I- Contradições entre religião e o método científico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "I- Contradições entre religião e o método científico"

Transcrição

1 Alessyo Patrick de Sá Rocha, acadêmico de medicina do 10º período da UFMG Li o texto Entre deus e o orientador ateu do professor Luiz Oswaldo Carneiro Rodrigues, o Lor. Parabenizo a coragem em colocar em pauta a religião. A ousadia merece felicitações já que abordar a discussão sobre o que é verdade nesse tema é visto como desnecessário no relativismo de nossa cultura. Como disse Winstow Churchill: De tempos em tempos, os homens tropeçam na verdade, mas a maioria deles se levanta e segue adiante como se nada tivesse acontecido (1). Uma das conclusões do artigo do professor foi:... defende que o conhecimento científico somente se desenvolve plenamente em ambiente democrático de completa liberdade de pensamento e expressão. Fundamentado nessa afirmação gostaria de fazer algumas considerações sobre o texto do Prof. Lor. I- Contradições entre religião e o método científico O Prof. Lor disse: As religiões exigem a crença em ideias a partir da fé: ou seja, crer para ver. Quanto mais alguém vier a crer sem provas, mais virtuosa será considerada a sua fé. Já o método científico se fundamenta exatamente no contrário: para toda afirmação científica são necessárias as evidências objetivas e lógicas, ou seja, temos que ver e entender para concordar. Portanto, a ciência é um método de aproximação da realidade baseado na lógica, na quantificação dos fenômenos e na experimentação objetiva. 1- Sobre a fé Fé realmente é crer para ver, mas vai além disso. Na fé também existe o ver para crer, não só o crer para ver. Jó após passar pelas suas aflições disse a Deus: Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram (Jó 41.5).Tomé só creu após ver : Jesus disse a Tomé: Porque me viu, você creu? Felizes os que não viram e creram. ( Jo 20.29). É verdade que é mais virtuoso aquele que crer sem ver, mas é verdade também que a maioria dos crentes precisa ver, perceber Deus, para crer. Todos os crentes precisam da fé; a maioria deles necessita de evidências para sustentála. Boa parte dos que abraçam a fé busca evidências variadas (teóricas, espirituais, sensitivas) para firmar suas crenças. Na Bíblia o livro de Atos dos Apóstolos conta como Lucas elogia o empenho investigativo de alguns cristãos: Os bereanos eram mais nobres que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo. (At ) Na prática os crentes, eu me incluo e não conheço ninguém que não se incluiu, precisam de ferramentas científicas para manter a fé, pelo menos no início da vida espiritual. 2 Sobre a ciência O Prof. Lor escreveu: para toda afirmação científica são necessárias as evidências objetivas e lógicas, ou seja, temos que ver e entender para concordar. Sobre a necessidade de ver... alguém já viu a força gravidade ou o átomo? Não. Possui evidências para acreditar na gravidade ou no átomo? Sim. Conforme a ideia de ciência do professor, como não vemos a gravidade ou o átomo, não podemos concordar com a existência deles. Se ciência é isso, não se pode realmente concordar com a existência de um Deus que, apesar de evidenciado por tantas pessoas, não pode ser visto. Obviamente ciência não é isso.

2 É plausível concordar com a gravidade ou com a existência do átomo, mesmo sem poder enxergá-los, bem como acreditar em um Deus percebido por milhões de pessoas há milhares de anos, mas não visto. Sobre as evidências científicas, veja o que os cientistas dizem: "A impossibilidade de atingir a verdade absoluta é inerente à atividade racional, e repousa na dicotomia entre o sujeito (o observador) e o objeto (o observado) dicotomia que se mantém mesmo quando o objeto em pauta é a própria subjetividade. Enquanto persistir a mais tênue barreira entre o observador e o observado, a ciência será sempre uma obra inacabada, precária, provisória. Por isso, na práxis científica, o erro é a regra e não a exceção." Os Grandes Erros da Ciência", Scientific American Brasil (2). A ciência não é absoluta, é recheada de lacunas. Não são poucos os cientistas que, por saberem o que realmente é ciência, utilizam da fé para tapar os buracos de seus achados. Os teóricos quânticos, embora não sejam capazes de predizer simultaneamente a velocidade e a posição de elétrons (porque as nossas próprias tentativas de observá-los alterariam os seus movimentos ), acreditam no princípio de Heinseberg ou no princípio de Bell. Eles necessitam continuar pesquisando, mas precisam CRER para continuarem trabalhando. A ciência, muitas vezes, também utiliza-se da fé. 3- Fé e ciência juntas Como discutido, assim como a maioria dos crentes utiliza-se do método científico para firmar sua fé, boa parte dos cientistas da quântica, do evolucionismo, da astro-física e de tantas outras áreas precisa de acreditar por acreditar, precisa crer, precisa ter fé para preencher as lacunas de suas teorias. "A ciência sem a religião é aleijada; a religião sem a ciência é cega" Albert Einstein (1) A Fé e a ciência podem interagir. É uma não verdade a afirmação de que o método científico se fundamenta exatamente no contrário (da fé). Evidentemente fé e ciência possuem alicerces diferentes, mas é falacioso dizer que são opostos. 4 Boa e má O Prof. Lor disse: Todas as religiões aparentemente pregam o amor, mas o seu resultado é a segregação e o ódio. Eu poderia dizer: A ciência aparentemente visa o bem, mas o seu resultado é a bomba atômica e a guerra biológica São generalizações. A ciência não se resume às práticas dos cientistas de Hitler ( que testavam o limite do corpo humano em suportar agressões mecânicas, térmicas, químicas e biológicas e psíquicas), a falta de ética para o entendimento da evolução da sífilis, do roubo histórico da descoberta da AIDS, da pseudo-ciência presente na atualidade. Da mesma forma, a religião não se resume aos seus erros históricos (inquisição, cruzadas, guerra santa...) e atuais ( mercantilização da fé, pedofilia...). Devemos distinguir a boa e a má ciência, bem como a boa e a má fé. II A improbabilidae de Deus Obviamente crer ou não em Deus depende primária e indispensavelmente de fé.

