Aula 1...pág. 2. Aula 2...pág. 8. Aula 3...pág. 13. Aula 4...pág. 19. Aula 5...pág. 23. Aula 6...pág. 28. Aula 7...pág. 33. Aula 8...pág.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula 1...pág. 2. Aula 2...pág. 8. Aula 3...pág. 13. Aula 4...pág. 19. Aula 5...pág. 23. Aula 6...pág. 28. Aula 7...pág. 33. Aula 8...pág."

Transcrição

1 Sumário Aula 1...pág. 2 Aula 2...pág. 8 Aula 3...pág. 13 Aula 4...pág. 19 Aula 5...pág. 23 Aula 6...pág. 28 Aula 7...pág. 33 Aula 8...pág. 38 Aula 9...pág. 43 Aula 10...pág. 47 Aula 11...pág. 55 Aula 12...pág. 61 Aula 13...pág. 67 Aula 14...pág. 73 Aula 15...pág. 81

2 Aula 1 - Linux Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que é o Linux? O que são Distribuições? Onde consigo o Linux? O que é Login e Logoff? Linux O Linux foi criado pelo estudant e universitário finlandês Linus Torvalds e o dia 17/09 / foi o dia do seu lançament o. No dia 5 de outubro de 1991 ele lançou a versão 0.2 do kernel 1 para micros AT 386/ O Linux é um clone do Unix. Em 1994 foi lançada a versão 1.0 do kernel. Características Linux é um Sistema Operacional que pode ser distribuído livremente, ou seja é totalmente gratuito Open Source - o código fonte que é utilizado para criar o Sistema Operacional é aberto, podendo ser alterado por qualquer program a d or Multitarefa real Multiusuário Multiproces sa d o - é possível a utilização de vários processadore s no mesmo micro Memória virtual Aceita nomes de arquivos com até 255 caracteres Estabilidade Possui ótima perform a nce Segurança Possui uma grande quantidade de softwares disponíveis Distribuições Quando o Linux foi criado por Linus Torvalds, não havia nenhu m a maneira do sistema ser vendido comercialment e, foi então que empresas de diferentes países interessa da s em expandir o Linux pelo mundo resolverão criar program a s e criar ambientes de instalações, até mesmo drivers de dispositivos, tornan do assim a vida do usuário leigo mais fácil. 1 Kernel núcleo do Sistema Operacional 2

3 Existem então no mundo várias empres as que trabalha m construindo softwares e criando melhorias para o Linux, sendo que estas empresa s não cobram pela distribuição do Linux, já que o Linux é um sistema operacional gratuito, estas empresas cobram sim pela facilidade de uso que elas tem criado para o usuário, existem distribuições do Linux que cabem em um disquete, assim como existem distribuições do Linux que ocupa m vários CD's. Principais Distribuições do Linux: Red Hat - http: / / w ww.red ha t.com Conectiva - http: / / w ww.conectiva.com.br Slackware - http: / / w ww.slackware.com Debian - http: / / w ww.debian.org SuSE - http: / / w ww.s use.com Caldera (OpenLinux) - http: / / w ww.openlinux.com Corel Linux - http: / / lin ux.corel.com Turbo Linux - http: / / w ww.turbolinux.com Mandrake - http: / / w ww.linux - mandrake.com Vale a pena lembrar que existem muitas outras distribuições e que a cada dia estão aparecendo muito mais empresa s interessa da s em distribuir o Linux. Como obter o Linux A maior parte das distribuições Linux encontra - se disponível gratuita me n te para cópia através do seguinte endereço: / w w w.linuxis o.org Boot O process o de inicialização de um Sistema Operacional é conhecido como Boot. Existem diversas maneiras de se instalar o Linux em um comput ad or pessoal, sendo assim vale apena lembrar dois pontos importante s: 1 ) Caso o único Sistema Operacional do computa do r seja o Linux, o processo de Boot do Linux será realizado quando o usuário ligar a máquina. 2 ) Caso o Linux esteja instalado juntame n t e com outro Sistema Operacional, o usuário ao ligar a máquina terá que informar qual o sistema operacional que o computa d or deve inicializar. 3

4 Login e Logoff Após o Linux ter sido carregado o usuário observará em seu monitor de vídeo a tela de login, login é a entrada do usuário para fazer uso do sistema operacional. É chamado de logoff o ato do usuário encerrar o seu usuário. Superusuário É um usuário que pode controlar todo o sistema operacional, esse usuário é conhecido como Root. Ao entrar no sistema (login), com uma conta de acesso simples, vários recursos do Linux serão bloqueados. Ao instalar o Linux em um comput ad or pessoal será solicitado ao usuário informar uma senha durante a instalação, essa senha será necessária para que o usuário possa efetuar o login pela primeira vez em seu computa do r (o tópico de instalação do Linux será abordado mais adiante no módulo intermediário de nosso curso). Modo Texto e Modo Gráfico Modo texto - é o modo indicado para usuários com uma certa experiência no mundo Linux, o modo texto baseia - se no conceito de comando s, ou seja, para o usuário dar uma ordem ao Linux é necessário a digitação do comando, o Linux poss ui uma grande quantidade de comandos, tornan do - o assim um sistem a muito poderos o. Para utilizar o modo texto o usuário deverá pressionar a seguinte combinaçã de teclas: CTRL + ALT + F1 Modo Gráfico - é indicado para usuários sem experiência alguma em ambiente Linux, já que o modo gráfico mostra ao usuário um ambiente bem elaborado e forma do por janelas. Para utilizar o modo gráfico o usuário deverá pressionar a seguinte combinaçã de teclas: CTRL + ALT + F7 Existem várias interfaces gráficas para o Linux, entre elas poderíamos destacar as seguintes: KDE GNOME WindowMake r X Windows Exibe ao usuário um ambiente de trabalho compost o por janelas, ambiente de trabalho este que é muito comum entre diversos sistemas operacionais existentes. KDE É um poderoso gerenciador de janelas, que combina facilidade de uso com um belo design gráfico, atualmente o KDE é a melhor interface gráfica, disponível para o LINUX. 4

5 Acessando o KDE O usuário deverá observar que na tela de login existira um botão ou opção que permitirá que seja selecionado qual ambiente gráfico que deverá ser acessado. Cada distribuição do Linux possui opções de acesso ao modo gráfico diferentes. Área de Trabalho Ao acessar o Gerenciador de Janelas KDE o usuário observará em seu vídeo a seguinte janela: A janela acima é conhecida como DESKTOP ou Área de Trabalho, e poss ui os seguintes element os: 1 - Ícones - figuras que representa m aplicativos e ou arquivos 2 - Fundo - o fundo da área de trabalho pode receber uma cor sólida, pode receber uma imagem, ou até mesmo a combinação de várias imagens 3 - Painel - tem como função mostrar ao usuário quais progra m as que o usuário está executando, permitindo també m o acesso a outros recursos do gerenciador de janelas Encerrando o KDE Para encerrar a utilização do gerenciador de janelas o usuário deverá clicar no botão em forma de K que encontra - se no painel: 5

6 1 1 - Botão K 2 - Em seguida será mostrado um menu com várias opções: 3 - Clique na opção Fechar Sessão, observe que a seguinte caixa de diálogo será exibida: 4 - Clique na opção Finalizar sessão apenas e em OK Encerrando o Sistema 1 - Botão K 2 - Em seguida será mostrado um menu com várias opções: 3 - Clique na opção Fechar Sessão, observe que a seguinte caixa de diálogo será exibida: 4 - Clique na opção Desligar o computador e em OK 6

7 Exercícios: Quais são os recursos do Mouse? Clique simples Clique duplo Arrastar e soltar Menu pop - up - O que fazem os botões abaixo? Como mover uma janela? Como redimensionar uma janela? Como alterar a decoração de uma janela? Como enrolar a janela? Como organizar os ícones da área de trabalho? Como bloquear a tela? 7

8 Aula 2 - Arquivos Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que é GNU? Quais as principais teclas? O que faz o Abirword? Como salvar, abrir e localizar arquivos? GNU As licenças de muito softwares são desenvolvidas para cercar a liberdade de uso, compartilha m en t o e mudanças. A Licença Pública Geral da GNU, ao contrário, pretende garantir a liberdade de compartilhar e alterar softwares de livre distribuição tornando os de livre distribuição também para quaisquer usuários. A Licença Pública Geral aplica - se à maioria dos softwares da Free Software Foundation e a qualquer autor que esteja de acordo em utilizá - la. Sendo assim software de livre distribuição, refere - se a liberdade e não a preço. Licenças de Uso Qualquer program a de livre distribuição é constante m e n te ameaçado pelas patentes de softwares. A GNU procura evitar o perigo de que distribuidores destes progra m a s obtenha m patentes individuais, tornan do - se seus donos efetivos. Para evitar isso foram feitas declarações expressa s de que qualquer solicitação de patente deve ser feita permitindo o uso por qualquer indivíduo, sem a necessidade de licença de uso. Para obter maiores informações a respeito da Licença Pública Geral, visite o site abaixo: / w w w. g nu.org Teclado O teclado é basicamente dividido em três partes: 1 Teclado alfanum érico possui letras e números 2 Teclado numérico possui somente números 3 Teclas de função conjunto de teclas que são progra m a d a s para realizar determina da s funções depende n d o do program a que se está utilizando. Principais teclas: 8

9 Enter abre uma linha em branco Shift utilizada para alterar de minúsculas para maiúsculas e vice- versa Caps Lock quando ativada faz com que todas as letras digitadas saiam em maiúsculo Delete apaga a direita do cursor Backspace apaga a esquer da do cursor Kword O Kword é um software muito utilizado para a criação e alteração de textos. Para abrir o Kword o usuário deverá fazer o seguinte: Pressione a combinação de teclas ALT +F2 A seguinte caixa será exibida: Na caixa comando digite kword e pressione a tecla Enter A seguinte janela será exibida: 9

10 Na caixa de diálogo que será exibida clique em Orientada à texto e em A4 em seguida clique em OK Salvando documentos Salvar é arma zena r em disco um conjunto de informações. Para salvar um docum ent o o usuário deverá fazer o seguinte: Clique no menu Arquivo e selecione a opção Salvar como, observe que a seguinte caixa de diálogo será exibida: Na caixa localização digite um nome para o arquivo e em seguida clique no botão salvar Abrindo documentos Abrir é localizar em disco um conjunto de informações, que foram salvas dentro de um arquivo. Para abir um documen to o usuário deverá fazer o seguinte: Clique no menu Arquivo e selecione a opção Abrir, observe que a seguinte caixa de diálogo será exibida: 1 10

11 1 Localize em meio as pastas existentes a pasta onde o seu arquivo foi salvo, em seguida clique duas vezes sobre o nome do arquivo para abrí - lo. KFind Kfind é um utilitário do Linux que serve para que o usuário possa procurar arquivos que estão arma zena do s em uma unidade de disco. Iniciando o KFind Para iniciar o Kfind o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 - Pressione a combinação de teclas ALT + F2 2 - Na caixa que será exibida digite o comando kfind, pressione a tecla ENTER A seguinte janela será mostra da: Nome - Digite o nome do arquivo a ser procurado, ou utilize caracteres coringas Exemplos :: Caracteres Coringas - são caracteres especiais que ajudam na procura de arquivos - Para encontrar todos os arquivos que iniciem pela letra S, digite: S* - Para encontrar todos os arquivos com extensão TXT digite: *.txt - Para encontrar todos os arquivos cuja segunda letra do seu nome seja a letra I digite:?i* 2 - Procurar em - selecione aqui o diretório onde o arquivo está gravado 11

12 3 - Botão Procurar - clique neste botão para iniciar a procura 4 - Local que mostra o resultado da procura Exercício 1 : 1 - Digite o texto abaixo: Os índios ianomamis são pouco mais de homens, mulheres e crianças, perdidos em dezenas de aldeias do norte do Brasil, em Roraima. Eles ocupam uma área do tamanho de Portugual: com um índio para cada 10 quilômetros quadrados, o país iamomami tem uma densidade populacional menor que o deserto do Saara. Como os gauleses da história em quadrinhos do Asterix. Os ianomamis tem um enorme poder de resistência, um humor constante e acreditam que o céu pode desabar a qualquer momento sobre suas cabeças - e é claro, sobre a de todos nós os nabe, a palavra com que eles se referem aos que não falam seu idioma. Pronunciada sempre com uma ponta de descaso, nabe define tanto um antropólogo sueco em visita à maloca como um índio caíapó do sul do Pará e um garimpeiro recém chegado do Maranhão. Faz pouca diferença. Oname o criador da humanidade, fez primeiro os ianomamis, colocou- os no centro do universo e foi descansar. Só depois se dedicou à tarefa de povoar as distantes terras periféricas com gente exótica. Os ianomamis riem dessa gente estranha que vai visitá- los. Se o branco desajeitado tropeça e cai num branco os índios gargalham e gritam em uníssono, como se estivessem comemorando um gol. 2 Salve- o Exercício 2 : 1 - Digite e salve o texto abaixo: LINUX O Linux foi criado pelo estudant e universitário finlandês Linus Torvalds e o dia 17/09 / foi o dia do seu LAnçamento. No dia 5 de outubro de 1991 ele lançou a versão 0.2 do kernel para micros AT 386/ O linux é um clone do Unix. Em 1994 foi lançada a versão 1.0 do kernel. Atualmente a versão do kernel é a CARACTERÍSTICAS aberto, Linux é um Sistema Operacional que pode ser distribuído livremente Open Source - o código fonte que é utilizado para criar o Sistema Operacional é podendo ser alterado por qualquer progra m a do r Multitarefa real Multiusuário Nomes de arquivos com até 255 caracteres Estabilidade Possui ótima perform a nce Segurança Possui uma grande quantidade de softwares disponíveis PRINCIPAIS DISTRIBUIÇÕES Conectiva RedHat Slackware Debian 12

