Formadora Elearning- Regime de Comissão Dezembro 2014 IDEHIA - Instituto de Desenvolvimento Humano Integral Aplicado-

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Formadora Elearning- Regime de Comissão Dezembro 2014 IDEHIA - Instituto de Desenvolvimento Humano Integral Aplicado- http://www.idehia."

Transcrição

1 Adriana Maria Pereira Marques Teixeira ou Rua Pedro Vaz De Eça, nº 10-1º Dto, Aveiro Situação Atual: Trabalhadora em regime independente, no setor profissional da Educação e Formação Profissional com experiência na Estruturação de Programas, Conceção de conteúdos para cursos de formação, e Facilitação Monitoria- dos mesmos no regime presencial e elearning. Experiência Profissional Formadora Elearning- Regime de Comissão Dezembro 2014 IDEHIA - Instituto de Desenvolvimento Humano Integral Aplicado- Local:Ermesinde Conceção e planificação de Cursos Elearning de formação contínua Áreas: Gestão e Gestão de Recursos Humanos. Formadora Elearning- Regime de Comissão Outubro 2014 Webstudy-Centro de Formação Lda - Local:Barcelos Conceção e planificação de Cursos Elearning de formação contínua e de Pós-Graduação em Gestão da Formação.(Supervisão Técnico-Pedagógica da mesma, como Tutora ( 1ª e 2ª Edições). Áreas: Gestão da Formação, Gestão de Recursos Humanos, Gestão de Projetos em GRH. Formadora Elearning-Regime de Comissão Setembro 2014 FOR talent - Local: Coimbra Elemento da Bolsa de Formadores de Elearning da Fortalent. Colaboradora pontual na Conceção e Facilitação (monitoria) de Cursos na Modalidade Elearning - Fortalent. Área de Fundos Estruturais. Formadora Presencial- Regime de Prestação de Serviços Maio-Julho de 2014 Sadomilénio - Local: Lisboa Responsabillidades: Preparação e monitoria de Curso Presencial de IRS a colaboradores de IPSS do Distrito de Aveiro com o objetivo de agilizar utilização de procedimento de trabalho transversal à Instituição e Segurança Social, no cálculo das mensalidades dos Utentes. Adaptação de orientações programáticas do CNQ- Catálogo Nacional de Qualificações às características dos formandos. Implementação de avaliação nível 2.Supervisão do Processo Técnico-Pedagógico e elaboração e aplicação dos formulários de avaliação diagnóstica e sumativa final dos formandos Explicadora Preparação para exame- Regime de Prestação de Serviços Junho de Profdomus Apoio ao Domicilio Lda-/www.profdomus.pt/ Local::Porto Preparação para exame de aluna do 1º ano da Licenciatura em Economia-Universidade Católica da Disciplina de Introdução ao Direito e aconselhamento jurídico à Gerência, conforme pressupostos legais constantes do Código Civil para melhoria de procedimentos de Gestão. 1

2 Explicadora de Economia-- Abril a Julho de 2014 Gabinete de Educação Da Vinco da Boavista - Explicações de Economia- 10º e 11º anos do Ens. Secundário- Preparação de aluno para Exame de acesso à Universidade. Transposição do plano curricular Angolano para o Português. Explicadora de Economia-- Regime de Prestação de Serviços Março a Julho de 2014 Nota Exito Centro de Ensino Lda - / Preparação para exame de aluna do 1º ano da Licenciatura em Economia-Universidade Católica da Disciplina de Introdução ao Direito e aconselhamento jurídico à Gerência, conforme pressupostos legais constantes do Código Civil para melhoria de procedimentos de Gestão. Explicadora de Economia Dezembro de 2013 Março de 2014 Centro Giz Explicações- Local: Águeda Explicações individuais e estudo acompanhado de Economia - 10 º ano- Área de Estudos A, com preparação em exclusivo de exercícios de avaliação contínua, elaborados conforme indicações do Ministério da Educação Explicadora Maio de Novembro de 2013 Centro Clínico Inneryou- Saúde e Bem Estar Aveiro-//inneryou-saudeebemestar.blogspot.pt/ Explicações de Economia, Macro e Microeconomia a alunos do Ensino Universitário e ativos, Francês a candidatos à emigração e Português a Cidadãos Estrangeiros imigrados. Consultora Externa de Projetos de Investimento Janeiro de Julho de 2012 RFID Soluções Móveis Para a Sua Empresa Local: Lisboa Divulgação de serviços da Empresa e dos Incentivos QREN. Participação na preparação de candidaturas ao QREN - SI PME Qualificação e Internacionalização. Preparação de Pedidos de Reembolso e Pedidos de Pagamento finais. Atualização diária do painel de acompanhamento dos Projetos QREN em curso com comunicação diária à Gerência.. Formalidades na atualização ou primeira Certificação PME de Clientes da Empresa - Consolas do IAPMEI, com recolha prévia de informação de caracterização para definição do registo das mesmas na Plataforma Eletrónica do Instituto e obtenção dos Certificados. Atualização da Rede Social Facebook da empresa com informação económica e empresarial atual relevante para a promoção do Objeto Social da Empresa, sempre com aprovação da Gerência. Registo de alterações ao Pacto Social de Empresas Clientes, relacionadas com situações de: Aumento do Capital Social; Análise de documentos contabilísticos para alterações dos documentos de Certificação PME e preparação de candidaturas aos Sistemas de Incentivos. Prossecução de formalidades nos Orgãos Competentes para Cessão de quotas, alteração das Designações das Empresas, dos Objetos Sociais e das Sedes Sociais.. Elaboração de respostas a Pedidos de Esclarecimento prévios à aprovação dos projetos pelos Organismos Gestores dos Fundos Estruturais (IAPMEI e AICEP). Consultoria de Projetos de Investimento QREN Abril 2009 Dezembro de INTERNIC Serviços Integrados de Engenharia Lda Local- Lisboa e Aveiro Participação na elaboração de Candidaturas ao QREN :recolha de informação necessária para o cumprimento das formalidades necessárias à submissão das Candidaturas e para constituição de memória descritiva, enquadramento sectorial, análise swot e interpretação da informação contabilística. Preparação de respostas a pedidos de esclarecimentos dos Organismos Gestores. Elaboração dos Planos de Formação (conforme Regulamento da Formação Financiada) a serem implementados pelas 2

