CALENDÁRIO DE OBRIGATORIEDADE EMISSAO DE NOTA FISCAL DE CONSUMIDOR ELETRONICA NO ESTADO DO PARANÁ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CALENDÁRIO DE OBRIGATORIEDADE EMISSAO DE NOTA FISCAL DE CONSUMIDOR ELETRONICA NO ESTADO DO PARANÁ"

Transcrição

1 CALENDÁRIO DE OBRIGATORIEDADE EMISSAO DE NOTA FISCAL DE CONSUMIDOR ELETRONICA NO ESTADO DO PARANÁ A Secretaria de Fazenda do estado do Paraná publicou no último dia 09/04/2015 a Resolução SEFA 145/2015 que instituiu os prazos de obrigatoriedade da NFC-e para o estado, segue resumo dos prazos, lembrando que para efeito de enquadramento utiliza-se o CNAE principal da empresa: 1º de julho de 2015: /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE COMBUSTÍVEIS PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES 1º de agosto de 2015: /01 RESTAURANTES E SIMILARES /02 BARES e OUTROS ESTABELECIMENTOS ESPECIALIZADOS EM SERVIR BEBIDAS /03 LANCHONETES, CASAS DE CHÁ, DE SUCOS e SIMILARES /00 SERVIÇOS AMBULANTES DE ALIMENTAÇÃO /01 FORNECIMENTO DE ALIMENTOS PREPARADOS PREPONDERANTEMENTE PARA EMPRESAS /02 SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO PARA EVENTOS e RECEPÇÕES BUFE /03 CANTINAS SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO PRIVATIVOS /04 FORNECIMENTO DE ALIMENTOS PREPARADOS PREPONDERANTEMENTE PARA CONSUMO DOMICILIAR /00 COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS e ACESSÓRIOS /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE LIVROS /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE JORNAIS e REVISTAS /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE DISCOS, CDS, DVDS e FITAS /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE ÓPTICA /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE VIAGEM /06 COMÉRCIO VAREJISTA DE FOGOS DE ARTIFÍCIO e ARTIGOS

2 PIROTÉCNICOS /09 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARMAS e MUNIÇÕES 1º de setembro de 2015: /01 COMÉRCIO a VAREJO DE AUTOMÓVEIS, CAMIONETAS e UTILITÁRIOS NOVOS /02 COMÉRCIO a VAREJO DE AUTOMÓVEIS, CAMIONETAS e UTILITÁRIOS USADOS /03 COMÉRCIO a VAREJO DE PEÇAS e ACESSÓRIOS NOVOS PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES /04 COMÉRCIO a VAREJO DE PEÇAS e ACESSÓRIOS USADOS PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES /05 COMÉRCIO a VAREJO DE PNEUMÁTICOS e CÂMARAS-DE-AR /03 COMÉRCIO a VAREJO DE MOTOCICLETAS e MOTONETAS NOVAS /04 COMÉRCIO a VAREJO DE MOTOCICLETAS e MOTONETAS USADAS /05 COMÉRCIO a VAREJO DE PEÇAS e ACESSÓRIOS PARA MOTOCICLETAS e MOTONETAS /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE LUBRIFICANTES /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE GÁS LIQÜEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE CALÇADOS /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE TECIDOS /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE ARMARINHO /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE SUVENIRES, BIJUTERIAS e ARTESANATOS 1º de outubro de 2015: /01 PADARIA e CONFEITARIA COM PREDOMINÂNCIA DE PRODUÇÃO PRÓPRIA /02 PADARIA e CONFEITARIA COM PREDOMINÂNCIA DE REVENDA /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE JOALHERIA /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE RELOJOARIA /99 COMÉRCIO VAREJISTA DE OUTROS ARTIGOS USADOS /01 COMERCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE EQUIPAMENTOS E

3 SUPRIMENTOS DE INFORMATICA /05 COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS SANEANTES DOMISSANITÁRIOS /99 COMÉRCIO VAREJISTA DE OUTROS PRODUTOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE /00 COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE ELETRODOMÉSTICOS e EQUIPAMENTOS DE ÁUDIO e VÍDEO /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE MÓVEIS /03 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE ILUMINAÇÃO /00 COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE EQUIPAMENTOS DE TELEFONIA e COMUNICAÇÃO 1º de novembro de 2015: /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DO VESTUÁRIO e ACESSÓRIOS /02 RECARGA DE CARTUCHOS PARA EQUIPAMENTOS DE INFORMATICA /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE ANTIGUIDADES /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE PLANTAS e FLORES NATURAIS /03 COMÉRCIO VAREJISTA DE OBJETOS DE ARTE /07 COMÉRCIO VAREJISTA DE EQUIPAMENTOS PARA ESCRITÓRIO /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE TINTAS e MATERIAIS PARA PINTURA /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL ELÉTRICO /03 COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAIS HIDRÁULICOS /04 COMÉRCIO VAREJISTA DE CAL, AREIA, PEDRA BRITADA, TIJOLOS e TELHAS /05 COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE /06 COMERCIO VAREJISTA DE PEDRAS PARA REVESTIMENTO /99 COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO EM GERAL 1º de dezembro de 2015: /01 LOJAS DE DEPARTAMENTOS OU MAGAZINES /02 LOJAS DE VARIEDADES, EXCETO LOJAS DE DEPARTAMENTOS OU MAGAZINES

4 4713-0/03 LOJAS DUTY FREE DE AEROPORTOS INTERNACIONAIS /01 TABACARIA /02 COMERCIO VAREJISTA DE MERCADORIAS EM LOJAS DE CONVENIENCIA /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE BRINQUEDOS e ARTIGOS RECREATIVOS /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS ESPORTIVOS /04 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE CAÇA, PESCA e CAMPING /03 COMÉRCIO VAREJISTA DE BICICLETAS e TRICICLOS, PEÇAS e ACESSÓRIOS /05 COMÉRCIO VAREJISTA DE EMBARCAÇÕES e OUTROS VEÍCULOS RECREATIVOS, PEÇAS e ACESSÓRIOS /03 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE PAPELARIA /03 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE CAMA, MESA e BANHO /00 COMÉRCIO VAREJISTA ESPECIALIZADO DE PEÇAS e ACESSÓRIOS PARA APARELHOS ELETROELETRÔNICOS PARA USO DOMÉSTICO, EXCETO INFORMÁTICA /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE TAPEÇARIA, CORTINAS e PERSIANAS /99 COMÉRCIO VAREJISTA DE OUTROS ARTIGOS DE USO DOMÉSTICO NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE COLCHOARIA /04 COMÉRCIO VAREJISTA DE DOCES, BALAS, BOMBONS e SEMELHANTES /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE BEBIDAS /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE COSMÉTICOS, PRODUTOS DE PERFUMARIA e DE HIGIENE PESSOAL /04 COMÉRCIO VAREJISTA DE ANIMAIS VIVOS e DE ARTIGOS e ALIMENTOS PARA ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO /08 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS FOTOGRÁFICOS e PARA FILMAGEM /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE VIDROS /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE FERRAGENS e FERRAMENTAS /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE MADEIRA e ARTEFATOS