13 Aula 3 - Discos Nesta aula você vai aprender o seguinte: Quais são as unidades de disco? O que faz o ksnaps hot? O que faz o konqueror? Quais os diretórios existentes na estrut ur a de diretórios? Unidades de Disco São element os de hardware, elementos físicos onde podem os realizar o armaze na m e n t o de arquivos. Conhecem os os seguintes tipos de disco para arma zena m e n t o de informações: - Disco Rígido - també m conhecido como Winchester ou Hard Disk, é uma unidade fixa de armaze na m e n t o com grande capacidade - Disco Flexível - també m conhecido com Disquete ou Floppy Disk, é uma unidade removível, para utilizar um disquete é necessário uma unidade de disco flexível ligada a seu computa d or, possui pequena capacidade de arma zena m e n t o porém pode facilmente ser trans port a do. - CD- Rom - unidade de disco que faz a leitura de CD's que contém dados e áudio Em sistemas DOS as unidades acima são represent a d a s por letras, como mostra a tabela abaixo: Unidade Winchester Disquete CD- Rom Represent aç ão C: A: D: Em sistemas Linux as unidades de disco podem ser acessadas como diretórios, isto pode ser feito através da criação de um dispositivo dentro do sistema de arquivos, observe a tabela abaixo, com os diretórios onde pode - se acessar os discos: Unidade Winchester Disquete CD- Rom Represent aç ão / /m n t / f lo p py /m n t / c d r o m O process o de mesclar dispositivos com sistem a de arquivos é denomina do montage m, ou seja, toda unidade de disco que contenha um sistem a de arquivos precisa ser montada para poder ser utilizada. 13

14 Uma vez monta da uma unidade de disco ela poderá ser acessada por qualquer software do sistem a operacional. Montando os discos Para acessar uma unidade de disquete através do Linux, siga os seguintes passos: 1 ) Na área de trabalho localize o ícone abaixo: 2 ) De um clique duplo sobre o ícone de disquete Será mostrada uma janela com o conteúdo do disquete. Para acessar uma unidade de CD- Rom siga os seguintes passos: 1 ) Na área de trabalho localize o ícone abaixo: 2 ) De um clique duplo sobre o ícone do CD- Rom Será mostrada uma janela com o conteúdo do CD- Rom. Salvando em disquete Para salvar uma informação em disquete o usuário deverá selecionar a partição onde o dispositivo de disquete encontra - se montado, a partição onde as unidades de disco são montada s é a partição /mnt na partição / mnt o usuário encontrará as seguintes pastas: o ícone floppy represent a a unidade de disquete o ícone cdrom representa a unidade de cd- rom Por exemplo: Dica: Formatar é preparar um disco para ser utilizado com o Sistema Operacional. Para formatar um disquete siga os seguintes passos: 1 - Clique no Botão K no Painel 2 - Movimente o mouse até Ferramentas 14

15 3 - Clique no ícone Formatação de disquete 4 - Clique no botão formatar Outra forma de se abrir o Formata dor de disquetes seria a seguinte: Pressione ALT+F2 e na caixa de diálogo exibida digite o comando kfloppy Ksnapshot É um aplicativo para o ambiente gráfico KDE que serve para capturar imagens das janelas de aplicativos abertos, ou até mesmo de todos os elementos do vídeo. Para iniciar o Ksnapshot faça o seguinte: 1 ) Clique no Botão K do painel 2 ) Movimente o mouse até a opção Gráficos 3 ) Clique em Programa de Captura de Tela A seguinte janela será exibida: Local onde é mostra do um exemplo da imagem que foi captura da 2 Novo Snapshot clique neste botão para capturar uma imagem 3 Salvar como clique neste botão para arma zenar no disco a imagem capturada Konqueror Konqueror é um poderos o gerenciador de arquivos para o ambiente gráfico KDE. Lembrando que gerenciador de arquivos são program a s capazes de realizar a manutenção (copiar, apagar, renomear, abrir, criar diretórios) de arquivos e diretórios em unidades de disco (Winchester, disquetes, zip drive, cd- rom,etc...). Características - Navegador Web - é possível através do Konqueror navegar em sites internet 15

16 - Visualizador Universal - o Konqueror é capaz de visualizar rapida me n t e uma série de diferentes tipos de arquivos, sem a necessidade de abrir o software que criou o arquivo Iniciando o Konqueror Para iniciar o Konqueror siga os seguintes passos: 1 - Pressione ALT + F2, 2 - Na caixa de texto Comando digite konqueror 3 ) Clique no botão Executar Janela do Konqueror A janela do Konqueror é compost a pelos seguintes elementos: Barra de Menus - permite dar ordens ao Konqueror para execução de tarefas, pode ser ativada e desativada pressiona n do - se o atalho CTRL + M 2 - Barra de Ferramentas - possui atalhos para as opções mais utilizadas nos menus 3 - Barra de Localização - mostra qual diretório encontra - se aberto 4 - Lista de Diretórios - mostra os arquivos e diretórios existentes no diretório ativo 5 - Barra de Status - mostra proprieda des sobre o diretório aberto 16

17 Konqueror como Gerenciador de Arquivos Para mudar a visualização do Konqueror para uma visualização mais apropriada e semelhante ao gerenciadores de arquivos tradicionais, siga os seguintes passos: 1 ) Clique no Menu Configurações 2 ) Selecione a opção Carregar perfil de visão 3 ) Clique em Gerenciamento de arquivos Estrutura de diretórios O Linux possui uma estrut ura de diretórios hierárquica que é compos t a da seguinte maneira: Diretório Raiz - diretório principal, onde os demais diretórios e arquivos que compõe m o sistema estão armazena d o s, o diretório raiz é represent a do por uma / (barra) Diretórios que fazem parte do diretório Raiz (/) /Bin - poss ui arquivos executáveis de comando s essenciais pertencentes ao sistema /Boot - armaze na os arquivos de inicialização do sistem a /De v - possui arquivos que representa m dispositivos de entrada / saída /Etc - armaze na arquivos de configuração do sistema /Home - arma zena os diretórios particulares de cada um dos usuários. /Lib - armaze na arquivos de bibliotecas compartilhada s usados com freqüência /Mnt - Ponto de montage m de outros sistema s de arquivos e unidades de disco /Root - arma zena os arquivos do superus u ário (root) /Sbin - arma zena arquivos de sistema essenciais /Tmp - armaze na arquivos temporários gerados por alguns utilitários /Usr - diretório que armazena a maior parte dos softwares disponíveis no Red Hat Linux /Var - Armaze na arquivos de histórico do sistema /Opt - diretório que armazena softwares de outras empres as 17

18 Exercícios: 1 Apague todo o conteúdo de seu disquete 2 Utilizando o Ksnapshot capture uma imagem das seguintes janelas: Calculadora Konqueror Área de trabalho Kword Salve as imagens em seu disquete 3 Caso as imagens acima não possa m ser salvas em seu disquete que outra pasta poderia utilizar para salvá - las 4 Que pasta o usuário Root salva os seus trabalhos? 5 Um usuário normal consegue acessar a pasta do usuário root? 6 Utilizando o Konqueror visualize o conteúdo do seu disquete 7 Utilizando o Konqueror escreva abaixo o nome das pastas existentes na pasta /boot, e que iniciam pela letra G 8 Utilizando o Konqueror escreva abaixo o nome das pastas existentes na pasta /m n t: 9 Pesquise junto a seu professor que program a posso utilizar para verificar a quantidade de espaço livre em disco? 18

19 Aula 4 - Konqueror Nesta aula você vai aprender o seguinte: Como renomear arquivo? Como excluir arquivos? Como copiar e mover arquivos? Como criar pastas e procurar arquivos? Mouse e o Konqueror - Botão esquerdo do mouse - pressiona n do uma vez o botão esquerdo do mouse sobre o ícone de um diretório ou arquivo o mesmo será selecionado - Botão do meio - o botão do meio do mouse quando pressiona do sobre um diretório ou arquivo faz que o Konqueror abra o mesm o em uma janela nova - Botão direito do mouse - quando pressionado mostra um menu com várias opções Para selecionar arquivos em diferentes posições sem seguir uma determinada seqüência mantenha a tecla CTRL pressionada e clique sobre os ícones a serem selecionados. Para selecionar arquivos em uma determina da seqüência, selecione o primeiro arquivo, mantenha a tecla SHIFT pressiona da, selecione o último arquivo. Renomeando Para trocar o nome de um arquivo ou pasta o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 - Pressione o Botão Direito do mouse em cima do arquivo a ser renomea do 2 - No menu que será mostra do selecione a opção Renomear 3 - Digite um nome novo para o arquivo ou pasta e pressione a tecla ENTER Dica: Selecione o arquivo e em seguida pressione F2 Excluindo Para apagar um arquivo ou pasta sem enviá- lo para o lixo o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 - Pressione o Botão Direito do mouse em cima do arquivo a ser apagado 2 - No menu que será mostra do selecione a opção Remover Dica: 19

20 Selecione o arquivo e pressione em seguida a combinação de teclas SHIFT +DELETE Movendo para o Lixo Lixo é um diretório do sistema que serve para armaze na r arquivos que o usuário deseja futura m e nt e recuperar. Para mover um arquivo ou pasta para o lixo o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 - Pressione o Botão Direito do mouse em cima do arquivo a ser movido para o lixo 2 - No menu que será mostra do selecione a opção Mover para o Lixo Dica: Selecione o arquivo e em seguida pressione a tecla DELETE Lixo Para esvaziar o lixo pressione o Botão Direito do mouse sobre o seu ícone no DESKTOP e selecione a opção Esvaziar Lixo Pasta Pastas são elementos do sistema operacional que servem para armaze nar arquivos e até mes mo outras pastas, organizan do assim o sistema. Para criar uma pasta siga os seguintes passos: 1 - Pressione o Botão Direito do mouse em cima de uma área livre de seu diretório home 2 - No menu que será mostra do selecione a opção Criar Novo 3 - Logo após selecione Pasta 4 - A seguinte caixa de diálogo será exibida: 5 - De um nome para a sua pasta e clique no botão OK Copiando Arquivos Para copiar arquivos e ou diretórios de uma pasta para outra, siga os seguintes passos: 1 - Selecione o arquivo ou pasta a ser copiada 2 - No Menu Editar selecione a opção Copiar Arquivos, observe que a seguinte caixa 20

21 de diálogo será mostrada: 3 ) Digite o Caminho para o diretório que receberá o arquivo Exemplos: Para copiar o arquivo para um Disquete digite: / mnt / fl op p y Para copiar um arquivo para a pasta opt digite: / opt Para copiar o arquivo para o seu diretório pessoal digite: /hom e / u s u ario Onde usuário é o nome do usuário que está logado no sistem a. Movendo arquivos O procedi me nt o de mover faz com que o arquivo saia da pasta atual e seja posicionado na pasta nova. Para Mover arquivos o procedime nto é o mesm o do copiar, com a única diferença que no Menu Editar o usuário deverá selecionar a opção Mover arquivos Dica: - Para copiar arquivos, selecione o arquivo e pressione F7 - Para mover arquivos, selecione o arquivo e pressione F8 Procurando arquivos Para localizar arquivos que estão arma zena d o s em diretórios, siga os seguintes passos: 1 - Clique no Menu Ferramentas 2 - Selecione a opção Procurar Arquivos 3 - Na caixa Nome digite o nome do arquivo a ser procurado 4 - Na caixa Procurar em, selecione o diretório inicial para procura 5 - Clique no Botão Procurar 21