3 empresas promotoras com Entidades Formadoras Certificadas ( DGERT). Elaboração e atualização de painel em excel de acompanhamento diário da Gestão dos Projetos QREN em curso com acompanhamento dos projetos com informações em falta para execução dos mesmos. Elaboração de pedidos de alteração de calendarização aos Planos de Investimentos aprovados de forma fundamentada de Projetos em curso com aprovação posterior pelos Organismos Gestores. Promoção de Concursos QREN e Serviços de Soluções de Energias Renováveis. Preparação das respostas a pedidos de esclarecimento prévios. Aconselhamento de gestão (empresas do sector secundário e terciário: mobiliário, tintas e vernizes, construção civil, arquitetura, engenharia, formação e consultoria, serviços de segurança, estomatologia e comércio). Elaboração de estudos de mercado de Empresas com projetos de Internacionalização previstos para identificação de áreas geográficas de investimento e abordagens a novos mercados. Interface entre Clientes e Gestores de Conta (OG) - Gestão corrente de projetos de investimento e Parceiros de Negócio. Atualização da Rede Social Facebook. Elaboração de Pedidos de Pagamento de Projetos em curso ou concluídos. Preenchimento dos Mapas dos Organismos Gestores. Elaboração de perfis funcionais para processos de R&S - Projetos QREN em curso, publicitação dos mesmos em Portais de Emprego e acompanhamento dos mesmos até à fase decisória. Promoção de parcerias empresariais (captação de clientes e complementaridade de serviços). Agente Comercial Projetos de Investimento - Janeiro de 2009 a Março de 2009 RFID Soluções Móveis para a Sua-Empresa Local Lisboa Divulgação de serviços da Empresa e dos Incentivos QREN. Angariação de Clientes. Participação em Candidaturas aos Sistemas de Incentivos ModCom e QREN- SI PME Qualificação e Internacionalização e SI Inovação. Conceção de um Projeto Start-Up na área de Formação Profissional, com Internacionalização prevista em Angola com aprovação do Incentivo. Participação na Formalização de Pedidos de Esclarecimento das Entidades Gestoras prévios à aprovação. Gestão Diária do Mapa de Candidaturas submetidas e aprovadas com report à Direção da empresa. Consultora de Formação -01 Janeiro de 2008 a Dezembro de 2008 VLM S.A.- Local. Aveiro Local- Aveiro Colaboração no processo de Renovação da Certificação DGERT da empresa com sucesso em dois novos domínios. Colaboração com sucesso na renovação da Certificação DGERT da Cliente Global Reason Lda em Coimbra. Colaboração no lançamento da Unidade de Negócio - Academia VLM -Formação não Financiada- Conceção do Plano IE 2008, planificação financeira e afetação de recursos pedagógicos. Promoção comercial dos serviços de formação e serviços da empresa, conforme Visão e Missão defini as numa perspetiva de fidelização dos Clientes. Promoção da Unidade de Negócio Academia VLM nos suportes de comunicação disponíveis na Empresa e imprensa local. Participação em projetos de formação em curso facilitadores da Gestão e Simplificação dos Processos de Gestão de Formação,-processos de gestão de informação e formação; otimização da Carteira de Clientes e implementação de novas metodologias de formação. Apoio técnico à Unidade de Formação (financiada):modulares Certificadas - Eixo 2.3 POPH e Formação para a Inovação nas Empresas- Eixo.3.2 POPH - preparação de fundamentação para envio ao organismo gestor do Plano aprovado na Tip. 2.3, e recolha de documentação inerente a processos técnico, pedagógicos e financeiros- Tip-3.2 do POPH. Promoção de um Protocolo Institucional com a UNAVE, Associação para a Formação Profissional investigação da Universidade de Aveiro aprovado pelos representantes legais das duas Entidades. Formadora interna de Formadores Internos Exigências processuais DGERT e recomendações ao nível de cuidados a ter- processuais e de comunicação na representação da Empresa nos Clientes para melhoria da qualidade dos serviços de formação. Coordenadora de Cursos EFA Novembro de Elaboração de suportes comunicacionais e promocionais dos serviços da SHF e respetiva divulgação Participação em equipa na recolha de informação para novos cursos EFA (ie: procedimentos por-forma em Instituições Públicas) com implementação prevista em 2008 e financiamento pelo POPH -Eixo. 2.2 de cursos de formação de Adultos Desempregados para a reinserção profissional. 3