5 1º de janeiro de 2016: /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE MERCADORIAS EM GERAL, COM PREDOMINÂNCIA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS HIPERMERCADOS /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE MERCADORIAS EM GERAL, COM PREDOMINÂNCIA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS SUPERMERCADOS /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE MERCADORIAS EM GERAL, COM PREDOMINÂNCIA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS MINI-MERCADOS, MERCEARIAS e ARMAZÉNS /03 COMÉRCIO VAREJISTA DE LATICÍNIOS e FRIOS /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE CARNES AÇOUGUES /02 PEIXARIA /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE HORTIFRUTIGRANJEIROS /99 COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS EM GERAL OU SPECIALIZADO EM PRODUTOS ALIMENTÍCIOS NÃO ESPECIFICADOS ANTERIORMENTE /01 COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS, SEM MANIPULAÇÃO DE FORMULAS /02 COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS, COM MANIPULAÇÃO DE FORMULAS /03 COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS HOMEOPÁTICOS /04 COMÉRCIO VAREJISTA DE MEDICAMENTOS VETERINÁRIOS /00 COMÉRCIO VAREJISTA DE ARTIGOS MÉDICOS e ORTOPÉDICOS TODOS OS CONTRIBUINTES QUE PROMOVAM OPERACOES DE COMERCIO VAREJISTA O correto é ler a Resolução SEFA 145/2015, na integra para verificar todos os detalhes.

ANEXO I. SEGMENTO ECONÔMICO/CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS CNAE (principal)

ANEXO I. SEGMENTO ECONÔMICO/CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS CNAE (principal) ANEXO I SEGMENTO ECONÔMICO/CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS CNAE (principal) SEGMENTO ECONÔMICO CNAE (Subclasse) Alimentação 1091102 Alimentação 4721102 Alimentação 4721103 Alimentação 4721104

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÍMULO À CIDADANIA FISCAL. Mês/Ano - Código de Nacional de Atividade Econômica - CNAE

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÍMULO À CIDADANIA FISCAL. Mês/Ano - Código de Nacional de Atividade Econômica - CNAE CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÍMULO À CIDADANIA FISCAL Mês/Ano - Código de Nacional de Atividade Econômica - CNAE OUTUBRO/2007 5611_2/01 - RESTAURANTES E SIMILARES NOVEMBRO/2007 4721_1/01

Leia mais

Pernambuco estabelece calendário de obrigatoriedade para a emissão de NFC-e

Pernambuco estabelece calendário de obrigatoriedade para a emissão de NFC-e Pernambuco estabelece calendário de obrigatoriedade para a emissão de NFC-e Informamos que o estado de Pernambuco, através da Portaria SF nº 192, de 27.09.2017, instituiu cronograma de obrigatoriedade

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA LB% ATIVIDADE ECONÔMICA Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários novos

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA LB% ATIVIDADE ECONÔMICA Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários novos GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA ANEXO ÚNICO À PORTARIA SEFAZ N o 1799, de 30 de dezembro de 2002. (Redação dada pela Portaria nº 011 de 11.01.07). CÓDIGO CÓDIGO 1.0 2.0 LB% ATIVIDADE

Leia mais

RESOLUÇÃO SEFA Nº 145/2015

RESOLUÇÃO SEFA Nº 145/2015 O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, com fundamento nos Ajustes SINIEF 1/2013, 22/2013 e 5/2014; no inciso XIV do art. 45 da Lei n. 8.485, de 3 de junho de 1987; no 4º do art. 26 da Lei Complementar n. 123,

Leia mais

Setor produtivo G03 - Borracha e Plástico. Contém estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE /01 Confecção de roupas profissionais, exceto sob

Setor produtivo G03 - Borracha e Plástico. Contém estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE /01 Confecção de roupas profissionais, exceto sob Setor produtivo G03 - Borracha e Plástico. Contém 1114186 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 1413-4/01 Confecção de roupas profissionais, exceto sob medida 1413-4/02 Confecção, sob medida, de roupas

Leia mais

Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado

Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado RESOLUÇÃO SEFA Nº 145/2015 Publicada no DOE 9428 de 09.04.2015 O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, com fundamento nos Ajustes

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA COMÉRCIO VAREJISTA

CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA COMÉRCIO VAREJISTA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA COMÉRCIO VAREJISTA Ope Legis Consultoria Empresarial RECEITA BRUTA COMÉRCIO VAREJISTA Governo desloca a contribuição previdenciária patronal sobre a folha

Leia mais

Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado

Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado RESOLUÇÃO SEFA Nº 145/2015 Publicada no DOE 9428 de 09.04.2015 O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, com fundamento nos Ajustes SINIEF 1/2013, 22/2013 e 5/2014; no inciso XIV do art. 45 da Lei n. 8.485, de

Leia mais

Diário Oficial do Estado de São Paulo Seção 1 Volume 126 Número 243 São Paulo, quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Diário Oficial do Estado de São Paulo Seção 1 Volume 126 Número 243 São Paulo, quarta-feira, 28 de dezembro de 2016 Diário Oficial do Estado de São Paulo Seção 1 Volume 126 Número 243 São Paulo, quarta-feira, 28 de dezembro de 2016 DECRETO Nº 62.385, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2016 Dispõe sobre a possibilidade de contribuintes

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE JANEIRO DE O SECRETÁRIO DA FAZENDA DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições legais, e

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE JANEIRO DE O SECRETÁRIO DA FAZENDA DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições legais, e INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE JANEIRO DE 2017 *Publicada no DOE em 01/02/2017. DISPÕE SOBRE A OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DO CUPOM FISCAL ELETRÔNICO (CF-E) POR MEIO DE MÓDULO FISCAL ELETRÔNICO (MFE)

Leia mais

ANEXO VII RELAÇÕES DAS ATIVIDADES DISPENSADAS DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

ANEXO VII RELAÇÕES DAS ATIVIDADES DISPENSADAS DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL ANEXO VII RELAÇÕES DAS ATIVIDADES DISPENSADAS DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL Atividades Dispensada de Licenciamento Indústrias Diversas, estocagem, alimentos, serviços e obras Academias da Ginástica e Fisioterapia.

