ESQUEMA DIREITO CIVIL PARTE GERAL Prof. Letícia Hesseling

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESQUEMA DIREITO CIVIL PARTE GERAL Prof. Letícia Hesseling"

Transcrição

1 ESQUEMA DIREITO CIVIL PARTE GERAL Prof. Letícia Hesseling Prescrição e Decadência Prescrição: São características da prescrição: o interesse é particular (do devedor); o objeto é a perda da pretensão; nasce com a violação do direito; pode ser alegada em qualquer grau de jurisdição; pode ser arguida pelas partes interessadas ou ex officio; os prazos podem ser suspensos ou interrompidos; a fixação dos prazos prescricionais está previsto em lei (taxativa - arts. 205 e 206 do CC); não pode haver alteração pelas partes; é possível a renúncia da prescrição, pode ser expressa ou tácita (art. 191 do CC) Ações Condenatórias: só são sujeitas à prescrição as ações condenatórias nas quais não se pretende o cumprimento de uma prestação (só as ações condenatórias protegem os direitos que irradiam pretensões); Incapacidade: (1) Absolutamente Incapaz: (CC 198, I) não corre prescrição; (2) Relativamente Incapaz: (CC 195) corre prescrição (assistente que deu causa responde pela prescrição); Sucessão: (CC 196) prescrição iniciada contra pessoa continua a correr contra seu sucessor.

2 Impedimento: surge antes do início do prazo, impedindo seu início. Impedim./ Suspensão/ Interrupção Suspensão: surge após o início do prazo, obstando-o => prazo reinicia de onde parou (computa-se o tempo transcorrido). Interrupção: surge após o início do prazo, obstando-o => prazo reinicia do zero (não se computa tempo transcorrido) Vontade Humana: causas interrupção dependem da vontade humana (diferentemente das causas impedimento/suspensão que são objetivas) Efeitos Pessoais: (CC 204) impedimento/suspensão/interrupção feita por um cocredor/co-devedor não aproveita aos demais. Art A interrupção da prescrição por um credor não aproveita aos outros; semelhantemente, a interrupção operada contra o co-devedor, ou seu herdeiro, não prejudica aos demais coobrigados. Efeitos na Solidariedade: (1) Impedimento/Suspensão: (CC 201) só aproveita co-credor/co-devedor solidário na Obrigação indivisível; (2) Interrupção: (CC 204) sempre aproveita co-credor/co-devedor solidário (exceção no CC 204, 2º). Art Suspensa a prescrição em favor de um dos credores solidários, só aproveitam os outros se a obrigação for indivisível. Art (...) 1 o A interrupção por um dos credores solidários aproveita aos outros; assim como a interrupção efetuada contra o devedor solidário envolve os demais e seus herdeiros. 2 o A interrupção operada contra um dos herdeiros do devedor solidário não prejudica os outros herdeiros ou devedores, senão quando se trate de obrigações e direitos indivisíveis. 3 o A interrupção produzida contra o principal devedor prejudica o fiador.

3 Causas Impedim./ Suspensão (CC ) (1) entre cônjuges (na constância sociedade conjugal); (2) entre ascendente/descendente (c/ poder familiar); (3) entre tutelado/curatelado + tutor/curador; (4) absolutamente incapaz; (5) ausente (em serviço público) + soldado (em guerra); (6) havendo condição suspensiva; (7) antes de vencido o prazo; (8) pendendo ação de evicção; (9) pendendo julgamento de fato no juízo criminal. Enunciado 156 III Jornada DC-CEJ: Art. 198: Desde o termo inicial do desaparecimento, declarado em sentença, não corre a prescrição contra o ausente. Enunciado 296 III Jornada DC-CEJ: Art. 197: Não corre a prescrição entre os companheiros, na constância da união estável. Causas Interrupção (CC 202) (1) despacho ordenando citação (mesmo de juiz incompetente); (2) protesto judicial/cambial; (3) oposição do título crédito no inventário/concurso credores; (4) ato judicial que constitua devedor em mora (ex: notificação); (5) reconhecimento do direito pelo devedor (mesmo extrajudicial). Despacho Ordenando Citação: p/ validade o interessado deve promover citação em 10 dias após despacho (prorrogáveis por até 90 dias). Pretensões imprescritíveis: (1) DPersonalidade; (2)Ações Estado das Pessoas (filiação/cidadania/separação/interdição); (3) DPotestativos; (4) DPropriedade (ações reinvindicatórias); (5) Bens Públicos.

4 Decadência: São características da decadência: o interesse é público (em virtude da segurança jurídica); o objeto envolve a perda de um direito potestativo; nasce com o direito; a decadência legal pode ser arguida pelas partes interessadas ou ex officio, a decadência convencional não pode ser arguida ex officio; os prazos não podem ser suspensos ou interrompidos (exceto no caso do art. 26, 2º do CDC e na hipótese de absolutamente incapaz, contra o qual não corre o prazo decadencial); a fixação dos prazos decadenciais está previsto em lei (estão espalhados no Código Civil) ou pode ser fixado pelas partes; é possível a renúncia da decadência convencional, mas não a renúncia da decadência legal; Incapacidade: (CC 208) (1) Absolutamente Incapaz: não corre decadência; (2) Relativ. Incapaz: corre decadência (assistente que deu causa responde pela prescrição). Prova Prova NJ: (1) solene/formal: só se prova com a forma prescrita; (2) não solene/formal: qualquer meio de prova (prova exclusivamente testemunhal só é admitida nos NJ menores de 10 SM). Confissão: Espécies: judicial/extrajudicial, expressa/presumida (ex: revelia).

5 Características: indivisível/irrevogável (pode ser anulada se decorreu de coação/erro de fato). Admite representação (nos limites do mandato). Testemunhas Impedidas: (1) menores impúberes; (2) loucos; (3) cegos/surdos incomunicáveis; (4) amigo/inimigo/interessado; (5) cônjuge/ascendentes/descendentes/ colaterais (até 3º grau). Pode o juiz admitir o depoimento dos impedidos sobre fatos que só eles conheçam. Testemunho: ninguém é obrigado a depor sobre: (1) segredo de estado/profissão; (2) fato que acarrete desonra/perigo/dano própria/família. Exame Médico: recusa à perícia médica ordenada pelo juiz pode suprir a prova que se pretendia obter com o exame.