4 Consultora Renovação DGERT Associação À Medida Preparação de todo o processo documental necessário à renovação da Certificação do CASCI como IPSS e Entidade Formadora pelo referencial DGERT: planos de intervenção, balanços de atividade, procedimentos, registos de trabalho, processamento estatístico da atividade formativa e relatório final de auto-avaliação em estreita colaboração e validação de todo o processo com a Direção da Instituição e validação prévia da Direção da À Medida. Conceção de uma Matriz de Competências dos Recursos Humanos do Polo de Formação Profissional do CASCI, com identificação e descritivo dos perfis funcionais dos Profissionais da Valência de Formação. Identificação de áreas de melhoria na gestão da Valência de Formação Profissional da Instituição, face às exigências da Certificação DGERT e às características do sector. Colaboração no processo de Renovação da Certificação DGERT da À Medida Técnica de Formação- Maio de 1998 a Agosto de 2006 BOSCH S.A. Local. Aveiro Local- Aveiro Diagnóstico anual de necessidades de formação - Plano de Formação da Unidade da BOSCH - Aveiro. Coordenação interna de projetos de Formação Inicial de Operadores com Entidades Formadoras Externas e verificação dos Processos Técnico-Pedagógicos e processamento das Bolsas de Formação (prévias à integração nos Postos de Trabalho). Logística da Formação Técnica de Comerciais e verificação dos Processos Técnico-Pedagógicos. Coordenação da Formação Financiada. Participação no processo de acolhimento e integração de novos colaboradores. ( nacionais e estrangeiros). Coordenação de Processos de RVCC- Certificação de Competências - Entidades Promotoras e Recursos Humanos da empresa. Coordenação de Projetos de Formação de Chefias Intermédias com validação prévia da Administração da Unidade da Bosch em Aveiro. Marketing Interno dos Projetos de Formação Profissional da Empresa. Participação em processos de Seleção de Fornecedores de Serviços de Formação e Consultoria. Atividade administrativa dos processos de suporte à gestão da atividade formativa. Gestão do suporte documental de Gestão da Qualidade - Formação Profissional e da GRH. Acolhimento de Estagiários do IEFP Cursos Profissionais e acompanhamento dos mesmos nos Postos de Trabalho com supervisão das chefias e processamento das Bolsas de Formação do IEFP. Colaboração na conceção de Aplicação Informática SAP de registo de formação profissional para efeitos de facilitação dos processos de GRH face às exigências legais da formação profissional obrigatória Colaboração com a ATEC na implementação de um projeto de Qualificação Profissional de Jovens-formação dual-a decorrer no Distrito de Aveiro na área de Mecatrónica. Colaboração na conceção e gestão de programas de formação de Liderança (MED e LeaD). Formadora Interna: Integração de Colaboradores- White e Blue Collar e projetos de formação de dinamização de colaboradores (diferentes áreas). Responsável de Unidade de Negócio- Julho de 1993 a Maio de 1987 Instituto Electrotécnico Português Profissionalização da Unidade de Negócio -Formação Profissional. Consultoria Formação Profissional e Serviços do IEP. Gestão do Projeto Pós-Graduação de Engenharia da Qualidade -IEP e Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (participação na conceção pedagógica, planificação de custos e proveitos, promoção comercial, afetação de recursos humanos-docentes e não docentes e gestão operacional do Curso).Promoção comercial do Plano de Formação Inter-Empresas não financiado. Colaboração em projetos de consultoria com Empresas parceiras de negócio do IEP com outras unidades de negócio (como p.ex. Iberogestão).Preparação com sucesso do processo da 1ª Certificação pela DGERT do Instituto. Co-organização com a Direção de eventos de promoção da atividade formativa. Preparação de candidaturas do IEP -Plano de Formação Inter - Empresas ao Programa Pessoa-FSE com aprovação. Gestão do Economato adstrito à Unidade de Negócio do IEP e do Orçamento anual previsto. Gestão dos Recursos Humanos da Unidade em parceria com a Direção Financeira. Seleção de Formadores e Formandos para Projetos de Formação sob aprovação da Direção. Representante da Unidade de Formação perante Organismos Certificadores (IPQ).Participação na definição da estratégia anual de atividades e de objetivos da Unidade de Negócio de Formação do Instituto. Representação periódica do IEP nas reuniões da ANIMEE -Associação Nacional da Industria de Material Elétrico e Eletrónico. Formadora Interna - Pós-Graduação em Engenharia da Qualidade -Módulo de GRH. 4

5 Educação: Bosch Engenharia da Formação SHL 2005 Competências de Consultoria- SHL-2005 Cursos como Independente: Formação à Distância-Utilização das Redes Sociais ZONA VERDE Rentabilize a sua Gestão Administrativa/Financeira com o PHC--Uso de Software Especifico ZONA VERDE-2012 Boas Práticas na Avaliação dos Formandos O papel dos Formadores ZONA VERDE-2013 Comunicação Assertiva- ZONA VERDE-2013 Formação Projecto Great-Train the Trainers- Game Based Research in Education and Action Training- APG Curso Prático o Novo Regime Laboral do Código do Trabalho E&B DATA Lda Interpretação do Normativo APCER-ISO 9001:2008- APCER-2012 Proteção de Folhas de Cálculo ZONA VERDE Utilização dos Formulários Google Drive ZONA VERDE-2013 Elaboração do Relatório Único AIDA Curso de Empreendedorismo- Associação Acredita Agregadores de Notícias: Filtrar o que de melhor existe na Internet ZONA VERDE Formação Profissional de Tutores e Formadores Elearning Academia Apamm A Certificação no Sistema SIGO ZONA VERDE ZONA VERDE Workshop.-Construção de Portfólios Profissiomais para Ofertas de Escolas e Formação- JADRC Workshop.-Coaching e Competências de Liderança CONCEITOS DO MUNDO Personalização e Customização em Apresentações Prezi FORMA-TE Webinar Apoios Financeiros ao Empreeendedorismo- JADRC 2014 WebCast: Empreendedorismo - da Ideia à Concretização GALILEU FORMAÇÃO ACADÉMICA Licenciatura em Gestão e Administração Pública - Especialização em Gestão de Recursos Humanos Média Final 14 valores Universidade Técnica de Lisboa - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Lisboa (Portugal) Pós-Graduação em Gestão Empresarial Especialização em Gestão Comercial e Marketing. Classificação Final Bom Com Distinção Instituto Superior de Gestão Empresarial -ISTE, Porto (Portugal) Licenciatura em Solicitadoria Com reconhecimento DGES Instituto Politécnico de Beja -ESTIG, Beja (Portugal) Frequência da Licenciatura, com fim previsto para o ano letivo de , em regime pós-laboral, na modalidade Elearning ( 2º ano em curso). https://www.ipbeja.pt/cursos/estig-sol/paginas/unidadescurriculares.aspx 3ª Edição FAST Track MBA-Promovido pela Galileu- Grupo Rumos Porto (Portugal) Frequência com fim previsto para Fevereiro de 2015, em regime pós-laboral, na modalidade presencial (com a duração de 112 horas), com avaliação contínua. Vencedora do Concurso de Empreendedorismo Porto

