias necessárias de toda a documentação dos relatórios físico e financeiro e a documentação que ficará arquivada na Fundação RURECO. Essas despesas serão relatadas no próximo desembolso, já que serão efetuadas simultaneamente a elaboração desse relatório até o seu envio Item de despesa : Despesas com serviços de postagem Não fora utilizados recursos desse item. Os recursos estão sendo reservados para envio da documentação das prestações de conta da pela Rureco à SDT e para as despesas do envio das prestações de conta dos consultores das BSC recém contratados para RURECO Item de despesa Aluguel de computador com impressora CP Está sendo computado o correspondente à 100% do orçado para o primeiro desembolso (1.200,00) através da disponibilização de um computador com impressora de 31

32 propriedade da Fundação Rureco utilizados pelo pessoal administrativo do Projeto, conforme declaração de contrapartida (Vide Anexo-05: Declaração de Contrapartida) Item de despesa 5.1.7: Despesas com telefone pré pago. Foram realizadas despesas no valor total de R$ 3.000,00 (125% do orçado para o primeiro desembolso) pagos de acordo com demanda mensal à Ferreira & Sabakeviski. A diferença entre orçado para o primeiro desembolso e o efetivamente pago ocorreu em função do período de execução do projeto até o momento (12 meses), superior, portanto, ao previsto. O procedimento adotado foi a compra de recargas quinzenais as quais eram pagas ao final do mês conforme o número de recargas efetivamente realizadas. 6.8 Item de 5.1.8: Despesas pagamento de INSS Patronal Foi pago o valor total de R$ 5.958,00 correspondente à 163,77%. Do programado. O valor a mais do que o programado em função do período de exceção da primeira parcela (12 meses). Os valores recolhidos se referem aos pagamentos efetuados ao pessoal administrativo conforme tabela abaixo. Tabela-18: Total de recolhimento de INSS patronal (ITEM 5.1.8) Prestador de Serviço 1ª parcela 2ª parcela 3ª parcela Total Jorge Augusto Schanuel 1.725, ,00 0, ,00 Carlos Alberto da Silva 758,00 758,00 744, ,00 Eliton Lopes dos Santos 248,00 0,00 0,00 248,00 Total recolhido 5.958,00 Programado para o período 3.638,00 % executado sobre o programado 163,77% 32

33 7. COMENTÁRIOS E CONCLUSÕES FINAIS O Projeto de Dinamização Econômica se, por um lado, tem significado uma importante ferramenta para o debate sobre a comercialização de produtos, serviços e alimentos da agricultura familiar nos território, por outro, se mostra extremamente difícil de ser executado nos prazos acordados no Contrato de Repasse. Um primeiro aspecto a considerar é que se pressupõe que exista um forte capital social em cada território, com participação efetiva nos Colegiados Territoriais e uma forte disposição das organizações dos agricultores familiares para atuarem de forma conjunta na comercialização. O que não se verificou no início das atividades do projeto nos dois territórios. No Território Norte Pioneiro essa situação ainda é mais acentuada em função que está iniciando a sua estruturação e os movimentos populares ligados à agricultura familiar são muito frágeis. No caso do Território PR-Centro, embora se verifique a existência de muitas organizações dos agricultores familiares, há algum tempo essas organizações não vinham participando de forma regular nas discussões territoriais e entre elas, existe pouca articulação para ações conjuntas. O projeto tem conseguido, contudo, pautar esse debate tanto nos Colegiados Territoriais quanto nas organizações dos Agricultores familiares. Por parte dos integrantes dos Colegiados existem avanços, embora a estrutura operacional do Colegiado ainda não dá conta de implementar ações mais efetivas para impulsionar a execução do Projeto. Nesse sentido, as dificuldades no término e reinício dos contratos dos Assessores Territoriais agrava essa situação. É possível perceber que a qualidade das ações de apoio da SDT/MDA são de fundamental importância para alterar esse quadro. Observou-se, contudo, no período de execução do projeto grande fragilização da ação da SDT/MDA e das suas políticas. Como exemplo, a demora na análise das prestações de contas dos projetos que dão suporte às ações nos territórios, os recursos do PROINF que inexistiram, os recursos que entram nos territórios através das emendas parlamentares e não passam pelos Colegiados. Toda essa situação vem prejudicando sobremaneira o trabalhos em curso. 33

Edital nº 01/2010. Anexo Nº I. Termo de Referência para a Consultoria Por Produto

Edital nº 01/2010. Anexo Nº I. Termo de Referência para a Consultoria Por Produto Edital nº 01/2010 Anexo Nº I Termo de Referência para a Consultoria Por Produto 1. Objetivos do Projeto 1.1 Geral Incorporar o conceito de Logística de redes colaborativas solidárias às metodologias e