22 Exercícios: 1 Digite no Kword, o texto abaixo: A nova cara dos monitores Nos laboratórios de pesquisa, as telas do futuro pode m estar nos óculos ou até mes mo no chão onde você pisa. A maioria dos mortais nem chegou à era dos monitores de cristal líquido, mais os laboratórios dos fabricantes já trabalha m na próxima geração de equipame n t os. Novos materiais e tecnologias permitirão criar monitores mais finos e com mais brilho e resolução do que os atuais. Muitos deles serão interativos e poderão ser tranpor ta do s para vários ambientes por meio de uma conexão sem fio com o comput a do r. Alguns poderão até ser vestidos, ao assumir a forma de óculos ou de capacetes. Uma das principais novidades nessa área atende pelo nome de diodo emissor de luz orgânico. Inventa e patentea da pela Kodak, essa tecnologia vem sendo apontada como a provável sucessora dos monitores de cristal líquido atuais. Usa substâ ncias que emitem luz e que são depositadas sobre finas camadas de filme, prensa das entre dois eletrodos de energia positiva e negativa. Conform e a carga de energia passa de uma camada para outra, estimula o material orgânico entre elas, fazendo - a emitir luz. Por terem eletroluminescência, os displays não requerem luz própria na forma de outra fonte de iluminação, o que permite m que sejam finos, leves e compactos. 2 Salve em seu disquete 3 Copie para o seu computa d or, na sua pasta pessoal 4 Troque o nome do arquivo que encontra - se no disquete para Kodak 5 Apague o arquivo que foi gravado no disquete 22

23 Aula 5 - Kword Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que é o Kword? O que são quadros? Como alterar as fontes e fazer parágrafos? Como inserir uma figura? O que é o Koffice? O Koffice é um conjunto de program a s para escritório. Segue abaixo os program a s que fazem parte do grupo Koffice Kword processa dor de textos Kspread planilha de cálculos Kpresenter software de apresent ação Karbon software de ilustração Nesta apostila veremos os principais recursos de alguns softwares que compõe m o Koffice. Para copiar o Koffice da Internet, visite o site: / w w w.k office.org O que faz o Kword? O Kword é um software para processa m e n t o de textos. Como iniciar o Kword? Para iniciar o Kword o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Pressione a combinação de teclas ALT+F2 2 Digite na caixa de comando a palavra kword, pressione enter A janela do Kword é exibida abaixo: 23

24 Como inserir uma nova página? Para inserir uma página nova o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Posicione o cursor na página desejada 2 Pressione a combinação de teclas CTRL + Enter Como mudar a visualização da página (Zoom)? Para mudar a visualização da página o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Ver 2 Selecione a opção Zoom Como ativar e desativar as Bordas do Quadro (Linha cinza)? Para ativar e desativar as bordas do quadro o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Ver 2 Selecione a opção Bordas do Quadro Quadros O Kword trabalha com o conceito de quadros, para fazer o posiciona m en t o de textos em diferentes partes da página. Um quadro é simples m e nt e uma área da página onde o usuário cria um limite para digitação. 24

25 Como inserir um Quadro de Texto? Para mudar a visualização da página o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Inserir 2 Selecione a opção Quadro de texto Como apagar um Quadro de Texto? Para apagar um quadro de texto o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique na borda do quadro de texto 2 Em seguida pressione a tecla Delete Como inserir uma Figura? Para inserir uma figura o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Inserir 2 Selecione a opção Figura Como apagar uma Figura? Para apagar uma figura o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique na figura para selecioná - la 2 Pressione a tecla Delete Como mover a figura? Para mover uma figura o usuário deverá seguir os seguintes passos: Clique na figura e utilize o arrastar e soltar (mantenha o botão esquerdo do mouse pressiona do e movimente - o) Como redimensionar a figura? Para alterar o tamanho de uma figura o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique na figura para selecioná - la 2 Observe que será exibido ao redor da figura alguns marcadores na cor verde 3 Posicione o mouse sobre um destes marcadores e utilize o arrastar e soltar Como alterar o tamanho do papel e as margens? Para alterar o tamanho do papel e as margens o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Clique no menu Formatar 25

26 2 Selecione a opção Disposição da página Como alterar o tipo da Fonte de um texto? Para alterar o tipo da letra de um texto assim como o tamanho o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Selecione o texto a ser alterado utilizando o arrastar e soltar 2 Clique o menu Formatar e selecione a opção Fonte Como criar um parágrafo no texto? Para criar um parágrafo o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Selecione o texto a ser alterado utilizando o arrastar e soltar 2 Clique o menu Formatar e selecione a opção Parágrafo Como alterar o alinhamento de um parágrafo? Para mudar a visualização da página o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Selecione o texto a ser alterado 2 Utilize um dos botões de alinham en to abaixo: Como imprimir um texto feito no Kword? Para imprimir um texto feito no Kword o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Arquivo 2 Selecione a opção Imprimir Como salvar um texto feito no Kword? Para gravar em disco um texto o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Arquivo 2 Selecione a opção Salvar como... 26

27 Exercícios: MAQUETES Curitiba, 23 de abril de 2003 Prezado(a) Carlos Alberto da Fonseca Rua Barão do Cerro Azul, nº 135 Gostaríamos de oferecer a V.s., a possibilidade de terceirizar o ato da criação de maquetes e desenho de plantas em CAD. Trabalhamos fazendo maquetes volumétricas, maquetes detalhadas e maquetes mostrando o espaço interno. Fazemos backup de winchester para cd- rom. O backup em cd- rom é uma grande saída para quem possui pouco espaço livre em disco, e para aqueles que não agüentam a fragilidade dos disquetes. Quem já não perdeu informações por defeito de disquete, com o cd- rom este problema acaba. A empresa: Se responsabiliza por mandar um funcionário em sua empresa, e em menos de 24 hrs, entregarmos o orçamento. Atenciosamente, Josiléia da Silva Atenção para o horário de atendimento ao público: De segunda a sexta: das 13:30 às 18:00 Favor marcar horário para a visita do funcionário. Obrigada RUA MARECHAL FLORIANO PEIXOTO, Nº 356 CENTRO CURITIBA PARANÁ - FONE: (41)

28 Aula 6 - Kspread Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que é o Kspread? Quais são os operadores aritméticos? O que são Fórmulas? Formatando células O que é o Kspread? O Kspread é um software de planilha eletrônica que acompan ha o Koffice. Como iniciar o Kspread? Para iniciar o Kspread o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Pressione a combinação de teclas ALT+F2 2 Digite na caixa de comando a palavra kspread, pressione enter A janela do Kspread é exibida abaixo: O que é uma planilha? Local onde o usuário insere um conjunto de dados que serão utilizados para a realização de cálculos. 28

29 Como é composta a planilha? Uma planilha é compos ta basicament e por dois elementos: Colunas Linhas O que é uma célula? Uma célula é um endereço da planilha onde o usuário insere dados, como: Números Textos Datas Fórmulas O que é célula ativa? É chama da de célula ativa a célula que está pronta para receber dados, na planilha a célula ativa é exibida com um retângulo preto em seu contorno. Como mover- se pelas células? Para mover - se pelas células de uma planilha o usuário poderá fazer uso do mouse, ou até mes mo através do teclado utilizando as setas direcionais. Como inserindo dados nas células? Para inserir dados em uma célula o usuário deverá clicar na célula onde o dado será inserido e em seguida deverá digitar, após digitar um conteúdo em uma célula o usuário poderá: O que fazem as teclas abaixo? A - Enter B - Esc C F2 - Como apagar o conteúdo de uma célula? Para apagar o conteúdo de uma célula o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique na célula a qual se deseja apagar o conteúdo 2 Pressione a tecla Backspace 29

30 O que são operadores aritméticos? São element os utilizados na construção de fórmulas. Descreva o que fazem os seguinte operadores: Operad o r e s Funções + Adição - Subtração * Multiplicação / Divisão O que é uma fórmula? É a construção por parte do usuário de uma solução para um problem a utilizando os operadores aritméticos e os conteúdos das células digitadas. Como iniciar uma fórmula? Toda fórmula deverá ser iniciada utilizado o sinal de igual (=). Segue abaixo alguns exemplos de fórmulas: Exemplo 1: Para somar o valor da Célula A1 com o valor da Célula A2, a fórmula seria a seguinte: =A1 +A2 Após pressionar a tecla ENTER a fórmula desaparece dando lugar ao resultado. Exemplo 2: Para subtrair o valor da Célula A1 com o valor da Célula A2, a fórm ula seria a seguinte: =A1 - A2 Exemplo 3: Para dividir o valor da Célula A1 com o valor da Célula A2, a fórmula seria a seguinte: =A1 /A2 Como mesclar (unir) os dados de células? Para unir várias célualas em uma só o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Selecione as células que serão unidas 2 Clique no menu Dados 3 Selecione a opção Mesclar células 30

31 Como formatar o fundo de uma célula? Para alterar a cor do fundo de uma célula o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Selecione as células desejada s 2 Clique no menu Formato 3 Selecione a opção Formato da célula 4 Guia Fundo Como formatar as bordas das células? Para alterar a cor da borda de uma célula o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Selecione as células desejada s 2 Clique no menu Formato 3 Selecione a opção Formato da célula 4 Guia Borda Como formatar a fonte das células selecionadas? Para alterar a fonte de uma célula o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Selecione as células desejada s 2 Clique no menu Formato 3 Selecione a opção Formato da célula 4 Guia Texto Como formatar uma célula de forma que a mesma apresente o sinal de R$? Para formatar uma célula com o símbolo de moeda o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Selecione as células desejada s 2 Clique no botão Formato Montetário 31

32 Exercícios: 1 Faça a planilha abaixo: 2 Faça a planilha abaixo: 3 Faça a planilha abaixo: 32

33 Aula 7 - Kpresenter Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que faz o Kpresenter? O que são slides? Como inserir e excluir slides Como exibir a apresentação em tela cheia? O que é o Kpresenter? O Kpresenter é um software de apresent ação que acompan ha o Koffice. Como iniciar o Kpresenter? Para iniciar o Kpresenter o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Pressione a combinação de teclas ALT+F2 2 Digite na caixa de comando a palavra kpresenter, pressione enter A janela do Kpresenter é exibida abaixo: O que é uma apresentação? É uma forma de exibir através do comput a do r dados sobre um determina do assunt o. Uma apresentação pode poss uir textos, figuras, gráfics, etc... Como é composta uma apresentação? 33

34 Uma apresentação é compos ta por um conjunto de slides. Como inserir slides na apresentação? Para inserir um slide o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Inserir 2 Selecione a opção Slide Como inserir texto no slide? Para inserir um texto em um slide o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Inserir 2 Selecione a opção Texto Como inserir uma figura no slide? Para inserir uma figura em um slide o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Inserir 2 Selecione a opção Figura Como alterar a cor de fundo do slide? Para alterar a cor de fundo do slide o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Formatar 2 Selecione a opção Fundo do Slide 3- Clique na guia Cor/Gradiente Como inserir uma figura como fundo do slide? Para inserir uma figura como fundo do slide o usuário deverá seguir os seguintes passos: 1 Clique no menu Formatar 2 Selecione a opção Fundo do Slide 3- Clique na guia Figura Como excluir um slide? Para excluir um slide o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Clique no menu Editar 2 Selecione a opção Excluir slide 34

35 Como alterar o tipo, tamanho, cor, sombra de uma fonte de minha apresentação? Para formatar a fonte de um texto que esteja inserido dentro de um slide o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Selecione o texto a ser alterado 2 Clique no menu Texto 3 Selecione a opção Fonte Como exibir a apresentação? Para exibir uma apresentação na tela do computa do r inteira o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Clique no menu Show de Slides 2 Selecione a opção Iniciar Para sair do Show de slides, pressione a tecla ESC Como fazer um efeito de transição entre os slides? Para fazer um efeito de transição entre os slides o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Clique no menu Show de Slides 2 Selecione a opção Editar transição de slides 3 - Escolha um efeito e clique no botão OK Como fazer um efeito nos objetos que estão inseridos nos slides? Para fazer um efeito no objeto que encontra - se dentro do slide o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Selecione um dos objetos de dentro do Slide 2 Clique no menu Show de Slides 3 Selecione a opção Editar efeito do objeto Como rodar a apresentação de forma automática? Para rodar uma apresentação de forma automática o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Clique no menu Show de Slides 2 Selecione a opção Editar transição de slides 35

36 3 Configure o tempo em Avançar automa tica men t e para o próximo slide após... 4 Clique no botão OK 5 Clique no menu Show de Slides 6 Selecione a opção Configurar Show de Slides 7 Clique na Guia Geral 8 Retire a opção Manual Switch to Next - Step (Troca manual para o próximo) 9 Clique no botão OK Como rotacionar um objeto que foi inserido no slide? Para rotacionar um objeto de dentro do slide o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Selecione o objeto a ser rotacionado 2 Clique no menu Formatar 3 Selecione a opção Rotacionar Como inserir linhas e formas no slide? Para inserir linhas e formas dentro do slide o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Clique no menu Inserir 2 Selecione a opção Linha ou Forma Como duplicar um slide? Para duplicar (fazer dois slides iguais) um slide o usuário deverá fazer o seguinte: 1 Clique no slide a ser duplicado 2 Clique no menu Editar 3 Selecione a opção Duplicar Slide 36

