O Mundo Material vs. O Mundo das Ideias

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Mundo Material vs. O Mundo das Ideias"

Transcrição

1 Meu Grande Modo Grego de Pensar Parte 1 Tim Hegg TorahResource 2006 Todos os direitos reservados Traduzido por Rayssa Natasha B. Mafra Uma noite, um capitão de um navio de guerra da Marinha Americana viu uma luz vindo direto em sua direção. Ele avisou adiante: Mude o curso em 20 graus. Então veio a resposta: Aviso que mude o seu curso em 20 graus. O capitão não aceitou a resposta e enviou a mensagem: Eu sou um capitão. Mude o curso em 20 graus. A resposta veio de volta: Eu sou um marinheiro de segunda classe, mude o curso em 20 graus. Nesse momento o capitão estava furioso. Eu sou um navio de batalha!, ele disse, Mude o curso em 20 graus! Para o qual veio a resposta: Eu sou um farol! 1 Claramente, nossas pressuposições governam como nós enxergamos a realidade e as decisões que tomamos a vida. Todos nós temos um conjunto de pressuposições ou o que nós podemos chamar de visão de mundo. Mais frequentemente do que não, nós temos essa visão de mundo desde os nossos primeiros dias, instalada em nós pela nossa sociedade e cultura. Nós passamos pela vida frequentemente despercebidos de que estamos a ver tudo através das lentes coloridas das nossas pressuposições. Apenas quando a verdade revelada de Deus ilumina nossos corações e mentes nós somos capazes de ver as coisas da perspectiva de Deus para ver as coisas como elas realmente são. Na nossa cultura ocidental, as lentes da visão de mundo que usamos derivam primariamente da filosofia grega dos tempos antigos. Mesmo que não saibamos nada sobre os pensadores gregos como Platão e Aristóteles, suas pressuposições filosóficas esculpiram e moldaram a maneira como interpretamos a realidade e particularmente como nós pensamos sabre Deus e Sua atividade no âmbito da história da humanidade. Quando nós lemos a Bíblia com uma mentalidade grega, nós, inevitavelmente, a interpretamos mal, porque os autores humanos das Escrituras eram hebreus e não gregos. A eterna e inspirada Palavra do Todo- Poderoso estão cobertas com a cosmovisão semítica, e não com as vestimentas dos filósofos gregos. É verdade que há áreas em comum entre os dois, mas também há contrastes marcantes. Em muitos casos, as duas cosmovisões são completamente diferentes. O Mundo Material vs. O Mundo das Ideias Platão, que nasceu em 428 AC (cerca de 60 anos depois da história de Ester), viveu em Atenas onde fundou uma Academia. Lá ele ensinou os fundamentos da sua filosofia idealística, o que cativou, em grande escala, as mentes do seu mundo e do nosso. Platão acreditava que a realidade existia no domínio das ideias, não no mundo material. Para ilustrar essa doutrina principal de sua filosofia, ele ofereceu a analogia da caverna. Considere uma caverna, escavada fundo dentro de um dos lados de uma montanha. Conforme o buraco da caverna avança, ele se abre em um largo espaço onde escravos, sentados no chão, estão emprisionados com cadeias. Acima deles, em uma reentrância, estão manipuladores de marionetes se esquentando ao fogo. Conforme a luz do fogo brilha, ela leva sombras das marionetes na última parede da caverna. Os que estão emprisionados veem as sombras na parede e acreditam que essas são reais. Mas, obviamente, elas não são. São apenas sombras. Apenas ao se libertarem de suas cadeias, se virando e escalando de volta de dentro da caverna para fora, as pessoas são capazes de ver a luz e perceber que o que eles primeiro acharam que era realidade, em fato são apenas sombras. Na parábola de Platão, a caverna representa o mundo físico. Aqueles emprisionados na caverna escura são as deseducadas massas da humanidade. Os manipuladores de marionetes representam o mundo das ideias, conceitos e formas, enquanto que a luz do fogo é o conceito de Platão de uma força impessoal (o Demiurgo) que projeta as ideias, conceitos e formas sobre o mundo criado. Para Platão, então, o domínio da realidade e verdade existem na forma ou ideia da coisa em vez de na própria coisa. Para ele, o que nós experimentamos através dos nossos sentidos no mundo físico são apenas sombras da realidade. Portanto, verdade é obtida através do exercício 1