Leia mais

Edital de Seleção de Pessoal 127.006/2011. EDITAL DE SELEÇÃO Consultores - Unitrabalho/MDA

Edital de Seleção de Pessoal 127.006/2011. EDITAL DE SELEÇÃO Consultores - Unitrabalho/MDA Edital de Seleção de Pessoal 127.006/2011 EDITAL DE SELEÇÃO Consultores - Unitrabalho/MDA PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE CONSULTORES POR TEMPO DETERMINADO A Fundação Interuniversitária de Estudos

Leia mais

Edital Nº 001/2013 COTAÇÃO PRÉVIA TIPO MELHOR TÉCNICA

Edital Nº 001/2013 COTAÇÃO PRÉVIA TIPO MELHOR TÉCNICA Edital Nº 001/2013 COTAÇÃO PRÉVIA TIPO MELHOR TÉCNICA Dispõe sobre o cadastramento e seleção de Consultores para atuar nos projetos desenvolvidos pela entidade, no âmbito do Desenvolvimento Sustentável,

Leia mais

PROCESSO Nº. 2701.01/2014 EDITAL Nº 025/2014 TIPO: MELHOR TÉCNICA Nº. SICONV 775434/2012 CONTRATO DE REPASSE Nº042462/2012-MDA

PROCESSO Nº. 2701.01/2014 EDITAL Nº 025/2014 TIPO: MELHOR TÉCNICA Nº. SICONV 775434/2012 CONTRATO DE REPASSE Nº042462/2012-MDA PROCESSO Nº. 2701.01/2014 EDITAL Nº 025/2014 TIPO: MELHOR TÉCNICA Nº. SICONV 775434/2012 CONTRATO DE REPASSE Nº042462/2012-MDA SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FISICA ASSESSORIA

Leia mais

Edital 03.2014 TERMO DE REFERÊNCIA 01

Edital 03.2014 TERMO DE REFERÊNCIA 01 Edital 03.2014 TERMO DE REFERÊNCIA 01 ELABORAÇÃO DE PLANOS DE SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA PARA EMPREENDIMENTOS ECONÔMICOS SOLIDÁRIOS ORGANIZADOS EM REDES DE COOPERAÇÃO NOS TERRITÓRIOS DA MATA SUL/PE, MATA

Leia mais

Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL -

Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL - Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL - A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB e a Secretaria

Leia mais

Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria

Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria Contrato de locação de serviços que entre si fazem (nome e qualificação de quem está contratando: natureza ou profissão, endereço e dados como

Leia mais

Roteiro para elaboração de Projeto Proposta

Roteiro para elaboração de Projeto Proposta . Capa: - Título do projeto - Nome da instituição proponente - Linha de ação a ser apoiada. Roteiro para elaboração de Projeto Proposta. Identificação da instituição proponente e responsável legal - devem

Leia mais

MANUAL DE PROJETOS SOCIAIS

MANUAL DE PROJETOS SOCIAIS MANUAL DE PROJETOS SOCIAIS CAMPOS DOS GOYTACAZES - RJ 2010 O Manual a seguir orienta o preenchimento do Formulário de Projetos Sociais dos Conselhos. Assim, para o encaminhamento de Projetos Sociais aos

Leia mais

NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL. PARCERIA MDA / CNPq. Brasília, 13 de maio de 2014

NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL. PARCERIA MDA / CNPq. Brasília, 13 de maio de 2014 NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL PARCERIA MDA / CNPq Brasília, 13 de maio de 2014 A política de desenvolvimento territorial Desde 2004 a SDT implementa a estratégia de desenvolvimento

Leia mais

EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO

EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO O projeto deve ser elaborado no formulário em WORD, disponível para download

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria para promover estudos, formular proposições e apoiar as Unidades

Leia mais

FORMATO RELATÓRIOS DEMONSTRATIVOS

FORMATO RELATÓRIOS DEMONSTRATIVOS INSTRUÇÕES PARA A EXECUÇÃO FINANCEIRA/PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS TRANSFERIDOS PELO MINISTÉRIO/ORGANISMOS INTERNACIONAL REFERENTE AOS CONTRATOS DE FINANCIAMENTO DE ATIVIDADES FORMATO RELATÓRIOS DEMONSTRATIVOS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável ANEXO III ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável ANEXO III ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS ANEXO III ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS O QUE É UM PROJETO? É um documento que organiza idéias para se realizar um empreendimento, explicitando o motivo de realizá-lo, as etapas de trabalho, as

Leia mais

Ana Paula Noronha Lucinei Dione Calgaro Consultora em Administração de Projetos e Relatoria Contrato de Repasse: Nº 322.763-36/2010/MDA/CAIXA