Leia mais

Relação de Comércios de Passo Fundo 2004

Relação de Comércios de Passo Fundo 2004 Relação de Comércios de Passo Fundo 2004 Tipo de Comércio Comércio de Confecções 781 Comércio de Tecidos 10 Comércio de Calçados 35 Comércio de Artigos Esportivos 18 Comércio de Artigos de Cama, Mesa e

Leia mais

NORMA TÉCNICA 14/2014

NORMA TÉCNICA 14/2014 ESTADO DE GOIÁS CORPO DE BOMBEIROS MILITAR NORMA TÉCNICA 14/2014 CARGA DE INCÊNDIO NAS EDIFICAÇÕES E ÁREAS DE RISCO SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências normativas e bibliográficas 4 Definições

Leia mais

CNAE -ATIVIDADES DE MENOR RISCO SANITÁRIO CÓDIGO DESCRIÇÃO

CNAE -ATIVIDADES DE MENOR RISCO SANITÁRIO CÓDIGO DESCRIÇÃO ANEXO ÚNICO CNAE -ATIVIDADES DE MENOR RISCO SANITÁRIO CÓDIGO DESCRIÇÃO 1 8730-1/02 Albergues assistenciais 2 7739-0/03 Aluguel de palcos, coberturas e outras estruturas de uso temporário, exceto andaimes.

Leia mais

COMÉRCIO Comércio varejista de produtos alimentícios. Comércio varejista de artigos e aparelhos de uso pessoal e domiciliar

COMÉRCIO Comércio varejista de produtos alimentícios. Comércio varejista de artigos e aparelhos de uso pessoal e domiciliar Página 1 de 9 ANEXO XXI CLASSIFICAÇÃO DOS USOS INSTALADOS EM ZEIS, REPERCUSSÕES NEGATIVAS DAS ATIVIDADES E MEDIDAS MITIGADORAS DAS REPERCUSSÕES NEGATIVAS (Incluído como Anexo XVI da Lei n 8.137/00) 472110100

Leia mais

NOVO ECF. Cronograma de obrigatoriedade e proibições (NOVO ECF, SAT FISCAL, NFC-e, ECF e MFE) ASSUNTOS REGULATÓRIOS. Rev.6.1 Atualizado em 30/05/2017

NOVO ECF. Cronograma de obrigatoriedade e proibições (NOVO ECF, SAT FISCAL, NFC-e, ECF e MFE) ASSUNTOS REGULATÓRIOS. Rev.6.1 Atualizado em 30/05/2017 Cronograma de obrigatoriedade e proibições (NOVO ECF, SAT FISCAL, NFC-e, ECF e MFE) Este documento deve ser utilizado como consulta sobre os prazos estabelecidos pela legislação a respeito do uso de tecnologias

Leia mais

NOVO ECF. Cronograma de obrigatoriedade e proibições (NOVO ECF, SAT FISCAL, NFC-e, ECF e MFE) ASSUNTOS REGULATÓRIOS. Rev.6.3 Atualizado em 25/08/2017

NOVO ECF. Cronograma de obrigatoriedade e proibições (NOVO ECF, SAT FISCAL, NFC-e, ECF e MFE) ASSUNTOS REGULATÓRIOS. Rev.6.3 Atualizado em 25/08/2017 Cronograma de obrigatoriedade e proibições (NOVO ECF, SAT FISCAL, NFC-e, ECF e MFE) Este documento deve ser utilizado como consulta sobre os prazos estabelecidos pela legislação a respeito do uso de tecnologias

Leia mais

COMÉRCIO Comércio varejista de produtos alimentícios. Comércio varejista de artigos e aparelhos de uso pessoal e domiciliar

COMÉRCIO Comércio varejista de produtos alimentícios. Comércio varejista de artigos e aparelhos de uso pessoal e domiciliar ANEXO XXIII CLASSIFICAÇÃO DOS USOS INSTALADOS EM ZEIS, REPERCUSSÕES NEGATIVAS DAS ATIVIDADES E MEDIDAS MITIGADORAS DAS REPERCUSSÕES NEGATIVAS (Incluído como Anexo XVI da Lei n 8.137/00) Código CNAE 2.0

Leia mais

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista Ampliado

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista Ampliado COMENTÁRIOS Em fevereiro de 2015, o Comércio Varejista do País registrou variação de -0,1%, para o volume de vendas e de 0,7% para a receita nominal, ambas as variações com relação ao mês anterior, ajustadas

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Sondagem do comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Sondagem do comércio Nº 41 Outubro/2014 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro registrou, em agosto de 2014, alta de 1,1% em relação ao mesmo

Leia mais

Setor produtivo G08 - Metalurgia (3). Contém estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE /99 Extração de outros minerais não-metálicos não

Setor produtivo G08 - Metalurgia (3). Contém estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE /99 Extração de outros minerais não-metálicos não Setor produtivo G08 - Metalurgia (3). Contém 1393107 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0899-1/99 Extração de outros minerais não-metálicos não especificados anteriormente 1091-1/01 Fabricação de

Leia mais

CNAE DESCRIÇÃO RISCO Resolução CGSIM 22 RISCO CORPO DE BOMBEIROS RISCO CETESB RISCO VISA VISA MUNICIPAL 0159-8/02 Criação de animais de estimação

CNAE DESCRIÇÃO RISCO Resolução CGSIM 22 RISCO CORPO DE BOMBEIROS RISCO CETESB RISCO VISA VISA MUNICIPAL 0159-8/02 Criação de animais de estimação CNAE DESCRIÇÃO RISCO Resolução CGSIM 22 RISCO CORPO DE BOMBEIROS RISCO CETESB RISCO VISA VISA MUNICIPAL 0159-8/02 Criação de animais de estimação 0161-0/01 Serviço de pulverização e controle de pragas

Leia mais

Av. Baruel, São Paulo - SP - CEP (11)

Av. Baruel, São Paulo - SP - CEP (11) Vide Medida Provisória nº 582, de 2012 NCM 02.03 02.06 02.09 02.10.1 05.04 05.05 05.07 05.10 05.11 Capítulo 16 Capítulo 19 2515.11.00 2515.12.10 2516.11.00 2516.12.00 30.02 30.03 30.04 3005.90.90 3815.12.10

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Nº 47 - Outubro/2015 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro apontou, em julho de 2015, queda de 4,0% em relação ao mesmo

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral Contribuinte, Confira os dados de Identificação da Pessoa Jurídica e, se houver qualquer divergência, providencie junto à RFB a sua atualização cadastral.