3 O método científico pode fortalecer a fé; não criá-la. Por isso, não vou discutir a fé, mas as afirmações do Prof. Lor a respeito da improbabilidade de Deus. 1 A improbabilidade do ateísmo O Prof. Lor destacou: de onde surgiu este criador? Haveria outro que o antecedesse e quem teria sido o criador deste criador? E o criador do criador do criador, sucessivamente? Dizer que o criador do Universo já existiria desde sempre apenas transfere infinitamente o problema para uma etapa anterior, o que não se constitui em solução, pelo menos do ponto de vista da lógica. Perguntas difíceis de se responder... Mas e se invertêssemos? O cristão pergunta e o ateu responde: De onde surgiu o evento inicial seja lá qual for? Haveria outro que o antecedesse e quem teria sido o iniciador do iniciador? E o iniciador do iniciador do iniciador, sucessivamente? Dizer que o Universo já existia desde sempre apenas transfere infinitamente o problema para uma etapa anterior, o que não se constitui em solução, pelo menos do ponto de vista da lógica. Como foi o o início do Universo?( Big Bang? Um bola de densidade infinita explodiu...) Como? Sempre existiu. Como? Por quê? Onde? Quando? Perguntas difíceis para um ateu responder... Seria a improbabilidade do ateísmo? Mas se Deus é improvável e o ateísmo também (conforme os próprios argumentos do Prof.) fica complicado. Afinal, ou Deus existe ou não. Não temos todas as respostas. Em Uma breve história do tempo Stephen Hawking aceitava a possibilidade de um criador: "tanto quanto o Universo teve um princípio, nós poderíamos supor que tenha um Criador. (3), Porém, em seu mais recente livro "The Grand Design, Hawking contradiz suas antigas declarações sobre a ideia de um criador e sugere que "Deus não tem mais lugar nas teorias sobre criação do universo, devido a uma série de avanços no campo da física (4). Um dia a ciência diz uma coisa, depois outra. Prof. Lor disse que: este suposto ser imensamente poderoso, capaz de criar bilhões de galáxias ou destrui-las num simples gesto. O que dizer das respostas da ciência? Conforme a fala do professor, o deus ciência seria tão caprichoso quanto a visão distorcida de Deus do Prof. Lor. Muitas dúvidas, tantas evidências efêmeras. Como acreditar no ateísmo? É preciso ter fé para ser ateu. Se não existe Deus, então por que existe algo diferente do nada?" é uma pergunta que todos nós temos de responder. À luz das evidências, somos deixados apenas com duas opções: ou ninguém criou uma coisa do nada ou alguém criou alguma coisa do nada. Que visão é mais plausível? Nada criou alguma coisa? Não. Se você não consegue acreditar que nada fez alguma coisa, então não tem fé suficiente para ser ateu! (1) É preciso ter fé para ser ateu. 2 A seleção natural