Ana Paula Noronha Lucinei Dione Calgaro Consultora em Administração de Projetos e Relatoria Contrato de Repasse: Nº 322.763-36/2010/MDA/CAIXA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TÉCNICO ESPECIALIZADO, MODALIDADE DE CONSULTORIA POR PRODUTO, COM FOCO NA ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS DE CONTRATO DE REPASSE, COM ATUAÇÃO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, NA CIDADE DE

Leia mais

Orientações para preenchimento do Plano de Trabalho específico para o PRONAF Infra-Estrutura e Serviços Municipais

Orientações para preenchimento do Plano de Trabalho específico para o PRONAF Infra-Estrutura e Serviços Municipais PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR Orientações para preenchimento do Plano de Trabalho específico para o PRONAF Infra-Estrutura e Serviços Municipais Brasília, fevereiro de 2004

Leia mais

EDITAL nº 01/2011/PTCRO/RIOTERRA

EDITAL nº 01/2011/PTCRO/RIOTERRA Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia - RIOTERRA Rua Major Amarante, 727, B. Arigolândia Porto Velho-RO CEP: 76801-180 CNPJ 03721311/0001-38 rioterra@rioterra.org.br www.rioterra.org.br

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB FUNDO PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL DA BAHIA FUNDESIS EDITAL PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE/Lei de Incentivo COAME-Coordenadoria de Acompanhamento e Monitoramento da Execução

MINISTÉRIO DO ESPORTE/Lei de Incentivo COAME-Coordenadoria de Acompanhamento e Monitoramento da Execução MINISTÉRIO DO ESPORTE/Lei de Incentivo COAME-Coordenadoria de Acompanhamento e Monitoramento da Execução PRESTAÇÃO DE CONTAS (v. 27 julho 09) 1) A Prestação de Contas deverá ser encaminhada por meio de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO Edital PROEX/UNILA nº 15/2014, 1º de setembro de 2014 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Federal

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONS-MON 04-09. 01 Vaga

TERMO DE REFERÊNCIA CONS-MON 04-09. 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS-MON 04-09 01 Vaga 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria de pessoa física para aprimoramento das estratégias e metodologias

Leia mais

Roteiro para Apresentação de Projetos (Para sugestões da II OFICINA NACIONAL DE TRABALHO)

Roteiro para Apresentação de Projetos (Para sugestões da II OFICINA NACIONAL DE TRABALHO) MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SEDR - DEPARTAMENTO DE EXTRATIVISMO APOIO A GRUPOS VULNERÁVEIS SESAN COORDENAÇÃO GERAL DE CARTEIRA DE PROJETOS FOME ZERO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA)

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto Nacional CONSULTOR JÚNIOR Número e Título do Projeto: BRA/09/004 Fortalecimento da CAIXA no seu processo

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS APRESENTAÇÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Breve histórico da instituição seguido de diagnóstico e indicadores sobre a temática abrangida pelo projeto, especialmente dados que permitam análise da

Leia mais

Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia - RIOTERRA

Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia - RIOTERRA EDITAL nº 12/PTCRO/ O Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia, doravante neste edital será nominado como CENTRO DE ESTUDOS, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP,

Leia mais

INSERIR LOGOMARCA DA INSTITUIÇÃO PROPONENTE

INSERIR LOGOMARCA DA INSTITUIÇÃO PROPONENTE INSERIR LOGOMARCA DA INSTITUIÇÃO PROPONENTE INSERIR O TÍTULO DO PROJETO O título do projeto deve delimitar a área de abrangência onde as ações serão executadas. Mês, 2015 1 SUMÁRIO 1. DADOS GERAIS DO PROJETO

Leia mais

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/UC

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/UC Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Edital 035/2010/CAPES A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de sua Diretoria de Relações Internacionais, e com

Leia mais

Edital 03.2013 TERMO DE REFERÊNCIA 01

Edital 03.2013 TERMO DE REFERÊNCIA 01 Edital 03.03 TERMO DE REFERÊNCIA 0 CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PARA ASSESSORAR A DIREÇÃO DA ASSOCENE NA IMPLEMENTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DAS ATIVIDADES ORIENTADAS PARA O FORTALECIMENTO DA ECONOMIA SOLIDÁRIA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultor para a elaboração e execução do Projeto Conceitual e do Planejamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO. Edital PROEX 01/2014, de 31 de janeiro de 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO. Edital PROEX 01/2014, de 31 de janeiro de 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO Edital PROEX 01/2014, de 31 de janeiro de 2014 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Federal da Integração

Leia mais

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PFS PERÍMETRO(S): OBJETO: EDITAL: SERVIÇOS PAGOS A PREÇO GLOBAL CUSTOS DIRETOS MÃO-DE-OBRA A - TOTAL DE SALÁRIO DA EQUIPE A1 - TOTAL SALÁRIOS DA EQUIPE COM VÍNCULO (PFS-I)