1. Prescrição e Decadência: - Prescrição é exceção, restituição à direito fundamental de petição. 2. Contagem do Prazo da Prescrição:

1. Prescrição e Decadência: - Prescrição é exceção, restituição à direito fundamental de petição. 2. Contagem do Prazo da Prescrição: 1 DIREITO DO TRABALHO PONTO 1: Prescrição e Decadência PONTO 2: Contagem do Prazo da Prescrição PONTO 3: Impedimento, Suspensão e Interrupção da Prescrição PONTO 4: Súmulas Importantes da Prescrição 1.

Leia mais

TÍTULOS DE CRÉDITO AÇÕES

TÍTULOS DE CRÉDITO AÇÕES AÇÕES Armindo de Castro Júnior E-mail: armindocastro@uol.com.br MSN: armindocastro1@hotmail.com Homepage: www.armindo.com.br Cel: 8405-7311 AÇÃO CAMBIÁRIA CONCEITO Ação de execução de títulos de crédito.

Leia mais

(5) Quanto ao reconhecimento de ofício pelo magistrado:

(5) Quanto ao reconhecimento de ofício pelo magistrado: Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Civil Aula 14 Professor: Rafael da Mota Mendonça Monitora: Fernanda Manso de Carvalho Silva PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA (continuação) (5) Quanto

Leia mais

2. AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

2. AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 2. AÇÃO DE 2.1 O direito de pagar - É um dever ou um direito? - A mora do credor exclui a do devedor? 2.2 A liberação natural e a liberação forçada do devedor - Liberação natural: pagamento por acordo

Leia mais

DENUNCIAÇÃO DA LIDE (Artigos 125 a 129 do Código de Processo Civil)

DENUNCIAÇÃO DA LIDE (Artigos 125 a 129 do Código de Processo Civil) DENUNCIAÇÃO DA LIDE (Artigos 125 a 129 do Código de Processo Civil) A denunciação da lide chama o denunciado que mantém vínculo de direito com o denunciante, a fim de responder a garantia do negócio jurídico,

Leia mais

PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA A INFLUÊNCIA DO DECURSO DO TEMPO NA AQUISIÇÃO E EXTINÇÃO DE DIREITOS

PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA A INFLUÊNCIA DO DECURSO DO TEMPO NA AQUISIÇÃO E EXTINÇÃO DE DIREITOS PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA A INFLUÊNCIA DO DECURSO DO TEMPO NA AQUISIÇÃO E EXTINÇÃO DE DIREITOS PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA a e a decadência são institutos fundados na pacificação social, na certeza e na segurança

Leia mais

AÇÃO CIVIL EX DELICTO

AÇÃO CIVIL EX DELICTO CONCEITO é a ação ajuizada pelo ofendido na esfera cível para obter indenização pelo dano causado pelo crime. LOCAL DA PROPOSITURA: ação pode ser proposta no foro do domicílio da vítima, do local dos fatos,

Leia mais

ANEXO 6 MODELOS E CONDIÇÕES MÍNIMAS PARA GARANTIA CONTRATUAL

ANEXO 6 MODELOS E CONDIÇÕES MÍNIMAS PARA GARANTIA CONTRATUAL ANEXO 6 MODELOS E CONDIÇÕES MÍNIMAS PARA GARANTIA CONTRATUAL Condições Mínimas Para Contratos de Seguros e Prestação de Garantias Termos e Condições Mínimas do Seguro-Garantia 1 Tomador 1.1 Concessionária

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL. Estabelecimentos empresarial, Registro de Empresa e Títulos de Crédito

DIREITO EMPRESARIAL. Estabelecimentos empresarial, Registro de Empresa e Títulos de Crédito Estabelecimentos empresarial, Registro de Empresa e Títulos de Crédito 1. A respeito do registro público de empresas, assinale a opção correta. a) As juntas comerciais estão subordinadas, relativamente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM FACULDADE DE DIREITO FD DEPARTAMENTO DE DIREITO APLICADO. PLANO DE AULA i

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM FACULDADE DE DIREITO FD DEPARTAMENTO DE DIREITO APLICADO. PLANO DE AULA i PLANO DE AULA i INSTITUIÇÃO DE ENSINO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM CURSO: DIREITO PROFESSOR: Especialista Rafael da Silva Menezes NÍVEL DE ENSINO: SUPERIOR PERÍODO: 6º TURNO: DIURNO/NOTURNO DATA:

Leia mais

PRESCRIÇÃO NOTA PROMISÓRIA. Decr. nº 2.044/1908 Lei Interna (LI) VENCIMENTO A DIA CERTO

PRESCRIÇÃO NOTA PROMISÓRIA. Decr. nº 2.044/1908 Lei Interna (LI) VENCIMENTO A DIA CERTO PRESCRIÇÃO NOTA PROMISÓRIA Legislação aplicável: Decr. nº 57.663/1966 Lei Uniforme de Genebra (LU) Decr. nº 2.044/1908 Lei Interna (LI) SUBSCRITOR (EMITENTE) 1. O TÍTULO NÃO FOI PROTESTADO A prescrição

Leia mais

SUMÁRIO ASPECTOS CÍVEIS DA LINDB... 15

SUMÁRIO ASPECTOS CÍVEIS DA LINDB... 15 SUMÁRIO ASPECTOS CÍVEIS DA LINDB... 15 1. Generalidades... 15 2. Fontes do direito... 15 2.1. Lei (em sentido amplo)... 16 2.2. Costumes... 17 2.3. Analogia... 17 2.4. Princípios Gerais de Direito... 18

Leia mais

A contestação na prova da 2ª fase da OAB (Direito do Trabalho)

A contestação na prova da 2ª fase da OAB (Direito do Trabalho) 1 A contestação na prova da 2ª fase da OAB (Direito do Trabalho) Carlos Augusto Marcondes de Oliveira Monteiro * Mais uma segunda fase se aproxima. Conforme mencionei no artigo anterior, 3 são as principais

Leia mais

Art. 267. Extingue-se o processo, sem resolução de mérito:(redação dada pela Lei nº 11.232, de 2005) V -quando o juiz acolher a alegação de