4 O Prof. Lor disse: não é possível ser cientista e negar a seleção natural ao mesmo tempo, a qual contraria a hipótese divina da criação da humanidade. Claro que a seleção natural é plausível. Basta observar as mutações e replicações das bactérias multi-resistentes, ou estudar um pouco de zoologia para ver as semelhanças anatômicas e a origem comum de muitos animais. Agora generalizar os dizeres de Darwin para explicar a vida é o mesmo que afirmar a certeza de alguns seguidores de Freud: Tudo é uma questão de sexo!. Infelizmente muitos cientistas caem na tentação de querer explicar tudo com formas resumidas, com elementos que são bons para explicar a parte, mas não o todo. É óbvio também que é falacioso dizer que a seleção natural contraria a hipótese divina. Deus pode ter criado o universo, a vida e também a seleção natural. É tudo uma questão de iniciar um processo. Se isso também é improvável, o que dizer então das teorias de geração espontânea, ou das descargas elétricas que atingiram coacervados proteicos e simplesmente PUFF! Surgiu a vida! Não, não... foi tudo muito lento... Então como foi? Voltamos à mesma ideia do surgimento do universo. É preciso ter fé para acreditar no início não divino da vida (seja lá como for). É preciso ter fé para ser ateu. O Prof. Lor também escreveu: todos os seres vivos surgiram de um processo contínuo resultante de mutações aleatórias a partir de uma única forma inicial de vida, a qual deu origem a variantes genéticas, entre as quais aquelas mais bem adaptadas ao meio ambiente se reproduziram mais e deixaram mais descendentes. Assim, num processo cumulativo e lento, originaram-se novas espécies e todas as formas de vida têm origem neste processo e não há nada de diferente com a nossa espécie quanto a isto. Veja o que o ex- ateu e maior escritor cristão do século xx, C.S. Lewis, tem a dizer: Muito antes de eu acreditar que a Teologia é verdadeira, eu já tinha decidido que a conhecida imagem científica era falsa. Uma incoerência absolutamente essencial a arruína: O quadro inteiro declara depender de inferências dos fatos observados. Se a inferência não for válida, o quadro todo desaparece. Se não pudermos ter certeza de que a realidade na mais remota nébula ou a parte mais remota obedece às leis concebidas pelo cientista humano aqui e agora em seu laboratório - em outras palavras, se a Razão não for absoluta - está tudo arruinado. Contudo, aqueles que me pedem que eu creia nessa visão de mundo também me pedem para crer que a Razão não passa de um subproduto não-planejado da matéria sem mente num estágio de sua transformação interminável e sem objetivo. Aqui está uma condição clara. Eles me pedem que ao mesmo tempo eu reconheça uma conclusão e desacredite do único testemunho em que essa conclusão pode apoiar-se. A dificuldade para mim é fatal; e o fato de que, ao expor isso para muitos cientistas, longe de ter uma resposta, eles parecem nem sequer entender qual é a dificuldade garante-me que não encontrei um logro, mas detectei uma doença radical no modo de pensar deles, desde o início. O homem que uma vez entendeu a situação é obrigado daí em diante a considerar a cosmologia científica, em princípio, um mito; embora sem dúvida muitas características verdadeiras tenham sido nisso introduzidas. (5) Por que acreditar na aleatoriedade do pensamento? Por que ter como certo algo que surgiu do acaso e está em constante mudança? Por que acreditar que a verdade muda e não acreditar, então, que essa própria afirmação pode mudar? É semelhante a dizer que toda generalização é burra, ou nunca diga nunca. Entenda quem possa entender. A ciência explica parte da seleção natural, mas está longe de explicar como a aleatoriedade criou a razão humana.

5 III- Direitos humanos e liberdade de crença As afirmações do Prof. Lor... o respeito aos direitos humanos, entre eles a liberdade de pensamento e expressão, o que inclui o direito à escolha ou não de crença religiosa..., a tolerância para com as religiões deve ter limites que são atingidos quando uma crença qualquer desrespeita os direitos humanos e/ou a democracia são dignas de todo elogio. Vale a pena também concordar, sem generalizar, com o historiador Jacques Barzun que designou a ciência como "uma fé tão fanática como qualquer outra na história (6), e que alertou contra o uso do pensamento científico para suprimir considerações sobre o significado da existência humana. Tanto as religiões quanto a ciência precisam ser vigiadas. Devem ser limitadas quando agredirem os direitos humanos IV- Conclusões 1- Acreditar em Deus é uma questão de fé, mas é possível utilizar a ciência como ferramenta para o crer. 2- A ciência não é absoluta, é recheada de lacunas. 3- A ciência muitas vezes, também utiliza da fé para prosseguir em seu trabalho. 4- Ciência e fé não são opostas; são compatíveis. 5- Devemos distinguir a boa e a má ciência, bem como a boa e a má fé. 6- A improbabilidade de Deus se fundamenta em alicerces semelhantes à improbabilidade ateísta. Cientificamente ainda há poucas evidências para a criação divina e não divina. 7- É preciso ter fé para crer no início do universo ou da vida, crendo ou não em Deus. 8- É preciso ter fé para ser ateu. 9- A seleção natural não explica a razão humana. 10- Tanto as religiões quanto a ciência precisam ser vigiadas. Devem ser limitadas quando agredirem os direitos humanos. "Este belíssimo sistema no qual estão o Sol, os planetas e os cometas somente poderia proceder do desígnio e do poder absoluto de um Ser inteligente e poderoso." Isaac Newton, pai da Física Clássica (1) Somente um principiante que não sabe nada sobre ciência diria que a ciência descarta a fé. Se você realmente estudar a ciência, ela certamente o levará para mais perto de Deus. Jame Tour, Nanocientista (1) Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito nos aproxima. Louis Pasteur, pai da Microbiologia (1)

6 Referências bibliográficas 1. GEISLER, Norman e TUREK,Frank - Não tenho fé suficiente para ser ateu -- Editora Vida, Editorial Os Grandes Erros da Ciência" - Scientific American Brasil março de HAWKING, Stephen W. Uma Breve História do Tempo: do Big Bang aos Buracos Negros Rio de Janeiro: Rocco HAWKING, Stephen W. e MLODINOW, Leonard - The Grand Design Rio de Janeiro: Nova Fronteira, LEWIS, C.S. Peso de glória Editora Vida BARZUN, Jacques - Science: The Glorious Entertainment, Harper and Row: 1964.