2 intelectual da filosofia pelo qual ideias adicionais e conceitos são descobertos. Dessa forma, o mundo da nossa existência é dualístico. O mundo material não tem sentido essencial em e de si mesmo. Apenas a forma ou ideia dão sentido. Se a pessoa quer ter verdadeiro conhecimento, então, ele tem que encontra-lo em sua mente, não no mundo no qual ela vive. Tal dualismo Platônico entrou na teologia da Igreja Cristã emergente de várias maneiras. Primeiro, como a Igreja Cristã se separou da sinagoga, ela naturalmente procurou por líderes entre os homens educados, a maioria dos quais haviam sido educados nas academias gregas. Os Pais gregos da Igreja primitiva trouxeram com eles a cosmovisão grega não qual eles foram treinados. Talvez isto é visto na maioria da hermenêutica alegórica com o qual a maioria deles leem as Escrituras. Além do mais, o aumento do Gnosticismo na primitiva Igreja Cristã é diretamente ligado a cosmovisão Platônica. Segundo, Agostinho ( DC), que se tornou um dos teólogos mais proeminentes da Igreja Cristã do quarto século, era um estudante e reconhecido proponente da filosofia de Platão antes de se converter. Após sua conversão ao Cristianismo, ele procurou mostrar como a filosofia Platônica era essencialmente correta, e como ela compreendia a essência da verdade bíblica. Dizendo em como o pai de Ambrósio tinha afirmado isso no início de sua carreira teológica, Agostinho escreveu:... ele me congratulou porque eu não ido com os escritos de outros filósofos, cheios de erros e enganos de acordo com os elementos desse mundo, mas sim nos trabalhos dos plantonistas Deus e Seu mundo são introduzidos em todas as maneiras. 2 Agostinho é considerado um dos principais pilares do pensamento cristão, ficando entre Paulo e Lutero 3. Como tal, sua influência sobre o pensamento cristão e particularmente suas interpretações das epístolas de Paulo através da peneira da filosofia platônica permaneceu bem estabelecida no cristianismo hoje. Em contraste à cosmovisão grega, a perspectiva hebreia era unifica em vez de dualística. O universo criado, que consiste de ambos domínios: visível e invisível, são um todo unificado. Realidade existe em ambos os domínios, e uma não é melhor do que a outra. Quando Deus criou o mundo no qual vivemos, Ele declarou que era bom, e assim o mundo físico não é primariamente mal ou, de alguma forma, inferior ao mundo imaterial. Idéias ou ideais não tem valor ao menos que, na verdade, eles venham a ser reais no mundo físico. Enquanto o pensamento platônico ensina que é a intenção que conta, Deus nos diz que é o mitzvah que conta. Certamente, a motivação correta é importante na obediência à Deus, mas boas intenções não são o suficiente. Não é difícil ver como a cosmovisão dualística grega se tornou a norma em muito do cristianismo ocidental. Um dos aspectos mais importantes é a noção de que a fé verdadeira existe no domínio das ideais em concordar intelectualmente com uma lista de doutrinas ou um credo da Igreja. Fé é vista como um assunto privado que toma o lugar no coração ou mente de alguém e, portanto, não pode ser julgada. Muitos podem argumentar que Paulo afirma tal definição de fé quando ele escreve: Se, com tua boca confessares Yeshua como Senhor e, em seu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. (Romanos 10:9) Mas Paulo não está escrevendo de uma perspectiva dualística, como se a confissão e crença de alguém pudesse ser divorciada de suas ações. Confessar Yeshua como Senhor significa que a pessoa está pronta e determinada a obedecê-lo como Senhor. Além disso, o verso dez explica que tal confissão e crença resulta em justiça, o que, no contexto, certamente significa viver piedosamente assim como ser justo diante na corte de justiça de Deus. Uma pessoa pensar que ele ou ela pode obedecer a Deus em meu coração sem demonstrar uma vida em conformidade aos mandamentos de Deus é perder completamente o que Paulo quer dizer. Na verdade, os capítulos 6 e 7 de Romanos tratam principalmente de como a fé genuína resulta em uma mudança radical nas ações de uma pessoa. E Paulo escreve anteriormente em Romanos: Porque os simples ouvidores da Torá não são justos diante de Deus, mas os que praticam a Torá hão de ser justificados. (Romanos 2:13) 2

3 Por esse texto, Paulo não está sugerindo que alguém pode alcançar a justificação diante de Deus através de boas obras. O que ele está ensinando é que aqueles que são justificados (justos) aos olhos de Deus irão, inevitavelmente, demonstrar essa justiça na maneira em que obedecem a Deus. Paulo claramente concorda com Tiago: fé sem obras é morta (Tiago 2:26). De fato, fé morta não é fé de maneira alguma. A cosmovisão grega que dominou o cristianismo primitivo e continua bem fundamentado na Igreja hoje é também responsável pelo método alegórico de interpretação da Bíblia. Um dos assuntos mais batidos na Igreja grega primitiva era a maneira em que a Torá parecia sempre lidar com os aspectos mundanos da vida terrena. Certamente, eles raciocinaram, Deus não poderia estar tão preocupado com comida, roupas, doenças de pele, a maneira como os animais são tratados, latrinas e coisas como essas! Desde que, para eles, o domínio das ideias era o que realmente contava, eles raciocinaram que as leis e instruções da Torá lidando com assuntos físicos do dia-a-dia deveria ter um mais sentido mais profundo, espiritual. E como, para eles, o espiritual significava não-físico, eles procuraram interpretar a Torá e outras Escrituras alegoricamente para descobrir o verdadeiro sentido espiritual para a alma. Portanto, as leis alimentares foram relacionadas com a companhia que a pessoa mantém, as roupas tinham a ver com ser vestido com a justiça de Cristo, as leis sobre as doenças de pele tinham o seu sentido verdadeiro em combater o pecado, as leis sobre os animais realmente significavam sobre como devemos tratar uns aos outros, e cavar uma latrina fora do acampamento foi dado para ensinar que nós deveríamos nos separar do mundo e suas sujeiras. Dessa forma, eles poderiam se sentir confiante de que estavam obedecendo a Deus enquanto ao mesmo tempo desprezando o sentido literal do texto. Afinal de contas, o real significado do texto era o sentido profundo espiritual, que tinha relevância para o seu próprio interior, não o físico dessa pessoa, sua existência mundana. Da mesma forma é fácil de entender, uma vez que nós percebemos a cosmovisão da qual essa teologia e hermenêutica vieram, como a Igreja frequentemente apontava um dedo acusador para a comunidade judaica, dizendo que eles estavam encadeados à sua obediência inferior à letra da Torá. Lendo Paulo com uma mente grega, a letra mata, mas o espírito vivifica (2Coríntios 3:6) reforçou sua visão platônica. À Igreja, no que lhe dizia a respeito, os judeus eram como os prisioneiros encadeados na caverna de Platão, pensando que eles viam a realidade enquanto de fato o que eles viam eram apenas sombras na parede. Essa hermenêutica alegórica deu lugar a uma outra significativa e devastadora teologia na Igreja Cristã. Raciocinando que Deus não poderia estar assim tão preocupado com uma nação física como Israel, a Igreja ensinou a substituição de Israel com um reino espiritual de crentes. Deus lidando com os descendentes físicos de Jacó era, portanto, considerado como apenas um precursor da realidade mais importante Sua aliança eterna com um povo espiritual, a Igreja. Em seu centro, a Teologia da Substituição ou Supersessionismo é construída sobre uma cosmovisão grega que deprecia o mundo físico ao elevar o domínio não-físico das ideias. Maturidade teológica é marcada por deixar o mundo mundano dos eventos do dia-a-dia para o mundo celestial de truísmos teológicos. Tal perspectiva deu lugar a crença de que o profetas de Israel não prometeram o reino milenar do Messias em um Templo restaurado em Jerusalém. Compreendendo alegoricamente os profetas, o Templo futuro é interpretado como sendo a Igreja com o Messias reinando do céu. Até mesmo hoje, Amilenarismo é um ensino bem estabelecido em muitas denominações Cristãs principais. A cosmovisão hebreia, contudo, nunca considerou o mundo físico como inferior ao domínio não-físico, nem eleva as ideias sobre as ações. O mundo físico foi dotado com as bênçãos de Deus na criação, e tais bênçãos permanecem mesmo que com a entrada do pecado, a criação geme por redenção (Romanos 8:22). Desfrutar do que Deus criou é, portanto, um empreendimento espiritual, e deveria ser feito com um coração de gratidão e bênçãos à Ele. Ele nos deu todas as coisas boas para contentamento (1 Timóteo 6:17), por isso é que, de uma perspectiva rabínica, existe uma benção para todas as coisas. Em tudo dê graças (1 Tessalonicenses 5:18). Além disso, não existe nada neutro no nosso mundo, uma parte como que secular em nossas vidas que não é nem sagrada ou profana. Em vez disso, tudo em nosso mundo é ou boa (e portanto pode santificar a Deus) ou má: Detestai o mal, apegando-vos ao 3