Art. 267. Extingue-se o processo, sem resolução de mérito:(redação dada pela Lei nº 11.232, de 2005) V -quando o juiz acolher a alegação de 1. (OAB 136) De acordo com o Código de Processo Civil (CPC), extingue-se o processo sem resolução de mérito quando A) o juiz reconhece a prescrição ou a decadência. B) as partes transigem. C) o autor renuncia

Leia mais

CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO/GALEÃO

CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO/GALEÃO CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO ANEXO 6 DO CONTRATO DE CONCESSÃO DO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO ANTÔNIO CARLOS JOBIM MODELOS E CONDIÇÕES MÍNIMAS PARA

Leia mais

PROFESSOR AO VIVO. Revisão Prof. Darlan Barroso. Estudo Dirigido Execução

PROFESSOR AO VIVO. Revisão Prof. Darlan Barroso. Estudo Dirigido Execução PROFESSOR AO VIVO Revisão Prof. Darlan Barroso Estudo Dirigido Execução Ação de conhecimento ou execução? Documento é título executivo? Qual o tipo de título? Qual a obrigação? Documento é título executivo?

Leia mais

AULA 7 30/03/11 A NOTA PROMISSÓRIA E O CHEQUE

AULA 7 30/03/11 A NOTA PROMISSÓRIA E O CHEQUE AULA 7 30/03/11 A NOTA PROMISSÓRIA E O CHEQUE 1 A NOTA PROMISSÓRIA 1.1 O CONCEITO É uma promessa solene, direta e unilateral de pagamento, à vista ou a prazo, efetuada pelo promitente-devedor ao promissário-credor,

Leia mais

OAB 2010.3 GABARITO COMENTADO SEGUNDA FASE EMPRESARIAL. Artigo 9º e 4º do artigo 10 Lei 11.101/2005, procuração, CPC e estatuto da OAB.

OAB 2010.3 GABARITO COMENTADO SEGUNDA FASE EMPRESARIAL. Artigo 9º e 4º do artigo 10 Lei 11.101/2005, procuração, CPC e estatuto da OAB. OAB 2010.3 GABARITO COMENTADO SEGUNDA FASE EMPRESARIAL PEÇA PRÁTICO PROFISSIONAL Artigo 9º e 4º do artigo 10 Lei 11.101/2005, procuração, CPC e estatuto da OAB. Trata-se de uma habilitação de crédito retardatária.

Leia mais

DA PRESCRIÇÃO EM FACE DO NOVO CÓDIGO CIVIL 1. DO CONCEITO E JUSTIFICATIVA DA PRESCRIÇÃO 2. DA PRESCRIÇÃO EM FACE DO NOVO CÓDIGO CIVIL

DA PRESCRIÇÃO EM FACE DO NOVO CÓDIGO CIVIL 1. DO CONCEITO E JUSTIFICATIVA DA PRESCRIÇÃO 2. DA PRESCRIÇÃO EM FACE DO NOVO CÓDIGO CIVIL DA PRESCRIÇÃO EM FACE DO NOVO CÓDIGO CIVIL José da Silva Pacheco SUMÁRIO: 1. Do conceito e justificativa da prescrição. 2. Da prescrição em face do novo Código Civil. 3. Da renúncia da prescrição. 4. Da

Leia mais

CAUSAS DE IMPEDIMENTO, SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DA PRESCRIÇÃO Rafael Medeiros Antunes Ferreira 1

CAUSAS DE IMPEDIMENTO, SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DA PRESCRIÇÃO Rafael Medeiros Antunes Ferreira 1 CAUSAS DE IMPEDIMENTO, SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DA PRESCRIÇÃO Rafael Medeiros Antunes Ferreira 1 RESUMO: Este artigo discorre sobre as causas de impedimento, suspensão e interrupção da prescrição previstas

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO CAPÍTULO I TEORIA GERAL DO PROCESSO

APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO CAPÍTULO I TEORIA GERAL DO PROCESSO Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 13 CAPÍTULO I TEORIA GERAL DO PROCESSO... 15 1. Jurisdição... 15 1.1. Generalidades e conceito... 15 1.2. Características... 16 1.3. Divisão... 17 2. Princípios de processo

Leia mais

PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA DAS LEIS

PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA DAS LEIS PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA DAS LEIS Prescription and decay of the laws Carolina Ricetti Bonat¹ Claynice Andrea Rodrigues Lima² Fernando do Rego Barros Filho³ RESUMO: Este artigo apresenta o trabalho de pesquisa

Leia mais

Se aração, ivórcio e Inventário por Escritura Pública

Se aração, ivórcio e Inventário por Escritura Pública Christiano Cassetlari Se aração, ivórcio e Inventário por Escritura Pública Teoria e Prática 7. a edição revista, atualizada e ampliada *** ~ ~ ED,ITORA \~A METODO SÃO PAULO SUMÁRIO 1. BREVES COMENTÁRIOS

Leia mais

O direito de não indenizar em face da ocorrência da decadência e prescrição

O direito de não indenizar em face da ocorrência da decadência e prescrição O direito de não indenizar em face da ocorrência da decadência e prescrição Prof. MSc. Fábio Zabot Holthausen Assistente Acadêmico do Curso de Direito Coordenação do Curso de Direito Universidade do Sul

Leia mais

Audiência de Instrução e Julgamento. Prof. Rafael Menezes

Audiência de Instrução e Julgamento. Prof. Rafael Menezes Audiência de Instrução e Julgamento Prof. Rafael Menezes Contexto (ato complexo e misto) Ao final da fase ordinatória (art. 331,?2) o juiz, se for o caso designará dia para realização da Audiência de Instrução

Leia mais

O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS

O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS O NOVO CPC E O DIREITO CIVIL: DESAFIOS INICIAIS ANDRÉ BORGES DE CARVALHO BARROS Doutorando em Direito Civil Comparado pela PUC/SP. Doutorando em Função Social do Direito pela Fadisp/SP. Mestre em Direito

Leia mais

São aquelas em que há uma multiplicidade de sujeitos. Posso ter na obrigação vários devedores, vários credores ou vários credores e vários devedores.

