Exploração. Programa de Exploração AngloGold Ashanti Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exploração. Programa de Exploração AngloGold Ashanti Brasil"

Transcrição

1 Exploração 2012 Programa de Exploração AngloGold Ashanti Brasil

2 AngloGold Ashanti

3 AngloGold Ashanti 2011 Produção mundial MOz Brasil 428KOz produzidas $6.6 bilhões de faturamento empregados + contratados Produção de Ouro por região 37% - África do Sul 36% - África Continental 21% - Américas 6% - Australia

4 AngloGold Ashanti Valores Segurança é nosso primeiro valor; Valorizamos a diversidade; Tratamos uns aos outros com dignidade e respeito; Somos responsáveis pelas nossas ações e cumprimos nossos compromissos; As comunidades e regiões onde a AngloGold Ashanti mantém suas operações devem se tornar melhores em função da presença da Empresa; Respeitamos o meio ambiente.

5 AngloGold Ashanti - Operações 4

6 AngloGold Ashanti Recursos & Reservas 3.2MOz Reservas na África do Sul; 3.8MOz Adição de Recursos em La Colosa; 0.9MOz Adição de Recursos em Gramalote; 1.3MOz Crescimento de recursos em Geita; 0.8MOz Adição de Recursos em Tropicana; 0.8MOz Adição de Recursos em AGA Brasil;

7 AngloGold Ashanti Crescimento Ser líder em crescimento sustentável na indústria de mineração de ouro. 6,0 5,0 4,0 3,0 2,0 1,0 AGA Mundial - Produção de Ouro - MOz 0,0 Base Target

8 AngloGold Ashanti - Crescimento Crescimento orgânico.

9 AngloGold Ashanti Brasil Crescimento Ser líder em crescimento sustentável na indústria de mineração de ouro Brasil - Produção de Ouro - KOz 2011 Target 2015 Target 2020

10 AngloGold Ashanti - Greenfield

11 AngloGold Ashanti - Brownfield 10

12 Investimentos em Exploração & Projetos Categoria Global Brasil Global Brasil Greenfields $ 98m $ 5.8m $ 108m $ 5.3m Brownfields $ 87m $ 30m $ 102m $ 41m Exploração Marinha $ 19m - $ 20m - Pré Viabilidade $ 109m - $ 150m - Total $ 313m $ 36m $ 380m $ 46.3m

13 Pipeline de Projetos

14 Pipeline de Projetos Greenfields e Brownfields avanços

15 Pipeline de Projetos Novas e importantes descobertas.. 24Moz 14

16 AngloGold Ashanti Brasil Programa de Exploração AngloGold Ashanti Brasil

17 Exploração - Projetos

18 Exploração - Estrutura Equipe própria > 35 geólogos > 30 técnicos/supervisores > 80 auxiliares/operadores Equipe de GIS e Geofísica Consultores Internos AGA e Externos Sondagem 2011 > m Sondagem 2012 > m

19 Exploração Minas Gerais - QF

20 Exploração Minas Gerais - QF Por que o QF? MOz MOz MOz 20 40MOz 10 0 Produzido Recursos Endowment

21 Exploração BF- Cuiabá-Lamego

22 Exploração BF- Cuiabá-Lamego Recursos Minerais CATEGORIA Au KOz Medido Indicado Inferido Total: Dobra tubular com mergulho 115/30º; Corpos de minério hospedados em FFB sulfetadas (pirita, pirrotita e arsenopirita); Complexidade estrutural aumentando em profundidade; Reservas Minerais CATEGORIA Au KOz Provada 914 Provável 646 Total: Dez 2011

23 Exploração BF- Cuiabá-Lamego

24 Exploração BF- Cuiabá-Lamego 2012/13/14 > m de sondagem; Sondagem profunda > 2.000m Geofísica profunda > 2.500m (MT??) 2.300m

25 Exploração BF- Nova Lima Sul

26 Exploração BF- Nova Lima Sul Minas paralisadas e complexas; Foco na decisão do potencial; Objetivo Completar a capacidade do circuito Queiroz; 2010 Sondagem profunda em Raposos; 2011 Ranking dos alvos com maiores potencias vs restrições; 2012 Sondagem de subsolo para detalhamento; 2013 Continuidade dos trabalhos de detalhe;

27 Exploração BF- Nova Lima Sul Raposos Recursos atuais 600KOz Potencial 1MOz Limite em profundidade?? Exemplo Mina Velha > 2.500m Deep drilling Raposos L to m g/t L32 L to m to m EW and ES orebody model Santa Catarina orebody model L44-591m

28 Exploração BF- Córrego do Sítio e Região Três trends paralelos SW/NE com 15Km de extensão; Região com geologia estrutural complexa; Corpos de minério hospedados na sequência metassedimentar com sulfetação variada (pirrotita, pirita, calcopirita e arsenopirita); Mapa e histórico 3 slides

29 Exploração BF- Córrego do Sitio e Região Recursos Minerais CATEGORIA Au KOz Medido 251 Indicado Inferido Total: Reserva Mineral CATEGORIA Au KOz Provada 78 Provável 300 Total: Dez 2011

30 Exploração BF- Córrego do Sitio e Região 2012/13/14 > m de sondagem; Definição do potencial total Programa Fast-Track; Exploração regional guiada pela estratégia de crescimento de CdS; ROSALINO 100KOz (2013) para 250KOz (2018) MUTUCA and CACHORRO FUNDO CACHORRO BRAVO LARANJEIRAS CARVOARIA 15 Km SANGUE DE BOI SÃO BENTO MINE SHAFT BARRA FELIZ ANOMALIA I ANOMALIA II LEVEL 300 LEVEL 0 LEVEL -200 CDS - Curto Prazo CDS Curto / Médio Prazo CDS Longo Prazo

31 Exploração BF- Mineração Serra Grande Recursos Totais CATEGORIA Au KOz Lavrados Recursos & Reservas GB Crixás; Total: Mineralização hospedada na sequência metassedimentar; Xistos sulfetados pirrotita e arsenopirita; VQz com alto teor; > 680mil metros 30

32 Exploração BF- Mineração Serra Grande Fases de Exploração Substituição de Reservas 1989 a 2005 US$ 18M; Adição de Recursos 2006 a 2010 US$ 20M; Fast-Track 2011/12 US$ 20M; Resultados Adição de recursos desde 2008 >1MOz; Custo de adição US$23.5/Oz Custo US$131/m o ano Fast-Track 661KOz (Exploração + Geologia de Mina)