Trabalhadora Independente

Trabalhadora Independente Curriculum Vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Adriana Maria Pereira Marques Teixeira - Rua Pedro Vaz de Eça, nº 10-1º Dto, 3800-322 Aveiro (Portugal) 963973757 adriana.teixeiraformacao@gmail.com Skype facebook:adriana.teixeira.940641

Leia mais

Qualificação e Internacionalização das PME

Qualificação e Internacionalização das PME Qualificação e Internacionalização das PME Portugal 2020 Programa Operacional INFEIRA GABINETE DE CONSULTADORIA, LDA. RUA DO MURADO, 535, 4536-902, MOZELOS 227 419 350 INFEIRA.PT 0 Tipologia de Projetos

Leia mais

Plano de Atividades e Orçamento. Exercício de 2014

Plano de Atividades e Orçamento. Exercício de 2014 Plano de Atividades e Orçamento Exercício de 2014 Plano de Atividades e Orçamento para o exercício de 2014 Preâmbulo O Plano de Atividades do ano de 2014 foi elaborado de acordo com as expetativas dos

Leia mais

Anabela de Sousa Fontoura. Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia

Anabela de Sousa Fontoura. Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia Curriculum Vitae Informação pessoal Nome Morada(s) Anabela de Sousa Fontoura Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia Correio(s) electrónico(s) anabela.fontoura@sapo.pt Telemóvel: 91

Leia mais

Apoio. Programa NOVOS EXPORTADORES

Apoio. Programa NOVOS EXPORTADORES Programa NOVOS EXPORTADORES Artº 1º Definição e Âmbito 1. A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, E.P.E., adiante designada por AICEP, está a promover o Programa NOVOS EXPORTADORES.

Leia mais

REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM. CAPÍTULO I Âmbito de aplicação

REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM. CAPÍTULO I Âmbito de aplicação REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM CAPÍTULO I Âmbito de aplicação Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento define o regime de acesso aos apoios concedidos pelo

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO. Regulamento

CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO. Regulamento CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO ÍNDICE PREÂMBULO... 3 Procedimentos Técnico-Pedagógicos... 4 1.1. Destinatários e condições de acesso... 4 1.2. Organização dos cursos de formação... 4 1.3. Componentes de

Leia mais

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada.

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. Anexo A Estrutura de intervenção As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. 1. Plano de ação para o período 2016

Leia mais

Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-AÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO Despacho Considerando que os regulamentos específicos do Programa Operacional Potencial Humano (POPH) são aprovados pela respectiva Comissão Ministerial de Coordenação, nos termos do n.º 5 do artigo 30º

Leia mais

Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura

Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura No âmbito do Contrato de Delegação de Competências do POPH na CCP 1. Enquadramento da Iniciativa A Iniciativa Formação para Empresários tem

Leia mais

Lisboa Porto. Planeamento e Gestão da Formação. Pós Graduação EDIÇÕES 2013

Lisboa Porto. Planeamento e Gestão da Formação. Pós Graduação EDIÇÕES 2013 Pós Graduação Planeamento e Gestão da Formação EDIÇÕES 2013 Lisboa Porto Rua Manuel Pacheco Miranda, 29 D 4200 804 Porto Telefone: 225 091 225 email: info@e comenius.com Planeamento e Gestão da Formação

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO DE INTERVENÇÃO (PEI)

PLANO ESTRATÉGICO DE INTERVENÇÃO (PEI) PLANO ESTRATÉGICO DE INTERVENÇÃO (PEI) Setembro de 2009/ Dezembro de 2010 Índice Introdução.. 3 Etapas de intervenção... 4 Âmbito de intervenção.. 5 Objectivos estratégicos..... 5 Metas.. 5 Equipa....

Leia mais

SIALM Sistema de Incentivos de Apoio Local a Micro empresas. CCDRC, 14 fevereiro 2013

SIALM Sistema de Incentivos de Apoio Local a Micro empresas. CCDRC, 14 fevereiro 2013 SIALM Sistema de Incentivos de Apoio Local a Micro empresas CCDRC, 14 fevereiro 2013 PROGRAMA VALORIZAR RCM n.º 7/2013, de 9/01 Valorização do território do interior e de baixa densidade demográfica e

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves

Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves REGULAMENTO DOS CURSOS EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS NÍVEL SECUNDÁRIO Anexo ao Regulamento Interno Aprovado em Conselho Geral a 26 de março de 2014 1 de 10 Índice

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

Quadro jurídico no sistema educativo português

Quadro jurídico no sistema educativo português I Simpósio Luso-Alemão sobre a Qualificação Profissional em Portugal - Oportunidades e Desafios Isilda Costa Fernandes SANA Lisboa Hotel, Av. Fontes Pereira de Melo 8, Lisboa 24 de novembro 2014 Contexto

Leia mais

PREPARE O SEU PROJETO FALE CONNOSCO!