TEOLOGIA. Quanto mais eu estudo a natureza, mais me maravilho com a obra do Criador... Ciência aproxima o homem de Deus.

TEOLOGIA. Quanto mais eu estudo a natureza, mais me maravilho com a obra do Criador... Ciência aproxima o homem de Deus. TEOLOGIA Quanto mais eu estudo a natureza, mais me maravilho com a obra do Criador... Ciência aproxima o homem de Deus Louis Pasteur TEOLOGIA UMA DICOTOMIA ENGANADORA Dr. Jónatas E. M. Machado*, Universidade

Leia mais

É possível não crer em Deus?

É possível não crer em Deus? É possível não crer em Deus? Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Adriana Pizzutti dos Santos É possível não crer em Deus? Adriana Pizzutti dos Santos Ateísmo Ateu é quem não crê na existência

Leia mais

Eu não tenho fé suficiente para ser um ateu

Eu não tenho fé suficiente para ser um ateu Eu não tenho fé suficiente para ser um ateu Aula 2 Evidências do mundo natural: um universo projetado Wesley R. Silva e José Luiz F. Rodrigues Escola Bíblica de Adultos Agosto Setembro 2014 Einstein e

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS

AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS (Atenção: esse texto visa apenas a esclarecer aos estudantes da doutrina da Mensagem acerca de como foi possível ao longo dos anos em nosso país, os ministros distorcerem

Leia mais

Física Quântica e Espiritismo

Física Quântica e Espiritismo Casa de Frei Fabiano 06/09/2015 Claudio C. Conti www.ccconti.com Física Quântica e Espiritismo Cronologia Napoleão III Espiritismo 1852 1870 Napoleão I 1857 1868 Leon Denis 1804 1814 Jung 1846 Einstein

Leia mais

terça-feira, 26 de junho de 12

terça-feira, 26 de junho de 12 Recapitulando: O compromisso do descanso O compromisso do serviço O compromisso da vida comunitária hoje: O compromisso da devocionalidade Cuidamos do corpo e da alma? 1 Timóteo 4.7-8 Versão Revista e

Leia mais

Método científico e Atitude cientifica.

Método científico e Atitude cientifica. Texto complementar: Método científico e Atitude cientifica. Extraido de : Física Conceitual (9ª Edição) Paul G. Hewitt O físico Italiano Galileu Galilei e o filósofo inglês Francis Bacon são geralmente

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

All rights reserved by Self-Realization Fellowship ÍNDICE. Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2

All rights reserved by Self-Realization Fellowship ÍNDICE. Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2 ÍNDICE Prefácio... xi Prólogo... xvi Introdução...2 1. A Universalidade, Necessidade e Unidade da Religião...8 O objetivo comum da vida...8 Definição universal de religião...12 O que significa ser religioso...13

Leia mais

I Plenitude do Espírito e vida familiar

I Plenitude do Espírito e vida familiar 13 I Plenitude do Espírito e vida familiar E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com

Leia mais

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19.

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19. Apresentação do Curso Existem duas formas de se estudar teologia, uma é através da Teologia Bíblica que extrai as verdades que formularão as doutrinas diretamente do texto. A outra maneira é através da

Leia mais

Lição Oito. Amando aos Outros. (Desenvolvendo um Estilo Compassivo de Vida)

Lição Oito. Amando aos Outros. (Desenvolvendo um Estilo Compassivo de Vida) Livrinho 2 Pàgina 60 Lição Oito Amando aos Outros (Desenvolvendo um Estilo Compassivo de Vida) O amor fica ao centro real do Cristianismo. Ele resume numa só palavra a própria essência da fé cristã. Foi

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 A trindade sempre existiu, mas se apresenta com maior clareza com vinda de Cristo e a redação do Novo Testamento. Por exemplo,

Leia mais

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo 1 Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30 PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:2730 FILIPENSES 1:2730 Somente deveis portarvos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo nos são ditas através deste Livro.

Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo nos são ditas através deste Livro. A importância do estudo bíblico para a vida cristã 2 Pedro 1.12-2121 Pr. Fernando Fernandes Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo

Leia mais

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 INTRODUÇÃO O Evangelho de João registra 7 afirmações notáveis de Jesus Cristo. Todas começam com Eu sou. Jesus disse: Eu sou o pão vivo

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação?

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação? A BÍBLIA Parte 2 Objetivo para mudança de vida: Dar ao estudante um senso profundo e duradouro de confiança em sua capacidade de entender a Bíblia. Capacidade esta que lhe foi dada por Deus. Você se lembra

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

John Locke (1632-1704) Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750

John Locke (1632-1704) Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750 John Locke (1632-1704) Biografia Estudou na Westminster School; Na Universidade de Oxford obteve o diploma de médico; Entre 1675 e 1679 esteve na França onde estudou Descartes (1596-1650); Na Holanda escreveu

Leia mais

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC Hebe Laghi de Souza DARWIN e KARDEC U M D I Á L O G O P O S S Í V E L CAMPINAS SP 2007 Sumário prefácio...xvii Capítulo 1 novos conhecimentos... 1 Dois livros, duas teorias um novo rumo...1 Detonando o