Leia mais

3. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS

3. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS EDITAL FLD 04/2011 SELEÇÃO DE PROJETOS DE FORTALECIMENTO DE REDES SOCIAIS QUE ATUAM NA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COM JUSTIÇA SOCIAL, AMBIENTAL E ECONÔMICA 1. OBJETIVO Selecionar projetos

Leia mais

ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA DE AÇÃO

ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA DE AÇÃO ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA DE AÇÃO Para cada ação proposta, deverá ser preenchido um formulário, disponível on-line no link "cadastrar nova ação" do sítio do Projeto www.dialogossetoriais.org

Leia mais

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/UC

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/UC Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Edital nº 008/2011/CAPES A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de sua Diretoria de Relações Internacionais,

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS CUL 07-09 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS CUL 07-09 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS CUL 07-09 01 Vaga 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria de pessoa física para realizar ações e organizar atividades

Leia mais

EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult

EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult JUSTIFICATIVA O estatuto da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) no Capítulo 1, artigo 3º. define como finalidade

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA AGÊNCIA BRASILEIRA DE COOPERAÇÃO - ABC INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA - IICA INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. IDENTIFICAÇÃO (máximo 01 folha) Título da Proposta: Instituição Proponente: CNPJ: Endereço: CEP: Telefone: Fax:

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. IDENTIFICAÇÃO (máximo 01 folha) Título da Proposta: Instituição Proponente: CNPJ: Endereço: CEP: Telefone: Fax: Usar papel timbrado da instituição! TERMO DE REFERÊNCIA. IDENTIFICAÇÃO (máximo 0 folha) Título da Proposta: Instituição Proponente: CNPJ: Endereço: CEP: Telefone: Fax: Responsável pela Instituição Proponente:

Leia mais

INSERIR LOGOMARCA DA INSTITUIÇÃO PROPONENTE INSERIR O TÍTULO DO PROJETO

INSERIR LOGOMARCA DA INSTITUIÇÃO PROPONENTE INSERIR O TÍTULO DO PROJETO INSERIR LOGOMARCA DA INSTITUIÇÃO PROPONENTE INSERIR O TÍTULO DO PROJETO O título do projeto deve delimitar a área de abrangência onde as ações serão executadas. Setembro, 2014 1 SUMÁRIO 1. DADOS GERAIS

Leia mais

MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA

MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE INDAIAL SANTA CATARINA CMDCA - CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE EDITAL Nº 001/ 2011 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Indaial, torna

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Consultores Fundação Unitrabalho/FBES/MDA Edital nº 01/2011 PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE CONSULTORES POR TEMPO DETERMINADO

EDITAL DE SELEÇÃO Consultores Fundação Unitrabalho/FBES/MDA Edital nº 01/2011 PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE CONSULTORES POR TEMPO DETERMINADO EDITAL DE SELEÇÃO Consultores Fundação Unitrabalho/FBES/MDA Edital nº 01/2011 PROCESSO SELETIVO DE CONTRATAÇÃO DE CONSULTORES POR TEMPO DETERMINADO A Unitrabalho, em atendimento ao disposto no Contrato

Leia mais

ANEXO IV MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS REFERENTE À CONCESSÃO DE PATROCÍNIO. Lei 12.378 de 31/12/2010 Conselho de Arquitetura e Urbanismo

ANEXO IV MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS REFERENTE À CONCESSÃO DE PATROCÍNIO. Lei 12.378 de 31/12/2010 Conselho de Arquitetura e Urbanismo ANEXO IV MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS REFERENTE À CONCESSÃO DE PATROCÍNIO Lei 12.378 de 31/12/2010 Conselho de Arquitetura e Urbanismo Resolução nº 23 de 04/05/12 CAU/BR Portaria Interministerial Nº 507

Leia mais

Tendo a seguinte vaga de: NÍVEL SUPERIOR PÓS-GRADUAÇÃO Código I Técnico Responsável pela Coordenação Geral do Projeto

Tendo a seguinte vaga de: NÍVEL SUPERIOR PÓS-GRADUAÇÃO Código I Técnico Responsável pela Coordenação Geral do Projeto COTAÇÃO PRÉVIA Nº 01/2012 MELHOR TÉCNICA Técnico Responsável pela Coordenação Geral do Projeto Técnico Responsável pela Gestão Administrativa e Financeira do Projeto A FA - Fundação Araripe, em atendimento

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

Sistema Integrado de Planejamento e Gestão Fiscal SIGEF. MÓDULO TRANSFERÊNCIAS (Convênio e Contrato de Apoio Financeiro)