Leia mais

FECOMERCIO-SP. Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo

FECOMERCIO-SP. Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo Empregador do Comércio FECOMERCIO-SP Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo Corretor Parceiro, conheça as atividades econômicas dos associados à Fecomercio-SP. CNAE 3513-1/00

Leia mais

COMÉRCIO Comércio varejista de produtos alimentícios

COMÉRCIO Comércio varejista de produtos alimentícios 472110100 472110200 ANEXO XII CLASSIFICAÇÃO DOS USOS, REPERCUSSÕES NEGATIVAS E MEDIDAS MITIGADORAS DAS REPERCUSSÕES NEGATIVAS (Substitui o Anexo X da Lei 7166/96) Padaria e confeitaria com predominância

Leia mais

ATIVIDADES DO VAREJO

ATIVIDADES DO VAREJO CNAE - Classificação Nacional de Atividades Econômicas O SINDECC/MG é o legítimo representante dos Profissionais vinculados às atividades econômicas abaixo relacionadas, bem como dos Profissionais dos

Leia mais

Pesquisa Anual de Comércio

Pesquisa Anual de Comércio Comunicação Social 06 de maio de 2004 Pesquisa Anual de Comércio Em 2002, Supermercados e Combustíveis faturaram mais Em 2002, os ramos que mais se destacaram em termos de faturamento no comércio varejista

Leia mais

Setor produtivo G04 - Confecção e Têxtil. Contém estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE /00 Preparação e fiação de fibras de algodão

Setor produtivo G04 - Confecção e Têxtil. Contém estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE /00 Preparação e fiação de fibras de algodão Setor produtivo G04 - Confecção e Têxtil. Contém 1937980 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 1311-1/00 Preparação e fiação de fibras de algodão 1312-0/00 Preparação e fiação de fibras têxteis naturais,

Leia mais

Data de Ingresso 01/12/ /08/ /11/ /03/2015

Data de Ingresso 01/12/ /08/ /11/ /03/2015 SETOR 1. Serviços de Tecnologia da Informação (TI) e de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) Análise e desenvolvimento de sistemas Data de Ingresso Alíquotas Programação Análise e desenvolvimento

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012 Publicada no DOE(Pa) de 14.08.12. Vide IN 16/12, que trata do registro eletrônico de documentos fiscais. Alterada pelas IN 17/12, 03/14, 23/14. Vide

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Sondagem do comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Sondagem do comércio Nº 45- Maio/2015 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro registrou, em fevereiro de 2015, alta de 0,8% em relação ao mesmo

Leia mais

São passíveis de licenciamento ambiental junto ao Anexo IV Atividades Poluidoras:

São passíveis de licenciamento ambiental junto ao Anexo IV Atividades Poluidoras: São passíveis de licenciamento ambiental junto ao Anexo IV Atividades Poluidoras: Atividades Poluidoras 1. Fabricação de sorvetes e outros gelados comestíveis Código CNAE: 1053-8/00; 2. Fabricação de biscoitos

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Sondagem do comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Sondagem do comércio Nº 45- Maio/2015 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro registrou, em fevereiro de 2015, alta de 0,8% em relação ao mesmo

Leia mais

ANEXO I(*) Relação de Atividades Sujeitas à CPRB (Anexo I da IN RFB nº 1.436, de 2013)

ANEXO I(*) Relação de Atividades Sujeitas à CPRB (Anexo I da IN RFB nº 1.436, de 2013) ANEXO I(*) Relação de Atividades Sujeitas à CPRB (Anexo I da IN RFB nº 1.436, de 2013) S E TO R Períodos ou Datas de Referência 1. Serviços de Tecnologia da Informação (TI) e de Tecnologia da Informação

Leia mais

TABELA PRÁTICA COM OS VALORES DA TFE PARA 2015

TABELA PRÁTICA COM OS VALORES DA TFE PARA 2015 TABELA PRÁTICA COM OS VALORES DA TFE PARA 2015 Código Atividades - Descrição TFE 2015 30104 Agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal, pesca, aquicultura e serviços relacionados com essas

Leia mais

ANEXO ÚNICO. (N) = significa que a empresa poderá obter o Alvará Provisório.

ANEXO ÚNICO. (N) = significa que a empresa poderá obter o Alvará Provisório. AEXO ÚICO Tabela conforme Resolução do CG nº 58/09, com a redação constante do Anexo Único da Resolução do CG nº 67/09, contendo todas as atividades que poderão ser exercidas pelo Empreendedor Individual

Leia mais

Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) Estado do Rio de Janeiro - Janeiro de 2005 a Agosto de 2011 Variação acumulada em 12 Meses. Comércio Geral.

Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) Estado do Rio de Janeiro - Janeiro de 2005 a Agosto de 2011 Variação acumulada em 12 Meses. Comércio Geral. jan-05 abr-05 jul-05 out-05 jan-06 abr-06 jul-06 out-06 jan-07 abr-07 jul-07 out-07 jan-08 abr-08 jul-08 out-08 jan-09 abr-09 jul-09 out-09 jan-10 abr-10 jul-10 out-10 jan-11 abr-11 jul-11 Nº 08 OUT/2011

Leia mais

Agosto/ ª edição

Agosto/ ª edição Agosto/2017 53ª edição Agosto/2017 53ª Edição 1 ANÁLISE SETORIAL 1.1 Inflação do segmento A tabela abaixo mostra o comportamento da inflação na região metropolitana do Rio de Janeiro em junho de 2017 e

Leia mais

Evolução das Vendas do Varejo Cearense - Setembro de 2013

Evolução das Vendas do Varejo Cearense - Setembro de 2013 Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO CONCEITO NO CONTEXTO DA LEI /2011