São aquelas em que há uma multiplicidade de sujeitos. Posso ter na obrigação vários devedores, vários credores ou vários credores e vários devedores. OBRIGAÇÕES DIVISÍVEIS E INDIVISÍVEIS São aquelas em que há uma multiplicidade de sujeitos. Posso ter na obrigação vários devedores, vários credores ou vários credores e vários devedores. A classificação

Leia mais

Direito de empresa Títulos de Crédito

Direito de empresa Títulos de Crédito Direito de empresa Títulos de Crédito Prof. Cristiano Erse www.erse.com.br Conceito Cesare Vivante: documentos necessários para o exercício de direito literal e autônomo, nele mencionado. Art.887 CC: documento

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE 2008

PROJETO DE LEI Nº DE 2008 PROJETO DE LEI Nº DE 2008 (Do Sr. Cleber Verde) Acrescenta os parágrafos 1º e 2º ao artigo 1.725 do Código Civil, que dispõe sobre o regime de bens adotado na União Estável, estabelecendo-se que na hipótese

Leia mais

7 - SUJEITOS DE DIREITO

7 - SUJEITOS DE DIREITO 7 - SUJEITOS DE DIREITO Pessoa Natural é o homem possuidor de capacidade para adquirir direitos e assumir obrigações; Todo ser humano é pessoa; 02 categorias: PN e PJ Personalidade jurídica é a aptidão

Leia mais

PEÇA PRÁTICO PROFISSIONAL

PEÇA PRÁTICO PROFISSIONAL PEÇA PRÁTICO PROFISSIONAL Sergio, domiciliado em Volta Redonda/RJ, foi comunicado pela empresa de telefonia ALFA, com sede em São Paulo/SP, que sua fatura, vencida no mês de julho de 2011, constava em

Leia mais

Usucapião. É a aquisição do domínio ou outro direito real pela posse prolongada. Tem como fundamento a função social da propriedade

Usucapião. É a aquisição do domínio ou outro direito real pela posse prolongada. Tem como fundamento a função social da propriedade Usucapião É a aquisição do domínio ou outro direito real pela posse prolongada Tem como fundamento a função social da propriedade!1 Requisitos da posse ad usucapionem Posse com intenção de dono (animus

Leia mais

Capítulo 1 Processo...1. Capítulo 2 Procedimento Comum Ordinário e Sumário...7. 2.2. Procedimento comum sumário...8

Capítulo 1 Processo...1. Capítulo 2 Procedimento Comum Ordinário e Sumário...7. 2.2. Procedimento comum sumário...8 S u m á r i o Capítulo 1 Processo...1 1.1. Processo: conceito...1 1.2. Espécies de processo...2 1.3. Distinção entre processo e procedimento...3 1.4. Procedimentos existentes...3 1.5. Indisponibilidade

Leia mais

PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL

PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL Programa (60 horas) I CONSULTA JURÍDICA 1.1 Consulta jurídica 1.2 Tentativa de resolução amigável 1.3 Gestão do cliente e seu processo II ACESSO AO DIREITO 2.1 Modalidades de acesso

Leia mais

Objetivo da aula: Negócios jurídicos.

Objetivo da aula: Negócios jurídicos. AULA 02 PONTO: 02 Objetivo da aula: Negócios jurídicos. Tópico do plano de Ensino: Negócio jurídico. Conceito, classificação e interpretação (Elemento Volitivo) Roteiro de aula NEGÓCIO JURIDICO CONCEITO

Leia mais

TÍTULOS DE CRÉDITO AÇÕES

TÍTULOS DE CRÉDITO AÇÕES TÍTULOS DE CRÉDITO AÇÕES Armindo de Castro Júnior E-mail: armindocastro@uol.com.br Homepage: www.armindo.com.br Facebook: Armindo Castro Celular: (65) 99352-9229 AÇÃO CAMBIÁRIA CONCEITO Ação de execução

Leia mais

Estágios da Despesa Pública

Estágios da Despesa Pública Professor Luiz Antonio de Carvalho Estágios da Despesa Pública lac.consultoria@gmail.com CONCEITO: A despesa pública consiste na realização de gastos, isto é, na aplicação de recursos financeiros de forma

Leia mais

Objetivo da aula: Negócios jurídicos. DEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO VÍCIOS SOCIAIS

Objetivo da aula: Negócios jurídicos. DEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO VÍCIOS SOCIAIS AULA 07 PONTO: 09 Objetivo da aula: Negócios jurídicos. Tópico do plano de Ensino: Defeitos dos negócios jurídicos (vícios do negócio): Fraude contra credores e simulação Roteiro de aula DEFEITOS DO NEGÓCIO

Leia mais

O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Resolução CFC nº 1.050/05 Aprova a NBC P 2.3 Impedimento e Suspeição O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas Brasileiras de

Leia mais

Escola da Magistratura da Justiça do Trabalho da 15ª.. Região

Escola da Magistratura da Justiça do Trabalho da 15ª.. Região Escola da Magistratura da Justiça do Trabalho da 15ª.. Região DA PROVA PERICIAL Desempenho das Funções de Perito Judicial MédicoM Alessandro Tristão - Outubro de 2009 Objetivos Promover a discussão de

Leia mais

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0000786-70.2015.404.0000/PR

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0000786-70.2015.404.0000/PR MANDADO DE SEGURANÇA Nº 0000786-70.2015.404.0000/PR JUIZO DE DIREITO DA 2A VARA DE FAMILIA E SUCESSOES DA COMARCA DE LONDRINA/PR EMENTA MANDADO DE SEGURANÇA. SISTEMA FINANCEIRO DE HABITAÇÃO. CAIXA ECONÔMICA

Leia mais

Prescrição e decadência

Prescrição e decadência DIREITO CIVIL Professor Dicler A prescrição representa a perda da ação e da exceção (defesa) em razão do decurso de tempo. Tem como fundamento a paz social e a segurança jurídica que ficariam comprometidos

Leia mais

Sumário AGRADECIMENTOS... 17 EDITAL SISTEMATIZADO... 19 (PARA FACILITAR A PESQUISA E OTIMIZAR SEU ESTUDO)... 19 APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO...