4 bem (Romanos 12:9). Dessa forma, nosso trabalho, nossa recreação, nossos hobbies, assim como nosso tempo de oração em conjunto e individual e adoração todos aspectos de nossas vidas são para serem santificados à Deus como o meio pelo qual nós O glorificamos (1 Coríntios 10:31). Como a Torá nos ensina: guardareis os seus mandamentos, ouvireis a sua voz, a ele servireis e a ele voa achegareis. (Deuteronômio 13:4). Lógica Linear vs. Lógica de Blocos Na filosofia platônica da Grécia antiga, verdade existiam como fatos brutos, o que significa que fatos eram considerados com existência própria, independentes de qualquer fonte. Em contraste com as Escrituras que claramente define Deus como a fonte de toda a verdade, e o temor ao Senhor como o princípio da sabedoria do homem e conhecimento (Provérbios 1:7, 9:10), para os gregos, conhecimento e verdade eram disponíveis para qualquer um que os perseguissem intelectualmente. Além disso, uma vez que a verdade era considerada com existência própria, ela era vista como um corpo de fatos coerentes perfeitamente amarrados juntos em uma sequência lógica. Tal integração lógica de toda a verdade produziam uma Lógica Linear. Ela pode ser ilustrada pelo que chamamos de efeito dominó. Considere um círculo de dominós colocados em pé de forma que quando um deles é derrubado todos do círculo caem. Na lógica grega, todos os fatos estão conectados. Portanto, se alguém chega ao fato A, esse o leva inevitavelmente ao fato B, que leva ao fato C, e assim por diante. O sistema todo falha, contudo, se o que parece com um fato oferece uma clara contradição a outros fatos. Em tal caso, ou o fato fora-de-lugar é considerado como irreal ou não-verdadeiro, ou o fato fora-de-lugar demonstra que o próprio sistema é falho. Deixe-me ilustrar com vários exemplos teológicos. As Escrituras ensinam que Deus tem ordenado todas as coisas (Romanos 8:28; 11:36; etc.). As Escrituras também ensinam que a oração pode mudar as coisas (Mateus 7:7; Tiago 4:2). Na lógica linear grega, esses dois fatos aparentemente contraditórios não podem existir em um sistema unificado de verdade. Um deles tem que ser falso. É nesse tipo de lógica linear que dá lugar a sistemas teológicos competidores, um no qual as pessoas acreditam que Deus ordena todas as coisas e no qual, portanto, procura diminuir a eficácia da oração, e a outra, onde a ordenação soberana dos eventos por Deus é negada e a oração é enfatizada como o meio para mudar o nosso mundo. Um outro exemplo pode ser visto na revelação de Deus ao homem. As Escrituras ensinam que Deus é um espírito invisível e que ninguém pode vê-lo (João 1:18; 4:24; 1 Tomóteo 1:17). Contudo, em Êxodo 24:9-10 o texto claramente afirma que Moisés, Arão, Nadabe, Abiú e 70 anciões de Israel viram o deus de Israel. Ainda mais, Gênesis 18:1 diz que Adonai apareceu a Abraão. E Yeshua ensinou, Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus (Mateus 5:8). Novamente, com a mentalidade grega, tais fatos dispersantes precisam ser reconciliados eles não podem coexistir no unificado sistema de teologia. Portanto, várias explanações têm sido oferecidas para explicar um lado ou o outro. Muitos outros exemplos como esse podem ser oferecidos. Mas o fato mais óbvio a observar é que apesar dos autores bíblicos, com certeza, deveriam estar a par de tais aparentes contradições, eles nunca ofereceram uma explicação que poderia reconciliar tais diferenças. Certamente João sabia a Torá e conhecia a história de Deus aparecendo a Abraão (Gênesis 18:1). Ele dever ter lido Êxodo 24:9-10 muitas vezes, e ainda assim ele escreve que nenhum homem jamais viu a Deus (João 1:18) e não dá nenhuma explicação posterior para como as suas palavras podem ser reconciliadas com aquelas da Torá. A razão que os autores bíblicos não dão explicação alguma para o que nos parece como contradições é porque eles não sentiram necessidade de fazer tais explicações. Eles não estavam operando com a mentalidade grega da lógica linear. Em vez disso, começando com a premissa que toda a verdade é revelada por Deus, eles prontamente aceitaram o fato de que na mente de Deus, toda verdade era coerente e unificada, ainda que, no entendimento finito do homem, verdade inevitavelmente conteria mistérios além do nosso entendimento. Moisés escreveu: 4