Sistema Integrado de Planejamento e Gestão Fiscal SIGEF. MÓDULO TRANSFERÊNCIAS (Convênio e Contrato de Apoio Financeiro) Sistema Integrado de Planejamento e Gestão Fiscal SIGEF MÓDULO TRANSFERÊNCIAS (Convênio e Contrato de Apoio Financeiro) Diretoria de Auditoria Geral DIAG Gerência de Auditoria de Recursos Antecipados -

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 045/2015 REDE NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA E FEMINISTA A GUAYÍ, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sediada na Rua José do Patrocínio 611, Bairro Cidade Baixa, Porto

Leia mais

Edital de Seleção. Curso de Formação Inicial Continuada em Manejo Florestal Comunitário. (Turma 2015)

Edital de Seleção. Curso de Formação Inicial Continuada em Manejo Florestal Comunitário. (Turma 2015) Edital de Seleção Curso de Formação Inicial Continuada em Manejo Florestal Comunitário (Turma 2015) Belém Pará Novembro de 2014 Realização Página 2 de 9 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 4 3.

Leia mais

Sumário. Questões administrativas e financeiras... 5

Sumário. Questões administrativas e financeiras... 5 Sumário Questões administrativas e financeiras... 5 Liberação de recursos...5 1. Como é realizado o desembolso/repasse de recurso do PDRS para as organizações?.5 2. Haverá atualização dos valores previstos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTOR PRODUTO PORTAL

TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTOR PRODUTO PORTAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA DE EXTRATIVISMO E DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DEPARTAMENTO DE EXTRATIVISMO GERÊNCIA DE AGROEXTRATIVISMO PROGRAMA DE APOIO AO AGROEXTRATIVISMO - PNUD BRA/08/012

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Contrato de Repasse do Convênio no SICONV nº 763468/2011-IPD/MDA/BB Modalidade: Melhor técnica e menor preço Entrega da Proposta até dia/hora: 09/05/2013 às 09h30 Valor Referencial

Leia mais

Este termo de referência visa à contratação de consultoria especializada para

Este termo de referência visa à contratação de consultoria especializada para TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS TR nº MODALIDADE PROCESSO SELETIVO RBR-02/2014 Produto 2014 FUNDAMENTO LEGAL Decreto nº 5.151, de 22/7/2004, e Portaria MDA nº 48/2012, de 19/07/2012. O Ministério

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS FIN 04 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS FIN 04 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS FIN 04 01 Vaga 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria Financeira de conciliação das informações repassadas pelos

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO CHAMADA CNPq/MDA/SPM-PR Nº 11/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO CHAMADA CNPq/MDA/SPM-PR Nº 11/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO CHAMADA CNPq/MDA/SPM-PR Nº 11/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS EDITAL DE SELEÇÃO 01/2014 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DE ASSESSOR TERRITORIAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº 16/2015. Responsável: Unidade de Negócios Projetos Especiais. Rio de Janeiro, 9 de junho de 2015. 1.

TERMO DE REFERÊNCIA nº 16/2015. Responsável: Unidade de Negócios Projetos Especiais. Rio de Janeiro, 9 de junho de 2015. 1. TERMO DE REFERÊNCIA nº 16/2015 Responsável: Unidade de Negócios Projetos Especiais Rio de Janeiro, 9 de junho de 2015. 1. Identificação Contratação de consultoria de pessoa física (PF) para diagnóstico

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETO

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PROJETO MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE DEPARTAMENTO DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE PROJETO DE PROFISSIONALIZAÇÃO DOS TRABALHADORES DA ÁREA DE ENFERMAGEM PROFAE CHAMADA

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMOS DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. RN SUSTENTÁVEL Nº 0XX/2013 2. TÍTULO Contratação de consultoria individual especializada em Comercialização e Alianças Estratégicas 3. AÇÃO(ÕES)

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL 007/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL 007/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL 007/2014 A Associação das Cooperativas de Apoio a Economia Familiar - ASCOOB, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO DATA LIMITE PARA INSCRIÇÃO: 29 DE AGOSTO DE 2014 AS 18:00

CHAMAMENTO PÚBLICO DATA LIMITE PARA INSCRIÇÃO: 29 DE AGOSTO DE 2014 AS 18:00 CHAMAMENTO PÚBLICO 4º EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESPETÁCULOS CULTURAIS DE ARTES CÊNICAS E DE MÚSICA PARA CIRCUITO CULTURAL SESI SEGUNDO SEMESTRE DE 2014 E PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015. A área de Cultura do SESI,

Leia mais

EDITAL DE APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO- CULTURAIS NA UFSCAR PARA 2015.