33 Exploração BF- Mineração Serra Grande DOL DOL DOL GX MBA-I GX DOL MBA-T DOL MBA-B GX DOL MGV GX GNCX GX MBA-I Limite MBA-B DOL de intemperismo DOL MGV GX GX DOL DOL GNCX GX MGV NW F-472 F-462 F-445 F-441 F-350 F-383 F-347 F-515 F-513 Rio Vermelho K-21 Superfície K-49 K-5 K-1 K-72 K-85 F-159 F-65 F-44 F-66 F-69 Open Pit F-72 F-495 F-32 F-127 SE F-129 F-144 NÍVEL 100 ZONA SUPERIOR ESTRUTURA III NÍVEL 500 ESTRUTURA PALMEIRAS ESTRUTURA IV ZONA INFERIOR Nível 700 NÍVEL 1000 ESTRUTURA IV ESTRUTURA III NÍVEL 1500 NÍVEL 2000

34 Exploração BF- Mineração Serra Grande Exploração Futura m KOz US$ 4.7M 3.6M 4.7M 9.9M 8.0M 10.9M 11.5M 11.0M Adição proximal nas minas Programa Fast Track Consolidação da adição de recursos Geração de alvos Geração de outros alvos no GB de Crixás e regionais Custo de adição de Recursos - US$23.5/Oz

35 Exploração Greenfields Brasil 2009 Geração de Projetos e Ranking das Províncias Metalogenéticas Brasileiras; Revisão técnica contínua dos mais prospectivos Belts; Exercício contínuo de geração de alvos; Três approaches integrados: Exploração Greenfields AGA Gerenciamento e operação; JV s e Parcerias Junior s e Mid-Tier Companies; Business Development & Value Addition M&A e Estratégia de crescimento regional ; Alvos Crescimento regional alimentando o Pipeline Brasil Longo Prazo busca de um Global game changer

36 Exploração Greenfields Brasil

37 Exploração Greenfields Brasil Projeto Falcão JV AngloGold e Horizonte Minerals Anomalia de Ouro significante; 3.000m de sondagem diamantada executados em 2011; Orçamento aprovado para 2012 US$1.6M; 2012 Novos trabalhos em fase de planejamento; Treinamento e especialização da equipe técnica; Negociações de novas parcerias em andamento.

38 37

o 5 Projetos de Ouro em diferentes estados Brasileiros. o Províncias minerais com histórico de produção de Ouro.

o 5 Projetos de Ouro em diferentes estados Brasileiros. o Províncias minerais com histórico de produção de Ouro. Projetos Projetos Mapa de Localização Projeto Pau D arco (Estado do Pará) Projetos Igaracy 1 e 2 (Estado da Paraíba) Projeto Jatobá (Estado do Pará) o 5 Projetos de Ouro em diferentes estados Brasileiros.

Leia mais

12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO. Realização. 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com.

12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO. Realização. 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com. 12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO Realização 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com.br Otimização do Planejamento de Mina Longo Prazo em Córrego do

Leia mais

SEMINÁRIO RECURSOS ENERGÉTICOS DO BRASIL: PETRÓLEO, GÁS, URÂNIO E CARVÃO Rio de Janeiro 30 de setembro de 2004 - Clube de Engenharia

SEMINÁRIO RECURSOS ENERGÉTICOS DO BRASIL: PETRÓLEO, GÁS, URÂNIO E CARVÃO Rio de Janeiro 30 de setembro de 2004 - Clube de Engenharia Urânio: Alguns Aspectos relacionados com as Pesquisas, Produção, Demanda e Mercado de Urânio no Brasil e no Mundo SEMINÁRIO RECURSOS ENERGÉTICOS DO BRASIL: PETRÓLEO, GÁS, URÂNIO E CARVÃO Rio de Janeiro

Leia mais

PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA

PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA POTÁSSIO DO BRASIL INTERSECTA MINÉRIO DE POTÁSSIO COM TEOR DE 39.94% KCl A UMA PROFUNDIDADE DE 843.08 m CONFIRMANDO POTENCIAL DE JAZIDA NA BACIA AMAZÔNICA PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA Furo PB-AT-11-09 intercepta

Leia mais

3 MINERALIZAÇÕES AURÍFERAS NO GREENSTONE BELT RIO DAS VELHAS

3 MINERALIZAÇÕES AURÍFERAS NO GREENSTONE BELT RIO DAS VELHAS 3 MINERALIZAÇÕES AURÍFERAS NO GREENSTONE BELT RIO DAS VELHAS Depósito de ouro orogênico (Groves et al. 1998) é o termo utilizado para definir depósitos de ouro associados a orógenos, ou seja, a zonas de

Leia mais

FERRAMENTA DE AVALIAÇÃO DA PRODUTIVIDADE DA MINA

FERRAMENTA DE AVALIAÇÃO DA PRODUTIVIDADE DA MINA FERRAMENTA DE AVALIAÇÃO DA PRODUTIVIDADE DA MINA Ricardo Assis - Mineração Serra Grande Wanderlúcio Martins - Mineração Serra Grande Rogério Machado Leal - AngloGold Ashanti Córrego do Sítio Mineração

Leia mais

O PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL CBPM. SIMEXMIN Ouro Preto - Maio 2012

O PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL CBPM. SIMEXMIN Ouro Preto - Maio 2012 O PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL CBPM SIMEXMIN Ouro Preto - Maio 2012 REFERENCIAIS HISTÓRICOS A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) é uma sociedade de economia mista, criada pela Lei Estadual nº

Leia mais

POTÁSSIO DO BRASIL ANUNCIA NOVA DESCOBERTA DE MINERALIZAÇÃO DE POTÁSSIO NA BACIA AMAZÔNICA E MOBILIZA TERCEIRA SONDA

POTÁSSIO DO BRASIL ANUNCIA NOVA DESCOBERTA DE MINERALIZAÇÃO DE POTÁSSIO NA BACIA AMAZÔNICA E MOBILIZA TERCEIRA SONDA POTÁSSIO DO BRASIL ANUNCIA NOVA DESCOBERTA DE MINERALIZAÇÃO DE POTÁSSIO NA BACIA AMAZÔNICA E MOBILIZA TERCEIRA SONDA PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA Nova descoberta de minério de potássio na Bacia do Amazonas

Leia mais

PESQUISA MINERAL E O MEIO AMBIENTE

PESQUISA MINERAL E O MEIO AMBIENTE PESQUISA MINERAL E O MEIO AMBIENTE A mineração não brota simplesmente do subsolo acima do qual o Estado impõe a sua jurisdição. É preciso que a geologia desse subsolo tenha características peculiares (que

Leia mais

Boletim Informativo Exploração

Boletim Informativo Exploração Boletim Informativo 01 O grupo é formado pela Rio Tinto plc, cujas ações são negociadas na Bolsa de Valores de Londres, e pela Rio Tinto Limited, com ações negociadas na Bolsa de Valores da Austrália.