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO CONCEITO NO CONTEXTO DA LEI /2011 DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO CONCEITO NO CONTEXTO DA LEI 12.546/2011 COMÉRCIO VAJERISTA / CRITÉRIO DE APLICAÇÃO POR CNAE Os segmentos de comércio varejista, ficam sob a alíquota de 1%, cujas atividades

Leia mais

Negócios Promissores Especialistas em pequenos negócios / / sebrae.com.br

Negócios Promissores Especialistas em pequenos negócios / / sebrae.com.br Negócios Promissores 2015 Milhões de Optantes Número de pequenos negócios no Brasil cresceu 272% nos últimos sete anos 10,0 9,3 8,2 8,0 7,1 6,0 5,6 4,3 4,0 2,0 2,5 2,6 3,2 0,0 2007 2008 2009 2010 2011

Leia mais

Circular nº. 037/2013

Circular nº. 037/2013 Circular nº. 037/2013 SEFAZ/CE - Substituição Tributária do ICMS Material de Construção, Ferragens e Ferramentas (Decreto 31.270/2013) Tópicos principais: 1 A partir de 1 de Outubro de 2013 as empresas

Leia mais

PROJETO DE ACOMPANHAMENTO MENSAL DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL DE ARACAJU E DA PESQUISA NACIONAL DA CESTA BÁSICA DO DIEESE

PROJETO DE ACOMPANHAMENTO MENSAL DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL DE ARACAJU E DA PESQUISA NACIONAL DA CESTA BÁSICA DO DIEESE PROJETO DE ACOMPANHAMENTO MENSAL DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL DE ARACAJU E DA PESQUISA NACIONAL DA CESTA BÁSICA DO DIEESE TABELA 2 Trabalhadores admitidos e desligados em Aracaju Janeiro de 2008 Setor

Leia mais

TABELA DE CÓDIGOS CNAE-F VERSÃO 2.0 (Subclasses 2.1)

TABELA DE CÓDIGOS CNAE-F VERSÃO 2.0 (Subclasses 2.1) TABELA DE CÓDIGOS CNAE-F VERSÃO 2.0 (Subclasses 2.1) CNAE Descrição CNAE 0111/3-01 Cultivo de arroz 0111/3-02 Cultivo de milho 0111/3-03 Cultivo de trigo 0111/3-99 Cultivo de outros cereais não especificados

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Nº 49 Março/2016 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro apontou, em fevereiro de 2016, queda de 6,5% em relação ao mesmo

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Sondagem do comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Sondagem do comércio Nº 50 Julho/2016 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro apontou, em maio de 2016, queda de 11,0% em relação ao mesmo

Leia mais

LOJAS LE BISCUIT S.A. EXERCÍCIO DE 2014

LOJAS LE BISCUIT S.A. EXERCÍCIO DE 2014 LOJAS LE BISCUIT S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente

Leia mais

Resolução CGSIM nº 22, de 22 de junho de 2010

Resolução CGSIM nº 22, de 22 de junho de 2010 Resolução CGSIM nº 22, de 22 de junho de 2010 ANEXO II (Redação dada pela Resolução CGSIM nº 24, de 10 de maio de 2011) ATIVIDADES DE ALTO RISCO - EXCETO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL CNAE DESCRIÇÃO 0161-0/01

Leia mais

Março/ ª edição

Março/ ª edição Março/2017 52ª edição Março/2017 52ª Edição 1 ANÁLISE SETORIAL 1.1 Inflação do segmento A tabela abaixo mostra o comportamento da inflação na região metropolitana do Rio de Janeiro em janeiro de 2017 e

Leia mais

ANEXO I ATIVIDADES PASSÍVEIS DE EMISSÃO DE ALVARÁ PROVISÓRIO CONDICIONADO A PRAZO PARA OBTENÇÃO DO LICENCIAMENTO SANITÁRIO ATIVIDADE

ANEXO I ATIVIDADES PASSÍVEIS DE EMISSÃO DE ALVARÁ PROVISÓRIO CONDICIONADO A PRAZO PARA OBTENÇÃO DO LICENCIAMENTO SANITÁRIO ATIVIDADE ANEXO I ATIVIDADES PASSÍVEIS DE EMISSÃO DE ALVARÁ PROVISÓRIO CONDICIONADO A PRAZO PARA OBTENÇÃO DO LICENCIAMENTO SANITÁRIO CNAE ATIVIDADE 8730102 ALBERGUES ASSISTENCIAIS 5590601 ALBERGUES, EXCETO ASSISTENCIAIS

Leia mais

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas no Brasil. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 24/11/2006

Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas no Brasil. Observatório das MPEs SEBRAE-SP 24/11/2006 Onde Estão as Micro e Pequenas Empresas no Brasil Observatório das MPEs SEBRAE-SP 24/11/2006 1 As Micro e Pequenas Empresas (MPEs) na economia 98% das empresas do país 67% das pessoas ocupadas (*) 56%

Leia mais

1 - ÁREA DE ALIMENTOS

1 - ÁREA DE ALIMENTOS Lista de Documentos para Cadastro Inicial Observação sobre o vinculo empregatício e renovação do CMVS: Se o vinculo empregatício for carteira profissional, CTPS, trazer cópia simples da página dos dados

Leia mais

ANEXO I. TERMO DE COMPROMISSO (LC 599/2007 - Alvará Provisório)

ANEXO I. TERMO DE COMPROMISSO (LC 599/2007 - Alvará Provisório) ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO (LC 599/2007 - Alvará Provisório) Razão Social: CNPJ: - Inscrição Estadual: Atividade: Endereço:, nº: Complemento: Bairro: - Cidade: - UF: CEP: - Fone: Sócio Administrador

Leia mais

Art As mercadorias procedentes de outra unidade federada ficam sujeitas ao pagamento antecipado do ICMS sobre a saída subseqüente.