37 Exercícios: A - Faça uma apresent ação contendo 10 slides Slide 1 Informe os seus dados pessoais Slide 2 Programas de televisão favoritos Slide 3 Comidas preferidas Slide 4 Filmes favoritos Slide 5 Músicas favoritas Slide 6 Relacione os seus melhores amigos Slide 7 Relacione as empresas onde gostaria de trabalhar Slide 8 Relacione os carros dos seus sonhos Slide 9 O namorado(a) perfeito(a) Slide 10 O que faria se tivesse muito dinheiro? B - Altere a cor de fundo dos slides C - Faça com que a apresent ação seja passa da de forma automá tica D - Insira uma figura em cada slide E Teste a apresentação F Grave a sua apresentação 37

38 Aula 8 Internet Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que é Internet? Como colocar internet em casa? Quais os recursos da Internet? Como acessar a WWW? O que é Internet? Internet é a maior rede de comput a do re s do mundo. O que é uma rede de computadores? Uma rede de computa d or e s é um grupo de computa do res ligados entre si de alguma forma. Qual a vantagem de se utilizar internet? A vantagem é poder mo s nos comunicar com qualquer pessoa em qualquer parte do mundo sobre qualquer assunt o. Quem pode acessar a internet? Qualquer pessoa pode acessar a internet, a internet é a rede de computa do re s mais aberta do mundo, podem os acessar a internet da escola, dos restaura nte s, de carros e até mes mo de casa. Tipos de conexão com a internet? Sem dúvida a maneira mais comum de se acessar a internet é fazendo uso da linha telefônica, mais além do acesso através da linha telefônica o usuário pode optar por acessar a internet utilizando alguns dos serviços abaixo: - Internet por TV à cabo - Internet ADSL Ambos são acessos mais rápidos, porém com um custo mais alto. Como colocar internet em casa? Para acessar internet em casa são necessários os seguintes elementos: - Computa d or - qualquer tipo de comput ad or pode ser usado para acessar a internet 38

39 - Linha telefônica - Modem - aparelho que permite que dados viajem de um comput a do r para outro utilizando - se a linha telefônica - Linux - sistem a operacional com suporte aos recursos da internet - Mozilla ou Firefox - são program a s que são conhecidos como browsers, ou seja são program a s usados para acessar alguns dos recursos da internet. - Provedor - empresa que fornece o acesso a internet. Lembre - se: Ao acessar a Internet através da linha telefônica a linha estará ocupada, portant o não será possível receber e fazer ligações. Além de pagar o provedor será necessário pagar os pulsos gastos com a linha telefônica ao final de um período de tempo. Conhecendo o Mozilla Para abrir o Mozilla pressione ALT + F2, na caixa de comando digite mozilla e pressione a tecla Enter. Ao abrir o Mozilla será mostrada uma janela, semelhante a janela abaixo: Barra de ferrame nt as 2 Caixa de endereços 3 - Área de visualização Barra de Ferramentas Segue abaixo uma relação dos botões existentes na barra de ferrament a s, e a função de cada um deles. 39

40 Página anterior - volta para a página anterior 2 Próxima página - avança uma página a frente, desde que o usuário já tenha voltado alguma vez. 3 Atualizar a página - recarrega uma página que tenha sido exibida com defeitos 4 - Interrom p e r - caso uma página esteja demoran do muito tempo para carregar, o usuário poderá parar o carrega ment o da página clicando neste botão O que é um site? É um computa d or conectado a internet e que armazena document o s que podem ser compartilhados com pessoas ao redor do mundo. Como acessar um site? Para acessar um site é necessário que o usuário conheça o endereço do site que vai visitar, segue abaixo um exemplo: - www - nome do recurso da internet que estamos acessan do - google - nome da empresa que manté m o site - com - identifica um página comercial - br - especificação de país (Brasil) Em seguida será necessário digitar o endereço na caixa de endereços: Digite aqui o endereço do site a ser visitado e pressione a tecla ENTER 2 - Clique aqui para observar a lista de sites já visitados Como acessar endereços de outros países? Uma vez estando conectado a internet é possível acessar páginas de qualquer país, desde que o usuário saiba o endereço, geralmente os sites americanos acabam com.com, não sendo necessário especificar o país. - Sites japoneses acabam com JP - Sites italianos acabam com IT 40

41 - Sites de portugal terminal com PT - Sites da argentina terminal com AR O que é um link? Ao acessar um site o usuário observará que em alguns pontos do site o mouse se transfor m a rá em uma mão. Os pontos do site onde está mão é exibida chama - se link, clicando em um link o usuário será levado para outro ponto do site, ou até mesmo para outra página. O que é um site de busca? É um site especializado em procurar endereços de outros sites. Quais sites de busca existem? Existem vários sites de busca, observe uma relação logo abaixo: Todos os sites acima são sites que são usados para procurar endereços de outros sites, utilizando para isso palavras chave. Por exemplo: para procurar seu time de futebol, digite o nome dele, não digite a palavra futebol, pois isso faria com que aparecessem vários sites falando sobre futebol. O site de busca mais utilizado na internet é o 41

42 Exercícios: Relação de sites a serem visitados: Sites de Informação: Sites de Piadas: a dela.com.br planeta.com.br Sites de televisão: d.com.br Sites de Roupas: aii.com.br d.co m.br Sites de Carros: Procure na Google os seguintes temas: - Em que país a Internet foi criada? - Em que ano a Internet foi criada? - Em 0ue ano a Internet chegou ao Brasil? - Em que ano a Internet chegou em nossas Casas? 2 - Copie os textos encontra dos para o Kword 3 - Salve em sua pasta 42

43 Aula 9 Nesta aula você vai aprender o seguinte: Como criar uma conta de e- mail? Como enviar mensagens? Como receber mensagens? Como enviar uma mensagem com anexos? O que é e- mail? E- mail vem da palavra americana: E eletrônico Mail correio O serviço de correio eletrônico é um dos mais utilizados na Internet perden do somente para a WWW, o serviço de correio eletrônico permite que uma pessoa envie e receba através do seu comput a do r mensagens. O que é Webmail? Webmail é um serviço de correio eletrônico que utiliza uma página da WWW para enviar e receber mensagens, sendo assim desnecess ário a utilização de um software de correio, como o Evolution ou o Kmail no Linux ou o Outlook Express e o Eudora do Windows. Como criar um webmail? Para criar um webmail, será necessário que o usuário faça um cadastro na empresa que fornece o serviço de e- mail, segue abaixo uma relação de endereços que o usuário poderá utilizar para criar um webmail:

44 Meu e- mail poderá ser acessador de qualquer lugar? O e- mail criado apesar de ser mantido por uma empresa que não cobra pelo serviço, permite que o e- mail criado possa ser acessado de qualquer lugar que possua o serviço de internet disponível. Crie um e- mail e após criá- lo escreva abaixo o seu endereço: Como diferenciar um e- mail de um site Internet? Para enviar uma mensagem para outra pessoa qual informação principal devo conhecer? Ao enviar uma mensagem como devo preencher as seguintes caixas? A Para: B Assunto: C CC: D Mensagem: 44

45 Como receber um e- mail? Para receber um e- mail o usuário deverá lembrar de seu login e sua senha. O que é um anexo? É a possilidade que o usuário poss ui de enviar através do seu e- mail um arquivo, podendo ser um texto, uma figura, uma música, etc... Como enviar um e- mail com arquivos anexos? Como responder a um e- mail que lhe foi enviado? Como enviar o mesmo e- mail para várias pessoas? Para enviar o mes mo e- mail para várias pessoas, separe o endereço dos e- mails, utilizando a vírgula. Como apagar um e- mail que já foi lido? Para criar um webmail, será necessário que o usuário faça um cadastro na empresa que fornece o serviço de e- mail, segue abaixo uma relação de endereços que o usuário poderá utilizar para criar um webmail: O que é um contato? Contato é a possibilidade que alguns serviços de e- mail fornecem ao usuário de armaze na r o e- mail de pessoas conhecidas. Como criar uma lista com contatos? 45

46 Como enviar um e- mail para alguém da minha lista de contatos? O que é spam? Como bloquear e- mails de pessoas que estejam enviando conteúdo desagradável? Exercícios 1º - Envie um e- mail para seu profess or 2º - Envie um e- mail para 5 colegas da sala, com o mes mo conteúdo 3º - Envie um e- mail para seu professor com um texto anexado 46

47 Aula 10 Modo Texto Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que é Bash? O que é Shell? Como alternar entre diretórios? Quais comandos utilizo para manipular arquivos? O que é modo texto? Modo avançado do Linux, onde o usuário controlará o sistema operacional através de comando s, que deverão ser digitados através do teclado. Como acessar o modo texto? É possível acessar o modo texto através da combinação de teclas abaixo: CTRL + ALT + F1 Por padrão o Linux vem com 6 terminais virtuais configurados que podem ser acessados através da combinação de teclas acima, e para os demais terminais pressiona n do de F1 a F6. O F7 é reservado ao modo gráfico. O que é um terminal virtual ou console? É o teclado e o monitor conectados a CPU do computa d or, o Linux é um sistem a operacional multi - usuário, onde cada usuário pode acessar um terminal virtual independe n te dos demais já abertos por outros usuários. Ao acessar um terminal virtual o usuário deverá informar qual o usuário e senha que fará acesso. O que é o Shell? É o interpreta dor de comandos, tudo que o usuário digita é interpret a do pelo Shell produ zin do assim algum resultado. O que é o Bash? O Bash é um tipo de Shell, talvez seja o tipo de shell mais utilizado entre as distribuições do Linux. 47

48 Quais os tipos de comandos que existem? Basicamente existem dois tipos de comando s, que são explicados abaixo: Comandos internos são comandos que estão dentro do Shell, quando o Shell é carregado na memória, seus comando s ficam residente s nela. Exemplos: bg, alias, cd, break, exit, export, fg, etc... Dica: Para obter uma lista completa dos comandos internos observe a ajuda do BASH, da seguinte maneira: man bash Consulte a seção SHELL BUILTIN COMMANDS Comandos externos são comando s que estão gravados no disco rígido, dentro dos diretórios /bin e /s bin, sempre que um comando é digitado o Linux procura dentro destas pastas a existência do comando para em seguida executá - los. Exemplos: tar, rm, ps, cp, du, ln, login, etc... Como listar todos os comandos existentes no Linux? Para listar todos os comandos, pressione a tecla TAB, duas vezes. Para listar todos os comandos que iniciem por uma deter mina da letra, digite a letra desejada, e em seguida pressione duas veze s a tecla TAB. Como obter ajuda sobre um determinado comando? Para obter ajuda sobre um determinado comando, faça o seguinte: Sintaxe: man comando Exemplo: man cal Para sair da ajuda pressione a letra Q Quando fazemos o login no modo texto, em qual pasta somos posicionados? Quando acessa mo s o modo texto o Linux nos posiciona dentro de nosso diretório pessoal, a pasta onde gravamos nossos trabalhos. Para termos certeza disso pode mos digitar o comando abaixo: 48

49 pwd Ao digitarm os o comando pwd e pressionan do a tecla Enter observarem o s qual o diretório(pas ta) onde estam os atualment e. O que significa os itens do prompt de comandos? O prom pt de comandos do Linux é exibido da seguinte maneira: pasta]$ Onde: Usuário repesent a o nome do usuário que fez o login Computador é o nome do computa d or que se está utilizando Pasta represent a a pasta local do usuário Como encerrar o login do usuário? Para encerrar o login de um usuário poderemos utilizar os comandos abaixo: logout exit CTRL + D Como alternar entre diretórios? Para alternar entre diretórios faça uso do comando CD, como no exemplo abaixo: Sintaxe: cd diretório Exemplo: cd /ho m e Opções do comando CD: Opção Função cd. Faz com o que o usuário permaneça no diretório atual cd.. Sobe um nível na estrutura de diretórios cd Volta ao diretório home do usuário logado cd - Volta ao diretório anterior ao atual Como listar o conteúdo de um diretório? Para listar o conteúdo de um diretório o usuário deverá utilizar o comando abaixo: 49

50 Sintaxe: ls pasta Exemplo: ls /ho me Opções do comanod Ls Opção Função ls - l Exibe a lista de arquivos em modo de colunas ls - a Exibe na lista de arquivos os arquivos ocultos ls - C Lista os arquivos em colunas na vertical Como limpar a tela do terminal? Para limpar a tela do terminal faça o seguinte: Sintaxe: clear Exemplo: clear Como criar diretórios? Um diretório (pasta) é um objeto do sistema operacional utilizado para organizar arquivos e até mes mo outros diretórios (pastas). Para criar uma pasta o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: mkdir pasta Exemplo: mkdir pasta Como remover diretórios vazios? Para remover diretórios vazios o usuário deverá utilizar o comando abaixo: Sintaxe: rmdir pasta Exemplo: rmdir /ho me / u s u a rio / p a s t a Obs.: Para fazer uso do comando rmdir a pasta deverá estar totalmente vazia. 50