Leia mais

Crendo em Deus, Conhecendo-o de verdade. Aula 01/02/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Crendo em Deus, Conhecendo-o de verdade. Aula 01/02/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Crendo em Deus, Conhecendo-o de verdade Aula 01/02/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Crendo em Deus Pesquisa do IBGE (censo 2010) aponta que 92% dos brasileiros creem em Deus ou em um espírito

Leia mais

RECUPERAÇÃO PARALELA - ENSINO RELIGIOSO 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO. Prof.: Cristiano Cordeiro Cruz

RECUPERAÇÃO PARALELA - ENSINO RELIGIOSO 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO. Prof.: Cristiano Cordeiro Cruz RECUPERAÇÃO PARALELA - ENSINO RELIGIOSO 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO Prof.: Cristiano Cordeiro Cruz Ao longo do tempo destinado às atividades da recuperação paralela, você deverá seguir o cronograma apresentado

Leia mais

1) O valor instituído por Deus para o testemunho

1) O valor instituído por Deus para o testemunho O magnífico efeito do testemunho Pr. Harry Tenório (Mateus 10.18) - E sereis até conduzidos à presença dos governadores, e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho a eles, e aos gentios.

Leia mais

00.035.096/0001-23 242 - - - SP

00.035.096/0001-23 242 - - - SP PAGINA 1 O CARÁTER CRISTÃO 7. O CRISTÃO DEVE TER UMA FÉ OPERANTE (Hebreus 11.1-3) Um leitor menos avisado, ao ler o texto pode chegar à conclusão de que a fé cria coisas pelas quais esperamos. A fé não

Leia mais

Jorge Dantas Amorim É POSSÍVEL CONHECER A VERDADE?

Jorge Dantas Amorim É POSSÍVEL CONHECER A VERDADE? Jorge Dantas Amorim É POSSÍVEL CONHECER A VERDADE? É importante deixar claro que este texto tratará do problema da verdade a partir de uma abordagem filosófica, mais especificamente esta problemática será

Leia mais

A Bíblia sustenta a confiabilidade das sensações?

A Bíblia sustenta a confiabilidade das sensações? A Bíblia sustenta a confiabilidade das sensações? Vincent Cheung Qualquer cristão que admite algum grau de confiança no empirismo e na ciência para o conhecimento sobre a realidade faz isso por razões

Leia mais

Texto do dia. "Disse-lhes, então: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus, o que é de Deus" (Lc 20.25).

Texto do dia. Disse-lhes, então: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus, o que é de Deus (Lc 20.25). Lição 12 21/06/2015 Texto do dia "Disse-lhes, então: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus, o que é de Deus" (Lc 20.25). Síntese O exercício da cidadania terrena e a participação política dos servos

Leia mais

A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III

A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III 1 A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III Nas cartas do apóstolo Paulo, a doutrina da justificação é o maravilhoso ensino bíblico de que Deus nos aceita como justos em Cristo e perdoa nossos

Leia mais

www.ree.org.br Sobre as curas espirituais IEEWFM, 7 de maio de 2013

www.ree.org.br Sobre as curas espirituais IEEWFM, 7 de maio de 2013 Sobre as curas espirituais IEEWFM, 7 de maio de 2013 O diálogo a seguir envolve dois assuntos de grande interesse geral: a proteção oferecida pelos espíritos frente às diferentes situações a que somos

Leia mais

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados...

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... Apostila de Fundamentos Arrependimento Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... (Atos 3:19) A r r e p e n d i m e n t o P á g i n a 2 Arrependimento É muito importante

Leia mais

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem?

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? O Batismo nas Águas O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? É UMA ORDENANÇA DE JESUS O batismo é uma ordenança clara de Jesus para todo aquele que

Leia mais

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA 1 40 dias vivendo para Jesus 12/05/2013 At 1 4 Um dia, quando estava com os apóstolos, Jesus deu esta ordem: Fiquem em Jerusalém e esperem até que o Pai

Leia mais

Atribuam ao Senhor glória e força (...) A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é majestosa. Salmos 29.1 e 4

Atribuam ao Senhor glória e força (...) A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é majestosa. Salmos 29.1 e 4 Precisa-se de Pais Espirituais Objetivo do Senhor: - Glorificar o nome de Deus, revelar Seu poder e beleza e atribuir a Ele toda glória. - Provocar o desejo de marcar significativamente a sua descendência/

Leia mais

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE É Preciso saber Viver Interpretando A vida na perspectiva da Espiritualidade Cristã Quem espera que a vida seja feita de ilusão Pode até ficar maluco ou morrer na solidão É

Leia mais

Apostila Fundamentos. Batismo nas Águas. batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19

Apostila Fundamentos. Batismo nas Águas. batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19 Apostila Fundamentos Batismo nas Águas batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19 B a t i s m o n a s Á g u a s P á g i n a 2 Batismo nas Águas Este é outro passo que está

Leia mais

OLHANDO FIRMEMENTE PARA JESUS

OLHANDO FIRMEMENTE PARA JESUS OLHANDO FIRMEMENTE PARA JESUS Autor e Consumador da Nossa Fé (Hebreus 12) Introdução: Para uma melhor compreensão do texto sobre o qual vamos meditar durante todo esse ano, é necessário observar que ele