Art As mercadorias procedentes de outra unidade federada ficam sujeitas ao pagamento antecipado do ICMS sobre a saída subseqüente. DECRETO N.º 26.594, DE 29 DE ABRIL DE 2002. 29/04/2002 * Republicado no DOE em 13/05/2002. Introduz alterações no Decreto n.º 24.569, de 31 de julho de 1997, que consolida e regulamenta a legislação do

Leia mais

Descrição das Atividades Licenciadas no Município Fabricação de sorvetes e outros gelados comestíveis 1053-8/00 Fabricação de biscoitos e bolachas

Descrição das Atividades Licenciadas no Município Fabricação de sorvetes e outros gelados comestíveis 1053-8/00 Fabricação de biscoitos e bolachas A Deliberação CONSEMA Normativa n 01/2014 estabele que as atividades e empreendimentos que envolvam os itens descritos abaixo, devem proceder com o licenciamento ambiental junto à CETESB: 1) Quando ocorrer

Leia mais

meias 2 PREPARAÇÃO DE COUROS E FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE COURO, ARTIGOS PARA VIAGEM E CALÇADOS

meias 2 PREPARAÇÃO DE COUROS E FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE COURO, ARTIGOS PARA VIAGEM E CALÇADOS Código Denominação Grau de Risco (%) A AGRICULTURA, PECUÁRIA, PRODUÇÃO FLORESTAL, PESCA E AQÜICULTURA 1 AGRICULTURA, PECUÁRIA E SERVIÇOS RELACIONADOS 01.1 Produção de lavouras temporárias 01.11-3 Cultivo

Leia mais

Subcategorias e Grupos de Atividades Não Residenciais / Descrição da CNAE

Subcategorias e Grupos de Atividades Não Residenciais / Descrição da CNAE Anexo ao Decreto xxxx de xxxx de xxxx de 2016 ANEXO ÚNICO SUBCATEGORIAS, GRUPOS DE ATIVIDADES E ATIVIDADES DE BAIXO RISCO São consideradas de baixo risco as seguintes atividades, desde atendam as disposições

Leia mais

Vestuário (5,8%) - favorecidos ainda. Duráveis cresceu 4,0%, influenciado

Vestuário (5,8%) - favorecidos ainda. Duráveis cresceu 4,0%, influenciado BOLETIM ECONÔMICO No. 06 Agosto/11 COMÉRCIO O faturamento do comércio do estado do Rio de Janeiro cresceu 3,1% em junho na comparação com o mesmo período de 2010, atingindo 26 altas consecutivas nesta

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM OPERAÇÕES OU PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS - ESTADOS SIGNATÁRIOS DE ACORDOS ATUALIZADO ATÉ 05/07/2011.

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM OPERAÇÕES OU PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS - ESTADOS SIGNATÁRIOS DE ACORDOS ATUALIZADO ATÉ 05/07/2011. SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM OPERAÇÕES OU PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS - ESTADOS SIGNATÁRIOS DE ACORDOS ATUALIZADO ATÉ 05/07/2011 O texto atualizado está disponível no link: http://info.fazenda.sp.gov.br/nxt/gateway.dll?f=templates&fn=default.htm&vid=sefaz_tributaria:vtribut

Leia mais

CARTILHA DE FORMALIZAÇÃO E INSCRIÇÃO MUNICIPAL - MEI

CARTILHA DE FORMALIZAÇÃO E INSCRIÇÃO MUNICIPAL - MEI CARTILHA DE FORMALIZAÇÃO E INSCRIÇÃO MUNICIPAL - MEI 1- Definição do Microempreendedor Individual - MEI Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como

Leia mais

1) Ficam retificados a rerratificação 01, o item 7.1 e o Anexo I do edital de concorrência supracitado, passando a vigorar com a seguinte redação:

1) Ficam retificados a rerratificação 01, o item 7.1 e o Anexo I do edital de concorrência supracitado, passando a vigorar com a seguinte redação: PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ABASTECIMENTO - SMAAB GERÊNCIA DE APOIO AO SISTEMA DE ABASTECIMENTO - GEASA RERRATIFICAÇÃO 02 - CONCORRÊNCIA SMAAB Nº 007/08 PROCESSO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ABASTECIMENTO - SMAAB GERÊNCIA DE APOIO AO SISTEMA DE ABASTECIMENTO - GEASA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ABASTECIMENTO - SMAAB GERÊNCIA DE APOIO AO SISTEMA DE ABASTECIMENTO - GEASA PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE ABASTECIMENTO - SMAAB GERÊNCIA DE APOIO AO SISTEMA DE ABASTECIMENTO - GEASA RERRATIFICAÇÃO 01 - CONCORRÊNCIA SMAAB Nº 007/08 PROCESSO

Leia mais

COMUNICADO Nº 9 de 12.02.2004

COMUNICADO Nº 9 de 12.02.2004 COORDENADOR DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - CAT COMUNICADO Nº 9 de 12.02.2004 (Divulga os Índices de Valor Acrescido - Mediana, por segmento de atividade econômica, apurado por esta Secretaria com base nas

Leia mais

Aproveito o ensejo para reiterar a Vossa Excelência meus protestos de alta estima e distinta consideração. MARCELO CRIVELLA

Aproveito o ensejo para reiterar a Vossa Excelência meus protestos de alta estima e distinta consideração. MARCELO CRIVELLA OFÍCIO GP nº 102/CMRJ Em 14 de setembro de 2017. Senhor Presidente, Dirijo-me a Vossa Excelência para comunicar que, nesta data, sancionei o Projeto de Lei Complementar n 93, de 2014, de autoria dos Ilustres

Leia mais

PESQUISA ANUAL DE COMÉRCIO

PESQUISA ANUAL DE COMÉRCIO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA IBGE PESQUISA ANUAL DE COMÉRCIO NOTAS METODOLÓGICAS Notas Metodológicas A Pesquisa Anual de Comércio - PAC

Leia mais

Simples Minas O que você precisa saber

Simples Minas O que você precisa saber Simples Minas O que você precisa saber Para enquadrar no Simples Minas há normas previstas na Lei 15.219 de 07.07.2004, que deverão ser cumpridas. O Decreto 43.924 de 03.12.2004 regulamentou esta lei estabelecendo

Leia mais

Informe Econômico SEFAZ/RJ

Informe Econômico SEFAZ/RJ Economia Mundial. Para 2016 é esperado que o excesso de oferta de commodities se mantenha. Mais recentemente, os mercados financeiros têm sido particularmente frustrados por indicadores que mostram que

Leia mais

PERMITIDO EM ZCOR-3 PARA ATIVIDADES DE BAIXO RISCO

PERMITIDO EM ZCOR-3 PARA ATIVIDADES DE BAIXO RISCO Anexo ao Decreto xxxx de xxxx de xxxx de 2016 ANEXO ÚNICO SUBCATEGORIAS, GRUPOS DE ATIVIDADES E ATIVIDADES DE BAIXO RISCO São consideradas de baixo risco as seguintes atividades, desde atendam as disposições

Leia mais

TOP OF MIND 2017 Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum

TOP OF MIND 2017 Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum TOP OF MIND 2017 Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum CATEGORIA QUESTIONARIO 1 3 SITE 4 GRÁFICA 5 COMUNICAÇÃO VISUAL 6 EMPRESA DE SONORIZAÇÃO 7 PROVEDOR DE INTERNET 8 Assistência Técnica de

Leia mais

PORTARIA Nº 259/GSER João Pessoa, 19 de novembro de 2014.