EDITAL DE APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO- CULTURAIS NA UFSCAR PARA 2015. EDITAL DE APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO- CULTURAIS NA UFSCAR PARA 2015. JUSTIFICATIVA O estatuto da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) no Capítulo 1, artigo 3º define como uma das

Leia mais

EDITAL 05/2015 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À COOPERAÇÃO INTERINSTITUCIONAL PACI SUBPROGRAMA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

EDITAL 05/2015 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À COOPERAÇÃO INTERINSTITUCIONAL PACI SUBPROGRAMA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EDITAL 05/2015 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À COOPERAÇÃO INTERINSTITUCIONAL PACI SUBPROGRAMA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL A Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação (PROPESP) e a Fundação de Amparo e

Leia mais

EDITAL 02.2014. 1.3 Auxiliares Administrativos: Serviço de recepção, protocolo e encaminhamento interno de processos.

EDITAL 02.2014. 1.3 Auxiliares Administrativos: Serviço de recepção, protocolo e encaminhamento interno de processos. EDITAL 02.2014 Convênio MTE/SENAES n. 78/2012 SICONV 776109/2012 Edital 02.2014 Contratação de profissionais de apoio técnico e administrativo para assessorar a ASSOCENE na Execução de Atividades Orientadas

Leia mais

Transferências voluntárias: um meio para a viabilização das políticas públicas do GDF

Transferências voluntárias: um meio para a viabilização das políticas públicas do GDF Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Economia Governo do Distrito Federal - GDF Subsecretaria de Captação de Recursos SUCAP Transferências voluntárias:

Leia mais

Projeto Frutificando nas Caatingas- Fortalecimento das Cadeias de Valor do Umbu e Licuri no Sertão da Bahia

Projeto Frutificando nas Caatingas- Fortalecimento das Cadeias de Valor do Umbu e Licuri no Sertão da Bahia MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA DE EXTRATIVISMO E DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DIRETORIA DE EXTRATIVISMO / GERÊNCIA DE FOMENTO E PROJETOS PNUD Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento

Leia mais

1. OBJETIVO 2. DADOS FINANCEIROS E ORÇAMENTÁRIOS

1. OBJETIVO 2. DADOS FINANCEIROS E ORÇAMENTÁRIOS 1. OBJETIVO O referido Edital tem por objetivo apoiar o desenvolvimento da pesquisa científica e/ou tecnológica no estado, através da presença, nas instituições baianas, de pesquisadores estrangeiros renomados

Leia mais

Barra do Turvo, 06 de Março de 2012. Processo de Seleção. Função:Coordenador administrativo-financeiro

Barra do Turvo, 06 de Março de 2012. Processo de Seleção. Função:Coordenador administrativo-financeiro Barra do Turvo, 06 de Março de 2012 Processo de Seleção Função:Coordenador administrativo-financeiro Atividades: Execução da parte administrativa e financeira de projetos. Cuidar das exigências legais

Leia mais

CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICATIVA

CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICATIVA TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS (não alterar os campos em cinza) TR nº MODALIDADE TEMA PROCESSO SELETIVO Produto Articulação e Gestão Territorial TR_21_2015_PDHC Sertão do Pajeú - PE Parecer

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX - 075/2010 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0721.00016-3

TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0721.00016-3 TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0721.00016-3 Ref.: Contratação de consultoria pessoa jurídica para elaboração e realização de capacitação em gestão institucional e gestão de projetos voltada para instituições

Leia mais

ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC. PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica

ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC. PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica Rio do Sul 2008/2009 CLAUDIO ADALBERTO KOLLER DIRETOR GERAL WALTER SOARES FERNANDES DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE

Leia mais

AVISO DE COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 07/2014

AVISO DE COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 07/2014 AVISO DE COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 07/2014 A UNICAFES torna pública a realização da Cotação de Preços para contratação Cotação Eletrônica de Preços do Tipo Menor Preço e Melhor Técnica para contratação de profissional

Leia mais

Roteiro de procedimentos para elaboração de propostas de pesquisa CEBRAP

Roteiro de procedimentos para elaboração de propostas de pesquisa CEBRAP Roteiro de procedimentos para elaboração de propostas de pesquisa CEBRAP 1 Objetivo Este roteiro tem como objetivo estabelecer critérios e procedimentos necessários à padronização das prospecções, dos

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA PROJETOS REFERENTES AO PROGRAMA LIVRO ABERTO NA AÇÃO FOMENTO A PROJETOS CULTURAIS

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL - CMAS EDITAL 001/2014. Conselho Municipal de Assistência Social- CMAS

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL - CMAS EDITAL 001/2014. Conselho Municipal de Assistência Social- CMAS EDITAL 001/2014 Conselho Municipal de Assistência Social- CMAS O CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CMAS TORNA PÚBLICO O PROCESSO DE SELEÇÃO DE ENTIDADES E ORGANIZAÇÃO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, PROGRAMAS,