Sumário AGRADECIMENTOS... 17 EDITAL SISTEMATIZADO... 19 (PARA FACILITAR A PESQUISA E OTIMIZAR SEU ESTUDO)... 19 APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... Sumário AGRADECIMENTOS... 17 EDITAL SISTEMATIZADO... 19 (PARA FACILITAR A PESQUISA E OTIMIZAR SEU ESTUDO)... 19 APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 21 Capítulo I OBJETO E FINALIDADE DA TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL...

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO ENTRE O NOVO CÓDIGO CIVIL, O CÓDIGO CIVIL DE 1916 E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE QUANTO A ADOÇÃO.

QUADRO COMPARATIVO ENTRE O NOVO CÓDIGO CIVIL, O CÓDIGO CIVIL DE 1916 E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE QUANTO A ADOÇÃO. 1 QUADRO COMPARATIVO ENTRE O NOVO CÓDIGO CIVIL, O CÓDIGO CIVIL DE E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE QUANTO A ADOÇÃO. Artigo 1618 Só a pessoa maior de 18 (dezoito) anos pode adotar. Artigo 368 -

Leia mais

Direito Civil III Contratos

Direito Civil III Contratos Direito Civil III Contratos Extinção dos Contratos Prof. Andrei Brettas Grunwald 2011.1 1 INTRODUÇÃO As obrigações, direitos pessoais, têm como característica fundamental seu caráter transitório. A obrigação

Leia mais

Direito Civil VI - Sucessões. Prof. Marcos Alves da Silva

Direito Civil VI - Sucessões. Prof. Marcos Alves da Silva Direito Civil VI - Sucessões Prof. Marcos Alves da Silva Herança Jacente e Herança Vacante A questão do princípio de saisine Herança Jacente: A herança jaz enquanto não se apresentam herdeiro do de cujus

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL V EXAME UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA PROVA DO DIA 4/12/2011 DIREITO EMPRESARIAL

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL V EXAME UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA PROVA DO DIA 4/12/2011 DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL O examinando deverá elaborar uma petição simples cuja nomenclatura e/ou conteúdo deve remeter à ideia de refutação à contestação, sendo, contudo, consideradas

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Generalidades sobre a Prescrição Extintiva Regulada pelo Código Civil Carmen Ferreira Saraiva* Bacharel em Direito pela Faculdade Milton Campos/MG; Especialista em Direito Tributário

Leia mais

Novély Vilanova da Silva Reis. Juiz Federal em Brasília. novely@df.trf1.gov.br

Novély Vilanova da Silva Reis. Juiz Federal em Brasília. novely@df.trf1.gov.br JUROS E CORREÇÃO MONETÁRIA DECORRENTES DE SENTENÇA Novély Vilanova da Silva Reis. Juiz Federal em Brasília. novely@df.trf1.gov.br JUROS Qualquer débito decorrente de decisão judicial, incidem juros ainda

Leia mais

Critérios e Procedimentos Legais para a Apuração de Haveres. Marcos Andrey de Sousa

Critérios e Procedimentos Legais para a Apuração de Haveres. Marcos Andrey de Sousa Critérios e Procedimentos Legais para a Apuração de Haveres Marcos Andrey de Sousa Dissolução Total de Sociedade Código de Processo Civil de 1939 Código de Processo Civil de 1973 (artigo 1028) Evolução

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOBRE JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA

QUESTIONÁRIO SOBRE JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA QUESTIONÁRIO SOBRE JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA 1. O que é jurisdição? 2. Quem representa o Estado quando se trata de jurisdição? 3. Por que o Estado é escolhido? 4. Como e através de que se opera a jurisdição?

Leia mais

DIREITO CIVIL E DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO CIVIL E DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO CIVIL E DIREITO PROCESSUAL CIVIL PEÇA PROFISSIONAL Em 05/1/2007, Antônio adquiriu de João o veículo VW Gol, ano/modelo 2006, placa XX 0000, pelo valor de R$ 20.000,00, tendo efetuado o pagamento

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO...

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 11 capítulo I função e carreira do procurador do estado... 15 1. Introdução e breve reconstrução histórica das Procuradorias Estaduais no Brasil...15 2. Fundamento constitucional

Leia mais

Sumário. Capítulo 10 Sistemas processuais... 59 Capítulo 11 Aplicação da lei processual penal no espaço... 63

Sumário. Capítulo 10 Sistemas processuais... 59 Capítulo 11 Aplicação da lei processual penal no espaço... 63 Capítulo 1 Introdução e evolução histórica... 3 Capítulo 2 Direito processual penal no Brasil... 9 Capítulo 3 Conceito e terminologias... 13 Capítulo 4 Conexões do direito processual penal com as demais

Leia mais

Juizados Especiais Cíveis

Juizados Especiais Cíveis Juizados Especiais Cíveis Juiz de Direito/RS 1) O que é Juizado Especial Cível? É uma justiça mais célere, informal, totalmente gratuita, destinada a julgar as causas de menor complexidade. São aquelas

Leia mais

LICENÇA PARENTAL INICIAL

LICENÇA PARENTAL INICIAL Direitos e Deveres da Parentalidade Lei n.º 59/2008, de 11 de Setembro Regime de Contrato de Trabalho em Funções Públicas (art.º 33º do Código do Trabalho (vs. Da Lei n.º 7/2009, de 12/02) e art. 40º do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM FACULDADE DE DIREITO FD DEPARTAMENTO DE DIREITO APLICADO PLANO DE AULA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM FACULDADE DE DIREITO FD DEPARTAMENTO DE DIREITO APLICADO PLANO DE AULA PLANO DE AULA INSTITUIÇÃO DE ENSINO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM CURSO: DIREITO PROFESSOR: Especialista Rafael da Silva Menezes NÍVEL DE ENSINO: SUPERIOR PERÍODO: 6º TURNO: DIURNO/NOTURNO DATA:

Leia mais

Ação de Exigir Contas

Ação de Exigir Contas Ação de Exigir Contas Previsão legal e Observações! No NCPC está disciplinado nos arts. 550/553! Possuía previsão no CPC/73 estava disciplinado no art. 914/919.! Obs. No CPC73 o nome de tal ação era de

Leia mais

Teoria Geral da Execução

Teoria Geral da Execução Direito Processual Civil FREDERICO OLIVEIRA fjsdeoliveira@gmail.com twitter: @fredoliveira197 Skype: frederico.oliveira42 Teoria Geral da Execução 1 REALIDADE PROCESSO Certificação Efetivação REALIDADE

Leia mais

PENSÃO POR MORTE. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Artigo 201, inciso V, da CF; Artigos 74 a 79 da Lei 8.213/91 (LB); Artigos 105 a 115 do Decreto 3.