5 As coisas encobertas pertencem ao SENHOR, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos, para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta Torá. (Deuteronômio 29:29) De mesma forma, Salomão nos ensina: Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até o fim. (Eclesiastes 3:11) Isso quer dizer que o homem, criado à imagem de Deus, tem o inato senso de eternidade, que tudo, de alguma forma, se encaixa. Contudo, tentando juntar todas as peças, ele, inevitavelmente, vem ao seu próprio fim sem ser capaz de completar todo o quebra-cabeça. Sendo esse o caso, apenas duas opções válidas se apresentam: resignação ao desespero de sua própria incapacidade, ou fé no Deus de Israel que, somente Ele, sabe todas as coisas. Salomão claramente opta pela última opção, porque ele termina Eclesiastes admoestando todos a temer a Deus e guardar os Seus mandamentos (Eclesiastes 12:13). Ele afirma o reinado de Deus apesar de muitas aparentes contradições sobre os quais ele escreve. Nós entendemos, então, o que ele quer dizer com O temor do Senhor é o princípio da sabedoria (Provérbios 1:7). A procura do conhecimento será fútil se a pessoa não está pronta, desde o princípio, a reconhecer suas próprias limitações e uma prontidão a confiar em Deus para o que ele não pode explicar. A epistemologia hebreia, então, começa por admitir que o conhecimento do homem irá sempre falhar em produzir um sistema de verdade inteiramente coerente. Em vez de forçar todos os fatos em uma sequência linear de lógica, os escritores bíblicos afirmam a tensão de viver com verdade que parecem ser contraditórias. Marvin Wilson o chama de lógica em blocos, com o qual ele quer dizer que conceitos eram expressos em unidades contentoras próprias ou blocos de pensamento. 4 Ao invés de uma lógica linear na qual deve prosseguir em uma única linha desde as premissas até a conclusão (a ilustração do dominó), os hebreus reconheciam que a realidade entendida do ponto de vista de Deus (e revelada nas Escrituras) pode aparecer como contraditória a essa mesma realidade vista pela perspectiva limitada da mente humana. Todos os fatos em um dado bloco são coerentes, mas um bloco de fatos pode apresentar paradoxos e aparente contradições com outro bloco. Em fato, reconhecer e afirmar a sabedoria infinita de Deus (Romanos 11:33; Isaías 40:13) pressupões e afirma o conhecimento finito do homem. Isso não significa que deixamos de tentar oferecer uma explanação lógica às aparentes contradições que podem aparecer na Bíblia, nem que nós evitamos o trabalho duro dos estudiosos por simplesmente rotular todas as dificuldades como mistérios inexplicáveis. Do contrário, nós deveríamos fazer tudo em nosso poder para mostrar como a verdade revelada de Deus se encaixa harmoniosamente, e também reconhecendo que em alguns casos nenhuma explicação satisfatória será encontrada e que a nossa habilidade para receber o que as Escrituras dizem vem da nossa fé, não das nossas habilidades intelectuais para derivar uma lógica coerente. 5 Isso não é mais aparente em nenhum outro do que no mistério da encarnação. Incapaz de descansar no inexplicável mistério do Emanuel (Deus conosco), os gregos e latinos pais da Igreja formularam um sistema de lógica linear para explicar a encarnação enquanto os seus oponentes utilizaram o mesmo tipo de lógica para prova-los em erro. A mesma batalha teológica sobre a encarnação continua hoje, e frequentemente ambos os lados do debate recorrem à lógica linear para provar suas posições. Em contraste, João afirma a encarnação sem a necessidade de providenciar um sistema coerente de lógica para provar. Ele simplesmente diz que a Palavra era Deus e que a Palavra se tornou carne e habitou entre nós (João 1:1, 14). E claramente, para João, a Palavra é Yeshua. Ele afirma a verdade absoluta do Deus conosco mas deixa isso como um mistério explicável apenas na mente de Deus. E Paulo concorda: Evidentemente, grande é o mistério da piedade: Aquele que foi manifestado na carne foi justificado em espírito, contemplado por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória. (1 Timóteo 3:16) O Que Isso Significa Para Nós 5