Leia mais

CAMINHO PARA O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL

CAMINHO PARA O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL CAMINHO PARA O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL QUEM SOMOS PERFIL UMA DAS MAIORES EMPRESAS DE MINERAÇÃO DO BRASIL ENTRE OS MAIS COMPETITIVOS PRODUTORES DE ALUMÍNIO, NÍQUEL E ZINCO QUEM SOMOS NOSSA ENERGIA 33

Leia mais

E-mail: Bamburra@superig.com.br Web Site: http://www.bamburra.com

E-mail: Bamburra@superig.com.br Web Site: http://www.bamburra.com Planejamento e Economia Mineral Ltda. a Caixa Postal: 37005-22.622-970 Rio de Janeiro - RJ - Brasil Fone: (+ 55) (21) 2439-8153 / 2449-1756 Fax: (+55) (21) 2493-2881 / 2439-8153 E-mail: Bamburra@superig.com.br

Leia mais

Problemas, perspectivas e desafios

Problemas, perspectivas e desafios Mineração no Brasil Problemas, perspectivas e desafios Bruno Milanez Universidade Federal de Juiz de Fora Rede Brasileira de Justiça Ambiental Extractivismo: nuevos contextos de dominacióny resistencias

Leia mais

POTÁSSIO DO BRASIL CONFIRMA RESERVAS DE POTÁSSIO NO AMAZONAS QUE PODEM GARANTIR SUPRIMENTO AOS AGRICULTORES BRASILEIROS

POTÁSSIO DO BRASIL CONFIRMA RESERVAS DE POTÁSSIO NO AMAZONAS QUE PODEM GARANTIR SUPRIMENTO AOS AGRICULTORES BRASILEIROS POTÁSSIO DO BRASIL CONFIRMA RESERVAS DE POTÁSSIO NO AMAZONAS QUE PODEM GARANTIR SUPRIMENTO AOS AGRICULTORES BRASILEIROS PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA As descobertas de minério de potássio na Bacia do Amazonas

Leia mais

Modelamento Matemático da Mina Pequizão em Crixás GO

Modelamento Matemático da Mina Pequizão em Crixás GO Mecânica das Rochas para Recursos Naturais e Infraestrutura Conferência Especializada ISRM 09-13 Setembro 2014 CBMR/ABMS e ISRM, 2014 Modelamento Matemático da Mina Pequizão em Crixás GO Marcelo Pereira

Leia mais

Perguntas de Gere 1- Comente a trilogia Recursos Tecnologia Mercado. Porque razão a sociedade actual pode ser acusada de regalista, em matéria de recursos? 2- Traduza em diagrama, as implicações do factor

Leia mais

MBA em Economia Mineral

MBA em Economia Mineral MBA em Economia Mineral Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização Belém, 25 maio de 2006 Sumário Panorama Global; Pará Mineral: destaques selecionados; MBA Economia Mineral; CIMN - Centro de Inteligência

Leia mais

FOCO NA MINERAÇÃO OPÇÃO ESTRATÉGICA PARA PLANEJAMENTO DE MÍDIA VOLTADO ESPECIALMENTE AO SETOR MINERAL

FOCO NA MINERAÇÃO OPÇÃO ESTRATÉGICA PARA PLANEJAMENTO DE MÍDIA VOLTADO ESPECIALMENTE AO SETOR MINERAL FOCO NA MINERAÇÃO OPÇÃO ESTRATÉGICA PARA PLANEJAMENTO DE MÍDIA VOLTADO ESPECIALMENTE AO SETOR MINERAL M E D I A K I T 2 0 1 6 PERFIL EDITORIAL IN THE MINE é uma publicação dirigida à indústria de mineração

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE SUSTENTABILIDADE

RELATÓRIO ANUAL DE SUSTENTABILIDADE RELATÓRIO ANUAL DE SUSTENTABILIDADE NOTA SOBRE NOSSOS RELATÓRIOS O Relatório de Sustentabilidade de nosso Grupo é publicado anualmente, sendo que o relatório anterior foi publicado em abril de 2013. Este

Leia mais

AGOSTO GOSTO,, 2011, 2011 Aviso Legal Esta apresentação contém algumas afirmações e informações prospectivas relacionadas a Companhia que refletem a atual visão e/ou expectativas da Companhia e de sua

Leia mais

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ANGLOGOLD ASHANTI 2011 OURO SUSTENTÁVEL

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ANGLOGOLD ASHANTI 2011 OURO SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA ANGLOGOLD ASHANTI 2011 OURO SUSTENTÁVEL SER A EMPRESA LÍDER EM MINERAÇÃO Criar valor para nossos acionistas, nossos empregados e nossos parceiros sociais e parceiros de

Leia mais

Serviço Geológico do Brasil CPRM

Serviço Geológico do Brasil CPRM Serviço Geológico do Brasil CPRM A Província Mineral do Norte de Minas Gerais MARCO TULIO NAVES DE CARVALHO FRANCISCO TEIXEIRA VILELA PAULO HENRIQUE AMORIM DIAS JULIO CESAR LOMBELLO Simexmin 2014 OBJETIVOS

Leia mais

Reunião Pública 2013 Safra 13/14

Reunião Pública 2013 Safra 13/14 Reunião Pública 2013 Safra 13/14 Grupo São Martinho 300.000 ha Área agrícola de colheita 4 usinas São Martinho, Iracema, Santa Cruz e Boa Vista 21 milhões de tons Capacidade de processamento de cana de

Leia mais

A EDIÇÃO PAULISTA DA ECONOFARMA ESTÁ DE VOLTA. -feira

A EDIÇÃO PAULISTA DA ECONOFARMA ESTÁ DE VOLTA. -feira A EDIÇÃO PAULISTA DA ECONOFARMA ESTÁ DE VOLTA -feira EM 2014, A ECONOFARMA RETORNA COM UM NOVO OLHAR SOBRE O VAREJO FARMACÊUTICO CENÁRIO ATUAL O varejo nacional projeta otimismo de crescimento para os