51 Como observar a árvore de diretórios? Para observar a árvore de diretórios e arquivos utilize o comando abaixo: Sintaxe: tree Exemplo: tree - d Como copiar arquivos? Para copiar arquivos o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: cp arquivo_origem arquivo_destino Exemplo: cp /ho m e / f o t o s / f o t o 1.jpg /ho m e / u s u á rio / f o t o s O que são caracteres coringas (metacaracteres)? Caracteres coringas são caracteres que auxiliam o usuário na execução de comando s que manipula m arquivos. Caractere Função * Substitui um conjunto de caracteres? Substitui um caractere [] Liste os caracteres que fazem parte do nome do arquivo {} Separe por vírgula os caracteres que fazem parte do nome do arquivo Os caracteres coringa são utilizados em conjunt o com os comandos para manipulação de arquivos. Veja os exemplos abaixo: Exemplos: Como listar todos os arquivos que iniciem pela letra A? ls a* Como listar todos os arquivo onde a segunda letra é a letra A? ls?a* Como copiar todos os arquivos que iniciem pelas letras A e F? cp /ho m e / f o t o s /{a,f}* /root Como mover um arquivo? Mover é retirar um arquivo de um local e posicionar em outro. 51

52 Para mover um arquivo o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: mv pasta_origem pasta_destino Exemplo: mv /ho me / f o t o s / f o t o 1.jpg /ho me / u s u á ri o / f o t o s Como renomear um arquivo? O mesm o comando utilizado para mover arquivos també m é utilizado para renomear. Sintaxe: mv nome_velho nome_novo Exemplo: mv /ho me / f o t o s / f o t o 1.jpg /ho me / f o t o s / c a r r o s.j pg Observe que a pasta de origem e a pasta de destino são as mesma s. Que comando utilizo para desligar o computador? Para desligar o computa d or devemos utilizar os comandos abaixo: Sintaxe: poweroff Exemplo: poweroff Sintaxe: halt Exemplo: halt Que comando utilizo para reiniciar o computador? Para reiniciar o computa do r devemos utilizar os comandos abaixo: Sintaxe: reboot Exemplo: reboot Também é possível reiniciar o computa d or, pressiona n do o atalho: CTRL + ALT + DELETE 52

53 Exercícios: Faça login no sistem a como usuário root, em modo texto. Realize os exercícios abaixo: 1 Mostre o diretório atual 2 Acess e o diretório raiz 3 - Liste os arquivos do diretório raiz 4 Acess e o diretório bin 5 - Liste os arquivos do diretório bin 6 Acesse o diretório boot 7 - Liste os arquivos do diretório boot 8 Acess e o diretório mnt 9 - Liste os arquivos do diretório mnt 10 Acesse o diretório lib 11 - Liste os arquivos do diretório lib 12 Limpe a tela do computador 13 Crie um diretório dentro do diretório root com o nome de aula 53

54 14 Acesse o diretório aula 15 Crie um diretório com o nome de texto 16 Crie um diretório com o nome de fotos 17 Mostre a árvore de diretórios do diretório aula 18 Copie do diretório /h om e / f o t o s, dez fotos para a pasta fotos 19 Troque o nome das fotos para foto1.jpg, foto2.jpg, foto3.jpg, e assim por diante Anotações: 54

55 Aula 11 Modo Texto Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que faz o VI? Como observar o conteúdo de um arquivo? Como localizar um arquivo? Como criar e apagar usuários? Como apagar um arquivo? Para apagar um arquivo o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: rm arquivo Exemplo: rm /ho m e / f o t o s / c a r r o s.jpg Opções do comando rm: Opção Função rm - f Remove um arquivo sem pedir confirmação rm - r Remove um diretório, mesmo que o diretório contenha arquivos rm - v Mostra o nome do arquivo antes de apagá - lo Como criar um arquivo texto utilizando VI? O vi é um editor de textos para o modo texto do Linux, o vi també m pode ser utilizado como editor para a criação de arquivos em diferentes linguagens de program ação. Sintaxe: vi arquivo Exemplo: vi meu_texto Opções do editor vi: 55

56 Opção i Esc Função Permite inserir caracteres no texto Cancela a inserção de caracteres 0 (zero) Move o cursor para o inicio da linha $ Move o cursor para o final da linha U Desfaz as alterações feitas na linha u Desfaz a última ação realizada D Apaga o texto a partir de onde estiver o cursor para o final da linha dd Apaga a linha onde estiver o cursor /palavra Procura a palavra digitada no texto, para repetir a busca utilize o n CTRL+G Mostra detalhes sobre o arquivo :x! nome Permite especificar um nome para o arquivo a ser salvo :x Sai e salva :w Salva e continua a edição :q! Sai sem salvar Como observar o conteúdo de um arquivo? Para observar o conteúdo de um arquivo o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: cat arquivo Exemplo: cat texto Opções do cat: Opção -n Função Mostra o conteúdo do arquivo listando o número de linhas Obs.: O comanod nl, lista o conteúdo de um arquivo mostran do o número de linhas, descont an d o as linhas em branco. Para observar o conteúdo de um arquivo texto, extenso com pausa utilize o comando less. Como listar as linhas do inicio de um arquivo? Para lista as linhas do inicio de um arquivo o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: head - n X arquivo Onde X é o número de linhas a ser exibido do inicio do arquivo. 56

57 Exemplo: head - n 5 /etc / s a m b a / s m b.conf Como listar as linhas do final de um arquivo? Para lista as linhas do final de um arquivo o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: tail - n X arquivo Onde X é o número de linhas a ser exibido do inicio do arquivo. Exemplo: tail - n 5 /etc / s a m b a / s m b.conf Como procurar um arquivo? Para procurar um arquivo o usuário deverá fazer uso do comando abaixo: Sintaxe: find diretório - name arquivo Exemplo: find /etc - name smb.conf Como procurar uma palavra em um arquivo de texto? Para procurar uma palavra em um arquivo de texto o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: grep palavra arquivo Exemplo: grep samba /etc / s a m b a / s m b.conf Dica: Para saber em qual linha do arquivo encontra - se o texto procurado fala o seguinte: grep samba /etc / s a m b a / s m b.conf - n O que é um usuário? Um usuário é uma pessoa que possui uma identificação no sistema. Quais as informações que um usuário possui? Um usuário possui as seguintes informações: 57

58 login nome do usuário passw ord senha Como criar um usuário? Para criar um usuário utilize o comando abaixo: Sintaxe: adduser usuário Exemplo: adduser joao Toda vez que um usuário é criado é criado també m um diretório onde o usuário salvará seus arquivos pessoais, por exemplo: Ao criar um usuário chamado joao será criado um diretório /hom e / j o a o todos, os usuários criados possuiram uma pasta dentro do diretório /ho me Dica: Para criar usuários també m é possível utilizar o comando useradd Como definir a senha do usuário? Para definir a senha do usuáro faça uso do comando abaixo: Sintaxe: passwd usuário Exemplo: passwd joao Cada usuário pode alterar sua própria senha e o usuário Root pode alterar a senha de todos os usuários. Como apagar do sistema um usuário? Para apagar do sistema um usuário faça o seguinte: Sintaxe: userdel usuário Exemplo: userdel joao Obs.: Ao apagar um usuário o seu dretório /ho me não será removido. Para remover automaticam en te o usuário e seu diretório Home junto faça o seguinte: userdel joao - r 58

59 Exercícios: Acesse o modo texto com o usuário root, e realize os exercícios abaixo: 1 Acess e o diretório aula, do diretório root 2 Acess e o diretório texto, que fica dentro do diretório aula 3 Crie um texto com o nome de exercicio, usando o vi, relacione cinco (5) comandos, com suas respectivas funções 4 Localize o arquivo passwd 5 Copie o arquivo passwd para o diretório texto 6 Visualize as três primeiras linhas do arquivo passwd 7 - Visualize as quatro últimas linhas do arquivo passwd 8 Procure no arquivo passwd a palavra root 9 Crie um usuário com o nome de joao 10 Defina a senha do usuário joao, como sendo teste 11 Crie um usuário com o nome de patricia 12 Defina a senha do usuário patricia como sendo teste 13 Feche o usuário root 14 Acesse o sistema com o usuário joao 15 Crie um diretório no diretório home do usuário joao, com o nome de exercicio 16 Acess e o diretório exercicio 17 Crie um texto com o nome de comandos 59

60 18 Relacione 5 comandos da aula com suas respectivas funções 19 Feche o usuário joao 20 Remova o usuario joao 21 Remova o usuario patricia 22 Remova o diretório aula do diretório root Anotações: 60

61 Aula 12 Modo texto Nesta aula você vai aprender o seguinte: Como ajustar a data e hora do sistema? Como armazenar vários arquivos em um somente? Como instalar e desinstalar pacotes RPM? Como verificar o espaço livre em um disco? Como observar o calendário? Para observar o calendário do mês e ano corrente faça o seguinte: Sintaxe: cal Exemplo: cal Dicas: Para observar o calendário de outro ano digite: cal 2005 Para observar o calendário de outro mês de ano digite: cal Como observar a data e a hora? Para observar a data e a hora faça o seguinte: Sintaxe: date Exemplo: date Dica: Para ajustar a data e a hora faça o seguinte: date MMDDhhm maass Onde: 61

62 MM mês DD dia hh hora mm minuto AA ano ss segundos Como armazenar vários arquivos em um? Para arma zena r vários arquivos em um somente faça o seguinte: Sintaxe: tar - czvf novo_arquivo.tar arquivos_diretorios Exemplo: tar - czvf /root / f o t o s.tar /ho m e / f o t o s / NEWYORK Opção Função c Cria um novo arquivo tar z Compacta ou descom p act a utilizando o gzip v Exibe o nome dos arquivos processa dos f Indica que o destino é um arquivo x Extrai os arquivos que estão dentro de um arquivo.tar Dica: Para extrair arquivos que estão dentro de um arquivo.tar faça o seguinte: tar - xvzf arquivo.tar O que são pacotes? São progra ma s arma ze na d o s em arquivos, e esses progra ma s já foram testados e instalados em algum sistema Linux, o pacote garante que o usuário realmente vai conseguir instalar em seu Linux o program a desejado. Quais os tipos de pacotes mais comuns? Os tipos de pacotes mais comuns são: RPM sistema de empacota me n t o de softwares desenvolvido pela empresa RedHat DEB - sistema de empacota me n t o de softwares desenvolvido pela empresa Debian A maior parte das distribuições Linux trabalha com arquivos RPM, sendo assim, utilizaremo o sistema RPM como base em nosso curso. 62

63 O que são gerenciadores de pacotes? São program a s que tem como finalidade facilitar a instalação e desinstalação de pacotes. Como verificar os pacotes instalados em meu Linux? Para obter uma lista com todos os pacotes instalados em seu Linux faça o seguinte: Sintaxe: rpm - qa Exemplo: rpm - qa Dica: Para obter a lista de todos os pacotes instalados com pausa faça o seguinte: rpm - qa less Como instalar pacotes em meu Linux? Para instalar um pacote RPM em seu Linux faça o seguinte: Sintaxe: rpm - ivh nome_do_pacote.rpm - ivh koffice cl.rpm Exemplo: rpm Como remover um pacote instalado? Para remover um pacote RPM faça o seguinte: Sintaxe: rpm - e nome_do_pacote.rp m Exemplo: rpm - e koffice cl.rpm Como verificar a quantidade de espaço livre no disco? Para verificar a quantida de de espaço livre em um disco o usuário deverá utilizar o comando abaixo: Sintaxe: df 63

64 Exemplo df - h Utilizando a opção - h os valores serã exibidos de uma forma mais legível. Observe abaixo o resultado do comando df: Sist. Arq. /dev / h d a : / h o m e Tam 15G 29G Usad 8,1G 2,9G Disp 5,7G 25G Uso% 60% 11% Montado em / /ho me Como verificar a quantidade de espaço que um arquivo ocupa em disco? Para verificar a quantida de de espaço que um arquivo ocupa em disco o usuário deverá utilizar o comando abaixo: Sintaxe: du arquivo Exemplo: du /ho m e / f o t o s Dica: Utilize a opção - h para que os valores sejam exibidos de forma mais legível. Como acessar uma unidade disco em modo texto? Para acessar uma unidade de disco em modo texto o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: mount dispositivo diretório Onde: dispositivo no linux os dispositivos como HD, CD, DVD, Disquete são represent ad o s por arquivos diretório pasta que receberá o conteúdo do dispositivo Exemplo de acesso a um disquete: mount /dev / f d 0 / m n t / fl o p py Exemplo de acesso a um drive de CD: mount /dev / c d ro m / m n t / c d r o m Como desmontar uma unidade de disco? Para desmont a r uma unidade de disco faça o seguinte: 64

65 Sintaxe: umount dispositivo Exemplo: umount /dev / f d 0 Como formatar(apagar) um disquete com o sistema de arquivos do Windows? Para formatar(apagar) um disco com o sistema de arquivos do Windows usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: mkdosfs dispositivo Exemplo: mkdosfs /dev / f d 0 Como formatar(apagar) um disquete com o sistema de arquivos do Linux? Para formatar(apagar) um disco com o sistema de arquivos do Windows usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: mke2fs dispositivo Exemplo: mke2fs /dev / f d 0 Como reparar um sistema de arquivos com defeitos? Para reparar um sistema de arquivos com defeito o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: fsck dispositivo Exemplo: fsck /dev / f d 0 A unidade de disco a ser verificada não pode estar monta da. 65