PREPARE O SEU PROJETO FALE CONNOSCO! Candidaturas abertas até 18 de Setembro QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO PREPARE O SEU PROJETO FALE CONNOSCO! Tel./Fax: 22 600 71 20 projectos@advancedway.pt www.advancedway.pt Qualificação e internacionalização

Leia mais

Apoio à Internacionalização

Apoio à Internacionalização Apoio à Internacionalização Incentivos QREN Castelo Branco, 4 de outubro 2012 YUNIT Corporate: João Esmeraldo QREN - Sistema Incentivos Empresas I&DT - Investigação e Desenvolvimento Qualificação - Investimentos

Leia mais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S C T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais GESTÃO ADMINISTRATIVA DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO COMERCIAL E DE MARKETING ORGANIZAÇÃO

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

FORMAÇÃO PARA EMPREENDEDORES

FORMAÇÃO PARA EMPREENDEDORES FORMAÇÃO PARA EMPREENDEDORES QUADRO RESUMO: FORMAÇÃO UFCD (H) Noções de Economia de Empresa 5437 25 Métodos e Práticas de Negociação 5442 50 Empresa Estrutura Organizacional 7825 25 Perfil e Potencial

Leia mais

GUIA DE APOIO. Documento aprovado em sede do Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Engenheiros em 17 de setembro de 2013

GUIA DE APOIO. Documento aprovado em sede do Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Engenheiros em 17 de setembro de 2013 GUIA DE APOIO Documento aprovado em sede do Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Engenheiros em 17 de setembro de 2013 Gabinete de Qualificação Avenida António Augusto de Aguiar, 3D 1069-030 Lisboa

Leia mais

Lisboa Coimbra Porto. Planeamento e Gestão da Formação. Pós Graduação EDIÇÕES 2014

Lisboa Coimbra Porto. Planeamento e Gestão da Formação. Pós Graduação EDIÇÕES 2014 Pós Graduação Planeamento e Gestão da Formação EDIÇÕES 2014 Lisboa Coimbra Porto Rua Manuel Pacheco Miranda, 29 D 4200 804 Porto Telefone: 225 091 225 927 602 198 email: info@e comenius.com Planeamento

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014 FORMAÇÃO Início Fim Duração Horário Inscrição Contabilidade e Fiscalidade 01-10-2014 29-10-2014 21h P.L/S 100 Sensibilização e Orientação para o Cliente 02-10-2014

Leia mais

Programa de Empreendedorismo Tecnológico

Programa de Empreendedorismo Tecnológico PROGRAMA EIBTnet O QUE É? Programa de Empreendedorismo Tecnológico de apoio ao desenvolvimento, implementação, criação e consolidação de novas empresas inovadoras e de base tecnológica. 1 OBJECTIVOS Facilitar

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE

M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Formador Profissional / Coordenador Pedagógico / Consultor de Formação Nome POEIRAS, VITOR JOAQUIM GALRITO Naturalidade Sumbe, Quanza Sul, Angola

Leia mais

Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos

Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) Estrutura, competências e objetivos Maria João Alves Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional 24 de novembro de 2014 I SIMPÓSIO

Leia mais

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL PARA A ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (BGCT) ATRIBUIÇÃO DE 6 (SEIS) BOLSAS DE GESTÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA No âmbito de protocolo celebrado com a Fundação de Ciência e

Leia mais

Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal

Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal 1 Preâmbulo O Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal, adiante designado por NNIES, é um equipamento municipal criado

Leia mais

Fundos para a Internacionalização

Fundos para a Internacionalização Fundos para a Internacionalização Fundos de apoio às empresas O que são? São sistemas de incentivos vocacionados para o apoio às empresas, financiados por fundos comunitários e/ou nacionais. 2 Fundos de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNANDO PESSOA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNANDO PESSOA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNANDO PESSOA Regulamento do Curso Vocacional Artes e Multimédia Ensino Básico 3º ciclo Artigo 1.º Âmbito e Enquadramento O presente regulamento estabelece as diretrizes essenciais

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR FORMAÇÃO SGS ACADEMY LOCAL: LISBOA, PORTO E FUNCHAL GRUPO SGS PORTUGAL O Grupo SGS Société Générale de Surveillance S.A é a maior

Leia mais

Faro, 2 de agosto de 2012

Faro, 2 de agosto de 2012 Faro, 2 de agosto de 2012 Estímulo 2012 A medida ativa de emprego Estímulo 2012, aprovada pela Portaria nº 45/2012, tem por objetivo: Apoiar a contratação de desempregados; Promovendo e aumentando a sua

Leia mais

O programa assenta em três eixos determinantes:

O programa assenta em três eixos determinantes: São vários os estudos europeus que apontam para um défice crescente de recursos especializados nas tecnologias de informação. Só em Portugal, estima-se que estejam atualmente em falta 3.900 profissionais

Leia mais

Objetivos. Reconhecer e premiar um projeto académico, que se destaque no âmbito da inovação na áreas de Saúde e Desporto.