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA

AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA Impactos ambientais, financeiros e sociais do novo Código de Mineração 07 de julho de 2015 O Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) Organização privada,

Leia mais

jaguarisgold SIMEXMIN PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL DO GRUPO JAGUAR MINING INC Jean-Marc Lopez Maio 2012

jaguarisgold SIMEXMIN PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL DO GRUPO JAGUAR MINING INC Jean-Marc Lopez Maio 2012 SIMEXMIN PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL DO GRUPO JAGUAR MINING INC Jean-Marc Lopez Maio 2012 1 Quem Somos Mineração Turmalina Ltda MTL Mineração Serras do Oeste Ltda MSOL MCT Mineração Ltda UNIDADE MTL

Leia mais

Empresas mineradoras no Brasil

Empresas mineradoras no Brasil Em 211, a Produção Mineral Brasileira (PMB) deverá atingir um novo recorde ao totalizar US$ 5 bilhões (valor estimado), o que configurará um aumento de 28% se comparado ao valor registrado em 21: US$ 39

Leia mais

+1000 CLIENTES ESPECIALIZADAS

+1000 CLIENTES ESPECIALIZADAS +7.000 PROJETOS +4.000 CONTRATAÇÕES EQUIPES +1000 CLIENTES ESPECIALIZADAS O Brasil de hoje Impactos no mercado de trabalho nacional e local 12 ESCRITÓRIOS BENS DE CONSUMO MERCADO FINANCEIRO INDÚSTRIA INFRAESTRUTURA

Leia mais

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG)

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) o Tel. (11) 3895-8590 premiodeexcelencia@revistaminerios.com.br

Leia mais

MINERAÇÃO NA BAHIA: RANKING NACIONAL E POTENCIAL DA PESQUISA MINERAL

MINERAÇÃO NA BAHIA: RANKING NACIONAL E POTENCIAL DA PESQUISA MINERAL MINERAÇÃO NA BAHIA: RANKING NACIONAL E POTENCIAL DA PESQUISA MINERAL Sessão Técnica: Mina a Céu Aberto Aspectos Econômicos e Sociais AUTORES: Cláudia Maia, Eriberto Leite, Osmar Silva e Rodrigo Lanfranchi

Leia mais

Mapa de Riscos Jurídicos Ambientais

Mapa de Riscos Jurídicos Ambientais Mapa de Riscos Jurídicos Ambientais Atividades Minerárias Seminário Internacional de Direito Ambiental Empresarial Rio de Janeiro 31/05/2012 1 Grupo Votorantim 94 ANOS de historia Multinacional brasileira

Leia mais

Serviço Geológico do Brasil - CPRM - SUREG/GO

Serviço Geológico do Brasil - CPRM - SUREG/GO Serviço Geológico do Brasil - CPRM - SUREG/GO Atuação da CPRM na Região Centro-Oeste (GO, MT, TO e DF) Projetos em Execução da Gerência de Geologia e Recursos Minerais Cleber Ladeira Alves MISSÃO DA CPRM

Leia mais

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG)

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) o Tel. (11) 3895-8590 premiodeexcelencia@revistaminerios.com.br

Leia mais

Imagem Corporativa Marta Telles marta.telles@imagemcorporativa.com.br Tel: (11) 3526-4508. Márcia Avruch marcia.avruch@br.pwc.com Tel.

Imagem Corporativa Marta Telles marta.telles@imagemcorporativa.com.br Tel: (11) 3526-4508. Márcia Avruch marcia.avruch@br.pwc.com Tel. Press Release Date 1º de outubro de 2013 Contato Imagem Corporativa Marta Telles marta.telles@imagemcorporativa.com.br Tel: (11) 3526-4508 Márcia Avruch marcia.avruch@br.pwc.com Tel. (11) 3674-3760 Pages

Leia mais

Gestão de capital e criação de valor. APIMEC Rio 27 de janeiro de 2012

Gestão de capital e criação de valor. APIMEC Rio 27 de janeiro de 2012 Gestão de capital e criação de valor 1 APIMEC Rio 27 de janeiro de 2012 Gestão do capital orientada para a criação de valor: foco em disciplina na alocação do capital e transparência Excelência na execução

Leia mais

2º Encontro Brasil - Canada de

2º Encontro Brasil - Canada de 2º Encontro Brasil - Canada de Educaçao profissional e tecnologica 14 de Novembro de 2011 Agenda Rio Tinto Rio Tinto Alcan Operações Brasileiras & Projetos Demandas & Perfil de Formandos Discussão 2 Rio

Leia mais

Mineração e Biodiversidade: lições aprendidas por uma mineradora global

Mineração e Biodiversidade: lições aprendidas por uma mineradora global II Congresso de Mineração da Amazônia Mineração e Biodiversidade: lições aprendidas por uma mineradora global Vânia Somavilla Vale - Diretora de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Novembro de

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES / 2007 1- Balança Comercial Mato Grosso continua tendo superávit na Balança Comercial registrando em 2007 um expressivo saldo de US$ 4,38 bilhões valor que representa

Leia mais

HIDROGEOLOGIA E MINERAÇÃO (PLANEJAMENTO E OPERAÇÃO)

HIDROGEOLOGIA E MINERAÇÃO (PLANEJAMENTO E OPERAÇÃO) HIDROGEOLOGIA E MINERAÇÃO (PLANEJAMENTO E OPERAÇÃO) Marcus Vinícios Andrade Silva Engenheiro Geólogo / Hidrogeólogo Professor de Hidrogeologia CEFET MG (Campus Araxá) Supervisor Corporativo de Hidrogeologia

Leia mais

A taxa de alimentação das usinas de beneficiamento são diretamente proporcionais à dureza e à qualidade do minério è Estudo dos Materiais Duros;

A taxa de alimentação das usinas de beneficiamento são diretamente proporcionais à dureza e à qualidade do minério è Estudo dos Materiais Duros; SUMÁRIO INTRODUÇÃO JUSTIFICATIVA LOCALIZAÇÃO GEOLOGIA REGIONAL GEOLOGIA LOCAL METODOLOGIA ANÁLISE EXPLORATÓRIA DOS DADOS MAPAS COLETA DE DADOS RESULTADOS CONCLUSÕES PRÓXIMOS PASSOS INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo

A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo FRANQUIA A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo A rede de franquia com maior volume de vendas nos EUA. (Real Trends 500 2011) Primeiro sistema de franquias imobiliárias da América do Norte

Leia mais

CMR Companhia de Mineração. COMPANHIA DE MINERAÇÃO DE RONDÔNIA - www.cmr.ro.gov.br

CMR Companhia de Mineração. COMPANHIA DE MINERAÇÃO DE RONDÔNIA - www.cmr.ro.gov.br CMR Companhia de Mineração de Rondônia S/A COMPANHIA DE MINERAÇÃO DE CRIAÇÃO e OBJETIVO DA CMR Foi criada através do Decreto-Lei n. 017/82; A CMRtem por objetivo social a prospecção, pesquisa, lavra, beneficiamento,

Leia mais

Projeto UTE Rio Grande. Rio Grande do Sul Junho 2015

Projeto UTE Rio Grande. Rio Grande do Sul Junho 2015 Projeto UTE Rio Grande Rio Grande do Sul Junho 2015 I. Grupo Bolognesi II. Visão Geral dos Projetos III. Mão de Obra IV. Ações Sócio-Ambientais V. Impactos Positivos e Benefícios Visão Geral do Grupo Bolognesi

Leia mais

Cinco principais qualidades dos melhores professores de Escolas de Negócios

Cinco principais qualidades dos melhores professores de Escolas de Negócios Cinco principais qualidades dos melhores professores de Escolas de Negócios Autor: Dominique Turpin Presidente do IMD - International Institute for Management Development www.imd.org Lausanne, Suíça Tradução:

Leia mais

www.resourceglobal.co.uk

www.resourceglobal.co.uk www.resourceglobal.co.uk INDÚSTRIAS EXTRATIVISTAS MINERAIS DE CONFLITO E DIREITOS HUMANOS SILVICULTURA INVESTIMENTO EM TERRAS SUSTENTABILIDADE DE NEGÓCIOS NORMAS DE CONFORMIDADE CONSULTORIA DE INVESTIMENTO

Leia mais

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte 2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte O MPS.BR tem como foco, ainda que não exclusivo, atender a micro, pequenas e médias empresas de

Leia mais

Augustinho Rigoti Curriculum Vitae

Augustinho Rigoti Curriculum Vitae Augustinho Rigoti Curriculum Vitae Julho/2014 Augustinho Rigoti Curriculum Vitae Dados pessoais Nome Augustinho Rigoti Nome em citações bibliográficas RIGOTI, A. Nascimento 28/08/1950 - Itatiba do Sul/RS

Leia mais

Comparativo entre Projetos, Programas e Portfolio

Comparativo entre Projetos, Programas e Portfolio Comparativo entre Projetos, Programas e Portfolio Ricardo Viana Vargas, MSc, IPMA-B, PMP ricardo.vargas@macrosolutions.com.br Ricardo Viana Vargas, MSc, IPMA-B, PMP Ricardo Vargas é especialista em gerenciamento

Leia mais

INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012

INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012 INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012 A mineração nacional sentiu de forma mais contundente no primeiro semestre de 2012 os efeitos danosos da crise mundial. Diminuição do consumo chinês, estagnação do consumo

Leia mais

Sistemas de BI (Business Intelligence para Empresas com Foco no Cliente)

Sistemas de BI (Business Intelligence para Empresas com Foco no Cliente) Sistemas de BI (Business Intelligence para Empresas com Foco no Cliente) Temas abordados 1. CONTEXTO AMBIENTAL tem por objetivo o entendimento do contexto ambiental em que se encontram as organizações

Leia mais

V ENCONTRO DE GERENTES E EXECUTIVOS DE EXPLORAÇÃO MINERAL

V ENCONTRO DE GERENTES E EXECUTIVOS DE EXPLORAÇÃO MINERAL V ENCONTRO DE GERENTES E EXECUTIVOS DE EXPLORAÇÃO MINERAL REFLEXOS DO NOVO MARCO DA MINERAÇÃO NAS MINERADORAS COM LUCRATIVIDADE MARGINAL SÉRGIO FRÁGUAS MINERAÇÃO CARAÍBA Rio de Janeiro, 04 de julho de

Leia mais

Modelamento Geotécnico Mina CorpoV AngloGold Ashanti Serra Grande.

Modelamento Geotécnico Mina CorpoV AngloGold Ashanti Serra Grande. Mecânica das Rochas para Recursos Naturais e Infraestrutura Conferência Especializada ISRM 09-13 Setembro 2014 CBMR/ABMS e ISRM, 2014 Modelamento Geotécnico Mina CorpoV AngloGold Ashanti Serra Grande.

Leia mais

CONGRESSO TOCANTINENSE DE ENGENHARIA E MINERAÇÃO. Gestão para a Sustentabilidade na Mineração 20 anos de história

CONGRESSO TOCANTINENSE DE ENGENHARIA E MINERAÇÃO. Gestão para a Sustentabilidade na Mineração 20 anos de história CONGRESSO TOCANTINENSE DE ENGENHARIA E MINERAÇÃO Gestão para a Sustentabilidade na Mineração 20 anos de história Palmas, 13 de maio de 2014 IBRAM-Instituto Brasileiro de Mineração Organização privada,

Leia mais

GEOQUÍMICA DOS FILITOS CARBONOSOS DO DEPÓSITO MORRO DO OURO, PARACATU, MINAS GERAIS

GEOQUÍMICA DOS FILITOS CARBONOSOS DO DEPÓSITO MORRO DO OURO, PARACATU, MINAS GERAIS UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS GEOQUÍMICA DOS FILITOS CARBONOSOS DO DEPÓSITO MORRO DO OURO, PARACATU, MINAS GERAIS DISSERTAÇÃO DE MESTRADO N 249 BRUNA SAAR DE ALMEIDA Orientador: Prof.