Leia mais

EDITAL Nº 003/2009/BRA/06/032 CÓDIGO ARRANJOS PRODUTIVOS

EDITAL Nº 003/2009/BRA/06/032 CÓDIGO ARRANJOS PRODUTIVOS EDITAL Nº 003/2009/BRA/06/032 CÓDIGO ARRANJOS PRODUTIVOS O Projeto BRA/06/032 comunica aos interessados que estará procedendo à contratação de consultoria individual, na modalidade produto, para prestar

Leia mais

EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP

EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP A FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO ESTADO DA PARAÍBA FAPESQ e a Financiadora de Estudos e Projetos FINEP, tornam público e convocam os interessados a apresentarem propostas

Leia mais

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ANEXO 1 MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Este documento serve como base orientadora para a apresentação de propostas de Arranjos Produtivos Locais para enquadramento no

Leia mais

Edital 01/2015 Lançado em abril de 2015 Macapá/AP, abril de 2015.

Edital 01/2015 Lançado em abril de 2015 Macapá/AP, abril de 2015. EDITAL DE APOIO A PEQUENOS PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS PARA A AGRICULTURA FAMILIAR DO ESTADO DO AMAPÁ. Edital 01/2015 Lançado em abril de 2015 Macapá/AP, abril de 2015. 1. CONTEXTO DA PROPOSTA O Instituto

Leia mais

PROJETO IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA: MODALIDADE PRODUTO

PROJETO IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA: MODALIDADE PRODUTO INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA PROJETO IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA: MODALIDADE PRODUTO 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratar consultoria por produto para formular

Leia mais

GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4

GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4 FUNDO MULTILATERAL DE INVESTIMENTOS PROGRAMA REGIONAL DE FORMAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO LOCAL COM INCLUSÃO SOCIAL- CONECTADEL GUIA PARA AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETOS COMPONENTE 4 1. Objetivo

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA EDITAL Nº 018/14 PROEX

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA EDITAL Nº 018/14 PROEX EDITAL Nº 018/14 PROEX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS DE EXTENSÃO E DE DIFUSÃO ACADÊMICA A Universidade Estadual de Ponta Grossa por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos

Leia mais

EDITAL 12/2012 COTAÇÃO PREVIA DE PREÇO. Componente: Coordenação, Consultoria em Monitoramento e Assessoria

EDITAL 12/2012 COTAÇÃO PREVIA DE PREÇO. Componente: Coordenação, Consultoria em Monitoramento e Assessoria EDITAL 12/2012 COTAÇÃO PREVIA DE PREÇO Componente: Coordenação, Consultoria em Monitoramento e Assessoria PROCESSO SELETIVO Nº 12/2012 Projeto de Organização da Produção Agroecológica, Integrada e Sustentável

Leia mais

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará.

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. TERMO DE REFERÊNCIA Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. 1. Título: Diagnóstico de oportunidades para

Leia mais

EDITAL 002/2015 UNICAFES/SENAES-MTE

EDITAL 002/2015 UNICAFES/SENAES-MTE EDITAL 002/2015 UNICAFES/SENAES-MTE A UNIÃO NACIONAL DE COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA (Unicafes), inscrita no CNPJ sob o n. 07.738.836/0001-37 torna público a abertura de inscrições

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO TÉCNICA DESCENTRALIZADA SUL-SUL RETIFICADO

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO TÉCNICA DESCENTRALIZADA SUL-SUL RETIFICADO PROGRAMA DE COOPERAÇÃO TÉCNICA DESCENTRALIZADA SUL-SUL I. CONTEXTO RETIFICADO Nos anos 90 e início dos 2000, diversas cidades brasileiras e latino-americanas lançaram-se em ações internacionais, prática

Leia mais

BRA/12/018 DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIAS DE ARTICULAÇÃO E GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA PROMOÇÃO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA

BRA/12/018 DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIAS DE ARTICULAÇÃO E GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA PROMOÇÃO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL BRA/12/018 DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIAS DE ARTICULAÇÃO E GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA PROMOÇÃO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO

Leia mais

FLUXO DE CAIXA. Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante)

FLUXO DE CAIXA. Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante) FLUXO DE CAIXA Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante) Brainstorming: Chuva de ideias ou Toró de parpite: O QUE É FLUXO DE CAIXA? (Objetivo: Saber

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Edital 01/2015 Serviço de Inclusão Produtiva

PROCESSO SELETIVO Edital 01/2015 Serviço de Inclusão Produtiva PROCESSO SELETIVO Edital 01/2015 Serviço de Inclusão Produtiva A Casa de Acolhimento e Orientação à Crianças e Adolescentes (CAOCA), em parceria com a Secretaria de Assistência Social de Vitória (Semas),