6 Despir-nos da mentalidade grega que caracteriza nossa cultura ocidental é uma tarefa difícil mas necessária se nós esperamos compreender as Escrituras em seus próprios termos. Como Wilson observa: É particularmente difícil para ocidentais aqueles cujos padrões de ensino foram influenciados mais pelos gregos e romanos que pelos hebreus de apanhar a lógica em blocos das Escrituras. Quando nós abrimos a Bíblia, portanto, uma vez que não somos orientais, nós somos convidados, como Robert Martin-Achard diz, à nos submeter a um tipo de conversão intelectual ao mundo hebreu do oriente. 6 Certamente, se nós falhamos em ler as Escrituras de sua perspectiva hebreia na qual foi escrita, nós vamos inevitavelmente mal interpretá-la pela importação do dualismo grego e contornando o texto sagrado dentro de um sistema de lógica linear. Nossas teologias sistemáticas, caprichosamente empacotado na lógica linear, predetermina como nós interpretamos as Escrituras quando o contrário é o que deveria acontecer: o texto sagrado deveria determinar a nossa teologia. É fácil de ver, então, que enquanto desejamos retornar à perspectiva da Torá, é necessário que nós abandonemos nossa cosmovisão grega e procuremos ler e entender a Bíblia a partir da mentalidade hebreia na qual ela foi escrita. Na parte dois desse artigo, nós vamos explorar como a cosmovisão grega afetou o entendimento da Igreja do Evangelho, o processo de santificação, e o mundo por vir Citado da Christian Overman, Assumptions that Affect Our Lives (Ablaze Pu., 1989), p. 15. Confissões, 8.2. B. B. Warfield, The Works of Benjamin B. Warfield. vol. 10.: Studies in Turtullian and Augustine (Oxford, 1932 [reimpresso por Hendrickson Pub, 2003]), Marvin Wilson, Our Father Abraham (Eerdmans, 1989), p Isso não está a sugerir que nossa fé é carente de intelecto, mas está a sugerir que confiar que as Escrituras são a verdadeira revelação de Deus é ima epistemologia superior que o empirismo ou o racionalismo. Hebreus 11:1 ensina que fé compreende realidade (hupostasis) e apresenta evidência (elegxos) para o que não se vê. Aceitar como verdadeiro os mistérios de Deus no qual nem o empirismo ou o racionalismo podem explicar não é um salto no escuro sem inteligência. É repousar sobre a verdade revelada que apenas a fé pode compreender. Marvin Wilson, Our Father Abraham, p

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO.

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO. Ao contrário do que parece à primeira vista, a Bíblia não é um livro único e independente, mas uma coleção de 73 livros, uma mini biblioteca que destaca o a aliança e plano de salvação de Deus para com

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB)

DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB) DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB) A Igreja de Jesus Cristo está comprometida somente com o Antigo e Novo Testamentos como a única autoridade escrita de fé e conduta.

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

A Bíblia afirma que Jesus é Deus

A Bíblia afirma que Jesus é Deus A Bíblia afirma que Jesus é Deus Há pessoas (inclusive grupos religiosos) que entendem que Jesus foi apenas um grande homem, um mestre maravilhoso e um grande profeta. Mas a Bíblia nos ensina que Jesus

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada.

Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada. Capítulo 1: A Bíblia e Como ela foi Organizada Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção

Leia mais

Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo nos são ditas através deste Livro.

Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo nos são ditas através deste Livro. A importância do estudo bíblico para a vida cristã 2 Pedro 1.12-2121 Pr. Fernando Fernandes Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4.12) Quando você se arrepende dos seus pecados e crê

Leia mais

MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37

MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37 MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37 1 1. Objetivos: Ensinar que quando Moisés aproximou-se de Deus, os israelitas estavam com medo. Ensinar que hoje em dia, por causa de Jesus, podemos nos sentir perto de Deus

Leia mais

Perguntas para Testar a Compreensão de Gálatas

Perguntas para Testar a Compreensão de Gálatas 1:1-5 Perguntas para Testar a Compreensão de Gálatas 1:6-10 1:11-24 P1: Qual é a coisa principal que Paulo diz aqui? R: Ele saúda os cristãos de Galácia. P2: O que Paulo diz sobre a sua obra como apóstolo?

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo 10.14 O batismo do Espírito Santo #61 Estudamos o novo nascimento e vimos como o Espírito Santo realiza essa obra juntamente com a Palavra de Deus. Tínhamos que entender o novo nascimento e como alguém

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS Pr. Cristiano Nickel Junior O propósito é que a Igreja seja um exército com bandeiras Martyn Lloyd-Jones No princípio era aquele

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXII A PRIMEIRA CARTA DE PEDRO E REFLEXÕES SOBRE O SOFRIMENTO Até aqui o Novo Testamento tem dito pouco sobre

Leia mais

Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo ENSINO RELIGIOSO CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo ENSINO RELIGIOSO CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

Israel: A testemunha de Deus

Israel: A testemunha de Deus Israel: A testemunha de Deus Há aproximadamente 700 anos antes de Cristo, Deus fez uma declaração curiosa acerca de Israel. Usando o profeta Isaías, o SENHOR falou: Israel é cenário do cumprimento de muitas

Leia mais

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29. Estudo Indutivo

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29. Estudo Indutivo LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29 1. Por que é relevante saber a quem Jesus se dirigiu quando proferiu o Sermão do Monte? 2. Com base no texto de Mateus 4.24, é possível saber qual

Leia mais

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar?

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? O livre arbítrio tem sido definido como a capacidade que o homem tem de escolher entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, e é óbvio, a de

Leia mais

Uma biblioteca composta de 66 livros. 1.1 O significado da Palavra Bíblia

Uma biblioteca composta de 66 livros. 1.1 O significado da Palavra Bíblia Aula 1 10/09/2014 Uma biblioteca composta de 66 livros 39 antigo testamento 27 novo testamento 1.1 O significado da Palavra Bíblia Grego = Livros ou coleção de pequenos livros João Crisostomos disseminação

Leia mais

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras)

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Mostre o "Homem em Pecado" separado de Deus Esta luz (aponte para o lado direito) representa

Leia mais

AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS

AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS (Atenção: esse texto visa apenas a esclarecer aos estudantes da doutrina da Mensagem acerca de como foi possível ao longo dos anos em nosso país, os ministros distorcerem

Leia mais

O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista.