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO MINERALÓGICA DO MINÉRIO DE OURO DA RIO PARACATU MINERAÇÃO (RPM), VISANDO A DETERMINAÇÃO DE MINERAIS PORTADORES DE TITÂNIO

CARACTERIZAÇÃO MINERALÓGICA DO MINÉRIO DE OURO DA RIO PARACATU MINERAÇÃO (RPM), VISANDO A DETERMINAÇÃO DE MINERAIS PORTADORES DE TITÂNIO CARACTERIZAÇÃO MINERALÓGICA DO MINÉRIO DE OURO DA RIO PARACATU MINERAÇÃO (RPM), VISANDO A DETERMINAÇÃO DE MINERAIS PORTADORES DE TITÂNIO R. H. Rojas 1, M. L. Torem 1, L. C. Bertolino 2, M. B. M. Monte

Leia mais

Viabilização da Mina de Cobre do Salobo

Viabilização da Mina de Cobre do Salobo Viabilização da Mina de Cobre do Salobo Do Estratégico ao Tático Alexandro Pinto SIMEXMIN Maio 2012 Agenda Estratégia da Vale em Cobre e Aprendizado Mina do Sossego Descrição e Soluções para Viabilidade

Leia mais

Exploração Geológica, Prospecção em superfície e subsuperfície

Exploração Geológica, Prospecção em superfície e subsuperfície Exploração Geológica, Prospecção em superfície e subsuperfície Etapa de Avaliação: Mapas e Escalas de Trabalho Prospecção com Martelo Investigação em Subsuperfície Fase de exploração reconhecimentos expeditos

Leia mais

TSX.V: LGC LMA: LGC OTCQX: LGCUF

TSX.V: LGC LMA: LGC OTCQX: LGCUF A PRÓXIMA MID TIER PRODUTORA DE OURO NO BRASIL BRASIL TSX.V: LGC LMA: LGC OTCQX: LGCUF SIMEXMIN V Simpósio Brasileiro de Pesquisa Mineral Maio de 2012 Titus Haggan VPE Objetivamos maximizar o retorno a

Leia mais

Conceitos e definições do setor de gás natural

Conceitos e definições do setor de gás natural Conceitos e definições do setor de gás natural O que é o gás natural O gás natural é um combustível fóssil que se encontra na natureza, associado ou não ao petróleo, formado por hidrocarbonetos com predominância

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» MINERAÇÃO E PETRÓLEO E GÁS «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» MINERAÇÃO E PETRÓLEO E GÁS « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» MINERAÇÃO E PETRÓLEO E GÁS «21. As rochas selantes devem mostrar propriedades como impermeabilidade e plasticidade para manter sua condição de selante mesmo após ser submetida

Leia mais

1 - A Empresa... 2 - Dados Cadastrais... 3 - Áreas de Atuação... 4 - Serviços Oferecidos... 4.1 - Petróleo e Gás Natural...

1 - A Empresa... 2 - Dados Cadastrais... 3 - Áreas de Atuação... 4 - Serviços Oferecidos... 4.1 - Petróleo e Gás Natural... Dossiê Geoprospectus 2013 2 Índice 1 - A Empresa... 2 - Dados Cadastrais... 3 - Áreas de Atuação... 4 - Serviços Oferecidos... 4.1 - Petróleo e Gás Natural... 4.1.1 - Engenharia do Petróleo... 4.1.2 -

Leia mais

mídia kit 2014 PERFIL EDITORIAL Foco na mineração

mídia kit 2014 PERFIL EDITORIAL Foco na mineração PERFIL EDITORIAL IN THE MINE é uma publicação dirigida à indústria de mineração e agregados. É uma revista que associa a tecnologia à experiência de campo dos profissionais envolvidos na atividade. Todo

Leia mais

MCF Consultoria & Conhecimento

MCF Consultoria & Conhecimento MCF Consultoria & Conhecimento A MCF Consultoria & Conhecimento presta serviços focados no desenvolvimento de estratégias para empresas de diversas áreas de atuação, pautada na orientação, capacitação,

Leia mais

O futuro da exploração de minérios

O futuro da exploração de minérios www.wipro.com O futuro da exploração de minérios Ajudando a indústria mineradora a ir mais fundo David Lee Tabla de Conteúdo 3... Introdução 4... A Resposta da Indústria da Exploração Aos Desafios - O

Leia mais

ACTIVIDADES GELÓGICO-MINEIRA. Março 2016

ACTIVIDADES GELÓGICO-MINEIRA. Março 2016 ACTIVIDADES GELÓGICO-MINEIRA Março 2016 ÍNDICE I- INTRODUÇÃO II- TIPOS DE DEPÓSITOS III- IGM Levantamento Geológico Reconhecimento Pesquisa Prospecção Avaliação IV- OPERAÇÕESMINEIRAS Exploração Tratamento

Leia mais

Exploração geológica e prospecção em superfície

Exploração geológica e prospecção em superfície Exploração geológica e prospecção em superfície Métodos geoquímicos Métodos geofísicos A prospecção geológica ainda é necessária? Métodos computacionais Sensoriamento remoto Produção x Exploração? Uma

Leia mais

13º CONGRESSO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO Seção Temática Painel 5 A ESTRATÉGIA DA AQUISIÇÃO SOB O PONTO DE VISTA TÉCNICO E FINANCEIRO

13º CONGRESSO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO Seção Temática Painel 5 A ESTRATÉGIA DA AQUISIÇÃO SOB O PONTO DE VISTA TÉCNICO E FINANCEIRO 13º CONGRESSO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO Seção Temática Painel 5 A ESTRATÉGIA DA AQUISIÇÃO SOB O PONTO DE VISTA TÉCNICO E FINANCEIRO joao_hilario@coffey.com jaleekey@yahoo.com.br Belo Horizonte, Setembro

Leia mais

A INDÚSTRIA QUÍMICA É RELEVANTE PARA O BRASIL 6 ª 10 % MAIOR. do PIB. Indústria Química DO MUNDO INDUSTRIAL. Fonte: ABIQUIM, IBGE PIA/2012

A INDÚSTRIA QUÍMICA É RELEVANTE PARA O BRASIL 6 ª 10 % MAIOR. do PIB. Indústria Química DO MUNDO INDUSTRIAL. Fonte: ABIQUIM, IBGE PIA/2012 Carlos Fadigas A INDÚSTRIA QUÍMICA É RELEVANTE PARA O BRASIL Fonte: ABIQUIM, IBGE PIA/2012 10 % do PIB INDUSTRIAL 6 ª MAIOR Indústria Química DO MUNDO A INDÚSTRIA QUÍMICA DEVE FATURAR US$ 157 BILHÕES

Leia mais

Capitalização total das minas de prata

Capitalização total das minas de prata Dr Thomas Chaize Análise Estratégia Recursos Capitalização total das minas de prata Mailing n 3-20 12.12.2004 Dr Thomas Chaize Site : Contacto & Mailing gratuito : http:///mailing%20list/mailinglistpt.htm