66 Exercícios: Acesse o sistema como root e realize os exercícios abaixo: 1 Ajuste a data e a hora do sistema 2 Crie um diretório chamado arquivos 3 Copie todos os arquivos do diretório /bin, para o diretório arquivos 4 Usando o comando tar, compacte os arquivos copiados, para um arquivo chamado compacto.tgz 5 Verifique a quantidade de espaço em disco que o arquivo compacto.tgz ocupa 6 Verifique a quantidade des espaço que o diretório /opt ocupa 7 Verifique a quantidade de espaço que o diretório /root ocupa 8 Verfique a quantidade de espaço livre no disco 9 Apague o diretório arquivos 10 Monte a pasta /mnt /linux na pasta /mnt / linux do servidor com endereço IP Acesse a pasta /mnt / linux / R e dhat /RPMS 12 Usando o comando RPM instale o programa XMMS 13 Usando o comando RPM instale o programa XPDF Anotações: 66

67 Aula 13 Modo texto Nesta aula você vai aprender o seguinte: Como listar as permissões de acesso a arquivos? Quais os tipos de permissão existentes? Como alterar as permissões de acesso aos arquivos? Como alterar o dono de um arquivo? Como listar as permissões de acesso a arquivos? Quando um arquivo de texto, imagem, som, vídeo é criado, autom aticame nt e o Linux define permissões de acesso a esse arquivo, o que faz com que o arquivo possua um determina do nível de segurança. Para observar a lista de permissões de acesso a arquivos o usuário deverá fazer o seguinte. ls - la Ao executar o comando ls com a opção - la será exibida uma lista detalhada dos arquivos e pastas do computa d or, como mostra o exemplo abaixo: total drwxrwxrwx 12 drwxrwxrwx 6 - rwxrwxrwx 1 - rwxrwxrwx 1 drwxrwxrwx 4 drwxrwxrwx 2 - rwxrwxrwx 1 - rwxrwxrwx 1 drwxrwxrwx 5 - rwxrwxrwx 1 drwxrwxrwx 3 - rwxrwxrwx 1 - rwxrwxrwx 1 - rwxrwxrwx 1 - rwxrwxrwx 1 drwxrwxrwx 2 firefox - installer]$ ls - la root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root root :13. 16: :12.autoreg 17:19 browserconfig 11:13 chrome 11:13 componen t s 11:13 componen t s.ini 21:19 config.ini 11:13 defaults 11:13 defaults.ini 11:13 extensions 17:19 firefox 17:19 firefox - bin 21:19 firefox - installer 21:19 firefox - installer - bin 11:13 greprefs A primeira coluna represent a o direito de acesso aos arquivos. A terceira coluna mostra o usuário que é dono do arquivo A quarta coluna mostra o grupo que é dono do arquivo. A quinta coluna mostra o tamanho do arquivo. A sexta e sétima coluna mostra a data e hora de alterações do arquivo. A oitava coluna mostra o nome do arquivo. 67

68 Lembre - se: Ao criarmos um usuário com o comando adduser automaticam ent e é criado um grupo com o nome do usuário, e uma pasta no diretório home com o nome do usuário que foi criado. As permiss ões de acesso a arquivo são os primeiros dez caracteres que são exibidos na primeira coluna, e represent a m o seguinte: Essa primeira opção indica se o elemento listado é um arquivo um diretório (caso esteja com um - o elemento é um arquivo, caso esteja com um d o elemento é um diretório). 2 Representa as permiss ões de acesso do usuário que é o dono do arquivo 3 - Representa as permissões de acesso do grupo que é o dono do arquivo 4 - Representa as permissões de acesso de outros usuários Quais os tipos de permissões existentes? Basicamente existem 3 tipos de permissões que são listadas abaixo: Permiss ão Função r Permissão de leitura w Permissão de escrita x Permissão de execução Como alterar as permissões de acesso aos arquivos? Para alterar as permissões de acesso aos arquivos o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: chmod ugo permissão rwx Onde: chmod comando que altera as permissões de acesso a arquivos ugo u(usuário), g(grupo), o(outro) permissão para adicionar permissões utilize o sinal de +(adição), para retirar permissões utilize o sinal de - (subtração) rwx tipo de permissão a ser definida Exemplos: Retirando todas as permissçoes de todos: 68

69 chmod ugo - rwx Dando permissão total a todos chmod ugo+ rwx Dando permissão total somente ao usuário: chmod u+rwx Dando permissão total somente ao grupo: chmod g+rwx Como alterar o dono de um arquivo? Para alterar o dono de um arquivo faça o seguinte: Sintaxe: chown usuário:grupo arquivo Onde: chown comando que altera o dono de um arquivo usuário define o novo usuário que será o dono do arquivo grupo - define o novo grupo que será o dono do arquivo arquivo define o arquivo que receberá a aleração Exemplo: chown pedro:pedro texto O que é controle de processos? Cada program a que é executado no Linux, recebe um número que é chama do de PID (numéro de identificação do processo). Controlar processos, significa controlar os program a s que são executados pelo sistema, parando a execução dos mesmos a hora que for necessário. Como cancelar a execução de um processo demorado? Ao executar process os que são muito lentos o terminal do Linux ficará ocupado esperan do o process o ser encerrado, neste meio tempo o usuário não poderá fazer uso do terminal que estará ocupado. Exemplo: Ao executar o comando find para localizar um arquivo o terminal ficará ocupado: find / - name smb.conf Para cancelar a execução de um process o o usuário deverá fazer o seguinte: Pressione a combinação de teclas CTRL + C. 69

70 Como verificar os processos em exeução pelo sistema? Para verificar os process o em exeucção pelo sistem a o usuário deverá fazer o seguinte: Sintaxe: ps aux Onde: ps comando que verifica os process os em execução a exibe informações de process os executados por outros usuários u exibe o nome do usuário e a hora de início do processo x exibe os processos que não foram executados por um usuário em um terminal, sendo assim, exibirá os processos que são executados pelo sistem a operacional. Exemplo: ps aux Como encerrar um identificação (PID)? processo pelo seu número de Para encerrar um processo pelo seu número de identificação o usuário deverá fazer o seguinte: Execute o comando ps aux para verificar os processos em execução no comput a do r. Observe na segunda coluna o número de identificação do processo (PID), em seguinda utilize o comando abaixo: Sintaxe: kill - 9 PID Onde: kill comando que finaliza process os - 9 opção que força o processo a ser finalizado PID número de identificação do processo a ser encerrado Como encerrar um processo pelo nome? Para encerrar um processo pelo nome primeirame nt e o usuário deverá identificar o nome do processo a ser encerrado através do comando ps aux, e em seguinda utilizar o comando abaixo: Sintaxe: killall nome_process o Onde: 70

71 killall comando que encerra processos pelo nome nome_process o nome do processo identificado através do comando ps aux Exemplo: killall firefox - bin Como iniciar o ambiente gráfico através do modo texto? Para iniciar o ambiente gráfico através do modo texto o usuário deverá utilizar o comando abaixo: startx Caso o ambiente gráfico já esteja aberto e o usuário deseje iniciar uma nova seção do ambiente gráfico será necessário fazer o seguinte: startx - - :2 Como reiniciar o modo gráfico? Para reiniciar o modo gráfico o usuário deverá fazer o seguinte: Pressione a combinação de teclas CTRL + ALT + BACKSPACE Como alternar entre os ambientes gráficos abertos? Para alternar entre os ambientes gráficos abertos o usuário deverá fazer o seguinte: O primeiro ambiente gráfico fica aberto no terminal 7 e pode ser ativado através da combinação de teclas CTRL + ALT + F7 O segundo ambiente gráfico fica aberto no terminal 8 e pode ser ativado através da combinação de teclas CTRl + ALT + F8 Exercícios: 1 Crie um usuário com o nome de carlos 2 Defina a senha do usuário carlos como sendo teste 3 Crie um usuário com o nome de karla 4 Defina a senha do usuário karla como sendo teste 5 Acess e o sistema como usuário karla 6 Crie uma pasta dentro da pasta pess oal do usuário karla com o nome de permitir 71

72 7 Copie todos os arquivos com extensão (final).conf de dentro do diretório /etc para a pasta permitir 8 Verifique as permiss õe s de acess o destes arquivos 9 Retire todas as permiss õe s de todos os arquivos.conf 10 Altere o dono do arquivo para carlos 11 Faça com que o usuário carlos, possua acesso total aos arquivos.conf 12 Faça com que outros usuário possuam somente acesso arquivos.conf de leitura aos 13 Verifique todos os process o s em execução 14 Inicie o ambiente gráfico através do modo texto 15 Inicie a calculadora através do ambiente gráfico 16 Finalize o process o da calculadora através do modo texto ou através de um emulador de terminal como o xterm 17 Inicie no ambiente gráfico o navegador web Mozilla 18 Finalize o navegador web Mozilla pelo nome Anotações: 72

73 Aula 14 - Hardware Nesta aula você vai aprender o seguinte: O que é Hardware e software? O que é a placa mãe? O que é o processador? O que é disco rígido, memória RAM, memória ROM? O que é hardware? Hardware, são os compone nt es materiais de um sistem a de informática. Sua função pode dividir - se em três categorias: Entrada Processa m e nt o Saí da O que é software? Software, são instruções para que o hardware realize uma tarefa. Suas duas categorias básicas são: Sistemas operacionais - software que controla os trabalhos do computa d or Exemplos: Linux Microsoft Windows Mac/OS Software de aplicação - software que executa as tarefas do dia a dia de um escritório de trabalho Word, OpenOffice Writer Excel, OpenOffice Calc CorelDraw, OpenOffice Draw Computadores digitais Todos os computa d or e s digitais independe n te m e n t e de seu tamanho. modernos são conceitual me nte similares No entanto, pode m dividir - se em várias categorias segundo seu preço e rendiment o, 73

74 sendo eles: Computador pessoal (PC) - também chama do de microcom p u t a d o r, uma máquina de custo relativament e baixo e em geral de tamanho adequado para um escritório Notebook - um microcom p u t a d o r com relativamente alto para utilização pessoal tamanho reduzido e com um preço Palm- top - um computa d or de menor tamanho, utilizado para organização pessoal Mainframe - uma grande máquina de alto preço capaz de servir às necessidades de grandes empresa s, departa m e n t o s govername n tais, instituições de pesquisa científica e similares. A partir de agora começarem os a fazer um estudo sobre os componente s que compõe m o computador. Monitores A função principal do monitor é exibir ao usuário o resultado final do processa m en t o que foi executado pela CPU. 74

75 Impressoras Mostra no Papel o resultado do processa m e n t o. Gabinete Gabinete é o local onde organiza m o s os principais compone nt es do computa d or. Atualmente no mercado existem basicamente dois tipos de gabinetes: Gabinete Torre Gabinete Desktop Placa mãe (motherboard) A função da placa mãe é criar meios para que o processador possa comunicar- se com todos os demais periféricos do micro com a maior velocidade e confiabilidade possíveis. O nome placa mãe é mais do que justo, já que todos os demais componentes são encaixados nela. O que é uma placa mãe onboard (na placa)? É uma placa cujos circuitos de vídeo, som, rede e modem são integrados a placa mãe. O que é uma placa mãe offboard (fora da placa)? É uma placa que não possui circuitos de controle de dispositivos, fazendo- se assim necessário comprarmos as placas controladores de vídeo, rede, modem e som. 75

76 Encaixes para o processador As placas mães devem possuir um local apropriado para o posicionamento do processador, dependendo do modelo do processador, existirão modelos diferentes de encaixes, segue abaixo alguns exemplos de encaixe para processadores: Processador O processador é um tipo de circuito integrado. O processador, é um circuito eletrônico que atua como unidade central de processamento de um computador e que proporciona o controle das operações de cálculo. Marcas de processadores Atualmente os processadores que mais se destacam no mercado são os processadores fabricados pelas seguintes empresas: AMD Intel Freqüência e Aquecimento Quanto mais elevada for a freqüência de operação de um processador, maior será a quantidade de calor gerado. Sendo assim, os fabricantes procuram desenvolver novas tecnologias de fabricação, que permitam produzir chips com transístores cada vez menores, a fim de diminuir o consumo de energia e consequentemente a geração de calor. Cooler Dispositivo que resfria o processa dor. Pasta Térmica A fim de conseguir uma transmissão mais perfeita de calor, podemos usar entre o processador e o dissipador uma pequena quantidade de pasta térmica, que é uma pasta branca, com consistência de pomada, que pode ser encontrada sem grande dificuldade 76