O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista. Lição 11 A DOUTRINA DO BATISMO NAS ÁGUAS Por: Pr Valdimário Santos O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista. Em Mateus 3.1,2 notamos que a mensagem

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação?

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação? A BÍBLIA Parte 2 Objetivo para mudança de vida: Dar ao estudante um senso profundo e duradouro de confiança em sua capacidade de entender a Bíblia. Capacidade esta que lhe foi dada por Deus. Você se lembra

Leia mais

Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem!

Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem! Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem! Obedecer. Palavra fácil de entender, mas muitas vezes difícil de colocar em prática. Principalmente quando não entendemos ou concordamos com a orientação dada.

Leia mais

#68. 10.21 Introdução à Escatologia

#68. 10.21 Introdução à Escatologia 10.21 Introdução à Escatologia #68 Daqui para frente, estamos entrando na parte escatológica da Bíblia. O que é escatologia? É o estudo das últimas coisas. Vivemos a época da Igreja, a qual terminará com

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III

A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III 1 A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III Nas cartas do apóstolo Paulo, a doutrina da justificação é o maravilhoso ensino bíblico de que Deus nos aceita como justos em Cristo e perdoa nossos

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

Porque Deus mandou construir o tabernáculo?

Porque Deus mandou construir o tabernáculo? Aula 39 Área da Adoração Êxodo 19:5~6 Qual o significado de: vós me sereis reino sacerdotal? Significa que toda a nação, não parte, me sereis reino sacerdotal, povo santo, nação santa. Israel era uma nação

Leia mais

Pérola de Grande Valor é um volume de escrituras

Pérola de Grande Valor é um volume de escrituras C A P Í T U L O 3 8 Pérola de Grande Valor Pérola de Grande Valor é um volume de escrituras escrito por profetas. Há cinco partes em Pérola de Grande Valor: o livro de Moisés, o livro de Abraão, Joseph

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

A Liderança do Espírito

A Liderança do Espírito A Liderança do Espírito Autor : Andrew Murray Para muitos Cristãos a liderança do Espírito é considerada como uma sugestão de pensamentos para nossa orientação. Eles almejam e pedem por ela em vão. Quando

Leia mais

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação)

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação) O batismo do Espírito Santo (continuação) #62 Estamos falando sobre alguns dons do Espírito Santo; falamos de suas obras, dos seus atributos, como opera o novo nascimento e, por último, estamos falando

Leia mais

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 A trindade sempre existiu, mas se apresenta com maior clareza com vinda de Cristo e a redação do Novo Testamento. Por exemplo,

Leia mais

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado.

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. 1 Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. Neste sentido a Carta aos Hebreus é uma releitura da lei,

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito 9.9 Jesus Cristo é homem perfeito Aula 48 Assim como é importante verificarmos na Palavra de Deus e crermos que Jesus Cristo é Deus, também é importante verificarmos e crermos na humanidade de Jesus após

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

Mais do que Vencedores ou Mais do que Vencidos. Missionário Pastor Danny Hawkins

Mais do que Vencedores ou Mais do que Vencidos. Missionário Pastor Danny Hawkins Mais do que Vencedores ou Mais do que Vencidos. Missionário Pastor Danny Hawkins Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Romanos 8:37 Todos os dias nós temos

Leia mais

Jesus, o Cordeiro de Deus

Jesus, o Cordeiro de Deus Jesus, o Cordeiro de Deus "Sacrifícios e ofertas tu não quiseste, mas um corpo tu tens preparado para mim; em todos os holocaustos e sacrifícios pelo pecado tu não tens tido prazer. Então eu disse: Eis

Leia mais

Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.

Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém. (Apocalipse 1:7) A Bíblia inteira focaliza o futuro.

Leia mais

ANTROPOLOGIA BÍBLICA Algumas considerações sobre a imagem e semelhança de Deus no homem

ANTROPOLOGIA BÍBLICA Algumas considerações sobre a imagem e semelhança de Deus no homem 1 Introdução ANTROPOLOGIA BÍBLICA Algumas considerações sobre a imagem e semelhança de Deus no homem João Pedro da Silva 1 Neste trabalho irei abordar diferentes posições teológicas acerca do entendimento

Leia mais

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1)

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) Ministério de Intercessão A Intercessão e a Batalha Espiritual Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) O que é Intercessão?

Leia mais

www.sede.umnovotempo.org.br/estudos JEJUM DO AVIVAMENTO

www.sede.umnovotempo.org.br/estudos JEJUM DO AVIVAMENTO JEJUM DO AVIVAMENTO 1 Dia do Jejum do Avivamento Leitura: Romanos 13:10 à 14 Introdução: Avivamento ou avivar é tornar mais vivo, mais desperto e renovado. O avivamento está ligado a disposição de reformar,

Leia mais

8º Capítulo. Petros Os Dons Pilares 1ª Parte

8º Capítulo. Petros Os Dons Pilares 1ª Parte 8º Capítulo Petros Os Dons Pilares 1ª Parte O texto de I Co 12:7-11 fala sobre os dons espirituais, aqui chamados de carismáticos; O texto de Ef 4:11 fala sobre os dons ministeriais, aqui chamados de dons