PORTARIA Nº 259/GSER João Pessoa, 19 de novembro de 2014. PORTARIA Nº 259/GSER João Pessoa, 19 de novembro de 2014. O SECRETÁRIO DE ESTADO DA RECEITA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 3º, inciso VIII, alínea a da Lei nº 8.186, de 16 de março de 2007,

Leia mais

LEI Nº , DE 10 DE NOVEMBRO DE Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº , DE 10 DE NOVEMBRO DE Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei: * Publicada no DOE em 13/11/2008. LEI Nº 14.237, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2008 DISPÕE SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NAS OPERAÇÕES REALIZADAS POR CONTRIBUINTES DO IMPOSTO SOBRE OPERAÇÕES RELATIVAS

Leia mais

DECRETO Nº , DE 8 DE SETEMBRO DE artigos 127 e 133 da Lei nº , de 22 de março de 2016.

DECRETO Nº , DE 8 DE SETEMBRO DE artigos 127 e 133 da Lei nº , de 22 de março de 2016. Página 1 de 51 DECRETO Nº 57.298, DE 8 DE SETEMBRO DE 2016 Dispõe sobre os empreendimentos considerados de baixo risco de que tratam os artigos 127 e 133 da Lei nº 16.402, de 22 de março de 2016. CONSIDERANDO

Leia mais

PERMITIDO EM ZCOR-a PARA ATIVIDADES DE BAIXO RISCO

PERMITIDO EM ZCOR-a PARA ATIVIDADES DE BAIXO RISCO Anexo ao Decreto xxxx de xxxx de xxxx de 2016 ANEXO ÚNICO SUBCATEGORIAS, GRUPOS DE ATIVIDADES E ATIVIDADES DE BAIXO RISCO São consideradas de baixo risco as seguintes atividades, desde atendam as disposições

Leia mais

DIRETORIA DE PESQUISAS - DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC. Sistema de Contas Nacionais - Brasil Referência 2000. Nota Metodológica nº 4

DIRETORIA DE PESQUISAS - DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC. Sistema de Contas Nacionais - Brasil Referência 2000. Nota Metodológica nº 4 DIRETORIA DE PESQUISAS - DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC Sistema de Contas Nacionais - Brasil Referência 2000 Nota Metodológica nº 4 Classificação de Produto e Atividade (versão para informação

Leia mais

Subcategorias e Grupos de Atividades Não Residenciais / Descrição da CNAE

Subcategorias e Grupos de Atividades Não Residenciais / Descrição da CNAE Anexo ao Decreto xxxx de xxxx de xxxx de 2016 ANEXO ÚNICO SUBCATEGORIAS, GRUPOS DE ATIVIDADES E ATIVIDADES DE BAIXO RISCO São consideradas de baixo risco as seguintes atividades, desde atendam as disposições

Leia mais

Estabelece regras de atendimento e inscrição do Microempreendedor Individual - MEI.

Estabelece regras de atendimento e inscrição do Microempreendedor Individual - MEI. PORTARIA SCS/MDIC Nº 11, DE 09 DE OUTUBRO DE 2009 Estabelece regras de atendimento e inscrição do Microempreendedor Individual - MEI. O SECRETÁRIO DE COMÉRCIO E SERVIÇOS DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO,

Leia mais

O Empreendedor Individual recolherá, na forma regulamentada pelo Comitê Gestor, valor fixo mensal correspondente à soma das seguintes parcelas:

O Empreendedor Individual recolherá, na forma regulamentada pelo Comitê Gestor, valor fixo mensal correspondente à soma das seguintes parcelas: A Lei Complementar 128/2008 cria a figura do Empreendedor Individual EI, com vigência a partir de 01.07.2009. Considera-se EI o empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10

Leia mais

Anexo 1 - Estrutura detalhada da CNAE 2.0 (seções B, C e D): códigos e denominações

Anexo 1 - Estrutura detalhada da CNAE 2.0 (seções B, C e D): códigos e denominações (continua) B INDÚSTRIAS EXTRATIVAS 05 EXTRAÇÃO DE CARVÃO MINERAL 05.0 Extração de carvão mineral 05.00-3 Extração de carvão mineral 06 EXTRAÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 06.0 Extração de petróleo e gás

Leia mais

JORGE ANTONIO DEHER RACHID ANEXO I. Relação de Atividades Sujeitas à CPRB (Anexo I da IN RFB nº 1.436, de 2013)

JORGE ANTONIO DEHER RACHID ANEXO I. Relação de Atividades Sujeitas à CPRB (Anexo I da IN RFB nº 1.436, de 2013) JORGE ANTONIO DEHER RACHID ANEXO I Relação de Atividades Sujeitas à CPRB (Anexo I da IN RFB nº 1.436, de 2013) S E TO R Data de Ingresso Alíquotas 1. Serviços de Tecnologia da Informação (TI) e de Tecnologia

Leia mais

ATIVIDADE PRINCIPAL COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICO, COM MANIPULAÇÃO DE FÓRMULAS

ATIVIDADE PRINCIPAL COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICO, COM MANIPULAÇÃO DE FÓRMULAS RAZÂO SOCIAL NOME FANTASIA CNPJ ATIVIDA PRINCIPAL ATIVIDA SECUNDÁRIA DATA INCLUSÂO CICERO H.R. CÂMARA RUIMED HOSPITALAR 12625323/0001-50 VAREJISTA PRODUTOS FARMACÊUTICO, COM MANIPULAÇÃO FÓRMULAS 46.44-3/01

Leia mais

Projeto de Lei nº 120/PMC/2013 que altera o horário de funcionamento do Comércio em Geral de Cacoal

Projeto de Lei nº 120/PMC/2013 que altera o horário de funcionamento do Comércio em Geral de Cacoal Projeto de Lei nº 120/PMC/2013 que altera o horário de funcionamento do Comércio em Geral de Cacoal GRUPO I ATIVIDADE I. Comércio de peças e Acessórios; II. Comércio de óleos, lubrificantes e graxas, salvo

Leia mais

Dispõe sobre os empreendimentos considerados de baixo risco de que tratam os artigos 127 e 133 da Lei nº , de 22 de março de 2016.