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DIVULGAÇÃO ELETRÔNICADE 028/2013 UNICAFES/DENACOOP-MAPA

COTAÇÃO PRÉVIA DIVULGAÇÃO ELETRÔNICADE 028/2013 UNICAFES/DENACOOP-MAPA COTAÇÃO PRÉVIA DIVULGAÇÃO ELETRÔNICADE 028/2013 UNICAFES/DENACOOP-MAPA A UNIÃO NACIONAL DE COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA (Unicafes), inscrita no CNPJ sob o n. 07.738.836/0001-37

Leia mais

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos PROCESSO SELETIVO 2011 Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar

Leia mais

Projeto Agricultura de Baixo Carbono e Desmatamento Evitado para a Redução da Pobreza no Brasil

Projeto Agricultura de Baixo Carbono e Desmatamento Evitado para a Redução da Pobreza no Brasil CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ELABORAÇÃO, E IMPLEMENTAÇÃO DE UM PLANO DE COMUNICAÇÃO PARA O PROJETO AGRICULTURA DE BAIXO CARBONO E DESMATAMENTO EVITADO PARA A REDUÇÃO DE POBREZA NO BRASIL. País - Brasil Projeto

Leia mais

Inova Pequena Empresa RS

Inova Pequena Empresa RS Inova Pequena Empresa RS 1 Bloco: : Conceituando Inovação; 2 Bloco: : Programa Inova Pequena Empresa RS / Chamada Pública P Nº N 01/2009; 3 Bloco: : Estruturação do projeto no Sistema de Gestão de Projetos

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário MDA Secretaria da Agricultura Familiar SAF Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural DATER

Ministério do Desenvolvimento Agrário MDA Secretaria da Agricultura Familiar SAF Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural DATER Ministério do Desenvolvimento Agrário MDA Secretaria da Agricultura Familiar SAF Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural DATER Termo de Referência para Redes de Organizações de Ater da Sociedade

Leia mais

Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador

Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador 2015 TUTORIAL SIGAMAZÔNIA Desenvolvido por: FAPESPA LABES-UFPA Sumário Sumário... 3 CADASTRO NO SISTEMA... 5 FAZENDO LOGIN NO SIGAMAZÔNIA... 5 MENU INICIAL... 6

Leia mais

Assistência Técnica e Extensão Rural para a Agricultura Familiar e Reforma Agrária

Assistência Técnica e Extensão Rural para a Agricultura Familiar e Reforma Agrária Assistência Técnica e Extensão Rural para a Agricultura Familiar e Reforma Agrária Congresso Estadual da Agropecuária Umuarama-PR, 27 de agosto de 2015 Contexto Geral Retomada em 2003, por parte do Governo

Leia mais

Manual para ana lise de Relató rió de Atividades Executadas (REA)

Manual para ana lise de Relató rió de Atividades Executadas (REA) Manual para ana lise de Relató rió de Atividades Executadas (REA) Prestação de contas de convênios e contratos de repasse modalidade custeio Direcionado para orientar o trabalho dos servidores/as na análise

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO FINANCEIRO Nº 01

RELATÓRIO DE DESEMPENHO FINANCEIRO Nº 01 RELATÓRIO DE DESEMPENHO FINANCEIRO Nº 01 Fortalecimento da Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas na Amazônia Instituto de Conservação Ambiental The Nature Conservancy do Brasil - TNC Brasil

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Local de atuação: Brasília/DF com disponibilidade para viagens em todo o território nacional.

TERMO DE REFERÊNCIA. Local de atuação: Brasília/DF com disponibilidade para viagens em todo o território nacional. TERMO DE REFERÊNCIA Denominação: Consultor(a) especializado(a) para atuação na área de suporte técnico e avaliação das políticas de fortalecimento da agricultura familiar, com enfoque nos princípios da

Leia mais

REGRAS PARA A UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS PROAP/CAPES

REGRAS PARA A UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS PROAP/CAPES REGRAS PARA A UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS PROAP/CAPES Baseado no que determina a Portaria 64 da CAPES I) Informações gerais: Para entendimento e melhor uso dos recursos provenientes do Programa de Apoio a

Leia mais

MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS

MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS Belo Horizonte, JANEIRO DE 2010 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 05 ORIENTAÇÕES GERAIS... 07 1. Prazo para

Leia mais

Portaria nº 64, de 24 de março de 2010

Portaria nº 64, de 24 de março de 2010 Portaria nº 64, de 24 de março de 2010 O PRESIDENTE DA COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR CAPES, no uso das atribuições conferidas pelo art. 26, inciso IX, do Decreto nº 6.316,

Leia mais