Leia mais

10. A IGREJA. 10.1 Introdução. Aula 49

10. A IGREJA. 10.1 Introdução. Aula 49 10. A IGREJA Aula 49 10.1 Introdução Deus não está interessado em levar pessoas para o céu, Ele quer sim trazer o céu para a terra. Por causa disso, Deus vai fazer nova terra. Porém, Deus quer trazer o

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b)

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b) Evangelho A palavra Evangelho significa: Boas Novas. Portando, não temos quatro evangelhos, mas quatro evangelistas que escreveram, cada um, conforme sua visão, as boas-novas de salvação, acerca do Senhor

Leia mais

apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina" (Efésios 2:20).

apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina (Efésios 2:20). LIÃO 30 COMO FORTALECER O MINISTÉRIO TEXTO: Mateus 16.18 Introdução. Quando o Senhor Jesus Cristo veio à terra disse:" Edificarei a Minha igreja" (Mateus 16:18b). O apóstolo Paulo ensinou: "Edificados

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Igreja Batista Renovada de Boituva www.igrejabatista.boituvasp.com.br

Igreja Batista Renovada de Boituva www.igrejabatista.boituvasp.com.br 34 Lição 5 A Quem deve ser batizado? Antes de subir ao céu, o Senhor Jesus Cristo ordenou aos seus discípulos: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda a criatura. Quem crê e for batizado

Leia mais

Jesus revela-nos que Deus é. Pai. Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008

Jesus revela-nos que Deus é. Pai. Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008 Jesus revela-nos que Deus é Pai Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008 Quem inventou Deus? Desde sempre que os homens acreditaram na existência de forças muito poderosas

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

A Experiência do Novo Nascimento

A Experiência do Novo Nascimento Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church A Experiência do Novo Nascimento A Série das Verdades do Evangelho (caderno 6) The Born Again Experience Tradução Pr. Anastácio Pereira de Sousa

Leia mais

Aula 02 1.8 Divisão da Bíblia e livros a) Como os livros foram reconhecidos e aceitos? padrão regra de fé II Pedro 3:15~16

Aula 02 1.8 Divisão da Bíblia e livros a) Como os livros foram reconhecidos e aceitos? padrão regra de fé II Pedro 3:15~16 1.8 Divisão da Bíblia e livros Velho Testamento 39 livros Novo Testamento 27 livros 40 escritores diferentes Período de 1600 anos para ser escrita a Bíblia, (aprox. entre 1500 a.c. e 100 d.c.) a) Como

Leia mais

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO ORIENTAÇÕES GERAIS Bem-vindos à nova estação dos GFs: a estação do evangelismo! Nesta estação queremos enfatizar pontos sobre nosso testemunho de vida

Leia mais

Naquela ocasião Jesus disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos

Naquela ocasião Jesus disse: Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos As coisas encobertas pertencem ao Senhor, ao nosso Deus, mas as reveladas pertencem a nós e aos nossos filhos para sempre, para que sigamos todas as palavras desta lei. Deuteronômio 29.29 Naquela ocasião

Leia mais

O Arrebatamento da Igreja

O Arrebatamento da Igreja Texto Base: 1Ts 4.13-18 O Arrebatamento da Igreja "Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança. Pois,

Leia mais

A SAGRADA ESCRITURA. Por Marcelo Rodolfo da Costa

A SAGRADA ESCRITURA. Por Marcelo Rodolfo da Costa A SAGRADA ESCRITURA Por Marcelo Rodolfo da Costa A palavra bíblia é de origem grega do termo "biblion" que no plural significa "livros". Logo a bíblia é uma coleção de livros. Ela surge no meio de um oriente,

Leia mais

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus A Identidade da Igreja do Senhor Jesus Atos 20:19-27 (Ap. Paulo) Fiz o meu trabalho como Servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos

Leia mais

Demonstração de Maturidade

Demonstração de Maturidade Demonstração de Maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO 2 Reis 4.12-17 12 - Então disse ao seu servo Geazi: Chama esta sunamita. E chamando-a ele, ela se pôs diante dele. 13 - Porque ele tinha falado a Geazi:

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ http://cachorritosdelsenor.blogspot.com/ A páscoa Volume 29 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 11 Ola Filhotes, vocês sabem o que é páscoa e quando ela começou?

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

O ÚNICO REFÚGIO ETERNO. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina.

O ÚNICO REFÚGIO ETERNO. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina. NOTA AO LEITOR Nossa intenção é fazer uma transcrição fiel e exata desta Mensagem, tal como foi pregada. Portanto, qualquer erro neste livreto

Leia mais

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. Você sabe que este programa tem por objetivo estudar a Palavra de Deus, comentando detalhadamente os 1 seus diversos textos, no

Leia mais

segunda-feira, 20 de agosto de 12

segunda-feira, 20 de agosto de 12 o perigo: abordagens contemporâneas (remakes) Sempre e sempre, de novo, a figura de Jesus tem sido terrivelmente amputada a fim de adaptar-se ao gosto de cada geração. Durante toda a história da igreja

Leia mais

6ª Aula A Vontade de Deus

6ª Aula A Vontade de Deus 6ª Aula A Vontade de Deus Objetivo do curso: Ajudar cada cristão a orar mais! Ajudar cada cristão a entender que a oração é o meio pelo qual Deus é CONVIDADO a fazer parte de nossas vidas (não há outra

Leia mais

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Introdução Almejamos uma nova compreensão da espiritualidade, que nos impulsione a realizar o projeto integral de Deus, expressando assim genuína adoração (Jo 4.23-24).