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

Princípios de Fé Estudo 1

Princípios de Fé Estudo 1 Estudo 1 1 Tema: A fé e a comunhão Texto Base: o que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com

Leia mais

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO INTRODUÇÃO Síntese sobre a Teoria da Evolução Química. Criacionismo (fundamentado na fé e na religião). É a primeira explicação para perguntas sobre a origem do Universo, da

Leia mais

Curso Bíblico. Discipulado de Integração. Discipulado de Integração

Curso Bíblico. Discipulado de Integração. Discipulado de Integração Curso Bíblico Discipulado de Integração Curso Bíblico Gratuito Para Novos Discípulos de Jesus Cristo Quando aceitamos o evangelho, cremos em Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor, temos o nascimento

Leia mais

Projetado Para Ser Espiritual

Projetado Para Ser Espiritual Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church Projetado Para Ser Espiritual A Série das Verdades do Evangelho (caderno2) Designed to Be Spiritual Tradução Pr. Anastácio Pereira de Sousa Primeira

Leia mais

Leis Morais Lei da Igualdade. Sandra Veiga 01/04/2015

Leis Morais Lei da Igualdade. Sandra Veiga 01/04/2015 Leis Morais Lei da Igualdade Sandra Veiga Sandra Veiga A Idade Moderna Contexto da França Pré-revolucionária 1- Crise econômica: A França era basicamente agrária e semifeudal, aliada ao crescimento demográfico

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Na Luz da Mediunidade

Na Luz da Mediunidade THEREZINHA OLIVEIRA Na Luz da Mediunidade (Os mortos vivem e se comunicam) Campinas-SP 2007 Sumário 1. Vida, Sempre Vida! A vida é um mistério...1 O temor da morte...2 Vida paralela à vida...3 Haverá vida

Leia mais

Deputado ADELOR VIEIRA pronuncia o seguinte discurso. na SESSÃO SOLENE do dia 09.12.05 sobre DIA DA BÍBLIA.

Deputado ADELOR VIEIRA pronuncia o seguinte discurso. na SESSÃO SOLENE do dia 09.12.05 sobre DIA DA BÍBLIA. Deputado ADELOR VIEIRA pronuncia o seguinte discurso na SESSÃO SOLENE do dia 09.12.05 sobre DIA DA BÍBLIA. Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, o dia da Bíblia surgiu, em 1549 na Grã-Bretanha, quando

Leia mais

FILOSOFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE FILOSOFIA

FILOSOFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE FILOSOFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE FILOSOFIA A prova de filosofia se mostrou abrangente em relação aos conteúdos propostos. Destacamos algumas pequenas observações nas questões envolvendo o livro X da República de

Leia mais

O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 Perseverando com graça - Efésios 6.18-24

O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 Perseverando com graça - Efésios 6.18-24 Perseverando com graça Efésios 6.18-24 O povo da graça: um estudo em Efésios # 34 18 Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Os Sete Termos Sinônimos de Deus Satisfazem a Necessidade que o Mundo Tem de um Novo Sistema de Referência

Os Sete Termos Sinônimos de Deus Satisfazem a Necessidade que o Mundo Tem de um Novo Sistema de Referência Os Sete Termos Sinônimos de Deus Satisfazem a Necessidade que o Mundo Tem de um Novo Sistema de Referência Joel Jessen Traduzido para o Português do Brasil por Guita R. Herman a partir da versão inglesa

Leia mais

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Copyright 2009 por Marcos Paulo Ferreira Eliézer dos Santos Magalhães Aridna Bahr Todos os direitos em língua portuguesa reservados por: A. D. Santos Editora Al. Júlia da Costa, 215 80410-070 - Curitiba

Leia mais

MEDIUNIDADE COM JESUS CRÔNICAS DO ALÉM TÚMULO DE HUMBERTO DE CAMPOS- PSICOGRAFIA DE CHICO XAVIER

MEDIUNIDADE COM JESUS CRÔNICAS DO ALÉM TÚMULO DE HUMBERTO DE CAMPOS- PSICOGRAFIA DE CHICO XAVIER MEDIUNIDADE COM JESUS CRÔNICAS DO ALÉM TÚMULO DE HUMBERTO DE CAMPOS- PSICOGRAFIA DE CHICO XAVIER 1 REUNIDO ESTAVA O REINO DAS SOMBRAS. E O PODEROSO CHEFE DAS TREVAS. ESTAVA PREOCUPADO COM O ESPIRITISMO

Leia mais

A Filosofia das Origens

A Filosofia das Origens XIII SEMINÁRIO A FILOSOFIA DAS ORIGENS Rio de Janeiro 18-19 19 / 08 / 2012 A Filosofia das Origens Nahor N. Souza Jr. INTRODUÇÃO I. EMPIRISMO (Observação e Experimentação) II. TEOLOGIA (Bíblica ou Filosófica)

Leia mais

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação)

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação) O batismo do Espírito Santo (continuação) #62 Estamos falando sobre alguns dons do Espírito Santo; falamos de suas obras, dos seus atributos, como opera o novo nascimento e, por último, estamos falando

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso!