Objetivos. Reconhecer e premiar um projeto académico, que se destaque no âmbito da inovação na áreas de Saúde e Desporto. Objetivos O AUA!13/14 tem por finalidade incentivar alunos e docentes do ensino superior a dedicarem o seu esforço no desenvolvimento de projetos nas áreas de Saúde e Desporto, ao mesmo tempo que promove

Leia mais

ERP Portugal. Fevereiro 2013

ERP Portugal. Fevereiro 2013 ERP Portugal Fevereiro 2013 1 1 Objetivos Reconhecer e premiar um projeto académico, que se destaque no âmbito da Inovação no Sector da Gestão de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE)

Leia mais

COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial

COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Subsistemas Fomento da Base Económica de Exportação Desenvolvimento Local Empreendedorismo

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

Consultoria Estratégica

Consultoria Estratégica Quem somos e o que fazemos A Select Advisor é uma empresa de Consultoria Estratégica Ajudamos à criação de valor, desde a intenção de investimento e angariação de parcerias até ao apoio de candidaturas

Leia mais

INFORMAÇÃO PESSOAL FORMAÇÃO ACADÉMICA JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO 1. ESQ, 2300 TMR. jcurvacho@hotmail.com / joao.curvacho@ipt.pt.

INFORMAÇÃO PESSOAL FORMAÇÃO ACADÉMICA JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO 1. ESQ, 2300 TMR. jcurvacho@hotmail.com / joao.curvacho@ipt.pt. C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO Correio electrónico Morada RUA JOSÉ RELVAS Nº. 532 A 538, 2090-106 ALPIARÇA/RUA PAULO OLIVEIRA N.º 44 1. ESQ, 2300 TMR

Leia mais

INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR

INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR PLANO DE AÇÃO DO CLUSTER CONTATOS PARCEIROS 1 INTRODUÇÃO O desafio

Leia mais

Workshop Certificação de Entidades pela DGERT

Workshop Certificação de Entidades pela DGERT www.b-training.pt Workshop Certificação de Entidades pela DGERT 27 de Maio de 2011 ORDEM DE TRABALHOS 10h00 11h15 11h30 12h30 13h Início dos Trabalhos Coffee-Break Reinício dos Trabalhos Perguntas & Respotas

Leia mais

GESTÃO E CAPACITAÇÃO MÓDULO NO 3º SETOR FORMAÇÃO ESPECIALIZADA NA ÁREA FORMADOR/DATA SOCIAL CENTRO DE FORMAÇÃO. a nossa missão é a sua formação

GESTÃO E CAPACITAÇÃO MÓDULO NO 3º SETOR FORMAÇÃO ESPECIALIZADA NA ÁREA FORMADOR/DATA SOCIAL CENTRO DE FORMAÇÃO. a nossa missão é a sua formação GESTÃO E CAPACITAÇÃO AÇÃO ORGANIZACIONAL MÓDULO NO 3º SETOR FORMAÇÃO ESPECIALIZADA NA ÁREA FORMADOR/DATA SOCIAL a nossa missão é a sua formação CENTRO DE FORMAÇÃO COIMBRA BISSAYA BARRETO 17-06-2015 DURAÇÃO

Leia mais

POLÍTICA DE PME's Debate promovido pela AIP. 11 Setembro 2007

POLÍTICA DE PME's Debate promovido pela AIP. 11 Setembro 2007 POLÍTICA DE PME's Debate promovido pela AIP 11 Setembro 2007 Durante o 1º trimestre de 2007, o PIB cresceu 2,0% Crescimento do PIB 2,5% 2,0% 1,5% 1,5% 1,7% 2,0% 1,0% 1,1% 1,0% 0,9% 0,5% 0,5% 0,5% 0,0%

Leia mais

Regulamento Interno StartUp Lisboa Comércio

Regulamento Interno StartUp Lisboa Comércio Regulamento Interno StartUp Lisboa Comércio Lisboa, Junho de 2014 Artigo 1º Âmbito A Incubadora StartUp Lisboa Comércio resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa, o Montepio Geral, o IAPMEI

Leia mais

Curriculum Vitae. Data de Nascimento: 19 de Novembro de 1977. Assistente convidado na UTL Curso Pós-Laboral De Políticas Públicas

Curriculum Vitae. Data de Nascimento: 19 de Novembro de 1977. Assistente convidado na UTL Curso Pós-Laboral De Políticas Públicas Curriculum Vitae DADOS PESSOAIS Nome: Nacionalidade: Pedro Pires Portuguesa Data de Nascimento: 19 de Novembro de 1977 HABITAÇÕES LITERÁRIAS Data 16/02/2010 Universidade Universidade Técnica de Lisboa

Leia mais

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial CET Cursos de Especialização Tecnológica Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

Factor PME. Junho 2011

Factor PME. Junho 2011 Projecto Factor PME Junho 2011 Índice Âmbito e Objectivos 03 Condições de Elegibilidade _Entidade beneficiária 04 _Projecto 05 Investimentos Elegíveis _Componentes de financiamento 06 _Despesas elegíveis

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Neste contexto, o IDIT vai intervir em 31 empresas localizadas no Norte de Portugal, e 28 empresas localizadas na Região Centro.

Neste contexto, o IDIT vai intervir em 31 empresas localizadas no Norte de Portugal, e 28 empresas localizadas na Região Centro. NEWSLETTER 1 O IDIT O IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica é uma associação privada de utilidade pública, sem fins lucrativos, cujo objectivo primordial é contribuir para a modernização

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2015/2016

PLANO DE FORMAÇÃO 2015/2016 PLANO DE FORMAÇÃO 2015/2016 MLCPT, UNIPESSOAL LDA Outubro de 2015 A NOSSA EMPRESA A MLCPT tem por objeto, o desenvolvimento de atividades de educação e formação profissional e não profissional para jovens

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

AVISO Nº 01/SI/2014 - INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS INTERNACIONALIZAÇÃO

AVISO Nº 01/SI/2014 - INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS INTERNACIONALIZAÇÃO AVISO Nº 01/SI/2014 - Janeiro de 2015 Objetivo Estratégico Beneficiários Ações globais do Programa Abrir novos horizontes às PME nacionais, fomentando a sua entrada no mercado-alvo de África do Sul e impulsionado