Leia mais

Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII

Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII COMUNIDADE CRISTÃ ASSEMBLEIA DOS JUSTOS SISTEMA EDUCACIONAL BÍBLICO ECLESIÁSTICO DEPARTAMENTO DE CURSO BÍBLICO BÁSICO Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII A Divindade do Senhor Jesus Este é o assunto

Leia mais

Todos Batizados em um Espírito

Todos Batizados em um Espírito 1 Todos Batizados em um Espírito Leandro Antonio de Lima Podemos ver os ensinos normativos a respeito do batismo com o Espírito Santo nos escritos do apóstolo Paulo, pois em muitas passagens ele trata

Leia mais

Lição 4. Usando a Bíblia. A importância da Bíblia na sua vida: É muito importante que um novo cristão estabeleça o

Lição 4. Usando a Bíblia. A importância da Bíblia na sua vida: É muito importante que um novo cristão estabeleça o Livro 1 página 28 Lição 4 Usando a Bíblia A importância da Bíblia na sua vida: É muito importante que um novo cristão estabeleça o hábito de ler regularmente a Bíblia. É uma fonte de bênção, inspiração,

Leia mais

A Bíblia sustenta a confiabilidade das sensações?

A Bíblia sustenta a confiabilidade das sensações? A Bíblia sustenta a confiabilidade das sensações? Vincent Cheung Qualquer cristão que admite algum grau de confiança no empirismo e na ciência para o conhecimento sobre a realidade faz isso por razões

Leia mais

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Prezado amigo, chegamos ao capítulo 17 do livro de Levítico, e

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Prezado amigo, chegamos ao capítulo 17 do livro de Levítico, e REFERÊNCIA: Levítico 17 Data de Gravação: 18.06.03 PRODUTOR: Paulo Chaveiro Locução: Paulo Chaveiro OLÁ! CARO AMIGO/ EU SOU PAULO CHAVEIRO E ESTE É O PROGRAMA O SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS

Leia mais

I Plenitude do Espírito e vida familiar

I Plenitude do Espírito e vida familiar 13 I Plenitude do Espírito e vida familiar E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com

Leia mais

O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO. William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México. Reverendo William Soto Santiago, Ph. D.

O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO. William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México. Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br

Leia mais

Verdades Bíblicas Para Todos

Verdades Bíblicas Para Todos Verdades Bíblicas Para Todos Estudos sobre Alguns Fatos Importantes da Palavra de Deus Preparados por Dennis Allan 2009 www.estudosdabiblia.net Distribuição Gratuita Venda Proibida Verdades Bíblicas para

Leia mais

Em que sois batizados então? (Atos 19:3)

Em que sois batizados então? (Atos 19:3) Em que sois batizados então? (Atos 19:3) O Senhor Jesus Cristo deu uma ordem expressa aos seus discípulos, quando disse: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer

Leia mais

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling.

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renunciese a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar

Leia mais

Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church. A Série das Verdades do Evangelho (caderno 4) God is the Answer

Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church. A Série das Verdades do Evangelho (caderno 4) God is the Answer Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church Deus é a Resposta A Série das Verdades do Evangelho (caderno 4) God is the Answer Tradução Pr. Anastácio Pereira de Sousa Primeira Igreja Batista

Leia mais

Decorando a Palavra de Deus

Decorando a Palavra de Deus Livro 1 página 73 Lição Dez Decorando a Palavra de Deus A Palavra de Deus (a Bíblia) é muito importante na vida do crente. Ela é uma fonte inesgotável de conhecimento, força e inspiração. Já aprendemos

Leia mais

Primeiros Passos na Vida Cristã

Primeiros Passos na Vida Cristã IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA D I S C I P U L A D O Primeiros Passos na Vida Cristã C a p í t u l o ADEUS 1À VIDA VELHA Discipulador: / / No Culto... APÓS O Culto... Agora você é um nascido

Leia mais

LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13

LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13 LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13 Exercícios para prática e discussão 1. Em que período e contexto Jeremias desenvolveu seu ministério? 2. Por que é importante

Leia mais

LIÇÃO 2 Informação Básica Sobre a Bíblia

LIÇÃO 2 Informação Básica Sobre a Bíblia LIÇÃO 2 Informação Básica Sobre a Bíblia A Bíblia é um livro para todo a espécie de pessoas novos e idosos, cultos e ignorantes, ricos e pobres. É um guia espiritual para ensinar as pessoas como ser-se

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 1) A Cruz era um instrumento de execução. Para os romanos, que tipo de pessoa era executado na cruz? E para os judeus? Resposta: Os romanos a usavam

Leia mais

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015 1 QUEM É JESUS Jo 1 26 Respondeu João: Eu batizo com água, mas entre vocês está alguém que vocês não conhecem. 27 Ele é aquele que vem depois de mim, e não sou digno de desamarrar as correias de suas sandálias

Leia mais

A VOZ DA RESSURREIÇÃO

A VOZ DA RESSURREIÇÃO A VOZ DA RESSURREIÇÃO 24 A VOZ DA RESSURREIÇÃO Sexta-feira, 20 de dezembro de 2013 Cali, Colômbia Para maiores informações poderá visitar o Site: www.opoderdapalavrapura.com Ou através do e-mail: contato@opoderdapalavrapura.com

Leia mais

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo 1 Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

Você é um Cristão Embaixador ou Turista do Reino de Deus?

Você é um Cristão Embaixador ou Turista do Reino de Deus? Você é um Cristão Embaixador ou Turista do Reino de Deus? 2 Coríntios 5:18-20 Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber,

Leia mais

Apêndice 1 Ementário do CTER

Apêndice 1 Ementário do CTER Apêndice 1 Ementário do CTER Apresentamos abaixo a ementa de cada uma das 31 (trinta e uma) disciplinas obrigatórias do CTER. Este ementário está sujeito a alterações. O aluno deve permanecer atento, pois,

Leia mais