Leia mais

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios A importância da economia paulista transcende as fronteiras brasileiras. O Estado é uma das regiões mais desenvolvidas de toda a América

Leia mais

Ciências da Informação Geográfica Aula de Hidrografia. Definição e Objectivo da Hidrografia. Questão colocada a um painel de peritos em 1979

Ciências da Informação Geográfica Aula de Hidrografia. Definição e Objectivo da Hidrografia. Questão colocada a um painel de peritos em 1979 Hidrografia Definição e Objectivo da Hidrografia O que é a Hidrografia? Questão colocada a um painel de peritos em 1979 Identificados três vertentes essenciais Identificados três grupos de utilizadores

Leia mais

INDÚSTRIA NACIONAL DE MATÉRIAS-PRIMAS PARA FERTILIZANTES. Investimentos : 2012-2017 2012-2017

INDÚSTRIA NACIONAL DE MATÉRIAS-PRIMAS PARA FERTILIZANTES. Investimentos : 2012-2017 2012-2017 INDÚSTRIA NACIONAL DE MATÉRIAS-PRIMAS PARA FERTILIZANTES Investimentos : 2012-2017 2012-2017 27/agosto/2012 Apresentação Luiz Antonio Veiga Mesquita José Emilio Nico Paulo Virgínio Teixeira de Lucena Nelson

Leia mais

Engenharia de Software II: Definindo Projeto III. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Definindo Projeto III. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Definindo Projeto III Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Explorando as Áreas de Conhecimento de Gerenciamento de Projeto Entendendo como Projetos Acontecem

Leia mais

2.378 1.469 61,8% 144 6,1% 311 13,1% 344 14,5% 110 4,6% Até 1.000 Alunos. De 2.001 a 5.000 Alunos. De 1.001 a 2.000 Alunos. 10.

2.378 1.469 61,8% 144 6,1% 311 13,1% 344 14,5% 110 4,6% Até 1.000 Alunos. De 2.001 a 5.000 Alunos. De 1.001 a 2.000 Alunos. 10. 3 2.378 Até 1.000 Alunos De 1.001 a 2.000 Alunos De 2.001 a 5.000 Alunos 10.000 Alunos Acima de 10.000 Alunos 1.469 61,8% 344 14,5% 311 13,1% 110 4,6% 144 6,1% 4 572 Até 1.000 Alunos De 1.001 a 2.000 Alunos

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS

MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS MERCADO BRASILEIRO DE SOFTWARE PANORAMA E TENDÊNCIAS 2009 Introdução Resumo Executivo Apesar das turbulências que marcaram o ano de 2008, com grandes variações nos indicadores econômicos internacionais,

Leia mais

Boletim Informativo Tecnologia e inovação

Boletim Informativo Tecnologia e inovação Boletim Informativo 01 Buscamos contar com a melhor tecnologia de mineração e processamento disponível e inovar com novas maneiras de operação que irão beneficiar nossos negócios, funcionários, clientes

Leia mais

Instituto de desenvolvimento educacional de Angola IDEIA SECRETARIA ACADÊMICA

Instituto de desenvolvimento educacional de Angola IDEIA SECRETARIA ACADÊMICA Instituto de desenvolvimento educacional de Angola IDEIA SECRETARIA ACADÊMICA Curso de Especialização MBA Gestão Estratégica em Tecnologia da Informação ANO MÊS CRONOGRAMA Dia Data Disciplina ch seg 07/09/15

Leia mais

O que é a Pesquisa Mineral?

O que é a Pesquisa Mineral? O que é a Pesquisa Mineral? Belém, 08 de Agosto de 2012 O QUE É A PESQUISA MINERAL? A Pesquisa Mineral é um conjunto de atividades desenvolvidas, sem garantia de sucesso, para evidenciar a existência de

Leia mais

Principais Fatos e Números

Principais Fatos e Números Principais Fatos e Números BRAZIL Brasil Minas Gerais Região Metropolitana de Classificado como a 6ª maior economia em 2011, esperando chegar à 5ª posição até 2016. 3 ª maior economia dentre os 27 Estados

Leia mais

O ESTADO DA ARTE DO DESENVOLVIMENTO DE SOLUÇÕES PARA O PLANEJAMENTO DE LAVRA EM MINAS A CÉU ABERTO

O ESTADO DA ARTE DO DESENVOLVIMENTO DE SOLUÇÕES PARA O PLANEJAMENTO DE LAVRA EM MINAS A CÉU ABERTO O ESTADO DA ARTE DO DESENVOLVIMENTO DE SOLUÇÕES PARA O PLANEJAMENTO DE LAVRA EM MINAS A CÉU ABERTO Beck Nader beckn@demin.ufmg.br D.Sc. Engenharia Mineral M.Sc. Tecnologia Mineral Engenheiro de Minas MAIG

Leia mais

Estado de São Paulo. Polo de Investimentos e Inovação para a Saúde. Juan Quirós Presidente

Estado de São Paulo. Polo de Investimentos e Inovação para a Saúde. Juan Quirós Presidente Estado de São Paulo Polo de Investimentos e Inovação para a Saúde Juan Quirós Presidente 12 de agosto de 2015 Investimento Estrangeiro na Saúde Abertura ao investimento do capital estrangeiro: Oportunidades

Leia mais

CONSIDERAÇÕES QUANTO AO POTENCIAL MINERAL DA REGIÃO DO ARROIO DO TANQUE, VALE DO RIBEIRA (ADRIANÓPOLIS, PR)

CONSIDERAÇÕES QUANTO AO POTENCIAL MINERAL DA REGIÃO DO ARROIO DO TANQUE, VALE DO RIBEIRA (ADRIANÓPOLIS, PR) 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 CONSIDERAÇÕES QUANTO AO POTENCIAL MINERAL DA REGIÃO DO ARROIO DO TANQUE, VALE DO RIBEIRA (ADRIANÓPOLIS, PR) Luanna Chmyz 1, José Carlos Ribeiro 2, Daniela

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundos de Investimento Difusão de Fundos de Investimento BB DTVM e FGV 17/05/2013 Programa. A ANBIMA. O que são Fundos de Investimento. Como se constituem. Governança. Operação. A indústria Brasileira

Leia mais

A instrutora voluntária Inês Gregória Dias e as crianças Vitória Maria do Nascimento Monteiro e Samuel Henrique Rafael participam do projeto Mães que