PENSÃO POR MORTE. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Artigo 201, inciso V, da CF; Artigos 74 a 79 da Lei 8.213/91 (LB); Artigos 105 a 115 do Decreto 3. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Artigo 201, inciso V, da CF; Artigos 74 a 79 da Lei 8.213/91 (LB); Artigos 105 a 115 do Decreto 3.048/99; e Artigos 364 a 380, da IN 77. CONCEITO A pensão por morte é o benefício previdenciário

Leia mais

ALTERAÇÕES RELATIVAS À PRESCRIÇÃO E À DECADÊNCIA NO NOVO CÓDIGO CIVIL

ALTERAÇÕES RELATIVAS À PRESCRIÇÃO E À DECADÊNCIA NO NOVO CÓDIGO CIVIL ALTERAÇÕES RELATIVAS À PRESCRIÇÃO E À DECADÊNCIA NO NOVO CÓDIGO CIVIL FERNANDA CRISTINA DE MORAES FONSECA (*) 1. Introdução Representa o Código Civil, o principal instrumento normatizador da prescrição

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 Disciplina: Direito Civil II Departamento I Direito Privado Carga Horária Anual: 105 h/a Tipo: Anual 2º ano Docente Responsável: Prof. William Bedone Objetivos:

Leia mais

GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P TÍTULO Guia Prático Entidades Contratantes (2034 v1.05) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Departamento de Prestações

Leia mais

PROVIMENTO CGJ Nº 09 / 2015

PROVIMENTO CGJ Nº 09 / 2015 PROVIMENTO CGJ Nº 09 / 2015 Dispõe sobre a atualização da Consolidação Normativa da Corregedoria Geral da Justiça - Parte Judicial, ante a vigência do novo Código de Processo Civil (Lei nº 13.105/2015).

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM FACULDADE DE DIREITO FD DEPARTAMENTO DE DIREITO APLICADO. PLANO DE AULA i

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM FACULDADE DE DIREITO FD DEPARTAMENTO DE DIREITO APLICADO. PLANO DE AULA i PLANO DE AULA i INSTITUIÇÃO DE ENSINO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS UFAM CURSO: DIREITO PROFESSOR: Especialista Rafael da Silva Menezes NÍVEL DE ENSINO: SUPERIOR PERÍODO: 6º TURNO: DIURNO/NOTURNO DATA:

Leia mais

RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. EMBARGOS - AÇÃO (Embargos à Execução ou Embargos de Terceiros)

RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. EMBARGOS - AÇÃO (Embargos à Execução ou Embargos de Terceiros) RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EMBARGOS - AÇÃO (Embargos à Execução ou Embargos de Terceiros) - RECURSO (Embargos Infringentes, Embargos de Declaração ou Embargos de Divergência). No atual sistema recursal

Leia mais

Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1. Capítulo 2 Direito Processual Penal e Garantias Fundamentais... 3

Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1. Capítulo 2 Direito Processual Penal e Garantias Fundamentais... 3 Sumário Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 Capítulo 2 Direito Processual Penal e Garantias Fundamentais... 3 Capítulo 3 Aplicação da Lei processual penal... 9 Capítulo 4 Princípios do Processo Penal...

Leia mais

Sumário. Palavras Prévias 10ª edição... 17 Prefácio... 21 Apresentação... 23. As Obrigações em Leitura Civil-Constitucional... 25

Sumário. Palavras Prévias 10ª edição... 17 Prefácio... 21 Apresentação... 23. As Obrigações em Leitura Civil-Constitucional... 25 Sumário Palavras Prévias 10ª edição... 17 Prefácio... 21 Apresentação... 23 Capítulo Introdutório As Obrigações em Leitura Civil-Constitucional... 25 Capítulo I Introdução ao Direito das Obrigações...

Leia mais

DO PROCESSO E PROCEDIMENTO

DO PROCESSO E PROCEDIMENTO DO PROCESSO E PROCEDIMENTO PROCESSO Para solucionar os litígios, o Estado põe à disposição das partes três espécies de tutela jurisdicional: a cognição, a execução e a cautela. O que as distingue são os

Leia mais

AULA 21 FALÊNCIA. Do ponto de vista jurídico, exprime a impossibilidade do devedor de arcar com a satisfação de seus débitos.

AULA 21 FALÊNCIA. Do ponto de vista jurídico, exprime a impossibilidade do devedor de arcar com a satisfação de seus débitos. 1 AULA 21 FALÊNCIA Aspectos históricos A palavra falência vem do verbo falir (fallere lat.) que exprime a ideia de faltar com o prometido, falha, omissão. Do ponto de vista jurídico, exprime a impossibilidade

Leia mais

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PRIMEIRAS IMPRESSÕES

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PRIMEIRAS IMPRESSÕES VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PRIMEIRAS IMPRESSÕES PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL - ENDEREÇAMENTO: EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA 90ª VARA DO TRABALHO DE CAMPINAS/SP - Processo Nº 1598-73.2012.5.15.0090

Leia mais

B) CARTAS: A menção aos artigos 221, 222 e 238 (atual CPC) será retirada do teor dos modelos institucionais, conforme exemplos abaixo:

B) CARTAS: A menção aos artigos 221, 222 e 238 (atual CPC) será retirada do teor dos modelos institucionais, conforme exemplos abaixo: I) CATEGORIAS: (5), (1), PRECATÓRIAS (46): 1) ATOS PROCESSUAIS DO TEMPO E LUGAR DOS ATOS PROCESSUAIS: De: Art. 172, 2º CPC/1973 Para: Art. 212, 2º NCPC/2015 A) E PRECATÓRIAS: A menção aos benefícios do