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso! 2015 NOSSO CONTEXTO GLOBAL: Quase 3 bilhões de pessoas online Quase 2 bilhões de smartphones 33% de toda a atividade online é assistindo a vídeos BRAZIL: Mais de 78% dos jovens (15-29) usam internet. São

Leia mais

Igreja Batista Renovada de Boituva www.igrejabatista.boituvasp.com.br

Igreja Batista Renovada de Boituva www.igrejabatista.boituvasp.com.br 34 Lição 5 A Quem deve ser batizado? Antes de subir ao céu, o Senhor Jesus Cristo ordenou aos seus discípulos: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda a criatura. Quem crê e for batizado

Leia mais

O INVESTIMENTO. 4 pontos principais para apresentar a mensagem do Evangelho a qualquer pessoa:

O INVESTIMENTO. 4 pontos principais para apresentar a mensagem do Evangelho a qualquer pessoa: Lição 5 O INVESTIMENTO QUEBRA GELO: Compartilhe qual foi o maior investimento que você fez em sua vida. Por que você investiu? O que lhe garantiu o sucesso? VERSO DA SEMANA: Estejam sempre preparados para

Leia mais

Prisões mentais. Escrito por Mário Moreno Dom, 05 de Junho de 2011 15:37. Prisões mentais

Prisões mentais. Escrito por Mário Moreno Dom, 05 de Junho de 2011 15:37. Prisões mentais Prisões mentais Hoje podemos afirmar que há satan o adversário conseguiu algo muito grande quando fez o homem pecar além de fazer dele um peregrino fora do Gan Éden e de tirar-lhe a imortalidade. O adversário

Leia mais

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mateus 6:12). Esta é uma lição importante. Fixamos as condições para o nosso próprio

Leia mais

Lição 4. Usando a Bíblia. A importância da Bíblia na sua vida: É muito importante que um novo cristão estabeleça o

Lição 4. Usando a Bíblia. A importância da Bíblia na sua vida: É muito importante que um novo cristão estabeleça o Livro 1 página 28 Lição 4 Usando a Bíblia A importância da Bíblia na sua vida: É muito importante que um novo cristão estabeleça o hábito de ler regularmente a Bíblia. É uma fonte de bênção, inspiração,

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Deus criou o universo do nada! E o ponto de partida é:

Deus criou o universo do nada! E o ponto de partida é: Aula 1 18/02/2015 Deus criou o universo do nada! E o ponto de partida é: No principio, criou Deus os céus e a terra (Gn 1.1) O verbo hebraico bãrã, criou, denota o conceito de iniciar alguma coisa nova.

Leia mais

Predestinação. Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Predestinação. Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S S O homem é pecador Romanos 3:9-18 S Pecadores merecem a morte Genesis 2:17, Romanos 6:23 S Portanto, se é para Deus ser justo e dar somente o que

Leia mais

A Bíblia. J. Gresham Machen

A Bíblia. J. Gresham Machen 1 A Bíblia J. Gresham Machen Já observamos que o liberalismo moderno perdeu de vista os dois grandes pressupostos da mensagem cristã o Deus vivo e o fato do pecado. Tanto a doutrina liberal de Deus quanto

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura Palestrante: Altivo Pamphiro Rio de Janeiro 13/10/2000 Organizadores da palestra: Moderador:

Leia mais

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar?

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? O livre arbítrio tem sido definido como a capacidade que o homem tem de escolher entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, e é óbvio, a de

Leia mais

LIÇÃO 7 Da Pluralidade dos Mundos Habitados. 2010 United States Spiritist Council

LIÇÃO 7 Da Pluralidade dos Mundos Habitados. 2010 United States Spiritist Council LIÇÃO 7 Da Pluralidade dos Mundos Habitados 2010 United States Spiritist Council Existência*de*Deus! Existência dos espíritos e sua sobrevivência após a morte* Reencarnação* Pluralidade dos mundos habitados*

Leia mais

TI GO A T U A N T LIÇÃO - 06 IV TRIMESTRE

TI GO A T U A N T LIÇÃO - 06 IV TRIMESTRE cartas de TI GO 2014 IV TRIMESTRE LIÇÃO - 0 FÉ A T U A N T E RELEMBRANDO eé O homem com anel de ouro Luta de Classes Amor ao Próximo Toda a Lei Julgado pela Lei Resumo: O equilíbrio entre juízo e misericórdia

Leia mais

MITOS NA HISTORIA DAS RELACOES ENTRE CIENCIA E ESPIRITUALIDADE

MITOS NA HISTORIA DAS RELACOES ENTRE CIENCIA E ESPIRITUALIDADE MITOS NA HISTORIA DAS RELACOES ENTRE CIENCIA E ESPIRITUALIDADE 1 Alexander Moreira-Almeida NUPES Núcleo de Pesquisas em Espiritualidade e Saúde Fac. de Medicina - Universidade Federal Juiz de Fora CONHECIMENTO

Leia mais

MITO. De MÝEIN se fez a palavra MÝSTES, iniciado nos mistérios, de onde derivou MYSTÉRION, doutrina secreta, arcano, culto secreto.