77 em casas de materiais elétricos ou eletrônicos, a preços baixos. Fontes Elemento que recebe tensão da rede elétrica, em corrente alternada 110 ou 220 volts, e gera as tensões contínuas que o computador precisa para seus chips. Existem baicamente no mercado dois tipos de fonte a venda, as AT e ATX. Placa de vídeo Placa respons ável por grerar as imagens que aparecem na tela do monitor. Placa de som Placa respons ável por gravar e reprod u zir sons. A placa de som poderá ser encaixada no slot PCI. Placa de modem Placa responsável por transmitir e receber dados utilizando- se da linha telefônica. Placa de rede Placa respons ável por trans mitir e receber dados entre computa do res que não estejam a uma distância tão grande, para interligar estes comput a do re s deverá ser utilizado um cabo apropriado, geralmente o cabo de par trançado. 77

78 Memória ROM Memória somente para leitura que arma zena informações sobre as configurações de hardware de seu computa d or. Memória RAM O processa do r utiliza a memória RAM para arma ze nar progra ma s e dados que estão em uso e fica impossibilitado de trabalhar sem ter pelo menos uma quantida de mínima dela. A sigla "RAM" significa "Ramdo m Access Memory" ou "memória de acess o aleatório ". Discos Rígidos (Hard Disk) Também conhecido processa m e n t o. como HD, é utilizado para amazenar o resultado do A maior parte dos HD's disponíveis no mercado são do tipo IDE. Cabo Flat 78

79 O processa do r, as memórias e os chips são encaixados diretam ent e em seus soquetes. As placas de expansão são conectadas diretam ent e nos seus slots. Existem entretanto vários casos de conexões elétricas que precisam ser feitas através de cabos. Por exemplo, o disco rígido não pode ser ligado diretame nt e na placa de CPU. Um cabo apropriado é então usado para esta conexão. O mes mo ocorre com o drive de CD- ROM, drive de disquetes e vários outros dispositivos. O cabo utilizado para essa função é chama do de Cabo Flat. Drives de Disquete Drive de disquete - dispositivo que permite fazer a leitura e gravação de dados em discos flexíveis. Exercícios: Consulte com seu professor sites onde é possível encontrar os preços das peças que compõe m o computa do r, e monte o seu próprio computa do r. Observe abaixo as peças necessário para se montar um computa d or, pesquise nos sites, e anote o modelo e preço: Gabinete -... Placa mãe -... Memória RAM -... Processador -... Cooler

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Objetivos do Curso. Organização do Curso. Apresentação do Curso. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Objetivos do Curso. Organização do Curso. Apresentação do Curso. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Apresentação do Curso 1 Objetivos do Curso Sistema Operacional Unix/Linux;

Leia mais

Gerenciamento de Arquivos e Pastas. Professor: Jeferson Machado Cordini jmcordini@hotmail.com

Gerenciamento de Arquivos e Pastas. Professor: Jeferson Machado Cordini jmcordini@hotmail.com Gerenciamento de Arquivos e Pastas Professor: Jeferson Machado Cordini jmcordini@hotmail.com Arquivo Todo e qualquer software ou informação gravada em nosso computador será guardada em uma unidade de disco,

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos Partição Parte de um disco físico que funciona como se fosse um disco fisicamente separado. Depois de criar uma partição, você deve formatá-la e atribuir-lhe uma letra de unidade antes de armazenar dados

Leia mais

TUTORIAL DO LINUX/KDE 3.3

TUTORIAL DO LINUX/KDE 3.3 ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL COORDENADORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

Oficina de Software Livre.

Oficina de Software Livre. Professor: Igor Patrick Silva Contato: (38)88037610 E-Mail: igorsilva88037610@hotmail.com 1 Índice CAP. 1 O computador e seus componentes 2 CAP. 2 O que é software livre e o que é software proprietário

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Apostila de Windows XP

Apostila de Windows XP Table of Contents Introdução...1 Area de trabalho...5 Ícones...7 Barra de tarefas...8 O Botão Iniciar...10 Todos os programas...14 Logon e Logoff...16 Desligando o Windows XP...18 Acessórios do Windows...20

Leia mais

Informática. Aula 03 Sistema Operacional Linux. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Campus Currais Novos

Informática. Aula 03 Sistema Operacional Linux. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Campus Currais Novos Prof. Diego Pereira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte Campus Currais Novos Informática Aula 03 Sistema Operacional Linux Objetivos Entender

Leia mais

Aula 2 Introdução ao Software Livre

Aula 2 Introdução ao Software Livre Aula 2 Introdução ao Software Livre Aprender a manipular o Painel de Controle no Linux e mostrar alguns softwares aplicativos. Ligando e desligando o computador através do sistema operacional Não é aconselhável

Leia mais

2007 Manual do KDE 3.5

2007 Manual do KDE 3.5 2007 Manual do KDE 3.5 Rafael Nink de Carvalho www.rafaelnink.com Julho/2007 Sumário Linux... 03 Introdução ao KDE... 03 Conhecendo a Área de Trabalho... 03 Barra de menu... 04 Ícones... 05 Explorando

Leia mais

Conhecendo o Sistema Operacional

Conhecendo o Sistema Operacional Prefeitura de Volta Redonda Secretaria Municipal de Educação NTM Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal Projeto de Informática Aplicada à Educação de Volta Redonda - VRlivre Conhecendo o Sistema Operacional

Leia mais

I N F O R M Á T I C A. Sistemas Operacionais Prof. Dr. Rogério Vargas Campus Itaqui-RS

I N F O R M Á T I C A. Sistemas Operacionais Prof. Dr. Rogério Vargas Campus Itaqui-RS I N F O R M Á T I C A Sistemas Operacionais Campus Itaqui-RS Sistemas Operacionais É o software que gerencia o computador! Entre suas funções temos: inicializa o hardware do computador fornece rotinas

Leia mais

Área de Trabalho. Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas

Área de Trabalho. Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas Inicialização Tela de Logon Área de Trabalho Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas Área de Trabalho Atalhos de Teclados Win + D = Mostrar Área de trabalho Win + M = Minimizar Tudo Win + R

Leia mais

Kurumin O Linux preferido dos brasileiros

Kurumin O Linux preferido dos brasileiros Kurumin O Linux preferido dos brasileiros Bem vindo à apresentação interativa do sistema operacional Kurumin Linux. O Kurumin Linux é uma distribuição do sistema operacional Linux, desenvolvido pelo analista

Leia mais

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft.

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. WINDOWS O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. Área de Trabalho Ligada a máquina e concluída a etapa de inicialização, aparecerá uma tela, cujo plano de fundo

Leia mais

Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Chapecó Sistema Operacional

Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Chapecó Sistema Operacional Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Chapecó Sistema Operacional Elaboração: Prof. Éverton Loreto everton@uffs.edu.br 2010 Objetivo Conhecer as características e recursos do Sistema Operacional

Leia mais

Apostila de introdução à informática. Projeto inclusão digital usando software livre

Apostila de introdução à informática. Projeto inclusão digital usando software livre Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática Apostila de introdução à informática Projeto inclusão digital usando software livre Por: David Moreira Abreu Araújo Estudante Bolsista Carlos

Leia mais

WIN + D WIN + M SHIFT + WIN + M WIN + R WIN + E WIN + PAUSE BREAK

WIN + D WIN + M SHIFT + WIN + M WIN + R WIN + E WIN + PAUSE BREAK Windows em geral WIN = Abre o menu Iniciar. Use as setas para navegar nas opções, e dê ENTER para abrir um item. WIN + D = Mostrar área de trabalho. WIN + M = Minimizar tudo. SHIFT + WIN + M = Desminimizar

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Windows. Introdução. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional

Windows. Introdução. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional Windows Prof. Leandro Tonietto Cursos de Informática Unisinos Março-2008 O que é Sistema operacional? O que é Windows? Interface gráfica: Comunicação entre usuário e computador de forma mais eficiente

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br SISTEMA OPERACIONAL APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br SISTEMA OPERACIONAL APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) SISTEMA OPERACIONAL APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 ÍNDICE Aula 1 Conhecendo o Linux... 3 Apresentação... 3 Tela de Logon... 4 Área de trabalho... 5 Explorando o Menu

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

Apostila retirada do site Apostilando.com

Apostila retirada do site Apostilando.com Introdução... 2 Area de trabalho... 3 Ícones... 3 Barra de tarefas... 3 O Botão Iniciar... 4 Todos os programas... 5 Logon e Logoff... 6 Desligando o Windows XP... 6 Acessórios do Windows... 7 Janelas...

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo 1 Introdução... 3 2. Instalação... 5 3. Descrição da interface do cliente... 6 4. Conexão... 10 5.SMS... 11 6.Contatos... 14 7.Estatística... 18

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Por: Rafael Nink de Carvalho

Por: Rafael Nink de Carvalho Linux Educacional 3.0: Ambiente Gráfico KDE Por: Rafael Nink de Carvalho Março - 2009 2 Linux Educacional 3.0: Ambiente Gráfico KDE Por: Rafael Nink de Carvalho Março - 2009 3 Sumário Linux... 04 Introdução

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7

Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7 Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7 O hardware não consegue executar qualquer ação sem receber instrução. Essas instruções são chamadas de software ou programas de computador. O software

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática

Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto. QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática Sistema Operacional Unidade 5 - Iniciando o modo texto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OPERANDO EM MODO TEXTO... 3 Abrindo o terminal... 3 Sobre o aplicativo Terminal... 3 AS CORES

Leia mais

PESQUISAS NA WEB. 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br

PESQUISAS NA WEB. 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br PESQUISAS NA WEB 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br No Laboratório do Paraná Digital o Google está configurado no sistema como buscador padrão. Para acessá-lo,

Leia mais

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br INFORMÁTICA.

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br INFORMÁTICA. INFORMÁTICA Aula Gratuita (clique aqui e assista a aula) INTERNET (Navegadores) NAVEGADORES Para que possamos explorar todos os recursos que a Web nos oferece, precisamos de um programa chamado navegador.

Leia mais

Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1

Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1 Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1 Aluno: Turma Aula 1: Objetivos Aprender quais são as partes principais do computador, e quais suas funcoes. Aprender a ligar e desligar o computador

Leia mais

Informática. Rodrigo Schaeffer

Informática. Rodrigo Schaeffer Informática Rodrigo Schaeffer PREFEITURA DE PORTO ALEGRE- INFORMÁTICA Conceitos básicos de Word 2007; formatar, salvar e visualizar arquivos e documentos; alinhar, configurar página e abrir arquivos; copiar,

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

APOSTILA LINUX EDUCACIONAL

APOSTILA LINUX EDUCACIONAL MUNICÍPIO DE NOVO HAMBURGO DIRETORIA DE INCLUSÃO DIGITAL DIRETORIA DE GOVERNO ELETRÔNICO APOSTILA LINUX EDUCACIONAL (Conteúdo fornecido pelo Ministério da Educação e pela Pró-Reitoria de Extensão da UNEB)

Leia mais

Prova dos Correios - Comentada

Prova dos Correios - Comentada Unidade Zona Sul - (84) 3234-9923 Unidade Zona Norte (84) 3214-4595 www.premiumconcursos.com 1 Texto para as questões de 1 a 3 A figura abaixo ilustra uma janela do Microsoft Office Excel 2007 com uma

Leia mais

Vamos identificar dois deles:

Vamos identificar dois deles: Vamos identificar dois deles: Computador, que máquina é essa? Vamos usá-la? Vamos conhecer mais de perto o computador. É uma máquina capaz de variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

INTRODUÇÃO. Não é exagero afirmar que é o sistema operacional o programa mais importante do computador, sem ele seu equipamento não funciona.

INTRODUÇÃO. Não é exagero afirmar que é o sistema operacional o programa mais importante do computador, sem ele seu equipamento não funciona. INTRODUÇÃO O Microsoft Windows XP é um sistema operacional de interface gráfica multifunções, isso significa que podemos trabalhar com vários programas de forma simultânea. Por ex: poderíamos escutar um

Leia mais

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux SOFTWARE LIVRE A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades. Acesso ao código-fonte é um pré-requisito

Leia mais

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14 Guia do Usuário idocsscan v.2.1.14 2013 BBPaper_Ds - 2 - Sumário Introdução... 5 Instalação... 7 Inicializando a aplicação... 12 Barras de acesso e informações... 13 Teclas de atalho... 14 Barra de Ferramentas...

Leia mais

Por: Rafael Nink de Carvalho www.linuxeducacional.com www.rafaelnink.com

Por: Rafael Nink de Carvalho www.linuxeducacional.com www.rafaelnink.com L I N2 U0 X0 9 Manual de Instalação do Linux Educacional 3.0 Por: Rafael Nink de Carvalho ü Configurando o SETUP do computador ü Rodando a versão Live CD ü Instalando o Linux www.linuxeducacional.com Educacional

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Unidade 2 Utilização do ambiente operativo Windows Aplicações Sistema Operativo ROM BIOS Processador+memória+... Software aplicacional

Leia mais

Conheça o seu telefone

Conheça o seu telefone Conheça o seu telefone O nome MOTOROLA e sua logomarca estilizada M estão registrados no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA. Motorola, Inc. 2008 Algumas funções do telefone celular dependem da capacidade

Leia mais

Linux. Interface Gráfica

Linux. Interface Gráfica Linux Interface Gráfica Interface Gráfica fgdfgdf Desktop 1. Ubuntu Desktop: A tela inicial do sistema. 2. Lançador: Agrega os principais programas aplicativos do sistema ou de escolha do usuário, além

Leia mais

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Tutorial Hotmail Sobre o MSN Hotmail Acessando o Hotmail Como criar uma conta Efetuando o login Verificar mensagens Redigir

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual Maria Augusta Sakis Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma Máquina Virtual Máquinas virtuais são muito úteis no dia-a-dia, permitindo ao usuário rodar outros sistemas operacionais dentro de uma

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03 Prof. Gabriel Silva Temas da Aula de Hoje: Servidores Linux. Conceitos Básicos do Linux. Instalando Servidor Linux.