A instrutora voluntária Inês Gregória Dias e as crianças Vitória Maria do Nascimento Monteiro e Samuel Henrique Rafael participam do projeto Mães que A instrutora voluntária Inês Gregória Dias e as crianças Vitória Maria do Nascimento Monteiro e Samuel Henrique Rafael participam do projeto Mães que Choram, com recursos destinados pela AngloGold Ashanti

Leia mais

Agenda. História / Perfil da da Companhia empresa. Posicionamento Atual. Porquea a Embraco foi para a a China. Desafios/Conclusão

Agenda. História / Perfil da da Companhia empresa. Posicionamento Atual. Porquea a Embraco foi para a a China. Desafios/Conclusão O caminho da Embraco na China 1 Agenda História / Perfil da da Companhia empresa Posicionamento Atual Porquea a Embraco foi para a a China Desafios/Conclusão 2 Líder mundial na fabricação de compressores

Leia mais

Como competir com produtos inovadores no Brasil até 2010? Patrice Zagamé Presidente Novartis Brasil 18 de agosto, 2005

Como competir com produtos inovadores no Brasil até 2010? Patrice Zagamé Presidente Novartis Brasil 18 de agosto, 2005 Como competir com produtos inovadores no Brasil até 2010? Patrice Zagamé Presidente Novartis Brasil 18 de agosto, 2005 O que é um produto inovador? Dois caminhos para oferecer melhores medicamentos aos

Leia mais

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013 Apimec Florianópolis Dezembro 2013 Exoneração de Responsabilidades Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro

Leia mais

ÁGUA: UMA VIAGEM NO MUNDO DO CONHECIMENTO

ÁGUA: UMA VIAGEM NO MUNDO DO CONHECIMENTO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ASTRONOMIA, GEOFÍSICA E CIÊNCIAS ATMOSFÉRICAS Departamento de Geofísica EXPOSIÇÃO ITINERANTE DO MUSEU DE CIÊNCIAS DA USP ÁGUA: UMA VIAGEM NO MUNDO DO CONHECIMENTO

Leia mais

Jornada Infinity de Desenvolvimento Humano Rio. Formação e Treinamento da Liderança : a formação de Líderes como um processo contínuo

Jornada Infinity de Desenvolvimento Humano Rio. Formação e Treinamento da Liderança : a formação de Líderes como um processo contínuo Jornada Infinity de Desenvolvimento Humano Rio Formação e Treinamento da Liderança : a formação de Líderes como um processo contínuo DEFININDO A RESPONSABILIDADE E ESTRUTURA ORGANIZACIONAL PARA OS TREINAMENTOS

Leia mais

WWW.WIPRO.COM A WIPRO NO BRASIL. Habilitando Os Clientes A Fazerem Negócios Melhor. DO BUSINESS BETTER

WWW.WIPRO.COM A WIPRO NO BRASIL. Habilitando Os Clientes A Fazerem Negócios Melhor. DO BUSINESS BETTER WWW.WIPRO.COM A WIPRO NO BRASIL Habilitando Os Clientes A Fazerem Negócios Melhor. DO BUSINESS BETTER A WIPRO NO BRASIL O Brasil esteve sob o foco da Wipro desde 2006, quando a companhia iniciou as suas

Leia mais

As perspectivas da. Murilo Ferreira Diretor-presidente Belo Horizonte, 24 de setembro de 2013

As perspectivas da. Murilo Ferreira Diretor-presidente Belo Horizonte, 24 de setembro de 2013 As perspectivas da mineração no Brasil Murilo Ferreira Diretor-presidente Belo Horizonte, 24 de setembro de 2013 Agenda Carajás, Brazil 1 A mineração no Brasil 2 A d d l b l minérios e metais A demanda

Leia mais

Utilizando ArcGIS para Geoquímica de superfície e sondagem

Utilizando ArcGIS para Geoquímica de superfície e sondagem Utilizando ArcGIS para Geoquímica de superfície e sondagem Fernanda Almeida Executiva de Contas Janaína Gattermann Pereira Geóloga José Luis Ando Geólogo Agenda - O que é Geoquímica? - Geociências e Exploração

Leia mais

sólidos em cavas. Workshop Cavas de Mina: Uso para disposição de resíduos

sólidos em cavas. Workshop Cavas de Mina: Uso para disposição de resíduos Avaliação do impacto ambiental causado pela disposição de resíduos sólidos em cavas. Workshop Cavas de Mina: Uso para disposição de resíduos Flávio Vasconcelos Ph.D. Geoquímico Ambiental 24/10/2008. SUMÁRIO:

Leia mais

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2011 > CLIQUE AQUI PARA COMEÇAR

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2011 > CLIQUE AQUI PARA COMEÇAR SUSTENTABILIDADE 2011 > CLIQUE AQUI PARA COMEÇAR Relatório de Sustentabilidade 2011 Apresentação Carta do Diretor-Presidente Perfil da Empresa Governança Corporativa 3 4 6 13 A evolução da Sustentabilidade

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

RELAÇÕES INTERNACIONAIS

RELAÇÕES INTERNACIONAIS RELAÇÕES INTERNACIONAIS Economist Criação with a MBA in Business Strategy Missão from the Getulio Vargas. Has titles Fatos of Master & Números of Financial Economics, University of London and International

Leia mais

Mining 2014 Redução de Custos

Mining 2014 Redução de Custos www.pwc.com.br Redução de Custos O desafio das empresas para manter a rentabilidade com preço do minério em queda Conectando Estratégia à Execução Luís Seixas Sócio Advisory Brasil competência Melhoria

Leia mais

Perfil do Curso. O Mercado de Trabalho

Perfil do Curso. O Mercado de Trabalho Perfil do Curso É o gerenciamento dos recursos humanos, materiais e financeiros de uma organização. O administrador é o profissional responsável pelo planejamento das estratégias e pelo gerenciamento do

Leia mais

#Fluxo. da Mobilidade de Informação na. Indústria da Construção Civil: Pesquisa e resultados recentes

#Fluxo. da Mobilidade de Informação na. Indústria da Construção Civil: Pesquisa e resultados recentes #Fluxo da Mobilidade de Informação na Indústria da Construção Civil: Pesquisa e resultados recentes introdução Muitas foram as áreas da indústria que se beneficiaram dos avanços tecnológicos voltados ao

Leia mais

DIRETORIA DE MINERAÇÃO

DIRETORIA DE MINERAÇÃO Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços DRM-RJ Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro DIRETORIA DE MINERAÇÃO Principais

Leia mais