MITO. De MÝEIN se fez a palavra MÝSTES, iniciado nos mistérios, de onde derivou MYSTÉRION, doutrina secreta, arcano, culto secreto. MITO Mito vem do Grego MYTHÓS, que tinha um grande número de significados dentro de uma idéia básica: discurso, mensagem palavra, assunto, invenção, lenda, relato imaginário. Modernamente está fixada nestes

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

13 SE VOCÊ CRÊ. Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você.

13 SE VOCÊ CRÊ. Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você. 13 SE VOCÊ CRÊ Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você. Isto é assim porque os seus pensamentos surgem de suas características

Leia mais

SEMINÁRIO O SIGNIFICADO DAS LEIS DIVINAS NO TRABALHO VOLUNTÁRIO. www.espiritizar.com.br

SEMINÁRIO O SIGNIFICADO DAS LEIS DIVINAS NO TRABALHO VOLUNTÁRIO. www.espiritizar.com.br SEMINÁRIO O SIGNIFICADO DAS LEIS DIVINAS NO TRABALHO A PROGRAMAÇÃO DA REENCARNAÇÃO Meditando sobre o significado das Leis Divinas em nossas vidas: Feche os olhos e entre em contato com você mesmo(a) em

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e I João 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Perda dos Entes Queridos Palestrante: Mauro Operti Rio de Janeiro 08/05/1998 Organizadores da palestra: Moderador: Macroz (nick:

Leia mais

Transforme sua vida com o Poder do Subconsciente

Transforme sua vida com o Poder do Subconsciente Transforme sua vida com o Poder do Subconsciente Texto compilado e adaptado por Chris Allmeida Para começar, um exercício... Sem muitas delongas, iniciemos este estudo com uma prática efetiva para ativar

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

RESUMO. Palavras-chave fenomenologia; método; mística

RESUMO. Palavras-chave fenomenologia; método; mística RESUMO FENOMENOLOGIA E MÍSTICA Uma abordagem metodológica Elton Moreira Quadros Professor substituto na Univ. Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Faculdade Juvência Terra (FJT) Instituto de Filosofia

Leia mais

UM NOVO JEITO DE ORAR!

UM NOVO JEITO DE ORAR! Semana 13 a 18 de Julho célula@pibnet.com.br Momento 1-30 min- Quebra-Gelo e Lanche. Líder: nesse momento de chegada das pessoas priorize servir o lanche e ter um momento de descontração. Momento 2 - NOVA

Leia mais

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling.

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renunciese a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar

Leia mais

JONATHAN BLACK A HISTÓRIA SAGRADA COMO OS ANJOS, OS MÍSTICOS E A INTELIGÊNCIA SUPERIOR CRIARAM O NOSSO MUNDO TRADUÇÃO DE MÁRCIA FRAZÃO

JONATHAN BLACK A HISTÓRIA SAGRADA COMO OS ANJOS, OS MÍSTICOS E A INTELIGÊNCIA SUPERIOR CRIARAM O NOSSO MUNDO TRADUÇÃO DE MÁRCIA FRAZÃO JONATHAN BLACK A HISTÓRIA SAGRADA COMO OS ANJOS, OS MÍSTICOS E A INTELIGÊNCIA SUPERIOR CRIARAM O NOSSO MUNDO TRADUÇÃO DE MÁRCIA FRAZÃO 1 O orvalho cai docemente...... N o início não havia nem tempo nem

Leia mais

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1 Bíblia Sagrada Novo Testamento Primeira Epístola de São João virtualbooks.com.br 1 Capítulo 1 1 O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado

Leia mais

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus A Identidade da Igreja do Senhor Jesus Atos 20:19-27 (Ap. Paulo) Fiz o meu trabalho como Servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos

Leia mais

O DEMÔNIO DE CADA UM DE NÓS A QUESTÃO DO BEM E DO MAL -O DIABO EXISTE REALMENTE?-

O DEMÔNIO DE CADA UM DE NÓS A QUESTÃO DO BEM E DO MAL -O DIABO EXISTE REALMENTE?- O DEMÔNIO DE CADA UM DE NÓS A QUESTÃO DO BEM E DO MAL -O DIABO EXISTE REALMENTE?- 1 2 O DEMÔNIO DE CADA UM DE NÓS A QUESTÃO DO BEM E DO MAL -O DIABO EXISTE REALMENTE?- Hideraldo Montenegro 3 Hideraldo

Leia mais

A Experiência do Novo Nascimento

A Experiência do Novo Nascimento Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church A Experiência do Novo Nascimento A Série das Verdades do Evangelho (caderno 6) The Born Again Experience Tradução Pr. Anastácio Pereira de Sousa

Leia mais

Interpenetração de dois cumprimentos

Interpenetração de dois cumprimentos Abordagem Bíblica e Teológica Interpenetração de dois cumprimentos Por Defensores do Evangelho Que a graça e a paz do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo seja convosco! Introdução Este tema é extremamente

Leia mais

Caracterização Cronológica

Caracterização Cronológica Caracterização Cronológica Filosofia Medieval Século V ao XV Ano 0 (zero) Nascimento do Cristo Plotino (204-270) Neoplatônicos Patrística: Os grandes padres da igreja Santo Agostinho ( 354-430) Escolástica:

Leia mais