Dispõe sobre os empreendimentos considerados de baixo risco de que tratam os artigos 127 e 133 da Lei nº , de 22 de março de 2016. DECRETO Nº 57.298, DE 8 DE SETEMBRO DE 2016 Dispõe sobre os empreendimentos considerados de baixo risco de que tratam os artigos 127 e 133 da Lei nº 16.402, de 22 de março de 2016. FERNANDO HADDAD, Prefeito

Leia mais

PERMITIDO EM ZCOR-a. Subcategorias e Grupos de Atividades Não Residenciais / Descrição da CNAE. Código CNAE

PERMITIDO EM ZCOR-a. Subcategorias e Grupos de Atividades Não Residenciais / Descrição da CNAE. Código CNAE Anexo ao Decreto xxxx de xxxx de xxxx de 2016 ANEXO ÚNICO SUBCATEGORIAS, GRUPOS DE ATIVIDADES E ATIVIDADES DE BAIXO RISCO São consideradas de baixo risco as seguintes atividades, desde atendam as disposições

Leia mais

TAXA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA CÓDIGO DESCRIÇÃO TAXA

TAXA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA CÓDIGO DESCRIÇÃO TAXA Anexo II do Decreto nº 4.064/2010-fls.33 1-INDÚSTRIA DE ALIMENTOS. CÓDIGO Valor em Valor em R$ UFM 1422-2/03 Refino e outros tratamentos 1521-0/00 Processamento, preservação e produção de conservas de

Leia mais

Cartilha da Nota Fiscal Paulista. Doações de documentos fiscais para entidades

Cartilha da Nota Fiscal Paulista. Doações de documentos fiscais para entidades Cartilha da Nota Fiscal Paulista Doações de documentos fiscais para entidades 2 ENTIDADES PAULISTAS Quais entidades podem participar do Programa da Nota Fiscal Paulista (NFP)? As entidades, sem fins lucrativos,

Leia mais

DIVULGAÇÃO - VAGAS DE EMPREGO SINEs PBH. Data: 20/01/2014 COM EXPERIÊNCIA

DIVULGAÇÃO - VAGAS DE EMPREGO SINEs PBH. Data: 20/01/2014 COM EXPERIÊNCIA DIVULGAÇÃO - VAGAS DE EMPREGO SINEs PBH COM EXPERIÊNCIA Data: 20/01/2014 OCUPAÇÃO Nº DE VAGAS EXPERIÊNCIA ESCOLARIDADE REMUNERAÇÃO Ajudante de padeiro 2 6 meses Ensino fundamental incompleto R$ 800,00

Leia mais

Obrigatoriedade para 2010

Obrigatoriedade para 2010 Obrigatoriedade para 2010 Deverão, obrigatoriamente, emitir Nota Fiscal Eletrônica NF-e, modelo 55, em substituição à Nota Fiscal, modelo 1ou 1-A, os contribuintes que, não abrangidos pelas obrigatoriedades

Leia mais

TABELA 1 Estoque de emprego formal em Aracaju 2009

TABELA 1 Estoque de emprego formal em Aracaju 2009 PROJETO DE ACOMPANHAMENTO MENSAL DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL DE ARACAJU E DA PESQUISA NACIONAL DA CESTA BÁSICA DO DIEESE TABELA 1 Estoque de emprego formal em Aracaju 29 Setor IBGE Empregados em 31/12/29

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO. Plantão PAEP Fone 9(011) 3326.8853 Fax 9(011) 230.6613 2 a a 6 a feira das 8h30 às 18h30

INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO. Plantão PAEP Fone 9(011) 3326.8853 Fax 9(011) 230.6613 2 a a 6 a feira das 8h30 às 18h30 COMÉRCIO (simplificado) INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO Plantão PAEP Fone 9(011) 3326.8853 Fax 9(011) 230.6613 2 a a 6 a feira das 8h30 às 18h30 GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Secretaria de Economia e

Leia mais

ANEXO XVI VER ÍNDICE REMISSIVO

ANEXO XVI VER ÍNDICE REMISSIVO 1 de 36 30/11/2012 10:16 Nota: " Os documentos contidos nesta base de dados têm caráter meramente informativo. Somente os textos publicados no Diário Oficial estão aptos à produção de efeitos legais."

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DA CPRH Nº 006/2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA DA CPRH Nº 006/2015 INSTRUÇÃO NORMATIVA DA CPRH Nº 006/2015 Altera o Anexo Único da Instrução Normativa CPRH nº 005/2014. A Diretora Presidente da AGÊNCIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - CPRH, no uso da atribuição que lhe confere

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Abril/2016

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Abril/2016 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação Trimestre terminado em Abril/2016 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção

Leia mais

O comércio varejista no período de 1996-2002

O comércio varejista no período de 1996-2002 Comentários gerais A Pesquisa Anual de Comércio PAC tem como objetivo levantar informações sobre a estrutura produtiva e econômica do segmento empresarial do comércio brasileiro. De acordo com os resultados

Leia mais

TABELA PRÁTICA COM OS VALORES DA TFE PARA 2014

TABELA PRÁTICA COM OS VALORES DA TFE PARA 2014 30104 30201 30309 30406 30503 30600 30708 30805 30902 31003 31100 31208 31305 Agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal, pesca, aquicultura e serviços relacionados com essas atividades.

Leia mais

TABELA PRÁTICA COM OS VALORES DA TFE PARA 2011

TABELA PRÁTICA COM OS VALORES DA TFE PARA 2011 30104 30201 30309 30406 30503 30600 30708 30805 30902 31003 31100 31208 31305 Agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal, pesca, aquicultura e serviços relacionados com essas atividades.

Leia mais

As Micro e Pequenas Empresas Comerciais e de Serviços no Brasil

As Micro e Pequenas Empresas Comerciais e de Serviços no Brasil Comunicação Social 11 de setembro de 2003 As Micro e Pequenas Empresas Comerciais e de Serviços CRESCE A PARTICIPAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO SETOR DE COMÉRCIO E SERVIÇOS De 1998 a 2001, o crescimento

Leia mais

EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico

EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO 2016 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico SUMÁRIO 1. RESULTADOS SINTÉTICOS DA PESQUISA... 3 Ilustração

Leia mais