Leia mais

OS PLANOS DO MUNDO JURÍDICO

OS PLANOS DO MUNDO JURÍDICO OS PLANOS DO MUNDO JURÍDICO Rosane Becker 1 1 INTRODUÇÃO O negócio jurídico, para que seja válido e tornar-se efetivo, necessita de alguns elementos chamados de essenciais. Esses elementos são a existência,

Leia mais

A responsabilidade do preposto no exercício de sua função. Solange Dias Neves Advogada OAB/RS 34.649

A responsabilidade do preposto no exercício de sua função. Solange Dias Neves Advogada OAB/RS 34.649 A responsabilidade do preposto no exercício de sua função. Solange Dias Neves Advogada OAB/RS 34.649 A proposta de trabalho: Levar para a empresa o aperfeiçoamento dos empregados que exercem cargos de

Leia mais

D A N I E L L E T O S T E 4 A N

D A N I E L L E T O S T E 4 A N Fundamento legal: Artigo 282 do CPC. 1º Passo: Identificar as pretensões e a natureza dos pedidos: Declaratória; Constitutiva; Condenatória (Indenizatória). 1. PETIÇÃO INICIAL. Verificar CPC artigos 94

Leia mais

Sucessão que segue as regras da lei quando: DIREITO DAS SUCESSÕES

Sucessão que segue as regras da lei quando: DIREITO DAS SUCESSÕES DIREITO DAS SUCESSÕES I. SUCESSÃO EM GERAL II. III. IV. SUCESSÃO LEGÍTIMA SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA INVENTÁRIO E PARTILHA SUCESSÃO LEGÍTIMA 1. Conceito 2. Parentesco 3. Sucessão por direito próprio e por

Leia mais

Mestre Anderson Nogueira Oliveira Prática Jurídica I PETIÇÃO INICIAL

Mestre Anderson Nogueira Oliveira Prática Jurídica I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL 1. ENDEREÇAMENTO a) Fundamentação I Art. 42 a 53 do Novo CPC II Art. 108 e 109 da Constituição Federal de 1988 2. EXEMPLOS DE ENDEREÇAMENTOS VARA CÍVEL ESTADUAL Excelentíssimo Senhor Doutor

Leia mais

ÍNDICE GERAL. Índice Sistemático... Lei 13.105, de 16 de março de 2015 Código de Processo Civil... 1. Bibliografia... 1809

ÍNDICE GERAL. Índice Sistemático... Lei 13.105, de 16 de março de 2015 Código de Processo Civil... 1. Bibliografia... 1809 ÍNDICE GERAL Índice Sistemático... VII Lei 13.105, de 16 de março de 2015 Código de Processo Civil... 1 Bibliografia... 1809 Índice Alfabético-Remissivo do Código de Processo Civil (Lei 13.105/2015)...

Leia mais

EXECUÇÃO FISCAL. PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE. SÓCIO QUOTISTA. CONCEITO EXECUÇÃO FISCAL. PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE. SÓCIO QUOTISTA.

EXECUÇÃO FISCAL. PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE. SÓCIO QUOTISTA. CONCEITO EXECUÇÃO FISCAL. PRESCRIÇÃO INTERCORRENTE. SÓCIO QUOTISTA. EDIÇÃO DE 01 A 05 DE STEMBRO DE 2.010 NESSA EDIÇÃO: REPERCUSSÃO GERAL. ICMS NA IMPORTAÇÃO VIA LEASING ERRO MÉDICO. QUELOIDES. ISENÇÃO DE CULPA CONCEITO PROCESSO FALTA DE CITAÇÃO JURISPRUDÊNCIA FALÊNCIA.

Leia mais

HOME-VIGILÂNCIA E SEGURANÇA LTDA - ME

HOME-VIGILÂNCIA E SEGURANÇA LTDA - ME DESPACHO Vistos etc. Considerando que o crédito discutido nos presentes autos decorre de execução trabalhista; Considerando que a finalidade precípua do processo de execução é a satisfação do título judicial,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA EMENTA PREVIDENCIÁRIO. RECURSO ESPECIAL. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ. TERMO INICIAL. AUSÊNCIA DE REQUERIMENTO ADMINISTRATIVO. CITAÇÃO. 1. É cediço que a citação

Leia mais

Direito Processual Civil

Direito Processual Civil Direito Processual Civil Dos Impedimentos e da Suspeição Professor Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Civil SUSPEIÇÃO E IMPEDIMENTO Se reconhecer o impedimento ou a suspeição

Leia mais

DURAÇÃO: DESTINATÁRIOS: Estágios de 9 meses

DURAÇÃO: DESTINATÁRIOS: Estágios de 9 meses ESTÁGIOS EMPREGO Portaria 204-B/2013, de 18 de junho, alterada pelas: Portaria 375/2013, de 27 de dezembro; Portaria 20-A/2014, de 30 de janeiro; Portaria 149-B/2014, de 24 de julho DURAÇÃO: Estágios de

Leia mais

USUCAPIÃO EXTRAJUDICIAL

USUCAPIÃO EXTRAJUDICIAL USUCAPIÃO EXTRAJUDICIAL Lei 13.105/2015 (incluiu o Art. 216-A na LRP) + Proposta de Provimento CGJ CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES -Finalidade da alteração legislativa -É usucapião? -Quem elabora o título?

Leia mais

Manual da Proteção na Parentalidade. Índice...1 SUBSÍDIO PARENTAL...3. 1. Subsídio Parental Inicial...3

Manual da Proteção na Parentalidade. Índice...1 SUBSÍDIO PARENTAL...3. 1. Subsídio Parental Inicial...3 Índice Índice...1 SUBSÍDIO PARENTAL...3 1. Subsídio Parental Inicial...3 2. Subsídio Parental Inicial Exclusivo da Mãe...4 3. Subsídio Parental Inicial Exclusivo do Pai...4 4. Subsídio Parental Inicial

Leia mais

O Advogado-Geral do Estado, Dr. José Bonifácio Borges de Andrada, proferiu no Parecer abaixo o seguinte Despacho: De acordo.