Leia mais

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK 1 SÚMARIO ASSUNTO PÁGINA Componentes da Lousa... 03 Função Básica... 04 Função Bandeja de Canetas... 05 Calibrando a Lousa... 06

Leia mais

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Parte 2 Sistema Operacional MS-Windows XP Créditos de desenvolvimento deste material: Revisão: Prof. MSc. Wagner Siqueira Cavalcante Um Sistema Operacional

Leia mais

Processamento Eletrônico de Documentos / NT Editora. -- Brasília: 2013. 128p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Processamento Eletrônico de Documentos / NT Editora. -- Brasília: 2013. 128p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor Ismael Souza Araujo Pós-graduado em Gerência de Projetos PMBOK UNICESP, Graduado em Tecnologia em Segurança da Informação UNICESP. Professor de concurso da área de informática e consultor em EAD.

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Aula 02 Software e Operações Básicas. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 02 Software e Operações Básicas. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 02 Software e Operações Básicas Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Revisando Como um computador funciona: Entrada (Dados) Processamento (Análise dos Dados)

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

DICAS PARA SE APERFEIÇOAR NO WINDOWS 7

DICAS PARA SE APERFEIÇOAR NO WINDOWS 7 DICAS PARA SE APERFEIÇOAR NO WINDOWS 7 1. MOVIMENTAÇÃO ENTRE PASTAS Todo o funcionamento do Windows Explorer gira em torno da sua capacidade de transitar entre as pastas salvas no disco de armazenamento.

Leia mais

WINDOWS EXPLORER Pro r f. f. R o R be b rt r o t A n A d n r d a r de d

WINDOWS EXPLORER Pro r f. f. R o R be b rt r o t A n A d n r d a r de d WINDOWS EXPLORER Prof. Roberto Andrade Roteiro desta aula 1. OqueéoWindowsExplorer 2. Acionamento do Windows Explorer 3. Entendendo Unidades, Pastas e Arquivos 4. Ambiente gráfico(janela, Barras e Botões)

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

16:21:50. Introdução à Informática com Software Livre

16:21:50. Introdução à Informática com Software Livre 16:21:50 Introdução à Informática com Software Livre 1 16:21:50 Hardware & Software 2 16:21:50 Hardware Hardware é a parte física de um computador, é formado pelos componentes eletrônicos, como por exemplo,

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES LINUX EDUCACIONAL

CADERNO DE ATIVIDADES LINUX EDUCACIONAL UFPB VIRTUAL JOÃO PESSOA/PB CURSO LINUX EDUCACIONAL Instrutor (a): Nilcéa Lima 1 CADERNO DE ATIVIDADES LINUX EDUCACIONAL Ambiente Gráfico KDE 3.5 BrOffice Writer BrOffice Impress BrOffice Calc Navegador

Leia mais

*Área de Trabalho* *Atalhos de teclado para Acessibilidade

*Área de Trabalho* *Atalhos de teclado para Acessibilidade *Área de Trabalho* *CTRL+A* - Selecionar tudo *CTRL+ESC* - Exibir o menu Iniciar *CTRL ao arrastar um item* - Copiar um item selecionado *CTRL+SHIFT ao arrastar um item* - Criar um atalho para um item

Leia mais

EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR

EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR Com base no Windows XP, na figura ao lado, julgue os itens que se seguem: 01- É possível afirmar que ao se clicar em O que mais devo saber sobre

Leia mais

Professor Jorge Alonso Módulo II Windows 7

Professor Jorge Alonso Módulo II Windows 7 Professor Jorge Alonso Módulo II Windows 7 Email: profjorgealonso@gmail.com / Jorge Alonso Ruas 1 Windows 7 Área de Trabalho / Desktop 2 Barra de Tarefas Botão Iniciar Botões de Inicialização Rápida Área

Leia mais

Introdução ao Linux: Parte I

Introdução ao Linux: Parte I Data: Introdução ao Linux: Parte I Marcelo Ribeiro Xavier da Silva marceloo@inf.ufsc.br Histórico 3 Origem do GNU Linux Em 1983, Richard Stallman fundou a Free Software Foundation, com o intuito de criar

Leia mais

3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE

3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE 3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE PASSWORD INTERATIVA SISTEMAS LTDA. - www.pwi.com.br - pwi@pwi.com.br R. Prof. Carlos Reis, 39 - São Paulo SP 05424-020 Tel: - 2127-7676 - Fax: 11-3097-0042 1 Índice

Leia mais

Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1

Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1 Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1 1 1. WINDOWS... 3 1.1 - Como funciona o Windows?... 3 1.2 - Botão Iniciar... 3 1.3 - Comutando entre tarefas abertas... 4 1.4 - O que é uma Janela?...

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

Curso de Navegadores e Internet

Curso de Navegadores e Internet Universidade Estadual do Oeste do Paraná Pró Reitoria de Extensão Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Colegiado de Licenciatura em Matemática Colegiado da Ciência da Computação Projeto de Extensão:

Leia mais

CONHECENDO O CLASSMATE

CONHECENDO O CLASSMATE PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO GRUPO DE PESQUISA TECNOLOGIAS DIGITAIS EM EDUCAÇÃO EQUIPE DE FORMAÇÃO E PESQUISA DO PROJETO UCA EM MINAS GERAIS FORMAÇÃO

Leia mais

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados.

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados. Bem Vindo GDS TOUCH Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touchscreen de controle residencial, com design totalmente 3D, interativo

Leia mais

Curso GNU/Linux. Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3. Existe apenas uma partição com espaço livre...3

Curso GNU/Linux. Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3. Existe apenas uma partição com espaço livre...3 Cesar Kállas - cesarkallas@gmx.net Curso GNU/Linux Realização CAECOMP Puc Campinas 2004 Capítulo 3 Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3 O HD tem espaço livre não particionado...3

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE MS-WINDOWS. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE MS-WINDOWS. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE MS-WINDOWS Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA SISTEMA OPERACIONAL DA EMPRESA MICROSOFT Interface gráfica WIMP GUI Windows, Icons, Menus, Pointer, Graphical User

Leia mais

Turma. PowerPoint 2003

Turma. PowerPoint 2003 PowerPoint 2003 Apresentação O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações. Com ele você poderá criar rapidamente slides com esquemas, textos animados, sons e

Leia mais

Linux Educacional: Navegando na Internet com Iceweasel

Linux Educacional: Navegando na Internet com Iceweasel Linux Educacional: Navegando na Internet com Iceweasel Rafael Nink de Carvalho www.rafaelnink.com Julho/2007 SUMÁRIO Linux: Navegando na internet... 03 Iceweasel... 03 Abrindo o Iceweasel... 03 Conhecendo

Leia mais

Cartilha. Correio eletrônico

Cartilha. Correio eletrônico Cartilha Correio eletrônico Prefeitura de Juiz de Fora Secretaria de Planejamento e Gestão Subsecretaria de Tecnologia da Informação Abril de 2012 Índice SEPLAG/Subsecretaria de Tecnologia da Informação

Leia mais

ÍNDICE BLUELAB A UTILIZAÇÃO DO BLUELAB PELO PROFESSOR RECURSOS PARA PROFESSORES E ALUNOS...05 INICIANDO O BLUELAB PROFESSOR...06

ÍNDICE BLUELAB A UTILIZAÇÃO DO BLUELAB PELO PROFESSOR RECURSOS PARA PROFESSORES E ALUNOS...05 INICIANDO O BLUELAB PROFESSOR...06 ÍNDICE BLUELAB RECURSOS PARA PROFESSORES E ALUNOS...05 INICIANDO O BLUELAB PROFESSOR...06 ELEMENTOS DA TELA INICIAL DO BLUELAB PROFESSOR guia Meu Espaço de Trabalho...07 A INTERFACE DO BLUELAB...07 INICIANDO

Leia mais

Agente Administrativo do MTE

Agente Administrativo do MTE PowerPoint 2003 Apresentação O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações. Com ele você poderá criar rapidamente slides com esquemas, textos animados, sons e

Leia mais

GERAL DE APLICATIVOS DO WINDOWS

GERAL DE APLICATIVOS DO WINDOWS PRINCIPAIS TECLAS DE ATALHO WINDOWS OBS: A TECLA WINDOWS É REPRESENTADA POR UMA BANDEIRINHA AO LADO DA TECLA ALT NA PARTE INFERIOR A ESQUERDA DO SEU TECLADO. ( ) Alt + Enter Alt + Esc Alt + F4 Alt + Tab

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) Sobre o sistema operacional Windows 7, marque verdadeira ou falsa para cada afirmação: a) Por meio do recurso Windows Update é possível manter o sistema

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Conjunto Agrotécnico Visconde da Graça CAVG Disciplina: Informática Apresentação Gráfica

Universidade Federal de Pelotas Conjunto Agrotécnico Visconde da Graça CAVG Disciplina: Informática Apresentação Gráfica Apresentação Gráfica Microsoft Office Power Point 1 Sumário 1. MICROSOFT POWER POINT... 4 1.1. INICIANDO O MICROSOFT POWER POINT... 4 2. CONHECENDO A INTERFACE DO POWER POINT... 5 2.1. O DOCUMENTO DO POWER

Leia mais

DICAS TÉCNICAS. Procedimentos S.A.T. - Serviço de Atendimento Técnico

DICAS TÉCNICAS. Procedimentos S.A.T. - Serviço de Atendimento Técnico SUMÁRIO Dicas Técnicas... 02 1. Problemas com Impressoras... 03 1.1. A impressora não está imprimindo nada.... 03 1.2. A impressora não está imprimindo em DOS... 03 1.3. A impressora não esta imprimindo

Leia mais

Arquivos e Pastas. Instrutor Antonio F. de Oliveira. Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro

Arquivos e Pastas. Instrutor Antonio F. de Oliveira. Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro Arquivos e Pastas Duas visões do Windows Explorer A Hierarquia do Explorer Aparência das pastas Personalizando o Explorer Manipulação de Arquivos e pastas Uso de atalhos Visões do Windows Explorer Para

Leia mais

ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO

ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO INFORMÁTICA PARA CONCURSOS (jabruas@uol.com.br) 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Edição de textos, planilhas e apresentações (ambiente Office, OpenOffice, BrOffice e LibreOffice).

Leia mais

Mirasys VMS 7.3. Manual do usuário Workstation

Mirasys VMS 7.3. Manual do usuário Workstation Mirasys VMS 7.3 Manual do usuário Workstation CONTEÚDOS Conteúdos... 2 Antes de começar... 3 Iniciando a sessão... 4 Interface de usuário... 8 Navegador... 11 Câmeras... 20 Saídas de Vídeo... 37 Saídas

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características... 5 Configuração necessária para instalação... 6 Conteúdo do CD de Instalação... 7 Instruções para Instalação... 8 Solicitação da Chave de Acesso... 22 Funcionamento

Leia mais

8/9/2010 WINDOWS. Breve Histórico. Profa. Leda G. F. Bueno. Seu desenvolvimento iniciou-se em 1981

8/9/2010 WINDOWS. Breve Histórico. Profa. Leda G. F. Bueno. Seu desenvolvimento iniciou-se em 1981 Conceitos Básicos e Gerenciamento de Arquivos WINDOWS EXPLORER Profa. Leda G. F. Bueno WINDOWS Sistema operacional criado pela Microsoft Corporation Característica Principal características o uso de janelas

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características...5 Configuração necessária para instalação...6 Conteúdo do CD de Instalação...7 Instruções para Instalação...8 Solicitação da Chave de Acesso...22 Funcionamento em Rede...26

Leia mais

Treinamento para Manutenção dos Telecentros

Treinamento para Manutenção dos Telecentros Treinamento para Manutenção dos Telecentros Módulo II :: Utilizando o Linux Básico do Sistema Manoel Campos da Silva Filho Professor do IFTO/Palmas 1 2 Código Aberto/Open Source Programas (softwares/aplicativos)

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 4 2 Nextel Cloud Web... 5 2.1 Página Inicial... 6 2.1.1 Meu Perfil... 7 2.1.2 Meu Dispositivo...

Leia mais

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7 1. EXCEL 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS As planilhas eletrônicas ficarão na história da computação como um dos maiores propulsores da microinformática. Elas são, por si sós, praticamente a causa da explosão

Leia mais