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

Training Manager. Certificação PwC. 7, 14 e 21 de março. www.pwc.pt/academy. Academia da PwC

Training Manager. Certificação PwC. 7, 14 e 21 de março. www.pwc.pt/academy. Academia da PwC www.pwc.pt/academy Training Manager Certificação PwC 7, 14 e 21 de março Academia da PwC As empresas líderes analisam quais as competências necessárias para o desempenho dos seus colaboradores, implementam

Leia mais

OBJETIVO GERAL DA FUNÇÃO

OBJETIVO GERAL DA FUNÇÃO PROGRAMA DE COOPERAÇÃO EM MOÇAMBIQUE FUNÇÃO: Técnico de Capacitação Institucional (TCI) LOCALIZAÇÃO: Moçambique, Província de Nampula DURAÇÃO: 17 meses (datas prováveis: 1 de agosto de 2015 a 31 de dezembro

Leia mais

Carta de Compromisso - Centro para a Qualificação Profissional e o Ensino Profissional

Carta de Compromisso - Centro para a Qualificação Profissional e o Ensino Profissional Carta de Compromisso - Centro para a Qualificação Profissional e o Ensino Profissional 1024036 - PROFIFORMA, GABINETE DE CONSULTADORIA E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, LDA Missão É missão do CQEP Profiforma: -

Leia mais

Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de:

Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de: Consultoria e Formação, em Entidades Públicas e Privadas, de Sistemas de Gestão de: Qualidade e IT Service Management Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI) Ambiente Higiene e Segurança no Trabalho

Leia mais

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Abril de 2008 Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária 1 Bashen Agro Um projecto Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Parceria FZ AGROGESTÃO Consultoria em Meio Rural, Lda Av.

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

Plano de Atividades 2014

Plano de Atividades 2014 Plano de Atividades 2014 Escola de Ciências Universidade do Minho 1. Missão A Escola de Ciências tem como missão gerar, difundir e aplicar conhecimento no âmbito das Ciências Exatas e da Natureza e domínios

Leia mais

Plano Estratégico de Iniciativas à Empregabilidade Jovem e de Apoio às PME Exponor, 15 de Junho de 2012

Plano Estratégico de Iniciativas à Empregabilidade Jovem e de Apoio às PME Exponor, 15 de Junho de 2012 Plano Estratégico de Iniciativas à Empregabilidade Jovem e de Apoio às PME Exponor, 15 de Junho de 2012 Contexto: O Impulso Jovem, Plano Estratégico de Iniciativas de Promoção da Empregabilidade Jovem

Leia mais

BOOTCAMP CONSULTORES DIGITAIS LISBOA, JULHO 2015

BOOTCAMP CONSULTORES DIGITAIS LISBOA, JULHO 2015 BOOTCAMP CONSULTORES DIGITAIS LISBOA, JULHO 2015 BOOTCAMP CONSULTORES DIGITAIS RESUMO EXECUTIVO Duração Bootcamp imersivo de 5 semanas (4 dias/semana, 7 horas/dia) Nº Participantes Cerca de 500 pessoas

Leia mais

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI 2ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI Patrocinador Principal Patrocinadores Globais APDSI PME Apoios ao crescimento APDSI

Leia mais

Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio

Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio Iniciativas Inovadoras de Formação e Qualificação Profissional para o Comércio CIM Alto Minho 30 de junho de 2015 Missão Sucesso

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL FORMAÇÃO SGS ACADEMY PORQUÊ A SGS ACADEMY? Criada, em 2003, como área de negócio da

Leia mais

REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO

REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO Artigo 1º Âmbito Ao abrigo do n.º 1 do artigo 8.º da Portaria n.º 370-A/2012, de 15 de novembro de 2012, o presente regulamento estabelece os procedimentos

Leia mais

Sistema de Incentivos

Sistema de Incentivos Sistema de Incentivos Qualificação e Internacionalização de PME amrconsult 13 de Maio de 2010 1 Agenda 1 Enquadramento 2 Condições de elegibilidade 3 Despesas elegíveis 4 Incentivo 2 1 Enquadramento 3

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu. Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu. Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1. Descrição... Erro! Marcador não definido. 2. Entidade Gestora...

Leia mais

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016 Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA REPÚBLICA PORTUGUESA UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

Leia mais

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA O objetivo específico deste concurso consiste em conceder apoios financeiros a projetos

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

Matriz de Responsabilidades. Descentralizar Educação Página 1 de 6 Contrato de Educação e Formação Municipal

Matriz de Responsabilidades. Descentralizar Educação Página 1 de 6 Contrato de Educação e Formação Municipal A3. Relação escola/comunidade A - Políticas Educativas A2. Políticas de avaliação institucional A1. Planeamento Estratégico 1 Definição geral de políticas educativas nacionais 2 Definição do Plano Estratégico

Leia mais

PEDIDO ESPECIAL DE RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE CICLO DE ESTUDOS NÃO-ALINHADO (PERA) Guião de apresentação do pedido

PEDIDO ESPECIAL DE RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE CICLO DE ESTUDOS NÃO-ALINHADO (PERA) Guião de apresentação do pedido PEDIDO ESPECIAL DE RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE CICLO DE ESTUDOS NÃO-ALINHADO (PERA) (Ensino Universitário e Politécnico) Guião de apresentação do pedido Versão 1.0 março de 2015 0. Âmbito do guião e síntese