O Advogado-Geral do Estado, Dr. José Bonifácio Borges de Andrada, proferiu no Parecer abaixo o seguinte Despacho: De acordo. O Advogado-Geral do Estado, Dr. José Bonifácio Borges de Andrada, proferiu no Parecer abaixo o seguinte Despacho: De acordo. Em 30/10/09 Procedência: Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de

Leia mais

EXEX AME AME DDE E OORDEMRDEM DIREITO CIVIL DIREITO CIVIL ISBN

EXEX AME AME DDE E OORDEMRDEM DIREITO CIVIL DIREITO CIVIL ISBN DIREITO CIVIL DIREITO CIVIL 2.ª Edição 2008 IESDE Brasil S.A. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos autorais.

Leia mais

Direito Civil. Disposições Gerais Prescrição. Professor Fidel Ribeiro.

Direito Civil. Disposições Gerais Prescrição. Professor Fidel Ribeiro. Direito Civil Disposições Gerais Prescrição Professor Fidel Ribeiro www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Civil NOÇÕES GERAIS SOBRE PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA O decurso de tempo é fato natural capaz de criar

Leia mais

FAN - Faculdade Nobre. Modalidades de Obrigações

FAN - Faculdade Nobre. Modalidades de Obrigações FAN - Faculdade Nobre Modalidades de Obrigações b) Obrigação de Fazer (arts.247 a 249,CC.) -Conceito: Ex: Obrigação de fazer é aquela em que o devedor compromete-se a prestar um fato em favor do credor,

Leia mais

CÓDIGO CIVIL PORTUGUÊS LIVRO V

CÓDIGO CIVIL PORTUGUÊS LIVRO V CÓDIGO CIVIL PORTUGUÊS LIVRO V DIREITO DAS SUCESSÕES TÍTULO I DAS SUCESSÕES EM GERAL CAPÍTULO I Disposições gerais ARTIGO 2024º (Noção) Diz-se sucessão o chamamento de uma ou mais pessoas à titularidade

Leia mais

EFEITOS DOS CONTRATOS COM RELAÇÃO A TERCEIROS

EFEITOS DOS CONTRATOS COM RELAÇÃO A TERCEIROS AULA 09 PONTO: 09 Objetivo da aula: Teoria geral dos contratos. Teoria geral dos contratos. Perfil e princípios. Formação defeito e extinção. Classificação e interpretação. Garantias legais específicas.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº: 032547-47.2003.8.19. MAURO PEREIRA MARTINS APELAÇÃO.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº: 032547-47.2003.8.19. MAURO PEREIRA MARTINS APELAÇÃO. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº: 032547-47.2003.8.19.0014 APELANTE: MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES APELADOS: GILDA AUXILIADORA COSTA CARNEIRO

Leia mais

- PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA (cont.) -

- PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA (cont.) - Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Civil (Parte Geral) / Aula 15 Professor: Rafael da Motta Mendonça Conteúdo: Prescrição e Decadência - PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA (cont.) - Art. 206. Prescreve: 1

Leia mais

1. PRINCÍPIOS DO PROCESSO DO TRABALHO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL 2) PRINCÍPIO DA IMPACIALIDADE DO JUIZ

1. PRINCÍPIOS DO PROCESSO DO TRABALHO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL 2) PRINCÍPIO DA IMPACIALIDADE DO JUIZ 1 1. PRINCÍPIOS DO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL A justa composição da lide só pode ser alcançada quando a tutela jurisdicional for prestada dentro dos moldes delimitados pelas normas processuais.

Leia mais

SEGUNDA TURMA RECURSAL JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ

SEGUNDA TURMA RECURSAL JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ Processo nº 2007.70.50.003369-6 Relatora: Juíza Federal Andréia Castro Dias Recorrente: UNIÃO FEDERAL Recorrido (a): VANISA GOLANOWSKI VOTO Dispensado o relatório, nos termos dos artigos 38 e 46 da Lei

Leia mais

Prescrição Intercorrente Artigo 921 do CPC/ Reconhecimento da Prescrição de Ofício pelo Juiz...6. Impedimento e Suspensão da Prescrição...

Prescrição Intercorrente Artigo 921 do CPC/ Reconhecimento da Prescrição de Ofício pelo Juiz...6. Impedimento e Suspensão da Prescrição... SUMÁRIO Prescrição Intercorrente Artigo 921 do CPC/15...6 Reconhecimento da Prescrição de Ofício pelo Juiz...6 Impedimento e Suspensão da Prescrição...7 Interrupção da Prescrição (Zerar Cronômetro)...8

Leia mais

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social

Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social FORMAÇÃO Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social 17-01-2011 Fernando Silva 1 ESTRUTURA DA ACÇÃO São 4 os temas que fazem parte do Código Contributivo, divididos por

Leia mais

HISTÓRIA Origem provável: Século XII Templários SEC. XII - Feira de Champagne

HISTÓRIA Origem provável: Século XII Templários SEC. XII - Feira de Champagne LETRA DE CÂMBIO CONCEITO Letra de Câmbio é o título de crédito que representa uma ordem de pagamento de alguém (sacador) contra outrem (sacado) a favor de um terceiro (tomador). HISTÓRIA Origem provável:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA A FUNÇÃO DE JUIZ LEIGO NO ÂMBITO DOS JUIZADOS ESPECIAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

PROCESSO SELETIVO PARA A FUNÇÃO DE JUIZ LEIGO NO ÂMBITO DOS JUIZADOS ESPECIAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO SELETIVO PARA A FUNÇÃO DE JUIZ LEIGO NO ÂMBITO DOS JUIZADOS ESPECIAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL EDITAL N.º 01/2016 JUIZ LEIGO A Juíza Excelentíssima Senhora Presidente

Leia mais

- Obrigações COMPOSTAS, PLURAIS ou COMPLEXAS, que poderão ser: - Fracionárias divisíveis ou indivisíveis - Solidárias

- Obrigações COMPOSTAS, PLURAIS ou COMPLEXAS, que poderão ser: - Fracionárias divisíveis ou indivisíveis - Solidárias 1.6.2 Classificação quanto aos elementos: - Obrigações SIMPLES - Obrigações COMPOSTAS, PLURAIS ou COMPLEXAS, que poderão ser: - Objetivas: - Cumulativas - Alternativas - Facultativas - Subjetivas: Obrigação

Leia mais