Leia mais

EEUM Plano de Atividades e Orçamento 2012. Escola de Engenharia

EEUM Plano de Atividades e Orçamento 2012. Escola de Engenharia EEUM Plano de Atividades e Orçamento 2012 Escola de Engenharia Plano de Atividades e Orçamento 2014 i Introdução A Escola de Engenharia tem vindo a destacar-se pela consistência dos seus resultados e pela

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO Despacho Considerando que os regulamentos específicos do Programa Operacional Potencial Humano (POPH) são aprovados pela respectiva Comissão Ministerial de Coordenação, nos termos do n.º 5 do artigo 30º

Leia mais

Curso de Secretariado Clínico

Curso de Secretariado Clínico EDITAL Curso de Secretariado Clínico Edição 2015/2017 A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) do Instituto Politécnico de Lisboa (IPL) anuncia a abertura do Curso de Secretariado Clínico,

Leia mais

O Conceito de Cluster

O Conceito de Cluster O Conceito de Cluster Conjunto de empresas, relacionadas entre si, que desenvolvem competências específicas, formando um pólo produtivo especializado e com vantagens competitivas. Antecedentes As empresas

Leia mais

BANCO DE INOVAÇÃO SOCIAL - BIS NORMAS DE PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO

BANCO DE INOVAÇÃO SOCIAL - BIS NORMAS DE PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO BANCO DE INOVAÇÃO SOCIAL - BIS NORMAS DE PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO 1 Artigo 1 º (PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO) O BIS promove um Programa de Apoio ao Empreendedorismo

Leia mais

CONHEÇA-NOS MELHOR. 2015 ASIDE - Consultoria e Formação. Todos os direitos reservados.

CONHEÇA-NOS MELHOR. 2015 ASIDE - Consultoria e Formação. Todos os direitos reservados. CONHEÇA-NOS MELHOR 2015 ASIDE - Consultoria e Formação. Todos os direitos reservados. Saber Ser Saber Fazer Saber Saber Saber Partilhar Saber Comunicar 02 www.aside.pt Saber Ser Saber Ser Sobre Nós Com

Leia mais

Sistema de Incentivos Internacionalização das PME

Sistema de Incentivos Internacionalização das PME Sistema de Incentivos Internacionalização das PME Objetivos e prioridades: Conceder apoios financeiros a projetos que reforcem a capacitação empresarial das PME para a internacionalização, com vista a

Leia mais

Apoios às empresas no Norte 2020. Eunice Silva Valença 30.06.2015

Apoios às empresas no Norte 2020. Eunice Silva Valença 30.06.2015 Apoios às empresas no Norte 2020 Eunice Silva Valença 30.06.2015 SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INOVAÇÃO EMPRESARIAL EMPREENDEDORISMO QUALIFICAÇÃO DE PME INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME I&D Produção de

Leia mais

Banca, Seguros e Mercados Financeiros

Banca, Seguros e Mercados Financeiros Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama Sines Tecnopolo Pós-Graduação Banca, Seguros e Mercados Financeiros Edital 2ª Edição 2011 1 Enquadramento A Escola Superior

Leia mais

Empreendedorismo e Organização da Empresa. Público-Alvo

Empreendedorismo e Organização da Empresa. Público-Alvo Empreendedorismo e Organização da Empresa Público-Alvo Formandos que pretendam adquirir um conjunto de conhecimentos e competências na área empresarial, que lhes permita alargar a sua compreensão e posterior

Leia mais

NCE/09/01302 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/09/01302 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/09/01302 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas 1 a 7 1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade De Aveiro 1.a. Descrição

Leia mais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Curso de Formação 2011 Índice PROPOSTA FORMATIVA... 3 Introdução... 3 Objectivo geral... 3 Estrutura... 3 Metodologias... 3

Leia mais

Empresas que se mexem, são empresas que crescem!

Empresas que se mexem, são empresas que crescem! Empresas que se mexem, são empresas que crescem! Apresentação do Projecto/ Abertura de inscrições Introdução A Adere-Minho - Associação para o Desenvolvimento Regional do Minho, entidade de natureza associativa

Leia mais

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS ENCONTRO DA COMISSÃO SECTORIAL PARA A EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO CS/11 ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS OPORTUNIDADES, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE APRESENTAÇÃO DO TRABALHO GT2 - Ensino Superior

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO MADEIRA 14-20

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO MADEIRA 14-20 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS PROGRAMA OPERACIONAL DA 2014-2020 (MADEIRA 14-20) EIXO PRIORITÁRIO 3 Reforçar a Competitividade das Empresas PRIORIDADE DE INVESTIMENTO (PI) 3.b Desenvolvimento

Leia mais

O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS?

O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS? O SEU PROJECTO É ELEGÍVEL PARA ESTES INCENTIVOS? O ISQ e a ASK querem ajudar empreendedores e empresários à procura de financiamento a obterem o apoio de que necessitam para lançar ou desenvolver os seus

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS VOCACIONAIS

REGULAMENTO DOS CURSOS VOCACIONAIS Agrupamento de Escolas Gaia Nascente REGULAMENTO DOS CURSOS VOCACIONAIS ENSINO BÁSICO Escola Secundária Gaia Nascente Artigo 1.º Âmbito e Enquadramento O presente regulamento estabelece as diretrizes essenciais

Leia mais

Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO

Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO Hugo Barros UALG Universidade do Algarve Albufeira, 12 de Março 2015 INOVAÇÃO PAPEL CRUCIAL NO CRESCIMENTO ECONÓMICO DOS

Leia mais

Procifisc Engenharia e Consultadoria, Lda.

Procifisc Engenharia e Consultadoria, Lda. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa, com sede em Castelo Branco, é uma empresa criada em 2007 que atua nos domínios da engenharia civil e da arquitetura. Atualmente, é uma empresa

Leia mais